Você está na página 1de 248

L C LINGUAGENS

E CÓDIGOS

C H C N
CIÊNCIAS CIÊNCIAS DA
HUMANAS NATUREZA

M T MATEMÁTICA

R.P . A . - E N E M
o g r a l
m a d a A n u a
Revisão Pr
a r t e I I - C N - M A T
2º DIA | P
CARO ALUNO

Desde 2010, o Hexag Medicina é referência na preparação pré-vestibular de candidatos às melhores uni-
versidades do Brasil.
Você está recebendo a R.P.A. (Revisão Programada Anual) do Hexag Medicina – caderno de questões do
do 2º dia do Enem. Com o objetivo de verificar se você aprendeu os conteúdos estudados, este material apresenta:
§§ indicação de temas e das competências e habilidades da matriz de referência do Enem. Em cada questão,
há explicação de como as habilidades são aplicadas.
§§ uma seleção de questões inéditas, adaptadas e PPL, ideais para exercitar a sua memória. Os assuntos esco-
lhidos possuem grande incidência nos últimos anos do Enem.

Aproveite e aprimore os seus conhecimentos.

Bons estudos!

Herlan Fellini
ÍNDICE
C N CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS
BIOLOGIA 7
FÍSICA 53
QUÍMICA 93

M T MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS


MATEMÁTICA 145
R.P.A. ENEM

Biologia
Competência 1 – Compreender as ciências naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas, percebendo seus
papéis nos processos de produção e no desenvolvimento econômico e social da humanidade.
H1 Reconhecer características ou propriedades de fenômenos ondulatórios ou oscilatórios, relacionando-os a seus usos em diferentes contextos.
H2 Associar a solução de problemas de comunicação, transporte, saúde ou outro, com o correspondente desenvolvimento científico e tecnológico.
H3 Confrontar interpretações científicas com interpretações baseadas no senso comum, ao longo do tempo ou em diferentes culturas.
Avaliar propostas de intervenção no ambiente, considerando a qualidade da vida humana ou medidas de conservação, recuperação ou utilização
H4
sustentável da biodiversidade.
Competência 2 – Identificar a presença e aplicar as tecnologias associadas às ciências naturais em diferentes contextos.
H5 Dimensionar circuitos ou dispositivos elétricos de uso cotidiano.
H6 Relacionar informações para compreender manuais de instalação ou utilização de aparelhos, ou sistemas tecnológicos de uso comum.
Selecionar testes de controle, parâmetros ou critérios para a comparação de materiais e produtos, tendo em vista a defesa do consumidor, a saúde
H7
do trabalhador ou a qualidade de vida.
Competência 3 – Associar intervenções que resultam em degradação ou conservação ambiental a processos produtivos e sociais e a
instrumentos ou ações científico-tecnológicos.
Identificar etapas em processos de obtenção, transformação, utilização ou reciclagem de recursos naturais, energéticos ou matérias-primas, consi-
H8
derando processos biológicos, químicos ou físicos neles envolvidos.
Compreender a importância dos ciclos biogeoquímicos ou do fluxo energia para a vida, ou da ação de agentes ou fenômenos que podem causar
H9
alterações nesses processos.
Analisar perturbações ambientais, identificando fontes, transporte e(ou) destino dos poluentes ou prevendo efeitos em sistemas naturais, produ-
H10
tivos ou sociais.
Reconhecer benefícios, limitações e aspectos éticos da biotecnologia, considerando estruturas e processos biológicos envolvidos em produtos
H11
biotecnológicos.
H12 Avaliar impactos em ambientes naturais decorrentes de atividades sociais ou econômicas, considerando interesses contraditórios.

Competência 4 – Compreender interações entre organismos e ambiente, em particular aquelas relacionadas à saúde humana, relacio-
nando conhecimentos científicos, aspectos culturais e características individuais.
H13 Reconhecer mecanismos de transmissão da vida, prevendo ou explicando a manifestação de características dos seres vivos.
Identificar padrões em fenômenos e processos vitais dos organismos, como manutenção do equilíbrio interno, defesa, relações com o ambiente,
H14
sexualidade, entre outros.
H15 Interpretar modelos e experimentos para explicar fenômenos ou processos biológicos em qualquer nível de organização dos sistemas biológicos.
H16 Compreender o papel da evolução na produção de padrões, processos biológicos ou na organização taxonômica dos seres vivos.
Competência 5 – Entender métodos e procedimentos próprios das ciências naturais e aplicá-los em diferentes contextos.
Relacionar informações apresentadas em diferentes formas de linguagem e representação usadas nas ciências físicas, químicas ou biológicas, como
H17
texto discursivo, gráficos, tabelas, relações matemáticas ou linguagem simbólica.
H18 Relacionar propriedades físicas, químicas ou biológicas de produtos, sistemas ou procedimentos tecnológicos às finalidades a que se destinam.
Avaliar métodos, processos ou procedimentos das ciências naturais que contribuam para diagnosticar ou solucionar problemas de ordem social,
H19
econômica ou ambiental.
Competência 6 – Apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções
científicotecnológicas.
H20 Caracterizar causas ou efeitos dos movimentos de partículas, substâncias, objetos ou corpos celestes.
Utilizar leis físicas e (ou) químicas para interpretar processos naturais ou tecnológicos inseridos no contexto da termodinâmica e(ou) do eletro-
H21
magnetismo.
Compreender fenômenos decorrentes da interação entre a radiação e a matéria em suas manifestações em processos naturais ou tecnológicos, ou
H22
em suas implicações biológicas, sociais, econômicas ou ambientais.
Avaliar possibilidades de geração, uso ou transformação de energia em ambientes específicos, considerando implicações éticas, ambientais, sociais
H23
e/ou econômicas.
Competência 7 – Apropriar-se de conhecimentos da química para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções
científicotecnológicas.
H24 Utilizar códigos e nomenclatura da química para caracterizar materiais, substâncias ou transformações químicas

Caracterizar materiais ou substâncias, identificando etapas, rendimentos ou implicações biológicas, sociais, econômicas ou ambientais de sua
H25
obtenção ou produção.
Avaliar implicações sociais, ambientais e/ou econômicas na produção ou no consumo de recursos energéticos ou minerais, identificando transfor-
H26
mações químicas ou de energia envolvidas nesses processos.
H27 Avaliar propostas de intervenção no meio ambiente aplicando conhecimentos químicos, observando riscos ou benefícios.
Competência 8 – Apropriar-se de conhecimentos da biologia para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções
científicotecnológicas.
Associar características adaptativas dos organismos com seu modo de vida ou com seus limites de distribuição em diferentes ambientes, em
H28
especial em ambientes brasileiros.
Interpretar experimentos ou técnicas que utilizam seres vivos, analisando implicações para o ambiente, a saúde, a produção de alimentos, matérias
H29
primas ou produtos industriais.
H30 Avaliar propostas de alcance individual ou coletivo, identificando aquelas que visam à preservação e a implementação da saúde individual, coletiva
ou do ambiente.
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULAS 1 E 2 Tema: Conceitos básicos de ecologia

Competência: 5 Habilidade: 17

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 5 do Enem, o aluno irá precisar inter-
pretar informações contidas em um texto discursivo e associar com um conceito de ecologia.

MODELO 1

A maior espécie de roedor existente, é a capivara. Presente em diversos biomas brasileiros, a


capivara costuma viver nas margens de lagos e rios, impressionando por conseguirem ficar até 5
minutos submersas em água (meio que usa para se defender de predadores). Além de conheci-
das por sua simpatia, são chamadas de “Kapiyva” (mestre das gramas) por uma tribo indígena
da Amazônia devido ao fato de se alimentarem principalmente de capim, ervas e qualquer outro
tipo de vegetação ribeirinha. As capivaras são muito sociáveis, um bando pode ter de 10 a até 100
membros, variando de acordo com os períodos de chuva e seca. Esses grupos são sempre liderados
por apenas um macho dominante. São conhecidos, também, como animais “crepusculares” uma
vez que são muito mais ativas nos períodos de amanhecer e anoitecer.
Adaptado da Revista Gallileu, Out/2016, disponível em https://revistagalileu.globo.com/
Ciencia/noticia/2016/10/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-capivaras.html

A descrição sobre as Capivaras diz respeito a seu:


a) Habitat
b) Nível trófico
c) Bioma
d) Nicho ecológico
e) Ciclo biogeoquímico

9
Tema: Obtenção e fluxo de energia nos ecossistemas

Competência: 5 Habilidade: 17

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 5 do Enem, a habilidade 17 exige que
o aluno interprete a pirâmide ecológica da questão e relacione com o fluxo de energia dos seres vivos.

MODELO 2

O diagrama seguinte representa uma pirâmide de números:

23

1050

Os números de cada nível dessa pirâmide, podem ser representadas, analisando de baixo para
cima, pelos seguintes seres vivos:
a) Gramíneas – gafanhotos - sapos
b) Ipês – Besouros – Aves
c) Gramíneas – lagartos – aves
d) Ipês – cupins – protozoários
e) Gramíneas – Preás – Lobos – guará

10
Tema: Ciclos Biogeoquímicos

Competência: 3 Habilidade: 8

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 3 do Enem, a habilidade 8 requer do


aluno conhecimento sobre ciclos biogeoquímicos para identificar os fatores que estimulam as etapas do
ciclo da água.

MODELO 3

O ciclo biogeoquímico da água é de extrema importância para a manutenção da vida no planeta


Terra. É pelo ciclo hidrológico que ocorre a variação climática, também cria condições para o de-
senvolvimento de seres vivos (flora e fauna) e o funcionamento de rios, oceanos e lagos. Para que
esse curso ocorra, há vários fatores que impulsionam o ciclo hidrológico, que são:
a) energia térmica solar, força dos ventos e força da gravidade.
b) energia calorífica, força dos ventos, e precipitação.
c) energia térmica solar, evapotranspiração dos animais e o deslocamento das massas de ar.
d) energia calorífica, evapotranspiração, força da gravidade.
e) força dos ventos, transpiração e percolação.

11
Tema: Problemas Ambientais

Competência: 3 Habilidade: 10

Construção da habilidade: A questão fala sobre a eutrofização na Lagoa Rodrigo de Freitas e exige
o conhecimento a respeito de tal perturbação ambiental e os efeitos causados nesse ambiente natural.

MODELO 4

A problemática da mortandade de peixes na Lagoa Rodrigo de Freitas é reportada desde o século


XVII. Já era conhecida, inclusive pelos índios, que chamavam o local de Ipanema (que significa
lugar fedorento, em tupi-guarani), mesmo quando não havia nenhum conhecimento de poluição
ambiental. [...] Esse evento é sempre noticiado pelos meios de comunicação, pois se repete com
frequência a cada ano e grande quantidade de peixes é morta e até hoje continua sem solução.
Duas características relacionadas à mortandade de peixes na Lagoa Rodrigo de Freitas são intri-
gantes: a rapidez com que ocorre o evento e a ausência de medidas para prevenção. Segundo Torres
(1990), a mortandade está relacionada à diminuição do oxigênio nas águas, causada pela decom-
posição bacteriana da matéria orgânica.
(http://www.educacaopublica.rj.gov.br/biblioteca/meioambiente/0045.html)

A decomposição bacteriana da matéria orgânica e a diminuição do oxigênio nas águas citados no


texto são decorrentes do processo de:
a) fotossíntese
b) poluição
c) eutrofização
d) decomposição
e) respiração

12
Tema: Sucessão Ecológica

Competência: 8 Habilidade: 30

Construção da habilidade: Tratando-se de uma questão sobre uma reserva ambiental e seu ecossis-
tema, a questão visa avaliar propostas de alcance individual ou coletivo, identificando aquelas que visam
a preservação e a implementação da saúde do ambiente.

MODELO 5

Ainda há lugares no planeta Terra que são proibidos a visitantes por diversas razões. A ilha de
Surtsey, na Islândia, é um deles. Formada em 1963, depois de uma enorme erupção vulcânica in-
termitente que durou cerca de 3 anos e formou uma extensa superfície acima do nível do mar, a
ilha tornou-se uma experiência científica para compreender a criação de raiz de ecossistemas sem
impactos humanos. Apenas alguns cientistas têm autorização para entrar na ilha, o que torna um
dos locais proibidos a visitantes no mundo.
(https://www.sabado.pt/ciencia---saude/detalhe/surtsey-uma-ilha-formada-em-1963-que-ninguem-pode-visitar)

A ilha de Surtsey, desde então, é uma reserva natural de grande interesse acadêmico. É importante
que seja um local proibido para visitantes, pois é um ambiente perfeito para:
a) preservar e, futuramente, permitir visitantes, com fins de turismos, melhorando a economia do local
b) estudar a sucessão ecológica, uma vez que é um ambiente surgido há pouquíssimo tempo, e pode-se
observar todo o desenvolvimento e evolução do ecossistema local desde o início, sem a interferência
humana
c) registrar novas espécies de animais e vegetais, já que todos os seres vivos que se desenvolverem na
ilha serão totalmente diferente dos de quaisquer outros locais já existentes
d) selecionar e introduzir animais do interesse dos cientistas para observar a interação entre eles e o
meio, já que nesse novo ecossistema só surgirão indivíduos vegetais e não animais
e) criar uma vila de moradores para pessoas que queiram viver isoladas dos centros urbanos e conectados
à natureza

13
Raio X - Análise Expositiva
1. O texto presente no enunciado narra a forma de vida das capivaras, os ambientes que costumam se
encontrar, do que se alimentam, de que forma vivem, período mais ativo e como interagem entre
si. Logo, ocorrendo uma exemplificação perfeita do conceito de nicho ecológico. Ou seja, nicho
ecológico pode ser definido como, onde e de que forma uma espécie interage com seu ambiente
natural.
Já, habitat diz respeito apenas ao local onde essa espécie vive (no caso perto de rios e lagos); nível
trófico diria respeito apenas sobre sua alimentação e seus predadores; bioma é uma definição geral
de um ambiente, citando-se dados como temperatura, umidade, frequência de chuvas e os seres
que vivem nesse local; ciclo biogeoquímico é um percurso realizado por alguma substancia química
essencial a vida (como água e nitrogênio por exemplo).

2. A resposta é letra B. A pirâmide da questão é uma pirâmide invertida de números, o 4 representa


números de Ipês, o 1050 representa número de besouros nos ipês, e 23 representa o número de
aves. Gramíneas não se enquadra com o número 4, pois ficam em maior quantidade. Os protozoá-
rios deveriam estar em um número maior, e não se enquadra também nessa pirâmide.

3. Resposta letra A. Para que a evaporação e a condensação ocorra é necessário calor e a força da
gravidade para a preciptação das chuvas. Assim como a força dos ventos é necessário para os des-
locamentos das massas de água.

4. No processo de eutrofização, a água apresenta altas concentrações de nutrientes (matéria orgâni-


ca), ocasionando a grande proliferação de organismos presentes na superfície da água. Com isso,
forma-se uma camada desses microorganismos sob a superfície aquática, dificultando a incidência
solar e, consequentemente, a realização da fotossíntese. Com a taxa fotossintética baixa, a deman-
da de oxigênio no ambiente fica maior, uma vez que esse gás fica mais limitado, com isso, seres
aeróbicos não conseguem sobreviver e morrem, aumentando ainda mais a quantidade de matéria
orgânica no meio e intensificando o processo.

5. A ilha de Survey, por ser uma ilha vulcânica, é um local estéril, de sucessão primária. Com isso,
pode-se observar toda a evolução do seu ecossistema, desde a “instalação” do primeiro organismo,
até o desenvolvimento e chegada de demais organismos. Não ter a presença do homem nessa situ-
ação é essencial para a observação da sucessão pois a ação antrópica sempre interfere de maneira
significante no local, prejudicando o desenvolvimento natural.

Gabarito
1. D 2. B 3
. A 4
. C 5
. B

14
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) Durante a aula, um professor apresen- a) algas.
tou uma pesquisa nacional que mostrava que b) peixes.
o consumo de sódio pelos adolescentes brasi- c) baleias.
leiros é superior ao determinado pela Organi- d) camarões.
zação Mundial da Saúde. O professor, então, e) anêmonas.
destacou que esse hábito deve ser evitado.
A doença associada a esse hábito é a: 5. (Enem) A remoção de petróleo derramado
a) obesidade. em ecossistemas marinhos é complexa e
b) osteoporose. muitas vezes envolve a adição de mais sus-
c) diabetes tipo II. tâncias ao ambiente. Para facilitar o proces-
d) hipertensão arterial. so de recuperação dessas áreas, pesquisado-
e) hipercolesterolemia. res têm estudado a bioquímica de bactérias
encontradas em locais sujeitos dessas a esse
2. (Enem) Na natureza a matéria é constante- tipo de impacto. Eles verificaram que algu-
mente transformada por meio dos ciclos bio- mas dessas espécies utilizam as moléculas
geoquímicos. Além do ciclo da água, existem de hidrocarbonetos como fonte energética,
os ciclos do carbono, do enxofre, do fósforo, atuando como biorremediadores, removendo
do nitrogênio e do oxigênio. o óleo do ambiente.
O elemento que está presente em todos os KREPSKY, N.; SILVA SOBRINHO, F.; CRAPEZ, M. A. C.
Ciência Hoje, n. 223, jan.-fev. 2006 (adaptado).
ciclos nomeados é o:
a) fósforo. Para serem eficientes no processo de biorre-
b) enxofre. mediação citado, as espécies escolhidas de-
c) carbono. vem possuir:
d) oxigênio. a) Células flageladas, que capturem as partícu-
e) nitrogênio. las de óleo presentes na água.
b) altas taxas de mutação, para se adaptarem
3. (Enem) Dentre outras características, uma ao ambiente impactado pelo óleo.
determinada vegetação apresenta folhas du- c) enzimas, que catalisem reações de quebra
rante três a quatro meses ao ano, com limbo das moléculas constituintes do óleo.
reduzido, mecanismo rápido de abertura e d) parede celular espessa, que impossibilite
fechamento dos estômatos e caule suculento. que as bactérias se contaminem com o óleo.
Essas são algumas características adaptativas e) capacidade de fotossíntese, que possibilite
das plantas ao bioma onde se encontram. a liberação de oxigênio para a renovação do
Que fator ambiental é o responsável pela ambiente poluído.
ocorrência dessas características adaptativas?
a) Escassez de nutrientes no solo. 6. (Enem) Suponha que um pesticida liposso-
b) Estratificação da vegetação. lúvel que se acumula no organismo após ser
c) Elevada insolação. ingerido tenha sido utilizado durante anos
d) Baixo pH do solo. na região do Pantanal, ambiente que tem
e) Escassez de água. uma de suas cadeias alimentares represen-
tadas no esquema:
4. (Enem) Bioindicador ou indicador biológico PLÂNCTON → PULGA-D’ÁGUA → LAMBARI →
é uma espécie ou grupo de espécies que re- PIRANHA → TUIUIÚ
Um pesquisador avaliou a concentração do
flete o estado biótico de um meio ambien-
pesticida nos tecidos de lambaris da região
te, o impacto produzido sobre um hábitat,
e obteve um resultado de 6,1 partes por mi-
comunidade ou ecossistema, entre outras
lhão (ppm).
funções. A posição trófica do organismo bio- Qual será o resultado compatível com a con-
indicador é uma das características mais re- centração do pesticida (em ppm) nos tecidos
levantes quanto ao seu grau de importância dos outros componentes da cadeia alimentar?
para essa função: quanto mais baixo o nível
PLÂNCTON PULGA-D’ÁGUA PIRANHA TUIUIÚ
trófico do organismo, maior é a sua utilida-
de, pois se pressupõe que toda a cadeia tró- a) 1,51 10,3 4,3 1,2
fica é contaminada a partir dele. b) 6,1 6,1 6,1 6,1
ANDRÉA, M. M. Bioindicadores ecotoxicológicos de
agrotóxicos. Disponível em: www.biologico.sp.gov.
c) 2,1 4,3 10,4 14,3
br. Acesso em: 11 mar. 2013 (adaptado). d) 2,1 3,9 4,1 2,3

O grupo de organismos mais adequado para e) 8,8 5,8 5,3 9,6


essa condição, do ponto de vista da sua posi-
ção na cadeia trófica, é constituído por:

15
7. (Enem) Chamamos de lixo a grande diversi- a) fragilidade óssea.
dade de resíduos sólidos de diferentes pro- b) fraqueza muscular.
cedências, como os gerados em residências. c) problemas de visão.
O aumento na produção de resíduos sólidos d) alterações na tireoide.
leva à necessidade de se pensar em maneiras e) sangramento gengival.
adequadas de tratamento. No Brasil, 76% do
lixo é disposto em lixões e somente 24% tem 1
0. (Enem) Na técnica de plantio conhecida por
como destino um tratamento adequado, con- hidroponia, os vegetais são cultivados em
siderando os aterros sanitários, as usinas de uma solução de nutrientes no lugar do solo,
compostagem ou a incineração. rica em nitrato e ureia.
FADINI, P.S.; FADINI, A. A. A. Lixo: desafios e compromissos. Nesse caso, ao fornecer esses nutrientes na
Química Nova na Escola, maio 2001 (adaptado). forma aproveitável pela planta, a técnica
dispensa o trabalho das bactérias fixadoras
Comparando os tratamentos descritos, as do solo, que, na natureza, participam do ci-
usinas de compostagem apresentam como clo do(a):
vantagem serem o destino: a) água.
a) que gera um produto passível de utilização b) carbono.
na agricultura. c) nitrogênio.
b) onde ocorre a eliminação da matéria orgâni- d) oxigênio.
ca presente no lixo. e) fósforo.
c) mais barato, pois não implica custos de tra-
tamento nem controle. 1
1. (Enem) Se por um lado a Revolução Indus-
d) que possibilita o acesso de catadores, pela trial instituiu um novo patamar de tecnolo-
disposição do lixo a céu aberto. gia e, com isso, uma melhoria na qualidade
e) em que se podem utilizar áreas c. de vida da população, por outro lado os re-
síduos decorrentes desse processo podem se
8. (Enem) O acúmulo de plásticos na natureza acumular no ar, no solo e na água, causando
pode levar a impactos ambientais negativos, desequilíbrios no ambiente.
tanto em ambientes terrestres quanto aquá- O acúmulo dos resíduos provenientes dos
ticos. Uma das formas de minimizar esse processos industriais que utilizam combus-
problema é a reciclagem, para a qual é ne- tíveis fósseis traz como consequência o(a):
cessária a separação dos diferentes tipos de a) eutrofização dos corpos-d’água, aumentando
plásticos. Em um processo de separação foi a produtividade dos sistemas aquáticos.
proposto o seguinte procedimento: b) precipitação de chuvas ácidas, danificando flo-
I. Coloque a mistura de plásticos picados em restas, ecossistemas aquáticos e construções.
um tanque e acrescente água até a metade c) mudança na salinidade dos mares, provocan-
da sua capacidade. do a mortalidade de peixes e demais seres
II. Mantenha essa mistura em repouso por aquáticos.
d) acúmulo de detritos, causando entupimento
cerca de 10 minutos.
de bueiros e alagamento das ruas.
III. Retire os pedaços que flutuaram e transfi-
e) presença de mosquitos, levando à dissemina-
ra-os para outro tanque com uma solução
ção de doenças bacterianas e virais.
de álcool.
IV. Coloque os pedaços sedimentados em ou-
1
2. (Enem) A eutrofização é um dos fenômenos
tro tanque com solução de sal e agite bem.
responsáveis pela mortalidade de parte das
Qual propriedade da matéria possibilita a
espécies aquáticas e, em regiões próximas a
utilização do procedimento descrito?
centros urbanos, pela perda da qualidade de
a) Massa.
vida da população. Um exemplo é a Lagoa da
b) Volume.
Pampulha, um dos mais conhecidos pontos
c) Densidade.
turísticos da capital de Minas Gerais, onde
d) Porosidade.
as atividades de pesca e nado não são mais
e) Maleabilidade.
permitidas.
Para evitar a ocorrência desse fenômeno em
9. (Enem) O arroz-dourado é uma planta trans- lagos deve-se:
gênica capaz de produzir quantidades signi- a) manter inalterado seu volume de água.
ficativas de betacaroteno, que é ausente na b) aumentar a população de algas planctônicas.
variedade branca. A presença dessa substân- c) diminuir o teor de nutrientes despejados nas
cia torna os grãos amarelados, o que justifica águas.
seu nome. d) impedir a fotossíntese das algas abaixo da
A ingestão dessa variedade geneticamente superfície.
modificada está relacionada à redução da in- e) aumentar a população de espécies do topo
cidência de: da cadeia alimentar.

16
1
3. (Enem) Estranha neve: 1
6. (Enem) O aquecimento global, ocasionado
espuma, espuma apenas pelo aumento do efeito estufa, tem como
que o vento espalha, bolha em baile no ar, uma de suas causas a disponibilização acele-
vinda do Tietê alvoroçado ao abrir de com- rada de átomos de carbono para a atmosfera.
portas, Essa disponibilização acontece, por exemplo,
espuma de dodecilbenzeno irredutível, na queima de combustíveis fósseis, como a
emergindo das águas profanadas do rio-ban- gasolina, os óleos e o carvão, que libera o gás
deirante, hoje rio-despejo
carbônico (CO2) para a atmosfera. Por outro
de mil imundícies do progresso.
lado, a produção de metano (CH4), outro gás
ANDRADE, C. D. Poesia e prosa. Rio de Janeiro:
Nova Aguilar. 1992 (fragmento). causador do efeito estufa, está associada à
pecuária e à degradação de matéria orgânica
Nesse poema, o autor faz referência à: em aterros sanitários.
a) disseminação de doenças nas áreas atingidas Apesar dos problemas causados pela dispo-
por inundações. nibilização acelerada dos gases citados, eles
b) contaminação do lençol freático pela elimi- são imprescindíveis à vida na Terra e impor-
nação de lixo nos rios.
tantes para a manutenção do equilíbrio eco-
c) ocorrência de enchente causada pela imper-
meabilização dos solos. lógico, porque, por exemplo, o:
d) presença de detergentes sintéticos como a) metano é fonte de carbono para os organis-
agentes poluentes de águas. mos fotossintetizantes.
e) destruição de fauna e flora pela contamina- b) metano é fonte de hidrogênio para os orga-
ção de bacias hidrográficas. nismos fotossintetizantes.
c) gás carbônico é fonte de energia para os or-
1
4. (Enem) Os corais funcionam como termôme- ganismos fotossintetizantes.
tros, capazes de indicar, mudando de colora- d) gás carbônico é fonte de carbono inorgânico
ção, pequenas alterações na temperatura da para os organismos fotossintetizantes.
água dos oceanos. Mas, um alerta, eles estão e) gás carbônico é fonte de oxigênio molecular
ficando brancos. O seu clareamento progres- para os organismos heterotróficos aeróbios.
sivo acontece pela perda de minúsculas algas,
chamadas zooxantelas, que vivem dentro de
seus tecidos, numa relação de mutualismo. 1
7. (Enem) Os corais que formam o banco dos
Disponível em: http://super.abril.com.
Abrolhos, na Bahia, podem estar extintos até
br. Acesso em: 6 dez 2012 (adaptado). 2050 devido a uma epidemia. Por exemplo,
os corais-cérebro já tiveram cerca de 10% de
O desequilíbrio dessa relação faz com que os
sua população afetada pela praga-branca,
pólipos que formam os corais tenham difi-
a mais prevalente da seis doenças identifi-
culdade em:
cadas em Abrolhos, causada provavelmente
a) produzir o próprio alimento.
b) obter compostos nitrogenados. por uma bactéria. Os cientistas atribuem a
c) realizar a reprodução sexuada. proliferação das patologias ao aquecimento
d) absorver o oxigênio dissolvido na água. global e à poluição marinha. O aquecimento
e) adquirir nutrientes derivados da fotossíntese. global reduziria a imunidade dos corais ou
estimularia os patógenos causadores desses
1
5. (Enem) Surtsey é uma ilha vulcânica situ- males, trazendo novos agentes infecciosos.
ada perto da costa sul da Islândia. A erup- FURTADO, F. Peste branca no mar. Ciência hoje. Rio
ção vulcânica que lhe deu origem ocorreu na de Janeiro, v. 42, n. 251, ago. 2008 (adaptado).
década de 1960, o que faz dela, seguramen-
te, a ilha mais nova do Oceano Atlântico. As A fim de combater a praga-branca, a medida
primeiras espécies que aí se fixaram foram mais apropriada, segura e de efeitos mais
musgos e liquens. À medida que as aves fo- duradouros seria:
ram fixando-se na ilha, as condições do solo a) aplicar antibióticos nas águas litorâneas de
foram melhorando e espécies vegetais mais Abrolhos.
complexas puderam iniciar a colonização do b) substituir os aterros sanitários por centros
território. Em 1988 foi observada a presença de reciclagem de lixo.
do primeiro arbusto. c) introduzir nas águas de Abrolhos espécies
Disponível em: www.nacopadasarvores.blogspot. que se alimentem da bactéria causadora da
com.br. Acesso em: 25 maio 2012 (fragmento).
doença.
O conjunto das alterações ocorridas no am- d) aumentar, mundialmente, o uso de transpor-
biente descrito é exemplo de: tes coletivos e diminuir a queima de deriva-
a) nicho ecológico. dos de petróleo.
b) eficiência ecológica. e) criar uma lei que proteja os corais, impedin-
c) sucessão ecológica.
do que mergulhadores e turistas se aproxi-
d) irradiação adaptativa.
e) resistência ambiental. mem deles e os contaminem.

17
1
8. (Enem) Os oceanos absorvem aproximada- dos vegetais e participam do ciclo biogeoquí-
mente um terço das emissões de CO2 proce- mico do nitrogênio.
dentes de atividades humanas, como a quei- Em qual etapa desse ciclo biogeoquímico são
ma de combustíveis fósseis e as queimadas. formados os compostos que estão em baixa
O CO2 combina-se com as águas dos oceanos, concentração nesse solo?
provocando uma alteração importante em a) Nitrificação.
suas propriedades. Pesquisas com vários or- b) Assimilação.
ganismos marinhos revelam que essa altera- c) Amonização.
ção nos oceanos afeta uma série de processos d) Desnitrificação.
biológicos necessários para o desenvolvi- e) Fixação de nitrogênio.
mento e a sobrevivência de várias espécies
da vida marinha. 21. (Enem) Em uma floresta existiam duas po-
A alteração a que se refere o texto diz respei- pulações herbívoras que habitavam o mesmo
to ao aumento: ambiente. A população da espécie X mostrava
a) da acidez das águas dos oceanos. um grande número de indivíduos, enquanto
b) do estoque de pescado nos oceanos. a população Z era pequena. Ambas tinham
c) da temperatura média dos oceanos. hábitos ecológicos semelhantes. Com a in-
d) do nível das águas dos oceanos. tervenção humana, ocorreu fragmentação da
e) da salinização das águas dos oceanos. floresta em duas porções, o que separou as
populações X e Z. Após algum tempo, obser-
19. (Enem) Se, por um lado, o ser humano, como vou-se que a população X manteve sua taxa
animal, é parte integrante da natureza e ne- populacional, enquanto a população Z au-
cessita dela para continuar sobrevivendo, mentou a sua até que ambas passaram a ter,
por outro, como ser social, cada dia mais so- aproximadamente, a mesma quantidade de
fistica os mecanismos de extrair da natureza indivíduos.
recursos que, ao serem aproveitados, podem A relação ecológica entre as espécies X e Z,
alterar de modo profundo a funcionalidade quando no mesmo ambiente, é de:
harmônica dos ambientes naturais. a) Predação.
ROSS, J. L. S. (Org.). Geografia do Brasil. b) Parasitismo.
São Paulo: EDUSP, 2005 (adaptado).
c) Competição.
A relação entre a sociedade e a natureza vem d) Comensalismo.
sofrendo profundas mudanças em razão do e) Protocooperação.
conhecimento técnico. A partir da leitura do
texto, identifique a possível consequência do 2
2. (Enem) Nos ambientes tropicais, os modelos
avanço da técnica sobre o meio natural. convencionais de produção agrícola têm ge-
a) A sociedade aumentou o uso de insumos rado degradação dos recursos naturais e um
químicos – agrotóxicos e fertilizantes – e, manejo cada vez mais caro e trabalhoso. Pela
assim, os riscos de contaminação. legislação brasileira, os sistemas agroflores-
b) O homem, a partir da evolução técnica, conse- tais (SAFs) são sistemas de uso e ocupação do
guiu explorar a natureza e difundir harmonia solo em que plantas lenhosas perenes são ma-
na vida social. nejadas em associação com plantas herbáce-
c) As degradações produzidas pela exploração as, arbustivas, arbóreas, culturas agrícolas e
dos recursos naturais são reversíveis, o que, forrageiras em uma mesma unidade de mane-
de certa forma, possibilita a recriação da na- jo, de acordo com arranjo espacial e temporal,
tureza. com alta diversidade de espécies e interações
d) O desenvolvimento técnico, dirigido para a entre esses componentes.
recomposição de áreas degradadas, superou Disponível em: www.ambienduran.eng.br.
os efeitos negativos da degradação. Acesso em: 4 ago. 2012 (adaptado).
e) As mudanças provocadas pelas ações huma- Os SAFs são atualmente muito adotados
nas sobre a natureza foram mínimas, uma como estratégia de manejo ambiental no
vez que os recursos utilizados são de caráter Brasil porque:
renovável. a) garantem a produção de plantas exóticas.
b) possibilitam a manutenção de monocultura
2
0. (Enem) Um produtor rural registrou queda de
típica.
produtividade numa das áreas de plantio de
c) aumentam a produção com culturas transgê-
arroz de sua propriedade. Análises químicas
nicas.
revelaram concentrações elevadas do íon amô-
d) permitem a utilização do solo com culturas
nio (NH​+4 ​)   e baixas dos íons nitrito (NO​  2- )  e
diversas.
nitrato (NO​  3- ​)  no solo. Esses compostos nitro-
e) favorecem a adaptação de plantas lenhosas
genados são necessários para o crescimento
madeireiras.
18
2
3. (Enem) Para o consumidor, é praticamen- 2
6. (Enem) A formação de coágulos sanguíneos
te impossível identificar a diferença entre em veias e artérias é um dos fatores respon-
a sacola biodegradável e a comum, feita de sáveis pela ocorrência de doenças cardiovas-
polietileno – derivado do petróleo. Alguns culares, como varizes, infarto e acidentes
governos municipais já exigem que os super- vasculares cerebrais. A prevenção e o trata-
mercados ofereçam sacolas biodegradáveis mento dessas doenças podem ser feitos com
em substituição às sacolas comuns. drogas anticoagulantes. A indústria farma-
Disponível em: http://epocanegocios.globo.com. cêutica estimula a pesquisa de toxinas ani-
Acesso em: 1 ago. 2012. mais com essa propriedade.
Considerando as adaptações relacionadas
A atitude tomada pelos governos municipais
aos hábitos alimentares, os animais adequa-
deve-se ao(à)
dos ao propósito dessas pesquisas são os(as)
a) maior resistência que os materiais biodegra-
a) moluscos fitófagos.
dáveis apresentam em relação aos comuns.
b) moscas saprófagas.
b) escassez das matérias-primas derivadas do
c) pássaros carnívoros.
petróleo para produção das sacolas comuns.
d) morcegos frugívoros.
c) custo consideravelmente menor das sacolas
e) mosquitos hematófagos.
biodegradáveis em relação ao das sacolas co-
muns.
d) maior capacidade de produção das sacolas 2
7. (Enem) As fêmeas de algumas espécies de
biodegradáveis, já que as fontes podem ser aranhas, escorpiões e de outros invertebrados
renováveis. predam os machos após a cópula e insemina-
e) rápida decomposição das sacolas biodegradá- ção. Como exemplo, fêmeas canibais do inseto
veis pela ação de bactérias, em comparação às conhecido como louva-a-deus, Tenodera arido-
sacolas comuns. folia, possuem até 63% da sua dieta composta
por machos parceiros. Para as fêmeas, o cani-
2
4. (Enem) Surgidos há 370 milhões de anos, balismo sexual pode assegurar a obtenção de
os anfíbios apresentam inovações evolutivas nutrientes importantes na reprodução. Com
que permitiram a eles tornarem-se os pri- esse incremento na dieta, elas geralmente pro-
meiros vertebrados a colonizar o ambiente duzem maior quantidade de ovos.
terrestre, passando apenas parte da vida no BORGES, J. C. “Jogo mortal”.
Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br.
meio aquático. Apesar disso, alguns aspectos Acesso em: 1 mar. 2012 (adaptado).
fisiológicos limitam a sua distribuição; por
exemplo, no Brasil existe uma diversidade Apesar de ser um comportamento aparen-
menor de espécies na Região Sul. temente desvantajoso para os machos, o ca-
nibalismo sexual evoluiu nesses táxons ani-
A característica adaptativa que limita a dis- mais porque
tribuição geográfica desses organismos é a a) promove a maior ocupação de diferentes ni-
a) presença de embriões protegidos por ovos. chos ecológicos pela espécie.
b) favorece o sucesso reprodutivo individual de
b) ocorrência de metamorfose na fase de giri-
ambos os parentais.
no. c) impossibilita a transmissão de genes do ma-
c) incapacidade de controle interno da tempe- cho para a prole.
ratura. d) impede a sobrevivência e reprodução futura
d) excreção de resíduos nitrogenados na forma do macho.
de ureia. e) reduz a variabilidade genética da população.
e) realização de trocas gasosas por pulmões e
tegumento. 2
8. (Enem) Charles R. Darwin (1809-1882)
apresentou, em 1859, no livro A origem das
2
5. (Enem) Apesar da grande diversidade bioló- espécies, suas ideias a respeito dos mecanis-
gica, a hipótese de que a vida na Terra te- mos de evolução pelo processo da seleção na-
nha tido uma única origem comum é aceita tural. Ao elaborar a Teoria da Evolução, Da-
pela comunidade científica. Uma evidência rwin não conseguiu obter algumas respostas
que apoia essa hipótese é a observação de aos seus questionamentos.
processos biológicos comuns a todos os seres O que esse autor não conseguiu demonstrar
vivos atualmente existentes. em sua teoria?
a) A sobrevivência dos mais aptos.
Um exemplo de tal processo é o(a) b) A origem das variações entre os indivíduos.
a) desenvolvimento embrionário. c) O crescimento exponencial das populações.
b) reprodução sexuada. d) A herança das características dos pais pelos
c) respiração aeróbica. filhos.
d) excreção urinária. e) A existência de características diversas nos
e) síntese proteica. seres da mesma espécie.

19
29. (Enem) Os Bichinhos e O Homem
Arca de Noé
(Toquinho & Vinicius de Moraes)

Nossa irmã, a mosca


É feia e tosca
Enquanto que o mosquito
É mais bonito
Nosso irmão besouro
Que é feito de couro
Mal sabe voar
Nossa irmã, a barata
Bichinha mais chata
É prima da borboleta
Que é uma careta
Nosso irmão, o grilo
Que vive dando estrilo
Só pra chatear
MORAES, V. A arca de Noé: poemas infantis. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1991.

O poema acima sugere a existência de relações de afinidade entre os animais citados e nós, seres hu-
manos. Respeitando a liberdade poética dos autores, a unidade taxonômica que expressa a afinidade
entre nós e estes animais é
a) o filo.
b) o reino.
c) a classe.
d) a família.
e) a espécie.
3
0. (Enem) Certas espécies de algas são capazes 3
1. (Enem) Os corais que formam o banco dos
de absorver rapidamente compostos inorgâ- Abrolhos, na Bahia, podem estar extintos até
nicos presentes na água, acumulando-os du- 2050 devido a uma epidemia. Por exemplo,
rante seu crescimento. Essa capacidade fez os corais-cérebro já tiveram cerca de 10% de
com que se pensasse em usá-las como bio- sua população afetada pela praga-branca,
filtros para a limpeza de ambientes aquáti- a mais prevalente da seis doenças identifi-
cos contaminados, removendo, por exemplo, cadas em Abrolhos, causada provavelmente
nitrogênio e fósforo de resíduos orgânicos e
por uma bactéria. Os cientistas atribuem a
metais pesados provenientes de rejeitos in-
proliferação das patologias ao aquecimento
dustriais lançados nas águas. Na técnica do
global e à poluição marinha. O aquecimento
cultivo integrado, animais e algas crescem
de forma associada, promovendo um maior global reduziria a imunidade dos corais ou
equilíbrio ecológico. estimularia os patógenos causadores desses
males, trazendo novos agentes infecciosos.
SORIANO, E. M. Filtros vivos para limpar a água. Revista
Ciência Hoje. V. 37, n° 219, 2005 (adaptado). FURTADO, F. Peste branca no mar. Ciência hoje.
Rio de Janeiro, v. 42, n. 251, ago. 2008 (adaptado).
A utilização da técnica do cultivo integrado
de animais e algas representa uma proposta A fim de combater a praga-branca, a medida
favorável a um ecossistema mais equilibrado mais apropriada, segura e de efeitos mais
porque duradouros seria
a) os animais eliminam metais pesados, que são a) aplicar antibióticos nas águas litorâneas de
usados pelas algas para a síntese de biomassa. Abrolhos.
b) os animais fornecem excretas orgânicos ni- b) substituir os aterros sanitários por centros de
trogenados, que são transformados em gás reciclagem de lixo.
carbônico pelas algas. c) introduzir nas águas de Abrolhos espécies que
c) as algas usam os resíduos nitrogenados libe- se alimentem da bactéria causadora da doença.
rados pelos animais e eliminam gás carbônico d) aumentar, mundialmente, o uso de transportes
na fotossíntese, usado na respiração aeróbica. coletivos e diminuir a queima de derivados de
d) as algas usam os resíduos nitrogenados pro- petróleo.
venientes do metabolismo dos animais e, du- e) criar uma lei que proteja os corais, impedindo
rante a síntese de compostos orgânicos, libe- que mergulhadores e turistas se aproximem
ram oxigênio para o ambiente. deles e os contaminem.
e) as algas aproveitam os resíduos do metabo-
lismo dos animais e, durante a quimiossínte-
se de compostos orgânicos, liberam oxigênio
para o ambiente.

20
3
2. (Enem)

A tirinha mostra que o ser humano, na busca de atender suas necessidades e de se apropriar dos
espaços,
a) adotou a acomodação evolucionária como forma de sobrevivência ao se dar conta de suas deficiências
impostas pelo meio ambiente.
b) utilizou o conhecimento e a técnica para criar equipamentos que lhe permitiram compensar as suas
limitações físicas.
c) levou vantagens em relação aos seres de menor estatura, por possuir um físico bastante desenvolvido,
que lhe permitia muita agilidade.
d) dispensou o uso da tecnologia por ter um organismo adaptável aos diferentes tipos de meio ambiente.
e) sofreu desvantagens em relação a outras espécies, por utilizar os recursos naturais como forma de se
apropriar dos diferentes espaços.
3
3. (Enem) A perda de pelos foi uma adaptação como cachorros, gatos e ratos, reduzindo o
às mudanças ambientais, que forçaram nos- medo e a ansiedade, o que proporciona maior
sos ancestrais a deixar a vida sedentária e habilidade de orientação espacial. Por essa
viajar enormes distâncias à procura de água razão, as fêmeas desses animais abandonam
e comida. Junto com o surgimento de mem- a prole momentaneamente, a fim de encon-
bros mais alongados e com a substituição trar alimentos, o que ocorre com facilidade e
de glândulas apócrinas (produtoras de suor rapidez. Ainda, são capazes de encontrar ra-
oleoso e de lenta evaporação) por glândulas pidamente o caminho de volta para proteger
écrinas (suor aquoso e de rápida evapora- os filhotes.
ção), a menor quantidade de pelos teria fa- VARELLA, D. Borboletas da alma: escritos sobre ciência
vorecido a manutenção de uma temperatura e saúde. Companhia das Letras, 2006 (adaptado).
corporal saudável nos trópicos castigados
por calor sufocante, em que viveram nossos Considerando a situação descrita sob o pon-
ancestrais. to de vista da hereditariedade e da evolução
Scientific American. Brasil, mar. 2010 (adaptado). biológica, o comportamento materno decor-
rente da ação das substâncias citadas é
De que maneira o tamanho dos membros hu- a) transmitido de geração a geração, sendo que
manos poderia estar associado à regulação indivíduos portadores dessas características
da temperatura corporal? terão mais chance de sobreviver e deixar des-
a) Membros mais longos apresentam maior re- cendentes com as mesmas características.
lação superfície/volume, facilitando a perda b) transmitido em intervalos de gerações, al-
de maior quantidade de calor. ternando descendentes machos e fêmeas, ou
b) Membros mais curtos têm ossos mais espes- seja, em uma geração recebem a caracterís-
sos, que protegem vasos sanguíneos contra tica apenas os machos e, na outra geração,
a perda de calor. apenas as fêmeas.
c) Membros mais curtos desenvolvem mais o c) determinado pela ação direta do ambiente
panículo adiposo, sendo capazes de reter sobre a fêmea quando ela está no período
maior quantidade de calor. gestacional, portanto todos os descendentes
d) Membros mais longos possuem pele mais receberão as características.
fina e com menos pelos, facilitando a perda d) determinado pelas fêmeas, na medida em
de maior quantidade de calor. que elas transmitem o material genético ne-
e) Membros mais longos têm maior massa mus- cessário à produção de hormônios e dos me-
cular, capazes de produzir e dissipar maior diadores químicos para sua prole de fêmeas,
quantidade de calor. durante o período gestacional.
e) determinado após a fecundação, pois os es-
34. (Enem) Experimentos realizados no século permatozoides dos machos transmitem as
XX demonstraram que hormônios femininos características para a prole e, ao nascerem,
e mediadores químicos atuam no comporta- os indivíduos são selecionados pela ação do
mento materno de determinados animais, ambiente.

21
3
5. (Enem) Os frutos são exclusivos das angios-
permas, e a dispersão das sementes dessas
plantas é muito importante para garantir
seu sucesso reprodutivo, pois permite a con-
quista de novos territórios. A dispersão é fa-
vorecida por certas características dos frutos
(ex.: cores fortes e vibrantes, gosto e odor
agradáveis, polpa suculenta) e das sementes
(ex.: presença de ganchos e outras estrutu-
ras fixadoras que se aderem às penas e pe-
los de animais, tamanho reduzido, leveza e
presença de expansões semelhantes a asas).
Nas matas brasileiras, os animais da fauna
silvestre têm uma importante contribuição
na dispersão de sementes e, portanto, na
manutenção da diversidade da flora.
CHIARADIA, A. Mini-manual de pesquisa:
Biologia. Jun. 2004 (adaptado).

Das características de frutos e sementes


apresentadas, quais estão diretamente asso-
ciadas a um mecanismo de atração de aves e
mamíferos?
a) Ganchos que permitem a adesão aos pelos e
penas.
b) Expansões semelhantes a asas que favore-
cem a flutuação.
c) Estruturas fixadoras que se aderem às asas
das aves.
d) Frutos com polpa suculenta que fornecem
energia aos dispersores.
e) Leveza e tamanho reduzido das sementes,
que favorecem a flutuação.

Gabarito
1. D 2. D 3
. E 4
. A 5
. C
6
. C 7. A 8. C 9. C 10. C
11. B 12. C 13. D 14. E 15. C
16. D 17. D 1
8. A 1
9. A 20. A
21. C 22. D 23. E 24. C 25. E

26. E 27. B 28. B 29. B 30. D

31. D 32. B 33. A 34. A 35. D

22
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULAS 3 E 4 Tema: Vírus e doenças virais

Competência: 1 Habilidade: 2

Construção da habilidade: Saber o que é um agente etiológico e um vetor, sabendo também


qual deles é responsável pela febre amarela. A ideia é que o aluno consiga associar a febre amarela
a um vírus (saiba identificar o vírus e o agente etiológico). O conhecimento desses pontos implica na
correlação com formas de prevenção e de tratamento, ou seja, auxilia a associação entre uma solução
de problemas de saúde com o correspondente conhecimento científico.

MODELO 1

“A febre amarela é uma doença infecciosa grave. Geralmente, quem contrai essa doença não chega
a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos. As primeiras manifestações da doença são
repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca
de três dias. A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de
bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos
e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso. A maioria dos infectados se
recupera bem e adquire imunização permanente contra a febre amarela.”
Fonte: www.bio.fiocruz.br

Sobre a Febre Amarela, os agentes(s) etiológico(s) e o(s) vetor(es) são, respectivamente:


a) Mosquitos dos gêneros Aedes e Hemagogus, por exemplo, e Flavivirus
b) Plasmodium sp, e mosquitos dos gêneros Aedes e Anopheles, por exemplo
c) Flavivirus, e mosquitos do gênero Aedes e Hemagogus, por exemplo.
d) Mosquitos dos gêneros Aedes e Anopheles, por exemplo, e Plasmodium sp
e) Plasmodium sp, Culeviridae e Flavivirus, e mosquitos do gênero Anopheles e Aedes.

23
Tema: Reino Monera e doenças bacterianas

Competência: 4 Habilidade: 14

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 4 do Enem, a habilidade 14 exige do


aluno a aptidão em identificar padrões em fenômenos e processos vitais das bactérias.

MODELO 2

Analise a imagem abaixo:

Embora as bactérias não apresentem reprodução sexuada típica, algumas espécies são dotadas da
capacidade promover recombinação genética, capaz de modificar seu genótipo. Essa recombinação
consiste, em última análise, na interação de duas moléculas de DNA que são clivadas e religadas
entre si, num arranjo diferente do que existia anteriormente. Desse modo, essa mistura de mate-
rial genético leva à formação de indivíduos com características genéticas diferentes.
Disponível em: https://djalmasantos.wordpress.com/2014/06/15/conjugacao-bacteriana/

A recombinação genética mostrada na imagem acima, ocorre naturalmente, por


a) transformação
b) cissiparidade
c) conjugação
d) transdução
e) esporulação

24
Tema: : Reino protista e doenças causadas por protozoários

Competência: 8 Habilidade: 29

Construção da habilidade: O aluno precisa lembrar, de acordo com seus conhecimentos prévios,
que o causador da taxoplasmose é um protozoário e interpretar, através do texto, que foi feito um exame
constatando que as cabras estão infectadas e que seu leite não estava sendo consumido de maneira
apropriada, com uso de tecnologias de produção de alimentos apropriadas.

MODELO 3

Foi registrado a ocorrência de uma doença em três membros de uma mesma família. O caso co-
meçou quando um paciente apresentando linfoadenopatia e título sorológico elevado para deter-
minado protozoário apareceu em uma clínica particular em Belo Horizonte, MG. O paciente foi
encaminhado ao Departamento de Parasitologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG onde
foi confirmado o diagnóstico. Um mês depois o marido desta paciente apresentou os mesmos
sintomas, o que despertou atenção no sentido de verificar a origem da infecção. Outros membros
da família foram examinados, questionados sobre seus hábitos diários e alimentação, até que foi
realizada uma visita a domicílio para verificar a ocorrência ou não de contato com animais. Ao
perguntarem sobre as cabras, foi descoberto que a família fazia ingestão de leite de cabra não
pasteurizado e nem fervido. Eram por volta de 15 cabras criadas soltas no peridomicílio para o
fornecimento de leite. Esses animais foram examinados e o resultado foi que elas também estavam
contaminadas pelo protozoário.
Fonte: Chiari, C. A. & Neves, D. P. “nome da doença” adquirida através da ingestão
de leite de cabra. Mem. Inst. Oswaldo Cruz, RJ, Vol. 79, 1984.

A partir desse caso, podemos concluir então que:


a) As cabras apresentaram alta taxa de Trypanosoma cruzi na sorologia, assim como a família infectada,
que está com a doença de chagas.
b) Assim como na família, a sorologia apresentou taxas elevadas para o protozoário Taxoplasma gondii,
que causa taxoplasmose, o que confirmou a suspeita do leite das cabras ter sido a forma de transmis-
são.
c) Assim como na família, a sorologia apresentou títulos elevados para protozoários do gênero
Plasmodium, causadores da Malária, o que confirmou a suspeita do leite das cabras terem sido a forma
de transmissão.
d) A família e o leite das cabras apresentaram títulos elevados para a Víbrio cholerae, bactéria respon-
sável por uma infecção no intestino delgado, o que constatou que essa doença pode ser adquirida
através do leite de cabras.
e) As cabras e a família apresentaram na sorologia altas taxas para o protozoário Trichomonas vaginalis,
causador da tricomoníase, que infectou a família através do leite contaminado.

25
Tema: Vermes (platelmintos e nematelmintos) e verminoses

Competência: 8 Habilidade: 30

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 8 do Enem, a habilidade 30 exige do


aluno a capacidade de avaliar medidas profiláticas e reconhecer o modo transmissão e prevenção da
Filariose.

MODELO 4

De acordo com o Ministério da Saúde a Filariose Linfática é considerada uma das maiores causas
mundiais de incapacidades permanentes ou de longo prazo. Assinale a alternativa que contém o
agente etiológico, o vetor e uma medida profilática desta doença respectivamente:
a) mosquito; protozoário; uso de mosquiteiros que evitam, o contado do mosquito com o homem.
b) percevejo; protozoário; melhorar habitação, através de reboco e tamponamento de rachaduras e fres-
tas.
c) vírus; mosquito; vacinação.
d) nematelminto; caramujo; combate ao caramujo transmissor da doença.
e) nematelminto; mosquito; combate aos mosquitos transmissores da doença.

26
Tema: Reino animal e as características dos grandes grupos

Competência: 8 Habilidade: 28

Construção da habilidade: É preciso que o aluno associe as características gerais dos anfíbios com
seu modo de vida e sua distribuição nos ambientes, além de lembrar quais foram as características que
permitiram a conquista do ambiente terrestre e porque não estão totalmente independentes desse meio.

MODELO 5

No devoniano superior o cenário era caracterizado pelo aparecimento de vertebrados terrestres e


os primeiros se aventurar em terra foram os sarcopterígeos, um tipo de peixe. Novas evidências
fósseis mostram que os tetrápodes mais antigos eram, na verdade, animais aquáticos e que muitas
das mudanças anatômicas que depois foram úteis para a vida na terra evoluíram inicialmente na
água. Os primeiros tetrápodes terrestres tiveram uma rápida radiação no carbonífero: muitos fo-
ram provavelmente __________________.
Dentre a classificação dos cordados atuais, os primeiros a habitar o meio terrestre e que completam
adequadamente a lacuna em destaque são os:
a) Anfíbios, mas ainda estavam restritos a ambientes úmidos por possuírem pele fina e pulmões.
b) Répteis, uma vez que apresentam desenvolvimento direto após a eclosão do ovo, sem fase larval
c) Anfíbios, que dependiam do meio aquático para a reprodução.
d) Mamíferos, que evoluíram a partir dos mamíferos aquáticos.
e) Répteis, que apresentam a pele altamente queratinizada e ovos com cascas, o que os tornam mais
aptos ao ambiente terrestre.

27
Raio X - Análise Expositiva
1. Agente etiológico é o causador da doença (vírus, bactéria, protozoário...) enquanto que os vetores
são os veículos de transmissão (mosca, mosquito...). No caso da febre amarela o agente etiológico é
um vírus e os vetores são mosquitos, que se diferenciam por causa febre amarela silvestre ou urbana.
A única alternativa que corresponde a um vírus e vetores, respectivamente, é a alternativa C.
2. A imagem está retratando uma forma de obtenção de variabilidade genética de bactérias, onde
os pedaços de DNA de uma bactéria doadora passam para uma receptora, através de uma “ponte”
chamada Pili.

3. Trypanosoma cruzi é o protozoário que causa doença de chagas, o vetor é o barbeiro. Plasmodium
sp. causa malária, o vetor é o mosquito Anopheles. Vibrio cholerae é uma bactéria causadora da
cólera, e não um protozoário. Trichomonas vaginalis é um parasita que afeta seres humanos, causa
a tricomoníase, uma DST. Sendo assim a única alternativa viável é a letra B que apresenta um pro-
tozoário que pode ser transmitido nas condições apresentadas no texto e com os conhecimentos
prévios.

4. A Filariose tem por agente etiológico um nematelminto (Wuchereria Bancrofti), e por vetor um
mosquito do gênero Culex e uma das medidas profiláticas é o combate ao mosquitos vetores.

5. Apesar de não terem conquistado completamente o meio terrestre, os anfíbios foram os primeiros
a se aventurarem por essas áreas. Existem limitações para sua distribuição: grande dependência
de ambientes úmidos para manter a pele e mucosas sempre úmidas e dependência de água para
depósito de ovos, que irão eclodir em girinos. Apesar de existirem exceções (como anfíbios que vi-
vem em desertos e recorrem à pouca sombra disponível, se enterram por baixo da areia e diversas
outras adaptações), esse animal precisa de água para a reprodução.

