Você está na página 1de 84

QUESTAO 1 – direito tributario

institutos, no contexto do Sistema Tributário Nacional, podemos afirmar que:

a) Na decadência ocorre a perda do direito de promover a execução fiscal.


b) A prescrição ocorrerá em 5 anos, a contar do dia da ocorrência do fato gerador do
tributo.
c) 5 anos após a constituição definitiva do crédito tributário ocorre a sua prescrição.
d) Na prescrição ocorre a perda do direito de realizar o lançamento da obrigação
tributária.
e) A prescrição ocorrerá em 10 anos, a contar do dia da ocorrência do fato gerador
do tributo.

Questão 2. Acerca do lançamento tributário definido no art. 142 do CTN, o qual nos diz o
seguinte:

Art. 142. Compete privativamente à autoridade administrativa constituir o crédito tributário


pelo lançamento, assim, entendido o procedimento administrativo tendente a verificar a
ocorrência do fato gerador da obrigação correspondente, determinar a matéria tributável,
calcular o montante do tributo devido, identificar o sujeito passivo e, sendo caso, propor a
aplicação da penalidade cabível.

Parágrafo único. A atividade administrativa de lançamento é vinculada e obrigatória, sob


pena de responsabilidade funcional.

Não é correto afirmar que:

a) “Verificar a ocorrência do fato gerador da obrigação correspondente” com


relação a essa parte do artigo é possível se se falar em quantificação e
qualificação da obrigação tributária, por meio do lançamento.
b) “Determinar a matéria tributável” significa que cabe ao lançamento externar o
núcleo tributável de incidência da hipótese estabelecida por lei.
c) “Calcular o montante do tributo devido” sem o lançamento não seria possível
porque não tornaria o crédito tributário líquido e exigível.
d) “ Identificar o sujeito passivo” depende do lançamento, é este que identifica o
sujeito passivo definido em lei.
e) “Propor a aplicação da penalidade cabível”, mecanismo de exigibilidade das
sanções cobradas em virtude do descumprimento de obrigação tributária.

Questão 3. De acordo com o CTN, em seu artigo 3º: “Tributo é toda prestação pecuniária
compulsória, em moeda, ou cujo valor nela se possa exprimir, que não constitua sanção
de ato ilícito, instituída em lei e cobrada mediante atividade administrativa plenamente
vinculada". Em relação à possibilidade de tributação sobre o rendimento e o lucro de
atividades ilícitas, seria incorreto afirmar:
a) O Estado pode cobrar tributos sobre o lucro de uma organização que tem por
finalidade explorar o jogo do bicho.
b) O princípio da “pecunia non olet” define que, desconsiderada a ilicitude,
configurada a hipótese de incidência, poderá ser exigido o tributo dessa atividade
ilícita.
c) O Estado não pode cobrar impostos sobro o lucro ou rendimento provenientes de
atividade ilícitas.
d) O princípio da abstração da ilicitude permite a cobrança de impostos sobre os
rendimentos provenientes de atividade ilícita.
e) Um fato gerador de tributo pode ocorrer em circunstâncias ilícitas, mas essas
circunstâncias são estranhas a hipóteses de incidência do tributo.

Questão 4: De acordo com o CTN, a competência tributária é a habilidade privativa e


constitucional que permite ao ente público a instituição do tributo. Conforme as disposições
gerais do CTN sobre a competência tributária, não podemos afirmar que:

a) A competência tributária é política indelegável, mas não se confunde com a


capacidade tributária que é a habilidade de instituir tributos.
b) A capacidade tributária é a transferência das funções administrativas de arrecadar
e fiscalizar tributos.
c) Não constitui delegação de competência o cometimento do encargo ou da função
de arrecadar tributos a pessoas de direito privado.
d) A competência tributária é indelegável, salvo a atribuição das funções de
arrecadar ou fiscalizar tributos, ou de executar, leis ou serviços, atos ou decisões
administrativas em matéria tributária.
e) A competência tributária é o poder de criar um tributo conferido pela Constituição
Federal.

Questão 5. Sistematizando a relação jurídico-tributária cronologicamente, é possível


visualizar os caminhos percorridos pelo tributo, desde sua instituição até a extinção do
crédito tributário, e caso não extinto o crédito tributário, os procedimentos subsequentes.
Considerando essa sistemática cronológica, é correto afirmar:

a) A Hipótese de incidência é uma abstração definida por decreto, capaz de


impulsionar a relação jurídico tributária.
b) O Fato gerador ocorre quando se materializa a hipótese de incidência tributária
definida por lei.
c) São elementos do crédito tributário; sujeito ativo, sujeito passivo, objeto e causa.
d) Sujeito ativo da obrigação tributária é a pessoa jurídica de direito privado titular da
competência para exigir o seu cumprimento.
e) O Sujeito passivo da relação jurídico-tributária é o lado credor da relação
intersubjetiva tributária.

Questão 6. O lançamento tributário é um procedimento de competência do fisco, com


eventual auxílio do contribuinte, dependendo da natureza do tributo a ser arrecadado, no
ato de constituição do crédito tributário. Quanto às espécies de lançamento tributário,
podemos dizer que são:

a) Por homologação, por declaração e por decreto.


b) De ofício, misto e por decreto.
c) Por homologação, de ofício e por declaração.
d) Direto, por declaração e de ofício.
Questão 7. Observe o art 3º do CTN:
Art.3º - “Tributo é toda prestação pecuniária compulsória, em moeda, ou cujo valor nela se
possa exprimir, que não constitua sanção de ato ilícito, instituída em lei e cobrada
mediante atividade administrativa plenamente vinculada".

Com base nesse artigo e no conteúdo de nossa disciplina, coloque V para verdadeira e F
para falsa, nas alternativas abaixo.

a) F “Prestação pecuniária” é a obrigação de prestar pagamento ao Estado, em


dinheiro ou qualquer outra forma, até mesmo com prestação de serviços.
b) F “Prestação compulsória” ocorre porque o direito tributário está inserido no
contexto do direito público, e a supremacia do interesse público permite a
imposição unilateral de obrigações.
c) V “Que não constitua sanção de ato ilícito” quer dizer que o tributo resulta do
poder penal do estado e a sanção resulta da incidência do poder tributário sobre a
propriedade privada.
d) V “Instituída em lei” significa dizer que o nascimento do tributo se dá pela simples
realização da hipótese de incidência prevista em lei.
e) F “Mediante atividade administrativa plenamente vinculada” quer dizer que o
lançamento tributário mostra-se como procedimento de exigibilidade de tributo.

Questão 8. Relacione as colunas de acordo com a classificação das competências


tributárias.

Coluna A

a- Competência privativa
b- Competência comum
c- Competência especial
d- Competência residual
e- Competência extraordinária

Coluna B

D Instituída pela união por meio de lei ordinária federal e não inviabiliza a possível
criação por medida provisória.
C Competência atribuída à União atinente aos outros impostos que podem ser
instituídos sobre situações não previstas.
E Os empréstimos compulsórios são tributos autônomos, com cláusula de restituição,
instituídos pela união, por meio de lei complementar, em caso de calamidade pública,
guerra externa e investimento público de caráter urgente.
B União, Estados , Municípios ou Distrito Federal poderão ser os sujeitos ativos das
taxas ou contribuições de melhoria, desde que realizem os fatos geradores de tais
gravames contraprestacionais.
A É a competência para criar impostos atribuída com exclusividade a este ou aquele
ente politico.
Questão 9. O Código Tributário Nacional determina em seu artigo 156 as formas de
extinção do crédito tributário. Com base nisso, analise as afirmações abaixo e assinale
qual delas não está correta em relação à forma dessa extinção:

a) Pagamento – é a forma direta de extinção do crédito tributário e deve ser


efetuado em moeda corrente, cheque ou vale postal, e a lei ainda prevê casos em
que podem ser pagos em estampilha, em papel selado, ou por processo
mecânico.
b) Compensação – a referida modalidade de extinção do crédito tributário carece de
lei autorizativa, e o mandado de segurança constitui a ação adequada para a
declaração do direito a compensação tributária.
c) Transação – é uma providência de iniciativa da autoridade administrativa, visando
ao fim do litígio, por meio de um acordo para concessões recíprocas.
d) Remissão – A constituição federal permite à União remitir tributos de
competência do município.
e) Dação em pagamento – a modalidade de extinção referida é admitida
exclusivamente para bens imóveis.

Questão 10:Como forma de proteção do contribuinte e no sentido de evitar abusos do


poder de tributar do Estado, em suas várias instâncias, a Constituição Federal de 1988
limitou esse poder do Estado. De acordo com essa limitação imposta pela Constituição
Federal, assinale a alternativa correta:

a) A União, os Estados e os Municípios podem majorar tributos sempre que


necessário, independente de lei que assim estabeleça.
b) As esferas públicas podem cobrar tributos dos patrimônios umas das outras.
c) A União, os Estados e o Município não podem cobrar tributos de lojas maçônicas.
d) A lei não poderá atribuir a sujeito passivo de obrigação tributária a condição de
responsável pelo pagamento de imposto ou contribuição, cujo fato gerador deva
ocorrer posteriormente.
e) A União pode dar preferência a um dos entes da federação em relação a outro, ao
conceder de incentivos fiscais.

Questão 11. A Constituição Federal estabelece que o IPTU seja um imposto de


competência do município, assinale a alternativa correta com relação ao referido imposto.
a) O fato gerador do IPTU é a propriedade predial e territorial, o domínio útil ou a até
mesmo a posse de bem imóvel localizados tanto na zona urbana quanto na zona
rural do Município.
b) O locatário de imóvel localizado na área urbana do Município é considerado o
contribuinte do IPTU por ser seu possuidor.
c) O adquirente de bem imóvel sub-roga os créditos tributários relativos a impostos,
cujo fato gerador é a propriedade, o domínio útil ou a posse de bens imóveis.
d) O termo “acessão física” referido no artigo 32 do CTN refere-se àquilo que for
incorporado temporariamente ao solo, podendo ser retirado a qualquer tempo.
e) O valor estabelecido no contrato de compra e venda do imóvel localizado na zona
urbana do município é a base de cálculo para estabelecer o valor a ser pago pelo
contribuinte.

Questão 12. A Constituição Federal estabelece que o ISS seja um imposto de


competência do município, assinale a alternativa incorreta com relação ao referido
imposto.
a) O ISS é imposto municipal e depende de lei ordinária, o que torna a competência
tributária municipal limitada, apesar de sua estrutura normativa estar disciplinada
por legislação federal complementar.
b) A União poderá instituir isenção do ISS em determinados Municípios, para
garantir o aquecimento do mercado.
c) A solidariedade passiva ocorre no caso de os serviços serem prestados por
consórcios de empresas, podendo o município exigir o tributo indistintamente de
cada um dos consorciados nessa solidariedade.
d) Para fins de incidência do ISS, conceituam-se o “serviços” como um bem
intangível, imaterial e incorpóreo, que se traduz no trabalho ou atividade
economicamente mensurável, a ser executado por uma pessoa com relação a
outra.
e) A base de cálculo do ISS será o valor bruto do serviço, excluindo, assim, as
parcelas relativas a juros, seguros, multas ou indenizações.

Questão 13.A Constituição Federal estabelece que o ITBI seja um imposto de


competência do município, assinale a alternativa correta com relação ao referido imposto.
a) O fato gerador do ITBI é a transmissão gratuita, a qualquer título de bens imóveis,
por natureza ou acessão física e de direitos reais sobre imóveis, exceto os de
garantia, bem como cessão de direitos a sua aquisição.
b) O transmitente do bem imóvel será o sujeito passivo da relação jurídico-tributária,
onde incide o imposto de transmissão intervivos.
c) No caso de partilha de bens em uma dissolução conjugal, a entrega a um dos
cônjuges de bens de valores superiores à meação, serão tributados pelo ITCMD
por caracterizar a doação.
d) A cessão de direitos somente poderá ser feita por meio de sentença judicial.
e) É permitida a progressividade para as alíquotas de ITBI com base no valor venal
do imóvel.

Questão 14. A Constituição Federal estabelece que o ICMS é um imposto de competência


do Estado, assinale a alternativa incorreta com relação ao referido imposto.
a) O fato gerador do ICMS de um veículo que saiu da indústria em direção à
concessionária só será recolhido no momento da venda do veículo na
concessionária.
b) Para efeito de incidência do ICMS, considera-se “circulação” a mudança da
titularidade jurídica do bem, e “mercadoria” é a coisa que se constitui objeto de
uma venda.
c) É permitida a cobrança de ICMS das prestações de serviço de telecomunicação,
mesmo que as prestações se iniciem fora do país.
d) Quando se trata de cobrança de ICMS sobre transporte interurbano e
interestadual, a base de cálculo é o preço do serviço.
e) A alíquota do ICMS é fixa em 10% em todo território nacional, para qualquer tipo
de operação.

Questão 15. Quanto à responsabilidade tributária dos sucessores, o que


é correto afirmar:
a) Nos tributos devidos até a morte, o contribuinte é o de cujus e o responsável é o
inventariante.
b) Nos tributos devidos após a morte e descobertos antes da sentença da partilha, o
contribuinte e o responsável é o espólio.
c) Nos tributos devidos até a morte e não pagos até a partilha, descobertos após a
sentença da partilha, o contribuinte é o inventariante e o responsável é o de cujus.
d) Nos tributos devidos até a morte, o contribuinte é o de cujus e o responsável é o
espólio.
e) Nos tributos devidos após a morte e não pagos até a partilha e descobertos após
a sentença de partilha, os contribuintes são os sucessores e o responsável é o
inventariante.

Questão 16. A Constituição Federal estabelece que o IPVA é um imposto de competência


do Estado, assinale a alternativa incorreta com relação ao referido imposto.
a) Não existem normas gerais relativas ao IPVA, podendo os Estados e o Distrito
Federal exercerem a competência legislativa plena.
b) O sujeito passivo do IPVA é o proprietário de veículo automotor, que, de acordo
com o CTN, pode ser veículo a motor de propulsão que circula por seus próprios
meios, sendo esse proprietário pessoa física ou jurídica. Portanto, esse imposto
também incide sobre a propriedade de aeronaves.
c) É a propriedade do veículo que gera a incidência do IPVA, e não a mera
detenção do veículo, o próprio uso ou mesmo a posse.
d) O momento do fato gerador poderá ser a data da aquisição, para veículo novo, e
a data do desembaraço aduaneiro, para o veículo importado.
e) Para os veículos utilizados em atividade de interesse socioeconômico específico
(agroindústria, transporte público de passageiros, terraplanagem), haverá isenção
de IPVA.

Questão 17. A Constituição Federal estabelece que o ITCMD é um imposto de


competência do Estado, assinale a alternativa correta com relação ao referido imposto.
a) No caso de doação, o doador não poderá ser escolhido para ocupar a posição de
responsável tributário, caso o donatário não recolha o imposto.
b) A transmissão jurídica da propriedade, ou de bens e direitos de uma pessoa para
outra em caráter oneroso, por doação ou morte, não constitui fato gerador do
ITCMD.
c) Em caso de inventário, para os bens imóveis, o ITCMD será cobrado no Estado
onde se situa o bem, porém, para bens móveis e títulos de créditos será cobrado
no Estado onde se processar o inventário.
d) A base de cálculo é o valor venal dos bens ou direitos transmitidos ou doados. O
cálculo é feito sobre o valor dos bens na data da doação ou transmissão,
observada a alíquota vigente na data da abertura da sucessão.
e) As alíquotas do ITCMD são fixadas livremente pelo município, respeitando o
máximo fixado pelo Senado Federal.

Questão 18. A Constituição Federal determina quais os impostos de competência da


União nos artigos 153 e 154. De acordo com as regas estabelecidas na Carta Magna e na
legislação tributária, assinale a alternativa incorreta com relação aos impostos federais.
a) Se um cidadão tem a posse de bem imóvel situado em zona rural caracterizada
como usucapião, ou seja, a posse juridicamente perfeita, incidirá o ITR com
alíquotas proporcionais progressivas, segundo o grau de utilização da área rural.
b) As alíquotas do IOF são proporcionais, variando conforme a natureza das
operações financeiras ou de mercado de capitais, para as operações de seguro,
por exemplo, é de 25% e incide sobre o valor dos prêmios de seguro pagos.
c) Apenas quatro impostos federais poderão ter suas alíquotas majoradas (ou
reduzidas) por ato do Poder Executivo Federal, são eles: Imposto sobre
Importação, Imposto sobre Exportação, Imposto sobre Produtos Industrializados e
Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguros.
d) O Imposto sobre Importação tem função eminentemente extrafiscal, ao visar
proteger a indústria nacional, funciona como verdadeira arma de política
econômica e fiscal.
e) O fato gerador do IPI ocorrerá no caso de o produto ser importado, após o
desembaraço aduaneiro.

Questão 19. De acordo com as regas estabelecidas na carta magna e na legislação


tributária, assinale a alternativa correta com relação aos tributos, impostos e suas
espécies.
a) Acerca do Imposto de Renda, a disponibilidade econômica ou jurídica dos
proventos de qualquer natureza são aspectos não compreendidos no conceito de
renda, ou seja, aposentadorias, pensões, ganhos em loterias, doações,
acréscimos patrimoniais não justificáveis etc. não compõem a renda.
b) O Imposto sobre Grandes Fortunas, o qual é descrito no art. 153, VII, é uma
importante fonte de arrecadação da União, graças à recente Lei Complementar
que regulamenta a instituição do tributo federal.
c) Os impostos fiscais são aqueles com finalidade reguladora de mercado ou da
economia de um país.
d) As Taxas são tributos que serão cobrados de atividades relacionadas ao setor
privado.
e) As Tarifas são prestações pecuniárias vinculadas a ato preciso da Administração
Pública em benefício do contribuinte.

Questão 20. De acordo com as regas estabelecidas na carta magna e na legislação


tributária assinale a alternativa incorreta com relação aos tributos, impostos e suas
espécies.
a) O fato gerador da contribuição de melhoria é a valorização de imóvel de particular,
decorrente de realização de obra pública.
b) A exigência do empréstimo compulsório não pode se perpetuar no tempo,
devendo ser exigido enquanto estiver presente o pressuposto fático, de índole
constitucional.
c) Todas as contribuições devem respeitar os princípios da anterioridade anual e da
anterioridade nonagesimal.
d) A taxa de serviço será cobrada em razão de prestação do serviço de natureza
privada, desde que este seja específico e divisível.
e) A “CIDE – Combustíveis” incide sobre a importação e a comercialização de
petróleo e gás natural, seus derivados, além do álcool etílico combustível.

Enviar

QUESTAO 3 – DIREITO PROCESSUAL TRABALHISTA


- Compete à Justiça do Trabalho processar e julgar:

I - As controvérsias entre servidores públicos estatutários e o Poder Público (União,


Estados, Municípios e suas autarquias e fundações públicas).
II - As controvérsias entre os servidores públicos celetistas e os seus respectivos
empregadores, órgãos da Administração Pública (União, Estados, Municípios e suas
autarquias e fundações públicas).

III - As ações relativas às penalidades administrativas impostas aos empregadores pelos


órgãos de fiscalização das relações de trabalho.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Estão corretas as afirmativas II e III.
e) - Estão corretas as afirmativas I e II.

2 - Sobre a competência territorial no âmbito da Justiça do Trabalho, analise as seguintes


afirmativas:

I - Quando o empregador promove atividades fora do lugar do contrato de trabalho (como


um circo, por exemplo) é assegurado ao empregado propor a ação no foro da celebração
do contrato ou no da prestação dos respectivos serviços.

II - O empregado sempre pode optar em propor a ação no foro do seu domicílio atual,
tendo em vista a interpretação social que deve ser dada ao artigo da CLT, o qual fica a
competência territorial.

III - No caso de ação civil pública, sendo o caso de dano de abrangência suprarregional ou
nacional, há competência concorrente das Varas do Trabalho das sedes dos Tribunais
Regionais do Trabalho.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Estão corretas as afirmativas I e III.
e) - Estão corretas as afirmativas I e II.

3 - Sobre a organização da Justiça do Trabalho, analise as seguintes afirmativas:

I - O Tribunal Superior do Trabalho compõe-se de 27 ministros, escolhidos entre brasileiros


natos com mais de 30 e menos de 65 anos de idade, nomeados pelo Presidente da
República, após a aprovação pela maioria absoluta do Senado Federal.

II - Nas Varas do Trabalho, a jurisdição é exercida por Juízes togados e leigos (classistas
dos empregados e empregadores).

III - O Tribunal Superior do Trabalho assim como os demais tribunais superiores (STF e
STJ) não adota em sua composição a regra do denominado quinto constitucional.
a) - Somente a afirmativa I está correta.
b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Estão corretas as afirmativas I e III.
e) - Nenhuma das afirmativas está correta.

4 - Com relação ao jus postulandi, analise as afirmativas abaixo:

I - O jus postulandi não é mais admitido no processo do trabalho, por violar o disposto no
artigo 133 da CF, que considera o advogado indispensável à administração da Justiça.

II - Não se admite o jus postulandi no caso de existência de pedido de caráter cautelar ou


de pedido de antecipação de tutela.

III - O jus postulandi limita-se às Varas do Trabalho e aos Tribunais Regionais do Trabalho,
não alcançando a ação rescisória, ação cautelar, mandado de segurança e os recursos de
competência do Tribunal Superior do Trabalho.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Somente as afirmativas II e III estão corretas.
e) - Nenhuma das afirmativas está correta.

5 - Com relação à representação das partes em audiência, é correto afirmar:

a) - O empregado nunca pode ser representado em audiência por outra pessoa, pois
não haveria como se tomar o seu depoimento pessoal.
b) - O empregador pessoa física nunca pode ser representado em audiência por
preposto.
c) - O empregado pode ser representado em audiência por ascendente, descendente
ou pelo cônjuge, desde que esses compareçam na audiência portando carta de preposto
com poderes específicos de representação.
d) - Exceto quanto à reclamação de empregado doméstico, ou contra micro ou
pequeno empresário, o preposto deve ser necessariamente empregado do reclamado.
e) - Nenhuma das alternativas anteriores.

6 - Com relação à petição inicial na Justiça do Trabalho, analise as seguintes afirmativas:

I - Desde a CF de 1988 não há mais possibilidade de apresentação de reclamação verbal


na Justiça do Trabalho. Caso o empregado compareça na Justiça do Trabalho com tal
solicitação, o Diretor de Secretaria ou da Distribuição encaminhará o empregado ao
sindicato de sua categoria profissional que é responsável pela assistência judiciária.

II - A CLT adota a teoria da substanciação assim como o CPC. Assim, são requisitos à
petição inicial trabalhista, os fatos e fundamentos jurídicos do pedido e também os
fundamentos legais.

III - Não se admite a cumulação subjetiva ou objetiva no processo do trabalho diante do


princípio da simplificação dos procedimentos.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Somente as afirmativas II e III estão corretas.
e) - Nenhuma das afirmativas está correta.

