Você está na página 1de 20

Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar.

@focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA QUÍMICA


Química? O quê? Por quê? Para quê?

A Química é uma ciência que está diretamente ligada à nossa vida cotidiana. A produção do pão, a digestão
dos alimentos, os medicamentos, os combustíveis, as tintas, o cimento, a borracha de seu tênis, os tecidos de seu
vestuário, a atmosfera de Marte, a natureza animada e inanimada e até a vida e a morte são processos que
estão ligados direta ou indiretamente ao grande universo químico.
CONCEITO

Ciência Experimental que estuda a matéria e suas transformações, estrutura e composição, incluindo a energia envolvida.

Mas, o que é MATÉRIA?

É tudo aquilo que tem massa e ocupa um lugar no espaço.

A matéria pode ter dimensões limitadas, neste caso será um CORPO.


Se o corpo possui finalidade específica, teremos então um OBJETO.

Exemplos:
 A madeira, o vidro e o ferro são matérias.
 Um pedaço de madeira, um caco de vidro, uma barra de ferro são corpos.
 Uma cadeira de madeira, um copo de vidro, um balanço de ferro são objetos.
 Partículas: São as formadoras das substâncias, podendo ser chamadas de íons, átomos e moléculas (conjuntos de átomos).

Duas propriedades definem a matéria: Massa - quantidade de matéria de que é constituído um corpo. E volume – é a
medida do espaço ocupado por um corpo. A matéria pode ser encontrada em qualquer estado físico.

Obs. A matéria não pode ser criada, nem destruída, apenas transformada.

Energia não é matéria, mas é a energia que faz com que a matéria seja sólida (como pedra), líquida (como a água da
torneira) e em vapor, como a água invisível que sai do nariz durante a respiração.

Estados Físicos da Matéria

PROPRIEDADES GERAIS DA MATÉRIA

São propriedades que todos os sistemas materiais – corpos – apresentam, ou seja, comuns a toda e qualquer espécie de
matéria. Essas propriedades são: massa, extensão, impenetrabilidade, compressibilidade, elasticidade, divisibilidade e
inércia.
Propriedades funcionais
Alguns grupos de compostos apresentam características de comportamento semelhantes (ácidos, bases, sais etc.).
Propriedades específicas
São características que podem identificar uma substância individualmente.

• Propriedades físicas – temperatura de fusão e de ebulição e densidade


• Propriedades organolépticas – sabor, aroma, textura
• Propriedades químicas – mecanismos de reações químicas

Elemento químico é o conjunto dos átomos com o mesmo número atômico, ou seja, com a mesma quantidade de prótons em
seu núcleo. A representação de um elemento químico se faz através de um símbolo.
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

Substância: em Química, é qualquer espécie de matéria formada por átomos de


elementos específicos em proporções específicas. Cada substância possui um conjunto
definido de propriedades e uma composição química.
Toda matéria é constituída por partículas minúsculas chamadas ÁTOMOS. Os átomos, por sua vez, reúnem-se em grupos
denominados MOLÉCULAS.

Molécula é a menor porção de uma substância que ainda conserva as propriedades dessa substância, ou seja, tem
composição fixa definida. A matéria pode ser uma SUBSTÂNCIA PURA (Simples ou Composta) ou uma MISTURA (Homogênea
ou Heterogênea), a depender do seu aspecto visível: FASE.

Substância pura simples


Todos os átomos presentes na estrutura são iguais (não há decomposição em outras espécies de matéria). Exemplo: gás hidrogênio
(H2)

Alotropia
Propriedade na qual um mesmo elemento químico pode formar substâncias puras simples diferentes. O carbono constitui o exemplo
mais importante.

n = número muito grande e indeterminado


A diferença entre C (gr) e C(d) está no arranjo cristalino.

Substância pura composta


As moléculas são todas iguais, porém, na constituição dessas moléculas, entram átomos diferentes e elas podem ser decompostas.
Exemplo: água (H2O).

MISTURAS, SISTEMAS E TRANSFORMAÇÕES

Mistura: Espécie de matéria constituída por dois ou mais tipos de compostos que apresenta variação na temperatura durante a
fusão e/ou a ebulição.
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

Tipos de mistura

A. Quanto ao aspecto
A.1. Mistura homogênea (solução)
Caracteriza-se por se apresentar visualmente uniforme.
Exemplo: mistura de água e álcool.

A.2. Mistura heterogênea


Caracteriza-se por apresentar superfície de separação.
Exemplo: mistura de água e óleo.

B. Quanto às propriedades físicas

Mistura eutética Mistura azeotrópica


Tfusão é constante; Tebulição varia. Tfusão varia; Tebulição é constante.

Observação:

Componente: é cada substância que participa da mistura.


• Fase: é toda porção homogênea, contínua ou não.
• Mistura de gases: é sempre homogênea.
• Granito: 3 fases (quartzo, feldspato e mica).

Transformação física
Altera a forma da matéria sem alterar sua identidade química.
→ Sinais que caracterizam um fenômeno físico
 Mudança de estado físico
 Mudança no formato ou no tamanho
 Solubilidade (quando uma matéria se dissolve em outra)
 Condução de calor ou eletricidade

Transformação química
Altera a identidade química da substância envolvida.
→ Sinais que identificam um fenômeno químico:
 Mudança de cor
 Efervescência (desenvolvimento de bolhas em um líquido)
 Liberação de energia na forma de calor ou luz
 Formação de um sólido
 Produção de fumaça

SEPARAÇÃO DE MISTURAS

A maioria das substâncias químicas é encontrada na forma de misturas, como, por exemplo, o petróleo. Para obter as substâncias
puras a partir das misturas, a fim de que sejam utilizadas em laboratórios, indústrias etc., ou para separar as fases de uma mistura,
recorremos à utilização de um conjunto de técnicas chamado análise imediata, desdobramento de misturas ou fracionamento de
misturas. Existem várias técnicas que permitem a obtenção de substâncias puras ou separação das fases a partir das misturas. A
escolha da técnica dependerá da mistura a ser desdobrada e do tempo disponível para o processo.
Dependem do tipo de mistura:
• Heterogênea
• Homogênea
• Componentes no estado sólido, líquido ou gasoso
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

Processo de Propriedade Especificação Exemplos Usa-se


Separação
Levigação Densidade Água corrente Ouro + cascalho Corrente de
“arrasta” o água
menos denso
Flotação Densidade Menos denso Pó de serra Líquidos com
flutua no líquido Densidade
de densidade intermediária
intermediária
Decantação Densidade Mistura em Água + areia Tempo
repouso. Mais
denso deposita
Floculação Densidade Flocos mais Água + sólidos Líquidos com
densos suspensos densidades
sedimentam intermediárias
Centrifugação Densidade Rotação. Mais Sangue Centrífuga
denso é
deslocado para
extremidade
Destilação Volatilidade Mais volátil Água + sal Calor
simples evapora quando
submetido ao
calor
Destilação Volatilidade Pontos de Petróleo Calor
fracionada ebulição
diferente entre
as substâncias
Dissolução Solubilidade Adiciona se um Areia + sal Solvente
solvente para
dissolver o
soluto
Separação Magnetismo Uso de ímãs Areia + pó de ímã
magnética para separar ferro
materiais
ferrosos
Filtração Tamanho Filtros. Água + areia Filtros
Partículas
grandes são
retidas
Peneiração Tamanho Peneiras. Sólidos Peneiras
Partículas
grandes são
retidas
Catação Tamanho Separar dois Catar feijão Mão / pinça
sólidos
Sublimação Fusão Aquece uma das Iodo + areia Aquecimento
substâncias para
que um dos
componentes
sublime e
cristalize
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

