Você está na página 1de 64

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

APOSTILA COLABORATIVA
QGIS 3.4.4 MADEIRA

CURITIBA
2019
1. O SOFTWARE 3

1.1 PROJETO 3

1.2 EDITAR 6

2.1 EXIBIR 9

2.2 CAMADA 21

3.1 CONFIGURAÇÕES 29

3.2 COMPLEMENTOS (PLUGINS) 34

4.1 VETOR 39

4.2 RASTER 45

5. BANCO DE DADOS E METASEARCH 51

6. MENU PROCESSAR e MENU AJUDA 55

8 SHAPEFILE
59

ÍCONES 60

MAIS INFORMAÇÕES 64
1. O SOFTWARE
O QGIS (antigo Quantum GIS) é um software multiplataforma de Sistema de
Informação Geográfica (SIG) gratuito, de código fonte aberto, que possibilita a visualização,
edição, análise e processamento de dados geoespaciais, tendo uma equipe de
colaboradores responsável pela criação e manutenção do mesmo. Está disponível para
download em: ​https://qgis.org/en/site/forusers/download.html​.

1.1 PROJETO
Ao abrir o programa, basta clicar na aba ​Projeto ​e optar entre iniciar um novo
projeto (​→Novo​) ou abrir um arquivo, seja ele raster ou matricial (​→Abrir​; onde você tem a
opção de abrir de um programa secundário ou um projeto já trabalhado recentemente).

Antes de iniciar um projeto, você pode definir previamente as propriedades para


seguir seu trabalho. Basta clicar na aba ​Projeto → Propriedades ​e alterar definições como
os dados gerais para o projeto, título e opções básicas de display (​→Geral​), além de adotar
um SRC (Sistema de Referência de Coordenadas) específico de acordo com o produto final
a ser adquirido (​→SRC​), entre outras funções.
Além disso, na aba ​→​Opções de aderência​, em ​Projeto​, você pode optar por
habilitar ou não a aderência entre vértices e segmentos nas camadas, além da edição
topológica dos mesmos.
Ao finalizar o projeto, você pode salvar ou ainda escolher o arquivo de preferência a
ser exportado para abrir em outra plataforma. Para não perder seu projeto, basta clicar na
aba ​Projeto ​→ ​Salvar/Salvar como/Salvar para​. Para exportar seu projeto como imagem
ou arquivo PDF a fim de abri-lo em outra plataforma, basta seguir o caminho ​Projeto ​→
Importar/Exportar​.

Além disso, você pode ainda produzir um produto final mais elaborado com a
ferramenta de Layouts do QGis em ​Projeto → Novo layout de impressão​, ou se caso já
tenha feito um layout prévio em outro projeto, basta seguir por ​Projeto → Gerenciador de
Layout​ e abri-lo posteriormente na edição final do layout para impressão do projeto.

Após já ter finalizado todo o procedimento de edição do projeto e salvo seu produto
final, basta abrir a aba ​Projeto → Sair do QGIS.
1.2 EDITAR
Com a aba “​editar” ​há a possibilidade de se modificar e editar o projeto vinculado ao
QGis. A primeira opção “​desfazer​” (​Ctrl+Z​) trata da possibilidade de se desfazer um
comando de ação, no caso se volta ao estágio anterior do processo. Já a opção “​refazer​”
(​Ctrl+Shift+Z​) é uma função contrária a primeira citada, logo o comando que fora desfeito a
partir do comando “desfazer” voltará a aparecer na tela principal mediante o clique.

No que diz respeito ao recorte de feições, esta ação poderá se desenvolver com o
clique sobre “​recortar feições​” ou a partir do teclado (​Ctrl+X​), para a cópia das mesmas
deve-se pressionar a ferramenta “​copiar feições​” (​Ctrl+C​), e para colar feições deve-se
pressionar a ferramenta “​Colar feições​” (​Ctrl+V​). Com a ferramenta de “​colar feições​”
como é possível colar feições como “ uma nova camada vetorial​” e como “​temporary
scratch layer​”.

Após iniciar um projeto com a disposição de uma camada, pode-se a partir da função
“​selecionar​” acessar as ferramentas de “​feições​”, “​feições através de polígono​”, “​feições
de traço livre​”, “​feições através de raio​”, “​selecionar feições por valor​”, “​selecionar
feições pela expressão​”, “​desfazer seleção de feições em todas as camadas​”,
“​selecionar todas as feições​”, “​inverter seleção de feição​”, a fim de remodelar as
camadas já produzidas.
É possível, ainda a partir da aba “​Editar​”, realizar as seguintes funções - “​adicionar
feição​”, “​adicionar feição circular​”, “​adicionar feição circular pelo raio​”, para continuar
editando a camada em uso.

A partir da função “​Adicionar Círculo​” pode-se “​adicionar círculo para 2 pontos”,


“adicionar círculo para 3 pontos​”, “​adicionar círculo a partir de 3 tangentes​”, “​adicionar
círculo a partir de 2 tangentes e um ponto​”, “​adicionar círculo a partir de um ponto
central e um outro ponto​” (nomes auto explicativos).

A partir da ferramenta “​adicionar retângulo​” pode-se “​adicionar retângulo pela


extensão​”, “​adicionar retângulo a partir do centro e um ponto​”, “​adicionar retângulo a
partir de 3 pontos (distância a partir do 2 e 3 pontos)​”, “​adicionar retângulos a partir de
3 pontos (distâncias a partir de pontos projetados em segmentos p1 e p2)​”.

Com a função “​adicionar polígono regula​r” é possível acessar as funções como


“​adicionar polígono regular a partir do centro e um ponto​”, “​adicionar polígono regular
a partir do centro e um canto​”, “​adicionar polígono regular a partir de 2 pontos​”.

A partir da função “​adicionar elipse​”, pode-se acessar as ferramentas “​adicionar


elipse a partir do centro e 2 pontos​”, “​adicionar elipse a partir do centro e um ponto​”,
“​adicionar elipse a partir de extensão​”, “​adicionar elipse a partir de Foci​”.

Seguindo pelas funções a partir da aba “​editar​”, é possível “​mover as feições​”,


“​copiar e mover as feições​”, “​excluir os itens selecionados​” e “​modificar atributos de
feições selecionadas​”; Assim como, “​rotacionar feições​”, “​simplificar feições​”,
“​adicionar anel​”, “​adicionar parte​”, “​preencher anel​”, “​excluir anel​”, “​excluir parte​”,
“​remodelar feições​”, acionar e ferramenta de “​curva de deslocamento​”, “​quebrar
feições​”, “​dividir as partes​”, “​mesclar feições selecionadas​”, “​mesclar atributos de
feições selecionadas​”, utilizar a “​ferramenta vértice(todas as camadas)​” e “​rotacionar
símbolos de pontos​”.
2.1 EXIBIR

Nova Visualização de Mapa

Com esse comando, é possível gerar um novo mapa, porém menor. Você poderá
usar esse novo mapa, sem que o mesmo interfira no mapa central que o usuário
estiver utilizando, conseguindo ver duas informações ao mesmo tempo.
Dentro dessa funcionalidade é possível encontrar as seguintes ferramentas: Ver
tudo, Aproximar a seleção, Aproximar a camada, Definir tema de vista, Ver
configurações.

