Você está na página 1de 29

FA120430 ISSN 0335-3931

FD X 60-000
Maio de 2002

Classificação índice: X 60-000

ICS: 03.080.10

manutenção industrial

função de manutenção

E: Manutenção Industrial - Manutenção função D: Industrieanlagen für INSTANDHALTUNG


- Instandhaltungsfunktion

documentação Issue
publicado pelo AFNOR maio 2002.

Substitui a documentação de especificação X 60-000, de fevereiro de 1985. Com a aprovação norma NF EN


13306, junho de 2001, substitui o experimental X padrão 60-010, em Dezembro de 1994.
© AFNOR 2002 - Todos os Direitos Reservados

correspondência Na data de publicação deste documento, não há trabalho europeu


Internacional ou sobre o mesmo assunto.

análise Este documento foi concebido como um guia, que fornece diretrizes a considerar na concepção do processo de
uma empresa ou serviço, serviço industrial, a fim de cumprir as suas questões técnicas e econômicas.

descritores Técnica Internacional Enciclopédia: manutenção, empresa, organização, gestão, documentação, equipamentos fixos,
equipamentos móveis, contrato, concurso, gestão de stocks, arquivo, gerenciamento automatizado, a aplicação da
tecnologia da informação, a confiabilidade.

modificações Comparado com o documento substituído, este documento fornece diretrizes a considerar ao projetar, avaliar ou
rever o processo de uma empresa industrial serviço. Ele incorpora cinco níveis de manutenção.

correções Em comparação com o 2 e desenhar, alteração da numeração de definições.

Publicado e distribuído pela Associação Francesa de Normalização (AFNOR) - 11, avenue Francis de Pressensé - 93571 Saint Denis La Plaine Cedex
Tel. : + 33 (0) 1 41 62 80 00 - Fax: + 33 (0) 1 49 17 90 00 - www.afnor.fr

© AFNOR 2002 AFNOR 2002 3 e desenho 2003-12-E


manutenção industrial AFNOR X60G

Membros do Comitê de Normas

Presidente: Sr. Gusmini


Secretaria: BENSALEM perder - AFNOR

M ARCHENY SNCF

M Arnoux H Arnoux HENRI

M BORDES SPIE TRINDEL

M BOUTTEAU DISTRIBUIÇÃO DE REFINO TOTAL

M BROCHARD DELATTRE Levivier

M Clergeau JEAN PIERRE Clergeau

M CROS FIM

M CARO CAMOM SA

M DESPUJOLS EDF R & D

M Desvignes SNCF

M Dubernard Dubernard SA

M Dufour ALSTOM INDUSTRY SA ENTIDADE ISS

M FOURMENTRAUX CEA M

FRESSE RATP

M GAREL DELATTRE Levivier

M Gusmini SPIE TRINDEL

M HOSTALIER INSTALAÇÕES DE GESTÃO DALKIA

M KRIBS Roiret EMPRESAS

M Laforgue AUTOMÓVEIS PCA-Peugeot Citroën

M LAURENT DISTRIBUIÇÃO DE REFINO TOTAL

M O fouler SPIE TRINDEL

M LUZ PREVER SARL

M LEJAY PARKE DAVIS

MME Lesieutre GARCZYNSKI TRAPLOIR

M MACHUT H MACHUT JEAN LOUIS

M Méchin CIMI

M Miniot Métareg

M MONGIS Elf Aquitaine

M PATU RATP

M Pichot DESAFIO CONSULTORES

M REDHEAD AURIA CONSELHO

M Sappin DION DEFESA E SEGURANÇA CIVIL

M Schima SNCT

M SERRES DiGITIP STSI

M Speyer RATP

MS Tornatore GAZ DE FRANCE - DION PESQUISA

M VALTEAU EDF R & D

MS VERET GABINETE ALAIN Bensoussan


-3- FD X 60-000

resumo
página

Prefácio ............................................... .................................................. .................................................. .... 5

Introdução ................................................. .................................................. .................................................. .... 5

1 Âmbito .............................................. .................................................. ....................... 5

2 Referências ................................................ .................................................. ................... 6

3 Termos e definições ............................................... .................................................. ........................ 6

4 processo de manutenção ................................................ .................................................. .................. 8


4.1 Gestão, Política e estratégia de manutenção ........................................... ................................ 8
4.1.1 gestão da manutenção .............................................. .................................................. ......... 8
4.1.2 política de manutenção ............................................... .................................................. ................... 8
4.1.3 estratégia de manutenção ............................................... .................................................. ................... 8

4,2 níveis tipologia e manutenção ............................................. .................................................. .. 9


4.2.1 níveis de manutenção .............................................. .................................................. ............... 9
4.2.1.1 1 st nível de manutenção ............................................... .................................................. ............... 10
4.2.1.2 2 e nível de manutenção ............................................... .................................................. ................ 11
4.2.1.3 3 e nível de manutenção ............................................... .................................................. ................ 12
4.2.1.4 4 e nível de manutenção ............................................... .................................................. ................ 13
4.2.1.5 5 e nível de manutenção ............................................... .................................................. ................ 14
4.2.1.6 Passos manutenção ............................................... .................................................. ................ 14
4.2.1.7 Notas sobre a decomposição diferente ............................................. ...................................... 14
4.2.2 Implementação da política de manutenção .......................................... ....................................... 15
4.2.2.1 decomposição árvore de um bem ............................................ ................................................. 15
4.2.2.2 Designação e de Codificação de bens ........................................... .................................................. ..... 15
4.2.2.3 A manutenção preventiva ................................................ .................................................. ................... 15
4.2.2.4 manutenção corretiva ................................................ .................................................. .................... 17
4.2.2.5 Manutenção Auto ................................................ .................................................. ............................ 17
4.2.2.6 História bem ............................................... .................................................. ............................. 18
4.2.2.7 Manutenção e "ferramentas" específica ............................................ .................................................. .... 18

4.3 Os estudos de manutenção função ............................................. .................................................. .... 18


4.3.1 Análise das necessidades ............................................... .................................................. ......................... 19
4.3.2 Análise de trás da experiência ............................................ .................................................. ........... 19
4.3.3 Desenvolvimento de plano de manutenção preventiva ............................................ .................................... 20
4.3.4 Determinação dos elementos necessários para a manutenção ........................................... ...................... 20
4.3.5 Estudo de produtos melhorados ........................................... .................................................. ......... 21
4.3.6 Especificações participação investimentos ........................................... ...................... 21

4,4 As funções de preparação e de agendamento ............................................. ..................................... 21


4.4.1 Preparação ................................................. .................................................. ..................................... 21
4.4.2 Agendamento ................................................. .................................................. ............................ 22

4,5 A função de conclusão ............................................... .................................................. ....................... 23


4.5.1 Direcção ................................................. .................................................. ........................................... 23
4.5.2 Realização ................................................. .................................................. ...................................... 23
4.5.3 Controlo de realização .............................................. .................................................. ................... 23
4.5.4 A coleta de dados ............................................... .................................................. ....................... 24
FD X 60-000 -4-

resumo ( final)
página

4,6 Gestão de recursos para manutenção ........................................... ......................... 24


4.6.1 Gestão da manutenção de estoque ............................................. .................................................. ...... 24
4.6.1.1 Manutenção de consumíveis ............................................... .................................................. ...... 25
4.6.1.2 Peças ............................................... .................................................. ......................... 25
4.6.1.3 peças de reposição excepcionais .............................................. ................................................. 26
4.6.1.4 Instalações e equipamentos ............................................... .................................................. ...................... 26
4.6.2 Responsabilidades e princípios de manutenção de gerenciamento de estoque .......................................... .............. 27

4.6.3 A "manutenção de estoque" file ............................................ .................................................. ........... 27


4.6.4 Gestão de Recursos Humanos .............................................. .................................................. .... 28
4.6.5 Gestão de recursos externos / terceirização ............................................ ............................. 28

4.7 Gestão de recursos para manutenção ........................................... ......................... 28


4.7.1 Os custos ................................................ .................................................. ......................................... 28
4.7.2 Orçamento e controlo orçamental .............................................. .................................................. ........... 29
4.7.3 Dashboards ............................................... .................................................. ............................. 29
-5- FD X 60-000

prefácio
A globalização do comércio coloca as empresas em um ambiente competitivo que requer, entre outras coisas:

- em termos de investimentos, para evitar fazer quantitativos ou qualitativos erros e otimizar a eficiência dos investimentos já realizados;

- em termos de custo custos, controlar e otimizar em sua diversidade;

- em termos de estruturas, para tomar descompartimentalização ação e homens de chumbo, características, especialidades e níveis em uma equipe
orientada para objectivos comuns no contexto de uma cultura livremente comum compartilhada.

