Você está na página 1de 16

Rafael Beltrame

Aventureiros e Mercenários (A&M) é uma adaptação do


fantástico “Pocket Dragon”, criado por Antônio Sá para ser uma
entrada simples ao mundo do RPG e do seu irmão maior, o “Old
Dragon”. As regras de Aventureiros e Mercenários bebem desta
fonte e de muitas outras que aprendi aqui e ali nas paragens
selvagens da OSR e de antigos tomos de RPG das décadas de
70 até 90. Maior que um formato de bolso mas ainda assim
enxuto, A&M busca aventuras rápidas de se preparar e grandes
recompensas (para aqueles que se arriscam a grandes perigos!)

Criado por:
Rafael Beltrame

Arte de Capa:
Carlos Castilho

Arte Interna:
Dinho Reis

Diagramação:
Dinho Reis

Jogo em fase beta. Edição de playtest.


Criando um Personagem
As Classes Ladrão
Peritos no subterfúgio, nenhum segredo está seguro
As classes funcionam como a “profissão” do personagem, deles.
algo que ajuda a definir sua ocupação. Apenas um nome
Ladinagem: Podem fazer um TdP com bônus de +1 , +1
genérico é dado, de forma que um “Guerreiro” pode ser um
a cada 3 níveis (3, 6, 9) para furtar bolsos, abrir portas e
arqueiro, um viking ou mercenário, e uma “Maga” pode ser
desarmar armadilhas que tenham encontrado.
uma ilusionista da corte, uma necromante em busca de poder
ou uma aventureira sedenta por glória e ouro. Escalar: Podem escalar qualquer superfície que não seja
completamente lisa, sem usar nenhum equipamento ou
As três raças diferentes das humanas (elfo, anão e halfling) fazer testes, desde que não estejam sobrecarregados.
funcionam como classes, representando o estereótipo
mais comum de se encontrar pensando em um mundo
humanocêntrico. Assim, existem elfos clérigos em cidades Anão
ou templos, mas os aventureiros são um misto de guerreiro
e mago. Mestres das montanhas, são tão comprometidos quanto
aguerridos.
Os jogadores podem escolher os seguintes tipos de Imunidade a Veneno: Nenhum tipo de veneno natural
personagem: os afeta. Contra venenos mágicos (criados por magia),
possuem um bônus no TdP igual a metade de seu nível.
Guerreiro Mestres do Metal: Reconhecem a qualidade de qualquer
Forjados no calor da batalha, são mestres do combate. objeto feito de metal, incluindo sua legitimidade. Para
itens mágicos, identificam bônus de até +3 (mas não as
Dividir Ataques: A cada 3 níveis (3, 6, 9) pode fazer um habilidades do item, caso tenham).
ataque extra no mesmo alvo, ou em um adjacente.
Arma Improvisada: Tudo pode virar uma arma nas
mãos do guerreiro (desde que faça sentido). Objetos Elfo
pequenos como garrafas ou castiçais causam 1d4, e Senhores das florestas, combinam magia e espada em um
outros objetos causam 1d6. Quando o valor máximo de estilo fatal.
dano foi causado, o objeto é destruído.
Imunidade a Sono e Paralisia: são imunes a magias e
efeitos que causem sono ou paralisia sobrenaturais.
Mago Detectar Passagens Secretas: Ao passarem por qualquer
Conjuradores poderosos, podem usar magias tipo de passagem secreta, podem detectá-la ao obter 1-3
perigosíssimas. em 1d6.
Truque: 2x ao dia a cada nível conseguem invocar um
truque, que é um tipo de magia mais fraca. Ela não pode
fazer nada igual ou melhor do que as magias já listadas, Halfling
não pode curar, e em caso de dano, causam no máximo Companheiros para qualquer jornada, seu humor é tão
1 ponto (mediante jogada de ataque) a até 3 metros de certeiro quanto sua mira.
distância.
Esconder-se: Podem se mesclar nas sombras 1x ao dia
Detectar Magia: 2x ao dia a cada nível podem detectar para cada nível. O tempo de duração é de 2 rodadas +1
se algo é mágico, ou se está sofrendo influências mágicas. rodada por nível.
Atiradores: Toda arma de arremesso (fundas, lanças,
machadinhas, etc) receberá um bônus de +1 para atacar.
Clérigo
Seguidores ferrenhos de sua fé, lutam para espalhar a
vontade dos deuses.
Curar: 1x ao dia a cada nível podem curar 1d8 (+2
pontos por nível), ou afastar a mesma quantidade de DVs
de mortos vivos (desde que estes falhem em um TdP).
Bênção: Invoca as graças de seu deus a si ou aos colegas
uma vez por dia. Afeta 1 pessoa a cada 2 níveis (2, 4, 6,
8, 10), até um máximo de 5 pessoas. Elas ganham +1 no
dano, na CA e em seus TdP pela duração do combate.

3 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


Características do Personagem
Dado de Vida (DV): Indica o dado a ser utilizado para de Armadura.
calcular os pontos de vida. Joga-se um a cada nível que o
personagem atinge. Mov: Movimentação máxima por turno, em metros.

Dano: Modificador aplicado após jogar os dados. Armas: Quais armas são permitidas a essa classe.

Classe de Armadura (CA): Modificador aplicado na Classe Armaduras: Quais armaduras são permitidas a essa classe.

Classe DV Dano CA Mov Armas Armaduras


Guerreiro d10 +1 0 9 Todas Todas
Mago d4 -1 0 9 Rápidas Couro normal
Ladrão d6 0 +1 9 Rápidas e Médias Nenhuma de metal
Clérigo d8 0 0 9 Nenhuma cortante ou Todas
perfurante
Anão d10 +1 0 6 Todas que tenham metal Todas
Elfo d6 0 0 9 Rápidas e Médias Nenhuma mais pesada que
cota de malha
Halfling d6 0 +1 6 Rápidas e Médias Nenhuma de metal

Ocupação
Reflete algo que o personagem foi (ou ainda é), e que lhe O jogador pode adaptar como quiser. Um caçador poder ser
servia de sustento. É como dizer o que ele fazia antes do um mercenário em busca de pessoas, ou um caçador de ratos
chamado da aventura, o que trazia pão a mesa, ou o que a da cidade. Um criador pode criar porcos, gado, aves, etc.
roda do destino reservou para ele em seu nascimento.
E claro, pode criar uma profissão que julgar interessante, e
Este campo é bem amplo, de forma que o jogador pode que seja condizente com a campanha do Mestre.
colocar o que achar que faz sentido. Nem tudo se resume a
trabalhos: um nobre pode ter sido custeado a vida toda, até ter Após escolher a profissão, presume-se que seus
seu castelo destruído e ser obrigado a pegar em armas. Neste conhecimentos também serão norteados por isso. Herbalistas
caso, ele seria um “Nobre”. poderão reconhecer ervas, saber o que tomar para evitar
ressaca, e qual cogumelo não deve ser ingerido. Criadores
Caso o jogador queira algo aleatório, ou mesmo deseje desafio de ovelha talvez soubessem como tosquiá-las, como cortar os
de fazer um personagem com um histórico randômico, ele melhores pedaços de sua carne ou se ovelhas élficas são mais
poderá jogar na tabela de Ocupação. Jogue 1d6 para a coluna rápidas que as humanas.
e 1d6 para a linha.
Toda a vez que o personagem decidir fazer algo relativo a sua
Esta tabela pode ser usada também quando Mercenários profissão e que exija uma jogada de TdP, ele pode jogar duas
forem contratados, como forma de individualizá-los ainda vezes e escolher o melhor resultado.
mais.