Gabarito
1. C 2. C 3. B 4. E 5. C

28
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) O cladograma representa, de forma manchas vermelhas na pele e sangramento
simplificada, o processo evolutivo de diferen- pelo nariz, boca e gengivas. O hemograma
tes grupos de vertebrados. Nesses organismos, do paciente pode apresentar como resulta-
o desenvolvimento de ovos protegidos por cas- do leucopenia (diminuição do número de
ca rígida (pergaminácea ou calcárea) possibi- glóbulos brancos), linfocitose (aumento do
litou a conquista do ambiente terrestre. número de linfócitos), aumento do hemató-
crito e trombocitopenia (contagem de pla-
quetas abaixo de 100.000/mm3).
Disponível em: www.ciencianews.com.br.
Acesso em: 28 fev. 2012 (adaptado).

Relacionando os sintomas apresentados pelo


paciente com dengue hemorrágica e os possí-
veis achados do hemograma, constata-se que:
a) as manifestações febris ocorrem em função
da diminuição dos glóbulos brancos, uma vez
que estes controlam a temperatura do corpo.
b) a queda na pressão arterial é ocasionada pelo
aumento do número de linfócitos, que têm
como função principal a produção de anticor-
O surgimento da característica mencionada
pos.
está representado, no cladograma, pelo nú- c) o sangramento pelo nariz, pela boca e gengi-
mero: va é ocasionado pela quantidade reduzida de
a) 1. plaquetas, que são responsáveis pelo trans-
b) 2. porte de oxigênio.
c) 3. d) as manifestações hemorrágicas estão associa-
d) 4. das à trombocitopenia, uma vez que as pla-
e) 5. quetas estão envolvidas na cascata de coagu-
lação sanguínea.
2. (Enem) Uma enzima foi retirada de um dos e) os sangramentos observados ocorrem em fun-
órgãos do sistema digestório de um cachorro ção da linfocitose, uma vez que os linfócitos
e, após ser purificada, foi diluída em solução são responsáveis pela manutenção da integri-
fisiológica e distribuída em três tubos de en- dade dos vasos sanguíneos.
saio com os seguintes conteúdos:
4. (Enem) A toxina botulínica (produzida pelo
§§ Tubo 1: carne
bacilo Clostridium botulinum) pode ser encon-
§§ Tubo 2: macarrão
trada em alimentos mal conservados, causan-
§§ Tubo 3: banha
do até a morte de consumidores. No entanto,
Em todos os tubos foi adicionado ácido clo-
essa toxina modificada em laboratório está
rídrico (HCℓ), e o pH da solução baixou para
sendo usada cada vez mais para melhorar a
um valor próximo a 2. Além disso, os tu-
qualidade de vida das pessoas com problemas
bos foram mantidos por duas horas a uma
físicos e/ou estéticos, atenuando problemas
temperatura de 37º. A digestão do alimento
como o blefaroespasmo, que provoca contra-
ocorreu somente no tubo 1.
ções involuntárias das pálpebras.
De qual órgão do cachorro a enzima foi re-
BACHUR, T. P. R. et al. Toxina botulínica: de
tirada? veneno a tratamento. Revista Eletrônica Pesquisa
a) Fígado. Médica, n. 1, jan.-mar. 2009 (adaptado).
b) Pâncreas.
O alívio dos sintomas do blefaroespasmo é
c) Estômago.
consequência da ação da toxina modificada
d) Vesícula biliar.
sobre o tecido:
e) Intestino delgado.
a) glandular, uma vez que ela impede a produ-
ção de secreção de substâncias na pele.
3. (Enem) De acordo com estatísticas do Mi- b) muscular, uma vez que ela provoca a parali-
nistério da Saúde, cerca de 5% das pessoas sia das fibras que formam esse tecido.
com dengue hemorrágica morrem. A dengue c) epitelial, uma vez que ela leva ao aumento
hemorrágica tem como base fisiopatológi- da camada de queratina que protege a pele.
ca uma resposta imune anômala, causando d) conjuntivo, uma vez que ela aumenta a quan-
aumento da permeabilidade de vasos san- tidade de substância intercelular no tecido.
guíneos, queda da pressão arterial e mani- e) adiposo, uma vez que ela reduz a espessura
festações hemorrágicas, podendo ocorrer da camada de células de gordura do tecido.

29
5. (Enem) 8. (Enem) O movimento pelo saneamento do
Brasil, desencadeado durante a Primeira Re-
pública, colocou em evidência as precárias
condições de saúde das populações rurais. A
origem e trajetória desse movimento estive-
ram diretamente relacionadas à história da
doença de Chagas.
KROPF, S. P.; LIMA, N. T. Disponível em: www.
fiocruz.br. Acesso em: 1 ago. 2012 (adaptado).

A intervenção ambiental considerada funda-


mental para a prevenção dessa doença é a
a) limpeza de terrenos baldios, com a retirada
de matéria orgânica em decomposição.
A charge retrata um comportamento recor- b) construção de unidades de saúde, com aten-
rente nos dias atuais: a insatisfação das pes- dimento mais eficiente aos indivíduos infec-
soas com o peso. No entanto, do ponto de tados.
vista orgânico, o peso corporal se torna um c) melhoria das condições de habitação, com
problema à saúde quando: redução de insetos no ambiente domiciliar e
a) estimula a adesão à dieta. peridomiciliar.
b) aumenta conforme a idade. d) construção de estradas e rodovias, com ga-
c) expressa a inatividade da pessoa. rantias de melhor acesso da população rural
d) provoca modificações na aparência. ao sistema de saúde.
e) acomete o funcionamento metabólico. e) limpeza do ambiente domiciliar e peridomi-
ciliar, com retirada de entulhos e recipientes
6. (Enem) Um gel vaginal poderá ser um recur- que possam acumular água.
so para as mulheres na prevenção contra a
aids. Esse produto tem como princípio ativo 9. (Enem) A classificação dos seres vivos per-
um composto que inibe a transcriptase re- mite a compreensão das relações evolutivas
versa viral. entre eles. O esquema representa a história
Essa ação inibidora é importante, pois a re- evolutiva de um grupo.
ferida enzima:
a) corta a dupla hélice do DNA, produzindo um
molde para o RNA viral.
b) produz moléculas de DNA viral que vão in-
fectar células sadias.
c) polimeriza molécula de DNA, tendo como
molde o RNA viral.
d) promove a entrada do vírus da aids nos lin-
fócitos T.
e) sintetiza os nucleotídeos que compõem o
DNA viral.

7. (Enem) No ano de 2009, registrou-se um


surto global de gripe causada por um varian-
te do vírus Influenza A, designada H1N1. A Os animais representados nesse esquema
Organização Mundial de Saúde (OMS) solici- pertencem ao filo dos cordados, porque:
tou que os países intensificassem seus pro- a) possuem ancestrais que já foram extintos.
gramas de prevenção para que não houvesse b) surgiram há mais de 500 milhões de anos.
uma propagação da doença. Uma das ações c) evoluíram a partir de um ancestral comum.
mais importantes recomendadas pela OMS d) deram origem aos grupos de mamíferos atuais.
era a higienização adequada das mãos, espe- e) vivem no ambiente aquático em alguma fase
cialmente após tossir e espirrar. da vida.
A ação recomendada pela OMS tinha como
objetivo: 1
0. (Enem) A cafeína atua no cérebro, bloque-
a) reduzir a reprodução viral. ando a ação natural de um componente quí-
b) impedir a penetração do vírus pela pele. mico associado ao sono, a adenosina. Para
c) reduzir o processo de autoinfecção viral. uma célula nervosa, a cafeína se parece com
d) reduzir a transmissão do vírus no ambiente. a adenosina e combina-se com seus recepto-
e) impedir a seleção natural de vírus resistentes. res. No entanto, ela não diminui a atividade

30
das células da mesma forma. Então, ao invés 1
2. (Enem) As estrelas do mar comem ostras, o
de diminuir a atividade por causa do nível que resulta em efeitos econômicos negativos
de adenosina, as células aumentam sua ati- para criadores e pescadores. Por isso, ao se
vidade, fazendo com que os vasos sanguíne- depararem com esses predadores em suas
os do cérebro se contraiam, uma vez que a dragas, costumavam pegar as estrelas-do-
cafeína bloqueia a capacidade da adenosina -mar, parti-las ao meio e atirá-las de novo à
de dilatá-los. Com a cafeína bloqueando a água. Mas o resultado disso não era a elimi-
adenosina, aumenta a excitação dos neurô- nação das estrelas-do-mar, e sim o aumento
nios, induzindo a hipófise a liberar hormô- do seu número.
nios que ordenam às suprarrenais que pro- DONAVEL, D. A bela é uma fera. Super Interessante.
duzam adrenalina, considerada o hormônio Disponível em: http://super.abril.com.
do alerta. br. Acesso em: 30 abr. 2010 (adaptado).
Disponível em: http://ciencia.hsw.uol.com.
br. Acesso em: 23 abr. 2010 (adaptado).
A partir do texto e do seu conhecimento a
respeito desses organismos, a explicação
Infere-se do texto que o objetivo da adição para o aumento da população de estrelas-do-
de cafeína em alguns medicamentos contra -mar baseia-se no fato de elas possuírem:
a dor de cabeça é: a) papilas respiratórias que facilitaram sua re-
a) contrair os vasos sanguíneos do cérebro, produção e respiração por mais tempo no
diminuindo a compressão sobre as termina- ambiente.
ções nervosas. b) pés ambulacrários que facilitaram a repro-
b) aumentar a produção de adrenalina, propor- dução e a locomoção do equinodermo pelo
cionando uma sensação de analgesia. ambiente aquático.
c) aumentar os níveis de adenosina, diminuindo c) espinhos na superfície do corpo que facilita-
a atividade das células nervosas do cérebro. ram sua proteção e reprodução, contribuin-
d) induzir a hipófise a liberar hormônios, esti- do para a sua sobrevivência.
mulando a produção de adrenalina. d) um sistema de canais que contribuíram na
e) excitar os neurônios, aumentando a trans- distribuição de água pelo seu corpo e ajuda-
missão de impulsos nervosos. ram bastante em sua reprodução.
e) alta capacidade regenerativa e reprodutiva,
1
1. (Enem) Um molusco, que vive no litoral oes- sendo cada parte seccionada capaz de dar
te dos EUA, pode redefinir tudo o que se sabe origem a um novo indivíduo.
sobre a divisão entre animais e vegetais.
Isso porque o molusco (Elysia chlorotica) é 1
3. (Enem) Em 2009, o município maranhen-
um híbrido de bicho com planta. Cientistas se de Bacabal foi fortemente atingido por
americanos descobriram que o molusco con- enchentes, submetendo a população local a
seguiu incorporar um gene das algas e, por viver em precárias condições durante algum
isso, desenvolveu a capacidade de fazer fo- tempo. Em razão das enchentes, os agentes
tossíntese. É o primeiro animal a se “alimen- de saúde manifestaram, na ocasião, temor
tar” apenas de luz e CO2, como as plantas. pelo aumento dos casos de doenças como,
GARATONI, B. Superinteressante. Edição por exemplo, a malária, a leptospirose, a
276, mar. 2010 (adaptado).
leishmaniose e a esquistossomose.
A capacidade de o molusco fazer fotossínte- “Cidades inundadas enfrentam aumento de doenças”.
Folha Online. 22 abr. 2009. Disponível em: http://www1.
se deve estar associada ao fato de o gene in-
folha.uol.com.br. Acesso: em 28 abr. 2010 (adaptado).
corporado permitir que ele passe a sintetizar
a) clorofila, que utiliza a energia do carbono Que medidas o responsável pela promoção
para produzir glicose. da saúde da população afetada pela enchen-
b) citocromo, que utiliza a energia da água te deveria sugerir para evitar o aumento das
para formar oxigênio. doenças mencionadas no texto, respectiva-
c) clorofila, que doa elétrons para converter mente?
gás carbônico em oxigênio. a) Evitar o contato com a água contaminada
d) citocromo, que doa elétrons da energia lumi- por mosquitos, combater os percevejos he-
nosa para produzir glicose. matófagos conhecidos como barbeiros, eli-
e) clorofila, que transfere a energia da luz para minar os caramujos do gênero Biomphalaria
compostos orgânicos. e combater o mosquito Anopheles.
b) Combater o mosquito Anopheles, evitar o
contato com a água suja acumulada pelas
enchentes, combater o mosquito flebótomo e
eliminar caramujos do gênero Biomphalaria.

31
c) Eliminar os caramujos do gênero Biomphala- favorecido a manutenção de uma temperatu-
ria, combater o mosquito flebótomo, evitar ra corporal saudável nos trópicos castigados
o contato com a água suja acumulada pelas por calor sufocante, em que viveram nossos
enchentes e combater o mosquito Aedes. ancestrais.
d) Combater o mosquito Aedes, evitar o contato Scientific American. Brasil, mar. 2010 (adaptado).
com a água suja acumulada pelas enchentes,
eliminar os caramujos do gênero Biompha- De que maneira o tamanho dos membros hu-
laria e combater os percevejos hematófagos manos poderia estar associado à regulação
conhecidos como barbeiros. da temperatura corporal?
e) Combater o mosquito Aedes, eliminar os ca- a) Membros mais longos apresentam maior re-
ramujos do gênero Biomphalaria, combater o lação superfície/volume, facilitando a perda
mosquito flebótomo e evitar o contato com a de maior quantidade de calor.
água contaminada por mosquitos. b) Membros mais curtos têm ossos mais espes-
sos, que protegem vasos sanguíneos contra
a perda de calor.
1
4. (Enem) A Síndrome da Imunodeficiência Ad-
c) Membros mais curtos desenvolvem mais o
quirida (AIDS) é a manifestação clínica da
panículo adiposo, sendo capazes de reter
infecção pelo vírus HIV, que leva, em média,
maior quantidade de calor.
oito anos para se manifestar. No Brasil, des-
d) Membros mais longos possuem pele mais
de a identificação do primeiro caso de AIDS
fina e com menos pelos, facilitando a perda
em 1980 até junho de 2007, já foram iden-
de maior quantidade de calor.
tificados cerca de 474 mil casos da doença.
e) Membros mais longos têm maior massa mus-
O país acumulou, aproximadamente, 192
cular, capazes de produzir e dissipar maior
mil óbitos devido à AIDS até junho de 2006,
quantidade de calor.
sendo as taxas de mortalidade crescentes até
meados da década de 1990 e estabilizando-
-se em cerca de 11 mil óbitos anuais desde 1
6. (Enem) A interferência do homem no meio
1998. [...] A partir do ano 2000, essa taxa ambiente tem feito com que espécies de se-
se estabilizou em cerca de 6,4 óbitos por res vivos desapareçam muito mais rapida-
100 mil habitantes, sendo esta estabilização mente do que em épocas anteriores. Vários
mais evidente em São Paulo e no Distrito Fe- mecanismos de proteção ao planeta têm sido
deral. discutidos por cientistas, organizações e go-
Disponível em: http://www.aids.gov.br.
vernantes. Entre esses mecanismos, destaca-
Acesso em: 01 maio 2009 (adaptado). -se o acordado na Convenção sobre a Diversi-
dade Biológica durante a Rio 92, que afirma
A redução nas taxas de mortalidade devido à que a nação tem direito sobre a variedade
AIDS a partir da década de 1990 é decorrente de vida contida no seu território e o dever
a) do aumento do uso de preservativos nas re- de conservá-la, utilizando-se dela de forma
lações sexuais, que torna o vírus HIV menos sustentável.
letal. A dificuldade encontrada pelo Brasil em se-
b) da melhoria das condições alimentares dos guir o acordo da Convenção sobre a Diversi-
soropositivos, a qual fortalece o sistema dade Biológica decorre, entre outros fatores,
imunológico deles. do fato de a:
c) do desenvolvimento de drogas que permitem a) extinção de várias espécies ter ocorrido em
diferentes formas de ação contra o vírus HIV. larga escala.
d) das melhorias sanitárias implementadas nos b) alta biodiversidade no país impedir a sua
últimos 30 anos, principalmente nas grandes conservação.
capitais. c) utilização de espécies nativas de forma sus-
e) das campanhas que estimulam a vacinação tentável ser utópica.
contra o vírus e a busca pelos serviços de d) grande extensão de nosso território dificul-
saúde. tar a sua fiscalização.
e) classificação taxonômica de novas espécies
1
5. (Enem) A perda de pelos foi uma adaptação ocorrer de forma lenta.
às mudanças ambientais, que forçaram nos-
sos ancestrais a deixar a vida sedentária e 1
7. (Enem) Um agricultor, buscando o aumento
viajar enormes distâncias à procura de água da produtividade de sua lavoura, utilizou o
e comida. Junto com o surgimento de mem- adubo NPK (nitrogênio, fósforo e potássio)
bros mais alongados e com a substituição com alto teor de sais minerais. A irrigação
de glândulas apócrinas (produtoras de suor dessa lavoura é feita por canais que são des-
oleoso e de lenta evaporação) por glându- viados de um rio que abastece os canais, de-
las écrinas (suor aquoso e de rápida evapo- vido à contaminação das águas pelo excesso
ração), a menor quantidade de pelos teria de adubo usado pelo agricultor.

32
Que processo biológico pode ter sido provocado na água do rio pelo uso do adubo NPK?
a) Lixiviação, processo em que ocorre a lavagem do solo, que acaba disponibilizando os nutrientes para
a água do rio.
b) Acidificação, processo em que os sais, ao se dissolverem na água do rio, formam ácidos.
c) Eutrofização, ocasionada pelo aumento do fósforo e nitrogênio dissolvidos na água, que resulta na
proliferação do fitoplâncton.
d) Aquecimento, decorrente do aumento de sais dissolvidos na água do rio, que eleva sua temperatura.
e) Denitrificação, processo em que o excesso de nitrogênio que chega ao rio é disponibilizado para a
atmosfera, prejudicando o desenvolvimento dos peixes.

1
8. (Enem) A sombra do cedro vem se encostar no cocho. Primo Ribeiro levantou os ombros; começa a
tremer. Com muito atraso. Mas ele tem no baço duas colmeias de bichinhos maldosos, que não se
misturam, soltando enxames no sangue em dias alternados. E assim nunca precisa de passar um
dia sem tremer.
ROSA, J. G. Sagarana. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

O texto de João Guimarães Rosa descreve as manifestações das crises paroxísticas da malária em
seu personagem. Essas se caracterizam por febre alta, calafrios, sudorese intensa e tremores, com
intervalos de 48 h ou 72 h, dependendo da espécie de Plasmodium.
Essas crises periódicas ocorrem em razão da:
a) lise das hemácias, liberando merozoítos e substâncias denominadas hemozoínas.
b) invasão das hemácias por merozoítos com maturação até a forma esquizonte.
c) reprodução assexuada dos esporozoítos no fígado do indivíduo infectado.
d) liberação de merozoítos dos hepatócitos para a corrente sanguínea.
e) formação de gametócitos dentro das hemácias.

1
9. (Enem) Suponha que uma doença desconhecida esteja dizimando um rebanho bovino de uma cida-
de e alguns veterinários tenham conseguido isolar o agente causador da doença, verificando que
se trata de um ser unicelular e procarionte.
Para combater a doença, os veterinários devem administrar, nos bovinos contaminados:
a) vacinas.
b) antivirais.
c) fungicidas.
d) vermífugos.
e) antibióticos.

2
0. (Enem) O eletrocardiograma, exame utilizado para avaliar o estado do coração de um paciente,
trata-se do registro da atividade elétrica do coração ao longo de um certo intervalo de tempo. A
figura representa o eletrocardiograma de um paciente adulto, descansado, não fumante, em um
ambiente com temperatura agradável.
Nessas condições, é considerado normal um ritmo cardíaco entre 60 e 100 batimentos por minuto.

Com base no eletrocardiograma apresentado, identifica-se que a frequência cardíaca do paciente é:


a) normal.
b) acima do valor ideal.
c) abaixo do valor ideal.
d) próxima do limite inferior.
e) próxima do limite superior.

33
2
1. (Enem)

O rótulo do produto descreve características de uma doença que pode ser prevenida com o(a):
a) uso de calçados.
b) aplicação de inseticida.
c) utilização de mosquiteiros.
d) eliminação de água parada.
e) substituição de casas de barro por de alvenaria.

2
2. (Enem) O cladograma representa relações filogenéticas entre os vertebrados

A correspondência correta entre as indicações numéricas no cladograma e a característica evolu-


tiva é:
a) I – endotermia.
b) II – coluna vertebral.
c) III – ovo amniótico.
d) IV – respiração pulmonar.
e) V – membros locomotores.

2
3. (Enem) Os parasitoides são insetos diminutos, que têm hábitos bastante peculiares: suas larvas se
desenvolvem dentro do corpo de outros animais. Em geral, cada parasitoide ataca hospedeiros de
determinada espécie e, por isso, esses organismos vêm sendo amplamente usados para o controle
biológico de pragas agrícolas.
Santo, M. M. E. Et AL. Parasitoides: insetos benéficos e cruéis. Ciência Hoje, n. 291, abr. 2012 (adaptado).

O uso desses insetos na agricultura traz benefícios ambientais, pois diminui o(a):
a) tempo de produção agrícola.
b) diversidade de insetos-praga.
c) aplicação de inseticidas tóxicos.
d) emprego de fertilizantes agrícolas.
e) necessidade de combate a ervas daninhas.

34
2
4. (Enem) O caramujo gigante africano, Acha- a)
tina fulica, é uma espécie exótica que tem
despertado o interesse das autoridades bra-
sileiras, uma vez que tem causado danos am-
bientais e prejuízos econômicos à agricultu-
ra. A introdução da espécie no Brasil ocorreu
clandestinamente, com o objetivo de ser
utilizada na alimentação humana. Porém,
o molusco teve pouca aceitação no comércio
de alimentos, o que resultou em abandono e
liberação intencional das criações por vários
produtores. Por ser uma espécie herbívora
generalista (alimenta-se de mais de 500 es- b)
pécies diferentes de vegetais), com grande
capacidade reprodutiva, tornou-se uma pra-
ga agrícola de difícil erradicação. Associada
a isto, a ausência de predadores naturais fez
com que ocorresse um crescimento descon-
trolado da população.

O desequilíbrio da cadeia alimentar observa-


do foi causado pelo aumento da densidade
populacional de:
a) consumidores terciários, em função da ele-
vada disponibilidade de consumidores se- c)
cundários.
b) consumidores primários, em função da au-
sência de consumidores secundários.
c) consumidores secundários, em função da au-
sência de consumidores primários.
d) consumidores terciários, em função da ele-
vada disponibilidade de produtores.
e) consumidores primários, em função do au-
mento de produtores.

2
5. (Enem) As superbactérias respondem por
um número crescente de infecções e mortes d)
em todo o mundo. O termo superbactérias é
atribuído às bactérias que apresentam resis-
tência a praticamente todos os antibióticos.
Dessa forma, no organismo de um paciente,
a população de uma espécie bacteriana pato-
gênica pode ser constituída principalmente
por bactérias sensíveis a antibióticos usuais
e por um número reduzido de superbactérias
que, por mutação ou intercâmbio de material
genético, tornaram-se resistentes aos anti-
bióticos existentes.
FERREIRA, F. A.; CRUZ, R. S.; FIGUEIREDO, A. M. S. e)
Superbactérias: o problema mundial da resistência a
antibióticos. Ciência Hoje, n. 287, nov. 2011 (adaptado).

Qual figura representa o comportamento


populacional das bactérias ao longo de uma
semana de tratamento com um antibiótico
comum?

35
2
6. (Enem) O bioma brasileiro retratado na canção é ca-
racterizado principalmente por
a) índices pluviométricos baixos.
b) alta taxa de evapotranspiração.
c) temperatura de clima temperado.
d) vegetação predominantemente epífita.
e) migração das aves no período reprodutivo.

2
9. (Enem) Uma região de Cerrado possui lençol
freático profundo, estação seca bem mar-
cada, grande insolação e recorrência de in-
cêndios naturais. Cinco espécies de árvores
nativas, com as características apresentadas
No esquema representado, o processo identi- no quadro, foram avaliadas quanto ao seu
ficado pelo número 2 é realizado por potencial para uso em projetos de reflores-
a) seres herbívoros. tamento nessa região.
b) fungos fermentadores.
c) bactéria heterótrofas. Característica Árvore 1 Árvore 2 Árvore 3
d) organismos produtores. Superfície Coberta por Coberta Coberta
e) microrganismos decompositores. foliar tricomas por cera por cera
Profundidade
Baixa Alta Baixa
2
7. (Enem) Os botos-cinza (Sotalia guianensis), das raízes
mamíferos da família dos golfinhos, são ex-
celentes indicadores da poluição das áreas Característica Árvore 4 Árvore 5
em que vivem, pois passam toda a sua vida Superfície Coberta por Coberta por
– cerca de 30 anos – na mesma região. Além foliar espinhos espinhos
disso, a espécie acumula mais contaminan- Profundidade
Baixa Alta
tes em seu organismo, como o mercúrio, do das raízes
que outros animais da sua cadeia alimentar. Qual é a árvore adequada para o refloresta-
MARCOLINO, B. Sentinelas do mar. Disponível mento dessa região?
em: http://cienciahoje.uol.com.br.
Acesso em: 1 ago. 2012 (adaptado). a) 1
b) 2
Os botos-cinza acumulam maior concentra-
c) 3
ção dessas substâncias porque
d) 4
a) são animais herbívoros.
e) 5
b) são animais detritívoros.
c) são animais de grande porte.
3
0. (Enem) No Brasil, cerca de 80% da energia
d) digerem o alimento lentamente.
elétrica advém de hidrelétricas, cuja cons-
e) estão no topo da cadeia alimentar.
trução implica o represamento de rios. A for-
mação de um reservatório para esse fim, por
2
8. (Enem) Asa branca
sua vez, pode modificar a ictiofauna local.
Um exemplo é o represamento do Rio Para-
Quando olhei a terra ardendo
ná, onde se observou o desaparecimento de
Qual fogueira de São João
peixes cascudos quase que simultaneamente
Eu perguntei a Deus do céu, ai
ao aumento do número de peixes de espé-
Por que tamanha judiação
cies exóticas introduzidas, como o mapará e
a corvina, as três espécies com nichos ecoló-
Que braseiro, que fornalha
Nem um pé de plantação gicos semelhantes.
Por falta d'água perdi meu gado PETESSE, M. L.; PETRERE JR., M. Ciência Hoje,
Morreu de sede meu alazão São Paulo, n. 293, v. 49, jun. 2012 (adaptado).

Nessa modificação da ictiofauna, o desapare-


Até mesmo a asa branca
cimento de cascudos é explicado pelo(a)
Bateu asas do sertão
a) redução do fluxo gênico da espécie nativa.
Então eu disse adeus Rosinha
b) diminuição da competição intraespecífica.
Guarda contigo meu coração
c) aumento da competição interespecífica.
d) isolamento geográfico dos peixes.
[...]
e) extinção de nichos ecológicos.
GONZAGA, L.; TEIXEIRA, H.
Disponível em: www.luizluagonzaga.mus.br.
Acesso em: 20 set. 2011 (fragmento).

36
31. (Enem) A figura representa um dos modelos de um sistema de interações entre seres vivos. Ela
apresenta duas propriedades, P1 e P2, que interagem em I, para afetar uma terceira propriedade,
P3, quando o sistema é alimentado por uma fonte de energia, E. Essa figura pode simular um sis-
tema de campo em que P1 representa as plantas verdes; P2 um animal herbívoro e P3, um animal
onívoro.

A função interativa I representa a proporção de


a) herbivoria entre P1 e P2.
b) polinização entre P1 e P2.
c) P3 utilizada na alimentação de P1 e P2.
d) P1 ou P2 utilizada na alimentação de P3.
e) energia de P1 e de P2 que saem do sistema.

3
2. (Enem) Não é de hoje que o homem cria, artificialmente, variedades de peixes por meio da hi-
bridação. Esta é uma técnica muito usada pelos cientistas e pelos piscicultores porque os híbridos
resultantes, em geral, apresentam maior valor comercial do que a média de ambas as espécies
parentais, além de reduzir a sobrepesca no ambiente natural.
Terra da Gente, ano 4, n.º 47, mar, 2008 (adaptado).

Sem controle, esses animais podem invadir rios e lagos naturais, se reproduzir e
a) originar uma nova espécie poliploide.
b) substituir geneticamente a espécie natural.
c) ocupar o primeiro nível trófico no hábitat aquático.
d) impedir a interação biológica entre as espécies parentais.
e) produzir descendentes com o código genético modificado.

3
3. (Enem) Diferente do que o senso comum acredita, as lagartas de borboletas não possuem voracida-
de generalizada. Um estudo mostrou que as borboletas de asas transparentes da família Ithomii-
nae, comuns na Floresta Amazônica e na Mata Atlântica, consomem, sobretudo, plantas da família
Solanaceae, a mesma do tomate. Contudo, os ancestrais dessas borboletas consumiam espécies
vegetais da família Apocinaceae, mas a quantidade dessas plantas parece não ter sido suficiente
para garantir o suprimento alimentar dessas borboletas. Dessa forma, as solanáceas tornaram-se
uma opção de alimento, pois são abundantes na Mata Atlântica e na Floresta Amazônica.
Cores ao vento. Genes e fósseis revelam origem e diversidade de borboletas sul-
americanas. Revista Pesquisa FAPESP. N° 170, 2010 (adaptado).

Nesse texto, a ideia do senso comum é confrontada com os conhecimentos científicos, ao se en-
tender que as larvas das borboletas Ithomiinae encontradas atualmente na Mata Atlântica e na
Floresta Amazônica, apresentam
a) facilidade em digerir todas as plantas desses locais.
b) interação com as plantas hospedeiras da família Apocinaceae.
c) adaptação para se alimentar de todas as plantas desses locais.
d) voracidade indiscriminada por todas as plantas existentes nesses locais.
e) especificidade pelas plantas da família Solanaceae existentes nesses locais.

37
3
4. (Enem) No ano de 2000, um vazamento em dutos de óleo na baía de Guanabara (RJ) causou um
dos maiores acidentes ambientais do Brasil. Além de afetar a fauna e a flora, o acidente abalou o
equilíbrio da cadeia alimentar de toda a baía. O petróleo forma uma película na superfície da água,
o que prejudica as trocas gasosas da atmosfera com a água e desfavorece a realização de fotossínte-
se pelas algas, que estão na base da cadeia alimentar hídrica. Além disso, o derramamento de óleo
contribuiu para o envenenamento das árvores e, consequentemente, para a intoxicação da fauna e
flora aquáticas, bem como conduziu à morte diversas espécies de animais, entre outras formas de
vida, afetando também a atividade pesqueira.
LAUBIER, L. Diversidade da Maré Negra. In: Scientific American Brasil 4(39), ago. 2005 (adaptado).

A situação exposta no texto e suas implicações


a) indicam a independência da espécie humana com relação ao ambiente marinho.
b) alertam para a necessidade do controle da poluição ambiental para redução do efeito estufa.
c) ilustram a interdependência das diversas formas de vida (animal, vegetal e outras) e o seu habitat.
d) indicam a alta resistência do meio ambiente à ação do homem, além de evidenciar a sua sustentabili-
dade mesmo em condições extremas de poluição.
e) evidenciam a grande capacidade animal de se adaptar às mudanças ambientais, em contraste com a
baixa capacidade das espécies vegetais, que estão na base da cadeia alimentar hídrica.

3
5. (Enem) Na região sul da Bahia, o cacau tem sido cultivado por meio de diferentes sistemas. Em
um deles, o convencional, a primeira etapa de preparação do solo corresponde à retirada da mata
e à queimada dos tocos e das raízes. Em seguida, para o plantio da quantidade máxima de cacau
na área, os pés de cacau são plantados próximos uns dos outros. No cultivo pelo sistema chamado
cabruca, os pés de cacau são abrigados entre as plantas de maior porte, em espaço aberto criado
pela derrubada apenas das plantas de pequeno porte.
Os cacaueiros dessa região têm sido atacados e devastados pelo fungo chamado vassoura-de-bruxa,
que se reproduz em ambiente quente e úmido por meio de esporos que se espalham no meio aéreo.
As condições ambientais em que os pés de cacau são plantados e as condições de vida do fungo
vassoura-de-bruxa, mencionadas anteriormente, permitem supor-se que sejam mais intensamente
atacados por esse fungo os cacaueiros plantados por meio do sistema
a) convencional, pois os pés de cacau ficam mais expostos ao sol, o que facilita a reprodução do parasita.
b) convencional, pois a proximidade entre os pés de cacau facilita a disseminação da doença.
c) convencional, pois o calor das queimadas cria as condições ideais de reprodução do fungo.
d) cabruca, pois os cacaueiros não suportam a sombra e, portanto, terão seu crescimento prejudicado e
adoecerão.
e) cabruca, pois, na competição com outras espécies, os cacaueiros ficam enfraquecidos e adoecem mais
facilmente.

3
6. (Enem) Um estudo caracterizou 5 ambientes aquáticos, nomeados de A a E, em uma região, me-
dindo parâmetros físico-químicos de cada um deles, incluindo o pH nos ambientes. O gráfico I
representa os valores de pH dos 5 ambientes. Utilizando o gráfico II, que representa a distribuição
estatística de espécies em diferentes faixas de pH, pode-se esperar um maior número de espécies
no ambiente:

a) A.
b) B.
c) C.
d) D.
e) E.

38
Gabarito
1. C 2. C 3. D 4. B 5. E
6. C 7. D 8. C 9. C 10. A
11. E 12. E 13. B 14. C 15. A
16. D 17. C 18. A 19. E 20. C
21. A 22. C 23. C 24. B 25. B
26. E 27. A 28. B 29. C 30. B
31. D 32. B 33. E 34. C 35. B
36. D

39
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULAS 5 E 6 Tema: Citologia

Competência: 4 Habilidade: 14

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 4 do Enem, a habilidade 14 exige do


aluno a capacidade de identificar padrões da divisão celular mitótica que é fundamental para a manu-
tenção do equilíbrio interno dos seres vivos.

MODELO 1

A Mitose é dividida em quatro fases que antecedem a citocinese, sendo elas prófase, metáfase,
anáfase e telófase. Essa divisão tem papel fundamental no crescimento, renovação celular e rege-
neração de tecidos lesionados. Sobre a mitose nos seres humanos é correto afirmar que:
a) ocorre em células somáticas, ao final da divisão temos duas células filhas diploides (2n) originadas de
uma célula mãe diploide (2n).
b) ocorre em células somáticas, ao final da divisão temos duas células filhas haploides (n) originadas de
uma célula mãe haploide (n).
c) ocorre em células somáticas, ao final da divisão temos duas células filhas diploides (n) originadas de
uma célula mãe (2n)
d) ocorre em células germinativas e é dividida em duas etapas mitose 1 e mitose 2, sendo que ao final da
segunda divisão temos quatro células haploides (n).
e) ocorre em células germinativas e é dividida em duas etapas meiose 1 e meiose 2, sendo que ao final
da segunda divisão temos quatro células diploides (n).

41
Tema: Biotecnologia, engenharia genética, manipulação genética e
células tronco

Competência: 8 Habilidade: 29

Construção da habilidade: Interpretar experimentos ou técnicas que utilizam células tronco de


indivíduos adultos sendo implantadas em organismos diferentes, analisando implicações à saúde.

MODELO 2

“Nos laboratórios do Instituto Salk, Jun Wu é um dos coautores de estudo publicado na “Nature”
no ano passado que comprovou a possibilidade de cultivar células humanas em embriões de ca-
mundongos. Os pesquisadores desenvolveram um novo tipo de célula-tronco, batizada como rsPSC,
criada a partir de qualquer célula adulta do doador. Dessa forma, será possível produzir órgãos e
tecidos para transplante sem riscos de rejeição, caso os experimentos sejam bem-sucedidos.”
(https://oglobo.globo.com/sociedade/ciencia/experimentos-usam-celulas-tronco-
para-criar-animais-com-orgaos-humanos-19390462#ixzz5PsYyztpX)

A célula tronco rsPSC, criada a partir de qualquer célula adulta do doador, é denominada célula
tronco:
a) totipotente
b) pluripotente
c) embrionária
d) induzida
e) multipotente

42
Tema: Ácidos nucleicos (DNA e RNA)

Competência: 4 Habilidade: 13

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 4 do Enem, a habilidade 13 exige do


aluno a capacidade de reconhecer a estrutura do DNA, que é a molécula que determina a manifestação
de características nos seres vivos.

MODELO 3

Autoridades dos Estados Unidos anunciaram que um assassinato atribuído a um serial killer cha-
mado de “o Estrangulador de Boston” e que permaneceu sem ser esclarecido por quase 50 anos
pode estar prestes a ser explicado graças a exames de DNA.
Disponível em: https://www.bbc.com
Acesso em: 28 Ago. 2018

Atualmente os exames de DNA tem se tornado uma importante ferramenta para resolução de cri-
mes. Sobre o DNA é incorreto afirmar:
a) as bases nitrogenadas presentes no DNA são adenina, timina, guanina e citosina.
b) possui uma pentose em seus nucleotídeos denominada ribose.
c) é uma macromolécula composta por uma dupla-hélice.
d) sua replicação é semiconservativa.
e) o DNA é constituído por nucleotídeos que são compostos por uma molécula de açúcar um fosfato e uma
base nitrogenada.

43
Tema: Mutações

Competência: 4 Habilidade: 13

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 4 do Enem, a habilidade 13 exige do


aluno a capacidade de entender os mecanismos de transmissão da vida e todo o processo mutagênico
relacionado a estes mecanismos.

MODELO 4

Analise as proposições sobre mutações genéticas.


I. As mutações só podem ser causadas por fatores mutagênicos, como agentes físicos e químicos;
II. As mutações podem ocorrer tanto em células germinativas, quanto em células somáticas;
III. Somente as mutações que atingem células germinativas podem ser transmitidas aos descendentes;
IV. Somente as mutações ocorridas em células somáticas poderão produzir alterações transmitidas
à sua descendência, independentemente do seu sistema reprodutivo;
V. Mutações são fatores importantes para o aumento da variabilidade genética;
VI. Mutação é toda alteração do material genético que resulta sempre de segregação ou recombina-
ção cromossômica.
Diga quais estão INCORRETAS:
a) III, IV e VI
b) I e VI
c) II, III e V
d) I, IV e VI
e) III e IV

44
Tema: Primeira Lei de Mendel e heredograma

Competência: 4 Habilidade: 13

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 4 do Enem, a habilidade 13 exige do


aluno a capacidade de reconhecer a estrutura do DNA, que é a molécula que determina a manifestação
de características nos seres vivos.

MODELO 5

Autoridades dos Estados Unidos anunciaram que um assassinato atribuído a um serial killer cha-
mado de “o Estrangulador de Boston” e que permaneceu sem ser esclarecido por quase 50 anos
pode estar prestes a ser explicado graças a exames de DNA.
Disponível em: https://www.bbc.com
Acesso em: 28 Ago. 2018

Atualmente os exames de DNA tem se tornado uma importante ferramenta para resolução de cri-
mes. Sobre o DNA é incorreto afirmar:
a) as bases nitrogenadas presentes no DNA são adenina, timina, guanina e citosina.
b) possui uma pentose em seus nucleotídeos denominada ribose.
c) é uma macromolécula composta por uma dupla-hélice.
d) sua replicação é semiconservativa.
e) o DNA é constituído por nucleotídeos que são compostos por uma molécula de açúcar um fosfato e uma
base nitrogenada.

45
Raio X - Análise Expositiva
1. A mitose é uma divisão que, nos seres humanos, como a questão pede é feita por células somáticas
onde uma célula mãe diploide origina duas células filhas também diploides, pois é uma divisão
equacional.

2. A célula tronco criada a partir de uma célula adulta, é feita em laboratório e chamada de célu-
la tronco induzida. Pluripotente, totipotente e multipotente são classificações de células tronco
quanto ao tipo celular que elas podem vir a formar.

3. A molécula de DNA é formada por nucleotídeos, que são compostos por um Fosfato, uma pentose
(desoxirribose) e uma base nitrogenada. O DNA é uma macromolécula formada por uma dupla-
hélice e tem replicação semiconservativa.

4. A afirmativa I está incorreta porque existem mutações que ocorrem naturalmente em virtude de
erros na replicação do DNA, a afirmativa IV está incorreta porque uma mutação só é transmitida
quando está presente nos gametas, a afirmativa VI está errada porque as mutações são alterações
no DNA causadas por uma replicação incorreta ou por fatores externos, como radiação e exposição
a produtos químicos.
5. A molécula de DNA é formada por nucleotídeos, que são compostos por um fosfato, uma pentose
(desoxirribose) e uma base nitrogenada. O DNA é uma macromolécula formada por uma dupla-
-hélice e tem replicação semiconservativa.

Gabarito
1. A 2. D 3. B 4. D 5. B

46
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) Para verificar a eficácia do teste de DNA na determinação de paternidade, cinco voluntários,
dentre eles o pai biológico de um garoto, cederam amostras biológicas para a realização desse teste. A
figura mostra o resultado obtido após a identificação dos fragmentos de DNA de cada um deles.

Após a análise das bandas de DNA, pode-se concluir que o pai biológico do garoto é o:
a) 1º voluntário.
b) 2º voluntário.
c) 3º voluntário.
d) 4º voluntário.
e) 5º voluntário.

2. (Enem) A fenilcetonúria é uma doença hereditária autossômica recessiva, associada à mutação


do gene PAH, que limita a metabolização do aminoácido fenilalanina. Por isso, é obrigatório, por
lei, que as embalagens de alimentos, como refrigerantes dietéticos, informem a presença de feni-
lalanina em sua composição. Uma mulher portadora de mutação para o gene PAH tem três filhos
normais, com um homem normal, cujo pai sofria de fenilcetonúria, devido à mesma mutação no
gene PAH encontrada em um dos alelos da mulher.
Qual a probabilidade de a quarta criança gerada por esses pais apresentar fenilcetonúria?
a) 0%
b) 12,5%
c) 25%
d) 50%
e) 75%

3. (Enem) A reprodução vegetativa de plantas por meio de estacas é um processo natural. O homem,
observando esse processo, desenvolveu uma técnica para propagar plantas em escala comercial.
A base genética dessa técnica é semelhante àquela presente no(a)
a) transgenia.
b) clonagem.
c) hibridização.
d) controle biológico.
e) melhoramento genético.

4. (Enem) Os gêmeos sempre exerceram um fascínio para a maioria das pessoas, principalmente os
monozigóticos ou idênticos. Parte desse interesse está relacionada ao fato de que esses indivíduos
representam a manifestação natural que mais se aproxima da clonagem na espécie humana.
O mecanismo que está associado com a formação dos indivíduos citados é a

47
a) divisão do feto em gestação em dois indiví- 7. (Enem) Experimentos realizados no século
duos separados. XX demonstraram que hormônios femininos
b) divisão do embrião em dois grupos celulares e mediadores químicos atuam no comporta-
independentes. mento materno de determinados animais,
c) fecundação de um óvulo por dois espermato- como cachorros, gatos e ratos, reduzindo o
zoides diferentes. medo e a ansiedade, o que proporciona maior
d) ocorrência de duas fecundações simultâneas habilidade de orientação espacial. Por essa
no útero materno. razão, as fêmeas desses animais abandonam
e) fertilização sucessiva de dois óvulos por ape- a prole momentaneamente, a fim de encon-
nas um espermatozoide. trar alimentos, o que ocorre com facilidade e
rapidez. Ainda, são capazes de encontrar ra-
pidamente o caminho de volta para proteger
5. (Enem) Antes de técnicas modernas de de- os filhotes.
terminação de paternidade por exame de VARELLA, D. Borboletas da alma: escritos sobre ciência
DNA, o sistema de determinação sanguínea e saúde. Companhia das Letras, 2006 (adaptado).
ABO foi amplamente utilizado como ferra-
menta para excluir possíveis pais. Embora Considerando a situação descrita sob o pon-
restrito à análise fenotípica, era possível to de vista da hereditariedade e da evolução
concluir a exclusão de genótipos também. biológica, o comportamento materno decor-
Considere que uma mulher teve um filho rente da ação das substâncias citadas é:
cuja paternidade estava sendo contestada. A a) transmitido de geração a geração, sendo que
análise do sangue revelou que ela era tipo indivíduos portadores dessas características
sanguíneo AB e o filho, tipo sanguíneo B. terão mais chance de sobreviver e deixar des-
cendentes com as mesmas características.
O genótipo do homem, pelo sistema ABO,
b) transmitido em intervalos de gerações, al-
que exclui a possibilidade de paternidade ternando descendentes machos e fêmeas, ou
desse filho é: seja, em uma geração recebem a caracterís-
a) IAIA. tica apenas os machos e, na outra geração,
b) IAi. apenas as fêmeas.
c) IBIB. c) determinado pela ação direta do ambiente
d) IBi. sobre a fêmea quando ela está no período
e) ii. gestacional, portanto todos os descendentes
receberão as características.
d) determinado pelas fêmeas, na medida em
6. (Enem) Segundo Jeffrey M. Smith, pesquisa-
que elas transmitem o material genético ne-
dor de um laboratório que faz análises de or- cessário à produção de hormônios e dos me-
ganismos geneticamente modificados, após diadores químicos para sua prole de fêmeas,
a introdução da soja transgênica no Reino durante o período gestacional.
Unido, aumentaram em 50% os casos de e) determinado após a fecundação, pois os es-
alergias. “O gene que é colocado na soja cria permatozoides dos machos transmitem as
uma proteína nova que até então não existia características para a prole e, ao nascerem,
na alimentação humana, a qual poderia ser os indivíduos são selecionados pela ação do
potencialmente alergênica”, explica o pes- ambiente.
quisador.
Correio do Estado/MS. 19 abr. 2004 (adaptado). 8. (Enem) Um jovem suspeita que não é filho bio-
lógico de seus pais, pois descobriu que o seu
Considerando-se as informações do texto, os tipo sanguíneo é O Rh negativo, o de sua mãe
grãos transgênicos que podem causar aler- é B Rh positivo e de seu pai é A Rh positivo.
gias aos indivíduos que irão consumi-los são A condição genotípica que possibilita que ele
aqueles que apresentam, em sua composi- seja realmente filho biológico de seus pais é
ção, proteínas: que:
a) que podem ser reconhecidas como antigênicas a) o pai e a mãe sejam heterozigotos para o
pelo sistema imunológico desses consumidores. sistema sanguíneo ABO e para o fator Rh.
b) que não são reconhecidas pelos anticorpos b) o pai e a mãe sejam heterozigotos para o
produzidos pelo sistema imunológico desses sistema sanguíneo ABO e homozigotos para
consumidores. o fator Rh.
c) o pai seja homozigoto para as duas caracte-
c) com estrutura primária idêntica às já encontra-
rísticas e a mãe heterozigota para as duas
das no sistema sanguíneo desses consumidores. características.
d) com sequência de aminoácidos idêntica às d) o pai seja homozigoto para as duas caracte-
produzidas pelas células brancas do sistema rísticas e a mãe heterozigota para o sistema
sanguíneo desses consumidores. ABO e homozigota para o fator Rh.
e) com estrutura quaternária idêntica à dos an- e) o pai seja homozigoto para o sistema ABO e
ticorpos produzidos pelo sistema imunológi- heterozigoto para o fator Rh e a mãe homo-
co desses consumidores. zigota para as duas características.

48
9. (Enem) A perda de massa muscular é comum A função dessa substância, produzida pelo
com a idade, porém, é na faixa dos 60 anos fungo, no organismo humano é:
que ela se torna clinicamente perceptível e a) neutralizar proteínas virais.
suas consequências começam a incomodar b) interromper a ação das toxinas.
no dia a dia, quando simples atos de subir c) ligar-se ao patógeno já instalado.
escadas ou ir à padaria se tomam sacrifícios. d) reconhecer substâncias estranhas.
Esse processo tem nome: sarcopenia. Essa e) desencadear a produção de anticorpos.
condição ocasiona a perda da força e quali-
dade dos músculos e tem um impacto signi- 1
2. (Enem) Um pesquisador preparou um frag-
ficante na saúde.
mento do caule de uma flor de margarida
Disponível em: www.infoescola.com.
Acesso em: 19 dez. 2012 (adaptado). para que pudesse ser observado em micros-
copia óptica. Também preparou um fragmen-
A sarcopenia é inerente ao envelhecimento, to de pele de rato com a mesma finalidade.
mas seu quadro e consequentes danos po-
Infelizmente, após algum descuido, as amos-
dem ser retardados com a prática de exer-
tras foram misturadas.
cícios físicos, cujos resultados mais rápidos
Que estruturas celulares permitiriam a sepa-
são alcançados com o(a):
a) hidroginástica. ração das amostras, se reconhecidas?
b) alongamento. a) Ribossomos e mitocôndrias, ausentes nas cé-
c) musculação. lulas animais.
d) corrida. b) Centríolos e lisossomos, organelas muito nu-
e) dança. merosas nas plantas.
c) Envoltório nuclear e nucléolo, característi-
1
0. (Enem) A utilização de células-tronco do cos das células eucarióticas.
próprio indivíduo (autotransplante) tem d) Lisossomos e peroxissomos, organelas exclu-
apresentado sucesso como terapia medicinal sivas de células vegetais.
para a regeneração de tecidos e órgãos cujas e) Parede celular e cloroplastos, estruturas ca-
células perdidas não têm capacidade de re- racterísticas de células vegetais.
produção, principalmente em substituição
aos transplantes, que causam muitos proble- 1
3. (Enem) A figura apresenta diferentes fases
mas devido à rejeição pelos receptores. do ciclo de uma célula somática, cultivada e
O autotransplante pode causar menos pro-
fotografada em microscópio confocal de var-
blemas de rejeição quando comparado aos
redura a laser. As partes mais claras eviden-
transplantes tradicionais, realizados entre
ciam o DNA.
diferentes indivíduos. Isso porque as
a) células-tronco se mantém indiferenciadas após
sua introdução no organismo do receptor.
b) células provenientes de transplantes entre
diferentes indivíduos envelhecem e morrem
rapidamente.
c) células-tronco, por serem doadas pelo pró-
prio indivíduo receptor, apresentam mate-
rial genético semelhante.
d) células transplantadas entre diferentes indi-
víduos se diferenciam em tecidos tumorais
no receptor.
e) células provenientes de transplantes con-
vencionais não se reproduzem dentro do
corpo do receptor.

1
1. (Enem) Nem sempre é seguro colocar vírus
inteiros numa vacina. Alguns são tão perigo-
sos que os cientistas preferem usar só um de Na fase representada em D, observa-se que
seus genes – aquele que fabrica o antígeno, os cromossomos encontram-se em:
proteína que é reconhecida pelas células de a) migração.
defesa. Uma dessas vacinas de alta tecnolo- b) duplicação.
gia é a anti-hepatite B. Um gene do vírus é c) condensação.
emendado ao DNA de um fungo inofensivo, d) recombinação.
que passa, então, a produzir uma substância e) reestruturação.
que é injetada no corpo humano.
Vírus: guerra silenciosa.
Superinteressante, n. 143, ago. 1999 (adaptado).

49
14. (Enem) Os indivíduos de uma população de De acordo com a ação antitumoral descrita,
uma pequena cidade, fundada por uma famí- que função celular é diretamente afetada
lia de europeus, são, frequentemente, frutos pelo paclitaxel?
de casamentos consanguíneos. Grande parte a) Divisão celular.
dos grupos familiares dessa localidade apre- b) Transporte passivo.
senta membros acometidos por uma doença c) Equilíbrio osmótico.
rara, identificada por fraqueza muscular pro- d) Geração de energia.
gressiva, com início aos 30 anos de idade. Em e) Síntese de proteínas.
famílias com presença dessa doença, quando
os pais são saudáveis, somente os filhos do 1
7. (Enem) O heredograma mostra a incidência
sexo masculino podem ser afetados. Mas em de uma anomalia genética em um grupo fa-
famílias cujo pai é acometido pela doença e a miliar.
mãe é portadora do gene, 50% da descendên-
cia, independentemente do sexo, é afetada.
Considerando as características populacio-
nais, o sexo e a proporção dos indivíduos
afetados, qual é o tipo de herança da doença
descrita no texto?
a) Recessiva, ligada ao cromossomo X.
b) Dominante, ligada ao cromossomo X.
c) Recessiva, ligada ao cromossomo Y.
d) Recessiva autossômica.
e) Dominante autossômica.

15. (Enem) Após a germinação, normalmente, os


tomates produzem uma proteína que os faz
amolecer depois de colhidos. Os cientistas in-
troduziram, em um tomateiro, um gene an-
tissentido (imagem espelho do gene natural)
àquele que codifica a enzima "amolecedora". O indivíduo representado pelo número 10,
O novo gene antissentido bloqueou a síntese preocupado em transmitir o alelo para a ano-
da proteína "amolecedora". malia genética a seus filhos, calcula que a pro-
SIZER, F.; WHITNEY, E. Nutrição: conceitos e babilidade de ele ser portador desse alelo é de
controvérsias. Barueri: 2002 (adaptado). a) 0%
Um benefício ao se obter o tomate transgêni- b) 25%
co foi o fato de o processo biotecnológico ter: c) 50%
a) aumentado a coleção de proteínas que o pro- d) 67%
tegem do apodrecimento, pela produção da e) 75%
proteína antissentido.
b) diminuído a necessidade do controle das 1
8. (Enem) Um gel vaginal poderá ser um recur-
pragas, pela maior resistência conferida pela so para as mulheres na prevenção contra a
nova proteína. aids. Esse produto tem como princípio ativo
c) facilitado a germinação das sementes, pela um composto que inibe a transcriptase re-
falta da proteína que o leva a amolecer. versa viral.
d) substituído a proteína amolecedora por uma Essa ação inibidora é importante, pois a re-
invertida, que endurece o tomate. ferida enzima
e) prolongado o tempo de vida do tomate, pela
a) corta a dupla hélice do DNA, produzindo um
falta da proteína que o amolece.
molde para o RNA viral.
1
6. (Enem) O paclitaxel é um triterpeno poli- b) produz moléculas de DNA viral que vão in-
-hidroxilado que foi originalmente isolado fectar células sadias.
da casca de Taxus brevifolia, árvore de cresci- c) polimeriza molécula de DNA, tendo como
mento lento e em risco de extinção, mas ago- molde o RNA viral.
ra é obtido por rota química semissintética. d) promove a entrada do vírus da aids nos lin-
Esse fármaco é utilizado como agente quimio- fócitos T.
terápico no tratamento de tumores de ovário, e) sintetiza os nucleotídeos que compõem o
mama e pulmão. Seu mecanismo de ação an- DNA viral.
titumoral envolve sua ligação à tubulina, in-
terferindo na função dos microtúbulos.
KRETZER, I. F. Terapia antitumoral combinada de
derivados do paclitaxel e etoposídeo associados à
nanoemulsão lipídica rica em colesterol – LDE.
Disponível em: www.teses.usp.br.
Acesso em: 29 fev. 2012 (adaptado).

50
1
9. (Enem) Os tecidos animais descritos no quadro são formados por um conjunto de células especia-
lizadas, e a organização estrutural de cada um reflete suas respectivas funções.
Tecido Organização estrutural
Células encerradas em uma matriz extracelular rica
Ósseo
principalmente em fibras colágenas e fosfato de cálcio.
Conjuntivo denso Grande quantidade de fibras colágenas
Conjuntivo frouxo Fibras proteicas frouxamente entrelaçadas
Epitelial de revestimento Células intimamente unidas entre si, podendo
formar uma ou mais camadas celulares. 5,8
Muscular estriado esquelético Longas fibras musculares ricas em proteínas filamentosas

De acordo com a organização estrutural dos tecidos descrita, aquele que possui a capacidade de
formar barreiras contra agentes invasores e evitar a perda de líquidos corporais é o tecido
a) ósseo.
b) conjuntivo denso.
c) conjuntivo frouxo.
d) epitelial de revestimento.
e) muscular estriado esquelético.

20. (Enem) Uma das estratégias para conserva-


ção de alimentos é o salgamento, adição de a)
cloreto de sódiohistoricamente utilizado por
tropeiros, vaqueiros e sertanejos para con-
servar carnes de boi, porco e peixe.
b)
O que ocorre com as células presentes nos
alimentos preservados com essa técnica?
a) O sal adicionado diminui a concentração de
solutos em seu interior. c)
b) O sal adicionado desorganiza e destrói suas
membranas plasmáticas.
c) A adição de sal altera as propriedades de
suas membranas plasmáticas. d)
d) Os íons Na+ e Cℓ provenientes da dissociação
do sal entram livremente nelas.
e) A grande concentração de sal no meio extra- e)
celular provoca a saída de água de dentro de-
las.