Assim, a operação de uma ferramenta, para qualquer fim (produção de bens, serviços, ...), devem ser realizados com o duplo objectivo da eficiência
técnica e econômica e de segurança no conformidade com os requisitos das normas de gestão reconhecidos internacionalmente no domínio da qualidade,
(ISO 9000, etc.) e ambientais (ISO 14000, etc.).

eficiência econômica da empresa depende, entre outras custo total do ciclo de vida de integrar um lado, o custo total de aquisição e os outros custos
operacionais (mão de obra, energia, materiais cru e fontes, manutenção).

Neste contexto, a importância estratégica da função de manutenção, é integrado (centralizado em um único departamento ou distribuído a todos os
intervenientes do sistema de produção) ou é terceirizada (parcial ou totalmente) tem um novo dimensão na gestão de uma empresa.

introdução

Concebido como um guia, esta documentação brochura pretende diretrizes atuais de levar em conta a design, avaliar ou rever o serviço que um processo
de negócios industrial é propensos a desenvolver, a fim de atingir o seu objetivos.

Com base em uma abordagem funcional para manutenção, a análise proposta irá orientar os gestores e / ou executivos relevantes para:

- conceber um processo de manutenção adaptado ao seu contexto;

- caracterizando as interfaces e conexões que este processo irá desenvolver com outro processo constituinte da empresa;

- definir as tarefas e responsabilidades dos diferentes atores da função de manutenção.

1 escopo

Este documento aplica-se ao processo de manutenção da empresa. Trata-se de:

- manutenção da propriedade, uma função técnica cumprido por esta propriedade ou garantir um sistema de produção como um todo (excluindo
manutenção de software de computador);

- industriais e de serviços empresas.

Não se trata de algumas atividades tradicionalmente atribuídos a empresas de manutenção, mas de natureza diferente, não estão sob manutenção,
conforme definido na norma EN 13306: novas obras, segurança, meio ambiente, ....
FD X 60-000 -6-

2 referências

Este documento incorpora por referência, datada ou não de outras publicações. Estas referências normativas são citadas nos lugares apropriados do texto
e as publicações estão listados abaixo. Para referências datadas, as emendas ou revisões subsequentes de qualquer destas publicações se aplicam a este
documento somente quando nela incorporadas por emenda ou revisão. Para referências não datadas da última edição da publicação a que se faz
referência a aplicar.

NF X 60-200, usuários comunicados técnicos de bens duráveis ​para uso industrial e profissional - Nomes e princípios da escrita em geral e apresentação.

X 60-012, Termos e definições dos elementos e seus suprimentos de bens duráveis.

X 60-020, Manutenção - Indicadores de manutenção.

DF X 60-008, Manutenção - relação pré-contratual.

X 60-318 Manutenção - contratos de manutenção guia de preparação.

NF EN 13306, manutenção Terminologia ( índice de classificação: X 60-319).

3 Termos e definições

Para efeitos do presente documento, os seguintes termos e definições.

3.1
manutenção
conjunto de todas as atividades técnicas, administrativas e de gestão durante o ciclo de vida de uma propriedade, para manter ou restaurar um estado em
que ele pode executar a função desejada

3.2
artigo
claramente identificada como tal constituindo assim um elemento ou nomenclatura Catálogo

3,3
melhoria
toda a técnica, administrativa e de gestão para melhorar a confiabilidade de uma propriedade sem alterar a sua função

3.4
bom
elemento, componente, mecanismo, subsistema, funcional unidade, equipamento ou sistema que pode ser considerado individualmente

NOTA Um determinado número de produtos, tais como um conjunto de activos, ou uma amostra, em si pode ser considerada propriedade.

3,5
terceirização
operação consiste em atribuir a um operador externo, uma actividade ou serviço realizado geralmente internamente

3,6
manutenção preventiva
manutenção realizada em intervalos predeterminados ou em função de critérios prescritos e para reduzir a probabilidade de uma rotura ou degradação da
operação de um poço, que está subdividido em:
-7- FD X 60-000

3.6.1
manutenção condicional
manutenção preventiva baseado em controlar o funcionamento da propriedade e / ou parâmetros significativos desta operação e integrar as ações
resultantes

NOTA Acompanhamento da operação e os parâmetros podem ser executados em uma programação ou sob demanda, ou continuamente.

3.6.2
Manutenção preditiva
manutenção condicional efectuada seguindo as previsões extrapolados da análise e avaliação de parâmetros significativos da degradação da propriedade

3.6.3
manutenção sistemática
A manutenção preventiva realizada a intervalos de tempo predeterminados ou de acordo com um determinado número de unidades de utilização, mas sem
controlo da condição da propriedade

3.7
manutenção corretiva
manutenção realizada após a detecção de uma avaria e concebido para proporcionar um poço num estado em que se pode executar uma função requerida

3.8
gestão da manutenção
todas as atividades dos órgãos sociais que determinam os objetivos, estratégia e responsabilidade pela manutenção e que posta em prática por meio como
planejamento, gestão e controle de manutenção, métodos melhorados em empresa, incluindo a economia

3,9
mudança
toda a técnica, administrativa e de gestão, destinado a alterar a função de um poço

NOTA 1 Mudança faz substituição não média com um objeto equivalente.

NOTA 2: A modificação não é uma ação de manutenção, mas refere-se à alteração da função exigida de um poço para dar a este estabelecimento
uma nova função desejada. As alterações podem afetar a segurança operacional ou o desempenho da propriedade, ou ambos. NOTA 3 A modificação
pode ser realizada por pessoal de manutenção.

3.10
plano de manutenção
conjunto estruturado de tarefas que incluem as atividades, procedimentos, recursos e tempo necessário para realizar a manutenção

3.11
processo
conjunto de actividades inter-relacionadas que transforma elementos de entrada para saídas

3.12
sistema produtivo
sistema cujo objectivo é fornecer um produto ou serviço para um sistema cliente externo
FD X 60-000 -8-

4 processo de manutenção

4.1 Gestão, Política e estratégia de manutenção

4.1.1 Gestão da manutenção

A gestão da manutenção é da responsabilidade de um (ou mais) pessoa (s) designado (s) cujas responsabilidades e autoridade devem ser definidas.

papel da pessoa (ou) (s) responsável pela gestão da manutenção é controlar todas as ações que contribuam para alcançar os melhores técnicos e
econômicos condições, metas e objetivos pô-la junto da Direcção de : custos, qualidade, confiabilidade (FMD: confiabilidade, manutenção, disponibilidade),
segurança, meio ambiente, etc.

A gestão da manutenção requer a implementação de uma comunicação, com base no intercâmbio de informações com todas as outras funções da
empresa.

Esta informação pode ser por exemplo, painéis de controle e monitoramento de indicadores, relatórios e relatórios, recomendações sobre o impacto das
escolhas industriais.

4.1.2 Política de Manutenção

A política de manutenção é com as orientações estabelecidas (método, programa, orçamento, etc.) no âmbito das metas e objectivos definidos pela
administração da Companhia.

Como parte da otimização dos custos de produção, e de acordo com a política adotada, as diretrizes enfatizam:

- disponibilidade e vida útil da propriedade de serviço;

- a segurança das pessoas e bens;

- qualidade do produto;

- protecção do ambiente;

- optimizar os custos de manutenção;

- etc.

Ele é adaptar os métodos de trabalho próxima parada bem para manter apenas lhe diz respeito (por uma propriedade independente ou propriedade
pertencente a uma linha de produção contínua, mas foi dobrado por razões de disponibilidade e / ou de segurança), ou, pelo contrário, irá resultar na
suspensão de uma linha de produção (no caso de um moinho de rolamento ou uma linha de montagem de veículos, por exemplo). As ligações de política
de manutenção, em particular, a fazer escolhas entre:

- preventiva e / ou corretiva, sistemática ou condicional;

- Manutenção interiorizado e / ou terceirizados. Tendo em

conta:

- escreva contratante;

- grau de risco aceite;

- etc.

4.1.3 Estratégia de Manutenção

A estratégia de manutenção, resultante da política de manutenção, impõe escolhas para atender ou superar as metas. Estas escolhas têm de ser para:

- desenvolver, adaptar e aplicar os procedimentos de manutenção;

- desenvolver e optimizar a manutenção horários;

- organizar equipes de manutenção;


-9- FD X 60-000

- internalizar e / ou parcialmente ou completamente outsourcing tarefas de manutenção;

- definir, gerenciar e otimizar estoques e consumíveis de peças de reposição;

- estudar o impacto econômico (tempo de retorno) da modernização ou melhoria da ferramenta de produção para a produtividade e sustentabilidade.

