Você está na página 1de 113

Manual de Integração

Versão: 0.9.9

Copyright © 2019 by DJSystem. All Rights Reserved.


Sumário

1. Introdução .......................................................................................................................................... 6
1.1. O DJIntegração ............................................................................................... 6
1.2. Logs ............................................................................................................. 10
2. Configuração .................................................................................................................................. 11
2.1. Integração .................................................................................................... 12
2.1.1. DJIntegração .......................................................................................... 13
2.1.1.1. Senha de Acesso .............................................................................. 14
2.1.2. Importar ................................................................................................ 15
2.1.2.1. Configurando o campo chave para vínculo com o Retaguarda ............... 17
2.1.2.2. Importação de Pré-vendas quando Solicitado ...................................... 17
2.1.3. Exportar ................................................................................................ 19
2.1.3.1. Exportação Manual ........................................................................... 20
2.2. Banco de Dados ............................................................................................. 22
2.3. Cópia de Segurança ....................................................................................... 23
2.4. E-mails ......................................................................................................... 25
2.5. API Terceiros ................................................................................................ 26
2.6. Micro Terminais ............................................................................................. 28
3. Leiaute dos Arquivos de Importação ........................................................................................... 31
3.1. Cadastro de Produtos (PRODUTO.TXT) ............................................................ 32
3.2. Códigos de Barras Adicionais (BARRAS.TXT) .................................................... 36
3.3. KITs (KIT.TXT) .............................................................................................. 36
3.4. Cadastro de Clientes (CLIENTE.TXT) ................................................................ 37
3.5. Autorizados de um Cliente (AUTORIZA.TXT) .................................................... 39
3.6. Lista Negra (LISTANEG.TXT) .......................................................................... 40
3.7. Vendedores (VENDEDOR.TXT) ........................................................................ 40
3.8. COFINS (COFINS.TXT) ................................................................................... 41
3.9. COFINS ST (COFINSST.TXT) .......................................................................... 41
3.10. ICMS (ICMS.TXT) ........................................................................................ 42
3.11. Imposto de Importação (II.TXT) ................................................................... 44
3.12. IPI (IPI.TXT) ............................................................................................... 45
3.13. ISSQN (ISSQN.TXT) .................................................................................... 45

2 / 113
3.14. PIS (PIS.TXT) .............................................................................................. 46
3.15. PIS ST (PISST.TXT) ..................................................................................... 46
3.16. Transportadoras (TRANSPOR.TXT) ................................................................ 47
3.17. Veículos de Transportadoras (VEICULO.TXT) .................................................. 48
3.18. Formas de Pagamento (FPAGTO.TXT) ........................................................... 48
3.19. Planos de Pagamento (PLAPAGTO.TXT) ......................................................... 50
3.20. Administradoras de Cartão (ADMIN.TXT) ....................................................... 52
3.21. Perguntas Lista da Vez (PERGUNTA.TXT) ....................................................... 53
3.22. Motivo de Cancelamento (MOTIVOCA.TXT) .................................................... 53
3.23. Motivo de Desconto (MOTIVODC.TXT) ........................................................... 54
3.24. Motivo de Devolução (MOTIVOVC.TXT) ......................................................... 54
3.25. Operadores (OPERADOR.TXT) ...................................................................... 55
3.26. Leiaute do arquivo importação de Pré-Venda .................................................. 55
3.26.1. Registro PRE - Cabeçalho da Pré-Venda ................................................... 56
3.26.2. Registro PIT - Itens da Pré-Venda ........................................................... 58
3.26.3. Registro PEN - Informações para Entrega ................................................ 60
3.26.4. Registro PPA - Parcelamento da Pré-Venda .............................................. 61
3.26.5. Registro PFP - Formas de Pagamento da Pré-Venda .................................. 61
3.26.6. Registro PCH - Inclusão de Cheques ........................................................ 62
3.26.7. Registro PRG - Relatório Gerencial da Pré-Venda ...................................... 63
3.27. Arquivo resposta da importação das Pré-Vendas ............................................. 63
3.28. Leiaute do arquivo de importação do Kardex (Movimentação dos Produtos no
Retaguarda) ......................................................................................................... 63
3.29. Leiaute do arquivo de atualização de preços (PRECO.TXT) ................................ 64
3.30. Leiaute do arquivo de importação de DAV ...................................................... 65
3.30.1. Registro DAV - Cabeçalho do DAV .......................................................... 66
3.30.2. Registro DIT - Itens do DAV .................................................................. 67
3.31. Arquivo resposta da importação do DAV ........................................................ 69
3.32. Leiaute do arquivo da tabela de NCMs ............................................................ 69
3.33. Leiaute do arquivo de importação da tabela CEST (cest.csv) ............................. 70
3.34. Leiaute do arquivo de importação da tabela ANP (codigoanp.csv) ...................... 70
3.35. Arquivo de resposta de importação (.FIM) ...................................................... 71
4. Leiaute do Arquivo de Exportação ............................................................................................... 71
4.1. Estrutura do arquivo ...................................................................................... 74

3 / 113
4.2. Especificações do arquivo ............................................................................... 75
4.3. Registro INI - Cabeçalho do arquivo ................................................................ 76
4.4. Registro MON - Informações referentes ao DJMonitor ........................................ 76
4.5. Registro LVR - Lista da Vez Resposta ............................................................... 76
4.6. Registro LVD - Lista da Vez Detalhe ................................................................. 77
4.7. Registro NFE - Registro de Nota Fiscal Eletrônica ............................................... 77
4.8. Registro NEV - Eventos da Nota Fiscal Eletrônica ............................................... 78
4.9. Registro VCR - Informações gerais do Vale Crédito ............................................ 78
4.10. Registro VIT - Itens do Vale Crédito ............................................................... 79
4.11. Registro ECF - Informações sobre o ECF ......................................................... 80
4.12. Registro PDV - Informações sobre o Terminal ................................................. 82
4.13. Registro TUR - Informações sobre o Turno ..................................................... 82
4.14. Registro TFP - Formas de Pagamento do Fechamento no Turno ........................ 83
4.15. Registro DOC - Cabeçalho do documento ....................................................... 83
4.16. Registro DIT - Itens do documento ................................................................ 87
4.17. Registro DPG - Pagamentos do documento ..................................................... 89
4.18. Registro DPA - Parcelas do documento ........................................................... 90
4.19. Registro DCH - Cheques do documento .......................................................... 90
4.20. Registro DKI - Kits do documento .................................................................. 91
4.21. Registro DFE - Documento fiscal eletrônico ..................................................... 91
4.22. Registro TEF/CAT - Transações TEF ............................................................... 92
4.23. Registro TED - Detalhe transações TEF ........................................................... 93
4.24. Registro TPA - Parcelas TEF .......................................................................... 93
4.25. Registro DEN - Informações sobre a entrega ................................................... 94
4.26. Registro DCL - Informações cadastrais de clientes ainda não cadastrados no
DJMonitor ........................................................................................................... 94
4.27. Registro DRE - Informação referente ao recebimento de contas internas/externas. 95
4.28. Registro REZ - Cabeçalho da redução ............................................................. 96
4.29. Registro RED - Detalhe da redução ................................................................ 96
4.30. Registro DXL - Informação referente ao XML do documento .............................. 97
4.31. Registro FIM - Informações referentes ao total de cada registro existente no arquivo
100
4.32. Registro DOR - Origem do Documento ......................................................... 101
5. Consulta Limite de Crédito ......................................................................................................... 102

4 / 113
6. Consulta Contas a Receber ....................................................................................................... 103
7. Consulta de Pré-Venda ............................................................................................................... 107
8. Leiaute do arquivo de Conferência de ECF ............................................................................. 108
8.1. Registro ECF – Dados da ECF ........................................................................ 109
8.2. Registro DOC – Registro Documentos ............................................................ 109
9. Leiaute do arquivo Re-exportar documentos ............................................................................ 110
10. Controle de Revisão .................................................................................................................. 112

5 / 113
1. Introdução

Este manual foi desenvolvido para tratar unicamente do processo de integração entre a solução
DJPDV/DJMonitor e o aplicativo de Retaguarda. Neste estão disponíveis os leiautes dos arquivos de importação e
exportação e suas regras de validação. Além da possibilidade de gerar o arquivo de exportação através do
DJMonitor, é possível efetuar o processo de exportação e importação da movimentação para o retaguarda
automaticamente, através do programa DJIntegração.
O DJIntegração pode ser instalado em qualquer local, porém, caso esteja no mesmo diretório do DJMonitor,
utilizará as configurações feitas no mesmo, caso contrário será necessário configurá-lo.

1.1. O DJIntegração

O programa é instalado com o DJMonitor, então para executá-lo basta executar o arquivo DJIntegração.exe
que se encontra dentro da pasta de instalação do DJMonitor. O DJIntegração é executado minimizado, ou seja,
seu ícone ficará no Systray do Windows, conforme imagem 1.

Imagem 1 - Systray.

Para abrir sua janela basta dar um duplo clique ou clicar com o botão direito do mouse sobre o ícone e
selecionar a opção Restaurar, conforme imagem 2.

6 / 113
Imagem 2 - Restaurar.

Será exibida a janela do DJIntegração, conforme a imagem 3.

Imagem 3 - DJIntegração.

A parte central da janela é dividida em duas, na parte de cima são exibidas as operações sendo realizadas
e o tempo estimado para sua finalização e na parte de baixo são exibidos os logs das operações efetuadas,
conforme imagem 4.

7 / 113
Imagem 4 - Parte Central.

No canto direito superior exibirá o modo de exportação atual sendo Automático ou Manual, conforme
imagem 5. Quando for automático será exibido o intervalo de tempo a cada exportação e no caso de manual só
fara a exportação quando receber o arquivo exportar.txt ou quando for pressionado o botão Exportar.

Imagem 5 - Manual/Automático.

No canto esquerdo inferior é exibido um relógio mostrando quanto tempo falta para a próxima exportação,
conforme imagem 6. Quando a exportação está configurada para ser manual o relógio fica parado.

8 / 113
Imagem 6 - Tempo para a próxima exportação.

Nessa tela também possui os seguintes botões:

· Log de Integração: Exibe os logs relacionados com a execução do programa em si. (Somente se o Preview
do log estiver configurado).

· Log de Exportação: Exibe os logs relacionados com a exportação dos arquivos; (Somente se o Preview do
log estiver configurado).

· Log Importação: Exibe os logs relacionados com a importação dos arquivos; (Somente se o Preview do log
estiver configurado).

· Log de Pré-venda: Exibe os logs relacionados com a importação dos arquivos de pré-venda/DAV; (Somente
se o Preview do log estiver configurado).

· Log Micro Terminal: Exibe os logs relacionados com a integração com o micro terminal; (Somente se o
Preview do log estiver configurado).

· Executar Backup: Executa o backup do banco de dados.

· Informar Senha Admin.: Clique para informar a senha para poder realizar configurações, parar ou iniciar o
serviço do DJIntegração. (Somente se a senha de acesso estiver configurada).

· Exportar: Realiza a exportação dos documentos pendentes (Botão somente disponível quando a exportação
está configurada para ser manual);

· Configurar: Clique para abrir a janela de configuração do DJIntegração.

· Iniciar: Clique para iniciar o serviço de integração;

· Parar: Clique para parar o serviço de integração.

9 / 113
1.2. Logs

Os logs são arquivos TXT onde serão salvas as operações realizadas pelo DJIntegração como: importação,
exportação. Os logs se dividem em 4 arquivos distintos:

· INT: Este arquivo de log salvará as operações de integração realizadas como, por exemplo: realização do
backup, importação da tabela IBPT, CEST, ANP;

· EXP: Este aquivo de log salvará as operações de exportações realizadas;

· IMP: Este aquivo de log salvará as operações de importação de cadastros realizadas como, por exemplo:
produtos, clientes, etc.

· PVD: Este aquivo de log salvará as operações de importação de Pré-vendas/DAV realizadas;

· MTR: Este aquivo de log salvará as operações de realizadas na integração com o micro terminal.

Os nom e s dos arquivos s e gue m a s intaxe : 'tipo' + '_' + 'data'. Ex: INT_20171127.txt
Os logs do dia ante rior s ão com pactados e m um arquivo e m que s e u nom e s e gue a s intaxe : 'ZIPDJLOGS_' +
'data'. Ex: ZIPDJLOGS_20171126.zip

Existem 2 formas de visualizar os logs:

· Clique em "Ver pasta de Logs" na tela principal do DJIntegração conforme imagem 7.

Imagem 7 - Botão Ver pasta de logs.

10 / 113
· Configure na Aba DJIntegração a exibição do preview dos logs na tela principal do DJIntegração conforme
imagem 8.

Imagem 8 - Preview de Logs.

2. Configuração

Inicialmente o programa já virá pré-definido para a importação/exportação automática, sendo necessário


apenas o usuário informar os diretórios necessários. Para realizar as configurações clique em Configurar, será
exibida a tela de configurações do DJIntegração que é dividida em 4 abas, conforme imagem 9.

11 / 113
Imagem 9 - Configurações.

· Integração: Nesta aba são realizadas as configurações a respeito da integração com o programa de
retaguarda;

· Banco de Dados: Nesta aba são realizadas as configurações a respeito da conexão com o banco de dados;

· Cópia de Segurança: Nesta aba são realizadas as configurações a respeito do backup automático;

· E-mails: Nesta aba são realizadas as configurações a respeito do envio de e-mail quando ocorrer algum erro
de integração.

· API Terceiros: nesta aba são realizadas as configurações a respeito da integração com APIs.

2.1. Integração

Na aba Integração são realizadas as configurações em relação a integração com o retaguarda e como será
feito a importação e exportação de arquivos, ela é dividida em 3 abas;

· DJIntegração: Nesta aba são realizados as configurações a respeito da conexão TCP/IP e integração com o
retaguarda;

· Importar: Nesta aba são realizados as configurações a respeito da importação de arquivos;

12 / 113
· Exportar: Nesta aba são realizados as configurações a respeito da exportação de arquivos.

Voltar

2.1.1. DJIntegração

Nesta aba é possível configurar a conexão TCP/IP do DJIntegração, os arquivos de logs e a integração a
respeito de limite de crédito, contas a receber e consulta de pré-venda, conforme imagem 10.

Imagem 10 - Aba DJIntegração.

· Configuração TCP/IP
o Num.Porta: Informe a porta que será utilizada pelo DJIntegração para se comunicar;
o TimeOut: Informe o timeout da comunicação.

· Arquivo de LOG
o Nível de LOG: Informe o nível de log que deseja que seja gerado. (Simples é o mais resumido e
Paranoico é o mais detalhado).
o Apagar logs compactados com mais de "X" dias: Informe depois de quantos dias o DJIntegração

13 / 113
pode excluir logs antigos;
o Preview das últimas "X" linhas dos arquivos de log: Informe quantas linhas de log devem ser
exibidas na janela principal do DJIntegração.

· Limite de Crédito: Informe o diretório do programa a ser executado quando for realizada uma consulta de
limite de crédito no DJPDV;

· Contas a Receber: Informe o diretório do programa a ser executado quando for realizada uma consulta de
contas a receber no DJPDV;

· Consulta de Pré-venda: Informe o diretório do programa a ser executado quando for realizada uma consulta
de pré-vendas no DJPDV;

· Systray
o Iniciar minimizado: Caso desmarcado, ao inciar, permanece maximizado. Por padrão vem marcado;
o Mostrar apenas no SysTray ao minimizar: Caso marcado, ao minimizar, será exibido somente no
Systray. Por padrão vem marcado;

· Restringir Acesso: Marque esta opção se deseja que, para realizar configurações no DJIntegração, seja
necessário informar uma senha.
o Senha: Informe a senha a ser requisitada para realizar operações no DJIntegração.

Voltar

2.1.1.1. Senha de Acesso

Senha de Acesso

Caso seja configurada a senha para restringir o acesso, na janela principal do DJIntegração, será exibido o
botão Informar Senha Admin., conforme imagem 11, ao clicar nele será exibida uma janela solicitando a senha
cadastrada, conforme imagem 12, após informá-la será liberado o acesso aos botões de configuração, iniciar e
parar o DJIntegração.

14 / 113
Imagem 11 - Informar Senha de Administrador.

Imagem 12 - Informe a senha.

Voltar

2.1.2. Importar

Na aba Importar são realizadas as configurações das operações de importação como: diretório dos
arquivos, importação de pré-venda e chave de vínculo com o retaguarda, conforme imagem 13.

15 / 113
Imagem 13 - Aba Importar.

· Diretório com arquivos de Origem: Informe o diretório dos arquivos a serem importados;

· Gerar arquivo .FIM com resultado da importação?: Marque esta opção se deseja que, ao final da
importação de um arquivo, seja gerado um arquivo com o formato .FIM. Para saber mais a respeito deste
arquivo clique aqui.

Poderá verificar arquivos TXT de exemplo em nosso site em Painel Administrativo > Downloads >
6-Úteis > Arquivos de Exemplo do DJIntegração ou clique aqui para efetuar o download.

· Pré-vendas
o Importar Automaticamente: Marque esta opção se deseja que as pré-vendas/DAVs sejam
importadas automaticamente;
o Importar apenas quando for solicitado: Marque esta opção se deseja importar pré-vendas/DAVs
somente quando for solicitado no DJPDV;

· Produtos
o Campo Chave para Vincular com o Retaguarda: Campo que será utilizado como chave de vínculo

16 / 113
entre o cadastro do produto no DJMonitor e no retaguarda;
§ Código de Barras: Marque esta opção se deseja utilizar o código de barras do item como
chave de vínculo;
§ Código Externo: Marque esta opção se deseja utilizar o código externo do item como chave
de vínculo;
§ Cod.Externo ou Cod.Barras: Marque esta opção se deseja utilizar o código de barras
(primeiro) ou código externo (segundo) do item como chave de vínculo.
o Atualizar Data de Alterado Após processar arquivo Kardex: Marque esta opção se deseja que o
campo Data de Alterado no cadastro do produto no DJMonitor seja alterado ao processar o arquivo de
estoque kardex.

Voltar

2.1.2.1. Configurando o campo chave para vínculo com o Retaguarda

Na aba importar, é possível definir qual será o campo chave para vínculo com o sistema de retaguarda,
optando entre "Código de Barras", "Código Externo" e "Cod. Externo ou Cod. Barras". Por padrão este campo virá
marcado como “Código Externo”, dessa forma, a cada importação o DJIntegração verificará se já existe um
produto no cadastro do DJMonitor com o código externo informado no arquivo, caso não exista, o mesmo será
cadastrado como um novo produto, se já existir ele será atualizado com as informações do arquivo. Caso seja
enviado um arquivo com código de barras já cadastrado e um novo código externo retornará uma mensagem de
erro e produto não será incluso, pois o código de barras não pode ser duplicado.
Quando marcado a opção “Código de Barras”, a cada importação o DJIntegração verificará se já existe um
produto no cadastro do DJMonitor com o código de barras informado no arquivo, caso não exista, o mesmo será
cadastrado como um novo produto, se já existir, ele será atualizado com as informações do arquivo. Com esta
opção é possível enviar o arquivo com o campo Código Externo vazio.
Quando utilizada a opção "Cod. Externo ou Cod. Barras" o funcionamento é parecido com a opção
Código de Barras, caso seja enviado um arquivo com um código de barras já cadastrado e tendo alterado apenas o
código externo, o cadastro do produto será atualizado, a diferença entre as duas opções é que não se pode enviar
o campo Código Externo vazio.

IMPORTANTE: Caso o vínculo esteja através do “Código de Barras”, se efetuada uma alteração no campo código
de barras do produto no sistema de retaguarda, o produto não será atualizado no DJMonitor, em vez disso será
criado um novo produto com o novo código de barras, o mesmo ocorre quando o vínculo se dá por meio de
“Código Externo” ou pelo "Cod. Externo ou Cod. Barras" e é efetuada a mudança deste código externo no sistema
de retaguarda.

Voltar

2.1.2.2. Importação de Pré-vendas quando Solicitado

Será possível definir quando as pré-vendas serão importadas para o DJPDV, permitindo assim, que não

17 / 113
hajam informações (no caso Pré-vendas) sem necessidade, carregadas no DJPDV. Para ambos os casos, é
necessário acessar a tela de configuração, na aba Importar, e marcar a opção desejada (Importar
Automaticamente ou Importar apenas quando solicitado), conforme imagem 14.

Imagem 14 - Importação Manual.

Caso a opção selecionada seja "Importar apenas quando solicitado", apenas quando o usuário selecionar a
opção de Atualizar(F2) na tela de Pré-vendas no DJPDV as mesmas serão importadas. A opção padrão é "Importar
Automaticamente", para que a Importação de Pré-venda apenas quando solicitado funcione, é necessário
configurar, além do parâmetro no DJIntegração, o seguinte parâmetro:

· Habilitar no DJMonitor em Parâmetros de Loja: Lojas -> Parâmetros -> DJIntegração “Importar Pré-vendas
quando acionar F3 no DJPDV”.

Desta maneira, o DJIntegração não importará as Pré-vendas quando as mesmas forem gravadas na pasta
padrão de Integração, mas somente quando algum dos DJPDVs enviar para o DJIntegração o comando para
verificação por pré-vendas.

Notas:

18 / 113
· O DJIntegração deve estar em execução.

· O IP e Porta do DJIntegração devem estar corretamente configurados em Parâmetros da Loja, usando a


mesma porta configurada no DJIntegração (o valor padrão é 3049).

· A porta 3049 deve ser liberada no Firewall onde o DJIntegração será executado (isso já é feito pelo Instalador
do DJMonitor).

Voltar

2.1.3. Exportar

Na aba Exportar são realizadas as configurações das operações de exportação como: diretório dos
arquivos, programa a executar após exportar arquivos, modo manual ou automático, conforme imagem 15.

Imagem 15 - Aba Exportar.

· Diretório de Destino do Arquivo: Informe o diretório onde serão salvos os arquivos exportados;

· Programas a Executar
o Após criar arquivos de exportação, executar o programa: Informe o diretório do programa a ser
executado após o DJIntegração gerar o arquivo de exportação;

19 / 113
o O DJIntegração deve aguardar a execução do programa? (exibe os logs): Marque esta opção
se deseja que o DJIntegração espere a execução do programa para exportar novamente;
o Utilizar mutex (Evita chamadas quando programa já está executando): Informe o nome do
mutex a ser utilizado.

· Efetuar nova Exportação


o Manual - A cada solicitação (Exportar.txt): Marque este campo se deseja que a exportação seja
feita de forma manual através do arquivo exportar.txt ou pelo botão Exportar na tela do DJIntegração;
o Automática - A cada "X" Segundos: Marque esta opção se deseja que a exportação seja feita de
forma automática e informe a cada quantos segundos ela será realizada.

· Codificação do Arquivo:
o Gerar no padrão ANSI: Marque esta opção se deseja que o arquivo de exportação seja gerado com
a codificação ANSI.

· Outros
o Substituir Cód.Externo do Operador pelo Cód do Vendedor no registro DOC: Marque esta
opção se deseja que seja informado o código do vendedor ao invés do operador no registro DOC;
o Campo XML - Usar codificação Base64: Marque esta opção se deseja que o campo XML no arquivo
de exportação utilize a codificação Base64.

· Selecione os registros que deseja Exportar: Marque os registros que devem estar no arquivo de
exportação, para mais informações a respeito dos registro clique aqui;
o Marcar Todos: Clique para marcar todos os registros;
o Somente Obrigatórios: Clique para marcar somente os registros obrigatórios.

Voltar

2.1.3.1. Exportação Manual

É possível configurar o DJIntegração, para que a atualização seja feita manualmente, (Sendo muito útil a
parceiros que desejam controlar quando a atualização deverá ser feita em um determinado cliente), para isto basta
o usuário configurar no DJIntegração, na aba Exportar a opção “Manual – A cada Solicitação (Exportar.txt)”,
conforme imagem 16.

20 / 113
Imagem 16 - Exportação Manual.

Para comandar a exportação basta criar na pasta de importação o arquivo EXPORTAR.txt e assim que
possível o arquivo de movimentação será gerado ou clique no botão Exportar conforme imagem 17.

21 / 113
Imagem 17 - Botão Exportar.

Voltar

2.2. Banco de Dados

Nesta aba será possível configurar os parâmetros da comunicação com o banco de dados, conforme
imagem 18.

22 / 113
Imagem 18 - Aba Banco de Dados.

· IP Servidor: Informe o IP do computador onde se encontra o banco de dados. Clique em para realizar um
teste de comunicação com esse IP;

· Usuário: Informe o usuário de acesso do banco de dados;

· Senha: Informe a senha de acesso do banco de dados;

· Arquivo BD: Informe o caminho do diretório onde se encontra o banco de dados;

· IP desta Máquina: Exibe o IP do computador onde se encontra o DJIntegração;

· Conectar BD: Clique para conectar-se ao banco de dados informado.

Voltar

2.3. Cópia de Segurança

Nesta aba serão realizadas as configurações para a realização do backup automático, conforme imagem
19.

É recomendado a configuração de backup automático para, pelo menos, uma vez ao dia.

