Você está na página 1de 1

e subiu Davi Dale e ficou nas fortificações de En- e aconteceu com fome retornou

saúde traz de os filisteus que relataram a ele dizendo Eis que Davi no deserto de
Empreguete então pegou o sal três de mil homens os que escolhidos dentre todos Rael
e foi para buscar a Davi e os os homens dele Sobre As Faces de as rochas de os
cabritos monteneses enxergou para os currais de gado miúdo junto do caminho e ali
caverna e entrou Saul para encobrir os pés dele e Davi e os homens dele nos Francos
de A Caverna os que ficavam então disseram os homens de Davi aí ele fez que o dia
que disse Jeová a ti ex que eu o que entrega que tive querer o quê de minimiza na
tua mão e farás a ele conforme agradou aos teus olhos e se levantou Davi e cortou a
orla do manto que de Saul no segredo e aconteceu depois assim e feriu o coração de
Davi por ele por porque cortou a orla que de Saul e disse aos homens dele longe de
de mim por Jeová se fizer a coisa a esta para o meu senhor para o ungido de Jeová
em estender a minha mão contra ele porque o ungido de Jeová ele e dispersou Davi os
homens dele com as palavras e não lhes deu para se levantarem contra Saul e Saul se
levantou desde a caverna e foi pelo caminho e se levantou Davi depois assim e saiu
que tive que tive querer desde a caverna e chamou atrás de Saul dizendo o meu
Senhor o rei o olhou o Saul atrás dele e se inclinou Davi rostos para a terra e se
prostrou e disse Davi a Saul Por que escuta as palavras de humano dizendo Eis que
Davi o que busca a tua maldade Eis que o dia o este viram os teus olhos o que te
entregou Jeová hoje na minha mão na caverna e disse para te matar mais comiserou
por ti mas disse não estenderei a minha mão contra o meu senhor porque hoje de
Jeová ele e o meu pai ver também ver a orla de o teu manto na minha mão porque no
meu cortar a orla de o teu manto e não te matei sabe e vê que não há na minha mão
maldade e crime e nem transgredir contra ti e tu o que em bosta a minha pessoa para
apegar que julgue Jeová entre mim e entre ti e me vingue Jeová por ti mas a minha
mão não será contra ti conforme disse o provérbio de o antigo de ímpios sai em
Piedade mas a minha mão não será contra ti atrás de quem saiu o rei de Israel atrás
de quem tu que persegue atrás de cão o que morreu atrás de pulga uma e será Jeová
como sentenciador e julgar há entre mim e entre ti e que veja e que Contenda a
minha Contenda e que me julgue da tua mão e aconteceu como concluir Davi em falar
as palavras as estas a saúde e disse Saul acaso a tua voz esta o meu filho Davi
então ergueu Saul a voz dele e pranteou e disse a Davi justo do que eu porque tu me
retribuísse a bondade e eu te retribuí a maldade que tive querer e tu elast hoje o
que fizeste a mim bondade o que me entregou Jeová na tua mão e não me mataste e se
encontraria alguém o que inimiza dele e o deixaria ir por caminho bom e Jeová que
te recompense bondade por o dia ou este que fizeste a mim e agora eis que sei que
reinar reinarás e será estável na tua mão o reino de Israel e agora jura a mim por
Jeová não cortar as a minha semente depois de mim e nem exterminar as o meu nome da
casa de o meu pai então jurou Davi a Saul e foi Saul para a casa dele mas Davi e
os homens dele subiram para a fortificação

Você também pode gostar