Nova Vista do Mapa 3D


Para fazer com que essa funcionalidade de fato funcione, o usuário precisará de um
arquivo raster que possua os dados de elevação do local de estudo, sendo o
mesmo em um sistema de referência e coordenadas projetado ou plano. Para
conseguir ver a imagem em formato 3D, o usuário precisará pressionar a tecla ​Shift
do teclado e ajustar a imagem com o cursor do ​mouse​, assim conseguindo de fato
ver a elevação do local de estudo.

Panorâmica no Mapa

Ao clicar em seu projeto com o botão esquerdo do ​mouse ou pressionar a barra de


espaço do teclado, o usuário poderá movimentar a sua tela, assim podendo
visualizar mais informações que estão em seu projeto. O mesmo pode ser realizado
utilizando as quatros setas do teclado.

Mover mapa para seleção


Ao clicar com o botão esquerdo do ​mouse no item desejado em camada, o mapa irá
centralizar no local.

Aproximar

Ao selecionar essa opção, o usuário precisará pressionar o botão esquerdo do


mouse na área em que deseja se aproximar. A área selecionada será marcada com
um balão azul, mostrando qual será a área afetada. Outra maneira de aproximar a
imagem é centralizando-a e pressionar as teclas ​Ctrl​ + ​+​.

Afastar

Ao selecionar essa opção, o usuário precisará pressionar o botão esquerdo do


mouse na área em que deseja se afastar. A área selecionada será marcada com um
balão azul, mostrando qual será a área afetada. Outra maneira de afastar a imagem
é centralizando-a e pressionar as teclas ​Ctrl​ + ​-​.

Identificar Feições

A ferramenta permite interagir com a tela do mapa e obter informações sobre


recursos em uma nova janela que aparecerá a direita da tela. Para isso é preciso
que o usuário selecione a área desejada. Uma outra maneira de acessar essa
ferramenta é pressionando o atalho ​Ctrl + ​Alt + ​I​. Ao fazer isso um quadrado laranja
irá aparecer, onde será a área escolhida pelo usuário. A seguir um exemplo da
funcionalidade.
Medir

Em “Medir”, podemos acessar três diferentes ferramentas, são elas: Linha, Área,
Ângulo.
Ao escolher Linha, o usuário poderá ver a distância escolhida de um ponto A para o
B em metros, quilômetros, pés, jardas, milhas, milhas náuticas, centímetros,
milímetros, graus e unidades do mapa.

Ao selecionar Área, o usuário poderá selecionar diversos pontos contornando a área


desejada, assim conseguindo medir a área em metros quadrados, quilômetros
quadrados, pés quadrados, jardas quadradas, milhas quadradas, hectares, acres,
centímetros quadrados, milímetros quadrados, milhas náuticas quadradas, graus
quadrados, unidades do mapa.

Ao selecionar Ângulo, o usuário irá selecionar dois pontos e visualizar a sua


angulação.

Resumo estatístico

O usuário precisará escolher duas opções para a funcionalidade cruzar os dados e


fornecer os resultados. No exemplo a seguir, utilizamos como primeira escolha o
shapefile de um município e como segunda escolha a opção “ID1”, os resultados
obtidos foram os seguintes:
Ver tudo

Caso o projeto não esteja aparecendo na tela, ao selecionar essa opção ou utilizar o
atalho ​Ctrl + ​Shift + ​F​, o projeto ficará centralizado, fazendo que todo ele apareça
em sua tela.

Aproximar à Camada

Seleciona uma camada desejada, após isso ative essa opção e todas as camadas
dessa sessão ficarão expostas em sua tela.

Aproximar à Seleção

Quando se tem uma feição selecionada, a mesma será centralizada na tela de


projeto. Para selecionar é preciso ativar a função “selecionar feições por área ou por
simples clique”.

Última visualização

Volta para a última visualização que estava na tela.

Próxima visualização

Caso tenha usado a funcionalidade “Última visualização”, essa opção se torna


disponível, e sua tela voltará para onde você estava anteriormente.

Zoom para resolução nativa (100%)

Para essa funcionalidade ficar disponível, o projeto precisa conter uma camada
raster.

Decorações >
Malha
Ao selecionar essa opção, podemos criar uma grade em seu projeto, onde podemos
regular os intervalos X e Y da maneira que o usuário desejar, assim como o tipo de
grade (linha ou marcador).

Barra de Escala
Ao selecionar essa opção, uma barra de escala irá aparecer em seu projeto, onde a
mesma sempre permanecerá no local selecionado. Podemos escolher de quatro
maneiras diferentes o estilo da barra de escala (marcadores abaixo, marcadores
acima, barra ou caixa), e também sua posição (superior esquerdo, superior direito,
inferior esquerdo e inferior direito).
Rosa dos Ventos
Uma rosa dos ventos pré-definida irá aparecer em seu projeto no local indicado, ou
caso o usuário prefira uma rosa dos ventos diferentes, poderá selecionar em
Custom SVG.​ O usuário poderá editar seu tamanho, ângulo e sua posição (superior
esquerdo, superior direito, inferior esquerdo e inferior direito).

Rótulo de Copyright
Criará uma etiqueta de direitos autorais personalizada. Poderá alterar a fonte
desejada e sua posição no projeto.

Extensão de tela
Poderá editar os símbolos e fontes das extensões selecionadas.
Modo de pré-visualização

Essa ferramenta serve para visualizar como seu projeto fica em sua forma final em
diferentes meios. O usuário poderá ver como seu projeto fica das seguintes formas:

Mostrar dicas do mapa

Essa guia é criada especificamente para dicas de mapas: exibe uma mensagem na
tela do mapa ao passar o ​mouse sobre um recurso da camada ativa. Esta
mensagem pode ser o valor de um campo ou um texto HTML mais complexo e
completo que mistura campos, expressões e HTML (multilinha, fontes, imagens,
hyperlink).
A seguir um exemplo de código HTML e como ele se comporta na tela do projeto:

Dica do mapa feito com código HTML.


Novo Favorito

Ao posicionar a tela em um determinado lugar e selecionar “Novo Favorito” ou usar


o atalho ​Ctrl​ + ​B​, o usuário salvará o local.

Mostrar Favoritos

Irá abrir uma nova janela com todos os locais salvos e suas respectivas
informações:

Caso deseje remover um de seus favoritos, basta clicar no balde de lixo vermelho
após selecionado o item desejado.

Atualizar

Caso o projeto não tenha atualizado após uma modificação, aperte a opção
“Atualizar” ou use seu atalho ​F5​.

Mostrar Todas as Camadas


Ativa todas as camadas que seu projeto possui. Essa função pode ser ativada
através do atalho ​Ctrl​ + ​Shift​ + ​U​.

Ocultar Todas as Camadas

Desativa todas as camadas que seu projeto possui. Essa função pode ser ativada
através do atalho ​Ctrl​ + ​Shift​ + ​H​.

Mostrar camadas selecionadas

Selecione as camadas que deseja aparecer em seu projeto, o usuário precisa ir na


barra de “Camadas” pressionando ​Ctrl + ​Mouse Esquerdo​, ativar essa função irá
fazer com que as camadas selecionadas apareçam na tela de projeto. Outro modo
mais simples é simplesmente clicando na caixa ao lado esquerdo do nome da
camada.

Esconder camadas selecionadas

Selecione as camadas que deseja retirar em seu projeto, o usuário precisa ir na


barra de “Camadas” pressionando Ctrl + ​Mouse Esquerdo​, ativar essa função faz
com que as camadas selecionadas desapareçam da tela de projeto. Outro modo
mais simples é simplesmente clicando na caixa ao lado esquerdo do nome da
camada.

Ocultar camadas não selecionadas

Selecione as camadas desejadas pressionando ​Ctrl + ​Mouse Esquerdo​. Somente


as camadas marcadas irão aparecer na tela de seu projeto, enquanto as não
selecionadas permanecerão ocultas.

Painéis
O QGIS disponibiliza diversos painéis que podem ser ativados. Após a sua ativação
marcando o quadrado da opção escolhida, o usuário poderá arrastar a sua caixa
onde achar mais prático, assim acessando algumas funcionalidades com maior
velocidade.

Barra de Ferramentas

Parecido com a função “Painel”, após a sua ativação, irá aparecer a opção
selecionada na barra de ferramentas, facilitando e agilizando o processo.

Mudar para o Modo Tela Cheia

Ao entrar no modo tela cheia, o QGIS será o único programa aparecendo em sua
tela. Pode ser ativado/desativado pelo atalho ​F11​.

Mudar para Visibilidade do Painel

Ativa e desativa todas as funcionalidades da ferramenta “​Painel​” que estavam


ligadas anteriormente.

Alterar apenas o mapa

Apenas o seu projeto irá aparecer em sua tela, retirando todo tipo de ferramenta ou
opção. Também pode ser acessado pelo atalho ​Ctrl​ + ​Shift​ + ​Tab​.
2.2 CAMADA

Gerenciador de fonte de dados

Abre uma janela para adicionar uma camada ao projeto, pelo navegador ou pelo tipo
de dado.

Criar nova camada

Permite criar uma camada do zero, escolhendo o tipo de dado.

Adicionar camada
Mesma função do gerenciador de fonte de dados, mas já com os tipos de dado no
menu.

Incorporar camadas e grupos...

Permite adicionar uma camada ou um grupo de camadas a partir de um projeto


existente. Abre uma janela para escolher o projeto e as camadas.

Adicionar a partir de arquivo de definição de camada

Abre uma janela para adicionar um arquivo de definição de camada (arquivo QLR),
que carrega propriedades e configurações para a camada.

Copiar estilo

Copia as propriedades de estilo da camada (simbologia, rótulos, etc.).

Colar estilo

Cola o estilo copiado anteriormente. Os estilos só são transferidos se o tipo de


camada da origem for igual ao da camada de destino.

Copiar camada

Copia a camada integralmente.

Colar camada/grupo

Cola a camada ou grupo copiado anteriormente. Depois de copiadas, as camadas


são independentes, só compartilham a fonte.

Abrir tabela de atributos

Abre a tabela e atributos da camada selecionada. Arquivos raster não têm tabela de
atributos.

Alternar edição
Ativa ou desativa o modo de edição, onde são alteradas as feições, os atributos, etc.
É possível editar mais de uma camada ao mesmo tempo, apenas selecionando qual
estará ativa no momento. Arquivos raster e alguns formatos de vetor não permitem
o modo de edição. As propriedades gerais da camada não são afetadas por esse
modo, podem ser alteradas a qualquer momento.

Salvar edições na camada

Depois de realizar alguma alteração no modo edição, salva sobre o arquivo fonte da
camada. Quando o modo edição é desativado (clicando em Alternar edição), o
programa também pergunta se deve salvar as edições.

Edições atuais

Permite salvar, reverter ou cancelar as edições, para a camada selecionada ou


todas.

Salvar como...

Abre uma janela para salvar os dados da camada.


As janelas para rasters e para vetores apresentam opções e formatos de arquivo
diferentes:

Salvar como arquivo de definição de camada

Permite salvar um arquivo de definição de camada (arquivo QLR), que armazena


propriedades e configurações da camada.
Remover camada/grupo

Remove definitivamente uma camada ou grupo de camadas.

Duplicar camada(s)

Cria uma camada idêntica, com um sufixo indicando ser a cópia.

Definir a escala de visibilidade da(s) camada(s)

Permite ativar a opção de escala de visibilidade da camada: qual a escala máxima e


mínima (ou zoom) para que a camada esteja visível.

Definir o SRC da(s) camada(s)

Abre a janela de seleção de Sistema de Coordenadas de Referência (SRC), que


apresenta uma lista de sistemas de referência com seu código EPSG.

Definir o SRC do projeto a partir da camada

O Sistema de Coordenadas de Referência do projeto passa a ser o mesmo da


camada selecionada.

Propriedades da camada...

Abre a janela de propriedades da camada, com várias opções de configuração e


estilo. Em camadas raster: ​Informação, Fonte, Simbologia,Transparência,
Histograma, Renderização, Pirâmides, Metadata, Legenda e QGIS Server.​ As
funções de salvar e carregar estilos estão presentes aqui.
Em camadas vetoriais: ​Informação, Fonte, Simbologia, Rótulos, Diagramas,
Visualização 3D, Campos da fonte, Formulário de atributos, Uniões,
Armazenamento auxiliar, Ações, Mostrar, Renderização, Variáveis, Metadados,
Dependências, Legenda, QGIS Server e Digitalização​.
Filtrar...

Permite exibir apenas feições filtradas, sem alterar o arquivo. Abre uma janela para
definir os parâmetros do filtro.

Rotular

Abre a aba de Rótulos no painel de estilos, também presente nas propriedades da


camada.

Mostrar na visão geral


Adiciona camadas à "visão geral", que serão exibidas na janela de Visão geral do
mapa.

Mostrar tudo na visão geral

Adiciona todas camadas à "visão geral".

Ocultar tudo da visão geral

Oculta todas as camadas da"visão geral".

2.2.1 Painel

O painel Camadas corresponde à legenda do mapa quando for inserida no layout.


No painel estão exibidas todas as camadas do projeto e algumas funções em ícones
na barra ou com no menu aberto clicando com o botão direito em cima da camada
(que repete várias das funções já citadas). Duplo clique na camada também permite
abrir as propriedades.

Abrir o painel de estilos

Abre o painel de estilos, para a camada selecionada.

Adicionar grupo
Cria um grupo novo. Nos grupos é possível inserir camadas, que são mostradas ou
ocultadas, movidas e removidas junto com o restante do grupo.

Exibição das camadas

Permite mostrar e ocultar camadas, todas de uma vez ou só as selecionadas.