OCUPAÇÃO
1 2 3 4 5 6
1 - Caçador 1 - Fazendeiro 1 - Capelão 1 - Guarda 1 - Nobre 1 - Trabalho em
Peles
2 - Estudioso 2 - Coveiro 2 - Mendigo 2 - Lenhador 2 - Pescador 2 - Limpador de
Latrinas
3 - Artista 3 - Taverneiro 3 - Barbeiro 3 - Açougueiro 3 - Ferreiro 3 - Ceramista
4 - Construtor 4 - Leão de chácara 4 - Pastor 4 - Carpinteiro 4 - Jogador/ 4 - Chapeleiro
apostador
5 - Agiota 5 - Cocheiro 5 - Alfaiate 5 - Menestrel 5 - Criador 5 - Nômade
6 - Limpador de 6 - Trabalhador de 6 - Herbalista 6 - Minerador 6 - Trabalho em 6 - Copista
chaminés pedras couro

4 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


O bom senso do Mestre e do jogador devem prevalecer. para passar de nível é igual o nível que o personagem irá
alcançar. Assim, quando estiver no 4º nível já terá acumulado
Assim, é muito possível que um personagem que tem 9 aventuras, e precisará de mais 5 para alcançar o 5º nível,
“caçador” como Ocupação saiba como caçar um coelho totalizando 14 aventuras.
ou fazer armadilhas simples, então nenhum teste seria
necessário. Caso ele decida caçar uma raposa fantasma que Mas o que determina “uma aventura”?
só aparece de noite, ou preparar uma armadilha para um
assassino que o vem seguindo, é muito mais plausível que Não vamos impor nenhuma regra aqui, a não ser a do bom
um teste seja necessário. senso. Ir até a padaria não deveria ser o suficiente para passar
de nível, mas ir até a padaria que fica na torre do mago,
enfrentar seus asseclas e saquear seus tesouros sim.
Níveis de Personagem
Os níveis indicam o progresso em termos de experiências EQUIPAMENTOS
adquiridas durante as aventuras. É uma medida abstrata,
usada de forma simples para dar fluidez ao jogo. Este Todos os personagens começam com 3d6x10 peças de ouro,
jogo visa emular a sensação de jogar com exploradores e que serão utilizadas para comprar equipamentos, contratar
mercenários, personagens que estão batalhando muito para serviços, etc. O objetivo deste jogo não é focar muito na
conquistar seu espaço no mundo. Dito isso, vamos presumir carga, e por isso optou-se por uma opção mais abstrata. Ao
que os personagens evoluem até o nível 10. Após isso, estarão invés dos objetos pesarem kilos, por exemplo, eles pesam
consolidados na história, e se tornam NPCs (personagens do “ES” (Espaço), que simboliza mais ou menos o espaço que
Mestre). eles ocupam. Uma mochila comum pode suportar até 10
espaços dentro e 3 fora,então o personagem poderia colocar
No primeiro nível, o personagem começa com o máximo de uma lanterna (2ES) e um frasco (1ES) por fora, tochas (2ES),
pontos de vida possíveis para aquele dado. ração (2ES) e martelo e pregões (3ES) por dentro e estaria
com a mochila pronta, sobrando ainda 3ES.
Adquire-se cada nível após completar um determinado
número de aventuras. A quantidade de aventuras necessária

Nível N º de Aventuras
Conversão Monetária
1 0
10 PC (Peça de cobre) = 1 PP (Peças de prata)
2 2
10 PP (Peças de prata) = 1 PO (peças de ouro)
3 5
100 moedas ocupam 1ES
4 9
5 14
6 20
7 27 Como tudo neste jogo, o bom senso deve reinar. Apesar de
uma foice ocupar 1 ES, ela não cabe em uma algibeira (que
8 35
carrega 2ES). Da mesma forma, um baú carrega muito mais
9 44 do que 40 fundas.
10 54

Lista de Equipamentos
Itens de Transporte
Nome Descrição Valor Espaço Disponível
Alforge Bolsa dupla usa em montaria 3 PO 10 cada
Algibeira Bolsa usada na cintura 1 PP 2
Baú (G) Precisa de 2 pessoas para levar 3 PO 40
Baú (M) Pode ser levado no lombo de um burro 5 PP 15
Baú (P) Do tamanho de um livro aberto. Ocupa 3ES 1 PP 5
Mochila Pode usar 3 ES extras do lado de fora 2 PO 10
Saco (G) Carregado com as 2 mãos 5 PC 12
Saco (P) Até 3 ES pode ser usado preso na cintura 3 PC 5

5 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


Fontes de Luz
Nome Descrição Valor ES
Lanterna Usa óleo, queimando por 4 horas 2 PO 2
Frasco de Óleo Cobre 1m de diâmetro. Causa 1d4 de dano por 1d4+1 rodadas, ou até que 5 PP 1
apaguem.
Pederneira Pedras para acender tochas, lareiras, etc 1 PP -
Tocha Queima por 1 hora. Até 3 tochas = 2ES 5 PC 2

Itens de Exploração
Nome Descrição Valor ES
Corda 15m. Pode ser usada sem ao invés da mochila, sem ocupar ES. 1 PO 3
Giz Carvão ou giz para demarcar. 1 PC -
Martelo e Pregões 8 pregões de ferro. 5 PP 3
Vara de 1/1,5/3 m Até 1 m pode ir por fora na mochila (1ES). A vara de 3m precisa 5 PC/8 PC/1 Acima de 1m,
de duas mãos livres. PP só na mão.

Alimentação e Cuidados
Nome Descrição Valor ES
Cantil Duro. Capacidade 1 litro 5 PP 1
Odre Flexível. Capacidade 2 litros 5 PP 2
Primeiros Socorros Kit com vários itens, de uso único. 10 PO 3
Ração Comum Comida para 3 dias. Estraga após 3 dias 1 PO 2
Ração Conservada Comida para 5 dias. 5 PO 1

