Você está na página 1de 14

Atitudes

que nos levam a

DEUS
Gerência geral: Adamir Ferreira
Capa: Renata Santiago Albuquerque
Projeto gráfico e diagramação: i9 Design / Claudio Tito Braghini Junior
Edição de texto e revisão: i9 Design / Letícia Teófilo

Este livro segue as regras da Nova Ortografia da Língua Portuguesa.

Editora Canção Nova


Rua João Paulo II, s/n – Alto da Bela Vista
12.630-000 – Cachoeira Paulista – SP
Tel.: [55] (12) 3186-2600
E-mail: editora@cancaonova.com
loja.cancaonova.com
Twitter: @editoracn
Todos os direitos reservados.
ISBN: 978-85-5339-196-7
© EDITORA CANÇÃO NOVA, Cachoeira Paulista, SP, Brasil, 2019
Joziane Nunes

Atitudes
que nos levam a

DEUS
Sede santos! Essa é a minha vontade.
(1Pd 1,15)
Pai, para mim o
senhor será eterno.
SUMÁRIO

Agradecimentos ....................................................................... 7
Apresentação ........................................................................... 9
Capítulo 1
Nosso maior pecado é não amar ............................................ 11
Capítulo 2
Errar é a coisa mais fácil! ...................................................... 15
Capítulo 3
Sofrer por sofrer não muda nossa vida! .................................. 19
Capítulo 4
Somos maiores do que nosso erros ........................................ 25
Capítulo 5
Atitudes valem mais do que palavras ....................................... 29
Capítulo 6
O que é que se encontra no início: o jardim ou o jardineiro? . 35
Capítulo 7
O medo é o nosso maior obstáculo! ....................................... 39
Capítulo 8
Rompimento com o pecado .................................................. 45
Capítulo 9
Não tente mudar seu destino, mude suas atitudes!.................. 49
Capítulo 10
“Vai e não peques mais”.......................................................... 55
Capítulo 11
Nosso maior erro é deixar de acreditar!................................... 59
Capítulo 12
A essência do amor é servir!.................................................... 63
Capítulo 13
A melhor edição de nós mesmos!........................................... 65
Capítulo 14
Nossas emoções e sentimentos podem ser assumidos em
virtudes ou pervertidas em vícios............................................ 71
Capítulo 15
Exemplos de almas nobres...................................................... 79
Mensagem Final..................................................................... 85
Referências bibliográficas ....................................................... 89
AGRADECIMENTOS

Agradeço a DEUS pelo desejo que me deu de cultivar com


cuidado e amor a grande bênção de redigir cada palavra neste livro,
Atitudes que nos levam a Deus, eu escrevo com o coração os caminhos
e descaminhos que percorri...
Aos momentos que fui gloriosa, e aos momentos que fui
medíocre. Aos erros que cometi por imaturidade, e aos que cometi
por teimosia.
Louvo a Deus todos os dias por ter me dado sabedoria para ad-
mitir todos os meus erros, pois foram eles que me trouxeram até aqui.
Hoje me dou melhor com as fragilidades humanas.
Se eu pudesse viver minha vida novamente é claro que eu diria
que tentaria fazer as coisas diferentes, acertar mais, errar menos, amar
mais... No entanto, isso não é possível.
A vida se escreve todos os dias, não volta para trás.
Não é possível apagar as linhas do passado, mas é possível
escrever o presente com mais maturidade e beleza, visando um
futuro melhor.
Agradeço a DEUS pela família que tenho e peço a DEUS a
graça de demonstrar a eles amor e respeito.

7
Atitudes que nos levam a DEUS

Desejo que eu consiga neste livro transmitir palavras de incen-


tivo e encorajamento, para que sintamos que somos pessoas muito
amadas por DEUS.

Nós fomos criados a imagem e semelhança de DEUS, Ele


está dentro de cada um de nós. Nossa natureza precisa ser amorosa,
pacífica, equilibrada e harmoniosa. Precisamos ser seres solidários e
capazes de compaixão.

