Você está na página 1de 16

EAOF - 2018

Língua Portuguesa
Aula 01

“Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela.”


(Paulo Coelho)

MCA concursos - PAIXÃO PELO SEU FUTURO!


mcaconcursos.com
Língua Portuguesa – Profº Mendel

PREDICAÇÃO VERBAL

Os verbos podem ser intransitivos, transitivos e de ligação.

a) Verbos intransitivos: possuem conteúdo significativo completo. Não exigem complemento. Podem constituir predicado sozinhos.

Meu cachorro morreu.


Acordei cedo amanhã.
Vou para Itaboraí.

b) Verbos transitivos diretos: não constituem predicado sozinhos. Exigem um complemento sem preposição obrigatória.

Os homens destroem a natureza.


Ela não o contrariou.
Maria me viu ontem de manhã.
Sabemos que o Flamengo será campeão.

c) Verbos transitivos indiretos: não constituem predicado sozinhos. Exigem um complemento com preposição obrigatória.

O luxo contribuiu para a sua ruína.


Ela lhe obedece cegamente.
Eu necessito que todos aspirem ardentemente à aprovação.

d) Verbos transitivos diretos e indiretos: não constituem predicado sozinhos. Exigem dois complementos: um sem e outro com
preposição obrigatória.

Emprestei o livro a José.


A bancária ofereceu um empréstimo ao militar.

e) Verbos de ligação: indicam estado ou mudança de estado (não indicam, portanto, ações).

José é triste.
José está triste.
José tornou-se triste.

TIPOS DE SUJEITO

a) Simples: possui um só núcleo.

As minhas três lindas filhas voltaram de manhã.


Alguém roubou minha caneta.
Quem nunca pecou nesta vida?
Convém que saiamos daqui.
Comemora-se hoje o aniversário de minha filha.

b) Composto: possui mais de um núcleo.

O professor, a diretora e eu saímos cedo.


Chegou o livro, a revista e as demais encomendas.
Velhos, mulheres, crianças e homens, ninguém sobreviveu.

c) Oculto, elíptico, implícito ou desinencial: é aquele que não está materialmente expresso na oração, mas pode ser identificado pela
terminação do verbo ou pelas orações anteriores.

Falei com você ontem.


Viajamos para Itaboraí.
Um soldado saltou para a calçada e aproximou-se.

d) Determinado: aquele que pode ser reconhecido gramaticalmente (simples, composto e elíptico).

e) Indeterminado: quando não se pode ou não se quer identificar o sujeito.

1) Verbo na 3ª pessoa do plural sem fazer referência a um sujeito expresso no contexto:

Telefonaram para você.

Obs.: João e Maria, em conversa comigo, me pediram o número de seu telefone. Ligaram para você?

2
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

2) Verbo intransitivo, de ligação ou transitivo indireto + se:

Mora-se em Itaboraí.
Nunca se é totalmente feliz.
Precisa-se de vendedores.

f) Sujeito representado por pronome oblíquo átono:

Os verbos ver, ouvir e sentir (sensitivos) e deixar, fazer e mandar (causativos) muitas vezes têm como complemento uma oração com
verbo no infinitivo, cujo sujeito pode ser representado por um pronome oblíquo átono.

Maria sentiu a emoção bater no seu peito.


Maria sentiu-a bater em seu peito.
“É meu maior prazer, vê-lo brilhar...”
Deixe-o sair agora mesmo.

g) Oração sem sujeito:

1) Verbos que exprimem fenômenos da natureza:

Anoiteceu rapidamente.
Esfriou nesse feriadão.

Obs.: Choveram canivetes.


O chefe trovejou palavrões.

2) Ser, estar, parecer, ficar, indicando fenômenos da natureza:

É outono, mas parece inverno.


Está frio hoje.
Ficará frio amanhã.
Agora é tarde.

3) Ser indicando tempo vago, horas, datas e distância:

“Era uma vez um lugarzinho no meio do nada ...”


É uma hora.
São duas horas.
É um quilômetro.
São cem quilômetros.
É três de maio.
São três de maio.

4) Fazer indicando fenômeno da natureza ou tempo transcorrido:

Faz dias friíssimos no inverno.


Faz dois anos que ele saiu.

5) Haver com sentido de existir, acontecer, ocorrer ou indicando tempo transcorrido:

Havia cinco alunos na sala.


Haverá várias festas na cidade.
Há dois anos que ele esteve aqui.
Deve haver outros implicados.

Obs.: Existiam cinco alunos na sala.


Ocorrerão várias festas na cidade.
Podem existir pessoas interessadas na reunião.

Observações finais:

a) Ter no sentido de existir:

Não terá aula amanhã. (coloquial)


Não haverá aula amanhã.

b) Chegou o momento do filme começar.

3
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

PREDICATIVOS

Atribui uma qualidade/característica ao sujeito ou ao objeto.

a) Predicativo do sujeito: elemento que se refere ao sujeito mediante um verbo de ligação ou não.

Maria é bonita.
Os torcedores saíram satisfeitos.
José comprou a bola preocupado.
O pai lembra-se da filha orgulhoso.
As crianças estavam com fome.

b) Predicativo do objeto direto: elemento que atribui característica ao objeto direto.

O juiz julgou o réu culpado.


O comprador considerou indecorosa a proposta.

c) Predicativo do objeto indireto: elemento que atribui característica ao objeto indireto.

Gosto de vocês atentos.


Eu me lembro delas ainda moças e dispostas.

TERMOS INTEGRANTES DA ORAÇÃO

a) Agente da passiva: refere-se a um verbo na voz passiva. Sempre introduzido por preposição. Indica quem pratica a ação verbal sofrida
pelo sujeito.

O campeonato será vencido pelo Flamengo.


O professor ficou rodeado de alunos.

Cuidado: A barreira montada pelo goleiro surtiu efeito.


O tirano destituído pelo povo está preso.

b) Complemento nominal: termo que se liga a um adjetivo, substantivo abstrato ou advérbio, quase sempre por meio de preposição.

Adjetivo – O cigarro é prejudicial à saúde.


Substantivo abstrato – Eu tenho confiança em vocês.
Advérbio – O júri votou favoravelmente ao réu.

Obs.: O complemento nominal também pode ser representado por um pronome oblíquo átono. Nesse caso, não virá precedido de
preposição.

Caminhar a pé lhe era saudável.


Aquele remédio nos era prejudicial.

TERMOS ACESSÓRIOS DA ORAÇÃO

a) Adjunto adnominal: termo que sempre se refere a um substantivo que funciona núcleo de uma função sintática.

Numeral – Vinte alunos passaram.


Artigo – Os alunos passaram.
Pronome – Meus alunos passaram.
Adjetivo – Bons alunos passaram.
Locução adjetiva – Alunos de qualidade passaram.

Outros exemplos:

Os meus dois lindos relógios de ouro foram roubados.


As plantas fabricam os próprios alimentos.

Obs.: Podem funcionar como adjuntos adnominais os pronomes átonos: me, te, lhe, nos e vos, quando equivalem aos possessivos: meu,
teu, seu, nosso e vosso.

Roubaram-me o dinheiro.
O suor escorria-lhe pelo rosto.
O ladrão rasgou-nos a camisa.

4
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

b) Adjunto adverbial: termo que se liga a um verbo, com ou sem preposição, para indicar uma circunstância qualquer, e a adjetivo ou
advérbio, para lhes intensificar o sentido.

O inverno chegou cedo.


Os estudantes leram o livro na sala.
Suas pernas tremiam de fome e de cansaço.
Maria é muito bonita, mas é pouco inteligente.
Ela fala muito bem.

c) Aposto: termo que se liga a um nome que o antecede com a função de explicar, esclarecer, identificar, resumir esse nome. Geralmente
é iniciado por uma pausa na escrita. Pode ser classificado em:

1) Explicativo

Machado de Assis, grande romancista brasileiro, nunca foi superado.

Desejo-lhe uma coisa: aprovação.

2) Enumerativo

Roubaram tudo: joias, dinheiro, documentos.

3) Recapitulativo / Resumitivo

Alunos, mestres, diretores, ninguém faltou.

4) Oracional

Só desejo uma coisa: que o Flamengo seja campeão.


Presenciar a justiça de Deus, esse é o meu sonho.

5) Especificativo: particulariza um termo e não admite pausa entre ele e o nome a que se refere.

A cidade de São Paulo apresenta altos índices de poluição.


Compraram os presentes na rua Sete de Setembro.

VOCATIVO

Termo independente dentro da oração. Sua função é a de chamar ou interpelar o interlocutor.

Ó meu Deus! Dai-me forças.


Pai, afasta de mim esse cálice.
Não faça isso, seu vagabundo.
Maria, Joana quer falar contigo.

PREDICATIVO X ADJUNTO ADNOMINAL

1- Adjetivo antes do verbo:

a) A aluna bonita chegou.


b) a aluna, bonita, chegou.

2- adjetivo depois do verbo:

2.1- Imediatamente = predicativo

A aluna chegou bonita.

2.2- Longe

a) Eu comprei uma bola nova.


b) Eu achei a mulher nova.

Os professores consideraram a prova difícil.


Os alunos resolveram uma questão difícil.
Achei a blusa toda suja no chão do banheiro.
Achei a blusa florida no chão do banheiro.
Quebrei o portão velho.

5
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

ADJUNTO ADNOMINAL X COMPLEMENTO NOMINAL

1 – ADN: ligado a substantivo concreto

Quebrou-se a porta de vidro.


O colono do Maranhão pretendia melhorar sua vida.

Obs.: A Praia de Copacabana é famosa no mundo inteiro.

Outros exemplos:

O estádio do Maracanã...
O ano de 2017...
O mês de fevereiro...
Os bairros de Ipanema, Leblon e Gávea...

2 – CN: ligado a advérbio

Elias estava dentro da caverna.


O governo agiu contrariamente aos interesses da nação.

3 – CN: ligado a adjetivo

A informação foi útil ao povo.


Maria estava consciente de tudo.

4 – CN: ligado a substantivo abstrato com qualquer preposição, exceto DE

Sinto confiança em vocês.