Serviços Mercenários

Os serviços listados apresentam o Nome, Observação, Mercenários são os contratados que aceitam ajudar o
Disponibilidade e Valor. Entende-se que os locais sejam personagem, seja por dinheiro, admiração ou necessidade.
comuns, como vilas e cidades humanas. Um assentamento Mas geralmente é por dinheiro mesmo.
de clérigos, por exemplo, pode ter muitos escribas, e ainda
assim ser um local diminuto. Uma estrebaria em uma cidade Para contratar um mercenário, basta colocar um anúncio
de centauros pode nem existir! Cabe ao Mestre ajustar essas (3 PO), pagar alguém para procurar (5 PO), ou mesmo
situações de acordo com sua campanha. sair procurando pelos cantos (5 PO, para pagar cervejas,
informações, etc). Mercenários podem auxiliar como
Sobre os locais, “Pequeno” quer dizer uma aldeia, combatentes ou auxiliares (carregando tocha, carga, cuidando
assentamento ou vila pequena. “Médio” representa uma vila dos animais, etc).
comum ou cidade pequena. “Grande” é uma cidade grande
e de alto fluxo populacional (a menos que seja uma cidade Combatentes: CA 10, DV 1, TdP 0, Mov 6, ATQ 1 arma
fantasma, é claro). Os valores em % representam a chance de qualquer+0. Custo 1 PO/dia
encontrar este serviço, mas é apenas uma sugestão.
Auxiliares: CA 9, DV 1d4+1, TdP 0, Mov 9, ATQ 1 arma -1.
“Quarto” e “Refeição” apresentam o nivel de qualidade Custo 5 PP/dia
(Ruim, Normal ou Excelente), e as chances de obter cada uma
Em casos raros, e ainda assim, apenas em cidades grandes,
é decidida através de 1d6. Assim, ao entrar em uma taverna
o grupo pode encontrar mercenários de raças não humanas.
em um vilarejo miserável (“Local Pequeno”), o Mestre joga
O custo é de 5 PO/dia, e eles ainda são considerados
1d6 e compara com a tabela: se obtiver de 1 a 3, a comida
“Combatentes” (usando a mesma ficha).
é ruim, 4 ou 5 significa que é normal e um 6 significa que é
excelente. Alguns lugares podem não ter certos serviços ou Por fim, talvez um mercenário mais qualificado queira se
qualidades, como um quarto de luxo em um vilarejo, mas juntar ao grupo, podendo ser de qualquer classe. Ele será
caso o Mestre julgue necessário, não existem impedimentos. tratado como se fosse de 1º nível, e cobrará ⅓ dos tesouros
adquiridos pelo grupo.

6 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


Serviço Observação Disponibilidade em locais Pequenos, Armas
Médios e Grandes
Curandeiro* Podem ter até 4 DV. Não curam 50% 60% 70% 20 PO por
problemas de causa mágica. Custo DV do
por dia. Curandeiro
Escriba Para lingua comum. Valor por folha. Indisponível 40% 70% 1 PP
Escriba de outras línguas Línguas raras custam 1 PO/folha. Indisponível 20% 45% 5 PP
Estrebaria Abrigo e alimentação para cavalos e 50% 70% 90% 5 PC
montarias comuns.
Guia urbano Por dia. Indisponível 25% 80% 5 PP
Guia da natureza Por dia. 35% 55% 70% 8 PP
Mensageiro Por km de distância da entrega 40% 50% 65% 1 PP
Quarto Ruim/Normal/Excelente 1-4/ 5-6/ - 1-3/ 4-6/ - 1-2/ 3-5/ 6 1/5/20 PP
Refeição Ruim/Normal/Excelente 1-3/ 4-5/ 6 1-2/3-5/ 6 1/ 2-4/ 5-6 2/5/30 PP
Sábio Por pesquisa 5% 40% 65% 100 PO
*Curadeiros podem ser xamãs, médicos, um velho herbalista, etc.

Armas sem intervir nas restrições das classes. Dardos, estrelas


ninja, uma corrente com uma espada amarrada na ponta são
As armas são divididas em Rápidas, Médias e Lentas. Esta exemplos de armas que poderiam ser criadas para se adequar
medida é uma forma mecânica, e não realista, de separar as às particularidades de cada campanha.
armas. Assim, armas rápidas causam 1d4 pontos de dano,
médias 1d6 e lentas 1d8 ou 1d10. Armas Lentas, ainda por Por fim, cada arma pode ter um tipo: Perfurante (P),
cima, devem ser usadas com ambas as mãos, impedindo que Impactante (I) ou Cortante (C). Alguns monstros, como
se use escudos ou tochas, por exemplo os esqueletos, são mais resistentes a certos tipos de armas,
enquanto outros podem ter uma fraqueza ligada a um tipo em
Deixamos assim para que novas armas possam ser criadas específico.

Rápidas (1d4)
Nome Valor Característica
Besta de Mão (P) 30 PO (Uso 1d6) Ocupam 1 ES
Foice (C) 4 PO
Funda (I) 5 PP (Uso 1d8)
Punhal (C/P) 1 PO

Médias (1d6)
Nome Valor Característica
Espada (C/P) 10 PO Podem ser levadas na cintura,
ombro ou pendurada na
Machado (C) 8 PO
mochila ao custo dos 3 ES que
Maça/Martelo (I) 8 PO ela pode levar do lado de fora.
Lança (P) 5 PO Contudo, na mochila, atacarão
por último.
Arco (P) 40 PO (Uso 1d6)
Besta (P) 50 PO (Uso 1d6)

7 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


Lentas / 2 Mãos
Nome Valor Característica
Espada 2M / Machado (C) 18 PO Sempre atacam por último.
Piques podem ser usados como
Martelo (I) 15 PO arma de segunda fileira (ou
seja, seu aliado está na sua
Alabarda (C) *1d10 30 PO frente, lutando contra o mesmo
inimigo). Neste caso, o ataque
Pique (P) 12 PO com o pique é penalizado em
-1. Armas lentas só podem ser
transportadas na mão.

Diferentes armas, diferentes usos


Mesmo que o dano seja o mesmo, o tipo de dano é diferente (P, I ou C). Mas além disso, as armas podem ter
vantagens dependendo das situações. Machados e martelos podem abrir portas de madeira (para sempre!) em 1d4+1
rodadas, martelos podem pregar portas para que não abram mais, punhais podem ser escondidos na roupa, lanças
podem ser usadas para atacar da segunda fileira, e assim em diante.

Armaduras
Usadas para proteção, elas dão um bônus na CA, que
naturalmente é 10 (ou seja, alguém sem armadura tem CA
10). Algumas classes podem modificar a CA.

Nome Custo Bônus na CA Movimentação Nota


Escudo 8 PO +1 - Ocupa uma mão
Broquel 5 PO +1 - Não ocupa a mão, bônus apenas contra 1
oponente
Armadura de Couro 20 PO +2 - -
Normal
Armadura de Couro 30 PO +3 - Demora para retirar
Reforçado
Cota de Malha 60 PO +4 -1 Demora para retirar, -1 dano vs cortante rápida
Armadura de Placas 300 PO +6 -1 Demora para retirar, -2 dano vs cortante rápida,
-1 Iniciativa