7 - Com relação à resposta do réu no processo do trabalho, assinale a alternativa correta:

a) - Não é cabível reconvenção no processo do trabalho mesmo no procedimento


ordinário, pois tal modalidade de resposta é incompatível com o princípio da celeridade
que norteia o processo do trabalho.
b) - A exceção de impedimento ou suspeição de um magistrado de primeiro grau
deve ser apreciada pela própria Vara do Trabalho onde está lotado o magistrado em
questão, aplicando-se ao caso o disposto no artigo 802 da CLT.
c) - É indispensável a apresentação de rol de testemunhas junto à contestação.
d) - A contestação pode ser apresentada em audiência de forma oral.
e) - Nenhuma das alternativas anteriores.

8 - Com relação às provas no processo do trabalho, analise as seguintes afirmativas:

I - Não se admite a utilização de prova emprestada ou a realização de inspeção judicial no


processo do trabalho.

II - A perícia de insalubridade ou de periculosidade pode ser realizada tanto por perito


médico como por perito engenheiro, desde que possuam habilitação para tanto (formação
em segurança e medicina do trabalho).

III - A realização de perícia é obrigatória para a verificação de insalubridade. Quando não


for possível sua realização, como em caso de fechamento da empresa, poderá o julgador
utilizar-se de outros meios de prova.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Somente as afirmativas II e III estão corretas.
e) - Todas as afirmativas estão corretas.

9 - Com relação ao ônus da prova no processo do trabalho, analise as seguintes


afirmações:

I - É ônus do empregador que conta com mais de 10 (dez) empregados o registro da


jornada de trabalho na forma do art. 74, § 2º, da CLT. A não apresentação injustificada dos
controles de frequência gera presunção relativa de veracidade da jornada de trabalho, a
qual pode ser elidida por prova em contrário.

II - A presunção de veracidade da jornada de trabalho, ainda que prevista em instrumento


normativo, pode ser elidida por prova em contrário.

III - Os cartões de ponto que demonstram horários de entrada e saída uniformes são
inválidos como meio de prova, invertendo-se o ônus da prova, relativo às horas extras, que
passa a ser do empregador, prevalecendo a jornada da inicial se dele não se desincumbir.

a) - Estão corretas as afirmativas I e II.


b) - Estão corretas as afirmativas I e III.
c) - Estão corretas as afirmativas II e III.
d) - Estão corretas todas as afirmativas.
e) - Somente uma das afirmativas está correta.

10 - Com relação ao ônus da prova no processo do trabalho, analise as afirmativas abaixo:

I - A inversão do ônus da prova no processo do trabalho é automática, assim como ocorre


no Direito do Consumidor.

II - O ônus de provar que o empregado e paradigma indicado na ação não exerciam as


mesmas funções é do empregador diante do princípio da inversão do ônus da prova.

III - O ônus de provar a ocorrência dos fatos ensejadores da ruptura contratual por justa
causa é do empregador.

a) - Estão corretas as afirmativas I e II.


b) - Estão corretas as afirmativas I e III.
c) - Estão corretas as afirmativas II e III.
d) - Estão corretas todas as afirmativas.
e) - Somente uma das afirmativas está correta.
11 - Com relação à sentença no processo do trabalho, analise as afirmações abaixo:

I - Para a fixação de honorários em decorrência da sucumbência, o Juiz do Trabalho deve


sempre atentar ao disposto no Código de Processo Civil.

II - A sentença do procedimento sumaríssimo não necessita de relatório.

III - O laudo pericial de insalubridade ou periculosidade vincula a decisão a ser proferida


pela Vara do Trabalho.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Somente as afirmativas II e III estão corretas.
e) - Todas as afirmativas estão corretas.

12 - Com relação aos recursos no processo do trabalho, analise as seguintes afirmativas:

I - É aplicável ao processo do trabalho o artigo 932, III e IV, do CPC, que dispõe sobre a
possibilidade de decisão monocrática pelo relator, no caso de recurso inadmissível,
prejudicado, que não tenha impugnado especificamente os fundamentos da decisão
recorrida, contrário à Sumula do STF, STJ ou do próprio tribunal, contrário a acórdão
proferido pelo STF e STJ em julgamento de recursos repetitivos, contrário a entendimento
firmado em incidente de resolução de demandas repetitivas ou de assunção de
competência.

II – Segundo decisão do Plenário do STF não é extemporâneo recurso interposto antes de


publicado o acórdão impugnado.

III - São de competência exclusiva da Vara do Trabalho os processos de alçada, ou seja,


cujo valor da causa não exceda dois salários mínimos. Tal previsão da Lei 5584-70 foi
recepcionada pela CF de 1988.

a) - Estão corretas as afirmativas I e II.


b) - Estão corretas as afirmativas I e III.
c) - Estão corretas as afirmativas II e III.
d) - Estão corretas todas as afirmativas.
e) - Somente uma das afirmativas está correta.

13 - Com relação ao recurso de revista baseado em divergência jurisprudencial, analise as


afirmações abaixo:

I - Para comprovar a divergência jurisprudencial, o recorrente pode apontar acórdão


divergente de turma do TST.
II - Para comprovar a divergência jurisprudencial, o recorrente pode apontar acórdão do
mesmo tribunal.

III - No procedimento sumaríssimo, é cabível o recurso de revista se a decisão for contrária


à Orientação Jurisprudencial do TST.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Somente as afirmativas II e III estão corretas.
e) - Todas as afirmativas estão corretas.

14 - As decisões interlocutórias na Justiça do Trabalho são irrecorríveis, exceto:

a) - Decisão que defere antecipação de tutela;


b) - Decisão liminar em ação cautelar;
c) - Decisão que determina a penhora sobre determinado bem;
d) - Decisão que exclui antes da sentença, um dos litisconsortes passivos da lide;
e) - Decisão que acolhe exceção de incompetência territorial, determinando a
remessa dos autos para Vara de TRT, distinto daquele a que se vincula o juízo
excepcionado.

15 - Com relação aos efeitos do recurso, analise as seguintes afirmativas:

I - O recurso ordinário possui o denominado efeito devolutivo em profundidade e por isso


desnecessário o prequestionamento das matérias levantadas no recurso.

II - O recurso ordinário não possui efeito suspensivo. Caso o recorrente queira que seja
atribuído tal efeito ao recurso, deve postular tal medida por meio de ação cautelar, a ser
proposta no próprio juízo “a quo”.

III - O recurso ordinário não possui o denominado efeito expansivo.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Somente as afirmativas II e III estão corretas.
e) - Todas as afirmativas estão corretas.

16 - Quanto à ação rescisória no processo do trabalho, analise as afirmações abaixo:


I - No caso de decisão homologatória de conciliação na Justiça do Trabalho, é cabível a
ação anulatória prevista no artigo 966, parágrafo 4o, do CPC e não a ação rescisória.
II - Não procede pedido de rescisão fundado em contrariedade à norma de convenção
coletiva de trabalho, acordo coletivo de trabalho, portaria do Poder Executivo, regulamento
de empresa e súmula ou orientação jurisprudencial de tribunal.
III - No caso do réu em ação rescisória, deixar transcorrer o prazo para resposta sem
apresentação de resposta será considerado revel e confesso quanto à matéria fática
alegada na inicial.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Somente as afirmativas II e III estão corretas.
e) - Todas as afirmativas estão corretas.

17 - O mandado de segurança vem sendo utilizado na Justiça do Trabalho nas seguintes


hipóteses:

a) - Decisões interlocutórias na fase de conhecimento em que o juiz indefere a


produção de alguma prova pretendida pelas partes.
b) - Decisões de antecipação de tutela ou de concessão de liminar quando violam
direito líquido e certo de uma das partes.
c) - Contra ato praticado por empregado da CEF, que indefere o levantamento de
valores da conta vinculada do FGTS.
d) - Contra ato praticado pelos sindicatos durante as greves.
e) - Nenhuma das afirmativas anteriores.

18 - Com relação aos dissídios coletivos, analise as afirmações abaixo:

I - Para o ajuizamento de dissídio coletivo de natureza econômica, há necessidade de


comum acordo das partes. A falta de comum acordo leva à extinção do processo sem
análise do mérito.

II - Em face de pessoa jurídica de direito público, que mantenha empregados, cabe


dissídio coletivo exclusivamente para apreciação de cláusulas de natureza social.

III - O requisito de comum acordo para a propositura de dissídios coletivos não tem sido
aplicado pelo TST, porque esse entende que a recusa injustificada do sindicato patronal na
negociação gera prejuízos irreparáveis aos empregados.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Somente as afirmativas I e II estão corretas.
e) - Todas as afirmativas estão incorretas.

19 - Com relação à liquidação de sentença no processo do trabalho, analise as seguintes


alternativas:

I - Não se admite no processo do trabalho a liquidação por arbitramento, uma vez que
diante do princípio da celeridade que norteia a execução eventual arbitramento ou perícia
para fixação de valores deve ser feita na fase de conhecimento do feito.

II - Na sentença de liquidação por artigos (em que a liquidação depende de prova de fatos
novos – fatos não analisados na fase de conhecimento), caso conste que os artigos são
considerados não provados, a execução será extinta (liquidação zero).

III - Na liquidação por cálculos, caso as contas sejam apresentadas por contador do juízo,
deve o juiz obrigatoriamente abrir vista às partes para manifestação antes da
homologação, sob pena de violação ao princípio do contraditório.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Somente as afirmativas I e II estão corretas.
e) - Todas as afirmativas estão incorretas.

20 - Com relação à execução no processo do trabalho, analise as afirmações abaixo:

I - Como no processo civil a indicação de bens do executado cabe ao exequente, esse


deverá fazê-lo por ocasião do requerimento do início da execução.

II - Entende-se por preço vil, no caso de arrematação, o valor que não exceder a 50% do
valor da avaliação.

III - Os embargos de terceiro são vistos no processo do trabalho como um incidente na


execução e não como processo autônomo.

a) - Somente a afirmativa I está correta.


b) - Somente a afirmativa II está correta.
c) - Somente a afirmativa III está correta.
d) - Somente as afirmativas I e II estão corretas.
e) - Todas as afirmativas estão incorretas.

QUESTAO 8
ao Código Comercial, sancionado em 1850, é correto afirmar:

a) - Continua em vigor, por não ter sido revogado.


b) - Foi parcialmente revogado, mantendo-se vigentes apenas os dispositivos que
regem o comércio marítimo.
c) - Foi parcialmente revogado, mantendo-se vigentes apenas os dispositivos que
regem os contratos empresariais.
d) - Não foi revogado.

2 - Em relação ao Direito Empresarial é correto afirmar:

a) - O Código Civil de 2002 revogou a antiga legislação sobre sociedades por quotas
de responsabilidade limitada.
b) - O Código Civil de 2002, acompanhando o Código Comercial de 1850, adotou a
teoria da empresa.
c) - A Constituição da República estabelece a competência concorrente da União,
Estados e Distrito Federal para legislar sobre direito comercial (ou empresarial).
d) - O Código Civil de 2002 revogou totalmente a legislação referente às sociedades
anônimas.

3 - Em relação ao que o Código Civil, entende-se por empresário, assinale a assertiva


correta:

a) - Não se considera empresário quem exerce profissão intelectual, de natureza


científica, literária ou artística, ainda com o concurso de auxiliares ou colaboradores,
mesmo quando o exercício da profissão constituir elemento de empresa.
b) - O empresário que instituir sucursal, filial ou agência, em lugar sujeito à jurisdição
de outro Registro Público de Empresas Mercantis, não necessitará neste inscrevê-la.
c) - Em uma sociedade empresária, o sócio relativamente incapaz deve ser
representado e o absolutamente incapaz deve ser assistido por seus representantes
legais.
d) - A pessoa legalmente impedida de exercer atividade própria de empresário, se a
exercer, responderá pelas obrigações contraídas.

4 - Analise com atenção cada uma das alternativas a seguir.

I – Estabelecimento empresarial pode ser considerado como o conjunto de bens corpóreos


e incorpóreos, organizados pelo empresário, para exploração da atividade empresarial.

II – Ponto empresarial é o local onde o empresário encontra-se situado e para onde


converge sua clientela.
III – Em seu nome empresarial, pode a sociedade limitada adotar firma ou denominação,
integradas pela palavra final “companhia” ou da abreviatura desta.

IV - Firma individual é aquela adotada pelo empresário que explora a atividade econômica
de forma isolada, pessoal e individualmente.

a) - As alternativas I, II, III e IV estão corretas.


b) - As alternativas I, II, III estão corretas.
c) - As alternativas I, III e IV estão corretas.
d) - As alternativas I, II e IV estão corretas.

5 - Em relação à escrituração do empresário, é correto afirmar:

a) - O pequeno empresário é obrigado a seguir um sistema de contabilidade com


base na escrituração uniforme de seus livros, em correspondência com a documentação
respectiva, e a levantar anualmente o balanço patrimonial e o de resultado econômico.
b) - O empresário está obrigado a conservar em boa guarda sua escrituração pelo
prazo de 5 anos.
c) - O balanço patrimonial de uma empresa deverá exprimir a situação real da
empresa e indicará, separadamente, o ativo e o passivo.
d) - Os livros obrigatórios devem ser autenticados no Registro Público de Empresas
Mercantis, anteriormente ao requerimento de inscrição do empresário.

6 - Em relação às sociedades empresariais em geral, aponte a alternativa incorreta:

a) - O ato constitutivo de uma empresa é um documento produzido conforme


determinadas normas legais, com capacidade de produzir consequências jurídicas no
mundo empresarial.
b) - A sociedade adquire personalidade jurídica distinta dos sócios e poderá realizar
negócios em seu próprio nome. Ela também responderá com seu próprio patrimônio pelas
obrigações particulares contraídas pelos sócios.
c) - A teoria da desconsideração da personalidade jurídica consiste em colocar de
lado, transitoriamente, a autonomia patrimonial da sociedade, possibilitando a
responsabilização dos sócios por obrigação da sociedade.
d) - A vida da sociedade envolve permanente relacionamento com o Registro Público
competente; a formalização dos atos que interferem na estrutura organizacional é
condição de eficácia perante terceiros e em relação aos sócios.

7 - Em relação à administração da sociedade, analise as afirmativas abaixo e assinale a


alternativa correta:
I - Quando competir aos sócios deliberarem sobre os negócios da empresa para o
atendimento de seus objetivos, será vencedora a proposta que alcançar a maioria de
votos, contados segundo o valor das quotas de cada sócio.

II - Os administradores de uma sociedade deverão ter, no exercício de suas funções em


prol dela, o mesmo cuidado e diligência que costumam empregar na administração de
seus próprios negócios.

III - Mesmo com a determinação no contrato social de data certa para verificação dos livros
obrigatórios da sociedade por parte dos sócios, esses poderão analisá-los a qualquer
momento, desde que façam solicitação previamente ao contador da empresa.

IV - Se o administrador realizar investimentos não autorizados com recursos da sociedade,


em seu nome particular, deverá restituir os valores à sociedade, mas terá direito à metade
dos lucros obtidos com a operação, como remuneração pelo seu desempenho.

a) - As afirmativas II e III estão incorretas.


b) - As afirmativas III e IV estão corretas.
c) - As afirmativas I e II estão corretas.
d) - As afirmativas I e IV estão incorretas.

8 - Sobre as sociedades simples, é correto afirmar:

a) - Não é necessário requerer sua inscrição no órgão de Registro Civil das Pessoas
Jurídicas competente.
b) - O sócio que ceder sua cota a terceiro deixará de responder pelas obrigações que
tinha como sócio após a averbação da modificação no registro competente.
c) - É nula a cláusula de contrato social que exclua qualquer dos sócios de
participação em seus lucros e perdas.
d) - Constituem um tipo de sociedade personificada, pois seus sócios são, conforme
determina a lei, obrigatoriamente, pessoas físicas.

9 - Rodrigues e Pereira, sociedade registrada sob a forma de responsabilidade limitada,


com capital social igual a R$ 25.000,00 (vinte cinco mil reais), divididos em 100 (cem)
cotas de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais) cada. O sócio João Rodrigues
subscreveu e integralizou 60 (sessenta) cotas. Por sua vez, José Pereira, subscreveu 40
(quarenta) cotas integralizando apenas 20 (vinte). Nesta situação, é correto afirmar:

a) - O sócio João Rodrigues jamais poderá ser responsabilizado pessoalmente pelas


obrigações da sociedade, pois integralizou todas as cotas que subscreveu.
b) - Esgotados todos os bens da sociedade, os dois sócios podem ser
responsabilizados pelas obrigações sociais, até o limite de R$ 5.000,00 (cinco mil reais).
c) - Nas sociedades limitadas, os sócios nunca não responderão pelas dívidas da
empresa.
d) - Esgotados todos os bens da sociedade, José Pereira será responsabilizado pelas
obrigações sociais, até o limite de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais).

10 - Sobre as sociedades anônimas, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa


correta:

I – O Conselho Fiscal pode funcionar em caráter permanente ou não.

II – O capital social pode ser dividido em ações com ou sem valor nominal.

III – A responsabilidade do acionista é limitada ao preço de emissão de suas ações, mas


todos respondem solidariamente pela integralização total do capital social.

IV – A sua administração pode ser dividida entre Diretoria e Conselho de Administração,


sendo este órgão facultativo nas companhias fechadas.

a) - A afirmativa I, II e IV estão corretas.


b) - As afirmativas I e IV estão corretas.
c) - As afirmativas I e III estão corretas.
d) - A afirmativa III e IV estão corretas.

11 - Sobre os valores mobiliários emitidos pela sociedade anônima para a obtenção de


recursos, é INCORRETO afirmar:

a) - As partes beneficiárias são títulos negociáveis sem valor nominal e estranhos ao


capital social. Os detentores desses títulos têm o direito de participação nos lucros anuais
da companhia, que não poderá ser inferior a um décimo do lucro apurado.
b) - As ações são parcelas do capital social de uma sociedade anônima, adquiridas
pelo sócio, podendo ser negociadas e transferidas livremente, sem que isso modifique o
ato constitutivo da sociedade.
c) - As debêntures são títulos nominativos representativos de empréstimo junto ao
público, contratado pela sociedade anônima para obter recursos.
d) - Bônus de subscrição são títulos negociáveis emitidos pela companhia dentro do
limite de aumento de capital autorizado no estatuto, que conferem aos seus titulares direito
de subscrever ações do capital social, que será exercido mediante apresentação do título
à companhia e pagamento do preço de emissão das ações.

12 - Em relação à propriedade industrial, assinale a alternativa incorreta:

a) - O titular de patente poderá celebrar contrato de licença para exploração que não
precisará ser averbado no INPI para que produza efeitos em relação a terceiros.
b) - Os direitos de propriedade industrial são considerados bens imóveis.
c) - A patente de invenção vigorará pelo prazo de 15 anos e a de modelo de utilidade
pelo prazo 20 anos contados da data de depósito.
d) - A invenção e o modelo de utilidade são considerados novos quando não
compreendidos no estado da técnica.

13 - Em relação aos títulos de crédito, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa


correta:

I - A omissão de qualquer requisito legal, que tire do documento escrito a sua validade
como título de crédito, implica a invalidade do negócio jurídico que lhe deu origem.

II – Deve ser considerado como à vista o título de crédito que não contenha indicação de
vencimento.

III - A transferência do título de crédito implica, também, a transferência de todos os


direitos que lhe são inerentes.

IV - O título de crédito poderá ser reivindicado de qualquer portador, inclusive daquele que
o adquiriu de boa-fé.

a) - As afirmativas I e II estão corretas.


b) - As afirmativas III e IV estão corretas.
c) - As afirmativas II e III estão corretas.
d) - Todas as alternativas estão corretas.

14 - Em relação aos princípios dos títulos de crédito, é INCORRETO afirmar:

a) - O princípio da literalidade significa que o direito cambiário só pode ser exercido


com base nos elementos constantes do título de crédito, ou seja, o direito decorrente do
título é literal no sentido de que, quanto ao conteúdo, à extensão e às modalidades desse
direito, só existe para o mundo cambiário o que está expresso no título.
b) - O princípio da dependência significa que o título de crédito tem necessidade de
outro documento para atestar sua validade, vinculado a sua origem.
c) - O princípio da cartularidade significa que o direito cambiário se materializa no
documento, não existindo direito sem o título, pois o documento incorpora o direito.
d) - O princípio da autonomia significa que o título de crédito é documento constitutivo
de direito novo, autônomo, originário e inteiramente desvinculado da relação causal.

15 - Aponte a alternativa INCORRETA:

a) - Endossante é o credor ou beneficiário do título que transfere o seu direito a outra


pessoa, enquanto que o endossatário é aquele para quem o crédito foi passado.
b) - A legislação cambiária não admite o endosso parcial e considera nulo o endosso
que transfira apenas parte da soma cambiária, porque o título de crédito é coisa indivisível,
não podendo ser parcial a transmissão da posse da coisa.
c) - O endosso em preto é ato cambial que não identifica o endossatário, também
denominado endosso ao portador. O endosso em branco é aquele que identifica o titular
do crédito ou endossatário.
d) - Aval é o ato cambiário que consiste na declaração cambiária sucessiva e
eventual, decorrente de uma manifestação unilateral de vontade, pela qual uma pessoa,
natural ou jurídica, estranha à relação cartular, ou que nela já figura, assume obrigação
cambiária autônoma e incondicional de garantir, total ou parcialmente, o pagamento do
título no vencimento, nas condições nele estabelecidas.

16 - Ocorrerá a prescrição da ação de execução de um cheque:

a) - 6 meses após a expiração do prazo de apresentação.


b) - 60 dias após a data de sua emissão.
c) - 60 dias após a data do seu protesto.
d) - 6 meses após a data da emissão.

17 - Sobre o pagamento de um cheque, de acordo com a Lei 7.357/85, é INCORRETO


afirmar:

a) - A morte do emitente após a emissão não invalidam os efeitos do cheque.


b) - Mesmo durante o prazo de apresentação, o emitente pode fazer sustar o
pagamento, manifestando ao sacado, por escrito, oposição fundada em relevante razão de
direito.
c) - O portador não pode recusar pagamento parcial.
d) - Não será pago o cheque apresentado antes do dia apontado como data de sua
emissão.

18 - Com relação à ação de execução de uma duplicata, analise as afirmativas abaixo e


aponte a alternativa correta:

I - Prescreve contra o sacado em 3 anos contados da data do vencimento do título.

II - Prescreve contra o sacado em 1 ano contado da data do vencimento do título.

III - Prescreve contra o endossante em 1 ano contado da data do protesto.

IV - Prescreve contra o endossante em 3 anos contados do protesto do título.


a) - As afirmativas II e IV estão corretas.
b) - As afirmativas I e III estão corretas.
c) - As afirmativas II e III estão corretas.
d) - As afirmativas I e IV estão corretas.

