Você está na página 1de 8

UNIDADE 1

CARGAS ELÉTRICAS – LEI DE COULOMB


Valdiélio Menezes

1. Cargas elétricas
A eletrostática é a parte da Física que estuda
os fenômenos elétricos resultantes das cargas elétricas
em repouso.
A carga elétrica é uma propriedade física
fundamental que determina as interações
eletromagnéticas.
Princípio da conservação das cargas elétricas
Em um sistema eletricamente isolado, a soma
algébrica das cargas positivas e negativas é sempre
constante. Para os corpos do sistema, o número total
de prótons e o número total de elétrons não se alteram.

Convenciona-se a existência de dois tipos de


carga, a positiva (próton) e a negativa (elétron), que,
em equilíbrio, são imperceptíveis.
Experimentalmente, concluiu-se que as
quantidades de carga elétrica do elétron e do próton
são iguais em valores absolutos. A este valor deu-se o
nome de quantidade de carga elétrica elementar (e): Então:
e = 1,602.10–19 C QA + QB + QC + ... = Q’A + Q’B + Q’C + ...
onde a unidade C é o coulomb. Num sistema eletricamente isolado, a soma
algébrica das quantidades de cargas positivas e
Corpo eletrizado negativas é constante.
É o corpo que possui excesso de elétrons
(carga negativa) ou falta de elétrons (carga positiva). Condutores e isolantes
Condutores elétricos
Meios materiais nos quais as cargas elétricas
movimentam-se com facilidade.

Isolantes elétricos ou dielétricos


Princípios da eletrostática Meios materiais nos quais as cargas elétricas
Princípio da atração e repulsão não têm facilidade de movimentação.
Cargas elétricas de mesmo sinal repelem-se.
Cargas elétricas de sinais opostos atraem-se.

IFPB | Campus – Monteiro VALDIÉLIO MENEZES P á g i n a |1


Ondulatória | Movimento harmônico simples
Elétrons livres: elétrons mais afastados do núcleo Eletrização por contato
atômico, ligados fracamente a ele. Os condutores adquirem cargas de mesmo sinal. Se os
Os elétrons livres são os responsáveis pela condutores tiverem mesma forma e mesmas
condução de eletricidade nos metais. dimensões, a carga final será igual para os dois e dada
pela média aritmética das cargas iniciais:
Corpo eletrizado
Um corpo em seu estado normal, não
eletrizado, possui um número de prótons igual ao
número de elétrons. Se este corpo perder elétrons,
estará com excesso de prótons, isto é, apresentar-se-á
eletrizado positivamente. Se ele receber elétrons,
possuirá um excesso destas partículas e estará Eletrização por indução
eletrizado negativamente. O condutor induzido adquire carga de sinal oposto à do
condutor indutor. A figura seguinte apresenta a
Eletrização por atrito sequência dos procedimentos no caso de o indutor ter
Os corpos atritados adquirem cargas de carga positiva.
mesmo valor absoluto e de sinais opostos:

Para a determinação da quantidade de carga


elétrica (Q) que um corpo possui, utiliza-se a
expressão:
Q = n.e
onde n é o número de elétrons perdidos ou recebidos e
e = carga elementar do elétron.
Para se conhecer os sinais das cargas
elétricas dos corpos após o atrito, faz-se o uso de uma
tabela que ordena os materiais: a série triboelétrica.
Quando dois materiais são atritados entre si, aquele
que ocupa a posição superior na série é o que perde
elétrons, eletrizando-se positivamente.
SÉRIE
TRIBOELÉTRICA
Pele de coelho
Vidro
Mica

Pele de gato
Seda
Algodão
Madeira
Âmbar
Ebonite
Cobre
Enxofre
Corpo eletrizado atraindo um corpo neutro
Celuloide
Por indução um corpo eletrizado pode atrair um
condutor neutro.

P á g i n a |2 VALDIÉLIO MENEZES IFPB | Campus – Monteiro


Ondulatória | Movimento harmônico simples

As cargas positivas de A atraem as negativas


de B e repelem as positivas de B. A força de atração
tem intensidade maior que a de repulsão.
Como funciona um eletroscópio de folhas?
Eletroscópios No eletroscópio de folhas acontece indução de forma
São dispositivos que se destinam a detectar a semelhante ao de pêndulo simples. A indução sofrida
presença de cargas elétricas em um corpo. Os dois provoca um acúmulo de cargas de mesma natureza
principais tipos de eletroscópios são: nas folhas do eletroscópio. Assim, devido a repulsão
entre cargas de mesmo sinal, as folhas de abrem.