8 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


As Regras
Teste de Personagem (TdP) Neste caso, todos jogam os dados normalmente, mas quem
reservou a ação agirá após a condição, caso ninguém aja
Este é um dos testes mais comuns no jogo. Toda vez que antes.
se precisar atacar ou testar algo que tem chance de falha, é
necessário fazer um TdP. Para isso, basta rolar um dado de Exemplo: Haffa esperará que a mercenária élfica atire com
20 lados (1d20), somar seu nível de personagem e comparar seu arco antes de atacar o orc com sua espada. Ele tira 3,
o resultado obtido com o necessário. a elfa 5 e o orc 6. Normalmente Haffa atacaria primeiro,
mas como ele declarou que esperaria, ele deixa a elfa atacar
15 ou mais: você conseguiu fazer o que pretendia primeiro, atacando logo após, e por último, o orc ataca. Caso
o orc tivesse tirado um 4, ele seria mais rápido que a elfa mas
20 no dado, sem ajustes: você conseguiu fazer o que pretendia mais lento que Haffa, mas como este escolheu agir depois da
e ainda por cima algo de bom aconteceu (por exemplo, saltou elfa, o pobre diabo será atacado pelo orc antes de ter sua ação.
sobre o penhasco e ainda por cima desmoronou a borda,
dificultando para o oponente que lhe perseguia). Moral
1 no dado, sem ajustes: você falhou, e algo de ruim Certas ações podem afetar a moral dos inimigos ou mesmo
aconteceu em acréscimo (você não conseguiu saltar e caiu, e dos personagens. Eventos que causem grande traumas, como
além do dano, perdeu sua arma). ter a morte do líder em combate, a perda de ⅔ do bando
Quando o personagem tem uma vantagem óbvia, como por ou uma criatura impressionantemente perigosa podem ser
exemplo um barqueiro tentando conduzir o barco em uma motivos para que o Mestre exija um teste de Moral. Neste
tempestade, ele terá uma “vantagem”. Neste caso, ele poderá caso, basta um TdP bem sucedido para continuar na luta.
escolher o melhor resultado dentre os dados. Mas em caso Uma falha implica em abandono do combate, fugindo para o
oposto, como o mesmo barqueiro tentar conduzir o barco local mais seguro possível.
enquanto luta contra orcs com apenas um braço, ele estará em Note que em níveis mais altos, ou monstros com TdP altos,
“desvantagem”, jogando dois dados de 20 lados e escolhendo a chance de falha é muito menor. Isso reflete que quanto
o pior resultado. mais poderoso ou experiente for o alvo, mais chance de
permanecer no confronto terá.
Combate Dano Contínuo
Ataque Algumas ocasiões acarretarão em “dano contínuo”, como ser
atingido por ácido ou fogo. O resultado do dano jogado no
Para atacar, basta fazer um TdP contra a CA do alvo. Um
dado será o valor base, diminuindo 1 ponto a cada rodada.
personagem com TdP 5 enfrentando um inimigo com CA 13,
por exemplo, irá acertá-lo com um resultado 8 ou mais em Ex: um cubo gelatinoso causou 3 pontos de dano por ácido.
1d20. Na rodada seguinte, o personagem recebe mais 2 pontos, e na
seguinte, mais 1 ponto. Logo após, o dano por ácido termina.
Iniciativa
Danos contínuos podem acumular apenas uma vez, de forma
Existem duas formas de jogar iniciativa: em grupo ou que receber dois ataques de fogo, por exemplo, somam o dano
individual. Em ambas, os personagens devem declarar o que até que o total seja menor que 1, ou que de alguma forma ele
farão antes de jogar os dados. cesse (como ser apagado).

Individual: todos declaram suas ações, e jogam juntos o


dado equivalente ao dado de dano da arma. Magias e ataques
Modificadores
desarmados contam como “1”. O menor resultado age Combater não deve ser apenas rolar dados até que um dos
primeiro. lados perca. Pensar em estrategias de combate ser incentivado,
na forma que algum benefício. O Mestre pode conceder uma
Grupo: após declararem as ações do grupo, um jogador joga
Vantagem (jogue 2d20 e escolha o melhor resultado) ao
1d6 e compara com o resultado obtido pelo Mestre. O menor
personagem ou uma Desvantagem (jogue 2d20 e escolha o
resultado age primeiro.
pior) ao inimigo (ou ao personagem!) dependendo do que
Empate: o Mestre pode optar por declarar que as ações julgar que resultará das decisões na cena. Tanto uma quanto
ocorrem ao mesmo tempo, ou pede para que os envolvidos a outra não acumulam: ter duas Vantagens não lhe garante
no empate joguem mais uma vez, até desempatar. jogar 3d20, por exemplo.

É possível ainda condicionar certas ações a outros Exemplo 1:


personagens, como “atacarei logo após ela atirar com o
O Mestre descreve que a luta ocorre em um barco no meio da
arco!”.
tempestade, jogando a todos de um lado para o outro. Desta

9 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


forma, descreve que todos estão em Desvantagem. Haffa, Elfos, por outro lado, apesar de terem forte ligação com
o matreiro, resolve usar seu sapato de escalada com pregos as energias místicas, as usam de forma mais natural, como
antes de entrar no combate, e o Mestre decide que ele não algo de seu cotidiano. Por isso, não possuem a dedicação
sofrerá a desvantagem. e profundidade dos magos para alcançarem magias mais
poderosas. Eles podem lançar magias até o 2º círculo, e
Exemplo 2: seus Pontos de Magia evoluem na medida do seu nível de
personagem x2.
Dois orcs emboscam Jiago, o anão empreendedor, no meio do
centro comercial. Jiago decide subir em um caixote e atacar
com sua lança, disfarçada como um mastro de bandeira da Nível do Elfo Acesso aos Círculos Pontos de Magia
sua tenda. Por estar em terreno elevado e lutar com uma arma 1 1º 2
que mantém os inimigos a distância, o Mestre decide que ele
tem uma Vantagem. 2 1º 4
3 2º 6
Obs: quando um personagem tem uma Vantagem,
desaconselha-se que o outro receba uma desvantagem pelo 4 2º 8
mesmo motivo. No Exemplo 2, Jiago tem a Vantagem, então 5 - 10
não há necessidade de dar uma Desvantagem aos orcs. Caso
estivessem lutando enquanto são apedrejados pelo povo, 6 - 12
ou enquanto pegam fogo, ai sim uma Desvantagem seria 7 - 14
pertinente. 8 - 16
9 - 18
CURA 10 - 20
Recuperar-se se um ferimento pode ser algo complexo. Ao
mesmo tempo, pensando em termos de jogo, pode ser tedioso.
Por isso, vamos optar por regras simples para resolver este
Magias iniciais e Ganhando
problema. magias
1 dia de descanso: recupera 1 pt/ nível do personagem Cada mago começa com 3 magias de 1º círculo a escolha
do jogador. Toda vez que ele passa de nível, sua capacidade
1 dia de descanso com curandeiro: recupera 3 pontos por DV aumenta, mas para aumentar seu repertório, deve buscar
do curandeiro outros magos, tomos arcanos ou pergaminhos que contenham
magias.
Primeiros socorros: caso o personagem tenha esse
conhecimento (de acordo com seu histórico) pode fazer um Elfos começam com 1 magia de 1º círculo, e seguem as
TdP. Se for bem sucedido, recuperará 1d4 PV do alvo, apenas mesmas regras de aquisição de magias que os magos.
uma vez ao dia no mesmo alvo.
Forçar Magia
MAGIAS Magos podem tentar “forçar” seus limite de magias, tentando
lançar mais magias. Para tal, deve fazer um TdP+ o círculo da
Magos podem conjurar poderosas magias na medida de um
magia que deseja lançar, mesmo que ainda não esteja ao seu
círculo de magia por nível de personagem x3. Chamamos a
alcance (desde que tenha a magia em posse, seja por grimório
isso de “Pontos de Magia”, onde cada ponto equivale a um
ou pergaminho). Uma falha significa que o pior efeito reverso
círculo. Assim, um mago de 3º nível poderá lançar duas
ocorreu, atingindo o próprio mago ou seus aliados. O jogador
magias de primeiro círculo e três de segundo, sobrando 1
deve então descrever ao Mestre que efeito adverso surgiu
ponto, por exemplo. O acesso aos círculo depende do nível
com sua magia. Após uma falha, não é possível Forçar Magia
do mago.
no mesmo dia.
Nível do Mago Acesso aos Círculos Pontos de Magia
Recuperando Magias
1 1º 3
O mago deve descansar por 6 horas para recuperar as energias
2 1º 6
místicas que alimentam seus poderes. É possível também
3 2º 9 tentar “Forçar Magia” para recuperar os círculos, na ordem
4 2º 12 de um teste por ponto. O efeito negativo, no caso de falha,
é a perda de todas suas energias místicas por um período de
5 3º 15 24 horas.
6 3º 18
7 4º 21 Resistência e Duração
8 4º 24 Algumas magias tem a letra “R” ao lado. Significa que o
9 5º 27 alvo pode fazer um TdP para resistir ao efeito. A duração está
representada pela letra “D” ao fim da descrição da magia.
10 5º 30
Quando não for indicado, significa que é instantânea ou de