19 - Fazem parte dos objetivos da política do Conselho Monetário Nacional:

I - Adaptar o volume dos meios de pagamento às reais necessidades da economia


nacional e seu processo de desenvolvimento.

II - Regular o valor interno e externo da moeda.

IV - Orientar a aplicação dos recursos das instituições financeiras.

VII - Coordenar as políticas monetária, creditícia, orçamentária, fiscal e da dívida pública.

Assinale a opção correta:

a) - Apenas as afirmativas I e II estão corretas.


b) - Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
c) - Apenas as afirmativas II, III e IV estão corretas.
d) - Todas as afirmativas estão corretas.

20 - Analise as afirmativas abaixo e aponte a que não tem obrigatoriedade de constar de


uma circular de oferta de franquia:

a) - Histórico resumido, forma societária e nome completo ou razão social do


franqueador.
b) - Remuneração a ser paga aos sócios da empresa franqueada.

c) - Descrição detalhada da franquia e das atividades que serão desempenhadas pelo


franqueado;

d) - Requisitos quanto ao envolvimento direto do franqueado na operação e na


administração do negócio.

Enviar
QUESTAO 9

Crimes contra a relação de consumo e considerando as normas de direito penal e


processo penal previstas no CDC, assinale a opção correta.

a) - A pessoa jurídica pode ser responsabilizada criminalmente se os seus


representantes legais ou até mesmo empregados cometerem crimes previstos no CDC.
b) - O sujeito passivo dos crimes contra as relações de consumo é o consumidor
pessoa física, sendo considerado o crime fato atípico, se cometido contra consumidor
pessoa jurídica ou consumidor por equiparação, em observância ao princípio da vedação à
responsabilidade objetiva.
c) - Observa-se a ocorrência de agravantes quando os crimes tipificados no CDC são
cometidos em época de grave crise econômica ou por ocasião de calamidade ou quando
causam grave dano individual ou coletivo.
d) - O CDC tipifica como crime a conduta de empregar peças ou componentes de
reposição usados na reparação de produtos, mesmo com autorização do consumidor.

Questão 2. Considerando que o aparelho celular novo adquirido por determinado


consumidor, em um supermercado, pelo valor de R$ 800,00, pago à vista, tenha parado de
funcionar após cinquenta dias de uso, e que esse consumidor tenha, então, solicitado,
nesse mesmo supermercado, a troca imediata do produto ou a devolução do valor pago,
assinale a opção correta à luz das normas que regem as relações de consumo.

a) - A troca do celular ou a devolução do valor pago pelo supermercado somente


pode ser exigido no prazo legal de arrependimento, que é de sete dias, contado da venda.
b) - O direito do consumidor de reclamar do defeito no aparelho caducou, pois ele não
o exerceu no prazo legal de trinta dias.
c) - O consumidor tem direito à substituição imediata do celular, uma vez que, em
razão da extensão do vício, houve o comprometimento das características do aparelho.
d) - Na hipótese de não sanar o defeito e não ter, em estoque, outro aparelho da
mesma marca e modelo, o supermercado poderá, mediante autorização do consumidor,
substituir o celular defeituoso por outro de marca ou modelo diverso, com a
complementação ou restituição de eventual diferença de preço.

Questão 3. A respeito dos integrantes (consumidor e fornecedor) e do objeto da relação


de consumo (produtos e serviços), assinale a opção correta.

a) - As normas consumeristas são aplicáveis à relação decorrente do serviço de


fornecimento de água e esgoto, aos contratos de previdência privada e à relação
estabelecida entre condomínio e condôminos.
b) - Considera-se serviço qualquer atividade — salvo as decorrentes das relações de
caráter trabalhista — fornecida no mercado de consumo, mediante remuneração, o que
inclui as atividades de natureza bancária, financeira, de crédito e securitária.
c) - A corrente maximalista ou objetiva considera consumidor o “não profissional”, ou
seja, de acordo com essa corrente, consumidor é somente aquele que adquire ou utiliza
um produto para uso próprio ou de sua família.
d) - Segundo a corrente finalista ou subjetiva, o destinatário final é o destinatário
fático, não importando a destinação econômica dada ao bem nem se aquele que adquire o
produto ou o serviço tem, ou não, finalidade de lucro.

Questão 4. São exemplos de sanções administrativas às infrações das normas de defesa


do consumidor, EXCETO:

a) - Suspensão temporária da atividade.


b) - Revogação de concessão ou permissão de uso.
c) - Intervenção administrativa.
d) - Contraposição de contrapropaganda.

Questão 5. No fornecimento de produtos ou serviços que envolvam outorga de crédito ou


concessão de financiamento ao consumidor, o fornecedor deverá, entre outros requisitos,
informá-lo prévia e adequadamente sobre determinados assuntos, EXCETO:

a) - Preço do produto ou serviço em moeda corrente nacional.


b) - Montante dos juros de mora e da taxa efetiva anual de juros.
c) - Multas de mora decorrentes de valor de prestação superiores a dez por cento.
d) - Acréscimos legalmente previstos.

Questão 6. No que tange à Responsabilidade Pelo Vício do Produto ou Serviço, assinale


a assertiva correta quanto ao que expressamente estabelece a Lei 8.078/90 – Código de
Defesa do Consumidor:

a) - A responsabilidade pessoal dos profissionais liberais quanto aos serviços que


prestarem, será apurada mediante a verificação de culpa.
b) - O fabricante, o produtor, o construtor, nacional ou estrangeiro, e o importador
respondem, na medida de sua culpa, pela reparação dos danos causados aos
consumidores por defeitos decorrentes de projeto, fabricação, construção, montagem,
formulação, manipulação, apresentação ou acondicionamento de seus produtos, bem
como por informações insuficientes ou inadequadas sobre sua utilização e riscos.
c) - Um produto é defeituoso quando não oferece a segurança que dele legitimamente
se espera, levando-se em consideração as circunstâncias relevantes, como, por exemplo,
o fato de outro de melhor qualidade ter sido colocado no mercado.
d) - A culpa concorrente do consumidor e do fabricante, nos termos da lei
mencionada, isenta de responsabilidade reparatória o importador, frente ao produto que é
defeituoso quando não oferece a segurança que dele legitimamente se espera e ao dano
que seu uso produziu.
Questão 7. Com relação aos direitos do consumidor, às infrações penais e à defesa do
consumidor em juízo, assinale a opção correta.

a) - De acordo com o CDC, interesses coletivos, em sentido restrito, correspondem


aos interesses de natureza indivisível de uma coletividade indeterminada e indeterminável
de pessoas, ligadas por circunstâncias de fato.
b) - É ex nunc o efeito da sentença que reconhece a nulidade de cláusula abusiva.
c) - No processo penal atinente aos crimes previstos no CDC, poderão intervir como
assistentes do MP apenas as associações legalmente constituídas há pelo menos um ano
e que incluam entre seus fins institucionais a defesa dos interesses e direitos protegidos
pelo CDC.
d) - A defesa do consumidor é um direito constitucional fundamental e também um
dos princípios da atividade econômica.

Questão 8. Com relação às cláusulas contratuais abusivas e nulas de que trata o CDC,
assinale a opção correta.

a) - O fornecimento de serviços por determinada empresa pode ser regido por regra
contratual que estipule a utilização obrigatória da arbitragem com o objetivo de resolver, de
forma mais célere, conflitos com consumidores.
b) - Um fornecedor do ramo de bens importados pode estipular, contratualmente, a
alteração unilateral nos preços de seus produtos, como instrumento de garantia para as
hipóteses de mudanças bruscas no cenário econômico internacional.
c) - Um contrato de prestação de serviços de limpeza predial poderá estabelecer a
utilização de substância química vedada por legislação ambiental, sem que isso implique a
nulidade da respectiva cláusula.
d) - Na relação de consumo, uma pessoa jurídica consumidora X poderá celebrar com
seu fornecedor Y contrato com cláusula que limite o pagamento a X de eventuais
indenizações em situações justificáveis.

Questão 9. No que tange a banco de dados e cadastros de consumidores, assinale a


alternativa incorreta (consumidor):

a) - Os cadastros e dados de consumidores não podem conter informações negativas


referentes a período superior a 2 (dois) anos.
b) - Os serviços de proteção ao crédito são considerados entidades de caráter
público.
c) - A abertura de cadastro deverá ser comunicada por escrito ao consumidor, quando
não solicitada por ele.
d) - Consumada a prescrição relativa à cobrança de débitos do consumidor, não
serão fornecidas, pelos respectivos Sistemas de Proteção ao Crédito, quaisquer
informações que possam impedir ou dificultar novo acesso ao crédito junto aos
fornecedores.

Questão 10. No tocante às relações de consumo, em especial aos participes dessa


relação e o objeto, assinale a alternativa correta.

a) - Produto é qualquer bem, desde que material, podendo ser móvel ou imóvel.
b) - Serviço é qualquer atividade fornecida no mercado de consumo, com ou sem
remuneração, inclusive as de natureza bancária, financeira, de crédito e securitária.
c) - As normas consumeristas são de natureza dispositiva e de interesse individual
dos consumidores.
d) - Pode-se falar em consumidor por equiparação a coletividade de pessoas, ainda
que indetermináveis, que hajam intervindo nas relações de consumo.

Questão 11: Em relação à Responsabilidade Pelo Vício do Produto ou Serviço, assinale a


assertiva INCORRETA quanto ao que estabelece a Lei 8.078/90 – Código de Defesa do
Consumidor:

a) - O fornecedor de serviços, regra geral, só não será responsabilizado em ação


indenizatória, quando provar que, tendo prestado o serviço, o defeito inexiste; e a culpa é,
portanto, exclusiva do consumidor ou de terceiro.
b) - O serviço é defeituoso quando não fornece a segurança que o consumidor dele
pode esperar, levando-se em consideração as circunstâncias relevantes, entre as quais,
exemplifica a lei em vigor na época em que foi fornecido.
c) - O fornecedor de serviços responde, independentemente da existência de culpa,
pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação
dos serviços, bem como por informações insuficientes ou inadequadas sobre sua fruição e
riscos, prescrevendo em cinco anos a pretensão à reparação pelos danos causados por
fato do serviço.
d) - O direito de reclamar pelos vícios aparentes ou de fácil constatação caduca em
trinta dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos não duráveis e em
sessenta dias, tratando- se de fornecimento de serviço e de produtos duráveis, iniciando-
se a contagem do prazo decadencial a partir da entrega efetiva do produto ou do término
da execução dos serviços.

Questão 12. Conforme Código de Defesa do Consumidor, no que tange à tutela judicial do
consumidor, é INCORRETO afirmar:

a) - O juiz poderá desconsiderar a personalidade jurídica da sociedade empresarial


quando, em detrimento do consumidor, houver abuso de direito, excesso de poder,
infração da lei, fato ou ato ilícito ou violação dos estatutos ou contrato social.
b) - A desconsideração da sociedade empresarial também será efetivada quando
houver falência, estado de insolvência, encerramento ou inatividade da pessoa jurídica,
provocados por má administração.
c) - A defesa dos interesses e direitos dos consumidores e das vítimas poderá ser
exercida em juízo individualmente, ou a título coletivo, mas a defesa coletiva não será
exercida quando se tratar de interesses ou direitos individuais homogêneos, assim
entendidos os decorrentes de origem comum.
d) - O direito de reclamar pelos vícios aparentes ou de fácil constatação caduca em
trinta dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos não duráveis e em
sessenta dias, tratando- se de fornecimento de serviço e de produtos duráveis, iniciando-
se a contagem do prazo decadencial a partir da entrega efetiva do produto ou do término
da execução dos serviços.

Questão 13. No que concerne à responsabilidade e desconsideração da personalidade


jurídica,assinale a alternativa correta em matéria de Direito do Consumidor.

a) - As sociedades consorciadas respondem subsidiariamente pela sociedade


causadora do dano em matéria do consumidor.
b) - A responsabilidade civil das sociedades coligadas é objetiva.
c) - As sociedades consorciadas só responderão por culpa.
d) - As sociedades integrantes dos grupos societários e as sociedades controladas
são subsidiariamente responsáveis pelas obrigações consumeristas.

Questão 14. No que tange ao fato e vício de produtos e serviços, assinale a alternativa
correta em matéria de Direito do Consumidor:

a) - São sinônimos fato e vício do produto ou do serviço.


b) - No caso de fornecimento de produtos in natura, será responsável perante o
consumidor o fornecedor imediato, exceto quando identificado claramente seu produtor.
c) - Consideram-se vício do produto os defeitos decorrentes de projeto, fabricação,
construção, montagem, fórmulas, manipulação, apresentação ou acondicionamento, bem
como por informações insuficientes ou inadequadas sobre sua utilização e riscos.
d) - O consumidor tem o prazo de noventa dias para reclamar pelos vícios aparentes
ou de fácil constatação, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos não
duráveis.

Questão 15. O CDC prevê a proteção à saúde e segurança do consumidor. Assim,


assinale a alternativa correta no que diz respeito a esse conteúdo.

a) - Os produtos e serviços colocados no mercado de consumo não poderão acarretar


nenhum tipo de riscos à saúde ou segurança dos consumidores.
b) - Após posto o produto no mercado, cabe exclusivamente ao revendedor prestar as
informações acerca dos riscos à saúde ou segurança dos consumidores.
c) - O fornecedor de produtos e serviços que, posteriormente à sua introdução no
mercado de consumo, tiver conhecimento da periculosidade que apresentam, deverá
comunicar o fato até trinta dias às autoridades competentes e aos consumidores, mediante
anúncios publicitários.
d) - O fornecedor não poderá colocar no mercado de consumo produto ou serviço que
sabe ou deveria saber que apresenta alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde
ou segurança.

Questão 16. NÃO se enquadram ao Código de Defesa do Consumidor :

a) - O exame dos contratos de cartão de crédito, submetidos apenas às resoluções


específicas do Banco Central.
b) - As relações jurídicas concernentes aos condôminos nos condomínios edilícios.
c) - As relações jurídicas envolvendo o usuário da rodovia e a concessionária do
serviço público.
d) - As relações jurídicas entre a entidade de previdência privada e seus
participantes.

Questão 17. Quanto aos prazos prescricionais e decadenciais nas relações de consumo,
é correto afirmar:

a) - Decai em cinco anos a pretensão à reparação pelos danos causados por fato do
produto ou do serviço, iniciando-se a contagem do prazo a partir do conhecimento do dano
e de sua autoria.
b) - O direito de reclamar pelos vícios aparentes ou de fácil constatação caduca em
noventa dias, tratando- se de fornecimento de serviço e de produto não duráveis.
c) - Tratando-se de vício oculto, o prazo decadencial inicia-se no pagamento do
produto ou do serviço.
d) - Na aferição dos vícios de fácil ou aparente constatação, o prazo decadencial se
inicia tão logo seja entregue o produto ou terminada a execução do serviço.

Questão 18. Na atividade médica, a responsabilidade civil do profissional liberal em


eventual litígio que envolva relação de consumo, pode-se afirmar que:

a) - É, em regra, apurada com base na responsabilidade objetiva e examinada em


todos os casos como obrigação de meio e não de resultado.
b) - É apurada com base na culpa e é aquela sempre considerada obrigação de
resultado.
c) - É, em regra, apurada com base na responsabilidade subjetiva e examinada em
todos os casos como obrigação de meio e não de resultado.
d) - É, em regra, apurada com base na responsabilidade subjetiva e examinada como
obrigação de meio, excepcionalmente examinando-se como obrigação de resultado.
Questão 19. Na oferta de produtos e serviços regulada pelo Código de Defesa do
Consumidor, é correto afirmar:

a) - As informações ao consumidor oferecidas nos produtos refrigerados devem ser


gravadas de forma indelével.
b) - A informação ou publicidade do produto obriga o fornecedor que as fizerem
veicular, mas só integra o contrato se for realizada por escrito.
c) - O fornecedor é apenas subsidiariamente responsável pelos atos de seus
prepostos ou representantes autônomos.
d) - A reposição de componentes e peças dos produtos deve ser assegurada apenas
enquanto estes forem fabricados ou importados.

Questão 20. Assinale a alternativa correta de acordo com o Direito do Consumidor.


Qual é o prazo que o consumidor tem para desistir da compra efetuada fora do
estabelecimento comercial?

a) - 7 dias
b) - 10 dias
c) - 30 dias
d) - 60 dias

QUESTAO 10

as de custeio da seguridade social, assinale a opção correta.

a) - Ressalvadas as situações excepcionais de força maior, devidamente


comprovadas, nenhum benefício ou serviço pode ser instituído, majorado ou estendido a
categorias de segurados sem a correspondente fonte de custeio.
b) - As contribuições sociais apenas são exigíveis depois de transcorridos noventa
dias da vigência da lei que as tenha instituído ou majorado.
c) - O regime de solidariedade social é garantido pela cobrança compulsória de
contribuições sociais, exigidas apenas de indivíduos segurados, bem como de pessoas
jurídicas.
d) - O princípio do orçamento diferenciado impede que o orçamento da seguridade
social seja confundido com o da União, a qual, todavia, em caráter excepcional, está
autorizada a lançar mão de parte dos recursos destinados à seguridade social, mediante
prévia autorização do Senado Federal.

2 - Acerca dos princípios e das regras de custeio da seguridade social, assinale a


alternativa INCORRETA:
a) - Salário de contribuição é a remuneração auferida em uma ou mais empresas,
entendida, portanto, como a totalidade dos rendimentos pagos, devidos ou creditados a
qualquer título, qualquer que seja a sua forma, durante o mês, destinados a retribuir o
trabalho.
b) - Os limites mínimo e máximo do salário de contribuição podem ser ajustados
livremente, não podendo o mínimo, todavia, nunca ser inferior ao salário mínimo, tomado
no seu valor mensal, diário ou horário.
c) - Equiparam-se à empresa, para fins previdenciários, a sociedade com fins
lucrativos ou não, órgãos e entidades da administração pública, a cooperativa, entre outros
que a lei relaciona, que, por isso, estão sujeitos à contribuição sobre a folha de salários
(contribuição do empregador), e à retenção e repasse ao INSS das contribuições retidas
dos seus empregados.
d) - A empresa e o segurado estão obrigados a prestar todos os esclarecimentos
solicitados pelo INSS e pela Secretaria da Receita Federal, nos procedimentos de
fiscalização, e em caso de recusa ou sonegação daqueles, cabe a esses arbitrar, por
estimativa, a importância que reputarem devida.

3 - Com base nas normas que regulam os benefícios do RGPS, assinale a opção correta.

a) - O segurado em gozo de auxílio-doença e insuscetível de recuperação para sua


atividade habitual deverá submeter-se a processo de reabilitação profissional para o
exercício de outra atividade, e o auxílio-doença não cessará até que o segurado seja
considerado habilitado para o desempenho de nova atividade que lhe garanta a
subsistência ou, quando considerado não recuperável, for aposentado por invalidez.
b) - Uma vez cumprida a carência exigida, a aposentadoria especial será devida ao
empregado que tiver trabalhado sujeito a condições especiais que prejudiquem a saúde ou
a integridade física, durante quinze, vinte ou vinte e cinco anos, e que, na data do
requerimento do benefício, conte com, no mínimo, cinquenta e cinco anos de idade, se
homem, e cinquenta anos de idade, se mulher.
c) - A aposentadoria por invalidez - uma vez cumprida, quando for o caso, a carência
exigida - será devida, sem ressalvas, ao segurado que, estando ou não em gozo de
auxílio-doença, for considerado incapaz e insuscetível de reabilitação para o exercício de
atividade que lhe garanta a subsistência, ainda que a incapacidade decorra de doença ou
lesão anterior à sua filiação ao RGPS.
d) - Só será concedida a pensão por morte aos dependentes de segurado que, antes
de falecer, já esteja aposentado.

4 - Em se tratando de financiamento da seguridade social, assinale a alternativa


INCORRETA:

a) - As contribuições sociais do empregador, da empresa e da entidade a ela


equiparada poderão incidir sobre a folha de salários e demais rendimentos do trabalho
pagos ou creditados, a qualquer título, à pessoa física que lhe preste serviço, mesmo sem
vínculo empregatício, bem como sobre sua receita ou o faturamento e o lucro.
b) - As contribuições sociais destinadas ao financiamento da seguridade social não
poderão ser exigidas no mesmo exercício financeiro em que haja sido publicada a lei que
as instituiu ou modificou.
c) - As contribuições sociais do trabalhador e dos demais segurados da previdência
social não incidirão sobre a aposentadoria e a pensão concedidas pelo regime geral de
previdência social.
d) - A diversidade de bases de financiamento está prevista na Constituição Federal e
significa que a seguridade social será financiada por toda a sociedade, de forma direta e
indireta, nos termos da lei, mediante recursos provenientes dos orçamentos da União, dos
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, além das contribuições sociais dos
empregadores, trabalhadores e sobre a receita de concursos de prognósticos.

5 - Em relação às normas que regulam o salário de contribuição do RGPS, assinale a


opção correta.

a) - Aplica-se o limite máximo do salário de contribuição às contribuições do


empregado e do empregador.
b) - Conforme jurisprudência do STJ, incide contribuição previdenciária sobre o valor
relativo às férias gozadas durante a vigência do contrato de trabalho, com exceção do
terço constitucional de férias, dada a sua natureza indenizatória.
c) - As parcelas de natureza remuneratória integram o salário de contribuição, mas
não o salário-maternidade, que tem natureza indenizatória.
d) - O décimo terceiro salário integra o salário de contribuição, inclusive para o cálculo
de benefício.

6 - Em se tratando do benefício de assistência social, assinale a alternativa INCORRETA:

a) - Consiste na garantia de um salário mínimo mensal à pessoa portadora de


deficiência e ao idoso que comprove não possuir meios de prover a própria manutenção
ou de tê-la provida por sua família.
b) - O benefício pode ser acumulado somente com o de pensão por morte.
c) - A condição de segurado não é requisito para a sua concessão.
d) - Falecendo o titular do benefício assistencial, não há transferência aos seus
dependentes.

7 - Geraldo, que não possui familiares conhecidos, ingressa com requerimento de


concessão de aposentadoria por invalidez, pois se encontra impossibilitado de desenvolver
sua atividade profissional (carpinteiro) e não tem condições de aprender novo ofício; está
com artrose lombar degenerativa, em grau avançado, e tem setenta anos de idade; tendo
sempre trabalhado como autônomo, mas jamais recolhendo contribuições previdenciárias.
Com base nisso e na legislação da seguridade social, assinale a alternativa correta.

a) - Geraldo tem direito à postulada aposentadoria por invalidez.


b) - Geraldo tem direito ao benefício assistencial.
c) - Geraldo teria direito ao benefício assistencial, mas como o pedido expresso é de
aposentadoria por invalidez, nenhum benefício receberá.
d) - Geraldo tem direito à renda mensal vitalícia.

