Você está na página 1de 4

Ritual para o grau do Príncipe Soberano da

Rosa Cruz

Organização dos Templos

The Dark Temple


Esta sala está completamente coberta de preto. No centro há um Tableau, com
uma cruz, sem uma rosa; o pé da cruz aponta para o leste. As Luzes, a
Verdade e a Beleza são colocadas ao redor do Tableau.
A espada do cavaleiro está à mesa do Presidente da Câmara; na mesa está a
carta de constituição do Capítulo e um ramo de acácia.
O Templo é mantido o mais escuro possível. No leste, deve haver uma
transparência na qual as letras G, H e L e INRI e uma cruz podem ser
visíveis.
O templo vermelho
Isto é completamente coberto de vermelho e iluminado o mais leve
possível. No meio encontra-se o Tableau, com uma cruz com uma rosa no
topo; o pé da cruz aponta para o oeste. Um pelicano e uma fênix são
colocados ao pé da cruz. Três luzes foram colocadas ao redor do Tableau.

Abrindo
no templo escuro

O capítulo é aberto, depois de verificar se o capítulo está devidamente


coberto, com o pedido do mestre no 1eSupervisor se ele é Souverein Prins da
Rosa Cruz. A resposta é que a Rosa na Cruz é a 1eO supervisor é
conhecido. A idade do Príncipe é de 33 anos, a era da percepção mais
profunda e da humanidade superior.
O 1eO superintendente afirma que estamos vivendo em um momento difícil,
no qual a luz ameaça ser vencida pelas trevas e na qual a Palavra está
constantemente perdida.
Os 2eO supervisor dá a tarefa da vida de tentar realizar a vida no Arquiteto
Chefe do Universo. Ele quer manter a Palavra, mesmo quando está ameaçada
de destruição e peculato. Ele deseja, através da fé, esperança e amor, com a
cabeça, o coração e a mão, espalhar o espírito do Supremo Mestre do
Universo como amor de pessoa a pessoa.
Os candidatos são então apresentados.