10 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


uso único. A duração de uma magia indica o máximo que ela Dissipar Magia: 5% de chance/nível de anular/cancelar
pode permanecer ativa, mas o mago pode cancelá-la quando efeitos mágicos.
bem quiser. Por fim, fora de combate 1 turno equivale a 10
minutos. Imobilizar (R): imobiliza totalmente um ser humanóide. (D)
1 minuto/nível.

Lista de Magias Relâmpago (R): causa 1d6/nível (ou ½ se passar TdP) até
atingir 1,5 m/nível em linha reta.
Magias de 1º Círculo Toque Vampírico: ao acertar um ataque de toque,causa 1d4/
nível e reverte em cura para sí.
Abrir / Trancar: abre ou tranca portas e recipientes. (D) 1
minuto/nível. Vôo: voa até 5m/nível com velocidade 9. (D) 1 minuto/nível.
Dardos Místicos: 1 dardo/2 níveis (1d4+1).
Magias de 4º Círculo
Enfeitiçar Pessoas (R): alvo torna-se simpatizante do mago.
(D) nível x 2 horas. Baú Arcano: invocado de outro plano, depois retorna. (D) 30
dias, devendo ser reinvocado.
Escudo Arcano: o mago recebe +4 no CA. (D) 4 turnos+1/
nível. Imobilizar Monstro (R): imobiliza criatura não humanóide.
(D) 1 minuto/nível.
Ilusão (R): cria uma ilusão não maior que uma casa. Todos
podem resistir. (D) 1 minuto/nível. Porta Dimensional: abre portal entre dois lugares
conhecidos, distantes até 10m+1m/nível.
Leque Cromático (R): cone de 4,5 m de luz que cega (-4
no ataque). Medo (R): alvo foge para longe do mago. (D) 1 minuto/nível.

Luz: cria luz mágica de 10 m de raio. (D) 1 hora/ nível. Muralha de Energia: muro 3x9 m. Bloqueia magias de 4º
círculo ou menor. (D) 1 turno/nível.
Patas de Aranha: mago pode escalar paredes ou teto. (D) 5
minutos/nível. Magias de 5º Círculo
Queda Suave: o alvo cai com Mov. 2, indo mais rápido se Criar Objeto: cria objeto comum de até 1m³/nível. (D) 10
puxado. (D) 5 minutos/nível. minutos/nível.
Sono: adormece 1d6+1/nível DVs. (D) 1d4 horas. Palavra da Morte (R): mata alvo com pelo menos a metade
dos níveis do mago.
Magias de 2º Círculo
Pele de Aço: imune a (1d4)+1 a cada 3 níveis ataques não
Escuridão: cria escuridão mágica em raio de 3m+1m/nível. mágicos. Não acumula.
(D) 3 minutos+1 minuto/nível.
Telecinese: move alvo (se vivo, TdP) de até 10kg/nível do
Força Arcana: bônus de +1 nos TdP a cada 3 níveis do mago. (D) 1 minuto/nível.
mago. (D) 4 turnos+1/nível.
Teleporte: o alvo que concordar pode ser teleportado para até
Invisibilidade: alvo invisível pelo tempo da (D) ou ao entrar 100m/nível do mago.
em combate. (D) 5 minutos/nível.

Névoa Fétida (R): alvos em um raio de 3m ficam nauseados Tesouros e Itens


(-2 TdP). (D) 1 minuto/nível.

PES: lê pensamentos de alvos de nível = ou menor a 3m/


Mágicos
nível. (D) 3 minutos+1 minuto/nível. Por qual motivo um aventureiro exploraria masmorras
decrépitas, cheias de perigos, se não pelos tesouros? O que
Reflexos: 1d4+1 imagens do mago que duram até serem move um mercenário, se não o tilintar das moedas?
atacadas. (D) 4 turnos+1 turno/nível.
Tesouros podem ser encontradas das mais diversas formas.
Teia (R): prende a todos em uma área de 3m de raio+1m/ De moedas e jóias a candelabros e livros. Por isso, vamos
nível. (D) 4 turnos/+1 nível. dividi-los nas seguintes categorias:

Magias de 3º Círculo Moedas: Podem ser no formato que conhecemos ou em


barras, anéis, pirâmides, etc.
Animar Mortos: 1DV/nível (nº máximo simultâneo).
Esqueleto (1DV) ou zumbi (2DV). (D) 24h. Pedras Preciosas: de diferentes formatos e cores.

Bola de Fogo (R): explosão de fogo com 6m de raio. Causa Jóias: colares, pulseiras, gargantilhas, coroas.
1d6/nível ou ½ se passar no TdP.
Objetos: livros raros, perfumes, tecidos, artesanatos finos
(como caixas de música).

11 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


Alguns podem ser fáceis de carregar, como um saquinho antigas em seu cabo, e que o metal é estranhamente quente
com 20 moedas de prata. Outros, por outro lado, podem ser ao toque, e toda batida traz uma sensação de martelar uma
impraticáveis (uma estátua de ouro de 5 metros) ou muito almofada. Algo que torne a arma incomum e singular, talvez
trabalhosos (como um tapete raríssimo que pesa 30 quilos). até mesmo estranha.
E se as moedas tivessem sido derretidas por um sopro de
dragão? Muitas coisas podem influenciar a facilidade em Qualquer arma e armadura mágica pode ter um bônus no
obter os tesouros. Carregá-los pode ser parte da aventura! Ataque e no Dano de +1 (1-5) ou +2 (6), determinado em
1d6. Itens +2 são muito mais antigos, e geralmente ligados
Fora as moedas, que já apresentam seu valor próprio, os a alguma força sobrenatural (demônios, profetas, deidades).
outros itens podem ser avaliados em 5 níveis sugeridos, a Todas as armas transferem o bônus para o ataque e dano, de
escolha do Mestre: forma que uma flecha +1 em um arco +1 teria +2 no ataque
e +2 no dano.
1º: 1-50 PO