EXEMPLOS

1. Num sistema eletricamente isolado, constituído de três


corpos A, B e C, há a seguinte distribuição inicial de
cargas elétricas. QA = 10 C, QB = 5,0 C e QC = – 8,0 C.
Ocorrem, então, duas transferências de cargas: 2,0 C de
A para B e 1,5 C de B para C. Determine:
a) a quantidade de carga elétrica no sistema antes e
depois das transferências;
Como funciona um pêndulo elétrico? b) as quantidades de carga elétrica de cada corpo
Ao aproximar um corpo eletrizado da esfera neutra do após as transferências.
pêndulo elétrico, ela será atraída por ele.
Com a indução eletrostática, a região da esfera mais 2. Um corpo eletrizado positivamente apresenta a
próxima do indutor será atraída por uma força mais quantidade de carga de 480C. Calcule o número de
intensa do que a força de repulsão, que agirá na região elétrons perdidos pelo corpo, inicialmente neutro. Dado e
mais afastada. – 19
= 1,6 . 10 C.

3. Quatro esferas metálicas condutoras, A, B, C e D,


idênticas, estão isoladas entre si. Sabe-se que somente
a esfera A está eletrizada com carga Q, estando as
demais neutras. Coloca-se a esfera A em contatos
sucessivos com as esferas B, C e D. determine as
cargas finais de cada esfera.

IFPB | Campus – Monteiro VALDIÉLIO MENEZES P á g i n a |3


Ondulatória | Movimento harmônico simples

EXERCÍCIOS

1. Três corpos, A, B e C, constituem um sistema


eletricamente isolado e apresentam, inicialmente, as
seguintes quantidades de cargas elétricas: QA = 7,0 C,
QB = – 3,0 C e QC = – 1,0 C. Processam-se, então, duas
transferências de cargas: 3,5 C de A para B e 2,0 C de
A para C. Determine:
a) a quantidade de carga elétrica no sistema antes e
depois das transferências;
b) as quantidades de carga elétrica de cada corpo
após as transferências.

2. Na questão anterior, que tipo de interação (atração ou


repulsão) ocorre, antes e depois das transferências de
cargas elétricas, entre os corpos:
a) A e B ? b) B e C ? c) A e C A intensidade da força de interação elétrica
? entre duas cargas elétricas pontuais postas em
presença uma da outra é diretamente proporcional ao
3. Calcule o número de elétrons perdidos por um corpo, produto das quantidades de carga e inversamente
inicialmente neutro, que apresenta a carga de 2,4 C. proporcional ao quadrado da distância entre elas.
–19
Dado e = 1,6.10 C. Assim,

4. Quantos elétrons deve receber um corpo, inicialmente


com a carga de + 1,0 C, para atingir a carga de – 2,0
C ?
Atração
5. Na questão anterior, após os contatos citados, as
esferas A, B e C são postas em contato simultâneo.
Determine a carga final de uma delas.

6. Três esferas condutoras A, B e C são idênticas e estão


eletrizadas, respectivamente, com cargas 12q, 2q e –
8q. Uma quarta esfera condutora, D, idêntica às demais,
Repulsão
está inicialmente descarregada. Determine a carga
elétrica final de D, após contatos sucessivos com A, B,
C, novamente A e B, nesta ordem. |Q1|.|Q2 |
Fe  k 0
d2
Carga Elétrica Puntiforme k: constante eletrostática do meio onde estão as
Define-se carga elétrica puntiforme como sendo o cargas.
corpo eletrizado cujas dimensões são desprezíveis em 9 N.m2
relação às dimensões que o separam de outros corpos No vácuo, k0 = 9.10 .
C2
eletrizados. No Sistema Internacional de Unidades (SI), a
unidade de carga elétrica é o coulomb (símbolo C).
2. Lei de coulomb Graficamente, a intensidade da força elétrica
(Fe) em função da distância entre as cargas (d) é dada
Força elétrica e a lei de coulomb por:
Em 1785, o físico francês Charles Augustin de
Coulomb, usando uma balança de torção, determinou
uma relação sobre a interação entre duas cargas
elétricas pontuais, conhecida hoje como lei de
Coulomb.