21. (Enem 2017) A reação em cadeia da polime- 2


2. (Enem 2017) A retina é um tecido sensível
rase (PCR, na sigla em inglês) é uma técnica à luz, localizado na parte posterior do olho,
de biologia molecular que permite replica- onde ocorre o processo de formação de ima-
ção in vitro do DNA de forma rápida. Essa gem. Nesse tecido, encontram-se vários ti-
técnica surgiu na década de 1980 e permi- pos celulares específicos. Um desses tipos
tiu avanços científicos em todas as áreas de celulares são os cones, os quais convertem
investigação genômica. A dupla hélice é es- os diferentes comprimentos de onda da luz
tabilizada por ligações de hidrogênio, duas visível em sinais elétricos, que são transmi-
entre as bases adenina (A) e timina (T) e tidos pelo nervo óptico até o cérebro.
Disponível em: www.portaldaretina.com.br.
três entre as bases guanina (G) e citosina Acesso em: 13 jun. 2012 (adaptado).
(C). Inicialmente, para que o DNA possa ser
replicado, a dupla hélice precisa ser total- Em relação à visão, a degeneração desse tipo
mente desnaturada (desenrolada) pelo au- celular irá
a) comprometer a capacidade de visão em cores.
mento da temperatura, quando são desfeitas b) impedir a projeção dos raios luminosos na
as ligações de hidrogênio entre as diferentes retina.
bases nitrogenadas. c) provocar a formação de imagens invertidas na
Qual dos segmentos de DNA será o primeiro retina.
d) causar dificuldade de visualização de objetos
a desnaturar totalmente durante o aumento próximos.
da temperatura na reação de PCR? e) acarretar a perda da capacidade de alterar o
diâmetro da pupila.

51
2
3. (Enem 2017) Pesquisadores criaram um tipo Essa troca de segmentos é determinante na
de plaqueta artificial, feita com um polímero a) produção de indivíduos mais férteis.
gelatinoso coberto de anticorpos, que prome- b) transmissão de novas características adquiri-
te agilizar o processo de coagulação quando das.
injetada no corpo. Se houver sangramento, c) recombinação genética na formação dos ga-
esses anticorpos fazem com que a plaqueta metas.
mude sua forma e se transforme em uma es- d) ocorrência de mutações somáticas nos des-
pécie de rede que gruda nas lesões dos vasos cendentes.
sanguíneos e da pele. e) variação do número de cromossomos carac-
MOUTINHO, S. Coagulação acelerada. terístico da espécie.
Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br.
Acesso em: 19 fev. 2013 (adaptado).

Qual a doença cujos pacientes teriam melho- Gabarito


ra de seu estado de saúde com o uso desse
material? 1. D 2. C 3. B 4. B 5. A
a) Filariose.
b) Hemofilia. 6. A 7. A 8. A 9. C 10. C
c) Aterosclerose. 11. E 12. E 13. A 14. A 15. E
d) Doença de Chagas.
e) Síndrome da imunodeficiência adquirida. 16. A 17. D 18. C 19. D 20. E
21. C 22. A 23. B 24. B 25. C
2
4. (Enem) As proteínas de uma célula eucarió-
tica possuem peptídeos sinais, que são sequ-
ências de aminoácidos responsáveis pelo seu
endereçamento para as diferentes organelas,
de acordo com suas funções. Um pesquisa-
dor desenvolveu uma nanopartícula capaz
de carregar proteínas para dentro de tipos
celulares específicos. Agora ele quer saber se
uma nanopartícula carregada com uma pro-
teína bloqueadora do ciclo de Krebs in vi-
tro é capaz de exercer sua atividade em uma
célula cancerosa, podendo cortar o aporte
energético e destruir essas células.
Ao escolher essa proteína bloqueadora para
carregar as nanopartículas, o pesquisador
deve levar em conta um peptídeo sinal de
endereçamento para qual organela?
a) Núcleo.
b) Mitocôndria.
c) Peroxissomo.
d) Complexo golgiense.
e) Retículo endoplasmático.

2
5. (Enem) O Brasil possui um grande número
de espécies distintas entre animais, vegetais
e microrganismos envoltos em uma imensa
complexidade e distribuídos em uma grande
variedade de ecossistemas.
SANDES. A. R. R.; BLASI. G. Biodiversidade e diversidade
química e genética.
Disponível em: http://novastecnologias.com.br.
Acesso em: 22 set. 2015 (adaptado).

O incremento da variabilidade ocorre em


razão da permuta genética, a qual propicia
a troca de segmentos entre cromátides não
irmãs na meiose.

52
R.P.A. ENEM

Física
Competência 1 – Compreender as ciências naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas, percebendo seus papéis nos
processos de produção e no desenvolvimento econômico e social da humanidade.
H1 Reconhecer características ou propriedades de fenômenos ondulatórios ou oscilatórios, relacionando-os a seus usos em diferentes contextos.
H2 Associar a solução de problemas de comunicação, transporte, saúde ou outro, com o correspondente desenvolvimento científico e tecnológico.
H3 Confrontar interpretações científicas com interpretações baseadas no senso comum, ao longo do tempo ou em diferentes culturas.
Avaliar propostas de intervenção no ambiente, considerando a qualidade da vida humana ou medidas de conservação, recuperação ou utilização sustentável
H4
da biodiversidade.
Competência 2 – Identificar a presença e aplicar as tecnologias associadas às ciências naturais em diferentes contextos.
H5 Dimensionar circuitos ou dispositivos elétricos de uso cotidiano.
H6 Relacionar informações para compreender manuais de instalação ou utilização de aparelhos, ou sistemas tecnológicos de uso comum.
Selecionar testes de controle, parâmetros ou critérios para a comparação de materiais e produtos, tendo em vista a defesa do consumidor, a saúde do
H7
trabalhador ou a qualidade de vida.
Competência 3 – Associar intervenções que resultam em degradação ou conservação ambiental a processos produtivos e sociais e a instrumen-
tos ou ações científico-tecnológicos.
Identificar etapas em processos de obtenção, transformação, utilização ou reciclagem de recursos naturais, energéticos ou matérias-primas, considerando
H8
processos biológicos, químicos ou físicos neles envolvidos.
Compreender a importância dos ciclos biogeoquímicos ou do fluxo energia para a vida, ou da ação de agentes ou fenômenos que podem causar alterações
H9
nesses processos.
H10 Analisar perturbações ambientais, identificando fontes, transporte e(ou) destino dos poluentes ou prevendo efeitos em sistemas naturais, produtivos ou sociais.
Reconhecer benefícios, limitações e aspectos éticos da biotecnologia, considerando estruturas e processos biológicos envolvidos em produtos biotecnoló-
H11
gicos.
H12 Avaliar impactos em ambientes naturais decorrentes de atividades sociais ou econômicas, considerando interesses contraditórios.
Competência 4 – Compreender interações entre organismos e ambiente, em particular aquelas relacionadas à saúde humana, relacionando
conhecimentos científicos, aspectos culturais e características individuais.
H13 Reconhecer mecanismos de transmissão da vida, prevendo ou explicando a manifestação de características dos seres vivos.
Identificar padrões em fenômenos e processos vitais dos organismos, como manutenção do equilíbrio interno, defesa, relações com o ambiente, sexualidade,
H14
entre outros.
H15 Interpretar modelos e experimentos para explicar fenômenos ou processos biológicos em qualquer nível de organização dos sistemas biológicos.
H16 Compreender o papel da evolução na produção de padrões, processos biológicos ou na organização taxonômica dos seres vivos.
Competência 5 – Entender métodos e procedimentos próprios das ciências naturais e aplicá-los em diferentes contextos.
Relacionar informações apresentadas em diferentes formas de linguagem e representação usadas nas ciências físicas, químicas ou biológicas, como texto
H17
discursivo, gráficos, tabelas, relações matemáticas ou linguagem simbólica.
H18 Relacionar propriedades físicas, químicas ou biológicas de produtos, sistemas ou procedimentos tecnológicos às finalidades a que se destinam.
Avaliar métodos, processos ou procedimentos das ciências naturais que contribuam para diagnosticar ou solucionar problemas de ordem social, econômica
H19
ou ambiental.
Competência 6 – Apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-
-tecnológicas.
H20 Caracterizar causas ou efeitos dos movimentos de partículas, substâncias, objetos ou corpos celestes.

H21 Utilizar leis físicas e (ou) químicas para interpretar processos naturais ou tecnológicos inseridos no contexto da termodinâmica e(ou) do eletromagnetismo.

Compreender fenômenos decorrentes da interação entre a radiação e a matéria em suas manifestações em processos naturais ou tecnológicos, ou em suas
H22
implicações biológicas, sociais, econômicas ou ambientais.
Avaliar possibilidades de geração, uso ou transformação de energia em ambientes específicos, considerando implicações éticas, ambientais, sociais e/ou
H23
econômicas.
Competência 7 – Apropriar-se de conhecimentos da química para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-
-tecnológicas.
H24 Utilizar códigos e nomenclatura da química para caracterizar materiais, substâncias ou transformações químicas

Caracterizar materiais ou substâncias, identificando etapas, rendimentos ou implicações biológicas, sociais, econômicas ou ambientais de sua obtenção ou
H25
produção.
Avaliar implicações sociais, ambientais e/ou econômicas na produção ou no consumo de recursos energéticos ou minerais, identificando transformações
H26
químicas ou de energia envolvidas nesses processos.
H27 Avaliar propostas de intervenção no meio ambiente aplicando conhecimentos químicos, observando riscos ou benefícios.
Competência 8 – Apropriar-se de conhecimentos da biologia para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico
tecnológicas.
Associar características adaptativas dos organismos com seu modo de vida ou com seus limites de distribuição em diferentes ambientes, em especial em
H28
ambientes brasileiros.
Interpretar experimentos ou técnicas que utilizam seres vivos, analisando implicações para o ambiente, a saúde, a produção de alimentos, matérias primas
H29
ou produtos industriais.
Avaliar propostas de alcance individual ou coletivo, identificando aquelas que visam à preservação e a implementação da saúde individual, coletiva ou do
H30
ambiente.
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULAS 1 E 2 Tema: Cinemática

Competência: 6 Habilidade: 20

Construção da habilidade: O exercício exige que o aluno seja capaz de interpretar um problema do
cotidiano e utilizar seus conhecimentos sobre cinemática para a sua resolução.

MODELO 1

No esporte o chamado reflexo ou tempo de reação é de fundamental importância nos dias de hoje.
Para ter um bom goleiro, por exemplo, são realizados diversos treinos para reduzir o tempo de
reação do mesmo.
Utilizando materiais reaproveitados, a medida do tempo de reação pode ser feita com uma madeira
de 50 cm graduada a cada 5 cm com sobras de tinta.
Passo 1: Segurar uma madeira na sua extremidade superior e mantê-la dependurada na vertical
com o zero da madeira iniciando na extremidade inferior.
Passo 2: Uma segunda pessoa deve colocar os dedos da mão, próximos do zero da madeira, sem
tocá-la.
Passo 3: Sem avisar, a pessoa que estiver segurando a madeira deve soltá-la. A outra pessoa deve
procurar segurá-la o mais rapidamente possível e observar a posição onde conseguiu segurar a
madeira, isto é, a distância que ela percorre durante a queda.
O quadro seguinte mostra a posição em que três pessoas conseguiram segurar a régua e os respec-
tivos tempos de reação.

Distância percorrida pela


Tempo de reação (segundo)
madeira durante a queda (metro)
0,50 0,34
0,25 0,27
0,10 0,24
Por qual motivo a distância percorrida pela madeira aumenta mais rapidamente que o tempo de
reação?
a) A madeira cai com menor velocidade porque a resistência do ar aumenta.
b) A madeira cai mais rapidamente porque a energia mecânica aumenta.
c) A velocidade da madeira é constante provocando uma passagem linear de tempo.
d) O movimento acelerado é provocado pela variação da aceleração de queda da madeira.
e) O movimento acelerado é gerado pela força peso da madeira que tem valor constante.

55
Tema: Cinemática

Competência: 6 Habilidade: 20

Construção da habilidade: O exercício exige que o aluno seja capaz de interpretar um problema do
cotidiano e utilizar seus conhecimentos sobre cinemática para a sua resolução.

MODELO 2

Falar ao celular ou conferir mensagens de texto pode levar apenas alguns segundos, mas podem
custar vidas. Uma vez que, para atender ligações é necessário o uso de uma das mãos e segurar o
aparelho no ouvido, pode comprometer o campo visual.
Escrever uma mensagem de texto pode ser ainda mais perigoso, pois, além de tirar as mãos do vo-
lante o motorista precisa olhar para o aparelho para escrever e ficar atento na elaboração do texto.
LANSA Linha Amarela S.A

Um motorista que infringe a lei ao atender o celular no volante, aumenta o seu tempo de reação e
consequentemente aumenta o risco de acidentes de trânsito.
Considerando dois motoristas, o primeiro e o segundo atento. Eles aceleram seus carros inicialmente
a 1,00 m/s2. Em resposta a uma emergência, freiam com uma desaceleração igual a 4,00 m/s2.
O motorista atento aciona o freio à velocidade de 15,0 m/s, enquanto o desatento, em situação
análoga, leva 1,00 segundo a mais para iniciar a frenagem.
O motorista infrator percorre qual distância a mais do que o motorista atente até a parada total
dos carros?
a) 19,4 m
b) 15,0 m
c) 4,50 m
d) 16,0 m
e) 15,5 m

56
Tema: Cinemática

Competência: 6 Habilidade: 20

Construção da habilidade: O exercício exige que o aluno seja capaz de interpretar um problema do
cotidiano e utilizar seus conhecimentos sobre cinemática para a sua resolução.

MODELO 3

Nos Estados Unidos, um trem que circula diariamente ligando uma cidade à outra, está utilizando
uma nova tecnologia de frenagem eletrônica.
Com a tecnologia anterior, era preciso iniciar a frenagem cerca de 550 metros antes da estação.
Atualmente, essa distância caiu para 200 metros, o que proporciona redução no tempo de viagem.
Considerando uma velocidade de 108 km/h, qual o módulo da diferença entre as acelerações de
frenagem depois e antes da adoção dessa tecnologia e a diferença entre os tempos de frenagem?
a) 1,43 m/s2 e 23,3 s.
b) 2,4 m/s2 e 23,3 s.
c) 1,43 m/s2 e 25,5 s.
d) 2,4 m/s2 e 25,5 s.
e) 0,56 m/s2 e 20,5 s.

57
Tema: Energia Mecânica

Competência: 6 Habilidade: 23

Construção da habilidade: O exercício exige que o aluno seja capaz de interpretar um problema do
cotidiano e utilizar seus conhecimentos sobre energia mecânica para a sua resolução.

MODELO 4

Algumas cidades do Brasil foram se desenvolvendo em áreas montanhosas e, por isso, possuem
muitas ladeiras. Uma jovem engenheira está se deslocando em carro esportivo sem variação de
velocidade em uma via expressa com inclinação zero, ou seja, uma zona plana, da estrada de seu
município. A moça necessita adentrar em uma área residencial para chegar em casa e começa a
descer uma ladeira. Por estar no horário noturno, a motorista mantém o carro a uma baixa veloci-
dade escalar constante para evitar acidentes.
Durante a descida, o que ocorre com as energias potencial, cinética e mecânica do carro?
a) A energia cinética mantém-se constante, já que não há trabalho realizado sobre o carro.
b) A energia cinética se mantém constante, a energia potencial gravitacional diminui, logo a energia
mecânica diminui.
c) A energia potencial gravitacional mantém-se constante, já que há apenas forças conservativas agindo
sobre o carro.
d) A energia cinética aumenta, pois a energia potencial gravitacional diminui e quando uma se reduz, a
outra cresce.
e) A velocidade escalar não varia, por isso a energia mecânica se mantém constante, logo a energia ciné-
tica também é constante.

58
Tema: Energia Mecânica

Competência: 6 Habilidade: 20

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 6 do Enem, a habilidade 20 exige


do aluno a capacidade de caracterizar e identificar o processo do movimento do corpo para associar a
conservação da energia mecânica.

MODELO 5

“Como funciona uma montanha russa?


Como o carrinho não é motorizado, todo o movimento de uma montanha-russa é resultado qua-
se que exclusivo da ação da força da gravidade. Por isso, o trajeto desse emocionante brinquedo
sempre tem logo de cara uma enorme descida que dá o impulso inicial para o carrinho percorrer
o resto do caminho.”
(https://super.abril.com.br/mundo-estranho/como-funciona-uma-montanha-russa/)

Com a finalidade de construir uma nova montanha russa no Beto Carrero World, foi contratado
um engenheiro para tal tarefa. O objetivo desse engenheiro é construí-la de modo que o carrinho
chegue à metade da maior altura com uma velocidade de 30 m/s.
Qual a maior __
altura que
__
se encontrará e qual a velocidade máxima atingida pelo carrinho?
(considere √2 = 1,4 ; √3 = 1,7)
a) 45 m e 42 m/s.
b) 30 m e 50 m/s.
c) 90 m e 42 m/s.
d) 65 m e 35 m/s.
e) 90 m e 40 m/s.

59
Raio X - Análise Expositiva
1. Ao largar a madeira, esta ganha velocidade devido ao movimento acelerado gerado a partir da ação
da aceleração da gravidade, sentida por todos os corpos.
Como o corpo em questão possui a mesma massa ao longo da trajetória e a aceleração da gravidade
pode ser considerada constante, sua força peso, resultante do produto da massa pela gravidade, é
constante.
2. Para o motorista atento, temos:
Ele aciona o freio quando o veículo está com uma velocidade de 15m/s, com o
objetivo de parar o veículo (v=0) e com uma aceleração de -4m/s2.. Antes de acionar o freio, ele
estava com uma aceleração de 1 m/s2.
Vinicial = vo = 15 m/s
Vfinal = 0 m/s
Aceleração inicial = ainicial =1m/s2
Aceleração frenagem = afrenagem = –4m/s2
Podemos aplicar a equação de Torricelli, para ver a distância percorrida até o motorista ATENTO
parar o veículo:
v2 = v02 ± 2 ∙ a ∙ ∆S
Para o motorista desatento, temos:
0 = 152 − 2.4. ∆S
∆Satento = 28,12m
Para o motorista desatento precisaremos calcular 2 distâncias:
Distância em que o motorista leva para pisar no acelerador –1s
Distância de frenagem com aceleração de -5m/s2.
Vinicial = vo = 15 m/s
Vfinal = 0 m/s
Aceleração inicial = ainicial = 1m/s2
Aceleração frenagem = afrenagem = –4m/s2
Ele aciona o freio 1 s depois do motorista atento. Neste tempo de 1 s o carro do desatento andou
alguns metros. Vamos calcular pela equação de distâncias:
∆S = v0t + at2/2
∆Spisar−acelerador = 15 ∙ 1 + 1 ∙ 12/2 = 15,5 m

Precisamos calcular a velocidade que o veículo tinha no momento em que inicia a frenagem:
v = v0 + at
vdesatento = 15 + 1 ∙ 1 → vdesatento = 16 m/s

Cálculo da distância percorrida durante a frenagem


v2 = v02 ± 2 ∙ a ∙ ∆S
0 = 162 − 2 ∙ 4 ∙ ∆S
∆Satento = 32,0 m
Assim, conseguimos calcular a diferença nas distâncias:
Dtotal−desatento = 15,5 + 32 = 47,5 m
Datento = 28,12 m
Ddiferença = 47,5 − 28,12 = 19,38 m
3. 108 km/h = 30 m/s
(1) Antes:
Aceleração:
v2 = vo2 + 2 ∙ a ∙ ∆S
02 = 302 + 2 ∙ a ∙ 550
a = –0,82 m/s2
Tempo:
v = vo + a ∙ t

60
0 = 30 – 0 ∙ 82t
t = 36,6 s.
(2) Depois:
Aceleração:
v2 = vo2 + 2 ∙ a ∙ ∆S
0 = 302 + 2 ∙ a ∙ 200
a = –2,25 m/s2
Tempo:
v = vo + a ∙ t
0 = 30 - 2,25t
t = 13,3 s.
Módulo da diferença entre as acelerações: |-2,25 -(-0,82)| = 1,43 m/s2
Módulo da diferença entre os tempos: 36,6 - 13,3 = 23,3 s.
4. Energia potencial Ep = m ∙ g ∙ h: Sendo uma descida, a altura diminui, a energia potencial dimi-
nui.
Energia cinética EC = m ∙ v2/2: Sendo constante a velocidade, a energia cinética também é cons-
tante.
Energia mecânica EM = EC + EP: Se a energia potencial diminui e a energia cinética é constante, a
energia mecânica diminui.
5. A energia mecânica do sistema se conserva. Na altura máxima, o carrinho só tem energia potencial
gravitacional, e na metade da altura, terá energia potencial gravitacional mais energia cinética. Já
na altura mais baixa, ele terá apenas a cinética.
Calculando a altura máxima:
Epg1 = Epg2 + EC
m ∙ g ∙ h = m ∙ g ∙ (h/2) + (1/2) ∙ m ∙ v2
10 ∙ h = 5h + 302/2
5h = 450
H = 90 m.
Calculando a velocidade máxima:
m ∙ g ∙ h = (1/2) ∙ m ∙ v2
900 = v2/2
V2 = 1800
__
V = 30√2 = 42 m/s.

Gabarito
1. E 2. A 3. A 4. B 5. C

61
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) Durante a primeira fase do projeto de uma usina de geração de energia elétrica, os en-
genheiros da equipe de avaliação de impactos ambientais procuram saber se esse projeto está de
acordo com as normas ambientais. A nova planta estará localizada a beira de um rio, cuja tempe-
ratura média da água é de 25ºC e usará a sua água somente para refrigeração. O projeto pretende
que a usina opere com 1,0 MW de potência elétrica e, em razão de restrições técnicas, o dobro
dessa potência será dissipada por seu sistema de arrefecimento, na forma de calor. Para atender a
resolução número 430, de 13 de maio de 2011, do Conselho Nacional do Meio Ambiente, com uma
ampla margem de segurança, os engenheiros determinaram que a água só poderá ser devolvida ao
rio com um aumento de temperatura de, no máximo, 3 ºC em relação à temperatura da água do rio
captada pelo sistema de arrefecimento. Considere o calor específico da água igual a 4 kJ/(kgºC).
Para atender essa determinação, o valor mínimo do fluxo de água, em kg/s, para a refrigeração da
usina deve ser mais próximo de
a) 42.
b) 84.
c) 167.
d) 250.
e) 500.

2. (Enem) Para reciclar um motor de potência elétrica igual a 200W, um estudante construiu
um elevador e verificou que ele foi capaz de erguer uma massa de 80 kg a uma altura de
3 metros durante 1 minuto. Considere a aceleração da gravidade 10,0 m/s2.
Qual a eficiência aproximada do sistema para realizar tal tarefa?
a) 10%.
b) 20%.
c) 40%.
d) 50%.
e) 100%.

3. (Enem) A usina de Itaipu é uma das maiores hidrelétricas do mundo em geração de energia. Com
20 unidades geradoras e 14.000 MW de potência total instalada, apresenta uma queda de 118,4
m e vazão nominal de 690 m3/s por unidade geradora. O cálculo da potência teórica leva em conta
a altura da massa de água represada pela barragem, a gravidade local (10 m/s2) e a densidade da
água (1.000 kg/m3) A diferença entre a potência teórica e a instalada é a potência não aproveita-
da.
Disponível em: www.itaipu.gov.br. Acesso em: 11 mai. 2013 (adaptado).

Qual e a potência, em MW não aproveitada em cada unidade geradora de Itaipu?


a) 0.
b) 1,18.
c) 116,96.
d) 816,96.
e) 13.183,04.

4. (Enem) Os raios X utilizados para diagnósticos médicos são uma radiação ionizante. O efeito das
radiações ionizantes em um indivíduo depende basicamente da dose absorvida, do tempo de ex-
posição e da forma da exposição, conforme relacionados no quadro.

Efeitos de uma radioexposição aguda em adulto


Forma Dose absorvida Sintomatologia
Infraclínica menor que 1 J/kg Ausência de sintomas
Astenia, náuseas e vômito, de
Reações gerais leves de 1 a 2 J/kg
3h a 6h após a exposição
DL50 de 4 a 4,5 J/kg Morte de 50% dos indivíduos irradiados
Insuficiência respiratória aguda,
Pulmonar de 8 a 9 J/kg
coma e morte, de 14h a 36h.
Cerebral maior que 10 J/kg Morte em poucas horas
Disponível em: www.cnen.gov.br. Acesso em: 3 set. 2012 (adaptado).

62
Para um técnico radiologista de 90 kg que ficou exposto, por descuido, durante 5 horas a uma fon-
te de raios X, cuja potência é de 10mJ/s a forma do sintoma apresentado, considerando que toda
radiação incidente foi absorvida, é:
a) DL50.
b) cerebral.
c) pulmonar.
d) infraclínica.
e) reações gerais leves.

5. (Enem) A utilização de placas de aquecimento solar como alternativa ao uso de energia elétrica
representa um importante mecanismo de economia de recursos naturais. Um sistema de aqueci-
mento solar com capacidade de geração de energia de 1,0 MJ/s por metro quadrado de placa foi
instalado para aquecer a água de um chuveiro elétrico de potência de 2 kW, utilizado durante meia
hora por dia.
A área mínima da placa solar deve ser de:
a) 1,0 m2.
b) 1,8 m2.
c) 2,0 m2.
d) 3,6 m­2.
e) 6,0 m2.

6. (Enem) Num dia em que a temperatura ambiente é de 37°C uma pessoa, com essa mesma tempe-
ratura corporal, repousa à sombra. Para regular sua temperatura corporal e mantê-la constante, a
pessoa libera calor através da evaporação do suor. Considere que a potência necessária para manter
seu metabolismo é 120 W e que, nessas condições, 20% dessa energia é dissipada pelo suor, cujo
calor de vaporização é igual ao da água (540 cal/g). Utilize 1 cal igual a 4J.
Após duas horas nessa situação, que quantidade de água essa pessoa deve ingerir para repor a
perda pela transpiração?
a) 0,08 g.
b) 0,44 g.
c) 1,30 g.
d) 1,80 g.
e) 80,0 g.

7. (Enem) Um navio petroleiro é capaz de transportar milhares de toneladas de carga. Neste caso,
uma grande quantidade de massa consegue flutuar.
Nesta situação, o empuxo é:
a) maior que a força peso do petroleiro.
b) igual à força peso do petroleiro.
c) maior que a força peso da água deslocada.
d) igual à força peso do volume submerso do navio.
e) igual à massa da água deslocada.

8. (Enem) O trilho de ar é um dispositivo utilizado em laboratórios de física para analisar movimen-


tos em que corpos de prova (carrinhos) podem se mover com atrito desprezível. A figura ilustra um
trilho horizontal com dois carrinhos (1 e 2) em que se realiza um experimento para obter a massa
do carrinho 2. No instante em que o carrinho 1, de massa 150,0 g, passa a se mover com velocidade
escalar constante, o carrinho 2 está em repouso. No momento em que o carrinho 1 se choca com o
carrinho 2, ambos passam a se movimentar juntos com velocidade escalar constante. Os sensores
eletrônicos distribuídos ao longo do trilho determinam as posições e registram os instantes asso-
ciados à passagem de cada carrinho, gerando os dados do quadro.

63
Carrinho 1 Carrinho 2
Posição Instante Posição Sintomatologia Instante
15,0 0,0 45,0 0,0
30,0 1,0 45,0 1,0
75,0 8,0 75,0 8,0
90,0 11,0 90,0 11,0

Com base nos dados experimentais, o valor da massa do carrinho 2 é igual a:


a) 50,0 g.
b) 250,0 g.
c) 300,0 g.
d) 450,0 g.
e) 600,0 g.

9. (Enem) A figura mostra uma balança de braços iguais, em equilíbrio, na Terra, onde foi colocada
uma massa m, e a indicação de uma balança de força na Lua, onde a aceleração da gravidade é igual
a 1,6 m/s2 sobre a qual foi colocada uma massa M.

A razão das massas M/m é:


a) 4,0.
b) 2,5.
c) 0,4.
d) 1,0.
e) 0,25.

1
0. (Enem) Dois veículos que trafegam com velocidade constante em uma estrada, na mesma direção e
sentido, devem manter entre si uma distância mínima. Isso porque o movimento de um veículo, até
que ele pare totalmente, ocorre em duas etapas, a partir do momento em que o motorista detecta um
problema que exige uma freada brusca. A primeira etapa é associada à distância que o veículo per-
corre entre o intervalo de tempo da detecção do problema e o acionamento dos freios. Já a segunda
se relaciona com a distância que o automóvel percorre enquanto os freios agem com desaceleração
constante.
Considerando a situação descrita, qual esboço gráfico representa a velocidade do automóvel em rela-
ção à distância percorrida até parar totalmente?
a) b) c)

d) e)

64
1
1. (Enem) A invenção e o acoplamento entre 1
3. (Enem) No dia 27 de junho de 2011, o aste-
engrenagens revolucionaram a ciência na roide 2011 MD, com cerca de 10 m de diâme-
época e propiciaram a invenção de várias tro, passou a 12 mil quilômetros do planeta
tecnologias, como os relógios. Ao construir Terra, uma distância menor do que a órbita
um pequeno cronômetro, um relojoeiro usa o de um satélite. A trajetória do asteroide é
sistema de engrenagens mostrado. De acordo apresentada na figura:
com a figura, um motor é ligado ao eixo e
movimenta as engrenagens fazendo o pon-
teiro girar. A frequência do motor é de 18
rpm e o número de dentes das engrenagens
está apresentado no quadro.

Engrenagem Dentes
A 24
B 72
C 36 A explicação física para a trajetória descrita
D 108 é o fato de o asteroide
a) deslocar-se em um local onde a resistência
do ar é nula.
b) deslocar-se em um ambiente onde não há
interação gravitacional.
c) sofrer a ação de uma força resultante no
mesmo sentido de sua velocidade.
d) sofrer a ação de uma força gravitacional re-
sultante no sentido contrário ao de sua ve-
locidade.
e) estar sob a ação de uma força resultante cuja
direção é diferente da direção de sua veloci-
dade.
A frequência de giro do ponteiro, em rpm é:
a) 1. 1
4. (Enem) Uma invenção que significou um
b) 2. grande avanço tecnológico na Antiguidade,
c) 4. a polia composta ou a associação de polias,
d) 81. é atribuída a Arquimedes (287 a.C. a 212
e) 162. a.C.). O aparato consiste em associar uma
série de polias móveis a uma polia fixa. A
1
2. (Enem) Para um salto no Grand Canyon usan- figura exemplifica um arranjo possível para
do motos, dois paraquedistas vão utilizar esse aparato. É relatado que Arquimedes te-
uma moto cada, sendo que uma delas possui ria demonstrado para o rei Hierão um ou-
massa três vezes maior. Foram construídas tro arranjo desse aparato, movendo sozinho,
duas pistas idênticas até a beira do preci- sobre a areia da praia, um navio repleto de
pício, de forma que no momento do salto as passageiros e cargas, algo que seria impos-
motos deixem a pista horizontalmente e ao sível sem a participação de muitos homens.
mesmo tempo. No instante em que saltam, Suponha que a massa do navio era de 3.000
os paraquedistas abandonam suas motos e kg que o coeficiente de atrito estático entre
elas caem praticamente sem resistência do o navio e a areia era de 0,8 e que Arquime-
ar. des tenha puxado o navio com uma força F

As motos atingem o solo simultaneamente paralela à direção do movimento e de módu-


porque: lo igual a 400 N.
a) possuem a mesma inércia. Considere os fios e as polias ideais, a acelera-
b) estão sujeitas à mesma força resultante. ção da gravidade igual a 10 m/s2 e que a su-
c) têm a mesma quantidade de movimento ini- perfície da praia é perfeitamente horizontal.
cial.
d) adquirem a mesma aceleração durante a que-
da.
e) são lançadas com a mesma velocidade hori-
zontal.

65
O número mínimo de polias móveis usadas, nessa situação, por Arquimedes foi:
a) 3.
b) 6.
c) 7.
d) 8.
e) 10.

1
5. (Enem 2017) No Brasil, a quantidade de mortes decorrentes de acidentes por excesso de veloci-
dade já é tratada como uma epidemia. Uma forma de profilaxia é a instalação de aparelhos que
medem a velocidade dos automóveis e registram, por meio de fotografias, os veículos que trafegam
acima do limite de velocidade permitido. O princípio de funcionamento desses aparelhos consiste
na instalação de dois sensores no solo, de forma a registrar os instantes em que o veículo passa e,
em caso de excesso de velocidade, fotografar o veículo quando ele passar sobre uma marca no solo,
após o segundo sensor.
Considere que o dispositivo representado na figura esteja instalado em uma via com velocidade
máxima permitida de 60 km/h.

No caso de um automóvel que trafega na velocidade máxima permitida, o tempo, em milissegun-


dos, medido pelo dispositivo, é
a) 8,3.
b) 12,5.
c) 30,0.
d) 45,0.
e) 75,0.

1
6. (Enem 2017) Em dias de chuva ocorrem muitos acidentes no trânsito, e uma das causas é a aqua-
planagem, ou seja, a perda de contato do veículo com o solo pela existência de uma camada de água
entre o pneu e o solo, deixando o veículo incontrolável.
Nesta situação, a perda do controle do carro está relacionada com redução de qual força?
a) Atrito.
b) Tração.
c) Normal.
d) Centrípeta.
e) Gravitacional.

1
7. (Enem PPL) Observações astronômicas indicam que no centro de nossa galáxia, a Via Láctea, pro-
vavelmente exista um buraco negro cuja massa é igual a milhares de vezes a massa do Sol. Uma
técnica simples para estimar a massa desse buraco negro consiste em observar algum objeto que
orbite ao seu redor e medir o período de uma rotação completa,bem como o raio médio,da órbita
do objeto, que supostamente se desloca, com boa aproximação, em movimento circular uniforme.
Nessa situação, considere que a força resultante, devido ao movimento circular, é igual, em mag-
nitude, à força gravitacional que o buraco negro exerce sobre o objeto.

66
A partir do conhecimento do período de rotação, da distância média e da constante gravitacional,a
massa do buraco negro é
​ 4π R
2 2
a) _____  ​ 

GT2

​  π R 2 
2 3
b) ____  ​ 
2GT
​ 2π R2 ​ 
2 3
c) _____  
GT
​ 4π R2 ​ 
2 3
d) _____  
GT
​ π R2 ​ 
2 5
e) ____
GT

1
8. (Enem PPL) Na Antiguidade, algumas pessoas acreditavam que, no lançamento obliquo de um ob-
jeto, a resultante das forças que atuavam sobre ele tinha o mesmo sentido da velocidade em todos
os instantes do movimento. Isso não está de acordo com as interpretações científicas atualmente
utilizadas para explicar esse fenômeno.
Desprezando a resistência do ar, qual é a direção e o sentido do vetor força resultante que atua
sobre o objeto no ponto mais alto da trajetória?
a) Indefinido, pois ele é nulo, assim como a velocidade vertical nesse ponto.
b) Vertical para baixo, pois somente o peso está presente durante o movimento.
c) Horizontal no sentido do movimento, pois devido à inércia o objeto mantém seu movimento.
d) Inclinado na direção do lançamento, pois a força inicial que atua sobre o objeto é constante.
e) Inclinado para baixo e no sentido do movimento, pois aponta para o ponto onde o objeto cairá.

1
9. (Enem 2017) Bolas de borracha, ao caírem no chão, quicam várias vezes antes que parte da sua
energia mecânica seja dissipada. Ao projetar uma bola de futsal, essa dissipação deve ser observada
para que a variação na altura máxima atingida após um número de quiques seja adequada às prá-
ticas do jogo. Nessa modalidade é importante que ocorra grande variação para um ou dois quiques.
Uma bola de massa igual a 0,40 kg é solta verticalmente de uma altura inicial de 1,0 m e perde, a
cada choque com o solo, 80% de sua energia mecânica. Considere desprezível a resistência do ar e
adote g = 10m/s2.
O valor da energia mecânica final, em joule, após a bola quicar duas vezes no solo, será igual a
a) 0,16
b) 0,80
c) 1,60
d) 2,56
e) 3,20

2
0. (Enem PPL) Retirar a roda de um carro é uma tarefa facilitada por algumas características da
ferramenta utilizada, habitualmente denominada chave de roda. As figuras representam alguns
modelos de chaves de roda:

Em condições usuais, qual desses modelos permite a retirada da roda com mais facilidade?
a) 1, em função de o momento da força ser menor.
b) 1, em função da ação de um binário de forças.
c) 2, em função de o braço da força aplicada ser maior.
d) 3, em função de o braço da força aplicada poder variar.
e) 3, em função de o momento da força produzida ser maior.

67
2
1. (Enem PPL) Antes das lombadas eletrônicas, 2
3. (Enem PPL) Conta-se que um curioso inci-
eram pintadas faixas nas ruas para controle dente aconteceu durante a Primeira Guerra
da velocidade dos automóveis. A velocidade Mundial. Quando voava a uma altitude de
era estimada com o uso de binóculos e cro- dois mil metros, um piloto francês viu o que
nômetros. O policial utilizava a relação entre acreditava ser uma mosca parada perto de
a distância percorrida e o tempo gasto, para sua face. Apanhando-a rapidamente, ficou
determinar a velocidade de um veículo. Cro- surpreso ao verificar que se tratava de um
nometrava-se o tempo que um veículo levava projétil alemão.
para percorrer a distância entre duas faixas PERELMAN, J. Aprenda física brincando.
São Paulo: Hemus, 1970.
fixas, cuja distância era conhecida. A lom-
bada eletrônica é um sistema muito preciso, O piloto consegue apanhar o projétil, pois
porque a tecnologia elimina erros do ope- a) ele foi disparado em direção ao avião fran-
rador. A distância entre os sensores é de 2 cês, freado pelo ar e parou justamente na
metros, e o tempo é medido por um circuito frente do piloto.
eletrônico. b) o avião se movia no mesmo sentido que o
O tempo mínimo, em segundos, que o moto- dele, com velocidade visivelmente superior.
rista deve gastar para passar pela lombada c) ele foi disparado para cima com velocidade
eletrônica, cujo limite é de 40 km/h, sem constante, no instante em que o avião fran-
receber uma multa, é de cês passou.
a) 0,05. d) o avião se movia no sentido oposto ao dele,
b) 11,1. com velocidade de mesmo valor.
c) 0,18. e) o avião se movia no mesmo sentido que o
d) 22,2. dele, com velocidade de mesmo valor.
e) 0,50.

2
2. (Enem PPL) Durante uma faxina, a mãe pe-
diu que o filho a ajudasse, deslocando um
Gabarito
móvel para mudá-lo de lugar. Para escapar
da tarefa, o filho disse ter aprendido na es- 1. C 2. B 3. C 4. E 5. D
cola que não poderia puxar o móvel, pois a
6. E 7. B 8. C 9. B 10. D
Terceira Lei de Newton define que se puxar o
móvel, o móvel o puxará igualmente de vol- 11. B 12. D 13. E 14. B 15. C
ta, e assim não conseguirá exercer uma força
que possa colocá-lo em movimento. 16. A 17. D 18. B 19. A 20. B
Qual argumento a mãe utilizará para apontar 21. C 22. E 23. E
o erro de interpretação do garoto?
a) A força de ação é aquela exercida pelo garoto.
b) A força resultante sobre o móvel é sempre
nula.
c) As forças que o chão exerce sobre o garoto se
anulam.
d) A força de ação é um pouco maior que a força
de reação.
e) O par de forças de ação e reação não atua em
um mesmo corpo.

68
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULAS 3 E 4 Tema: Termodinâmica

Competência: 5 Habilidade: 18

Construção da habilidade: Entender métodos e procedimentos próprios das ciências naturais e


aplicá-los em diferentes contextos.

MODELO 1

É comum que as pessoas na hora de limpar a cozinha de suas casas limpem a geladeira também, e
não muito antigamente, as geladeiras por não terem o sistema frost free, demoravam muito para
descongelar completamente e faziam uma bagunça pois deixavam todo o chão molhado. A fim de
otimizar a limpeza da cozinha, muitas pessoas passaram a usar um ventilador na hora de descon-
gelar o congelador da geladeira, e a explicação física para essa ação era que:
https://brasilescola.uol.com.br/fisica/propagacao-calor.htm

a) o ventilador ser capaz de roubar calor do congelador.


b) o congelador, durante o procedimento, está numa temperatura constante.
c) na verdade o ventilador não está ajudando a descongelar a geladeira, pois ele está jogando o ar gelado
que saiu do congelador para dentro deste novamente.
d) independente da quantidade ar quente que o ventilador jogue dentro do congelador, o motor da gela-
deira realizaria um trabalho maior para manter o congelador gelado.
e) O ar é um fluido, e o ventilador acelera as trocas de calor por convecção.

69
Tema: Ondulatória

Competência: 5 Habilidade: 18

Construção da habilidade: Entender métodos e procedimentos próprios das ciências naturais e


aplicá-los em diferentes contextos.

MODELO 2

A ideia de se criar um aparelho capaz de identificar sons e transformá-los em imagens surgiu com
os antigos gregos, que por observarem animais com características ultrassônicas, ou seja, animais
capazes de emitir esse tipo de som (como os morcegos, por exemplo), iniciaram o estudo sobre
o tema. Na medicina atual é muito comum o uso do ultrassom para captar imagens do bebê em
gestação. Baseado nessas informações, o funcionamento do aparelho de ultrassom se dá por conta:
https://www.trocandofraldas.com.br/ultrassom-na-gravidez-quando-fazer-e-importancia-dele-cada-fase/
https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/fisica/ultrassons-suas-aplicacoes.htm
http://meteoropole.com.br/2015/01/a-cientista-gravida-como-funciona-o-ultrassom-episodio-7/

a) do fato do bebê, mesmo estando imerso num líquido dentro da barriga da mãe, poder ouvir a onda
sonora emitida, em seguida emitir um som em resposta, e o aparelho captar esse som e transformar
em imagem.
b) do aparelho só poder se usado depois de alguns meses de gestação, já que bebê ainda na fase fetal não
possuir ossos suficientes para esse exame.
c) da emissão de pulsos sonoros que atravessam o corpo da mãe e do bebê até que partes dessas ondas
são refletidas ao encontrar obstáculos, e retornam ao aparelho de ultrassom onde o computador inter-
preta as informações.
d) da emissão de pulsos eletromagnético que atravessam o corpo da mãe e do bebê até que partes dessas
ondas são refletidas ao encontrar obstáculos, e retornam ao aparelho de ultrassom onde o computador
interpreta as informações.
e) pois o aparelho de ultrassom ao lançar um pulso sonoro faz com que o bebê ressoe na mesma frequ-
ência que o pulso gerando a imagem no computador.

70
Tema: Ondulatória e Termodinâmica

Competência: 1 Habilidade: 1

Construção da habilidade: O exercício requer que o aluno seja capaz de reconhecer características
ou propriedades de fenômenos ondulatórios ou oscilatórios, relacionando-os a seus usos em diferentes
contextos.

MODELO 3

No dia 7 de novembro de 1940 em Washington (EUA), mais precisamente no estreito de Takoma e


as 11: 10 horário local, entrou em colapso a ponte pênsil de aproximadamente 1600 m após oscilar
por aproximadamente 10 horas. Acontece que na madrugada do dia em que ocorreu o colapso, os
ventos atingiram a velocidade de 64 km/h, fazendo com que a ponte oscilasse muito juntamente
com os cabos de sustentação alcançando o valor de uma das frequências naturais da ponte. A frequ-
ência de oscilação da ponte chegou a 36 ciclos por minuto com uma amplitude de 90 cm, aliado a
isso a falta de rigidez transversal e torcional da ponte fez com que a mesma desabasse sobre o rio.
Disponível em: <www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/conteudo/ressonancia/41429.htm>. Acesso em: 26 out. 2018.

Sobre o fenômeno descrito acima, é correto afirmar:


a) O colapso acontece devido ao efeito Doppler.
b) É devido à interferência das ondas que a frequência da fonte oscilante pode atingir a frequência na-
tural do corpo, e este entrar em colapso.
c) É devido à superposição de ondas que a frequência da fonte oscilante pode atingir a frequência natural
do corpo, e este entrar em colapso.
d) Quando a fonte oscilante tem frequência igual à frequência natural do corpo, este entra em ressonân-
cia.
e) Não há relação alguma entre as frequências da fonte oscilante e a frequência natural do corpo, que
possa ocasionar o colapso.

71
Tema: Ondulatória e Termodinâmica

Competência: 1 Habilidade: 1

Construção da habilidade: O exercício requer que o aluno seja capaz de reconhecer características
ou propriedades de fenômenos ondulatórios ou oscilatórios, relacionando-os a seus usos em diferentes
contextos.

MODELO 4

Segundo o pesquisador, evidências da literatura científica sustentam a hipótese de que o grau de


percepção musical da criança – isto é, a capacidade de perceber determinadas propriedades da
música, como timbre, intensidade, melodia e ritmo – está correlacionado com sua habilidade para
aprender a linguagem verbal, tanto oral como escrita.
A percepção musical, acrescentou o pesquisador, está diretamente ligada à consciência fonológica,
que é a capacidade de segmentar o som das palavras nas suas menores partes – como nos exercí-
cios que professores costumam fazer com crianças durante a alfabetização, nos quais se pede para
manipular o som em sílabas (B + A = BA; C + A = CA; etc.).
<http://agencia.fapesp.br/percepcao-musical-em-criancas-pode-predizer-dificuldades-
de-aprendizagem/24882/ > acessado em 26 de Out 2018.

No contexto apresentado, a propriedade física das ondas que permite essa distinção entre as notas
éa
a) frequência.
b) intensidade.
c) forma de onda.
d) amplitude de onda.
e) velocidade de propagação.

72
Tema: Ondulatória e Termodinâmica

Competência: 6 Habilidade: 21

Construção da habilidade: O exercício requer que o aluno seja capaz de utilizar leis físicas para
interpretar processos naturais ou tecnológicos inseridos no contexto da termodinâmica.

MODELO 5

A população da Terra consome a cada ano, segundo Barber, 14 terawatts de energia, sendo que a
maior parte é proveniente de combustíveis fósseis como petróleo (4,5 terawatts), gás (2,7 tera-
watts) e carvão (2,9 terawatts).
“Como sabemos, isso é insustentável. Estamos queimando combustíveis fósseis desde a Revolução
Industrial e chegamos a emitir carbono em uma concentração de 360 partes por milhão (ppm). À
medida que a população global aumenta de modo exponencial, essa emissão piora. Sabemos que se
chegarmos a 550 ppm, haverá mudanças dramáticas no clima do planeta”, afirmou.
Reduzir a emissão de combustíveis fósseis é meta mundial. Há também a preocupação em aumen-
tar a eficiência na queima de combustível dos motores a combustão e reduzir suas emissões de
poluentes para evitar mudanças drásticas no clima do planeta devido a intervenção do Homem.
Disponível em: <https://bv.fapesp.br/namidia/noticia/40539/melhor-solucao-producao-
energia-desenvolvida/> (adaptado). Acesso em: 26 out. 2018.

No entanto, a busca da eficiência referenciada no texto apresenta como fator limitante


a) o tipo de combustível, fóssil, que utilizam. Sendo um insumo não renovável, em algum momento es-
tará esgotado.
b) um dos princípios da termodinâmica, segundo o qual o rendimento de uma máquina térmica nunca
atinge o ideal.
c) o funcionamento cíclico de todos os motores. A repetição contínua dos movimentos exige que parte
da energia seja transferida ao próximo ciclo.
d) as forças de atrito inevitável entre as peças. Tais forças provocam desgastes contínuos que com o tem-
po levam qualquer material à fadiga e ruptura.
e) a temperatura em que eles trabalham. Para atingir o plasma, é necessária uma temperatura maior que
a de fusão do aço com que se fazem os motores.

73
Raio X - Análise Expositiva
1.
a) Incorreta. De acordo com o princípio de trocas de calor e o enunciado da questão, o congelador
está numa temperatura menor que o ventilador, logo não existe a possibilidade do ventilador
roubar calor do congelador.
b) Incorreta Como está havendo trocas de calor, a variação de temperatura é fundamental.
c) Incorreta. Por ser um fluido, haverá maiores trocas de ar quente e ar frio com a ajuda do ven-
tilador, favorecendo o rápido descongelamento.
d) Incorreta. Não seria possível, pois para descongelar a geladeira esta precisaria estar desligada.
e) Correta
2.
a) Incorreta. Nenhum humano é capaz de ouvir sons nessa frequência.
b) Incorreta. O aparelho pode ser usado em qualquer etapa da gestação.
c) Correta
d) Incorreta. Pois o som é uma onda mecânica e não eletromagnética.
e) Incorreta. O bebê não irá ressoar nesse exame ele só poderá refletir as ondas sonoras
3. A Ressonância é o fenômeno que acontece quando um sistema físico recebe energia por meio de
excitações de frequência igual a uma de suas frequências naturais de vibração. Assim, o sistema
físico passa a vibrar com amplitudes cada vez maiores.
Nesse fenômeno sistemas oscilantes passam a ter amplitude máxima para determinadas frequên-
cias, denominadas frequências ressonantes, onde até forças oscilantes pequenas podem produzir
grandes amplitudes devido ao grande acúmulo de energia nesse estado.
Um exemplo desse fenômeno ocorre quando uma criança em um balanço descobre o momento
exato de dobrar as pernas para aumentar a amplitude do seu movimento, ou seja o seu corpo pas-
sa a oscilar com a mesma frequência que as cordas do balanço, resultando na ressonância. Outro
exemplo é o caso descrito na questão acima.
4. A qualidade fisiológica do som – que permite a distinção entre duas notas musicais emitidas por
um mesmo instrumento – é a altura, que está relacionada à frequência das ondas sonoras. Sons
mais altos ou agudos são aqueles cujas ondas sonoras apresentam maior frequência, ao passo que
sons mais baixos ou graves são aqueles cujas ondas sonoras apresentam menor frequência. Um
exemplo desse fenômeno ocorre quando uma criança em um balanço descobre o momento exato de
dobrar as pernas para aumentar a amplitude do seu movimento, ou seja, o seu corpo passa a oscilar
com a mesma frequência que as cordas do balanço, resultando na ressonância. Outro exemplo é o
caso descrito na questão acima.
5. De acordo com a 2° lei da termodinâmica: O rendimento de uma máquina térmica nunca pode
alcançar os 100% por definição. Logo, isso impede a transformação total do calor em trabalho
realizado pela máquina, tendo sempre uma perda de energia.

Gabarito
1. E 2. C 3. D 4. A 5. B

74
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) Nos dias frios, é comum ouvir ex- 3. (Enem) Algumas crianças, ao brincarem de
pressões como: “Esta roupa é quentinha” ou esconde-esconde, tapam os olhos com as
então “Feche a janela para o frio não entrar”. mãos, acreditando que, ao adotarem tal pro-
As expressões do senso comum utilizadas es- cedimento, não poderão ser vistas.
tão em desacordo com o conceito de calor da Essa percepção da criança contraria o conhe-
termodinâmica. A roupa não é “quentinha”, cimento científico porque, para serem vistos,
muito menos o frio “entra” pela janela. os objetos:
A utilização das expressões “roupa é quenti- a) refletem partículas de luz (fótons), que
nha” e “para o frio não entrar” é inadequa- atingem os olhos.
da, pois o(a): b) geram partículas de luz (fótons), converti-
a) roupa absorve a temperatura do corpo da das pela fonte externa.
pessoa, e o frio não entra pela janela, o calor c) são atingidos por partículas de luz (fótons),
é que sai por ela. emitidas pelos olhos.
b) roupa não fornece calor por ser um isolante d) refletem partículas de luz (fótons), que se
térmico, e o frio não entra pela janela, pois chocam com os fótons emitidos pelos olhos.
é a temperatura da sala que sai por ela. e) são atingidos pelas partículas de luz (fó-
c) roupa não é uma fonte de temperatura, e o tons), emitidas pela fonte externa e pelos
frio não pode entrar pela janela, pois o calor olhos.
está contido na sala, logo o calor é que sai
por ela. 4. (Enem PPL) Em mídias ópticas como CDs,
d) calor não está contido num corpo, sendo DVDs e blue-rays, a informação é represen-
uma forma de energia em trânsito de um tada na forma de bits (zeros e uns) e é fi-
corpo de maior temperatura para outro de
sicamente gravada e lida por feixes de luz
menor temperatura.
e) calor está contido no corpo da pessoa, e não laser. Para gravar um valor “zero”, o laser
na roupa, sendo uma forma de temperatura brilha intensamente, de modo a “queimar”
em trânsito de um corpo mais quente para (tornar opaca) uma pequena área do disco,
um corpo mais frio. de tamanho comparável a seu comprimen-
to de onda. Ao longo dos anos, as empresas
de tecnologia vêm conseguindo aumentar a
2. (Enem) Num experimento, um professor capacidade de armazenamento de dados em
deixa duas bandejas de mesma massa, uma cada disco; em outras palavras, a área usada
de plástico e outra de alumínio, sobre a mesa
para se representar um bit vem se tornando
do laboratório. Após algumas horas, ele pede
cada vez mais reduzida.
aos alunos que avaliem a temperatura das
Qual alteração da onda eletromagnética que
duas bandejas, usando para isso o tato. Seus
constitui o Iaser permite o avanço tecnológi-
alunos afirmam, categoricamente, que a
co citado no texto?
bandeja de alumínio encontra-se numa tem-
a) A diminuição de sua energia.
peratura mais baixa. Intrigado, ele propõe
b) O aumento de sua frequência.
uma segunda atividade, em que coloca um
c) A diminuição de sua amplitude.
cubo de gelo sobre cada uma das bandejas, d) O aumento de sua intensidade.
que estão em equilíbrio térmico com o am-
e) A diminuição de sua velocidade.
biente, e os questiona em qual delas a taxa
de derretimento do gelo será maior.
5. (Enem PPL) Em 26 de dezembro de 2004,
O aluno que responder corretamente ao
um tsunami devastador, originado a par-
questionamento do professor dirá que o der-
tir de um terremoto na costa da Indonésia,
retimento ocorrerá:
atingiu diversos países da Ásia, matando
a) mais rapidamente na bandeja de alumínio,
pois ela tem uma maior condutividade térmi- quase 300 mil pessoas. O grau de devastação
ca que a de plástico. deveu-se, em boa parte, ao fato de as ondas
b) mais rapidamente na bandeja de plástico, de um tsunami serem extremamente longas,
pois ela tem inicialmente uma temperatura com comprimento de onda de cerca de 200
mais alta que a de alumínio. km. Isto é muito maior que a espessura da
c) mais rapidamente na bandeja de plástico, lâmina de líquido, d, típica do Oceano Índi-
pois ela tem uma maior capacidade térmica co, que é de cerca de 4 km. Nessas condições,
que a de alumínio. com boa aproximação, a sua velocidade de
d) mais rapidamente na bandeja de alumínio, propagação toma-se dependente de d obe-
pois ela tem um calor específico menor que a decendo à relação v = d​ XXX
gd ​ 
. Nessa expressão,
de plástico. g é a aceleração da gravidade, que pode ser
e) com a mesma rapidez nas duas bandejas, pois tomada como 10m/s2.
apresentarão a mesma variação de tempera- SILVEIRA, F. L; VARRIALE, M. C. Propagação das
tura. ondas marítimas e dos tsunamis. Caderno Brasileiro
de Ensino de Física, n. 2, 2005 (adaptado).

75
Sabendo-se que o tsunami consiste em uma 8. (Enem) Nas rodovias, é comum motoristas
série de ondas sucessivas, qual é o valor terem a visão ofuscada ao receberem a luz
mais próximo do intervalo de tempo entre refletida na água empoçada no asfalto. Sabe-
duas ondas consecutivas? -se que essa luz adquire polarização horizon-
a) 1 min. tal. Para solucionar esse problema, há a pos-
b) 3,6 min. sibilidade de o motorista utilizar óculos de
c) 17 min. lentes constituídas por filtros polarizadores.
d) 60 min. As linhas nas lentes dos óculos representam
e) 216 min. o eixo de polarização dessas lentes.
Quais são as lentes que solucionam o proble-
6. (Enem) As notas musicais podem ser agru- ma descrito?
padas de modo a formar um conjunto. Esse
conjunto pode formar uma escala musical.
a)
Dentre as diversas escalas existentes, a mais
difundida é a escala diatônica, que utiliza as
notas denominadas dó, ré, mi, fá, sol, lá e
si. Essas notas estão organizadas em ordem
crescente de alturas, sendo a nota dó a mais
baixa e a nota si a mais alta. b)
Considerando uma mesma oitava, a nota si é
a que tem menor
a) amplitude.
b) frequência.
c) velocidade.
d) intensidade. c)
e) comprimento de onda.

7. (Enem) O morcego emite pulsos de curta du-


ração de ondas ultrassônicas, os quais voltam
na forma de ecos após atingirem objetos no d)
ambiente, trazendo informações a respeito
das suas dimensões, suas localizações e dos
seus possíveis movimentos. Isso se dá em ra-
zão da sensibilidade do morcego em detectar
o tempo gasto para os ecos voltarem, bem e)
como das pequenas variações nas frequências
e nas intensidades dos pulsos ultrassônicos.
Essas características lhe permitem caçar pe-
quenas presas mesmo quando estão em movi-
mento em relação a si. Considere uma situa- 9. (Enem 2016) Um experimento para com-
ção unidimensional em que uma mariposa se provar a natureza ondulatória da radiação
afasta, em movimento retilíneo e uniforme, de micro-ondas foi realizado da seguinte
de um morcego em repouso. forma: anotou-se a frequência de operação
A distância e velocidade da mariposa, na situ- de um forno de micro-ondas e, em seguida,
ação descrita, seriam detectadas pelo sistema retirou-se sua plataforma giratória. No seu
de um morcego por quais alterações nas ca- lugar, colocou-se uma travessa refratária
racterísticas dos pulsos ultrassônicos? com uma camada grossa de manteiga. De-
a) Intensidade diminuída, o tempo de retorno pois disso, o forno foi ligado por alguns se-
aumentado e a frequência percebida diminu- gundos. Ao se retirar a travessa refratária do
ída. forno, observou-se que havia três pontos de
b) Intensidade aumentada, o tempo de retorno manteiga derretida alinhados sobre toda a
diminuído e a frequência percebida diminuída. travessa. Parte da onda estacionária gerada
c) Intensidade diminuída, o tempo de retorno di- no interior do forno é ilustrada na figura.
minuído e a frequência percebida aumentada.
d) Intensidade diminuída, o tempo de retorno
aumentado e a frequência percebida aumenta-
da.
e) Intensidade aumentada, o tempo de retorno
aumentado e a frequência percebida aumenta-
da.