23 / 113
Imagem 19 - Aba Cópia de Segurança.

· Diretório Destino do arquivo de backup: Informe o diretório onde será salvo o arquivo de backup;

· Caminho para Utilitário GBAK: Informe o caminho do utilitário gbak do Firebird;

· Modo de Backup
o Manual: Marque esta opção se o backup será feito de forma manual;
o Um por Dia: Marque esta opção se o backup automático será realizado uma vez por dia;
o Vários por Dia: Marque esta opção se o backup automático será realizado várias vezes por dia;
o Início: Informe o horário de início do backup (Somente para vários backup por dia);
o Hora do Backup/Última Hora: Informe a hora a ser realizado o backup automático / Informe o horário
final de realização de backup automático (Somente para vários backups por dia);
o Repetir a cada X Minutos: Informe a cada quantos minutos será realizado o backup (Somente para
vários backup por dia).

· Dias do Backup: Informe os dias em que serão realizados os backups;

· Apagar arquivo de backup criados a mais de X dias: Informe após quantos dias o DJIntegração poderá

24 / 113
apagar os arquivos de backups antigos.

Voltar

2.4. E-mails

Nesta aba são realizadas as configurações de envio de e-mail para quando ocorrer algum erro na
integração, conforme imagem 20.

Imagem 20 - Aba E-mail.

Campos com * são de preenchimento obrigatório para o envio de e-mail.

· Nome: Informe o nome do remetente do e-mail;

· E-mail: Informe o e-mail a ser utilizado para o envio;

· Usuário: Informe o login de acesso ao servidor SMTP;

· Host SMTP: Informe o host do servidor SMTP;

· Codificação: Informe a codificação utilizada para o e-mail;

· Senha: Informe a senha de acesso ao servidor SMTP;

25 / 113
· Porta: Informe a porta do servidor SMTP;

· SLL: Marque essa opção se o servidor SMTP utiliza a SSL na segurança da conexão;

· TLS: Marque essa opção se o servidor SMTP utiliza a TLS na segurança da conexão;

· Destinatários (usar vírgula para separar os e-mails): Informe o e-mail para qual serão enviadas as
ocorrências configuradas;

· Testar Configuração: Clique para enviar um e-mail para o destinatário informado para testar a comunicação
com o servidor SMTP;

· Enviar E-mail(s), automaticamente, quando ocorrer: Marque as ocorrências em que deseja que o
DJIntegração envie um e-mail;

· Anexar o arquivo de LOG ao(s) e-mail(s): Marque essa opção para anexar o arquivo de log da ocorrência
ao e-mail.

Voltar

2.5. API Terceiros

Nesta aba são realizadas as configurações de integração com as APIs, conforme imagem 21.

Se for configurado a integração por API não será mais realizado a integração por aquivo TXT.

26 / 113
Imagem 21 - Aba API Terceiros.

· API Backend
o Selecione o ERP de Backend: Informe o ERP utilizado;

· Configuração da Integração com o Tiny ERP:


o URL Base: Informe a URL Base utilizada pela API; (https://api.tiny.com.br/api2)
o API Token: Informe o Token de acesso utilizado; (Para mais informações como gerar o token clique
aqui)
o Intervalo de Requisições (minutos): Informe a cada quantos minutos será feita uma requisição;

A integração com a Tiny ERP é para a importação de Produtos e Clientes e a exportação dos XMLs
e cadastramento do Cliente do XML caso o mesmo não esteja.

· Configuração da Integração com o Conta Azul:


o URL Base: Informe a URL Base utilizada pela API; (https://api.contaazul.com/v1)
o Token URL: Informe a URL do Token; (https://api.contaazul.com/oauth2/token)
o Authorize URL: Informe a URL de autorização; (https://api.contaazul.com/auth/authorize)

27 / 113
o Login Conta Azul/Access Token:
§ E-mail: Informe o e-mail de login;
§ Senha: Informe a senha do e-mail de login;
§ Access Token: Informe o Token de acesso;
§ Refresh Token: Informe o Token de atualização;
§ Validade: Exibe a validade do Token;
§ Obter Access Token: Clique para atualizar o Token de acesso.

A integração com a Conta Azul é para a importação de Produtos e Clientes e a exportação dos
XMLs e do Contas a Receber.

· Proxy:
o Servidor Proxy: Informe o endereço do servidor de proxy;
o Porta: Informe a porta do servidor de proxy;
o Usuário: Informe o usuário de acesso ao servidor de proxy;
o Senha: Informe a senha de acesso ao servidor de proxy;

Voltar

2.6. Micro Terminais

Os micro terminais tem a função de realizar vendas através do sistemas de vendas do sistema de
comandas do DJMonitor, para mais informações acesse o Manual do DJMonitor e veja o capítulo 2.2.5.3.
Manutenção de Comandas. Os modelos de protocolos aceitos são PMTG, STX/ETX, VT100 e SB100. O
funcionamento do micro terminal será da seguinte forma:

· Menu:
o Opção 1: Entra em Modo Consulta;
o Opção 2: Liberar Comanda;
o Opção 3: Entra em Modo de Cancelamento de Item;
o Opção 4: Sair (Volta ao Modo Venda)

· Modo Venda:
o Pede o Código Vendedor (Se Parâmetro Ativado);
o Pede o Número da Comanda;
o Pede o Código Item a ser incluído;
o Pede a Quantidade do Item (Se o Parâmetro Ativado);
o Grava a Comanda;

28 / 113
· Modo Consulta:
o Pede o Número da Comanda;
o Exibe os Dados da Comanda;

· Modo Cancelamento de Item:


o Pede o Número da Comanda
§ Opção 0: Pesquisar (As teclas 0 e 1 viram teclas de navegação) para o usuário poder
selecionar o item a ser cancelado.
§ Opção 1: Digitar Código do Produto;

· Pede o Item;
§ Grava as Alterações na Comanda;

Nesta aba serão realizadas as configurações para a realização da integração com os micro terminais,
conforme imagem 22.

29 / 113
Imagem 22 - Aba Micro Terminais.

· Utilizar Servidor de Micro Terminais: Marque esta opção se deseja utilizar micro terminais;
o Modelo: Informe o modelo do micro terminal;
o Porta: Porta TCP do micro terminal;
o TimeOut: Timeout da comunicação em milissegundos;
o MsgTemp: Tempo de duração da exibição de mensagens temporárias nos Micro Terminais
o Solicitar Código Vendedor: Marque esta opção se deseja que o micro terminal pergunte o vendedor
no início da venda;
o Solicitar Quantidade do Item: Marque esta opção se deseja que o micro terminal pergunte a

30 / 113
quantidade do item no momento da sua inclusão;
o Configuração de Balança: Habilitado configuração da balança quando a opção "Solicitar Quantidade
do Item" estiver habilitado.
§ Modelo: Informe o modelo da balança.
§ Porta Serial: Informe a porta serial da balança.

Voltar

3. Leiaute dos Arquivos de Importação

O DJMonitor pode se integrar com qualquer sistema de Retaguarda, para isso basta que a aplicação de
Retaguarda seja capaz de criar arquivos no formato TXT, conforme as especificações a seguir.

Tipo de Dados

A Alfa

AN Alfanumérico

D Data

N Numérico

SI Smallint

Considerações

· Campos Numéricos “N” devem ser alinhados à direita e preenchidos com zeros a esquerda. Não informe
vírgula ou ponto decimal e separador de milhar. Observe a quantidade de dígitos decimais que devem ser
informados à direita do campo;

Exemplo: O valor 10,123 para o preço de venda que é definido como N, com 12 bytes e com 3 decimais
ficaria: 000000010123.

· Campo Smallint "SI" é igual ao campo Numérico "N" com a exceção que aceita apenas valores entre -
32.768 e 32.767;

· Campos Alfa “A” e Alfanuméricos “AN” devem ser alinhados à esquerda e preenchidos com espaços a
direita;

· Campos Data “D” devem ser informados como DDMMAAAA ou conforme instrução da observação do próprio
campo. Para informar um valor nulo, use 000000000;

· Para as tabelas de tributação (COFINS, COFINSST, ICMS, IPI, ISSQN, PIS e PISST) e de Transportadoras,
apenas é possível incluir ou alterar registros. As exclusões deverão ser feitas através do próprio DJMonitor,

31 / 113
para garantir que não ocorram problemas no momento da emissão da NF-e;

· A versão atual do DJIntegração faz o processamento dos arquivos de importação assim que os mesmos são
disponibilizados na pasta, por isso devem ser disponibilizados apenas quando estiverem prontos. Caso seu
aplicativo crie o arquivo diretamente na pasta de integração, nossa sugestão é que ele seja criado com um
nome temporário e renomeado quando estiver pronto, por exemplo, cria-se o arquivo PRODUTO.TMP e ao final
renomeia-se para PRODUTO.TXT.

Poderá verificar arquivos TXT de exemplo em nosso site em Painel Administrativo > Downloads >
6-Úteis > Arquivos de Exemplo do DJIntegração ou clique aqui para efetuar o download.

3.1. Cadastro de Produtos (PRODUTO.TXT)

O arquivo PRODUTO.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização de produtos no cadastro do


DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 N 001 020 20 AN Código externo do produto utilizado para integração


Cód. Externo com o retaguarda.

02 Cód. Barras N 021 040 20 AN Código de Barras da embalagem do produto.

03 N 041 080 40 Descrição do produto para apresentação nas telas de


Descrição AN venda e no ECF.

Complemento da descrição. Apenas imprime no ECF


04 Complemento S 081 100 20 AN se parâmetro 'Imprimir Complemento' estiver
habilitado.

05 S 101 104 4 Unidade de medida, se não for informada será


Unidade AN impresso 'UN' no ECF.

06 Preço Venda N 105 116 12 N Preço de venda unitário, c om 3 c asas de c imais

Desconto para este produto, c om 3 c asas


de c imais.
Utilizar o campo 54 para informar se o desconto é
07 Desconto S 117 122 6 N por valor ou por porcentagem. Por padrão é
porcentagem.
Utiliza o desconto apenas se configurado nos Planos
de Pagamento.

Situação Tributaria conforme a tabela:


F - Substituição Tributaria 1;
G - Substituição Tributaria 2;
H - Substituição Tributaria 3;
I - Isento 1;
Situação J - Isento 2;
08 N 123 123 1 A K - Isento 3;
Tributaria N - Não Tributado 1;
O - Não Tributado 2;
P - Não Tributado 3;
Q - Isento ISSQN;
S - Tributada pelo ISSQN;
T - Tributada pelo ICMS.

Valor da Alíquota de ICMS ou ISS para este produto,


09 N 124 127 4 N quando existir. Com 2 c asas de c imais Se
ICMS Situação Tributaria = 'I', 'N', 'F' ou 'Q' esse campo é
ignorado.

32 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Observação referente a este produto que deve ser


10 Obs PopUp S 128 192 65 AN exibida no momento da Venda. Pode ser usada em
conjunto com o campo Cod. Animação.

Calcula 'S' ou 'N' - Use 'S' para produtos 'pesáveis' onde a


11 S 193 193 1 A etiqueta contem o CODIGO e a QTD ou o Valor
Quantidade Total. Ve r Not as.

Bloqueia 'S' ou 'N' - Se 'S' não permite a digitação de decimais


12 S 194 194 1 A nesse produto.
Quantidade (Ex: 1,5 coca cola). Se Calcula Quantidade = 'S' ou
Fracionaria Bloq_Qtd = 'S', assume 'S' nesse campo.

Bloqueia 'S' ou 'N' - Se 'S' não permite digitar a quantidade


13 S 195 195 1 A para este produto, vende sempre 1. Se Calcula
Quantidade Quantidade = 'S', assume 'S' nesse campo.

'S' ou 'N' - Se 'S' usa o arredondamento nesse


14 Arredonda S 196 196 1 A produto. (do ECF ou por Software (QTD)). Se 'N' usa
o que estiver configurado no ECF.

15 Produção S 197 197 1 A 'S' ou 'N' - 'S' se este produto é produzido pelo
Própria estabelecimento.

16 S 198 203 6 Chave estrangeira para a tabela grupo a que este


Cód. Grupo AN produto pertence.

Descrição Descrição do grupo, deve ser informada se Cód.


17 S 204 233 30 AN Grupo não existir.
Grupo Inclui na tabela de grupos.

18 Cód. S 234 239 6 Chave estrangeira para a tabela departamento a que


Departamento AN este produto pertence.

Descrição Descrição do departamento, deve ser informada se


19 S 240 269 30 AN Cód. Departamento não existir.
Departamento Inclui na tabela de departamentos

20 S 270 275 6 Chave estrangeira para a tabela marca a que este


Cód. Marca AN produto pertence.

Descrição Descrição da Marca, deve ser informada se Cód.


21 S 276 305 30 AN Marca não existir.
Marca Inclui na tabela de Marcas.

Cód. Chave estrangeira para a tabela tipo de vasilhame a


22 S 306 311 6 que este produto pertence. Informe apenas se esse
Tipo_Vasilham SI produto necessita de apresentação de vasilhame no
e caixa.

Descrição Descrição do tipo de vasilhame, deve ser informada


23 Tipo S 312 341 30 AN se Cód. Tipo_Vasilhame não existir. Inclui na tabela de
Vasilhame tipos de vasilhame.

24 RESERVADO S 342 347 6 SI Reservado, informar 000000 (6 zeros).

Indicador de produto ativo, caso seja informado '-


00001' o produto é considerado inativo e não é
25 Flag S 348 353 6 SI mostrado no DJPDV e nem pode ser utilizado em
pré-vendas e DAVs, diferente disso, o produto é
considerado ativo e pode ser vendido normalmente.

26 S 354 373 20 Este campo se torna obrigatório para a lei dos


NCM AN impostos 12.741/2012. Ve r Not as.

Código do tipo de descrição adicional do produto.


Cód. Tipo Caso seja diferente de 0 ao vender o item será
27 Descrição S 374 379 6 SI perguntado a descrição adicional a ser impressa.
Adicional (Desde que o código informado aqui, exista no
DJMonitor).

33 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

28 Gtin Contábil S 380 399 20 AN

29 EX TIPI S 400 419 20 AN

30 Gtin S 420 439 20


Tributável AN

31 ID ICMS S 440 445 6 SI Chave estrangeira para a tabela ICMS.

32 ID IPI S 446 451 6 SI Chave estrangeira para a tabela IPI.

33 ID ISSQN S 452 457 6 SI Chave estrangeira para a tabela ISSQN.

34 ID II S 458 463 6 SI Chave estrangeira para a tabela Impostos de


Importação.

35 ID PIS S 464 469 6 SI Chave estrangeira para a tabela PIS.

36 ID PIS ST S 470 475 6 SI Chave estrangeira para a tabela PIS ST.

37 ID COFINS S 476 481 6 SI Chave estrangeira para a tabela COFINS.

ID COFINS
38 S 482 487 6 SI Chave estrangeira para a tabela COFINS ST.
ST

39 KIT S 488 488 1 A Informe 'S' caso este produto seja um kit ou 'N' caso
não seja.

Quantidade de estoque do produto, c om 3 c asas


40 Quantidade S 489 500 12 N de c imais
Estoque Para informar negativo informe '-' na primeira
posição. Ex: -00000000001.

Prazo para a devolução, em dias, do produto em


especifico.
Para marcar como sem prazo de devolução informar
Prazo o valor '0';
41 S 501 503 3 SI Para marcar no item não é possível devolver informar
Devolução o valor '-1'.
Lembrando que o prazo de devolução pode ser
configurado de forma global nos parâmetros do
DJMonitor.

Obrigatório para produtos com substituição tributaria


42 Cest S 504 510 7 N a partir de 01/04/2016.
Informar ' ' (vazio) se não for ut ilizar.

43 Controla S 511 511 1 A 'S' ou ' ' (vazio) para controlar o estoque e 'N' para
Estoque Não Controlar Estoque.

Obrigatório em vendas de gás, combustíveis,


44 Código ANP S 512 520 9 N lubrificantes e derivados.
Informar ' ' (vazio) se não for ut ilizar.

45 Dupla S 521 521 1 A Informe 'S' pra habilitar a checagem de peso, caso
Pesagem seja um produto pesável.

Porcentag em da marg em de s eg urança para a


46 Margem S 522 526 5 N
Segurança liberação do item na checag em de pes o, c om 2
c asas de c imais

34 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Indicador de 'S' - Es cala Relevante


47 Escala S 527 527 1 A 'N' - Es cala Não Relevante.
Relevante Informar ' ' (vazio) se não for ut ilizar.

CNPJ do Es te campo é obrig atório informar cas o o campo


48 Fabricante da S 528 547 20 AN
47 - 'Indicador de Es cala Relevante' for ig ual a 'N'.
Mercadoria

Código do
49 Benefício S 548 557 10 AN
Fiscal

Percentual do
GLP derivado
50 de petróleo do S 558 564 7 N Com 4 c asas de c imais
produto GLP
(GLP)

Percentual de
51 Gás Natural S 565 571 7 N Com 4 c asas de c imais
Nacional
(GNn)

Percentual de
52 Gás Natural S 572 578 7 N Com 4 c asas de c imais
Importado
(GNi)

Valor do
53 quilograma S 579 593 15 N Com 2 c asas de c imais
sem ICMS

Informa qual é o tipo do des conto do produto


informado no campo 7.
54 Tipo S 594 594 1 A
Desconto 'V ' - Des conto em Valor
'P' - Des conto em Porcentag em.
Informar ' ' (vazio) se não for ut ilizar.

55 Unidade S 595 598 4 A Informe a unidade tributável do produto.


Tributável

56 Quantidade S 599 613 15 N Informe a quantidade tributável do produto. Com 4


Tributável c asas de c imais

Notas:

· Campo 11 - Calcula Quantidade: Para produtos pesáveis informar:


o O código de barras já no formato EAN13 configurado no DJMonitor (prefixo + código de barras) ou
o O código de barras normal do produto mais um 0 (zero) a esquerda, dessa forma, o DJIntegração irá,
automaticamente, ajustar o código de barras do produto para o formato EAN13 que está configurado
no DJMonitor;
o O código de barras normal do produto, porém o DJPDV não aceitará a inclusão do item através de um
código de barras no formato EAN13.

· Para cancelar um Produto, informe o campo “Descrição” vazio;

· Para limpar a tabela de produtos, informe o texto “LIMPAR” na primeira linha do arquivo;

· Para inativar todos os produtos do banco, informe o texto “INATIVAR” na primeira linha do arquivo;

35 / 113
· Campo 40 - Quantidade Estoque - é possível realizar o controle de estoque através do arquivo de importação
do kardex, clique aqui para saber mais.

· Caso haja uma importação de um arquivo com a data superior à do computador é possível enviar um arquivo
PRODUTO.TXT com o texto ALTERADO, que verificara os cadastros de produtos que possuem a data
incorreta e atualizara o campo para a data atual;

· Campo 26 NCM:
o Pode ser informado vazio, porém pode causar erros na venda e no cadastro de produtos do DJMonitor,
pois esse campo só deixa de ser validado no cadastro se o parâmetro "Imprimir Total de Impostos
no Rodapé do Cupom" no DJMonitor estiver desabilitado.
o Se informado será validado de acordo com os dados da tabela IBPT cadastrada no DJMonitor.

3.2. Códigos de Barras Adicionais (BARRAS.TXT)

O arquivo BARRAS.TXT tem a função de realizar a inclusão de código de barras adicional no cadastro de
produtos no DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Cód. Barras Código de barras do produto, que pode ser


01 Produto N 001 020 20 AN encontrado no cadastro de produtos.

Cód. Barras Código de barras adicional da embalagem alternativa


02 Adicional N 021 040 20 AN do produto.

Desconto/ Acr Use 'D' para Desconto ou 'A' para Acréscimo.


03 éscimo S 041 041 1 A

Porcentagem de desconto ou acréscimo a ser


04 Porcentagem S 042 046 5 N aplicada no calculo do preço de venda do produto
final, c om 2 c asas de c imais.

Quantidade_E Qtd Múltipla, c om 2 c asas de c imais. Será


05 mbalagem N 047 053 7 N multiplicada pela quantidade informada pelo Caixa.

Notas:

· Para cancelar um Código Adicional, informe o campo Cód. Barras Produto vazio;

· Para limpar a tabela de código de barras adicionial, informe o texto “LIMPAR” na primeira linha do arquivo;

· Não é permitido adicionar códigos adicionais para kits. Caso exista uma linha no arquivo BARRAS.TXT onde o
Cód. Barras Produto referencie um kit, o seguinte erro será retornado: Produto: "Cód. Barras Produto é um
KIT, não é permitido incluir o código de barras adicional para kits".

3.3. KITs (KIT.TXT)

O arquivo KIT.TXT tem a função de realizar o cadastramento de KITS no cadastro de produtos no DJMonitor.
Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

36 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Cód. Externo Código do produto no retaguarda, código do produto


01 Kit N 001 020 20 AN que é o kit.

Cód. Externo Código do produto no retaguarda, código do produto


02 Produto Kit N 021 040 20 AN que compõem o kit.

Quantidade Qtd. múltipla deste produto no kit. Será multiplicada


03 Múltipla N 041 047 7 N pela quantidade informada no caixa. Com 2 c asas
de c imais

Indica a função do campo Pe rc e nt ual de Ajust e ,


campo 05.
04 Tipo Ajuste N 048 048 1 A Use 'D' para desconto ou 'A' para acréscimo ou ainda
'N' para venda sem alteração do preço.

Percentual de Percentual de desconto ou acréscimo a ser aplicado


05 Ajuste N 049 053 5 AN no calculo do preço de venda do produto final, c om
3 c asas de c imais.

06 Excluir S 054 054 1 A Informe 'S' caso deseja excluir este item do Kit.

3.4. Cadastro de Clientes (CLIENTE.TXT)

O arquivo CLIENTE.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização do cadastro de clientes do


DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código externo do cliente. Utilizado para


01 Cód. Externo N 001 020 20 AN integração com o retaguarda.

02 F_J S 021 021 1 A Ve r Not as.

03 Nome N 022 071 50 AN Nome ou Razão Social.

Apelido/ Fantas Apelido para pessoa física ou nome fantasia para


04 ia S 072 101 30 AN pessoa jurídica.

Data do cadastro do cliente no formato


05 Data Cadastro S 102 109 8 D DDMMAAAA.

Nascimento/ F Dado do nascimento se pessoa física ou fundação


06 undação S 110 117 8 D se pessoa jurídica, no formato DDMMAAAA

Data / Hora da última compra do cliente no


07 Última Compra S 118 129 12 D formato DDMMAAAAHHMM.

Data / Hora da última alteração do cadastro, no


08 Alterado S 130 141 12 D formato DDMMAAAAHHMM.

Telefone Residencial / Comercial no formato (XX)


09 Fone S 142 155 14 AN XXXX-XXXX ou sem a máscara.

Celular ou FAX no formato (XX)XXXX-XXXX ou


10 Celular/ FAX S 156 169 14 AN sem a máscara.

11 E- mail S 170 219 50 AN E-mail.

12 Endereço S 220 269 50 AN Endereço ou Logradouro.

37 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

13 Número S 270 275 6 AN Número do endereço.

14 Complemento S 276 305 30 AN Complemento do endereço.

15 Bairro S 306 335 30 AN Bairro.

16 Cidade S 336 365 30 AN Cidade (Nome da Cidade ou Código IBGE).

17 UF S 366 367 2 A Estado.

18 CEP S 368 376 9 AN CEP, no formato XXXXX-XXX.

Obs. Local Observações para facilitar a localização do


19 Entrega S 377 456 80 AN endereço de entrega.

RG/ Inscrição RG para pessoa física ou inscrição estadual para


20 Estadual S 457 476 20 AN pessoa jurídica.

CPF para pessoa física ou CNPJ para pessoa


21 CPF/ CNPJ S 477 496 20 AN jurídica (Se não possuir informar vazio).

Observação referente a este cliente para ser


exibida no
22 Obs PopUP S 497 561 65 AN momento da Venda. (Cuidado com textos
ofensivos)

23 Memo S 562 641 80 AN Observações diversas sobre o cliente.

Nível de crédito de 0 a 9 onde:


24 Nível Crédito S 642 642 1 SI 0 = Cliente Bloqueado, 9 = Cliente VIP.

Valor máximo permitido para compras A PRAZO


para este cliente, c om 2 c asas de c imais.
25 Limite Crédito S 643 652 10 N Se o valor igual a 0, não verifica limite de crédito.
Para informar negativo informe '-' na primeira
posição. Ex: -000000001.

Senha para liberação do cliente. Deve ser


informada em Hexadecimal.
26 Senha S 653 668 16 AN Exemplo: 'A' = 65 em ASCII que é igual a 41 em
hexadecimal.

Chave estrangeira para a tabela classe


27 Cód. Classe S 669 674 6 AN (Classificação de Clientes).

Descrição Descrição da classe. Deve ser informada se a


28 Classe S 675 704 30 AN classe não existir. Inclui na tabela de classes.

Chave estrangeira para a tabela convênio. Se


cliente é associado a algum convênio, usa as
29 Cód. Convênio S 705 710 6 SI regras de preço e venda definidas para o
convênio.

