Você está na página 1de 11

Aportes técnicos

• Necessário saber: Instituição, Psicologia


Institucional e sobre o papel do
profissional desta área.
• Instituições são valores e normas não
fixos, que se transformam a longo da
histórias e determinam alguns padrões
de comportamento, que caracterizam o
funcionamento da sociedade e
garantem sua reprodução.
• “Uma perspectiva psicanalítica nas
instituições sociais” (Lyth, 1991) as
instituições sociais surgem através dos
esforços dos seres humanos em
satisfazerem suas necessidades, mas, a
partir daí, tornam-se realidades
externas-relativamente independentes
dos indivíduos- que afetam a estrutura
deles.
• Cada Instituição tem uma cultura
• Cada indivíduo inserido nesta cultura se
depara com regras, normas, assumi papéis
de acordo com esta realidade.
• Ao mesmo tem necessidade de
reconhecimento de sua singularidade.
• Coletivo social: estar em grupo, relações
de poder, diferenças- processos
individuais- mesmo grau de importância no
processo social.
• O indivíduos organizam-se nas instituições,
buscando satisfazer suas necessidades de
gratificação psicológica e social e se
defender das ansiedades.
• Psicologia Institucional: abarca o conjunto
de organismos de existência física e
concreta, que tem certo grau de
permanência em algum campo ou setor
específico da atividade ou vida
humana.(Bleger, 2000)
• Método de trabalho é o clínico no
enquadramento psicanalítico de acordo
com as necessidades da instituições e
seus problemas:
• Tarefa empreendida e compreendida em
função da unidade e totalidade da
instituição
• O psicólogo deve saber diferenciar a
psicologia institucional do trabalho
psicológico.
• Trabalho institucional, o foco é a
instituição como um todo vivo, como um
multiplicidade de vários espaços
heterogêneos.
• Psicologia institucional e os objetivos
específicos: (grifo página 239)
• Atividades Básicas:
• Observação geral da instituição como
técnica básica para entendimento da
realidade
• Diagnóstico institucional (funcionamento
global)
• Assessorias individuais ou grupais
(possíveis dificuldades de
realcionamentos)
• Sigilo e enquadre;
• Compreender os objetivos e sentimentos
das diferentes partes e encaminhar os
conteúdos surgindo aos canais
competentes, objetivando promover
mudanças na instituições e romper com
as estruturas estereotipadas.
• O psicólogo é visto como ameaçador e
invasivo.
• A entrevista institucional> deve coletar
dados, buscar a compreensão dos
sentimentos, percepções da tarefa
institucional, formular hipóteses ou
explicitar motivos ICS.
• Indagação operativa que busca os
dinamismos e aspectos motivacionais
implícitos.
• No trabalho institucional deve estar
atento a transferência e
contratransferência
• Basicamente refletir sobre os processos
e a interação entre os indivíduos que
compõem esta instituição.