76
De acordo com a figura, que posições corres- Qual esboço gráfico representa a frequência
pondem a dois pontos consecutivos da man- f0(t), detectada pelo observador?
teiga derretida?
a) I e III.
b) I e V. a)
c) II e III.
d) II e IV.
e) II e V.

1
0. (Enem PPL) A telefonia móvel no Brasil ope-
ra com celulares cuja potência média de ra- b)
diação é cerca de 0,6 W. Por recomendação do
ANSI/IEEE, foram estipulados limites para
exposição humana à radiação emitida por
esses aparelhos. Para o atendimento dessa
recomendação, valem os conselhos: segurar c)
o aparelho a uma pequena distância do ou-
vido, usar fones de ouvido para as chamadas
de voz e utilizar o aparelho no modo viva voz
ou com dispositivos bluetooth. Essas medi-
das baseiam-se no fato de que a intensidade
da radiação emitida decai rapidamente con- d)
forme a distância aumenta, por isso, afastar
o aparelho reduz riscos.
COSTA, E. A. F. Efeitos na saúde humana da exposição
aos campos de radiofrequência. Disponível em: www.
ced.ufsc.br. Acesso em: 16 nov. 2011 (adaptado).
e)
Para reduzir a exposição à radiação do celu-
lar de forma mais eficiente, o usuário deve
utilizar:
a) fones de ouvido, com o aparelho na mão. 1
2. (Enem) A Figura 1 apresenta o gráfico da
b) fones de ouvido, com o aparelho no bolso da intensidade, em decibels (dB) da onda so-
calça. nora emitida por um alto-falante, que está
c) fones bluetooth, com o aparelho no bolso da em repouso, e medida por um microfone em
camisa. função da frequência da onda para diferen-
d) o aparelho mantido a 1,5 cm do ouvido, se-
tes distâncias: 3 mm, 25 mm, 51 mm e 60
gurado pela mão.
mm. A Figura 2 apresenta um diagrama com
e) o sistema viva voz, com o aparelho apoiado
a indicação das diversas faixas do espectro
numa mesa de trabalho.
de frequência sonora para o modelo de alto-
1
1. (Enem) Uma ambulância A em movimento -falante utilizado neste experimento.
retilíneo e uniforme aproxima-se de um ob-
servador O, em repouso. A sirene emite um
som de frequência constante fA. O desenho
ilustra as frentes de onda do som emitido
pela ambulância.
O observador possui um detector que conse-
gue registrar, no esboço de um gráfico, a fre-
quência da onda sonora detectada em função
do tempo f0(t), antes e depois da passagem
da ambulância por ele

77
Relacionando as informações presentes nas 1
5. (Enem) Para a instalação de um aparelho
figuras 1 e 2, como a intensidade sonora per- de ar-condicionado, é sugerido que ele seja
cebida é afetada pelo aumento da distância colocado na parte superior da parede do cô-
do microfone ao alto-falante? modo, pois a maioria dos fluidos (líquidos e
a) Aumenta na faixa das frequências médias. gases), quando aquecidos, sofrem expansão,
b) Diminui na faixa das frequências agudas. tendo sua densidade diminuída e sofrendo
c) Diminui na faixa das frequências graves. um deslocamento ascendente. Por sua vez,
d) Aumenta na faixa das frequências médias quando são resfriados, tornam-se mais den-
altas. sos e sofrem um deslocamento descendente.
e) Aumenta na faixa das frequências médias
A sugestão apresentada no texto minimiza o
baixas.
consumo de energia, porque
a) diminui a umidade do ar dentro do cômodo.
1
3. (Enem) O motor de combustão interna, uti- b) aumenta a taxa de condução térmica para
lizado no transporte de pessoas e cargas, é fora do cômodo.
uma máquina térmica cujo ciclo consiste em c) torna mais fácil o escoamento da água para
quatro etapas: admissão, compressão, explo- fora do cômodo.
são/expansão e escape. Essas etapas estão d) facilita a circulação das correntes de ar frio
representadas no diagrama da pressão em e quente dentro do cômodo.
função do volume. Nos motores a gasolina, a e) diminui a taxa de emissão de calor por parte
mistura ar/combustível entra em combustão do aparelho para dentro do cômodo.
por uma centelha elétrica.
1
6. (Enem PPL 2017) Rudolph Diesel patenteou
um motor a combustão interna de elevada
eficiência, cujo ciclo está esquematizado no
diagrama pressãovolume. O ciclo Diesel é
composto por quatro etapas, duas das quais
são transformações adiabáticas. O motor de
Diesel é caracterizado pela compressão de ar
apenas, com a injeção de combustível no fi-
nal.

Para o motor descrito, em qual ponto do ciclo


é produzida a centelha elétrica?
a) A.
b) B.
c) C.
d) D.
e) E.

1
4. (Enem) Até 1824 acreditava-se que as má-
quinas térmicas, cujos exemplos são as má- No ciclo Diesel, o calor é absorvido em:
quinas a vapor e os atuais motores a com- a) A → B e C → D, pois em ambos ocorre reali-
bustão, poderiam ter um funcionamento zação de trabalho.
ideal. Sadi Carnot demonstrou a impossibili- b) A → B e B → C, pois em ambos ocorre eleva-
dade de uma máquina térmica, funcionando ção da temperatura.
em ciclos entre duas fontes térmicas (uma c) C → D pois representa uma expansão adia-
quente e outra fria), obter 100% de rendi- bática e o sistema realiza trabalho.
mento. d) A → B pois representa uma compressão
Tal limitação ocorre porque essas máquinas: adiabática em que ocorre elevação de tem-
a) realizam trabalho mecânico. peratura.
b) produzem aumento da entropia. e) B → C pois representa expansão isobárica
c) utilizam transformações adiabáticas. em que o sistema realiza trabalho e a tem-
d) contrariam a lei da conservação de energia. peratura se eleva.
e) funcionam com temperatura igual à da fonte
quente.

78
1
7. (Enem) É muito comum encostarmos a mão na maçaneta de uma porta e temos a sensação de que
ela está mais fria que o ambiente. Um fato semelhante pode ser observado se colocarmos uma faca
metálica com cabo de madeira dentro de um refrigerador. Após longo tempo, ao encostarmos uma
das mãos na parte metálica e a outra na parte de madeira, sentimos a parte metálica mais fria.
Fisicamente, a sensação térmica mencionada é explicada da seguinte forma:
a) A madeira é um bom fornecedor de calor e o metal, um bom absorvedor.
b) O metal absorve mais temperatura que a madeira.
c) O fluxo de calor é maior no metal que na madeira.
d) A madeira retém mais calor que o metal.
e) O metal retém mais frio que a madeira.

1
8. (Enem PPL 2017) O osciloscópio é um instrumento que permite observar uma diferença de poten-
cial (ddp) em um circuito elétrico em função de tempo ou em função de outra ddp. A leitura do
sinal é feita em uma tela sob a forma de um gráfico tensão x tempo.

A frequência de oscilação do circuito elétrico estudado é mais próxima de


a) 300 Hz.
b) 250 Hz.
c) 200 Hz.
d) 150 Hz.
e) 125 Hz.

1
9. (Enem) Ao sintonizar uma estação de rádio AM, o ouvinte está selecionando apenas uma dentre
as inúmeras ondas que chegam à antena receptora do aparelho. Essa seleção acontece em razão da
ressonância do circuito receptor com a onda que se propaga.
O fenômeno físico abordado no texto é dependente de qual característica da onda?
a) Amplitude.
b) Polarização.
c) Frequência.
d) Intensidade.
e) Velocidade.

2
0. (Enem)

A faixa espectral da radiação solar que contribui fortemente para o efeito mostrado na tirinha é
caracterizada como
a) visível.
b) amarela.
c) vermelha.
d) ultravioleta.
e) infravermelha.

79
2
1. (Enem PPL) Em altos-fornos siderúrgicos, as 2
3. (Enem PPL 2017) O aproveitamento da luz
temperaturas acima de 600° são mensura- solar como fonte de energia renovável tem
das por meio de pirômetros óticos. Esses dis- aumentado significativamente nos últimos
positivos apresentam a vantagem de medir anos. Uma das aplicações é o aquecimento
a temperatura de um objeto aquecido sem de água (rágua = 1kg/L) para uso residen-
necessidade de contato. Dentro de um pirô- cial. Em um local, a intensidade da radiação
metro ótico, um filamento metálico é aque- solar efetivamente captada por um painel
cido pela passagem de corrente elétrica até solar com área de 1 m2 é de 0,03 kW/m2.
que sua cor seja a mesma que a do objeto O valor do calor específico da água é igual
aquecido em observação. Nessa condição, a 4,2 kJ/(kg°C).
temperatura conhecida do filamento é idên- Nessa situação, em quanto tempo é possível
tica à do objeto aquecido em observação. aquecer 1 litro de água de 20°C até 70°C?
Disponível em: www.if.usp.br. Acesso a) 490 s
em: 4 ago. 2012 (adaptado).
b) 2.800 s
A propriedade da radiação eletromagnética c) 6.300 s
avaliada nesse processo é a d) 7.000 s
a) amplitude. e) 9.800 s
b) coerência.
c) frequência.
d) intensidade. Gabarito
e) velocidade.
1
. D 2. A 3
. A 4. B 5
. C
2
2. (Enem PPL) Em uma flauta, as notas musi-
cais possuem frequências e comprimentos 6
. E 7. A 8
. A 9. A 10. E
de onda (λ) muito bem definidos. As figu- 1
1. D 1
2. C 1
3. C 1
4. B 15. D
ras mostram esquematicamente um tubo de
comprimento L, que representa de forma 16. E 17. C 18. E 19. B 20. A
simplificada uma flauta, em que estão re-
2
1. C 22. C 2
3. D
presentados: em A o primeiro harmônico de
uma nota musical (comprimento de onda λA)
em B seu segundo harmônico (comprimento
de onda λB) e em C o seu terceiro harmônico
(comprimento de onda λC), onde λA > λB > λC.

Em função do comprimento do tubo, qual o


comprimento de onda da oscilação que for-
ma o próximo harmônico?
a) __​  L  ​
4
b) ​ __ L  ​
5
c) __ ​  L  ​
2
d) ​  L  ​
__
8
e) ​  6L ​ 
___
8

80
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULAS 5 E 6 Tema: Eletrodinâmica – potência elétrica

Competência: 2 Habilidade: 6

Construção da habilidade: O exercício requer do aluno conhecimentos em eletrodinâmica dentro


da competência 2, no qual o aluno deve ser capaz de compreender manuais de instalação de aparelhos
eletrônicos de uso comum, além de dimensionar circuitos e dispositivos elétricos.

MODELO 1

A figura abaixo, representa a planta baixa da instalação elétrica de uma casa. Essa instalação en-
volve várias etapas, desde a alocação de dispositivos e aparelhos elétricos, até a escolha dos mate-
riais que a compõem, passando pelo dimensionamento da potência requerida, da fiação necessária,
entre outros.

Para cada aparelho elétrico existe um valor de potência associado. Alguns aparelhos elétricos são
representados na tabela abaixo:

Aparelhos Potência(W)
Chuveiro elétrico 3.000
Ferro elétrico 500
Geladeira 200
TV 200
Aparelho de som 120
Rádio 50
O quadro a seguir mostra a relação entre as áreas dos cômodos e as potências das lâmpadas, e foi
utilizado como referência para o pavimento de uma casa. Para efeitos dos cálculos das áreas, des-
considere as paredes.

Potência da lâmpada (W)


Área do cômodo (m²)
Sala/copa/cozinha Quarto/varanda/corredor Banheiro
Até 8,0 60 60 60
8,0 a 9,5 100 60 60
9,5 a 12,5 100 100 60
Estando todos os aparelhos em funcionamento, e levando em conta a planta baixa fornecida, qual
será a potência total, em watts?
a) 4070
b) 4270
c) 4350
d) 4390
e) 4470

81
Tema: Eletrodinâmica

Competência: 6 Habilidade: 20

Construção da habilidade: Relacionando os conhecimentos do aluno com a competência de área


6 do Enem, o aluno deverá ser capaz de identificar fenômenos do cotidiano e relacioná-los com a física
aprendida em sala de aula.

MODELO 2

No circuito da figura a seguir, o amperímetro é ideal. A fem é de 1,5 V, a potência dissipada pela
associação em paralelo é de 1 W e R = 20 Ω. O amperímetro marcará:

a) 2,0 A
b) 0,5 A
c) 1,0 A
d) 0,7 A
e) 1,5 A

82
Tema: Eletrodinâmica

Competência: 6 Habilidade: 20

Construção da habilidade: Relacionando os conhecimentos do aluno com a competência de área


6 do Enem, o aluno deverá ser capaz de identificar fenômenos do cotidiano e relacioná-los com a física
aprendida em sala de aula.

MODELO 3

O choque elétrico é uma sensação provocada pela passagem de corrente elétrica pelo corpo. As con-
sequências de um choque vão desde um simples susto até a morte. A circulação das cargas elétricas
depende da resistência do material. Para o corpo humano, essa resistência vale 1 000 Ω, quando a
pele está molhada. Uma pessoa tomando banho, em um chuveiro mal instalado, colocou a mão no
registro e levou uma descarga elétrica em uma tensão de 220 V.
Qual a intensidade de corrente elétrica que passou pelo corpo da pessoa?
a) 0,33A
b) 0,44A
c) 0,22A
d) 0,11A
e) 0,02A

83
Tema: Eletrodinâmica

Competência: 6 Habilidade: 21

Construção da habilidade: Relacionando os conhecimentos do aluno com a competência de área


6 do Enem, o aluno deverá ser capaz de identificar fenômenos do cotidiano e relacioná-los com a física
aprendida em sala de aula.

MODELO 4

Com a revolução tecnológica ocorrida principalmente no último século, a eletricidade passou a ser
item essencial para garantir o acesso aos vários equipamentos e recursos que facilitam a vida das
pessoas no dia-a-dia. Porém, um erro muito comum – e que tem trazido muitos inconvenientes –
é o mau uso das instalações elétricas, tanto em imóveis residenciais quanto comerciais, que tem
aumentado o risco e a ocorrência de incêndios decorrentes de curtos-circuitos.

Segundo dados, a incidência de curto-circuito com incêndio mais que dobrou nos últimos 3 anos.
Em 2016, mais de 448 casos foram registrados, ocasionados por aquecimento gerado por sobre-
carga ou curto circuito. A Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da
Eletricidade) afirma que esses números representam apenas uma parcela da realidade brasileira e
que a incidência real esteja entre três a cinco vezes o total levantado.
Fonte: https://seguros.sompo.com.br/como-prevenir-incendios-causados-por-instalacoes-eletricas
(Data: 18/09/2018)

Com base no texto qual dos efeitos abaixo causa os incêndios:


a) Efeito Young;
b) Efeito Curto;
c) Efeito Incendiário;
d) Efeito Thompson
e) Efeito Joule.

84
Tema: Óptica

Competência: 6 Habilidade: 21

Construção da habilidade: Relacionando os conhecimentos do aluno com a competência de área


6 do Enem, o aluno deverá ser capaz de identificar fenômenos do cotidiano e relacioná-los com a física
aprendida em sala de aula.

MODELO 5

Um objeto real está colocado a 200 cm de um espelho côncavo e sua imagem é invertida 5 vezes
maior do que o objeto. A distância entre o objeto e a sua imagem é de:
a) 800 m
b) 80 cm
c) 8 m
d) 8 cm
e) 8 mm

85
Raio X - Análise Expositiva
1. De acordo com a planta baixa apesentada, a casa comporta um de cada aparelho da tabela fornecida,
além de quatro lâmpadas. O valor da potência de cada lâmpada depende do cômodo e de sua área.
Para a cozinha temos: Área = 3 ∙ 3 = 9 m2
Para o corredor: Área = 1,5 ∙ (3 – 2,1) = 1,35 m2
Para o quarto/sala: Área = 2,8 ∙ 3 = 8,4 m2
Para o banheiro: Área = 1,5 ∙ 2,1 = 3,15 m2
De acordo com o quadro para cômodos, teremos:
Cozinha: Utiliza-se a lâmpada de 100 W
Corredor: Utiliza-se a lâmpada de 60 W
Quarto/sala: Utiliza-se a lâmpada de 60 W
Banheiro: Utiliza-se a lâmpada de 60 W
A potência total será:
Lâmpadas: (100 ∙ 1) + (60 ∙ 3) = 280 W
Aparelhos: 3000 + 500 + 200 + 200 + 120 + 50 = 4070
Lâmpadas + Aparelhos = 4350 W

2. Req = 10 Ω
UR = 2 UReq
UR + UReq = 1,5
3 UReq = 1,5
UReq = 0,5 V
P=U∙i
1 = 0,5 ∙ i
i=2A

3.
U=R∙i
220 = 1000 ∙ i
i = 0,22 A

4.
O aumento da incidência de curto-circuito como diz o texto é causado pelo aquecimento que pode
ser explicado pelo Efeito Joule, relacionando a corrente elétrica fluindo pelo fio gerando calor.

5.
De acordo com o enunciado, podemos definir as características do objeto e do aumento linear
transversal:
Objeto real: p = +200 cm (objeto real a 200 cm do espelho côncavo)
A = –5 (sinal negativo: imagem invertida; tamanho: dez vezes maior que o tamanho do objeto)

Sabendo que A = –P'/P, temos:


− 5 = -P'/200
p' = + 1000 (imagem real a 1000 cm do espelho)

A distância (d) entre o objeto e a imagem é:


d = p' – p
d = 1000 – 200 = 800 cm = 8 m

Gabarito
1. C 2. A 3. C 4. E 5. C

86
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) Uma família adquiriu um televisor e, Munida dessas informações, um estudante
no manual do usuário, constavam as especifi- pegou uma folha de papel e fez o desenho de
cações técnicas, como apresentado no quadro. um sorvete de casquinha utilizando-se des-
Esse televisor permaneceu 30 dias em repou- ses traçados. Os valores encontrados nesse
so (stand-by). Considere que a eficiência en- experimento, para as resistências elétricas
tre a geração e a transmissão de eletricidade (R), medidas com o auxílio de um ohmíme-
na usina é de 30%. tro ligado nas extremidades das resistências,
são mostrados na figura. Verificou-se que os
Tensão de entrada AC 100 - 240 V 50/60 Hz
resistores obedeciam a Lei de Ohm.
Consumo de potência 45 W
Potência em repouso 1W
Que quantidade de energia, em joules, foi
produzida na usina para manter o televisor
em stand-by?
a) 2,59 MJ.
b) 6,05 MJ.
c) 8,64 MJ.
d) 117 MJ.
e) 377 MJ.

2. (Enem) Todo ano, cresce a demanda mundial


de energia com o aumento das populações e
Na sequência, conectou o ohmímetro nos
do consumo. É cada vez mais necessário buscar
terminais A e B do desenho e, em seguida,
fontes alternativas que não degradem os re-
conectou-o nos terminais B e C, anotando as
cursos do planeta nem comprometam a sobre-
leituras RAB e RBC, respectivamente. Ao esta-
vivência das espécies. Ainda há muito o que
se descobrir sobre o uso eficiente de recursos R
energéticos provenientes de fontes renováveis, belecer a razão ___
​  AB ​ qual resultado o estudan-
RBC
mas elas estão mais próximas do que parece da te obteve?
adoção em larga escala. a) 1.
BARBOSA, M. A sustentabilidade da energia b) __​  4 ​ .
renovável. Superinteressante, n. 102, 1996. 7
c) ​  10 ​ .
___
Os recursos energéticos do tipo citado são 27
provenientes de: d) ​  14 ​ .
___
81
a) pilhas e baterias.
b) usinas nucleares e hidrelétricas. e) ___ ​  4  ​. 
81
c) células solares e geradores eólicos.
d) centrais geotérmicas e termoelétricas. 4. (Enem 2016) Durante a formação de uma
e) usinas maremotrizes e combustíveis fósseis. tempestade, são observadas várias descargas
elétricas, os raios, que podem ocorrer: das
3. (Enem) Por apresentar significativa resisti- nuvens para o solo (descarga descendente),
vidade elétrica, o grafite pode ser utilizado do solo para as nuvens (descarga ascenden-
para simular resistores elétricos em circuitos te) ou entre uma nuvem e outra. As descar-
desenhados no papel, com o uso de lápis e la- gas ascendentes e descendentes podem ocor-
piseiras. Dependendo da espessura e do com- rer por causa do acúmulo de cargas elétricas
primento das linhas desenhadas, é possível positivas ou negativas, que induz uma pola-
determinar a resistência elétrica de cada tra- rização oposta no solo.
çado produzido. No esquema foram utilizados Essas descargas elétricas ocorrem devido ao
três tipos de lápis diferentes (2H, HB e 6H) aumento da intensidade do(a):
para efetuar três traçados distintos. a) campo magnético da Terra.
b) corrente elétrica gerada dentro das nuvens.
c) resistividade elétrica do ar entre as nuvens e
o solo.
d) campo elétrico entre as nuvens e a superfí-
cie da Terra.
e) força eletromotriz induzida nas cargas acu-
muladas no solo.

87
5. (Enem) A magnetohipertermia é um proce- 8. (Enem) Três lâmpadas idênticas foram ligadas
dimento terapêutico que se baseia na eleva- no circuito esquematizado. A bateria apresenta
ção da temperatura das células de uma região resistência interna desprezível, e os fios possuem
específica do corpo que estejam afetadas por resistência nula. Um técnico fez uma análise do
um tumor. Nesse tipo de tratamento, nano- circuito para prever a corrente elétrica nos pon-
partículas magnéticas são fagocitadas pelas tos: A, B, C, D e E; e rotulou essas correntes de IA,
células tumorais, e um campo magnético al- IB, IC, ID e IE, respectivamente.
ternado externo é utilizado para promover
a agitação das nanopartículas e consequente
aquecimento da célula.
A elevação de temperatura descrita ocorre
porque:
a) o campo magnético gerado pela oscilação das
nanopartículas é absorvido pelo tumor.
b) o campo magnético alternado faz as nanopar-
tículas girarem, transferindo calor por atrito.
c) as nanopartículas interagem magneticamente
com as células do corpo, transferindo calor.
d) o campo magnético alternado fornece calor
para as nanopartículas que o transfere às cé-
lulas do corpo.
e) as nanopartículas são aceleradas em um único
sentido em razão da interação com o campo
magnético, fazendo-as colidir com as células
e transferir calor. O técnico concluiu que as correntes que apre-
sentam o mesmo valor são:
6. (Enem) Um cosmonauta russo estava a bor- a) IA = IE e IC = ID.
do da estação espacial MIR quando um de b) IA = IB = IE e IC = ID.
c) IA = IB, apenas.
seus rádios de comunicação quebrou. Ele
d) IA = IB = IE, apenas.
constatou que dois capacitores do rádio de
e) IC = IB, apenas.
3 μF e 7 μF ligados em série estavam queima-
dos. Em função da disponibilidade, foi preciso
substituir os capacitores defeituosos por um 9. (Enem) Em um laboratório, são apresenta-
único capacitor que cumpria a mesma função. dos aos alunos uma lâmpada, com especifi-
Qual foi a capacitância, medida em μF, do cações técnicas de 6 V e 12 W, e um conjunto
capacitor utilizado pelo cosmonauta? de 4 pilhas de 1,5 V cada.
a) 0,10. Qual associação de geradores faz com que a
b) 0,50. lâmpada produza maior brilho?
c) 2,1. a)
d) 10.
e) 21.

7. (Enem) O choque elétrico é uma sensação pro-


vocada pela passagem de corrente elétrica pelo
corpo. As consequências de um choque vão des-
de um simples susto até a morte. A circulação
das cargas elétricas depende da resistência do b)
material. Para o corpo humano, essa resistência
varia de 1.000 Ω, quando a pele está molhada,
até 100.000 Ω, quando a pele está seca. Uma
pessoa descalça, lavando sua casa com água,
molhou os pés e, acidentalmente, pisou em um
fio desencapado, sofrendo uma descarga elétri-
ca em uma tensão de 120 V. c)
Qual a intensidade máxima de corrente elé-
trica que passou pelo corpo da pessoa?
a) 1,2 mA.
b) 120 mA.
c) 8,3 A.
d) 833 A.
e) 120 kA.

88
d) 1
2. (Enem (Libras) 2017) A energia elétrica nas
instalações rurais pode ser obtida pela rede
pública de distribuição ou por dispositivos
alternativos que geram energia elétrica,
como os geradores indicados no quadro.

Tipo Geradores Funcionamento


Convertem energia térmica
e) I A gasolina da queima da gasolina
em energia elétrica
Convertem energia solar
II Fotovoltaicos em energia elétrica e
armazenam-na em baterias
Uma roda-d’água é acoplada
III Hidráulicos a um dínamo, que gera
energia elétrica
Com a queima do carvão, a
IV A carvão energia térmica transforma-
se em energia elétrica
Disponível em: www.ruralnews.com.br.
Acesso em: 20 ago. 2014.

Os geradores que produzem resíduos polui-


1
0. (Enem) Uma lâmpada LED (diodo emissor de dores durante o seu funcionamento são
luz), que funciona com 12 V e corrente con- a) I e II.
tínua de 0,45 A produz a mesma quantidade b) I e III.
de luz que uma lâmpada incandescente de c) I e IV.
d) II e III.
60 W de potência.
e) III e IV.
Qual é o valor da redução da potência con-
sumida ao se substituir a lâmpada incandes- 1
3. (Enem (Libras) 2017) Um pente plástico é
cente pela de LED? atritado com papel toalha seco. A seguir ele
a) 54,6 W. é aproximado de pedaços de papel que esta-
b) 27,0 W. vam sobre a mesa. Observa-se que os pedaços
c) 26,6 W. de papel são atraídos e acabam grudados ao
d) 5,4 W. pente, como mostra a figura.
e) 5,0 W.

1
1. (Enem) Um eletricista deve instalar
um chuveiro que tem as especificações
220 V - 4.440 W a 6.800 W. Para a instalação
de chuveiros, recomenda-se uma rede pró-
pria, com fios de diâmetro adequado e um
disjuntor dimensionado à potência e à cor-
rente elétrica previstas, com uma margem
de tolerância próxima de 10%. Os disjun-
tores são dispositivos de segurança utiliza-
dos para proteger as instalações elétricas de
curtos-circuitos e sobrecargas elétricas e de-
vem desarmar sempre que houver passagem
de corrente elétrica superior à permitida no
Nessa situação, a movimentação dos pedaços
dispositivo.
de papel até o pente é explicada pelo fato de
Para fazer uma instalação segura desse chu-
os papeizinhos
veiro, o valor da corrente máxima do disjun- a) serem influenciados pela força de atrito que
tor deve ser: ficou retida no pente.
a) 20 A. b) serem influenciados pela força de resistência
b) 25 A. do ar em movimento.
c) 30 A. c) experimentarem um campo elétrico capaz de
d) 35 A. exercer forças elétricas.
e) 40 A. d) experimentarem um campo magnético capaz
de exercer forças magnéticas.
e) possuírem carga elétrica que permite serem
atraídos ou repelidos pelo pente.

89
1
4. (Enem (Libras) 2017) Durante a reforma de 1
5. (Enem PPL 2017) Uma lâmpada é conectada
sua residência, um casal decidiu que seria a duas pilhas de tensão nominal 1,5V, liga-
prático poder acender a luz do quarto acio- das em série. Um voltímetro, utilizado para
nando um interruptor ao lado da porta e medir a diferença de potencial na lâmpada,
apagá-la com outro interruptor próximo à fornece uma leitura de 2,78 V e um amperí-
cama. Um eletrotécnico explicou que esse metro indica que a corrente no circuito é de
sistema usado para controlar uma lâmpada a 94,4mA.
partir de dois pontos é conhecido como cir-
cuito de interruptores paralelos. O valor da resistência interna das pilhas é
mais próximo de
a) 0,021Ω.
b) 0,22Ω.
c) 0,26Ω.
d) 2,3Ω.
e) 29Ω.
Como deve ser feita a montagem do circuito
da lâmpada no quarto desse casal? 1
6. (Enem (Libras) 2017) O Brasil vive uma cri-
se hídrica que também tem trazido consequ-
ências na área de energia. Um estudante do
ensino médio resolveu dar sua contribuição
a) de economia, usando para isso conceitos que
ele aprendeu nas aulas de física. Ele conven-
ce sua mãe a tomar banho com a chave do
chuveiro na posição verão e diminuir o tem-
po de banho para 5 minutos, em vez de 15
minutos. Sua alegação baseou-se no seguin-
te argumento: se a chave do chuveiro estiver
na posição inverno (potência de 6.000 W) o
b) gasto será muito maior do que com a chave
na posição verão (potência de 3.600 W).
A economia por banho, em kWh, apresenta-
da pelo estudante para sua mãe foi de
a) 0,3.
b) 0,5.
c) 1,2.
d) 1,5.
e) 1,8.
c)
1
7. (Enem (Libras) 2017) O manual de utiliza-
ção de um computador portátil informa que
a fonte de alimentação utilizada para carre-
gar a bateria do aparelho apresenta as carac-
terísticas:

d)

Qual é a quantidade de energia fornecida


por unidade de carga, emJ/C, disponibiliza-
da à bateria?
a) 6
b) 19
c) 60
e) d) 100
e) 240

90
1
8. (Enem (Libras) 2017) As células fotovoltai- 1
9. (Enem PPL 2017) A capacidade de uma ba-
cas transformam luz em energia elétrica. teria com acumuladores, tal como a usada no
Um modelo simples dessas células apresenta sistema elétrico de um automóvel, é espe-
uma eficiência de 10%. Uma placa fotovol- cificada em ampère-hora (Ah) Uma bateria
taica quadrada com 5 cm de lado, quando ex- de 12 V e 100 Ah fornece 12J para cada
posta ao sol do meio-dia, faz funcionar uma coulomb de carga que flui através dela.
pequena lâmpada, produzindo uma tensão
de 5,0 V e uma corrente 100 mA. Essa pla- Se um gerador, de resistência interna des-
ca encontra-se na horizontal em uma região prezível, que fornece uma potência elétrica
onde os raios solares, ao meio dia, incidem média igual a 600 W, fosse conectado aos
perpendicularmente à superfície da Terra, terminais da bateria descrita, quanto tempo
durante certo período do ano. ele levaria para recarregá-la completamente?
A intensidade da luz solar, em W/m2, ao a) 0,5 h
meio-dia, nessa região é igual a b) 2 h
a) 1×102. c) 12 h
b) 2×102. d) 50 h
c) 2×103. e) 100 h
d) 1×106.
e) 2×106.

2
0. (Enem (Libras) 2017) No Hemisfério Sul, o solstício de verão (momento em que os raios solares
incidem verticalmente sobre quem se encontra sobre o Trópico de Capricórnio) ocorre no dia 21 ou
23 de dezembro. Nessa data, o dia tem o maior período de presença de luz solar. A figura mostra
a trajetórias da luz solar nas proximidades do planeta Terra quando ocorre o fenômeno ótico que
possibilita que o Sol seja visto por mais tempo pelo observador.

Qual é o fenômeno ótico mostrado na figura?


a) A refração da luz solar ao atravessar camadas de ar com diferentes densidades.
b) A polarização da luz solar ao incidir sobre a superfície dos oceanos.
c) A reflexão da luz solar nas camadas mais altas da ionosfera.
d) A difração da luz solar ao contornar a superfície da Terra.
e) O espalhamento da luz solar ao atravessa a atmosfera.

2
1. (Enem (Libras) 2017) Um experimento bastante interessante no ensino de ciências da natureza
constitui em escrever palavras em tamanho bem pequeno, quase ilegíveis a olho nu, em um pe-
daço de papel e cobri-lo com uma régua de material transparente. Em seguida, pinga-se uma gota
d’água sobre a régua na região da palavra, conforme mostrado na figura, que apresenta o resultado
do experimento. A gota adquire o formato de uma lente e permite ler a palavra de modo mais fácil
em razão do efeito de ampliação.

Qual é o tipo de lente formada pela gota d’água no experimento descrito?


a) Biconvexa.
b) Bicôncava.
c) Plano-convexa.
d) Plano-côncava.
e) Convexa-côncava.

91
2
2. (Enem) Algumas crianças, ao brincarem de
esconde-esconde, tapam os olhos com as
mãos, acreditando que, ao adotarem tal pro-
cedimento, não poderão ser vistas.
Essa percepção da criança contraria o conhe-
cimento científico porque, para serem vistos,
os objetos
a) refletem partículas de luz (fótons), que
atingem os olhos.
b) geram partículas de luz (fótons), converti-
das pela fonte externa.
c) são atingidos por partículas de luz (fótons),
emitidas pelos olhos.
d) refletem partículas de luz (fótons), que se
chocam com os fótons emitidos pelos olhos.
e) são atingidos pelas partículas de luz (fó-
tons), emitidas pela fonte externa e pelos
olhos.

Gabarito
1
. C 2
. C 3
. B 4
. D 5
. B
6
. C 7
. B 8
. A 9
. C 1
0. A
11. D 12. C 13. C 14. B 15. D

16. C 17. B 18. C 19. B 20. A

21. C 22. A

92
R.P.A. ENEM

Química
Competência 1 – Compreender as ciências naturais e as tecnologias a elas associadas como construções humanas, percebendo seus papéis nos
processos de produção e no desenvolvimento econômico e social da humanidade.
H1 Reconhecer características ou propriedades de fenômenos ondulatórios ou oscilatórios, relacionando-os a seus usos em diferentes contextos.
H2 Associar a solução de problemas de comunicação, transporte, saúde ou outro, com o correspondente desenvolvimento científico e tecnológico.
H3 Confrontar interpretações científicas com interpretações baseadas no senso comum, ao longo do tempo ou em diferentes culturas.
Avaliar propostas de intervenção no ambiente, considerando a qualidade da vida humana ou medidas de conservação, recuperação ou utilização sustentável
H4
da biodiversidade.
Competência 2 – Identificar a presença e aplicar as tecnologias associadas às ciências naturais em diferentes contextos.
H5 Dimensionar circuitos ou dispositivos elétricos de uso cotidiano.
H6 Relacionar informações para compreender manuais de instalação ou utilização de aparelhos, ou sistemas tecnológicos de uso comum.
Selecionar testes de controle, parâmetros ou critérios para a comparação de materiais e produtos, tendo em vista a defesa do consumidor, a saúde do
H7
trabalhador ou a qualidade de vida.
Competência 3 – Associar intervenções que resultam em degradação ou conservação ambiental a processos produtivos e sociais e a instrumentos
ou ações científico-tecnológicos.
Identificar etapas em processos de obtenção, transformação, utilização ou reciclagem de recursos naturais, energéticos ou matérias-primas, considerando
H8
processos biológicos, químicos ou físicos neles envolvidos.
Compreender a importância dos ciclos biogeoquímicos ou do fluxo energia para a vida, ou da ação de agentes ou fenômenos que podem causar alterações
H9
nesses processos.
H10 Analisar perturbações ambientais, identificando fontes, transporte e(ou) destino dos poluentes ou prevendo efeitos em sistemas naturais, produtivos ou sociais.

H11 Reconhecer benefícios, limitações e aspectos éticos da biotecnologia, considerando estruturas e processos biológicos envolvidos em produtos biotecnológicos.

H12 Avaliar impactos em ambientes naturais decorrentes de atividades sociais ou econômicas, considerando interesses contraditórios.
Competência 4 – Compreender interações entre organismos e ambiente, em particular aquelas relacionadas à saúde humana, relacionando
conhecimentos científicos, aspectos culturais e características individuais.
H13 Reconhecer mecanismos de transmissão da vida, prevendo ou explicando a manifestação de características dos seres vivos.
Identificar padrões em fenômenos e processos vitais dos organismos, como manutenção do equilíbrio interno, defesa, relações com o ambiente, sexualidade,
H14
entre outros.
H15 Interpretar modelos e experimentos para explicar fenômenos ou processos biológicos em qualquer nível de organização dos sistemas biológicos.
H16 Compreender o papel da evolução na produção de padrões, processos biológicos ou na organização taxonômica dos seres vivos.
Competência 5 – Entender métodos e procedimentos próprios das ciências naturais e aplicá-los em diferentes contextos.
Relacionar informações apresentadas em diferentes formas de linguagem e representação usadas nas ciências físicas, químicas ou biológicas, como texto
H17
discursivo, gráficos, tabelas, relações matemáticas ou linguagem simbólica.
H18 Relacionar propriedades físicas, químicas ou biológicas de produtos, sistemas ou procedimentos tecnológicos às finalidades a que se destinam.
Avaliar métodos, processos ou procedimentos das ciências naturais que contribuam para diagnosticar ou solucionar problemas de ordem social, econômica
H19
ou ambiental.
Competência 6 – Apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-
tecnológicas.
H20 Caracterizar causas ou efeitos dos movimentos de partículas, substâncias, objetos ou corpos celestes.

H21 Utilizar leis físicas e (ou) químicas para interpretar processos naturais ou tecnológicos inseridos no contexto da termodinâmica e(ou) do eletromagnetismo.

Compreender fenômenos decorrentes da interação entre a radiação e a matéria em suas manifestações em processos naturais ou tecnológicos, ou em suas
H22
implicações biológicas, sociais, econômicas ou ambientais.
Avaliar possibilidades de geração, uso ou transformação de energia em ambientes específicos, considerando implicações éticas, ambientais, sociais e/ou
H23
econômicas.
Competência 7 – Apropriar-se de conhecimentos da química para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico-
tecnológicas.
H24 Utilizar códigos e nomenclatura da química para caracterizar materiais, substâncias ou transformações químicas

Caracterizar materiais ou substâncias, identificando etapas, rendimentos ou implicações biológicas, sociais, econômicas ou ambientais de sua obtenção ou
H25
produção.
Avaliar implicações sociais, ambientais e/ou econômicas na produção ou no consumo de recursos energéticos ou minerais, identificando transformações
H26
químicas ou de energia envolvidas nesses processos.
H27 Avaliar propostas de intervenção no meio ambiente aplicando conhecimentos químicos, observando riscos ou benefícios.
Competência 8 – Apropriar-se de conhecimentos da biologia para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico
tecnológicas.
Associar características adaptativas dos organismos com seu modo de vida ou com seus limites de distribuição em diferentes ambientes, em especial em
H28
ambientes brasileiros.
Interpretar experimentos ou técnicas que utilizam seres vivos, analisando implicações para o ambiente, a saúde, a produção de alimentos, matérias primas
H29
ou produtos industriais.
Avaliar propostas de alcance individual ou coletivo, identificando aquelas que visam à preservação e a implementação da saúde individual, coletiva ou do
H30
ambiente.
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULAS 1 E 2 Tema: Radioatividade

Competência: 6 Habilidade: 22

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 6 do Enem, a habilidade 22 exige


do aluno a capacidade de correlacionar um dos procedimentos de conservação de alimentos com
conhecimentos científicos.

MODELO 1

ALIMENTOS IRRADIADOS SERIAM UM PERIGO PARA SAÚDE?

A radioatividade vem sendo usada na agricultura de diversas formas, sendo que uma delas é na
conservação de alimentos. A irradiação de frutas, legumes, cereais, frutos do mar, entre outros,
diminui a quantidade de fungos e bactérias, aumentando, assim, seu tempo de conservação. Isso
porque a multiplicação desses microrganismos é um dos principais causadores do apodrecimento
dos alimentos. Por exemplo, se o alimento for submetido a uma radiação de 200000 a 500000 rad,
ocorre a pasteurização do alimento, ou seja, ele vai ter mais tempo de conservação, mas desde que
seja guardado em embalagens especiais ou em baixas temperaturas. No entanto, se essa radiação
for maior, entre 2 e 4 milhões de rad, ocorre o que é chamado de esterilização, sendo que o ali-
mento poderá ser conservado por mais tempo mesmo em temperatura ambiente. Para citar apenas
dois exemplos, uma batata irradiada pode durar até um ano sem apodrecer ou brotar e um peixe
também pode ser conservado por mais de nove meses; tudo isso em temperatura ambiente!
Os alimentos são, geralmente, irradiados com radiação X ou γ, e costumam ficar expostos a essa
fonte de radiação, mas sem ter contato direto com tal elemento gerador. Além disso, essa radiação
é controlada, ou seja, acontece por um tempo prefixado e com objetivos bem determinados. Ao
ingerir esse alimento, um indivíduo:
a) Está contaminado e emitindo radiação ionizante.
b) Não está contaminado e não emite radiação ionizante.
c) Está contaminado e não emite radiação ionizante.
d) Não está contaminado e emite radiação ionizante.
e) Está contaminado e é possível detectar a contaminação a olho nu.

95
Tema: Separação de Misturas

Competência: 5 Habilidade: 18

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 5 do Enem, a habilidade 18 exige do


aluno a capacidade de correlacionar etapas da SATE com os processos físicos de separação de misturas.

MODELO 2

O Sistema Aeróbico de Tratamento de Efluentes (SATE) é uma técnica barata para purificação de
água, que permite a despoluição e o reaproveitamento das águas. Soluciona problemas em sistemas
anaeróbicos falhos ou onde estes não se permitem instalar.
A técnica envolve o fornecimento de oxigênio ao sistema aquoso poluído onde se permite, por
um período, o desenvolvimento de certos organismos aeróbicos (lodo ativado), que se alimenta
desta matéria orgânica poluidora. A poluição é transformada em gás carbônico (CO2) e em mais
microrganismos que seguem se alimentando e multiplicando.
Boa parte da poluição em suspensão e de bactérias patogênicas são também retiradas do sistema,
além do processo digestivo, por decantação do lodo ativado, que ocorre na sequência.
Veja na figura abaixo um esquema do SATE:

Ao observar as etapas de funcionamento do SATE, é possível observar que em uma das etapas do
sistema ocorre:
a) destilação por arraste
b) destilação fracionada
c) cromatografia
d) decantação
e) peneiração

96
Tema: Interações Intermoleculares

Competência: 5 Habilidade: 18

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 5 do Enem, a habilidade 18 exige do


aluno a habilidade de interpretar um sistema de acordo com suas propriedades físico-químicas.

MODELO 3

Porquê três moedas?


Os turistas atiram três moedas à fonte para pedir um casamento feliz. Esta tradição nasceu em
1954 no filme “A Fonte dos Desejos”, protagonizado por Frank Sinatra. O nome em inglês da
película era “Three Coins in the Fountain”.
A fonte dos desejos é uma inspiração para um experimento bem simples. O objetivo do experimento
é observar o comportamento físico-químico da água. O experimento consiste em um copo cheio
com água (até a borda), onde moedas são colocadas vagarosamente dentro do copo. Ao longo do
experimento é possível observar que não cai nenhuma gota d’água do recipiente. Isso acontece
devido a:
a) Condutividade da água
b) Constante de ionização da água
c) Tensão Superficial da água
d) Pressão de vapor da água
e) Ligação intramolecular da água

97
Tema: Eletroquímica

Competência: 5 Habilidade: 17

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 5 do Enem, a habilidade 17 exige do


aluno a capacidade de resolver uma situação cotidiana correlacionando o texto discursivo e o esquema
apresentado com os conceitos de eletroquímica.

MODELO 4

O que é Maresia?
É aquela névoa fina e úmida que às vezes paira sobre as cidades do litoral, flutuando ao longo da
costa. Esse spray é formado por bilhões e bilhões de gotículas de água do mar, que sobem ao ar
toda vez que uma onda arrebenta na praia. O problema é que as gotículas não são de água pura.
Afinal, o oceano é um caldo com um pouco de tudo dentro, principalmente sais. Por causa deles,
a maresia enferruja carros, emperra portões e racha vigas de concreto. De acordo com o esquema
abaixo:

Observa-se com o processo de formação de ferrugem que:


a) é um processo que possui diferença de potencial menor que zero
b) é um processo em que o ferro é o cátodo
c) é um processo em que o aço carbono é um eletrodo inerte
d) é um processo em que o gás oxigênio é o ânodo
e) é um processo espontâneo

98
Tema: Reações

Competência: 7 Habilidade: 24

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 7 do Enem, a habilidade 24 exige do


aluno a habilidade de saber a fórmula molecular do composto em questão. Além disso, exige que o aluno
tenha a capacidade de relembrar reações inorgânicas e combustão.

MODELO 5

Combustão é a denominação para uma reação química entre um combustível e gás oxigênio
(comburente). Substâncias que reagem facilmente com o gás oxigênio (O2) são denominadas de
combustíveis. Entretanto, a elevação da temperatura faz com que praticamente qualquer substância
possa reagir com o oxigênio do ar, transformando-se em um combustível.
Existem apenas duas formas de se combater uma combustão, partindo-se do princípio que não
haja limitação do combustível (a substância que está queimando): a redução da temperatura e
a redução de oxigênio. Os extintores são aparatos que costumamos utilizar quando existe algo
pegando fogo. E o mesmo possui 3 classificações distintas: classe A, B e C. A diferença de uma
classe para outra é o componente em seu interior. O extintor classe C possui pó químico, que é
composto ou por bicarbonato de sódio, ou por uma mistura de soluções de carbonato de sódio
com ácido sulfúrico. Através da composição do pó químico é possível concluir que o composto
responsável por cessar a chama é o:
a) HSO–4
b) H+
c) Na+
d) SO2
e) CO2

99
Raio X - Análise Expositiva
1. Ao passar por radiação ionizante o alimento não se tornará radioativo, pois não é possível ‘acu-
mular’ radiação. A única alteração física que ocorre é um aumento temporário da temperatura do
alimento durante o processo.

2. A Câmara de Sedimentação serve para decantação do lodo no sistema.

3. A tensão superficial de um líquido pode ser determinada medindo-se a força por unidade de
comprimento necessário para aumentar a área da superfície desse líquido. Para entender esses
fenômenos, devemos considerar a interface de um líquido com seu próprio vapor ou com ar. Cada
molécula no interior do líquido é atraída pelas demais moléculas igualmente, em todas as direções,
enquanto as moléculas que estão na superfície são atraídas para o interior do líquido mais forte-
mente que em direção ao vapor/ar. Ocorre, então, uma contração espontânea da superfície, que dá
o formato esférico.

4. Considerando o que ocorre no sistema:


Redução: ½ O2 + H2O + 2e- → 2 OH- → cátodo
Oxidação: Fe0 → Fe2+ + 2e- → ânodo
É um processo espontâneo pois não depende de energia elétrica para ocorrer.

5. NaHCO3 + calor → Na2CO3 + H2O + CO2


H2SO4 + Na2CO3 → Na+ + SO2-
4
+ CO2 + H2O
Sabendo que a combustão consiste em:
Combustível + Comburente  CO2 + H2O
Quanto maior a quantidade de CO2 no sistema, o equilíbrio é deslocado para a esquerda.

Gabarito
1. B 2. D 3. C 4. E 5. E

100
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem PPL) Adicionar quantidades de álco- 3. (Enem) Primeiro, em relação àquilo a que
ol à gasolina, diferentes daquelas determi- chamamos água, quando congela, parece-
nadas pela legislação, é uma das formas de -nos estar a olhar para algo que se tornou
adulterá-la. Um teste simples para aferir a pedra ou terra, mas quando derrete e se dis-
quantidade de álcool presente na mistura persa, esta torna-se bafo e ar; o ar, quando
é queimado, torna-se fogo; e, inversamente,
consiste em adicionar uma solução salina
o fogo, quando se contrai e se extingue, re-
aquosa à amostra de gasolina sob análise. gressa a forma do ar; o ar, novamente con-
Essa metodologia de análise pode ser usada centrado e contraído, torna-se nuvem e ne-
porque o(a): voeiro, mas, a partir destes estados, se for
a) água da solução salina interage com a gaso- ainda mais comprimido, torna-se água cor-
lina da mistura, formando duas fases, uma rente, e de água torna-se novamente terra e
delas de álcool ouro. pedras; e deste modo, como nos parece, dão
b) álcool contido na gasolina interage com a geração uns aos outros de forma cíclica.
solução salina, formando duas fases, uma PLATÃO. Timeu-Crítias. Coimbra: CECH, 2011.
delas de gasolina pura.
c) gasolina da mistura sob análise interage Do ponto de vista da ciência moderna, os
com a solução salina, formando duas fases, “quatro elementos” descritos por Platão cor-
respondem, na verdade, às fases sólida, líqui-
uma delas de álcool puro.
da, gasosa e plasma da matéria. As transições
d) água da solução salina interage com o álcool
entre elas são hoje entendidas como conse-
da mistura, formando duas fases, uma delas quências macroscópicas de transformações
de gasolina com o sal. sofridas pela matéria em escala microscópica.
e) álcool contido na gasolina interage com o Excetuando-se a fase de plasma, essas trans-
sal da solução salina, formando duas fases, formações sofridas pela matéria, em nível
uma delas de gasolina mais água. microscópico, estão associadas a uma
a) troca de átomos entre as diferentes moléculas
2. (Enem) Em sua formulação, o spray de pi- do material.
menta contém porcentagens variadas de ole- b) transmutação nuclear dos elementos quími-
orresina de Capsicum, cujo princípio ativo é cos do material.
c) redistribuição de prótons entre os diferentes
a capsaicina, e um solvente (um álcool como
átomos do material.
etanol ou isopropanol). Em contato com os d) mudança na estrutura espacial formada pelos
olhos, pele ou vias respiratórias, a capsaicina diferentes constituintes do material.
causa um efeito inflamatório que gera uma e) alteração nas proporções dos diferentes isóto-
sensação de dor e ardor, levando à cegueira pos de cada elemento presente no material.
temporária. O processo é desencadeado pela
4. (Enem) Algumas práticas agrícolas fazem
liberação de neuropeptídios das terminações
uso de queimadas, apesar de produzirem
nervosas. grandes efeitos negativos. Por exemplo,
Como funciona o gás de pimenta. Disponível quando ocorre a queima da palha de cana-
em: http://pessoas.hsw.uol.com.br.
-de-açúcar, utilizada na produção de etanol,
Acesso em: 1 mar. 2012 (adaptado).
há emissão de poluentes como CO2, SOx, NOx
Quando uma pessoa é atingida com o spray e materiais particulados (MP) para a atmos-
de pimenta nos olhos ou na pele, a lavagem fera. Assim, a produção de biocombustíveis
pode, muitas vezes, ser acompanhada da
da região atingida com água é ineficaz por-
emissão de vários poluentes.
que a:
CARDOSO, A. A.; MACHADO, C. M. D.; PEREIRA, E. A.
a) reação entre etanol e água libera calor, in- Biocombustível: o mito do combustível limpo. Química
tensificando o ardor. Nova na Escola, n. 28, maio 2008 (adaptado).
b) solubilidade do princípio ativo em água é
muito baixa, dificultando a sua remoção. Considerando a obtenção e o consumo desse
c) permeabilidade da água na pele é muito biocombustível, há transformação química
alta, não permitindo a remoção do princípio quando:
ativo. a) o etanol é armazenado em tanques de aço
inoxidável.
d) solubilização do óleo em água causa um
b) a palha de cana-de-açúcar é exposta ao sol
maior espalhamento além das áreas atingi- para secagem.
das. c) a palha da cana e o etanol são usados como
e) ardência faz evaporar rapidamente a água, fonte de energia.
não permitindo que haja contato entre o d) os poluentes SOx, NOx e MP são mantidos in-
óleo e o solvente. tactos e dispersos na atmosfera.
e) os materiais particulados (MP) são espalha-
dos no ar e sofrem deposição seca.

101
5. (Enem) Nos anos 1990, verificou-se que o rio Potomac, situado no estado norte-americano de Ma-
ryland, tinha, em parte de seu curso, águas extremamente ácidas por receber um efluente de uma
mina de carvão desativada, o qual continha ácido sulfúrico (H2SO4). Essa água, embora límpida,
era desprovida de vida. Alguns quilômetros adiante, instalou-se uma fábrica de papel e celulose
que emprega hidróxido de sódio (NaOH) e carbonato de sódio (Na2CO3) em seus processos. Em
pouco tempo, observou-se que, a partir do ponto em que a fábrica lança seus rejeitos no rio, a vida
aquática voltou a florescer.
HARRIS, D. C. Análise química quantitativa.
Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 2012 (adaptado).

A explicação para o retorno da vida aquática nesse rio é a:


a) diluição das águas do rio pelo novo efluente lançado nele.
b) precipitação do íon sulfato na presença do efluente da nova fábrica.
c) biodegradação do ácido sulfúrico em contato com o novo efluente descartado.
d) diminuição da acidez das águas do rio pelo efluente da fábrica de papel e celulose.
e) volatilização do ácido sulfúrico após contato com o novo efluente introduzido no rio.

6. (Enem PPL) Um bafômetro simples consiste em um tubo contendo uma mistura sólida de dicroma-
to de potássio em sílica umedecida com ácido sulfúrico. Nesse teste, a detecção da embriaguez por
consumo de álcool se dá visualmente, pois a reação que ocorre é a oxidação do álcool a aldeído e a
redução do dicromato (alaranjado) a cromo (lll) (verde) ou cromo (ll) (azul).

A equação balanceada da reação química que representa esse teste é:

2−
a) Cr2O7(aq) + 2 H+(aq) + 3 CH3 − CH2 − OH(g) → 2 Cr 2+(aq) + 4 H2O(  ) + 3 CH3 − COOH(g)

2−
b) Cr2O7(aq) + 8 H+(aq) + 3 CH3 − CH2 − OH(g) → 2 Cr 3+(aq) + 7 H2O(  ) + 3 CH3 − CHO(g)

c) CrO24(aq)

+ 2 H+(aq) + 3 CH3 − CH2 − OH(g) → Cr 3 +(aq) + 4 H2O(  ) + 3 CH3 − CHO(g)

2−
d) Cr2O7(aq) + 8 H+(aq) + 3 CH3 − CHO(g) → 2 Cr 3 +(aq) + 4 H2O(  ) + 3 CH3 − COOH(g)

e) CrO24(aq)

+ 2 H+(aq) + 3 CH3 − CHO(g) → Cr 2+(aq) + H2O(  ) + 3 CH3 − COOH(g)

7. (Enem) A obtenção do alumínio dá-se a partir da bauxita (Aℓ2O3 . 3H2O) que é purificada e ele-
trolisada numa temperatura de 1.000 °C. Na célula eletrolítica, o ânodo é formado por barras de
grafita ou carvão, que são consumidas no processo de eletrólise, com formação de gás carbônico, e
o cátodo é uma caixa de aço coberta de grafita.
A etapa de obtenção do alumínio ocorre no:
a) ânodo, com formação de gás carbônico.
b) cátodo, com redução do carvão na caixa de aço.
c) cátodo, com oxidação do alumínio na caixa de aço.
d) ânodo, com depósito de alumínio nas barras de grafita.
e) cátodo, com fluxo de elétrons das barras de grafita para a caixa de aço.

102
8. (Enem)

TEXTO I

Biocélulas combustíveis são uma alternativa tecnológica para substituição das baterias conven-
cionais. Em uma biocélula microbiológica, bactérias catalisam reações de oxidação de substratos
orgânicos. Liberam elétrons produzidos na respiração celular para um eletrodo, onde fluem por
um circuito externo até o cátodo do sistema, produzindo corrente elétrica. Uma reação típica que
ocorre em biocélulas microbiológicas utiliza o acetato como substrato.
AQUINO NETO. S. Preparação e caracterização de bioanodos para biocélula e combustível etanol/O2.
Disponível em: www.teses.usp.br. Acesso em: 23 jun. 2015 (adaptado).

TEXTO II

Em sistemas bioeletroquímicos, os potenciais padrão (E°) apresentam valores característicos. Para


as biocélulas de acetato, considere as seguintes semirreações de redução e seus respectivos poten-
ciais:
2 CO2 + 7 H+ + 8 e- → CH3OO- + 2 H2O E0 = - 0,3 V
O2 + 4 H+ + 4 e- = 2 H2O E0 = + 0,8 V
SCOTT, K.; YU, E. H. Microbial electrochemical and fuel cells: fundamentals and applications.
Woodhead Publishing Series in Energy. n. 88, 2016 (adaptado).

Nessas condições, qual é o número mínimo de biocélulas de acetato, ligadas em série, necessárias
para se obter uma diferença de potencial de 4,4 V?
a) 3.
b) 4.
c) 6.
d) 9.
e) 15.

9. (Enem) A água consumida na maioria das cidades brasileiras é obtida pelo tratamento da água de
mananciais. A parte inicial do tratamento consiste no peneiramento e sedimentação de partículas
maiores. Na etapa seguinte, dissolvem-se na água carbonato de sódio e, em seguida, sulfato de
alumínio. O resultado é a precipitação de hidróxido de alumínio, que é pouco solúvel em água, o
qual leva consigo as partículas poluentes menores. Posteriormente, a água passa por um processo
de desinfecção e, finalmente, é disponibilizada para o consumo.
No processo descrito, a precipitação de hidróxido de alumínio é viabilizada porque
a) a dissolução do alumínio resfria a solução.
b) o excesso de sódio impossibilita sua solubilização.
c) oxidação provocada pelo sulfato produz hidroxilas.
d) as partículas contaminantes menores atraem essa substância.
e) o equilíbrio químico do carbonato em água torna o meio alcalino.

1
0. (Enem) O descarte do óleo de cozinha na rede de esgotos gera diversos problemas ambientais. Pode-
se destacar a contaminação dos cursos d’água, que tem como uma das consequências a formação
de uma película de óleo na superfície, causando danos à fauna aquática, por dificultar as trocas
gasosas, além de diminuir a penetração dos raios solares no curso hídrico.
Disponível em: http://revistagaIileu.globo.com. Acesso em: 3 ago. 2012 (adaptado).

Qual das propriedades dos óleos vegetais está relacionada aos problemas ambientais citados?
a) Alta miscibilidade em água.
b) Alta reatividade com a água.
c) Baixa densidade em relação à água.
d) Baixa viscosidade em relação à água.
e) Alto ponto de ebulição em relação à água.

1
1. (Enem) Combustíveis automotivos têm sido adulterados pela adição de substâncias ou materiais
de baixo valor comercial. Esse tipo de contravenção pode danificar os motores, aumentar o consu-
mo de combustível e prejudicar o meio ambiente. Vários testes laboratoriais podem ser utilizados
para identificar se um combustível está ou não adulterado. A legislação brasileira estabelece que o
diesel, obtido do petróleo, contenha certa quantidade de biodiesel. O quadro apresenta valores de

103
quatro propriedades do diesel, do biodiesel e do óleo vegetal, um material comumente utilizado
como adulterante.

Propriedade Diesel Biodiesel Óleo vegetal


Densidade (g/cm ) 3
0,884 0,880 0,992
Poder calorífico (MJ/L) 38,3 33,3 36,9
Viscosidade(mm2/s) 3,9 4,7 37,0
Teor de enxofre (%) 1,3 <0,001 <0,001

Com base nas informações apresentadas no quadro, quais são as duas propriedades que podem ser
empregadas tecnicamente para verificar se uma amostra de diesel comercial está ou não adultera-
da com óleo vegetal?
a) Densidade e viscosidade.
b) Teor de enxofre e densidade.
c) Viscosidade e teor de enxofre.
d) Viscosidade e poder calorífico.
e) Poder calorífico e teor de enxofre.

1
2. (Enem) O processo de dessulfurização é uma das etapas utilizadas na produção do diesel. Esse pro-
cesso consiste na oxidação do enxofre presente na forma de sulfeto de hidrogênio (H2S) a enxofre
elementar (sólido) que é posteriormente removido. Um método para essa extração química é o
processo Claus, no qual parte doH2S é oxidada a dióxido de enxofre (SO2) e, então, esse gás é usa-
do para oxidar o restante do H2S. Os compostos de enxofre remanescentes e as demais moléculas
presentes no diesel sofrerão combustão no motor.
MARQUES FILHO, J. Estudo da fase térmica do processo Claus utilizando
fluidodinâmica computacional. São Paulo: USP, 2004 (adaptado).

O benefício do processo Claus é que, na combustão do diesel, é minimizada a emissão de gases:


a) formadores de hidrocarbonetos.
b) produtores de óxidos de nitrogênio.
c) emissores de monóxido de carbono.
d) promotores da acidificação da chuva.
e) determinantes para o aumento do efeito estufa.

1
3. (Enem) A soda cáustica pode ser usada no desentupimento de encanamentos domésticos e tem,
em sua composição, o hidróxido de sódio como principal componente, além de algumas impurezas.
A soda normalmente é comercializada na forma sólida, mas que apresenta aspecto "derretido"
quando exposta ao ar por certo período.
O fenômeno de “derretimento” decorre da
a) absorção da umidade presente no ar atmosférico.
b) fusão do hidróxido pela troca de calor com o ambiente.
c) reação das impurezas do produto com o oxigênio do ar.
d) adsorção de gases atmosféricos na superfície do sólido.
e) reação do hidróxido de sódio com o gás nitrogênio presente no ar.

1
4. (Enem) Alimentos em conserva são frequentemente armazenados em latas metálicas seladas, fa-
bricadas com um material chamado folha de flandres, que consiste de uma chapa de aço revestida
com uma fina camada de estanho, metal brilhante e de difícil oxidação. É comum que a superfície
interna seja ainda revestida por uma camada de verniz à base de epóxi, embora também existam
latas sem esse revestimento, apresentando uma camada de estanho mais espessa.
SANTANA. V. M. S. A leitura e a química das substâncias. Cadernos PDE. Ivaiporã Secretaria de Estado
da Educação do Paraná (SEED); Universidade Estadual de Londrina, 2010 (adaptado).

Comprar uma lata de conserva amassada no supermercado é desaconselhável porque o amassado pode
a) alterar a pressão no interior da lata, promovendo a degradação acelerada do alimento.
b) romper a camada de estanho, permitindo a corrosão do ferro e alterações do alimento.
c) prejudicar o apelo visual da embalagem, apesar de não afetar as propriedades do alimento.
d) romper a camada de verniz, fazendo com que o metal tóxico estanho contamine o alimento.
e) desprender camadas de verniz, que se dissolverão no meio aquoso, contaminando o alimento.

104
1
5. (Enem) Os calcários são materiais compos- 16. (Enem) A definição de queimadura é bem
tos por carbonato de cálcio, que podem atuar ampla, porém, basicamente, é a lesão causada
como sorventes do dióxido de enxofre (SO2) pela ação direta ou indireta produzida pela
um importante poluente atmosférico. As re- transferência de calor para o corpo. A sua ma-
ações envolvidas no processo são a ativação nifestação varia desde bolhas (flictenas) até
do calcário, por meio de calcinação, e a fixa- formas mais graves, capazes de desencadear
ção do SO2 com a formação de um sal de cál- respostas sistêmicas proporcionais à gravida-
cio, como ilustrado pelas equações químicas de da lesão e sua respectiva extensão. Muitas
simplificadas. vezes, os primeiros socorros prestados à ví-
tima, ao invés de ajudar, acabam agravando
calor ainda mais a situação do paciente
CaCO3 → CaO + CO2
1 Disponível em: www.bombeiros-bm.rs.gov.br.
CaO + SO2 + O2 → Sal de cálcio Acesso em: 28 fev.2012 (adaptado).
2
Considerando-se as reações envolvidas nesse Ao se deparar com um indivíduo que sofreu
processo de dessulfurização, a fórmula quí- queimadura com formação de flictena, o pro-
mica do sal de cálcio corresponde a: cedimento de primeiros socorros que deve
a) CaSO3. ser realizado antes de encaminhar o pacien-
te ao hospital é
b) CaSO4.
a) colocar gelo sobre a flictena para amenizar o
c) CaS2O8. ardor.
d) CaSO2. b) utilizar manteiga para evitar o rompimento
e) CaS2O7. da flictena.
c) passar creme dental para diminuir a ardência
da flictena.
d) perfurar a flictena para que a água acumula-
da seja liberada.
e) cobrir a flictena com gazes molhadas para
evitar a desidratação.

1
7. (Enem) Os tensoativos são compostos capazes de interagir com substâncias polares e apolares. A
parte iônica dos tensoativos interage com substâncias polares, e a parte lipofílica interage com as
apolares. A estrutura orgânica de um tensoativo pede ser representada por:

Ao adicionar um tensoativo sobre a água, suas moléculas formam um arranjo ordenado.


Esse arranjo é representado esquematicamente por:

a) d)

b)
e)

c)

105
18. (Enem) A lipofilia é um dos fatores fundamentais para o planejamento de um fármaco. Ela mede
o grau de afinidade que a substância tem com ambientes apolares, podendo ser avaliada por seu
coeficiente de partição.

Em relação ao coeficiente de partição da testosterona, as lipofilias dos compostos 1 e 2 são, res-


pectivamente,
a) menor e menor que a lipofilia da testosterona.
b) menor e maior que a lipofilia da testosterona.
c) maior e menor que a lipofilia da testosterona.
d) maior e maior que a lipofilia da testosterona.
e) menor e igual à lipofilia da testosterona.

19. (Enem) A crescente produção industrial lança ao ar diversas substâncias tóxicas que podem ser
removidas pela passagem do ar contaminado em tanques para filtração por materiais porosos, ou
para dissolução em água ou solventes orgânicos de baixa polaridade, ou para neutralização em
soluções ácidas ou básicas. Um dos poluentes mais tóxicos liberados na atmosfera pela atividade
industrial é a 2,3,7,8 - tetraclorodioxina.

Esse poluente pode ser removido do ar pela passagem através de tanques contendo:
a) hexano.
b) metanol.
c) água destilada.
d) ácido clorídrico aquoso.
e) hidróxido de amônio aquoso.

20. (Enem) Para lavar e refrescar o ambiente, que estava a 40ºC uma pessoa resolveu jogar água sobre
um piso de granito. Ela observou que o líquido se concentrou em algumas regiões, molhando par-
cialmente a superfície. Ao adicionar detergente sobre essa água, a pessoa verificou que o líquido
se espalhou e deixou o piso totalmente molhado.
A molhabilidade da superfície foi melhorada em função da:
a) solubilidade do detergente em água ser alta.
b) tensão superficial da água ter sido reduzida.
c) pressão de vapor da água ter sido diminuída.
d) densidade da solução ser maior que a da água.
e) viscosidade da solução ser menor que a da água.
21. (Enem) O carvão ativado é um material que possui elevado teor de carbono, sendo muito utilizado
para a remoção de compostos orgânicos voláteis do meio, como o benzeno. Para a remoção desses
compostos, utiliza-se a adsorção. Esse fenômeno ocorre por meio de interações do tipo intermole-
culares entre a superfície do carvão (adsorvente) e o benzeno (adsorvato, substância adsorvida).
No caso apresentado, entre o adsorvente e a substância adsorvida ocorre a formação de:
a) Ligações dissulfeto.
b) Ligações covalentes.
c) Ligações de hidrogênio.
d) Interações dipolo induzido-dipolo induzido.
e) Interações dipolo permanente-dipolo permanente.

106
2
2. (Enem) A energia elétrica nas instalações rurais pode ser obtida pela rede pública de distribuição
ou por dispositivos alternativos que geram energia elétrica, como os geradores indicados no qua-
dro.

Tipo Geradores Funcionamento


I A gasolina Convertem energia térmica da queima da gasolina em energia elétrica
II Fotovoltaicos Convertem energia solar em energia elétrica e armazenam-na em baterias
III Hidráulicos Uma roda-d’água é acoplada a um dínamo, que gera energia elétrica
IV A carvão Com a queima do carvão, a energia térmica transforma-se em energia elétrica
Disponível em: www.ruralnews.com.br. Acesso em: 20 ago. 2014.

Os geradores que produzem resíduos poluidores durante o seu funcionamento são


a) I e II.
b) I e III.
c) I e IV.
d) II e III.
e) III e IV.

2
3. (Enem) O ambiente marinho pode ser contaminado com rejeitos radioativos provenientes de testes
com armas nucleares. Os materiais radioativos podem se acumular nos organismos. Por exemplo, o
estrôncio –90 é quimicamente semelhante ao cálcio e pode substituir esse elemento nos processos
biológicos.
FIGUEIRA, R. C. L.; CUNHA, I. I. L. A contaminação dos oceanos por radionuclídeos
antropogênicos. Química Nova na Escola, n. 1, 1998 (adaptado).

Um pesquisador analisou as seguintes amostras coletadas em uma região marinha próxima a um


local que manipula o estrôncio radioativo: coluna vertebral de tartarugas, concha de moluscos,
endoesqueleto de ouriços-do-mar, sedimento de recife de corais e tentáculos de polvo.
Em qual das amostras analisadas a radioatividade foi menor?
a) Concha de moluscos.
b) Tentáculos de polvo.
c) Sedimento de recife de corais.
d) Coluna vertebral de tartarugas.
e) Endoesqueleto de ouriços-do-mar.

2
4. (Enem) A aplicação excessiva de fertilizantes nitrogenados na agricultura pode acarretar altera-
ções no solo e na água pelo acúmulo de compostos nitrogenados, principalmente a forma mais
oxidada, favorecendo a proliferação de algas e plantas aquáticas e alterando o ciclo do nitrogênio,
representado no esquema. A espécie nitrogenada mais oxidada tem sua quantidade controlada por
ação de microrganismos que promovem a reação de redução dessa espécie, no processo denomina-
do desnitrificação.

O processo citado está representado na etapa


a) I.
b) II.
c) III.
d) IV.
e) V.

107
2
5. (Enem) Um fato corriqueiro ao se cozinhar arroz é o derramamento de parte da água de cozimento
sobre a chama azul do fogo, mudando-a para uma chama amarela. Essa mudança de cor pode sus-
citar interpretações diversas, relacionadas às substâncias presentes na água de cozimento. Além
do sal de cozinha (NaCℓ), nela se encontram carboidratos, proteínas e sais minerais.
Cientificamente, sabe-se que essa mudança de cor da chama ocorre pela
a) reação do gás de cozinha com o sal, volatilizando gás cloro.
b) emissão de fótons pelo sódio, excitado por causa da chama.
c) produção de derivado amarelo, pela reação com o carboidrato.
d) reação do gás de cozinha com a água, formando gás hidrogênio.
e) excitação das moléculas de proteínas, com formação de luz amarela.

2
6. (Enem) A absorção e o transporte de substâncias tóxicas em sistemas vivos dependem da facili-
dade com que estas se difundem através das membranas das células. Por apresentar propriedades
químicas similares, testes laboratoriais empregam o octan–1–ol como modelo da atividade das
membranas. A substância a ser testada é adicionada a uma mistura bifásica do octan–1–ol com
água, que é agitada e, ao final, é medido o coeficiente de partição octan–1–ol: água (Koa):
Koa = Coct/Ca, em que Coct é a concentração da substância na fase do octan -1-ol, e Ca a concentração
da substância na fase aquosa.
Foram avaliados cinco poluentes de sistemas aquáticos: benzeno, butano, éter dietílico, fluorobu-
tano e metanol.
O poluente que apresentou Koa tendendo a zero é o
a) éter dietílico.
b) fluorobutano.
c) benzeno.
d) metanol.
e) butano.

2
7. (Enem 2017) A cromatografia em papel é um método de separação que se baseia na migração dife-
rencial dos componentes de uma mistura entre duas fases imiscíveis. Os componentes da amostra
são separados entre a fase estacionária e a fase móvel em movimento no papel. A fase estacionária
consiste de celulose praticamente pura, que pode absorver até 22% de água. É a água absorvida
que funciona como fase estacionária líquida e que interage com a fase móvel, também líquida
(partição líquido-líquido). Os componentes capazes de formar interações intermoleculares mais
fortes com a fase estacionária migram mais lentamente.
Uma mistura de hexano com 5%(v/v) de acetona foi utilizada como fase móvel na separação dos
componentes de um extrato vegetal obtido a partir de pimentões. Considere que esse extrato con-
tém as substâncias representadas.
RIBEIRO, N. M.; NUNES, C. R. Análise de pigmentos de pimentões por cromatografia em papel.
Química Nova na Escola, n. 29, ago. 2008 (adaptado).

A substância presente na mistura que migra mais lentamente é o(a)


a) licopeno.
b) α-caroteno.
c) γ-caroteno.
d) capsorubina.
e) α-criptoxantina.

108
2
8. (Enem 2017) No ar que respiramos existem 3
0. (Enem) Utensílios de uso cotidiano e ferra-
os chamados “gases inertes”. Trazem curio- mentas que contêm ferro em sua liga me-
sos nomes gregos, que significam “o Novo”, tálica tendem a sofrer processo corrosivo e
“o Oculto”, “o Inativo”. E de fato são de tal enferrujar. A corrosão é um processo eletro-
modo inertes, tão satisfeitos em sua condi- químico e, no caso do ferro, ocorre a pre-
ção, que não interferem em nenhuma reação cipitação do óxido de ferro (III) hidratado,
química, não se combinam com nenhum ou- substância marrom pouco solúvel, conhecida
como ferrugem. Esse processo corrosivo é,
tro elemento e justamente por esse motivo
de maneira geral, representado pela equação
ficaram sem ser observados durante séculos: química:
só em 1962 um químico, depois de longos
4 Fe(s) + 3 O2(g) + 2 H2O(ℓ) → 2 Fe2O3∙H2O(s)
e engenhosos esforços, conseguiu forçar “o
Ferrugem
Estrangeiro” (o xenônio) a combinar-se fu-
gazmente com o flúor ávido e vivaz, e a fa- Uma forma de impedir o processo corrosivo
çanha pareceu tão extraordinária que lhe foi nesses utensílios é
conferido o Prêmio Nobel. a) renovar sua superfície, polindo-a semanal-
LEVI, P. A tabela periódica. Rio de Janeiro: mente.
Relume-Dumará,1994 (adaptado). b) evitar o contato do utensílio com o calor,
isolando-o termicamente.
Qual propriedade do flúor justifica sua es- c) impermeabilizar a superfície, isolando-a de
colha como reagente para o processo men- seu contato com o ar úmido.
cionado? d) esterilizar frequentemente os utensílios, im-
a) Densidade. pedindo a proliferação de bactérias.
b) Condutância. e) guardar os utensílios em embalagens, iso-
c) Eletronegatividade. lando-os do contato com outros objetos.
d) Estabilidade nuclear.
e) Temperatura de ebulição. 31. (Enem) O petróleo é um tipo de combustível
fóssil, de origem animal e vegetal, constitu-
2
9. (Enem PPL) Benjamin Franklin (1706-1790),
ído principalmente por hidrocarbonetos. Em
por volta de 1757, percebeu que dois barcos
desastres de derramamento de petróleo, vá-
que compunham a frota com a qual viajava
rios métodos são usados para a limpeza das
para Londres permaneciam estáveis, enquan-
áreas afetadas. Um deles é a biodegradação
to os outros eram jogados pelo vento. Ao
questionar o porquê daquele fenômeno, foi por populações naturais de microrganismos
informado pelo capitão que provavelmente os que utilizam o petróleo como fonte de nu-
cozinheiros haviam arremessado óleo pelos trientes. O quadro mostra a composição quí-
lados dos barcos. Inquirindo mais a respeito, mica média das células desses microrganis-
soube que habitantes das ilhas do Pacífico jo- mos.
gavam óleo na água para impedir que o vento Elemento Composição média celular (%)
a agitasse e atrapalhasse a pesca.
Carbono 50
Em 1774, Franklin resolveu testar o fenôme-
no jogando uma colher de chá (4 mL) de óleo Hidrogênio 7
de oliva em um lago onde pequenas ondas Nitrogênio 11
eram formadas. Mais curioso que o efeito de Fósforo 2
acalmar as ondas foi o fato de que o óleo ha- Outros 30
via se espalhado completamente pelo lago,
numa área de aproximadamente 2.000 m2 Para uma efetiva biodegradação, a região
formando um filme fino. afetada deve ser suplementada com
Embora não tenha sido a intenção original a) nitrogênio e fósforo.
de Franklin, esse experimento permite uma b) hidrogênio e fósforo.
estimativa da ordem de grandeza do tama- c) carbono e nitrogênio.
nho das moléculas. Para isso, basta supor d) carbono e hidrogênio.
que o óleo se espalha até formar uma cama- e) nitrogênio e hidrogênio.
da com uma única molécula de espessura.
RAMOS, C. H. I. História. CBME Informação,
n. 9, jan. 2006 (adaptado).
3
2. (Enem) A soda cáustica pode ser usada no
desentupimento de encanamentos domésti-
Nas condições do experimento realizado por cos e tem, em sua composição, o hidróxido
Franklin, as moléculas do óleo apresentam de sódio como principal componente, além
um tamanho da ordem de de algumas impurezas. A soda normalmente
a) 10-3 m é comercializada na forma sólida, mas que
b) 10-5 m apresenta aspecto "derretido" quando ex-
c) 10-7 m posta ao ar por certo período.
d) 10-9 m
e) 10-11 m
109
O fenômeno de “derretimento” decorre da
a) absorção da umidade presente no ar atmos-
férico.
b) fusão do hidróxido pela troca de calor com o
ambiente.
c) reação das impurezas do produto com o oxi-
gênio do ar.
d) adsorção de gases atmosféricos na superfície
do sólido.
e) reação do hidróxido de sódio com o gás ni-
trogênio presente no ar.

3
3. (Enem) A calda bordalesa é uma alternativa
empregada no combate a doenças que afetam
folhas de plantas. Sua produção consiste na
mistura de uma solução aquosa de sulfato de
cobre(II), CuSO4, com óxido de cálcio, CaO, e
sua aplicação só deve ser realizada se estiver
levemente básica. A avaliação rudimentar
da basicidade dessa solução é realizada pela
adição de três gotas sobre uma faca de fer-
ro limpa. Após três minutos, caso surja uma
mancha avermelhada no local da aplicação,
afirma-se que a calda bordalesa ainda não
está com a basicidade necessária. O quadro
apresenta os valores de potenciais padrão de
redução (E0) para algumas semirreações de
redução.

Semirreação de redução E0(V)


Ca2+ + 2e- → Ca -2,87
Fe + 3e → Fe
3+ -
-0,04
Cu2+ + 2e- → Cu +0,34
Cu+ + e- → Cu +0,52
Fe + e → Fe
3+ - 2+
+0,77

MOTTA, I. S. Calda bordalesa: utilidades e preparo.


Dourados: Embrapa, 2008 (adaptado).

A equação química que representa a reação


de formação da mancha avermelhada é:
a) Ca2+
(aq)
+ 2Cu+(aq) → Ca(s) + 2Cu2+
(aq)
.
b) Ca(aq) + 2Fe(aq) → Ca(s) + 2Fe (aq).
2+ 2+ 3+

c) Cu2+
(aq)
+ 2Fe2+(aq) → Cu(s) + 2Fe3+(aq).
d) 3Ca2+
(aq)
+ 2Fe(s) → 3Ca(s) + 2Fe3+(aq).
e) 3Cu(aq)
2+
+ 2Fe(s) → 3Cu(s) + 2Fe3+(aq).

Gabarito
1. B 2. B 3. D 4. C 5. D

6. B 7. E 8. B 9. E 10. C

11. A 12. D 13. A 14. B 15. B

16. E 17. C 18. D 19. A 20. B

21. D 22. C 23. B 24. E 25. B

26. D 27. D 28. C 29. D 30. C

31. A 32. A 33. E

110
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULAS 3 E 4 Tema: Funções Orgânicas

Competência: 5 Habilidade: 17

Construção da habilidade: O texto apresenta duas informações imprescindíveis para que o aluno
seja capaz de resolver a questão.

MODELO 1

“Muitas substâncias com grande atividade farmacológica podem ser extraídas da planta Papaver
somniferum, conhecida popularmente como papoula-do-oriente. Seu extrato seco (o ópio) contém
pelo menos 20 alcaloides naturais, dos quais o mais potente é a morfina. Alcaloides são compostos
orgânicos nitrogenados de estrutura complexa e de caráter básico, em geral heterocíclicos, que
constituem os princípios ativos dos vegetais e que exercem uma pronunciada ação fisiológica
sobre os animais. Outra substância extraída do ópio é a codeína. Já a heroína é sintetizada a partir
da morfina por meio de uma reação de esterificação e, por isso, é considerada uma substância
semissintética.”
REIS, M. Química. v.2, 2013 (p.154)

A estrutura do alcaloide que o texto se refere corresponde a:

a) e)

b)

c)

d)

111
Tema: Reações Orgânicas

Competência: 7 Habilidade: 25

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 7 do Enem, a habilidade 25 exige que
o aluno identifique a etapa de produção de uma substância.

MODELO 2

Embora o xilitol seja produzido geralmente a partir de carboidratos derivados da biomassa (BAU-
DEL et al., 2005; PARAJÓ et al., 1998), a produção de xilitol por hidrogenação catalítica da xilose
(um aldeído com cinco átomos de carbonos obtido a partir de hemicelulose), que é o principal
componente da hemicelulose, é essencial do ponto de vista comercial para uma produção em gran-
de escala (Figura 1). Ademais, esta é uma excelente oportunidade de desenvolvimento de novos
usos para a xilose advinda do pré-tratamento do bagaço de cana-de-açúcar na indústria química.
Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/161170/1/BPD-04-CNPAE.pdf. Acesso em:30/08/2018

O produto da hidrogenação catalítica da D-Xilose é:


a) pentano-1,2,3,4,5-pental
b) pentan-1,2,3,4,5-pentol
c) 1,2,3,4,5-pentanopental
d) 1,2,3,4,5-pentenopentol
e) penten-1,2,3,4,5-pentol

112
Tema: Reações Orgânicas

Competência: 7 Habilidade: 26

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 7 do Enem, a habilidade 26 exige que
o aluno identifique a energia e as transformações químicas envolvidas em um determinado processo.

MODELO 3

O TNT (trinitrotolueno ou 2-metil-1,3,5-trinitrobenzeno) é um sólido amarelo cristalino que tem


um imenso potencial explosivo. Foi inventado no início do século XX, principalmente em função
da Primeira Guerra Mundial. Por isto ele é muito utilizado em implosões de prédios e outras
edificações. Apesar de ser muitas vezes utilizado como uma arma, o seu uso pacífico também é
muito extenso. Os explosivos plásticos, por exemplo, muitas vezes usados em implosões de prédios
e outras edificações, são na realidade o próprio TNT interligado a um dispositivo. Este dispositivo
emite uma fagulha elétrica ao ser acionado, o que causa a explosão do TNT. Em laboratório, a
síntese do TNT pode ser realizada:
a) Pela nitração total do tolueno
b) Pela nitração do tolueno, seguida da redução catalítica
c) Pela acilação do benzeno, seguida da nitração total
d) Pela acilação do benzeno, seguida de nitração parcial e redução catalítica
e) Pela nitração total do ciclo hexeno

113
Tema: Reações Orgânicas

Competência: 7 Habilidade: 26

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 7 do Enem, a habilidade 26 exige


que o aluno identifique as transformações químicas envolvidas em um determinado processo, a partir do
consumo de um recurso energético.

MODELO 4

Carro 100% a álcool ganha em eficiência, mas espanta consumidores.


A evolução dos motores flex reduziu as diferenças de funcionamento, com baixo nível de ruído e
vibrações seja com etanol ou gasolina. Contudo, o resultado poderia ser ainda melhor. Além do ga-
nho ambiental por não queimar combustível de origem fóssil, motores modernos teriam eficiência
superior caso utilizassem apenas etanol, dizem engenheiros do setor automotivo.
Venda de veículos de passeio em 2017 dividida pelas opções de abastecimento:

"Cerca de 70% das emissões vêm de carros de passeio, por isso é importante o uso do biocombustí-
vel. O que é emitido de carbono na queima do etanol acaba compensado pelo ciclo da cana. Motores
100% a etanol são perfeitamente viáveis em um futuro próximo", afirma Ronaldo Ernesto, gerente
de pesquisa e desenvolvimento na Honda.
Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/sobretudo/rodas/2018/04/1964048-carro-100-a-
alcool-ganha-em-eficiencia-mas-espanta-consumidor.shtml. Acesso em 30/08/2018

A combustão do etanol é realizada em mais de uma etapa. O produto da primeira dessas etapas
libera um cheiro forte e levemente adocicado, muito comumente observado na fumaça emitida por
carros movidos 100% a etanol. A substância responsável por esse cheiro é o:
a) Metanal
b) Ácido acético
c) Etanal
d) Metanoato de metila
e) Ácido metanoico

114
Tema: Reações Orgânicas

Competência: 7 Habilidade: 25

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 7 do Enem, a habilidade 25 exige que
o aluno identifique a etapa de produção de uma substância e sua implicação social.

MODELO 5

Uso de crack invade as grandes capitais

Um dos principais problemas das últimas décadas tem sido o aumento significativo do consumo de
drogas e o surgimento de novas delas, como o crack. Ao contrário do que muitos pensam o crack
(benzoilecgonina) não é um subproduto da cocaína, mas sim um derivado da mesma, como mos-
trado na reação abaixo:

O nome da reação utilizada para a síntese de crack a partir da cocaína é:


a) Hidrólise alcalina
b) Substituição aromática eletrofílica
c) Alquilação de Friedel-Crafts
d) Acilação de Friedel-Crafts
e) Oxidação de álcoois

115
Raio X - Análise Expositiva
1.
Alternativa A. O texto diz: “Alcaloides são compostos orgânicos nitrogenados de estrutura comple-
xa e de caráter básico, em geral heterocíclicos, que constituem os princípios ativos dos vegetais e
que exercem uma pronunciada ação fisiológica sobre os animais.”
Logo, a estrutura correspondente é a que possui nitrogênio e heterociclo. Essas duas característi-
cas somente estão presentes na alternativa A.

2.

Segundo a nomenclatura oficial da IUPAC, o nome do produto (xilitol) é pentan-1,2,3,4,5-pentol.

3. O método de obtenção do trinitrotolueno é a nitração total do tolueno, ou seja, quando o tolueno


reage com o ácido nítrico (HNO3), catalisado por ácido sulfúrico. Esta nitração total significa que
serão feitas nitrações até que todas as substituições possíveis sejam feitas. No caso do tolueno é
possível no máximo três substituições no núcleo do anel benzênico: duas em orto e uma em para.
Vejamos esta reação de substituição abaixo:
posições orto
CH3 CH3
H H O2N
+ HO NO2 NO2
HO NO2 +3 H2O
HO NO2

H posição para NO2


Tolueno Ácido Nítrico TNT Água

4. Dada a combustão completa do etanol:

Segundo a questão, sabemos que a combustão do etanol é realizada em mais de uma etapa. O pro-
duto da primeira dessas etapas libera um cheiro forte e levemente adocicado. Observando a síntese
acima, vemos que o produto da primeira etapa é o etanal.

116
5. A partir da síntese:

Podemos observar que ocorre a hidrólise (quebra ) do grupo éster, em meio básico / alcalino, re-
presentado pela hidroxila (OH) que, no produto final, vai a ácido carboxílico com eliminação de
metanol.

Gabarito
1. A 2. B 3. A 4. C 5. A

117
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) O esquema representa, de maneira 4. (Enem) Em Bangladesh, mais da metade dos
simplificada, o processo de produção de eta- poços artesianos cuja água serve à população
nol utilizando milho como matéria-prima. local está contaminada com arsênio prove-
niente de minerais naturais e de pesticidas.
O arsênio apresenta efeitos tóxicos cumula-
tivos. A ONU desenvolveu um kit para trata-
mento dessa água a fim de torná-la segura
para o consumo humano. O princípio desse
kit é a remoção do arsênio por meio de uma
reação de precipitação com sais de ferro (III)
que origina um sólido volumoso de textura
gelatinosa.
Disponível em: http://tc.iaea.org.
Acesso em: 11 dez. 2012 (adaptado).
A etapa de hidrólise na produção de etanol a
partir do milho é fundamental para que Com o uso desse kit, a população local pode
a) a glicose seja convertida em sacarose. remover o elemento tóxico por meio de
b) as enzimas dessa planta sejam ativadas. a) fervura.
c) a maceração favorece a solubilização em água. b) filtração.
d) o amido seja transformado em substratos utili- c) destilação.
záveis pela levedura. d) calcinação.
e) os grãos com diferentes composições químicas e) evaporação.
sejam padronizados.
5. (Enem) Uma pessoa é responsável pela ma-
nutenção de uma sauna úmida. Todos os
2. (Enem PPL) Na preparação da massa do pão,
dias cumpre o mesmo ritual: colhe folhas de
presente na mesa do café da maioria dos bra-
capim-cidreira e algumas folhas de eucalip-
sileiros, utiliza-se o fungo Saccharomyces
to. Em seguida, coloca as folhas na saída do
cerevisiae vivo, contido no fermento. Sua fi-
vapor da sauna, aromatizando-a, conforme
nalidade é fazer com que a massa cresça por
meio da produção de gás carbônico. representado na figura.
Esse processo químico de liberação de gás é
causado pela:
a) glicogênese lática.
b) fermentação alcoólica.
c) produção de ácido lático.
d) produção de lactobacilos.
e) formação do ácido pirúvico.

3. (Enem PPL) O quadro apresenta alguns exem-


plos de combustíveis empregados em residên-
cias, indústrias e meios de transporte.

Temperatura Temperatura
Combustíveis
de fusão (°C) de ebulição
Qual processo de separação é responsável
Butano -135 -0,5
pela aromatização promovida?
Etanol -112 78 a) Filtração simples.
Metano -183 -162 b) Destilação simples.
Metanol -98 65 c) Extração por arraste.
Octano -57 126 d) Sublimação fracionada.
e) Decantação sólido-líquido.
São combustíveis líquidos à temperatura
ambiente de 25°C. 6. (Enem) Os métodos empregados nas análises
a) Butano, etanol e metano. químicas são ferramentas importantes para
b) Etanol, metanol e octano. se conhecer a composição dos diversos mate-
c) Metano, metanol e octano. riais presentes no meio ambiente. É comum,
d) Metanol e metano. na análise de metais presentes em amostras
e) Octano e butano. ambientais, como água de rio ou de mar, a adi-
ção de um ácido mineral forte, normalmente o

118
ácido nítrico (HNO3) com a finalidade de im- 9. (Enem) A energia nuclear é uma alternativa
pedir a precipitação de compostos pouco solú- aos combustíveis fósseis que, se não geren-
veis desses metais ao longo do tempo. ciada de forma correta, pode causar impac-
Na ocorrência de precipitação, o resultado da tos ambientais graves. O princípio da geração
análise pode ser subestimado, porque: dessa energia pode se basear na reação de fis-
a) ocorreu passagem de parte dos metais para são controlada do urânio por bombardeio de
uma fase sólida. nêutrons, como ilustrado:
b) houve volatilização de compostos dos metais
para a atmosfera. 235
U + n → 95Sr + 139Xe + 2n + energia
c) os metais passaram a apresentar comporta-
mento de não metais. Um grande risco decorre da geração do
d) formou-se uma nova fase líquida, imiscível chamado lixo atômico, que exige condições
com a solução original. muito rígidas de tratamento e armazenamento
e) os metais reagiram com as paredes do reci- para evitar vazamentos para o meio ambiente.
piente que contém a amostra. Esse lixo é prejudicial, pois:
a) favorece a proliferação de microrganismos
7. (Enem) Utensílios de uso cotidiano e ferra-
termófilos.
mentas que contêm ferro em sua liga me-
b) produz nêutrons livres que ionizam o ar,
tálica tendem a sofrer processo corrosivo e
tornando-o condutor.
enferrujar. A corrosão é um processo eletro-
c) libera gases que alteram a composição da
químico e, no caso do ferro, ocorre a pre-
atmosfera terrestre.
cipitação do óxido de ferro (III) hidratado,
substância marrom pouco solúvel, conhecida d) acentua o efeito estufa decorrente do calor
como ferrugem. Esse processo corrosivo é, produzido na fissão.
de maneira geral, representado pela equação e) emite radiação capaz de provocar danos à
química: saúde dos seres vivos.

4Fe(s) + 3 O2(g) + 2H2O(ℓ) → 2Fe2O3∙H2O(s) 1


0.
(Enem) Hidrocarbonetos podem ser
Ferrugem obtidos em laboratório por descarboxilação
Uma forma de impedir o processo corrosivo oxidativa anódica, processo conhecido
nesses utensílios é: como eletrossíntese de Kolbe. Essa reação
a) renovar sua superfície, polindo-a semanal- é utilizada na síntese de hidrocarbonetos
mente. diversos, a partir de óleos vegetais, os
b) evitar o contato do utensílio com o calor, quais podem ser empregados como fontes
isolando-o termicamente. alternativas de energia, em substituição aos
c) impermeabilizar a superfície, isolando-a de
hidrocarbonetos fósseis. O esquema ilustra
seu contato com o ar úmido.
d) esterilizar frequentemente os utensílios, im- simplificadamente esse processo.
pedindo a proliferação de bactérias.
e) guardar os utensílios em embalagens, isolan-
do-os do contato com outros objetos.

8. (Enem) Pesquisadores recuperaram DNA de


ossos de mamute (Mammuthus primigenius)
encontrados na Sibéria, que tiveram sua ida- Com base nesse processo, o hidrocarboneto
de de cerca de 28 mil anos confirmada pela produzido na eletrólise do ácido 3,3-dimetil-
técnica do carbono-14. butanoico é o:
FAPESP. DNA do mamute é revelado. a) 2,2,7,7-tetrametil-octano.
Disponível em: http://agencia.fapesp.br. b) 3,3,4,4-tetrametil-hexano.
Acesso em: 13 ago. 2012 (adaptado).
c) 2,2,5,5-tetrametil-hexano.
A técnica de datação apresentada no texto só d) 3,3,6,6-tetrametil-octano.
é possível devido à: e) 2,2,4,4-tetrametil-hexano.
a) proporção conhecida entre carbono-14 e
carbono -12 na atmosfera ao longo dos anos. 1
1. (Enem PPL) Sais de amônio são sólidos
b) decomposição de todo o carbono-12 presen- iônicos com alto ponto de fusão, muito mais
te no organismo após a morte. solúveis em água que as aminas originais e
c) fixação maior do carbono-14 nos tecidos de ligeiramente solúveis em solventes orgânicos
organismos após a morte. apolares, sendo compostos convenientes para
d) emissão de carbono-12 pelos tecidos de serem usados em xaropes e medicamentos
organismos após a morte. injetáveis. Um exemplo é a efedrina, que
e) transformação do carbono-12 em carbono -14 funde a 79°C, tem um odor desagradável
ao longo dos anos. e oxida na presença do ar atmosférico
formando produtos indesejáveis. O cloridrato

119
de efedrina funde a 217°C, não se oxida Considere duas rotas diferentes utilizadas
e é inodoro, sendo o ideal para compor os para a obtenção de ácido adípico, um insumo
medicamentos. muito importante para a indústria têxtil e de
plastificantes.

De acordo com o texto, que propriedade


química das aminas possibilita a formação
de sais de amônio estáveis, facilitando a
manipulação de princípios ativos?
a) Acidez.
b) Basicidade.
c) Solubilidade.
d) Volatilidade.
e) Aromaticidade. Que fator contribui positivamente para que
a segunda rota de síntese seja verde em
1
2. (Enem) Uma forma de organização de um comparação à primeira?
sistema biológico é a presença de sinais di- a) Etapa única na síntese.
versos utilizados pelos indivíduos para se b) Obtenção do produto puro.
comunicarem. No caso das abelhas da espé- c) Ausência de reagentes oxidantes.
cie Apis mellifera, os sinais utilizados po- d) Ausência de elementos metálicos no
dem ser feromônios. Para saírem e voltarem processo.
de suas colmeias, usam um feromônio que e) Gasto de energia nulo na separação do
indica a trilha percorrida por elas (Compos- produto.
to A). Quando pressentem o perigo, expelem
um feromônio de alarme (Composto B), que 1
4. (Enem) O permanganato de potássio
serve de sinal para um combate coletivo. O (KMnO4) é um agente oxidante forte muito
que diferencia cada um desses sinais utiliza- empregado tanto em nível laboratorial
dos pelas abelhas são as estruturas e funções quanto industrial. Na oxidação de alcenos
orgânicas dos feromônios. de cadeia normal, como o 1-fenil-1-propeno,
ilustrado na figura, o KMnO4 é utilizado para
a produção de ácidos carboxílicos.

Os produtos obtidos na oxidação do alceno


representado, em solução aquosa de KMnO4
são:
a) Ácido benzoico e ácido etanoico.
As funções orgânicas que caracterizam
b) Ácido benzoico e ácido propanoico.
os feromônios de trilha e de alarme são,
c) Ácido etanoico e ácido 2-feniletanoico.
respectivamente,
a) álcool e éster. d) Ácido 2-feniletanoico e ácido metanoico.
b) aldeído e cetona. e) Ácido 2-feniletanoico e ácido propanoico.
c) éter e hidrocarboneto.
d) enol e ácido carboxílico. 1
5. (Enem PPL) O papel tem na celulose sua
e) ácido carboxílico e amida. matéria-prima, e uma das etapas de sua pro-
dução é o branqueamento, que visa remover
1
3. (Enem) A química verde permite o a lignina da celulose. Diferentes processos
desenvolvimento tecnológico com danos de branqueamento usam, por exemplo, cloro
reduzidos ao meio ambiente, e encontrar (Cℓ2), hipoclorito de sódio (NaCℓO), oxigênio
rotas limpas tem sido um grande desafio. (O2), ozônio (O3) ou peróxido de hidrogênio

120
(H2O2). Alguns processos de branqueamento levam à formação de compostos organoclorados. São
apresentadas as estruturas de um fragmento da lignina e do tetracloroguaiacol, um dos organoclo-
rados formados no processo de branqueamento.

Os reagentes capazes de levar à formação de organoclorados no processo citado são:


a) O2 e O3
b) Cℓ2 e O2.
c) H2O2 e Cℓ2.
d) NaCℓO e O3.
e) NaCℓO e Cℓ2.

1
6. (Enem PPL) O Nylon® é um polímero (uma poliamida) obtido pela reação do ácido adípico com a
hexametilenodiamina, como indicado no esquema reacional.

Na época da invenção desse composto, foi proposta uma nomenclatura comercial, baseada no nú-
mero de átomos de carbono do diácido carboxílico, seguido do número de carbonos da diamina.
De acordo com as informações do texto, o nome comercial de uma poliamida resultante da reação
do ácido butanodioico com o 1,2-diamino-etano é:
a) Nylon 4,3.
b) Nylon 6,2.
c) Nylon 3,4.
d) Nylon 4,2.
e) Nylon 2,6.

121
1
7. (Enem PPL) O poli(ácido lático) ou PLA é um material de interesse tecnológico por ser um polímero
biodegradável e bioabsorvível. O ácido lático, um metabólito comum no organismo humano, é a
matéria-prima para produção do PLA, de acordo com a equação química simplificada:

Que tipo de polímero de condensação é formado nessa reação?


a) Poliéster.
b) Polivinila.
c) Poliamida.
d) Poliuretana.
e) Policarbonato.

1
8. (Enem PPL) O quadro apresenta a composição do petróleo.
Faixa de tamanho Faixa de ponto de
Fração Usos
das moléculas ebulição (°C)
Gás C1 a C5 -160 a 30 combustíveis gasosos
Gasolina C5 a C12 30 a 200 combustível de motor
Querosene C12 a C18 180 a 400 diesel e combustível de alto-forno
Lubrificantes maior que C16 maior que 350 lubrificantes
Parafinas maior que C20 sólidos de baixa fusão velas e fósforos
Asfalto maior que C30 resíduos pastosos pavimentação
BROWN, T. L. et al. Química: a ciência central. São Paulo: Person Prentice Hall, 2005.

Para a separação dos constituintes com o objetivo de produzir a gasolina, o método a ser utilizado
éa
a) filtração.
b) destilação.
c) decantação.
d) precipitação.
e) centrifugação.

1
9. (Enem) Pesticidas são substâncias utilizadas para promover o controle de pragas. No entanto, após
sua aplicação em ambientes abertos, alguns pesticidas organoclorados são arrastados pela água até
lagos e rios e, ao passar pelas guelras dos peixes, podem difundir-se para seus tecidos lipídicos e
lá se acumularem.
A característica desses compostos, responsável pelo processo descrito no texto, é o(a)
a) baixa polaridade.
b) baixa massa molecular.
c) ocorrência de halogênios.
d) tamanho pequeno das moléculas.
e) presença de hidroxilas nas cadeias.

2
0. (Enem PPL) Além de ser uma prática ilegal, a adulteração de combustíveis é prejudicial ao meio
ambiente, ao governo e, especialmente, ao consumidor final. Em geral, essa adulteração é feita
utilizando compostos com propriedades físicas semelhantes às do combustível, mas de menor
valor agregado.
Considerando um combustível com 20% de adulterante, a mistura em que a adulteração seria
identificada visualmente é:
a) etanol e água.
b) etanol e acetona.
c) gasolina e água.
d) gasolina e benzeno.
e) gasolina e querosene.

122
2
1. (Enem) Um grupo de pesquisadores desenvolveu um método simples, barato e eficaz de remoção de
petróleo contaminante na água, que utiliza um plástico produzido a partir do líquido da castanha
de caju (LCC). A composição química do LCC é muito parecida com a do petróleo e suas moléculas,
por suas características, interagem formando agregados com o petróleo. Para retirar os agregados
da água, os pesquisadores misturam ao LCC nanopartículas magnéticas.
KIFFER, D. Novo método para remoção de petróleo usa óleo de mamona e castanha de
caju. Disponível em: www.faperj.br. Acesso em: 31 jul. 2012 (adaptado).

Essa técnica considera dois processos de separação de misturas, sendo eles, respectivamente,
a) flotação e decantação.
b) decomposição e centrifugação.
c) floculação e separação magnética.
d) destilação fracionada e peneiração.
e) dissolução fracionada e magnetização.

2
2. (Enem) A talidomida é um sedativo leve e foi muito utilizado no tratamento de náuseas, comuns
no início da gravidez. Quando foi lançada, era considerada segura para o uso de grávidas, sendo
administrada como uma mistura racêmica composta pelos seus dois enantiômeros (R e S).
Entretanto, não se sabia, na época, que o enantiômero S leva à malformação congênita, afetando
principalmente o desenvolvimento normal dos braços e pernas do bebê.
COELHO, F. A. S. “Fármacos e quiralídade”. Cadernos Temáticos de Química Nova na Escola, São Paulo, n. 3, maio 2001 (adaptado).

Essa malformação congênita ocorre porque esses enantiômeros


a) reagem entre si.
b) não podem ser separados.
c) não estão presentes em partes iguais.
d) interagem de maneira distinta com o organismo.
e) são estruturas com diferentes grupos funcionais.

2
3. (Enem) Os feromônios são substâncias utilizadas na comunicação entre indivíduos de uma espécie.
O primeiro feromônio isolado de um inseto foi o bombicol, substância produzida pela mariposa do
bicho-da-seda.

O uso de feromônios em ações de controle de insetos-praga está de acordo com o modelo preconizado
para a agricultura do futuro. São agentes altamente específicos e seus compostos químicos podem
ser empregados em determinados cultivos, conforme ilustrado no quadro.
Substância Inseto Cultivo

Sitophillus
Milho
spp

Migdolus
Cana-de-açúcar
fryanus

Anthonomus
Morango
rubi

Grapholita molesta Frutas

Scrobipalpuloides absoluta Tomate

Considerando essas estruturas químicas, o tipo de estereoisomeria apresentada pelo bombicol é


também apresentada pelo feromônio utilizado no controle do inseto:
a) Sitophilus spp.
b) Migdolus fryanus.
c) Anthonomus rubi.
d) Grapholita molesta.
e) Scrobipalpuloides absoluta.

123
2
4. (Enem PPL) A busca por substâncias capazes de minimizar a ação do inseto que ataca as plantações
de tomate no Brasil levou à síntese e ao emprego de um feromônio sexual com a seguinte fórmula
estrutural:

Uma indústria agroquímica necessita sintetizar um derivado com maior eficácia. Para tanto, o
potencial substituto deverá preservar as seguintes propriedades estruturais do feromônio sexual:
função orgânica, cadeia normal e isomeria geométrica original.
A fórmula estrutural do substituto adequado ao feromônio sexual obtido industrialmente é:
a)

b)

c)

d)

e)

2
5. (Enem) A descoberta dos organismos 27. (Enem 2017) Plantas apresentam substân-
extremófilos foi uma surpresa para os cias utilizadas para diversos fins. A morfina,
pesquisadores. Alguns desses organismos, por exemplo, extraída da flor da papoula,
chamados de acidófilos, são capazes de é utilizada como medicamento para aliviar
sobreviver em ambientes extremamente
dores intensas. Já a coniina é um dos com-
ácidos. Uma característica desses organismos
é a capacidade de produzir membranas ponentes da cicuta, considerada uma planta
celulares compostas de lipídeos feitos venenosa. Suas estruturas moleculares são
de éteres em vez dos ésteres de glicerol, apresentadas na figura.
comuns nos outros seres vivos (mesófilos),
o que preserva a membrana celular desses
organismos mesmo em condições extremas
de acidez.
A degradação das membranas celulares de
organismos não extremófilos em meio ácido
é classificada como:
a) hidrólise.
b) termólise.
c) eterificação.
d) condensação.
e) saponificação.
2
6. (Enem) Nucleófilos (Nu–) são bases de Lewis
que reagem com haletos de alquila, por
meio de uma reação chamada substituição
nucleofílica (SN) como mostrado no esquema:
R – X + Nu– → R – Nu + X–
(R = grupo alquila e X= halogênio)
A reação de SN entre metóxido de sódio O grupo funcional comum a esses
(Nu– = CH3O–) e brometo de metila fornece fitoquímicos é o(a)
um composto orgânico pertencente à função:
a) éter. a) éter.
b) éster. b) éster.
c) álcool. c) fenol.
d) haleto. d) álcool.
e) hidrocarboneto. e) amina.

124
2
8. (Enem 2017) Em algumas regiões brasileiras, 2
9. (Enem 2017) A figura representa a estrutura
é comum se encontrar um animal com odor química do principal antiviral usado na
característico, o zorrilho. Esse odor serve pandemia de gripe antiviral usado na
para proteção desse animal, afastando seus pandemia de gripe H1N1, que se iniciou em
predadores. Um dos feromônios responsáveis 2009.
por esse odor é uma substância que apresenta
isomeria trans e um grupo tiol ligado à sua
cadeia.
A estrutura desse feromônio, que ajuda na
proteção do zorrilho, é
a)

b)
Qual é o número de enantiômeros possíveis
para esse antiviral?
a) 1
b) 2
c) c) 6
d) 8
e) 16

d)

e)

3
0. (Enem 2017) O biodiesel é um biocombustível obtido a partir de fontes renováveis, que surgiu
como alternativa ao uso do diesel de petróleo para motores de combustão interna. Ele pode ser
obtido pela reação entre triglicerídeos, presentes em óleos vegetais e gorduras animais, entre
outros, e álcoois de baixa massa molar, como o metanol ou etanol, na presença de um catalisador,
de acordo com a equação química:

A função química presente no produto que representa o biodiesel é


a) éter.
b) éster.
c) álcool.
d) cetona.
e) ácido carboxílico.

125
3
1. (Enem) A ozonólise, reação utilizada na 3
2. (Enem 2017) A maioria dos alimentos con-
indústria madeireira para a produção de tém substâncias orgânicas, que possuem
papel, é também utilizada em escala de grupos funcionais e/ou ligações duplas, que
laboratório na síntese de aldeídos e cetonas. podem ser alteradas pelo contato com o ar
As duplas ligações dos alcenos são clivadas atmosférico, resultando na mudança do sa-
pela oxidação com o ozônio (O3) em presença bor, aroma e aspecto do alimento, poden-
de água e zinco metálico, e a reação produz do também produzir substâncias tóxicas ao
aldeídos e/ou cetonas, dependendo do grau organismo. Essas alterações são conhecidas
de substituição da ligação dupla. Ligações rancificação do alimento.
duplas dissubstituídas geram cetonas,
Essas modificações são resultantes de
enquanto as ligações duplas terminais ou
ocorrência de reações de
monossubstituídas dão origem a aldeídos,
a) oxidação.
como mostra o esquema. b) hidratação.
c) neutralização.
d) hidrogenação.
e) tautomerização.

3
3. (Enem 2017) Quando se abre uma garrafa de
vinho, recomenda-se que seu consumo não
Considere a ozonólise do composto 1-fenil-
demande muito tempo. À medida que os dias
2-metilprop-1-eno:
ou semanas se passam, o vinho pode se tornar
azedo, pois o etanol presente sofre oxidação e
se transforma em ácido acético.
Para conservar as propriedades originais do
vinho, depois de aberto, é recomendável
a) colocar a garrafa ao abrigo de luz e umidade.
b) aquecer a garrafa e guardá-la aberta na
geladeira.
c) verter o vinho para uma garrafa maior e
esterilizada.
d) fechar a garrafa, envolvê-la em papel
Quais são os produtos formados nessa reação?
alumínio e guardá-la na geladeira.
a) Benzaldeído e propanona.
e) transferir o vinho para uma garrafa menor,
b) Propanal e benzaldeído.
tampá-la e guardá-la na geladeira.
c) 2-fenil-etanal e metanal.
d) Benzeno e propanona.
e) Benzaldeído e etanal.

3
4. (Enem PPL 2017) Pesquisadores avaliaram a qualidade da água potável distribuída em cidades
brasileiras. Entre as várias substâncias encontradas, destacam-se as apresentadas no esquema. A
presença dessas substâncias pode ser verificada por análises químicas, como uma reação ácido-
base, mediante a adição hidróxido de sódio.

Apesar de não ser perceptível visualmente, por casa das condições de diluição, essa análise
apresentará resultado positivo para o(a)

126
a) cafeína.
b) atrazina.
c) triclosan.
d) benzo[a]pireno.
e) dipirona sódica.

3
5. (Enem PPL 2017) Os polímeros são materiais amplamente utilizadas na sociedade moderna, al-
guns deles na fabricação de embalagens e filmes plásticos, por exemplo. Na figura estão relaciona-
das as estruturas de alguns monômeros usados na produção de polímeros de adição comuns.

Dentre os homopolímeros formados a partir dos monômeros da figura, aquele que apresenta
solubilidade em água é
a) polietileno.
b) poliestireno.
c) polipropileno.
d) poliacrilamida.
e) policloreto de vinila.

3
6. (Enem PPL) Combustíveis automotivos têm sido adulterados pela adição de substâncias ou mate-
riais de baixo valor comercial. Esse tipo de contravenção pode danificar os motores, aumentar o
consumo de combustível e prejudicar o meio ambiente. Vários testes laboratoriais podem ser uti-
lizados para identificar se um combustível está ou não adulterado. A legislação brasileira estabe-
lece que o diesel, obtido do petróleo, contenha certa quantidade de biodiesel. O quadro apresenta
valores de quatro propriedades do diesel, do biodiesel e do óleo vegetal, um material comumente
utilizado como adulterante.
Propriedade Diesel Biodiesel Óleo vegetal
Densidade (g/cm ) 3
0,884 0,880 0,922
Poder Calorífico (MJ/L) 38,3 33,3 36,9
Viscosidade (mm /s)
2
3,9 4,7 37,0
Teor de enxofre (%) 1,3 <0,001 <0,001
Com base nas informações apresentadas no quadro, quais são as duas propriedades que podem ser
empregadas tecnicamente para verificar se uma amostra de diesel comercial está ou não adulterada
com óleo vegetal?
a) Densidade e viscosidade.
b) Teor de enxofre e densidade.
c) Viscosidade e teor de enxofre.
d) Viscosidade e poder calorífico.
e) Poder calorífico e teor de enxofre.

3
7. (Enem)
A bomba
reduz neutros e neutrinos, e abana-se com o leque da
reação em cadeia.
ANDRADE C. D. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro. Aguilar, 1973 (fragmento).
Nesse fragmento de poema, o autor refere-se à bomba atômica de urânio. Essa reação é dita “em
cadeia” porque na
a) fissão do 235U ocorre liberação de grande quantidade de calor, que dá continuidade à reação.
b) fissão de 235U ocorre liberação de energia, que vai desintegrando o isótopo 238U, enriquecendo-o em
mais 235U.
c) fissão do 235U ocorre uma liberação de nêutrons, que bombardearão outros núcleos.
d) fusão do 235U com 238U ocorre formação de neutrino, que bombardeará outros núcleos radioativos.
e) fusão do 235U com 238U ocorre formação de outros elementos radioativos mais pesados, que desencadeiam
novos processos de fusão.

127
3
8. (Enem 2017) A técnica do carbono-14 per-
mite a datação de fósseis pela medição dos
valores de emissão beta desse isótopo pre-
sente no fóssil. Para um ser em vida, o má-
ximo são 15 emissões beta/(min/g). Após
a morte, a quantidade de 14C se reduz pela
metade a cada 5.730 anos.
A prova do carbono 14. Disponível em:
http:///noticias.terra.com.br.
Acesso em: 9 nov. 2013 (adaptado).