A estratégia de manutenção envolve a implementação de um plano de manutenção com metas e indicadores mensuráveis.

Os resultados medidos são comparados com os objetivos e estão sujeitas a análise.

Uma parte importante da estratégia de manutenção de recursos humanos entre as duas partes interessadas fora da empresa do que o próprio pessoal da
empresa:

- selecção, o recrutamento;

- treinamento de pessoal;

- competências de gestão e autorizações;

- comunicação;

- etc.

4,2 níveis tipologia e manutenção

4.2.1 níveis de manutenção

A manutenção e exploração de bens imóveis são exercidos através de muitas operações, às vezes repetitivo, às vezes casual, comumente definida até

cinco níveis de manutenção. A classificação destas operações lhes permite priorizar várias maneiras. Isto pode ser baseada nos seguintes critérios:

Definir quem faz o quê em relação a cada níveis de manutenção:

- funcionários de produção (manutenção industrial) ou ocupante (manutenção de edifícios);

- pessoal de manutenção tendo em conta a qualificação do trabalhador;

- o pessoal da empresa ou um empreiteiro;

- uma combinação dos três.

Quando se trata de manutenção da propriedade, é importante para definir despesas de manutenção com precisão quais são cobrados: ocupante ou
inquilino, por outro; existem:

- operações recorrente manutenção de renovar a cada ano: estas taxas são geralmente cobrados ao ocupante ou arrendatário;

- operações previsível manutenção com vencimento em intervalos maiores para a duração legal de um exercício;

NOTA 1 Estas taxas são geralmente cobrado ao proprietário do imóvel. NOTA 2 Estas cargas

normalmente a 4 definidos abaixo.

- operações de reconstrução renovação para comparável investimentos e programado com base na vida útil estimada dos bens.

NOTA 1 Esses encargos são sempre a cargo do proprietário do imóvel. NOTA 2 Estas cargas

normalmente em 5 define abaixo.

Lembrar outros critérios ligados ao níveis de manutenção, os meios para implementar, o custo das peças sobressalentes, etc., para as quais é
cada um a ser determinado.
FD X 60-000 - 10 -

4.2.1.1 1 st nível de manutenção

Ações simples necessárias para a operação e realizados em itens facilmente acessíveis com segurança com equipamentos de apoio integrado bem.

Este tipo de operação pode ser realizada pelo usuário com muito, se houver, equipamentos de apoio integrado bem e usando instruções. Exemplos:

• manutenção preventiva

Ferramentas e processos manutenção de imóveis

- condição de monitoramento rodada - estado de seleção rodada e funcionando iluminação, abertura,


canalização, revestimentos, impermeabilizações
- lubrificação diária

- componentes mecânicos manual de manobra


- Alguns lubrificação, lubrificação (dobradiças para portas, janelas,
- As declarações de valores de estado ou unidades de uso etc., ...)

- teste de lâmpada na mesa

- Purga de elementos de filtro

- Controlo entupimento do filtro

(Em alguns casos, algumas ações de manutenção corretiva pode cair no nível 1)

Exemplos:

• Manutenção corretiva

Ferramentas e processos manutenção de imóveis

- substituição de lâmpadas

- operações comuns de serralheiro de caracterização, raspadores,


babetes, limpadores

- Ajuste, substituição de elementos gastas ou danificadas, em elementos


componentes simples e acessível
- 11 - FD X 60-000

4.2.1.2 2 e nível de manutenção

Ações que requerem procedimentos simples e / ou equipamentos de apoio (bem integrado ou externo) uso ou implementação simples.

Este tipo de ação de manutenção é realizada por pessoal qualificado com procedimentos detalhados e instalações de apoio definidos nas instruções de
manutenção.

Um pessoal qualificado quando ele recebeu treinamento para que possam trabalhar com segurança em um bem com alguns riscos potenciais, e é
reconhecida como adequada para realizar o trabalho que lhe foi confiado, dado o seu conhecimento e habilidades. Exemplos:

• manutenção preventiva

Ferramentas e processos manutenção de imóveis

- Controlar as configurações do equipamento em operação, com - Verificando sistemas de água - Válvula (EV) e de águas residuais (UE)
meios integrados de medição bem

- As válvulas de controle
- ajuste simples (polias de alinhamento de alinhamento da bomba
- verificação aterrado
motora, etc.)
- Controlo de craqueamento e impermeabilização de terraços
- Controle dos dispositivos de comutação (sensores, disjuntores,
fusíveis), segurança, etc. - Limpeza incursões de águas pluviais (EP) Terraços de capina

- descalcificação superfície de escoamento (torre de


arrefecimento) - limpeza oleoduto (fora da rede)

- intervalos de baixo de lubrificação (semanal, mensal)

- Filtros de substituição difícil acesso

Exemplos:

• Manutenção corretiva

Ferramentas e processos manutenção de imóveis

- Substituição com fusíveis de câmbio peças padrão, cintos, filtros - Reparos de trocas comerciais padrão e ajustes simples de
de ar, etc. equipamentos, tais como: flush, puxadores das portas e abertura,
placa tecto falso
- tranças de substituição, embalagem, etc.
- Substituição de fontes de luz
- Jogando fluxogramas de solução de problemas para o retorno ao anel
- Touch-up pintura e revestimentos

- A substituição de componentes individuais usados ​ou deteriorados - Substituindo tomadas e interruptores deterioradas
por troca padrão (ferroviário, a corrediça, o rolo, rolo, cadeia, fusível,
correia, ...)
- Disgorging linha com materiais leves, etc.
FD X 60-000 - 12 -

4.2.1.3 3 e nível de manutenção

Operações que requerem procedimentos complexos e / ou equipamentos de suporte portátil, uso ou complexa implementação.

Este tipo de manutenção pode ser realizada por um técnico qualificado, utilizando procedimentos detalhados e instalações de apoio previstas nas

instruções de manutenção. Exemplos:

• manutenção preventiva

Ferramentas e processos manutenção de imóveis

- controle e configurações envolvendo o uso - Controlo de vedação janelas frontal, terraços


dispositivos de medição externas a propriedade

- visita de manutenção preventiva o - Identificação de fissuras, colocando testemunhas.


equipamentos complexos

- ignição e combustão de controlo (caldeiras)

- trabalhos de manutenção preventiva intrusiva

- Declaração de parâmetros técnicos do estado propriedade


usando as medições de equipamentos medição individual (fluidos
de amostragem ou materiais, ...)

Exemplos:

• Manutenção corretiva

Ferramentas e processos manutenção de imóveis

- diagnóstico - Diagnóstico de uso com equipamentos de apoio portátil (uso de


terminais de interrogatório autômatos celulares)
- Reparação de um vazamento de refrigerante (refrigerador)

- Substituindo subconjuntos e definições: fechaduras,


- Recuperação de isolamento
fecho de portas, tubos, dispositivos
- Diagnóstico de uso com equipamentos de suporte portátil e iluminação, ...
individual (bolso PLC multímetro)
- Substituindo vidro simples ou painel de parede cortina ≤ 1 m 2

- substituição de órgãos e troca de componentes por norma geral


- Reversão degradação parcial da porta, janela, placa de base.
técnica sem o uso de meios de apoio comuns ou especializadas
(placa PLC, cilindros, bomba, motor, engrenagens, rolamentos,
...)

- meios de resolução de problemas de produção através da utilização de


meios de medição e diagnósticos individuais
- 13 - FD X 60-000

4.2.1.4 4 e nível de manutenção

Operações cujos procedimentos envolvem dominar a tecnologia e / ou implementação de equipamentos de apoio especializado técnica ou específica.

Este tipo de manutenção é feito por um técnico ou uma equipe especializada com quaisquer instruções gerais ou especiais de manutenção. Exemplos:

• manutenção preventiva

Ferramentas e processos manutenção de imóveis

- revisões gerais parciais ou não exigem a desmontagem completa - a termografia de infravermelhos de edifícios (isolamento)
da máquina

- análise de vibração

- Análise de lubrificantes

- a termografia de infravermelhos (eléctrica, mecânica, térmica, ...)

- Declaração de parâmetros técnicos que necessitam de meios de


medição colectivas (osciloscópio, de colector de dados de
vibração), com análise de dados

- Revisão de uma bomba na oficina, após a remoção preventiva

Exemplos:

• Manutenção corretiva

Ferramentas e processos manutenção de imóveis

- substituição válvulas do compressor - cerca Retomar exterior

- Headend substituição BTA - Substituindo uma porta para a pintura

- Revisão de uma oficina especializada bomba após a remoção - repara rachaduras e vazamentos
preventiva
- recuperação de vazamento de telhado

- Reparação de uma bomba no local, após uma falha

- meios de produção Solução de problemas com o uso de meios


para medida ou diagnósticos colectivas e / ou alta complexidade
(PLC programação mala, regulamentação e sistema de controle
com o digital controles, inversores, ...)
FD X 60-000 - 14 -

4.2.1.5 5 e nível de manutenção

Operações cujos procedimentos envolvem know-how, usando técnicas especiais ou tecnologias, processos e / ou equipamentos de apoio industrial.