Descrição Descrição do convênio. Deve ser informada se


30 Convênio S 711 740 30 AN convênio não existir. Inclui na tabela de
convênios.

31 RESERVADO S 741 746 6 SI Campo Reservado, informar 000000 (6 zeros).

Indicar de cliente ativo, cas o s eja informado -


00001, o cliente é cons iderado inativo e não é
mos trado no DJPDV , e nem pode s er utiliz ado
32 Flag S 747 752 6 SI em pré-vendas e DAV s diferente dis s o, o
cliente é cons iderado ativo e pode s er utiliz ado
normalmente.

38 / 113
Notas:

· Para cancelar um Cliente, informe o campo “Nome” vazio;

· Para apagar toda a Lista anterior e substituir pelas novas informações do arquivo, informe o texto “LIMPAR” na
primeira linha do arquivo;

· Caso haja uma importação de um arquivo com a data superior à da máquina é possível enviar um arquivo
CLIENTE.TXT com o texto "ALTERADO", que verificará os cadastros de clientes que possuem a data incorreta
e atualizará o campo para a data atual.

· No campo 02 F_J informe:


o F: Pessoa Física;
o J: Pessoa Jurídica;
o R: Produtor Rural;
o ' ' (vazio): Para quando não quiser informar o CPF/CNPJ, neste caso o cliente será cadastrado como
pessoa física.
o Este campo será validado de acordo com o tipo do documento informado no campo 21 CPF/CNPJ,
caso eles divirjam o campo 02 será alterado para ficar correto, essa mudança será avisada nos logs.

3.5. Autorizados de um Cliente (AUTORIZA.TXT)

O arquivo AUTORIZA.TXT tem a função de realizar o cadastramento de pessoas autorizadas a fazer


compras com o cadastro do cliente no DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Cód. Externo Código externo do cliente. O mesmo utilizado no


01 Cliente N 001 020 20 AN cadastro de clientes para integração com o
retaguarda.

Nome Nome do autorizado.


02 Autorizado N 021 070 50 AN

03 Documento N 071 090 20 AN Documento para correta identificação do autorizado.

Observação referente a este autorizado para ser


exibida no momento da Venda. (Cuidado com textos
04 Obs PopUp S 091 155 65 AN ofensivos). Também será exibida a mensagem Obs
PopUp do Cliente.

05 Memo S 156 235 80 AN Observações diversas sobre o autorizado.

Cód. Tipo Chave estrangeira para a tabela tipo autorizado.


06 Autorizado S 236 241 6 AN (Classificação do tipo de Autorizados).

Descrição Descrição do tipo de autorizado. Deve ser informada


07 Tipo S 242 271 30 AN se o tipo de autorizado não existir. Inclui na tabela de
Autorizado tipo de autorizados.

Notas:

· Para cancelar um Autorizado de Cliente, informe o campo "Nome Autorizado" vazio;

39 / 113
· Para apagar toda a lista anterior e substituir pelas novas informações do arquivo, informe o texto “LIMPAR” na
primeira linha do arquivo.

3.6. Lista Negra (LISTANEG.TXT)

O arquivo LISTANEG.TXT tem a função de realizar o cadastramento de clientes na lista negra do DJMonitor.
Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 CPF/ CNPJ N 001 020 20 AN CPF para pessoa física ou CNPJ para pessoa jurídica.

02 Nome S 021 070 50 AN Nome do titular do documento.

RG/ Inscrição RG para pessoa física ou Inscrição Estadual para


03 Estadual S 071 090 20 AN pessoa jurídica.

Telefone Residencial/Comercial no formato (XX)


04 Fone S 091 104 14 AN XXXX-XXXX ou sem a máscara.

Observações referentes a este documento para ser


05 Obs. PopUP S 105 169 65 AN exibida no comento da venda. (Cuidado com textos
ofensivos).

Informe o motivo do cadastramento na lista negra:


'1' - Cheque sem Fundo;
'2' - Cheque Sustado;
'3' - Cheque Roubado;
06 Tipo S 170 170 1 A '4' - Cheque Furtado;
'5' - SCPC;
'6' - SERASA;
'0' - Outros.

Notas:

· Para cancelar um documento da Lista Negra, informe o campo “Nome” vazio;

· Para apagar toda a lista anterior e substituir pelas novas informações do arquivo, informe o texto “LIMPAR” na
primeira linha do arquivo.

3.7. Vendedores (VENDEDOR.TXT)

O arquivo VENDEDOR.TXT tem a função de realizar o cadastramento de vendedores no DJMonitor. Segue


abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Cód. Código do vendedor, mesmo código utilizado no


01 Vendedor N 001 006 6 A DJMonitor e no Retaguarda.

02 Nome N 007 036 30 AN Nome do vendedor.

40 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Se o vendedor está ativo ou não:


03 Ativo N 037 037 1 AN 0 - Ativo
-1 - Inativo

Notas:

· Para cancelar um Vendedor, informe o campo “Nome” vazio;

· Para apagar toda a lista anterior e substituir pelas novas informações do arquivo, informe o texto “LIMPAR” na
primeira linha do arquivo.

3.8. COFINS (COFINS.TXT)

O arquivo COFINS.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de tributação COFINS no


DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código do COFINS. Mesmo código utilizado no


01 ID COFINS N 001 006 6 SI DJMonitor e no Retaguarda.

02 Descrição N 007 066 60 AN Descrição para este registro de COFINS.

03 CST N 067 068 2 N CST do COFINS.

Tipo de Tipo do COFINS. Valores válidos (P) - Percentual ou


04 COFINS N 069 069 1 A (V) - Valor.

Base de Base de cálculo do COFINS. (Se calculado por


05 Cálculo N 070 074 5 N pe rc e nt ual, senão informar 0). Com 2 c asas
de c imais.

Alíquota do Alíquota do COFINS. (Se calculado por pe rc e nt ual,


06 COFINS N 075 078 4 N senão informar 0). Com 2 c asas de c imais.

Valor do Valor do COFINS. (Se calculado por valor, senão


07 COFINS N 079 088 10 N informar 0). Com 2 c asas de c imais.

3.9. COFINS ST (COFINSST.TXT)

O arquivo COFINSST.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de tributação COFINS


ST no DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código do COFINS ST. Mesmo código utilizado no


01 ID COFINS ST N 001 006 6 SI DJMonitor e no Retaguarda.

02 Descrição N 007 066 60 AN Descrição para este registro de COFINS ST.

Tipo de Tipo do COFINS ST. Valores válidos (P) - Percentual


03 COFINS ST N 067 067 1 A ou (V) - Valor.

41 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Base de Base de cálculo do COFINS ST. (Se calculado por


04 Cálculo N 068 072 5 N pe rc e nt ual, senão informar 0). Com 2 c asas
de c imais.

Alíquota do Alíquota do COFINS ST. (Se calculado por


05 COFINS ST N 073 076 4 N pe rc e nt ual, senão informar 0). Com 2 c asas
de c imais.

Valor do Valor do COFINS ST. (Se calculado por valor, senão


06 COFINS ST N 077 086 10 N informar 0). Com 2 c asas de c imais.

3.10. ICMS (ICMS.TXT)

O arquivo ICMS.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de tributação ICMS no


DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código do ICMS. Mesmo código utilizado no


01 ID ICMS N 001 006 6 SI DJMonitor e no Retaguarda.

02 Descrição N 007 066 60 AN Descrição para este registro de ICMS.

03 CST N 067 069 3 N CST do ICMS.

Modalidade de Modalidade de determinação da base de cálculo do


determinação ICMS. Valores válidos:
0 - Margem Valor Agregado (%);
04 da Base de N 070 070 1 SI 1 - Pauta (Valor);
Cálculo do 2 - Preço Tabelado Máxi. (Valor);
ICMS 3 - Valor da Operação.

Base de
05 Cálculo do N 071 075 5 N Base de cálculo do ICMS. Com 2 c asas de c imais.
ICMS

Alíquota do Alíquota do ICMS. Com 2 c asas de c imais.


06 ICMS N 076 079 4 N

Modalidade de determinação da base de cálculo do


Modalidade de ICMS ST. Valores válidos:
determinação 0 - Lista Positiva (Valor);
1 - Lista Negativa (Valor);
07 da Base de N 080 080 1 SI 2 - Lista Neutra (Valor);
Cálculo do 3 - Margem Valor Agregado (%);
ICMS ST 4 - Pauta (valor);
5 - Preço tabelado ou máximo sugerido.

Percentual Percentual do IVA (Índice de Valor Agregado). Com


08 IVA S 081 085 5 N 2 c asas de c imais.

Base de Base de cálculo do ICMS ST. Com 2 c asas


09 Cálculo do S 086 090 5 N de c imais.
ICMS ST

Alíquota do Alíquota do ICMS ST. Com 2 c asas de c imais.


10 ICMS ST S 091 094 4 N

11 RESERVADO S 095 095 1 N Ut ilizar valor fixo 0 . Ve r Not as.

Base de Base de cálculo da operação própria. Com 2 c asas


12 Cálculo Op. S 096 100 5 N de c imais.
Própria

42 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código da Situação da Operação no Simples Nacional.


13 CSOSN S 101 106 6 SI Informar vazio se não ut ilizar.

Alíquota do Alíquota do Simples Nacional. Com 2 c asas


14 Simples S 107 110 4 N de c imais.
Nacional

Base de Base de cálculo do ICMS Retido. Com 2 c asas


15 cálculo do S 111 115 5 N de c imais.
ICMS Retido

Alíquota do Alíquota do ICMS retido. Com 2 c asas de c imais.


16 ICMS Retido S 116 119 4 N

Base de
Cálculo do Base de cálculo do ICMS de destino. Com 2 c asas
17 ICMS de S 120 124 5 N de c imais.
Destino

Alíquota do Alíquota do ICMS de destino. Com 2 c asas


18 ICMS de S 125 128 4 N de c imais.
Destino

Base de
Cálculo do Base de cálculo do ICMS na UF de destino. Com 2
19 ICMS na UF S 129 133 5 N c asas de c imais.
de Destino

Alíquota ICMS Alíquota do ICMS FCP na UF de destino. Com 2


20 FCP na UF de S 134 137 4 N c asas de c imais.
Destino

Alíquota Alíquota do ICMS interna na UF de destino. Com 2


21 Interna na UF S 138 141 4 N c asas de c imais.
de Destino

22 CFOP S 142 145 4 N Código FIscal de Operações e Prestações.

Motivo de desoneração do ICMS. Valores validos:


' ' (vazio) - Não Desonerado;
1 - Táxi;
3 - Produtor Agropecuário;
4 - Frotista/Locadora;
5 - Diplomático/Consular;
Motivo da 6 - Utilit./Motos da Amazônia/Áreas de Livre
23 Desoneração S 146 147 2 SI Comércio;
do ICMS 7 - SUFRAMA;
8 - Venda a órgão público;
9 - Outros;
10 - Deficiente Condutor;
11 - Deficiente Não Condutor;
16 - Olimpíadas Rio 2016.
90 - Solicitado pelo Fisco.

Base de Base de cálculo do ICMS do FCP. Com 2 c asas


24 Cálculo do S 148 152 5 N de c imais.
FCP

Alíquota do Alíquota do ICMS do FCP. Com 2 c asas de c imais.


25 FCP S 153 156 4 N

Base de Base de cálculo do ICMS ST do FCP. Com 2 c asas


26 Cálculo do S 157 161 5 N de c imais.
FCP ST

Alíquota do Alíquota do ICMS ST do FCP. Com 2 c asas


27 FCP ST S 162 165 4 N de c imais.

28 Base de S 166 170 5 N Base de cálculo do ICMS do FCP da UF de Destino.

43 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Cálculo do
FCP da UF de Com 2 c asas de c imais.
Dest.

Base de Base de cálculo do ICMS Efetiva do FCP. Com 2


29 Cálculo do S 171 175 5 N c asas de c imais.
ICMS Efetiva

Alíquota ICMS Alíquota do ICMS Efetiva do FCP. Com 2 c asas


30 Efetiva S 176 179 4 N de c imais.

Somar 'Outras 0 - Não


31 despesas' na S 180 180 1 SI 1 - Sim
base do ICMS

Sujeito a 0 - Não
32 Repasse S 181 181 1 SI 1 - Sim
Interestadual

Alíq. Cons. Alíquota suportada pelo consumidor final. Com 2


33 Final(pST) S 182 186 5 N c asas de c imais.

BC ICMS Base de cálculo do ICMS Substituto. Com 2 c asas


34 Substituto S 187 191 5 N de c imais.

Alíq. Alíquota do ICMS Substituto. Com 2 c asas


35 Substituto S 192 196 5 N de c imais.

Notas:

· A partir da versão 0.7.17 do DJIntegração o campo 11 foi transferido para o campo 23, sendo assim necessário
deixar o campo 11 com o valor padrão "0", caso seja informado qualquer outro valor, o mesmo será
processado.

3.11. Imposto de Importação (II.TXT)

O arquivo II.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de tributação Imposto de


Importação no DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código do II. Mesmo código utilizado no DJMonitor e


01 ID II N 001 006 6 SI no retaguarda.

02 Descrição N 007 066 60 AN Descrição para este registro de II.

Base de Base de cálculo do II. Com 2 c asas de c imais.


03 Cálculo N 067 071 5 N

04 Alíquota N 072 075 4 N Alíquota do II. Com 2 c asas de c imais.

Desp. Desp. Aduaneiras. Com 2 c asas de c imais.


05 Aduaneiras S 076 085 10 N

Valor do Imposto de Operações Financeiras. Com 2


06 Valor IOF S 086 095 10 N c asas de c imais.

44 / 113
3.12. IPI (IPI.TXT)

O arquivo IPI.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de tributação IPI no DJMonitor.
Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código do IPI. Mesmo código utilizado no DJMonitor


01 ID IPI N 001 006 6 SI e no Retaguarda.

02 Descrição N 007 066 60 AN Descrição para este registro de IPI.

Classe
03 Enquadrament S 067 071 5 N Classe de enquadramento do IPI.
o

CNPJ do CNPJ do produtor.


04 Produtor S 072 085 14 AN

Selo de Selo de controle dos produtos.


05 Controle S 086 145 60 AN

Cód.
06 Enquadrament S 146 148 3 AN Código de enquadramento do IPI
o

07 CST N 149 150 2 N CST do IPI.

Tipo de cobrança do IPI. Valores válidos: P -


08 Tipo do IPI N 151 151 1 A Percentual e V - Valor.

Base de Base de cálculo do IPI. Com 2 c asas de c imais.


09 Cálculo N 152 156 5 N Se Tipo de IPI igual a V, informar 0.

Alíquota do IPI. Com 2 c asas de c imais. Se tipo


10 Alíquota N 157 160 4 N IPI igual a V, informar 0.

Valor do IPI. Com 2 c asas de c imais. Se tipo IPI


11 Valor do IPI N 161 170 10 N igual a P, informar 0.

Soma na Base Campo para informar se o IPI deve ser somado a base
12 de Cálculo do N 171 171 1 A de cálculo do ICMS. Valores Válidos: S- Sim e N -
ICMS Não.

Soma na Base Campo para informar se o IPI deve ser somado a base
13 de Cálculo do N 172 172 1 A de cálculo do ICMS ST. Valores Válidos: S- Sim e N -
ICMS ST Não.

3.13. ISSQN (ISSQN.TXT)

O arquivo ISSQN.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de tributação ISSQN no


DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

ID ISSQN Código do ISSQN. Mesmo código utilizado no


01 N 001 006 6 SI DJMonitor e no retaguarda.

02 Descrição N 007 066 60 AN Descrição para este registro de ISSQN.

45 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Base de Base de cálculo do ISSQN. Com 2 c asas


03 Cálculo N 067 071 5 N de c imais.

04 Alíquota N 072 075 4 N Alíquota do ISSQN. Com 2 c asas de c imais.

Item da Lista Número do item na lista de serviços.


05 de Serviço S 076 079 4 AN

Situação Tributária do ISSQN. Valores válidos:


Situação N - Normal;
06 Tributária N 080 080 1 A R - Retida;
S - Substituta;
I - Isenta.

Código do
07 Serviço no S 081 100 20 AN Código do serviço no município.
Município
Indicador de exigibilidade. Valores válidos:
1 - Exigível;
2 - Não Incidência;
Indicador de 3 - Isenção;
08 Exigibilidade N 101 101 1 SI 4 - Exportação;
5 - Imunidade;
6 - Exigibilidade Suspensa por Decreto Judicial;
7 - Exigibilidade Suspensa por Processo
Administrativo.

Indicador de Indicador de Incentivo Fiscal. Valores válidos?


09 Incentivo N 102 102 1 SI 1 - Sim;
Fiscal 2 - Não.

3.14. PIS (PIS.TXT)

O arquivo PIS.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de tributação PIS no


DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código do PIS. Mesmo código utilizado no DJMonitor


01 ID PIS N 001 006 6 SI e no retaguarda.

02 Descrição N 007 066 60 AN Descrição para este registro de PIS.

03 CST N 067 068 2 N CST do PIS.

Tipo de cobrança do PIS. Valores válidos: P -


04 Tipo de PIS N 069 069 1 A Percentual e V - Valor.

Base de Base de cálculo do PIS. Com 2 c asas de c imais.


05 Cálculo N 070 074 5 N Se Tipo de PIS igual a V, informar 0.

Alíquota do PIS. Com 2 c asas de c imais. Se tipo


06 Alíquota N 075 078 4 N PIS igual a V, informar 0.

Valor do PIS. Com 2 c asas de c imais. Se tipo PIS


07 Valor do PIS N 079 088 10 N igual a P, informar 0.

3.15. PIS ST (PISST.TXT)

O arquivo PISST.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de tributação PIS ST no

46 / 113
DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código do PIS ST. Mesmo código utilizado no


01 ID PIS ST N 001 006 6 SI DJMonitor e no Retaguarda.

02 Descrição N 007 066 60 AN Descrição para este registro de PIS ST.

Tipo de PIS Tipo de cobrança do PIS ST. Valores válidos: P -


03 ST N 067 067 1 A Percentual e V - Valor.

Base de Base de cálculo do PIS ST. Com 2 c asas


04 Cálculo N 068 072 5 N de c imais. Se Tipo de PIS ST igual a V, informar 0.

Alíquota do PIS ST. Com 2 c asas de c imais. Se


05 Alíquota N 073 076 4 N tipo PIS ST igual a V, informar 0.

Valor do PIS Valor do PIS ST. Com 2 c asas de c imais. Se tipo


06 ST N 077 086 10 N PIS ST igual a P, informar 0.

3.16. Transportadoras (TRANSPOR.TXT)

O arquivo TRANSPOR.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de transportadoras no


DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 Reservado S 001 006 6 N Pre e nc he r c om ze ros ou vazio.

02 CNPJ/ CPF N 007 020 14 AN CNPJ/CPF da transportadora.

03 Nome N 021 080 60 AN Nome da transportadora.

04 Logradouro S 081 140 60 AN Endereço da transportadora.

05 Número S 141 200 60 AN Número do endereço da transportadora.

06 Complemento S 201 260 60 AN Complemento do endereço da transportadora.

07 Bairro S 261 320 60 AN Bairro do endereço da transportadora.

Código IBGE ou nome da cidade. Informar


08 Cidade S 321 350 30 AN preferencialmente o código IBGE.

09 UF S 351 352 2 A UF da transportadora.

10 CEP S 353 360 8 AN CEP do endereço da transportadora.

Telefone da transportadora no formato (XX)XXXX-


11 Fone S 361 374 14 AN XXXX ou sem a máscara.

Inscrição Inscrição Estadual da transportadora.


12 Estadual S 375 388 14 AN

13 E- mail S 389 448 60 AN E-mail da transportadora.

47 / 113
3.17. Veículos de Transportadoras (VEICULO.TXT)

O arquivo VEICULO.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de veículos de


transportadoras no DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 CNPJ/ CPF N 001 014 14 N CNPJ/CPF da transportadora.

02 Placa N 015 021 7 AN Placa do veículo.

03 UF N 022 023 2 A Estado do veículo.

04 RNTC N 024 043 20 AN RNTC do veículo.

05 RENAVAM N 044 054 11 AN RENAVAM do veículo.

06 Ano N 055 058 4 AN Ano do veículo.

07 Marca N 059 088 30 AN Marca do veículo.

08 Modelo N 089 118 30 AN Modelo do veículo.

09 Cor N 119 148 30 AN Cor do veículo.

10 Motorista N 149 198 50 AN Motorista do veículo.

11 OBS N 199 298 100 AN Observação.

3.18. Formas de Pagamento (FPAGTO.TXT)

O arquivo FPAGTO.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de formas de pagamentos


no DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código a ser usado para localizar a forma de


pagamento a ser atualizada, ou caso necessário
01 Cód. Interno N 001 002 2 AN cadastrada. É possível enviar o registro no arquivo
sem o zero à esquerda, o DJIntegração inclui
automaticamente se for necessário.

Código da forma de pagamento no sistema de


02 Cód. Externo N 003 012 10 AN retaguarda.

03 Descrição N 013 032 20 AN Descrição da forma de pagamento.

Descrição Descrição da forma de pagamento no ECF. (Várias


04 ECF N 033 047 15 AN formas podem usar uma única Descrição no ECF.)

05 Reservado N 048 052 5 A Espaç o re se rvado, pre e nc he r c om e spaç os

Código para vincular uma tecla de atalho a forma de


pagamento. Valore Válidos:
06 Tecla Atalho S 053 053 1 N 0 -Sem tecla de atalho;
2 - F2;
3 - F3;

48 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

4 - F4;
5 - F5;
6 - F6;
7 - F7.

Vendas à Pode ser usada para Vendas à vista. Valores válidos:


07 Vista S 054 054 1 A S - Sim;
N - Não.

Pode ser usada para Recebimentos. Valores válidos:


08 Recebimento S 055 055 1 A S - Sim;
N - Não.

Pode ser usada para Débitos no caixa. Valores válidos:


09 Débitos Caixa S 056 056 1 A S - Sim;
N - Não.

Pode ser usada para Créditos no caixa. Valores


Créditos válidos:
10 Caixa S 057 057 1 A S - Sim;
N - Não.

Código da forma de aprovação a ser exigida para essa


forma de pagamento Ve r Not as. Valores válidos:
N - Não exige Aprovação;
1 - Aprovado pelo Caixa;
3 - Aprovado pelo Gerente de Caixa;
5 - Aprovado pelo Gerente Geral;
9 - Aprovado pelo Super Usuário;
11 Aprovação S 058 058 1 AN A - Consultar DJACE;
V - Vale Credito;
L - TEF Dial (Redecard, Visa, Amex);
C - TEF Disc (TecBan);
H - TEF HiperTEF;
D - TEF ClisiTEF;
P - Informar pagamento com POS;
Q - Informar dados do cheque.

Tipo do troco a ser utilizado. Valores válidos:


12 Tipo Troco S 059 059 1 A D - Dinheiro;
V - Vale Crédito.

Valor mínimo permitido. Informar 0 caso não deseja


13 Valor Mínimo N 060 071 12 N especificar um valor mínimo. (Com 2 c asas
de c imais)

Valor máximo permitido. Informar 0 caso não deseja


14 Valor Máximo N 072 083 12 N especificar um valor máximo. (Com 2 c asas
de c imais)

Pode ser usada para pagamentos. Valores válidos:


15 Pagamentos S 084 084 1 A S - Sim;
N - Não.

Pode ser usada para correspondente bancário.


Corresponden Valores válidos:
16 te Bancário S 085 085 1 A S - Sim;
N - Não.

Pode ser usada para recarga. Valores válidos:


17 Recarga S 086 086 1 A S - Sim;
N - Não.

Tipo de pagamento. Valores válidos:


01 - Dinheiro;
02 - Cheque;
03 - Cartão Crédito;
04 - Cartão Débito;
Tipo 05 - Credito Loja;
18 Pagamento N 087 088 2 AN 10 - Vale Alimentação;
11 - Vale Refeição;
12 - Vale Presente;
13 - Vale Combustível;
15 - Boleto Bancário;
90 - Sem pagamento;
99 - Outro.

49 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Serial POS Código do serial POS(VFP-e).


19 (VFP- e) S 89 108 20 AN

Código do
20 Estabelecimen S 109 128 20 N Código do estabelecimento.
to
Pode ser usada para NF-e. Valores válidos:
21 NF- e S 129 129 1 A S - Sim;
N - Não.