Considere que um fragmento fóssil de


massa igual a 30 g foi encontrado em um
sítio arqueológico, e a medição de radiação
apresentou 6.750 emissões beta por hora. A
idade desse fóssil, em anos, é
a) 450
b) 1.433
c) 11.460
d) 17.190
e) 27.000

Gabarito
1. D 2. B 3. B 4. B 5. C

6. A 7. C 8. A 9. E 10. C

11. B 12. A 13. A 14. A 15. E

16. D 17. A 18. B 19. A 20. C

21. C 22. D 23. E 24. E 25. A

26. A 27. E 28. B 29. D 30. B

31. A 32. A 33. E 34. C 35. D

36. A 37. C 38. C

128
Aplicação dos conhecimentos - Sala

AULAS 5 E 6 Tema: Equilíbrio Químico e Iônico

Competência: 3 Habilidade: 12

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 3 do Enem, a habilidade 12 exige


do aluno a capacidade de resolver uma situação proposta, a partir de conhecimentos sobre equilíbrio
químico e solução-tampão (equação de Henderson-Hasselbalch).

MODELO 1

Um estudo divulgado por cientistas britânicos despejou combustível extra no já inflamado debate
sobre o uso da aspirina como forma de prevenir doenças. Publicado na revista médica Annals of
Oncology, na semana passada, o trabalho mostra que a ingestão diária de um comprimido de 75
mg de ácido acetilsalicílico reduz de forma significativa, no longo prazo, o risco de desenvolver
alguns tipos de câncer.
Ao mesmo tempo, os pesquisadores da Universidade Queen Mary, de Londres, verificaram um
aumento de úlceras no trato digestivo e de sangramentos severos, inclusive com possibilidade de
morte. Para o coordenador do estudo, Jack Cuzick, os dados mostram que tomar uma aspirina por
dia para evitar o câncer compensa os riscos. Para cada mil pessoas de 60 anos ou mais que ingeri-
rem a droga ao longo de 10 anos, ele estima 16 óbitos a menos por câncer, uma morte a menos por
ataque cardíaco e duas mortes a mais por sangramento interno.
A aspirina é um remédio que contém como substância ativa o ácido acetilsalicílico, que é um anti-
-inflamatório não esteroide, que serve para tratar a inflamação, aliviar a dor e baixar a febre em
adultos e crianças. A aspirina (mostrada abaixo na forma de ácido acetilsalicílico, Ka = 3,2 x 10-4)
é um produto da reação do ácido salicílico com anidrido acético. Sendo o log 2 igual a 0,3 A razão
entre as concentrações entre o íon acetilsalicilato e ácido acetilsalicílico em uma solução cujo pH
foi ajustado para 4,5 com um ácido forte ou uma base forte:

a) 0,01
b) 0,1
c) 1
d) 10
e) 100

129
Tema: Equilíbrio Iônico

Competência: 5 Habilidade: 17

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 5 do Enem, a habilidade 17 exige do


aluno a capacidade de correlacionar os conhecimentos científicos de equilíbrio iônico com a tabela dada.

MODELO 2

Antigamente os ácidos eram exclusividade de cremes e loções manipulados a pedido do médico.


Mas hoje, eles se popularizaram e fazem parte da composição de muitos cosméticos. O principal
motivo para a ampliação do emprego dessas substâncias está, principalmente, na eficiência em um
grande leque de ações: há ácidos ótimos para clarear manchas, outros são excelentes em amenizar
cicatrizes, alguns ainda combatem acne, diminuem rugas e até estrias. Os ácidos comuns para tal
uso são o ácido salicílico, azelaico, retinóico, glicólico e mandélico.

Ácido Grau de ionização aproximado Massa molar (g/mol)


Ácido Salicílico 10-3 138
Ácido Azelaico 10-5
188
Ácido Retinóico 10-4
300
Ácido Glicólico 10-4 76
Ácido Mandélico 10-4
152

Considerando soluções de 10 g/L de tais ácidos, a solução com maior pH será de:
a) Salicílico
b) Azelaico
c) Retinoico
d) Glicólico
e) Mandélico

130
Tema: Estequiometria

Competência: 6 Habilidade: 23

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 6 do Enem, a habilidade 23 exige do


aluno a habilidade de avaliar as diferentes quantidades de energias geradas pelos diferentes aparatos.

MODELO 3

Todo mundo sabe que o fogo é o resultado da combustão de um combustível. O isqueiro nada mais
é que um recipiente feito especialmente para o acúmulo de combustível. O primeiro isqueiro, cuja
invenção é creditada ao químico alemão Johann Dobereneir, armazenava gás hidrogênio. O gás
flutuava sobre um catalisador de platina aquecido que dava início à combustão. A chama era suave
e consistente, mas exalava um odor muito desagradável. Ainda assim, a invenção de Johann, que
ficou conhecida como “lâmpada de Dobereiner”, tornou o acendimento de fogueiras e cachimbos
muito mais prático, proporcionando uma conveniência nunca vista antes. A invenção foi tão bem-
sucedida que ele supostamente vendeu mais de um milhão desses isqueiros.

Por sua vez, o isqueiro moderno não teria surgido se o químico austríaco Carl Auer Von Welsbach
não tivesse inventado o ferrocério, uma liga de ferro e cério (um metal raro) que produz faíscas
ao ser manuseado rapidamente. O isqueiro moderno armazena gás butano ao invés do hidrogênio.
O butano produz uma chama mais controlada e exala uma quantidade bem menor de odores
desagradáveis. O butano em um isqueiro é pressurizado ao ser armazenado, o que faz com que ele
fique no estado líquido. Quando despressurizado, o líquido vaporiza imediatamente, formando
o butano gasoso, que por sua vez pegará fogo facilmente ao entrar em contato com uma simples
faísca.
Sabendo que o calor de combustão do butano é de 2878 kJ/mol e a do hidrogênio é de
286 kJ/mol, considerando dois isqueiros de 50 cm³, um com gás butano em seu interior e o outro
com gás hidrogênio, qual a razão entre o combustível que produz menos energia em relação ao que
produz mais energia:
(Dados: densidade hidrogênio: 0,0708 g/mL e densidade do butano: 2,48 kg/m³)
a) 0,01
b) 0,02
c) 0,04
d) 0,06
e) 0,08

131
Tema: Estequiometria

Competência: 5 Habilidade: 17

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 5 do Enem, a habilidade 17 exige do


aluno a habilidade de interpretar o texto discursivo e correlacionar com os conceitos de cálculo químico
aprendidos.

MODELO 4

O trinitrotolueno (mais conhecido como TNT) é um sólido cristalino incolor ou ligeiramente


amarelado que se estende até o marrom, é insolúvel em água, porém, solúvel em solventes polares
tem massa molecular de 227 g/mol, seu ponto de fusão é de 80,7 °C , e ponto de ebulição de
240°C, é uma substância química que apresenta alta instabilidade energética e quando submetido
a choques mecânicos intensos e calor excessivo, causa instantaneamente a expansão de material,
o que o torna altamente explosivo, motivo este que o levou a ser usado em guerras.
https://www.infoescola.com/compostos-quimicos/trinitrotolueno-tnt/. Acessado em 26/10/2018
Ao planejar determinada invasão, um general das forças armadas fez a seguinte afirmativa: “A
cada quilômetro de trincheira precisamos de um quarto de tonelada de explosivos.” Considerando
cerca de 20 km de trincheira e 40% de rendimento na obtenção do trinitrotolueno, a massa, em
quilograma, de tolueno necessária para a síntese é de:
(Dados: MMtolueno = 92 g/mol)
a) 8000 kg
b) 5000 kg
c) 2500 kg
d) 1000 kg
e) 500 kg

132
Tema: Soluções

Competência: 5 Habilidade: 18

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 5 do Enem, a habilidade 18 exige


do aluno a habilidade de correlacionar os diferentes sistemas analisados com o assunto de diluição de
soluções.

MODELO 5

Atenção: slime pode conter alto teor de Boro, que é tóxico


Sabe a água boricada? Ela é feita a partir do elemento químico Boro - o princípio ativo é uma
concentração de 3% v/v do ácido bórico. O produto antisséptico tem a venda proibida em alguns
países por conta de suas características tóxicas. Além de antisséptico, o Boro ajuda a criar
viscosidade, por isso também aparece em detergentes, fibra de vidro, fungicidas, fundentes em
soldas de metais nobres, em produtos anti-corrosivos e no slime - para os mais antigos, a famosa
geleca, brinquedo que voltou a ser mania entre crianças.
A exposição a níveis excessivos de Boro pode causar irritação, diarreia, vômitos e cãibras a curto
prazo. A exposição a níveis muito altos de boro também pode prejudicar a fertilidade e causar
danos a crianças não nascidas em mulheres grávidas.
A União Européia estabelece que esse tipo de brinquedo não deve conter mais do que 300 mg/L de
Boro. Os oito produtos que apresentaram níveis exagerados do composto foram todos comprados
pela Amazon. O órgão de defesa do consumidor exigiu "mudanças fundamentais" no sistema de
segurança do produto.
A quantidade de litros de solvente que teremos de adicionar a 100 mL de água boricada para ob-
termos uma concentração equivalente a concentração máxima permitida pela União Européia é:
(Dados: dH3BO3 = 1,44 g/cm³; MMH3BO3 = 62 g/mol)
a) 10,4
b) 12,3
c) 12,4
d) 14,3
e) 14,4

133
Raio X - Análise Expositiva
1. Equação em equilíbrio HA  H+ + A-
[A-][H+] [A-][H+]
Ka = ________
​  [HA]    (-log) → -log Ka = -log ________
​  ​  [HA]    ​

[A-]
-log Ka = -log _____
​ [HA]   ​ 
-log[H+]

[A-]
pKa = -log _____
​ [HA]   ​ 
+pH

[A-] (base conjugada)
pH = pKa + log _____
​         ​
[HA] (ácido)
Analogamente, para o ácido acetilsalicílico:

[acetilsalicilato]
pH = pKa + log ____________________
​   
    ​
[ácido acetilsalicílico]
pKª = - log Ka
pKa = - log3,2 · 10-4
pKa = -(log3,2) + (log10-4)

(  )
​ 32 ​  ​+ (log10-4)]
pKa = - [​ log ___
10
pKa = [(log32) - (log10) + (log10-4)]
pKa = [(log25) - (log10) + (log10-4)]
pKa = [(5 · log2) - (log10) + (- 4 · log10)]
pKa = [(5 · 0,3) - (1) + (-4)]
pKa = 3,5
[acetilsalicilato]
4,5 = 3,5 + log ____________________
​   
    ​
[ácido acetilsalicílico]
[acetilsalicilato]
1 = log ____________________
​   
    ​
[ácido acetilsalicílico]

101 = 10
[acetilsalicilato]
____________________
​   
    ​= 10
[ácido acetilsalicílico] 
2. Quadro de equilíbrio:

HX  H+ + X- (Ânion Orgânico)
M (Conc. Inicial) 0 0
-M∙α +M∙α +M∙α
M-M∙α +M∙α +M∙α

Conversão de g/L para


Ácido mol/L [H+] pH = - log [H+]
C = M ∙ MM ∴ M = C/MM
Ácido Salicílico 10/138 = 0,07 mol/L 0,07 ∙ 10-3 = 7 ∙ 10-5 4,15
Ácido Azelaico 10/188= 0,05 mol/L 0,05 ∙ 10 = 5 ∙ 10
-5 -7
6,3
Ácido Retinóico 10/300 = 0,03 mol/L 0,03 ∙ 10-4 = 3 ∙ 10-6 5,23
Ácido Glicólico 10/76 = 0,13 mol/L 0,13 ∙ 10-4 = 1,3 ∙ 10-5 4,89
Ácido Mandélico 10/152 = 0,06 mol/L 0,06 ∙ 10-4 = 6 ∙ 10-6 5,23
Quanto menor a concentração, maior é o pH.

134
3. Butano (C4H10):
2,48 kg ___________ 1 m³
2,48 g _____________ 1 cm³ (mL)
m _____________ 50 cm³ ∴ m = 124 g
Hidrogênio (H2)
0,0708 g _____________ 1 mL
m _____________ 50 mL .: m = 3,54 g
2878 kJ _____________ 58g
E _____________ 124 g ∴ E = 6152,9 kJ
286 kJ _____________ 2 g
E _____________ 3,54 g ∴ E = 506,22 kJ
Razão = 506,22 / 6152,9 ≅ 0,08

4. Tolueno _____________ trinitrotolueno


1 km _____________ 0,25 t
20 km _____________ m ∴ m = 5 t
5t _____________ 40%
m’_____________ 100% ∴ m’ = 12,5 t
92 g _____________ 227 g
mtolueno___________ 12,5 t ∴ mtolueno ≅ 5 t = 5000 kg

5. 3% v/v
3 mL H3BO3 ___________ 100 mL
V H3BO3 ___________ 1000 mL ∴ V H3BO3 = 30 mL
1,44 g H3BO3___________ 1mL H3BO3
m H3BO3___________ 30 mL H3BO3: m H3BO3 43,2 g/L
Cágua boricada ∙ Vágua boricada = C slime ∙ V slime
43,2 g/L ∙ 100 mL = 0,3 g/L ∙ V slime ∴ V slime = 14400 mL
Vadicionado = Vslime – Vágua boricada
Vadicionado = 14400 – 100 mL = 14300 mL

Gabarito
1. D 2. B 3. E 4. B 5. D

135
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) O principal componente do sal de Combustível ∆HCº a 25ºC (kJ/mol)
cozinha é o cloreto de sódio, mas o produto
Hidrogênio (H2) -286
pode ter aluminossilicato de sódio em pe-
quenas concentrações. Esse sal, que é inso- Etanol (C2H5OH) -1.368
lúvel em água, age como antiumectante, evi- Metano (CH4) -890
tando que o sal de cozinha tenha um aspecto Metanol (CH3OH) -726
empedrado. Octano (C8H18) -5.471
O procedimento de laboratório adequado
para verificar a presença do antiumectante As massas molares dos elementos H, C e O
em uma amostra de sal de cozinha é o(a): são iguais a 1 g/mol, 12 g/mol e 16g/mol,
a) realização do teste de chama. respectivamente.
ATKINS, P. Princípios de química.
b) medida do pH de uma solução aquosa. Porto Alegre: Bookman, 2007 (adaptado).
c) medida da turbidez de uma solução aquosa.
d) ensaio da presença de substâncias orgânicas. Qual combustível apresenta maior liberação
e) verificação da presença de cátions de energia por grama?
monovalentes. a) Hidrogênio.
b) Etanol.
2. (Enem) Para cada litro de etanol produzido c) Metano.
em uma indústria de cana-de-açúcar são ge- d) Metanol.
rados cerca de 18 L de vinhaça que é uti- e) Octano.
lizada na irrigação das plantações de cana-
-de-açúcar, já que contém teores médios 5. (Enem) O benzeno, um importante solven-
de nutrientes N, P e K iguais a 357 mg/L, te para a indústria química, é obtido in-
60 mg/L, e 2.034 mg/L, respectivamente. dustrialmente pela destilação do petróleo.
SILVA. M. A. S.; GRIEBELER. N. P.; BORGES, L. C. Contudo, também pode ser sintetizado pela
Uso de vinhaça e impactos nas propriedades do solo
e lençol freático. Revista Brasileira de Engenharia
trimerização do acetileno catalisada por fer-
Agrícola e Ambiental. n. 1, 2007 (adaptado). ro metálico sob altas temperaturas, confor-
me a equação química:
Na produção de 27.000 L de etanol,
a quantidade total de fósforo, em kg, 3 C2H2(g) → C6H6()
disponível na vinhaça será mais próxima de: A energia envolvida nesse processo pode ser
a) 1. calculada indiretamente pela variação de en-
b) 29. talpia das reações de combustão das subs-
c) 60. tâncias participantes, nas mesmas condições
d) 170. experimentais:
e) 1.000. 5  ​ O → 2 CO + H O
I. C2H2(g) + ​ __
2 2(g) 2(g) 2 ()

3. (Enem) O soro fisiológico é uma solução ∆H​ 0c​  = -310 kcal/mol


aquosa de cloreto de sódio (NaCℓ) comumen- II. C6H6() + ​ __15 ​ O → 2 CO + 3H O
te utilizada para higienização ocular, nasal, 2 2(g) 2(g) 2 ()

∆H​0 c ​ = -780 kcal/mol


de ferimentos e de lentes de contato. Sua A variação de entalpia do processo de trime-
concentração é 0,90% em massa e densidade rização, em kcal, para a formação de um mol
igual a 1,00 g/mol. de benzeno é mais próxima de:
Qual massa de NaCℓ em grama, deverá ser a) -1.090.
adicionada à água para preparar 500 mL b) -150.
desse soro? c) -50.
a) 0,45. d) +157.
b) 0,90. e) +470.
c) 4,90.
d) 9,00. 6. (Enem) Atualmente, soldados em campo, seja
e) 45,00. em treinamento ou em combate, podem aque-
cer suas refeições, prontas e embaladas em bol-
4. (Enem) Para comparar a eficiência de dife- sas plásticas, utilizando aquecedores químicos,
rentes combustíveis, costuma-se determinar sem precisar fazer fogo. Dentro dessas bolsas
a quantidade de calor liberada na combustão existe magnésio metálico em pó e, quando o
por mol ou grama de combustível. O quadro soldado quer aquecer a comida, ele coloca água
mostra o valor de energia liberada na com- dentro da bolsa, promovendo a reação descrita
bustão completa de alguns combustíveis. pela equação química:
Mg(s) + 2 H2O() → Mg(OH)2(s) + H2(g) + 350 kJ

136
O aquecimento dentro da bolsa ocorre por causa da:
a) redução sofrida pelo oxigênio, que é uma reação exotérmica.
b) oxidação sofrida pelo magnésio, que é uma reação exotérmica.
c) redução sofrida pelo magnésio, que é uma reação endotérmica.
d) oxidação sofrida pelo hidrogênio, que é uma reação exotérmica.
e) redução sofrida pelo hidrogênio, que é uma reação endotérmica.

7. (Enem) O aquecimento de um material por irradiação com micro-ondas ocorre por causa da in-
teração da onda eletromagnética com o dipolo elétrico da molécula. Um importante atributo do
aquecimento por micro-ondas é a absorção direta da energia pelo material a ser aquecido. Assim,
esse aquecimento é seletivo e dependerá, principalmente, da constante dielétrica e da frequência
de relaxação do material.
O gráfico mostra a taxa de aquecimento de cinco solventes sob irradiação de micro-ondas.

No gráfico, qual solvente apresenta taxa média de aquecimento mais próxima de zero, no intervalo
de 0 s a 40 s?
a) H2O.
b) CH3OH.
c) CH3CH2OH.
d) CH3CH2OH2OH.
e) CH3CH2CH2CH2CH2CH3.

8. (Enem) Após seu desgaste completo, os pneus podem ser queimados para a geração de energia.
Dentre os gases gerados na combustão completa da borracha vulcanizada, alguns são poluentes e
provocam a chuva ácida. Para evitar que escapem para a atmosfera, esses gases podem ser borbu-
lhados em uma solução aquosa contendo uma substância adequada.
Considere as informações das substâncias listadas no quadro.

Substância Equilíbrio em solução aquosa Valor da constante de equilíbrio


Fenol C6H5OH + H2O  C6H5O- + H3O+ 1,3 ⋅ 10-10
Piridina C5H5N + H2O  C5H5NH+ + HO- 1,7 ⋅ 10-9
Metilamina CH3OH2 + H2O  CH3NH3+ + OH- 4,4 ⋅ 10-4
Hidrogenofosfato de potássio HPO2-4 + H2O  H2PO4- + OH- 2,8 ⋅ 10-2
Hidrogenossulfato de potássio HSO4- + H2O  SO2-4 + H3O+ 3,1 ⋅ 10-2

Dentre as substâncias listadas no quadro, aquela capaz de remover com maior eficiência os gases
poluentes é o(a):
a) fenol.
b) piridina.
c) metilamina.
d) hidrogenofosfato de potássio.
e) hidrogenossulfato de potássio.

137
9. (Enem) A obtenção de energia por meio mundial para aumentar a geração de energia
da fissão nuclear do 235U é muito superior nuclear buscando substituir, parcialmente,
quando comparada à combustão da gasolina. a geração de energia elétrica a partir da
O calor liberado na fissão do 235U é 8 · 1010 queima do carvão, o que diminui a emissão
J/g e na combustão da gasolina é 5 · 104 J/g. atmosférica de CO2 (gás com massa molar
A massa de gasolina necessária para obter a igual a 44 g/mol).
mesma energia na fissão de 1 kg de 235U é da A queima do carvão é representada pela
ordem de: equação química:
a) 103 g. C(s) + O2(g) → CO2(g) ∆H = – 400 kJ/mol
b) 104 g.
c) 105 g. Qual é a massa de CO2 em toneladas, que
d) 106 g. deixa de ser liberada na atmosfera, para cada
e) 109 g. 100 g de pastilhas de urânio enriquecido
utilizadas em substituição ao carvão como
1
0. (Enem) As águas dos oceanos apresentam fonte de energia?
a) 2,10.
uma alta concentração de íons e pH entre 8,0
b) 7,70.
e 8,3. Dentre esses íons estão em equilíbrio
 3 ​)  e bicarbonato c) 9,00.
as espécies carbonato (CO​2- d) 33,0.
(HCO3) representado pela equação química:
-
e) 300.
HCO3(aq)
-
 CO2-
3(aq)
+ H+(aq)
1
2. (Enem) Para proteger estruturas de aço da
As águas dos rios, ao contrário, apresentam corrosão, a indústria utiliza uma técnica
concentrações muito baixas de íons e chamada galvanização. Um metal bastante
substâncias básicas, com um pH em torno utilizado nesse processo é o zinco, que
de 6. A alteração significativa do pH das pode ser obtido a partir de um minério
águas dos rios e oceanos pode mudar suas denominado esfalerita (ZnS) de pureza
composições químicas, por precipitação
75%. Considere que a conversão do minério
de espécies dissolvidas ou redissolução de
em zinco metálico tem rendimento de 80%
espécies presentes nos sólidos suspensos ou
nesta sequência de equações químicas:
nos sedimentos.
2 ZnS + 3 O2 → 2 ZnO + 2 SO2
A composição dos oceanos é menos afetada
pelo lançamento de efluentes ácidos, pois os ZnO + CO → Zn + CO2
oceanos Considere as massas molares:
a) contêm grande quantidade de cloreto de sódio. ZnS (97 g/mol); O2 (32 g/mol); ZnO (81 g/mol);
b) contêm um volume de água pura menor que SO2 (64 g/mol); CO (28 g/mol); CO2 (44 g/mol); e
o dos rios. Zn (65 g/mol).
c) possuem pH ácido, não sendo afetados pela
Que valor mais próximo de massa de zinco
adição de outros ácidos.
metálico, em quilogramas, será produzido a
d) têm a formação dos íons carbonato favorecida
partir de 100 kg de esfalerita?
pela adição de ácido.
a) 25.
e) apresentam um equilíbrio entre os íons
b) 33.
carbonato e bicarbonato, que atuam como
c) 40.
sistema-tampão.
d) 50.
e) 54.
1
1. (Enem) O urânio é um elemento cujos
átomos contêm 92 prótons, 92 elétrons e 1
3. (Enem) O cobre presente nos fios elétricos
entre 135 e 148 nêutrons. O isótopo de e instrumentos musicais é obtido a partir
urânio 235U é utilizado como combustível em da ustulação do minério calcosita (Cu2S).
usinas nucleares, onde, ao ser bombardeado Durante esse processo, ocorre o aquecimento
por nêutrons, sofre fissão de seu núcleo e desse sulfeto na presença de oxigênio, de
libera uma grande quantidade de energia forma que o cobre fique “livre” e o enxofre se
(2,35 · 1010 kJ/mol). O isótopo 235U ocorre combine com o O2 produzindo SO2, conforme
naturalmente em minérios de urânio, com a equação química:
concentração de apenas 0,7%. Para ser
CuCu S + O (g)  2 Cu(ℓ)
 ) ++ SO
SO2(g)(g)

utilizado na geração de energia nuclear, 2S(s)
2 (s)+ O 2(g)
2 → 2Cu( 2
o minério é submetido a um processo As massas molares dos elementos Cu e S
de enriquecimento, visando aumentar são, respectivamente, iguais a 63,5 g/mol e
a concentração do isótopo 235U para, 32 g/mol.
aproximadamente, 3% nas pastilhas. Em CANTO, E. L. Minerais, minérios, metais: de onde vêm?,
décadas anteriores, houve um movimento para onde vão? São Paulo: Moderna, 1996 (adaptado).

138
Considerando que se queira obter 16 mols 1
6. (Enem) O álcool utilizado como combustível
do metal em uma reação cujo rendimento automotivo (etanol hidratado) deve
é de 80% a massa, em gramas, do minério apresentar uma taxa máxima de água
necessária para obtenção do cobre é igual a: em sua composição para não prejudicar o
a) 955. funcionamento do motor. Uma maneira
b) 1.018. simples e rápida de estimar a quantidade
c) 1.590. de etanol em misturas com água é medir a
d) 2.035. diversidade da mistura. O gráfico mostra a
variação da densidade da mistura (água e
e) 3.180.
etanol) com a fração percentual da massa de
etanol (fe) dada pela expressão
1
4. (Enem) Em um experimento, colocou-se água me
até a metade da capacidade de um frasco de fe = 100 × _________
​     ​, 
(me + ma)
vidro e, em seguida, adicionaram-se três
em que me e ma são as massas de etanol e
gotas de solução alcoólica de fenolftaleína.
de água na mistura, respectivamente, a uma
Adicionou-se bicarbonato de sódio comercial,
temperatura de 20ºC.
em pequenas quantidades, até que a solução
se tornasse rosa. Dentro do frasco, acendeu-
se um palito de fósforo, o qual foi apagado
assim que a cabeça terminou de queimar.
Imediatamente, o frasco foi tampado. Em
seguida, agitou-se o frasco tampado e
observou-se o desaparecimento da cor rosa.
MATEUS. A. L. Química na cabeça. Belo
Horizonte. UFMG, 2001 (adaptado)

A explicação para o desaparecimento da cor


rosa é que, com a combustão do palito de
fósforo, ocorreu o(a):
a) formação de óxidos de caráter ácido.
b) evaporação do indicador fenolftaleína.
c) vaporização de parte da água do frasco. Suponha que, em uma inspeção de rotina
d) vaporização dos gases de caráter alcalino. realizada em determinado posto, tenha-se
verificado que 50,0 cm3 de álcool combustível
e) aumento do pH da solução no interior do
tenham massa igual a 45,0 g. Qual é a fração
frasco.
percentual de etanol nessa mistura?
a) 7%
15. (Enem) A hidroponia pode ser definida como b) 10%
uma técnica de produção de vegetais sem c) 55%
necessariamente a presença de solo. Uma das d) 90%
formas de implementação é manter as plantas e) 93%
com suas raízes suspensas em meio líquido, 1
7. (Enem) O vinagre vem sendo usado desde a
de onde retiram os nutrientes essenciais. Antiguidade como conservante de alimentos,
Suponha que um produtor de rúcula bem como agente de limpeza e condimento.
hidropônica precise ajustar a concentração Um dos principais componentes do vinagre é
de íon nitrato (NO-3) para 0,009 mol/L em o ácido acético (massa molar 60 g/mol), cuja
um tanque de 5.000 litros e, para tanto, tem faixa de concentração deve se situar entre
em mãos uma solução comercial nutritiva de 4% a 6% (m/v). Em um teste de controle de
nitrato de cálcio 90 g/L. qualidade foram analisadas cinco marcas de
diferentes vinagres, e as concentrações de
As massas molares dos elementos N, O e Ca ácido acético, em mol/L, se encontram no
são iguais a 14 g/mol, 16 g/mol e 40 g/mol, quadro.
respectivamente.
Qual o valor mais próximo do volume da Amostra Concentração de ácido acético (mol/L)
solução nutritiva, em litros, que o produtor 1 0,007
deve adicionar ao tanque? 2 0,070
a) 26.
3 0,150
b) 41.
c) 45. 4 0,400
d) 51. 5 0,700
e) 82. RIZZON, L. A. Sistema de produção de vinagre.
Disponível em: www.sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br.
Acesso em: 14 ago. 2012 (adaptado).

139
A amostra de vinagre que se encontra dentro A fim de diminuir essas perdas, sem des-
do limite de concentração tolerado é a: perdício de reagentes, a massa mínima de
a) 1. KMnO4 por kg de ar é mais próxima de:
b) 2. a) 0,7 mg.
c) 3. b) 1,0 mg.
d) 4. c) 3,8 mg.
e) 5. d) 5,6 mg.
e) 8,5 mg.
1
8. (Enem) A minimização do tempo e custo de
uma reação química, bem como o aumento 2
0. (Enem) As emissões de dióxido de carbono
na sua taxa de conversão, caracteriza a efi- (CO2) por veículos são dependentes da cons-
ciência de um processo químico. Como con- tituição de cada tipo de combustível. Sabe-
sequência, produtos podem chegar ao consu- -se que é possível determinar a quantidade
midor mais baratos. Um dos parâmetros que
emitida de CO2 a partir das massas molares
mede a eficiência de uma reação química é
do carbono e do oxigênio, iguais a 12 g/mol
o seu rendimento molar (R, em %) definido
e 16 g/mol respectivamente. Em uma viagem
como:
de férias, um indivíduo percorreu 600 km
nproduto
R = ___________
​ n
     ​· 100 em um veículo que consome um litro de ga-
reagente limitante solina a cada 15 km de percurso.
em que n corresponde ao número de mols. Considerando que o conteúdo de carbono em
O metanol pode ser obtido pela reação entre um litro dessa gasolina é igual a 0,6 kg, a
brometo de metila e hidróxido de sódio, massa de CO2 emitida pelo veículo no am-
conforme a equação química: biente, durante a viagem de férias descrita,
CH3Br + NaOH → CH3OH + NaBr é igual a:
a) 24 kg.
As massas molares (em g/mol desses b) 33 kg.
alimentos são: H = 1; C = 12; O = 16; Na = 23; c) 40 kg.
Br = 80). d) 88 kg.
O rendimento molar da reação, em que 32 g e) 147 kg.
de metanol foram obtidos a partir de 142,5 g
de brometo de metila e 80 g de hidróxido de 2
1. (Enem) Em meados de 2003, mais de 20 pes-
sódio, é mais próximo de: soas morreram no Brasil após terem ingerido
a) 22%.
uma suspensão de sulfato de bário utiliza-
b) 40%.
c) 50%. da como contraste em exames radiológicos.
d) 67%. O sulfato de bário é um sólido pouquíssimo
e) 75%. solúvel em água, que não se dissolve mesmo
na presença de ácidos. As mortes ocorreram
19. (Enem) Climatério é o nome de um estágio no porque um laboratório farmacêutico forne-
processo de amadurecimento de determinados ceu o produto contaminado com carbonato
frutos, caracterizado pelo aumento do nível de bário, que é solúvel em meio ácido. Um
da respiração celular e do gás etileno (C2H4). simples teste para verificar a existência de
Como consequência, há o escurecimento do íons bário solúveis poderia ter evitado a tra-
fruto, o que representa a perda de muitas gédia. Esse teste consiste em tratar a amos-
toneladas de alimentos a cada ano. tra com solução aquosa de HCℓ e, após fil-
É possível prolongar a vida de um fruto trar para separar os compostos insolúveis de
climatérico pela eliminação do etileno bário, adiciona-se solução aquosa de H2SO4
produzido. Na indústria, utiliza-se o sobre o filtrado e observa-se por 30 min.
permanganato de potássio (KMnO4) para
TUBINO, M.; SIMONI, J. A. Refletindo sobre o caso
oxidar o etileno a etilenoglicol (HOCH2CH2OH), Celobar®. Química Nova. n. 2, 2007 (adaptado).
sendo o processo representado de forma
simplificada na equação: A presença de íons bário solúveis na amostra
2 KMnO4 + 3 C2H4 + 4 H2O → é indicada pela:
a) liberação de calor.
→ 2 MnO2 + 3 HOCH2CH2OH + 2 KOH b) alteração da cor para rosa.
O processo de amadurecimento começa c) precipitação de um sólido branco.
quando a concentração de etileno no ar está d) formação de gás hidrogênio.
em cerca de 1,0 mg de C2H4 por kg de ar. e) volatilização de gás cloro.
As massas molares dos elementos H, C, O, K
e Mn são, respectivamente, iguais a 1 g/mol,
12 g/mol, 16 g/mol, 39 g/mol e 55 g/mol.

140
2
2. (Enem) A bauxita é o minério utilizado na fabricação do alumínio, a qual apresenta A2O3 (alumi-
na) em sua composição. Após o trituramento e lavagem para reduzir o teor de impurezas, o miné-
rio é misturado a uma solução aquosa de NaOH (etapa A). A parte sólida dessa mistura é rejeitada
e a solução resultante recebe pequenos cristais de alumina, de onde sedimenta um sólido (etapa
B). Esse sólido é aquecido até a obtenção de um pó branco, isento de água e constituído unicamen-
te por alumina. Finalmente, esse pó é aquecido até sua fusão e submetido a uma eletrólise, cujos
produtos são o metal puro fundido (A) e o gás carbônico (CO2).
SILVA FILHO, E. B.; ALVES, M. C. M.; DA MOTTA, M. Lama vermelha da indústria de beneficiamento de
alumina: produção, características, disposição e aplicações alternativas. Revista Matéria, n. 2, 2007.

Nesse processo, as funções das etapas A e B são, respectivamente:


a) oxidar a alumina e outras substâncias e reduzir seletivamente a alumina.
b) solubilizar a alumina e outras substâncias e induzir a precipitação da alumina.
c) solidificar as impurezas alcalinas e deslocar o equilíbrio no sentido da alumina.
d) neutralizar o solo ácido do minério e catalisar a reação de produção da alumina.
e) romper as ligações químicas da alumina e diminuir o calor de formação do alumínio.

2
3. (Enem PPL 2017) No Brasil, os postos de combustíveis comercializavam uma gasolina com cerca
de 22% de álcool anidro. Na queima de 1 litro desse combustível são liberados cerce de 2 Kg de
CO2 na atmosfera. O plantio de árvores pode atenuar os efeitos dessa emissão de CO2. A quantidade
de carbono fixada por uma árvore corresponde a aproximadamente 50% de sua biomassa seca, e
para cada 12 g de carbono fixados, 44 g de CO2 são retirados da atmosfera. No Brasil, o plantio de
eucalipto (Eucalyptus grandis) é bem difundido, sendo que após 11 anos essa árvore pode ter a
massa de 106 Kg dos quais 29 Kg são água.
Um única árvore de Eucalyptus grandis, com as características descritas, é capaz de fixar a
quantidade de CO2 liberada na queima de um volume dessa gasolina mais próximo de
a) 19 L.
b) 39 L.
c) 71 L.
d) 97 L.
e) 141 L.

2
4. (Enem 2017) A toxicidade de algumas substâncias é normalmente representada por um índice
conhecido como(dose letal mediana). Ele representa a dosagem aplicada a uma população de seres
vivos que matadesses indivíduos e é normalmente medido utilizando-se ratos como cobaias. Esse
índice é muito importante para os seres humanos, pois ao se extrapolar os dados obtidos com o uso
de cobaias, pode-se determinar o nível tolerável de contaminação de alimentos, para que possam
ser consumidos de forma segura pelas pessoas.
O quadro apresenta três pesticidas e suas toxicidades. A unidadeindica a massa da substância
ingerida pela massa da cobaia.

Pesticidas DL50(mg/kg)
Diazinon 70
Malation 1.000
Atrazina 3.100

Sessenta ratos, com massa de 200 g cada, foram divididos em três grupos de vinte. Três amostras de
ração, contaminadas, cada uma delas com um dos pesticidas indicados no quadro, na concentração
de 3 mg por grama de ração, foram administradas para cada grupo de cobaias. Cada rato consumiu
100 g de ração.
Qual(ais) grupo(s) terá(ão) uma mortalidade mínima de 10 ratos?
a) O grupo que se contaminou somente com atrazina.
b) O grupo que se contaminou somente com diazinon.
c) Os grupos que se contaminaram com atrazina e malation.
d) Os grupos que se contaminaram com diazinon e malation.
e) Nenhum dos grupos contaminados com atrazina, diazinon e malation.

141
25. (Enem) Um pediatra prescreveu um medicamento, na forma de suspensão oral, para uma criança
pesando 16 kg. De acordo com o receituário, a posologia seria de 2 gotas por kg da criança, em
cada dose. Ao adquirir o medicamento em uma farmácia, o responsável pela criança foi informado
que o medicamento disponível continha o princípio ativo em uma concentração diferente daquela
prescrita pelo médico, conforme mostrado no quadro.

Medicamento Concentração do princípio ativo (mg/gota)


Prescrito 5,0
Disponível comercialmente 4,0

Quantas gotas do medicamento adquirido a criança deve ingerir de modo que mantenha a quanti-
dade de princípio ativo receitada?
a) 13
b) 26
c) 32
d) 40
e) 128

2
6. (Enem) A ingestão de vitamina C (ou ácido ascórbico; massa molar igual a 176 g/mol) é recomen-
dada para evitar o escorbuto, além de contribuir para a saúde de dentes e gengivas e auxiliar na
absorção de ferro pelo organismo. Uma das formas de ingerir ácido ascórbico é por meio dos compri-
midos efervescentes, os quais contêm cerca de 0,006 mol de ácido ascórbico por comprimido. Outra
possibilidade é o suco de laranja, que contém cerca de 0,07 g de ácido ascórbico para cada 200 mL de
suco.
O número de litros de suco de laranja que corresponde à quantidade de ácido ascórbico presente
em um comprimido efervescente é mais próximo de
a) 0,0002.
b) 0,03.
c) 0,3.
d) 1.
e) 3.

2
7. (Enem) Alguns profissionais burlam a fiscalização quando adicionam quantidades controladas de
solução aquosa de hidróxido de sódio a tambores de leite de validade vencida. Assim que o teor
de acidez, em termos de ácido lático, encontra-se na faixa permitida pela legislação, o leite adul-
terado passa a ser comercializado. A reação entre o hidróxido de sódio e o ácido lático pode ser
representada pela equação química:

CH3CH(OH)COOH(aq) + NaOH(aq) → CH3CH(OH)COONa(aq) + H2O(ℓ)

A consequência dessa adulteração é o(a)


a) aumento do pH do leite.
b) diluição significativa do leite.
c) precipitação do lactato de sódio.
d) diminuição da concentração de sais.
e) aumento da concentração dos íons H+.

2
8. (Enem) Para cada litro de etanol produzido em uma indústria de cana-de-açúcar são gerados cerca
de 18 L de vinhaça que é utilizada na irrigação das plantações de cana-de-açúcar, já que contém
teores médios de nutrientes N, P e K iguais a 357 mg/L, 60 mg/L, e 2.034 mg/L, respectivamente.
SILVA. M. A. S.; GRIEBELER. N. P.; BORGES, L. C. Uso de vinhaça e impactos nas propriedades do solo e lençol freático.
Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental. n. 1, 2007 (adaptado).

Na produção de 27.000 L de etanol, a quantidade total de fósforo, em Kg disponível na vinhaça


será mais próxima de
a) 1.
b) 29.
c) 60.
d) 170.
e) 1.000.

142
2
9. (Enem) O soro fisiológico é uma solução aquosa de cloreto de sódio (NaCℓ) comumente utilizada
para higienização ocular, nasal, de ferimentos e de lentes de contato. Sua concentração é 0,90%
em massa e densidade igual a 1,00 g/mL.
Qual massa de NaCℓ em grama, deverá ser adicionada à água para preparar 500 mL desse soro?
a) 0,45
b) 0,90
c) 4,50
d) 9,00
e) 45,00

3
0. (Enem) Em um experimento, colocou-se água até a metade da capacidade de um frasco de vidro e,
em seguida, adicionaram-se três gotas de solução alcoólica de fenolftaleína. Adicionou-se bicarbo-
nato de sódio comercial, em pequenas quantidades, até que a solução se tornasse rosa. Dentro do
frasco, acendeu-se um palito de fósforo, o qual foi apagado assim que a cabeça terminou de quei-
mar. Imediatamente, o frasco foi tampado. Em seguida, agitou-se o frasco tampado e observou-se
o desaparecimento da cor rosa.
MATEUS. A. L. Química na cabeça. Belo Horizonte. UFMG, 2001 (adaptado)

A explicação para o desaparecimento da cor rosa é que, com a combustão do palito de fósforo,
ocorreu o(a)
a) formação de óxidos de caráter ácido.
b) evaporação do indicador fenolftaleína.
c) vaporização de parte da água do frasco.
d) vaporização dos gases de caráter alcalino.
e) aumento do pH da solução no interior do frasco.

3
1. (Enem) A utilização de processos de biorremediação de resíduos gerados pela combustão incom-
pleta de compostos orgânicos tem se tornado crescente, visando minimizar a poluição ambiental.
Para a ocorrência de resíduos de naftaleno, algumas legislações limitam sua concentração em
atépara solo agrícola epara água subterrânea. A quantificação desse resíduo foi realizada em dife-
rentes ambientes, utilizando-se amostras de solo e de água, conforme apresentado no quadro.

Ambiente Resíduo de naftaleno (g)


Solo l 1,0 · 10-2
Solo lI 2,0 · 10-2
Água I 7,0 · 10-6
Água II 8,0 · 10-6
Água III 9,0 · 10-6

O ambiente que necessita de biorremediação é o(a)

a) solo I.
b) solo II.
c) água I.
d) água II.
e) água III.

3
2. (Enem) Visando minimizar impactos ambientais, a legislação brasileira determina que resíduos
químicos lançados diretamente no corpo receptor tenham pH entre 5,0 e 9,0. Um resíduo líquido
aquoso gerado em um processo industrial tem concentração de íons hidroxila igual a 1,0 · 10-10
mol/L. Para atender a legislação, um químico separou as seguintes substâncias, disponibilizadas
no almoxarifado da empresa: CH3COOH, Na2SO4, CH3OH, K2CO3 e NH4Cℓ.
Para que o resíduo possa ser lançado diretamente no corpo receptor, qual substância poderia ser
empregada no ajuste do pH?
a) CH3COOH
b) Na2SO4
c) CH3OH
d) K2CO3
e) NH4Cℓ

143
3
3. (Enem) Há processos industriais que en-
volvem reações químicas na obtenção de
diversos produtos ou bens consumidos pelo
homem. Determinadas etapas de obtenção
desses produtos empregam catalisadores
químicos tradicionais, que têm sido, na me-
dida do possível, substituídos por enzimas.
Em processos industriais, uma das vantagens
de se substituírem os catalisadores químicos
tradicionais por enzimas decorre do fato de
estas serem
a) consumidas durante o processo.
b) compostos orgânicos e biodegradáveis.
c) inespecíficas para os substratos.
d) estáveis em variações de temperatura.
e) substratos nas reações químicas.

3
4. (Enem) A produção de aço envolve o aqueci-
mento do minério de ferro, junto com carvão
(carbono) e ar atmosférico em uma série de
reações de oxirredução. O produto é chama-
do de ferro-gusa e contém cerca de 3,3% de
carbono. Uma forma de eliminar o excesso
de carbono é a oxidação a partir do aqueci-
mento do ferro-gusa com gás oxigênio puro.
Os dois principais produtos formados são aço
doce (liga de ferro com teor de 0,3% de car-
bono restante) e gás carbônico. As massas
molares aproximadas dos elementos carbono
e oxigênio são, respectivamente, 12 g/mol e
16 g/mol.
LEE, J. D. Química Inorgânica não tão concisa.
São Paulo: Edgard Blücher, 1999 (adaptado).

Considerando que um forno foi alimentado


com 2,5 toneladas de ferro-gusa, a massa de
gás carbônico formada, em quilogramas, na
produção de aço doce, é mais próxima de
a) 28.
b) 75.
c) 175.
d) 275.
e) 303.

Gabarito
1. C 2. B 3. C 4. A 5. B

6. B 7. E 8. D 9. E 10. E

11. D 12. C 13. C 14. A 15. B

16. C 17. E 18. D 19. C 20. D

21. C 22. B 23. C 24. D 25. D

26. E 27. A 28. B 29. C 30. A

31. B 32. D 33. B 34. D

144
R.P.A. ENEM

Matemática
Competência 1 – Construir significados para os números naturais, inteiros, racionais e reais.
H1 Reconhecer, no contexto social, diferentes significados e representações dos números e operações – naturais, inteiros, racionais ou reais.
H2 Identificar padrões numéricos ou princípios de contagem.
H3 Resolver situação-problema envolvendo conhecimentos numéricos.
H4 Avaliar a razoabilidade de um resultado numérico na construção de argumentos sobre afirmações quantitativas.
H5 Avaliar propostas de intervenção na realidade utilizando conhecimentos numéricos.
Competência 2 – Utilizar o conhecimento geométrico para realizar a leitura e a representação da realidade e agir sobre ela.
H6 Interpretar a localização e a movimentação de pessoas/objetos no espaço tridimensional e sua representação no espaço bidimensional.
H7 Identificar características de figuras planas ou espaciais.
H8 Resolver situação-problema que envolva conhecimentos geométricos de espaço e forma.
H9 Utilizar conhecimentos geométricos de espaço e forma na seleção de argumentos propostos como solução de problemas do cotidiano.
Competência 3 – Construir noções de grandezas e medidas para a compreensão da realidade e a solução de problemas do cotidiano.
H10 Identificar relações entre grandezas e unidades de medida.
H11 Utilizar a noção de escalas na leitura de representação de situação do cotidiano.
H12 Resolver situação-problema que envolva medidas de grandezas.
H13 Avaliar o resultado de uma medição na construção de um argumento consistente.
H14 Avaliar proposta de intervenção na realidade utilizando conhecimentos geométricos relacionados a grandezas e medidas.
Competência 4 – Construir noções de variação de grandezas para a compreensão da realidade e a solução de problemas do cotidiano.
H15 Identificar a relação de dependência entre grandezas.
H16 Resolver situação-problema envolvendo a variação de grandezas, direta ou inversamente proporcionais.
H17 Analisar informações envolvendo a variação de grandezas como recurso para a construção de argumentação.
H18 Avaliar propostas de intervenção na realidade envolvendo variação de grandezas.
Competência 5 – Modelar e resolver problemas que envolvem variáveis socioeconômicas ou técnico-científicas, usando representações
algébricas.
H19 Identificar representações algébricas que expressem a relação entre grandezas.
H20 Interpretar gráfico cartesiano que represente relações entre grandezas.
H21 Resolver situação-problema cuja modelagem envolva conhecimentos algébricos.
H22 Utilizar conhecimentos algébricos/geométricos como recurso para a construção de argumentação.
H23 Avaliar propostas de intervenção na realidade utilizando conhecimentos algébricos.
Competência 6 – Interpretar informações de natureza científica e social obtidas da leitura de gráficos e tabelas, realizando previsão de
tendência, extrapolação, interpolação e interpretação.
H24 Utilizar informações expressas em gráficos ou tabelas para fazer inferências.
H25 Resolver problema com dados apresentados em tabelas ou gráficos.
H26 Analisar informações expressas em gráficos ou tabelas como recurso para a construção de argumentos.
Competência 7 – Compreender o caráter aleatório e não-determinístico dos fenômenos naturais e sociais e utilizar instrumentos ade-
quados para medidas, determinação de amostras e cálculos de probabilidade para interpretar informações de variáveis apresentadas em
uma distribuição estatística.
Calcular medidas de tendência central ou de dispersão de um conjunto de dados expressos em uma tabela de frequências de dados agrupados
H27
(não em classes) ou em gráficos.
H28 Resolver situação-problema que envolva conhecimentos de estatística e probabilidade.
H29 Utilizar conhecimentos de estatística e probabilidade como recurso para a construção de argumentação.
H30 Avaliar propostas de intervenção na realidade utilizando conhecimentos de estatística e probabilidade.
AULA 1 Tema: Função Exponencial

Competência: 3 Habilidade: 12

Construção da habilidade: Utilizando de artifícios algébricos e gráficos, nesta questão, o aluno deve
entender sobre lei de formação de uma função, assim como relação de independência entre grandezas.

MODELO 1

Um modelo de automóvel tem seu valor depreciado em função do tempo de uso seguindo a função
fb = b ⋅ at, com t em ano. Essa função está representada no gráfico:

Qual será o valor desse automóvel, em real, ao completar 5 anos de uso?


Dados: 310 = 59049
a) 45.000,23
b) 38.750,25
c) 37.256,10
d) 35.429,40
e) 52.120,20

147
Tema: Conversão de Unidades

Competência: 3 Habilidade: 10

Construção da habilidade: Essa habilidade exige do aluno a visualização e conhecimento de dife-


rentes unidades de medida e, a partir disso, relacioná-las.

MODELO 2

Lorel’s, uma empresa especializada em conservação de piscinas utiliza um produto para tratamen-
to da água cujas especificações técnicas sugerem que seja adicionado 2,5 mL desse produto para
cada 1 000 L de água da piscina. Essa empresa foi contratada para cuidar de uma piscina de base
retangular, de profundidade constante igual a 1,7 m, com largura e comprimento iguais a 3 m e 5
m, respectivamente. O nível da lâmina d’água dessa piscina é mantido a 50 cm da borda da piscina.
A quantidade desse produto, em mililitro, que deve ser adicionada a essa piscina de modo a aten-
der às suas especificações técnicas é
a) 27
b) 38,25
c) 45
d) 63,75
e) 70

148
Tema: Noções de Sequência

Competência: 1 Habilidade: 2

Construção da habilidade: : Essa habilidade visa que o candidato tenha conhecimento sobre sequ-
ências numéricas e suas notas, para dessa forma familiarizar-se com os termos e aplicá-los nos problemas.

MODELO 3

Uma sequência que é muito importante devido as suas propriedades e relações com a natureza é
a sequência descoberta pelo matemático Leonardo Pisa, que ficou conhecido como Fibonacci. Para
obtermos esta sequência é necessário considerar que o seu primeiro termo é igual a 1, e seguindo
temos:
§§ a1 = 1
§§ a2 = a1 + anterior = 1*

Neste caso, não possui antecessor, então ele também ocupará a segunda posição. Continuando:
§§ a3 = a2 + a1 = 1 + 1 = 2
§§ a4 = a3 + a2 = 2 + 1 = 3
§§ a5 = a4 + a3 = 3 + 2 = 5

Se continuarmos esta operação infinitamente, obteremos a seguinte sequência:


(1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34, 55, ...)
E que por recorrência, o termo geral será dado pela seguinte lei de formação: an = an-1 + an-2
Calcule o valor mais próximo do quociente entre o 13° e o 12° termo.
a) 1,732
b) 1,667
c) 1,618
d) 1,414
e) 1,5

149
Tema: Progressão Aritmética

Competência: 1 Habilidade: 2

Construção da habilidade: Essa habilidade refere-se à identificação e modelagem de problemas


de padrões numéricos. A partir das informações contidas no texto, espera-se que o aluno seja capaz de
reconhecer o tipo de sequência apresentada, a fim de calcular o que se pede na questão

MODELO 4

Um maratonista participará de uma competição e treinará alguns dias da seguinte maneira: no


primeiro dia, correrá 7 km; no segundo dia, a mesma distância do primeiro mais n km; no terceiro
dia, a mesma distância do segundo mais n km; e, assim, sucessivamente, sempre correndo a mes-
ma distância do dia anterior mais n km. No último dia, ele deverá percorrer 21 km, completando
o treinamento com um total de 210 km. A distância que o maratonista deverá correr a mais a cada
dia, em km, é:
a) 1,5
b) 1,0
c) 0,75
d) 0,5
e) 2,0

150
Tema: Progressão Aritmética de Segunda Ordem

Competência: 1 Habilidade: 3

Construção da habilidade: Essa habilidade refere-se à identificação e modelagem de problemas


numéricos do cotidiano. A partir das informações contidas no texto, espera-se que o aluno seja capaz de
reconhecer o tipo de sequência apresentada, a fim de calcular o que se pede na questão.

MODELO 5

O número mensal de passagens de uma determinada empresa de ônibus de viagens aumentou no


ano passado nas seguintes condições: em janeiro foram vendidas 33000 passagens; em fevereiro,
34500; em março, 37500. Esse padrão de crescimento se mantém para os meses subsequentes.
Quantas passagens foram vendidas por essa empresa em setembro do mesmo ano?
a) 60.000
b) 65.000
c) 55.500
d) 52.500
e) 58.000

151
Tema: Progressão Geométrica

Competência: 5 Habilidade: 23

Construção da habilidade: Através dos dados apresentados no texto, o aluno deverá realizar a
modelagem para encontrar as soluções solicitadas para o problema.

MODELO 6

De acordo com pesquisas, a bactéria W é tipificada a cada quinto de hora. Elza, que é uma aluna
bastante curiosa, testa o estudo em um período de 1h30 e chega a conclusão que a pesquisa é
verídica.
Sabendo que Elza utilizou inicialmente uma quantidade k de bactérias, o número de bactérias
encontrado após o período de análise foi de
a) k √—311

b) k √ 313
c) k √—315

d) k √ 317
e) k √—319

152
Tema: Progressão Geométrica

Competência: 5 Habilidade: 21

Construção da habilidade: Através das informações e eventos presentes no enunciado, espera-se


que o aluno possa criar um modelo algébrico que descreva estes eventos apresentados no enunciado.

MODELO 7

Uma bola cai do alto de um prédio de 20 m de altura. A cada toque ao chão a bola perde 10% da
sua altura anterior. Qual a altura da bola após tocar o chão pela segunda vez?
a) 14,58
b) 15,39
c) 16,20
d) 17,37
e) 18,49

153
Raio X - Análise Expositiva
1.
Se f(0) = 60000 isso significa que b = 60.000
Sabendo que f(1) = 54000
Temos que ⇒ a = (9/10)
Logo queremos saber o valor de f(5) = 60.000 ⋅ (9/10)5
Continuando a equação:
f(5) = 60.000 . (310/105)
f(5) = 35429,40

2.
A cada 1000L–2,5ml de produto adicionado.
Sabemos que esta piscina terá um volume de 1,2·5·3= 18m³ = 18000dm³=18000L
Sendo assim quantidade necessária de produto para tal piscina é de 18·2,5 ml = 45ml

3.
Sua lei de formação é: an = an-1 + an-2
Como a questão pede o quociente a11/a10, vamos calcular a11 e a10.
a9 = a8 + a7 = 21 + 13 = 34
a10 = a9 + a8 = 34 + 21 = 55
a11 = a10 + a9 = 55 + 34 = 89
Logo, a11/a10 = 89/55 = 1,618

4.
Sabendo que a sequencia é uma progressão aritmética, podemos escrever seu termo geral como
an = 7 + (n-1)·r.
Como no último dia de treino, o maratonista correu 21 km, podemos dizer que an = 21, e como o
somatório da distancia corrida nos dias de treino foi de 210 km, podemos dizer que a soma dessa
progressão vale 210. Logo:
(7 + 21) ⋅ n)
210 = ____________
​     ​  
2
Ou seja, n = 15
Agora, substituindo em an, temos: 21 = 7 + (15 – 1)·r, e então, r = 1.
5.
Sendo o número de passagens em cada mês:
Jan.: 33.000
Fev.: 34.500
Mar.: 37.500
Podemos notar que a diferença entre o mês de Janeiro e Fevereiro é de 1.500 passagens, e entre os
meses Fevereiro e Março, a diferença foi de 3,000 passagens.
Logo, podemos dizer que o crescimento do número de passagens se dá numa Progressão de Segun-
da Ordem.
Logo, precisamos encontrar o nono termo dessa progressão, isto é, a9.
Então: a9 = a1 + S8.
Calculando o oitavo termo da sequência da segunda ordem: a8 = 1.500 + (8 – 1) · 1.500 = 12.000
Agora, substituindo em S8 = (1,500 + 12,000) · 8/2 = 54,000.
Logo, podemos dizer que a9 = 1.500 + 54,000 = 55.500.

6.
1h 30 = 90 min = 7,5/5 h
Logo, 37,5 k = 315/2 k = √——
315 k
7.
Sendo n o números de toques no chão:
A2 = A0 × q2 = 20 × 0,92 = 16,20 metros.

Gabarito
1. D 2. C 3. C 4. B 5. C

6. C 7. C

154
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) O Código de Trânsito de certo país estabelece penas para quem conduzir veículo automotor
na via pública, estando com concentração de álcool no sangue igual ou superior a 0,6 grama por
litro. Um pesquisador monitorou um indivíduo que ingeriu bebida alcoólica somente após o jantar.
Exames realizados no sangue desse indivíduo mostraram que a concentração Q de álcool no sangue,
dada em grama por litro, aumentou durante 1 hora e meia. Depois disso, começou a diminuir e
atingiu a concentração permitida para dirigir, três horas após a ingestão de álcool.
Um gráfico que pode representar a relação entre o tempo após a ingestão e a concentração de álcool
no sangue desse indivíduo é:
a) d)

b)
e)

c)

155
2. (Enem) Um semáforo é composto, geral- 4. (Enem) Ano após ano, muitos brasileiros
mente, de três círculos de luzes coloridas são vítimas de homicídio no Brasil. O gráfico
(vermelho, amarelo e verde). A cor verme- apresenta a quantidade de homicídios regis-
lha indica que o veículo deve estar parado e trados no Brasil, entre os anos 2000 e 2009.
permanecer assim até que a cor verde volte a
acender.
O gráfico apresenta a variação de velocidade
de um carro ao longo de um percurso de 15
minutos de duração, da residência de uma
pessoa até seu local de trabalho. Durante
esse percurso, o carro parou somente nos se-
máforos existentes ao longo de seu trajeto.