Por definição, este tipo de manutenção (renovação, reconstrução, etc.) é realizado pelo fabricante ou por um serviço ou empresa especializada, com
instalações de apoio definidos pelo fabricante e, portanto, perto da produção da propriedade em questão. Exemplos:

Ferramentas e processos manutenção de imóveis

- revisões gerais com a desmontagem completa da máquina - Reparação de uma estrada ou uma rede

- A recuperação completa de um revestimento, um falso chão ou


- recuperação dimensional e geométrico tecto falso em um escritório ou um local de

- grandes reparações realizadas pelo fabricante ou reembalagem


de sua propriedade - Reparação de área coberta selagem

- Substituição de propriedades obsoletos ou limite de desgaste

4.2.1.6 manutenção de nível

É importante não confundir os níveis de manutenção com a noção de nível de serviço que especifica onde os procedimentos são realizados. geralmente
define três níveis são:

- o manutenção no local: intervenção é diretamente para o equipamento no lugar;

- o oficina de manutenção: reparação de hardware é realizada em um único lugar, no local, adequado para intervenção;

- o manutenção de fabricante ou empresa especializada: o material é então transportado para tais operações disposição que exige formas
específicas.

Embora os dois conceitos de nível e nível de manutenção são diferentes, muitas vezes há uma correlação entre o nível e passo. As operações de níveis 1
a 3, por exemplo, que ocorrem no local, os de oficina de nível 4 e nível 5 para um offsite especialista (fabricante ou empresa especializada). Se isso
acontece com frequência cheques (no serviço militar, por exemplo), mas não deve fazer uma generalidade. Nós podemos encontrar em um ambiente
industrial Nível 5 tarefas executadas directamente no local.

4.2.1.7 Notas sobre uma repartição diferente

Observou-se que a composição detalhada em cinco níveis de serviço proposto acima pode, por vezes, ser reduzido para quatro ou três níveis de acordo
com outras normas ou usa um simplificados distingue de classificação três níveis:

- manutenção simples (ajustes, substituição de consumíveis, lubrificação, ...). Eles dizem respeito, nomeadamente as tarefas realizadas em Unidades
substituíveis Online (URL) que são caracterizados pela sua fácil detecção de falhas ou danos e fácil substituição sem desmontar os elementos
vizinhos. Esta primeira classe intervenções recolhe níveis 1 e 3, a classificação de cinco níveis;

- operações de manutenção moderadamente complexos (reparação de componentes, controlos intrusiva exames das partes internas de um material,
visitas ...). Eles se aplicam em particular para Unidades substituíveis Oficina (URA) que não pode ser facilmente alterado no campo. Aqui encontramos
o nível 4 da decomposição em cinco níveis;

- principais operações de manutenção que identificam o nível 5 e são geralmente realizados pelo fabricante ou empresas especializadas.
- 15 - FD X 60-000

4.2.2 Implementação da política de manutenção

4.2.2.1 decomposição árvore de um poço

O bem-estar definida como "um elemento, componente, mecanismo, subsistema, funcional unidade, equipamento ou sistema que pode ser considerado
individualmente" árvore decomposição de uma parte do poço, e a outra das suas funções serão realizadas visualizar ações de manutenção.

É para cada conjunto de acordo com a precisar de diferentes níveis de decomposição árvore. Algumas profissões podem desenvolver para seu próprio
uso, e de acordo com as suas especificidades, guias padrão ou padrões da indústria para facilitar esta decomposição.

4.2.2.2 Designação e de Codificação de bens

Cada site é dividido em sistemas que executam funções.

Um sistema é constituído por um conjunto de materiais ou equipamentos-se capazes de se decomporem. A designação e codificação destes materiais ou

equipamentos devem ser definidas com antecedência e são a base de toda a gestão:

- manutenção;

- operações;

- história;

- documentação;

- gestão de estoques;

- gestão económica;

- gestão de riqueza;

- etc.

4.2.2.3 manutenção preventiva

a) manutenção preventiva sistemática

manutenção preventiva de rotina inclui ações de manutenção exigidas pelas leis e / ou regulamentos. Ele inclui um mínimo de planejamento formal,
descrição clara e precisa do trabalho a ser feito (de lubrificação, troca do filtro, substituição de rolamento, etc.) e gravação do trabalho.

manutenção preventiva de rotina aplica-se aos mecanismos de degradação cuja evolução é globalmente conhecido. Isso explica por que ele não inclui a
observação prévia da condição da propriedade.

b) manutenção preventiva condicional ou preditivo

Para melhor reflectir a degradação real dos materiais / equipamento (por exemplo, condições de funcionamento reais) medições contínuas ou periódicas de dados observáveis

​e deterioração significativa da autorização de bom estado para tarefas de espaço ou de exclusão repetitivo, caro e por vezes injustificada. A manutenção preventiva condicional

ou palpite preditivo a idéia aqui não realizar trabalhos de manutenção no equipamento, uma vez que não está prestes a fazer mais para garantir a sua função. Isso é para

refletir o fato de que a vida de alguns equipamentos pode diminuir se eles são interrompidos e reiniciados com muita frequência, ou se forem desmontados mais do que o

necessário. Ela também pode reduzir a frequência de algumas ações de manutenção preventiva que exigem a interrupção ou remoção de equipamentos. Condição de

monitoramento e previsão é uma abordagem para otimizar a manutenção preventiva sistemática baseada na medição objetiva dos parâmetros da deterioração da propriedade.

É baseado na extrapolação de medições e linhas de tendência com base no uso da propriedade. As curvas são derivadas a partir de medições sucessivas em comparação

com a do gabarito (REX). É baseado na extrapolação de medições e linhas de tendência com base no uso da propriedade. As curvas são derivadas a partir de medições

sucessivas em comparação com a do gabarito (REX). É baseado na extrapolação de medições e linhas de tendência com base no uso da propriedade. As curvas são

derivadas a partir de medições sucessivas em comparação com a do gabarito (REX).


FD X 60-000 - 16 -

O conceito de monitorização condição assume que o procedimento de três passos a seguir descrito é seguido na sua totalidade e sistematicamente:

1) Medidas ou observações

Eles devem ser reprodutíveis no tempo e realizada periodicamente ou continuamente. Esta condição prévia pode exigir a utilização de equipamento
adequado (metros fixo ou estação móvel).

2) de processamento de Medição

É validação e medidas de desempenho formalizados para análise.

3) Análise

Isto é especialmente as reflexões sobre um gráfico que descreve a evolução dos parâmetros medidos. Qualquer tendência deve ser explicada e levar
ao estabelecimento de um diagnóstico.

intervenções de manutenção serão planeadas de acordo com a previsão do alcance limiares predeterminados por feedback ou sua travessia.

O cruzamento de limiar pode ser evidenciado pela informação dada por um sensor ou por outros meios.

c) plano de manutenção

Cada material ou equipamento consiste de uma série de itens para os quais são definidas ações ou manutenção preventiva sistemática condicional
preventiva para alcançar. Deve-se considerar, se existirem, as recomendações dos fabricantes, completou a dados experiência de feedback site ou outros
sites os usuários próprio equipamento. A combinação dessas ações é o plano de manutenção.

NOTA A lista completa dos itens do ativo imobilizado, associados às acções e intervalos, pode ser um banco de dados padrão de atividade de
manutenção. Esta base de dados pode ser diferente a partir de um utilizador para outro, devido às diferenças de utilização e criticalidade.

d) Marcar

O escalonamento priori de todas as acções de manutenção de materiais e equipamento a partir de um local, em intervalos de tempo predeterminados ou de
acordo com um número de unidades de utilização pretendida, é na programação.

e) Planejamento

A intervalos regulares e predeterminados, e dependendo de parâmetros reais (recursos disponíveis, o número de cruzar unidades usuais, manutenção
condicional, ordens de serviço, etc.), o cronograma é atualizado durante o planejamento.

Esse planejamento leva em conta os constrangimentos relacionados com a operação e os recursos disponíveis. Na sequência desta decisão, a intervenção

transmissão do documento é realizada e é a atividade do programa equipe de manutenção.

Nós freqüentemente retém a semana como período de planejamento pela manutenção responsável e vendedores de software CMMS (Gerenciamento de
Manutenção Computadorizado).

f) procedimento de entrega Realização

Para garantir a qualidade consistente de execução dos serviços de segurança, pessoal de manutenção tem as instruções de manutenção manual que
explique a finalidade da operação, procedimentos e meios de implementar.