P á g i n a |4 VALDIÉLIO MENEZES IFPB | Campus – Monteiro


Ondulatória | Movimento harmônico simples

EXERCÍCIOS
Nos exercícios a seguir, considere conhecida a
N.m2
constante eletrostática do vácuo: k0  9.109
C2
7. Duas cargas elétricas puntuais estão separadas
por uma distância de 4,0 x 10 – 2 m e se repelem
com uma força de 27 x 10 – 4 N. Suponha que a
distância entre elas tenha sido aumentada para 12
x 10 – 2 m.
a) Quantas vezes maior tornou-se a distância
entre as cargas ?
b) A força entre as cargas aumentou ou diminuiu
?
c) Então, qual é o novo valor da força de repulsão
EXEMPLOS entre as cargas ?

8. Duas cargas elétricas puntuais estão separadas


4. Uma carga puntual positiva, Q1 = 0,23C, é colocada a por uma distância de 15 cm. Altera-se a distância
uma distância r = 3,0 cm de outra carga também puntual, entre estas cargas até que a força elétrica entre
negativa, Q2 = – 0,6 C. elas se torne 25 vezes maior.
a) Supondo que Q1 e Q2 estejam no ar, calcule o valor a) A distância entre as cargas foi aumentada ou
da força F1 que Q2 exerce sobre Q1. reduzida ? Quantas vezes ?
b) O valor da força F2 que Q1 exerce sobre Q2 é maior b) Então, qual é o novo valor da distância entre
menor ou igual ao valor de F1 ? as duas cargas?

5. Duas cargas elétricas puntiformes positivas e iguais a Q 9. Duas cargas elétricas positivas e puntiformes, das
estão situadas no vácuo a 2 m de distância. Sabe-se quais uma é o triplo da outra, repelem-se com
que a força de repulsão mútua tem intensidade de 0,1 N. força de intensidade 2,7 N no vácuo, quando a
N.m2 distância entre elas é de 10 cm. Determine a
Calcule Q. É dado k 0  9.109 .
C2 menor das cargas.

6. Duas pequenas esferas idênticas, eletrizadas 10. Duas cargas elétricas puntiformes Q1 = 8 . 10 – 8C
positivamente com carga Q e 3Q, são colocadas a uma e Q2 = – 2.10 – 8C estão fixas no vácuo separadas
distância d, no vácuo, originando-se entre elas uma por uma distância d = 6 cm. Determine:
força de intensidade F. A seguir, as esferas são postas a) a intensidade da força elétrica de atração;
em contato e afastadas a uma distância 2d. Determine, b) a intensidade da força elétrica resultante, que
em função de F, a nova intensidade da força de age sobre uma carga Q3 = 10 – 8C, colocada
repulsão. no ponto médio do segmento que une Q1 a Q2;
c) em que posição Q3 deve ser colocada, de
7. Duas cargas puntiformes Q1 = 10 – 6 C e Q2 = 4 . 10 – 6 C modo a ficar em equilíbrio sob a ação de
estão fixas nos pontos A e B e separadas pelas forças elétricas somente.
distâncias d = 30 cm no vácuo. Sendo a constante
N.m2
eletrostática do vácuo k 0  9.109 , determine: TESTES DE VESTIBULARES
C2
a) a intensidade da força elétrica de repulsão;
b) a intensidade da força elétrica resultante sobre uma 1. Dois corpos A e B, de materiais diferentes, inicialmente
terceira carga Q3 = 2. 10
–6
C, colocada no ponto neutros, são atritados entre si, isolados de outros
corpos. Após o atrito:
médio do segmento que une Q1 a Q2; a) ambos ficam eletrizados negativamente.
c) a posição em que Q3 deve ser colocada para ficar b) ambos ficam eletrizados positivamente.
em equilíbrio sob a ação de forças elétricas c) Um fica eletrizado negativamente e o outro continua
somente. neutro.
d) Um fica eletrizado positivamente e o outro continua
neutro.
e) Um fica eletrizado positivamente e o outro,
negativamente.