8 - Sobre o direito previdenciário, leia as afirmações abaixo e, em seguida, assinale a


alternativa correta:

a) - A organização da Previdência Social obedecerá, dentre outros, aos seguintes


princípios: universalidade de participação nos planos previdenciários, independentemente
de contribuição, e preservação do valor real dos benefícios.
b) - A organização da Assistência Social obedecerá às seguintes diretrizes:
centralização político-administrativa e participação da população na formulação e controle
das ações em todos os níveis.
c) - A organização da Previdência Social obedecerá, dentre outros, aos seguintes
princípios: universalidade de participação nos planos previdenciários, mediante
contribuição, e preservação do valor real dos benefícios.
d) - A organização das atividades de saúde da seguridade social obedecerá, entre
outros, aos seguintes princípios, acesso universal e igualitário, atendimento integral, com
prioridade para as atividades preventivas, e vedação da participação da iniciativa privada
na assistência à saúde.

9 - Fazem jus ao auxílio-acidente, como indenização - benefício concedido após a


consolidação das lesões decorrentes do acidente, resultaram sequelas que, impliquem,
por exemplo, redução da capacidade de trabalho que habitualmente exerciam-, assinale a
alternativa INCORRETA:

a) - O auxílio-acidente, quando devido, será pago mesmo que o beneficiário volte a


trabalhar.
b) - É vedado pela lei previdenciária, ao segurado que recebe o auxilio-acidente, a
percepção de remuneração decorrente de nova relação de emprego.
c) - O auxílio-acidente corresponde a 50% (cinquenta por cento) do salário de
benefício e pode ser inferior ao salário-mínimo.
d) - O trabalhador avulso, que presta serviços de natureza urbana a duas ou mais
empresas, sem vínculo empregatício, tem direito ao auxílio-acidente.

10 - A propósito dos segurados do RGPS, assinale a opção correta.

a) - É segurado obrigatório da previdência social, na qualidade de contribuinte


individual, o exercente de mandato eletivo federal, estadual ou municipal, desde que não
vinculado a regime próprio de previdência social.
b) - O aposentado pelo RGPS que voltar a exercer atividade alcançada por esse
regime será segurado obrigatório em relação a essa atividade e ficará sujeito às
contribuições legais para custeio da seguridade social.
c) - Na qualidade de empregado, é segurado obrigatório da previdência social o
brasileiro civil que trabalhe no exterior para organismo oficial internacional do qual o Brasil
seja membro efetivo, ainda que lá domiciliado e contratado, salvo quando coberto por
regime próprio de previdência social.
d) - O ministro de confissão religiosa e o membro de instituto de vida consagrada, de
congregação ou de ordem religiosa são segurados obrigatórios da previdência social, na
qualidade de empregados.

11 - A arrecadação e recolhimento das contribuições destinadas à Seguridade Social


devem ser feitos com a cooperação dos entes e pessoas envolvidos com o fato gerador da
contribuição social. A respeito dessa cooperação imposta pela lei, assinale a assertiva
INCORRETA, nos termos da legislação de custeio previdenciário em vigor.

a) - Os segurados, contribuinte individual e facultativo, estão obrigados a recolher sua


contribuição por iniciativa própria, até o dia 20 (vinte) do mês seguinte ao da competência.
b) - A empresa é obrigada a recolher os valores arrecadados dos segurados
empregados até o dia 20 (vinte) do mês subsequente ao da competência.
c) - A empresa é obrigada a arrecadar as contribuições dos segurados empregados e
trabalhadores avulsos a seu serviço, descontando-as da respectiva remuneração.
d) - O empregador doméstico está obrigado a arrecadar a contribuição do segurado
empregado a seu serviço e a recolhê-la, assim como a parcela a seu cargo.

12 - Assinale a alternativa que não guarda pertinência com o auxílio-doença.

a) - Trata-se de benefício devido em decorrência de incapacidade total e temporária


para o trabalho, por mais de quinze dias.
b) - O início do pagamento pelo órgão de previdência social para o segurado é o
décimo sexto dia de afastamento, sendo que os primeiros quinze dias são pagos pelo
empregador, e o benefício previdenciário consistirá numa renda mensal de oitenta por
cento do salário de benefício.
c) - Para os segurados contribuintes individuais, avulso, especial e o doméstico, o
termo a quo do pagamento do auxílio-doença corresponde ao início da incapacidade, salvo
em se tratando de segurado que requeira o benefício já afastado da atividade por mais de
trinta dias, quando, então, será devido a partir da protocolização do pedido.
d) - O segurado em gozo de auxílio-doença, não sendo suscetível de recuperação
para a sua atividade habitual, deverá submeter-se a processo de reabilitação profissional
para o exercício de outra atividade, cessando o benefício quando considerado habilitado
para esse fim em atividade que lhe garanta a subsistência.

13 - Assinale a alternativa incorreta, tratando-se de pensão por morte.

a) - Consiste num benefício devido ao conjunto de dependentes do segurado que


faleceu, aposentado ou não, enquanto persistir a situação de dependência.
b) - Consiste numa renda mensal correspondente a cem por cento do valor da
aposentadoria que o segurado recebia em vida ou do valor daquela que teria direito se
estivesse aposentado por invalidez na data do falecimento.
c) - No rateio da pensão por morte, ao cônjuge sobrevivente será devido o benefício
na proporção de cinquenta por cento, e o restante dividido, em partes iguais, aos demais
dependentes.
d) - Reverterá em favor dos demais dependentes que não o que cônjuge sobrevivente
à parte daquele cujo direito à pensão cessar, sendo que a parte individual da pensão
extingue-se pela morte do pensionista e, para o filho, pessoa a ele equiparada ou o irmão,
pela emancipação ou ao completar vinte e um anos de idade, salvo se inválido.

14 - Na busca da efetiva arrecadação da contribuição social, a legislação previdenciária de


custeio dispõe sobre a responsabilidade solidária. Sabendo que a solidariedade nunca é
presumida, resultando da lei ou da vontade das partes, assinale a assertiva incorreta com
relação às pessoas solidárias pelo cumprimento das obrigações decorrentes de obra civil
para com a Seguridade Social.

a) - O proprietário.
b) - O incorporador.
c) - O fiscal de obras da prefeitura.
d) - A empresa de comercialização de imóveis.

15 - A previdência social é regida por princípios que foram consolidados na Lei n.º
8.212/1991. Entre esses princípios, encontra-se o princípio:

a) - Do cálculo dos benefícios considerando-se os salários de contribuição nominais.


b) - Da preservação do valor real dos benefícios.
c) - Da previdência complementar facultativa, custeada por parcela das contribuições
sociais previdenciárias.
d) - Da universalidade de participação nos planos previdenciários,
independentemente de contribuição.

16 - A Lei n.º 8.212/1991, que institui o plano de custeio da seguridade social, distingue as
pessoas que são consideradas empresas daquelas que se equiparam a empresas. Entre
as que se equiparam a empresa encontram-se as:

a) - Fundações públicas.
b) - Cooperativas.
c) - Firmas individuais.
d) - Sociedades que assumam o risco de atividade econômica rural com fins
lucrativos.

17 - Acerca das normas que regulam os benefícios e as prestações do RGPS, assinale a


opção correta.

a) - Considere que Joana, casada com Marcos, segurado do RGPS, receba


proventos relativos à aposentadoria por tempo de contribuição. Nessa situação, com a
morte do esposo, Joana não poderá, de acordo com a lei, passar a receber
cumulativamente a pensão por morte do seu marido, devendo optar pelo benefício mais
vantajoso.
b) - Suponha que um segurado, em virtude de condenação pelo cometimento de
crime, tenha sido recolhido à prisão para início do cumprimento de pena em regime
fechado e solicitado auxílio-reclusão. Nessa situação, segundo a jurisprudência do STF, é
necessária a comprovação de situação de necessidade, devendo-se utilizar como
parâmetro a renda dos dependentes, sendo irrelevante a renda auferida pelo segurado
preso.
c) - O salário maternidade da segurada empregada consistirá sempre em renda
mensal equivalente à sua remuneração integral.
d) - O prazo para o primeiro pagamento do benefício da previdência social é
estipulado em até quarenta e cinco dias contados da data da apresentação, pelo
segurado, da documentação necessária à concessão do benefício.

18 - De acordo com a legislação previdenciária vigente, foi definido como gênero as


prestações previdenciárias e como espécies os benefícios e os serviços concedidos pelo
RGPS. Assim podemos afirmar que são benefícios do Regime Geral de Previdência Social
(RGPS):

a) - Aposentadoria por Idade, Aposentadoria por Invalidez, Aposentadoria por Tempo


de Contribuição e Abono de Permanência.
b) - Auxílio-Acidente, Auxílio-Doença, Auxílio-Reclusão e Auxílio-Natalidade.
c) - Salário-Família, Salário-Maternidade, Pensão por Morte e Aposentadoria
Especial.
d) - Aposentadoria por Idade, Aposentadoria por Tempo de Contribuição,
Aposentadoria Especial e Auxílio-Funeral

19 - É caso de cancelamento do benefício previdenciário, EXCETO:

a) - A continuidade do exercício de trabalho ou atividade que sujeite o segurado


beneficiário de aposentadoria especial a condições nocivas à saúde ou à integridade
física.
b) - O reaparecimento do segurado considerado falecido por decisão judicial que
havia declarado morte presumida ensejadora do pagamento de pensão provisória aos
dependentes.
c) - A conduta do segurado beneficiário de aposentadoria por idade que não se
apresenta para a realização de exame médico-pericial periódico a cargo do INSS.
d) - O retorno ao trabalho de segurado aposentado por invalidez.

20 - A filiação ao Regime Geral de Previdência Social está limitada à idade mínima


permitida pela Constituição Federal para o exercício de atividade laborativa. Porém, existe
uma única situação em que ocorre filiação antes da idade mínima, a qual é:

a) - Quatorze anos, no caso de menor aprendiz.

b) - Dez anos, no caso de comprovada necessidade econômica da família.

c) - Dezoito anos, no caso de estudante.

d) - Doze anos, no caso de menor aprendiz.

QUESTAO 11

nosso país, no que diz respeito à criança e ao adolescente, relacione corretamente


os itens das duas colunas a seguir.

Coluna A

Aplica medidas socioeducativas aos adolescentes autores de ato infracional

Aplica medidas de proteção às crianças autoras de ato infracional.

Pode requisitar serviço público na área da saúde, educação, serviço social,


previdência, trabalho e segurança, a fim de promover a execução de suas decisões.

Pode ser autor de Ação Civil Pública perante Poder Público omisso no atendimento
ao que dispõe o artigo 87 c/c 88,I.

Pode conceder a remissão antes de iniciado o procedimento judicial para apuração


de ato infracional.

Coluna B

(a) - Ministério Público


(b) - Conselho Tutelar
(c) - Poder Judiciário
2 - A lei 8.069/90 – Estatuto da Criança e do Adolescente – criou um sistema de
garantias de direitos para crianças e adolescentes. Sobre a competência dos atores
desse sistema, leia as afirmações abaixo e assinale com V as verdadeiras e com F
as falsas:

a) - ( ) Cabe ao Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente a inscrição de


entidades de atendimento a crianças e adolescentes, como as de orientação e apoio
sociofamiliar, sejam governamentais ou não governamentais.
b) - ( ) Cabe ao Ministério Público que atua junto à Vara de Infância e da Juventude,
entre outras coisas, conceder remissão a adolescente a quem se atribua autoria de ato
infracional, como forma de suspensão de processo.
c) - ( ) Cabe ao Conselho Tutelar aplicar medidas socioeducativas à criança com
autoria comprovada de ato infracional.
d) - ( ) O Juiz da Infância e da Juventude jamais será competente para conhecer ações
de Guarda e de Alimentos, já que são matérias concernentes a Direito de Família.

3 - Considerando as políticas de atendimento da infância e da adolescência, analise


as afirmações abaixo e assinale V para as verdadeiras e F para as falsas.

a) - ( ) Cabe ao Conselho de Direitos controlar e deliberar sobre as políticas de


atendimento.
b) - ( ) Cabe ao Conselho de Direitos aplicar medidas de proteção a crianças sem vaga
no sistema de educação infantil do município.
c) - ( ) O Conselho de Direitos deve executar políticas públicas que envolvam, entre
outras linhas de ação, o atendimento médico e psicossocial a vítimas de violência
doméstica.
d) - ( ) A diretriz estatutária da municipalização do atendimento encontra
correspondência na diretriz constitucional da descentralização político-administrativa.
e) - ( ) Os municípios são os únicos obrigados pela execução das políticas de
atendimento à infância e à adolescência.

4) Em relação ao Conselho Tutelar, analise as afirmações a seguir e assinale com V


as verdadeiras e com F as falsas:

a) - ( ) O Conselho Tutelar é órgão controlador e deliberativo das ações (políticas


públicas) em todos os níveis.
b) - ( ) O Conselho Tutelar pode assessorar o Poder Executivo Municipal na
elaboração de proposta orçamentária, no que diz respeito às políticas de atendimento à
criança e ao adolescente.
c) - ( ) O Conselho Tutelar é subordinado ao Juízo da Infância e da Juventude, em
decorrência do que preconiza o artigo 137 da Lei 8069/90.
d) - ( ) Cabe ao Conselho Tutelar representar ao Ministério Público o descumprimento
de requisição sua dos serviços públicos de saúde, educação, serviço social, previdência,
trabalho e segurança.

5 - Quanto ao juiz da infância e da juventude, analise as assertivas a seguir:

I – Cabe sempre ao juiz da infância e da juventude da comarca respectiva, se provocado,


iniciar procedimento de apuração de irregularidades em entidades de atendimento a
crianças e adolescentes.
II – O juiz da Infância e da juventude pode rever decisão do conselho tutelar da mesma
comarca, se provocado por quem tenha legítimo interesse.
III – Compete ao Juiz da Infância e da Juventude o julgamento de ações civis públicas
envolvendo interesses difusos e coletivos de crianças e adolescentes, observado o
disposto no artigo 209 do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Agora, assinale a alternativa correta:

a) - Apenas a assertiva I está correta;


b) - Apenas a assertiva II está correta;
c) - Apenas a assertiva III está correta;
d) - Apenas I e II estão corretas;
e) - Apenas II e III estão corretas;
f) - Apenas I e III estão corretas;

6 - (Prova: FGV - 2012 - OAB - Exame de Ordem Unificado - VIII - Primeira Fase)
Acerca das atribuições do Conselho Tutelar determinadas
no Estatuto da Criança e do Adolescente, assinale a alternativa correta:

a) - O Conselho Tutelar, considerando sua natureza não jurisdicional, destaca-


se no aconselhamento e na orientação à família ou responsável pela criança ou ad
olescente, inclusive na hipótese de inclusão em programa oficial ou comunitário de
auxílio, orientação e tratamento a alcoólatras e toxicômanos.
b) - O Conselho Tutelar, em consequência de sua natureza não jurisdicional, não é
competente para encaminhar
ao Ministério Público as ocorrências administrativas ou criminais que importem
violação aos direitos da criança e do adolescente.
c) - O Conselho Tutelar pode assessorar o Poder Executivo local na elaboração
da proposta orçamentária para planos e programas de atendimento dos direitos da criança
e do adolescente, em decorrência de sua natureza jurisdicional não autônoma.
d) - O Conselho Tutelar não poderá promover a execução de suas decisões, razão
pela qual só lhe resta encaminhar ao
Ministério Público notícia de fato que constitua infração administrativa ou penal cont
ra os direitos da criança ou adolescente.
7 - (TRT 3R - 2013 - TRT - 3ª Região (MG) - Juiz do Trabalho)
Relativamente ao direito da criança e do adolescente, é correto afirmar:

a) - Nas comarcas onde não houver Conselho Tutelar instalado, segundo o Estatuto
da Criança e do Adolescente, suas atribuições serão exercidas pela autoridade judiciária.
b) - Devem ser comunicados ao Conselho Tutelar, pelo dirigente do estabelecimento
de ensino, conforme determina o Estatuto da Criança e do Adolescente, ato infracional
praticado por adolescente dentro do ambiente escolar.
c) - O Conselho Tutelar é órgão autônomo, permanente, que exerce atividade
jurisdicional supletiva, com o objetivo de zelar pelo cumprimento dos direitos infanto-
juvenis, definidos no Estatuto da Criança e do Adolescente.
d) - Com a vigência do Código Civil de 2002 – que fixou a maioridade aos dezoito
anos completos –, para a candidatura a membro do Conselho Tutelar, basta que o
candidato tenha idade superior a dezoito anos.
e) - Em cada Município e em cada Região Administrativa do Distrito Federal haverá,
no mínimo, 1 (um) Conselho Tutelar como órgão integrante da administração pública local,
composto de 5 (cinco) membros, escolhidos pela população local para mandato de 4
(quatro) anos, vedada a recondução.

8 - (CESPE - 2011 - TJ-ES )


Com referência à adoção e guarda da criança e do adolescente, à compreensão do
conceito de família e ao poder familiar, analise a seguinte afirmação:

No caso de destituição do poder familiar que implicar modificação de guarda, será


obrigatória a oitiva da criança ou adolescente, desde que respeitados seu estágio de
desenvolvimento e seu grau de compreensão sobre as implicações da medida.

Essa afirmação está:

Certa
Errado

9 - (Adaptado de CESPE - 2011 - TJ-ES )

Acerca das atuais reflexões sobre o fenômeno da violência e de outros aspectos


relacionados à situação de adolescentes e jovens no Brasil, analise a seguinte
afirmação:

No Brasil, o trabalho infanto-juvenil e a proteção ao adolescente trabalhador com, no


mínimo, dezesseis anos de idade, tem amparo legal na CF, no Estatuto da Criança e do
Adolescente e na Consolidação das Leis do Trabalho.

Essa afirmação está:


Certa
Errado

10 - (DEFENSORIA PÚBLICA UNIÃO – 2010)


Em cada um dos itens a seguir, é apresentada uma situação hipotética, seguida de
uma assertiva a ser julgada acerca da adoção.

a) Antônio e Joana, casados entre si, resolveram adotar uma criança. Durante o processo
de adoção, iniciado o estágio de convivência, eles se separaram de fato e se divorciaram.
Nessa situação, será ainda possível a adoção por esses interessados, desde que
comprovado o vínculo de afinidade e afetividade com aquele que não é detentor da guarda
acordada entre eles.

Isso está:

Certa
Errado

11 - Um menor foi deixado na residência de um casal e ali conviveu por dois anos,
até que se iniciasse o processo de adoção. Nessa situação, como o casal possui a
guarda de fato do adotado, será dispensada a realização do estágio de convivência
nesse processo.

Isso está:

Certa
Errado

12 - (DEFENSORIA DA UNIÃO,2009)
Aqui estão elencados alguns aspectos relativos aos direitos de crianças e
adolescentes que merecem atenção especial no ordenamento jurídico vigente. NÃO
encontra guarida na Constituição Federal de 1988:

a) - A proibição de qualquer trabalho a menor de 14 anos, salvo na condição de


aprendiz, a partir dos 12 anos.
b) - A garantia de acesso do trabalhador adolescente à Escola.
c) - A obediência dos princípios da brevidade, excepcionalidade e respeito à condição
peculiar de pessoa em desenvolvimento, quando da aplicação de qualquer medida
privativa da liberdade.
d) - A garantia de pleno e formal conhecimento da atribuição de autoria de ato
infracional, igualdade na relação processual e defesa técnica por profissional habilitado,
segundo dispuser a legislação tutelar específica.
e) - O desenvolvimento de programas de prevenção e atendimento especializado a
criança e adolescente de entorpecentes e drogas afins.

13 - (DEFENSORIA DA UNIÃO, 2009) Em relação às medidas socioeducativas, é


INCORRETO afirma:

a) - A remissão concedida ao adolescente não pode ser cumulada com a medida


socioeducativa de semiliberdade.
b) - Quando aplicada a medida socioeducativa de liberdade assistida, não é
obrigatória a intimação pessoal do adolescente.
c) - A medida socioeducativa de semiliberdade possibilita a realização de atividades
externas, independentemente de autorização judicial.
d) - As medidas socioeducativas de privação de liberdade estão sujeitas aos
princípios da brevidade, excepcionalidade e respeito à condição peculiar de pessoa em
desenvolvimento.
e) - A prestação de serviços à comunidade será estabelecida pelo prazo mínimo de
(6) seis meses.

14) (CESPE - 2009 - OAB - Exame de Ordem - 1 - Primeira Fase)


Acerca da medida socioeducativa de internação, prevista no ECA, assinale a opção
correta.

a) - Comprovada a autoria e materialidade de ato infracional considerado hediondo,


tal como o tráfico de entorpecentes, ao adolescente infrator deve, necessariamente, ser
aplicada medida socioeducativa de internação.
b) - O adolescente que atinge os 18 anos de idade deve ser compulsoriamente
liberado da medida socioeducativa de internação, em razão do alcance da maioridade
penal.
c) - No processo para apuração de ato infracional de adolescente, não se exige
defesa técnica por advogado.
d) - A medida socioeducativa de internação não comporta prazo determinado,
devendo sua manutenção ser reavaliada, mediante decisão fundamentada, no máximo a
cada 6 meses.

15 - (TJ-SC - 2009 - TJ-SC - Analista Jurídico)


No que concerne às medidas de proteção e às socioeducativas, dispostas no
Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei n.º 8.069/90), pode-se afirmar:

I - As medidas de proteção à criança e ao adolescente são aplicáveis sempre que os


direitos reconhecidos nesta Lei forem ameaçados ou violados: por ação ou omissão da
sociedade ou do Estado; por falta, omissão ou abuso dos pais ou responsável; em razão
de sua conduta.
II - São exemplos de medidas socioeducativas: advertência; obrigação de reparar o dano;
prestação de serviços à comunidade; inclusão em programa comunitário ou oficial de
auxílio à família, à criança e ao adolescente; requisição de tratamento médico, psicológico
ou psiquiátrico, em regime hospitalar ou ambulatorial; inclusão em programa oficial ou
comunitário de auxílio, orientação e tratamento a alcoólatras e toxicômanos.
III - As medidas socioeducativas deverão ser aplicadas pela autoridade competente
quando o adolescente praticar ato infracional.
IV - As medidas de proteção poderão ser aplicadas isolada ou cumulativamente, bem
como substituídas a qualquer tempo.

