Você está na página 1de 15

Intervalos

O entendimento de harmonia funcional e formação de acordes depende


fundamentalmente da relação intervalar entre as notas musicais.

Para isso iremos analisar todos os intervalos que ocorrem na escala maior
de DO

Segunda maior Terça maior Quarta Justa Quinta Justa Sexta maior Sétima Maior Oitava

Do Re Do Mi Do Fa Do Sol Do La Do Si Do Do

Exercício ​1
Tocar todos intervalos, um por vez e perceber a diferença entre eles. Tocar as 2 notas simultânea
e consecutivamente.

Exercício ​2
Solfejar os intervalos

O objetivo dos exercícios é treinar a percepção para os 7 intervalos da escala em relação ao dó e


deve ser feito todos os dias no início do estudo.

Anotações:
Escala cromática
É a escala que engloba todas as 12 notas. 7 naturais e 5 alteradas, tocadas na sequência de
semitons.

Serão utilizados apenas os três primeiros dedos para tocar a escala cromática conforme figura:

1 3 1 3 1 2 3 1 3 1 3 1 2 3 1 3 1 2 3 1 3 1 3

1 3 2 1 3 1 3 2 1 3 1 3 1 3 2 1 3 1 3 2 1 3 1 3

Exercício 1​:
Tocar a escala cromática com uma mão de cada vez

Exercício 2
Tocar a escala cromática com as duas mãos ao mesmo tempo de forma “espelhada”

Anotações:
Intervalos Menores

Vamos ver os intervalos menores, que seriam as teclas pretas, tendo o Dó


como referência.

Segunda menor Terça menor Trítono Sexta menor Setima menor

Exercício
Fazer os mesmos exercícios de percepção feitos com os intervalos maiores.

Anotações:
Formando harmonias

Tríades

É o agrupamento de três notas cujo intervalo entre elas é de terças menores ou maiores
sobrepostas.

Sendo assim podemos formar 4 possíveis combinações

1- Tríade Maior ​Formada por uma terça maior seguida de uma menor

2- Tríade Menor ​Formada por uma terça menor seguida de uma maior

3- Tríade diminuta ​Formada por duas terças menores

4- Tríade Aumentada ​Formada por duas terças maiores


Cifragem Popular

As cifras são uma forma de representar as sequências harmônicas de uma música


através de letras e números.
Vamos ver as principais formas em que as cifras podem aparecer para as tríades
apresentadas de Dó

Exercício ​:
Tocar as tríades de Dó maior e Dó menor invertendo a ordem ao longo de toda a extensão do
piano.
Anotações​:
Acordes com sétimas
Tétrades

Se acrescentarmos outra terça acima de uma tríade teremos um acorde com


sétima. Vejamos alguns dos mais importantes acordes com sétima.

​Cmaj7

Dó maior com sétima Maior (Tônica)

​C7

Dó com sétima (Dominante)

​Cm7

Dó menor com sétima (Subdominante)


Anotações​:
Exercício de Arpejos com tétrades

​CMaj7

​C7

​Cm7

Anotações​:
Formações harmônicas utilizadas na música popular “Voicings”

Voicing é o nome dado ao agrupamento e organização das notas que formam um acorde
qualquer. Um tipo de voicing muito importante são os ​Shell Voicings

São os voicings formados apenas pelas notas funcionais de um acorde, que são as terças
e sétimas.

Vamos acrescentar as tônicas aos Shell Voicings


Rítmos, Swing, Síncopes

Ritmos, swing, balanço, groove… O assunto mais importante no jazz, samba, choro,
baião, bossa nova… Música popular em geral

Síncope - quando um som é tocado no tempo fraco, “contra-tempo” e se prolonga até o


tempo forte.

Exemplo​:

A figura mostra um compasso binário. Observe que no primeiro tempo há duas notas dó.
A primeira no tempo forte e a segunda no tempo fraco, se prolongando até o segundo
tempo. Isso é uma síncope.

Outro exemplo de síncope.


Baião
Iremos aplicar os dois assuntos, shell voicings e síncope, para criar alguns
padrôes rítmicos.
Ex. 1

Ex. 2

Ex. 3
Ex. 4

Ex. 5

Anotações: