Você está na página 1de 4

Tantrika SandhyaVandanam

Tantrika SandhyaVandanam

O Sandhya Vandanam é uma disciplina espiritual muito poderosa que prepara gradualmente o
adepto para a meta das práticas Tantrikas que é a realização da Divindade interna do homem.
Esta realização é obtida através da clara e profunda identificação do adepto com a forma da
Divindade escolhida por ele para adoração (Ishta Devata).

No Sandhya Vandanam a presença do(a) Ishta Devata é percebida em toda a criação e nos
seus ciclos. O foco desta disciplina está na manifestação da luz espiritual no plano físico que é
representada pela luz do Sol. Embora a prática esteja sincronizada com a aparição do Sol nos
céus, não é à ele que a disciplina é dirigida, mas sim à Divindade adorada pelo praticante, da
qual o Sol é reconhecido como um símbolo.

O objetivo das disciplinas Tantrikas é o reconhecimento da unidade indivisível do homem com


a Divindade e, a manifestação desta no plano físico através do adepto (Sadhaka). O Sandhya
Vandanam se apresenta como prática essencial que fortifica e prepara o Sadhaka para as
demais disciplinas, garantindo intensidade e estabilidade para os Bhavas (estados alterados de
consciência e percepção) que serão gerados em momento oportuno.

Todas as pessoas estão habilitadas à esta disciplina, independente de idade, sexo ou condição
social. Todos recebem os frutos desta ação que está centrada no Gayatri Mantra da Deidade
adorada. Aqueles que são iniciados no Gayatri Mantra do Rig Veda (OM bhuH bhuvaH svaH
...) devem praticá-lo antes do Tantrika Sandhya vandanam. A prática completa é feita em três
momentos distintos: o nascer do Sol, o meio-dia e o Pôr do Sol. Entretanto nem sempre é
possível dedicar-se nestes momentos e, na eventual indisponibilidade, as escrituras
recomendam dois procedimentos alternativos: recitar apenas o Gayatri do Ishta Devata
mentalmente ou realizar a disciplina em outro horário. Neste segundo caso o Mantra “OM Tat
Sat Brahman” é recitado antes do procedimento.

Os itens necessários para a prática doméstica são: um pequeno copo de metal (do tamanho de
uma pequena xicara de café) e uma colher; uma jarra; uma vasilha (ampla) de metal; um
rosário de Mantras (Japa Mala). À estes itens podem ser acrescidos a imagem da Deidade
adorada, incenso, um pequeno tapete de meditação (Asana) entre outros.

Os passos da prática completa são:


1. Acamanya – a limpeza ritual dos lábios que deve ser feita antes de realizar uma Sadhana
ou pronunciar Mantras. Cada Mantra é recitado e então coloca-se um pouco de água na mão
direita e oferece-se aos lábios, tocando-os. Repete-se o processo com os três Mantras.
ॐ - om ātmatattvāya svāhā
OM, Eu saúdo a essência da alma individual

ॐ - om vidyātattvāya svāhā
OM, Eu saúdo a essência do conhecimento Tantriko (Vidya)

ॐ - om śivatattvāya svāhā
OM, Eu saúdo a essência do Senhor Shiva

2a. Aghamarshana (Jala Neti) – Recitar o Mantra abaixo, colocar um pouco de agua na palma
da mão esquerda e aspirá-la pela narina esquerda. Expirar então o ar pela narina direita
meditando que toda a obstrução física ou mental é eliminada para atingir a precepção da
Divindade.
ॐ ऋतम ् च सत्यम ् चाभीद्धात्तपसोऽध्यजायत ।
ततो रत्र्यजायत ततः समद्र
ु ोऽर्णवः ॥
om ṛtam ca satyam cābhīddhāttapaso'dhyajāyata |
tato ratryajāyata tataḥ samudro'rṇavaḥ ||

Do Ser Supremo que à tudo ilumina, à partir de Sua resolução, surgiu a ordem fundamental da
unidade do Universo e a verdade fundamental da alma individual. À partir d’Ele(a) o espirito
primordial (simbolizado pela noite) foi criado. E então o oceano infinito da matéria primordial.

2b. Pranayama – Inspirar por uma medida de tempo, manter a respiração segura por quatro
medidas de tempo e expirar por duas medidas de tempo. Repetir este ciclo por três vezes.

2. Oblação à Surya Deva (Apa Prashana Kriya) – Meditar na forma de sua Divindade
adorada dentro do globo solar. Segurar um pouco de água com as mãos juntas e oferecê-las
na vasilha maior que está abaixo das mãos do praticante.

om hrīṁ haṁsa gṛṇīsūrya idam arghyaṁ tubhyaṁ svāhā

OM Hrim Hamsa, honrado Sol, eu ofereço esta oblação, Svaha.

3. Oblação ao Ishta Devata com mãos juntas (Arghya Pradana): Seguir o mesmo
procedimento anterior, juntar as mãos, colocar um pouco de água e oferecer na vasilha maior.
Porém agora o Gayatri Mantra da sua Divindade (Ishta Devata) será recitado três vezes, uma à
cada oblação. Vide apendice final com vários Gayatri Mantras.

4. Tarpana : Seguindo o mesmo procedimento, fazer uma oblação à cada Mantra recitado.
ॐ - om devāṁstarpayāmi - Eu ofereço oblações aos Devas
ॐ - om ṛṣīṁstarpayāmi - Eu ofereço oblações aos sábios

ॐ - om mama pitṝṁstarpayāmi - Eu ofereço oblações à meus antepassados

5. Arghya Final: Oferecer uma oblação com o seguinte Mantra:


om krīṁ kālyai te idam arghyaṁ svāhā - OM Krim, eu ofereço oblações à Kali.
6. Gayatri Sadhana e Japa – Recitar o gayatri Mantra da Deidade escolhida por, no mínimo,
dez vezes. O ideal é a repetição por 108 vezes. Vide apendice final com vários Gayatri
Mantras.

Apendice: Gayatri Mantras de várias formas da Divindade – Use apenas aquele que se
refere à Deidade principal de sua preferencia ou de seu altar. A consistência é um fator muito
importante nesta prática portanto uma vez que tenha feito a escolha por seu Ishta Devata evite
trocá-lo. Inicie esta disciplina com confiança e determinação somente após um chamado
sincero de seu coração. Jaya Ma !

Kali
ॐ । ॥
om ādyāyai vidmahe parameśvaryai dhīmahi | tanno kālī pracodayāt ||

Ganesha
ॐ । ॥
om tat puruṣāya vidmahe vakratuṇḍāya dhīmahi | tanno dantī pracodayāt ||

Surya Deva
ॐ । ॥
om ādityāya vidmahe mārtaṇḍāya dhimahi | tanno suryaḥ pracodayāt ||
Vishnu
ॐ । ॥
om nārāyaṇāya vidmahe vāsudevāya dhīmahi | tanno viṣṇuḥ pracodayāt ||

Shiva
ॐ । ॥
om sadāśivāya vidmahe sahaśrākṣāya dhīmahi | tanno śambho pracodayāt ||

Bhairava
ॐ । ॥
om śvanadhvajāya vidhmahe śūlahastāya dhīmahi | tanno bhairavaḥ pracodayāt ||

NaraSimha Deva
ॐ । ॥
om vajranakhāya vidmahe tīkṣṇadaṁṣṭrāya dhimāhi | tanno nṛsiṁhaḥ pracodayāt ||

Brahma
ॐ । ॥
om parameśvarāya vidmahe paratattvāya dhīmahi | tanno brahmā pracodayāt ||
Tara
ॐ । ॥
om tārayai vidmahe mahograyai dhīmahi | tanno tārā pracodayāt ||

Durga
ॐ । ॥
om kātyāyanyai vidmahe kanyākumāryai dhīmahi | tanno durgā pracodayāt ||

Lakshmi
ॐ । ॥
om mahālakṣmyai ca vidmahe sarvaśaktyai dhīmahi | tanno devī pracodayāt ||
Sarasvati
ॐ । ॥
om vāg devyai ca vidmahe kāmarājāya dhīmahi | tanno devī pracodayāt ||