Você está na página 1de 28

Caderno X1001

3° BIMESTRE
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA
Ciências Humanas e Ciências da Natureza
1° ANO DO ENSINO MÉDIO

Nome do Aluno(a):

Orientações
 Você está recebendo um caderno com 45 questões.
 Você dispõe de duas horas para responder a todas as questões e
de 20 minutos para preencher o Cartão de Respostas.
 Leia com atenção cada questão antes de respondê-la.
 Cada questão tem uma única resposta correta.
 Ao terminar a prova, passe suas respostas para o Cartão de
Respostas, utilizando caneta esferográfica azul ou preta. Não
rasure seu Cartão de Respostas.
 Depois, passe suas respostas para folha de rascunho. Ela servirá
para você acompanhar as questões junto ao professor.
 No final do caderno, você poderá consultar a Tabela Periódica, o
Diagrama de Pauling e algumas Fórmulas de Física.

Boa prova!

2013
FOLHA DE TRANSCRIÇÃO

Caro(a) Aluno(a),

Após transcrever as respostas para o Cartão de Respostas, repasse todas as respostas


também para essa folha. Em outro momento, essa folha será utilizada para que seja
realizada a correção da prova junto ao seu professor.

Ciências da Natureza e Ciências Humanas


Ensino Médio

01: A B C D E 14: A B C D E 27: A B C D E 40: A B C D E


02: A B C D E 15: A B C D E 28: A B C D E 41: A B C D E
03: A B C D E 16: A B C D E 29: A B C D E 42: A B C D E
04: A B C D E 17: A B C D E 30: A B C D E 43: A B C D E
05: A B C D E 18: A B C D E 31: A B C D E 44: A B C D E
06: A B C D E 19: A B C D E 32: A B C D E 45: A B C D E
07: A B C D E 20: A B C D E 33: A B C D E
08: A B C D E 21: A B C D E 34: A B C D E
09: A B C D E 22: A B C D E 35: A B C D E
10: A B C D E 23: A B C D E 36: A B C D E
11: A B C D E 24: A B C D E 37: A B C D E
12: A B C D E 25: A B C D E 38: A B C D E
13: A B C D E 26: A B C D E 39: A B C D E
X1001

ATENÇÃO!

Agora, você vai responder a questões de Biologia.

Questão 01 B100096E4

Especiação é a formação de novas espécies que pode ocorrer por meio de dois processos: anagênese
ou cladogênese.
O fator que desencadeia a especiação por cladogênese é a
A) alteração fenotípica.
B) barreira geográfica.
C) mutação gênica.
D) recombinação gênica.
E) seleção natural.

Questão 02 B100093E4

Observe a imagem abaixo.

Disponível em: <http://recursostic.educacion.es/ciencias/biosfera/web/alumno/4ESO/evolucion/5pruebas_de_la_evolucion.htm>.


Acesso em: 26 fev. 2013. *Adaptado para fins didáticos.

O processo representado nessa imagem difere do processo de Irradiação devido ao fato de


A) atuar em espécies que possuem ancestrais diferentes.
B) gerar espécies distintas que apresentam órgãos homólogos.
C) criar espécies novas por pressões seletivas diferentes.
D) ser consequência do isolamento geográfico e reprodutivo.
E) ser resultado da evolução de uma espécie em várias direções.

Questão 03 B100094E4

Lamarck foi pioneiro na criação de uma teoria para explicar a evolução dos seres vivos.
No entanto, Darwin a desbancou, explicando que os
A) coacervados deram origem aos seres vivos.
B) órgãos se aperfeiçoam de acordo com o uso.
C) primeiros seres migraram de outro planeta.
D) seres heterotróficos foram primitivos na Terra.
E) seres vivos são selecionados pelo ambiente.
BL01B10
1
X1001

Questão 04 B100097E4

Mutações são alterações no material genético que ocorrem de forma espontânea e tornam-se permanentes
e herdáveis.
As mutações são importantes, pois
A) estabilizam a frequência genética de uma população.
B) impedem a transmissão de genes deletérios.
C) produzem o isolamento geográfico de espécies.
D) promovem a diversidade de seres vivos.
E) reparam genes defeituosos causadores de doenças.

Questão 05 B100098E4

A imagem abaixo mostra a transformação sofrida por um gênero do cavalo ao longo do tempo.

Disponível em: <http://www.profdorival.com.br/page3/files/Evolucao-capitulo%204.pdf>. Acesso em: 17 fev. 2013.

