Você está na página 1de 2

PROVAS PRÁTICAS DE SÃO PAULO

USP – SP 2006

1 – caso de Tb no início do tto (a menos de 14 dias do início) de um pai; um RN


de 7 dias, uma criança de 10 anos e a esposa, sendo todos contactantes
intradomiciliares assintomáticos do caso índice. Quais as orientações a serem
dadas?
2 – caso de icterícia neonatal precoce (<24h), que exames pedir e em quem
(mãe ou RN), qual o tratamento e qual a orientação a ser dada pra mãe.
Lembrar de pedir eloato e dosagem de G6PD.
3 – caso de abortamento em curso (diagnóstico, tratamento, exames e
orientações a paciente). A paciente tb pediu informação se pode colocar um
DIU.
4 – Descrever um Rx de obstrução intestinal por brida/ fazer um chuleio de 3
cm/ organizar uma mesa de instrumentação cirúrgica (aqui foi foda!!!!)
5 – Crise aguda de Enxaqueca – exame neurológico completo (fundo de olho,
reflexos, pares cranianos...), interpretar uma TC, interpretar a imagem do fundo
de olho q o avaliador fornece e fazer a receita (não precisa dose e lembrar de
colocar o nome da paciente, a via de administração da droga, a quantidade, a
data e assinar). Lembrar tb de pedir ao avaliador um martelo neurológico e um
oftalmoscópio. Nesse caso clínico tinha uma pegadinha, a paciente tinha
“crises de cansaço” na infância, faço ou não propranolol???

USP – SP 2005

1 – conduta no caso de meningite menigococcica em um colégio.


2 – atendimento e conduta em uma criança com pneumonia: diagnóstico,
exames e conduta (se interna ou não, punciona ou não, como tratar), detalhe
eles nunca pedem dose de medicação.
3 – uma consulta de pré-natal completa (não deu tempo pra ninguém terminar);
4 – sangramento em varizes de esôfago em hepatopata (conduta inicial e
prescrição das 24 horas seguintes à estabilização)
5 – uma mulher com história sugestiva de hipertireoidismo e com taqui-supra
com instabilidade, pedia a conduta imediata e que vc pedisse um exame após
a estabilização (no caso um TSH pra confirmar o hiper)

USP – SP 2004 (aqui eu não tenho muitas informações)

1 – não sei
2 – orientação de como preparar o leite para uma criança < 1 ano (ou era < 6
meses)
3 – não sei
4 – não sei
5 – conduta frente uma parada (parou em AESP)

EPM – UNIFESP 2006 (essa é a prova prática mais chata!!!)


1 – ictérica neonatal (dizer qual a zona de Kramer) e a técnica de como colher
sangue no neonato e onde fazer a venóclise (se era no dorso da mão, região
antecubital, inguinal ou na cabeça).
2 – fazer um ponto simples na pele e escolher o fio de sutura (tinha vários
tipos, vc tinha q escolher o de nylon)
3 – semiologia do abdome agudo
4 – mecanismo de parto (demonstrar no modelo e falar)
5 – interpretar uma TC de um vozinho que caiu (hemorragia subdural ou
extradural, se há ou não desvio da linha média e se há hematoma sub-galeal)
6 – fazer um nó cirúrgico/ saber o nome de alguns instrumentos cirúrgicos
(kely, dente de rato, farabeuf e ae vai!)
7 – prova do computador (aqui foram 30 questões de marcar, as decorebas
mais variadas possíveis), com 30 min pra fazer.
8 – prova do vídeo (aqui foram 28 questões mostrando trechos de filmes,
seriados e vídeos de pacientes da enfermaria e cirurgias, CPRE, CATE...pra vc
marcar num cartão ABCDE), lembrar que nessa parte caiu muita neuro e muita
psiquiatria!!!
9 – fazer uma redação sobre os aspectos éticos de um trecho do filme (num
lembro o nome), aqui não tem resposta certa ou errada. Mínimo de 10 linhas e
máximo de 20.