Em quantos semáforos ele parou?


a) 2.
b) 4.
c) 5.
d) 6. Se o maior crescimento anual absoluto ob-
e) 7. servado nessa série se repetisse de 2009
para 2010, então o número de homicídios no
Brasil ao final desse período seria igual a:
3. (Enem) Alguns equipamentos eletrônicos a) 48.839.
podem “queimar” durante o funcionamento b) 52.755.
quando sua temperatura interna atinge um c) 53.840.
valor máximo TM. Para maior durabilidade d) 54.017.
dos seus produtos, a indústria de eletrôni- e) 54.103.
cos conecta sensores de temperatura a esses
equipamentos, os quais acionam um sistema
de resfriamento interno, ligando-o quan- 5. (Enem) Em um exame, foi feito o monitora-
do a temperatura do eletrônico ultrapassa mento dos níveis de duas substâncias pre-
um nível crítico TC, e desligando-o somente sentes (A e B) na corrente sanguínea de uma
quando a temperatura cai para valores infe- pessoa, durante um período de 24h, confor-
riores a Tm. O gráfico ilustra a oscilação da me o resultado apresentado na figura. Um
temperatura interna de um aparelho eletrô- nutricionista, no intuito de prescrever uma
nico durante as seis primeiras horas de fun- dieta para essa pessoa, analisou os níveis
cionamento, mostrando que seu sistema de dessas substâncias, determinando que, para
resfriamento interno foi acionado algumas uma dieta semanal eficaz, deverá ser esta-
vezes. belecido um parâmetro cujo valor será dado
pelo número de vezes em que os níveis de
A e de B forem iguais, porém, maiores que
o nível mínimo da substância A durante o
período de duração da dieta.

Quantas foram as vezes que o sensor de tem-


peratura acionou o sistema, ligando-o ou
desligando-o?
a) 2.
b) 3.
c) 4.
d) 5.
e) 9.

156
Considere que o padrão apresentado no re- 8. (Enem) Um clube tem um campo de futebol
sultado do exame, no período analisado, se com área total de 8.000 m2, correspondente
repita para os dias subsequentes. ao gramado. Usualmente, a poda da grama
O valor do parâmetro estabelecido pelo nu- desse campo é feita por duas máquinas do
tricionista, para uma dieta semanal, será clube próprias para o serviço. Trabalhando
igual a: no mesmo ritmo, as duas máquinas podam
a) 28. juntas 200 m2 por hora. Por motivo de ur-
b) 21. gência na realização de uma partida de fu-
c) 2 tebol, o administrador do campo precisará
d) 7. solicitar ao clube vizinho máquinas iguais
e) 14. às suas para fazer o serviço de poda em um
tempo máximo de 5h.
6. (Enem) Um produtor de maracujá usa uma Utilizando as duas máquinas que o clube já
caixa-d’água, com volume V, para alimen- possui, qual o número mínimo de máquinas
tar o sistema de irrigação de seu pomar. O que o administrador do campo deverá solici-
sistema capta água através de um furo no tar ao clube vizinho?
fundo da caixa a uma vazão constante. Com a) 4.
a caixa-d’água cheia, o sistema foi acionado b) 6.
c) 8.
às 7h da manhã de segunda-feira. Às 13h do
d) 14.
mesmo dia, verificou-se que já haviam sido
e) 16.
usados 15% do volume da água existente na
caixa. Um dispositivo eletrônico interrompe
o funcionamento do sistema quando o vo- 9. (Enem) O percentual da população brasilei-
lume restante na caixa é de 5% do volume ra conectada à internet aumentou nos anos
total, para reabastecimento. de 2007 a 2011. Conforme dados do Grupo
Supondo que o sistema funcione sem falhas, Ipsos, essa tendência de crescimento é mos-
a que horas o dispositivo eletrônico inter- trada no gráfico.
romperá o funcionamento?
a) Às 15 h de segunda-feira.
b) Às 11 h de terça-feira.
c) Às 14 h de terça-feira.
d) Às 4 h de quarta-feira.
e) Às 21 h de terça-feira.

7. (Enem) Uma cisterna de 6.000 L foi esva-


ziada em um período de 3h. Na primeira
hora foi utilizada apenas uma bomba, mas
nas duas horas seguintes, a fim de reduzir
o tempo de esvaziamento, outra bomba foi
ligada junto com a primeira. O gráfico, for-
Suponha que foi mantida, para os anos se-
mado por dois segmentos de reta, mostra o
guintes, a mesma taxa de crescimento regis-
volume de água presente na cisterna, em
trada no período 2007-2011.
função do tempo.
A estimativa para o percentual de brasileiros
conectados à internet em 2013 era igual a:
a) 56,40%.
b) 58,50%.
c) 60,60%.
d) 63,75%.
e) 72,00%.

1
0. (Enem) O gerente de um estacionamento,
próximo a um grande aeroporto, sabe que
um passageiro que utiliza seu carro nos tras-
Qual é a vazão, em litro por hora, da bomba
lados casa-aeroporto-casa gasta cerca de R$
que foi ligada no início da segunda hora?
10,00 em combustível nesse trajeto. Ele sabe,
a) 1.000.
também, que um passageiro que não utiliza
b) 1.250.
seu carro nos traslados casa-aeroporto-casa
c) 1.500.
gasta cerca de R$ 80,00 com transporte.
d) 2.000.
e) 2.500.

157
Suponha que os passageiros que utilizam 1
3. (Enem) A volemia (V) de um indivíduo é a
seus próprios veículos deixem seus carros quantidade total de sangue em seu sistema
nesse estacionamento por um período de circulatório (coração, artérias, veias e capi-
dois dias. lares). Ela é útil quando se pretende esti-
Para tornar atrativo a esses passageiros o mar o número total (N) de hemácias de uma
uso do estacionamento, o valor, em real, co- pessoa, a qual é obtida multiplicando-se a
brado por dia de estacionamento deve ser, volemia (V) pela concentração (C) de hemá-
no máximo, de: cias no sangue, isto é, N = V × C. Num adul-
a) R$ 35,00. to normal essa concentração é de 5.200.000
b) R$ 40,00. hemácias por mL de sangue, conduzindo a
c) R$ 45,00. grandes valores de N. Uma maneira adequa-
d) R$ 70,00. da de informar essas grandes quantidades é
e) R$ 90,00. utilizar a notação científica, que consiste em
expressar N na forma N = Q×10n, sendo 1 ≤ Q < 10
1
1. (Enem) Para evitar uma epidemia, a Secreta- e n um número inteiro.
ria de Saúde de uma cidade dedetizou todos Considere um adulto normal, com volemia
os bairros, de modo a evitar a proliferação do de 5.000 mL.
mosquito da dengue. Sabe-se que o número f http://perfline.com. Acesso em: 23 fev. 2013 (adaptado).
de infectados é dado pela função f(t) = - 2t2
+ 120t (em que t é expresso em dia e t = 0 é Qual a quantidade total de hemácias desse
o dia anterior à primeira infecção) e que tal adulto, em notação científica?
expressão é válida para os 60 primeiros dias a) 2,6 × 10-10.
da epidemia. b) 2,6 × 10-9.
A Secretaria de Saúde decidiu que uma se- c) 2,6 × 109.
gunda dedetização deveria ser feita no dia d) 2,6 × 1010.
em que o número de infectados chegasse à e) 2,6 × 1011.
marca de 1.600 pessoas, e uma segunda de-
detização precisou acontecer. 1
4. (Enem) Admita que um tipo de eucalipto te-
A segunda dedetização começou no: nha expectativa de crescimento exponencial,
a) 19º dia. nos primeiros anos após seu plantio, mode-
b) 20º dia. lado pela função y(t) = at-1, na qual y repre-
c) 29º dia. senta a altura da planta em metro, t é con-
d) 30º dia. siderado em ano, e a é uma constante maior
e) 60º dia. que 1. O gráfico representa a função y.

1
2. (Enem) Um túnel deve ser lacrado com uma
tampa de concreto. A seção transversal do
túnel e a tampa de concreto têm contornos
de um arco de parábola e mesmas dimen-
sões. Para determinar o custo da obra, um
engenheiro deve calcular a área sob o arco
parabólico em questão. Usando o eixo hori-
zontal no nível do chão e o eixo de simetria
da parábola como eixo vertical, obteve a se-
guinte equação para a parábola:
y = 9 - x2 sendo x e y medidos em metros.
Sabe-se que a área sob uma parábola como
esta é igual a 2/3 da área do retângulo cujas
Admita ainda que y(0) fornece a altura da
dimensões são, respectivamente, iguais à
muda quando plantada, e deseja-se cortar os
base e à altura da entrada do túnel.
eucaliptos quando as mudas crescerem 7,5 m
Qual é a área da parte frontal da tampa de
após o plantio.
concreto, em metro quadrado?
O tempo entre a plantação e o corte, em ano,
a) 18.
é igual a:
b) 20.
a) 3.
c) 36.
b) 4.
d) 45.
c) 6.
e) 54.
d) log2 7.
e) log2 15.

158
1
5. (Enem) Uma empresa farmacêutica fez um e)
estudo da eficácia (em porcentagem) de um
medicamento durante 12h de tratamento em
um paciente. O medicamento foi adminis-
trado em duas doses, com espaçamento de
6h entre elas. Assim que foi administrada
a primeira dose, a eficácia do remédio cres-
ceu linearmente durante 1h, até atingir a
máxima eficácia (100%), e permaneceu em
máxima eficácia durante 2h. Após essas 2h
em que a eficácia foi máxima, ela passou a 1
6. (Enem) Com o objetivo de trabalhar a con-
diminuir linearmente, atingindo 20% de efi- centração e a sincronia de movimentos dos
cácia ao completar as 6h iniciais de análise. alunos de uma de suas turmas, um profes-
Nesse momento, foi administrada a segun- sor de educação física dividiu essa turma em
da dose, que passou a aumentar linearmen- três grupos (A, B e C) e estipulou a seguinte
te, atingindo a máxima eficácia após 0,5h e atividade: os alunos do grupo A deveriam
permanecendo em 100% por 3,5h. Nas horas bater palmas a cada 2 s, os alunos do grupo B
restantes da análise, a eficácia decresceu li- deveriam bater palmas a cada 3 s e os alunos
nearmente, atingindo ao final do tratamento do grupo C deveriam bater palmas a cada 4 s.
50% de eficácia. O professor zerou o cronômetro e os três gru-
Considerando as grandezas tempo (em pos começaram a bater palmas quando ele
hora), no eixo das abscissas; e eficácia do registrou 1 s. Os movimentos prosseguiram
medicamento (em porcentagem), no eixo até o cronômetro registrar 60 s.
das ordenadas, qual é o gráfico que repre- Um estagiário anotou no papel a sequência
senta tal estudo? formada pelos instantes em que os três gru-
a) pos bateram palmas simultaneamente.
Qual é o termo geral da sequência anotada?
a) 12·n, com n um número natural, tal que
1 ≤ n ≤ 5.
b) 24·n, com n um número natural, tal que
1 ≤ n ≤ 2.
c) 12·(n – 1), com n um número natural, tal
que 1 ≤ n ≤ 6.
d) 12·(n – 1) + 1, com n um número natural,
b)
tal que 1 ≤ n ≤ 5.
e) 24·(n – 1) + 1, com n um número natural,
tal que 1 ≤ n ≤ 3.

1
7. (Enem) Em um trabalho escolar, João foi
convidado a calcular as áreas de vários qua-
drados diferentes, dispostos em sequência,
da esquerda para a direita, como mostra a
c) figura.

O primeiro quadrado da sequência tem lado


d) medindo 1 cm, o segundo quadrado tem lado
medindo 2 cm, o terceiro 3 cm e assim por
diante. O objetivo do trabalho é identificar
em quanto a área de cada quadrado da sequência
excede a área do quadrado anterior. A área
do quadrado que ocupa a posição n, na sequ-
ência, foi representada por An.
Para n ≥ 2, o valor da diferença An - An-1, em
centímetro quadrado, é igual a:

159
a) 2n – 1.
b) 2n + 1.
c) –2n + 1.
d) (n – 1)2.
e) n2 – 1.

1
8. (Enem) Para comemorar o aniversário de uma cidade, a prefeitura organiza quatro dias consecu-
tivos de atrações culturais. A experiência de anos anteriores mostra que, de um dia para o outro,
o número de visitantes no evento é triplicado. É esperada a presença de 345 visitantes para o
primeiro dia do evento.
Uma representação possível do número esperado de participantes para o último dia é:
a) 3 × 345.
b) (3 + 3 + 3) × 345.
c) 33 × 345.
d) 3 × 4 × 345.
e) 34 × 345.

1
9. (Enem) Uma liga metálica sai do forno a uma temperatura de 3.000ºC e diminui 1% de sua tem-
peratura a cada 30 min.
Use 0,477 como aproximação para log10(3) e 1,041 como aproximação para log10(11).
O tempo decorrido, em hora, até que a liga atinja 30ºC é mais próximo de:
a) 22.
b) 50.
c) 100.
d) 200.
e) 400.

2
0. (Enem PPL) O padrão internacional ISO 216 define os tamanhos de papel utilizados em quase
todos os países, com exceção dos EUA e Canadá. O formato-base é uma folha retangular de papel,
chamada de AO, cujas dimensões são 84,1 cm × 118,9 cm. A partir de então, dobra-se a folha ao
meio, sempre no lado maior, obtendo os demais formatos, conforme o número de dobraduras. Ob-
serve a figura: A1 tem o formato da folha A0 dobrada ao meio uma vez, A2 tem o formato da folha
A0 dobrada ao meio duas vezes, e assim sucessivamente.

Quantas folhas de tamanho A8 são obtidas a partir de uma folha A0?


a) 8.
b) 16.
c) 64.
d) 128.
e) 256.

2
1. (Enem) Em 2011, um terremoto de magnitude 9,0 na escala Richter causou um devastador tsu-
nami no Japão, provocando um alerta na usina nuclear de Fukushima. Em 2013, outro terremoto,
de magnitude 7,0 na mesma escala, sacudiu Sichuan (sudoeste da China), deixando centenas de
mortos e milhares de feridos. A magnitude de um terremoto na escala Richter pode ser calculada
por

​ 2 ​ log ​ __
M = __
3 (  )
​  E  ​   ,​
E0

sendo E a energia, em kWh, liberada pelo terremoto e E0 uma constante real positiva. Considere
que E1 e E2 representam as energias liberadas nos terremotos ocorridos no Japão e na China, res-
pectivamente.
Disponível em: www.terra.com.br. Acesso em: 15 ago. 2013 (adaptado).

160
Qual a relação entre E1 e E2? Na segunda vez, o aluno jogou os dados e
a) E1 = E2 + 2. adicionou as quantidades correspondentes,
b) E1 = 102 ∙ E2. nas respectivas hastes. O resultado está re-
c) E1 = 103 ∙ E2. presentado no ábaco da Figura 2.
d) E1 = 10​ __97 ​ ∙ E2.
​ 9 ​ ∙ E2.
e) E1 = __
7

2
2. (Enem) Em um torneio interclasses de um
colégio, visando estimular o aumento do
número de gols nos jogos de futebol, a co-
missão organizadora estabeleceu a seguinte
forma de contagem de pontos para cada par-
tida: uma vitória vale três pontos, um empa-
te com gols vale dois pontos, um empate sem
gols vale um ponto e uma derrota vale zero
ponto. Após 12 jogos, um dos times obteve
como resultados cinco vitórias e sete empa-
tes, dos quais, três sem gols.
De acordo com esses dados, qual foi o núme-
ro total de pontos obtidos pelo time citado?
a) 22.
b) 25.
c) 26.
d) 29.
e) 36. De acordo com a descrição, as faces voltadas
para cima no cubo, no octaedro e no dode-
2
3. (Enema professora de matemática organizou caedro, na segunda jogada, foram, respecti-
uma atividade associando um ábaco a três vamente,
dados de diferentes formatos: um cubo com a) 4,2 e 9.
faces numeradas de 1 a 6, associadas à haste b) 4,3 e 9.
C, um octaedro com faces numeradas de 1 c) 4,3 e 10.
a 8, associadas à haste D, e um dodecaedro d) 5,3 e 10.
com faces numeradas de 1 a 12, associadas e) 5,4 e 9.
à haste U. Inicialmente, as hastes do ábaco
encontram-se vazias. As letras C, D e U estão 2
4. (Enem) O prédio de uma empresa tem cinco
associadas a centenas, dezenas e unidades, andares e, em cada andar, há dois banheiros
respectivamente. A haste UM representa masculinos e dois femininos. Em cada ba-
unidades de milhar. nheiro estão instalados dois recipientes para
Regras do jogo: são jogados os três dados jun- sabonete líquido com uma capacidade de
tos e, a cada jogada, colocam-se bolinhas nas 200 mL (0,2 litro) cada um. Os recipientes
hastes, correspondendo às quantidades apre- dos banheiros masculinos são abastecidos
sentadas nas faces voltadas para cima de cada duas vezes por semana e os dos banheiros
dado, respeitando a condição “nunca dez”, femininos, três vezes por semana, quando
ou seja, em cada haste podem ficar, no má- estão completamente vazios. O fornecedor
ximo, nove bolinhas. Assim, toda vez que a de sabonete líquido para a empresa oferece
quantidade de bolinhas em alguma haste for cinco tipos de embalagens: I, II, III, IV e V,
superior a nove, dez delas são retiradas dessa com capacidades de 2L, 3L, 4L, 5L e 6L, res-
haste e uma bolinha é colocada na haste ime- pectivamente.
diatamente à esquerda. Bolinhas, em quan- Para abastecer completamente os recipientes
tidades iguais aos números obtidos na face de sabonete líquido dos banheiros durante
superior dos dados, na segunda jogada, são a semana, a empresa planeja adquirir qua-
acrescentadas às hastes correspondentes, que tro embalagens de um mesmo tipo, de forma
contêm o resultado da primeira jogada. que não haja sobras de sabonete.
Iniciada a atividade, um aluno jogou os da- Que tipo de embalagem a empresa deve ad-
dos duas vezes. Na primeira vez, as quan- quirir?
tidades das faces voltadas para cima foram a) I.
colocadas nas hastes. Nesta jogada, no cubo, b) II.
no octaedro e no dodecaedro, as faces volta- c) III.
das para cima foram, respectivamente, 6, 8 d) IV.
e 11 (Figura 1). e) V.

161
2
5. (Enem) Computadores utilizam, por padrão, dados em formato binário, em que cada dígito, deno-
minado de bit, pode assumir dois valores (0 ou 1). Para representação de caracteres e outras infor-
mações, é necessário fazer uso de uma sequência de bits, o byte. No passado, um byte era composto
de 6 bits em alguns computadores, mas atualmente tem-se a padronização que o byte é um octeto,
ou seja, uma sequência de 8 bits. Esse padrão permite representar apenas 28 informações distintas.
Se um novo padrão for proposto, de modo que um byte seja capaz de representar pelo menos 2.560
informações distintas, o número de bits em um byte deve passar de 8 para:
a) 10.
b) 12.
c) 13.
d) 18.
e) 20.

2
6. (Enem) Possivelmente você já tenha escutado a pergunta: “O que pesa mais, 1kg de algodão ou
1kg de chumbo?”. É óbvio que ambos têm a mesma massa, portanto, o mesmo peso. O truque dessa
pergunta é a grande diferença de volumes que faz, enganosamente, algumas pessoas pensarem que
pesa mais quem tem maior volume, levando-as a responderem que é o algodão. A grande diferença
de volumes decorre da diferença de densidade (ρ) dos materiais, ou seja, a razão entre suas massas
e seus respectivos volumes, que pode ser representada pela expressão: ρ = __​ m
v ​ .
Considere as substâncias A, B, C, D e E representadas no sistema cartesiano (volume × massa) a
seguir:

A substância com maior densidade é:


a) A.
b) B.
c) C.
d) D.
e) E.

2
7. (Enem) Um reservatório é abastecido com água por uma torneira e um ralo faz a drenagem da água
desse reservatório. Os gráficos representam as vazões Q em litro por minuto, do volume de água
que entra no reservatório pela torneira e do volume que sai pelo ralo, em função do tempo t em
minuto.

162
Em qual intervalo de tempo, em minuto, o O número mínimo de empregados reabilita-
reservatório tem uma vazão constante de en- dos ou com deficiência, habilitados, que de-
chimento? verá ser contratado pela empresa é:
a) De 0 a 10. a) 74.
b) De 5 a 10. b) 70.
c) De 5 a 15. c) 64.
d) De 15 a 25. d) 60.
e) De 0 a 25. e) 53.

2
8. (Enem) Um dos grandes desafios do Brasil é
3
0. (Enem) O pacote de salgadinho preferido de
o gerenciamento dos seus recursos naturais,
uma menina é vendido em embalagens com
sobretudo os recursos hídricos. Existe uma
diferentes quantidades. A cada embalagem é
demanda crescente por água e o risco de ra-
atribuído um número de pontos na promo-
cionamento não pode ser descartado. O nível
de água de um reservatório foi monitorado ção:
por um período, sendo o resultado mostra- “Ao totalizar exatamente 12 pontos em em-
do no gráfico. Suponha que essa tendência balagens e acrescentar mais R$ 10,00 ao va-
linear observada no monitoramento se pro- lor da compra, você ganhará um bichinho de
longue pelos próximos meses. pelúcia”.
Esse salgadinho é vendido em três embalagens
com as seguintes massas, pontos e preços:

Massa da Pontos da Preço


embalagem (g) embalagem (R$)
50 2 2,00
100 4 3,60
200 6 6,40

A menor quantia a ser gasta por essa menina


que a possibilite levar o bichinho de pelúcia
Nas condições dadas, qual o tempo mínimo, nessa promoção é:
após o sexto mês, para que o reservatório a) R$ 10,80.
atinja o nível zero de sua capacidade? b) R$ 12,80.
a) 2 meses e meio. c) R$ 20,80.
b) 3 meses e meio. d) R$ 22,00.
c) 1 mês e meio. e) R$ 22,80.
d) 4 meses.
e) 1 mês.
3
1. (Enem) Dispondo de um grande terreno,
uma empresa de entretenimento pretende
2
9. (Enem) O setor de recursos humanos de uma construir um espaço retangular para shows
empresa pretende fazer contratações para
e eventos, conforme a figura.
adequar-se ao artigo 93 da Lei nº. 8.213/91,
que dispõe:
Art. 93. A empresa com 100 (cem) ou mais
empregados está obrigada a preencher de
2% (dois por cento) a 5% (cinco por cento)
dos seus cargos com beneficiários reabilita-
dos ou pessoas com deficiência, habilitadas,
na seguinte proporção:
I. até 200 empregados ........................ 2%;
II. de 201 a 500 empregados ................ 3%;
III. de 501 a 1.000 empregados ............. 4%;
IV. de 1.001 em diante ......................... 5%.
Disponível em: www.planalto.gov.br. Acesso em: 3 fev. 2015.

Constatou-se que a empresa possui 1.200


funcionários, dos quais 10 são reabilitados
ou com deficiência, habilitados.
Para adequar-se à referida lei, a empresa
contratará apenas empregados que atendem
ao perfil indicado no artigo 93.

163
A área para o público será cercada com dois 3
4. Um estudante está pesquisando o desenvol-
tipos de materiais: vimento de certo tipo de bactéria. Para essa
§§ nos lados paralelos ao palco será usada pesquisa, ele utiliza uma estufa para arma-
uma tela do tipo A mais resistente, cujo zenar as bactérias. A temperatura no inte-
valor do metro linear é R$ 20,00; rior dessa estufa, em graus Celsius, é dada
§§ nos outros dois lados será usada uma tela pela expressão T(h) = -h2 + 22h – 85, em
do tipo B comum, cujo metro linear custa que h representa as horas do dia. Sabe-se
R$ 5,00. que o número de bactérias é o maior possí-
A empresa dispõe de R$ 5.000,00 para com- vel quando a estufa atinge sua temperatura
prar todas as telas, mas quer fazer de tal ma- máxima e, nesse momento, ele deve retirá-
neira que obtenha a maior área possível para -las da estufa. A tabela associa intervalos de
o público. A quantidade de cada tipo de tela temperatura, em graus Celsius, com as clas-
que a empresa deve comprar é: sificações: muito baixa, baixa, média, alta e
a) 50,0 m da tela tipo A e 800,0 m da tela tipo B. muito alta.
b) 62,5 m da tela tipo A e 250,0 m da tela tipo B.
c) 100,0 m da tela tipo A e 600,0 m da tela tipo B. Intervalos de
Classificação
d) 125,0 m da tela tipo A e 500,0 m da tela tipo B. temperatura (°C)
e) 200,0 m da tela tipo A e 200,0 m da tela tipo B. T<0 Muito baixa
0 ≤ T ≤ 17 Baixa
3
2. (Enem) O governo de uma cidade está preo- 17 < T < 30 Média
cupado com a possível epidemia de uma do-
30 ≤ T ≤ 43 Alta
ença infectocontagiosa causada por bactéria.
Para decidir que medidas tomar, deve calcu- T > 43 Muito alta
lar a velocidade de reprodução da bactéria. Quando o estudante obtém o maior número
Em experiências laboratoriais de uma cultu- possível de bactérias, a temperatura no inte-
ra bacteriana, inicialmente com 40 mil uni- rior da estufa está classificada como
dades, obteve-se a fórmula para a população: a) muito baixa.
p(t) = 40 ∙ 23t b) baixa.
c) média.
em que t é o tempo, em hora, e p(t) é a po-
d) alta.
pulação, em milhares de bactérias.
e) muito alta.
Em relação à quantidade inicial de bactérias,
após 20 min, a população será:
3
5. (Enem 2017) Um reservatório de água com
a) reduzida a um terço.
capacidade para 20 mil litros encontra-se
b) reduzida à metade.
com 5 mil litros de água num instante inicial
c) reduzida a dois terços.
(t) igual a zero, em que são abertas duas tor-
d) duplicada.
e) triplicada. neiras. A primeira delas é a única maneira
pela qual a água entra no reservatório, e ela
despeja 10 L de água por minuto; a segunda
3
3. (Enem) Sob a orientação de um mestre de
é a única maneira de a água sair do reser-
obras, João e Pedro trabalharam na reforma
vatório. A razão entre a quantidade de água
de um edifício. João efetuou reparos na par-
que entra e a que sai, nessa ordem, é igual a
te hidráulica nos andares 1, 3, 5, 7 e assim
5/4. Considere que Q(t) seja a expressão que
sucessivamente, de dois em dois andares.
indica o volume de água, em litro, contido
Pedro trabalhou na parte elétrica nos an-
no reservatório no instante t dado em minu-
dares 1, 4, 7, 10, e assim sucessivamente,
to, com t variando de 0 a 7.500.
de três em três andares. Coincidentemente,
A expressão algébrica para Q(t) é
terminaram seus trabalhos no último andar.
a) 5.000 + 2t
Na conclusão da reforma, o mestre de obras
informou, em seu relatório, o número de an- b) 5.000 – 8t
dares do edifício. Sabe-se que, ao longo da c) 5.000 – 2t
execução da obra, em exatamente 20 anda- d) 5.000 + 10t
res, foram realizados reparos nas partes hi- e) 5.000 – 2,5t
dráulica e elétrica por João e Pedro.
Qual é o número de andares desse edifício? 3
6. (Enem PPL 2017) Os consumidores e de-
a) 40. sejam trocar seus planos de internet móvel
b) 60. na tentativa de obterem um serviço de me-
c) 100. lhor qualidade. Após pesquisarem, escolhe-
d) 115. ram uma operadora que oferece cinco planos
e) 120. para diferentes perfis, conforme apresenta-
do no quadro.

164
Preço Preço seus 400 metros 5 segundos mais rápido que
Plano Franquia mensal de po MB o segundo corredor, e o último realizou seu
assinatura excedente percurso em 3/4 do tempo realizado pelo pri-
A 150 MB R$ 29,90 R$ 0,40 meiro.
Qual foi o tempo, em segundo, em que o úl-
B 250 MB R$ 34,90 R$ 0,10
timo atleta da equipe ganhadora realizou seu
C 500 MB R$ 59,90 R$ 0,10 percurso de 400 metros?
D 2 GB R$ 89,90 R$ 0,10 a) 58.
E 5 GB R$ 119,90 R$ 0,10 b) 61.
c) 69.
Dado: 1 GB = 1.024 MB d) 72.
e) 96.
Em cada plano, o consumidor paga um valor
fixo (preço mensal da assinatura) pela fran- 3
9. (Enem PPL) Uma fábrica utiliza sua frota
quia contratada e um valor variável, que de- particular de caminhões para distribuir as
pende da quantidade de MB utilizado além 90 toneladas de sua produção semanal. To-
da franquia. Considere que a velocidade má- dos os caminhões são do mesmo modelo e,
xima de acesso seja a mesma, independen- para aumentar a vida útil da frota, adota-se
temente do plano, que os consumos mensais a política de reduzir a capacidade máxima
de X, Y e Z são de 190 MB, 450 MB e 890 MB, de carga de cada caminhão em meia tonela-
respectivamente, e que cada um deles esco- da. Com essa medida de redução, o número
lherá apenas um plano. de caminhões necessários para transportar a
Com base nos dados do quadro, as escolhas produção semanal aumenta em 6 unidades
dos planos com menores custos para os con- em relação ao número de caminhões neces-
sumidores X, Y e Z, respectivamente, são sários para transportar a produção, usando a
a) A, C e C. capacidade máxima de carga de cada cami-
b) A, B e D. nhão.
c) B, B e D. Qual é o número atual de caminhões que
d) B, C e C. essa fábrica usa para transportar a produção
e) B, C e D. semanal, respeitando-se a política de redu-
ção de carga?
3
7. (Enem 2017) A única fonte de renda de um a) 36
cabeleireiro é proveniente de seu salão. Ele b) 30
cobra R$ 10,00 por cada serviço realizado e c) 19
atende 200 clientes por mês, mas está pen- d) 16
sando em aumentar o valor cobrado pelo ser- e) 10
viço. Ele sabe que cada real cobrado a mais
acarreta uma diminuição de 10 clientes por 4
0. (Enem) Um dos grandes problemas enfren-
mês. tados nas rodovias brasileiras é o excesso de
Para que a renda do cabeleireiro seja máxi- carga transportada pelos caminhões. Dimen-
ma, ele deve cobrar por serviço o valor de sionado para o tráfego dentro dos limites
a) R$ 10,00. legais de carga, o piso das estradas se dete-
b) R$ 10,50. riora com o peso excessivo dos caminhões.
c) R$ 11,00. Além disso, o excesso de carga interfere na
d) R$ 15,00. capacidade de frenagem e no funcionamento
e) R$ 20,00. da suspensão do veículo, causas frequentes
de acidentes.
3
8. (Enem PPL 2017) Uma escola organizou uma
Ciente dessa responsabilidade e com base na
corrida de revezamento 4 × 400 metros, que
experiência adquirida com pesagens, um ca-
consiste em uma prova esportiva na qual os
minhoneiro sabe que seu caminhão pode car-
atletas correm 400 metros cada um deles, se-
regar, no máximo, 1500 telhas ou 1200 tijolos.
gurando um bastão, repassando-o de um atle-
Considerando esse caminhão carregado com
ta para outro da mesma equipe, realizando
900 telhas, quantos tijolos, no máximo, po-
três trocas ao longo do percurso, até o quarto
dem ser acrescentados à carga de modo a não
atleta, que cruzará a linha de chegada com o
ultrapassar a carga máxima do caminhão?
bastão. A equipe ganhadora realizou a prova
a) 300 tijolos
em um tempo total de 325 segundos.
b) 360 tijolos
O segundo corredor da equipe ganhadora cor-
c) 400 tijolos
reu seus 400 metros 15 segundos mais rápi-
d) 480 tijolos
do do que o primeiro; já o terceiro realizou
e) 600 tijolos

165
4
1. (Enem (Libras) 2017) A figura ilustra uma precisará enviar apenas 650 quilogramas de
sequência de formas geométricas formadas mercadoria durante todo o período, ele re-
por palitos, segundo uma certa regra. solveu contratar o plano B.
Qual alternativa avalia corretamente a decisão
final do fabricante de contratar o plano B?
a) A decisão foi boa para o fabricante, pois o
plano B custará ao todo R$ 500,00 a menos
do que o plano A custaria.
b) A decisão foi boa para o fabricante, pois o
plano B custará ao todo R$ 1.500,00 a menos
do que o plano A custaria.
c) A decisão foi ruim para o fabricante, pois o
plano B custará ao todo R$ 1.000,00 a mais
do que o plano A custaria.
d) A decisão foi ruim para o fabricante, pois o
Continuando a sequência, segundo essa mes-
plano B custará ao todo R$ 1.300,00 a mais
ma regra, quantos palitos serão necessários
do que o plano A custaria.
para construir o décimo termo da sequência?
e) A decisão foi ruim para o fabricante, pois o
a) 30.
plano B custará ao todo R$ 6000,00 a mais
b) 39.
do que o plano A custaria.
c) 40
d) 43
e) 57
Gabarito
4
2. (Enem) O acréscimo de tecnologias no siste-
1. E 2. A 3. D 4. D 5. E
ma produtivo industrial tem por objetivo re-
duzir custos e aumentar a produtividade. No 6. E 7. C 8. D 9. B 10. A
primeiro ano de funcionamento, uma indús-
tria fabricou 8.000 unidades de um determi- 11. B 12. C 13. D 14. B 15. C
nado produto. No ano seguinte, investiu em
16. D 17. A 18. C 19. D 20. E
tecnologia adquirindo novas máquinas e au-
mentou a produção em 50%. Estima-se que 21. C 22. C 23. A 24. D 25. B
esse aumento percentual se repita nos próxi-
mos anos, garantindo um crescimento anual 26. D 27. B 28. A 29. E 30. C
de 50%. Considere P a quantidade anual de
produtos fabricados no ano t de funciona- 31. D 32. D 33. D 34. D 35. A
mento da indústria. 36. C 37. D 38. D 39. A 40. D
Se a estimativa for alcançada, qual é a ex-
pressão que determina o número de unidades 41. B 42. E 43. A
produzidas P, em função de t, para T ≥ 1?
a) P(t) = 0,5 t-1 + 8.000.
b) P(t) = 50 t-1 + 8.000.
c) P(t) = 4.000 t-1 + 8.000.
d) P(t) = 8.000 ∙ (0,5)t – 1.
e) P(t) = 8.000 ∙ (1,5)t – 1.

4
3. (Enem PPL 2017) Uma empresa de entregas
presta serviços para outras empresas que
fabricam e vendem produtos. Os fabrican-
tes dos produtos podem contratar um entre
dois planos oferecidos pela empresa que faz
as entregas. No plano A, cobra-se uma taxa
fixa mensal no valor de R$ 500,00, além de
uma tarifa de R$ 4,00 por cada quilogra-
ma enviado (para qualquer destino dentro
da área de cobertura). No plano B, cobra-se
uma taxa fixa mensal no valor de R$ 200,00,
porém a tarifa por cada quilograma envia-
do sobe para R$ 6,00. Certo fabricante havia
decidido contratar o plano A por um perío-
do de meses. Contudo, ao perceber que ele

166
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULA 2 Tema: Notação científica

Competência: 1 Habilidade: 3

Construção da habilidade: A habilidade 3 refere-se a resolver situações problema do cotidiano por


meio de conhecimentos numéricos. Através da compreensão das informações contidas no texto, espera-
-se que o aluno seja capaz de modelá-la, a fim de solucionar o problema apresentado.

MODELO 1

A distância da Terra ao Sol é de aproximadamente 149,7 · 106 km. Sabendo que a luz viaja a uma
velocidade de 3 · 108 m/s. Quantos minutos a luz Sol demora a chegar na Terra?
a) 8,1
b) 8,2
c) 8,3
d) 8,4
e) 8,5

167
Tema: Razão e Proporção

Competência: 4 Habilidade: 15

Construção da habilidade: Essa habilidade refere-se à modelagem de problemas do cotidiano. A


partir das informações contidas no texto, espera-se que o aluno seja capaz de reconhecer a relação de
dependência entre as grandezas e encontrar o que se pede.

MODELO 2

Em um restaurante as tortas são preparadas à base de polpa de frutas. Uma das tortas mais ven-
didas é a de uva com kiwi, que é preparada com 1/3 de polpa de uva e 2/3 de polpa de kiwi. Para
o comerciante, as polpas são vendidas em embalagens de igual volume. Atualmente, a embalagem
da polpa de kiwi custa R$ 17,70 e a de uva, R$ 15,00. Porém, está prevista uma alta no preço da
embalagem da polpa de uva no próximo mês, passando a custar R$ 16,50. Para não aumentar o
preço da torta, o comerciante negociou com o fornecedor uma redução no preço da embalagem da
polpa de kiwi. A redução, em real, no preço da embalagem da polpa de kiwi deverá ser de:
a) 1,0
b) 0,85
c) 0,9
d) 1,2
e) 0,75

168
Tema: Inversamente Proporcional

Competência: 4 Habilidade: 16

Construção da habilidade: Com intuito de resolver os problemas do cotidiano, o candidato deve


identificar as grandezas propostas pelo autor e a partir disso relacioná-las direta ou indiretamente.

MODELO 3

Para a construção de isolamento acústico numa parede cuja área mede 18 m², sabe-se que, se a
fonte sonora estiver a 36 m do plano da parede, o custo é de R$ 500,00. Nesse tipo de isolamento, a
espessura do material que reveste a parede é inversamente proporcional ao quadrado da distância
até a fonte sonora, e o custo é diretamente proporcional ao volume do material do revestimento.
Uma expressão que fornece o custo para revestir uma parede de área A (em metro quadrado), si-
tuada a D metros da fonte sonora, é
a) 500 × 81/A × D2
b) 500 × 81 × A2/D2
c) 500 × D2/81 × A
d) 500 × A × D2/81
e) 500 × 72 × A/D2

169
Tema: Regra de três simples

Competência: 4 Habilidade: 16

Construção da habilidade: Para a questão a seguir, o aluno deve ter a capacidade de identificar
cada grandeza usando a proporcionalidade para escalas.

MODELO 4

Em um mapa cartográfico, cuja escala é 1 : 20 000, as cidades A e B distam entre si, em linha reta,
6 cm. Um novo mapa, dessa mesma região, será construído na escala 1 : 15 000.
Nesse novo mapa cartográfico, a distância, em linha reta, 5 cm. Entre as cidades A e B, em centí-
metro, será aproximadamente igual a:
a) 5,57
b) 7,5
c) 5,8
d) 6,25
e) 6,67

170
Tema: Regra de três composta

Competência: 3 Habilidade: 10

Construção da habilidade: Esta habilidade explora os conhecimentos algébricos e a capacidade do


aluno de identificar tais medidas: lineares, bidimensionais ou tridimensionais, assim como explora a capa-
cidade de conversão de tais medidas. Isto também em conjunto com problemas do cotidiano relacionado
a grandezas, sejam diretamente proporcionais ou inversamente proporcionais.

MODELO 5

Indústria é uma atividade econômica que surgiu na Primeira Revolução Industrial, no fim do sécu-
lo XVIII e início do século XIX, na Inglaterra, e que tem por finalidade transformar matéria-prima
em produtos comercializáveis, utilizando para isto força humana, máquinas e energia.
Uma indústria tem um reservatório de água com capacidade para 900 m³. Quando há necessidade
de limpeza do reservatório, toda a água precisa ser escoada. O escoamento da água é feito por
seis ralos, e dura 5 horas quando o reservatório está cheio. Esta indústria construirá um novo re-
servatório, com capacidade de 600 m³, cujo escoamento da água deverá ser realizado em 4 horas,
quando o reservatório estiver cheio. Os ralos utilizados no novo reservatório deverão ser idênticos
aos do já existente. A quantidade de ralos do novo reservatório deverá ser igual a:
a) 2.
b) 4.
c) 5.
d) 6
e) 9.

171
Tema: Regra de três composta

Competência: 3 Habilidade: 10

Construção da habilidade: Esta habilidade explora os conhecimentos algébricos e a capacidade do


aluno de identificar tais medidas: lineares, bidimensionais ou tridimensionais, assim como explora a capa-
cidade de conversão de tais medidas. Isto também em conjunto com problemas do cotidiano relacionado
a grandezas, sejam diretamente proporcionais ou inversamente proporcionais.

MODELO 6

Dona Fátima é boleira, e deseja fazer para as festas de fim de ano uma receita muito famosa de
bolo de chocolate, Dona Fátima espera que toda sua família compareça à festa e para isso precisa
fazer alguns ajustes na receita. Sua receita, entre outros ingredientes leva 500 g de trigo, 300 g
de chocolate e 150 g de açúcar. Sabendo que Carol usará 3,0 kg de trigo na receita, quanto deverá
usar de chocolate e açúcar, respectivamente?
a) 1 kg e 400 g
b) 1,5 kg e 750 g
c) 1,5 kg e 800 g
d) 1,6 kg e 800 g
e) 1,8 kg e 900 g

172
Tema: Porcentagem

Competência: 1 Habilidade: 4

Construção da habilidade: Essa habilidade refere-se à avaliação de informações quantitativas acer-


ca do cotidiano, a fim de reconhecer a afirmativa verdadeira.

MODELO 7

Segundo o IBGE, em um município no estado do Pará, o número de pessoas que possuíam um te-
lefone celular passou de 5 mil, em 2003, para 7,1 mil, em 2008. Nesse mesmo período, o número
de pessoas com telefone fixo passou de 653 para 1004. Esperava-se, durante este período, um
aumento de pelo menos 60% no número de pessoas com telefone celular e de 40% no número de
pessoas com telefone fixo.
Considerando os valores apresentados para o período de 2003 a 2008, os aumentos esperados no
número de pessoas com telefone celular e com telefone fixo:
a) Não foram atingidos, já que nenhum dos dois grupos alcançou os aumentos esperados.
b) Foram parcialmente atingidos, já que apenas o grupo de pessoas com telefone celular não alcançou a
meta, enquanto o grupo de pessoas com telefone fixo ultrapassou a meta.
c) Foram atingidos, já que os dois grupos alcançaram os aumentos esperados.
d) Foram parcialmente atingidos, já que o grupo de pessoas com telefone fixo não alcançou a meta e o
grupo de pessoas com telefone celular ultrapassou a meta.
e) Foram parcialmente atingidos, já que o grupo de pessoas com telefone celular não alcançou a meta e
o grupo de pessoas com telefone fixo obteve exatamente o aumento esperado.

173
Tema: Regra de três composta

Competência: 3 Habilidade: 10

Construção da habilidade: Esta habilidade explora os conhecimentos algébricos e a capacidade do


aluno de identificar tais medidas: lineares, bidimensionais ou tridimensionais, assim como explora a capa-
cidade de conversão de tais medidas isto também em conjunto com problemas do cotidiano relacionado
a grandezas, sejam diretamente proporcionais ou inversamente proporcionais.

MODELO 8

No início de janeiro de um determinado ano, uma família decidiu economizar para as férias de
julho daquele ano, guardando uma quantia por mês. Eles decidiram que, em janeiro, guardariam R$
300,00 e, a partir de fevereiro, guardariam, a cada mês, 20% a mais do que no mês anterior. Qual foi
o total economizado (em real) no primeiro semestre do ano, abandonando, por arredondamento,
possíveis casas decimais nesse resultado?
a) 747
b) 2785
c) 958
d) 2978
e) 1942

174
Raio X - Análise Expositiva
1.
Sabendo que Velocidade média é distância pelo tempo, então podemos afirmar que o tempos será
​ 10 ​  ​ 1497
9
a distância pela velocidade média. Logo, 149,7 · ___  · 108 = _____ ​=

  8,3
3 3
2.
Sabendo que a receita da torta utiliza dois terços da embalagem da polpa de uva e um terço da
embalagem da polpa de kiwi, podemos escrever as seguintes equações:
​ 2 ​  · 17,7 = 11,8
__
3
​ 1 ​  · 15 = 5
__
3
Logo, sabemos que o total antes do aumento do preço da polpa de uva, era de 16,8 reais.
Então, calculando o preço com o aumento, temos:
​ 1 ​  · 16,5 = 5,5
__
3
Com isso, o novo total passa a ser de 17,3 reais. Logo, o desconto na polpa de kiwi deve ser de:
​ 2 ​  · x = 11,3
__
3
Logo, x = 16,95
E com isso, o desconto que deve ser dado é de 17,7 - 16,95 = 0,75 reais.
3.
Sejam x a espessura do material que reveste a parede e C o custo do material. O volume do material
é x · A e, dadas as proporcionalidades, x · D2 e C/(x · A) são constantes.
Assim, (x · D2) · C/(x · A) = (C · D2)/A é constante igual a (500 · 362)/18 = 500 · 18 · 4
Então, (C · D2)/A = 500 · 18 · 4
Por fim, C = (500 · 72 A)/D2
4.
Sendo x a distância real entre as cidades e y a nova distância do mapa.
1 ___ 20.000
5 ___ x
x = 100.000 cm
1 ____ 15000
y ____ 100.000
y = 6,67 cm
5.
Temos que podemos montar esta regra de três da seguinte maneira:
A capacidade é uma grandeza diretamente proporcional a quantidade de ralos e a quantidade de
horas é inversamente proporcional a quantidade de ralos.
4/5 × 900/600 = 6/x
Logo x = 5 ralos.
6.
Temos que Fátima deseja fazer o mesmo bolo nas mesmas proporções, logo a mesma constante deve
se prevalecer entre as três grandezas:
Trigo: 500 g para 3000 g
Chocolate: 300 g para 1800 g
Açúcar: 150 g para 900 g
7.
Sabendo que o aumento esperado era de 40% para o número de pessoas com telefone fixo, devemos
verificar que 1,4 × 653 = 914,2, e como 1004 > 914,2, o aumento esperado foi ultrapassado.
Enquanto aumento esperado para o número de pessoas com telefone celular era de 60%, devemos
verificar que 1,6 × 5000 = 8000, e como 7100 < 8000, o aumento esperado não foi alcançado.
8.
Sabendo que a economia foi feita durante cinco meses podemos dizer que a cada mês foi economizado:
Fev.: 300 × (1,2) = 360
Mar.: 300 × (1,2)2 = 432
Abr.: 300 × (1,2)3 = 518,4
Maio: 300 × (1,2)4 = 622,08
Jun.: 300 × (1,2)5 = 746,496
Somando todos os valores e arredondando: 2978

Gabarito
1. C 2. E 3. E 4. E 5. C

6. E 7. B 8. D

175
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem 2016) A tabela apresenta parte do resultado de um espermograma (exame que analisa as
condições físicas e composição do sêmen humano).

Espermograma
Características Padrão 30/11/2009 23/03/2010 09/08/2011 23/08/2011 06/03/2012
Volume (mL) 2,0 a 5,0 2,5 2,5 2,0 4,0 2,0
Tempo de liquefação
Até 60 35 50 60 59 70
(min)
pH 7,2 a 7,8 7,5 7,5 8,0 7,6 8,0
Espermatozoide
> 20 000 000 9 400 000 27 000 000 12 800 000 24 200 000 10 200 000
(unidade / mL)
Leucócito
Até 1 000 2 800 1 000 1 000 900 1 400
(unidade / mL)
Hemácia
Até 1 000 800 1 200 200 800 800
(unidade / mL)

Para analisar o exame, deve-se comparar os resultados obtidos em diferentes datas com o valor
padrão de cada característica avaliada.
O paciente obteve um resultado dentro dos padrões no exame realizado no dia
a) 30/11/2009.
b) 23/03/2010.
c) 09/08/2011.
d) 23/08/2011.
e) 06/03/2012.

2. (Enem) Nas construções prediais são utilizados tubos de diferentes medidas para a instalação da
rede de água. Essas medidas são conhecidas pelo seu diâmetro, muitas vezes medido em polegada.
​ 3 ​ e __
​ 1 ​ , __
Alguns desses tubos, com medidas em polegada, são os tubos de __ ​ 5  ​.
2 8 4
Colocando os valores dessas medidas em ordem crescente, encontramos:

​ 1 ​ , __
a) __ ​ 3 ​ , __ ​ 5 ​ 
2 8 4
​ 1 ​ , __
b) __ ​ 5 ​ , __ ​ 3 ​ 
2 4 8
c) __​ 3 ​ , __ ​ 1 ​ , __ ​ 5 ​ 
8 2 4
d) __ ​ 3 ​ , __ ​ 5 ​ , __ ​ 1 ​ 
8 4 2
e) __ ​ 5 ​ , __ ​ 1 ​ , __ ​ 3 ​ 
4 2 8

3. (Enem) Para que o pouso de um avião seja autorizado em um aeroporto, a aeronave deve satisfa-
zer, necessariamente, as seguintes condições de segurança:
I. a envergadura da aeronave (maior distância entre as pontas das asas do avião) deve ser, no
máximo, igual à medida da largura da pista;
II. o comprimento da aeronave deve ser inferior a 60 m;
III. a carga máxima (soma das massas da aeronave e sua carga) não pode exceder 110 t.
Suponha que a maior pista desse aeroporto tenha 0,045 km de largura, e que os modelos de aviões
utilizados pelas empresas aéreas, que utilizam esse aeroporto, sejam dados pela tabela.

Modelo Dimensões (comprimento × envergadura) Carga máxima


A 44,57 m × 34,10 m 110.000 kg
B 44,00 m × 34,00 m 95.000 kg
C 44,50 m × 39,50 m 121.000 kg
D 61,50 m × 34,33 m 79.010 kg
E 44,00 m × 34,00 m 120.000 kg
Os únicos aviões aptos a pousar nesse aeroporto, de acordo com as regras de segurança, são os de
modelos:

176
a) A e C. 6. (Enem) O veículo terrestre mais veloz já fa-
b) A e B. bricado até hoje é o Sonic Wind LSRV, que
c) B e D. está sendo preparado para atingir a velocida-
d) B e E. de de 3.000 km/h. Ele é mais veloz do que o
e) C e E. Concorde, um dos aviões de passageiros mais
rápidos já feitos, que alcança 2.330 km/h.
4. (Enem) Até novembro de 2011, não havia
uma lei específica que punisse fraude em
concursos públicos. Isso dificultava o enqua-
dramento dos fraudadores em algum artigo
específico do Código Penal, fazendo com que
eles escapassem da Justiça mais facilmen-
te. Entretanto, com o sancionamento da Lei
12.550/11, é considerado crime utilizar ou
divulgar indevidamente o conteúdo sigiloso Para uma distância fixa, a velocidade e o
de concurso público, com pena de reclusão tempo são inversamente proporcionais.
de 12 a 48 meses (1 a 4 anos). Caso esse BASILIO, A. Galileu, mar. 2012 (adaptado).
crime seja cometido por um funcionário pú-
blico, a pena sofrerá um aumento de 1/3. Para percorrer uma distância de 1.000 km o
Disponível em: www.planalto.gov. valor mais próximo da diferença, em minu-
br. Acesso em: 15 ago. 2012. to, entre os tempos gastos pelo Sonic Wind
Se um funcionário público for condenado LSRV e pelo Concorde, em suas velocidades
por fraudar um concurso público, sua pena máximas, é:
de reclusão poderá variar de: a) 0,1.
a) 4 a 16 meses. b) 0,7.
b) 16 a 52 meses. c) 6,0.
c) 16 a 64 meses. d) 11,2.
d) 24 a 60 meses. e) 40,2.
e) 28 a 64 meses.
7. (Enem) O percentual da população brasilei-
5. (Enem) O quadro apresenta a ordem de colo- ra conectada à internet aumentou nos anos
cação dos seis primeiros países em um dia de de 2007 a 2011. Conforme dados do Grupo
disputa nas Olimpíadas. A ordenação é feita Ipsos, essa tendência de crescimento é mos-
de acordo com as quantidades de medalhas de trada no gráfico.
ouro, prata e bronze, respectivamente.

País Ouro Prata Bronze Total


1º China 9 5 3 17
2º EUA 5 7 4 16
3º França 3 1 3 7
4º Argentina 3 2 2 7
5º Itália 2 6 2 10
6º Brasil 2 5 3 10

Se as medalhas obtidas por Brasil e Argen-


tina fossem reunidas para formar um único Suponha que foi mantida, para os anos se-
país hipotético, qual a posição ocupada por guintes, a mesma taxa de crescimento regis-
esse país? trada no período 2007-2011.
a) 1ª.
b) 2ª. A estimativa para o percentual de brasileiros
c) 3ª. conectados à internet em 2013 era igual a:
d) 4ª. a) 56,40%.
e) 5ª. b) 58,50%.
c) 60,60%.
d) 63,75%.
e) 72,00%.

177
8. (Enem) Um paciente necessita de reidrata- Qual das marcas de biscoito apresentadas
ção endovenosa feita por meio de cinco fras- tem a menor quantidade de sódio por grama
cos de soro durante 24 h. Cada frasco tem do produto?
um volume de 800 mL de soro. Nas primeiras a) A.
quatro horas, deverá receber 40% do total a b) B.
ser aplicado. Cada mililitro de soro corres- c) C.
ponde a 12 gotas. d) D.
O número de gotas por minuto que o pacien- e) E.
te deverá receber após as quatro primeiras
horas será:
a) 16. 11. (Enem) No tanque de um certo carro de pas-
b) 20. seio cabem até 50 L de combustível, e o ren-
c) 24. dimento médio deste carro na estrada é de 15
d) 34. km/L de combustível. Ao sair para uma via-
e) 40. gem de 600 km o motorista observou que o
marcador de combustível estava exatamente
9. (Enem) Uma empresa europeia construiu sobre uma das marcas da escala divisória do
um avião solar, como na figura, objetivando medidor, conforme figura a seguir.
dar uma volta ao mundo utilizando somente
energia solar. O avião solar tem comprimen-
to AB igual a 20 m e uma envergadura de
asas CD igual a 60 m.

