Você está na página 1de 6

Portal Casa e Cia - Arquitetura, Construção, Decoração, Jardinagem e P... http://revistadcasa.uol.com.br/ESCC/Edicoes/45/imprime132153.

asp

REPORTAGENS
Madeira
Pisos para todos os bolsos
A madeira pode ser aplicada de diversas formas nos pisos de ambientes internos e externos. A escolha depende
do quanto se quer gastar, da área e do tempo disponível. A C&C reuniu informações sobre preços, manutenção e
aplicação de quatro modelos disponíveis no mercado.

Texto: Bianca Pinto Lima

1 de 6 5/12/2010 09:33
Portal Casa e Cia - Arquitetura, Construção, Decoração, Jardinagem e P... http://revistadcasa.uol.com.br/ESCC/Edicoes/45/imprime132153.asp

LAMINADO - $

Além do preço acessível, o processo de instalação dos pisos laminados é rápido e simples. "A aplicação exige
menos mão-de-obra, pois não envolve quebra-quebra e sujeira", explica Flávia Athayde Vibiano, gerente de
marketing da Eucafloor. Segundo ela, é possível instalar até 40 m² em um dia, desde que o contrapiso esteja
nivelado, limpo e sem umidade. A estrutura do laminado consiste em uma régua de madeira processada, que é
impregnada de resina e depois fundida com papel decorativo - que imita a aparência e a textura da madeira.

Alta e Baixa Pressão

No mercado, eles são divididos em dois modelos: Alta Pressão (Formica®) e Baixa Pressão - também chamado
de Alta Resistência. Apesar do nome, ambos são produzidos sob pressão e temperatura elevadas. Quem explica
isso é o superintendente da Associação Brasileira da Indústria de Piso Laminado de Alta Resistência (Abiplar),
Carlos Eduardo Mariotti.

Segundo o técnico, as diferenças residem no processo industrial e na instalação. O chamado AP é exposto a


uma pressão um pouco maior, é mais fino (cerca de 2 mm) e colado diretamente no contrapiso. Já o BP tem
espessura maior (entre 7 e 9 mm) e suas peças são coladas e encaixadas umas nas outras, sem serem fixadas
na base cimentada. Por essa razão, também são conhecidos como flutuantes. "O peso das réguas já é
suficiente para deixá-las estáveis", explica Mariotti.

Manutenção

Os laminados também são resistentes a riscos e manchas e não provocam alergias. A manutenção é simples:
não devem ser utilizados produtos abrasivos, cera ou qualquer outra substância à base de silicone. Para a
limpeza, use vassoura com cerdas macias e pano úmido bem torcido. Versátil, o material também pode ser
utilizado para revestir paredes.

Preço

Os valores variam de acordo com o fornecedor. Na Eucafloor, os laminados vão de R$ 52,50 a R$ 81,90 o m².
Na Recesa, os valores oscilam entre R$ 67,62 e R$ 166,28 o m², enquanto na Formica® o preço médio

2 de 6 5/12/2010 09:33
Portal Casa e Cia - Arquitetura, Construção, Decoração, Jardinagem e P... http://revistadcasa.uol.com.br/ESCC/Edicoes/45/imprime132153.asp

aproximado é R$ 85 o m².

TACO - $$

Menores que os assoalhos tradicionais, os tacos de madeira maciça dão amplitude aos
ambientes e são opções ecológicas. Os pisos são produzidos com refilos de madeira e
têm espessura menor, o que evita o desperdício de matéria- -prima. Além disso, por
serem fabricados com sobras da madeira, são um pouco mais baratos.

Instalação e manutenção

Com aproximadamente 2 cm de espessura, os tacos são colados um a um, direto no


contrapiso, e podem ou não apresentar o encaixe macho-e-fêmea. Após a fixação, a
madeira deve descansar de 15 a 20 dias e depois receber acabamento em verniz.
Podem ser encontrados nos mais diversos tipos de madeira - como perobinha, cumaru,
grápia e amêndola - e compor desenhos variados, de acordo com a aplicação. A
limpeza - tanto do parquet como do taco - também deve ser feita apenas com vassoura
de pelo macio e pano úmido bem torcido.

Preço

Na madeireira Pau-Pau, o valor médio do taco é R$ 179 o m², incluindo rodapé de 7 cm e toda a instalação. Já
na Felgueiras, os valores variam entre R$ 135 e R$ 190 o m², já com a aplicação.

PARQUET - $$

Instalação

Muito usado durante os anos 1950, esse tipo de piso é composto por
lamelas pré-fixadas em placas, as quais são coladas diretamente no
contrapiso. Depois de aplicado, o parquet forma graciosos mosaicos.
"Apesar de simples, a instalação deve ser feita por profissionais, pois é
necessário nivelar o contrapiso e aplicar corretamente a cola",
aconselha Vitor Luiz Sacomori, diretor da madeireira Pau-Pau. Quanto
melhor o material e a aplicação, menos visíveis ficam as emendas.

Depois de fixadas, as placas também recebem acabamento com


raspagem e aplicação de verniz. Com cerca de 1 cm de espessura, o
parquet atende às necessidades de ambientes projetados para
carpetes de nylon e que não têm espessura suficiente para receber
assoalhos e tacos convencionais.

3 de 6 5/12/2010 09:33
Portal Casa e Cia - Arquitetura, Construção, Decoração, Jardinagem e P... http://revistadcasa.uol.com.br/ESCC/Edicoes/45/imprime132153.asp

Preço

Na Pau-Pau, o preço médio do piso é de R$ 136,60 o m², incluindo rodapé de 7 cm e toda a instalação. Na
Parquet União, o valor médio é de R$ 140 o m², com a aplicação inclusa.

ASSOALHO - $$$

Versáteis e de fácil manutenção, os assoalhos de madeira maciça podem durar até 60 anos e são boas opções
para revestir áreas internas, como salas e quartos. O piso, no entanto, não combina com água e a instalação
também não é recomendada em paredes, devido ao peso. "Calculamos a durabilidade de acordo com a
quantidade de raspagens que conseguimos aplicar no assoalho. A média é de três a quatro raspagens em um
intervalo de 10 a 15 anos", explica o consultor da Assoalhos Monet, Raphael Perrucci. Já a resistência varia de
acordo com a madeira escolhida. As escuras - como ipê, cumaru e sucupira - são mais resistentes a intempéries
e ao tráfego intenso do que as claras - como grápia, perobinha e tauari. A espessura do assoalho geralmente é
de 2 cm e a largura varia em média de 10 a 20 cm, com os mais diversos comprimentos.

Instalação e manutenção

A montagem pode ser feita de duas formas: com as tábuas parafusadas diretamente no contrapiso - com ou sem
o uso de barrotes (pequenas peças de madeira embutidas na base cimentada) - ou instaladas com cola e
parafusadas no encaixe. Para ambos os casos, o contrapiso deve ser resistente, com no mínimo 3 cm de
espessura, e estar livre de umidade. A manutenção é bem simples, requer apenas pano levemente umedecido.
"Não há necessidade de cera. Dependendo do tipo de resina, o produto pode até danificar a madeira. Outro fator
importante é proteger o piso do excesso de sol, que faz trincar a massa de rejunte", alerta Perrucci.

Demolição

Uma opção sustentável e que vem ganhando espaço é o assoalho produzido com madeira de demolição. Antes
de retornar ao mercado, o material passa por um longo tratamento, que envolve banhos de imersão com ácidos,
lavagens e secagem em estufas. Nesses tipos de piso, recomenda-se o uso de ceras, vernizes e stains.

Preço

Mais caros, os assoalhos de demolição saem em média R$ 185 o m² na Monet Assoalhos e R$ 230 o m² na
Indusparquet. O tradicional pode ser adquirido, respectivamente, por R$ 179 o m² e R$ 210 o m².

4 de 6 5/12/2010 09:33
Portal Casa e Cia - Arquitetura, Construção, Decoração, Jardinagem e P... http://revistadcasa.uol.com.br/ESCC/Edicoes/45/imprime132153.asp

5 de 6 5/12/2010 09:33
Portal Casa e Cia - Arquitetura, Construção, Decoração, Jardinagem e P... http://revistadcasa.uol.com.br/ESCC/Edicoes/45/imprime132153.asp

DEQUES - FAÇA CHUVA OU FAÇA SOL

Ideais para áreas externas, os deques exigem madeiras resistentes e cuidados especiais. Entre as matérias-
primas possíveis estão o ipê, o cumaru e a itaúba. Apesar de mais caras, as madeiras autoclavadas
(impregnadas com produtos inseticidas e fungicidas durante processos industriais) também são boas opções. A
instalação é feita pela fixação das tábuas sobre barrotes. Devido à necessidade de escoamento da água, as
réguas devem ser fixadas o mais próximo possível uma das outras, respeitando apenas a distância mínima de 2
mm, necessária para a dilatação do material. Para o acabamento, o produto mais indicado é o stain, que tem
maior poder de penetração entre as fibras e não descasca sob o efeito do sol ou da chuva. Os custos variam
bastante de acordo com o fornecedor. Na Recesa, o deque Solidwood sai por volta de R$ 210 o m², enquanto na
Felgueiras os preços variam entre R$ 180 e R$ 220 o m². Na Monet Assoalhos, o valor médio é R$ 135 o m².

6 de 6 5/12/2010 09:33