Filtrar legenda pelo conteúdo do mapa

Filtrar legenda através de expressão

Expandir tudo

Abre as árvores de grupos e de classes nas camadas. Equivalente a clicar nas


setinhas (>) ao lado de cada camadas.

Fechar tudo

Fecha as árvores de grupos e de classes nas camadas. Equivalente a clicar nas


setinhas (V) ao lado de cada camadas.

Remover camada/grupo

Tem a mesma função do ​Remover camada/grupo na barra. Remove definitivamente


uma camada ou grupo de camadas.
3.1 CONFIGURAÇÕES
Esta aba principal adiciona sub-abas como: User Profiles, Gerenciador de
Estilos,
Projeções Personalizadas, Atalhos de teclado, Personalização da interface e
Opções.

3.1.1. - ​User Profiles: ​servirá para a determinação de um tipo de usuário, padrão ou


pré selecionado de acordo com o usuário.

3.1.2. - Gerenciador de Estilos ​abrirá uma janela semelhante a essa. Responsável


por definir o estilo, a cor, e os ícones a serem usados na tipologia gráfica. Os
tópicos ​Marcador, Linha e Preenchimento são pré-selecionados para os ícones
originais do Qgis, podendo ser adicionados novos ícones na aba “​add tag...”​ .
3.1.3. - Projeções Personalizadas: ​abrirá uma janela semelhante a essa. Nela, é
possível definir o sistema SRC à ser utilizado nos seus projetos, lembrando que o
formato deve ser ​proj4.

3.1.4. - Atalhos do Teclado​: essa janela abrirá uma opção de busca para definir
alguns atalhos que poderão ser usados para uma melhor utilização (mais rápida) do
​ ela, podem ser adicionados atalhos já existentes, criar opções de atalho
software. N
e mudar as configurações já existentes.
3.1.5. - Customização da Interface​: do Qgis é um software livre e gratuito, sua
interface é uma das mais didáticas dentre os softwares de mapeamento devido a
sua capacidade de ser customizado de acordo com os interesses do usuário. Nessa
janela o usuário poderá selecionar uma infinidade de opções de personalização,
podendo marcar ou desmarcar os tópicos de interesse. Lembrando que essas
opções irão ser refletidas na sua interface de navegação, podendo adequar-se de
acordo com o usuário.
3.1.6. - Opções: ​mostrada na imagem à seguir, revela uma vasta gama de opções,
podendo ser dividida nos tópicos laterais em:

A. Geral: Essa opção mostrará opções de idioma do software, os estilos


de iniciação, a fonte utilizada e algumas opções de inicialização
padrão, que podem ser definidas a critério do usuário.

B. Sistema: nesta opção são mostradas os caminhos em que o software


irá buscar e salvar os arquivos, além de indicar caminhos para
complementos e outros documentos já preexistentes dentro do
sistema Qgis.
C. SRC: a Src nada mais é do que o sistema de referencial cartográfico,
nele é possível definir um sistema projetivo para seus projetos.

D. Fonte de dados: nesse tópico o usuário poderá selecionar e utilizar


dados de sistemas de dados já existentes.
E. Renderização: nesta opção podem ser habilitadas opções de
camadas, como nível de ampliação padrão, qualidade de
renderização, segmentos de curva, as bandas de raster, e melhorar os
contrastes.

F. Tela e legendas: nessa opção o usuário poderá selecionar uma cor


para a aparência padrão do mapa, legenda da camada, ou dicas do
mapa.

G. Ferramentas de mapa: nessa aba pode-se identificar e estabelecer o


raio para mostrar as feições do mapa, sua cor, seu buffer, e sua
largura mínima. Pode-se também definir a cor da linha, o fator de
aproximação e as escalas pré-definidas.
H. Cores: Seleciona as cores padrão.

I. Digitalizar: Define as opções de criação de feições, a espessura e cor


das linhas. Pode-se também utilizar a opção Aderir, para projetos
específicos do usuário.

J. Layouts: define as opções de layout como fonte padrão, aparência da


grade e configurações.

K. GDAL: Nessa área pode-se selecionar os formatos de arquivos a


serem utilizados, dentre eles os mais comuns e os menos utilizados.

L. Variáveis: apresenta o nome de usuário, a linguagem e a versão do


software.

M. Autenticação: define um perfil de usuário com senha para seus


projetos.

N. Rede: define o sistema de WMS padrão, o navegador padrão e as


definições de cache utilizadas.

O. Locator: Revela as camadas do projeto, as ações, as feições da


camada, a calculadora, os favoritos espaciais, as configurações, os
algoritmos de processamento e a edição das feições selecionadas.
P. Avançado: define as configurações avançadas do software, podendo
navegar nas pastas internas do software.

Q. Aceleração: Ativa a OpenCL acceleration, para otimizar seu acesso à


rede.

R. Processamento: pode-se definir ou redefinir os sistemas padrões na


configuração geral, menus, modelos, provedores ou Scripts.

3.2 COMPLEMENTOS (PLUGINS)

Na sequência, a próxima aba presente na barra de tarefas do QGIS


estão localizados os complementos, ou ​plugins,​ do sotware.

Um plugin é uma pequena extensão que busca se encaixar a algum


programa principal, no caso o QGIS, e que adiciona novas funções ou recursos a
ele. Normalmente são programas leves e que não comprometem ou alteram o
funcionamento geral do software, além de serem de fácil instalação ou manuseio.

3.2.1. - Gerenciar e Instalar Complementos.

Desta forma, para abrir e iniciar a instalação de um novo


complemento, dentro do QGIS, os passos abaixo devem ser observados:

a) identificação da aba complementos e clicar em “Gerenciar e Instalar


Complementos”

b) a tela abaixo irá se abrir, já indicando todos os complementos


existentes no software:
c) para efetivar a instalação, ou desinstalação, do plugin, deve-se
clicar no aplicativo selecionado e em “instalar complemento”. Iniciar-se-á o
download, e na sequência um novo ícone, referente ao aplicativo deve ser
adicionado a barra de tarefas do software. Veja o exemplo de instalação do
aplicativo “street view”, da Google:
A partir desta instalação, o aplicativo está pronto para ser usado e
integrado o software original.

Outras opções também ficam disponíveis ao se abrir a janela de


complementos, como visto anteriormente. Dentre estas outras opções, podemos
observar as indicações sobre quais complementos já estão instalados ou não
instalados, podendo ser acessados com o clique na aba respectiva.

Já a aba “Install from ZIP” permite a possibilidade de se realizar a


pesquisa por algum complemento externo, não pré-cadastrado no software.

Finalmente, a aba “opções” possibilita descobrir a existência de novas


atualizações de aplicativos, além de dar a opção de mostrar complementos
experimentais ou antigos que já foram retiradas da base do software, porém que se
mantém na “biblioteca” de aplicativos do QGIS.
Portanto, sobre gerenciamento e instalação de plugins, estas são as
principais informações necessárias para o ideal funcionamento do programa.

3.2.2. – TERMINAL PYTHON

A segunda opção que aparece ao selecionarmos a aba de


complementos é o “terminal Python”.

