Testes: 01. (CESGRANRIO) Um objeto de altura O é colocado perpendicularmente ao eixo principal de um espelho esférico côncavo.

Estando o objeto no infinito, a imagem desse objeto será: a) real, localizada no foco; b) real e de mesmo tamanho do objeto; c) real, maior do que o tamanho do objeto; d) virtual e de mesmo tamanho do objeto; e) virtual, menor do que o tamanho do objeto. 02. (UNIP) Um estudante de Física deseja acender seu cigarro usando um espelho esférico e a energia solar. A respeito do tipo de espelho esférico e do posicionamento da ponta do cigarro, assinale a opção correta: Espelho Posição da ponta do cigarro a) côncavo centro de curvatura do espelho b) côncavo vértice do espelho c) côncavo foco do espelho d) convexo centro de curvatura do espelho e) convexo foco do espelho 03. (PUC) Em um farol de automóvel tem-se um refletor constituído por um espelho esférico e um filamento de pequenas dimensões que pode emitir luz. O farol funciona bem quando o espelho é: a) côncavo e o filamento está no centro do espelho; b) côncavo e o filamento está no foco do espelho; c) convexo e o filamento está no centro do espelho; d) convexo e o filamento está no foco do espelho; e) convexo e o filamento está no ponto médio entre o foco e o centro do espelho. 04. (UFES) Um objeto está sobre o eixo de um espelho esférico côncavo. A distância entre o objeto e o espelho é maior que o raio de curvatura do espelho. A imagem do objeto é: a) real, não invertida, menor que o objeto; b) real, invertida, maior que o objeto; c) real, invertida, menor que o objeto; d) virtual, não invertida, maior que o objeto; e) virtual, invertida, menor que o objeto. 05. (VUNESP) Um pequeno prego se encontra diante de um espelho côncavo, perpendicularmente ao eixo óptico principal, entre o foco e o espelho. A imagem do prego será: a) real, invertida e menor que o objeto; b) virtual, invertida e menor que o objeto; c) real, direta e menor que o objeto; d) virtual, direta e maior que o objeto; e) real, invertida e maior que o objeto. 06. (FUND. UNIV. DE ITAÚNA) Uma pessoa observou a sua imagem, formada na parte côncava de uma colher bem polida. Em relação à imagem formada, é CORRETO afirmar que: a) a imagem formada nunca é invertida; b) a imagem formada é sempre invertida; c) quando não invertida, a imagem é real; d) quando não invertida, a imagem é virtual; e) a imagem formada é virtual e não invertida. 07. (MACKENZIE) Diante de um espelho esférico côncavo coloca-se um objeto real no ponto médio do segmento definido pelo foco principal e pelo centro de curvatura. Se o raio de curvatura desse espelho é de 2,4m, a distância entre o objeto e sua imagem conjugada é de: a) 0,60m b) 1,2m c) 1,8m d) 2,4m e) 3,6m

nesse caso. sendo i1 = i2. a 40cm de seu vértice. c) Côncavo com r = 33cm. resolve comprar um espelho esférico que aumente duas vezes a imagem do seu rosto quando ele se coloca a 50cm dele. uma imagem direita e duas vezes menor. sendo i1 < i2. (UCS) Um espelho esférico conjuga a um objeto real. Que tipo de espelho ele deve usar e qual o raio de curvatura? a) Convexo com r = 50cm.08.D 10 . (ITA) Um jovem estudante para fazer a barba mais eficientemente. e) se afasta do espelho. ou seja. a altura de imagem é i 1. como espelhos. e) convexo de 40cm como distância entre o objeto e a imagem.C 04 . o mesmo objeto é aproximado do espelho. c) convexo de 40cm de módulo de distância focal. b) Côncavo com r = 2.A 06 . os raios incidentes e refletidos são paralelos. Reflexão difusa . (PUC . d) convexo de 40cm de raio de curvatura.D 02 .B Reflexão regular A luz que incide na superfície e retorna ao mesmo meio. sendo i1 < i2. Resolução: 01 .RJ) Um objeto é colocado perpendicularmente ao eixo principal de um espelho esférico convexo.A 05 .C 07 .B 08 . formando uma nova imagem. sendo i1 > i2. 10. c) se aproxima do espelho. b) côncavo de 40cm de raio de curvatura. cuja altura é i2. b) se aproxima do espelho. Notamos que. e) Um espelho diferente dos mencionados.0m. d) se afasta do espelho. Pode-se afirmar que o espelho é: a) côncavo de 40 cm de distância focal.C 03 . regularmente. Ocorre em superfícies metálicas bem polidas. Em seguida. Quando aproximamos o objeto. d) Convexo com r = 67cm.C 09 . 09. sendo i1 > i2. a imagem: a) se aproxima do espelho.