Essa transformação é decorrente, entre outros fatores, da


A) hibridação.
B) manipulação gênica.
C) mitose.
D) reprodução assexuada.
E) seleção natural.

BL01B10
2
X1001

Questão 06 B100099E4

Observe o esquema abaixo.

Disponível em: <djalmasantos.wordpress.com>. Acesso em: 17 fev. 2013.

Nesse esquema, o inseticida age como a seleção natural,


A) alterando o fenótipo dos insetos sensíveis.
B) favorecendo a sobrevivência dos insetos resistentes.
C) promovendo a fortificação dos insetos resistentes.
D) provocando mutações nos insetos sensíveis.
E) transformando insetos sensíveis em resistentes.

Questão 07 B100100E4

Leia o texto abaixo.

O aparecimento da espécie Homo sapiens no planeta é tema estudado por filósofos, cientistas
e religiosos há muito séculos. As evidências (restos fósseis, ferramentas, armas, habitações,
vestimentas, entre outros) nos mostram que existiram dezenas de primatas muito parecidos
conosco e, com o passar dos milhares de anos, foram surgindo novas espécies, substituindo as
anteriores por serem mais adaptadas ao meio, cada vez mais semelhantes a nós, culminando no
Homo sapiens atual.
Disponível em: <http://www.avph.com.br/homens.htm>. Acesso em: 17 fev. 2013.

Esse texto trata da origem do homem de acordo com a Teoria


A) Criacionista.
B) da Abiogênese.
C) da Panspermia.
D) Darwinista.
E) Lamarckista.

BL01B10
3
X1001

Questão 08 B100095E4

O esquema abaixo representa o processo de especiação em baratas.

Disponível em:<http://djalmasantos.wordpress.com>. Acesso em: 26 fev. 2013.

O fator determinante para esse processo foi


A) a barreira geográfica.
B) a mutação genética.
C) a recombinação de genes.
D) o isolamento reprodutivo.
E) o surgimento de híbridos.

Questão 09 B100101E4

Leia o texto abaixo.

Embora a duplicação do DNA seja bastante estável e as células possuam mecanismos de


reparo para evitar erros na sequência de nucleotídeos, podem ocorrer, eventualmente, alterações
nessa sequência e elas poderão, então, ser transmitidas às células-filhas - e, no caso dos gametas,
aos indivíduos das gerações que se sucederem.
Disponível em: <http://pt.wikihow.com/Beber-Mais-%C3%81gua-Todos-os-Dias>. Acesso em: 17 fev. 2013.

As alterações mencionadas nesse texto


A) acontecem com alta frequência no código genético.
B) decorrem dos mecanismos de seleção natural.
C) independem da recombinação para serem herdadas.
D) podem ocasionar a evolução dos seres vivos.
E) podem reduzir a variabilidade genética das espécies.

BL01B10
4
X1001

ATENÇÃO!

Agora, você vai responder a questões de Física.

Questão 10 F100119E4

Paulo fez uma viagem entre duas cidades, I e II, que estão separadas por 1 200 km. Saiu da cidade I às
6 h e, durante o percurso, manteve a velocidade do carro a 90 km/h, como pede a sinalização da rodovia.
Em uma determinada parte da viagem, placas da rodovia indicavam que a velocidade máxima do trecho
é de 100 km/h e, assim, Paulo aumentou a velocidade do carro. Quando Paulo aumentou a velocidade do
carro, a energia cinética também aumentou.
Embora os efeitos sejam pouco perceptíveis para baixas velocidades, esse aumento de energia acarreta
A) a diminuição da aceleração do carro.
B) a diminuição do peso do carro.
C) o aumento da distância do carro.
D) o aumento da massa do carro.
E) o aumento do comprimento do carro.

Questão 11 F100120E4

Leia o texto abaixo.

Discussão dos Conceitos de Massa Inercial e Massa Gravitacional

[...] Imagine um homem no interior de um elevador sem ter conhecimento algum do que ocorre
no exterior. Leve esse elevador para o espaço sideral longe de qualquer campo gravitacional. O
homem ficará flutuando no interior desse elevador, pois não há a atuação da força peso. Se ele
soltar uma bola, ela permanecerá no mesmo lugar em que foi solta, pois do mesmo modo não há
força gravitacional atuando. Agora deixe esse elevador em queda livre num campo gravitacional.
O homem e o elevador irão cair juntos. As paredes do elevador não se movem em relação ao
homem, dando-lhe a impressão de que ele está flutuando. Se ele soltar uma bola, esta continuará
na mesma posição em relação ao homem (pois cai junto com ele). Ou seja, para o homem os
experimentos que ele fizer se comportarão da mesma maneira nas duas situações. [...]
Disponível em: <http://www.algosobre.com.br/fisica/discussao-dos-conceitos-de-massa-inercial-e-massa-gravitacional.html>. Acesso em: 4 mar. 2013. Fragmento.

Com base na situação apresentada nesse texto, constata-se que a massa inercial e a massa gravitacional são
A) diferentes.
B) divididas.
C) idênticas.
D) repelidas.
E) somadas.

BL01F10
5
X1001

Questão 12 F100121E4

Leia o texto abaixo.

A 15 bilhões de anos - a Origem do Universo

[...] Há 15 bilhões de anos o Universo concentrava-se todo em um único ponto, com altíssima
temperatura e densidade energética. Esse ponto explode – o instante zero – e começa a
expansão do Universo, observada até hoje. As primeiras partículas, os fótons, são associadas
à radiação eletromagnética. Prótons, elétrons e nêutrons formam-se nos três primeiros minutos
dessa expansão, ainda vinculados à radiação. [...]
Disponível em: <http://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/a-15-bilhoes-de-anos-a-origem-do-universo.html>. Acesso em: 4 mar. 2013. Fragmento.

Esse texto refere-se ao modelo


A) do Big Bang.
B) dos multiuniversos.
C) ecpirótico.
D) geocêntrico.
E) heliocêntrico.

Questão 13 F100122E4

Diversos cientistas tentaram medir a velocidade da luz. Empédocles foi o primeiro a sugerir a medida e
Galileu, por sua vez, foi o primeiro de fato a tentar medir a velocidade. O mais curioso é o fato de que
todos os que obtiveram um valor para essa velocidade chegaram próximo a 300 000 km/s, como por
exemplo o astrônomo dinamarquês Rømer, o francês Fizeau e até Maxwell.
O valor próximo da velocidade da luz, determinada por diferentes métodos, mostra que a
A) luz é uma onda de natureza mecânica.
B) luz se comporta como partícula.
C) sua velocidade depende do referencial.
D) sua velocidade é uma constante universal.
E) sua velocidade varia com o tempo.

Questão 14 F100126E4

A fissão nuclear é uma reação que ocorre no núcleo do átomo. Nesse processo, a cada colisão são
liberados novos nêutrons. Os novos nêutrons irão colidir com novos núcleos, provocando a fissão
sucessiva de outros núcleos e estabelecendo uma reação em cadeia. A fissão nuclear do urânio é a
principal técnica empregada para a geração de eletricidade em usinas nucleares.
De acordo com a equação de Einstein, o urânio, através de reações nucleares, transforma massa em
A) aceleração.
B) energia.
C) impulso.
D) trabalho.
E) velocidade.

BL01F10
6
X1001

Questão 15 F100123E4

Observe o esquema abaixo.

Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/folha/especial/2005/alberteinstein/entenda_a_teoria_da_relatividade_especial.shtml>.


Acesso em: 5 mar. 2013. Adaptado.

De acordo com esse esquema, e com os postulados da Teoria da Relatividade Especial de Einstein, tanto
para o observador quanto para o motoqueiro o espaço e o tempo é que variam pois
A) a velocidade da luz é constante.
B) a velocidade da luz é maior.
C) o espaço se dilata.
D) o tempo passa mais rápido.
E) o tempo se anula.

Questão 16 F100127E4

O carvão mineral é o combustível fóssil mais abundante no mundo e é formado basicamente por carbono,
pequenas quantidades de água, nitrogênio e enxofre.
O carvão é utilizado para a geração de energia elétrica em
A) parque solar.
B) parque eólico.
C) usina hidrelétrica.
D) usina nuclear.
E) usina termelétrica.

BL01F10
7
X1001

Questão 17 F100124E4

Leia o texto abaixo.

As digitais de Einstein em nosso cotidiano

[...] Pelo desafio intelectual que a teoria impõe, ela tem atraído legiões de jovens físicos e
matemáticos em todo mundo, mas também tem ajudado engenheiros a resolver um problema
de nossos dias: a correção dos dados fornecidos pelos equipamentos de GPS (sistema de
posicionamento global, na sigla em inglês).
Os satélites que fornecem os dados orbitam a uma altura de 20 mil quilômetros. Os dados
enviados para os aparelhos de GPS baseiam-se essencialmente em distâncias e tempos. Os
relógios atômicos presentes nos satélites sofrem efeitos devidos ao campo gravitacional (o tempo
passa mais rápido) e à velocidade do satélite (o tempo fica mais lento). Se não houvesse essa
correção, [...], o GPS poderia apresentar um erro de aproximadamente 11 quilômetros por dia.
Disponível em: <http://cienciahoje.uol.com.br/colunas/do-laboratorio-para-a-fabrica/as-digitais-de-einstein-em-nosso-cotidiano>.
Acesso em: 5 fev. 2013. Fragmento.