Não tenho interesse por música.

5 – Se o termo estiver ligado a um substantivo abstrato pela preposição DE

a) CN = Paciente

b) ADN = Agente

A invenção do avião foi boa.


A invenção de Santos-Dumont foi boa.
A resposta do aluno foi satisfatória.
Sentimos necessidade de mais tempo para fazer o exercício.
A explicação do professor foi fundamental.
A explicação da matéria foi fundamental.

6 – ADN: ideia de posse

A resposta do aluno feriu o sentimento do mestre.


A resposta do aluno feriu-lhe o sentimento.
Roubaram-me a carteira.

6
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

EXERCÍCIOS - 01

01 - Em “… que eu, que participava do auditório, imaginava…”, o verbo grifado se classifica como
a) de ligação
b) transitivo direto
c) transitivo indireto
d) transitivo direto e indireto

02 - “O rato correu o mais que pôde…” Quanto à transitividade, o verbo grifado classifica-se como
a) intransitivo.
b) de ligação.
c) transitivo direto.
d) transitivo indireto.

03 – “A dor traz tristeza”. O verbo é:


a) intransitivo
b) transitivo direto
c) defectivo
d) transitivo indireto

04 – Quanto à predicação, o verbo da frase “Em meia hora, chegaram os barcos”, é:


a) de ligação
b) transitivo direto
c) intransitivo
d) transobjetivo

05 – “Sofreram as mais dolorosas provocações.” , o termo sublinhado é:


a) verbo de ligação
b) verbo transitivo direto
c) verbo transitivo indireto
d) verbo intransitivo

06 – “Não agradou ao eminente professor a minha apostila” , o termo sublinhado é:


a) verbo de ligação
b) verbo transitivo direto
c) verbo transitivo indireto
d) verbo intransitivo

07 – “E, depois de tanto rir, tornou a falar sério.”, o termo sublinhado é:


a) verbo de ligação
b) verbo transitivo direto
c) verbo transitivo indireto
d) verbo intransitivo

08 – “O aluno ficou contente com o resultado dos estudos.” , o termo sublinhado é:


a) verbo de ligação
b) verbo transitivo direto
c) verbo transitivo indireto
d) verbo intransitivo

09 – “Os pássaros voam na mata.” , o termo sublinhado é:


a) verbo de ligação
b) verbo transitivo direto
c) verbo transitivo indireto
d) verbo intransitivo

10 - A classificação dos verbos sublinhados, quanto à predicação, foi feita corretamente em:
a) “Não nos olhou o rosto. A vergonha foi enorme." - transitivo direto e indireto
b) "Procura insistentemente perturbar-me a memória." - transitivo direto
c) “Fiquei, durante as férias, no sítio de meus avós." - de ligação
d) “Para conseguir o prêmio, Mário reconheceu-nos imediatamente." - transitivo indireto
e) "Ela nos encontrará, portanto é só fazer o pedido." - transitivo indireto

11 - Em "E quando o brotinho lhe telefonou, dias depois, comunicando que estudava o modernismo, e dentro do modernismo sua obra,
para que o professor lhe sugerira contato pessoal com o autor, ficou assanhadíssimo e paternal a um tempo", os verbos assinalados são,
respectivamente:
a) transitivo direto, transitivo indireto, de ligação, transitivo direto e indireto
b) transitivo direto e indireto, transitivo direto, transitivo indireto, de ligação
c) transitivo indireto, transitivo direto e indireto, transitivo direto, de ligação
d) transitivo indireto, transitivo direto, transitivo direto e indireto, de ligação
e) transitivo indireto, transitivo direto e indireto, de ligação, transitivo direto

7
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

12 - Em “...saibamos ensinar aos alunos o mais elementar,...”, o verbo destacado é:


a) Transitivo direto.
b) Transitivo indireto.
c) Intransitivo.
d) De ligação.
e) Transitivo direto e indireto.

13 - O conetivo e (Gates afirmou ser importante usar outros meios para convencer o Irã a não procurar ter armas nucleares e repetiu as
suas preocupações de que ações militares somente iriam retardar...) está ligando:
a) dois verbos intransitivos;
b) dois verbos transitivos indiretos;
c) um verbo transitivo direto e outro indireto;
d) dois verbos transitivos;
e) dois verbos circunstanciais.

14 - Em relação à predicação verbal, marque a opção em que a classificação apresentada corresponde ao verbo do respectivo exemplo.

a) Verbo transitivo direto – “entrava a polícia”.


b) Verbo transitivo direto – “Quer entregar-ma?...”
c) Verbo de ligação – “Onde está ela?”
d) Verbo intransitivo – “ia atrás, pálido, com as mãos cruzadas nas costas”.
e) Verbo transitivo direto e indireto – “parava à porta da rua uma carruagem”.

15 - Leia: “O amor é o calor que aquece a alma.


O amor tem sabor pra quem bebe a sua água.”

Com relação aos verbos em negrito nos versos acima, é correto afirmar-se que
a) mbos são intransitivos.
b) ambos são transitivos diretos.
c) aquece é transitivo direto; e bebe, intransitivo.
d) aquece é transitivo indireto; e bebe, transitivo direto.
EXERCÍCIOS - 02

01. Assinale a opção em que o termo sublinhado no texto exerce a função de sujeito sintático da oração.
Em meio à profusão (a) de novidades no mundo dos computadores, não há carteira (b) que resista ao apelo consumista de
vendedores interessados em empurrar-lhe um equivalente a um modelo de Fórmula 1 (c), quando você (d) precisa na verdade é de um
carro confortável (e) para ir de casa para o trabalho ou escapar para o sítio no fim de semana.

a) A. b) B. c) C. d) D. e) E.

02. Assinale a frase do texto que constitui uma oração sem sujeito.
O direito nada pode sem a ética, e não pode haver paz sem justiça. Toda regra de Justiça envolve amor, que resume, em seu mais
amplo sentido, a verdadeira ideia da convivência entre os homens.

a) O direito nada pode sem a ética.


b) [...] não pode haver paz sem justiça.
c) Toda regra de Justiça envolve amor.
d) que resume [...] a verdadeira ideia da convivência entre os homens.
e) [...] em seu mais amplo sentido [...]

03. O verbo destacado é impessoal na frase:


a) “(e isso, você sabe, não implica nenhum tipo de propensão ao crime).”;
b) “E, ah, quando não há ninguém por perto,...”;
c) “E tudo agora é para valer.”;
d) “Vira mais uma atividade produtiva a cumprir...”;
e) “quem brinca não quer chegar a lugar nenhum –”.

04. Na frase Mas aqui surge outro problema, o termo em destaque exerce a mesma função sintática que o termo sublinhado em:
a) Não, não sou um conservador reacionário.
b) Tivemos tempo suficiente para ver quanto podia durar um disco de vinil (...)
c) (...) as fitas de vídeo perdem as cores e a definição com facilidade.
d) Um congresso recente, em Veneza, dedicou-se à questão da efemeridade dos suportes de informação (...)
e) Sabemos que todos os suportes mecânicos, elétricos ou eletrônicos, são rapidamente perecíveis (...)

05. “Dizem que, quando recebeu o Robespierre caído em desgraça...”. Assinale a opção que apresenta corretamente a classificação do
sujeito de “Dizem” e uma respectiva explicação para tal emprego.
a) Sujeito inexistente – inexiste um termo a que o verbo possa se referir.
b) Sujeito indeterminado – não se pode ou não se deseja especificar o sintagma que exerce a função de sujeito.
c) Sujeito oculto – é identificável na forma verbal.
d) Sujeito simples – seu núcleo é Robespierre.
e) Sujeito composto – apresenta dois núcleos, Robespierre e Carrasco.

8
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

06. Mas enquanto o sonho de Darcy não se torna realidade, o debate continua. Os termos sublinhados exercem na frase a mesma função
sintática do termo sublinhado em:
a) Ainda temos muito a caminhar.
b) Para ele, trabalho não era opção para as crianças.
c) Caberiam aos pais as providências (....)
d) Ainda que a escola não venha a suprir a necessidade (...)
e) A tragédia dos menores abandonados é de tal ordem (...)

07. Assinale a seguir uma oração sem sujeito:


a) Come-se bem naquele restaurante.
b) Vai haver um campeonato.
c) Vive-se feliz no Brasil.
d) Paulo faz vinte anos amanhã.
e) Eles haviam feito a pesquisa.

08. O verbo destacado não é impessoal em:


a) Fazia dias que aguardava a sua transferência para o setor de finanças.
b) Espero que não haja empecilhos à minha promoção.
c) Fez muito frio no dia da inauguração da nova filial.
d) Já passava das quatro horas quando ela chegou.
e) Embora houvesse acertado a hora, ele chegou atrasado.

09.

De acordo com o contexto da fala do aluno, o uso do verbo no plural indica sujeito:
a) desinencial;
b) indeterminado;
c) inexistente;
d) composto;
e) elíptico.

10. Na frase No caso dos donos do mundo, não se devem esperar exames de consciência mais profundos, é correto afirmar que:
a) a construção verbal é um exemplo de voz ativa;
b) a partícula se tem a mesma função que em “E se ela não vier?”;
c) a forma plural devem concorda com exames;
d) ocorre um exemplo de indeterminação do sujeito;
e) a expressão donos do mundo leva o verbo ao plural.

11. Nas frases “Que era, há um ano?” e “Que abismo que há entre o espírito e o coração!”, justifica-se, respectivamente, o emprego do
verbo haver para
a) destacar impessoalidade do sujeito e tempo passado.
b) enunciar tempo decorrido e impessoalidade do sujeito.
c) expressar ação no presente e significar existir.
d) exprimir existência e significar necessidade.
e) indicar tempo futuro e posse de algo.

12. O verbo destacado é impessoal na frase:


a) “(e isso, você sabe, não implica nenhum tipo de propensão ao crime).”
b) “E, ah, quando não há ninguém por perto,...”
c) “E tudo agora é para valer.”
d) “Vira mais uma atividade produtiva a cumprir...”
e) “quem brinca não quer chegar a lugar nenhum”.