Python é uma linguagem de programação específica e diferenciada da


comumente utilizada pelo Qgis, e que usa scripts para ser modelado.

Percebe-se, conforme imagem abaixo, que o terminal python é aberto


como uma janela não modal, diretamente no software:
Isso ocorre em razão da natureza de programação do Python, que
permite a criação de novos padrões e complementos para o Qgis que sejam
personalizados.

Assim, temos a apresentação das duas opções pré-existentes na aba


complementos do QGIS, que permitem a utilização e criação de plugins específicos
para o trabalho que será realizado.
Autoras: Bruna Benato Rutyna; Martha Cavalheiro Böck; Nathalie Vieira Lucion.

4 VETOR E RASTER

Nesse tópico será abordado sobre as ferramentas denominadas “Vetor” e “Raster”,


conforme a figura abaixo.

4.1 VETOR

Na categoria “Vetor”, estão disponíveis as ferramentas: “Geoprocessamento”,


“Geometrias”, “Analisar”, “Gerenciar Dados” e “Investigar”, de acordo com a figura abaixo.

4.1.1 GEOPROCESSAMENTO:

Este menu apresenta diferentes ferramentas que permitem a criação de


feições a partir do processamento das informações contidas na camada ou entre
camadas.

a) Buffer: Esse algoritmo calcula uma área de buffer para todos os recursos em uma
camada de entrada.
b) Recortar: Esse algoritmo captura uma camada vetorial usando os polígonos de uma
camada adicional. Somente as partes dos recursos na camada de entrada que se
encaixam nos polígonos da camada de recorte serão adicionadas à camada
resultante.

c) Envoltória Convexa: Essa ferramenta é usada para calcular o casco convexo de


recursos em uma camada. Se um campo for especificado, ele irá dividir os recursos
em classes e irá calcular uma envoltória convexa separada para os recursos de cada
classe.

d) Diferença: Ferramenta que extrai recursos da camada entrada que estão fora ou
sobrepõem parcialmente os recursos na camada de diferença.

e) Dissolver: Usa uma camada vetorial de polígonos e dissolve os adjacentes em


geometrias únicas. Pode-se dissolver apenas polígonos pertencentes à mesma
classe (com o mesmo valor para o atributo especificado), ou todos os polígonos
considerando apenas suas geometrias.

f) Interseção: Utilizado para extrair as partes sobrepostas de recursos nas camadas de


entrada e interseção.

g) Diferença Simétrica: Esse algoritmo cria uma camada contendo recursos das
camadas Entrada e Diferença, mas com as áreas sobrepostas entre as duas
camadas removidas.

h) União: Esse menu cria uma camada contendo todos os recursos das duas camadas
de entrada.

i) Eliminar polígonos selecionados: Ferramenta utilizada para apagar polígonos.

4.1.2 GEOMETRIAS:

Pontos, linhas e polígonos que possuem características espaciais são


chamados de geometrias. A Geometria no QGIS 3.4.4 Madeira, é uma ferramenta
que permite que o usuário do software possa trabalhar com diferentes Geometrias
que mais se adequam ao seu tipo de projeto.
Sendo assim, as Geometrias são divididas em outras 12 funções / algoritmos/tipos
de geometrias.

a) Centroídes : Nesta função, é possível criar uma nova camada de ponto,


representando o centróide das geometrias através de uma camada de
entrada.

b) Collect Geometries: A partir de uma nova camada vetorial, são coletas novas
geometrias multipartes.

c) Extract vertices: Esse algoritmo utiliza-se de uma camada de linha ou


polígono e a partir de um destes, gera uma camada de ponto com pontos
representando os vértices nas linhas de entrada ou polígonos.

d) Multipartes para partes simples: Esse tipo de geometria usa uma camada
vetorial com geometrias multipartes, gerando uma nova camada, na qual
todas as geometrias contêm uma única peça.

e) Simplificar: Nesta função/algoritmo, são simplificadas as geometrias de uma


camada de linha ou polígono, criando uma nova camada com geometrias
com menor número de vértices.

f) Verificar a validade: É executada verificação de validade nas geometrias que


se encontram numa camada vetorial. Tais geometrias podem se enquadrar
em três grupos: válido, inválido e erro.

g) Triangulação de Delaunay : É possível, com utilização deste algoritmo, criar


uma camada de polígonos com a triangulação de delaunay que corresponde
a uma camada de pontos.
h) Densificar por contagem: Nesse algoritmo, é possível usar um polígono ou
uma camada de linha e gerar um novo, tendo as geometrias um número
maior de vértices do que o original.

i) Adicionar tributos de geometria: São calculadas as propriedades


geométricas dos recursos em uma camada vetorial, gerando uma nova
camada vetorial com o mesmo conteúdo da entrada, mas com atributos
adicionais em sua tabela de atributos, contendo medidas geométricas.

j) Linhas para Polígonos: É gerada uma camada de polígonos usando as linhas


de uma camada.

k) Polígonos para Linhas: É gerada uma camada de linha a partir de uma


camada de polígono.

l) Polígonos de Voronoi : A partir do uso de uma camada de pontos, é gerada


uma camada de polígonos contendo os polígonos voronoi correspondentes a
esses pontos de entrada.

4.1.3 ANALISAR ​: ​Analisar Vetor, no QGIS 3.4.4, diz respeito a forma com a qual os dados
vetoriais podem ser analisados de diferentes formas para mostrar as interações entre
diferentes feições no espaço.

Dessa forma, são dispostos os algoritmos acima, de forma a identificar as feições de


interesse no terreno. Estes algoritmos serão explicados a seguir.

a) Interseções de linhas: Esse algoritmo é responsável por criar pontos de


interseção entre camadas de linhas.

b) Coordenada(s) média(s): É calculada uma camada de ponto com o centro de


massa de geometrias em uma camada de entrada.

c) Campo para estatística básica: São geradas com esse algoritmo, estatísticas
básicas a partir da análise de valores em um campo na tabela de atributos de
uma camada vetorial.
d) Contar pontos no polígono: Esse algoritmo usa uma camada de pontos e
uma camada de polígonos e conta o número de pontos do primeiro em cada
polígono do segundo, levando a uma nova geração de polígonos, que
contém o número exato de polígonos de entrada, com um campo adicional
com a contagem de pontos correspondente a cada polígono.

e) Matriz de distância: Uma tabela é criada contendo uma matriz de distância,


com distâncias entre todos os pontos em uma camada de pontos.

f) Lista valores únicos: Um relatório com informações é gerado sobre os valores


exclusivos encontrados em um determinado atributo (ou atributos) de uma
camada vetorial.

g) Vizinho mais próximo: Executa a análise de vizinho mais próximo para uma
camada de ponto.

h) Soma de comprimentos de linha: Esse algoritmo usa uma camada de


polígonos e uma camada de linha e mede o comprimento total das linhas e o
número total delas que cruzam cada polígono.

4.1.4 GERENCIAR DADOS:

Esta aba diz respeito às diferentes maneiras possíveis que pode-se organizar
dados em camadas.