Destilação por Volatilidade Utiliza o vapor Extração de Aquecimento


arraste de vapor de água para óleos essenciais
volatilizar um de flores
dos
componentes
de uma mistura
homogênea
formada por
líquidos

MODELOS ATÔMICOS

1. Princípios filosóficos – Princípio dos quatro elementos


2. J. Dalton (1808) – Modelo da bola de bilhar

3. J. J. Thomson (1897) – Modelo do “pudim de passas”

4. E. Rutherford (1911) – Modelo planetário – Elétrons girando ao redor do núcleo

5. Modelo atômico de Rutherford- Niels Böhr – Postulados

O modelo de Bohr inclui uma série de postulados (postulado é uma afirmação aceita como verdadeira, sem demonstração):
1. Os elétrons, nos átomos, movimentam-se ao redor do núcleo em trajetórias circulares, chamadas de camadas ou níveis.
2. Cada um desses níveis possui um valor determinado de energia.
3. Não é permitido a um elétron permanecer entre dois desses níveis.
4. Um elétron pode passar de um nível para outro de maior energia, desde que absorva energia externa (salto quântico). Quando
isso acontece, dizemos que o elétron foi excitado.
5. O retorno do elétron ao nível inicial se faz acompanhar da liberação de energia na forma de ondas eletromagnéticas.
O modelo atômico de Rutherford, modificado por Bohr, é também conhecido como modelo de Rutherford-Bohr.
OBS: O número máximo de elétrons por camadas é: K = 2 L = 8 M = 18 N = 32 O = 32 P=18 Q = 2.

O modelo das órbitas circulares foi alterado por Sommerfeld que propôs que as órbitas seriam elípticas, tal como no sistema
planetário e imaginou que algumas das órbitas, camadas ou níveis do átomo de Rutherford-Bohr seriam formadas por subcamadas
ou subníveis, e que um subnível seria circular e os demais teriam a forma de elipses.

LINUS PAULING - DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA

Atualmente, os cientistas preferem identificar os elétrons mais por seu


conteúdo de energia do que por sua posição na eletrosfera. Por meio de
cálculos matemáticos, chegou-se à conclusão de que os elétrons se dispõem ao
redor do núcleo atômico de acordo com sua energia.
O cientista americano Linus Pauling (1901-1994) imaginou um
diagrama (conhecido como diagrama de Pauling) onde ordenou os elétrons
segundo suas energias.
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

A distribuição eletrônica é feita de acordo com o número atômico (número de prótons) do elemento em questão.
Como fica a distribuição de Linus Pauling respeitando a ordem crescente de energia?

1s2 – 2s2 – 2p6 – 3s2 – 3p6 – 4s2 – 3d10 – 4p6 – 5s2 – 4d10 – 5p6 – 6s2 – 4f14 – 5d10 – 6p6 – 7s2 – 5f14 – 6d10 - 7p6

A distribuição dos elétrons de um elemento por Linus Pauling nos fornece algumas informações:

1. A que período pertence o elemento = nível mais alto da distribuição.


2. O número de elétrons da última camada = soma dos elétrons do último nível.
3. A localização do elétron mais periférico = é o elétron que se encontra na última camada da distribuição.
4. O elétron mais energético é o último elétron da distribuição.
5. A que tipo de família pertence o elemento:
5 a) Se a distribuição terminar em s ou p, o elemento pertence à família A.
5 b) Se a distribuição terminar em d ou f, o elemento pertence à família B.
6. O número da família a que pertence o elemento:
6 a) s = o expoente indica o número da família A.6 b) p = a soma do último s e p mais dez (10), indica o número da família A.
6 c) d = a soma do último s e d indica o número da família B.
6 d) f = são os elementos de transição interna e pertencem à família 3 do sexto e sétimo
período.

A partir do Modelo Atômico de Bohr, o modelo atômico continuou a evoluir e surgiram mais contribuições de outros cientistas, a saber:

• Arnold Sommerfeld (1927) propõe as órbitas elípticas para o modelo de Bohr. Verificou-se que um elétron, numa mesma camada,
apresentava energias diferentes. Tal fato não poderia ser possível se as órbitas fossem circulares. Então, Sommerfeld sugeriu que
as órbitas fossem elípticas, pois elipses apresentam diferentes excentricidades, ou seja, distâncias diferentes do centro, gerando
energias diferentes para uma mesma camada eletrônica.
• Louis Victor De Broglie (1925): propõe que o elétron também apresenta, tal como a luz, uma natureza dualística de onda e
partícula (comportamento duplo).
• Werner Heisenberg (1927): demonstrou, matematicamente, que é impossível determinar ao mesmo tempo, a posição, a velocidade
e a trajetória de uma partícula subatômica, sendo importante caracterizá-la pela sua energia, já que não é possível estabelecer
órbitas definidas. Este enunciado recebeu a denominação de Princípio da Incerteza ou Indeterminação de Heisenberg.

• Erwin Schrödinger (1933): valendo-se do comportamento ondulatório do elétron, estabeleceu complexas equações matemáticas
que permitiam determinar a energia e as regiões de probabilidade de encontrar os elétrons (orbitais, e não órbitas definidas).
Schrödinger recebe o Prêmio Nobel por seu trabalho sobre Mecânica Quântica Ondulatória e suas aplicações à estrutura atômica.
Abandonava-se definitivamente o modelo planetário do átomo de Rutherford-Bohr e surgia um novo modelo atômico, o modelo
mecânico-quântico do átomo.

Modelo atômico atual


PROPRIEDADES ATÔMICAS (ELEMENTO, PRÓTON, MASSA)

1. Elemento químico – Conjunto de átomos com o mesmo número atômico (Z)


2. Número atômico (Z) – Número de prótons (p)
3. Número de massa (A) – Soma do número de nêutrons e do número de prótons: A = Z + N
4. Notação geral de um átomo: ZXA
5. Cátion – Espécie que perdeu elétrons: ZAX+
6. Ânion – Espécie que ganhou elétrons: ZAX-

Propriedades interatômicas
a. Isótopos
Z=
n≠
A≠
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

b. Isótonos
Z≠
n=
A≠

c. Isóbaros
Z≠
n≠
A=

d. Isoeletrônicos – mesmo número de elétrons

CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

Elementos representativos – grupos ou famílias


"B"
Transição externa ou simples: subnível “d”
Transição interna – lantanídios e actinídios:
lantanídios (4f) actinídios (5f)

Questões
1. A Química é uma ciência que estuda as transformações e a composição de toda matéria. O termo matéria pode ser substituído
por corpo ou objeto de acordo com a situação que estivermos analisando. Se estamos estudando a composição de uma porção
limitada (um pedaço ou uma parte) da matéria, por exemplo, estamos estudando um corpo. Já se estivermos estudando a composição
de uma porção da matéria que possui uma utilização (uso) específica para o homem, estaremos estudando um objeto. Dentro dessa
perspectiva, marque a alternativa que apresenta, respectivamente, exemplos de matéria, corpo e objeto:

a) Ar, vento, ar comprimido


b) Vento, ar, ar comprimido
c) Ar comprimido, vento e ar
d) Ar comprimido, ar e vento.
e) Vento, ar comprimido e ar.

2. Sabe-se que energia é a medida da capacidade de realizar um trabalho e que ela pode ser de diversos tipos diferentes,
dependendo do trabalho que foi realizado. Assim sendo, marque a alternativa na qual o tipo de energia não corresponde ao
trabalho realizado:

a) Energia térmica: troca de calor entre o gelo e a água líquida em um copo.


b) Energia cinética: quando um corpo está em repouso.
c) Energia mecânica: capacidade de colocar um corpo em movimento.
d) Energia potencial: uma pedra sobre uma mesa.
e) Energia química: formação de uma ligação química.

3. Em relação aos três estados físicos de agregação da matéria: sólido, líquido e gasoso, é correto afirmar que:

a) O aumento da temperatura pode promover dilatação da matéria quando no estado sólido, variando seu volume. O mesmo não
ocorre quando no estado líquido, em que o aumento da temperatura não influencia o volume.
b) Todas as substâncias no estado sólido possuem forma definida e volume constante, pois suas partículas estão dispostas em arranjos
bem organizados, obedecendo a uma estrutura cristalina.
c) Quando a substância se encontra no estado líquido, suas partículas possuem maior liberdade para deslocamento, não existindo
interação entre elas.
d) O aumento da pressão não interfere na densidade das substâncias quando no estado gasoso, tendo maior influência quando no
estado sólido ou líquido.
e) Os gases, em geral, apresentam uma menor densidade em relação aos sólidos e líquidos devido à maior distância média
entre suas partículas.
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

4. O ciclo da água é fundamental para a preservação da vida no planeta. As condições climáticas da Terra permitem que a água
sofra mudanças de fase e a compreensão dessas transformações é fundamental para se entender o ciclo hidrológico. Numa dessas
mudanças, a água ou a umidade da terra absorve o calor do sol e dos arredores. Quando já foi absorvido calor suficiente, algumas
das moléculas do líquido podem ter energia necessária para começar a subir para a atmosfera. A transformação mencionada no
texto é a:

a) Fusão.
b) Liquefação.
c) Evaporação.
d) Solidificação.
e) Condensação.

5. O elemento químico fósforo pode ser encontrado na forma de duas substâncias simples: o fósforo branco, que é usado na
produção de bombas de fumaça e cuja inalação provoca necrose dos ossos, e o fósforo vermelho, que é utilizado na fabricação de
fósforo de segurança e se encontra na tarja da caixa e não no palito. Sobre o fósforo, indique a alternativa correta:

a) Essas duas formas de apresentação do fósforo são chamadas de alotrópicas.


b) Essas duas formas de apresentação do fósforo são chamadas de isotérmicas.
c) A diferença entre as duas formas de fósforo reside somente no estado físico.
d) O fósforo se apresenta na natureza em duas formas, chamadas de isobáricas.
e) Essas duas formas de apresentação do fósforo são chamadas de isotópicas.

6. São exemplos, respectivamente de alótropos e de substâncias compostas:

a) H2O; H2O2 e NaCℓ ; CaCO3


b) O2; O3 e Cℓ 2; F2
c) C (grafite) e Co ; CO
d) O2; O3 e KMnO4; Mg(OH)2
e) Hg; Ag e (NH4)+ ;(H3O)+

7. Com relação ao número de fases, os sistemas podem ser classificados como homogêneos ou heterogêneos. As alternativas
correlacionam adequadamente o sistema e sua classificação, exceto em:

a) Água de coco/heterogêneo
b) Laranjada/ heterogêneo
c) Leite/homogêneo
d) Poeira no ar/ heterogêneo
e) Água do mar filtrada/homogêneo
Observe a representação dos sistemas I, II e III e seus componentes. O número de fases em cada um é, respectivamente:

a) 3, 2 e 4.
b) 3, 3 e 4.
c) 2, 2 e 4.
d) 3, 2 e 5.
e) 3, 3 e 6.

8. Observe a figura a seguir.


Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

Tem-se o sistema representado, constituído por óleo, gelo, sal de cozinha dissolvido em água e um pedaço de grafite. Sobre esse
sistema e seus componentes, assinale a alternativa correta.

a) O sistema mostrado na figura é heterogêneo, formado por quatro fases e quatro componentes.
b) O sal de cozinha é exemplo de uma substância pura simples, pois é formado por um único tipo de molécula.
c) A grafite é uma das formas alotrópicas do carbono, assim como o diamante e o fulereno.
d) A posição do gelo na figura é incorreta, pois, sendo sólido, ele é mais denso e fica no fundo.
e) O gelo e a água correspondem a uma única fase, pois são formados pelo mesmo componente, H2O.

9. Um rapaz pediu sua namorada em casamento, presenteando-a com uma aliança de ouro 18 quilates. Para comemorar, sabendo
que o álcool é prejudicial à saúde, eles brindaram com água gaseificada com gelo, ao ar livre. Os sistemas: ouro 18 quilates, água
gaseificada com gelo e ar atmosférico, são, respectivamente:

a) Substância heterogênea, mistura heterogênea e mistura homogênea.


b) Mistura heterogênea, mistura homogênea e substância homogênea.
c) Substância homogênea, mistura heterogênea e mistura homogênea.
d) Mistura homogênea, mistura heterogênea e mistura homogênea.
e) Mistura heterogênea, substância homogênea e substância heterogênea.

10. Em um béquer de 200 mL, um estudante da primeira série do ensino médio adicionou areia, uma pitada de sal de cozinha, óleo
e água suficiente para completar a capacidade do frasco, formando uma mistura para ser utilizada na aula prática de Química. O
objetivo da aula era classificar as misturas e propor métodos de separação. Esta mistura foi classificada corretamente como:

a) Homogênea tetrafásica, formada por três componentes.


b) Heterogênea trifásica, formada por quatro componentes.
c) Homogênea trifásica, formada por três componentes.
d) Heterogênea tetrafásica, formada por quatro componentes.
e) Homogênea bifásica, formada por três componentes.

11. Considere um sistema formado por água + álcool + granito. Excluindo o recipiente e o ar, podemos afirmar que o sistema
apresenta:

a) Três componentes e três fases.


b) Três componentes e duas fases.
c) Cinco componentes e quatro fases.
d) Cinco componentes e cinco fases.
e) Cinco componentes e duas fases.

12. Considerando as propriedades da matéria, assinale a alternativa correta.

a) No estado sólido, em função da proximidade e das interações, as partículas ficam estáticas e não se movimentam.
b) A passagem do estado gasoso para o líquido recebe o nome de vaporização e envolve liberação de energia.
c) Para as substâncias puras, a temperatura permanece constante durante as mudanças de estado (fusão e ebulição).
d) Uma mistura azeotrópica, como o álcool 96ºGL, apresenta ponto de fusão constante e de ebulição variável.
e) Um exemplo de substância pura simples é a água (H2O), pois ela é formada por moléculas quimicamente iguais.