Este manual é parte da documentação de manutenção.


- 17 - FD X 60-000

4.2.2.4 Manutenção corretiva

manutenção correctiva é restaurar o bem-considerado no estado para executar uma função requerida, pelo menos temporariamente, e / ou parcialmente.

Ele inclui em especial:

- o diagnóstico de falha (detecção, localização e análise);

- acção afirmativa correctiva ou imediata (função total necessário ou operação rebaixado);

- adiada ação corretiva com ou sem melhora;

- uma operação de teste.

manutenção corretiva não é necessariamente aquele que é menos caro, principalmente porque, para a mesma intervenção pode forçá-la a comprometer
recursos excepcionais justificada pela criticidade do fracasso, por outro lado, porque a interrupção serviço de marcação ou de produção, pode ter
consequências adversas para a empresa.

manutenção corretiva é, por definição imprevisíveis, mas não necessariamente inesperado:

a) Manutenção Corretiva "aceito"

A busca contínua de melhor valor, use / custo, pode levar a aceitar a falha do equipamento antes de considerar ações de manutenção.

b) manutenção correctiva "paliativo"

ação manutenção corretiva para permitir um poço para executar temporariamente todo ou parte de uma função necessária.

comumente chamado de "Solução de problemas" Manutenção paliativos consiste principalmente de ações temporárias natureza que devem ser seguidas
por medidas correctivas.

c) manutenção correctiva "curativo"

ação manutenção corretiva destina a restaurar propriedade em um estado especificado para que possa executar uma função requerida.

O resultado das acções realizadas devem ter um carácter permanente.

Modificações e melhorias podem ser feitas para reduzir a ocorrência de ocorrência da falha ou para limitar o impacto.

4.2.2.5 Manutenção Auto

Algumas ações de manutenção ou pré-requisitos para acções Nível 1 de manutenção podem ser realizadas pelo pessoal operacional:

- monitoramento da condição dos parâmetros de propriedade e significativos deste Estado;

- ações de manutenção predefinidos nos componentes de fácil acesso com segurança (procedimento a seguir, instruções de manutenção);

- restauração temporária da função requerida por operações simples de resolução de problemas (nível 1). Um guia de auto-serviço é desenvolvido para

definir as regras para a implementação destas medidas complementam de acções operacionais, tais como:

- operações da propriedade monitoramento;

- trocando equipamento redundante e re-ciclo. Este documento é parte da

documentação geral.
FD X 60-000 - 18 -

4.2.2.6 História do poço

Todos os eventos, se a manutenção preventiva ou corretiva, operações, implementação modificação conformidade, relacionada com a comissão, pára,
trabalho, etc., são relatados para ser bom histórico e permitir a rastreabilidade.

O histórico de manutenção é um subconjunto da história da propriedade.

A designação e a codificação do bem, em seguida, permitir uma análise hierárquica de a, por sistema, função, equipamento, ou por ponto, sempre que
necessário, para ajustar continuamente a estratégia de manutenção deste último.

Usando uma ferramenta de software adequado, como ferramenta de software de gestão de manutenção assistida por computador (CMMS) irá facilitar esta
análise.

4.2.2.7 Manutenção e "ferramentas" específica

De acordo com a função de manutenção Manutenção processo de decomposição funcional é composto por atividades técnicas de estudo e realização de
atividades de organização e as atividades de administração e gestão. Cada um tem suas ferramentas específicas (técnica e / ou metodológicas). Podem
ser distinguidos:

- muito diversas ferramentas que são usadas pela função de conclusão (coletores de dados, ferramentas de análise, ferramentas de intervenção
manual, etc.) ou função de compras (leitores de código de barras, robôs, etc.);

- ferramentas metodológicas para a educação. Podem-se mencionar:

- Métodos de operação de análise para obter uma estrutura funcional dos sistemas;

- os métodos de análise de falha (Análise de Modos de Falha, Efeitos e Análise de Criticidade (FMEA), árvore de falha, etc.) que estabelecem as
cadeias causais de falhas para melhorar a confiabilidade ou manutenção operacional de bens de acordo com seu impacto sobre os objectivos
gerais da instalação;

- métodos de utilização da selecção de manutenção alternativa (manutenção do eixo de manutenção com base Confiança (RCM), ...);

- métodos para determinar a logística necessária (Análise de Apoio Logístico (LSA) ...);

- ferramentas organizacionais e de gestão para gerenciar ordens de serviço, planejamento de intervenções, gestão de materiais em estoque,
acompanhar o processo de aquisição, feedback de coleta, etc. (CMMS);

- ferramentas de gestão para calcular indicadores e auxiliar a tomada de decisão.

4.3 A função de manutenção estudos

A manutenção é uma das funções do negócio que contribui para a sua sustentabilidade e prosperidade. Portanto, respeitando um número de limitações,
que deve ser orientada para os objectivos gerais da empresa e ser regulado de acordo com a discrepância entre o desempenho previsto e os medidos, ou
de outro modo observado .

- As performances que são esperados e em que atividades de manutenção têm uma alavancagem importantes são:

- a disponibilidade de bens, dada a sua capacidade e o escoamento da produção no mercado;

- a qualidade do serviço ou produto;

- um custo operacional particularmente incluindo os custos de manutenção ideais.


- 19 - FD X 60-000

- As restrições para impor e objetivos geralmente incluem:

- a segurança de pessoas e bens;

- preservação do patrimônio ea vida da ferramenta de produção até sua obsolescência;

- a preservação do meio ambiente.

Estes requisitos (desempenho e restrições) podem ser contraditórios e objetivos do jogo só pode ser o resultado de um compromisso. É a partir disso que
as atividades de manutenção será definido e planejado.

4.3.1 Análise de Requisitos

A análise das necessidades de manutenção deve começar por identificar as condições de funcionamento dos produtos e a definição do componente dos
objectivos da política de manutenção. É nesta base e tendo em conta os constrangimentos para respeitar, que podemos definir os valores de fiabilidade
operacional esperados das propriedades. confiabilidade operacional é observado dada a manutenção preventiva feito é apenas um indicador. Não é um
objectivo em si, mas sim um parâmetro que influencia os objectivos (disponibilidade, qualidade, custos) e as restrições.

O gerente de manutenção deve ter uma visão funcional, ambos, (custos diretos, custos gerais) econômicos técnicos. visão muito material que busca para
cada máxima confiabilidade propriedade sem se preocupar com as conseqüências de falhas podem levar a incompatíveis Manutenção excessiva com os
objectivos de custo e disponibilidade.

É o mesmo para a análise do desempenho intrínseco da actividade de manutenção, com base em uma abordagem de custo directo (visão redutiva com
risco de não manutenção)

4.3.2 Análise de experiência de volta

Para determinar o programa de manutenção de ações a serem empreendidas e os logística (peças de reposição, equipamentos, pessoal, etc.) que serão
necessários, além do desempenho esperado resultante da análise das necessidades, deve haver um feedback. Esse feedback ajuda por exemplo:

- monitoramento de indicadores que resumem e sintetizam a confiabilidade dos materiais ea sua contribuição para os custos operacionais e riscos
vis-à-vis a confiabilidade;

- para melhorar os procedimentos. Esse feedback para

os seguintes objectivos:

- melhorar o manual de manutenção de operação e / ou de produção;

- evitar custos desnecessários (direta ou indireta);

- melhorar a eficiência dos serviços de manutenção;

- melhorar a fiabilidade / desempenho de processos ou equipamentos de produção;

- a seguir os resultados das mudanças ou melhorias;

- melhorar a qualidade do produto ou serviço.

Para este fim pode por exemplo ser uma amostra de coleta de materiais cujas características e condições operacionais tecnológico são suficientemente
próximos aos dos aparelhos que podemos tirar conclusões a partir da análise de seu comportamento. Vai particularmente procuram tirar vantagem de
feedback de outros operadores.

Os dados tomados em consideração pode ser vantajosamente complementados por consultoria especializada. Para isso, é útil que a cooperação e os
intercâmbios técnicos são estabelecidos entre o fabricante e o departamento de manutenção do utilizador durante todas as fases do ciclo de vida do
sistema (da concepção à eliminação).
FD X 60-000 - 20 -

4.3.3 Desenvolvimento do plano de manutenção preventiva

Tudo o que fazemos sempre haverá falha residual e é melhor para projetar a manutenção corretiva não como uma falha de manutenção preventiva, mas
como um tipo de acção complementar. O gerente de manutenção deve escolher manutenção preventiva e que ele vai, se possível, a parte que ele deixe a
manutenção corretiva.