Concessão dos graus intermediários

O Mestre indica que, a fim de continuar a cumprir as regras para o


reconhecimento mútuo de Grandes Potências em outras partes do mundo, os
candidatos devem estar cientes dos Graus Intermediários, que serão agora
dados em comunicação.
Por ordem do Capítulo Chefe e em virtude do poder que lhe foi confiado pelo
Capítulo, ele concede os graus de:
Mestre Secreto - 4egrau;
Mestre Perfeito - 5egrau;
Escritor Secreto - 6egrau;
Provoost e Juiz - 7egrau;
Gerente de construção - 8egrau;
Nove Escolhido - 9egrau;
Escolhido um dos Quinze - 10egrau;
Exaltado Escolhido - 11egrau;
Arquiteto Grão-Mestre - 12egrau;
Cavaleiro do Arco Real - 13egrau;
Perfeitamente escolhido grande tiro - 14egrau;
Cavaleiro dos Outros e do Oriente - 15egrau;
Príncipe de Jerusalém - 16egrau;
Cavaleiro do Oriente e do Ocidente - 17egrau.
Os candidatos são então anunciados com palavras, marca e toque deste último
grau. O sinal é feito pela oposição entre si; um olha por cima do ombro
direito, o outro por cima do ombro esquerdo e depois de um breve momento
olha um para o outro. O toque e as palavras são dadas em combinação. Os
irmãos estão em frente um do outro, um coloca a mão esquerda no ombro
esquerdo do outro, dizendo Abaddon. O outro irmão coloca a mão direita no
ombro direito do primeiro e diz Jehabulon. Desta forma, os braços são
colocados na forma da chamada cruz de Andries.
A palavra Abaddon refere-se ao mundo como um lugar de destruição,
Jehadulon significa "O Senhor é nosso Libertador".
Sobre isso, os candidatos do Templo são levados a deixá-los entrar um pouco
mais tarde como Cavaleiros do Oriente e do Ocidente.
O Mestre fala aos candidatos que a sua presença é a prova de que eles não
ficaram parados no seu desenvolvimento espiritual após a sua ascensão. O
espírito do Engenheiro Supremo Chefe do Universo foi trazido à vida nos
candidatos e, assim, abriu caminho para o desenvolvimento superior, para a
perfeição interior. Nesse desenvolvimento, os candidatos são apoiados pela
Nova Palavra Mestra, mas a compreensão gradualmente ocorreu a eles de que
a Velha Palavra Mestra, que foi perdida com a precipitação de Hiram Abiff,
não se perdera, mas que um caminho permanece aberto na escuridão que a
Palavra Perdida levará o segredo do nome indescritível.
O Mestre observa que, por causa de sua presença aqui, os candidatos têm o
desejo de pesquisar através da Palavra Mestra, que os ensinará a desenvolver
plenamente o Divino dentro de si mesmos. Ele promete que o candidato será
mostrado o caminho. Além disso, o candidato terá que passar três dias e três
noites em três jornadas simbólicas. Nessas jornadas, é o trabalho dos
candidatos para buscar a Palavra.
No Oriente as Luzes Fé, Esperança e Amor são acesas.
Durante a primeira viagem ao redor do templo, o 2 dizeSupervisor: Nossa
última e mais elevada sabedoria é a nossa firme fé na Sabedoria do Supremo
Mestre do Universo, que é a nossa Fé.
Após esta primeira jornada, a Palavra Perdida ainda não foi encontrada. Esta é
a segunda jornada. 1º Supervisor: Nossa última e maior força é nossa firme fé
no Poder do Arquiteto Chefe do Universo, que é a nossa Esperança. A Palavra
não é encontrada nesta jornada também.
Durante a terceira jornada, o Mestre diz: Nossa última e mais alta beleza é
viver na Beleza do Supremo Mestre do Universo, que é a beleza abrangente
do Amor.
Depois que a terceira jornada também foi concluída, o Maestro conclui que os
candidatos descobriram o significado das novas luzes que os conduzirão à
Palavra, mas que ainda não encontraram a própria Palavra.
Para a pergunta do Mestre sobre como eles ainda serão capazes de alcançar
isto, a resposta é: Aceitando a Cruz. Cada um dos candidatos é perguntado se
eles estão preparados para isso. Depois que os candidatos responderam
afirmativamente, a cruz é iluminada no triângulo. Os candidatos são
conduzidos ao trono, onde têm que fazer seu voto:
"Renovo as promessas feitas nos diplomas anteriores;
prometo sempre promover a importância dos Graus Simbólicos,
cooperar com todas as minhas forças no objetivo de Graus Altos.
Prometo penetrar nas pessoas através de minhas palavras e ações com o
espírito de fraternidade, com amor de pessoa a pessoa.
Aceito a Cruz. "
O Mestre dá a cada um dos candidatos o golpe do cavaleiro e depois os eleva
com o apoio de Souverein Prins van de Rozekruis. Ele informa-os da senha
neste grau, Emmanuel, e indica que a idade neste grau é de 33 anos. O Sinal
do Bom Pastor, feito quando em pé "Em Ordem", é feito cruzando os braços
sobre o peito, a esquerda sobre a direita, a cabeça inclinada para a esquerda.
O que se segue é uma breve elaboração do Redenaar sobre o amor (cristão),
decidido pelas palavras do Mestre: Então seremos renovados, renasceremos,
então o dito é verdadeiro: "Igne Nature Renovatur Integra", "somos renovados
por o fogo do Amor, o feitiço do qual as letras iniciais formam INRI, a
Palavra ou a nossa Palavra.
O Mestre prossegue dizendo que esta palavra tem apenas um significado
simbólico, que é um símbolo do espírito, do Supremo Mestre do Universo,
quando esse espírito se revela ao homem. Quando este símbolo é adotado pelo
homem, as primeiras palavras do Evangelho de João recebem um novo
significado:
"No princípio a Palavra era e a Palavra estava com Deus e a Palavra era
Deus. Todas as coisas são feitas por ele, e sem isso nada é feito que se
tornou. Nela estava a Vida e a Vida era a Luz dos homens. E a Luz brilha nas
trevas e as trevas não prevaleceram ".
O Mestre então indica que há outros significados da Palavra INRI: INRI
também significa "In Nobis Regnat Ille": em nós Ele reina, referindo-se ao
Amor Divino em cada pessoa e também por "Iezus Nazarenus Rex
Iudaeorum", o texto na Cruz de Jesus Cristo, que estava preparado para sofrer
a morte na cruz do Amor ao homem.
Então o Maestro, seguido pelo Mestre com os Princes recém-adotados e os
dois Superintendentes, vai em uma caminhada cruzada ao redor do Tableau. O
condutor carrega um ramo de acácia.
Durante este tour o Mestre diz: Irmãos, sua Via Sacra já começou. Você sabe
que esta é uma jornada de dor, porque você tomou a cruz em você; você
também percebe o que isso significa?
Como você ficará cansado se a Beleza for perdida (o Condutor extingue a vela
Beleza aqui) se a Força desligar você (a Luz da Vela se extingue) se a
Sabedoria não se revelar mais (a Sabedoria também é soprada). Você vê seus
irmãos te deixarem. Como você vai encontrar o seu caminho agora?
O Mestre continua com um tratado sobre as provações que aguardarão os
novos Cavaleiros, mas com a Fé na vitória, a alegre Esperança no coração no
caminho do Amor sacrificial aguarda a Luz no final desse caminho. "O
caminho da cruz é o caminho para a luz".
Todos eles vão para o Templo Vermelho.

No templo vermelho

De Meester coloca os recém-adotados Príncipes antes da Cruz com a Rosa:


Via Crucis, via Lucis; o caminho da cruz é o caminho para a luz. Os príncipes
estão cientes da cruz e como a rosa floresce em toda a sua juventude e
frescura. Esta é a cruz para aqueles que dirigem suas vidas de acordo com a
Palavra Mestre. A única maneira que pode levar a isso é o modo de sacrificar
todo o amor. Através deste Amor somente a Palavra Mestre pode ser
encontrada. Para aqueles que aceitam voluntariamente a cruz, o sacrifício se
torna um luxo. Se os Príncipes perceberam que o fogo sagrado do Amor não
pode ser apagado, a Cruz com a Rosa nunca será um fardo, mas sempre um
apoio maravilhoso.
Nesse caso, os raios sagrados de fé, esperança e amor iluminarão o
caminho; A fé guiará, fortalecerá a esperança e o amor se revelará.
Os príncipes são então colocados nas colunas, seguidos por uma construção
musical curta. Quando isso estiver terminado, todos os príncipes se reúnem
em torno do Tableau, após o qual o Redenaar explicará os símbolos.
A iniciação é concluída com um Broedermaal conjunto.

Você também pode gostar