13. Propriedades, como temperatura de fusão, temperatura de ebulição e densidade, que são importantes para identificar as
substâncias puras e diferenciá-las de misturas, não dependem de quantidade de substâncias, mas tão somente da sua natureza.
Uma análise dessas informações e do gráfico abaixo, que representa a curva de aquecimento da solda, material sólido utilizado
em componentes e equipamentos eletrônicos, permite concluir corretamente:

a) A solda é uma mistura porque apresenta temperatura de fusão constante e temperatura de ebulição variável.
b) A vaporização da solda evidencia o equilíbrio físico entre a fase líquida e a fase gasosa em recipiente aberto.
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

c) A solda é uma substância pura porque apresenta temperatura de ebulição constante.


d) As propriedades, como temperatura de fusão e densidade, são denominadas propriedades gerais da matéria.
e) A solda de fios de componentes eletrônicos só é possível quando a temperatura desse material atinge 180 ºC.

14. Observe o gráfico a seguir.

Ele se refere à curva de aquecimento de um líquido desconhecido. Analisando o gráfico e com base em seus conhecimentos sobre as
propriedades da matéria, pode-se dizer que:

a) no intervalo de tempo em que a temperatura permanece constante, ocorre a fusão do composto, coexistindo os estados sólido e
líquido.
b) trata-se de um líquido puro, pois a temperatura permanece constante durante a mudança de estado físico.
c) representa a ebulição da substância, uma mudança do estado líquido para o gasoso, que ocorre com liberação de calor.
d) a densidade desse líquido pode ser calculada pelo produto entre a massa e o volume ocupado pela amostra.
e) o líquido pode ser uma substância pura ou uma mistura azeotrópica, pois apresenta temperatura de ebulição constante.

15. A curva mostrada no gráfico a seguir representa um processo de aquecimento constante, submetido a uma amostra de um
determinado líquido. Ele é um dos principais produtos do beneficiamento de uma cultura agrícola, cultivada há séculos, no Litoral e
na Zona da Mata de Pernambuco.

Em relação a esse produto, são feitas as considerações a seguir:

I. Trata-se de uma mistura azeotrópica.


II. Constitui-se em uma substância pura, polar e oxigenada.
III. É obtido por um procedimento que envolve uma coluna de destilação.

Dentre essas características disponibilizadas para o produto em questão, apenas está CORRETO o que se afirma em:

a) I.
b) II.
c) III.
d) I e III.
e) II e III.

16. Para iniciar o preparo de um bolo de maçã, uma dona de casa acendeu a chama de um forno a gás, usando fósforos. Em
seguida, descascou e cortou as maçãs, acrescentando-as à mistura da massa já preparada, levando-a para o forno pré-aquecido.
Com o passar do tempo, o volume do bolo expandiu devido ao fermento adicionado e, após o período de cozimento, a dona de
casa retirou o bolo para servir um lanche que seria acompanhado de sorvete. Ao abrir a geladeira, verificou que o mesmo estava
derretendo. Após o lanche, recolheu as sobras das maçãs, em processo de escurecimento, para descartá-las. As sequências
sublinhadas correspondem, respectivamente, a fenômenos:

a) Químico, físico, físico e físico.


b) Físico, físico, químico e químico.
c) Físico, químico, químico e físico.
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

d) Químico, químico, físico e químico.


e) Físico, físico, físico e químico.

17. Considere a seguinte receita caseira para o preparo de um bolo de fubá:

I. Misture bem 3 ovos, 2 xícaras de açúcar, 1 1/2 xícara de fubá, 1 xícara de leite, 6 colheres (das de sopa) de óleo, 1 colher (das
de sopa) de fermento químico e bata bem até ficar uma massa uniforme.
II. Acrescente erva-doce a gosto e despeje na assadeira previamente untada.
III. Leve ao forno pré-aquecido até que o bolo esteja assado e corado.

Há ocorrência de transformação química em


a) I, somente.
b) II, somente.
c) III, somente.
d) I e III, somente.
e) I, II e III.

18. A bauxita, composta por cerca de 50% de Al2O3, é o mais importante minério de alumínio. As seguintes etapas são necessárias
para a obtenção de alumínio metálico:

1. A dissolução do Al2O3 (s) é realizada em solução de NaOH (aq) a 175°C, levando à formação da espécie solúvel NaAl(OH)4
(aq).
2. Com o resfriamento da parte solúvel, ocorre a precipitação do Al(OH)3 (s).
3. Quando o Al(OH)3 (s) é aquecido a 1 050°C, ele se decompõe em Al2O3 (s) e H2O.
4. Al2O3 (s) é transferido para uma cuba eletrolítica e fundido em alta temperatura com auxílio de um fundente.
5. Através da passagem de corrente elétrica entre os eletrodos da cuba eletrolítica, obtém-se o alumínio reduzido no cátodo.

As etapas 1, 3 e 5 referem-se, respectivamente, a fenômenos:

a) Químico, físico e físico.


b) Físico, físico e químico.
c) Físico, químico e físico.
d) Químico, físico e químico.
e) Químico, químico e químico.

19. Em meados de 2003, mais de 20 pessoas morreram no Brasil após terem ingerido uma suspensão de sulfato de bário utilizada
como contraste em exames radiológicos. O sulfato de bário é um sólido pouquíssimo solúvel em água, que não se dissolve mesmo na
presença de ácidos. As mortes ocorreram porque um laboratório farmacêutico forneceu o produto contaminado com carbonato de
bário, que é solúvel em meio ácido. Um simples teste para verificar a existência de íons bário solúveis poderia ter evitado a tragédia.
Esse teste consiste em tratar a amostra com solução aquosa de HCl e, após filtrar para separar os compostos insolúveis de bário,
adiciona-se solução aquosa de H2SO4 sobre o filtrado e observa-se por 30 minutos. A presença de íons bário solúveis na amostra
é indicada pela:

a) Liberação de calor.
b) Alteração da cor para rosa.
c) Precipitação de um sólido branco.
d) Formação de gás hidrogênio.
e) Volatilização de gás cloro.

20. No caso da extração do ouro, uma forma de diminuir a poluição provocada pela utilização do mercúrio nesse processo é
separá-lo da areia e cascalho por meio da força da água. Essa forma de extração do ouro é um método de separação de misturas
chamado de:

a) Destilação
b) Decantação
c) Filtração
d) Levigação
e) Sifonação

21. A flotação é um dos métodos de beneficiamento do carvão mineral. Isso é possível porque a fração rica em matéria carbonosa
e a fração rica em cinza apresentam diferentes:

a) Pontos de fusão
b) Densidades
c) Pontos de ebulição
d) Estados físicos
e) Comportamento magnético
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

22. Na atual estrutura social, o abastecimento de água tratada desempenha um papel


fundamental para a prevenção de doenças. Entretanto, a população mais carente é a que mais sofre com a falta de água tratada,
em geral, pela falta de estações de tratamento capazes de fornecer o volume de água necessário para o abastecimento ou pela
falta de distribuição dessa água.

No sistema de tratamento de água apresentado na figura anterior, a remoção do odor e a desinfecção da água coletada ocorrem,
respectivamente, nas etapas:

a) 1 e 3.
b) 1 e 5.
c) 2 e 4.
d) 2 e 5.
e) 3 e 4.

23. Para impedir a contaminação microbiana do suprimento de água, deve-se eliminar as emissões de efluentes e, quando
necessário, tratá-lo com desinfetante. O ácido hipocloroso (HClO), produzido pela reação entre cloro e água, é um dos compostos
mais empregados como desinfetante. Contudo, ele não atua somente como oxidante, mas também como um ativo agente de cloração.
A presença de matéria orgânica dissolvida no suprimento de água clorada pode levar à formação de clorofórmio (CHCl3) e outras
espécies orgânicas cloradas tóxicas

SPIRO, T. G.; STIGLIANI, W. M. Química ambiental. São Paulo: Pearson, 2009 (adaptado).

Visando eliminar da água o clorofórmio e outras moléculas orgânicas, o tratamento adequado é a:

a) Filtração, com o uso de filtros de carvão ativo.


b) Fluoretação, pela adição de fluoreto de sódio
c) Coagulação, pela adição de sulfato de alumínio.
d) Correção do pH, pela adição de carbonato de sódio.
e) Floculação, em tanques de concreto com a água em movimento.

24. O principal processo industrial utilizado na produção de fenol é a oxidação do cumeno (isopropilbenzeno). A equação mostra
que esse processo envolve a formação do hidroperóxido de cumila, que em seguida é decomposto em fenol e acetona, ambos
usados na indústria química como precursores de moléculas mais complexas. Após o processo de síntese, esses dois insumos devem
ser separados para comercialização individual.

Considerando as características físico-químicas dos dois insumos formados, o método utilizado para a separação da mistura, em
escala industrial, é a:

a) Filtração.
b) Ventilação.
c) Decantação.
d) Evaporação.
e) Destilação fracionada.
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

25. Entre as substâncias usadas para o tratamento de água está o sulfato de alumínio que, em meio alcalino, forma partículas em
suspensão na água, às quais as impurezas presentes no meio se aderem. O método de separação comumente usado para retirar o
sulfato de alumínio com as impurezas aderidas é a:

a) Flotação.
b) Levigação.
c) Ventilação.
d) Peneiração.
e) Centrifugação.

26. Uma forma de poluição natural da água acontece em regiões ricas em dolomita (CaCO3MgCO3). Na presença de dióxido de
carbono (dissolvido na água) a dolomita é convertida em Ca(HCO3)2 e MgCO3, elevando a concentração de íons Ca2+ e Mg2+ na
água. Uma forma de purificação dessa água, denominada água dura, é adicionar Ca(OH)2 e Na2CO3 a ela. Dessa forma, ocorre
uma série de reações químicas gerando como produto final CaCO3 e Mg(OH)2, que são menos solúveis que Ca(HCO3)2 e MgCO3.
Uma técnica apropriada para obtenção da água pura após o abrandamento é:

a) Decantação.
b) Sublimação.
c) Dissolução fracionada.
d) Destilação fracionada.
e) Extração por solvente apolar.

27. Um grupo de pesquisadores desenvolveu um método simples, barato e eficaz de remoção de petróleo contaminante na água,
que utiliza um plástico produzido a partir do líquido da castanha-de-caju (LCC). A composição química do LCC é muito parecida
com a do petróleo e suas moléculas, por suas características, interagem formando agregados com o petróleo. Para retirar os
agregados da água, os pesquisadores misturam ao LCC nanopartículas magnéticas. Essa técnica considera dois processos de
separação de misturas, sendo eles, respectivamente,

a) Flotação e decantação.
b) Decomposição e centrifugação.
c) Floculação e separação magnética.
d) Destilação fracionada e peneiração.
e) Dissolução fracionada e magnetização.

28. Grande parte dos combustíveis utilizados nos veículos automotores são derivados do petróleo. Numa refinaria, ocorre a
separação dos componentes do petróleo bruto, tais como: gás residual, gasolina, querosene, gasóleo leve e pesado, etc, utilizando-
se, para isso, a torre de fracionamento, também denominada de coluna de destilação fracionada. A separação das frações do
petróleo na torre de fracionamento se fundamenta:

a) Exclusivamente na cor de cada fração separada.


b) No odor e sabor das frações mais voláteis.
c) Na temperatura de ebulição das frações separadas.
d) Na temperatura de fusão das frações separadas.
e) No calor específico das frações separadas.

29. Necessitou-se retirar o conteúdo do tanque de combustível de um carro. Para isso, faz-se sucção com um pedaço de mangueira
introduzido no tanque, deixando escorrer o líquido para um recipiente colocado no chão. Esse processo é chamado de:

a) Decantação.
b) Filtração.
c) Sifonação.
d) Centrifugação.
e) Destilação.

30. Em visita a uma usina sucroalcooleira, um grupo de alunos pôde observar a série de processos de beneficiamento da cana-de-
açúcar, entre os quais se destacam:

1. A cana chega cortada da lavoura por meio de caminhões e é despejada em mesas alimentadoras que a conduzem para as
moendas. Antes de ser esmagada para a retirada do caldo açucarado, toda a cana é transportada por esteiras e passada por um
eletroímã para a retirada de materiais metálicos.
2. Após se esmagar a cana, o bagaço segue para as caldeiras, que geram vapor e energia para toda a usina.
3. O caldo primário, resultante do esmagamento, é passado por filtros e sofre tratamento para transformar-se em açúcar refinado
e etanol.
Com base nos destaques da observação dos alunos, quais operações físicas de separação de materiais foram realizadas nas etapas
de beneficiamento da cana-de-açúcar?
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

a) Separação mecânica, extração, decantação.


b) Separação magnética, combustão, filtração.
c) Separação magnética, extração, filtração.
d) Imantação, combustão, peneiração.
e) Imantação, destilação, filtração.

31. Durante a realização de uma aula prática, a respeito da separação de misturas, o professor trouxe aos alunos três
frascos A, B e C, contendo as seguintes misturas binárias:

A: líquida, homogênea, cujas temperaturas de ebulição das substâncias que a compõem diferem em 25 °C.
B: sólida, heterogênea, composta por naftalina (naftaleno) moída e areia.
C: sólido-líquida, homogênea, composta por NaCℓ e água.

Assinale a alternativa que contém, respectivamente, os processos utilizados para a separação inequívoca dos componentes das
misturas A, B e C.

a) Destilação simples, sublimação e filtração.


b) Evaporação, catação e destilação fracionada.
c) Destilação fracionada, separação magnética e destilação simples.
d) Destilação fracionada, sublimação e destilação simples.
e) Destilação simples, evaporação e destilação fracionada.

32. São dadas as seguintes informações relativas aos átomos X, Y e Z.

I. X é isóbaro de Y e isótono de Z.
II. Y tem número atômico 56, número de massa 137 e é isótopo de Z.
III. O número de massa de Z é 138.

O número atômico de X é:

a) 53
b) 54
c) 55
d) 56
e) 57

33. Os elementos Li, Na, K e Cs reagem com água de forma semelhante, observando-se em todos os casos formação de soluções
básicas e liberação de hidrogênio e de grande quantidade de calor. Levando isso em conta, foram feitas as seguintes afirmações:

I. O que diferencia o átomo de um elemento do átomo de outro elemento é a sua carga nuclear.
II. Átomos de elementos diferentes podem se comportar de maneira semelhante, pois o comportamento químico do átomo se relaciona
com a disposição dos elétrons ao redor do núcleo.
III. O número de nêutrons do núcleo de um átomo é que determina suas características químicas.