Em qual posição na hora do pagamento da venda esta


Posição forma deve ser usada:
22 Obrigatória S 130 130 1 A N - Nenhuma
P - Primeira
U - Última

Número de 0 a 100. (0 = sem limite)


23 vezes de uso S 131 133 3 N

Saldo para N - Não


24 Valor Pago S 134 134 1 N S - Sim

Lista de
25 Formas de S 135 163 30 AN Ve r not as.
Pagamento

Indicador de Não enviar/vazio - Nenhum


26 pagamento S 165 165 1 AN 0 - Pagamento a Vista
1 - Pagamento a Prazo

Pode ser usada para Vale Presente. Valores válidos:


27 Vale Presente S 166 166 1 A S - Sim;
N - Não.

Notas:
o Campo 11: As formas de pagamento padrão, que já vem configuradas no sistema, não aceitarão
as seguintes formas de aprovação:
§ Dinheiro (DH): L,C,H,D,P,Q,V;
§ Cheque (CH): V;
§ Cartão (CA): N,1,3,5,9,A,V,Q;
§ A Prazo (AP): L,C,H,D,P,V;
§ Vale Crédito (VC): 1,2,3,5,9,A,L,C,H,D,P,Q;

o Campo 25: Formas de pagamento que não serão utilizadas com esta.
§ São permitidas no máximo 10 Formas de Pagamento diferentes.
§ Utilizar o Código Interno da Forma de Pagamento.
§ Caso alguma forma de pagamento não for localizada na base de dados do DJMonitor, ela não
será adicionada na lista.
§ Separar cada forma utilizada com vírgula (“,”), conforme o exemplo: “....DH,CH......”.

3.19. Planos de Pagamento (PLAPAGTO.TXT)

50 / 113
O arquivo PLAPAGTO.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de planos de
pagamentos no DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Código do plano de pagamento a ser utilizado no


01 Cód. Interno N 001 002 2 AN DJMonitor

Código do plano de pagamento no sistema de


02 Cód. Externo N 003 012 10 AN retaguarda.

03 Descrição N 013 032 20 AN Descrição do plano de pagamento.

Dias p/ Número de dias para entrada.


04 Entrada S 033 035 3 SI

Percentual Percentual para valor da entrada. (Com 3 c asas


05 Entrada N 036 041 6 N de c imais)

Quantidade de Quantidade de parcelas do plano. Valor mínimo para


06 Parcelas S 042 044 3 SI este campo é 1, caso seja informado um valor menor
no arquivo será gravado com o valor 1.

Intervalo Intervalo de dias entre o vencimento das parcelas.


07 entre S 045 047 3 SI Se o campo 06 for maior que 1, este campo deverá
Parcelas ter um valor superior a 0.

Parâmetro informando se o DJPDV deve manter


Manter Dia sempre o mesmo dia para o vencimento. Valores
08 Vencimento S 048 048 1 A válidos:
S - Sim;
N - Não.

Parâmetro informando se o DJPDV deve exigir o


cadastramento do Cheque. Valores válidos:
09 Exige Cheque S 049 049 1 A S - Sim;
N - Não.

Prazo Médio Prazo médio para o plano.


10 Max. S 050 053 4 N

Desconto Percentual mínimo de desconto. Com 3 c asas


11 Mínimo N 054 058 5 N de c imais.

Percentual máximo de desconto. Com 3 c asas


Desconto de c imais Percentual deve ser maior ou igual ao
12 Máximo N 059 063 5 N informado no campo 11. Percentual máximo é de
99,99%

Acréscimo Percentual mínimo de acréscimo. Com 3 c asas


13 Mínimo N 064 069 6 N de c imais

Acréscimo Percentual máximo de acréscimo. Percentual deve


14 Máximo N 070 075 6 N ser maior ou igual ao informado no campo 13.
Percentual máximo é de 99,99%

Utilizar Parâmetro para informar se utilizará o desconto do


cadastro do produto. Valores válidos:
15 Desconto do S 076 076 1 A S - Sim;
Produto N - Não.

Define quais formas de pagamento poderão ou não


ser utilizadas pelo plano. Valores válidos:
Tipo T - Todas as formas são permitidas;
Restrição para P - Permitir apenas as formas informadas no Campo
16 Forma S 077 077 1 A 17;
N - Não permitir as formas informadas no Campo 17.
Pagamento
Caso seja informado qualquer valor diferente dos
citados acima, será grava a opção "T".

51 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Lista de Formas de pagamento que poderão ou não ser


17 Formas de S 078 107 30 AN utilizadas pelo plano.
Pagamento

18 Observação S 108 157 50 AN Breve explicação sobre o plano.

Máximo Quantidade máxima de parcelas permitidas no plano.


19 Parcelas S 158 160 3 N

Parâmetro para informar se o DJDPV irá recalcular o


Recalcular valor das parcelas ao realizar alguma alteração.
20 Parcelas S 161 161 1 A Valores Válidos:
S - Sim;
N - Não;

Notas:

· Campo 17 (Formas de Pagamento da Restrição)


o Esta informação apenas será utilizada se o Campo 16 for diferente de “T”.
o São permitidas no máximo 10 Formas de Pagamento diferentes.
o Utilizar o Código Interno da Forma de Pagamento.
o Caso alguma forma de pagamento não for localizada na base de dados do DJMonitor, ela não será
adicionada na lista de Formas de Pagamento do Plano.
o Separar cada forma utilizada com vírgula (“,”), conforme o exemplo: “....DH,CH......”

3.20. Administradoras de Cartão (ADMIN.TXT)

O arquivo ADMIN.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização da tabela de administradoras de


cartão no DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 Cód. Interno N 001 006 6 AN Código da administradora a ser utilizado no DJMonitor

02 Descrição N 007 036 30 AN Descrição da administradora.

03 Nome N 037 086 50 AN Nome da administradora.

04 CNPJ S 087 100 14 AN CNPJ da administradora.

Inscrição Inscrição Estadual da administradora.


05 Estadual S 101 120 20 AN

06 Endereço S 121 170 50 AN Endereço da administradora.

07 Número S 171 180 10 AN Número refente ao endereço da administradora.

Complemento referente ao endereço da


08 Complemento S 181 210 30 AN administradora.

09 Bairro S 211 240 30 AN Bairro referente ao endereço da administradora.

52 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

10 UF S 241 242 2 A Estado da administradora.

11 Cidade S 243 272 30 AN Código IBGE ou nome da cidade da administradora.

Bandeira da administradora.. Valores Válidos:


01 - Visa;
02 - MasterCard;
03 - American Express;
04 - Sorocred;
12 Bandeira N 273 274 2 N 05 - Diners Club
06 - Elo
07 - Hiper Card
08 - Aura
09 - Cabal
99 - Outros.

Dias até
13 Receber S 275 277 3 SI Dias para receber débito.
Débito

Dias até
14 Receber S 278 280 3 SI Dias para receber crédito.
Crédito

Dia Dia fechamento mês.


15 Fechamento S 281 282 2 SI

Mensalidade da administradora, c om 3 c asas


16 Mensalidade S 283 294 12 N de c imais.

3.21. Perguntas Lista da Vez (PERGUNTA.TXT)

O arquivo PERGUNTA.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização das perguntas da lista da vez no
DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 Cód. Externo N 001 010 10 AN Código da pergunta no sistema de retaguarda.

02 Descrição N 011 060 50 AN Pergunta que será apresentada no questionário.

Apenas as perguntas marcadas como ativas serão


mostrados na tela de preenchimento da Lista da Vez.
03 Ativo N 061 061 1 A Valores Válidos:
S - Sim;
N - Não.

04 Dica S 062 162 100 AN Dica da pergunta.

Nota:

· Para cancelar uma Pergunta, informe o campo "Descrição" vazio.

3.22. Motivo de Cancelamento (MOTIVOCA.TXT)

O arquivo MOTIVOCA.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização dos motivos de cancelamento no


DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

53 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 Cód. Motivo N 001 006 6 SI Código do motivo de cancelamento.

02 Descrição N 007 106 100 AN Descrição do motivo de cancelamento.

Tipo de cancelamento pode ser:


G - Geral;
03 Tipo N 107 107 1 A V - Vendas;
I - Itens.

Nota:

· Para cancelar um Motivo de Cancelamento, informe o campo "Descrição" vazio.

3.23. Motivo de Desconto (MOTIVODC.TXT)

O arquivo MOTIVODC.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização dos motivos de desconto no


DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 Cód. Motivo N 001 006 6 SI Código do motivo de desconto.

02 Descrição N 007 106 100 AN Descrição do motivo de desconto.

Tipo de desconto pode ser:


G - Geral;
03 Tipo N 107 107 1 A V - Vendas;
I - Itens.

Nota:

· Para cancelar um Motivo de Desconto, informe o campo "Descrição" vazio.

3.24. Motivo de Devolução (MOTIVOVC.TXT)

O arquivo MOTIVOVC.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização dos motivos de vale crédito no
DJMonitor. Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 Cód. Motivo N 001 006 6 SI Código do motivo de vale crédito.

02 Descrição N 007 036 30 AN Descrição do motivo de vale crédito.

Tipo de devolução pode ser:


03 Tipo N 037 037 1 A D - Devolução;
B - Bonificação.

54 / 113
Nota:

· Para cancelar um Motivo de Vale Crédito, informe o campo "Descrição" vazio.

3.25. Operadores (OPERADOR.TXT)

O arquivo OPERADOR.TXT tem a função de realizar a inclusão/atualização dos operadores no DJMonitor.


Segue abaixo a tabela com o leiaute do arquivo:

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 CNPJ Loja N 001 014 14 AN CNPJ da loja a qual o operador será vinculado.

Código Código do operador no aplicativo de retaguarda.


02 Externo N 015 034 20 AN

03 Login N 035 044 10 AN Login utilizado para acessar o DJPDV/DJMonitor.

04 Nome N 045 074 30 AN Nome do operador.

Telefone do operador no formato (XX)XXXX-XXXX


05 Telefone S 075 088 14 AN ou sem a máscara.

Celular do operador no formato (XX)XXXXX-XXXX


06 Celular S 089 102 14 AN ou sem a máscara.

07 E- mail S 103 152 50 AN E-mail do operador.

08 Obs. S 153 232 80 AN Observações referentes ao operador.

Código do perfil ao qual o operador pertence. (Deverá


09 ID Perfil N 233 238 06 N ser informado um dos códigos existentes no
DJMonitor)

Ação Valores válidos:


R - Renovar Senha;
10 Vencimento N 239 239 01 A B - Bloquear Acesso;
Senha I - Senha sem vencimento.

Senha do Operador. Deve ser informada em


Hexadecimal.
11 Senha S 240 259 20 AN Exemplo: 'A' = 65 em ASCII que é igual a 41 em
hexadecimal.

Data de
12 cadastro da S 260 267 8 D Data da realização do cadastro da senha do operador
senha

Data de
13 validade da S 268 275 8 D Data de validade da senha do operador
senha

Nota:

· Para cancelar um Operador, informe o campo "Nome" vazio.

3.26. Leiaute do arquivo importação de Pré-Venda

Descrição do arquivo

O arquivo poderá conter uma ou várias pré-vendas, para cada pré-venda poderão existir até sete tipos de

55 / 113
registro, conforme descrito abaixo. Estes registros deverão ser organizados hierarquicamente conforme
demonstrado abaixo, caso não sejam enviados na ordem abaixo pré-venda não será importada.

· PRE – Cabeçalho da Pré-venda (Um por Pré-venda);


o PIT – Itens da Pré-venda (Um ou vários por registro PRE);
o PEN – Informações para entrega (Um ou nenhum por registro PRE);
o PPA – Parcelamento da Pré-venda (Um, vários ou nenhum por registro PRE);
o PFP – Formas de Pagamento da Pré-venda (Um, vários ou nenhum por registro PRE);
o PCH – Inclusão de Cheques (Um, vários ou nenhum por registro PRE se existir registro PFP para
cheque);
o PRG – Relatório Gerencial da Pré-venda (Um, vários ou nenhum por registro PRE).

O arquivo deve ser gerado com o nome referente ao número sequencial de geração do arquivo, sendo que
deve ser preenchido com zeros a esquerda para que o nome do arquivo possua 8 posições mais a extensão “.djp”,
por exemplo, para um arquivo com código de geração “500”, o nome do arquivo será “00000500.djp”.

Regras de criação

Os campos deverão ser separados entre si pelo caractere pipe “|”, após o último campo também deverá ser
adicionado um pipe e mesmo para campos opcionais é obrigatório informar os pipes, mesmo que seja informado
vazios. Para campos numéricos que possuem casas decimais, informar o ponto "." como separador de decimais,
observar na especificação do campo a quantidade de casas decimais.

Códigos Externos

Os códigos externos de clientes, planos de pagamento e produtos serão os códigos internos do programa
de retaguarda, caso algum destes códigos não seja informado, a pré-venda não será incluída.

Inclusão/Alteração de Produtos

Ao importar os itens da pré-venda, será verificado se os mesmos já estão cadastrados no DJMonitor, se


ainda não estiver, será feito o cadastro, caso contrário as informações sobre o produto serão atualizadas.
Para cadastrar o produto é necessário informar os campos 1,2,3,4,5,8,9,10,13,14 do registro PIT. Se o
produto já estiver cadastrado no DJMonitor os campos 10 a 48 do registro PIT são opcionais, mas mesmo assim é
obrigatório informar os pipes até o campo 41, mesmo que seja informado vazios.

3.26.1. Registro PRE - Cabeçalho da Pré-Venda

56 / 113
SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Tipo de Registro AN Fixo PRE

Número da Pré- Número da pré-venda no retaguarda, será gravado no DJMonitor como código
02 Venda AN externo. Tamanho máximo de 20 caracteres.

03 Data/ Hora de Emissão D Data e hora de emissão da pré-venda. Formato: DDMMAAAAHHMMSS

Código_Externo Código externo do cliente. Tamanho máximo de 20 caracteres.


04 Cliente AN

05 Nome Cliente AN Nome do cliente. Tamanho máximo de 60 caracteres.

CPF/ CNPJ do CPF ou CNPJ do cliente, conforme for o caso. Tamanho máximo de 20
06 Cliente AN caracteres.

Código Externo do Código do plano de pagamento no programa retaguarda. Tamanho máximo de 10


07 Plano de Pagamento AN caracteres.

Valor total dos itens. (Sem os descontos (Campo 09) ou acréscimos (Campo 10)).
08 Subtotal N Com 2 c asas de c imais.

09 Valor Desconto N Valor do desconto no valor total da pré-venda. Com 2 c asas de c imais.

10 Valor Acréscimo N Valor do acréscimo no valor total da pré-venda. Com 2 c asas de c imais.

Somatório da quantidade de itens inclusos na pré-venda. Com 3 c asas


11 Total de Itens N de c imais.

Código Externo do Código do vendedor no programa retaguarda. Tamanho máximo de 20 caracteres.


12 Vendedor AN

13 Observações AN Observações gerais sobre a pré-venda. Tamanho máximo de 200 caracteres.

RG/ Inscrição RG ou Inscrição Estadual do cliente, conforme o caso. Tamanho máximo de 20


14 Estadual AN caracteres.

15 Endereço AN Endereço do cliente. Tamanho máximo de 50 caracteres.

16 Número AN Número referente ao endereço do cliente. Tamanho máximo de 10 caracteres.

Complemento referente ao endereço do cliente. Tamanho máximo de 30


17 Complemento AN caracteres.

18 Bairro AN Bairro referente ao endereço do cliente. Tamanho máximo de 30 caracteres.

Pode ser informado o nome da cidade ou o código IBGE. Tamanho máximo de 30


19 Cidade AN caracteres.

20 UF A Estado do cliente. Tamanho máximo de 2 caracteres.

21 CEP AN CEP do cliente. Formato 00000-000. Tamanho máximo de 10 caracteres.

22 Nível Crédito SI Valores válidos entre 0 - Cliente Bloqueado e 9 - Cliente VIP.

23 E- mail AN E-mail do cliente. Tamanho máximo de 60 caracteres.

Código interno do terminal em que essa pré-venda será processada. Se


24 Terminal AN informado, e ssa pré - ve nda apare c e rá ape nas no t e rminal
c orre sponde nt e .

Número da comanda. Tamanho máximo varia de ac ordo c om o


25 Comanda AN c onfigurado no DJ Monit or.

Nota:

57 / 113
· Caso o cliente não esteja cadastrado no DJMonitor: informe os campos referentes aos dados cadastrais do
cliente (campos 4 a 6 e 14 a 23), caso estes campos sejam informados e o cliente já exista no DJMonitor,
será feita a atualização do cadastro do cliente.

· Caso não deseje que o cliente seja cadastrado no DJMonitor ou vai informar o cliente apenas no momento que
for efetuar a venda deixe o campo 4 (Código Externo Cliente) vazio.

3.26.2. Registro PIT - Itens da Pré-Venda

SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Tipo de Registro AN Fixo PIT

02 Sequência SI Número de sequência do item na pré-venda.

Código Externo do Código do produto no programa de retaguarda. Tamanho máximo de 20 caracteres.


03 Produto AN

04 Quantidade AN Quantidade a ser vendida. Com 3 c asas de c imais.

05 Preço Unitário N Preço unitário do produto. Com 3 c asas de c imais.

06 Valor Desconto N Valor do desconto no produto. Com 2 c asas de c imais.

07 Valor Acréscimo N Valor do acréscimo no produto. Com 2 c asas de c imais.

Valor total dos itens levando em consideração os descontos e acréscimos. Com


08 Total Líquido N 2 c asas de c imais.

Código de barras do produto (não devem existir produtos diferentes com o mesmo
09 Código de Barras AN código de barras). Tamanho máximo de 20 caracteres.

10 Descrição AN Descrição do produto. Tamanho máximo de 120 caracteres.

11 Complemento AN Complemento da descrição do produto. Tamanho máximo de 500 caracteres.

12 Unidade de Medida AN Unidade de medida do produto (Usar no máximo 4 caracteres).

Situação tributária do produto. Valores Válidos:


F - Substituição Tributaria 1;
G - Substituição Tributaria 2;
H - Substituição Tributaria 3;
I - Isento 1;
J - Isento 2;
13 Situação Tributária A K - Isento 3;
N - Não Tributado 1;
O - Não Tributado 2;
P - Não Tributado 3;
Q - Isento ISSQN;
S - Tributada pelo ISSQN;
T - Tributada pelo ICMS.

Alíquota do ICMS ou ISS, caso não haja incidência destes impostos, informar 0.
14 ICMS N Com 2 c asas de c imais.

'S' ou 'N' - Use 'S' para produtos "pesáveis" onde a etiqueta contem o c ódigo e
15 Calcula Quantidade A a quant idade ou o valor t ot al. Nesse caso o campo Código de Barras deve ter
apenas 4 dígitos. Use 'N' para produtos não "pesáveis".

Bloqueia Quantidade 'S' ou 'N' - Se 'S' não permite a digitação de decimais nesse produto. (Ex: 1,5 coca
16 Fracionária A cola). Se calcula quantidade = 'S' ou bloqueia quantidade = 'S' assume se 'S' neste
campo. Use 'N' para não bloquear a digitação da quantidade fracionária.

'S' ou 'N' - Se 'S' não permite a digitação a quantidade para este produto, vende
17 Bloqueia Quantidade A sempre 1. Se calcula quantidade = 'S' assume se 'S' neste campo. Use 'N' para não
bloquear a digitação da quantidade.

18 Produção Própria A Se o produto é de produção própria. S - Sim, N - Não

58 / 113
SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

19 Quantidade Estoque N Quantidade em estoque do produto. Com 3 c asas de c imais

Descrição adicional para o produto. O texto informado aqui é impresso no cupom


20 Descrição Adicional N fiscal. Pode ser usado para número de série do item, por exemplo. Máximo de 40
caracteres..

Código do vendedor que incluiu o item. (Este código é o mesmo da tabela de


vendedores do DJMonitor, não é utilizado o código externo, por isso a tabela de
21 Código do vendedor AN vendedores deve ser cadastrada com os mesmos códigos utilizados pelo
retaguarda. Máximo de 6 caracteres).

Nome do vendedor, caso o mesmo não seja encontrado na tabela de vendedores,


22 Nome do Vendedor AN ele será incluído, caso este campo seja informado. Máximo de 30 caracteres.

23 Gtin Contábil AN Tamanho máximo de 20 caracteres.

24 EX TIPI AN Tamanho máximo de 20 caracteres.

25 Gtin Tributável AN Tamanho máximo de 20 caracteres.

26 ID ICMS N Chave estrangeira para a tabela ICMS. Máximo de 6 dígitos.

27 ID IPI N Chave estrangeira para a tabela IPI. Máximo de 6 dígitos.

28 ID ISSQN N Chave estrangeira para a tabela ISSQN. Máximo de 6 dígitos.

29 ID II N Chave estrangeira para a tabela II. Máximo de 6 dígitos.

30 ID PIS N Chave estrangeira para a tabela PIS. Máximo de 6 dígitos.

31 ID PIS ST N Chave estrangeira para a tabela PIS ST. Máximo de 6 dígitos.

32 IS COFINS N Chave estrangeira para a tabela COFINS. Máximo de 6 dígitos.

33 ID COFINS ST N Chave estrangeira para a tabela COFINS ST. Máximo de 6 dígitos.

Este campo se torna obrigatório para a lei dos impostos 12.741/2012. Tamanho
34 NCM AN máximo de 20 caracteres. Ve r not as.

35 KIT A Informe 'S' caso este produto seja um Kit, do contrário informe 'N'.

Prazo, em dias, para devolução de um item específico. '0' para sem prazo de
36 Prazo de Devolução AN devolução, '-1' para não permitir a devolução.

37 CEST N Obrigatório para produtos com substituição tributária a partir de 01/04/2016.

38 Controle de Estoque AN 'S' ou ' ' (vazio) para controlar o estoque e 'N' para não controlar.

39 ANP N Código ANP (Agência Nacional de Petróleo)

Informe 'S' para habilitar a checagem de peso, caso seja um produto pesável, do
40 Dupla Pesagem A contrário informe 'N'.

Porcentagem da margem de segurança para a liberação do item na checagem de


41 Margem de Segurança N peso. Com 2 c asas de c imais.

'S' - Es cala Relevante


42 Indicador de Escala A 'N' - Es cala Não Relevante.
Informar ' ' (vazio) se não for ut ilizar.

43 CNPJ do Fabricante AN CNPJ do Fabricante da Mercadoria

Código do Benefício
44 Fiscal AN

Percentual do GLP derivado de petróleo do produto GLP. Com 4 c asas


45 Porcentagem de GLP N de c imais.

59 / 113
SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

46 Porcentagem de GNN N Percentual de Gás Natural Nacional. Com 4 c asas de c imais.

47 Porcentagem de GNI N Percentual de Gás Natural Importado. Com 4 c asas de c imais.

Valor do quilograma sem ICMS. Com at é 1 3 c asas int e iras e 2 c asas


48 Valor de Partida N de c imais.

Informa qual é o tipo do desconto do produto informado no campo 50.


49 Tipo Desconto A 'V' - Desconto em Valor
'P' - Desconto em Porcentagem.

Desconto para este produto, c om 3 c asas de c imais. (Est e é o de sc ont o


do c adast ro do produt o e se rá aplic ado e m t odas as ve ndas c om
e st e produt o, não ape nas na pré - ve nda.)
50 Tipo Desconto N Utilizar o campo 49 para informar se o desconto é por valor ou por porcentagem.
Por padrão é porcentagem.
Utiliza o desconto apenas se configurado nos Planos de Pagamento.

51 Unidade Tributável A Unidade tributável do produto. (Usar no máximo 4 caracteres).

52 Quantidade Tributável N Quantidade Tributável. Com at é 1 1 c asas int e iras e 4 c asas de c imais.

Nota:

· Será feita a checagem se a somatória dos itens incluindo os descontos e acréscimos dados no mesmo,
confere com o subtotal da Pré-venda;

· Campo 19 - QTD_Estoque: É possível informar uma quantidade "x" para um produto que está com estoque
negativo mesmo se o parâmetro Bloquear Venda estiver habilitado no DJMonitor.

· Campo 34 NCM:
o Pode ser informado vazio, porém pode causar erros na venda e no cadastro de produtos do DJMonitor,
pois esse campo só deixa de ser validado no cadastro se o parâmetro "Imprimir Total de Impostos
no Rodapé do Cupom" no DJMonitor estiver desabilitado.
o Se informado será validado de acordo com os dados da tabela IBPT cadastrada no DJMonitor.

3.26.3. Registro PEN - Informações para Entrega

Este registro é opcional e só deverá existir no caso de haver a entrega da compra, após a pré-venda ter sido
efetivada.

SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Tipo de Registro AN Fixo PEN

02 Endereço AN Endereço referente a entrega. Tamanho máximo de 50 caracteres.

03 Número AN Número referente ao endereço de entrega. Tamanho máximo de 20 caracteres.

Complemento referente ao endereço de entrega. Tamanho máximo de 30


04 Complemento AN caracteres.

05 Bairro AN Bairro referente ao endereço de entrega. Tamanho máximo de 30 caracteres.

Cidade ou código IBGE referente ao endereço de entrega. Tamanho máximo de


06 Cidade AN 30 caracteres.

60 / 113
SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

07 UF AN Estado referente ao endereço de entrega. Tamanho máximo de 2 caracteres.

CEP referente ao endereço de entrega. Formato: XXXXX-XXX. Tamanho máximo


08 CEP AN 10 caracteres.

09 OBS AN Observações referentes a entrega. Tamanho máximo de 80 caracteres.

10 Data e Hora Entrega AN Data e hora referente a entrega. Formato: AAAAMMDDHHMMSS

3.26.4. Registro PPA - Parcelamento da Pré-Venda

Este registro é opcional e só deverá ser informado se o parcelamento for feito no próprio sistema de
Retaguarda.

SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Tipo de Registro AN Fixo PPA

02 Vencimento D Data do vencimento da parcela. Formato: DDMMAAAA

03 Valor N Valor da parcela. Com 2 c asas de c imais.

04 Obs AN Observações sobre a parcela. Máximo de 80 caracteres

05 Número Duplicata AN Número da duplicata.

Notas:

· Caso a data vencimento seja menor ou igual à data atual, a parcela será considerada como à vista, ou seja,
uma entrada, portanto ao processar a pré-venda o DJPDV solicitará seu pagamento caso não tenha sido
informado no registro PFP.

· Caso seja detectada uma diferença entre o total da pré-venda e o total das parcelas e se o total das parcelas
for inferior ao total da pré-venda em até R$0.05, o valor da diferença será adicionado na última parcela.

· Caso o Número Duplicata não esteja informado, quando a importação do arquivo for realizada, a sequência
será calculada e preenchida automaticamente.

3.26.5. Registro PFP - Formas de Pagamento da Pré-Venda

Este registro é opcional e só deverá ser informado se a definição das Formas de Pagamento utilizadas for
feita no próprio sistema de Retaguarda.

SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Tipo de Registro AN Fixo PFP

Identificação da Tamanho máximo 20 caracteres.


02 Forma de pagamento AN

03 Valor N Valor do pagamento. Com 2 c asas de c imais.

61 / 113
Notas:

· Caso este registro "Identificação da Forma de Pagamento" seja informado, primeiro será feita uma pesquisa
pela forma de pagamento através do campo código externo, caso não seja localizado então será pesquisado
no campo Descrição_ECF, se o valor informado no campo não for localizado em nenhum dos campos citados
anteriormente a pré-venda não será importada.

· Caso o valor informado seja maior que o total do cupom o DJPDV calculará o valor do troco.

· A forma de pagamento padrão "AP" e de uso interno e não pode ser utilizada neste registro.

3.26.6. Registro PCH - Inclusão de Cheques

Este registro é opcional e é utilizado para quando a forma de pagamento for igual a cheque, podendo assim
já informar os dados dos cheques.

SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Tipo de Registro AN Fixo PCH

02 Compensação N Tamanho de 3 caracteres.

03 Banco N Tamanho de 3 caracteres.

04 Agência N Tamanho de 4 caracteres.

Agência Dígito Tamanho máximo 1 caractere.


05 Verificador N

06 Número da conta N Tamanho máximo de 10 caracteres.

Conta Dígito Tamanho máximo de 1 caractere.


07 Verificador N

08 Número o Cheque N Tamanho máximo de 6 caracteres.

Cheque Dígito Tamanho máximo 1 caractere.


09 Verificador N

10 Valor N Com 2 c asas de c imais.

11 Data de Vencimento D Formato: DDMMAAAA

12 Nome Cliente AN Tamanho máximo de 50 caracteres.

CPF/ CNPJ do CPF ou CNPJ máximo de 20 caracteres.


13 Cliente AN

14 Telefone do Cliente AN Telefone Residencial/Comercial. Formato (XX)XXXX-XXXX

15 Observação AN Tamanho máximo de 80 caracteres.

Nota: Será dado apenas um alerta e o cheque não será incluído caso o registro PCH seja informado e:
§ Registro PFP de cheque não seja informado;
§ Valores diferentes entre os registro PCH e PFP;

62 / 113
§ Os registro PFP e PCH estiverem fora de ordem, ou seja, o primeiro registro PFP de cheque
deve corresponder ao primeiro registro PCH.

3.26.7. Registro PRG - Relatório Gerencial da Pré-Venda

Este registro é opcional e é utilizado para imprimir um relatório gerencial após a emissão do cupom fiscal.
Este recurso pode ser utilizado para imprimir informações específicas para o cliente em questão, como o exemplo
abaixo para demonstrar os pontos acumulados pelo cliente num programa de fidelidade.

SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Tipo de Registro AN Fixo PRG

02 Linha a ser impressa AN Cada reg is tro PRG s erá uma linha a s er impres s a.

3.27. Arquivo resposta da importação das Pré-Vendas

Sempre que a importação de um arquivo de pré-vendas for concluída, será gerado um arquivo de resposta,
contendo o número da pré-venda informado pelo sistema de retaguarda no arquivo de importação e o número da
pré-venda gerado no processo de importação, é com este número que a pré-venda será transformada em venda no
caixa.
O nome deste arquivo, será o mesmo do arquivo de importação de pré-vendas, mudando apenas a
extensão, que neste caso será “.djr”. Como por exemplo, se o arquivo de importação das pré-vendas for
00000100.djp, o nome do arquivo de resposta será 00000100.djr.

Exemplo de registro: 00001|10|

3.28. Leiaute do arquivo de importação do Kardex (Movimentação dos Produtos no


Retaguarda)

Este arquivo terá a finalidade de atualizar o estoque de produtos e a tabela kardex, com as movimentações
efetuadas no retaguarda (Entradas e Saídas de produtos). O arquivo deve ser gerado com o nome referente ao
número sequencial de geração do arquivo, sendo que deve ser preenchido com zeros a esquerda para que o nome
do arquivo possua 8 posições mais a extensão “.kdx”, por exemplo, para um arquivo com código de geração “500”,
o nome do arquivo será “00000500.kdx”.

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Número
01 Documento N 001 020 20 AN Número do documento ao qual o item pertence.
Origem

Código
02 Externo N 021 040 20 AN Código do produto no programa retaguarda.
Produto

03 Preço N 041 052 12 N Preço unitário do produto. Com 3 c asas

63 / 113
POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

Unitário de c imais.

Quantidade Quantidade Movimentada. Com 3 c asas de c imais.


04 Movimentada N 053 064 12 N

05 Reservado S 065 078 14 Preencher com e spaç os ou 0 (ze ros).

Tipo S - Saída;
06 Lançamento N 079 079 1 A E - Entrada;
A - Acerto.

CNPJ CNPJ da empresa com a máscara (".", "-" e "/").


07 Empresa S 080 097 18 A

Valor do ICMS Valor total do ICMS informado como débito da


operação ou prestação praticada pelo fornecedor da
08 do S 98 109 12 N mercadoria, quando for o caso. Com 2 c asas
Fornecedor de c imais. Ve r Not as

Base de
09 Calculo do S 110 121 12 N Com 2 c asas de c imais. Ve r Not as
ICMS ST

Valor do ICMS Com 2 c asas de c imais. Ve r Not as


10 ST S 122 133 12 N

Notas:

· Ao informar o Tipo de Lançamento “A”, informe nos campos:


o Quantidade Movimentada: a quantidade atual em estoque do item, ao ser importado será feito um
cálculo para determinar se será feito um lançamento negativo ou positivo no kardex;
o Preço Unitário: informe o preço do produto no momento da geração do arquivo.

· Caso o CNPJ não seja informado será considerado que a movimentação efetuada é referente a loja cadastrada
no DJMonitor com o código 1, o CNPJ presente no primeiro item será utilizado para todos os outros.

· Campos 08, 09 e 10: Só serão importados se no campo 06 - Tipo de Lançamento foi informado 'E'.

3.29. Leiaute do arquivo de atualização de preços (PRECO.TXT)

A fim de facilitar e agilizar a atualização de preços dos produtos cadastrados no DJMonitor é possível
atualizar o preço dos produtos através do arquivo PRECO.TXT.

POSIÇÃO
SEQ. CAM PO OPCIONAL BYTES TIPO DESCRIÇÃO
INÍCIO FIM

01 Código Barras N 001 020 20 AN Código de Barras do produto a ser atualizado.

Preço Preço unitário do produto. Com 3 c asas


02 Unitário N 021 032 12 AN de c imais.

64 / 113
· Caso o código de barras informado no arquivo não seja localizado no banco de dados do DJMonitor, a
atualização não será efetuada.

· Não é permitido informar o preço de venda com valor zerado.

· Caso o preço de venda informado no arquivo seja igual ao atual, a atualização não será efetuada.

3.30. Leiaute do arquivo de importação de DAV

Descrição do arquivo

O arquivo poderá conter um ou vários DAVs, para cada DAV poderão existir até dois tipos de registro: DAV
que é composto pelas informações gerais do DAV (data, valor, plano, etc…) e DIT que é composto pelas
informações de cada item da DAV. Estes registros deverão ser organizados hierarquicamente, da seguinte
maneira:

· DAV – Cabeçalho da DAV (Um por DAV);


o DIT – Itens da DAV (Um ou vários por registro DAV).

O arquivo deve ser gerado com o nome referente ao número sequencial de geração do arquivo, sendo que
deve ser preenchido com zeros a esquerda para que o nome do arquivo possua 8 posições mais a extensão “.djd”,
por exemplo, para um arquivo com código de geração “800”, o nome do arquivo será “00000800.djd”.

Regras de criação

Os campos deverão ser separados entre si pelo caractere pipe “|”, após o último campo também deverá ser
adicionado um caractere pipe e mesmo para campos opcionais é obrigatório informar os pipes, mesmo que seja
informado vazios. Para campos numéricos que possuem casas decimais, informar o ponto "." como separador de
decimais. Observar na especificação do campo a quantidade de casas decimais.

Códigos Externos

Os códigos externos de clientes, planos de pagamento e produtos serão os códigos internos do programa
de retaguarda, caso algum destes códigos não seja informado, a DAV não será incluída.

Inclusão/Alteração de Produtos

Ao importar os itens da DAV, será checado se os mesmos já estão cadastrados no DJMonitor, se ainda
não estiverem, será feito o cadastro, caso contrário, somente as informações sobre o produto serão atualizadas.
Para cadastrar o produto é necessário informar os campos 1,2,3,4,5,8,9,10,13,14 do registro DIT. Se o
produto já estiver cadastrado no DJMonitor os campos 10 a 48 do registro DIT são opcionais, mas mesmo assim é

65 / 113
obrigatório informar os pipes até o campo 41, mesmo que seja informado vazios.

3.30.1. Registro DAV - Cabeçalho do DAV

SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Tipo de Registro AN Fixo DAV

Número do DAV no retaguarda, será gravado no DJMonitor como Número


02 Número DAV AN Externo. Tamanho máximo de 20 caracteres.

03 Data/ Hora de Emissão D Data e hora de emissão do DAV. Formato: DDMMAAAAHHMMSS

Código Externo Código externo do cliente. Tamanho máximo de 20 caracteres.


04 Cliente AN

05 Nome Cliente AN Nome do cliente. Tamanho máximo de 60 caracteres.

CPF/ CNPJ do CPF ou CNPJ do cliente, conforme for o caso. Tamanho máximo de 20
06 Cliente AN caracteres.

Código Externo do Código do plano de pagamento no programa retaguarda. Tamanho máximo de 10


07 Plano de Pagamento AN caracteres.

Valor total dos itens. (Sem os descontos (Campo 09) ou acréscimos (Campo 10)).
08 Subtotal N Com 2 c asas de c imais.

09 Valor Desconto N Valor do desconto no valor total do DAV. Com 2 c asas de c imais.

10 Valor Acréscimo N Valor do acréscimo no valor total do DAV. Com 2 c asas de c imais.

11 Total de Itens N Quantidade de itens no DAV. Com 3 c asas de c imais.

Código Externo do Código do vendedor no programa retaguarda. Tamanho máximo de 20 caracteres.


12 Vendedor AN

13 Observações AN Observações gerais sobre o DAV. Tamanho máximo de 200 caracteres.

RG/ Inscrição RG ou Inscrição Estadual do cliente, conforme o caso. Tamanho máximo de 20


14 Estadual AN caracteres.

15 Endereço AN Endereço do cliente. Tamanho máximo de 50 caracteres.

16 Número AN Número referente ao endereço do cliente. Tamanho máximo de 10 caracteres.

Complemento referente ao endereço do cliente. Tamanho máximo de 30


17 Complemento AN caracteres.

18 Bairro AN Bairro referente ao endereço do cliente. Tamanho máximo de 30 caracteres.

Pode ser informado o nome da cidade ou o código IBGE. Tamanho máximo de 30


19 Cidade AN caracteres.

20 UF A Estado do cliente. Tamanho máximo de 2 caracteres.

21 CEP AN CEP do cliente. Formato 00000-000. Tamanho máximo de 10 caracteres.

Nível de crédito de 0 a 9 onde:


22 Nível Crédito SI 0 = Cliente Bloqueado, 9 = Cliente VIP.

23 E- mail AN E-mail do cliente. Tamanho máximo de 60 caracteres.

Código interno do terminal em que essa pré-venda será processada. Se


24 Terminal AN informado, e sse DAV apare c e rá ape nas no t e rminal c orre sponde nt e

Notas:

66 / 113
· Identificação do cliente é necessário, caso o cliente não esteja cadastrado no DJMonitor, informe os campos
referentes aos dados cadastrais do cliente (campos 14 a 23), caso estes campos sejam informados e o
cliente já exista no DJMonitor, será feita a atualização do cadastro do cliente.

3.30.2. Registro DIT - Itens do DAV

SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Tipo de Registro AN Fixo DIT

02 Sequência SI Número de sequência do item no DAV.

Código Externo do Código do Produto no programa de Retaguarda. Tamanho máximo de 20


03 Produto AN caracteres.

04 Quantidade AN Quantidade a ser vendida. Com 3 c asas de c imais.

05 Preço Unitário N Preço unitário do produto. Com 3 c asas de c imais.

06 Valor Desconto N Valor do desconto no produto. Com 2 c asas de c imais.

07 Valor Acréscimo N Valor do acréscimo no produto. Com 2 c asas de c imais.

Valor total dos itens levando em consideração os descontos e acréscimos. Com


08 Total Líquido N 2 c asas de c imais.

Código de barras do produto (não devem existir produtos diferentes com o mesmo
09 Código de Barras AN código de barras). Tamanho máximo de 20 caracteres.

10 Descrição AN Descrição do produto. Tamanho máximo de 120 caracteres.

11 Complemento AN Complemento da descrição do produto. Tamanho máximo de 500 caracteres.

12 Unidade de Medida AN Unidade de medida do produto (Usar no máximo 4 caracteres).

Situação tributária do produto. Valores Válidos:


F - Substituição Tributaria 1;
G - Substituição Tributaria 2;
H - Substituição Tributaria 3;
I - Isento 1;
J - Isento 2;
13 Situação Tributária A K - Isento 3;
N - Não Tributado 1;
O - Não Tributado 2;
P - Não Tributado 3;
Q - Isento ISSQN;
S - Tributada pelo ISSQN;
T - Tributada pelo ICMS.

Alíquota do ICMS ou ISS, caso não haja incidência destes impostos, informar 0.
14 ICMS N Com 2 c asas de c imais.

'S' ou 'N' - Use 'S' para produtos "pesáveis" onde a etiqueta contem o c ódigo e
15 Calcula Quantidade AN a quant idade ou o valor t ot al. Nesse caso o campo Código de Barras deve ter
apenas 4 dígitos. Use 'N' para produtos não "pesáveis".

Bloqueia Quantidade 'S' ou 'N' - Se 'S' não permite a digitação de decimais nesse produto. (Ex: 1,5 coca
16 Fracionária AN cola). Se Calcula_Qtd = 'S' ou Bloq_Qtd = 'S assume se 'S' neste campo'. Use 'N'
para não bloquear a digitação da quantidade fracionária..

'S' ou 'N' - Se 'S' não permite a digitação a quantidade para este produto, vende
17 Bloqueia Quantidade AN sempre 1. Se Calcula_Qtd = 'S' ou Bloq_Qtd = 'S'. Use 'N' para não bloquear a
digitação da quantidade.

18 Produção Própria AN Se o produto é de produção própria. S - Sim, N - Não

19 Quantidade Estoque N Quantidade em estoque do produto. Com 3 c asas de c imais

20 Descrição Adicional AN Descrição adicional para o produto. O texto informado aqui é impresso no cupom

67 / 113
SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

fiscal. Pode ser usado para número de série do item, por exemplo. Máximo de 40
caracteres.

Código do vendedor que incluiu o item. (Este código é o mesmo da tabela de


vendedores do DJMonitor, não é utilizado o código externo, por isso a tabela de
21 Código do Vendedor AN vendedores deve ser cadastrada com os mesmos códigos utilizados pelo
retaguarda. Máximo de 6 caracteres).

Nome do vendedor, caso o mesmo não seja encontrado na tabela de vendedores,


22 Nome do Vendedor AN ele será incluído, caso este campo seja informado. Máximo de 30 caracteres.

23 Gtin Contábil AN Tamanho máximo de 20 caracteres.

24 EX TIPI AN Tamanho máximo de 20 caracteres.

25 Gtin Tributável AN Tamanho máximo de 20 caracteres.

26 ID ICMS N Chave estrangeira para a tabela ICMS. Máximo de 6 dígitos.

27 ID IPI N Chave estrangeira para a tabela IPI. Máximo de 6 dígitos.

28 ID ISSQN N Chave estrangeira para a tabela ISSQN. Máximo de 6 dígitos.

29 ID II N Chave estrangeira para a tabela II. Máximo de 6 dígitos.

30 ID PIS N Chave estrangeira para a tabela PIS. Máximo de 6 dígitos.

31 ID PIS ST N Chave estrangeira para a tabela PIS ST. Máximo de 6 dígitos.

32 IS COFINS N Chave estrangeira para a tabela COFINS. Máximo de 6 dígitos.

33 ID COFINS ST N Chave estrangeira para a tabela COFINS ST. Máximo de 6 dígitos.

Este campo se torna obrigatório para a lei dos impostos 12.741/2012. Tamanho
34 NCM AN máximo de 20 caracteres. Ve r Not as.

35 KIT AN Informe 'S' caso este produto seja um Kit, do contrário informe 'N'.

Prazo, em dias, para devolução de um item específico. '0' para sem prazo de
36 Prazo de Devolução AN devolução, '-1' para não permitir a devolução.

37 CEST N Obrigatório para produtos com substituição tributária a partir de 01/04/2016.

38 Controle de Estoque AN 'S' ou ' '(vazio) para controlar o estoque e 'N' para não controlar.

39 ANP N Código ANP (Agência Nacional de Petróleo)

40 Dupla Pesagem AN Informe 'S' para habilitar a checagem de peso, caso seja um produto pesável.

Porcentagem da margem de segurança para a liberação do item na checagem de


41 Margem de Segurança N peso. Com 2 c asa de c imais.

'S' - Es cala Relevante


42 Indicador de Escala A 'N' - Es cala Não Relevante.
Informar ' ' (vazio) se não for ut ilizar.

43 CNPJ do Fabricante AN CNPJ do Fabricante da Mercadoria

Código do Benefício
44 Fiscal AN

Percentual do GLP derivado de petróleo do produto GLP. Com 4 c asas


45 Percentual de GLP N de c imais.

46 Percentual de GNN N Percentual de Gás Natural Nacional. Com 4 c asas de c imais.

68 / 113
SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

47 Percentual de GNI N Percentual de Gás Natural Importado. Com 4 c asas de c imais.

Valor do quilograma sem ICMS. Com at é 1 3 c asas int e iras e 2 c asas


48 Valor de Partilha N de c imais.

Informa qual é o tipo do desconto do produto informado no campo 50.


49 Tipo Desconto A 'V' - Desconto em Valor
'P' - Desconto em Porcentagem.

Desconto para este produto, c om 3 c asas de c imais. (Est e é o de sc ont o


do c adast ro do produt o e se rá aplic ado e m t odas as ve ndas c om
e st e produt o, não ape nas na DAV.)
50 Desconto N Utilizar o campo 49 para informar se o desconto é por valor ou por porcentagem.
Por padrão é porcentagem.
Utiliza o desconto apenas se configurado nos Planos de Pagamento.

51 Unidade Tributável A Unidade tributável do produto. (Usar no máximo 4 caracteres).

52 Quantidade Tributável N Quantidade Tributável. Com at é 1 1 c asas int e iras e 4 c asas de c imais.

Nota:

· Será feita a checagem se a somatória dos itens incluindo os descontos e acréscimos dados nos mesmos,
confere com o subtotal do DAV.

· Campo 26 NCM:
o Pode ser informado vazio, porém pode causar erros na venda e no cadastro de produtos do DJMonitor,
pois esse campo só deixa de ser validado no cadastro se o parâmetro "Imprimir Total de Impostos
no Rodapé do Cupom" no DJMonitor estiver desabilitado.
o Se informado será validado de acordo com os dados da tabela IBPT cadastrada no DJMonitor.

3.31. Arquivo resposta da importação do DAV

Sempre que a importação de um arquivo de DAV for concluída, será gerado um arquivo de resposta,
contendo o número do DAV informado pelo sistema de retaguarda no arquivo de importação e o número do DAV
gerado no processo de importação, é com este número que o DAV será transformada em venda no caixa.
O nome deste arquivo, será o mesmo do arquivo de importação de DAV, mudando apenas a extensão, que
neste caso será “.ddr”. Como por exemplo, se o arquivo de importação do DAV for 00000100.djd, o nome do
arquivo de resposta será 00000100.ddr.

Exemplo de registro: 00001|10|

3.32. Leiaute do arquivo da tabela de NCMs

A tabela de NCMs tem a importação diferenciada das demais, nesta rotina é possível tanto processar a
tabela fornecida pelo IBPT quanto uma tabela gerada pelo software retaguarda. O leiaute do arquivo gerado pelo
retaguarda segue o mesmo utilizado pelos arquivos disponibilizados pelo IBPT, diferenciado-se apenas pelo
conteúdo da primeira linha que neste caso deverá conter apenas a palavra “contribuinte”. O nome do arquivo deve
seguir a sintaxe: TabelaIBPTax+UF+.csv.
Conforme o leiaute do IBPT, o arquivo deverá ter o formato “csv” tendo como separador o ponto e vírgula(;).

69 / 113
SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Código N Código NCM para mercadorias ou NBS para serviços.

02 Exceção A Exceção do TIPI. Informar ' ' (vazio) se não tiver.

Tipo do código:
03 Tipo A 0 - NCM
1 - NBS

04 Descrição A Descrição do NCM ou do Tipo de Serviço entre aspas duplas.

05 Alíquota Nacional N Utilizar '.' (ponto) como separador de decimal.

06 Alíquota Importado N Utilizar '.' (ponto) como separador de decimal.

07 Alíquota Estadual N Utilizar '.' (ponto) como separador de decimal.

08 Alíquota Municipal N Utilizar '.' (ponto) como separador de decimal.

Data do Início da Ex:: 01/01/2018


09 Vigência D

10 Data Final da Vigência D Ex:: 01/03/2018

11 Chave AN Chave única que identifica a tabela utilizada.

12 Versão da Tabela AN Versão da tabela IBPT.

13 Fonte AN Fonte dos dados.

3.33. Leiaute do arquivo de importação da tabela CEST (cest.csv)

O arquivo deverá ter o formato “.csv” tendo como separador o ponto e vírgula(;), o leiaute do arquivo deverá
constar na primeira linha o texto “CEST;NCM;DESCRICAO”.

SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 CEST AN Máximo 7 caracteres.

02 NCM AN Máximo 8 caracteres.

03 Descrição AN Informe a descrição do CEST.

3.34. Leiaute do arquivo de importação da tabela ANP (codigoanp.csv)

O arquivo deverá ter o formato “csv” tendo como separador o ponto e vírgula(;). O leiaute do arquivo deverá
constar na primeira linha “ANPT012-SIMP;TABELA PRODUTOS” e na segunda linha “ Família;Grupo;Sub-
Grupo;Sub-Subgrupo;Produto;Código;Unidade de Grandeza;Unidade de Medida SIMP;Ramo;Data Início
Validade;Data Final Validade”

SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

01 Família AN Tamanho máximo 50 caracteres.

70 / 113
SEQ. CAM PO TIPO DESCRIÇÃO

02 Grupo AN Tamanho máximo 50 caracteres.

03 Sub Grupo AN Tamanho máximo 50 caracteres.

04 Sub Sub Grupo AN Tamanho máximo 50 caracteres.

05 Produto AN Tamanho máximo 150 caracteres.

06 Código N Código ANP.

07 Unidade de Grandeza AN Tamanho máximo 20 caracteres.

08 Unidade Medida AN Tamanho máximo 2 caracteres.

09 Ramo AN Tamanho máximo 20 caracteres.

10 Data Início D Formato: DDMMAAAA

11 Data Final D Formato: DDMMAAAA

3.35. Arquivo de resposta de importação (.FIM)

O arquivo .FIM é arquivo de resumo de importação onde informará qual arquivo foi importado, tempo que
levou para importar, o total de itens do arquivo e o número de cadastrados incluídos, alterados, excluídos ou com
erro. Para saber como configurar o DJIntegração para gerar este arquivo veja o capítulo 2.1.2. Importar.
O arquivo será salvo na pasta configurada para importação. Ex: Ao importar um PRODUTO.TXT será gerado
um PRODUTO.FIM.