Neste último caso, as intervenções de manutenção correctiva identificadas são preparadas de modo a simplificar a implementação. O desenvolvimento de
um plano de manutenção preventiva está sujeito a análise prévia das implicações de falhas prováveis ​da propriedade. O retorno da experiência disponível
é utilizada para avaliar o risco vis-à-vis questões de negócios, permitindo que se compare com os efeitos das intervenções preventivas que reduzam esses
riscos. A decisão da taxa de manutenção é baseado em uma análise que compara o impacto de diferentes alternativas em termos de confiabilidade, custo
e qualidade da produção.

O desenvolvimento de um plano de manutenção preventiva visa definir:

- sobre a forma como executar a manutenção;

- ainda intervenções que se espera;

- quando e como eles devem ser realizados.

Para essas decisões técnicas e econômicas são, além de escolhas organizacionais que levam a tarefas de ações e responsabilidades entre os diversos
intervenientes (operadores de fabricação ou pessoal conduta de manutenção da empresa, prestadores de serviços). métodos específicos podem,
eventualmente, ser usado para informar essas decisões (MBF: Based Maintenance confiabilidade). A sua aplicação, também a definição do plano de
manutenção, também pode levar a mudanças na propriedade ou melhorar os procedimentos. O plano de manutenção preventiva inclui intervenções
regulatórias e pode resultar em domínio da segurança nas instalações ou estações para várias ações preventivas.

Ele geralmente é envolver os diferentes serviços da empresa no desenvolvimento do plano de manutenção baseado em habilidades individuais, incluindo o
estabelecimento de uma estreita cooperação entre o departamento de manutenção e departamentos de usuários bem.

Ele também deve considerar as recomendações e os conselhos do fabricante.

4.3.4 Identificação de itens necessários para a manutenção

O prazo de entrega eo preço de itens de compra necessários levando as empresas a estoques para minimizar as consequências de falhas, especialmente
na disponibilidade. A lista de itens para manter na loja é estabelecido tendo em conta:

- as condições de funcionamento e confiabilidade intrínseca dos bens a manter e influenciam artigos de consumo;

- a frequência de substituições sistemáticas;

- do consumo de previsão para um período fixo

- prazos de entrega que podem alterar a disponibilidade de bens (custos indiretos);

- Custo de aquisição (custos de compra, transporte, etc.);

- os custos de propriedade (custos financeiros, armazenamento, etc.);

- as condições de armazenagem (tempo de expiração);

- etc.

Este trabalho pode ser feito com base no plano de manutenção preventiva, analisou o feedback experiência e recomendações do fabricante. O número de
itens a ser armazenado é calculado com base no número de ativos instalados e limiares de reposição são baseados no risco de fora de estoque. Gestão de
itens necessários à manutenção é discutido na Seção 4.6 "Serviços de Inventário de Gestão".
- 21 - FD X 60-000

4.3.5 Ativos Estudo Improvement

Quando a manutenção preventiva não é capaz de fornecer a solução relevante, eficaz e econômica ao fracasso evitar e manutenção corretiva não é uma
solução aceitável em termos de objectivos, considere melhorar o bem que pode incluem:

- a confiabilidade inerente da propriedade reduzindo significativamente a probabilidade de falha;

- manutenção, permitindo intervenções preventivas ou diminuindo custos e tempo de inatividade devido a ações corretivas ou preventivas.

Embora por natureza ele não se enquadram na definição estrita de manutenção, mesmo se eles são feitos pela função de manutenção, mudanças podem
melhorar o desempenho de uma propriedade. decisões de reparação (reabilitação de componentes degradadas), modernização (substituição de
componentes usando nova tecnologia), ou a reconstrução de um imóvel, ter em conta a expectativa de vida restante (durabilidade residual).

4.3.6 especificações Participação encargos de investimento

A manutenção é uma posição significativa no custo global do ciclo de vida de uma instalação que, em muitos casos, excede o custo de aquisição. Agora
que está provado que é muito cedo na fase de concepção e são definidos a maioria dos recursos, incluindo despesas futuras. Isto é, quando as escolhas
técnicas são feitas que irá oferecer o desempenho necessário, é importante levar em função Manutenção consideração.

Dado o desempenho necessário para a instalação, um estudo da confiabilidade, facilidade de manutenção, disponibilidade e segurança da propriedade
(RAMS estudos) permite definir os requisitos a serem especificados no caderno de encargos e comparar preços construtores.

análise simultânea de necessidades e feedback sobre propriedades semelhantes em operação para definir as características de confiabilidade e
manutenção de investimentos. Em particular, ele levanta questões sobre as possibilidades de padronização de certos equipamentos.

Para encontrar o máximo de lucro de um investimento durante o seu ciclo de vida, é também para analisar o apoio logístico e se possível integrar as
especificações da fase de desenvolvimento. Esta consideração inicial dos elementos de suporte que o plano de manutenção é parte e que também incluem
o estoque de peças, ferramentas, equipamentos de teste de reposição e testes, o nível de qualificação de pessoal, documentação, formação, etc. é uma
maneira de obter um bom ajuste entre a necessidade real e que expressas nas especificações.

4.4 As funções de escalonamento e de preparação

As funções de preparação e programação incluem determinar as condições necessárias para a implementação de ações de manutenção identificados no
âmbito da estratégia de manutenção (ver 4.1), utilizando os métodos e ferramentas disponíveis na própria empresa ou aqueles que pode recorrer sob as
condições especificadas nos seus procedimentos.

4.4.1 Preparação

A preparação das operações de manutenção tem de ser considerada como uma função completa do processo de manutenção. Todas as condições
necessárias para a conclusão bem sucedida de uma operação de manutenção vai ser bem planeada, definida e caracterizada. Tal preparação será,
naturalmente, parte do cumprimento dos objectivos gerais definidos pela política de manutenção: custo, tempo, qualidade, segurança, ... Seja qual for o
tipo de procedimento realizado, a preparação será sempre presente. Ele irá:

- implícita (não formalizada) no caso de tarefas simples, o orador própria vontade, pela experiência e quantas vezes automática preparação das suas
ações;

- explícita (formal): realizado por um instrutor, que dá origem à criação de uma pasta preparação estruturada, parte integrante da documentação técnica
deve ser usada cada vez que o procedimento será realizado. Ele será listado e preservado sujeitas a outras atualizações.
FD X 60-000 - 22 -

Uma das primeiras perguntas a fazer é definir, a partir de uma série de critérios técnicos e econômicos, intervenções que justificam a implementação de

uma preparação explícita e formalizada. Teremos, pois, para caracterizar as intervenções:

- natureza: manutenção correctiva, preventiva, melhorador, etc;

- suas características:

- complexidade tecnológica do equipamento;

- nível de manutenção;

- criticalidade do material no processo de produção;

- duração prevista da intervenção;

- repetibilidade da intervenção;

- custos indirectos gerados pela falha (manutenção correctiva);

- parâmetros e restrições de segurança;

- as condições para a realização de intervenções:

- nível de manutenção;

- competência das partes interessadas;

- etc.

É necessário implementar uma abordagem metodológica rigorosa para realizar esta preparação função; esta metodologia compreende as etapas de:

- definir o estado final (especificações, Bom trabalho, ordens de trabalho, etc.);

- caracterizar o estado inicial de instalação;

- executar restrições de inventário a ser respeitada (externo e interno);

- fazer um inventário de tarefas elementares a serem realizadas;

- avaliar a duração prevista de cada tarefa;

- fornecer os recursos necessários: trabalho, peças sobressalentes, ferramentas, documentação, etc. Com cada utilização, preparação de arquivos deve

ser otimizado com base nos resultados da intervenção realizada: eficiência técnica, rentabilidade económica, etc.

No caso de uma preparação formalizada por uma preparação dossier, será mais ou menos detalhada, dependendo se a preparação de uma preparação
simplificada ou detalhado. A preparação simplificada formalizar a granel e espera-se que as partes interessadas de demonstrar profissionalismo e iniciativa.
Reservamo-nos o minuciosa preparação para intervenções complexas ou de grande escala, tais como "turnarounds" processos contínuos ou paradas
anuais processo, por exemplo, de fabricação.

Esta função preparação é assegurada por uma única pessoa (ou equipe), ou é distribuído entre várias pessoas com outras missões para garantir, cuidados
devem ser tomados para definir claramente a sua missão, o âmbito das suas competências, o seu campo ação e habilidades para assegurar eficaz.

4.4.2 Agendamento

Agendamento permite a comparação entre as necessidades e os recursos tendo em conta as restrições para projetar um programa de trabalho e iniciar os
recursos necessários no momento adequado. O agendamento de manutenção está no plano de organização geral da empresa na produção: cada serviço
especialidade e cada agente deve ter uma compreensão clara da técnica, humana e iniciativa económica em que a sua acção efeito porta.