continuando a se propagar no outro meio. ou de lâmpadas fluorescentes. de forma irregular. os raios incidentes são paralelos. por exemplo. fazendo com que os raios de luz refletidos e refratados tenham direção aleatória por todo o espaço. é porque ele reflete todas as cores do espectro solar. Reflexão e refração seletiva A luz branca que recebemos do sol. os feixes refletidos e refratados também serão cilíndricos. e é responsável pela visibilidade dos objetos. . Se um corpo é visto vermelho. ele absorve todas as outras cores do espectro. alaranjado. um objeto ao ser iluminado por luz branca "seleciona" no espectro solar as cores que vemos. refletindo apenas o vermelho. é policromática. ou tranquila. por exemplo. Refração A luz incide e atravessa a superfície. no entanto. verde. apenas a frequência é mantida constante. ou seja. as sete do arco-íris: vermelho. enquanto durante a refração. e as refletem de forma difusa. Durente uma reflexão são conservadas a frequência e a velocidade de propagação. Refração é o fenômeno que consiste no fato de a luz passar de um meio para outro diferente. Tipos de reflexão e refração Reflexão é o fenômeno que consiste no fato de a luz voltar a se propagar no meio de origem. vistas por nós.A luz que incide sobre a superfície volta ao mesmo meio. logo os raios de luz serão paralelos entre si. desta forma. Se um corpo é visto branco. Ambos os raios (incidentes e refratados) são paralelos. os raios refratados seguem uma trajetória inclinada em relação aos incididos. por exemplo. um feixe cilíndrico de luz atinge uma superfície totalmente lisa. Reflexão e refração difusa Acontece quando. por exemplo. um feixe cilíndrico de luz atinge uma superfície rugosa. Ocorre em superfícies rugosas. ou agitada. sendo assim. amarelo. mas os refletidos são irregulares. Sendo assim. azul. Reflexão e refração regular Acontece quando. ou seja. Ocorre quando a superfície separa dois meios transparentes. no caso do sol. após incidir sobre uma superfície de separação entre dois meios. anil e violeta. é formada por mais de uma luz monocromática.

i=r Determinação de imagens Analisando objetos diante de um espelho esférico. se situa no infinito. após ser incidido. relativamente a um sistema óptico. são coplanares. tanto regular quanto difusa e seletiva. Leis da reflexão Os fenômenos em que acontecem reflexão. . normalmente acrílica.Se um corpo é "visto" negro. faz com que a única cor refratada de forma seletiva seja a vermelha. sendo formado pelo cruzamento imaginário do prolongamente dos raios de luz. ou seja. relativamente a um sistema óptico. se situa no infinito. o vértice do feixe de luz que incide sobre um objeto ou uma superfície. o vértice de um feixe de luz emergente. sendo formado pelo cruzamento imaginário do prolongamento dos raios de luz. Ponto objeto impróprio (POI): é o vértice de um feixe de luz cilíndrico. 2ª Lei da reflexão O ângulo de reflexão (r) é sempre igual ao ângulo de incidência (i). sendo dividido em três tipos principais: • • • Ponto objeto real (POR): é o vértice de um feixe de luz divergente. é por que ele absorve todas as cores do espectro solar. sendo formado pelo cruzamento efetivo dos raios de luz. pertencem ao mesmo plano. Ponto objeto virtual (POV): é o vértice de um feixe de luz convergente. Chama-se filtro de luz a peça. que deixa passar apenas um das cores do espectro solar. em posição perpendicular ao eixo principal do espelho podemos chegar a algumas conclusões importantes. um filtro vermelho. obedecem a duas leis fundamentais que são: 1ª lei da reflexão O raio de luz refletido e o raio de luz incidente. assim como a reta normal à superfície. Ponto imagem e ponto objeto Chama-se ponto objeto. • • • Ponto imagem real (PIR): é o vértice de um feixe de luz emergente convergente. ou seja. ou seja. Chama-se ponto imagem. Ponto imagem virtual (PIV): é o vértice de um feixe de luz emergente divergente. sendo formado pelo cruzamento efeitivo dos raios de luz. Ponto imagem impróprio (PII): é o vértice de um feixe de luz emergente cilíndrico. ou seja. ou seja.

A imagem pode ainda aparecer invertida em relação ao objeto. No caso de espelhos esféricos a imagem de um objeto pode ser maior.Um objeto pode ser real ou virtual. dizemos que o objeto é virtual se ele se encontra “atrás” do espelho. Se não houver sua inversão dizemos que ela é direita. No caso dos espelhos. . menor ou igual ao tamanho do objeto.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful