Você está na página 1de 2

MPB

BANDAS DE COMPENSAÇÃO ECOLÓGICA

As flores, com a sua beleza singular, inspiradora e incentivadora de


poetas, são alvo de estudiosos, pelas suas características interessantes e de
grande complexidade.
Sendo uma fase intermédia do ciclo da planta, as flores expressam
uma gama de cores e emanam uma panóplia de aromas, contribuindo para a
polinização de uma diversidade de espécies, em colaboração com os
insectos e as brisas de cada região.
A conjugação harmoniosa das cores e aromas de determinadas
espécies, envolvendo-as em ondas de fragrância, levam à atracção benéfica
de insectos, designados de auxiliares, que contribuem grandemente para a
sanidade das culturas implantadas nas proximidades
Os tons de vermelho e preto, emitem espectros de luz por vezes
negativos, anulando os reflexos das tonalidades suaves, pelo que devem
figurar em menor número na banda, não devendo faltar o amarelo e o
branco que contribuem para uma maior luminosidade.
A dimensão das cores e emanação dos aromas influem na percepção
de cada espécie e por conseguinte, na atracção de diferentes insectos,
cativados pelas tonalidades e pelas fragrâncias exaladas.
As mutações das cores e dos aromas ao longo do ciclo solar, lunar e
das estações do ano, podem ser alteradas pela poluição ambiental da região.
No homem, existe uma simbiose entre os cinco sentidos básicos:
visão, tacto, audição, olfacto e paladar e a conjugação harmoniosa das
cores, aromas e sabores.
Nos insectos, a situação parece um pouco similar e da qual se pode
tirar partido, tanto mais eficaz, quanto mais nos debruçarmos no estudo e
observação destes fenómenos da natureza, de forma a que de futuro se
venha a interferir neles, mais activamente.
Como o próprio nome indica, as bandas de compensação ecológica,
têm a função de compensar as culturas, das agressões constantes feitas à
natureza, que se encontrava em perfeito equilíbrio e que de uma forma
natural e espontânea proporcionava aos diferentes insectos uma diversidade
de espécies floridas.
Tirando partido das uma grande variedade de espécies floridas,
espontâneas e cultivadas, com diferentes cores, aromas e sabores
predominantes em cada estação do ano, pode-se conseguir uma maior
diversidade de espécies de insectos atraídas, (fig. 3) aumentando o leque de
possibilidades de defesa das culturas, nas suas proximidade.
MPB CONSOCIAÇÃO (cont.)

Esta prática, resulta mais reforçada, se em bordadura do campo


cultivado existirem espontâneas floridas ou se forem praticadas adubações
verdes (siderações), que exibam floração atractiva
Existem no mercado misturas já preparadas para o efeito, no entanto
poderão incluir as seguintes:
- Facelia campanulária

- Amaranthus caudatus

- Papaver rhoeas l.,P.dubium L.,P.hybridum L.

- Centaurea cyanus

- Borragem

- Etc.