2º: 51-250 PO Outros Itens Mágicos


3º: 251-700 PO Diversos itens podem ser encantados. Anéis, elmos, capas,
botas, etc. Nada impede que exista um cinto que permita que
4º: 701-1000 PO o usuário voe, assim como uma vassoura que faça o mesmo.
Itens mágicos podem ter um efeito que simule uma magia de
5º: 1001-3000 PO até 3º círculo, como Enfeitiçar Pessoas, Sono, Teia, etc.
É bem improvável que algum item valha mais do que 3 mil Contudo, algo deve ser feito no que diz respeito aos limites
PO. Claro, se for combinado (uma estátua de 300 PO com de uso, como duração, alcance ou mesmo a potência.
10 jóias de 500 PO enrolada em uma seda de 350 PO) é Aconselhamos que todos os efeitos sejam condizentes com
mais plausível, mas aconselho cautela em escolher tesouros o nível do personagem. Assim, um anel com luz sendo usado
tão grandiosos. Geralmente, quanto maior o valor, maior o por um ladrão de 3 nível iria durar 3 horas.
perigo, o risco de perdê-lo e a dificuldade de transportá-lo.
Nada impede que novos poderes sejam criados, ou mesmo
Monstros podem possuir algum tesouro consigo ou em seus que os elementos variáveis (duração, distância, etc) mudem.
lares. Talvez levem moedas para negociar, ou mesmo como Vejam alguns exemplos:
resultado de seus saques, ou ainda guardar em seus lares e
esconderijos, como orcs e bandidos. Talvez seja apenas uma Aumento de Atributos: recebe +2 em todos TdP não
sobra do que fora um aventureiro, como no caso de criaturas combativos.
mais “animalescas”, como centopéias gigantes, trolls e lobos,
ou ainda, sem autonomia, como zumbis e golens. Fumaça: você pode virar fumaça e atravessar frestas por 2
minutos. Não pode causar dano, e recebe dano apenas se for
Não existe uma forma precisa de determinar quanto de mágico.
dinheiro uma criatura pode carregar, uma vez que isso é
muito peculiar e individual, dependendo de cada caso. O bom Invisibilidade: o usuário fica invisível até atacar/combater
senso deve prevalecer, e o Mestre deve pensar nos seguintes ou receber dano. Após reaparecer, deve esperar 1 hora para
pontos: usar de novo.

- Faz sentido a criatura ter e carregar a quantidade de dinheiro Proteção Mental: +2 em TdP contra efeitos que tentem ler
que o Mestre propôs? ou dominar sua mente.

- Ela usa ou acumula o tesouro? Respirar: pode respirar embaixo d’água ou no espaço, e
recebe +2 em TdP contra venenos inaláveis.
- O tesouro está com a criatura ou em seu lar?
Sem Rastro: seus passos não deixam rastros.
- Que resultado esse tesouro terá na vida dos aventureiros?
Velocidade: o personagem pode andar o dobro de sua
Criaturas muito singulares ou importantes e únicas na movimentação, e atacar uma vez a mais por combate.
campanha, como dragões e vampiros, podem ter uma vasta Contudo, neste último caso, deve passar em um TdP, onde
gama de tesouros e mesmo itens mágicos. Para obtê-los, é a falha significa que teve um colapso e ficará sem conseguir
claro, é necessário passar por muitos perigos, pois toda glória lutar até o fim do combate.
tem alto custo.
Voar: com velocidade 9, pode voar por 10 minutos seguidos.
Itens Mágicos
Itens mágicos são exemplares raros de poder de antigos
arcanos e sacerdotes, hoje já ausentes do mundo. Raramente
são comercializados, com exceção de pergaminhos e poções,
e mesmo estas não são fáceis (ou baratas) de se conseguir. Ao
descrever um item mágico, o Mestre deveria terntar torná-
lom único. Ao invés de descrever um martelo+1 como “um
martelo leve e muito bem feito”, poderia dizer que tem runas

12 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


Monstros
Segue uma lista com alguns monstros clássicos. Em Morto Vivo
certos casos, poderão ter anotações do tipo “CA 10-12”,
mostrando que é comum encontrar variáveis nessas criaturas Imunes a efeitos nocivos a seres vivos (afogamento,
(por exemplo, usar ou não armadura). As armas naturais envenenamento, etc) e magias que afetam a mente, como
dos monstros, como garras ou presas, também podem se Sono, PES, Enfeitiçar. Não fazem teste de moral.
enquadrar nas categorias Rápida, Média e Lenta, de acordo
com a discrição do Mestre. Elemental
Usam o D8 como dado de vida, então “DV 2” significa que o imunes a ataques do mesmo tipo de elemento (fogo contra um
Mestre deve jogar 2 dados de 8 lados para determinar quantos elemental do fogo, por exemplo), mesmo que seja mágico.
pontos de vida a criatura possui. ½ DV significa jogar 1d4 ao Recebem o dobro de dano do elemento oposto (Água > Fogo
invés de 1d8, e modificadores (ex: DV 3+1) são aplicados por > Ar > Terra > Água).
último, após a verificação do total de pontos de vida.
Construtos
Diferente dos personagens, monstros não usam o TdP para
ataques. O Mestre deve observar o bônus que consta no valor Imunes a acertos críticos.
“ATQ (ataque)”. Logo, um monstro com TdP 5 pode ter um
O Mestre pode criar novos conceitos chave de acordo com sua
ataque tipo “ 1 garra +3”, de forma a jogar o D20, somar 3 (e
necessidade e de sua campanha. Se todos os goblinóides (orcs,
não 5) ao dado, e tentar vencer a CA do alvo.
hobgoblins, goblins) são “aguerridos”, podem ser agrupados
Alguns monstros estão ligados por grupo, através de uma por esse palavra chave e receberem efeito necessário. Talvez
palavra chave em negrito. Seguem alguns exemplos: existam armas de fogo no cenário, e todo morto vivo seja
especialmente frágil a esse tipo de dano.

Aranha Gigante
Procura emboscar seus inimigos atacando por cima ou
carniçal
surpreendendo-os. Odioso morto vivo canibal que costuma habitar
CA 14, DV 2, TdP 3, Mov 8 cemitérios e sepulcros.
ATQ 1 mordida +3 (1d6+1) CA 13, DV 2+2, TdP 2, Mov 6
ATQ 2 garra +2 (1d4), 1 mordida +2 (1d4 + paralização)
Teia: o alvo deve passar em um TdP ou ficará preso.
Paralisação: sua mordida causa paralisação por 2d4
Salto: se estiver a pelo menos 6 metros do adversário, rodadas, apenas em alvos humanos.
recebe +3 no ataque.
Morto Vivo: imunidade a magias que afetem a mente.

Bandido
Humanos desgarrados que vivem em grupos por suas centopéia gigante
próprias leis. Perigosa criatura que vive em subterrâneos e construções
CA 11-13, DV 1, TdP 1, Mov 6 abandonadas.
ATQ 1 arma ráp. +3 (1d4) ou 1 arma méd. +2 (1d6) CA 12, DV 1, TdP 1, Mov 6
Truque Sujo: areia nos olhos, fingir de ferido, etc. 1x por ATQ 1 mordida +1 (1d4)
combate, recebem +3 no ataque. Veneno: alvos mordidos devem passar em uma TdP ou
Moral Baixa: se um bandido falhar no teste de moral, morrerão.
todos falharão. Covarde: se perder a metade de seus PVs com apenas um
golpe, irá fugir.