É correto o que se afirma apenas em:

a. I.
b. I e II.
c. I e III.
d. III.
e. II e III.

34. O átomo X, com número de massa igual a 32, apresenta 16 nêutrons. O íon X2– é isoeletrônico do átomo de:

a) Enxofre (16S32).
b) Selênio (34Se68).
c) Cálcio (20Ca40).
d) Argônio (18Ar36).
e) Arsênio (33As66).

35. O filme “Homem de Ferro 2” retrata a jornada de Tony Stark para substituir o metal paládio, que faz parte do reator de seu
peito, por um metal atóxico. Após interpretar informações deixadas por seu pai, Tony projeta um holograma do potencial substituto,
cuja imagem se assemelha à figura abaixo. Essa imagem é uma representação do modelo de:
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

a) Rutherford.
b) Thomson.
c) Dalton.
d) Bohr.
e) Leucipo.

36. Na figura abaixo, está representado um letreiro luminoso, feito a partir de tubos de raios catódicos.

Qual foi o primeiro modelo atômico a incorporar a noção de que os raios catódicos são constituídos pelo fluxo de partículas menores
que o átomo e dotadas de carga negativa?

a) Modelo atômico de Dalton.


b) Modelo atômico de Thomson.
c) Modelo atômico de Rutherford.
d) Modelo atômico de Bohr.
e) Modelo atômico de Einstein.

37. Qual das afirmativas a seguir melhor descreve o comportamento de um elétron, comparado com partículas e ondas tradicionais?
a) É uma partícula que, em certas circunstâncias especiais, se comporta como uma onda.
b) É uma onda que, em certas circunstâncias, se comporta como partícula.
c) Á medida que passa o tempo, ora se comporta como partícula, ora como onda.
d) É uma partícula que anda em torno do núcleo, numa trajetória ondulada.
e) Seu comportamento pode ser interpretado como o de partícula ou de onda.

38. Na experiência de espalhamento de partículas alfa, conhecida como “experiência de Rutherford”, um feixe de partículas alfa
foi dirigido contra uma lâmina finíssima de ouro, e os experimentadores (Geiger e Marsden) observaram que um grande número
dessas partículas atravessava a lâmina sem sofrer desvios, mas que um pequeno número sofria desvios muito acentuados. Esse
resultado levou Rutherford a modificar o modelo atômico de Thomson, propondo a existência de um núcleo de carga positiva, de
tamanho reduzido e com, praticamente, toda a massa do átomo. Assinale a alternativa que apresenta o resultado que era previsto
para o experimento, de acordo com o modelo de Thomson.

a) A maioria das partículas atravessaria a lâmina de ouro sem sofrer desvios e um pequeno número sofreria desvios muito pequenos.
b) A maioria das partículas sofreria grandes desvios ao atravessar a lâmina.
c) A totalidade das partículas atravessaria a lâmina de ouro sem sofrer nenhum desvio.
d) A totalidade das partículas ricochetearia ao se chocar contra a lâmina de ouro, sem conseguir atravessá-la.
e) As partículas não atravessariam a lâmina de ouro.

39. Os interruptores brilham no escuro graças a uma substância chamada sulfeto de zinco (ZnS), que tem a propriedade de emitir
um brilho amarelo-esverdeado depois de exposta à luz. O sulfeto de zinco é um composto fosforescente. Ao absorverem partículas
luminosas, os elétrons são estimulados e afastados para longe do núcleo. Quando você desliga o interruptor, o estímulo acaba e os
elétrons retornam, aos poucos, para seus lugares de origem, liberando o seu excesso de energia na forma de fótons. Daí a
luminescência. A partir das informações do texto, pode-se concluir que o melhor modelo atômico que representa o funcionamento
dos interruptores no escuro é o de:

a) Rutherford.
b) Böhr.
c) Thomson.
d) Heisenberg.
e) Dalton.

40. Considerando os modelos atômicos mais relevantes, dentro de uma perspectiva histórica e científica, assinale a alternativa
correta. Considerando os modelos atômicos mais relevantes, dentro de uma perspectiva histórica e científica, assinale a alternativa
correta.

a)Até a descoberta da radioatividade, o átomo era tido como indivisível (Dalton). O modelo que o sucedeu foi de Thomson,
que propunha o átomo ser formado por uma massa carregada positivamente com os elétrons distribuídos nela.
b)No modelo de Dalton, o átomo era constituído de um núcleo carregado positivamente e uma eletrosfera. O modelo seguinte foi o
de Bohr que introduziu a ideia de que os elétrons ocupam orbitais com energias definidas, este modelo se assemelha ao modelo do
sistema solar.
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

c)No modelo atômico de Dalton, o átomo era tido como indivisível. O modelo sucessor foi o de Rutherford, no qual o átomo era
constituído de um núcleo carregado negativamente e uma eletrosfera.
d)O modelo de Dalton propunha que o átomo era formado por uma massa carregada positivamente com os elétrons distribuídos
nela. O modelo seguinte foi o de Rutherford, no qual o átomo era constituído de um núcleo carregado positivamente e uma
eletrosfera.
e)No modelo atômico de Dalton, os elétrons ocupam orbitais com energias definidas, este modelo se assemelha ao do sistema solar.
O modelo que o sucedeu foi o de Thomson, que propunha o átomo ser formado por uma massa carregada positivamente com os
elétrons distribuídos nela.

41. Um experimento conduzido pela equipe de Rutherford consistiu no bombardeamento de finas lâminas de ouro, para estudo de
desvios de partículas alfa. Rutherford pôde observar que a maioria das partículas alfa atravessava a fina lâmina de ouro, uma
pequena parcela era desviada de sua trajetória e uma outra pequena parcela era refletida. Rutherford então idealizou um outro
modelo atômico, que explicava os resultados obtidos no experimento.
Em relação ao modelo de Rutherford, afirma-se que:

I. o átomo é constituído por duas regiões distintas: o núcleo e a eletrosfera.


II. o núcleo atômico é extremamente pequeno em relação ao tamanho do átomo.
III. os elétrons estão situados na superfície de uma esfera de carga positiva.
IV. os elétrons movimentam-se ao redor do núcleo em trajetórias circulares, denominados níveis, com valores determinados de
energia.

As afirmativas corretas são, apenas,

a) I e II
b) I e III
c) II e IV
d) III e IV
e) I, II e III

42. Em 1803, John Dalton propôs um modelo de teoria atômica. Considere que sobre a base conceitual desse modelo
sejam feitas as seguintes afirmações:

I. O átomo apresenta a configuração de uma esfera rígida. II. Os átomos caracterizam os elementos químicos e somente os átomos
de um mesmo elemento são idênticos em todos os aspectos.
III. As transformações químicas consistem de combinação, separação e/ou rearranjo de átomos.
IV. Compostos químicos são formados de átomos de dois ou mais elementos unidos em uma razão fixa.

Qual das opções a seguir se refere a todas afirmações corretas?


a) I e IV
b) II e III
c) II e IV
d) II, III e IV
e) I, II, III e IV

43. Em 1808, Dalton publicou o seu famoso livro o intitulado Um novo sistema de filosofia química (do original A New System of
Chemical Philosophy), no qual continha os cinco postulados que serviam como alicerce da primeira teoria atômica da matéria
fundamentada no método científico. Esses postulados são numerados a seguir:

1. A matéria é constituída de átomos indivisíveis.


2. Todos os átomos de um dado elemento químico são idênticos em massa e em todas as outras propriedades.
3. Diferentes elementos químicos têm diferentes tipos de átomos; em particular, seus átomos têm diferentes massas.
4. Os átomos são indestrutíveis e nas reações químicas mantêm suas identidades.
5. Átomos de elementos combinam com átomos de outros elementos em proporções de números inteiros pequenos para formar
compostos.

Após o modelo de Dalton, outros modelos baseados em outros dados experimentais evidenciaram, entre outras coisas, a natureza
elétrica da matéria, a composição e organização do átomo e a quantização da energia no modelo atômico.

OXTOBY, D.W.; GILLIS, H. P.; BUTLER, L. J. Principles of Modern Chemistry. Boston: Cengage Learning, 2012 (adaptado).

Com base no modelo atual que descreve o átomo, qual dos postulados de Dalton ainda é considerado correto?
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5

44. Rutherford, ao fazer incidir partículas radioativas em lâmina metálica de ouro, observou que a maioria das partículas
atravessava a lâmina, algumas desviavam e poucas refletiam. Assinale, dentre as afirmações a seguir, aquela que não reflete as
conclusões de Rutherford sobre o átomo.

a) Os átomos são esferas maciças e indestrutíveis.


b) No átomo há grandes espaços vazios.
c) No centro do átomo existe um núcleo pequeno e denso.
d) O núcleo do átomo tem carga positiva.
e) Os elétrons giram ao redor do núcleo para equilibrar a carga positiva.

45. Um teste de laboratório permite identificar alguns cátions metálicos ao introduzir uma pequena quantidade do material de
interesse em uma chama de bico de Bunsen para, em seguida, observar a cor da luz emitida. A cor observada é proveniente da
emissão de radiação eletromagnética ao ocorrer a:

a) Mudança da fase sólida para a fase líquida do elemento metálico.


b) Combustão dos cátions metálicos provocada pelas moléculas de oxigênio da atmosfera.
c) Diminuição da energia cinética dos elétrons em uma mesma órbita na eletrosfera atômica.
d) Transição eletrônica de um nível mais externo para outro mais interno na eletrosfera atômica.
e) Promoção dos elétrons que se encontram no estado fundamental de energia para níveis mais energéticos.

46. A luminosidade avermelhada, observada no aquecimento de determinados metais e ligas metálicas a altas temperaturas, resulta
de transições eletrônicas dos átomos presentes nesses materiais. Com a energia fornecida pelo aquecimento, os elétrons ....(I).... desses
átomos são promovidos a estados excitados e liberam a energia excedente na forma de luz ao retornarem ao seu estado eletrônico
inicial. Esse processo pode ser teoricamente explicado, fundamentando-se no modelo atômico de ....(II)..... .
As lacunas (I) e (II), no texto acima, são completadas, de forma CORRETA e na mesma sequência, pela opção:

a) Dos orbitais d; Rutherford-Bohr.


b) Existentes no núcleo; Thompson.
c) Da eletrosfera; Dalton.
d) Existentes no núcleo; Dalton-Thompson.
e) Dos orbitais s; Rutherford

47. Considere as afirmações a seguir.

I. O elemento químico de número atômico 30 tem 3 elétrons de valência.


II. Na configuração eletrônica do elemento químico com número atômico 26 há 6 elétrons no subnível 3d.
III. 3s2 3p3 corresponde á configuração eletrônica dos elétrons de valência do elemento químico de número atômico 35.
IV. Na configuração eletrônica do elemento químico de número atômico 21 há 4 níveis energéticos.

Estão corretas somente:

a) I e II.
b) I e III.
c) II e III.
d) II e IV.
e) III e IV.

48. O modelo probabilístico, utilizado para o problema velocidade posição do elétron, é uma consequência do princípio de:

a) Böhr.
b) Aufbau.
c) De Broglie.
d) Heisenberg.
e) Pauling.

49. Um átomo apresenta normalmente 2 elétrons na primeira camada, 8 elétrons na segunda, 18 elétrons na terceira camada e 7
na quarta camada. A família e o período em que se encontra esse elemento são, respectivamente:

a) Família dos halogênios, sétimo período


b) Família do carbono, quarto período
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

c) Família dos halogênios, quarto período


d) Família dos calcogênios, quarto período
e) Família dos calcogênios, sétimo período

50. Assinale a alternativa em que o elemento químico cuja configuração eletrônica, na ordem crescente de energia, finda em 4s2
3d3.

a) Grupo 3 e 2º período.
b) Grupo 14 e 2º período.
c) Grupo 14 e 5º período.
d) Grupo 5 e 4º período.
e) Grupo 15 e 3º período.

51. O ânion X2- tem a seguinte distribuição eletrônica: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6. Em relação ao elemento químico de cujo átomo se originou
o ânion, é CORRETO afirmar que:

a) Ocupa o segundo período da tabela periódica e tem número atômico 18.


b) Pertence à família dos metais alcalino terrosos e ocupa o terceiro período da tabela periódica.
c) Pertence ao terceiro período da tabela periódica e apresenta quatro orbitai do tipo “p” completamente preenchidos.
d) Ocupa o terceiro período da tabela periódica e apresenta dois elétrons na última camada.
e) Apresenta 18 elétrons distribuídos em três níveis de energias e ocupa a família 18 da tabela periódica.

52. Os garimpeiros separam o ouro da areia e do cascalho fazendo amálgama com mercúrio. Recuperamo ouro usando um maçarico
para volatilizar o mercúrio, o que contamina o meio ambiente, A revista Ciência Hoje, de junho de 1990, divulgou a invenção de um
“aparelho simples e barato que pode reduzir a poluição por mercúrio ” nos garimpos. Levando-se em conta as propriedades físicas
do ouro e do mercúrio, e que possuem, respectivamente, os seguintes subníveis como os de maior energia: 5d9 e 5d10. Pode-se
afirmar que:

a) O mercúrio é elemento representativo e o ouro de transição.


b) Estão numa mesma família da classificação periódica.
c) Localiza-se, respectivamente, nas famílias 1A e 2A.
d) São elemento de transição externa.
e) Ambos são elementos representativos.

53. Na mitologia grega, Nióbia era a filha de Tãntalo, dois personagens conhecidos pelo sofrimento. O elemento químico de número
atômico (Z) igual a 41 tem propriedades químicas e físicas tão parecidas com as do elemento de número atômico 73 que chegaram
a ser confundidos. Por isso, em homenagem a esses dois personagens da mitologia grega, foi conferido a esses elementos os nomes
de nióbio (Z = 41) e tãntalo (Z = 73). Esses dois elementos químicos adquiriram grande importância econômica na metalurgia, na
produção de supercondutores e em outras aplicações na indústria de ponta, exatamente pelas propriedades químicas e físicas
comuns aos dois. A importância econômica e tecnológica desses elementos, pela similaridade de suas propriedades químicas e físicas,
deve-se a:

a) Terem elétrons no subnível f


b) Serem elementos de transição interna.
c) Pertencerem ao mesmo grupo na tabela periódica.
d) Terem seus elétrons mais externos nos níveis 4 e 5, respectivamente.
e) Estarem localizados na família dos alcalinos terrosos e alcalinos, respectivamente.