8
APRESENTAÇÃO

A autora de Atitudes que nos levam a Deus é de Arapeí, cidade


situada junto a serra da Bocaina - SP, onde a natureza revela o poder,
a beleza e o amor de Deus. Esse contexto geográfico e, ao mesmo
tempo, espiritual ajuda a pessoa a olhar para si mesma, para sua vida
e a comunicar aos outros a riqueza de seu coração.
Este livro registra, em suas páginas, traços do Cristão, que se
resume no vocábulo da caridade, é um amor cheio de Esperança.
Para quem tem o coração cheio de caridade, ninguém é
irrecuperável, ninguém está definitivamente perdido. Sempre
é possível recomeçar e “nascer de novo” até mesmo no final da
existência.
Joziane Nunes é uma pessoa que nasceu de novo e, agora,
procura comunicar aos outros sua experiência, aquilo que de melhor
tem em seu coração. Uma de suas características é a liberdade.
Aqui fica bem claro que a liberdade não consiste na prática do
mal. Quanto mais a pessoa pratica o mal, mais ela se torna escrava
de si mesma. É a pior das escravidões.

9
Atitudes que nos levam a DEUS

Por outro lado, quanto mais a pessoa pratica o bem, mais ela
se torna livre. Por isso mesmo que DEUS, que é liberdade suprema,
só pode praticar o bem e não o mal.
O interlocutor deste livro não é genérico. É o “tu”. Joziane
conversa com o leitor como se ele estivesse ao seu lado ou diante dela.
Não expõe teorias, mas vivencia aquilo que ela aprendeu com a vida.
Fica claro, nestas páginas, que Deus é o fundamento não só
do universo e da reta conduta humana, mas também de nossa vida.
Uma vida sem Deus é uma vida sem fundamento.
Por isso, sua reflexão aparece sempre acompanhada de oração.
As diversas orações são a parte mais bonita do livro.
A autora usa um estilo de comunicação simples, espontâneo e
sincero. É um livro não apenas para ser lido, mas meditado.
Que o Espírito Santo, nosso Mestre interior, continue enchen-
do o coração de Joziane de sabedoria e luz!

Dom Benedito Beni dos Santos


Bispo da diocese de Lorena

10
CAPÍTULO 1
NOSSO MAIOR PECADO
É NÃO AMAR

“Tendo sido, pois, justificados pela fé, estamos em paz


com DEUS por nosso Senhor Jesus Cristo, por quem
tivemos acesso, pela fé, a esta graça, na qual estamos
firmes e nos gloriamos na esperança da glória de DEUS.
E não é só. Nós nos gloriamos também nas tribulações,
sabendo que a atribulação produz a perseverança, a
perseverança é a virtude comprovada. E a esperança não
decepciona, porque o amor de DEUS foi derramado em
nosso coração pelo Espírito Santo que nos foi dado. Foi,
com efeito, quando ainda éramos fracos, que Cristo,
no tempo marcado, morreu pelos ímpios. Dificilmente
alguém dá a vida por um justo; por um homem de bem
talvez haja alguém que se disponha a morrer. Mas DEUS
demonstra seu amor para conosco quando ainda éramos
pecadores” (Rm 5,1-8).