A aba Gerenciar Dados é composta por outros 5 algoritmos que serão listados a seguir.

a) Mesclar camadas vetoriais: Tal algoritmo combina várias camadas vetoriais do


mesmo tipo de geometria em uma única camada.

b) Reprojetar camada: Ao reprojetar uma nova camada vetorial, novas geometrias são
reprojetadas para um novo CRS.
c) Criar índices espaciais: Cria um índice para acelerar o acesso aos recursos em uma
camada com base em sua localização espacial. O suporte para criação de índice
espacial depende do provedor de dados da camada.

d) Unir atributos pela posição: Esse algoritmo usa uma camada de vetor de entrada e
cria uma nova camada vetorial que é uma versão estendida da entrada, com
atributos adicionais em sua tabela de atributos.

e) Dividir uma camada vetorial: Esse algoritmo usa uma camada de vetor e um atributo
e gera um conjunto de camadas de vetores em uma pasta de saída. Cada uma das
camadas criadas nessa pasta contém todos os recursos da camada de entrada com
o mesmo valor para o atributo especificado.

4.1.5 INVESTIGAR:

Este menu apresenta ferramentas que permitem o usuário, criar, selecionar


e editar pontos dentro de um Polígono.

a) Selecionar por localização: Esta ferramenta cria uma seleção em uma camada
vetorial com base na espacialidade entre os recursos.

b) Criar grade: Ferramenta que permite a criação de uma grade vetorial.

c) Extrair extensão da camada: Pega uma camada de mapa e gera uma nova camada
de vetor com a caixa delimitadora mínima que cobre a camada de entrada.
d) Pontos aleatórios na extensão/ Pontos aleatórios nas bordas da camada/Pontos
aleatórios no interior dos polígonos: Estes algoritmos criam uma nova camada de
pontos com um determinado número de pontos aleatórios, todos eles dentro de uma
determinada extensão.

e) Seleção aleatória: Esse algoritmo usa uma camada vetorial e seleciona um


subconjunto de seus recursos. O subconjunto é definido aleatoriamente, usando um
valor percentual.

f) Seleção aleatória de subconjuntos: Este menu se diferencia do anterior, pois o valor


de porcentagem não é aplicado a toda a camada, mas a cada categoria.

g) Pontos regulares: Permite a criação de pontos regularmente dispostos ao longo da


camada.

4.2 RASTER

Na categoria “Raster” estão inseridas as ferramentas: “Calculadora Raster”, “Alinhar


Rasters”, “Análise”, “Projeções”, “Miscelânea”, “Extrair” e “Converter”, demonstrado na figura
abaixo.

4.2.1 CALCULADORA RASTER

A opção “Calculadora Raster”, segundo a figura abaixo, permite que seja realizado
cálculos entre rasters com base nos valores dos pixels, gerando um novo raster com o
resultado.
4.2.2 ALINHAR RASTERS

A ferramenta “Alinhar Rasters”, conforme a figura abaixo, permite alinhar vários


rasters, por exemplo, reprojetando para um mesmo sistema projetivo de coordenadas,
redefinindo para um mesmo tamanho de célula, cortando uma região de interesse, etc.
4.2.3 ANÁLISE

Em “Análise” estão presentes as ferramentas: “Aspecto”, “Preencher sem dados”,


“Grade (Média móvel)”, “Grade (Dados métricos)”, “Grade (Inverso da distância à potência)”,
“Grade (Vizinho mais próximo)”, “Sombreamento”, “Preto próximo”, “Proximidade (distância
raster)”, “Rugosidade”, “Crivo”, “Declividade”, “Índice de Posição Topográfica (TPI)” e “Índice
de Rugosidade do Terreno”, de acordo com a figura abaixo.
a) Aspecto: para representar a inclinação das vertentes, sendo esta classificada em 8
direções com intervalos de 45 graus a partir do Norte Geográfico.

b) Preencher sem dados: Preencher regiões do raster que não possuem valor a partir da
interpolação das bordas.

c) Grade (Média móvel): Calcular de maneira simples a média aritmética dos dados,
utilizando uma janela móvel.

d) Grade (Dados métricos): Calcular algumas métricas dos dados utilizando uma janela
especificada.

e) Grade (Inverso da distância à potência): Método interpolador de média ponderada.

f) Grade (Vizinho mais próximo): Retorna o valor do ponto mais próximo.

g) Sombreamento: criar um mapa sombreado, podendo indicar o tipo de insolação, azimute


e inclinação. Proporcionando assim, uma aparência tridimensional.

h) Preto próximo: Converter bordas de uma cor para preto ou branco.

i) Proximidade (distância raster): Gera um mapa de proximidade, indicando a distância do


centro de cada pixel até o centro do pixel mais próximo.

j) Rugosidade: Gera um raster com o grau de irregularidade da superfície.

k) Crivo: Remover polígonos raster menores que um tamanho limite - fornecido em pixels,
substituindo-os pelo valor de pixel do maior polígono vizinho

l) Declividade: para calcular o ângulo de inclinação de cada célula.

m) Índice de Posição Topográfica (TPI): Calcula a diferença entre um pixel central e a média
de suas células circundantes.

n) Índice de Rugosidade do Terreno (TRI): para medir a quantidade de heterogeneidade do


terreno, conforme Riley ​et al.​ (1999).

4.2.4 PROJEÇÕES

Em “Projeções” estão disponíveis as seguintes ferramentas: “Definir projeção”,


“Extrair projeção” e “Reprojetar coordenadas”, conforme a figura abaixo.
a) Definir projeção: definir o sistema projetivo do raster.

b) Extrair projeção: extrair a projeção de um raster e escrevê-lo em um arquivo de texto.

c) Reprojetar coordenadas: converter ou transferir um raster de um sistema de referência de


coordenadas para outro.

4.2.5 MISCELÂNEA

A opção “Miscelânea” contém as seguintes ferramentas: “Construir raster virtual”,


“Informações do raster”, “Mesclar”, “Construir visões gerais (pirâmides)” e “Índice
deslizante”.

a) Construir raster virtual: Criar um mosaico da lista de rasters suportados pelo GDAL de
entrada.

b) Informações do raster: Lista informações sobre um conjunto de dados rasters suportado


pelo GDAL.

c) Mesclar: Mesclar rasters de uma maneira simples.

d) Construir visões gerais (pirâmides): Com o intuito de acelerar o tempo de renderização,


pirâmides (camadas de varreduras) são criadas.

e) Índice deslizante: Criar um shapefile para o arquivo raster.


4.2.6 EXTRAIR:

Este menu serve para que o usuário possa fazer a extração de um contorno ou
recorte a partir de coordenadas x e y.

O menu apresenta as seguintes ferramentas e opções:


a) [Recortar raster pela extensão];
b) [Recortar raster pela camada de máscara];
c) [Contorno];

4.2.7 CONVERTER:

Menu utilizado para a conversão entre formatos raster e vetor que permite que você
faça uso de dados raster e vetoriais. Para combinar uma análise de raster e vetor, você
precisa converter o tipo de dado para o outro, portanto, este menu serve para a conversão
entre formatos da camada selecionada.