Bugbear
Goblinóides robustos e aguerridos que lutam em exércitos Cubo Gelatinoso
caóticos. Criatura que vive nos subterrâneos, se alimentando de
CA 13-14, DV 3, TdP 3, Mov 7 restos e aventureiros.
ATQ 1 arma méd. +2 (1d6) ou 1 arma len. +3 (1d8) CA 14, DV 6, TdP 4, Mov 3
Urro: +1 no dano de todo seu bando por uma rodada. 1x ATQ 1 pancada +4 (1d4+ácido)
por encontro (não cumulativo). Ácido: qualquer contato com seu corpo causa 1d4 pontos
Alta Moral: testes de moral recebem +3. de dano contínuo.
Translúcido: TdP para ver o cubo, ou receberão 1
pancada automática no início do combate.

13 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


Dragão goblin
Poderosa criatura mítica cuja psicopatia o faz acumular Pequeno e sádico, anda em grupos de pilhagem.
tesouros. CA 11-14, DV 1, TdP 1, Mov 6
Idade CA DV TdP Mov ATQ Especial ATQ 1 arma ráp.+1 (1d4) ou 1 arma méd+0 (1d6)
Ataque a Distância: +2 no ataque para armas a distância.
Jovem 18 7 7 9 Garra+4 Sopro
(1d8+4) Invocar Nibog: se sacrificarem um dos seus, recebem
Adulto 22 12 12 12 Garra+6 Sopro, ATQ +2 e dano+1 até o fim do combate.
(2d8+6) Medo
Antigo 26 18 15 18 Garra+10 Sopro, Golem
(3d8+8) Medo,
Poderosíssimo construto feito geralmente em pedra,
Magia
encantados para obedecer uma ordem.
Sopro: cone de fogo que causa (DV)d6 de dano. Usável CA 18, DV 6+10, TdP 5, Mov 6
3x ao dia. ATQ 1 golpe +3 (1d6+8)
Medo: distância de (DV)metros. Quem falhar em um Destemido: nunca faz teste de moral.
TdP foge de medo. Sempre ativo.
Golpe Poderoso: uma vez por alvo, pode atacar com
Magia: possui 25 pontos de magia. ambas as mãos causando 2d6+10.

elemental gigante
Um elemental é oriundo dos planos elementais, Humanóides gigantescos e egoístas que vivem em
geralmente invocados por magos incautos. montanhas e florestas.
CA 16-19, DV 10+5, TdP 7, Mov 12
Tamanho CA DV TdP Mov ATQ Especial ATQ 1 arma len.+5 (2d6+5)
Pequeno 13 3 2 6 Golpe +3 Projétil Resistente: morre apenas quando chegar em -10 PV.
(1d4+2)
Rastreadores: encontram fugitivos ao passar em um TdP.
Médio 16 5 4 9 Golpe +5 Projétil,
(1d6+2) Divisão
Grande 19 10 7 12 Golpe +7 Projétil, Hobgoblin
(2d6+4) Divisão, Goblinóide estratégico que ataca em formação
Engolfar estratégica. Muito usado como mercenário
Projétil: ataque a distância contra X alvos, onde X igual CA 12-15, DV 2, TdP 3, Mov 12
o TdP do elemental. ATQ 1 arma ráp/méd/len +2 (dano +1)
Divisão: cada metade é de um Tamanho anterior. Mesmos Estratégicos: se tiverem conhecimento prévio do
atributos, divide os PVs restantes. inimigo, recebem +2 no ataque.
Mestres na lança: lanceiros atrás da linha de frente
Engolfar: alvo fica preso no corpo do elemental,
recebem ATQ +1
recebendo 3d4+4 até passar em um TdP-6.

Esqueleto Homem Lagarto


Agressivo lagarto humanóide e primitivo que vive em
Morto vivo errante, muitas vezes usado como guardião.
cavernas e pântanos.
CA 12-15, DV 1, TdP 1, Mov 6 CA 11-13, DV 2, TdP 2, Mov 9
ATQ 1 arma média +2 (1d6) ATQ 1 arma méd +2 (1d6+1)
Corpo Ósseo: armas perfurantes e cortantes causam 1 Regeneração: recuperam 1 PV ao fim de cada rodada de
ponto de dano. combate.
Arqueiros: caso usem arcos, atacam com bônus de +2. Protetores: se estão protegendo os seus, recebem CA+3
e ATQ +2

fantasma
Semi transparentes, estes mortos vivos vagam próximo
ao local onde foram assassinados.
CA 10, DV 2, TdP 3, Mov 9
ATQ 1 golpe +3 (1d4 + especial)
Dreno de Vida: cada golpe que acerta envelhece a alvo
em 1d4 anos.
Imunidade: só podem ser atingidos por armas de ferro.

14 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


Kobold orc
Humanóide semelhante a um cão vira lata, é territorialista Humanóide violento e nômade que costuma viver de
e mestre armadilheiro. saques e invasões, atacando em bandos.
CA 10-14, DV 1, TdP 1, Mov 6 CA 12-14, DV 2, TdP2, Mov 9
ATQ 1 arma ráp.+0 (1d4) ou 1 arma méd.+1 (1d6) ATQ 1 arma méd. +2 (1d6) ou 1 arma len. +2 (1d8)
Moral baixa: se um kobold falhar no teste de moral, Urro: +1 no dano de todo seu bando por uma rodada. 1x
todos falharão. por encontro (não cumulativo).
Arma Envenenada: alvo faz TdP ou receberá -1 em Força nos Números: enquanto seu bando for maior que
todas jogadas de dado por 1d4 horas. o do oponente, recebem +1 na CA.

Lobo rato gigante


Animal selvagem que vive em alcatéia que tende a atacar Do tamanho de um gato, anda em grupos de 2d4
quando em busca de alimento. integrantes.
CA 14, DV 2, TdP 2, Mov 10 CA 12, DV 1, TdP 1, Mov 9
ATQ 1 mordida +2 (1d6) ATQ 1 mordida febril +1 (1d4)
Ataque Rápido: usa 1d4 como dado de Iniciativa Mordida Febril: alvo faz TdP ou ficará febril, recebendo
-1 em todas jogadas por 3 dias.
Chamado: 1x por encontro pode invocar 1d4+1 lobos
que aparecerão em 1d4+1 rodadas. Força nos Números: enquanto seu bando for maior que
o do oponente, recebem +1 na CA.

Minotauro
Criatura alta e musculosa com cabeça de touro, gladiador
serpente gigante
por natureza. Ofídio gigantesco geralmente encontrado em florestas
esquecidas.
CA 16, DV 5, TdP 5, Mov 9
ATQ 1 arma len. +3 (1d8+1 ou 1d10+2) CA 15, DV 6, TdP 5, Mov 12
ATQ 1 mordida +2 (2d4+4)
Atropelar: se tiver 12 m para correr, faz um ataque com
-2 e dano x2. Esmagar: após dois acertos no mesmo alvo, o esmaga no
terceiro. 3d6 de dano único.
Honra: não lutam contra oponente desarmados, ou
claramente em desvantagem. Ataque Rápido: usa o D4 como dado de iniciativa.