Agora, assinale a resposta correta para essa questão:

a) - Somente as proposições II e III estão corretas;


b) - Somente as proposições I e III estão corretas;
c) - Somente as proposições I e IV estão corretas;
d) - Somente as proposições II e IV estão corretas;
e) - Somente a proposição I está correta;

16 - (FGV - 2011 - OAB - Exame de Ordem Unificado - III - Primeira Fase)


Considerando a prática de ato infracional por criança ou adolescente, é correto
afirmar que:

a) - A prestação de serviços comunitários consiste na realização de tarefas gratuitas


de interesse geral, por período não excedente a 1 (um) ano, em entidades assistenciais,
hospitais, escolas e outros estabelecimentos congêneres, bem como em programas
comunitários ou governamentais.
b) - Em se tratando de ato infracional com reflexos patrimoniais, a autoridade poderá
determinar, se for o caso, que o adolescente restitua a coisa, promova o ressarcimento do
dano, ou, por outra forma, compense o prejuízo da vítima.
c) - A internação, por constituir medida privativa de liberdade do menor, não poderá
exceder o período de 5 (cinco) anos.
d) - Entre as garantias processuais garantidas ao adolescente, encontra-se o direito
de solicitar a presença de seus pais ou responsáveis, em qualquer fase do procedimento.
Contudo, não poderá o menor ser ouvido pessoalmente pela autoridade competente,
devendo em todo o caso ser assistido pelos genitores.

17 - (CESPE - 2011 - TJ-PB – Juiz) Analise as afirmações a seguir e assinale a


OPÇÃO CORRETA, com base no que dispõe o ECA a respeito de ato infracional,
medidas socioeducativas, entidades de atendimento e direito à saúde.

a) - As entidades governamentais de atendimento ao menor que descumprirem as


obrigações relacionadas ao desenvolvimento de programas de internação estão sujeitas
às seguintes penalidades: advertência, suspensão total do repasse de verbas, interdição
das unidades ou suspensão do programa;
b) - As entidades não governamentais de atendimento a crianças e adolescentes
somente podem funcionar depois de registradas no conselho municipal dos direitos da
criança e do adolescente, que deve comunicar o registro, cuja validade máxima é de
quatro anos, ao conselho tutelar e ao juiz da localidade;
c) - Nenhum adolescente pode ser privado de sua liberdade, senão em flagrante de
ato infracional, permitindo-se a sua prisão preventiva ou temporária desde que decretada
por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente.
d) - O prazo máximo da internação provisória do adolescente, para a aplicação de
medida socioeducativa, é de até sessenta dias, constituindo a privação da liberdade
verdadeira medida cautelar.
e) - As situações de suspeita ou confirmação de maus-tratos contra criança ou
adolescente devem ser imediata e concomitantemente informadas ao MP, ao juiz da
localidade e ao conselho tutelar, sem prejuízo de outras providências.

18) (MPE-PR - 2011 - MPE-PR) Analise as afirmações a seguir e indique V para as


verdadeiras e F para as falsas.

a) - ( ) Entre os princípios que regem a aplicação das medidas de proteção a crianças e


adolescentes está o de intervenção mínima, consiste em ser a intervenção exercida
exclusivamente pelas autoridades e instituições cuja ação seja indispensável à efetiva
promoção dos direitos e à proteção da criança e do adolescente.
b) - ( ) Constatada pelo programa de acolhimento institucional, a impossibilidade de
reintegração da criança à família de origem, e encaminhado relatório fundamentado ao
Ministério Público, subscrito pelos técnicos da entidade, descrevendo
pormenorizadamente as providências tomadas e recomendando expressamente a
destituição do poder familiar, o Promotor de Justiça terá o prazo de 30 (trinta) dias para
ingressar com a respectiva ação, salvo se entender necessária a realização de estudos
complementares ou outras providências que repute indispensáveis ao ajuizamento da
demanda.
c) - ( ) Somente o adolescente pode ser considerado autor de ato infracional,
dependendo a aplicação de medida socioeducativa da observância de garantias, entre as
quais a igualdade na relação processual, o direito de ser ouvido pessoalmente pela
autoridade competente e a defesa técnica por advogado.
d) - ( ) A liberdade assistida será adotada sempre que se afigurar a medida mais
adequada para o fim de acompanhar, auxiliar e orientar o adolescente, e será fixada pelo
prazo mínimo de 06 (seis) meses, podendo, a qualquer tempo, ser prorrogada, revogada
ou substituída por outra medida, ouvido o orientador, o Ministério Público e o Defensor
e) - ( ) No regime de semiliberdade, que pode ser aplicado desde o início, ou como
forma de transição para o meio aberto, é obrigatória a escolarização e a profissionalização,
devendo, sempre que possível, ser utilizados os recursos existentes na comunidade. Tal
medida não comporta prazo determinado, aplicando-se, no que couber, as disposições
relativas à internação.

19 - Sobre a colocação em família substituta, assinale a alternativa incorreta:

a) - Adolescentes serão, obrigatoriamente, ouvidos para efeito de colocação em


família substituta.
b) - Carência material grave dos pais ou responsável, por si só, justifica a colocação
de crianças e adolescentes em família substituta.
c) - A colocação em família substituta não admitirá transferência da criança ou
adolescente a terceiros ou a entidades governamentais ou não governamentais, sem
autorização judicial.
d) - A colocação em família substituta estrangeira constitui medida excepcional,
somente admissível na modalidade de adoção.

20 - Leias as assertivas abaixo:

I – A guarda é uma das três modalidades de colocação em família substituta. Uma das
suas espécies, é a guarda excepcional, criada para atender a situações excepcionais ou
para suprir a falta eventual dos pais ou responsável.
II – A guarda excepcional, acima mencionada, caracteriza-se pela concessão fora dos
casos de Tutela ou Adoção.
III – Adoção por estrangeiros é medida excepcional, para a qual o estágio de convivência
tem tempo mínimo determinado. São, ao menos, 30 dias, e em território brasileiro.

a) - Apenas a I está correta.


b) - Apenas a II está correta.
c) - Apenas a III está correta.
d) - Apenas a I e a III estão corretas.
e) - Apenas a II e a III estão corretas.
f) - Apenas I e a II estão corretas.
g) - Todas estão corretas.
h) - Nenhuma está correta.

QUESTAO 12

DE) A coisa é muito distinta no Estado nacional, o único no qual pode prosperar o
capitalismo moderno. Funda-se na burocracia profissional e no direito racional. (WEBER,
Max. Sociologia Del Direcho. Granada: Editoria Comares, 2001, p. 242 - nossa tradução).
A partir da leitura do texto acima, NÃO pode ser atribuída ao pensamento de Max Weber
a:

a) - Dependência do capitalismo moderno com relação ao Estado nacional.


b) - Teoria funcionalista do Direito como sistema autopoiético, ao lado de outros
subsistemas sociais.
c) - Concepção de que o Direito racional substitui a moral e a religião no regramento
da vida social.
d) - Ideia de que a burocracia estabiliza um modo de dominação novo na história.
e) - Diferenciação dos sistemas sociais, com crescente processo de laicização e de
juridificação na justificação do poder.

2 - (FCC – Defensoria Pública SP, 2010) No ensaio “A política como vocação”, Max Weber
realiza uma caracterização de três tipos de dominação legítima, a saber:

- a dominação que repousa sobre a “autoridade do ‘passado eterno’, isto é, dos costumes
santificados pela validez imemorial e pelo hábito, enraizado nos homens, de respeitá-los”;
- a dominação que se funde em “dons pessoais e extraordinários de um indivíduo”, na
“devoção e confiança estritamente pessoal depositadas em alguém que se singulariza
pelas qualidades prodigiosas, por heroísmo ou por outras qualidades exemplares que dele
fazem o chefe”;
- a dominação que se impõe “em razão da crença na validez de um estatuto legal e de
uma competência ‘positiva’ fundada em regras racionalmente estabelecidas”.

Estes modos de dominação correspondem, respectivamente, ao que Weber entende por


dominação;

a) - Legal, tradicional e carismática.


b) - Carismática, tradicional e legal.
c) - Tradicional, carismática e legal.
d) - Carismática, legal e tradicional.
e) - Tradicional, legal e carismática.

3 - A sociologia jurídica pode ser entendida como um método científico de análise das
relações entre direito e a realidade social e como tal, ocupa-se:
I. Das condições factuais de existência e de desenvolvimento dos sistemas jurídicos sobre
o sistema social.
II. Da análise do direito na sociedade e da sociedade no direito.
III. Das reflexões epistemológicas acerca das relações entre direito e realidade social.
IV. Da perspectiva sociojurídica de compreensão dos sistemas jurídicos, como lugares de
interação dos símbolos normativos e dos comportamentos sociais.

a) - As sentenças II, III e IV estão corretas.


b) - As sentenças I, II, III e IV estão corretas.
c) - As sentenças II e IV estão corretas.
d) - As sentenças III e IV estão corretas.

4 - (ENADE) Quando a Sociologia Jurídica tematiza a questão da burocratização dos


tribunais, enfatizando que a forma e procedimento estão acima da eficácia dos direitos
humanos e sociais, expressa uma preocupação com:
a) - O rigor que o magistrado deve necessariamente possuir e interpretar com
literalidade os textos da lei, para produzir segurança e certezas jurídicas.
b) - O controle externo da magistratura, que seria a solução única e definitiva para as
dificuldades da justiça brasileira.
c) - O papel social do judiciário na garantia de acesso à justiça brasileira.
d) - As ameaças à justiça brasileira pelo crime organizado.
e) - As dificuldades de aplicação da legislação esparsa do direito brasileiro.

5 - (ENADE) Estudiosos do direito destacam a diferença entre o direito “nos livros” e o


direito “em ação”. Temas como o cumprimento (ou não) das normas e a aplicação (ou não)
de sanções sempre aparecem nesses estudos que se integram na:

a) - Sociologia do Direito que trata da validade das normas.


b) - Filosofia do Direito centrada nos exames valorativos da justiça e da moralidade
do ordenamento.
c) - Teoria Geral do Direito que vê na relação entre o ilícito e a sanção o núcleo da
normatividade jurídica.
d) - Teoria Geral do Direito que privilegia o aspecto positivo do ordenamento jurídico.
e) - Sociologia do Direito que investiga a eficácia do direito.

6 - (ENADE) Com as mudanças em curso na sociedade – especialmente a globalização


econômica e a propalada crise da Soberania dos estados nacionais – algumas correntes
da sociologia jurídica, tiveram, nos últimos 10 anos, renovado impulso. Entre elas,
podemos destacar:

a) - As abordagens marxistas de crítica ao direito burguês.


b) - O jusnaturalismo católico.
c) - As análises neoweberianas do direito material.
d) - O psicologismo social.
e) - As correntes defensoras do pluralismo jurídico.

7 - (ENADE) A eficácia do direito, enquanto tema privilegiado da sociologia jurídica,


implica:

a) - O estudo da eficiência dos magistrados.


b) - O exame dos efeitos e consequências das regras jurídicas.
c) - O reconhecimento da legitimidade do direito estatal.
d) - A análise da estrutura lógica da norma jurídica.

8 - (FCC - 2012 - DPE-SP - Defensor Público) Em Vigiar e Punir, Michel Foucault explicita
os mecanismos disciplinares de poder que, segundo o filósofo, caracterizam a forma
institucional da prisão do início do século XIX. De acordo com as análises deste autor,
pode-se afirmar que a modalidade panóptica do poder disciplinar:

a) - Não está na dependência imediata nem é o prolongamento direto das estruturas


jurídico-políticas de uma sociedade e, portanto, é absolutamente independente destas
estruturas.
b) - Está na dependência imediata e é o prolongamento direto das estruturas jurídico-
políticas de uma sociedade e, desse modo, é absolutamente dependente destas
estruturas.
c) - Está na dependência imediata, mas não é o prolongamento direto das estruturas
jurídico-políticas de uma sociedade e, desse modo, é absolutamente dependente destas
estruturas.
d) - Não está na dependência imediata, mas é o prolongamento direto das estruturas
jurídico-políticas de uma sociedade e, entretanto, não é absolutamente dependente destas
estruturas.
e) - Não está na dependência imediata nem é o prolongamento direto das estruturas
jurídico-políticas de uma sociedade e, entretanto, não é absolutamente independente
destas estruturas.

9 - (FCC - 2012 - DPE-SP - Defensor Público) “Toda a atividade orientada segundo a ética
pode ser subordinada a duas máximas inteiramente diversas e irredutivelmente opostas”.
Esta afirmação precede as análises de Max Weber, no ensaio “A Política como Vocação”,
acerca da oposição entre, de um lado, a atitude daquele que, convencido da justeza
intrínseca de seus atos, é indiferente aos efeitos que estes atos podem acarretar e, de
outro lado, a atitude daquele que leva em conta as consequências previsíveis de seus
atos. Segundo a terminologia empregada por Weber no ensaio mencionado, estas duas
atitudes referem-se, respectivamente, àquilo a que o autor denomina:

a) - Ética de justeza e ética de consequência.


b) - Ética de justeza e ética de responsabilidade.
c) - Ética de convicção e ética de responsabilidade.
d) - Ética de convicção e ética de consequência.
e) - Ética de responsabilidade e ética de convicção.

10 - (FCC - 2012 - DPE-SP - Defensor Público) Um dos instrumentos do poder disciplinar,


caracterizado por Michel Foucault em seu livro Vigiar e Punir, consiste em uma forma de
punição que é, ao mesmo tempo, um exercício das condutas dos indivíduos. Esse
instrumento da disciplina é denominado, pelo autor, de:
a) - Pena capital.
b) - Sanção normalizadora.
c) - Execução normativa.
d) - Sanção repressora.
e) - Poder soberano.

11 - (FCC - 2012 - DPE-SP - Defensor Público) “O Estado moderno é um agrupamento de


dominação que apresenta caráter institucional e procurou (com êxito) monopolizar, nos
limites de um território, a violência física legítima como instrumento de domínio e que,
tendo esse objetivo, reuniu nas mãos dos dirigentes os meios materiais de gestão.
Equivale isso a dizer que o Estado moderno expropriou todos os funcionários que,
segundo o princípio dos “Estados” dispunham outrora, por direito próprio, de meios de
gestão, substituindo-se a tais funcionários, inclusive no topo da hierarquia”.
No trecho acima, extraído do ensaio "A Política como Vocação", Max Weber refere-se ao
Estado moderno, resultante de seu desenvolvimento racional. Para o autor, esse Estado é
caracterizado como um estado:

a) - Burocrático.
b) - Autoritário.
c) - Autocrático.
d) - Democrático.
e) - Nação.

12 - (CESPE - 2010 - DPU - Sociólogo) Os objetos de estudo da sociologia jurídica


incluem:

a) - Os mesmos objetos de estudo do direito.


b) - Ss circunstâncias jurídicas.
c) - A consolidação da legislação, da jurisprudência e da dogmática jurídica.
d) - As formas com que o direito opera socialmente e a explicação sociológica do
direito.
e) - A designação dos valores e ideologias não explicitados e que estão contidos na
legislação, na jurisprudência e na dogmática jurídica.

13 - (CESPE - 2010 - DPU - Sociólogo) Na perspectiva da sociologia jurídica:

a) - O direito é um aprimoramento do caráter humano.


b) - O direito é uma função da sociedade.
c) - O direito é proveniente de uma autoridade bem formada (Deus, Natureza ou
Razão humana).
d) - Deus e a Natureza são objetos de estudo, porque o são de todas as áreas
relacionadas ao direito.
e) - A lei escrita é objeto de estudo.

14 - (CESPE - 2010 - DPU - Sociólogo) No Brasil, a inclusão da sociologia jurídica em


currículos de cursos de nível superior derivou da necessidade de reflexão crítica sobre o
direito e as instituições jurídicas. Com relação a esse assunto, é correto afirmar que a
sociologia jurídica:

a) - É área que exige professores que tenham concluído, necessariamente, os cursos


de direito e de sociologia.
b) - Passou a constituir disciplina obrigatória em todos os cursos brasileiros de direito,
a partir de 2002.
c) - Foi incluída, oficialmente, em currículos de cursos de nível superior em 1994.
d) - Passou a ser área oficial de estudos jurídicos em razão de exigências de
movimentos sindicais, a partir da década 80 do século passado.
e) - Limita-se jurídicas ao estudo das instituições.

15 - (CESPE - 2010 - DPU - Sociólogo) A sociologia jurídica surgiu devido:

a) - À necessidade de explicar o direito para a população de baixa escolaridade.


b) - Ao crescimento vertiginoso de conhecimentos na área jurídica.
c) - Às disputas conceituais intermináveis entre acadêmicos de direito.
d) - Ao interesse epistemológico na relação entre direito e sociologia.
e) - Ao descompasso entre direitos assegurados e prática concreta de atores sociais.

16 - (CESPE – 2010 – DPU) Uma das dificuldades epistemológicas, referentes à


sociologia jurídica, é a ausência de definições claras, objetivas e consensuais. Essa
dificuldade ocorre por que:

a) - A sociologia jurídica exclui do âmbito de sua investigação a análise de adesão de


atores sociais a normas jurídicas.
b) - A sociologia jurídica é uma ciência humana carregada de subjetividade.
c) - Há um pluralismo jurídico e modelos de interlegalidades que nele se
fundamentam.
d) - Sociólogos e juristas divergem, academicamente, quanto às metodologias de
trabalho na área.
e) - A sociologia jurídica constitui apenas interpretação da lei.

17 - (ENADE 2006) Segundo as concepções teóricas de Karl Marx, é correto afirmar que:

a) - O direito não pode ser visto como uma superestrutura que justifica e mantém a
dominação econômica, pois pertence à estrutura social básica.
b) - As relações econômicas são independentes das relações jurídicas.
c) - As relações de trabalho determinam as relações econômicas, mas não o
contrário.
d) - A alienação é produzida como consequência das crenças religiosas e, por isso, a
modernidade, ao romper com a concepção teocêntrica de mundo, funda uma nova ordem.
e) - As relações de dominação são anteriores ao capitalismo, mas o capitalismo
fundou a ideia de dominação contratual.

18 - (ENADE 2009) A História registra imagens da vivência de índios e negros no Brasil e


de suas relações com o conquistador europeu. A esse propósito, assinale a alternativa que
confirme a assertiva de que a história não deve ser vista “...só como ciência do passado
(...), mas como ciência do presente, na medida em que, em ligação com as ciências
humanas, investiga as leis de organização e transformação das sociedades humanas”
(HESPANHA, Antonio M. História das Instituições. Coimbra: Almedina, 1952) Com base
nesse enunciado, assinale a alternativa correta:

a) - A questão dos índios e negros é superada na História do Brasil, pela


Proclamação da República.
b) - A ordem jurídica liberal democrática permitiu ascensão dos negros e dos índios
na sociedade brasileira, como demonstram as ciências humanas.
c) - A demarcação de reservas indígenas é acontecimento recente, que não deve ser
associado a elementos históricos.
d) - O reconhecimento da titularidade das terras aos remanescentes de quilombos
inscreve-se no processo histórico das transformações das sociedades humanas.
e) - A ordem jurídica é fenômeno autônomo que não se contamina com a dinâmica
social e histórica.

19 - Das afirmações que seguem, assinale aquela que NÃO representa uma tese ou
função desenvolvida pela Sociologia Jurídica.

a) - Para a sociologia jurídica existem vários ordenamentos jurídicos na mesma


sociedade, como o direito da comunidade, o direito do Estado, o direito dos juristas.
b) - A sociologia jurídica desenvolve métodos de pesquisa para analisar os diferentes
ordenamentos presentes nas sociedades.
c) - Para a sociologia jurídica o direito é um fato social, uma função da sociedade.
d) - Na sociologia jurídica o direito é visto como uma manifestação das realidades
observáveis dentro da sociedade.
e) - A sociologia jurídica pode ser definida como o conjunto de respostas à pergunta
“o que é o direito?”, ou ainda como o entendimento da natureza e do contexto do
empreendimento jurídico.

20 - Analise as sentenças que seguem e aponte a ordem correta dos autores dessas
contribuições teóricas para a sociologia jurídica.
___________ utiliza, no estudo da Sociologia Jurídica, o método funcionalista que
emprega na sociologia geral. Sua reflexão se volta para a íntima relação entre o direito e a
sociedade, enfatizando a estabilidade e a durabilidade do direito enquanto organização
social.
__________ não escreveu especificamente sobre o direito, mas contribuiu grandiosamente
para a Sociologia Jurídica com sua teoria do conflito, que estabelece relações entre direito,
Estado, economia e sociedade.
__________ desenvolveu uma Sociologia do Direito de caráter histórico, discutindo
paradigmas epistemológicos acerca das divergências metodológicas entre a Dogmática
Jurídica, que visa estabelecer a coerência lógica das proposições jurídicas, e a Sociologia
do Direito, que busca saber qual é o comportamento dos membros de um grupo em
relação à ordem jurídica em vigor.
__________ expoente do movimento do Direito Livre defendeu a sociologização do
pensamento jurídico representada pela crítica ao formalismo, legalismo e idealismo da
Jurisprudência dos Conceitos.

a) - Durkheim, Marx, Weber e Ehrlich.

b) - Durkheim, Weber, Marx e Ehrlich.

c) - Weber, Marx, Durkheim e Ehrlich.

d) - Marx, Durkheim, Ehrlich e Weber.

e) - Weber, Marx, Erlich e Durkheim

QUESTAO 13

a) - A função administrativa está disseminada nos três poderes estatais, sendo


exercida indistintamente pelo Judiciário, pelo Legislativo e pelo Executivo.
b) - A função administrativa é típica do Poder Executivo que, porém, a desenvolve de
modo preponderante, e não exclusivo.
c) - Quando o Legislativo processa e julga o Presidente da República por crime de
responsabilidade, está desenvolvendo atividade jurisdicional típica.
d) - O Executivo, a quem incumbe a função típica normativa, está autorizado
constitucionalmente a desenvolver atividades administrativas, nas hipóteses em que o
Judiciário e o Legislativo forem omissos.

Questão 2. Assinale a única alternativa correta.

a) - A expressão Administração Pública, em sentido objetivo, indica a tarefa de gerir,


administrar a coisa pública.
b) - A administração pública é formada por órgãos e entidades dotadas de
personalidade jurídica própria.
c) - A Administração Pública deve ser desenvolvida de modo impessoal, com
eficiência, adotando forma pública, segundo padrões morais estabelecidos no texto legal
que a circunscreve.
d) - A expressão Administração Pública, em sentido subjetivo, indica o conjunto de
pessoas e órgãos a quem está constitucionalmente confiada a tarefa de administrar a
coisa pública.

Questão 3 . Considerando as características da Teoria do órgão, no que se refere aos


órgãos administrativos, assinale a alternativa INCORRETA:

a) - Possuem quadro de servidores.


b) - Possuem competência própria.
c) - Possuem personalidade jurídica.
d) - Possuem estrutura e poderes funcionais.

Questão 4. Considerando o Direito Administrativo e o fato de os autores citados abaixo


terem desenvolvido suas obras de acordo com esse direito, assinale a única alternativa
que completa corretamente todas as lacunas.