As responsabilidades devem ser definidas dentro da empresa para agendar ações de manutenção contínua para permitir que:

- antecipar e gerir a tomada de carga de trabalho em conta os recursos internos e externos.


- 23 - FD X 60-000

Isso inclui atividades de planejamento deve ser detalhado nas tarefas básicas incluem a coordenação de todas as partes interessadas usando apropriada
uma ferramenta adequada (barras de planejamento, PERT, etc.). Monitoramento e atualização deste planejamento deve ser organizado.

- prever a disponibilidade de logística e recursos materiais necessários (peças, ferramentas, etc);

- coordenar ações;

- gerenciar eventos inesperados que exigem reação imediata;

- contribuir para a otimização dos custos de manutenção em um contexto de menor custo global;

- garantir uma gravação e transmissão das informações relevantes;

- etc.

As actividades de manutenção vai ser conduzida de acordo com procedimentos muito diferentes, dependendo se a manutenção preventiva (sistemática ou
condicional) ou manutenção correctiva, um ou outro destes três tipos de acção são seguinte tipo predominante bom para manter, e seguindo arbitragem
que a Direcção-Geral da empresa será exercida tendo em conta a segurança e otimização de custos procurado.

4.5 A função de conclusão

4.5.1 Direcção

A Direcção realização de atividades de manutenção consiste principalmente de gestão dos recursos: homens, ferramentas, peças de reposição, etc.

Se outsourcing é geralmente favorece a obtenção de um resultado previamente definidos no caderno de encargos, um meio de controlo.

Em todos os casos, as habilidades da pessoa responsável pela direção deve ser especificada. Uma intervenção pode ser composta de etapas, incluindo

entre outros pontos de interrupção que envolvem a intervenção da pessoa responsável pela direcção.

4.5.2 Realização

A implementação consiste na implementação dos meios definidos na preparação de registro no estado da arte, para alcançar os resultados esperados

dentro do prazo recomendado pelo agendamento. O sucesso desta fase é muitas vezes baseada na utilização de meios adequados. Minimizando o tempo

de construção é dispendiosa. Assim, é conveniente para anexá-lo quando os objetivos gerais (produção, qualidade, segurança, etc.) o mandado.

A realização pode necessitar de diagnóstico (identificação e caracterização de falha) envolvendo a aplicação de ferramentas apropriadas metodológicas.

Em alguns casos, pode ser necessário procurar a ajuda de um especialista apropriado para determinar a verdadeira causa do fracasso. Da mesma forma,
as técnicas de solucionar problemas são cada vez mais utilizados. Esses meios incluem, por exemplo como ler plantas, técnicas de gestão, o
estabelecimento de árvore de causas e efeitos, curvas de Pareto, e pode também incluir métodos projetados especificamente pelos fabricantes de
equipamento específico.

4.5.3 Controlo de realização

Vários controlos realizados de acordo com os termos definidos pode ser feito na fase de execução e / ou antes do retorno ao serviço por pessoas
designadas cujas responsabilidades são definidos. Isso não diminui a necessidade de controles individuais ou auto execução coletiva.
FD X 60-000 - 24 -

4.5.4 Coleta de Dados

No final de uma ação, é necessário coletar e registrar a experiência em suportes adequados (papel, computador, etc.). Para aumentar a credibilidade dos
dados utilizados, geralmente é necessário passar por uma fase de validação.

Deve haver um recorde para quaisquer deficiências identificadas para qualquer ação corretiva e preventiva realizada.

Todo o pessoal envolvido na manutenção deve estar ciente da existência de histórico de informações, elaboração, transmissão, armazenamento,

recuperação e atualização. Esse feedback é composto por:

- os dados de qualificação de todos os resultados que foram observados na propriedade:

- sintomas;

- seus modos;

- efeitos;

- suas causas;

- sua localização e datas;

- as condições de funcionamento e todas as informações relativas à propriedade e seus reparos;

- etc. ;

- intervenções preventivas e seus resultados:

- encontrado danos ou degradação ausências;

- substituições e remodelação feitas e todas as informações relativas às acções realizadas;

- etc.

4.6 Gestão de recursos para manutenção

O estoque de manutenção é todos os bens armazenados necessário para a execução ideal de manutenção em termos de tempo, disponibilidade, custo,
qualidade, segurança.

Ele consiste de itens pertencentes à nomenclatura das mercadorias e manter equipamento ou ferramentas necessárias para alcançar ações de
manutenção de acordo com os níveis políticos e de serviço definidos.

NOTA 1 ferramental de fabricação não são parte do estoque de manutenção. NOTA 2 A nomenclatura dos

produtos é parte da documentação técnica da propriedade.

4.6.1 Gestão da manutenção de estoque

Podemos classificar a propriedade constituindo o serviço de inventário em cinco categorias:

- fornecimentos;

- peças de reposição programados;

- peças de reposição não programadas;

- peças de reposição excepcionais;

- equipamentos e ferramentas dedicada à manutenção.

Como parte de uma relação contratual, as partes definir quais são responsáveis ​por várias despesas relacionadas com a disponibilidade de peças de cada
categoria.
- 25 - FD X 60-000

4.6.1.1 manutenção Consumíveis

Estes produtos ou itens sem identificação necessária para a manutenção. Por exemplo: óleo, gordura ou rolos de papel para gravadores de manutenção,

tintas, vernizes ou hardware, etc. Recomenda-se a uniformizar sempre que possível, o uso de produtos ou artigos para limite:

- o risco de erro;

- o número de itens em estoque;

- o valor de compra das ações;

- os custos de fornecimento;

- os custos de armazenamento;

- riscos de validade.

Para algumas aplicações, recomenda-se a gerir consumíveis não só por marca e tipo, mas por lote, para evitar eventuais incompatibilidades (caso do
petróleo, graxa, produtos químicos, etc.).

4.6.1.2 peças de reposição

Pode acontecer que algumas instalações são fornecidos para muito longas vidas. Neste caso, atenção especial deve ser dada à disponibilidade, o tempo
de vida esperado, peças específicas e medidas adequadas no lugar (fazendo desaparecimento fornecedor parada ...). Estas medidas podem ser:

- fornecendo um estoque de segurança adequado;

- estudo preliminar de permutabilidade

- prestação de processo de fabrico dos documentos em causa

- etc.

4.6.1.2.1 peças de reposição programados

Estes são "peças de desgaste projetado para receber apenas desgaste e cuja substituição é recomendada pelo fabricante para um número de unidades
para fins especiais".

NOTA No entanto, é verdade que alguns danos podem ser observados em partes não funcionais destinados a receber apenas o desgaste. Seus
substitutos são frequentemente comparado a obras de renovação 5 e nível de manutenção. Exemplos incluem:

- um rotor do motor eléctrico;

- substituição de lâminas de turbina;

- etc.

A lista de resultado direto de reposição da descrição das ações de manutenção sistemática e manutenção preditiva, cuja descrição deve especificar quais
os itens que precisam ser substituídos durante essas ações. Foi, portanto, uma lista quantitativo de peças de reposição consumidos durante uma ação. O
número anual de operações definidas pela carga de trabalho equipamento e o programa de manutenção determina o consumo anual, que naturalmente
deve ser aumentada para conta para consumo imprevisto relacionadas com as acções de manutenção correctiva. O estoque mínimo será definido a partir
deste consumo anual eo tempo total de reposição de itens considerados. Este procedimento é da responsabilidade da função de manutenção.

NOTA Para inventário otimizar e reduzir os custos de gestão e de detenção, as peças de reposição programados são geridos existências fora
controlado e quando surgir a necessidade
FD X 60-000 - 26 -

4.6.1.2.2 peças de reposição não programadas

Estas peças cujos intervém substituição, em geral, durante uma ação de manutenção corretiva realizada após uma falha. Este é o caso de peças de
reposição para substituição programada que a ação manutenção corretiva requer mudanças fora da frequência normal das acções de manutenção
preventiva. Isto também pode ocorrer devido ao cruzamento de um limiar de uma monitorização de parâmetros de monitorização condição.

A lista de peças de reposição é obviamente menos fácil estabelecer que o anterior. A lista inicial pode ser estabelecida usando a descrição a ser incluída
na documentação técnica das ações de manutenção corretiva. Ele também pode ser baseada na experiência passada com materiais similares, bem como
o serviço pós do fabricante que tem um conhecimento estatístico dos itens mais solicitados. A renovação do estoque será, naturalmente, com base no
consumo registado no período anterior.