IFPB | Campus – Monteiro VALDIÉLIO MENEZES P á g i n a |5


Ondulatória | Movimento harmônico simples
2. Um estudante atrita uma barra de vidro com um pedaço demais alunos se manifestem. Cinco deles deram
de seda e uma barra de borracha com um pedaço de lã. respostas diferentes, qual acertou a explicação?
Ele nota que a seda e a lã se atraem, o mesmo Aluno A — O pente é um bom condutor elétrico.
acontecendo com o vidro e a borracha. O estudante Aluna B — O papel é um bom condutor elétrico.
conclui que esses materiais, se dividem em dois pares Aluno C — Os pedaços de papel já estavam eletrizados.
que têm cargas do mesmo tipo. Com base nesses Aluna D — O pente ficou eletrizado por atrito no cabelo.
dados, pode-se afirmar que: Aluno E — Entre o pente e os pedaços de papel ocorre
a) a conclusão do estudante está errada. atração gravitacional.
b) Esses pares são o vidro com a borracha e seda com
a lã. 8. No modelo atômico atual, o nêutron tem a composição
c) Esses pares são o vidro com a lã e a seda com a (u,d,d), no qual (u) representa o quark up e (d) o quark
borracha. down. O quark up (u) tem carga elétrica positiva e igual
d) Esses pares são o vidro com a seda e a borracha 2
com a lã. a do valor da carga elétrica do elétron, em módulo. A
3
3. Um bastão isolante é atritado com tecido e ambos ficam alternativa que apresenta corretamente a carga elétrica
eletrizados. É correto afirmar que o bastão pode Ter: do quark down (d) é:
a) ganhado prótons e o tecido ganhado elétrons.
b) perdido elétrons e o tecido ganhado prótons. 1
a) carga positiva e igual a do valor da carga elétrica
c) perdido elétrons e o tecido ganhado elétrons. 3
d) perdido elétrons e o tecido ganhado prótons. do elétron.
e) perdido prótons e o tecido ganhado elétrons. 2
b) carga positiva e igual a do valor da carga elétrica
3
4. Uma aluna de cabelos compridos, num dia bastante do elétron.
seco, percebe que depois de penteá-los o pente utilizado
1
atrai pedaços de papel. Isso ocorre porque: c) carga negativa e igual a do valor da carga
a) o pente se eletrizou por atrito. 3
b) Os pedaços de papel estavam eletrizados. elétrica do elétron.
c) O papel é um bom condutor elétrico. 2
d) Há atração gravitacional entre o pente e os pedaços d) carga negativa e igual a do valor da carga
3
de papel. elétrica do elétron.
e) O pente é um bom condutor elétrico. e) carga nula.

5. Em dias secos, em ambientes carpetados, é comum as 9. Em um experimento realizado em sala de aula, um


pessoas receberem pequenas descargas elétricas ao professor de Física mostrou duas pequenas esferas
tocarem maçanetas e outros objetos metálicos. Isso se metálicas idênticas, suspensas por fios isolantes, em
deve ao fato de: uma situação de atração.
a) os objetos metálicos, por serem bons condutores, Na tentativa de explicar esse fenômeno, cinco alunos
absorverem facilmente energia elétrica e se fizeram os seguintes comentários:
descarregarem ao serem tocados. Maria — Uma das esferas pode estar eletrizada
b) O corpo da pessoa, eletrizado pelo atrito com o positivamente e a outra, negativamente.
carpete, se descarrega nesses objetos. José — Uma esfera pode estar eletrizada positivamente
c) Os metais se carregarem negativamente e os e a outra, neutra.
isolantes positivamente, gerando uma corrente Roberto — O que estamos observando é simplesmente
elétrica ao se fechar o circuito. uma atração gravitacional entre as esferas.
d) Os objetos metálicos produzirem um aumento do Marisa — Essas esferas só podem estar funcionando
campo elétrico, tornando-se eletrizados e causando como ímãs.
descargas ao serem tocados. Celine — Uma esfera pode estar eletrizada
e) Os carpetes, em ambientes secos e quentes, negativamente e a outra, neutra.
emitirem elétrons livres, carregando-se Fizeram comentários corretos os alunos:
positivamente e descarregando-se através do a) Marisa, Celine e Roberto.
contato. b) Roberto, Maria e José.
c) Celine, José e Maria.
6. Quando parte de um sistema físico isolado adquire uma d) José, Roberto e Maria.
carga elétrica positiva + q, a outra parte: e) Marisa e Roberto.
a) torna-se também positivamente carregada com
carga + q. 10. Duas esferas metálicas, muito
b) torna-se negativa carregada com carga – q. leves, estão penduradas por fios
c) torna-se negativamente carregada, mas não perfeitamente isolantes, em um
necessariamente com carga – q. ambiente seco, conforme figura
d) torna-se positivamente carregadas, mas não ao lado. Uma barra metálica
necessariamente com carga + q. positivamente carregada é
e) transferiu elétrons para a primeira. encostada em uma esfera e
depois afastada. Após o
7. Durante uma aula de Física, uma aluna de longos Afastamento da barra, qual deve ser a situação das
cabelos loiros começa a penteá-los usando pente de esferas, sabendo-se que a carga inicial das esferas é
plástico. Após passar o pente pelos cabelos, nota que nula?
ele atrai pequenos pedaços de papel que se encontram
sobre sua carteira. Admirada, ela pergunta ao professor
qual a explicação para tal fato. O professor pede que os

P á g i n a |6 VALDIÉLIO MENEZES IFPB | Campus – Monteiro


Ondulatória | Movimento harmônico simples
a) d) QC = 1,8 C. Com a esfera A, toca-se primeiramente a
esfera B e depois a C. As cargas elétricas de A, B e C,
depois desses contatos, são, respectivamente:
a) 0,60 C, 0,60 C e 1,8 C.
+ + b) 0,60 C, 1,2 C e 1,2 C.
c) 1,0 C, 1,0 C e 1,0 C.
d) 1,2 C, 0,60 C e 1,2 C.
b) e)
e) 1,2 C, 0,8 C e 1,0 C.

16. Quatro corpos A, B, C e D formam um sistema


eletricamente isolado. Inicialmente tem-se que QA = 6
C, QB = – 2 C, QC = 4 C e QD = – 4 C. O corpo A
c) cede 2 C ao corpo B e o corpo C cede 1 C ao corpo
D.
Assinale a afirmação incorreta:
a) O corpo B ficou eletricamente neutro.
b) A carga total após a transferência é de 4 C.
c) A soma algébrica das quantidades de carga elétrica
é constante.
11. Três corpos, inicialmente neutros, são eletrizados: X e Y d) O corpo A, antes e depois, tem carga elétrica
por atrito entre si e, em seguida, Z por contato com Y. A positiva.
alternativa, contendo a afirmação verdadeira quanto ao e) Após a transferência de carga, os corpos C e D
sinal da carga que cada corpo, X, Y e Z, ficaram eletricamente positivos.
respectivamente, pode ser adquirido é:
a) negativa, positiva, negativa. 17. Uma esfera condutora eletrizada com carga Q = 6,00C
b) negativa, positiva, positiva. é colocada em contato com outra, idêntica, eletrizada
c) positiva, positiva, negativa. com carga q = – 2,00 C. Admitindo-se que haja troca
d) negativa, negativa, positiva. de cargas apenas entre essas duas esferas, o número
e) positiva, positiva, positiva. de elétrons que passa de uma esfera para a outra até
atingir o equilíbrio eletrostático é:
12. Duas esferas condutoras A e B possuem a mesma – 19
(Dado: carga elementar = 1,60 . 10 C.)
carga Q. Uma terceira esfera, C, inicialmente 19 13
a) 5,00 . 10 d) 2,50 . 10
descarregada e idêntica às esferas A e B, é colocada 16 13
b) 2,50 . 10 e) 1,25 . 10
em contato com a esfera A. Depois de algum tempo a 14
c) 5,00 . 10
esfera C é separa de A e colocada em contato com a
esfera B. Qual a carga final da esfera C depois de 18. Três pequenas esferas carregadas com cargas de
separada da esfera B? mesmo módulo, sendo A positiva e B e C negativas,
3Q Q estão presas nos vértices de um triângulo equilátero. No
a) c) e) Q
4 4 instante em que elas são soltas simultaneamente, a
2Q Q direção e o sentido de suas acelerações serão mais bem
b) d) representados pelo esquema:
4 2 a) d)

13. Duas esferas idênticas A e B, eletrizadas com carga 5q


e 4q, respectivamente, são colocadas em contato e, a
seguir, afastadas. Então, coloca-se a esfera A em
contato com outra esfera C, também idêntica, eletrizada
q
com carga  . Após os contatos, as esferas A e C
2
ficam eletrizadas com carga: b) e)
9q
a) q c) 8q e)
2
b) 4q d) 2q