Para Celso Antônio Bandeira de Mello, a ___________ “é uma condição de legalidade da


atividade administrativa”, na medida em que não se cogita a hipótese de que o legislador
elabore leis destruídas de bom senso.
Já para José dos Santos Carvalho Filho, a________________ é aquilo que se
situa dentro dos limites aceitáveis, ainda que os juízos de valor que provocaram a conduta
possam dispor-se de forma um pouco diversa.
Finalmente, Irene Patrícia Nohara defende que a _____________ relaciona-se com a
virtude do entendimento.

a) - Razoabilidade.
b) - Moralidade.
c) - Legalidade.
d) - Impessoalidade.
Questão 5. Sobre as entidades da Administração Pública Indireta, é correto afirmar:

a) - A OAB é exemplo de entidade formadora da administração indireta, não obstante


seja reconhecida como autarquia sui generis.
b) - Uma vez instituídas, as sociedades de economia mista, podem alterar livremente
seus estatutos, inclusive alterando o seu objetivo social.
c) - Muito embora sejam criadas em regimes jurídicos diferentes (público para as
autarquias e privado para as empresas públicas, sociedades de economia mista e
fundações), as entidades da administração indireta guardam alguns traços em comum,
especialmente o de terem personalidade jurídica própria.
d) - As sociedades de economia mista são assim denominadas por sua peculiaridade
de submeter-se ao regime jurídico público e também ao regime jurídico privado,
concomitantemente, para estabelecer seu comportamento no desenvolvimento de suas
finalidades estatutárias.

Questão 6. É manifestação típica do poder de polícia da Administração Pública a:

a) - Prisão em flagrante de um criminoso.


b) - Interdição de um imóvel localizado em uma região que tenha sido declarada
como local de risco pelo órgão de defesa civil.
c) - Criação, pela Câmara de Vereadores, de uma taxa para a limpeza urbana.
d) - Vigilância patrimonial de um museu público.

Questão 7. Para completar as lacunas na frase a seguir, analise as alternativas presentes


na sequência e assinale aquela que preenche corretamente as referidas lacunas:

_____________ é efeito mediato do ato, é o objetivo decorrente do interesse coletivo e


indicado pela lei, buscado pela Administração. _____________ é pressuposto de fato e de
direito que leva a administração a praticar o ato. Já a ____________ é um aspecto formal
que constitui garantia jurídica para o Administrado e para a Administração, possibilitando o
controle do ato.

a) - MOTIVO – OBJETO – COMPETÊNCIA.


b) - FINALIDADE – OBJETO – COMPETÊNCIA.
c) - OBJETO – FINALIDADE – FORMA.
d) - FINALIDADE – MOTIVO – FORMA.

Questão 8. Marque a alternativa que apresenta um ato administrativo vinculado:


a) - Desapropriação de imóvel para a construção de um hospital, desde que haja
previsão orçamentária.
b) - Anulação de uma aposentadoria voluntária, por vício de legalidade quanto ao
objeto.
c) - Revogação de decreto municipal que proíbe o trânsito de veículos pesados no
centro de uma cidade.
d) - Nomeação de servidor efetivo para ocupar cargo destinado às atribuições de
direção, chefia ou assessoramento.

Questão 9. Sobre dispensa e inexigibilidade de licitação, assinale a alternativa correta:

a) - É inexigível a licitação quando houver inviabilidade de competição.


b) - É dispensável a realização de licitação para a contratação de instituição
estrangeira de pesquisa, do ensino ou do desenvolvimento institucional, ou desde que a
contratada detenha inquestionável reputação ético-profissional e não tenha fins lucrativos.
c) - É dispensável a realização de licitação para a compra ou locação de imóvel
destinado ao atendimento das finalidades precípuas da administração, cujas necessidades
de instalação e localização condicionem a sua escolha, desde que o preço seja compatível
com o valor de mercado, segundo avaliação prévia.
d) - É Inexigível a licitação para a contratação de serviços técnicos enumerados no
art. 13 da Lei 8.666.1993.

Questão 10. Na modalidade do Pregão de que trata a Lei 10.520/2002:

a) - O licitante será obrigado a oferecer garantia de que sua proposta será honrada
nas condições e prazos estabelecidos pelo edital.
b) - É vedada a exigência de garantia de proposta.
c) - O licitante será obrigado a proceder ao pagamento das taxas e emolumentos
necessários ao desenvolvimento do procedimento pela Administração.
d) - É vedada a exigência de prazos de garantia superiores a 60 (sessenta) dias).

Questão 11. Sobre os contratos administrativos, assinale a alternativa correta:

a) - Exceto para as hipóteses listadas nos incisos I a III do art. 57 da Lei 8666/1993,
os contratos administrativos têm seus prazos vinculados aos respectivos créditos
orçamentários.
b) - A Administração poderá celebrar contrato com preterição da ordem nas hipóteses
devidamente justificadas, respeitado o direito de contraditório aos interessados.
c) - Contratos e convênios administrativos são expressões sinônimas, eis que os
convênios estão vinculados às disposições da Lei 8666/1993.
d) - Contratos administrativos não poderão ter seus valores alterados no curso da sua
execução, já que prevalece a aplicação do princípio da pacta sunt servanda, como
proteção e aplicação do princípio da supremacia do interesse público.

Questão 12. Sobre os serviços públicos, assinale a alternativa correta:

a) - Os serviços públicos independem de disciplina normativa própria, tampouco


prescindem de anuência do poder público para o seu desenvolvimento, bastando que não
tenham a sua exploração proibida por lei.
b) - O controle dos serviços públicos pode ser delegado a entidades privadas que
celebrem convênio com o poder público, como acontece nos casos de entidades
protetoras de direitos dos consumidores.
c) - O art. 175 da CF estabelece o princípio do dever de prestação do serviço público,
aduzindo que “Incumbe ao Poder Público, na forma da lei, diretamente ou sob regime de
concessão ou permissão, sempre através de licitação, a prestação de serviços públicos”.
d) - Os serviços públicos têm sua exploração indicada como exclusiva pelo poder
público.

Questão 13. Marque a alternativa que corresponde a uma forma de provimento originário
de servidor público, na forma da Lei 8.112/1990:

a) - Nomeação.
b) - Readaptação.
c) - Remoção.
d) - Vacância.

Questão 14. Com relação ao regime remuneratório do servidor público, assinale a


alternativa correta:

a) - O salário do servidor público é irredutível, situação que não contempla exceções


no sistema normativo brasileiro.
b) - A remuneração dos servidores públicos somente poderá ser fixada ou alterada
por lei específica, situação que impede o poder judiciário de estabelecer sentenças de
revisão por fundamento de isonomia ou equiparação de cargo/função.
c) - O limite de remuneração (teto) de que trata o inciso XI do art. 37 da CF não
compreende as parcelas de caráter indenizatório previstas em lei.
d) - Os funcionários e diretores das estatais estão submetidos ao limite de
remuneração de que trata o inciso XI do art. 37 da CF.
Questão 15. Quanto aos prazos de validade dos concursos públicos, assinale a alternativa
correta:

a) - Será de 02 (dois) anos, improrrogáveis, o prazo de validade do resultado dos


concursos públicos.
b) - Será de até dois anos, prorrogável uma vez, por igual período, o prazo de
validade dos concursos públicos.
c) - Será de 02 (dois) anos, prorrogáveis por tantos períodos quantos forem
destacados no edital, o prazo de validade do resultado dos concursos públicos.
d) - Será de 01 (um) ano, prorrogável por mais 01 (um) ano, o prazo de validade do
resultado dos concursos públicos.

Questão 16. Sobre o regime jurídico dos bens públicos assinale a alternativa correta:

a) - Um terreno de marinha poderá ser alienado, desde que a lei assim autorize,
sempre por meio de licitação na modalidade concorrência.
b) - Uma praça é exemplo de bem público de uso especial.
c) - A proteção de imprescritibilidade indica a impossibilidade de que determinado
bem público seja oferecido em garantia de operações financeiras.
d) - Os bens das autarquias podem ser penhorados, pois não pertencem à
administração pública.

Questão 17. Sobre o instituto da desapropriação, assinale a alternativa correta:

a) - A desapropriação para fins de reforma agrária deve ser feita mediante pagamento
de indenização justa prévia e em dinheiro.
b) - A desapropriação só será justa se o seu pagamento for suficiente para que o
expropriado adquira bem da vida correspondente àquele que lhe foi expropriado.
c) - A desapropriação indireta é hipótese prevista no Decreto Lei 3365-1941, que
assegura o direito de desapropriação às entidades da Administração Indireta.
d) - A retrocessão tem natureza real, permitindo que o antigo proprietário do bem
expropriado retome o seu domínio pela omissão do poder público em desenvolver os atos
para os quais desapropriou o bem de particular.

Questão 18. Assinale a alternativa correta:

a) - A título de atuar no domínio econômico, o Estado estabelece apenas a


possibilidade de regular determinados setores da economia, não atuando como explorador
da atividade econômica.
b) - As empresas públicas e sociedades de economia mista devem ter
comportamento público, eis que constituem patrimônio público.
c) - Ofende o princípio da livre concorrência lei municipal que impede a instalação de
estabelecimentos comerciais do mesmo ramo em determinada área.
d) - O sistema jurídico brasileiro impede a constituição de monopólios pelo Estado,
por ofensa ao princípio da livre iniciativa.

Questão 19. Sobre o processo administrativo disciplinar, assinale a alternativa correta:

a) - A sanção de advertência pode ser atribuída sumariamente, sem necessidade de


qualquer procedimento administrativo.
b) - Os casos puníveis com pena de demissão a bem do serviço público são
imprescritíveis.
c) - As sanções administrativas eventualmente apuradas por desfalque de verba
pública são imprescritíveis.
d) - A aplicação de sanções em medida superior àquelas estritamente necessárias ao
atendimento do interesse público, são manifestamente ilegais.

Questão 20. Sobre o controle da administração pública, assinale a alternativa


INCORRETA:

a) - A apreciação de recurso administrativo deve estar submetida ao recolhimento de


preparo pela parte interessada.
b) - A CF assegura no inciso XXXIV, do art. 5°, o direito de petição como instrumento
básico de controle das atividades estatais.
c) - A Lei 9.784/1999 regula o processo administrativo no âmbito da Administração
Pública Federal, porém, a lacuna de lei estadual ou municipal indica um dever de
aplicação por esses entes federativos.
d) - A fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial da
União e das entidades da administração direta e indireta, quanto à legalidade, legitimidade,
economicidade, aplicação das subvenções e renúncia de receitas, será exercida pelo
Congresso Nacional, mediante controle externo, e pelo sistema de controle interno de
cada Poder.

QUESTAO 14

poder constituinte, analise as afirmações abaixo e marque V (verdadeiro) e F (falso).

a) - ( ) O advento de uma nova constituição representa a ruptura total com a ordem


jurídica sustentada pela Constituição anterior.
b) - ( ) As cláusulas pétreas podem ser modificadas, o que não pode ocorrer é a sua
supressão, descaracterizando a obra do Constituinte originário.
c) - ( ) A titularidade do poder constituinte originário é do Estado, uma vez que a
soberania é um dos fundamentos da República Federativa do Brasil.
d) - ( ) Na hipótese do conteúdo de uma norma infraconstitucional do ordenamento
anterior contrariar a nova Constituição, estaremos diante do fenômeno da não recepção.
e) - ( ) O poder constituinte originário tem como característica ser permanente, porque
continua presente ainda que latente.

2 - (F. C. Chagas/Defensor Público de Classe Inicial/RS/11) No que se refere ao Poder


Constituinte, é incorreto afirmar:

a) - O Poder Constituinte genuíno estabelece a Constituição de um novo Estado,


organizando-o e criando os poderes que o regerão.
b) - Existe Poder Constituinte na elaboração de qualquer Constituição, seja ela a
primeira Constituição de um país, seja na elaboração de qualquer Constituição posterior.
c) - O Poder Constituinte derivado decorre de uma regra jurídica constitucional, é
ilimitado, subordinado e condicionado.
d) - Quando os Estados Federados, em razão de sua autonomia político-
administrativa e respeitando as regras estabelecidas na Constituição Federal, auto-
organizam-se por meio de suas constituições estaduais, estão exercitando o chamado
Poder Constituinte derivado decorrente.
e) - Para parte da doutrina, a titularidade do Poder Constituinte pertence ao povo,
que, entretanto, não detém a titularidade do exercício do poder.

3 - Constituição Federal proíbe que seu texto seja alterado durante todo o tempo em que
durar a intervenção federal, estado de defesa ou estado de sítio. O limite ao poder
constituinte de reforma é classificado como:

a) - processual.
b) - material.
c) - temporal.
d) - circunstancial.

4 - Relacione sobre o futebol brasileiro

(A) - Lei aprovada pela Câmara dos Deputados e imediatamente


promulgada pelo Presidente da República não passou pelo Senado material
Federal, é considerada inconstitucional sob o aspecto:
(B) - Lei permitiu que a propriedade de um indivíduo possa ser
confiscada sem previamente convocar o proprietário, é considerada formal
inconstitucional sob o aspecto:
5 - Com base no Direito Constitucional, assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.

a) - ( ) (CESPE/Procurador-TCE-ES/2009) As normas constitucionais de eficácia


limitada têm por fundamento o fato de que sua abrangência pode ser reduzida por norma
infraconstitucional, restringindo sua eficácia e aplicabilidade.
b) - ( ) A norma constitucional que estabelece a liberdade, quanto ao exercício de
qualquer trabalho, ofício ou profissão, constitui norma de eficácia plena.
c) - ( ) (CESPE/Técnico - TRT 9ª/2007) Norma constitucional de eficácia contida é
aquela que, sendo autoaplicável, autoriza a posterior restrição por parte do legislador
infraconstitucional.
d) - ( ) CESPE/Juiz Federal Substituto – TRF 5ª/2009) Constituição rígida é aquela que
não pode ser alterada.
e) - ( ) CESPE/AJAA-TRE-BA/2010) Toda constituição é necessariamente escrita e
representada por um texto solene e codificado.

6 - No que se refere ao Controle de Constitucionalidade, é correto afirmar:

a) - É possível a declaração de inconstitucionalidade de norma constitucional


originária incompatível com os valores de justiça.
b) - O Supremo Tribunal Federal admite a possibilidade de controle de
constitucionalidade em relação ao poder constituinte derivado, portanto, as emendas
devem estar balizadas pelos parâmetros estabelecidos na Carta Magna.
c) - É possível via ADI realizar o controle judicial preventivo de propostas de emenda
à Constituição.

7 - TRE/4 2006. O Direito de Petição previsto na Constituição Federal é:

a) - Exercido tão somente no âmbito do Poder Judiciário.


b) - Assegurado aos brasileiros natos, maiores de vinte e um anos.
c) - Extensivo a todos, nacionais ou estrangeiros, mediante o pagamento de taxas.
d) - Destinado ao cidadão em face dos Poderes Públicos e exercido judicialmente
apenas por advogado constituído.
e) - Garantido a todos em defesa de direitos ou contra ilegalidade ou abuso de poder.

8 - Sobre o exercício dos direitos políticos positivos e negativos, marque V para as


verdadeiras e F falsas.

a) - ( ) O alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os analfabetos, os maiores


de 65 anos e os maiores de 16 e menores de 18 anos de idade.
b) - ( ) O sufrágio é um direito público subjetivo de natureza política, que tem o cidadão
de eleger, ser eleito e de participar da organização e da atividade do poder estatal.
c) - ( ) São direitos políticos, além de outros, a alistabilidade, a iniciativa popular de lei, a
ação popular e a organização e participação de partidos políticos.
d) - ( ) Podem alistar-se como eleitores, entre outros, os conscritos, durante o período
do serviço militar obrigatório.
e) - ( ) São inelegíveis, no território de jurisdição do titular, o cônjuge, viúvo ou viúva e
os parentes consanguíneos, até o terceiro grau ou por adoção, dos detentores de cargos
no executivo ou de quem os haja substituído dentro dos seis meses anteriores ao pleito.

9 - O processo legislativo compreende a elaboração de emenda à Constituição Federal.


Sobre isso, é correto afirmar que a:

a) - Constituição poderá ser emendada na vigência de intervenção federal, de estado


de defesa ou de estado de sítio, desde que advenha de proposta do Presidente da
República.
b) - Constituição poderá ser emendada mediante proposta de um terço das
Assembleias Legislativas das unidades da Federação, manifestando-se, cada uma delas,
pela maioria absoluta de seus membros.
c) - Matéria constante de proposta de emenda à Constituição, rejeitada ou tida como
prejudicada, não pode ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa.
d) - Proposta de emenda à Constituição será discutida e votada em cada Casa do
Congresso Nacional, em apenas um turno, considerando-se aprovada se obtiver votos da
maioria absoluta de seus respectivos membros.
e) - Emenda à Constituição será promulgada pelas Mesas da Câmara dos
Deputados, do Senado Federal e das Assembleias Legislativas, com o respectivo número
de ordem.

10 - Assinale a alternativa correta

a) - É vedada a cassação de direitos políticos, inexistindo hipótese que a autorize na


democracia brasileira.
b) - A ação de impugnação de mandato eletivo deverá ser instruída com provas de
abuso do poder econômico, corrupção ou fraude e proposta no prazo de 15 (quinze) dias
contados da posse.
c) - As hipóteses de distinção entre brasileiros natos e naturalizados, definidas em lei
complementar, são restritas aos casos de exercício de funções ou atividades ligadas à
segurança nacional, tendo, portanto, obrigatória interpretação restritiva.
d) - A carreira diplomática é exclusiva de brasileiros natos ou naturalizados, sendo,
ainda, acessível a cidadãos portugueses que tenham requerido equivalência de direitos
com brasileiros, na forma prevista na Constituição Federal.
11 - O direito do indivíduo obter informações dos órgãos públicos, prescrito na constituição
federal, é? Assinale a alternativa correta.

a) - Absoluto, porque, na condição de direito fundamental, não pode ser restringido,


inclusive sob estado de sítio.
b) - Relativo, porque só pode ser exercido para obtenção de informações de interesse
pessoal.
c) - Absoluto, porque não sofre nenhuma ressalva expressa da constituição da
república.
d) - Relativo, porque não abrange as informações cujo sigilo seja imprescindível à
segurança da sociedade.

12 - Assinale a alternativa correta:

Juan Pablo, espanhol de nascimento, reside, desde 1979, ininterruptamente no Brasil. Em


razão do tempo de residência, ele:

a) - Não poderá mais se naturalizar brasileiro.


b) - Será brasileiro naturalizado se o requerer.
c) - Será brasileiro naturalizado se o requerer, desde que não tenha sofrido
condenação penal neste período.
d) - Deverá esperar completar trinta anos de residência ininterrupta, sem condenação
penal, para requerer a nacionalidade brasileira.

13 - (PROVA9: TRT 22 região analista judiciario):


Polifemo, no exercício de seu mandato de Deputado Federal, propôs projeto de lei
ordinária, em matéria de sua competência. Referido projeto encontra-se em fase de
votação. Entre outras situações, Polifemo deve observar que esse projeto de lei. Assinale
a alternativa correta.

a) - Poderá ser aprovado por decurso de prazo, por não haver mecanismos que
obriguem sua apreciação pela Câmara dos Deputados e diante do excessivo número de
projetos.
b) - Estará, tecnicamente, sujeito à sanção ou ao veto pelo Plenário da Câmara dos
Deputados, que podem ser parciais ou totais, mas sempre fundamentados.
c) - Terá a necessidade de ser aprovado pelo voto favorável da maioria simples dos
deputados federais, em sessão instalada com a presença da maioria absoluta dessa
Câmara dos Deputados.
d) - Não poderá tramitar sem fixação de prazo, mas só o Presidente da Câmara dos
Deputados é que poderá solicitar urgência na apreciação de qualquer projeto de lei.
e) - Deverá ser promulgado pelo Congresso Nacional, que é a Casa de Leis
competente para prover os atos legislativos dessa natureza.
14 - (FCC/EXEC.MANDADOS/TRF4/2010) São direitos fundamentais classificados como
de segunda geração. Assinale a alternativa correta.

a) - Os direitos econômicos e culturais.


b) - Os direitos de solidariedade e os direitos difusos.
c) - As liberdades públicas.
d) - Os direitos e garantias individuais clássicos.
e) - O direito do consumidor e o direito ao meio ambiente equilibrado.

15 - (IADES/PGDF/Técnico Jurídico/2011) Nacionalidade é o vínculo jurídico-político que


faz da pessoa um dos elementos componentes da dimensão pessoal do Estado. Assim,
uma pessoa pode adquirir a nacionalidade brasileira de modo originário. Assinale a
alternativa correta.

a) - Somente por meio de laços de sangue (Ius sanguinis).


b) - Somente por meio do local de nascimento (Ius solis).
c) - Pelo casamento ou outro benefício legal.
d) - Pela naturalização.
e) - Pelo sistema misto. tanto por laços de sangue quanto pelo local de nascimento.

16 - Não é cláusula pétrea da Constituição da República:

a) - O voto secreto e direto.


b) - A separação de poderes.
c) - Os direitos e garantias individuais.
d) - O sistema presidencial de governo.

17 - Para a realização de uma passeata em determinado local público, objetivando


reivindicar melhorias salariais, o sindicato responsável pela manifestação pacífica
necessita (assinale a alternativa correta):

a) - De autorização da autoridade competente.


b) - Somente de prévio aviso à autoridade competente.
c) - Demonstrar a conveniência da manifestação.
d) - Locar o espaço público pelo preço estipulado pela municipalidade.
e) - Cadastrar os manifestantes após a autorização da autoridade competente.

18 - Relativamente às matérias de competência legislativa privativa da União, os Estados:

a) - Dependem de autorização do Senado Federal para exercer competência


complementar.
b) - Poderão exercer competência legislativa plena, na inexistência de lei federal
sobre a matéria.
c) - Detêm competência para estabelecer normas gerais, a fim de atender a suas
peculiaridades.
d) - Estão autorizados a exercer competência suplementar, em concorrência com os
Municípios.
e) - Poderão ser autorizados por lei complementar federal a legislar sobre questões
específicas.

19 - (Auditor/TCE PI/2005) Relativamente à responsabilização do Presidente da República


por infrações penais comuns, estabelece a Constituição que, assinale com V as
alternativas Verdadeiras e com F as falsas:

a) - ( ) Ficará suspenso de suas funções, se recebida a denúncia ou queixa-crime pelo


Superior Tribunal de Justiça.
b) - ( ) A acusação deverá ser admitida pela Câmara dos Deputados e o julgamento
realizado pelo Senado Federal.
c) - ( ) O Presidente não se sujeita à prisão, exceto na hipótese de flagrante de crime
inafiançável.
d) - ( ) Não poderá o Presidente ser responsabilizado por atos estranhos ao exercício de
suas funções, na vigência de seu mandato.
e) - ( ) Se o julgamento não estiver concluído em 180 dias, a contar do recebimento da
denúncia, fica prejudicado o prosseguimento do processo.