Leiaute do Arquivo:
------------------ Fim da Importação arquivo de (nome do arquivo importado) ------------------
Tempo de Operação XX:XX:XX
Total de itens em (nome do arquivo importado): X
Incluido(s): X Alterado(s): X Excluido(s): X Erro(s): X

Exemplo:
------------------ Fim da Importação arquivo de PRODUTO ------------------
Tempo de Operação 00:00:07
Total de itens em PRODUTO: 2
Incluido(s): 0 Alterado(s): 2 Excluido(s): 0 Erro(s): 0

4. Leiaute do Arquivo de Exportação

Descrição do arquivo

O arquivo de exportação do DJMonitor para o sistema de retaguarda é composto por vários registros
contendo a movimentação de um determinado período e estes registros são organizados hierarquicamente. No

71 / 113
momento da exportação é possível desabilitar a geração de alguns registros.
O arquivo será gerado com o nome referente ao número de geração do arquivo, sendo que será preenchido
com zeros a esquerda para que o campo possua 8 posições, mais a extensão ‘.djmʼ, por exemplo, para um
arquivo com código de geração ‘500ʼ o nome do arquivo será ‘00000500.djmʼ. Os registros que compõem o arquivo
são os seguintes, em ordem alfabética:

· CAT: Contém as informações referentes as transações TEF canceladas do documento. Este registro deverá
existir apenas quando o documento for pago através do TEF e houver o cancelamento do pagamento. Para
cada registro DOC existente, poderão existir um ou vários registros TEF, já que um documento pode ser pago
com vários cartões diferentes. Este registro tem a mesma estrutura e os mesmos campos do TEF, a única
diferença é o tipo de registro;

· DCL: Contém as informações cadastrais de clientes que ainda não estão cadastrados na base de dados do
DJMonitor. Estas informações só existirão se a Loja estiver configurada para capturá-las;

· DCH: Contém as informações referentes aos cheques do documento. Este registro deverá existir apenas
quando o documento contiver cheques. Para cada registro DOC existente, poderão existir um ou vários
registros DCH, pois um documento pode conter vários cheques. Este registro é opcional;

· DEN: Contém as informações referentes a entrega, quando existir essa informação para o documento. Para
cada registro DOC poderá existir um ou nenhum registro DEN;

· DFE: Contém as informações sobre as vendas realizadas através de cupom fiscal eletrônico, podendo ser
NFC-e, SAT ou MFE e possui também o XML completo da venda;

· DIT: Contém as informações referentes aos itens do documento. Este registro deverá existir apenas para os
documentos referentes a vendas. Para cada registro DOC que for referente a vendas, deverá ser gerado um ou
vários registros DIT, pois um documento pode conter vários itens. Este registro é opcional;

· DKI: Contém as informações dos kits vendidos no cupom;

· DOC: Contém as informações referentes ao cabeçalho do documento. Para cada registro TUR, deverão ser
gerados um ou vários registros DOC, pois um turno pode conter um ou vários documentos. Este é um registro
obrigatório;

· DPA: Contém as informações referentes às parcelas do documento. Este registro deverá existir apenas
quando o documento for referente às vendas á prazo. Para cada registro DOC poderão existir um ou vários
registro DPA, pois uma venda a prazo pode conter uma ou várias parcelas. Este registro é opcional;

· DPG: Contém as informações referentes aos pagamentos do documento. Este registro deverá existir para
todos os documentos, exceto quando o documento for referente a Reduções Z, Leituras X ou outros relatórios
gerenciais que não envolvam pagamentos ou não movimentem o caixa. Para cada registro DOC deverão existir
um ou vários registros DPG, pois um documento pode conter vários pagamentos. Este registro é opcional;

· DPT: Contém as informações referentes aos trocos do documento. Este registro deverá existir para todos os
documentos, exceto quando o documento for referente a Reduções Z, Leituras X ou outros relatórios
gerenciais que não envolvam pagamentos ou não movimentem o caixa. Para cada registro DOC deverão existir
um ou vários registros DPT, pois um documento pode conter vários pagamentos. Este registro é opcional.

72 / 113
Este registro tem a mesma estrutura e os mesmos campos do DPG, a única diferença é o tipo de registro;

· DRE: Contém as informações referentes ao recebimento de contas, quando existir essa informação para o
documento;

· DXL: Contém os dados do XML do Documento, seja ele de evento de autorização, cancelamento ou
inutilização;

· ECF: Contém as informações referentes ao ECF, incluindo ao qual terminal o equipamento está vinculado.
Deverá ser gerado um registro ECF para cada emissor de cupom fiscal ativo e que tenha emitido algum
documento no período, existente na empresa. Este é um registro obrigatório;

· FIM: Contém as informações referentes ao total de cada registro existente no arquivo;

· INI: Contém as informações referentes a data/hora, usuário que efetuou a geração do arquivo. Este registro é
obrigatório;

· LVD: Contém os detalhes da pesquisa da lista da vez. Este registro só existirá se houver um registro LVR;

· LVR: Contém as informações gerais e respostas da lista da vez;

· MON: Contém as informações referentes ao DJMonitor, como a versão, a versão das tabelas, a versão do
banco de dados (firebird) e a versão do ODS;

· NEV: Contém as informações referentes aos eventos vinculados a nota fiscal eletrônica, existira apenas se
houver um registro NFE;

· NFE: Contém as informações referentes as notas fiscais eletrônicas emitidas. Este registro existirá apenas no
caso de emissão de NF-e;

· PDV: Contém as informações referentes ao PAF por terminal, incluindo o terminal, o código externo do
terminal, a versão do PAF, a versão homologada do PAF, o caminho em que se encontra a aplicação do
DJPDV e o MD5 do terminal;

· TED: Contém as informações retornadas em cada campo pelo Gerenciador TEF, para cada registro TEF,
existirão vários registros TED;

· TEF: Contém as informações referentes as transações TEF do documento. Este registro deverá existir apenas
quando o documento for pago através do TEF. Para cada registro DOC existente, poderão existir um ou vários
registros TEF, já que um documento pode ser pago com vários cartões diferentes;

· TFP: Contém as informações referentes as formas de pagamento indicadas no fechamento do turno;

· TUR: Contém as informações refentes aos turnos criados no período para o ECF, como a data/hora de
abertura e fechamento, o usuário que efetuou a abertura ou fechamento, além dos totais por daquele turno,
como total a vista, total a prazo, total com cheque, total de entradas, etc. Para cada registro ECF, deverão ser
gerados um ou vários registros TUR, pois para cada ECF, podem ter sido criados vários turnos;

· RED: Contém as informações detalhadas da redução, como os valores de cada alíquota cadastrada,
descontos, acréscimos e cancelamentos, etc. Para cada registro REZ existirão um ou vários registros RED.
Exceto quando durante a exportação for desabilitada a geração do registro REZ;

· REZ: Contém as informações referentes às reduções z. Este registro deverá existir apenas quando o
documento for referente às reduções z. Para cada registro ECF poderão existir um ou vários registros REZ,

73 / 113
pois o arquivo pode conter dados de períodos variados, sendo assim, pode ser que o arquivo contenha várias
reduções (vários dias) ou nenhuma (um intervalo de tempo de apenas um dia). Este registro é opcional;

· VCR: Contém as informações referentes ao vale crédito;

· VIT: Contém os itens referentes ao vale crédito, esse registro existirá apenas se houver o registro VCR;

· DOR: Contém o documentos que originou a venda. Para cada registro DOC que for referente a vendas, deverá
ser gerado um ou vários registros DOC, pois um documento pode conter vários documentos que o originou.
Este registro é opcional;

Poderá verificar arquivos TXT de exemplo em nosso site em Painel Administrativo > Downloads
> 6-Úteis > Arquivos de Exemplo do DJIntegração ou clique aqui para efetuar o download.

4.1. Estrutura do arquivo

1. INI – Cabeçalho do arquivo;


2. MON – Informações sobre o DJMonitor;
3. LVR - Lista da Vez Resposta (Dados gerais da Pesquisa);
3.1. LVD - Lista da Vez Detalhes (Detalhes da Pesquisa);
4. NFE – Informações das Notas Fiscais Eletrônicas;
4.1.1.NEV – Eventos da Nota Fiscal Eletrônica;
5. VCR – Informações gerais do Vale Crédito;
5.1. VIT – Itens do Vale Crédito;
6. ECF – Informações sobre o ECF;
6.1. PDV – Informações sobre o Terminal;
6.2. TUR – Informações sobre o Turno;
6.2.1.TFP - Formas de Pagamento no Fechamento do Turno;
6.2.2. DOC – Cabeçalho do documento;
6.2.2.1.DIT – Itens do documento (Caso seja venda);
6.2.2.2.DPG – Pagamentos do documento (Todos os casos, exceto quando for redução Z
ou Leitura X);
6.2.2.3.DPA – Parcelas do documento (Caso seja venda);
6.2.2.4.DCH – Cheques do documento (Caso seja venda utilizando cheques);
6.2.2.5.DKI – Kits do documento;
6.2.2.6.DFE – Documento fiscal eletrônico;
6.2.2.7.TEF – Transações TEF (Caso o pagamento tenha sido efetuado usando o TEF);
6.2.2.7.1.TED – Detalhe transação TEF;
6.2.2.7.2.TPA – Parcelas TEF;
6.2.2.8.DEN – Informações sobre a entrega (Caso tenham sido informadas);
6.2.2.9.DCL – Informações cadastrais de clientes ainda não cadastrados no DJMonitor;
6.2.2.10.DRE – Informação referente ao recebimento de contas;
6.2.2.11.DOR - Origem do Documento; (Caso seja venda);

74 / 113
6.2.2.12.REZ – Cabeçalho da redução (Caso seja Redução Z);
6.2.2.12.1.RED – Detalhe da redução (Caso documento seja Redução Z);
7. DXL – Informação referente ao XML do documento;
8. FIM – Informações referentes ao total de cada registro existente no arquivo.

Para cada ECF ativo e com movimentação no período de geração do arquivo deverá ser criado
uma estrutura como a demonstrada acima.

Nota: A partir da versão 0.7.21 do DJIntegração houve uma mudança na hierarquia do registro DXL, como pode ser
observado acima, nesta nova estrutura o registro DXL deixa de ser filho do registro TUR e passa a fica no mesmo
nível do registro ECF. Foram inclusos novos parâmetros referentes ao DXL, clique aqui para saber mais.

4.2. Especificações do arquivo

Tipo de Dados

A Alfa

AN Alfanumérico

D Data

H Hora

N Numérico

Regras de criação

Os campos deverão ser separados entre si pelo caractere pipe “|” e após o último campo também será
adicionado um caractere pipe.

· Campos Numéricos que possuem casas decimais, será informado o ponto "." como separador de decimais.
Observar na especificação do campo a quantidade de casas decimais. Serão exportados apenas com os
campos significativos, por exemplo, o campo CODLOJA se for 1, será exportado apenas o valor 1, se for 10
será exportado o valor 10;

· Campos do tipo Data serão informados no formato AAAAMMDD;

· Campos do tipo Hora serão informados no formato HHMMSS;

· Campos do tipo Alfanuméricos serão exportados com as máscaras de edição;

· Campos do tipo Alfa serão exportados apenas com os caracteres válidos, ou seja, os espaços depois do
texto serão desconsiderados, por exemplo, o campo NOME_CLI do registro DOC tem o tamanho 50, porém
se forem utilizados apenas 30, os outros 20 serão ignorados na exportação.

Códigos Externos

75 / 113
Em vários registros do arquivo existem campos chamados CODEXTERNO, que são de responsabilidade da
aplicação de retaguarda, ou seja, estes campos são os códigos do cliente, do ECF entre outros na própria
aplicação de retaguarda, para que este campo seja exportado corretamente é importante que a aplicação de
retaguarda informe corretamente o valor destes campos, que podem ser utilizados para a realização da importação
deste arquivo.

4.3. Registro INI - Cabeçalho do arquivo

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 Tipo Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo INI

02 Data Geração Data de geração do arquivo. D 8

03 Hora Geração Hora de geração do arquivo. H 6

Data de Início Data de emissão do 1º documento. D 8 Data inicial da emissão de documentos.


04 da Emissão

Hora de Início Hora de emissão do 1º documento. H 6 Hora inicial da emissão de documentos.


05 da Emissão

Data de Fim Data de emissão do último documento. D 8 Data final da emissão de documentos.
06 da Emissão

Hora de Fim Hora de emissão do último documento. H 6 Hora final da emissão de documentos.
07 da Emissão

08 Usuário Usuário que efetuou a exportação. N 5

Cód. Número sequencial da exportação. N 8


09 Exportação

10 Cód. Loja Código da loja no DJMonitor. N 4

CNPJ da loja a qual a movimentação


11 CNPJ pertence. N 14

4.4. Registro MON - Informações referentes ao DJMonitor

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 Tipo Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo MON

02 Versão Versão do DJMonitor. A 8

03 Tabela Versão das tabelas do banco de dados. N 4

04 Firebird Versão do Firebird instalado. A 4

05 ODS Versão do ODS instalado. A 4

4.5. Registro LVR - Lista da Vez Resposta

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo LVR

76 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

02 CODPESQ Código da pesquisa. N 4

03 DATA_REF Data de referência da pesquisa. D 8

Data de abertura do turno no qual a


04 DATA_ABERT pesquisa foi respondida. D 8

Hora de abertura do turno no qual a


05 HORA_ABERT pesquisa foi respondida. H 6

Código externo do operador que


06 CODEXT_OP respondeu a pesquisa. AN 20

07 OBSERVACAO Observações sobre a pesquisa. AN 100

08 CODLOJA Código da loja. N 4

09 CODEXT_TERM Código externo do terminal. AN 10

10 TURNO Número do turno. N 4

4.6. Registro LVD - Lista da Vez Detalhe

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 Tipo Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo LVD

02 CODPESQUISA Código da pesquisa. N 8

03 CODVENDEDOR Código do vendedor. AN 6

04 CODEXT_PERG Código externo da pergunta. AN 10

05 CODRESPOSTA Código da resposta. N 8

4.7. Registro NFE - Registro de Nota Fiscal Eletrônica

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo NFE

02 CODLOJA Código da loja do DJMonitor. N 4

1 - Produção;
03 TPAMB Identificação do ambiente. N 1 2 - Homologação.

0 - Entrada;
04 TPNF Tipo de operação. N 1 1 - Saída;

05 SERIE Série do documento fiscal. N 3

06 NNF Número do documento fiscal. N 9

0 - Entrada;
07 E_S Entrada/Saída. N 1 1 - Saída.

08 IDFORNECEDOR ID do fornecedor. N 5

09 MODELO Modelo da NF-e. N 2

A - Autorizada;
10 STNFE Situação da NF-e. A 1 C - Cancelada;
D - Denegada;

77 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

P - Processando.

11 CHAVENFE Chave de acesso da NF-e. A 44

12 PROTOCOLO Protocolo da NF-e. A 30

13 XML XML referente a NF-e. AN X

4.8. Registro NEV - Eventos da Nota Fiscal Eletrônica

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo NEV

02 CODLOJA Código da loja do DJMonitor. N 4

1 - Produção;
03 TPAMB Identificação do ambiente. N 1 2 - Homologação.

0 - Entrada;
04 TPNF Tipo de operação. N 1 1 - Saída.

05 SERIE Série do documento fiscal. N 3

06 NNF Número do documento fiscal. N 9

0 - Entrada;
07 E_S Estada/Saída. N 1 1 - Saída.

08 IDFORNECEDOR ID do fornecedor. N 5

Sequência referente aos eventos da


09 SEQUENCIA NF-e. N 2

10 COMPLEMENTO Descrição do motivo do evento. A 250

11 PROTOCOLO Protocolo do evento. A 30

12 ARQXML XML referente ao evento da NF-e AN X

4.9. Registro VCR - Informações gerais do Vale Crédito

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo VCR

02 CODLOJA Código da loja. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal. N 4

04 IDVALECREDITO Código do vale crédito. N 5

05 DATA_GERACAO Data de geração do vale crédito. D 8

Código do operador utilizado na


06 CODOPEADOR_EXT aplicação de retaguarda. AN 20

D - Devolução;
07 TIPO_ORIGEM Tipo do vale crédito. A 1 B - Bonificação;
T - Troco.

08 DATA_VALIDADE Data de validade do vale crédito. D 8 Com 2 casas decimais.

78 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

09 TOTAL Valor total do vale crédito. N 12

Código do motivo do vale crédito


10 IDMOTIVO_VC utilizado na aplicação de retaguarda. N 6

Código do cliente utilizado na


11 CODCLIENTEEXT aplicação de retaguarda. AN 20

12 CODCLIENTE Código do cliente no DJMonitor. N 9

13 NOME_CLI Nome do cliente. AN 50

Documento de identificação do
14 DOCUMENTO_CLI cliente. AN 20

A - Ativo;
15 STATUS Status do vale crédito. A 1 I - Inutilizado;
P - Processado.

Código da loja do documento de


16 CODLOJA_ORIGEM origem do vale crédito. N 3 Ver Nota 1.

CODTERMINAL_ORIGE Código do terminal do documento de


N 4 Ver Nota 1.
17 M origem do vale crédito.

Código do turno do documento de


18 CODTURNO_ORIGEM origem do vale crédito. N 4 Ver Nota 1.

COO do documento de origem do


19 COO_ORIGEM vale crédito. N 9 Ver Nota 1.

20 OBS Observação do vale crédito. AN 80

21 QTD_ITENS Quantidade de itens no vale crédito. N 5

Código do loja do relatório gerencial


22 GER_CODLOJA de impressão. N 3 Ver Nota 2.

Código do terminal do relatório


23 GER_CODTERMINAL gerencial de impressão. N 4 Ver Nota 2.

Código do turno do relatório


24 GER_COPDTURNO gerencial de impressão. N 4 Ver Nota 2.

COO do relatório gerencial de


25 GER_COO impressão. N 9 Ver Nota 2.

· Nota 1: Os campos 16 a 19 fazem referência ao documento devolvido, portanto serão preenchidos apenas
quando o vale crédito for uma devolução (TIPO_ORIGEM = 'D');

· Nota 2: Os campos 22 a 25 fazem referência ao relatório gerencial utilizado para impressão no momento da
devolução, portanto serão preenchidos apenas quando o vale crédito for uma devolução (TIPO_ORIGEM = 'D')
e houver impressão de RG.

4.10. Registro VIT - Itens do Vale Crédito

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo VIT

02 CODLOJA Código da loja. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal. N 4

79 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

04 IDVALECREDITO Código do vale crédito. N 5

05 DATA_GERACAO Data de geração do vale crédito. D 8

06 SEQUENCIA Sequência de ocorrência dos itens N 4

07 CODBARRAS Código de barras do produto. AN 20

Código do produto utilizado na


08 CODPRODEXT aplicação de retaguarda. AN 20

09 QUANTIDADE Quantidade do item no vale crédito. N 9 Com 3 casas decimais.

10 PRECO_UNIT Preço unitário do produto. N 12 Com 3 casas decimais.

11 TOTAL Valor total do item. N 12 Com 2 casas decimais.

Nota: Registro existirá apenas quando o vale crédito for uma devolução, ou seja, o campo “6 –
TIPO_ORIGEM” do registro VCR estiver preenchido com “D”.

4.11. Registro ECF - Informações sobre o ECF

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo ECF

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

Código do terminal utilizado na aplicação


04 CODTERMINALEXT de retaguarda. AN 10

05 CODECF Código do ECF no DJMonitor. N 4

Número sequencial do ECF dentro da


06 NUM_ECF empresa. N 4

07 NUM_LOJA Número da loja gravado no ECF. N 4

Número do usuário atual cadastrado no


08 NUM_USUARIO ECF. N 4

09 CRO Contador de Reinicio de Operações. N 4

10 MF_ADICIONAL Letra indicativa da memória adicional. A 1 Ver nota 1.

11 MARCA Marca do ECF. A 1 Ver nota 2.

12 CNIECF Código Nacional de Identificação do ECF A 6 Ver nota 3.

13 VERSAOSB Versão do Software Básico. A 10

14 DATASB Data de gravação do Software Básico. D 8

15 HORASB Hora de gravação do Software Básico. H 6

Código externo do ECF utilizado pela


16 CODEXTERNO aplicação de retaguarda. A 10

80 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

17 DATA_CADUSUARIO Data do cadastro do usuário atual. D 8

18 HORA_CADUSUARIO Hora do cadastrado do usuário atual. H 6

Número máximo de casas decimais


19 DECIMAIS_QTD permitidas para quantidade. N 1 Ver nota 4.

Número máximo de casas decimais


20 DECIMAIS_PRECO permitidas para o preço unitário. N 1 Ver nota 5.

Flag indicando se o ECF faz


21 ARREDONDA arredondamento. A 1 Ver nota 6.

22 NUMERO_SERIE Número de série do ECF. AN 30

Especificações dos campos

· Nota 1: Campo 10 – MFADICIONAL: Letra indicativa de memória fiscal adicional, se preenchido o ECF possui
MF, senão o ECF não possui;

· Nota 2: Campo 11 – MARCA: Marca do ECF, é preenchido de acordo com a tabela abaixo:

VALOR M ARCA

A DataRegis

B Bematech

C Schalter

D Daruma

E Epson

F FiscNET

I ICash

M Mecaf

Q Quattro

R NCR

S Sweda

U Urano

Y Yanko

0 ECF Virtual

· Nota 3: Campo 12 – CNIECF: Código Nacional de identificação do ECF, clique aqui para ver a tabela.

· Nota 4: Campo 19 – DECIMAIS_QTD: Número de casas decimais para a quantidade, com no mínimo 2 casas

81 / 113
e no máximo 3;

· Nota 5: Campo 20 – DECIMAIS_PREÇO: Número de casas decimais para o preço, com no mínimo 2 casas e
no máximo 4;

· Nota 6: Campo 21 – ARREDONDA: Campo que informa se o ECF faz arredondamento, se preenchido com S
é igual Sim, se preenchido com N é igual a Não.

4.12. Registro PDV - Informações sobre o Terminal

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo PDV

02 CODTERMINAL Código do terminal. N 9 Código do terminal no DJMonitor.

03 CODEXTERNO Código externo do terminal. N 9

04 PAF Versão do PAF. N 8

05 HOMOLOGACAO Versão de homologação. N 8

Caminho que está a aplicação do


06 CAMINHO PDV DJPDV. A 60

07 MD5 MD5 do terminal. A 32

4.13. Registro TUR - Informações sobre o Turno

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo TUR

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 9

04 CODTURNO Código do turno. N 9

05 ABERTO_EM Data abertura do turno. D 8

06 HORA ABERTURA Hora de abertura do turno. D 6

07 ABERTO_POR Usuário que abriu o turno. AN 10

08 FECHADO_EM Data de fechamento do turno. D 8

09 HORA FECHADO Hora de fechamento do turno. D 6

10 FECHADO_POR Usuário que fechou o turno. AN 10

11 CODOPERADOR Operador do turno. AN 10

12 CODECF Código do ECF. N 5

Número CRZ da Redução Z, após a qual


13 CRZ o turno foi aberto. N 9

14 TOTAL A VISTA Valor total das vendas a vista. N 12 Com 2 casas decimais.

15 TOTAL A PRAZO Valor total das vendas a prazo. N 12 Com 2 casas decimais.

82 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

Só terá valor se for utilizado plano


de pagamento que tenha o
TOTAL PLANO Valor total das vendas com plano parâmetro 'Exigir núm. de cheque'
16 CHEQUE cheque. N 12 habilitado, caso seja utilizado cheque
em outros planos a prazo o valor
sairá no campo 15. Com 2 casas
decimais.

17 TOTAL SUPRIMENTO Valor total dos suprimentos. N 12 Com 2 casas decimais.

18 TOTAL SANGRIA Valo toral das sangrias. N 12 Com 2 casas decimais.

19 VALOR ABERTURA Valor da abertura do turno. N 12 Com 2 casas decimais.

Valor total das entradas em vendas a


20 TOTAL ENTRADAS prazo. N 12 Com 2 casas decimais.

TOTAL CANCELADAS Valor total de vendas canceladas a


N 12 Com 2 casas decimais.
21 A VISTA vista.

TOTAL CANCELADAS Valor total de vendas canceladas a


N 12 Com 2 casas decimais.
22 A PRAZO prazo.

TOTAL DE ENTRADA Valor total de entradas canceladas. N 12 Com 2 casas decimais.