O menu apresenta as seguintes ferramentas:


a) PCT para RGB;
b) Raster para vetor (poligonizar);
c) Converter vetor para raster (rasterizar);
d) RGB para PCT;
e) Converter (converter o formato)
5. BANCO DE DADOS E METASEARCH
5.1 Banco de dados
Essa aba é responsável por permitir ao usuário o acesso aos diversos Banco
de Dados encontrados no software, por meio de uma única ferramenta, o
Gerenciador BD, como demostrado na imagem a abaixo:

Gerenciador Banco de Dados (BD)


Essa ferramenta permite ao usuário integrar e gerenciar formatos de base de
dados espaciais suportados pelo Qgis, tais como: PostGIS, SpatiaLite,
GeoPackage, Oracle Spatial, Virtual layers. Permitindo funções como importar e
exportar camadas tais como tabelas de dados.

Interface do Gerenciador Database

Ícones​: possuem funções como a de atualizar o BD, importar e exportar


camadas e tabelas e a função de abrir a janela SQL (será abordada mais a frente).
Info​: Disponibiliza as informações presentes acessadas no banco de dados
escolhido;
Table ou Tabela​: permite editar, criar e excluir tabelas já vinculadas aos
bancos de dados, também permitindo o intercâmbio entre os mesmos;
Preview ou Pré-vizualizar​: mostra uma prévia renderizando as geometrias da
tabela;
Aba Tree​: Essa aba apresenta todos os servidores de Base de Dados
espaciais suportadas pelo Qgis. Pressionando o botão esquerdo com um duplo click
você conecta à base de dados. Já com o botão direito é possível renomear e deletar
tabelas existentes.
Banco de Dados e Janela SQL

É possível trabalhar as consultas de SQL vinculadas às bases de dados


espaciais, possibilitando a visualização do resultado no próprio Qgis como uma
camada de consulta (​query layer)​ . Também é possível selecionar uma área do SQL
para somente essa função ser executada, como mostra o exemplo abaixo:

5.2 Metasearch
5.2.1 Metasearch
Essa aba relaciona dados ligados a internet, por conta disso nessa aba se
tem serviços como Metasearch e onde se tem complementos como
QuickMapService e Openlayers ( esses dois últimos são baixados diretamente da
aba complementos. Na imagem abaixo é demonstrada como é dividido a aba;

Nativamente somente o Metaserch está disponível. Essa ferramenta tem a


função de conectar base de metadados da internet, com o QGIS 3.4.4 . Para fazer
essa conexão o QGIS faz uso do Serviços de Catálogo OGC para Web padrão
(CSW), esse serviço é basicamente uma interface para descobrir e procurar dados
dos metadados;

● Interface do Metasearch;
Esse complemento possui 3 abas principais, a Buscar, Serviços e Configurações,
elas estão destacadas na imagem abaixo;
- Buscar: ​Nela que se é possível procurar por informações e serviços ligados
ao metadados, tudo isso é pesquisado no Serviço de Catálogo. Para se pesquisar
no Metasearch precisa de 3 parâmetros: ​Keywords, From e Bounding box.

Keywords seria a pesquisa que faz uso de palavras chaves para pesquisar os
metadados, ​From teria o parâmetro responsável por encontrar o melhor catálogo
para o metadado procurado e ​Bounding box ​seria responsável pela filtragem de
dados, para encontrar exatamente o que o usuário quer.

Após adicionar a palavra-chave na aba busca, nessa interface o usurário


pode procurar conforme os parâmetros citados anteriormente. Clicando na caixa
roxa destacada, é possível procurar os metadados em formato XML ( formato
original desses dados) .
O usuário pode dar duplo clique no metadado escolhido, nele é
possível acessar o formato original dos metadados. Para adicionar os metadados ao
QGIS deve-se apertar o botão adicionar dados .
- Serviços
Nessa aba, é o local em que o usuário poderá utilizar do catálogo que foi
baixado da aba busca, é nele também que tem a lista padrão dos metadados.
Nesse mesmo local se pode adicionar novos catálogos a aba e ​search. Tudo que
necessita é de do nome do serviço e o link/ url .
Nela pode-se também editar os serviços de catálogos e bem como deletar se
quiser. Para utilizar XML deve-se utilizar o botão carregar, e encontrar o documento
dos metadados no seu computador e clicar com o botão abrir.

-Configuração:
Nessa aba que pode se alterar os nomes das conexões que o usuário faz do
serviço com o QGIS;
Alterar a quantidade de resultados que podem ser apresentadas por página –
isso em qualquer aba busca/ serviços;
E alterar o tempo de bloqueio ao conectar com um serviço;
5.2.2 Help
Outra ferramenta que está disponível na aba principal de Web seria a de
ajuda, essa tem o papel de levar o usuário para o site do QGIS para entender como
funciona o Metasearch, no entanto com o programa em português ele leva a uma
página, mas que dá erro.
Isso ocorre devido a página de explicação do ​Metasearch não estar
totalmente traduzida, ou seja, o usuário pode utilizar o QGIS em inglês, ou mudar
uma do parte do link para “en”. Ao fazer isso o usuário poderá entrar no site em
inglês.

https://docs.qgis.org/3.4/pt/docs/user_manual/plugins/plugins_metasearch.html (link
que leva a página de erro)
https://docs.qgis.org/3.4/en/docs/user_manual/plugins/plugins_metasearch.html
(Link correto, que leva a página de ajuda para o usuário entender o funcionamento
do Metasearch)

6. MENU PROCESSAR e MENU AJUDA

Por Robert de A. Marques e Antonio Araújo

6.1 MENU PROCESSAR


6.1.1 OPÇÃO CAIXA DE FERRAMENTAS

A caixa de ferramentas é o principal elemento da


interface gráfica do usuário (GUI) e aquela que você
provavelmente mais usará em seu dia a dia. Ela mostra uma
lista de todos os algoritmos agrupados em diferentes blocos
denominados Provedores, bem como modelos e scripts que
você pode adicionar para estender sua lista de ferramentas.
Assim, a Opção Caixa de Ferramentas é o seu ponto de
acesso para executá-las, seja como operação única ou como
batelada, envolvendo diversas execuções do mesmo algoritmo
em diferentes conjuntos de entradas.

Blocos de Provedores pode ser (des)ativados na caixa


de diálogo Configurações. Por default, estão ativos somente os
Provedores que não dependem de aplicações de terceiros
(aqueles que somente requerem elementos do QGIS para
rodar) Algoritmos que requerem aplicações externas podem necessitar de configuração
adicional.

Na parte superior da Caixa de Ferramentas, há uma lista de ferramentas para:

● Trabalhar com Modelos : Criar, Abrir … Adicionar Modelo;

● Trabalhar com Scripts: Criar novo, Criar novo a partir de template, Abrir
existente, … Adicionar Script;

● Abrir o painel Históricol;

● Abrir o painel Resultados da Visualização;


● Alternar, usando o botão Editar features in-place, a caixa de ferramentas para o
modo de modificação in-place: Somente são exibidos os algoritmos que sejam
adequados para execução no layer ativo, sem necessidade de uma nova camada;

● Abrir a caixa de diálogo Opções..