20 - É ERRADO afirmar:

a) - São privativos de brasileiro nato os cargos da carreira diplomática.

b) - São privativos de brasileiro nato os cargos da Câmara dos Deputados.

c) - Será declarada a perda da nacionalidade do brasileiro que adquirir outra


nacionalidade, salvo no caso de reconhecimento de nacionalidade originária pela lei
estrangeira.

d) - Será declarada a perda da nacionalidade do brasileiro que adquirir outra


nacionalidade, salvo no caso de imposição de naturalização, pela norma estrangeira.
QUESTAO 15

cesso Civil, assinale a alternativa correta:

a) - Mesmo que não conste do mandado de intimação que se presumirão


confessados os fatos contra ele alegados, caso não compareça ou, comparecendo, se
recuse a depor, o juiz pode aplicar a pena de confissão a qualquer uma das partes.
b) - Nas situações em que há necessidade de demonstrar no processo algum fato
dependente de conhecimento técnico, a parte poderá requerer a produção de prova
pericial; nesses casos o juiz deverá acatar o pedido de produção da prova pericial, não
podendo dispensá-la nem sequer com a apresentação de documentos elucidativos que
considere suficientes.
c) - O ordenamento jurídico-processual brasileiro admite, em determinadas hipóteses,
a prova exclusivamente testemunhal.
d) - Se o juiz determinar a produção de prova pericial, nomeando perito de confiança
do juízo, ficará vinculado a essa prova para formar o seu convencimento no momento de
prolatar a sentença.

Questão 2. Assinale a alternativa correta:

a) - As declarações constantes em documento particular geram presunção absoluta


de veracidade em relação aos signatários.
b) - Não é lícito à parte inocente provar com testemunhas, nos contratos em geral, os
vícios de consentimento.
c) - O juiz deve indeferir o pedido de produção de prova testemunhal quando já
houver prova documental apta a provar a veracidade da alegação de fato feita pela parte.
d) - Dependem de prova os fatos em cujo favor milita presunção legal absoluta de
existência ou de veracidade.
e) - Todas são verdadeiras.

Questão 3. LALAU ajuizou determinada ação em face de CUCA, pleiteando o pagamento


de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais). Na primeira audiência não houve acordo. Na
contestação apresentada por CUCA, alegou que pagou a totalidade da dívida, anexando
provas, recibos, aos autos. Todavia, na Réplica LALAU arguiu a falsidade dos referidos
recibos apresentados por CUCA.

Considerando as regras legais de direito processual civil, assinale a alternativa correta:


a) - LALAU poderá em qualquer caso, arguir o incidente de falsidade em qualquer
momento e grau de jurisdição, haja vista não existir preclusão.
b) - No incidente de falsidade instaurado, CUCA será dispensado de intimação para
se manifestar, uma vez que, o referido incidente não está sujeito ao contraditório.
c) - Será realizado o exame perícia, dos recibos juntados aos autos,
independentemente se CUCA concorde em retirá-los e, LALAU não se opuser ao
desentranhamento.
d) - A declaração sobre a falsidade do documento, quando suscitada como questão
principal, constará no corpo da decisão, em sua parte dispositiva, e sobre ela incidirá seu
respectivo trânsito em julgado.

Questão 4. (Ministério Público/SP — 2010) Na interpretação da lei processual:

a) - Aplica-se sempre a máxima in claris cessar iterpretatio (na clareza, cessa a


interpretação).
b) - A sua finalidade é estabelecida de acordo com a Lei de Introdução ao Código
Civil.
c) - Há incompatibilidade entre a interpretação teleológica e a natureza pública que
lhe é inerente.
d) - É defeso reduzir-se à dimensão de comando normativo.
e) - Promover-se-á a integração da norma processual.

Questão 5. Isadora desprovida de condições financeiras para pagamento das custas


processuais e outros gastos inerentes ao processo procura um advogado para ingressar
na justiça contra o - Banco “JOINHA” - para discutir determinadas divergências contratuais
sobre um empréstimo financeiro.

Diante dos fatos narrados, indique a(s) alternativa(s) corretas:


I- O advogado deverá pleitear na petição a assistência judiciária gratuita em favor da sua
cliente;
II- O juiz poderá indeferir o pedido de assistência judiciária independente da intimação da
parte autora pois se trata de indeferimento da petição inicial;
III- O Juiz não poderá indeferir o pedido de assistência antes de intimar a parte autora para
que comprove a sua hipossuficiência.
IV- O advogado da autora providenciará na petição inicial a comprovação dos cálculos
incontroversos, indicando desde já o valor correto do financiamento sob pena de
indeferimento da petição inicial;

Está correto o contido somente nas proposições:


a) - III e IV.
b) - I e III.
c) - II e III.
d) - I e II.

Questão 6. (TJ/SP, VUNESP, 2008) Quanto aos princípios gerais do direito processual
civil, assinale a alternativa correta.
a) - O juiz coloca-se entre as partes e acima delas, no desempenho de sua função e
dentro do processo.
b) - Não é para assegurar sua imparcialidade, mas sim, para reforçar sua autoridade,
que a Constituição Federal estipula garantias e prescreve vedações ao juiz.
c) - Não atenta contra o princípio da razoável duração do processo a falta de
atendimento à lei que manda dar prioridade, nos juízos e tribunais, às causas de
interesses de pessoas com idade igual ou superior a sessenta anos.
d) - Não é da ciência a cada litigante dos atos praticados pelo juiz e pelo adversário
que, no processo, pode-se efetivar o contraditório, de modo a se ter informação e reação.

Questão 7. ( TJ/SP, VUNESP, 2008) Sabendo-se que em todos os julgamentos dos


órgãos do Poder Judiciário todas as decisões deverão ser públicas e fundamentadas, sob
pena de nulidade, assinale a alternativa correta.

a) - A necessidade de motivação não deve ser interpretada como garantia das partes,
de modo a possibilitar eventual alteração da decisão.
b) - A fundamentação obrigatória das decisões ou sentenças tem em conta não
apenas as partes e o órgão competente para julgar um eventual recurso, mas também
qualquer do povo, com a finalidade de se aferir, em concreto, a imparcialidade do juiz do
julgamento, a legalidade e a justiça das decisões.
c) - A exigência de publicidade e fundamentação dos julgamentos constitui garantias
do indivíduo no tocante ao exercício da jurisdição em termos absolutos, não podendo,
pois, ser limitada a presença, em determinados atos, apenas às próprias partes e a seus
advogados, ou somente a eles.
d) - O princípio da lealdade processual, se desatendido por qualquer das partes, em
nada afetará a fundamentação do ato judicial, porque é assegurada aos procuradores
plena e incondicionada liberdade de conduta no processo.

Questão 8. (OAB/SP/115º) Em demanda proposta pelo procedimento sumário, o MM. Juiz


de direito designou audiência preliminar, na qual foi rejeitada a proposta de reconciliação,
fixados os pontos controvertidos e deferida a produção de prova oral em audiência de
instrução e julgamento, na qual o juiz Cícero colheu o depoimento pessoal do autor e do
réu, ouviu testemunhas arroladas pelas partes, e encerrou a instrução e julgamento. Foi
fixado prazo para memoriais e, posteriormente, o juiz Cícero proferiu a sentença. Desses
fatos, extrai-se o cumprimento dos seguintes regramentos de direito processual:

a) - Devido processo legal, inquisitivo e oralidade.


b) - Oralidade, eventualidade e imediação.
c) - Eventualidade, identidade física do juiz e oralidade.
d) - Devido processo legal, imediação e identidade física do juiz.

Questão 9. (Ministério Público/SP — 2010) As normas processuais são de Direito Público


pelo fato de regerem relação com o Estado. Por isso:
a) - Elas são todas cogentes.
b) - Elas são todas dispositivas.
c) - Elas podem ser tanto cogentes como dispositivas.
d) - São supletivas e integrativas.
e) - Nenhuma das anteriores.

Questão 10. Sobre o tema “competência interna”, assinale a alternativa incorreta.


a) - Competência material é absoluta; competência territorial é relativa.
b) - Pelo princípio da perpetuatio jurisditionis, uma vez proposta a ação e definida a
competência, são irrelevantes as modificações do estado de fato ou de direito ocorridas
posteriormente, salvo quando suprimirem o órgão judiciário ou alterarem a competência
em razão da matéria ou da hierarquia.
c) - A incompetência relativa não deve ser arguida como preliminar de contestação,
somente a incompetência absoluta.
d) - A ação fundada em direito pessoal deve ser proposta, em regra, no foro do
domicílio do réu.
e) - A nulidade da cláusula de eleição de foro, em contrato de adesão pode ser
declarada de ofício pelo juiz, que declinará de competência para o foro de domicílio do réu.

Questão 11. Com relação à declaração de incompetência, é correto afirmar:

a) - Argui-se, por meio de peça apartada, a incompetência absoluta.


b) - A incompetência, absoluta ou relativa, pode ser declarada de ofício pelo
magistrado e arguida em qualquer tempo e grau de jurisdição.
c) - Prorroga-se a competência, em qualquer caso, se o réu não opuser exceção
declinatória do foro ou arguir preliminar de contestação.
d) - Declarada a incompetência absoluta, somente os atos decisórios serão nulos,
remetendo-se os autos ao juiz competente.

Questão 12. Considere as seguintes assertivas:

I. O conflito de competência pode ser suscitado por qualquer das partes, pelo Ministério
Público ou pelo juiz.
II. No julgamento do conflito de competência, é possível a invalidação dos atos decisórios
do juiz considerado incompetente.
III. No julgamento do conflito de competência, o tribunal pode, uma vez constatada a
ilegitimidade de uma das partes, extinguir o processo sem julgamento do mérito.
Assinale a alternativa correta:
a) - Somente I é verdadeira.
b) - Somente I e II são verdadeiras.
c) - Somente I e III são verdadeiras.
d) - Somente II e III são verdadeiras.
e) - Todas as assertivas são verdadeiras.

Questão 13. O exame dos pressupostos processuais e das condições da ação:

a) - Deve ser feito pelo juiz no momento em que despachar a inicial, sob pena de
preclusão.
b) - Deve ser feito pelo juiz no momento do despacho saneador, sob pena de
preclusão.
c) - Deve ser feito pelo juiz até a sentença final de primeiro grau, sob pena de
preclusão.
d) - Pode ser feito em qualquer tempo do processo pelo juiz de primeiro grau,
enquanto não proferida a sentença de mérito, mas não em segundo grau, pois a questão
foge da atividade jurisdicional do tribunal.
e) - Pode ser feito em qualquer tempo e grau de jurisdição, pois a questão é de ordem
pública, não estando sujeita à preclusão.

Questão 14. São deveres das partes e seus procuradores no processo, exceto:

a) - Não produzir provas desnecessárias à defesa de seus direitos.


b) - Expor os fatos em juízo conforme a verdade.
c) - Cumprir com exatidão os provimentos mandamentais.
d) - Apresentar defesa ainda que destituída de fundamento.

Questão 15. A respeito do litisconsórcio é correto afirmar:

a) - Ao juiz é permitido, em se tratando de litisconsórcio facultativo ativo, limitar o


número de autores se houver prejuízo ao efetivo exercício do direito de defesa do réu.
b) - No caso de litisconsórcio passivo necessário, a renúncia, por um dos réus, ao
direito de produzir prova alcança também aos demais corréus que estarão, assim,
impedidos de apresentar outras provas.
c) - Havendo litisconsórcio passivo, contar-se-á em dobro o prazo para contestar,
ainda que os réus possuam o mesmo procurador.
d) - No caso de litisconsórcio facultativo ativo, a decisão, obrigatoriamente, será
idêntica para todos os autores.

Questão 16. O Ministério Público:

a) - Não tem legitimidade para recorrer no processo em que oficiou como fiscal da lei,
ainda que a parte não tenha recorrido.
b) - Tem legitimidade para recorrer no processo em que oficiou como fiscal da lei,
independentemente de haver ou não recurso das partes.
c) - Tem legitimidade para recorrer no processo em que oficiou como fiscal da lei,
desde que não tenha havido recurso voluntário das partes, ou recurso de ofício, ou de
terceiro interessado.
d) - Como fiscal da lei não tem legitimidade para recorrer, mas deverá emitir parecer
quanto aos recursos apresentados pelos litigantes.
e) - Nenhuma das alternativas é correta.

Questão 17. Quando a citação for por edital, o prazo para o réu contestar a ação no rito
ordinário começa a correr:

a) - Finda a publicação no órgão oficial.


b) - Finda a primeira publicação, ainda que em jornal local.
c) - Após a afixação na sede do juízo.
d) - Finda a dilação assinada pelo juiz.
e) - Após a juntada aos autos do edital.

Questão 18. Em tema de agravo de instrumento, é correto afirmar:

a) - Que o relator pode conceder liminar, com eficácia até o julgamento do recurso.
b) - Que o relator pode atribuir efeito suspensivo ao recurso.
c) - Que o agravado deve ser intimado para resposta perante o juízo a quo.
d) - Que agravo deve ser interposto perante o juízo recorrido.

Questão 19. Considere as seguintes assertivas sobre recursos:

I - Cabem embargos de declaração, quando houver, na sentença ou acórdão, obscuridade,


contradição, omissão ou dúvida.
II - No agravo retido, que independe de preparo e em cuja interposição o agravante
requererá que o tribunal dele conheça, preliminarmente, por ocasião do julgamento da
apelação, não cabe ao juiz reformar a decisão.
III - O recurso adesivo, ao qual se aplicam as mesmas regras do recurso independente,
quanto às condições de admissibilidade, preparo e julgamento no tribunal, deverá ser
conhecido, mesmo se houver desistência do principal ou se este for declarado
inadmissível ou deserto.
IV - No ato de interposição do recurso, o recorrente, sob pena de deserção, comprovará o
recolhimento do preparo, cuja insuficiência não admitirá suprimento ou complementação.

Indique as incorretas.
a) - I e II somente.
b) - II e IV somente.
c) - I, III e IV somente.
d) - I, II, III, IV.

Questão 20. Contra a decisão que indefere a petição inicial cabe o recurso de:

a) - Embargos infringentes.
b) - Agravo, por instrumento.
c) - Apelação.
d) - Agravo, na modalidade retida.

QUESTAO 16

uestão 1. Fonte do direito processual penal equivale à origem das normas, preceitos e
princípios jurídicos que o norteiam. São modos de expressão do Direito. Constitui fonte
direta do direito processual penal:

a) - Costumes;
b) - Jurisprudência;
c) - Doutrina;
d) - A lei processual penal;
e) - Princípios gerais de direito.

Questão 2. Sistema processual penal é o conjunto de princípios e regras constitucionais,


que estabelecem diretrizes a serem seguidas à aplicação do direito penal a cada caso
concreto. Indique a espécie de sistema adotado pelo processo penal brasileiro:

a) - Inquisitivo;
b) - Reformador;
c) - Acusatório;
d) - Formal;
e) - Defensivo.

Questão 3. Os princípios constitucionais devem ser interpretados de modo a preservar o


espírito da Lei Fundamental, resguardando a finalidade do próprio Direito vigente no
Estado Democrático de Direito, implantado com a Constituição Cidadã. Nesse sentido,
não constitui princípio constitucional aplicável ao processo penal:

a) - Devido processo legal;


b) - Contraditório;
c) - Favor societati;
d) - Paridade de armas;
e) - Inadmissibilidade das provas obtidas ilicitamente.

Questão 4. O inquérito policial é o instrumento que, rotineiramente, constitui a primeira


fase da persecução penal. A seu respeito, é inteiramente correto afirmar:

a) - O inquérito policial serve para dar início à ação penal, bem como, com
exclusividade, à prolação de um decreto condenatório.
b) - As nulidades do inquérito policial se projetam na ação penal.
c) - A autoridade policial pode arquivar autos de inquérito policial.
d) - Segundo o CPP, o inquérito policial deve ser concluído em 10 dias, estando preso
o investigado.
e) - O inquérito policial não poderá ser sigiloso, sob pena de ofensa ao princípio da
publicidade.

Questão 5. Possuindo caráter meramente informativo, o inquérito policial tem por


finalidade servir como meio para que o titular da ação penal possa formar sua opinio
delicti. Nos casos de ação penal privada, poderá ser instaurado por meio de:

a) - Requisição da autoridade judiciária, ainda que não tenha havido manifestação do


ofendido.
b) - Requisição do Ministério Público, mesmo quando a vítima manifestou não ter
interesse na persecução criminal.
c) - Portaria da autoridade policial.
d) - Pelo auto de prisão em flagrante, ainda que a vítima ou seu representante legal
não se manifestem no prazo de 24 horas.
e) - Simples requerimento da vítima ou de quem legalmente a represente.
Questão 6. Em relação à busca domiciliar, é correto afirmar:

a) - Não poderá ser realizada durante a noite, ainda que haja flagrante delito.
b) - Exige sempre a prévia expedição de mandado judicial.
c) - Durante o dia, sempre será necessária a expedição de mandado.
d) - Não se admite a expedição de mandado de busca e apreensão de caráter
genérico e coletivo.
e) - Mesmo que a residência esteja servindo de depósito de substância entorpecente,
necessária será a expedição de mandado judicial.

Questão 7. A existência de mais de uma ação ajuizada a respeito de igual objeto, baseada
no mesmo fato criminoso caracteriza:

a) - Coisa julgada;
b) - Litispendência;
c) - Continência;
d) - Conexão;
e) - Suspeição.

Questão 8. De acordo com o princípio da identidade física do juiz:

a) - A ação penal somente poderá ser proposta pelo Ministério Público.


b) - A manifestação da vítima é imprescindível para a instauração do inquérito policial.
c) - Se houver mais de um indiciado, o Ministério Público poderá propor a ação
somente contra um ou alguns deles.
d) - O juiz que presidir a instrução deverá proferir a sentença.
e) - A ação penal poderá ser ajuizada contra o autor, o coautor ou o partícipe da
infração penal, bem como contra o seu representante legal.

Questão 9. Em face da omissão do Ministério Público, que não ofereceu denúncia no


prazo legal, o ofendido ou seu representante legal poderá apresentar queixa. Nesse caso,
trata-se de ação penal:

a) - Pública incondicionada;
b) - Exclusivamente privada;
c) - Personalíssima;
d) - Privada subsidiária da pública;
e) - Pública condicionada.

Questão 10. Acerca da prisão que antecede à condenação definitiva, em face das
alterações promovidas pela Lei n. 12.403/2011, é correto afirmar:

a) - Somente subsiste a prisão em flagrante.


b) - A prisão temporária foi revogada.
c) - A prisão preventiva poderá ser decretada ainda que se trate de contravenção
penal.
d) - A fiança não poderá ser mais concedida pela autoridade policial.
e) - A prisão em flagrante será convertida em prisão preventiva quando presentes os
seus requisitos legais e a aplicação de medidas alternativas não forem suficientes e
adequadas.

Questão 11.Tendo conhecimento de que determinado crime seria praticado, a autoridade


policial efetuou uma campana no local, efetuando a prisão dos agentes assim que
iniciaram a execução do crime. Neste caso, tem-se que espécie de flagrante:

a) - Impróprio;
b) - Prorrogado;
c) - Diferido;
d) - Esperado;
e) - Provocado.

Questão 12. O Ministério Público ofereceu denúncia contra Mévio, imputando-lhe a prática
do delito de homicídio simples. O acusado se encontra no estrangeiro, em lugar certo.
Neste caso, deverá ser citado:

a) - Por carta rogatória, não havendo suspensão da prescrição.


b) - Por edital, com suspensão da prescrição pelo prazo de 30 dias.
c) - Por hora certa.
d) - Por carta rogatória, com suspensão da prescrição até o cumprimento da medida.
e) - Por carta rogatória, com a suspensão da prescrição pelo prazo de 90 dias.

Questão13. Acerca dos atos de comunicação no processo penal, analise as afirmativas


abaixo e responda:
I – O réu será citado por hora certa sempre que não possuir endereço conhecido.
II – Citado por edital, não apresentando resposta no prazo legal, o processo seguirá a sua
revelia.
III – Não há citação por hora certa no processo penal.
IV – O defensor dativo deverá ser intimado pessoalmente.
V – Nos casos de citação por edital, o prazo para apresentação da defesa começa a fluir a
partir do comparecimento pessoal do acusado ou do defensor constituído.

Estão corretas:

a) - IV e V
b) - II, III, IV
c) - III, IV e V
d) - I, II, IV e V
e) - III e V

Questão 14. Constituem pronunciamento do juiz, que podem ou não acarretar a extinção
do processo. Delas cabe recurso em sentido estrito, desde que haja previsão legal. Trata-
se de:

a) - Sentenças definitivas;
b) - Decisões interlocutórias simples;
c) - Decisões interlocutórias mistas;
d) - Despachos de mero expediente;
e) - Sentenças impróprias.

Questão 15. Procedimento e processo são termos que, apesar de intimamente ligados,
não se referem ao mesmo fenômeno. Enquanto processo nada mais é do que o meio pelo
qual a atividade jurisdicional se viabiliza, o procedimento constitui o modo pelo qual se
desenvolve o processo. Procedimento o é meio pelo qual se exterioriza o processo.
Quanto à classificação do procedimento, assinale a alternativa correta:

a) - Será comum ou especial, dependendo da pena aplicada ao delito.


b) - O procedimento comum poderá ser ordinário, sumário ou sumaríssimo.
c) - O procedimento sumaríssimo é modalidade de procedimento especial.
d) - Nas infrações penais de menor potencial ofensivo, o procedimento deverá ser
sumário.
e) - O procedimento relativo aos crimes da competência do Tribunal do Júri é
ordinário.
Questão 16. De acordo com a Lei n. 11.719/2008, que alterou disposições do Código de
Processo Penal a respeito dos procedimentos, no procedimento ordinário, depois da
apresentação da resposta escrita, o juiz poderá absolver sumariamente o réu quando
verificar:

a) - A possibilidade da presença de causa de exclusão da culpabilidade.


b) - Nulidade do inquérito policial.
c) - Ausência de rol de testemunhas na denúncia apresentada.
d) - A existência manifesta de causa excludente da culpabilidade, salvo a
inimputabilidade.
e) - Quando houver dúvida a respeito do fato narrado constituir crime.

Questão 17. O habeas corpus constitui meio autônomo de impugnação, ainda que esteja
previsto no CPP no título relativo aos recursos em geral. Assim, embora às vezes funcione
como verdadeiro recurso, não se limita a essa categoria, o que restringiria sua
aplicabilidade e debilitaria sua utilidade como mecanismo de proteção de liberdade. O CPP
não prevê como hipótese de coação ilegal, sujeita ao habeas corpus:

a) - Nulidade manifesta do processo.


b) - Ausência de justa causa.
c) - Falta de competência daquele que ordenou a coação.
d) - Os casos de extinção da punibilidade.
e) - A declaração de suspeição do juiz.