23 CANCELADAS

4.14. Registro TFP - Formas de Pagamento do Fechamento no Turno

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo TFP

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 CODFPAGTO Código da forma de pagamento. AN 2

Valor informado pelo operador no


06 VALOR INFORMADO fechamento do turno. N 12 Com 2 casas decimais.

Valor calculado pelo DJPDV no


07 VALOR CALCULADO fechamento do turno. N 12 Com 2 casas decimais.

4.15. Registro DOC - Cabeçalho do documento

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DOC

02 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor N 4

03 CODTURNO Código do turno N 4

04 CODECF Código do ECF N 4

05 COO COO do documento N 9

06 DENOMINACAO Conforme tabela da CAT 60/07 A 2 Ver nota 1.

07 CONTADOR Valor do contador relacionado ao N 9 Ver nota 2.

83 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

documento emitido

Data do início da emissão do


08 DATA_INICIO documento D 8

Hora do início da emissão do


09 HORA_INICIO documento H 6

Data do fim da emissão do


10 DATA_FIM documento D 8

Hora do fim da emissão do


11 HORA_FIM documento H 6

Breve descrição sobre o


12 DESCRICAO documento A 60

Código do cliente utilizado pela


13 CODCLIENTEEXT aplicação de retaguarda AN 20

14 CODCLIENTE Código do cliente no DJMonitor N 9

15 CODAUTORIZADO Código do autorizado do DJMonitor N 9

Documento de identificação do
16 DOCUMENTO_CLI cliente A 20

17 NOME_CLI Nome do cliente A 50

Subtotal do documento, soma dos


18 SUBTOTAL itens, ainda sem descontos ou N 12 Com 2 casas decimais.
acréscimos

Desconto ou acréscimo aplicado no


19 DESCONTO_ACRESCIMO documento N 10 Com 2 casas decimais.

20 TOTAL_PAGO Total dos pagamentos efetuados N 12 Com 2 casas decimais.

21 TROCO N 12 Com 2 casas decimais.

Código do plano de pagamento na


22 CODPLANOPGEXT aplicação de retaguarda AN 10

Código do plano de pagamento no


23 PLANOPAGTO DJMonitor A 2

S - Sim
24 CANCELADO Documento cancelado A 1 N - Não

25 QTD TOTAL ITENS Quantidade total de itens da venda N 12

Código externo da pré-venda/DAV


26 CD_EXT_PREVENDA (Caso tenha sido gerada através da AN 20
importação de pré-vendas/DAV)

Código externo do operador que


27 VENDEDOR_PRE cadastrou a pré-venda. AN 10 Ver nota 3.

Código externo do motivo de


28 ID_MOTIVO_CANC cancelamento de venda N 6 Ver nota 4.

Código externo do motivo de


29 ID_MOTIVO_DESC desconto na venda N 6

Observações impressas no rodapé


30 OBSERVACAO do cupom fiscal A 60

Campo para diferenciar se o


31 TIPO_ORCAMENTO orçamento veio da pré-venda/DAV AN 1 Ver nota 5.

Campo exibirá o modelo do


32 MODELO documento emitido AN 2 Ver nota 6.

84 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

Campo exibirá forma de emissão do


33 TIPO_EMISSAO documento N 1 Ver nota 7.

Campo exibe o número do cupom


34 NUMERO fiscal eletrônico (NFC-e/SAT/MFE) N 6 ou 9 Ver nota 8.

Campo exibe a série do cupom fiscal


35 SERIE eletrônico (NFC-e/SAT/MFE) N 3

36 CHAVE_DFE Chave do Documento N 50

Especificações dos campos

· Notas Gerais:
o Campo 18: Total do cupom sem os descontos e acréscimos aplicados no final da venda, este valor já
está subtraindo os descontos aplicados no item;
o Campo 19: Descontos ou acréscimos aplicados no final da venda;
o Campos 13 a 17 e 22 a 27 serão preenchidos apenas quando a denominação for igual a RV, CA, NC,
CN;
o Campos 18 ao 21 serão preenchidos com o valor “0.00” quando a denominação for igual a RV, CA,
NC, CN;

· Nota 1: Campo 6 – Denominação: Tipo do documento conforme CAT 60/07, conforme tabela abaixo:

VALOR DESCRIÇÃO

MF Memória Fiscal.

RZ Redução Z.

LX Leitura X.

CM Conferência de Mesa.

RV Registro de Venda.

Comprovante de Crédito ou
CC Débito.

CN Comprovante Não Fiscal.

CA (Denominação usada para


Comprovante Não fiscal
controle interno, equivalente ao Cancelado.
NC da CAT 60/07)

Nota ao Consumidor (Utilizada


NC (Não consta na CAT 60/07) em caso do ECF estar
inoperante).

RG Relatório Gerencial.

85 / 113
· Nota 2: Campo 7 – Contador: Valor do contador relacionado ao documento emitido, conforme tabela abaixo:

DENOM INAÇÃO DOCUM ENTO NOM E DO CONTADOR

RV Cupom Fiscal CCF - Contador de Cupom Fiscal.

Comprovante de CDC - Contador de Comp. C/ D.


CC Crédito/ Débito

RZ Redução Z CRZ - Contador de Redução Z.

CN Comprovantes Não Fiscais GNF - Contador de Geral de Op. Não Fiscais.

RG Relatórios Gerenciais GRG - Contador de Relatórios Gerenciais.

NC Nota ao Consumidor Não possui contador, valor default será 0.

· Nota 3: Campo 27 – VENDEDOR_PRE: Neste campo também pode ser enviado o código do vendedor que
efetuou a venda. Para isso é necessário habilitar o parâmetro Substituir Cód.Externo do Operador pelo
Cód. do Vendedor no registro DOC em DJIntegração > Configurar > Integração > Exportar.

· Nota 4: Campo 28 - ID_MOTIVO_CANC: Além dos motivos de cancelamentos cadastrados no DJMonitor


existem outros 2 motivos de cancelamento internos que podem retornar na exportação, sendo eles:

ID DESCRIÇÃO

-1 Erro Detectado pelo DJPDV

-2 Cancelamento de Pré- Venda

· Nota 5: Campo 31 - TIPO_ORÇAMENTO: Valores Válidos:


o P - Pré-Venda importada;
o D - DAV importada;
o ' ' - Vazio. Para Pré-Venda e DAVs criadas no DJMonitor.

· Nota 6: Campo 32 – MODELO: Modelo do documento emitido, conforme tabela abaixo:

M ODELO DOCUM ENTO

2D Cupom Fiscal e Relatórios Gerenciais.

59 SAT/ MFE.

65 NFC- e.

02 Nota Fiscal ao Consumidor Modelo 2.

86 / 113
· Nota 7: Campo 33 – TIPO EMISSÃO: Forma como o documento foi emitido, conforme tabela abaixo:

CÓDIGO TIPO EM ISSÃO

0 Não se aplica.

1 Normal.

2 Contingência.

3 Scan.

4 DPEC.

5 FSDA.

6 SVCAN.

7 SVCRS.

8 SVCSP.

9 Offline.

Vazio 2D.

· Nota 8: Campo 34 – TIPO NUMERO: O tamanho do campo pode variar de acordo com o documento emitido,
para SAT/MFE o tamanho comportará até 6 bytes e para NFC-e comportará até 9 bytes.

4.16. Registro DIT - Itens do documento

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DIT

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 SEQUENCIA Sequência de ocorrência dos itens. N 4

07 CODBARRAS Código de barras do produto. AN 20

Código do produto utilizado na


08 CODPRODUTOEXT aplicação de retaguarda. AN 20

09 QUANTIDADE Quantidade vendida. N 9 Com 3 casas decimais.

10 PRECO_UNIT Preço unitário do produto. N 12 Com 3 casas decimais.

Desconto ou acréscimo aplicado


neste produto. (Se houve um
11 DESCONTO_ACRESCIMO desconto o valor grava será N 10 Com 2 casas decimais.
negativo).

87 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

12 SITU_TRIBUTARIA Situação tributária. A 1 Conforme nota.

Valor da alíquota de ICMS ou ISS


13 ICMS para este produto. N 4 Com 2 casas decimais.

S - Sim;
14 CANCELADO Se o item foi cancelado. A 1 N - Não.

15 DESC_ADICIONAL Descrição adicional para o item. AN 40

Código do vendedor que vendeu o


16 COD_VENDEDOR item. AN 6

Valor total do item (Incluindo os


17 TOTAL_LIQ_ITEM descontos ou acréscimos). N 12 Com 2 casas decimais.

Código externo do motivo de


18 ID_MOTIVO_CANC desconto do item. N 6

Código externo do motivo de


19 ID_MOTIVO_DESC desconto do item. N 6

Código do totalizador de tributação Conforme leiaute exigido no SPED


20 COD_TOTALIZADOR do produto no ECF. AN 7 Fiscal.

S - Sim;
21 CONTROLA_ESTOQUE Produto controla estoque. AN 1 N - Não.

22 CODLIDOVENDA Código utilizado na hora da venda. AN N/ A

Registro existirá apenas quando o documento for referente a vendas. Especificações dos campos:

· 06 – SEQUÊNCIA: Ordem de inclusão dos itens na venda.

· 10 – PRECO_UNIT: Preço unitário do produto nesta venda.

· 11 – DESCONTO/ACRESCIMO: Valor do desconto ou acréscimo aplicado ao item.

· 12 – SITU_TRIBUTARIA: Situação tributária do produto conforme tabela abaixo.

Tabela com as situações tributárias possíveis para um produto ou serviço.

VALOR DESCRIÇÃO

F Substituição Tributária.

I Isento.

N Não Tributado.

S Tributado pelo ISSQN.

T Tributado pelo ICMS.

Q Isento ISSQN.

13– ICMS: Valor da alíquota de ICMS ou ISSQN, caso o produto não seja tributado por nenhum desses impostos,
o campo será preenchido com 0.00.

88 / 113
20 – COD_TOTALIZADOR: Campo utilizado para informar a situação tributária do produto formatado de acordo com
a especificação do Ato Cotepe 09/08 (SPED Fiscal), conforme a tabela abaixo.

CÓDIGO NOM E DO TOTALIZADOR CONTEÚDO DO TOTALIZADOR

Valores de operações tributadas pelo ICMS, onde " nnnn" representa a carga
Tnnnn Tributado ICMS tributária efetiva do imposto com duas casas decimais. Exemplo: T1800
(carga tributária efetiva = 18,00%).

Valores de operações tributadas pelo ICMS, onde " xx" representa o Nº do


Tributado ICMS totalizador, podendo variar de 01 a 30 e " nnnn" representa a carga tributária
XxTnnnn efetiva do imposto com duas casas decimais. Exemplo: 02T1800 (carga
tributária efetiva = 18,00%).

Valores de operações tributadas pelo ISSQN, onde " nnnn" representa a


Snnnn Tributado ISSQN carga tributária efetiva do imposto com duas casas decimais. Exemplo: S0500
(carga tributária efetiva = 5,00%).

Valores de operações tributadas pelo ISSQN, onde " xx" representa o Nº do


Tributado ISSQN totalizador, podendo variar de 01 a 30 e " nnnn" representa a carga tributária
XxSnnnn efetiva do imposto com duas casas decimais. Exemplo: 02S1800 (carga
tributária efetiva = 18,00%).

Substituição Tributária - Valores de operações sujeitas ao ICMS, tributadas por Substituição


Fn ICMS Tributária, onde " n" representa o número do totalizador.

Isento - ICMS Valores de operações isentas do ICMS, onde " n" representa o número do
In totalizador.

Não Incidência - ICMS Valores de operações com não incidência do ICMS, onde " n" representa o
Nn número do totalizador.

Substituição Tributária - Valores de operações sujeitas ao ISSQN tributadas por Substituição


FSn ISSQN Tributária, onde " n" representa o número do totalizador.

· 22 – CODLIDOVENDA: Código utilizado ao adicionar o produto na venda, seja ele o código de barras ou o
código de barras alternativo.

4.17. Registro DPG - Pagamentos do documento

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DPG ou DPT

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

Sequência de ocorrência dos


06 SEQUENCIA pagamentos. N 4

07 FORMA_PAGTO Forma de Pagamento. AN 2

Código da forma de pagamento na


08 CODOFRMAPGEXT aplicação de retaguarda. AN 10

89 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

09 VALOR_PAGTO Valor pago. N 12 Com 2 casas decimais.

Este registro existirá apenas para documentos que tiveram movimentação de alguma forma de pagamento.
CAMPO 1 - Tipo: Caso o registro seja referente aos pagamentos do cliente este campo deverá ser
preenchido o valor DPG, caso o registro seja referente ao troco dado ao cliente este campo deverá ser preenchido
com o valor DPT.

4.18. Registro DPA - Parcelas do documento

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DPA

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 PARCELA Número sequencial da parcela. N 4

07 DATA_VENCTO Data de vencimento da parcela. D 8

08 VALOR Valor da parcela. N 12 Com 2 casas decimais.

09 OBSERVACOES Observações sobre a parcela. A 80

Este registro existirá apenas para documentos onde houve um parcelamento.

4.19. Registro DCH - Cheques do documento

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DHC

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

Código do terminal no
03 CODTERMINAL DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 COMPENSACAO N 9

07 BANCO Número do banco. N 4

08 AGENCIA Número da agência. N 10

09 AGENCIA_DC Dígito da agência. AN 1

90 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

10 CONTA Número da conta. N 10

11 CONTA_DC Dígito da conta. AN 1

12 NUM_CHQUE Número do cheque. N 10

13 NUM CHEQUE DÍGITO Dígito do cheque. AN 1

14 DATA EMISSAO Data de emissão do cheque. D 8

15 VALOR Valor do cheque. N 12 Com 2 casas decimais.

16 DATA_VENCIMENTO Data de vencimento do cheque. D 8

17 NOME_CHEQUE Nome do dono do cheque. A 50

18 CPF_CNPJ Documento do dono do cheque. AN 20

19 FONE Telefone do dono do cheque. AN 14 Formato: (XX)XXXXXXXXX.

20 OBSERVACOES Observação sobre o cheque. AN 80

Este registro existirá apenas para documentos que envolvem cheques.

4.20. Registro DKI - Kits do documento

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DKI

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 SEQUENCIA Sequência de ocorrência dos itens. N 4

07 CODKIT Código do kit do retaguarda. AN 20

08 QTD Quantidade vendida. N 7

09 PRECO_VENDA Preço unitário do kit. N 12 Com 2 casas decimais.

Desconto ou acréscimo dado no preço


10 DESCONTO_ACRESCIMO unitário do kit. AN 6 Com sinal.

Este registro existirá apenas para documentos que tiveram venda de kits, este registro deve ser utilizado
por quem tem uma tabela de kits a fim de controlar quantos kits montados foram vendidos. Ele não fará a baixa
dos itens do kit individualmente, pois esta baixa será feita pelo registro DIT. Caso não trabalhe com uma tabela
que controla o estoque de kits montados, este registro não será útil.

4.21. Registro DFE - Documento fiscal eletrônico

91 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DFE

02 DFE_CHAVE Chace do XML. N X

03 DFE_PROTOCOLO Protocolo. N 15

04 DFE_MODELO Modelo do documento. N 2

05 DFE_XML XML. AN X

O campo CHAVE não possui tamanho definido, pois será preenchido com a chave do documento, podendo
ser chave de venda (com 44 caracteres) ou chave de evento (com 52 caracteres).
O campo XML não tem um tamanho máximo definido, pois será preenchido com o XML completo gerado.
Esse XML poderá ser exportado criptografado a partir da codificação Base64 mediante a parametrização no
DJIntegração > Configurar > Integração > Exportar.

4.22. Registro TEF/CAT - Transações TEF

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo TEF/CAT

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 REDE Rede do cartão. AN 20

07 VALOR Valor da transação. N 12 Com 2 casas decimais.

08 NSU NSU da transação. AN 20

Nº PARCELAS Número de parcelas do


N 3
09 TEF pagamento.

TIPO Código do tipo de operação da


AN 4
10 OPERACAO operadora.

11 STATUS Status da operação. AN 10

Tipo de TEF utilizado (Sitef,


12 TIPOTEF TefDial...). AN

CREDITO/ DEBIT Informa se a transação é refente


13 O
a uma cartão de débito ou crédito A 1
ou outros.

14 OPERACAO Informa a operação efetuada. AN

PARCELADOPO Informa o responsável pelo


AN
15 R parcelamento.

Número sequencial para vincular


16 SEQ com o registro DPG N

92 / 113
Registro existirá apenas para documentos recebidos através do TEF ou POS e os dados da transação
foram informados ao DJPDV.

· Campo 1 – Tipo: Caso o registro seja referente a uma transação TEF ativa este campo deverá ser preenchido
o valor TEF, caso o registro seja referente a uma transação TEF cancelada este campo deverá ser preenchido
com o valor CAT.

· Campo 10 – Tipo de informação passou a ser informado com valor default 0, pois foram adicionados novos
campos (Crédito/Débito, Operação e Parcelado Por) que fornecem essas informações de forma detalhada.

· Campo 12 – TipoTEF: Caso esta informação esteja vazia, significa que a operação foi efetuada através de um
POS e foi informada manualmente ao DJPDV.

· Campo 13 – Crédito/Débito: Caso preenchido com C, a transação foi efetuada com cartão de Crédito, caso o
valor do campo seja D, a transação foi efetuada com cartão de Débito, caso o valor deste campo seja “O”
significa que foi efetuada uma operação diferente de Crédito ou Débito.

· Campo 14 – Operação: Informa o tipo de operação efetuada, onde AV-Avista, PA-Parcelado, PD-Pré Datado e
OT-Outras.

· Campo 15 – ParceladoPor: Informa se o parcelamento é de responsabilidade da administradora do cartão ou


do logista. Valores válidos: A-Administradora, L-Loja e O-Outras (será utilizado sempre que a operação não for
parcelada).

4.23. Registro TED - Detalhe transações TEF

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. N 3 Fixo TED

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

Nome do campo retornado pelo


06 NOME CAMPO LOG Gerenciador TEF. AN

CONTEUDO CAMPO Conteúdo do campo retornado pelo


AN
07 LOG Gerenciador TEF.

Registro contém as informações do log retornado pelo gerenciador TEF. Para cada campo retornado pelo
gerenciador TEF será criada uma linha TED.

4.24. Registro TPA - Parcelas TEF

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. N 3 Fixo TPA

93 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do Documento. N 9

06 PARCELA Número sequencial da parcela. N 9

07 VENCIMENTO Data de vencimento da parcela. D 6

08 VALOR Valor da parcela. N 12 Com 2 casas decimais.

4.25. Registro DEN - Informações sobre a entrega

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DEN

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 COD.EXT.CLIENTE Código externo do cliente. AN

07 ENDERECO Endereço da entrega. AN

08 NUMERO Número do endereço da entrega. AN

Complemento do endereço da
09 COMPLEMENTO entrega. AN

10 BAIRRO Bairro do endereço da entrega. AN

11 CIDADE Cidade do endereço da entrega. AN

12 UF Estado do endereço da entrega. AN

13 CEP CEP do endereço da entrega. AN

14 OBSERVACOES Observações sobre a entrega. AN

15 DATA ENTREGAR Data agendada para a entrega. AN 8

16 HORA ENTREGAR Hora agendada para a entrega. AN 6

4.26. Registro DCL - Informações cadastrais de clientes ainda não cadastrados no DJMonitor

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DCL

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

94 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 DOCUMENTO_CLI CNPJ ou CPF do cliente. A

07 NOME_CLI Nome do cliente. AN

08 ENDERECO Endereço do cliente. AN

09 NUMERO Número do endereço do cliente. AN

10 COMPLEMENTO Complemento do endereço do cliente. AN

11 BAIRRO Bairro do endereço do cliente. AN

12 CIDADE Cidade do endereço do cliente. AN

13 UF Estado do endereço do cliente. A

14 CEP CEP do endereço do cliente. AN

15 FONE Telefone do cliente. AN Formato: (XX)XXXXXXXXX

16 CELULAR Celular do cliente. AN Formato: (XX)XXXXXXXXX

17 E_MAIL E-mail do cliente. AN

18 OBS Observações a respeito do cliente. AN

19 RG_IE RG ou Inscrição Estadual do cliente. AN

4.27. Registro DRE - Informação referente ao recebimento de contas internas/externas.

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DRE

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 SEQUENCIA Número sequencial. N

07 DOC_ORIGEM Número do documento de origem. AN

08 VALOR_DOCTO Valor do documento. N Com 2 casas decimais.

09 MULTA Valor da multa. N Com 2 casas decimais.

10 JUROS Valor do juros. N Com 2 casas decimais.

11 DESCONTO Valor do desconto. N Com 2 casas decimais.

95 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

12 VALOR_PAGTO Valor pago. N Com 2 casas decimais.

S - Sim;
13 PAGTO_PARCIAL Se foi realizado pagamento parcial. A 1 N - Não.

4.28. Registro REZ - Cabeçalho da redução

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo REZ

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODECF Código do ECF N 4

04 CRO Contador de reinício de operação. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 CRZ Contador de Redução Z. N 9

07 DATA_EMISSAO Data da emissão da redução Z. D 8

Data do movimento ao que a


08 DATA_MOVIMENTO redução se refere. D 8

09 VENDA_BRUTA Venda bruta diária. N 12 Com 2 casas decimais.

10 GRANDE_TOTAL Grande total do ECF. N 12 Com 2 casas decimais.

11 COO INICIAL COO do documento inicial. N 9

4.29. Registro RED - Detalhe da redução

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo RED

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODECF Código do ECF N 4

Contador de reinício de
04 CRO operação. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 CRZ Contador de Redução Z. N 9

07 TOTALIZADOR Código do totalizador. AN Conforme Nota 1.

08 VALOR Valor do totalizador. N 8 Com 2 casas decimais.

Este registro existirá apenas se existem registros do tipo REZ.

Especificações dos campos

96 / 113
Nota 1: Campo 7 - TOTALIZADOR: Contém o código dos totalizados parciais, um exemplo de totalizador
são as alíquotas cadastradas no ECF, os descontos, etc. A tabela descreve os totalizadores existente num ECF.

CÓDIGO NOM E DO TOTALIZADOR CONTEÚDO DO TOTALIZADOR

Identificação do totalizador, onde " xx" representa o número sequencial do


totalizador no ECF e " nnnn" representa a carga tributária efetiva do imposto
XxTnnnn Tributado ICMS com duas casas decimais. Exemplo: 02T1800 (totalizador 02 carga tributária
efetiva = 18,00%).

Identificação do totalizador, onde " xx" representa o número sequencial do


totalizador no ECF e " nnnn" representa a carga tributária efetiva do imposto
XxSnnnn Tributado ISSQN com duas casas decimais. Exemplo: 02S1800 (totalizador 02 carga tributária
efetiva = 18,00%).

Substituição Tributária Identificação do totalizador de Substituição Tributária ICMS, onde " n"
Fn - ICMS representa o número do totalizador. Exemplo: F1.

Isento - ICMS Identificação do totalizador de isenção ICMS, onde " n" representa o número do
In totalizador. Exemplo: I1.

Nn Não Incidência - ICMS Identificação do totalizador de não incidência ICMS, onde " n" representa o
número do totalizador. Exemplo: N1.

Substituição Tributária Identificação do totalizador de Substituição Tributária ISSQN, onde " n"
FSn - ISSQN representa o número do totalizador. Exemplo: FS1.

Isento - ISSQN Identificação do totalizador de isenção ISSQN, onde " n" representa o número do
ISn totalizador. Exemplo: IS1.

NSn Não incidência - ISSQN Identificação do totalizador de não incidência ISSQN, onde " n" representa o
número do totalizador. Exemplo: NS1.

OPNF Operações Não Fiscais Totalizador relativo aos valores acumulados dos totalizadores não fiscais.

DT Desconto - ICMS Totalizador relativo aos descontos ICMS.

DS Desconto - ISSQN Totalizador relativo aos descontos ISSQN.

AT Acréscimos - ICMS Totalizador relativo aos acréscimos ICMS.

AS Acréscimos - ISSQN Totalizador relativo aos acréscimos ISSQN.

Can-T Cancelamento - ICMS Totalizador relativo aos cancelamentos ICMS.

Can-S Cancelamento - ISSQN Totalizador relativo aos cancelamentos ISSQN.

Tabela extraída do ATO COTEPE/ICMS Nº9, de 13 de março de 2013

4.30. Registro DXL - Informação referente ao XML do documento

A cada exportação realizada serão gerados os registros DOC e DXL referentes as vendas e eventos
registrados na base de dados do DJMonitor. Este registro é gerado apenas quando utilizado NFC-e, SAT ou MFE.
E essa configuração pode ser realizada de três formas: habilitando os parâmetros Reexportar Registro DOC de
Vendas alteradas no fechamento e Reexportar XMLs alterados no fechamento, habilitando apenas o
parâmetro Reexportar XMLs alterados no fechamento ou deixar ambos desabilitados.

· Reexportar Registro DOC de Vendas alteradas no fechamento: Ao habilitar este parâmetro,

97 / 113
automaticamente será habilitado o Reexportar XMLs alterados no fechamento, desta forma quando um
novo evento relacionado a uma venda já exportada ocorre, será novamente exportado seu registro DOC, o DXL
referente ao novo evento e DXL referente ao XML atualizado. Por padrão este parâmetro vem habilitado.

· Reexportar XMLs alterados no fechamento: Ao habilitar este parâmetro será exportado apenas o DXL
referente ao novo evento e DXL referente ao XML atualizado.

· Parâmetros desabilitados: Será exportado apenas o DXL referente ao novo evento.