11
Atitudes que nos levam a DEUS

Nós pecamos muito, porque falamos muito e agimos quase


nada. Palavras não convencem a Deus, tampouco mudam a nossa vida.
A promessa pode até ser um propósito motivador, porém ela,
por si só, não traz as transformações que desejamos. Se a intenção
não vier seguida de uma ação correspondente, nossas promessas estão
apenas nos iludindo quanto a possibilidade de reais mudanças em
nossa vida.
A vida só muda se nós mudamos. Essa é a lei da atitude que
Jesus apresentou.Quando nos equivocamos, Deus não vai se sensi-
bilizar pelas horas que passamos de joelhos nos penitenciando pelo
erro cometido. O arrependimento só é aproveitável quando ele é
acompanhado da mudança de atitude.
A solução para limpar e destrancar nosso coração vem de duas
atitudes fundamentais: humildade e simplicidade. Nós adultos esta-
mos nos esquecendo dessas virtudes tão nobres. As crianças lidam
muito bem com elas.Crianças têm o coração puro. Por isso Jesus
afirmou que somente aqueles que se assemelhassem a uma criança
entrariam no Reino de DEUS.
Ainda no alcoolismo, eu (quase todo alcoólatra e dependente
químico faz isso) tentava negociar com DEUS um determinado
benefício com a promessa de que, uma vez alcançada a graça, eu me
tornaria uma pessoa melhor, caridosa, e nunca mais colocaria bebi-
da alguma na boca. Hoje, eu vejo que o certo seria tentar mudar as
minhas atitudes e não tentar negociar com DEUS.
A mudança de atitude me levaria, sem dúvidas, a uma vida
feliz, e, por meio dessa mudança, meus problemas seriam resolvidos.
A partir daí tudo começa a melhorar.
Somos nós os responsáveis pela criação de uma vida melhor,
por meio de um conjunto de atitudes melhores.
Não é mais possível acreditar que simples promessas, irão me-
lhorar a nossa vida, sem que melhoramos o padrão das nossas atitudes.

12
Joziane Nunes

Nossas boas atitudes são um chamado para o amor, é olhar para


si mesmo como uma pessoa digna, é se achar merecedora de amor
por aquilo que é, e não por aquilo que vai fazer, é uma oportunidade
de limpar a alma do egoísmo, é o ensejo de acordar para as coisas
essenciais da vida.
Se não fizermos isso, tomaremos remédio pelo resto da vida,
“REMEDIANDO” a situação, nunca obtendo, realmente, a cura
real. Esse raciocínio se aplica a todos os demais problemas da vida.
Todas as dificuldades são um chamado para o amor, e é isso que
precisa ser curado.
Quando o amor, em forma de atitude, entra em ação, toda
a escuridão desaparece. Eis aqui algumas atitudes de amor, muito
simples, que podemos ter conosco e com o próximo: amor-amizade,
amor-compreensão, amor-perdão, amor-elogio, amor-aprovação,
amor-doação, amor-paciência, amor-esperança, amor-confiança...
Muitos de nós achamos que ainda não estamos preparados
para isso, achamos ainda muito difícil agir dessa forma, porque ainda
somos muito inferiores para gestos de tamanha nobreza.
É um equívoco pensarmos assim, porque o amor não é um
prêmio que receberemos um dia.O amor é um dom que DEUS nos
deu no nosso nascimento.
O amor está aqui em cada um de nós. Só que precisamos ma-
nifestá-lo e não apenas esperar ou simplesmente, prometer. Afinal de
contas, o amor somos nós!

“A humildade só se pode enraizar no coração através das


humilhações. Sem elas, não há humildade nem santidade.
Se não fores capaz de suportar e oferecer a Deus algumas hu-
milhações, não é humilde nem estás no caminho da santidade.
A santidade que Deus da à sua igreja vem através da hu-
milhação do seu filho: esse é o caminho. A humilhação

13
Atitudes que nos levam a DEUS

faz-te semelhante a Jesus, é a parte iniludível da imitação


de Jesus: “Cristo sofreu por vós, deixando-vos um exemplo,
para que sigais os seus passos”(1Pd 2,21).
“Ele, por sua vez, manifesta a humildade do Pai, que se
humilha para caminhar com o seu povo, que suporta as
suas infidelidades e murmurações” (Ex 34,6-9; Sb 11,23-
-12,2; Lc 6,36). “Por esse motivo os apóstolos, depois da
humilhação, estavam alegres por ter sido considerados
dignos de injúrias por causa do Santo Nome” (At 5,41).

Papa Francisco
Exortação Apostólica Gaudete et Exsultate

14