14. Duas esferas A e B, metálicas e idênticas, estão


carregadas com carga respectivamente iguais a 16 C e c)
4 C. Uma terceira esfera C, metálica e idêntica às
anteriores, está inicialmente descarregada. Coloca-se C
em contato com A. Em seguida, esse contato é desfeito
e a esfera C é colocada em contato com B. Supondo
que não haja troca de cargas elétricas com o meio
exterior, a carga final de C é de:
a) 8 C c) 4 C e) nula
b) 6 C d) 3 C 19. Entre as cargas puntiformes Q1 e Q2, separadas por uma
distância d, existe uma força de repulsão eletrostática de
15. Três esferas condutoras A, B e C têm o mesmo valor F. Se instantaneamente os valores das cargas
diâmetro. A esfera A está inicialmente neutra e as mudam para Q’1 = 3Q1 e Q’2 = 4Q2 e a distância muda
outras duas estão carregadas com cargas QB = 1,2 C e para 2d, o valor da nova força será:
IFPB | Campus – Monteiro VALDIÉLIO MENEZES P á g i n a |7
Ondulatória | Movimento harmônico simples
7 F‘ = 3F gk 3kQ2
a) F ’= F c) F ‘= 24 F e) b) d)
Qd
2
4 gd2
7
b) F ‘= F d) F ‘= 6 F
2 GABARITO
1. E 9. C 17. D
20. Duas cargas elétricas puntiformes de valores iguais a 2. C 10. A 18. B
–6 –6
2.10 C e 5.10 C estão distantes 30 cm no vácuo. 3. C 11. B 19. E
Considerando a constante eletrostática como sendo 4. A 12 C 20. A
N.m2 5. B 13 D 21. B
k0  9.109 , a força elétrica entre as cargas é de:
6. B 14 B 22. A
C2
a) 1 N c) 3 N e) 5 N 7. D 15 D 23. E
b) 2 N d) 4 N 8. C 16. E 24. D

 2
N.m
21. Nos pontos A e B do vácuo  k0  9.109 2  são
 C 

–6
colocadas as cargas elétricas puntiformes qA = 8.10 C
–6
e qB = 6.10 C, respectivamente. A força de repulsão
entre essas cargas tem intensidade de 1,2N. A distância
entre os pontos A e B é:
a) 72cm c) 48 cm e) 20 cm
b) 60 cm d) 36 cm

22. Duas esferas metálicas idênticas, de dimensões


desprezíveis, eletrizadas com cargas elétricas de
módulos Q e 3Q atraem-se com força de intensidade
–1
3,0.10 N quando colocadas a uma distância d, em certa
região do espaço. Se forem colocadas em contato e,
após o equilíbrio eletrostático, levadas à mesma região
do espaço e separadas pela mesma distância d, a nova
força de interação elétrica entre elas será:
–1
a) repulsiva de intensidade 1,0.10 N.
–1
b) repulsiva de intensidade 1,5.10 N.
–1
c) repulsiva de intensidade 2,0.10 N.
–1
d) atrativa de intensidade 1,0.10 N.
–1
e) atrativa de intensidade 2,0.10 N.

23. Considere o sistema formado por três cargas elétricas


pontuais qA, qB e qC que estão fixas ao longo de uma
linha horizontal, como indicado na figura. Se o módulo
da força entre as cargas qB e qC vale 24 N, pode-se
afirmar que, em newtons, a intensidade da força de
repulsão entre as cargas qA e qC vale:
qA = + q qB = 2q qC = + q

1m 1m

a) 9,5 c) 7,3 e) 3,0


b) 8,0 d) 5,2

24. Três cargas elétricas idênticas C


iguais a Q estão distribuídas nos Q
vértices de um triângulo eqüilátero
de lado d posicionado no plano
vertical, de acordo com a figura.
As cargas em A e B estão fixas, Q Q
enquanto em C a carga está livre. A B
Sendo k a constante eletrostática
no vácuo e g a aceleração da
gravidade, para que a carga colocada no vértice C
permaneça em equilíbrio é necessário que sua massa
seja igual a:
kQ2 kQ 3g2k
a) c) e)
 gd
2 2
gd Qd2

P á g i n a |8 VALDIÉLIO MENEZES IFPB | Campus – Monteiro