4.6.1.3 peças de reposição excepcionais

Estas peças ou conjuntos cujos previsível vida útil é pelo menos igual ao saldo, mas:

- que podem ser danificados acidentalmente;

- cujo tempo de espera é longa;

- cujo preço é muito alto;

- o fracasso do que leva à indisponibilidade das instalações.

Exemplos incluem um eixo de manivela de um gerador a diesel ou uma hélice de um navio.

Esta posição é a mais difícil de gerir, porque é um processo de tudo ou nada, sabendo que tal substituição pode permanecer nas lojas ao longo da vida do
equipamento em causa, muito caro em juros investimento na loja superfície, possivelmente em manutenção e, finalmente, ser descartado sem nunca ter
servido no momento do encerramento definitivo e desmantelamento, mas apenas contrário, não me arrependo de ter ordenado acidente grave. A decisão
de fornecer tal substituição deve pesar, por um lado, as consequências económicas de uma falha que exigiria a sua disponibilidade e a probabilidade de tal
falha um, por outro lado, pela oferta e custo manter em estoque uma boa caro e muitas vezes volumosos. Este registro deve ser estabelecida pela função
de manutenção com a ajuda de produção e passado para o Departamento de uma decisão. É um elemento resultante da manutenção corporativa e política
operacional adotada para esses ativos.

4.6.1.4 Equipamentos e ferramentas

Estas são as várias ferramentas necessárias para o desempenho das ações de manutenção. Estas ferramentas podem ser classificados em duas categorias:

- pequenas ferramentas (ferramentas manuais, como chaves ou instrumentos portáteis como controladores), ferramentas ferramentas "individuais"
muitas vezes referida;

- o ferramental específico grosso da empresa (benchmarks), muitas vezes referida ferramentas ferramentas "coletivos";

- Equipamento específico bem, ferramentas dedicada ao bem.

A gestão de ferramentas de manutenção difere dependendo se pequenas ferramentas ou equipamentos de grande porte. Para fins contábeis: a primeira é
gasto assim que eles entram na loja, enquanto a última queda no balanço e estão sujeitas a amortização.

métodos de gestão de inventário também são diferentes: pequenas ferramentas como o caso é atribuído a manutenção pessoal definido, ou de outra forma
sido guardados e entregues sob demanda para trabalhos específicos. O equipamento da fábrica serão mantidos na loja e entregues sob demanda para
trabalhos específicos ou, no caso de materiais importantes (bancos de ensaio), localizado na oficina.

Devemos acrescentar um ferramental específico restrição: é que você mantê-lo. É óbvio para equipamentos de grande porte, tais como bancos de ensaio
que apresentam problemas específicos de grandes equipamentos que são, mas também é verdade para alguns equipamentos ferramental individual, como
chaves de torque a ser submetidos a de calibrações frequentes; É o mesmo dispositivos de medição que também deve ser recalibrado regularmente.
- 27 - FD X 60-000

4.6.2 Responsabilidades de manutenção e princípios de gestão de stocks

principais fases Função respectivo responsável

Identificação de produtos e definição do volume de manutenção de estoque com usando o construtor

decisão armazenamento Manutenção e possivelmente direcção

aquisição compras

gerenciamento físico manutenção

gestão económica concurso de manutenção com a contabilidade

As informações nesta tabela devem ser considerados como um general e indicativa. Eles devem ser de uma mão adequado, obviamente, baseada na
organização próprio negócio, em segundo lugar modulada de acordo com as categorias definidas no ponto 4.6.1 supra.

final NOTA de vida de um poço, pode permanecer em estoque, uma série de peças sobressalentes específicas para esta propriedade (peças de
reposição, excepcionalmente substituição, por exemplo). Neste último caso, é da responsabilidade da posição de manutenção decidir remover o estoque
desses itens. Ele deve fazer análises periódicas do estoque para:

- Validar a adequação do estoque existente e as necessidades identificadas (sobrepopulação, itens obsoletos, fora de estoque, etc.);

- optimizar os parâmetros correspondentes.

4.6.3 O arquivo 'manutenção de estoques "

Segurando um arquivo de "manutenção de estoques" deve permitir que a função de manutenção para melhorar o seu próprio desempenho. Um arquivo
completo pode conter artigos tal parte ou todo o seguinte para cada item:

- designação;

- código do item para o usuário;

- código do item do fabricante ou fornecedor;

- código do fabricante ou fornecedores;

- etc.

- recomendações específico de abastecimento:

- reabastecer montante;

- controlar limiar;

- estoque máximo;

- período de reposição;

- decisão do abastecimento;

- etc. ;

- duração média de fornecimento;

- condições especiais de armazenagem;

- a duração de conservação de produtos perecíveis;

- aplicabilidade (sobre o equipamento que você encontra esse bom?);

- artigo criticidade em sua função.

NOTA Os requisitos de gestão de estoque item manutenção de componentes geralmente levam a atribuir a cada item identificado um código. Em
todos os casos, devemos procurar desenvolver um sistema de codificação para identificar em-um, o artigo é necessário para uma determinada
utilização.
FD X 60-000 - 28 -

4.6.4 Gestão de Recursos Humanos

Cabe a gestão e responsável por:

- definir trabalho perfis necessários para realizar a missão da função de manutenção;

- gerir os recursos internos disponíveis neste espírito e, em particular, para providenciar a formação, qualificação e certificação de pessoal, a fim de:

- permitam assegurar as tarefas de manutenção com a máxima eficiência;

- garantir que as normas de segurança são conhecidas e implementadas;

- cumprir os requisitos regulamentares para a liberação;

- etc.

4.6.5 Gestão de recursos externos / terceirização

A estratégia de manutenção define a parte da actividade desenvolvida internamente e que confiou a totalidade ou parte de empresas externas. O chefe da
função de manutenção é responsável pelo desenvolvimento das especificações da proposta subcontratação. Ele deve então, cercando as habilidades
necessárias:

- pesquisar, navegar e escolher as empresas qualificadas para fornecer serviços;

- participar na elaboração de contratos;

- gerenciar contratos.

Especificações da terceirização consideradas:

- definir os perfis profissionais necessários para cumprir a missão da função de manutenção;

- gerir os recursos disponíveis internamente em mente, etc. ;

- e, finalmente, para assegurar que as empresas pessoal selecionado proporcionando assim tem esses perfis e tem as folgas necessárias.

O leitor pode consultar utilmente em particular, nos documentos normativos sobre abordagem relação pré-contratual e contratual.

4.7 Gestão de recursos para manutenção

4.7.1 Custos

Para ser capaz de satisfazer a necessidade do usuário (muitas vezes expressa em termos de disponibilidade, etc.), a função de manutenção devem
controlar os custos envolvidos:

- de trabalho;

- as peças sobressalentes e materiais;

- contratos de terceirização em potencial;

- os vários custos (de depreciação, as despesas operacionais, etc.).

O sistema de gestão (CMMS, por exemplo) deve levar em conta estes custos, o equipamento de carregamento por (com foco em equipamentos críticos) e /
ou por tipo de intervenção (corretiva e / ou preventiva). Controlar esses custos irão determinar o custo total de manutenção de equipamentos e avaliar a
relevância com indicadores de manutenção adequados.
- 29 - FD X 60-000

4.7.2 Orçamento e controle orçamentário

A partir destes resultados, será possível construir um orçamento para equipamentos de manutenção e / ou globalmente para todo o parque.

O orçamento estimado pode ser considerado por vários exercícios, para ter em conta a gestão a longo prazo do equipamento.

Como e quando o progresso do exercício durante todo o ano, teremos de implementar periódica (por exemplo, mensalmente), de acordo com um processo
de controlo orçamental rigorosa metodologia a partir do seguinte:

- o orçamento estimado para o ano;

- Orçamento executado por ano;

- o orçamento para o ano de executar A-1 para o mesmo período;

- o orçamento estimado para o ano de A-1 para o mesmo período.

As diferenças nesta ocasião devem ser analisados ​e explicados. As medidas correctivas, tanto em termos da percepção de que a previsão será então
implementado.

4.7.3 Dashboards

A gestão da manutenção necessária para a sua implementação responsável de dashboards apropriados construídos a partir de indicadores e rácios
relevantes. Estes painéis são ferramentas:

- A medição da eficiência técnica e função económica;

- diagnóstico quaisquer problemas (organização, operação, etc.);

- de apoio à decisão;

- à comunicação:

- Direcção com o objectivo de sensibilizar e envolvimento na definição da política de manutenção;

- pessoal de manutenção para lhes comunicar os resultados de suas ações e aumentar a consciência da atividade econômica de sua aparência;

- pessoal de produção, para incentivar o cumprimento dos procedimentos operacionais e de manutenção e auto-consciência da necessária
cooperação entre produção e manutenção.