54. Um átomo apresenta normalmente 2 elétrons na primeira camada, 8 elétrons na segunda, 18 elétrons na terceira camada e 7
na quarta camada. A família e o período em que se encontra esse elemento são, respectivamente:

a) Família dos halogênios, sétimo período


b) Família do carbono, quarto período
c) Família dos halogênios, quarto período
d) Família dos calcogênios, quarto período
e) Família dos calcogênios, sétimo período

55. Considere o texto a seguir:

A região de Mariana (MG) é reconhecida pela atividade de extração de minério de ferro. No processo, impurezas e substâncias
químicas são destinadas a uma barragem de rejeitos, onde ficam retidas e formam uma espécie de lama. Em 2015, com o
rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, 62 milhões de m3 de dejetos foram despejados provocando o maior desastre
ambiental do país: arrasou um ecossistema, matou 13 pessoas, deixou milhares sem casa e continua colocando em risco o organismo
da população. A lama tóxica representa grande perigo à saúde das comunidades, pois contém metais pesados como arsênio,
mercúrio e chumbo, além de alumínio.
Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

(Revista Saúde - Editora Abril, dezembro de 2015, pgs. 50 e 51).

Sobre os metais citados acima, é correto afirmar que:

a) O ferro, com Z = 26, é um metal de transição interno.


b) O arsênio é um metal alcalino terroso.
c) O mercúrio pertence à família dos halogênios.
d) O chumbo é um metalóide.
e) Os símbolos de arsênio, mercúrio e chumbo são, respectivamente: As, Hg e Pb.

56. Para melhorar a tenacidade, a resistência à corrosão e também a resistência mecânica, costuma-se colocar Vanádio como
constituinte do aço. O Vanádio (Z = 23) é um elemento de transição, pois:

a) É gasoso à temperatura e pressão ambientes.


b) Sua camada de valência pode ser representada por ns2 np3.
c) Apresenta o elétron mais energético no subnível d.
d) Apresenta grande afinidade eletrônica.
e) Na classificação periódica, situa-se no 3° período.

57. Sendo o subnível 4s1 (com um elétron) o mais energético de um átomo, podemos afirmar que:

I. o número total de elétrons desse átomo é igual a 19;


II. esse apresenta quatro camadas eletrônicas;
III. a sua configuração eletrônica é 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d10 4s1

a) Apenas a afirmação I é correta.


b) Apenas a afirmação II é correta.
c) Apenas a afirmação III é correta.
d) Apenas as afirmações I e II são corretas.
e) Apenas as afirmações II e III são corretas.

58. O fenômeno da supercondução de eletricidade, descoberto em 1911, voltou a ser objeto da atenção do mundo científico com
a constatação de Bednorz e Muller de que materiais cerâmicos podem exibir esse tipo de comportamento, o que valeu um Prêmio
Nobel a esses dois físicos em 1987. Um dos elementos químicos mais importantes na formulação da cerâmica supercondutora é o
ítrio: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2 4d1. O número de camadas e o número de elétrons mais energéticos para o ítrio serão,
respectivamente:

a) 4 e 1
b) 5 e 1
c) 4 e 2
d) 5 e 3
e) 4 e 3

59. Analise as afirmativas e verifique se são verdadeiras (V) ou falsas (F) e assinale a alternativa que indica a sequência correta
de cima para baixo.

( ) O íon 8O2– é isoeletrônico com o íon 16S1–.


( ) O íon F2– possui o mesmo número de prótons que o íon F1–.
( ) A distribuição eletrônica do íon 12Mg2+ é igual à distribuição eletrônica do íon 11Na1+.
( ) Comparando o átomo de 56Ba137 com o 55Cs137 , pode-se afirmar que são isótonos.
( ) A distribuição eletrônica no nível de valência do 18Ar é 3s2 3p6.

a) F – F – F – V – V
b) V –F – F – V – V
c) V – F – V – V – F
d) F – V – V – F – V
e) F – V – F – V – V

60. As baterias de Ni-Cd, muito utilizadas no nosso cotidiano, não devem ser descartadas em lixos comuns, uma vez que uma
considerável quantidade de cádmio é volatizada e emitida para o meio ambiente, quando as baterias gastas são incineradas como
componente do lixo. Com o objetivo de evitar a emissão do cádmio para a atmosfera durante a combustão, é indicado que seja
feita a reciclagem dos materiais dessas baterias. Tratando-se esses metais com ácidos (digestão ácida), obtêm-se os cátions 48Cd2+
e 28Ni2+. Assinale a alternativa que apresenta corretamente a configuração eletrônica do Ni2+.

a) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d6


Avenida Santo Antônio n. 229, 2º andar. @focusisoladas
(87) 981025518 ou (87)981384692 @profbruno_fernandes

b) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d8


c.) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d8
d) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10
e) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1 3d5

.1. Anualmente cerca de dez milhões de pilhas, além de 500 mil baterias de telefone celular, são jogadas fora na cidade do Rio
de Janeiro. (...) elas têm elementos tóxicos, como chumbo, mercúrio, zinco e manganês, que provocam graves problemas de saúde.
Dos quatro elementos citados, aqueles que possuem, em sua distribuição eletrônica, elétrons desemparelhados são: Dados: 25Mn;
30Zn, 80Hg; 82Pb. Dos quatro elementos citados, aqueles que têm, em sua distribuição eletrônica, elétrons desemparelhados são:

a) Pb e Zn.
b) Pb e Mn.
c) Hg e Pb.
d) Hg e Zn.
e) Mn e Zn.

62. Os portugueses introduziram hábitos que marcaram o paladar brasileiro: valorizaram o consumo do sal e revelaram o açúcar
aos africanos e índios do Brasil. É de Portugal que nossa cozinha adotou os doces de ovos, goiabada, marmelada, bananada,
figada e outras “adas” que constituem o arsenal energético das sobremesas. Muitos desses doces eram produzidos em tachos de
cobre, possibilitando, assim, um melhor aproveitamento e armazenamento das frutas. Atualmente, a produção desses alimentos
ocorre em recipientes de aço inoxidável. Sobre o cobre, é correto afirmar: Dado: Cu (Z = 29)

a) É um metal alcalino e está no quarto período, pois sua configuração eletrônica é 1s2 1p6 2s2 2p8 3s2 3p8 4s1.
b) É um metal alcalino terroso e está no terceiro período, pois sua configuração eletrônica é 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d9 4s2.
c) É um elemento de transição interna e está no quarto período, pois sua configuração eletrônica é 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d9.
d) É um metal de transição externa e está no quarto período, pois sua configuração eletrônica é 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1 3d10.
e) É um ametal da família dos calcogênios (“formadores de cobre”) e está no terceiro período, pois sua configuração eletrônica é
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d9.

Você também pode gostar