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DXL

02 TERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

03 TURNO Código do turno. N 4

04 COD ECF Código do turno no DJMonitor. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 CHAVE DFE Chave do documento. N 50

07 DATA EMIS Data emissão do documento. D 8

08 HORA EMIS Hora de emissão do documento. H 6

09 DATA AUTOR Data autorização do documento. D 8

10 HORA AUTOR Hora autorização do documento. H 6

11 TIPO DOCTO Tipo do documento. A 1 Ver nota 1.

12 STATUS Status do documento. A 1 Ver nota 2.

13 CSTAT Código do status da resposta N 4

14 MOTIVO Motivo. AN 255

15 PROTOCOLO Protocolo. N 20

16 MODELO Modelo do documento. N 2

17 XML Conteúdo do XML. AN -

Nota 1: Campo 11 - TIPO: Tipo do documento, conforme tabela abaixo:

TIPO DOCUM ENTO

S Venda

C Cancelamento

I Inutilização

O Contingência

98 / 113
TIPO DOCUM ENTO

E Evento

Nota 2: Campo 12 - STATUS: Valor do status, conforme tabela abaixo:

DENOM INAÇÃO STATUS

A Autorizado

C Cancelado

D Inutilizado

O Novo

P Pendente

E Erro

R Resolvido

Por padrão o registro DOC é incluso no arquivo de exportação sempre que um novo documento é incluído
na tabela DOCUMENTO ou quando ocorrer algum evento relacionado a ele, para que somente o registro DXL seja
exportado é necessário apenas que o parâmetro Reexportar XMLs alterados no fechamento esteja habilitado.

Exemplo do Registro de Venda em Modo Contingência: (Neste caso o registro está quebrado em linhas,
porém dentro do arquivo deverá estar tudo em apenas 1 linha).

· Registro DOC que gerou o registro DXL:


o DOC|1|32|235|3|RV|2|2017032|101128|20170327|101250|Venda|000|0|0|||5.57|0.00|6.00|0.43|AV|...|

· Registro Tipo Offline com Status Novo:


o DXL|1|32|235|3|13170305481336000137650010000881669000000031|20170327|101155|||O|N|9999|
NFCe emitida offline||65|<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>|

Exemplo dos registros gerados após retorno ao modo Normal: (Neste caso o registro está quebrado em
linhas, porém dentro do arquivo deverá estar tudo em apenas 1 linha)

· Registro DOC que gerou os registros DXL:


o DOC|1|32|235|3|RV|2|20170327|101128|20170327|101250|Venda|000|0|0|||5.57|0.00|6.00|0.43|AV|...|

· Documento Tipo Inutilização:


o DXL|1|32|235|3|ID13170548133600013765001000088165000088165|20170327|101509|20170327|

99 / 113
091601|I|A|102|Inutilizacao de numero homologado||65|<?xmlversion="1.0" encoding="UTF-8"?>

· Documento Tipo Venda (com Status Inutilizado):


o DXL|1|32|235|3|13170305481336000137650010000881651000000039|20170327|101133|20170327|
091601|S|D|102|Inutilizacao de numero homologado||65|<?xmlversion="1.0" encoding="UTF-8"?>

· Documento Tipo Offline Autorizado:


o DXL|1|32|235|3|13170305481336000137650010000881669000000031|20170327|101133|20170327|
091601|O|A|100|Autorizado o uso da NF-e|113170005276821|65|<?xml version="1.0" encoding="UTF-
8"?>

4.31. Registro FIM - Informações referentes ao total de cada registro existente no arquivo

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo FIM

02 TOTAL REG. ECF Total de registros ECF neste arquivo. N 9

03 TOTAL REG. DOC Total de registros DOC neste arquivo. N 9

04 TOTAL REG. DIT Total de registros DIT neste arquivo. N 9

05 TOTAL REG. DKI Total de registros DKI neste arquivo. N 9

06 TOTAL REG. DPG Total de registros DPG neste arquivo. N 9

07 TOTAL REG. DPA Total de registros DPA neste arquivo. N 9

08 TOTAL REG. DCH Total de registros DCH neste arquivo. N 9

09 TOTAL REG. TEF Total de registros TEF neste arquivo. N 9

10 TOTAL REG. REZ Total de registros REZ neste arquivo. N 9

11 TOTAL REG. RED Total de registros RED neste arquivo. N 9

12 TOTAL REG. TIV Total de registros TIV neste arquivo. N 9

Total de todos os registros arquivo


13 TOTAL GERAL (Incluindo INI e FIM). N 9

Data do término de geração do


14 DATA FIM GERAÇÃO arquivo. D 8

Hora do término de geração do


15 HORA FIM GERAÇÃO arquivo. H 6

16 TOTAL REG. DFE Total de registros DFE neste arquivo. N 9

17 TOTAL REG. VCR Total de registros VCR neste arquivo. N 9

18 TOTAL REG. VIT Total de registros VIT neste arquivo. N 9

19 TOTAL REG. NFE Total de registros NFE neste arquivo. N 9

20 TOTAL REG. NEV Total de registros NEV neste arquivo. N 9

100 / 113
SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

21 TOTAL REG. DXL Total de registros DXL neste arquivo. N 9

22 TOTAL REG. DOR Total de registro DOR neste arquivo N 9

4.32. Registro DOR - Origem do Documento

SEQ. CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

01 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DOR

02 CODLOJA Código da loja no DJMonitor. N 4

03 CODTERMINAL Código do terminal no DJMonitor. N 4

04 CODTURNO Código do turno. N 4

05 COO COO do documento. N 9

06 ORIGEM Origem do documento A 1 Ver nota 1

Código do documento que


07 CÓDIGO originou a venda N 9 Ver nota 2.

Este registro existirá apenas para documentos que forem da denominação "RV", ou seja, venda.

Nota 1: Campo 06 - ORIGEM: Origem do documento, conforme tabela abaixo:

ORIGEM DOCUM ENTO

V Venda direto no DJPDV

P Pré- Venda

D DAV

C Comanda

Nota 2: Campo 07 - CÓDIGO: Código do documento que originou a venda, conforme tabela abaixo:

ORIGEM CÓDIGO

V Vazio

P Código externo da Pré-Venda

D Código Externo da DAV

C ID da Comanda.

Caso a Pré-venda ou DAV forem criadas no DJMonitor o código irá vazio.

101 / 113
5. Consulta Limite de Crédito

É possível realizar a consulta de limite de crédito direto no retaguarda através do código externo do cliente.
O retaguarda tem que gerar um arquivo de retorno conforme o leiaute para que o DJPDV apresente as informações
de crédito atualizadas.

Configurando o DJMonitor

Em Cadastro → Lojas → Aba Parâmetros → Aba Integração, clicar no botão “Liberar acesso” e digitar a
senha do dia (pode ser obtida através do nosso site) e maque a opção “Consultar Limite de Crédito no Retaguarda”
e gravar alteração.

Configurando o DJIntegração

No DJIntegração clique no botão “Configurar” → Aba Integração → Aba DJIntegração, informe o caminho
onde está o aplicativo externo que realizará a consulta de crédito no retaguarda.

Leiaute Limite de Crédito

O DJIntegração dispara o envio do código externo do cliente no seguinte formato: NomeAplicativo.exe +


cod. externo do cliente. O nome do aplicativo pode ser de escolha do desenvolvedor, não precisa ser
“ConsultaLimiteCredito” como está no exemplo.

A empresa que desenvolveu o retaguarda precisa criar um miniaplicativo, onde receberá o código do cliente,
realizar as consultas que desejar em sua base de dados e retornar para o DJPDV um arquivo TXT, onde o nome do
arquivo deve ser: LimiteCredito + cod.cliente + .txt.

· Exemplo: LimiteCredito00003.txt

O arquivo deve ser salvo no mesmo caminho configurado no DJIntegração, ou seja, mesmo diretório onde
está o executável do programa de consulta de limite de crédito em seu retaguarda. O programa a ser desenvolvido
pode fazer uso de códigos de retorno de erro ou “ErrorLevel” seguindo a tabela abaixo:

102 / 113
ErrorLe ve l DESCRIÇÃO

-2 Código externo informado pelo DJIntegração não existe na base de dados do retaguarda.

-1 Código externo recebido pelo DJIntegração é inválido (não pode ser convertido para inteiro, por exemplo).

0 Tudo OK. Executado com SUCESSO.

1 Tela e ajuda ou instrução de uso foi exibida.

2 Parâmetro do código externo do cliente não foi informado pelo DJIntegração.

3 Erro na abertura dos arquivos.

O arquivo de resposta a ser gerado, deve conter as seguintes informações:

SEQ. NOM E CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES

1 CodCliente Código externo do cliente no DJPDV. AN 20

Nível de crédito, de 0 a 9 onde:


2 NivelCredito 0 - Cliente bloqueado, 9 - Cliente VIP SI 1

Valor máximo permitido para comprar A PRAZO para este cliente,


com 2 casas decimais. Se o valor igual a 0, não se verifica limite de
3 LimiteCredito crédito, se o valor for negativo o DJPDV pedirá liberação para N 10
vendas a prazo.

Observação referente a este cliente para ser exibidos no


4 ObsPopUp momento da venda. (Cuidado com textos ofensivos). AN 65

Notas:

· Se no campo “ObsPopUp” for informado vazio, a observação do cadastro do cliente será mantida;

· Se no campo “ObsPopUp” for informado o texto “LIMPAR”, a observação do cadastro do cliente será apagado;

· Se no campo “ObsPopUp” for informado uma observação normal, a mesma será gravado no cadastro o cliente;

· As informações devem seguir o formato NomeCampo=Conteúdo.

Poderá verificar arquivos TXT de exemplo em nosso site em Painel Administrativo > Downloads
> 6-Úteis > Arquivos de Exemplo do DJIntegração ou clique aqui para efetuar o download.

Após consulta realizada no DJPDV, as informações de crédito já são automaticamente atualizadas no


DJMonitor e DJPDV.

6. Consulta Contas a Receber

É possível realizar a consulta de contas a receber no retaguarda, através do código externo do cliente ou o
número da chave da parcela do cliente, para isso o retaguarda tera que gerar um arquivo de retorno conforme o
leiaute.

103 / 113
Configurando o DJMonitor

· Em Cadastro → Lojas → Aba Parâmetros → Aba Integração, clicar no botão “Liberar acesso” e digitar a
senha do dia (pode ser obtida através do nosso site) e habilitar a opção "Consultar Contas a Receber no
Retaguarda";

· Em Cadastro → Lojas → Caixas (PDV) → Selecione o caixa desejado → Alterar ou F3 → Habilite a opção
"Recebimentos de Contas" → Gravar ou F3;

Configurando o DJIntegração

No DJIntegração clique no botão “Configurar” → Aba Integração → Aba DJIntegração, informe o caminho
onde está o aplicativo externo que realizará a consulta de contas a receber no retaguarda.

Leiaute de Contas a Receber

O DJPDV utilizara dois parâmetros para a consulta de contas no retaguarda, podendo efetuar a consulta
das seguintes formas:

· Consulta Genérica: Será disparado um comando sem nenhum dos parâmetros, este tipo de consulta poderá
ser utilizado para listar todos as contas em aberto, ou somente contas em atraso por exemplo, sendo assim
possível personalizar conforme a necessidade do parceiro.

· Consulta por Cliente: Será disparado um comando utilizando apenas o primeiro parâmetro de código externo
do cliente.

· Consulta por Chave: A chave representa o número da conta no retaguarda. Será disparado um comando
utilizando os dois parâmetros, porém, o primeiro parâmetro (Cod.Externo do Cliente) será informado com valor
'-1' invalidando este parâmetro e realizando a consulta apenas da chave.

104 / 113
A empresa responsável pelo desenvolvimento do retaguarda precisa criar um aplicativo, onde ira realizar as
consultas que desejar em sua base de dados e retornar para o DJPDV um arquivo TXT, onde o nome do arquivo
deve ser: ContasReceber+cod. Externo cliente +.txt.

Exemplo: ContasReceber00003.txt

O arquivo deve ser salvo no mesmo diretório configurado no DJIntegração, ou seja, mesmo diretório onde
está o executável do programa que faz a busca de contas a receber em seu retaguarda. O programa a ser
desenvolvido pode fazer uso de códigos de retorno de erro ou “ErrorLevel” seguindo as tabelas abaixo:

CONSULTA GENÉRICA

ErrorLe ve l DESCRIÇÃO

1 Parâmetros Incorretos.

2 Erro na criação dos arquivos de retorno.

3 Erro na abertura dos arquivos do retaguarda.

CONSULTA POR CLIENTE

ErrorLe ve l DESCRIÇÃO

-3 Código externo do cliente não encontrado no retaguarda.

-2 Cliente não possui nenhuma duplicata.

1 Parâmetros incorretos.

2 Erro na criação dos arquivos de retorno.

3 Erro na abertura dos arquivos do retaguarda.

CONSULTA POR CHAVE

ErrorLe ve l DESCRIÇÃO

-3; -2 Chave não encontrada no retaguarda.

1 Parâmetros incorretos.

2 Erro na criação dos arquivos de retorno.

105 / 113
CONSULTA POR CHAVE

ErrorLe ve l DESCRIÇÃO

3 Erro na abertura dos arquivos do retaguarda.

O arquivo de resposta a ser gerado, deve conter as seguintes informações:

SEQ. NOM E CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES

1 CHAVE_PARCELA Chave da parcela do cliente. AN 19

2 VENCIMENTO Data de vencimento da parcela. Formato (DDMMAAAA). D 8

3 SALDO Valor da parcela a ser pago. Com 2 casas decimais. N 12

4 DIAS_ANTECIPACAO Dias de antecipação para conceder desconto. N 3

Porcentagem de desconto a ser concedido, pelos dias de


5 PROC_DESCONTO antecipação. Com 3 casas decimais. N 6

6 DIAS_CARENCIA Dias de carência após o vencimento. N 3

Porcentagem de multa cobrada após o vencimento. Com 3 casas


7 PORC_MULTA decimais. N 6

Porcentagem de mora cobrada por dia após vencimento. Com 3


8 PORC_MORA_DIA casas decimais. N 6

Porcentagem do pagamento mínimo permitido para a parcela. Com


9 PORC_PAGTO_MIN 3 casas decimais. N 6

Porcentagem de desconto máximo permitido. Com 3 casas


10 PORC_DESC_MAX decimais. N 6

11 NOME_CLIENTE Nome do cliente. AN 50

12 EMISSAO Data de emissão da parcela. Formato (DDMMAAAA). D 8

Poderá verificar arquivos TXT de exemplo em nosso site em Painel Administrativo > Downloads
> 6-Úteis > Arquivos de Exemplo do DJIntegração ou clique aqui para efetuar o download.

Após a consulta de contas realizada no DJPDV, as informações de contas são exibidas na tela do DJPDV,
conforme imagem 23.

106 / 113
Imagem 23 - Contas a Receber.

Notas:

· Após o recebimento será gerado o registro DRE no arquivo de exportação, contendo os dados de pagamento
para a realização da baixa da duplicata no retaguarda.

7. Consulta de Pré-Venda

É possível realizar a consulta de pré-venda direto no retaguarda através do número da pré-venda. O


retaguarda tem que gerar um arquivo de retorno conforme o leiaute do arquivo de pré-venda para que a mesma seja
importada e apresentada no DJPDV.

Configurando o DJMonitor

· Em Cadastro → Lojas → Aba Parâmetros → Aba Venda → Aba Início da Venda, habilitar as opções "Utilizar
Código Externo" e "Permitir Reutilizar Código Externo";

· Em Cadastro → Lojas → Aba Parâmetros → Aba Integração, clicar no botão “Liberar acesso” e digitar a
senha do dia (pode ser obtida através do nosso site) e maque a opção “Consultar Pré-Vendas ao digitar o
número”.

107 / 113
Configurando o DJIntegração

No DJIntegração clique no botão “Configurar” → Aba Integração → Aba DJIntegração, informe o caminho
onde está o aplicativo externo que realizará a consulta de pré-venda.

Leiaute da Consulta

O DJIntegração dispara o envio do número da pré-venda no seguinte formato: NomeAplicativo.exe + num. da


pré-venda. O nome do aplicativo pode ser de escolha do desenvolvedor, não precisa ser “ConsultaPreVenda” como
está no exemplo.

O arquivo TXT da pré-venda deve ser salvo no mesmo caminho configurado no DJIntegração, ou seja,
mesmo diretório onde está o executável do programa de consulta de pré-venda em seu retaguarda. O programa a
ser desenvolvido pode fazer uso de códigos de retorno de erro ou “ErrorLevel” seguindo a tabela abaixo:

ErrorLe ve l DESCRIÇÃO

-2 Número da pré-venda não encontrado no retaguarda.

1 Parâmetros incorretos.

2 Erro na criação dos arquivos de retorno.

3 Erro na abertura dos arquivos do retaguarda.

Só será reimportada a pré-venda caso não exista nenhuma com o mesmo número já processada.

8. Leiaute do arquivo de Conferência de ECF

O DJIntegração extrai os parâmetros do arquivo CONFECF.TXT e monta o arquivo de resposta


CONFECF.RESP contendo o registro ECF e DOC. É possível ser informado apenas um ECF por arquivo de
solicitação. Todos os campos devem ser separados por pipe “|”.

Arquivo de solicitação de Conferência – (CONFECF.TXT)

SEQ. NOM E CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

1 Cod. Externo ECF Código externo da ECF. AN 10

108 / 113
SEQ. NOM E CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

2 Data início Data inicial. D 8 Formato: AAAAMMDD

3 Hora início Hora Inicial. H 6 Formato: HHMMSS

4 Data Final Data Final. D 8 Formato: AAAAMMDD

5 Hora Final Hora FInal. H 6 Formato: HHMMSS

Arquivo de Resposta de Conferência (CONFECF.RESP)

1. ECF – Informações sobre o ECF;


1.1. DOC – Informações do documento;

Poderá verificar arquivos TXT de exemplo em nosso site em Painel Administrativo > Downloads
> 6-Úteis > Arquivos de Exemplo do DJIntegração ou clique aqui para efetuar o download.

8.1. Registro ECF – Dados da ECF

SEQ. NOM E CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

1 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo ECF

2 Cod. Externo ECF Código externo da ECF. AN 10

3 Data início Data inicial. D 8 Formato: AAAAMMDD

4 Hora início Hora Inicial. H 6 Formato: HHMMSS

5 Data Final Data Final. D 8 Formato: AAAAMMDD

6 Hora Final Hora FInal. H 6 Formato: HHMMSS

8.2. Registro DOC – Registro Documentos

SEQ. NOM E CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

1 TIPO Tipo de registro, valor fixo. A 3 Fixo DOC

Código ordem de operação do


2 COO documento. N 8

3 Denominação Conforme tabela da CAT60/70. A 2 Ver nota 1.

4 Data Emissão Data emissão do documento. D 8 Formato: AAAAMMDD

5 Hora Emissão Hora emissão do documento. H 6 Formato: HHMMSS

Código de exportação do
6 Cod.Exportação documento. M 8

Nota 1: Campo 3 – Denominação: Tipo do documento conforme CAT 60/07, conforme tabela abaixo:

109 / 113
VALOR DESCRIÇÃO

MF Memória Fiscal

RZ Redução Z

LX Leitura X

CM Conferência de Mesa

RV Registro de Venda

Comprovante de Crédito ou
CC Débito

CN Comprovante Não Fiscal

CA (Denominação usada para


Comprovante Não fiscal
controle interno, equivalente ao Cancelado
NC da CAT 60/07)

Nota ao Consumidor (Utilizada


NC (Não consta na CAT 60/07) em caso do ECF estar
inoperante)

RG Relatório Gerencial

9. Leiaute do arquivo Re-exportar documentos

O DJIntegração realiza a leitura do arquivo de solicitação de reexportar REEXPORT.TXT que contém as


informações sobre os documentos a serem reexportados e retorna o arquivo de resposta REEXPORT.RES
contendo os documentos que foram marcados como não exportados, para que a rotina de exportação possa
incluir estes documentos na próxima exportação. Todos os campos devem ser separados por pipe “|”.

Arquivo de Solicitação de Re-exportar documentos - (REEXPORT.TXT)

SEQ. NOM E CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

1 Cod. Externo ECF Código externo da ECF. AN 10

Código ordem de operação do


2 COO documento. N 8

3 Data emissão Data de emissão do documento. D 8 Formato: AAAAMMDD

Arquivo de Resposta de Re-exportar documentos - (REEXPORT.RESP)

SEQ. NOM E CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

1 Cod. Externo ECF Código externo da ECF. AN 10

Código ordem de operação do


2 COO documento. N 8

110 / 113
SEQ. NOM E CAM PO DESCRIÇÃO TIPO BYTES OBSERVAÇÕES

3 Data emissão Data de emissão do documento. D 8 Formato: AAAAMMDD

4 Resultado Resultado da re-exportação. AN

Poderá verificar arquivos TXT de exemplo em nosso site em Painel Administrativo > Downloads >
6-Úteis > Arquivos de Exemplo do DJIntegração ou clique aqui para efetuar o download..

111 / 113
10. Controle de Revisão

DATA M UDANÇAS AUTOR

28 nov 2017 · Criação do Manual Robert M. L. Priebsch

18 dez 2017 · Revisão do Manual Robert M. L. Priebsch

02 jan 2018
· Revisão do Manual de acordo com as mudanças efetuadas na versão
Robert M. L. Priebsch
0.7.23

24 jan 2018 · Correção do layout do arquivo de importação IBPT Robert M. L. Priebsch

Camila A. de Oliveira
19 mar 2018 · Revisão Final do Manual Letícia Silva
Robert M. L. Priebsch

· Adicionado:
o API
o Nota do campo F_J do CLIENTE.TXT
o Campo VFPe e Código do Estabelecimento do FPAGTO.TXT
04 mai 2018 o Campos Máximo Parcelas e Recalcular Parcelas do Robert M. L. Priebsch
PLAPAGTO.TXT
o Campo Senha do OPERADOR.TXT
o Campo DFE_CHAVE no registro DOC
o Arquivo .FIM

26 jun 2018 · Adicionado o campo 24 Terminal no arquivo de pré-venda. Robert M. L. Priebsch

30 ago 2018
· Correção do tamanho do campo "Descrição" de 100 para 30 do
Robert M. L. Priebsch
arquivo MOTIVOVC.TXT

01 nov 2018 · Atualizado o manual para a versão 0.9.01 Robert M. L. Priebsch

26 nov 2018 · Adicionado os novos campos no arquivo de integração do kardex Robert M. L. Priebsch

· Adicionado o tipo de pessoa 'R' para o arquivo de importação


CLIENTE.TXT
28 dez 2018
· Adicionado nota para motivos de cancelamento internos para o
Robert M. L. Priebsch
registro DOC do arquivo de exportação
· Adicionado 2 novos campos em OPERADOR.TXT para cadastro de
validade da senha

· Alterado o registro DCL:


15 fev 2019 o Campo 9 de tipo N para AN Robert M. L. Priebsch
o Adicionado o campo 19

· Atualizado o manual para a versão 0.9.7


26 fev 2019 Robert M. L. Pribesch
· Adicionado os novos campos 21 a 26 ao arquivo FPAGTO.TXT

28 fev 2019 · Adicionado os novos campos 42 a 48 do registro PIT da Pré-Venda e Robert M. L. Pribesch

112 / 113
DATA M UDANÇAS AUTOR

do DIT da DAV.

07 mar 2019
· Adicionado obervação no campo 48 CNPJ do fabricante no arquivo
Robert M. L. Pribesch
PRODUTO.TXT

29 mar 2019
· Adicionado o campo 22 CODLIDOVENDA no registro DIT do arquivo
Robert M. L. Pribesch
de exportação.

09 abr 2019 · Removido o registro TIV do arquivo de exportação. Robert M. L. Pribesch

09 mai 2019 · Adicionado os campos 32 a 35 no ICMS.TXT. Robert M. L. Pribesch

15 mai 2019 · Adicionado as informações do parâmetro Systray Robert M. L. Pribesch

21 mai 2019
· Adicionado nota no PRODUTO.TXT a respeito do código de barras de
Robert M. L. Pribesch
produto pesável.

· Atualizado o manual para a versão 0.9.8


18 jun 2019 Robert M. L. Pribesch
· Incluído o campo "Emissão" para a consulta de contas a receber.

· Adicionado o campo 54 no arquivo PRODUTO.TXT

02 jul 2019
· Adicionado 49 e 50 nos arquivos de pré-venda/dav.
Robert M. L. Pribesch
· Alterado o tamanho do campo E-mail de 50 para 60 dos arquivos de
pré-venda/dav.

01 ago 2019
· Adicionado o campo 27 no arquivo FPAGTO.TXT a respeito do vale
Robert M. L. Pribesch
presente

05 ago 2019 · Adicionado o registro DOR - Origem do Documento Robert M. L. Pribesch

· Adicionado aviso sobre ordem dos registro da Pré-venda;

21 ago 2019
· Alterado os campos de cód. animação para reservado no
Robert M. L. Pribesch
PRODUTO.TXT e CLIENTE.TXT
· Correção do campo "Indicador de Escala" no registro PIT e DIT

30 ago 2019 · Atualizado a versão do manual para 0.9.9 Robert M. L. Pribesch

113 / 113