De acordo com esse texto, a Teoria que possibilitou a construção do GPS é a Teoria
A) Corpuscular.
B) da Relatividade.
C) das Cordas.
D) do Big Bang.
E) Ondulatória.

Questão 18 F100125E4

O Grande Colisor de Hádrons conhecido como LHC é um acelerador de partículas localizado na fronteira
Franco-suíça, próximo de Genebra. Nele os feixes de prótons possuem uma energia de 1,89 x 10–7J.
Sabendo que a velocidade da luz é aproximadamente 3,00 x 108 m/s, qual é o valor da massa de um próton
desse feixe?
A) 1,70 x 1010 kg
B) 3,00 x 108 kg
C) 1,89 x 10–7 kg
D) 2,10 x 10–24 kg
E) 4,20 x 10– 24 kg

BL01F10
8
X1001

ATENÇÃO!

Agora, você vai responder a questões de Química.

Questão 19 Q100083E4

Em função do conhecimento a respeito das propriedades dos elementos químicos e das propriedades das
substâncias simples correspondentes, os cientistas classificam esses elementos em dois grandes grupos:
os de caráter metálico e os de caráter ametálico.
Quais propriedades são típicas de elementos de caráter metálico?
A) Altos valores de eletronegatividades e de afinidade eletrônica.
B) Baixos valores de densidade e ponto de fusão.
C) Capacidade de compartilhar pares de elétrons nas ligações químicas.
D) Raios atômicos relativamente maiores e facilidade para perder elétrons.
E) Tendência a receber elétrons em seus níveis de valência.

Questão 20 Q100084E4

Diferentes cientistas concordam que há um determinado elemento químico que não pertence
verdadeiramente a nenhum grupo (família) em particular. Esse elemento é um não-metal encontrado
na natureza como um gás diatômico incolor sob muitas condições. Quanto à estrutura atômica, devido
à ausência completa de blindagem nuclear do único elétron, a energia de ionização desse elemento é
marcadamente mais alta que as dos metais alcalinos. Na realidade, é comparável aos valores de outros
elementos ametálicos, como o oxigênio e o cloro.
Esse elemento químico é o
A) Ferro – Fe.
B) Flúor – F.
C) Frâncio – Fr.
D) Hélio – He.
E) Hidrogênio – H.

Questão 21 Q100085E4

É possível prever as valências, ou seja, as capacidades de estabelecimento de ligações químicas dos


elementos químicos representativos através da sua configuração eletrônica.
Um elemento bivalente apresenta a configuração eletrônica final
A) 2s2 2p1.
B) 2s2 2p2.
C) 2s2 2p5.
D) 3s2 3p4.
E) 3s2 3p6.

BL01Q10
9
X1001

Questão 22 Q100086E4

A configuração eletrônica de um elemento X é 1s2 2s2 2p6 3s2 3p4.


A fórmula química da substância formada entre esse elemento e átomos do elemento sódio (Na) é
A) Na2X.
B) Na4X.
C) NaX.
D) NaX2.
E) NaX4.

Questão 23 Q100087E4

Um elemento químico apresenta eletronegatividade acima de 2,5 na escala de zero a 4,0. Além disso,
demanda altos valores de energia para gerar cátions por meio da perda de elétrons e possui alta afinidade
por elétrons. Com elementos da família dos metais alcalinos terrosos é capaz de estabelecer ligações
iônicas na proporção de dois ânions para cada cátion.
Esse elemento químico é o
A) Cloro – Cl.
B) Fósforo – P.
C) Hidrogênio – H.
D) Magnésio – Mg.
E) Sódio – Na.

Questão 24 Q100088E4

A fórmula química que representa uma substância simples molecular, presente na atmosfera, diatômica e
constituída por átomos de um elemento trivalente é
A) CO.
B) H2.
C) N2.
D) NO.
E) O2.