Questão 18. Ao Juizado Especial Criminal compete a conciliação, julgamento e execução


das infrações penais de menor potencial ofensivo. Conforme a Lei n. 9.099/95, deve ser
observada uma fase preliminar, destinada à aplicação de medidas despenalizadoras.
Sobre elas, é correto afirmar:

a) - A composição civil dos danos, ainda que a ação penal seja privada, não
acarretará a extinção da punibilidade.
b) - Em sendo a ação penal pública incondicionada, a conciliação, uma vez
homologada, implicará o encerramento da audiência.
c) - Não se admite proposta de transação se ficar comprovado ter sido o agente
beneficiado anteriormente, no prazo de 5 (cinco) anos, pela aplicação do instituto da
transação penal.
d) - A transação penal implica reincidência.
e) - O Ministério Público poderá propor a transação, ainda que o caso seja de
arquivamento do termo circunstanciado.
Questão 19. O procedimento especial abrange vários procedimentos específicos.
Daqueles abaixo indicados, apenas não seguem o procedimento especial:

a) - Crimes de responsabilidade dos funcionários públicos.


b) - Crimes contra a honra.
c) - Crimes de competência do Tribunal do Júri.
d) - Crimes previstos na Lei de Drogas (Lei n. 11.343/2006).
e) - Crimes contra o patrimônio.

Questão 20. O procedimento ordinário será aplicado aos crimes com pena privativa de
liberdade cominada, no grau máximo, igual ou superior a quatro anos. A respeito dos atos
processuais correspondentes, assinale a alternativa correta:

a) - A audiência deverá ser realizada no prazo máximo de 90 (noventa) dias.


b) - O interrogatório do acusado será o primeiro ato a ser realizado durante a
audiência.
c) - 6 (seis) é o número de testemunhas que poderão ser arroladas por cada uma das
partes.
d) - Quando se tratar de questão complexa, ou quando houver muitos acusados, a lei
processual autoriza o juiz a conceder às partes prazo para apresentação de memoriais.
e) - Não há previsão legal para apresentação de alegações finais orais.

QUESTAO 18

legislação ambiental vigente relacione a primeira coluna com a segunda:

(1) - Meio O conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem


Ambiente física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em
todas as suas formas.
(2) - Poluição A alteração adversa das características do meio ambiente;

(3) - Recursos A atmosfera, as águas interiores, superficiais, e subterrâneas,


Ambientais os estuários, o mar territorial, o solo, o subsolo, os elementos da
biosfera, a fauna e a flora;

A degradação da qualidade ambiental resultante de atividades


que direta ou indiretamente: prejudiquem a saúde, a segurança e o
(4) - Educação bem-estar da população; criem condições adversas às atividades
Ambiental sociais e econômicas; afetem desfavoravelmente a biota; afetam as
condições estéticas ou sanitárias do meio ambiente; lancem matérias
ou energia em desacordo com os padrões ambientais estabelecidos;
(5) - Os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade
Degradação da constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e
Qualidade competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem
Ambiental de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua
sustentabilidade.

2 - A Carta Constitucional Brasileira de 1988 estabeleceu que nosso país é uma República
Federativa, formada pela união indissolúvel dos estados e municípios, também
estabeleceu as competências de cada ente federado. A qual(is) ente(s) federado(s) da
República Federativa do Brasil cabe a proteção do meio ambiente e o combate da
poluição? Assinale a alternativa CORRETA.

a) - União, Estados, Distrito Federal e Municípios.


b) - Privativamente à União.
c) - Exclusivamente à União, Estados e Distrito Federal.
d) - Apenas ao município.
e) - Exclusivamente ao Estado, que possui órgão de proteção ao meio ambiente.

3 - Considerando os dispositivos legais previstos na Lei dos Crimes Ambientais, Lei


9.605/98, analise as afirmações abaixo e coloque (V) para as proposições VERDADEIRAS
e (F) para as FALSAS:

a) - ( ) O porte de motosserra sem a devida licença do órgão competente constitui crime


contra o meio ambiente.
b) - ( ) Somente será considerado crime de maus tratos à animais quando a ação
delitiva for perpetrada em desfavor de espécies silvestres.
c) - ( ) A pessoa jurídica não pode ser penalizada criminalmente por crime ambiental.
d) - ( ) Transportar madeira nativa sem licença válida para todo o tempo da viagem ou
do armazenamento, outorgada pela autoridade competente, é considerado crime
ambiental.
e) - ( ) Verificada a infração ambiental, os animais apreendidos serão libertados em seu
habitat ou entregues a jardins zoológicos, fundações ou entidades assemelhadas, desde
que fiquem sob a responsabilidade de técnicos habilitados.

4 - A lei 9.985, de 18 de julho de 2000, que instituiu o Sistema Nacional de Unidades de


Conservação – SNUC, estabeleceu dois grupos de Unidades de conservação com
características distintas, as Unidades de Conservação de Proteção Integral e as de Uso
Sustentável. As Unidades de Proteção Integral têm o objetivo básico de preservar a
natureza, sendo admitido apenas o uso indireto dos seus recursos naturais, com exceção
dos casos previstos na Lei. Enquanto que as Unidades de Conservação de Uso
Sustentável têm o objetivo básico de compatibilizar a conservação da natureza com o uso
sustentável de parcela dos seus recursos naturais. Assinale a alternativa que corresponde
a exemplos de Unidades de Conservação de Proteção Integral:

a) - Reserva Extrativista, Área de Preservação Ambiental.


b) - Parque Nacional e Reserva Extrativista.
c) - Área de Relevante Interesse Ecológico e Reserva Biológica.
d) - Monumento Natural e Estação Ecológica.
e) - Nenhuma das alternativas.

5 - Sobre a tutela jurídica brasileira da Fauna, marque a alternativa que define


corretamente o que é um animal silvestre:

a) - Animal doméstico, que solto na natureza em criação extensiva seu


comportamento é de animal bravo. Ex: porco monteiro, gado baguá - ou bagual - ou
marruá.
b) - Aqueles cuja distribuição geográfica não inclui o território brasileiro. Ex: leão,
raposa, zebra, elefante, tucunaré, curvina, tilápia.
c) - Todos os animais pertencentes às espécies nativas, migratórias e quaisquer
outras, aquáticas ou terrestres, que tenham seu ciclo biológico ou parte dele ocorrendo
naturalmente dentro dos limites do Território Brasileiro e suas águas jurisdicionais.
d) - Animais que por meio de processos tradicionais e sistematizados de manejo e
melhoramento zootécnico tornaram-se domésticos, possuindo características biológicas e
comportamentais em estreita dependência do homem, podendo, inclusive, apresentar
aparência diferente da espécie silvestre que a originou. Exemplo: Avestruz, Camelo,
Porco.
e) - Nenhuma das alternativas.

6 - Sobre o Código Florestal Brasileiro, correlacione as colunas:

Área localizada no interior de uma propriedade ou posse rural,


(1) - Reserva excetuada a de preservação permanente, necessária ao uso
legal. sustentável dos recursos naturais, à conservação e reabilitação dos
processos ecológicos, à conservação da biodiversidade e ao abrigo
e proteção de fauna e flora nativas.

Área protegida, coberta ou não por vegetação nativa, com a


(2) - Área de função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a
preservação estabilidade geológica e a biodiversidade, facilitar o fluxo gênico de
permanente. fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das
populações humanas.

(3) - Interesse As atividades de segurança nacional e proteção sanitária, as


social. obras essenciais de infraestrutura destinadas aos serviços públicos
de transporte, saneamento e energia.
As atividades de manejo agroflorestal sustentável praticadas na
(4) - Utilidade pequena propriedade ou posse rural familiar, que não
pública. descaracterizem a cobertura vegetal e não prejudiquem a função
ambiental da área.

7 - A lei 9985, de 18 de julho de 2000, instituiu o Sistema Nacional de Unidades de


Conservação – SNUC, sobre os aspectos legais das Unidades de conservação pode-se
afirmar:

a) - Toda unidade de Conservação deve dispor de um plano de manejo.


b) - Unidade de Conservação é criada por uma decisão judicial.
c) - Unidade de Conservação é definida como áreas notáveis de belezas naturais,
com características naturais relevantes, instituído por decisão judicial, com objetivos de
ocupação de pessoas de baixa renda e limites definidos, administrado pelo poder público,
ao qual se aplicam garantias adequadas de proteção.
d) - Os proprietários dos imóveis onde for criada a unidade de conservação perdem o
direito de propriedade daquele imóvel.
e) - Nenhuma das alternativas.

8 - O direito ambiental brasileiro assim como os demais ramos do direito é alicerçado por
princípios jurídicos gerais. Sabendo que quando houver ameaça de danos sérios ou
irreversíveis, a ausência de absoluta certeza científica não deve ser utilizada como razão
para postergar medidas eficazes e economicamente viáveis para a degradação ambiental.
Tal premissa trata-se do (assinale a alternativa correta):

a) - Princípio do poluidor pagador.


b) - Princípio do acesso equitativo aos recursos naturais.
c) - Princípio da informação.
d) - Princípio da prevenção.
e) - Princípio da Precaução.

9 - O acalentado sonho dos operadores do direito ambiental, de compilar as condutas


lesivas ao meio ambiente, antes esparsa, em um único diploma legal, veio a concretizar-se
com a edição da Lei dos Crimes Ambientais, Lei n ° 9.605, de 12.02.1998, que buscou
abranger toda a questão, tratando das sanções penais e administrativas alusivas aos
ilícitos ecológicos. Seguindo tendência internacional de criminalizar as condutas nocivas
ao meio ambiente, a denominada Lei da Vida, que conseguiu reunir quase que na
totalidade as condutas penais ambientais, pode ser considerada o marco final do aparato
legislativo ambiental brasileiro. Sobre os tipos penais da Lei 9.605/98, é considerado crime
ambiental (assinale a alternativa correta):
a) - Destruir vegetação primária do Bioma Mata Atlântica.
b) - Guardar produtos e objetos oriundos da fauna silvestre com a devida licença da
autoridade competente.
c) - Plantar florestas consideradas de preservação permanente.
d) - Pescar sem a devida licença.
e) - Nenhuma das alternativas.

10 - Para a instalação de obra ou atividade potencialmente causadora de significativa


degradação do meio ambiente será exigido o Estudo Prévio de Impacto Ambiental. Sobre
o Estudo de Impacto Ambiental – EIA - e o Relatório de Impacto Ambiental – RIMA -,
assinale a alternativa INCORRETA:

a) - O Estudo de Impacto Ambiental - EIA - será realizado por equipe multidisciplinar


habilitada, que será responsável tecnicamente pelos resultados apresentados.
b) - O Estudo de Impacto Ambiental – EIA - deverá conter a análise dos impactos
ambientais do projeto e suas vicissitudes, além de apresentar as medidas mitigadoras.
c) - Relatório e Impacto Ambiental – RIMA - corresponde a uma síntese do Estudo de
Impacto Ambiental – EIA.
d) - O Conselho Nacional de Meio Ambiente – CONAMA - editou critérios básicos e
as diretrizes gerais para uso do Estudo de Impacto Ambiental – EIA - e o seu respectivo
Relatório e Impacto Ambiental – RIMA, através da edição da Resolução CONAMA 01, de
23 de janeiro de 1986.
e) - Não há obrigatoriedade legal de se dar publicidade ao Estudo de Impacto
Ambiental – EIA- e o seu respectivo Relatório e Impacto Ambiental – RIMA, ficando isso a
cargo da conveniência do órgão ambiental licenciador competente.

11 - De acordo com a Resolução nº 237/97, do Conselho Nacional de Meio Ambiente –


CONAMA, o Licenciamento Ambiental é o procedimento administrativo pelo qual o órgão
ambiental competente licencia a localização, instalação, ampliação e a operação de
empreendimentos e atividades utilizadoras de recursos ambientais, consideradas efetiva
ou potencialmente poluidoras ou daquelas que, sob qualquer forma, possam causar
degradação ambiental, considerando as disposições legais e regulamentares e as normas
técnicas aplicáveis ao caso. O Poder Público, no exercício de sua competência de
controle, expedirá as seguintes licenças ambientais (assinale a alternativa correta):

a) - Licença Ambiental Prévia, Licença Ambiental de Instalação e Licença Ambiental


de Operação.
b) - Licença Ambiental Simplificada, Licença Ambiental Completa e Licença Ambiental
Condicionada.
c) - Licença Ambiental Precária, Licença Ambiental Definitiva e Licença Ambiental
Substitutiva.
d) - Licença Ambiental Revisora, Licença Ambiental complementar e Licença
Ambiental Simples.
e) - Nenhuma das alternativas.

12 - A Lei Federal n° 9.605/1998 também conhecida como Lei da Vida vou Lei dos Crimes
Ambientais foi um marco na história do direito ambiental. Os crimes ambientais passaram
a ser graduados e as penas adequadas à infração, sendo que as infrações estão
claramente definidas, bem como seus atenuantes e agravantes. De acordo com essa lei, a
atividade de pesca com apetrechos não permitidos é punível (assinale a alternativa
correta):

a) - Como contravenção penal, por ser de menor potencial ofensivo.


b) - Crime de menor potencial ofensivo, portanto, é feito apenas Termo
Circunstanciado de Ocorrência – TCO.
c) - Punível com prisão em flagrante, por ter pena de 01 a 03 anos de detenção,
embora afiançável.
d) - É punível apenas na esfera administrativa, com multas em dinheiro.
e) - Nenhuma das alternativas.

13 - O Decreto 6.514, de 22 de julho de 2008, dispõe sobre as infrações e sanções


administrativas ao meio ambiente, estabelece o processo administrativo federal para
apuração dessas infrações e dá outras providências. São penalidades administrativas
derivadas da conduta lesivas ao meio ambiente (assinale a alternativa correta):

a) - Embargo de obra ou atividade, multa, apreensão dos instrumentos.


b) - Banimento do Território brasileiro, multa, prisão.
c) - Doação de material ao órgão ambiental, embargo de obra ou atividade,
recolhimento domiciliar.
d) - Prisão, advertência, demolição de obra.
e) - Nenhuma das alternativas

14 - Os animais de quaisquer espécies, em qualquer fase do seu desenvolvimento e que


vivem naturalmente fora do cativeiro, constituindo a fauna silvestre brasileira, bem como
seus ninhos, abrigos e criadouros naturais são de propriedade (assinale a alternativa
correta):

a) - Do proprietário do terreno onde está o animal.


b) - Do Estado (União, Estados-Membros, Distrito Federal e Municípios) e ao mesmo
de toda a coletividade.
c) - De quem avistou e pegou primeiro.
d) - De ninguém.
e) - Nenhuma das alternativas.

15 - Atualmente, a propriedade passou a exercer a função social e não mais individual,


incidindo inúmeras regras legais e administrativas na propriedade urbana e rural com o
objetivo de disciplinar o convívio harmonioso do direito privado e do direito ao meio
ambiente sadio (que é de uso comum do povo). O Novo Código Civil conceitua
propriedade no caput do art. 1.228, limitando-o, no § 1º, para adequá-lo aos interesses
acima mencionados. Estabelece que "direito de propriedade deve ser exercido em
consonância com as suas finalidades econômicas e sociais e de modo que sejam
preservados, de conformidade com o estabelecido em lei especial, a flora, a fauna, as
belezas naturais, o equilíbrio ecológico e o patrimônio histórico e artístico, bem como
evitada a poluição do ar e das águas. Assim sendo, toda propriedade urbana ou rural deve
cumprir sua função social e ambiental. Quando a propriedade urbana cumpre sua função
social (assinale a alternativa correta)?

a) - Quando atende às exigências fundamentais de ordenação da cidade expressas


no plano diretor.
b) - Quando o proprietário adquire seu imóvel urbano para moradia.
c) - Quando o imóvel fica desocupado.
d) - Quando se estabelece a reserva legal da propriedade urbana.
e) - Nenhuma das alternativas.

16 - Para o doutrinador José Afonso da Silva, “competência são as modalidades de poder


de que se revestem os órgãos ou entidades paraestatais para o desempenho de suas
funções, ou a atribuição facultada a um órgão, entidade ou agente do Poder Público para
tomar decisões.” (SILVA, José Afonso da. Direito Ambiental Constitucional. 4. ed. São
Paulo: Malheiros, 2003, p. 71).
A repartição de competências entre o poder federal, os poderes estaduais e, no caso
brasileiro, os poderes municipais, de acordo com os limites preestabelecidos na
Constituição, é a característica essencial do Estado federal. Sobre a competência em
matéria ambiental é CORRETO afirmar:

a) - A competência material, também conhecida como competência administrativa,


está prevista no artigo 23 da Constituição Federal. O legislador constituinte estabeleceu
competência (atribuições) comum a todos os entes da Federação (União, Estados, Distrito
Federal e Municípios).
b) - Deve a União, Estados e Municípios, de forma comum, implementar medidas
administrativas para preservação do meio ambiente, exercendo o poder de polícia por
meio da fiscalização, do licenciamento ambiental de atividades impactantes etc.
c) - A Constituição Federal de 1988 atribui competência legislativa concorrente,
também conhecida como competência formal, à União, aos Estados e ao Distrito Federal,
ou seja, para legislar sobre assuntos do meio ambiente, conforme previsto no artigo 24,
incisos V, VI e VII.
d) - A Competência Legislativa dos Municípios está reservada no art. 30, incisos I e II,
de forma a suplementar a legislação federal e estadual, diante de matéria ambiental de
interesses local. Um exemplo de competência legislativa suplementar dos Municípios é a
Lei do Plano Diretor.
e) - Todas as alternativas estão corretas.

17 - Ao falarmos das características do meio ambiente enquanto bem jurídico, inicialmente,


é importante ressaltar que bens são coisas materiais ou objetos imateriais que possuem
um determinado valor, razão pela qual são disputados e estão expostos a algum perigo.
Entre eles o direito seleciona aqueles que são dignos de proteção e assim surgem os bens
jurídicos. Temos a classificação de bens públicos, bens particulares e os bens de natureza
difusa (uso comum do povo). Sobre o bem jurídico ambiental, coloque (V) para as
proposições VERDADEIRAS e (F) para as FALSAS:

a) - ( ) O meio ambiente é considerado um bem de natureza difusa, transindividual.


b) - ( ) O meio ambiente é um bem jurídico de uso comum do povo, essencial à sadia
qualidade de vida.
c) - ( ) O meio ambiente é um bem indisponível, isto é, não pode ser agregado ao
patrimônio do particular ou do poder público.
d) - ( ) O meio ambiente é indivisível, ou seja, diz respeito ao objeto do interesse, não
pode ser fragmentado/repartido aos interessados.
e) - ( ) O bem ambiental é infungível, pois consiste na impossibilidade de troca, de
substituição.
f) - ( ) O bem ambiental é merecedor de tratamento preventivo, por se tratar de bem de
difícil reparação, se degradado difícil de recolocá-lo.

18 - No contexto geral, a responsabilidade exprime a obrigação de responder por alguma


coisa, revelando o dever jurídico em que se coloca a pessoa, seja em virtude de contrato,
seja em face de fato ou omissão que lhe sejam imputáveis, para satisfazer a prestação
convencionada ou para suportar as sanções legalmente previstas. Em se tratando de
responsabilidade jurídica ambiental, as condutas lesivas ao meio ambiente sujeitarão o
infrator a quais penalidades? Assinale a alternativa CORRETA:

a) - Apenas as sanções administrativas.


b) - Obrigação de reparar o dano, além das sanções penais e administrativas.
c) - Não sujeitará à penalidade nenhuma, quando a reparação do dano for integral.
d) - Deve apenas recuperar o dano causado.
e) - Nenhuma das alternativas.

19 - O licenciamento ambiental é um instrumento da Política Nacional de Meio Ambiente,


sua função precípua é garantir que o desenvolvimento econômico caminhe junto com a
proteção ambiental, possibilitando que haja desenvolvimento sustentável por meio de um
policiamento e controle de atividades econômicas com potencial para causarem danos de
difícil reparação ou mesmo irreversíveis ao meio ambiente. Sobre a Resolução nº 237/97,
do Conselho Nacional de Meio Ambiente – CONAMA, que disciplina o licenciamento de
atividades potencialmente poluidoras é CORRETO afirmar:
a) - O impacto ambiental de uma atividade poluidora geralmente é grande causador
de vantagens ao meio ambiente.
b) - Licenciamento Ambiental é o procedimento administrativo pelo qual o órgão
ambiental competente licencia a localização, instalação, ampliação e a operação de
empreendimentos e atividades utilizadoras de recursos ambientais, consideradas efetiva
ou potencialmente poluidoras ou daquelas que, sob qualquer forma, possam causar
degradação ambiental, considerando as disposições legais e regulamentares e as normas
técnicas aplicáveis ao caso.
c) - Existem 3 tipos de licenças ambientais: a prévia, a inicial e a de operação, sendo
obrigatório a obtenção dos 3 tipos para o licenciamento de qualquer obra ou atividade
potencialmente poluidora.
d) - O licenciamento pode ser realizado nas esferas federal, estadual e municipal,
cabendo ao municipal o licenciamento de obras de interesse regional.
e) - Nenhuma das alternativas.

20 - Segundo a legislação vigente, agrotóxicos são produtos e agentes de processos


físicos, químicos ou biológicos, utilizados nos setores de produção, armazenamento e
beneficiamento de produtos agrícolas, pastagens, proteção de florestas, nativas ou
plantadas, e de outros ecossistemas e de ambientes urbanos, hídricos e industriais. Os
agrotóxicos são considerados extremamente relevantes no modelo de desenvolvimento da
agricultura no País. O Brasil é o maior consumidor de produtos agrotóxicos no mundo. Em
decorrência da significativa importância, tanto em relação à sua toxicidade quando à
escala de uso no Brasil, os agrotóxicos possuem uma ampla cobertura legal no Brasil, com
um grande número de normas legais. O referencial legal mais importante é a Lei nº
7802/89, que rege o processo de registro de um produto agrotóxico, regulamentada pelo
Decreto nº 4074/02. Sobre os aspectos legais de controle dos agrotóxicos, seus
componentes e afins, podemos afirmar que:

a) - A venda de agrotóxicos, seus componentes e afins, aos usuários, será feita por
meio de nota fiscal a qualquer pessoa.

b) - Os agrotóxicos, seus componentes e afins, poderão ser produzidos, exportados,


importados, comercializados e utilizados, livremente no território brasileiro.

c) - As embalagens vazias de agrotóxicos, seus componentes e afins, poderão ser


reutilizadas.

d) - O transporte de agrotóxicos, seus componentes e afins deverão se submeter às


regras e procedimentos estabelecidos para o transporte de produtos perigosos, constantes
da legislação específica em vigor.

e) - Nenhuma das alternativas.