9
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

13. “O recenseador entrevista as pessoas.” Na frase, o termo destacado tem a função de sujeito. Assinale a opção em que recenseador
também é sujeito.
a) Algumas pessoas têm medo do recenseador.
b) Aquele homem alto é recenseador.
c) Preencheu todos os formulários o recenseador.
d) O motorista levou o recenseador até a casa.
e) O chefe pediu ao recenseador paciência.

14. Assinale a frase em que se encontra uma estrutura correspondente à evidenciada em “espancarem-se crianças"
a) Na sociedade, a todo momento fala-se de ética.
b) A ética faz com que os indivíduos se respeitem.
c) Em algumas sociedades, autoriza-se a pena de morte.
d) Respeitar-se é o principio da dignidade.
e) Se falha a ética, falha a solidariedade.

15. Marque a alternativa em que o sujeito da forma verbal em destaque tem a mesma classificação do sujeito da forma verbal destacada
em Não se é feliz sem um grande amor.
a) Logo no início do curso, fizeram muitas recomendações aos alunos novatos.
b) Discutiram-se os projetos apresentados pelos deputados.
c) Conhece-se uma pessoa por suas atitudes.
d) Felicidade não se compra.
EXERCÍCIOS - 03

01) Em “A dedicação ao trabalho te enche de glória e te faz vencedor”, as palavras em itálico são respectivamente:
a) objeto direto, objeto indireto, objeto direto;
b) objeto indireto, objeto indireto, predicativo do sujeito;
c) adjunto adnominal, adjunto adnominal, objeto direto;
d) objeto direto, objeto direto, predicativo do objeto;
e) predicativo do sujeito, predicativo do sujeito, objeto direto.

02) “Anda tudo muito desorganizado, e, como deves notar, trago comigo um resto de verão [...].” O termo destacado no trecho, quanto à
função sintática, classifica-se em:
a) adjunto adverbial;
b) aposto;
c) predicativo do sujeito;
d) adjunto adnominal.

03) Uma pesquisa recente de um grupo de arqueólogos alemães confirma a antiguidade da família nuclear entre humanos. A frase cujo
verbo exige o mesmo tipo de complemento que o grifado é:
a) Várias hipóteses apontam nesse sentido.
b) ... geravam mais descendentes que os aventureiros ...
c) ... em que os animais andam em bandos ...
d) ... que datam de 4.600 anos atrás ...
e) ... de que a família nuclear era uma instituição apenas cultural.

04) Em “...saibamos ensinar aos alunos o mais elementar,...”, o verbo destacado é:


a) Transitivo direto.
b) Transitivo indireto.
c) Intransitivo.
d) De ligação.
e) Transitivo direto e indireto.

05) A palavra sujeitas (... as matrizes das empresas transnacionais que aqui operam sujeitas às normas...) exerce, no texto, função sintática
de:
a) complemento nominal;
b) objeto direto;
c) predicativo do objeto;
d) predicativo do sujeito;
e) adjunto adverbial de modo.

06) O termo sublinhado em Sabe-se quão barbaramente os ingleses subjugaram os hindus exerce a função de ......, a mesma função
sintática que é exercida por ...... na frase Cometeram-se incontáveis violências contra os hindus.
Qual item preenche corretamente as lacunas do enunciado acima, respectivamente?
a) objeto direto – os hindus
b) sujeito – os hindus
c) sujeito – violências
d) objeto direto - violências

10
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

07) Na frase No caso dos donos do mundo, não se devem esperar exames de consciência mais profundos, é correto afirmar que:
a) a construção verbal é um exemplo de voz ativa;
b) a partícula se tem a mesma função que em “E se ela não vier?”;
c) a forma plural devem concorda com exames;
d) ocorre um exemplo de indeterminação do sujeito;
e) a expressão donos do mundo leva o verbo ao plural.

08) Destes proviriam as pistas que indicariam o caminho ... O verbo empregado abaixo que exige o mesmo tipo de complemento que o
grifado está em:
a) ... a principal tarefa do historiador consistia em estudar possibilidades de mudança social.
b) Os caminhos institucionalizados escondiam os figurantes mudos e sua fala.
c) Enfatizava o provisório, a diversidade, a fim de documentar novos sujeitos ...
d) ... sociabilidades, experiências de vida, que por sua vez traduzissem necessidades sociais.
e) Era engajado o seu modo de escrever história.

09) O conetivo e (Gates afirmou ser importante usar outros meios para convencer o Irã a não procurar ter armas nucleares e repetiu as
suas preocupações de que ações militares somente iriam retardar...) está ligando:
a) dois verbos intransitivos;
b) dois verbos transitivos indiretos;
c) um verbo transitivo direto e outro indireto;
d) dois verbos transitivos;
e) dois verbos circunstanciais.

10) ... elas ainda sofrem de imensas deficiências de nutrientes ... A relação entre verbo e complemento, grifada acima, se reproduz em:
a) ... embora a maioria das pessoas consuma calorias suficientes.
b) ... e têm pontuação mais baixa nos testes de habilidade cognitiva.
c) ... a epidemia de obesidade nos países ricos representa exatamente o problema oposto.
d) ... e muitos não obtêm esses nutrientes.
e) ... menos da metade daqueles que mais precisam deles ...

11) ... para que ela não interfira de forma excessiva em seus projetos. O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado está
em:
a) ... contra forças desconhecidas que anulam tudo aquilo ...
b) ... com as quais procuramos lidar com a realidade ...
c) ... deixando-nos desarmados e atônitos ...
d) ... de algo que está além de nossa compreensão ...
e) ... ele o convoca constantemente.

12) O trecho “Pensa-se logo num palhaço” pode ser reescrito, respeitando a transitividade do verbo e mantendo o sentido, assim:
a) O palhaço pode ser logo pensado.
b) Pensam logo num palhaço.
c) Pode-se pensar num palhaço.
d) Pensam-se logo num palhaço.
e) O palhaço é logo pensado.

13) Leia o trecho transcrito: “O povo respira aliviado.” A predicação do verbo negritado na frase se repete em:
a) Mesmo com os meus conselhos, ele continua ansioso.
b) O presidente nomeou Catarina primeira secretária.
c) Só ficarão acesas as lâmpadas da sala e do corredor.
d) O filho dependia da mãe para as atividades diárias.

14) Este conceito é relativo, pois em arte não há originalidade absoluta.


... a sua contribuição maior foi a liberdade de criação e expressão.
Ambos os elementos acima grifados exercem nas respectivas frases a função de:
a) adjunto adverbial;
b) objeto direto;
c) complemento nominal;
d) predicativo;
e) objeto indireto.

15) Identifique a alternativa em que há objeto direto preposicionado:


a) Passou aos alunos, para estudo, o texto impresso.
b) Naquela época, era difícil viajar para a Europa.
c) Em dias chuvosos, gosto de ler um bom livro.
d) Sentamo-nos numa das mesas e pedimos o jantar.
e) Amou a João com o mais puro amor.

11
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

EXERCÍCIOS - 04

01. Em qual das alternativas abaixo ocorre objeto indireto pleonástico?


a) A Rafael chamaram-lhe covarde.
b) O moço correspondeu na hora à gentileza.
c) Tu não dependes do teu pai para nada, meu caro.
d) Não obedeço a ninguém, só ao meu próprio juízo.
e) O seu filho só precisa mesmo de compreensão.

02. O velho gaúcho foi ajudar, no posto mais próximo do hotel em que se hospedara, o serviço de assistência aos desabrigados pelo
temporal. A função sintática do termo grifado é a mesma do termo, também grifado, da frase:
a) ... quando um mais afobado desanda a correr pelo pátio ...
b) Como tem prática de campo e prática de cidade ... de repressão a contrabando ...
c) ... propõe, de saída, a divisão dos serviços em setores bem caracterizados ...
d) ... mas tudo se resolve com bom humor.
e) Nomeia o rapazinho seu ajudante-de-ordens ...

03. ... que prevalece no conhecimento do torcedor comum sobre os dados históricos. A frase cujo verbo exige o mesmo tipo de
complemento que o grifado é:
a) ... que homogeneíza todos os indivíduos.
b) ... o sentimento tribal é muito forte ...
c) ... acompanha o indivíduo por toda vida ...
d) ... que (...) participam no rito das danças guerreiras.
e) ... e estão espalhados por vários locais.

04. Tratando-se das funções sintáticas dos termos destacados do texto, pode-se afirmar que:
a) “O dono da fábrica...” – objeto direto.
b) “...ter de aumentar o preço.” – sujeito.
c) “Você está ficando doido?” – adjunto adverbial de modo.
d) “...e agora quer receber três.” – adjunto adverbial de lugar.
e) “eu não pago a ele.” – objeto indireto.

05. A expressão destacada está corretamente analisada em:


a) “Entram em cena dois gigantes” (objeto direto)
b) “Desponta uma circunstância imprevista” (objeto direto)
c) “Democratizar o acesso” (objeto direto)
d) “Muda a lógica da distribuição.” (objeto direto)
e) “E ficam os dedos?” (objeto direto)

06. Das expressões em negrito, SOMENTE uma exerce a função de complemento.


a) ... caso de assassinato que o havia atormentado ...
b) ... 20 anos após o crime, o julgamento ...
c) Foi assim que o Departamento de Justiça Criminal ...
d) ... esperança de ver os assassinos de...
e) ... comprometimento em prender os homens...

07. A palavra pronunciamento (Em pronunciamento ao conselho diretor do Wall Street Journal...) é transitiva e exige:
a) complemento nominal
b) objeto indireto
c) objeto direto
d) adjetivo
e) predicativo do sujeito

08. O fragmento frasal de que ações militares somente iriam retardar (... repetiu as suas preocupações de que ações militares somente
iriam retardar) é ...... do substantivo preocupações. Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna do texto.
a) complemento verbal.
b) complemento nominal oracional.
c) adjunto verbal.
d) adjunto nominal.
e) complemento prepositivo-verbal.

09. Assinale a análise correta do termo da oração destacado: O filme “O Artista” ultrapassou os limites do público segmentado.
a) Objeto direto
b) Objeto indireto
c) Sujeito
d) Predicativo do sujeito
e) Agente da passiva

12
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

10. Na frase O compositor dedicava inteiramente à criação musical os meses de verão, o termo sublinhado exerce a mesma função
sintática que o termo em destaque na frase:
a) A visão de mundo de uma geração mais jovem teve influência central aqui.
b) Intérpretes conhecidos e pesquisadores descobriram o compositor.
c) Em vida, Mahler foi alvo de intensas polêmicas.
d) Mahler empreendia longas caminhadas que lhe proporcionaram inspiração para grandiosas sinfonias.
e) Essas casinhas das alturas alpinas hoje se transformaram em memoriais.

11. O termo destacado em: “(...) termos gasto tanto dinheiro na construção DE HOSPITAIS (...)” exerce função sintática de:
a) complemento nominal
b) adjunto adverbial
c) objeto indireto
d) objeto direto
e) predicativo

12. ... elas ainda sofrem de imensas deficiências de nutrientes ...


A relação entre verbo e complemento, grifada acima, se reproduz em:
a) ... embora a maioria das pessoas consuma calorias suficientes
b) ... e têm pontuação mais baixa nos testes de habilidade cognitiva.
c) ... a epidemia de obesidade nos países ricos representa exatamente o problema oposto.
d) ... e muitos não obtêm esses nutrientes.
e) ... menos da metade daqueles que mais precisam deles ...

13. ... para que ela não interfira de forma excessiva em seus projetos. O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado está
em:
a) ... contra forças desconhecidas que anulam tudo aquilo ...
b) ... com as quais procuramos lidar com a realidade ...
c) ... deixando-nos desarmados e atônitos ...
d) ... de algo que está além de nossa compreensão ...
e) ... ele o convoca constantemente.

14. Coloque, nos parênteses que seguem os termos em destaque no trecho abaixo, CN para complemento nominal e OI para objeto
indireto e assinale a alternativa com a sequência correta.

“Creio no mundo ( ) como num malmequer, / Porque o vejo. Mas não penso nele ( ) / Porque pensar é não compreender ... / O Mundo
não se fez para pensarmos nele / (pensar é estar doente dos olhos)” ( )

a) CN, CN, OI
b) OI, CN, CN
c) OI, OI, CN
d) CN, OI, OI

15. Em qual alternativa o termo destacado é um agente da passiva?


a) Para tratar o problema da insônia, muitos optam pela medicação.
b) Hoje em dia, a ansiedade tem sido muito combatida pelos médicos.
c) Assim como a insônia, a apneia do sono incomoda muitas pessoas por muitos anos.
d) A opção pela cirurgia, em casos de graves de apneia, é exclusivamente do paciente.

EXERCÍCIOS - 05

01) Assinale a alternativa que apresente, respectivamente, a correta função sintática de medo e de abrir na oração: “Tenho medo de abrir!”.
a) adjunto adverbial – objeto indireto
b) predicativo do sujeito – complemento nominal
c) predicativo do sujeito – adjunto adnominal
d) objeto direto – adjunto adnominal
e) objeto direto – complemento nominal

02) “Você nunca teve ilusões sobre a humanidade”. O termo destacado no período acima tem a função sintática de:
a) adjunto adnominal
b) adjunto adverbial
c) complemento nominal
d) objeto indireto
e) predicativo do objeto

03) Em "Não eram tais palavras compatíveis com a sua posição", o termo em destaque é:
a) objeto indireto
b) objeto direto
c) sujeito
d) complemento nominal
e) agente da passiva

13
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

04) Tinha grande amor à humanidade. As ruas foram lavadas pela chuva. Ele é rico em virtudes. Os termos destacados são,
respectivamente:
a) complemento nominal, agente da passiva, complemento nominal
b) objeto indireto, agente da passiva, objeto indireto
c) complemento nominal, agente da passiva, complemento nominal
d) objeto indireto, complemento nominal, agente da passiva

05) Assinale a alternativa em que o termo destacado não está corretamente classificado.
a) Mozart nasceu compositor. (predicativo do sujeito)
b) Não duvides das verdades divinas. (objeto indireto)
c) Foi demorado o desembaraço da bagagem. (complemento nominal)
d) Vives cercado por perigos. (agente da passiva)
e) Caíram bombas sobre a cidade. (objeto direto)

06) No período "Falsos conceitos, meia ciência por parte de professores, complicação e pedantismo de nomenclatura vazia, tudo isso
produziu e produz nos alunos uma sadia aversão pela análise lógica" a expressão pela análise lógica é:
a) adjunto adnominal
b) agente da passiva
c) complemento nominal
d) objeto indireto
e) objeto direto preposicionado

07) Considere a frase “Ele andava triste porque não encontrava a companheira” – os verbos grifados são respectivamente:
a) transitivo direto – de ligação;
b) de ligação – intransitivo;
c) de ligação – transitivo indireto;
d) transitivo direto – transitivo indireto;
e) de ligação – transitivo direto.

08) Indique a única alternativa que não apresenta agente da passiva:


a) A casa foi construída por nós.
b) O presidente será eleito pelo povo.
c) Ela será coroada por ti.
d) O avô era querido por todos.
e) Ele foi eleito por acaso.

09) Em: “A terra era povoada de selvagens”, o termo grifado é:


a) objeto direto;
b) objeto indireto;
c) agente da passiva;
d) complemento nominal;
e) adjunto adverbial.

10) Em: “Dulce considerou calada, por um momento, aquele horrível delírio”, os termos grifados são respectivamente:
a) objeto direto – objeto direto;
b) predicativo do sujeito – adjunto adnominal;
c) adjunto adverbial – objeto direto;
d) adjunto adverbial – adjunto adnominal;
e) objeto indireto – objeto direto.

11) Assinale a alternativa correta: “para todos os males, há dois remédios: o tempo e o silêncio”, os termos grifados são respectivamente:
a) sujeito – objeto direto;
b) sujeito – aposto;
c) objeto direto – aposto;
d) objeto direto – objeto direto;
e) objeto direto – complemento nominal.

12) Assinale a alternativa correspondente ao período onde há predicativo do sujeito:


a) Como o povo anda tristonho!
b) Agradou ao chefe o novo funcionário.
c) Ele nos garantiu que viria.
d) No Rio não faltam diversões.
e) O aluno ficou sabendo hoje cedo de sua aprovação.

13) Amanhã, sábado, não sairei de casa”, a palavra grifada, funciona como:
a) adjunto adverbial;
b) objeto indireto;
c) agente da passiva;
d) complemento nominal;
e) aposto.

14
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

14) “E não se diga que Mário Quintana haja sido insensível às legítimas exigências da poética contemporânea”. O termo grifado
desempenha a função de:
a) objeto direto;
b) sujeito;
c) adjunto adnominal;
d) complemento nominal;
e) objeto indireto.

15) Na expressão “. . . chamei Armando Nogueira de carioca . . .” encontramos no predicado pela ordem:
a) objeto direto e objeto indireto;
b) objeto direto e predicativo;
c) objeto indireto e adjunto adnominal;
d) objeto indireto e predicativo;
e) objeto direto e adjunto adverbial.

16) Assinale a frase em que há sujeito inexistente:


a) compram-se jornais velhos;
b) nada se entendeu de suas palavras;
c) chama-se José o sacerdote;
d) choveu muito tomate aqui;
e) é noite.

17) Na oração “Você ficará tuberculoso, de tuberculose morrerá”, as palavras grifadas são, respectivamente:
a) adjunto adverbial de modo, adjunto adverbial de causa;
b) objeto direto, objeto indireto;
c) predicativo do sujeito, adjunto adverbial;
d) ambas predicativas;

18) Em: “O Presidente corrupto saiu cedo”.


a) o verbo é de ligação, e o termo grifado é núcleo do predicado;
b) o verbo é intransitivo e o termo grifado é adjunto adverbial;
c) o verbo é transitivo direto e o termo grifado é objeto direto;
d) o verbo é intransitivo e o termo grifado é objeto indireto;
e) o verbo é de ligação e o termo grifado é objeto indireto.

19) "Beijou-lhe as mãos com respeito." Função sintática do pronome lhe:


a) objeto direto
b) objeto indireto
c) adjunto adnominal
d) complemento nominal
e) adjunto adverbial

20) Analise o termo em destaque: A Avenida Paulista é uma avenida muito famosa.
a) adjunto adnominal
b) núcleo do sujeito
c) aposto
d) vocativo
e) complemento nominal

21) Em que oração o termo destacado não está analisado corretamente?


a) É necessário que você tenha coragem, (objeto direto)
b) "Nossos bosques têm mais vida." (predicado)
c) O poeta está melancólico, (predicativo do sujeito)
d) Estou certo de sua lealdade, (complemento nominal de um adjetivo)
e) Após a notícia, ficara calado, sinal de sua preocupação, (aposto)

15
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)
Língua Portuguesa – Profº Mendel

GABARITO

EXERCÍCIOS – 01

01-C 02-A 03-B 04-C 05-B 06-C 07-D 08-A


09-D 10-B 11-D 12-E 13-D 14-D 15-B

EXERCÍCIOS – 02

01-D 02-B 03-B 04-C 05-B 06-E 07-B 08-E


09-B 10-C 11-B 12-B 13-C 14-C 15-A

EXERCÍCIOS – 03

01-D 02-C 03-B 04-E 05-D 06-C 07-C 08-A


09-D 10-E 11-B 12-B 13-B 14-D 15-E

EXERCÍCIOS – 04

01-A 02-B 03-D 04-E 05-C 06-A 07-A 08-B


09-A 10-A 11-A 12-E 13-B 14-C 15-B

EXERCÍCIOS – 05

01-E 02-C 03-D 04-C 05-E 06-C 07-E 08-E 09-C 10-C 11-C
12-A 13-E 14-D 15-B 16-E 17-C 18-B 19-C 20-C 21-A

16
www.mcaconcursos.com – WhatsApp: (21) 97260-0817 / (21) 3420-4522 (Vivo)