Questão 25 Q100089E4

De modo geral, quanto maior for a diferença entre as eletronegatividades dos elementos químicos
envolvidos em uma ligação química entre dois átomos, maior será o seu caráter iônico. E quanto menor
for essa diferença, maior será o caráter covalente da ligação. A diferença de eletronegatividade pode ser
prevista a partir das posições dos elementos químicos na tabela periódica.
Qual ligação química apresenta o maior caráter iônico?
A) Entre um elemento da coluna 1 e outro elemento da coluna 1, ambos a partir do 2˚ período.
B) Entre um elemento da coluna 1, dos últimos períodos, e um elemento da coluna 17, dos primeiros períodos.
C) Entre um elemento qualquer da coluna 17 e outro elemento qualquer da coluna 17, isto é, da família
dos halogênios.
D) Entre um elemento qualquer da coluna 17, ou seja, da família dos halogênios e um elemento qualquer
da coluna 8.
E) Entre um elemento da coluna 15, dos primeiros períodos, e um elemento qualquer da coluna 16, família 6A.

BL01Q10
10
X1001

Questão 26 Q100090E4

Certo material possui propriedades típicas de substâncias dúcteis, sendo maleável, insolúvel em água e
bom condutor térmico.
Essas propriedades são resultantes da ligação química
A) Covalente Apolar.
B) Covalente Polar.
C) Dipolo-dipolo.
D) Iônica.
E) Metálica.

Questão 27 Q100091E4

Um elemento químico que tem raio atômico grande e baixa energia de ionização, provavelmente, é um
A) ametal.       
B) gás nobre.
C) halogênio.
D) metal.  
E) semimetal.     

BL01Q10
11
X1001

ATENÇÃO!

Agora, você vai responder a questões de História.

Questão 28 H100010RJ

Para compreender o processo de expansão marítima europeia, é preciso notar a importância do uso de
instrumentos como a bússola (instrumento oriental utilizado para a localização), a elaboração de cartas
geográficas e o aparecimento da embarcação conhecida como caravela.
De acordo com esse texto, qual elemento favoreceu a expansão marítima?
A) Consumo de especiarias do Oriente.
B) Criação de técnicas de navegação.
C) Renascimento das cidades e feiras.
D) Surgimento da burguesia mercantil.
E) Venda de manufaturas e escravos.

Questão 29 H100011RJ

O povo africano haussá, do Sudão Central, trazido à força para o Brasil durante o período colonial, teve
uma grande influência da cultura árabe, especificamente da difusão do Corão e dos ensinamentos de
Maomé. Por esse motivo, foi um dos povos que trouxe a religião que foi elemento importante para o
levante conhecido como Revolta dos Malês, ocorrido em 1835 na Bahia.
Nesse texto, constata-se como exemplo da diversidade da África a presença da religião
A) católica.
B) espírita.
C) islâmica.
D) judaica.
E) protestante.

Questão 30 H100012RJ

Leia o texto abaixo.

Escravidão no Brasil Colonial

[...] Geralmente, um senhor que passava por dificuldades financeiras ou não tinha meios
para explorar todos os seus escravos acabava cedendo parte de suas “peças” para um terceiro,
que em troca lhe recompensava com uma quantidade de dinheiro. No Distrito Diamantino, por
exemplo, vemos que a própria administração colonial utilizou desse recurso para empreender a
extração de pedras preciosas no século XVIII. [...]
Disponível em: <http://www.mundoeducacao.com.br/historiadobrasil/os-diferentes-tipos-escravo-no-brasil.htm>. Acesso em: 25 jun. 2013. Fragmento.

Na forma de trabalho descrita nesse texto, identifica-se o


A) escravo de aluguel.
B) escravo de engenho.
C) escravo de ganho.
D) escravo doméstico.
E) escravo rural.
BL01H10
12
X1001

Questão 31 H100013RJ

Leia o texto abaixo.

[...] Os negros vinham da África trazendo seus objetos, hábitos, textos orais e escritos, rituais,
jogos, folguedos, histórias: um patrimônio cultural material e imaterial. Trouxeram lembranças e
saberes com suas religiões, tecnologias e trabalho. [...]
Disponível em: <http://www.educacaoliteratura.com.br/index%20157.htm>. Acesso em: 28 jun. 2013. Fragmento.

Segundo esse texto, os africanos contribuíram para a formação do povo brasileiro através da
A) administração.
B) comércio.
C) cultura.
D) economia.
E) política.

Questão 32 H100014RJ

Leia os textos abaixo.

