Você está na página 1de 3

Auditoria Sistema de Sopragem

de Fuligem de Caldeiras de
Recuperação
1 - INTRODUÇÃO

Para se atingir os níveis de Eficiência Térmica das Caldeiras definido em projeto, sob a
análise da eficiência de limpeza, é crucial que o equipamento de limpeza, no caso o
Soprador de Fuligem, estejam em perfeitas condições, tanto operacional como de
manutenção.

Portanto, em resumo esta Auditoria engloba:

 Avaliação dos Sopradores de Fuligem e das instalações do Sistema de Vapor de


Sopragem/ Drenagem de Condensado e Ar de Selagem com o objetivo de
conferir o projeto versus montagem e identificar possibilidades de melhorias dos
sistemas.

 Avaliação do Programa e Procedimentos de Manutenção visando garantir a


disponibilidade dos sopradores de fuligem.

 Avaliação dos Parâmetros Operacionais com o foco na busca da melhor eficiência


de limpeza das caldeiras.

2 – AUDITORIA

Em resumo, as Etapas da Auditoria se resumem em:


Levantamento de Dados:
 Parâmetros de Projetos
o Dados do Vapor de Sopragem
o Localização dos Sopradores
o Pressão de Sopragem
o Pressão do Ar de Selagem
o Características técnicas dos Sopradores de Fuligem
 Parâmetros Operacionais
o Vapor de Sopragem: Pressão e Temperatura
o Pressão de Sopragem: na Válvula Poppet
o Sequência e Frequência de Sopragem
o Regiões criticas
 Parâmetros de Manutenção

1
o Programa de Manutenção Preventiva
o Procedimentos de Manutenção
o Relatórios de Análise de Falhas
o Falhas repetitivas
Inspeção:
 Sopradores de Fuligem
o Inspeção detalhada no soprador parado
o Inspeção detalhada no soprador em operação
 Linha de Vapor de Sopragem/Drenagem
o Verificar inclinação
o Verificar isolamento térmico
o Checar vazamentos
 Linha de Ar de Selagem
o Verificar pressão/vazão nos pontos de consumo
o Checar vazamentos
Relatório:
Será elaborado um Relatório fornecendo todas as informações coletadas, um parecer
geral das condições dos sopradores, como também recomendações de melhorias
tanto operacional como de manutenção.
Implementação:
No caso de melhorias ou modificações que requeiram estudo de engenharia,
desenhos, novos componentes, modificações de tubulação, etc., será tratado como
um novo Projeto.
Suporte Contínuo:
Após a implementação de um Projeto Novo, será fornecido suporte contínuo com
reuniões periódicas para avaliar se os resultados previstos no projeto foram
alcançados.

3 – RESULTADO ESPERADO

 Definição da melhor frequência e sequência de sopragem


 Definição da melhor pressão e velocidade da sopragem
 Confirmação da performance de limpeza dos sopradores
 Redução do consumo de combustível
 Redução do consumo do vapor de sopragem
 Aumento da Eficiência Térmica da Caldeira
 Redução do custo do MWh

Você também pode gostar