Nosferatu troll
Morto vivo horrendo e bestial, insano e selvagem. Criatura magra e corcunda, de braços longos e pele
CA 14, DV 6, TdP 5, Mov 9 enrugada. Mora em pântanos e cavernas.
ATQ 2 garras +4 (1d4+2) CA 16, DV 7, TdP 4, Mov 9
ATQ 1 garra +4 (1d6+2) ou 1 mordida +2 (1d8+2)
Dilacerar: caso acerte ambas as garras no mesmo alvo,
causa mais 2d4 de dano. Regeneração: recupera 4 PVs/rodada, a menos que
atacado com fogo ou ácido.
Invisibilidade: ATQ +4, CA + 10, sempre tem iniciativa.
Dura 6 rodadas. Abocanhar: ao acertar 1 ATQ de mordida no alvo, a 2ª
mordida consecutiva causa 3d8+4.

ogro
Grande e obtuso, resolve tudo com violência. Não é
vampiro
obediente nem organizado Morto vivo inteligente e sedutor, vive recluso em seu
CA 13-14, DV 5, TdP 4, Mov 9 castelo. Geralmente são nobres e ricos.
ATQ 1 arma len. +3 (1d8+4 ou 1d10+4) CA 17, DV 7, TdP 8, Mov 9
ATQ 2 arma méd. +6 (1d6+4)
Raiva: ao chegar na ½ de seus PVs, perde 1 no TdP e
ganha 1 no dano Mordida: pode fazer um TdP e causar 3d4 de dano,
recuperando essa quantidade de PVs.
Resistente: morre apenas quando chegar em -10 PV.
Transformar: pode virar um Lobo (mantém suas
estatísticas) ou nuvem de morcegos.
Enfeitiçar Pessoas: como a magia de mesmo nome, 1x
por combate.

15 | Aventureiros e Mercenários - Playtest


Zumbi de placas, etc). Assim, um CA de 11 a 14 pode ser uma boa
pedida para iniciantes, 14-17 para níveis intermediários e
Morto vivo acéfalo com uma eterna fome por seres vivos. CAs maiores para os mais experientes.
Vagam a esmo.
CA 11, DV 2, TdP1, Mov 4 Dado de Vida (DV): seguimos um critério semelhante ao da
ATQ 1 mordida +1 (1d4+1) CA, pensando em quão resistente é a criatura, e em quantas
Mordida zumbi: alvo faz um TdP por mordida recebida. ataques um aventureiro poderia derrotá-la. Um monstro com
Na 3ª falha se transforma em zumbi. 4 DV não é a mesma coisa que um aventureiro de 4 º nível.
Primeiro pelas habilidades, e em segundo pelo grupo em que
Aos Pedaços: pode lutar sem partes do corpo, chegando estarão inseridos. Assim, uma criatura de 4 DV também não
a -5 PVs. é a mesma coisa que um grupo de 4 aventureiros de 1º nível,
mas estes terão boas chances contra o monstro. Criaturas
comuns, que fazem parte do “feijão com arroz” da sua
Criando seu próprio monstro aventura tenderão a ter menos DVs, enquanto criaturas mais
fortes, os guardiões da masmorra ou capitães dos exércitos
Caso queira usar um monstro que não esteja listado (o que tem
terão mais.
boas chances de acontecer!), seguem alguns parâmetros que
utilizo na criação de novas criaturas. Nada disso é “escrito em Teste de Personagem (TdP): aqui temos tanto o ataque
pedra”, e deve ser mudado para se adequar às necessidades quanto o teste de moral e proteção contra magias. Caso deseje
do grupo e do Mestre. fazer uma criatura fraca, mas com boa proteção a magia,
basta criar uma habilidade (ver abaixo) que modifique os
Nome: sejam criaturas reais ou não, devemos criar um nome.
fatores que seriam interessantes. “Resistente a magia” pode
Ele pode ser algo “oficial”, conhecido por todos, algo mais
considerar o TdP 4 níveis mais alto, por exemplo, e assim
regional, ou mesmo um nome ludibriante. Imaginem a
poderíamos manter o TdP baixo (caso fosse nossa intenção).
surpresa do grupo em descobrir que um “pavão infernal” não
“Medroso” pode considerar a TdP metade do valor quando
é nada mais do que um pavão com mal comportamento?
for fazer um teste de moral.
Outro ponto também importante são as variações. “Bandidos”
Movimentação (Mov): o quão rápido o monstro se move em
podem ser diferentes de “Meliantes” e “Saqueadores”, assim
uma rodada, em metros. Algumas criaturas podem ter mais
como podem ser diferentes de “Bandidos Experientes”
de uma taxa de movimentação, por exemplo Mov 9 (6N) (ou
e “Bandidos do lago Skar”. Cabe ao Mestre fazer estas
seja, 6 nadando). Não se preocupe com valores múltiplos de
diferenças, caso julgue necessário, pois talvez os “Bandidos
3, ou de qualquer número. Ajuste como achar melhor.
do lago Skar” sejam apenas bandidos comuns, apenas com
armas diferentes, ou talvez ataquem em botes, usando lanças Ataque (ATQ): o número de ataques sempre é um fator
e redes, e tenham atributos diferentes. importante, pois dá mais chances de acertar. Mesmo um
ataque forte, se for único, pode errar. Mas uma criatura com 4
Classe de Armadura (CA): aqui devemos pensar na
ataques fracos, por exemplo, tem chances maiores de acertar.
dificuldade que os aventureiros terão em acertar a criatura e
Golpes fracos costumam causar 1d4 ou menos, médios 1d6 e
por isso também levamos em conta o nível dos personagens.
fortes 1d8 para mais. Podemos manipular esses dados de duas
Para iniciantes, pode ser que criaturas com armadura 16 sejam
formas: bônus e quantidade de dados. Usar 2d4 por exemplo
difíceis de acertar, mas para veteranos não. Se o monstro foi
tende a dar um resultado mais próximo do valor médio de
pensado para iniciantes, podemos fazer um comparativo com
cada dado, ou seja, existe uma chance maior de se conseguir
as armaduras que geralmente fazem parte das posses dos
um valor médio em 2d4 do que em 1d8.
aventureiros (armadura de couro, cota de malha, armadura

Glossário
CA: classe de armadura (valor que representa a defesa em PC: do inglês “player character”, personagem do jogador.
combate).
PV: pontos de vida.
Dado de Vida (DV): Determina a quantidade de pontos de
vida. Rodada: tempo em que todos fizeram suas ações.

Encontro: momento em que ocorre um combate. Um TdP: teste de personagem. Usado quando for necessário
encontro pode ser composto por várias rodadas (ou mesmo testar alguma dificuldade que não seja o combate em si.
uma). Ex: o grupo se deparar com uma matilha de lobos, que
Turno: a ação individual de cada um. Sua ação ocorre em
os ataca. Esse evento se chama “encontro”, englobando todo
seu turno. Assim que todos fizerem suas ações (cada um no
o combate e ações tomadas durante o combate.
seu turno), acaba uma rodada. Fora de combate, um turno
NPC: do inglês “non player character”, personagem que dura aproximadamente 10 minutos.
pertence ao Mestre

16 | Aventureiros e Mercenários - Playtest