Texto 1
[...] A base da economia maia era a agricultura, principalmente de milho, feijão e tubérculos.
Suas técnicas de irrigação eram muito avançadas. Praticavam o comércio de mercadorias com
povos vizinhos e no interior do império. [...]
Texto 2
[...] Os astecas desenvolveram muito as técnicas agrícolas, construindo obras de drenagem e
as chinampas (ilhas de cultivo), onde plantavam e colhiam milho, pimenta, tomate, cacau etc. As
sementes de cacau, por exemplo, eram usadas como moedas por este povo. [...]
Texto 3
[...] A agricultura era extremamente desenvolvida, pois plantavam nos chamados terraços
(degraus formados nas costas das montanhas). Plantavam e colhiam feijão, milho (alimento
sagrado) e batata. Construíram canais de irrigação, desviando o curso dos rios para as aldeias.
[...]
Disponível em: <http://www.suapesquisa.com/astecas/>. Acesso em: 1 jul. 2013. Fragmento.

De acordo com esses textos, a principal atividade econômica entre os povos pré-colombianos foi
A) a agricultura.
B) a arquitetura.
C) a pecuária.
D) o artesanato.
E) o comércio.

BL01H10
13
X1001

Questão 33 H100015RJ

Leia o texto abaixo.

[...] No seu panteão, havia centenas de deuses. Os principais eram vinculados ao ciclo solar
e à atividade agrícola. Observações astronômicas e estudo dos calendários faziam parte do
conhecimento dos sacerdotes. O deus mais venerado era Quetzalcóatl, a serpente emplumada.
Os sacerdotes eram um poderoso grupo social, encarregado de orientar a educação dos nobres,
fazer previsões e dirigir as cerimônias rituais. [...]
Disponível em: <http://www.sohistoria.com.br/ef2/astecas/>. Acesso em: 1 jul. 2013. Fragmento.

De acordo com esse texto, a religião dos astecas tinha como característica o
A) exorcismo.
B) matriarcado.
C) ostracismo.
D) patriarcado.
E) politeísmo.

Questão 34 H100016RJ

Em 1415, Portugal conquista Ceuta, no norte da África. Este fato é um marco da expansão marítima
portuguesa, a qual é posterior à formação de Portugal como um Estado Nacional, fato que permitiu ao
monarca criar um exército próprio e com isso diluir os conflitos internos do país, possibilitando o foco na
conquista de novas terras.
Nesse texto, o elemento que favoreceu a expansão marítima portuguesa foi a
A) centralização política.
B) criação do comércio.
C) formação de feudos.
D) invenção da bússola.
E) ruralização social.

Questão 35 H100017RJ

Leia o texto abaixo.

[...] Os sudaneses dividiam-se em três subgrupos: iorubas, gegês e fanti-ashantis. Esse grupo tinha
origem no que hoje é representado pela Nigéria, Daomei e Costa do Ouro e seu destino geralmente
era a Bahia. Já os bantus, grupo mais numeroso, dividiam-se em dois subgrupos: angola-congoleses
e moçambiques. A origem desse grupo estava ligada ao que hoje representa Angola, Zaire e
Moçambique (correspondentes ao centro-sul do continente africano) e tinha como destino Maranhão,
Pará, Pernambuco, Alagoas, Rio de Janeiro e São Paulo. Os guineanos-sudaneses muçulmanos
dividiam-se em quatro subgrupos: fula, mandinga, haussas e tapas. Esse grupo tinha a mesma origem
e destino dos sudaneses, a diferença estava no fato de serem convertidos ao islamismo. [...]
Disponível em: <http://www.historiabrasileira.com/brasil-colonia>. Acesso em: 1 nov. 2012. Fragmento.

Nesse texto, constata-se que os povos trazidos da África no período colonial brasileiro possuíam
A) dependência econômica.
B) desigualdade social.
C) diferenças culturais.
D) disputas religiosas.
E) divergências políticas.
BL01H10
14
X1001

Questão 36 H100018RJ

Possuindo como característica o direito de propriedade do empregador sobre o trabalhador, essa relação
de trabalho existiu em muitas civilizações. Na Grécia e na Roma antigas, era mantida através da aquisição
de prisioneiros estrangeiros durante as guerras. No Brasil colonial e no império, foram os africanos e
afrodescendentes o grupo social forçado a essa forma de trabalho.
Esse texto descreve dois momentos da relação de trabalho
A) assalariada.
B) escravista.
C) formal.
D) liberal.
E) servil.

BL01H10
15
X1001

ATENÇÃO!

Agora, você vai responder a questões de Geografia.

Questão 37 G100010RJ

Observe a imagem abaixo.

Disponível em: <http://confessium-mandrag.blogspot.com.br/2010/07/antes-e-depois.html>. Acesso em: 27 ago. 2012.

Qual dinâmica da formação da estrutura terrestre está representada nessa imagem?


A) A desertificação do solo.
B) A erosão antrópica do relevo.
C) A formação de rochas metamórficas.
D) A ocorrência de erupções vulcânicas.
E) A passagem de um ciclone tropical.

Questão 38 G100011RJ

Leia o texto abaixo.

[...] Este tipo de relevo está situado em locais de altitudes médias a elevadas e possui uma
superfície geralmente plana devido à erosão e onde sua altitude se diferencia da área ao redor.
Disponível em: <http://www.estudopratico.com.br/tipos-de-relevo-do-brasil/>. Acesso em: 19 jun. 2013. Fragmento.

Esse texto descreve qual forma de relevo?


A) Chapadas.
B) Cordilheiras.
C) Depressão Relativa.
D) Planície Costeira.
E) Serras Litorâneas.
BL01G10
16
X1001

Questão 39 G100012RJ

Leia o texto abaixo.

[...] são áreas planas ou suavemente onduladas, formadas pela deposição de sedimentos
transportados pela ação da água ou do vento, por exemplo. Em geral, encontram-se em regiões
de baixa altitude. Por surgirem da deposição de sedimentos inconsolidados (partículas que não
se assentaram) vindos de outros locais, são relevos mais recentes que outros. 
Disponível em: <http://www.brasil.gov.br/sobre/meio-ambiente/geografia/tipos-de-relevo>. Acesso em: 12 nov. 2012. Fragmento.

Qual é a forma de relevo descrita nesse texto?


A) Depressão.
B) Montanha.
C) Planalto.
D) Planície.
E) Serra.

Questão 40 G100013RJ

Leia o texto abaixo.

Usos da água

Atualmente, a maior parte da água doce do planeta (aproximadamente 70%) é utilizada para
irrigar plantações em lugares onde a quantidade de chuva não é suficiente. É justamente nessa
área onde é fácil reduzir o consumo exagerado, com práticas de irrigação que não desperdiçam
a água – irrigação por gotejamento, por exemplo. [...]
Disponível em: <http://riosvoadores.com.br/educacional/usos-da-agua/>. Acesso em: 18 jul. 2013. Fragmento.

De acordo com esse texto, a água é recurso importante para a realização


A) de atividades turísticas.
B) de funções domésticas.
C) de modalidades esportivas.
D) do cultivo agrícola.
E) do fornecimento energético.

BL01G10
17
X1001

Questão 41 G100014RJ

Leia o texto abaixo.

[...] A força da água em movimento é conhecida como energia potencial, essa água passa
por tubulações da usina com muita força e velocidade, realizando a movimentação das turbinas.
Nesse processo, ocorre a transformação de energia potencial (energia da água) em energia
mecânica (movimento das turbinas). As turbinas em movimento estão conectadas a um gerador,
que é responsável pela transformação da energia mecânica em energia elétrica.
Normalmente as usinas hidrelétricas são construídas em locais distantes dos centros
consumidores, esse fato eleva os valores do transporte de energia, que é transmitida por fios até
as cidades. [...]
A inundação de áreas para a construção de barragens gera problemas de realocação das
populações ribeirinhas, comunidades indígenas e pequenos agricultores. 
Disponível em: <http://www.brasilescola.com/geografia/energia-hidreletrica.htm>. Acesso em: 19 jun. 2013. Fragmento.

De acordo com esse texto, a água é importante para as hidrelétricas porque ela é
A) um recurso independente das condições climáticas locais.
B) um recurso que inaltera o ambiente do entorno.
C) um recurso que permite baixo custo de investimento inicial.
D) uma relevante fonte de energia armazenável.
E) uma relevante fonte de energia renovável.

Questão 42 G100015RJ

Observe a imagem abaixo.

Disponível em: <http://dfrural.wordpress.com>. Acesso em: 25 jun. 2012.

Nessa imagem, a água é utilizada para


A) a irrigação de plantações.
B) a limpeza de maquinário industrial.
C) a prática de atividades de lazer.
D) o abastecimento de residências.
E) o fornecimento de eletricidade. BL01G10
18
X1001

Questão 43 G100016RJ

Observe a imagem abaixo.

Disponível em: <http://usinascpe.blogspot.com.br/>. Acesso em: 27 jun. 2013.

De acordo com essa imagem, a água está sendo utilizada para


A) a atividade industrial.
B) a geração de energia.
C) a irrigação do campo.
D) o saneamento urbano.
E) o uso domiciliar.

Questão 44 G100017RJ

Observe a imagem abaixo.

Disponível em: <http://www.arionaurocartuns.com.br/cartum62.shtml>. Acesso em: 18 jul. 2013.

Qual impacto ambiental essa imagem mostra?


A) A contaminação de um recurso hídrico por dejetos urbanos.
B) A degradação do solo por fertilizantes químicos.
C) A poluição da atmosfera pelas atividades industriais.
D) O desmatamento das florestas para o uso da madeira.
E) O processo de desertificação das áreas agrícolas.

BL01G10
19
X1001

Questão 45 G100018RJ

Leia o texto abaixo.

[...] A contaminação das águas pelos agrotóxicos tem efeito direto nos seres vivos que vivem
na água, a biota de um modo geral. Se o veneno que chega nas águas for o herbicida, o efeito é
direto e pode, por exemplo, matar as plantas aquáticas. Se o rio for contaminado por um veneno
que mata animais, pode ocorrer a morte de algumas espécies de peixes menores. [...]
Disponível em: <http://www.ecodebate.com.br/2012/08/24/agrotoxicos-e-a-poluicao-das-aguas/>. Acesso em: 19 jul. 2013. Fragmento.

Esse texto descreve danos que atingem os recursos hídricos a partir


A) da contaminação por produtos químicos.
B) da poluição atmosférica.
C) do assoreamento dos rios.
D) do desmatamento das florestas.
E) do uso de máquinas no campo.

BL01G10
20
FÓRMULAS

m= m0
1 - v2
2

E = mc2

DIAGRAMA DE PAULING

K 1s
L 2s 2p
M 3s 3p 3d
N 4s 4p 4d 4f
O 5s 5p 5d 5f
P 6s 6p 6d
Q 7s 7p
TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

1 18
(I A) (0)
1 Número atômico 1 2
1° H 2 H 13 14 15 16 17 He
1,0 (II A) Massa atômica 1,0 (III A) (IV A) (V A) (VI A) (VII A) 4,0
3 4 5 6 7 8 9 10
2° Li Be B C N O F Ne
6,9 9,0 10,8 12,0 14,0 16,0 19,0 20,2
11 12 13 14 15 16 17 18
3° Na Mg 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 Al Si P S Cl Ar
23,0 24,3 (III B) (IV B) (V B) (VI B) (VII B) (VIII B) (I B) (II B) 27,0 28,1 31,0 32,1 35,5 39,9
19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36
4° K Ca Sc Ti V Cr Mn Fe Co Ni Cu Zn Ga Ge As Se Br Kr
39,1 40,1 45,0 47,9 50,9 52,0 54,9 55,8 58,9 58,7 63,5 65,4 69,7 72,6 74,9 79,0 79,9 83,8
37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54
5° Rb Sr Y Zr Nb Mo Tc Ru Rh Pd Ag Cd In Sn Sb Te I Xe
85,5 87,6 88,9 91,2 92,9 96,0 (98) 101,1 102,9 106,4 107,9 112,4 114,8 118,7 121,8 127,6 126,9 131,3
55 56 57 * 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86
6° Cs Ba La Hf Ta W Re Os Ir Pt Au Hg Tl Pb Bi Po At Rn
132,9 137,3 138,9 178,5 180,9 183,8 186,2 190,2 192,2 195,1 197,0 200,6 204,4 207,2 209,0 (209) (210) (222)
87 88 89 ** 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 118
7° Fr Ra Ac Rf Db Sg Bh Hs Mt Ds Rg
(223) (226) (227) (267) (268) (271) (272) (270) (276) (281) (280) (285) (284) (289) (288) (293) (294)

* 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71
Ce Pr Nd Pm Sm Eu Gd Tb Dy Ho Er Tm Yb Lu
140,1 140,9 144,2 (145) 150,4 152,0 157,3 158,9 162,5 164,9 167,3 168,9 173,1 175,0
** 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103
Th Pa U Np Pu Am Cm Bk Cf Es Fm Md No Lr
232,0 231,0 238,0 (237) (244) (243) (247) (247) (251) (252) (257) (258) (259) (262)
Disponível em: <http://www.iupac.org/reports/periodic_table/>. Acesso em: 15 mar. 2010. Adaptado.