Logo abaixo da Caixa de Ferramentas há uma caixa de busca (identificado por lupa), para
facilitar a procura das ferramentas de processamento que você necessita. Busque por
palavra ou frase.

Note que, a medida em você digita, a lista de algoritmos, modelos e scripts na sua Caixa de
Ferramentas vai se reduzindo apenas àqueles algoritmos que contém o texto, digitado na
busca usada, em seus nomes ou palavras chave.
Obs.: Os algoritmos usados recentemente são exibidos no topo da lista, o que é útil se você
deseja re-executar algum deles.

6.1.2 OPÇÃO ​GRAPHICAL MODELER

Essa opção do software permite a criação de modelos complexos usando uma


simples interface, com uma cadeia de operações, como maneira de automatizar as
tarefas.
6.2 MENU AJUDA

A barra de “Ajuda” do QGIS, junto de suas opções (com exceção da verificação de


versão) ligam diretamente ao navegador padrão do computador do usuário, levando a
páginas específicas com os assuntos de cada uma das sub-opções presentes nesta aba.

6.2.1 OPÇÃO CONTEÚDO DA AJUDA

A primeira opção visível, denominada “conteúdo da ajuda” nos remete a uma página
com o título de “Guia do Usuário QGIS”, que apresenta ao usuário do software suas opções
de usos. Estas opções servem como um passo a passo de entendimento do que é possível
realizar dentro do sistema e seus comandos, de maneira detalhada.
6.2.2 OPÇÃO DOCUMENTAÇÃO DA API

A opção “Documentação da API” é referente ao sistema integrado que existe no


programa, como o “GRASS”, “ESRI”, “Shapefiles”, dentre outras informações, e que acaba
facilitando a segurança dos dados que serão trabalhados. Essa documentação também é
responsável por delimitar o software como público/aberto a modificações.

6.2.3 OPÇÃO REPORTAR UM PROBLEMA

A opção seguinte, de “Reportar um problema” também é possível realizar dentro de


uma das abas da “Documentação da API”, e ela tem como principal objetivo um suporte aos
usuários do QGIS, explicando o passo a passo para se fazer um relato de bug,
demonstrando os procedimento que devem ser feitos até o momento em si de realizar tal
reclamação. Essa opção é muito boa por se tratar de um software livre e passível de
modificações, o que possibilita que todas as pessoas que acessam o programa possam
cooperar para sua construção.

6.2.4 OPÇÃO PRECISA DE SUPORTE COMERCIAL

Seguindo a ordem, a opção “Precisa de suporte comercial?” tem como foco atingir o
público empresarial e público que utilizam o software para projetos. Esse suporte apresenta
algumas empresas que trabalham diretamente com o tema de suporte, que vão de
capacitações até criação de banco de dados online..

6.2.5 OPÇÃO PÁGINA DO QGIS

A opção “Página do QGIS” direciona ao site geral do programa na web, onde você
consegue baixar novas versões e ler as notícias recentes relacionadas ao software.

6.2.6 OPÇÃO VERIFICAR A VERSÃO DO QGIS


É uma verificação rápida e automática sobre qual é a versão do software utilizado, e
caso tenha saído alguma avaliação, o mesmo será notificado via esta aplicação interna do
programa, para, caso queira, atualizar seu sistema.

6.2.7 OPÇÃO SOBRE

Esta opção diz respeitos às questões estruturais e técnicas do Qgis. Nela


conseguimos ver algumas informações como: versão, novidades, provedores (ligados ao
API), desenvolvedores (e suas respectivas localidades no globo), patrocinadores,
tradutores, contribuidores, e a licença de uso.

6.2.8 OPÇÃO PATROCINADORES

Por último, esta opção apresenta uma relação de todos os grupos, empresas e
pessoas físicas que patrocinam o projeto do Quantum Gis de maneira financeira, ou de
trabalho estrutural dentro do projeto​.

ÍCONES
Identificar Feições​: interação com o mapa para identificar características presentes
no shape (CTRL + SHIFT + I)

Rodar ação de feição

Selecionar Feições Por Área: apresenta ferramentas para selecionar


características no mapa

Todas as seleções são feitas de acordo com


a vontade e necessidade do usuário

Selecionar Feições por Valor: ​ferramenta para seleção por valor atribuído
pelo usuário (F3)
​Desfazer Seleção de Feições em Todas as Camadas: cancela a seleção
da feição escolhida (CTRL + SHIFT + A)

​Abrir Tabela de Atributos: ferramenta para abertura da tabela de atributos


(F6)

Abrir Calculadora de Campo: ferramenta para junção de tabelas de


atributos com campo em comum

Caixa de Ferramentas: ferramenta que agrupa recursos de processamento


(CTRL + ALT + T)

Mostrar Resumo Estatístico: Possibilita o usuário analisar os resultados de


uma classificação temática. Calcula vário valores de um pixel de um raster com a ajuda de
um layer poligonal.

Ferramenta de medir: Permitem medir distâncias, áreas e


ângulos, importante é que para que a medição esteja correta deve ser utilizada a projeção
UTM (Universal Transversa de Mercator). (CTRL + SHIFT + M)

Dicas do mapa:​ ​exibe texto em HTML

​Anotação de texto:​Possibilidade de adicionar um texto formatado em


balões no canvas dos mapas do QGIS.
​Adiciona camada do tipo vetorial ​(CTRL + SHIFT +V)

​Adiciona camada do tipo raster​ (CTRL + SHIFT + R)

SpaciaLite: banco de dados portátil com funções espaciais, ou seja,


armazena informações de geometria como pontos, linhas e polígonos e proporciona uma
melhor organização das camadas e a realização de consultas nas mesmas antes do
carregamento no Qgis. (CTRL + SHIFT + L)

PostGIS: Utilizado como um servidor para proporcionar recursos de bases


de dados espaciais para múltiplos usuários ao mesmo tempo (CTRL + SHIFT + D)
MAIS INFORMAÇÕES

QGIS. ​Guia do Usuário QGIS. ​Disponível em:


<https://docs.qgis.org/2.14/pt_BR/docs/user_manual>

QGIS. ​Manual de treinamento QGIS. ​Disponível em:


<https://docs.qgis.org/2.18/pt_BR/docs/training_manual/>

QGIS. ​Uma breve introdução ao SIG. ​Disponível em:


<https://docs.qgis.org/2.14/pt_BR/docs/gentle_gis_introduction/vector_data.html>

QGIS Brasil. ​Tutoriais. ​Disponível em:


http://qgisbrasil.org/blog/category/aprendendo-qgis/tutoriais/>

LINO, N. C.; FERREIRA, N. C. ​Introdução ao Quantum GIS. ​Disponível em:


<https://www.lapig.iesa.ufg.br/lapig/cursos_online/qgis/index.html>

Você também pode gostar