Como o motorista conhece o percurso, sabe


que existem, até a chegada a seu destino,
cinco postos de abastecimento de combustí-
vel, localizados a 150 km, 187 km, 450 km,
500 km e 570 km do ponto de partida.
Para uma feira de ciências, uma equipe de Qual a máxima distância, em quilômetro,
alunos fez uma maquete desse avião. A esca- que poderá percorrer até ser necessário rea-
la utilizada pelos alunos foi de 3: 400. bastecer o veículo, de modo a não ficar sem
A envergadura CD na referida maquete, em combustível na estrada?
centímetro, é igual a: a) 570.
a) 5. b) 500.
b) 20. c) 450.
c) 45. d) 187.
d) 55. e) 150.
e) 80.
1
2. (Enem) Um banco de sangue recebe 450 mL
10 (Enem) O sódio está presente na maioria dos de sangue de cada doador. Após separar o
alimentos industrializados, podendo causar plasma sanguíneo das hemácias, o primeiro é
problemas cardíacos em pessoas que ingerem armazenado em bolsas de 250 mL de capacida-
grandes quantidades desses alimentos. Os mé- de. O banco de sangue aluga refrigeradores
dicos recomendam que seus pacientes diminu-
de uma empresa para estocagem das bolsas
am o consumo de sódio.
de plasma, segundo a sua necessidade. Cada
Com base nas informações nutricionais de cin-
co marcas de biscoitos (A, B, C, D e E), cons- refrigerador tem uma capacidade de estoca-
truiu-se o gráfico, que relaciona quantidades gem de 50 bolsas. Ao longo de uma semana,
de sódio com porções de diferentes biscoitos. 100 pessoas doaram sangue àquele banco.
Admita que, de cada 60 mL de sangue, extra-
em-se 40 mL de plasma.
O número mínimo de congeladores que o
banco precisou alugar, para estocar todas as
bolsas de plasma dessa semana, foi:
a) 2.
b) 3.
c) 4.
d) 6.
e) 8

178
1
3. (Enem) Em uma empresa de móveis, um a) 1.625.
cliente encomenda um guarda-roupa nas di- b) 2.600.
mensões 220 cm de altura, 120 cm de largu- c) 3.508.
ra e 50 cm de profundidade. Alguns dias de- d) 5.613.
pois, o projetista, com o desenho elaborado e) 8.966.
na escala 1: 8, entra em contato com o clien-
te para fazer sua apresentação. No momento 1
6. (Enem) Cinco marcas de pão integral apre-
da impressão, o profissional percebe que o sentam as seguintes concentrações de fibras
desenho não caberia na folha de papel que (massa de fibra por massa de pão):
costumava usar. Para resolver o problema, §§ Marca A: 2 g de fibras a cada 50 g de pão;
configurou a impressora para que a figura §§ Marca B: 5 g de fibras a cada 40 g de pão;
fosse reduzida em 20%. §§ Marca C: 5 g de fibras a cada 100 g de pão;
A altura, a largura e a profundidade do de- §§ Marca D: 6 g de fibras a cada 90 g de pão;
senho impresso para a apresentação serão, §§ Marca E: 7 g de fibras a cada 70 g de pão.
respectivamente, Recomenda-se a ingestão do pão que possui
a) 22,00 cm, 12,00 cm e 5,00 cm. a maior concentração de fibras.
Disponível em: www.blog.saude.gov.
b) 27,50 cm, 15,00 cm e 6,50 cm. br. Acesso em: 25 fev. 2013.
c) 34,37 cm, 18,75 cm e 7,81 cm.
d) 35,20 cm, 19,20 cm e 8,00 cm. A marca a ser escolhida é:
e) 44,00 cm, 24,00 cm e 10,00 cm. a) A.
b) B.
1
4. (Enem) Um motorista partiu da cidade A em c) C.
direção à cidade B por meio de uma rodovia d) D.
retilínea localizada em uma planície. Lá che- e) E.
gando, ele percebeu que a distância percor-
1
7. (Enem) Cinco máquinas de costura são utiliza-
rida nesse trecho foi de 25 km. Ao consultar
das em uma confecção de calças. O proprietá-
um mapa com o auxílio de uma régua, ele
rio deseja comprar mais uma dessas máquinas,
verificou que a distância entre essas duas ci-
idêntica a uma das já existentes, devendo es-
dades, nesse mapa, era de 5 cm.
colher a que tiver a maior média de produção
A escala desse mapa é:
por hora. Na tabela estão indicadas as quan-
a) 1: 5.
tidades de horas trabalhadas e de calças con-
b) 1: 1000.
feccionadas por cada uma das máquinas em
c) 1: 5000.
determinados períodos observados.
d) 1: 100000.
e) 1: 500000. Número de calças
Máquina Horas
confeccionadas
1
5. (Enem) Em 20 de abril de 2010 ocorreu a ex- 1 240 960
plosão e afundamento de uma plataforma de 2 210 1.050
petróleo semissubmersível, no Golfo do Mé- 3 170 1.020
xico. O acidente ocasionou um dos maiores
4 160 480
desastres ecológicos mundiais, devido ao der-
rame de 780.000 m3 de óleo cru no mar, por 5 160 800
um período de 87 dias, entre abril e julho de A máquina a ser comprada deverá ser idên-
2010. Finalizado o vazamento, parte do óleo tica à:
vazado começou a ser queimado, diretamen- a) 1.
te, enquanto que outra parte foi removida por b) 2.
coleta, através de barcos filtradores. As duas c) 3.
técnicas juntas retiravam, aproximadamente, d) 4.
480 m3 de óleo por dia. Durante todo o pe- e) 5.
ríodo de remoção foram retirados, no total,
apenas 66.705 m3 de óleo. Por recomendação 1
8. (Enem) Densidade absoluta (d) é a razão en-
de ambientalistas, a retirada total de óleo não tre a massa de um corpo e o volume por ele
deveria ultrapassar 300 dias. ocupado. Um professor propôs à sua turma
Disponível em: www.popularmechanics. que os alunos analisassem a densidade de
Acesso em: 26 fev. 2013 (adaptado). três corpos: dA, dB, dC. Os alunos verificaram
que o corpo A possuía 1,5 vez a massa do
Para que todo o óleo derramado no Golfo pu-
desse ter sido retirado dentro do prazo reco- ​ 3 ​ da massa
corpo B e esse, por sua vez, tinha __
4
mendado pelos ambientalistas, qual deveria do corpo C. Observaram, ainda, que o volume
ter sido a taxa mínima de remoção de óleo, do corpo A era o mesmo do corpo B e 20%
em metro cúbico/dia? maior do que o volume do corpo C.

179
Após a análise, os alunos ordenaram corre- 2
1. (Enem) Para garantir a segurança de um gran-
tamente as densidades desses corpos da se- de evento público que terá início às 4h da tar-
guinte maneira: de, um organizador precisa monitorar a quan-
a) dB < dA < dC. tidade de pessoas presentes em cada instante.
b) dB = dA < dC. Para cada 2.000 pessoas se faz necessária a
c) dC < dB = dA. presença de um policial. Além disso, estima-se
d) dB < dC < dA. uma densidade de quatro pessoas por metro
quadrado de área de terreno ocupado. Às 10
e) dC < dB < dA.
h da manhã, o organizador verifica que a área
de terreno já ocupada equivale a um quadrado
1
9.
(Enem) Num mapa com escala
com lados medindo 500 m. Porém, nas horas
1: 250.000, a distância entre as cidades A e
seguintes, espera-se que o público aumente a
B é de 13 cm. Num outro mapa, com escala uma taxa de 120.000 pessoas por hora até o
1: 300.000, a distância entre as cidades A e início do evento, quando não será mais permi-
C é de 10 cm. tida a entrada de público.
Em um terceiro mapa, com escala 1: 500.000, Quantos policiais serão necessários no início
a distância entre as cidades A e D é de 9 cm. do evento para garantir a segurança?
As distâncias reais entre a cidade A e as cida- a) 360.
des B, C e D são, respectivamente, iguais a X, b) 485.
Y e Z (na mesma unidade de comprimento). c) 560.
As distâncias X, Y e Z, em ordem crescente, d) 740.
estão dadas em: e) 860.
a) X, Y, Z. 22. (Enem) Em um mapa cartográfico, cuja escala
b) Y, X, Z. é 1: 30.000 as cidades A e B distam entre si, em
c) Y, Z, X. linha reta, 5 cm. Um novo mapa, dessa mesma
d) Z, X, Y. região, será construído na escala 1: 20.000.
e) Z, Y, X. Nesse novo mapa cartográfico, a distância
em linha reta entre as cidades A e B, em cen-
2
0. (Enem) Diante da hipótese do comprometi- tímetro, será igual a:
mento da qualidade da água retirada do vo- a) 1,50.
lume morto de alguns sistemas hídricos, os b) 3,33.
técnicos de um laboratório decidiram testar c) 3,50.
d) 6,50.
cinco tipos de filtros de água.
e) 7,50.
Dentre esses, os quatro com melhor desem-
penho serão escolhidos para futura comer- 2
3. (Enem) O Índice de Massa Corporal (IMC)
cialização. pode ser considerado uma alternativa prá-
Nos testes, foram medidas as massas de tica, fácil e barata para a medição direta de
agentes contaminantes, em miligrama, que gordura corporal. Seu valor pode ser obtido
não são capturados por cada filtro em dife- ​  Massa 
pela fórmula IMC = _________  ​ 
na qual a massa
rentes períodos, em dia, como segue: (Altura)2
§§ Filtro 1 (F1): 18 mg em 6 dias; é em quilograma e a altura, em metro. As crian-
§§ Filtro 2 (F2): 15 mg em 3 dias; ças, naturalmente, começam a vida com um alto
§§ Filtro 3 (F3): 18 mg em 4 dias; índice de gordura corpórea, mas vão ficando
mais magras conforme envelhecem, por isso os
§§ Filtro 4 (F4): 6 mg em 3 dias;
cientistas criaram um IMC especialmente para
§§ Filtro 5 (F5): 3 mg em 2 dias.
as crianças e jovens adultos, dos dois aos vinte
Ao final, descarta-se o filtro com a maior ra-
anos de idade, chamado de IMC por idade.
zão entre a medida da massa de contaminan-
tes não capturados e o número de dias, o que
corresponde ao de pior desempenho.
Disponível em: www.redebrasilatual.com.
br. Acesso em: 12 jul. 2015 (adaptado).

O filtro descartado é o:
a) F1.
b) F2.
c) F3.
d) F4.
e) F5.

180
Uma mãe resolveu calcular o IMC de seu fi- 2
5. (Enem) De forma geral, os pneus radiais
lho, um menino de dez anos de idade, com trazem em sua lateral uma marcação do tipo
1,20 m de altura e 30,92 kg. abc/deRfg como 185/65R15. Essa marcação
Disponível em: http://saude.hsw.uol.com. identifica as medidas do pneu da seguinte
Acesso em: 31 jul. 2012. forma:
Para estar na faixa considerada normal de §§ abc é a medida da largura do pneu, em
IMC, os valores mínimo e máximo que esse milímetro;
menino precisa emagrecer, em quilograma, §§ de é igual ao produto de 100 pela razão
devem ser, respectivamente: entre a medida da altura (em milímetro)
a) 1,12 e 5,12. e a medida da largura do pneu (em milí-
b) 2,68 e 12,28. metro);
c) 3,47 e 7,47. §§ R significa radial;
d) 5,00 e 10,76. §§ fg é a medida do diâmetro interno do
e) 7,77 e 11,77. pneu, em polegada.
A figura ilustra as variáveis relacionadas
2
4. (Enem) O proprietário de um restaurante
com esses dados.
deseja comprar um tampo de vidro retangu-
lar para a base de uma mesa, como ilustra a
figura.

O proprietário de um veículo precisa trocar os


pneus de seu carro e, ao chegar a uma loja, é
informado por um vendedor que há somente
pneus com os seguintes códigos: 175/65R15,
Sabe-se que a base da mesa, considerando a 175/75R15, 175/80R15 185/60R15 e
borda externa, tem a forma de um retângulo, 205/55R15. Analisando, juntamente com o
cujos lados medem AC = 105 cm e AB = 120 cm. vendedor, as opções de pneus disponíveis,
Na loja onde será feita a compra do tampo, concluem que o pneu mais adequado para seu
existem cinco tipos de opções de tampos, de veículo é o que tem a menor altura.
diferentes dimensões, e todos com a mesma Desta forma, o proprietário do veículo deve-
espessura, sendo: rá comprar o pneu com a marcação:
Tipo 1: 110 cm × 125 cm
a) 205/55R15.
Tipo 2: 115 cm × 125 cm
b) 175/65R15.
Tipo 3: 115 cm × 130 cm
c) 175/75R15.
Tipo 4: 120 cm × 130 cm
d) 175/80R15.
Tipo 5: 120 cm × 135 cm
e) 185/60R15.
O proprietário avalia, para comodidade dos
usuários, que se deve escolher o tampo de 2
6. (Enem) Para a construção de isolamento
menor área possível que satisfaça a condi- acústico numa parede cuja área mede 9 m²sabe-
ção: ao colocar o tampo sobre a base, de cada se que, se a fonte sonora estiver a 3 m do plano
lado da borda externa da base da mesa, deve da parede, o custo é de R$ 500,00. Nesse tipo
sobrar uma região, correspondendo a uma de isolamento, a espessura do material que
moldura em vidro, limitada por um mínimo reveste a parede é inversamente proporcional
de 4 cm e máximo de 8 cm fora da base da ao quadrado da distância até a fonte sonora, e
mesa, de cada lado.
o custo é diretamente proporcional ao volume
Segundo as condições anteriores, qual é o
do material do revestimento.
tipo de tampo de vidro que o proprietário
Uma expressão que fornece o custo para re-
avaliou que deve ser escolhido?
vestir uma parede de área A (em metro qua-
a) 1.
drado), situada a D metros da fonte sonora, é:
b) 2.
c) 3. ​  500 ∙ 81
a) ________  ​


A ∙ D2
d) 4.
e) 5. ​  500 2∙ ​
b) _______ A  
D
181
​ 500 ∙ ​
c) ________ D2 
  2
9. (Enem (Libras) 2017) Uma indústria uti-
A
500 ∙ A ​
∙ D2   liza um índice de desempenho para as suas
d) ___________
​    máquinas que é diretamente proporcional
81
500 ∙ 3 ​
e) ___________
​    ∙ D2  à quantidade total de peças produzidas e
A inversamente proporcional ao quadrado da
quantidade de peças defeituosas produzidas.
2
7. (Enem) Um agricultor vive da plantação de
Em um semestre, cinco máquinas produziam
morangos que são vendidos para uma coo-
perativa. A cooperativa faz um contrato de a mesma quantidadede peças, sendodelas
compra e venda no qual o produtor informa defeituosas. No semestre seguinte, houve
a área plantada. uma alteração na quantidade total de peças
Para permitir o crescimento adequado das produzidas por cada máquina e também na
plantas, as mudas de morango são plantadas quantidade de peças defeituosas, de acordo
no centro de uma área retangular, de 10 cm com o quadro.
por 20 cm, como mostra a figura.
Peças
Máquinas Total de peças
defeituosas
I 1,07 T 1,07 D
II 1,4 T 0,7 D
III 0,7 T 1,4 D
IV 1,07 T (1,07)2 D
V (1,07)2 T 1,07 D

A máquina que manteve o mesmo índice de


desempenho do semestre anterior foi a
a) I.
Atualmente, sua plantação de morangos ocu- b) II.
pa uma área de 10.000 m2, mas a cooperati- c) III.
va quer que ele aumente sua produção. Para d) IV.
isso, o agricultor deverá aumentar a área e) V.
plantada em 20%, mantendo o mesmo pa-
drão de plantio. 3
0. (Enem 2017) Para uma temporada das cor-
O aumento (em unidade) no número de mu- ridas de Fórmula 1, a capacidade do tanque
das de morango em sua plantação deve ser de: de combustível de cada carro passou a ser de
a) 10.000. 100 kg de gasolina. Uma equipe optou por
b) 60.000. utilizar uma gasolina com densidade de 750
c) 100.000.
gramas por litro, iniciando a corrida com o
d) 500.000.
tanque cheio. Na primeira parada de reabas-
e) 600.000.
tecimento, um carro dessa equipe apresen-
tou um registro em seu computador de bordo
28. (Enem) Uma caixa-d’água em forma de um
paralelepípedo retângulo reto, com 4 m de acusando o consumo de quatro décimos da
comprimento, 3 m de largura e 2 m de altura, gasolina originalmente existente no tanque.
necessita de higienização. Nessa operação, a Para minimizar o peso desse carro e garan-
caixa precisará ser esvaziada em 20 min, no tir o término da corrida, a equipe de apoio
máximo. A retirada da água será feita com reabasteceu o carro com a terça parte do que
o auxílio de uma bomba de vazão constante, restou no tanque na chegada ao reabasteci-
em que vazão é o volume do líquido que passa mento.
pela bomba por unidade de tempo. Disponível em: www.superdanilof1page.com.br.
Acesso em: 6 jul. 2015 (adaptado).
A vazão mínima, em litro por segundo, que
essa bomba deverá ter para que a caixa seja A quantidade de gasolina utilizada, em litro,
esvaziada no tempo estipulado é: no reabastecimento, foi
a) 2. a) 20/0,075
b) 3.
b) 20/0,75
c) 5.
c) 20/7,5
d) 12.
d) 20 × 0,075
e) 20.
e) 20 × 0,75

182
3
1. (Enem PPL 2017) Uma indústria tem um percentuais de 25% de etanol e 75% de ga-
setor totalmente automatizado. São quatro solina pura. Para atender aos novos parâme-
máquinas iguais, que trabalham simultânea tros nacionais na mistura dos combustíveis,
e ininterruptamente durante uma jornada o dono da distribuidora precisará alterar os
dehoras. Após esse período, as máquinas são percentuais de composição do combustível
desligadas por 30 minutos para manutenção. presente no tanque para 20% de etanol e
Se alguma máquina precisar de mais 80% de gasolina pura.
manutenção, ficará parada até a próxima Se o dono da distribuidora irá adequar o
manutenção. combustível em estoque ao novo padrão
Certo dia, era necessário que as quatro adicionando gasolina pura aos 40 mil litros
máquinas produzissem um total de 9.000 existentes, a quantia de gasolina, em litro, a
itens. O trabalho começou a ser feito às 8 ser adicionada será
horas. Durante uma jornada de 6 horas, a) 32.000
produziram 6.000 itens, mas na manutenção b) 10.000
observou-se que uma máquina precisava c) 8.000
ficar parada. Quando o serviço foi finalizado, d) 2.500
as três máquinas que continuaram operando e) 2.000
passaram por uma nova manutenção,
chamada de manutenção de esgotamento. 3
5. (Enem PPL 2017) A baixa procura por car-
Em que horário começou a manutenção de ne bovina e o aumento de oferta de animais
esgotamento? para abate fizeram com que o preço da arro-
a) 16h 45min ba do boi apresentasse queda para o consu-
b) 18h 30min midor. No ano de 2012, o preço da arroba do
c) 19h 50min boi caiu de R$ 100,00 para R$ 93,00.
d) 21h 15min Disponível em: www.diariodemarilia.com.br.
e) 22h 30min Acesso em: 14 ago. 2012.

Com o mesmo valor destinado à aquisição de


3
2. (Enem 2017) Em uma de suas viagens, um carne, em termos de perda ou ganho, o con-
turista comprou uma lembrança de um dos sumidor
monumentos que visitou. Na base do objeto a) ganhou 6,5% em poder aquisitivo de carne.
há informações dizendo que se trata de uma b) ganhou 7% em poder aquisitivo de carne.
peça em escala 1: 400, e que seu volume é c) ganhou 7,5% em poder aquisitivo de carne.
de25 cm3. d) perdeu 7% em poder aquisitivo de carne.
O volume do monumento original, em metro e) perdeu 7,5% em poder aquisitivo de carne.
cúbico, é de
a) 100. 3
6. (Enem PPL) O gráfico mostra estimativas da
b) 400. produção brasileira de trigo em safras recen-
c) 1.600. tes:
d) 6.250.
e) 10.000.

3
3. (Enem PPL 2017) Um motorista de um carro
flex (bicombustível) calcula que, abastecido
com 45 litros de gasolina ou com 60 litros de
etanol, o carro percorre a mesma distância.
Chamando de x o valor do litro de gasolina
e de y o valor do litro de etanol, a situação
em que abastecer com gasolina é economica-
mente mais vantajosa do que abastecer com
etanol é expressa por
a) x/y = 4/3 A média da produção brasileira de trigo de
b) x/y = 3/4 2005/06 a 2009/10, em milhões de tonela-
c) x/y = 4/3 das, é de
d) x/y > 3/4 a) 4,87.
e) x/y < 4/3 b) 4,70.
c) 4,56.
3
4. (Enem (Libras) 2017) Uma distribuidora d) 4,49.
possui 40 mil litros de combustível em esto- e) 4,09.
que. Tal combustível é resultante da mistura
de etanol e gasolina pura, de acordo com os

183
3
7. (Enem) Com o intuito de tentar prever a
data e o valor do reajuste do próximo salá-
rio mínimo, José primeiramente observou o
quadro dos reajustes do salário mínimo de
abril de 2000 até fevereiro de 2009, mostra-
da a seguir. Ele procedeu da seguinte manei-
ra: computou o menor e o maior intervalo
entre dois reajustes e computou a média dos
valores encontrados, e usou este resultado
para predizer a data do próximo aumento.
Em seguida, determinou o menor e o maior
reajuste percentual, ocorrido, tomou a mé-
dia e usou este resultado para determinar o
valor aproximado do próximo salário.

Mês Ano Valor


Abril 2000 R$ 151,00
Abril 2001 R$ 180,00
Abril 2002 R$ 200,00
Abril 2003 R$ 240,00
Maio 2004 R$ 260,00
Maio 2005 R$ 300,00
Abril 2006 R$ 350,00
Abril 2007 R$ 380,00
Março 2008 R$ 415,00
Fevereiro 2009 R$ 465,00

Tabela de Salário mínimo nominal vigente.


Disponível em: www.ipeadata.gov.br.
Acesso em: 03 maio 2009.

De acordo com os cálculos de José, a data do


novo reajuste do salário mínimo e o novo va-
lor aproximado do mesmo seriam, respecti-
vamente,
a) fevereiro de 2010 e R$ 530,89.
b) fevereiro de 2010 e R$ 500,00.
c) fevereiro de 2010 e R$ 527,27.
d) janeiro de 2010 e R$ 530,89.
e) janeiro de 2010 e R$ 500,00.

Gabarito
1. D 2. C 3. B 4. C 5. B

6. C 7. B 8. C 9. C 10. D

11. B 12. B 13. A 14. E 15. B

16. B 17. C 18. A 19. B 20. B

21. E 22. E 2
3. D 2
4. C 2
5. E

2
6. B 27. C 28. E 29. E 30. B

31. B 32. C 3
3. E 3
4. B 3
5. C

36. C 37. A

184
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULAS 3 E 4 Tema: Princípio fundamental da contagem

Competência: 1 Habilidade: 2

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 1 do Enem, a habilidade 2 exige do


aluno a capacidade de resolver uma situação proposta a partir de conhecimentos sobre análise com-
binatória.

MODELO 1

Um jovem está se preparando para uma festa e para isto dispõe de seis camisas, quatro bermudas
e dois sapatos. Sabendo que há uma camisa que não pode ser usada com uma bermuda, de quantos
modos diferentes este jovem pode se arrumar para ir à festa?
a) 48
b) 46
c) 47
d) 24
e) 12

185
Tema: Princípio fundamental da contagem

Competência: 1 Habilidade: 4

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 1 do Enem, a habilidade 2 exige


do aluno a capacidade de resolver uma situação proposta a partir de conhecimentos sobre análise
combinatória.

MODELO 2

A “Amarelinha” é uma famosa brincadeira infantil que trabalha a coordenação motora dos
participantes. Para brincar é necessário que haja um desenho no chão semelhante à figura abaixo.

Após fazer o desenho, uma criança que dispõe de quatro cores diferentes decidiu pintar a
Amarelinha. Sabendo que o semicírculo terá uma cor diferente do resto da amarelinha e que
os retângulos não podem ser coloridos com as mesmas cores que seus respectivos retângulos
adjacentes, de quantas maneiras diferentes essa criança pode colorir sua Amarelinha?
a) 192 maneiras
b) 576 maneiras
c) 96 maneiras
d) 384 maneiras
e) 64 maneiras

186
Tema: Princípio fundamental da contagem

Competência: 1 Habilidade: 2

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 1 do Enem, a habilidade 2 exige


do aluno a capacidade de resolver uma situação proposta a partir de conhecimentos sobre análise
combinatória.

MODELO 3

Um turista pretende visitar a cidade A, a cidade B, a cidade C e a cidade D. O turista decidiu que
visitará cada cidade apenas uma vez e que irá começar pela cidade A e terminará sua viagem na
cidade D, porém não decidiu sua rota.
É sabido que:
§§ Da cidade A para a cidade B há 5 rotas distintas
§§ Da cidade A para a cidade C há 4 rotas distintas
§§ Da cidade B para a cidade C há 2 rotas distintas
§§ Da cidade B para a cidade D há 3 rotas distintas
§§ Da cidade C para a cidade D há 1 rota.
§§ Não há rotas que liguem diretamente a cidade A à cidade D

De quantas maneiras distintas o turista poderá visitar as quatro cidades?

a) 12 maneiras
b) 15 maneiras
c) 23 maneiras
d) 34 maneiras
e) 120 maneiras

187
Tema: Princípio fundamental da contagem

Competência: 1 Habilidade: 2

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 1 do Enem, a habilidade 2 exige


do aluno a capacidade de resolver uma situação proposta a partir de conhecimentos sobre análise
combinatória.

MODELO 4

Em uma sorveteria há três tamanhos de pote (pequeno, médio e grande), 5 sabores de sorvete
(Morango, Banana, Uva, Creme e chocolate), 4 sabores de calda (Morango, Chocolate, Menta e Uva)
e o cliente pode adicionar ao sorvete ou pedaços de chocolate, ou pedaços de Morango ou pedaços
de Uva.
Sabendo que colocar calda ou adicionar pedaços de algo no sorvete não é obrigatório, de quantas
formas diferentes um cliente pode preparar seu sorvete de modo que o sorvete, a calda e os
pedaços adicionados sejam de sabores diferentes?
a) 150 formas
b) 165 formas
c) 174 formas
d) 180 formas
e) 192 formas

188
Tema: Análise Combinatória - Fatorial, permutação simples,
permutação com repetição e permutação circular

Competência: 1 Habilidade: 2

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 1 do Enem, a habilidade 2 exige


do aluno a capacidade de resolver uma situação proposta a partir de conhecimentos sobre análise
combinatória.

MODELO 5

Um usuário de uma biblioteca sempre pega dois livros de cada vez. Quando os devolve, sempre
pega outros dois livros e assim sucessivamente. Ele soube que a biblioteca recebeu livros novos,
sendo 10 livros de romance policial, 7 livros de horror e uma fábula cujo a história é dividida em
três livros (ou seja, existe uma ordem para serem lidos) e então criou uma estratégia para ler os
20 livros. Inicialmente pegará, em cada vez, um livro de romance policial e um de horror. Quando
se esgotarem as possibilidades de horror, o usuário pegará um livro de romance e um da fábula,
até que todos os livros sejam lidos e sem que nenhum livro seja repetido.
O número total de livros possíveis a partir da estratégia tomada é dado por:

​  20!   ​
a) _____
(10!7!)
b) 10!7!3!

​  10!   ​
c) ____
(7!3!)
​  20!  
d) _______  ​
(10!7!3!)
e) 10!!7!

189
Tema: Análise Combinatória - Fatorial, permutação simples,
permutação com repetição e permutação circular

Competência: 1 Habilidade: 2

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 1 do Enem, a habilidade 2 exige


do aluno a capacidade de resolver uma situação proposta a partir de conhecimentos sobre análise
combinatória.

MODELO 6

Um jovem pretende ir a uma festa que fica a alguns quarteirões de sua casa. Na figura abaixo está
representado o seu bairro onde cada segmento de reta representa uma rua.

É sabido que as Ruas EF e IJ são perigosas e, portanto, o jovem não quer passar por elas. Sabendo
que o jovem irá pelo caminho mais curto, quantos caminhos diferentes entre a casa e a festa o
jovem poderá fazer?
a) 317 caminhos
b) 412 caminhos
c) 357 caminhos
d) 462 caminhos
e) 307 caminhos

190
Tema: Análise Combinatória - Arranjo

Competência: 1 Habilidade: 2

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 1 do Enem, a habilidade 2 exige


do aluno a capacidade de resolver uma situação proposta a partir de conhecimentos sobre análise
combinatória.

MODELO 7

Um grupo de cinco amigos foi ao cinema para assistir a estreia de um filme. Ao chegar à bilheteria,
descobriram que só havia nove lugares disponíveis e que nenhum desses lugares eram vizinhos
entre si. Por não querer perder a estreia, o grupo aceitou assistir ao filme.
De quantas formas diferentes os cinco amigos podem se sentar para assistir ao filme?
a) 9!
b) 5!
c) 9!5!
d) 9!/(4!5!)
e) 9!/4!

191
Tema: Análise Combinatória - Combinação simples e combinação
completa

Competência: 1 Habilidade: 2

Construção da habilidade: Dentro das competências da área 1 do Enem, a habilidade 2 exige


do aluno a capacidade de resolver uma situação proposta a partir de conhecimentos sobre análise
combinatória.

MODELO 8

Para a confecção de um almoço, sete membros de uma família decidem se dividir em dois grupos
para o preparo de dois pratos diferentes. O primeiro grupo terá 4 membros e o segundo 3 membros.
Sabendo que nenhum membro pode estar nos dois grupos ao mesmo tempo, de quantas maneiras
essa família pode se dividir para confeccionar o almoço?
a) 4
b) 7
c) 35
d) 70
e) 20

192
Raio X - Análise Expositiva
1.
Pelo princípio fundamental da contagem temos que o total de combinações distintas será obtido por:
6 × 4 × 2 = 48 Combinações
Porém, há uma camisa que não pode ser usada com uma bermuda, então:
48 - (1 × 1 × 2) = 46 Combinações

2.
Começando pelo semicírculo temos, pelo princípio fundamental da contagem, que a quantidade de
maneiras será determinada por:
4 × 3 × 2 × 1 × 1 × 2 × 1 × 1 × 2 × 2 = 192
3.
Há duas maneiras de se realizar a viagem.
1) A – B – C – D
5 × 2 × 1 = 10 Maneiras
2) A – C – B – D
4 × 2 × 3 = 24 Maneiras
Juntando todas as formas possíveis temos:
10 + 24 = 34 Maneiras
4.
Olhando o total de formas temos:
Total sem restrições = 3 Potes × 5 Sorvetes × 5 caldas × 4 tipos de pedaços = 300 formas
Obs.: perceba que o “não adicionar” foi acrescentado em “caldas” e em “pedaços”.
Agora temos que retirar o que não queremos:
Caso 1
Fixando um sabor de sorvete e uma calda → 3 potes × 1 sorvete × 1 calda × 4 tipos de pedaços = 12 formas
Como são três sabores onde há repetição, logo: 12 × 3 = 36 formas
Caso2
Fixando um sorvete e um tipo de pedaço → 3 potes × 1 sorvete × 5 caldas × 1 tipo de pedaço = 15 formas
Como são três sabores onde há repetição, logo: 15 × 3 = 45 formas
Caso3
Fixando uma calda e um tipo de pedaço → 3 potes × 5 sorvetes × 1 calda × 1 tipo de pedaço = 15 formas
Como são três sabores onde há repetição, logo: 15 × 3 = 45 formas
Perceba agora que a sequência “Pote – Morango – Morango – Morango”, “Pote – Uva – Uva – Uva”
e “Pote – Chocolate – Chocolate – Chocolate” são contados em todos os casos, portanto, devemos
incluir o que for retirado a mais
Ou seja: 300 - 36 - 45 - 45 + 18 = 192 formas
Na primeira vez em que o usuário pegar dois livros, há 10 × 7 possibilidades. Analogamente, na
5.
segunda vez serão 9 × 6 possibilidades e assim sucessivamente até que todos os livros de horror
sejam lidos. Após isso, restarão 3 livros de romance e os 3 da fábula. Para pega-los o usuário tem
3 × 1 maneiras diferentes de pegar um de romance e um da fábula pois os livros da fábula precisam
ser lidos numa sequência pré-estabelecida. Portanto:
(10 × 7) × (9 × 6) × (0 × 5) × (7 × 4) × (6 × 3) × (5 × 2) × (4 × 1) × (3 × 1) × (2 × 1) × (1 × 1)
(10 × 9 × 8 × 7 × 6 × 5 × 4 × 3 × 1) × (7 × 6 × 5 × 4 × 3 × 2 × 1)
10! 7!
6.
Total de caminhos sem restrições = P11
5,6
= 11!/5! × 6! = 462 caminhos
Caminhos que passam por EF = P5 × p52,3 = 5 × 10 = 50 caminhos
4

Caminhos que passam por IJ = P74,3 × p52 = 35 × 10 = 105 caminhos


Caminhos possíveis = 462 - 50 - 105 = 307 caminhos
7.
Como há 9 lugares para 5 pessoas, a primeira pessoa pode se sentar em qualquer um dos nove
lugares, a segunda em qualquer um dos 8 que sobraram e assim sucessivamente. Logo:
9 × 8 × 7 × 6 × 5 × = 9!/4!
8.
Ao escolhermos os quatro membros do primeiro grupo, automaticamente escolhemos os três do
segundo grupo e vice-versa. Logo, basta contar somente um grupo.
C(7,4) = C(7,3) = 7!/4! 3! = 35 maneiras

Gabarito
1. B 2. A 3. D 4. D 5. E

6. E 7. E 8. C

193
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) O tênis é um esporte em que a estra- 2. (Enem) Para estimular o raciocínio de sua
tégia de jogo a ser adotada depende, entre filha, um pai fez o seguinte desenho e o en-
outros fatores, de o adversário ser canhoto tregou à criança juntamente com três lápis
ou destro. de cores diferentes. Ele deseja que a meni-
Um clube tem um grupo de 10 tenistas, sen- na pinte somente os círculos, de modo que
do que 4 são canhotos e 6 são destros. O téc- aqueles que estejam ligados por um segmen-
nico do clube deseja realizar uma partida de to tenham cores diferentes.
exibição entre dois desses jogadores, porém,
não poderão ser ambos canhotos.
Qual o número de possibilidades de escolha
dos tenistas para a partida de exibição?

​  10!  ​ 
a) _____ ​  4!   ​ 
- _____
2!×8! 2!×2!
b) ___​ 10! ​ - __ ​ 4!  ​
8! 2! De quantas maneiras diferentes a criança
​  10!  ​ 
c) _____ -2 pode fazer o que o pai pediu?
2!×8!
a) 6.
d) __ ​ 6! ​ + 4×4 b) 12.
4!
c) 18.
e) ​ 6! ​ + 6×4
__
4! d) 24.
e) 72.
3. (Enem) A fim de acompanhar o crescimento de crianças, foram criadas pela Organização Mundial
da Saúde (OMS) tabelas de altura, também adotadas pelo Ministério da Saúde do Brasil. Além de
informar os dados referentes ao índice de crescimento, a tabela traz gráficos com curvas, apresen-
tando padrões de crescimento estipulados pela OMS.
O gráfico apresenta o crescimento de meninas, cuja análise se dá pelo ponto de intersecção entre o
comprimento, em centímetro, e a idade, em mês completo e ano, da criança.

Uma menina aos 3 anos de idade tinha altura de 85 centímetros e aos 4 anos e 4 meses sua altura
chegou a um valor que corresponde a um ponto exatamente sobre a curva p50.
Qual foi o aumento percentual da altura dessa menina, descrito com uma casa decimal, no período
considerado?
a) 23,5%.
b) 21,2%.
c) 19,0%.
d) 11,8%.
e) 10,0%.

194
4. (Enem) O Brasil é o quarto produtor mundial de alimentos e é também um dos campeões mundiais
de desperdício. São produzidas por ano, aproximadamente, 150 milhões de toneladas de alimen-
tos e, desse total, 2/3 são produtos de plantio. Em relação ao que se planta, 64% são perdidos ao
longo da cadeia produtiva (20% perdidos na colheita, 8% no transporte e armazenamento, 15%
na indústria de processamento, 1% no varejo e o restante no processamento culinário e hábitos
alimentares).
Disponível em: www.bancodealimentos.org.br. Acesso em: 1 ago. 2012.

O desperdício durante o processamento culinário e hábitos alimentares, em milhão de tonelada,


é igual a:
a) 20.
b) 30.
c) 56.
d) 64.
e) 96.

5. (Enem PPL) Para atrair uma maior clientela, uma loja de móveis fez uma promoção oferecendo um
desconto de 20% em alguns de seus produtos.
No gráfico, estão relacionadas as quantidades vendidas de cada um dos produtos, em um dia de
promoção.

No quadro constam os preços de cada produto vendido já com o desconto de 20% oferecido pela loja.

Móvel Preço (R$)


Cama 450,00
Mesa 300,00
Colchão 350,00
Pia de cozinha 400,00

Qual foi o valor total de desconto, em reais, concedido pela loja com a venda desses produtos du-
rante esse dia de promoção?
a) 300,00.
b) 375,00.
c) 720,00.
d) 900,00.
e) 1.125,00.

6. (Enem) O LIRAa, Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti, consiste num
mapeamento da infestação do mosquito Aedes aegypti. O LIRAa é dado pelo percentual do número
de imóveis com focos do mosquito, entre os escolhidos de uma região em avaliação.
O serviço de vigilância sanitária de um município, no mês de outubro do ano corrente, analisou o
LIRAa de cinco bairros que apresentaram o maior índice de infestação no ano anterior. Os dados
obtidos para cada bairro foram:
I. 14 imóveis com focos de mosquito em 400 imóveis no bairro;
II. 6 imóveis com focos de mosquito em 500 imóveis no bairro;
III. 13 imóveis com focos de mosquito em 520 imóveis no bairro;
lV. 9 imóveis com focos de mosquito em 360 imóveis no bairro;
V. 15 imóveis com focos de mosquito em 500 imóveis no bairro.

195
O setor de dedetização do município definiu que o direcionamento das ações de controle iniciarão
pelo bairro que apresentou o maior índice do LIRAa.
Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br. Acesso em: 28 out. 2015.

As ações de controle iniciarão pelo bairro:


a) I.
b) II.
c) III.
d) IV.
e) V.

7. (Enem) No início de janeiro de um determinado ano, uma família decidiu economizar para as
férias de julho daquele ano, guardando uma quantia por mês. Eles decidiram que, em janeiro,
guardariam R$300,00 e, a partir de fevereiro, guardariam, a cada mês, 20% a mais do que no mês
anterior.
Qual foi o total economizado (em real) no primeiro semestre do ano, abandonando, por arredon-
damento, possíveis casas decimais nesse resultado?
a) 1.800,00.
b) 2.100,00.
c) 2.160,00.
d) 2.978,00.
e) 3.874,00.

8. (Enem) O censo demográfico é um levantamento estatístico que permite a coleta de várias infor-
mações. A tabela apresenta os dados obtidos pelo censo demográfico brasileiro nos anos de 1940
e 2000, referentes à concentração da população total, na capital e no interior, nas cinco grandes
regiões.
População residente, na capital e interior segundo as Grandes Regiões 1940/2000
População residente
Grandes
Total Capital Interior
regiões
1940 2000 1940 2000 1940 2000
Norte 1.632.917 12.900.704 368.528 3.895.400 1.264.389 9.005.304
Nordeste 14.434.080 47.741.711 1.270.729 10.162.346 13.163.351 37.579.365
Sudeste 18.278.837 72.412.411 3.346.991 18.822.986 14.931.846 53.589.425
Sul 5.735.305 25.107.616 459.659 3.290.220 5.275.646 21.817.396
Centro-Oeste 1.088.182 11.636.728 152.189 4.291.120 935.993 7.345.608
Fonte: IBGE, Censo Demográfico 1940/2000.
O valor mais próximo do percentual que descreve o aumento da população nas capitais da Região
Nordeste é:
a) 125%.
b) 231%.
c) 331%.
d) 700%.
e) 800%.

9. (Enem) Em alguns supermercados, é comum a venda de produtos em atacado com preços inferio-
res aos habituais. Um desses supermercados anunciou a venda de sabonetes em cinco opções de
pacotes diferentes. Segue a descrição desses pacotes com as respectivas quantidades e preços.
§§ Pacote I: 3 unidades por R$2,10;
§§ Pacote II: 4 unidades por R$2,60;
§§ Pacote III: 5 unidades por R$3,00;
§§ Pacote IV: 6 unidades por R$3,90;
§§ Pacote V: 12 unidades por R$9,60;
Todos os sabonetes que compõem esses pacotes são idênticos.
Qual desses pacotes oferece o menor preço por sabonete?
a) I.
b) II.
c) III.
d) IV.
e) V.

196
1
0. (Enem) O quadro apresenta dados sobre 1
2. (Enem) A economia no consumo de combus-
viagens distintas, realizadas com o mesmo tível é um fator importante para a escolha
veículo, por diferentes motoristas. Em cada de um carro. É considerado mais econômico
viagem, o veículo foi abastecido com com- o carro que percorre a maior distância por
bustível de um preço diferente e trafegou litro de combustível.
com uma velocidade média distinta. O gráfico apresenta a distância (km) e o
respectivo consumo de gasolina (L) de cinco
Custo por litro Distância Velocidade modelos de carros.
Motorista de combustível percorrida média
(R$) (km) (km/h)
1 2,80 400 84
2 2,89 432 77
3 2,65 410 86
4 2,75 415 74
5 2,90 405 75

Sabe-se que esse veículo tem um rendi-


mento de 15 km por litro de combustível
se trafegar com velocidade média abaixo
de 75 km/h. Já se trafegar com velocidade
média entre 75 km/h e 80 km/h, o rendi-
mento será de 16 km por litro de combustí-
vel. Trafegando com velocidade média entre
81 km/h e 85 km/h, o rendimento será de O carro mais econômico em relação ao
12 km por litro de combustível e, acima consumo de combustível é o modelo:
dessa velocidade média, o rendimento cairá a) A.
para 10 km por litro de combustível. b) B.
O motorista que realizou a viagem que teve c) C.
o menor custo com combustível foi o de nú- d) D.
mero: e) E.
a) 1. 1
3. (Enem) O ábaco é um antigo instrumento de
b) 2. cálculo que usa notação posicional de base
c) 3. dez para representar números naturais. Ele
d) 4. pode ser apresentado em vários modelos, um
e) 5. deles é formado por hastes apoiadas em uma
base. Cada haste corresponde a uma posição
1
1. (Enem) O governo de um estado irá priorizar no sistema decimal e nelas são colocadas
investimentos financeiros, na área de saúde, argolas; a quantidade de argolas na haste
em uma das cinco cidades apresentadas na representa o algarismo daquela posição. Em
tabela. geral, colocam-se adesivos abaixo das hastes
com os símbolos U, D, C, M, DM e CM que
correspondem, respectivamente, a unidades,
Número total Número total
Cidade
de habitantes de médicos
dezenas, centenas, unidades de milhar, de-
zenas de milhar e centenas de milhar, sem-
M 136.000 340 pre começando com a unidade na haste da
X 418.000 2.650 direita e as demais ordens do número no sis-
Y 210.000 930 tema decimal nas hastes subsequentes (da
Z 530.000 1.983
direita para esquerda), até a haste que se
encontra mais à esquerda.
W 108.000 300 Entretanto, no ábaco da figura, os adesivos
Total 1.402.000 6.203 não seguiram a disposição usual.

A cidade a ser contemplada será aquela que


apresentar a maior razão entre número de
habitantes e quantidade de médicos.
Qual dessas cidades deverá ser contemplada?
a) M.
b) X.
c) Y.
d) Z.
e) W.

197
Nessa disposição, o número que está repre- 1
7. (Enem) O técnico de um time de voleibol re-
sentado na figura é: gistra o número de jogadas e de acertos, por
a) 46.171. atleta, em cada fundamento, para verificar
b) 147.016. os desempenhos dos jogadores. Para que o
c) 171.064. time tenha um melhor aproveitamento no
d) 460.171. fundamento bloqueio, ele decide substituir
e) 610.741. um dos jogadores em quadra por um dos
que estão no banco de reservas. O critério a
1
4. (Enem) Um produtor de café contratou uma ser adotado é o de escolher o atleta que, no
empresa de consultoria para avaliar as pro- fundamento bloqueio, tenha apresentado o
duções de suas diversas fazendas. No relató- maior número de acertos em relação ao nú-
rio entregue consta que a variância das pro- mero de jogadas de que tenha participado.
dutividades das fazendas foi igual a 9.216 Os registros dos cinco atletas que se encon-
kg2/ha2. Esse produtor precisa apresentar tram no banco de reservas, nesse fundamen-
essa informação, mas em outra unidade de to, estão apresentados no quadro.
produtividade: sacas/ha. Ele sabe que a saca
de café tem 60 kg mas tem dúvidas em de- Participação em bloqueios
terminar o valor da variância em sacas2/ha2. Número de
A variância das produtividades das fazendas Atleta Número de acertos
jogadas
de café expressa em sacas2/ha2 é:
I 20 30
a) 153,60.
b) 12,39. II 10 34
c) 6,55. III 19 32
d) 2,56.
IV 3 4
e) 1,60.
V 8 10

1
5. (Enem) O ato de medir consiste em compa- Qual dos atletas do banco de reservas o trei-
rar duas grandezas de mesma espécie. Para nador deve colocar em quadra?
medir comprimentos existem diversos siste- a) I.
mas de medidas. O pé, a polegada e a jarda, b) II.
por exemplo, são unidades de comprimento c) III.
utilizadas no Reino Unido e nos Estados Uni- d) IV.
e) V.
​ 1.200 ​ 
dos. Um pé corresponde a ______ metros ou
3.937
doze polegadas, e três pés são uma jarda.
1
8. (Enem) Segundo o Compromisso Empresa-
Uma haste com 3 jardas, 2 pés e 6 polegadas rial para Reciclagem (Cempre), o volume de
tem comprimento, em metro, mais próximo de: lixo urbano reciclado passou de 5 milhões
a) 1,0.
de toneladas, em 2003, para 7,1 milhões de
b) 3,5.
toneladas, em 2008. Nesse mesmo período,
c) 10,0.
d) 22,9. o número de municípios com coleta seletiva
passou de 653 para 1.004. Esperava-se, du-
e) 25,3.
rante este período, um aumento de pelo me-
nos 40% no volume de lixo urbano reciclado
1
6. (Enem) Para cadastrar-se em um site, uma e de 60% no número de municípios com co-
pessoa precisa escolher uma senha composta leta seletiva.
por quatro caracteres, sendo dois algarismos Disponível em: http://revistaepoca.globo.
e duas letras (maiúsculas ou minúsculas). As com. Acesso em: 31 jul. 2012.
letras e os algarismos podem estar em qual-
quer posição. Essa pessoa sabe que o alfabe- Considerando os valores apresentados para o
to é composto por vinte e seis letras e que período de 2003 a 2008, os aumentos espe-
uma letra maiúscula difere da minúscula em rados no volume de lixo urbano reciclado e
uma senha. no número de municípios com coleta seletiva:
a) não foram atingidos, pois o aumento no vo-
Disponível em: www.infowester.com.
Acesso em: 14 dez. 2012. lume de lixo urbano reciclado foi de 30%, e
no número de municípios com coleta seleti-
O número total de senhas possíveis para o va foi de 30%.
cadastramento nesse site é dado por: b) não foram atingidos, pois o aumento no vo-
a) 102 ∙ 262. lume de lixo urbano reciclado foi de 30% e
b) 102 ∙ 522. no número de municípios com coleta seleti-
​ 4! ​ .
c) 102 ∙ 522 ∙ __ va foi de 35%.
2!
c) foram atingidos apenas parcialmente, pois
​  4!   ​. 
d) 102 ∙ 262 ∙ _____ os aumentos no volume de lixo urbano reci-
2!∙2!
​  4!   ​. 
e) 102 ∙ 522 ∙ _____ clado e no número de municípios com coleta
2!∙2! seletiva foram de 42%.

198
d) foram atingidos apenas parcialmente, pois o a) A ou B, em vez de C.
aumento no volume de lixo urbano reciclado b) B, em vez de A ou C.
foi de 42% e no número de municípios com c) A, em vez de B ou C.
coleta seletiva foi de 35%. d) C, em vez de A ou B.
e) foram atingidos apenas parcialmente, pois o e) A ou C, em vez de B.
aumento no volume de lixo urbano reciclado
foi de 42%, e no número de municípios com
2
1. (Enem) A London Eye é uma enorme roda-
coleta seletiva foi de 54%.
-gigante na capital inglesa. Por ser um dos
1
9. (Enem) Uma pessoa comercializa picolés. No monumentos construídos para celebrar a
segundo dia de certo evento ela comprou 4 entrada do terceiro milênio, ela também é
caixas de picolés, pagando R$16,00 a caixa conhecida como Roda do Milênio. Um turista
com 20 picolés para revendê-los no evento. brasileiro, em visita à Inglaterra, pergun-
No dia anterior, ela havia comprado a mes- tou a um londrino o diâmetro (destacado na
ma quantidade de picolés, pagando a mes- imagem) da Roda do Milênio e ele respondeu
ma quantia, e obtendo um lucro de R$40,00 que ele tem 443 pés.
(obtido exclusivamente pela diferença entre
o valor de venda e o de compra dos picolés)
com a venda de todos os picolés que possuía.
Pesquisando o perfil do público que estará
presente no evento, a pessoa avalia que será
possível obter um lucro 20% maior do que o
obtido com a venda no primeiro dia do evento.
Para atingir seu objetivo, e supondo que to-
dos os picolés disponíveis foram vendidos no
segundo dia, o valor de venda de cada picolé,
no segundo dia, deve ser:
a) R$ 0,96.
b) R$ 1,00.
c) R$ 1,40.
d) R$ 1,50.
e) R$ 1,56.

2
0. (Enem) Uma empresa pretende adquirir uma Não habituado com a unidade pé, e querendo
nova impressora com o objetivo de suprir um satisfazer sua curiosidade, esse turista con-
dos seus departamentos que tem uma de- sultou um manual de unidades de medidas e
manda grande por cópias. Para isso, efetuou- constatou que 1 pé equivale a 12 polegadas, e
-se uma pesquisa de mercado que resultou que 1 polegada equivale a 2,54 cm. Após al-
em três modelos de impressora distintos, guns cálculos de conversão, o turista ficou sur-
que se diferenciam apenas pelas seguintes preendido com o resultado obtido em metros.
características: Qual a medida que mais se aproxima do diâ-
metro da Roda do Milênio, em metro?
Impres- Impres- Impres- a) 53.
Características
sora A sora B sora C b) 94.
Custo da c) 113.
R$ R$
máquina (sem R$ 500,00 d) 135.
1.100,00 2.000,00
cartucho) e) 145.
Custo do
R$ 80,00 R$ 140,00 R$ 250,00
cartucho
2
2. (Enem) João mora na cidade A e precisa vi-
Cópias por sitar cinco clientes, localizados em cidades
1.000 2.000 5.000
cartucho
diferentes da sua. Cada trajeto possível pode
ser representado por uma sequência de 7 le-
Para facilitar a tomada de decisão, o depar-
tras. Por exemplo, o trajeto ABCDEFA, infor-
tamento informou que sua demanda será de,
ma que ele saíra da cidade A, visitando as
exatamente, 50.000 cópias.
cidades B, C, D, E e F nesta ordem, voltando
Assim, deve-se adquirir a impressora:
para a cidade A. Além disso, o número indi-
cado entre as letras informa o custo do des-
locamento entre as cidades. A figura mostra
o custo de deslocamento entre cada uma das
cidades.

199
No setor de produção da empresa que fabrica
esse brinquedo, é feita a pintura de todos os
carrinhos para que o aspecto do brinquedo
fique mais atraente. São utilizadas as cores
amarelo, branco, laranja e verde, e cada car-
rinho é pintado apenas com uma cor. O cami-
nhão-cegonha tem uma cor fixa. A empresa
determinou que em todo caminhão-cegonha
deve haver pelo menos um carrinho de cada
uma das quatro cores disponíveis. Mudança
de posição dos carrinhos no caminhão-cego-
nha não gera um novo modelo do brinquedo.
Como João quer economizar, ele precisa de- Com base nessas informações, quantos são os
terminar qual o trajeto de menor custo para modelos distintos do brinquedo caminhão-
visitar os cinco clientes. -cegonha que essa empresa poderá produzir?
Examinando a figura, percebe que precisa a) C6, 4
considerar somente parte das sequências, b) C9, 3
pois os trajetos ABCDEFA e AFEDCBA têm c) C10, 4
o mesmo custo. Ele gasta 1 min30s para d) C4
examinar uma sequência e descartar sua e) 46
simétrica, conforme apresentado.
O tempo mínimo necessário para João 2
5. (Enem 2017) Como não são adeptos da prá-
verificar todas as sequências possíveis no tica de esportes, um grupo de amigos resol-
problema é de veu fazer um torneio de futebol utilizando
a) 60 min. videogame. Decidiram que cada jogador joga
b) 90 min. uma única vez com cada um dos outros joga-
c) 120 min. dores. O campeão será aquele que conseguir
d) 180 min. o maior número de pontos. Observaram que
e) 360 min. o número de partidas jogadas depende do
número de jogadores, como mostra o quadro:
2
3. (Enem) O setor de recursos humanos de uma
empresa vai realizar uma entrevista com 120 Quantidade
2 3 4 5 6 7
candidatos a uma vaga de contador. Por sor- de jogadores
teio, eles pretendem atribuir a cada candi- Número de
1 3 6 10 15 21
dato um número, colocar a lista de números partidas
em ordem numérica crescente e usá-la para
Se a quantidade de jogadores forquantas
convocar os interessados. Acontece que, por
partidas serão realizadas?
um defeito do computador, foram gerados
a) 64
números com 5 algarismos distintos e, em
b) 56
nenhum deles, apareceram dígitos pares.
c) 49
Em razão disso, a ordem de chamada do
d) 36
candidato que tiver recebido o número
e) 28
75.913 é
a) 24.
b) 31. 2
6. (Enem) Uma família composta por sete pes-
c) 32. soas adultas, após decidir o itinerário de sua
d) 88. viagem, consultou o site de uma empresa
e) 89. aérea e constatou que o voo para a data es-
colhida estava quase lotado. Na figura, dis-
ponibilizada pelo site as poltronas ocupadas
2
4. (Enem 2017) Um brinquedo infantil cami- estão marcadas com X e as únicas poltronas
nhão-cegonha é formado por uma carreta e disponíveis são as mostradas em branco.
dez carrinhos nela transportados, conforme
a figura.

200
O número de formas distintas de se acomo- Considere que uma pessoa decida apostar
dar a família nesse voo é calculado por exatamente R$ 126,00 e que esteja mais in-
a) __ ​  9!  teressada em acertar apenas cinco das seis
2! dezenas da mega sena, justamente pela di-
 ​b) ​  9!   ​ 
______ ficuldade desta última. Nesse caso, é melhor
7! · 2!
c) 7! que essa pessoa faça 84 apostas de seis de-
zenas diferentes, que não tenham cinco nú-
d) __ ​  5!  ​· 4! meros em comum, do que uma única aposta
2!
com nove dezenas, porque a probabilidade
e) ​  5!  ​ · __
__ ​ 4! ​ 
4! 3! de acertar a quina no segundo caso em rela-
ção ao primeiro é, aproximadamente,
27. (Enem) Considere o seguinte jogo de apostas:
Numa cartela com 60 números disponíveis, um 1 ​  vez menor.
a) 1​ __
2
apostador escolhe de 6 a 10 números. Dentre
os números disponíveis, serão sorteados ape- b) 2​  1 ​  vezes menor.
__
2
nas 6. O apostador será premiado caso os 6 c) 4 vezes menor.
números sorteados estejam entre os números d) 9 vezes menor.
escolhidos por ele numa mesma cartela. e) 14 vezes menor.
O quadro apresenta o preço de cada cartela, de
acordo com a quantidade de números escolhidos. 2
9. (Enem) Estima-se que haja, no Acre,espécies
Quantidade de de mamíferos, distribuídas conforme a tabe-
números escolhidos Preço da cartela (R$) la a seguir.
em uma cartela
grupos taxonômicos número de espécies
6 2,00
Artiodáctilos 4
7 12,00
Carnívoros 18
8 40,00
Cetáceos 2
9 125,00
Quirópteros 103
10 250,00
Lagomorfos 1
Cinco apostadores, cada um com R$500,00
Marsupiais 16
para apostar, fizeram as seguintes opções:
Perissodáctilos 1
§§ Arthur: 250 cartelas com 6 números es-
colhidos; Primatas 20
§§ Bruno: 41 cartelas com 7 números escolhi- Roedores 33
dos e 4 cartelas com 6 números escolhidos; Sirênios 1
§§ Caio: 12 cartelas com 8 números escolhidos Edentados 10
e 10 cartelas com 6 números escolhidos;
Total 209
§§ Douglas: 4 cartelas com 9 números esco-
lhidos; T & C Amazônia, ano 1, n.º 3, dez./2003.
§§ Eduardo: 2 cartelas com 10 números es- Deseja-se realizar um estudo comparativo
colhidos. entre três dessas espécies de mamíferos -
Os dois apostadores com maiores probabili- uma do grupo Cetáceos, outra do grupo Pri-
dades de serem premiados são matas e a terceira do grupo Roedores.
a) Caio e Eduardo. O número de conjuntos distintos que podem
b) Arthur e Eduardo. ser formados com essas espécies para esse
c) Bruno e Caio. estudo é igual a
d) Arthur e Bruno. a) 1.320
e) Douglas e Eduardo. b) 2.090
c) 5.845
2
8. (Enem) A população brasileira sabe, pelo d) 6.600
menos intuitivamente, que a probabilidade e) 7.245
de acertar as seis dezenas da mega sena não
é zero, mas é quase.
3
0. (Enem) Considere que um professor de ar-
Mesmo assim, milhões de pessoas são
queologia tenha obtido recursos para visitar
atraídas por essa loteria, especialmen-
5 museus, sendo 3 deles no Brasil e 2 fora do
te quando o prêmio se acumula em valo-
país. Ele decidiu restringir sua escolha aos
res altos. Até junho de 2009, cada aposta
museus nacionais e internacionais relacio-
de seis dezenas, pertencentes ao conjunto
nados' na tabela a seguir.
{01, 02, 03, ..., 59, 60}, custava R$ 1,50.
Disponível em: www.caixa.gov.br. Acesso em: 7 jul. 2009.

201
Museus nacionais Museus internacionais
Masp — São Paulo Louvre — Paris
MAM — São Paulo Prado — Madri
Ipiranga — São Paulo British Museum
— Londres
Imperial — Petrópolis Metropolitan —
Nova York
De acordo com os recursos obtidos, de quan-
tas maneiras diferentes esse professor pode
escolher os 5 museus para visitar?
a) 6
b) 8
c) 20
d) 24
e) 36

31. (Enem) Doze times se inscreveram em um tor-


neio de futebol amador. O jogo de abertura
do torneio foi escolhido da seguinte forma:
primeiro foram sorteados 4 times para com-
por o Grupo A. Em seguida, entre os times
do Grupo A, foram sorteados 2 times para
realizar o jogo de abertura do torneio, sendo
que o primeiro deles jogaria em seu próprio
campo, e o segundo seria o time visitante.
A quantidade total de escolhas possíveis
para o Grupo A e a quantidade total de es-
colhas dos times do jogo de abertura podem
ser calculadas através de
a) uma combinação e um arranjo, respectiva-
mente.
b) um arranjo e uma combinação, respectiva-
mente.
c) um arranjo e uma permutação, respectiva-
mente.
d) duas combinações.
e) dois arranjos.

Gabarito
1
. A 2
. C 3
. A 4
. A 5. D
6. A 7. D 8. D 9. C 10. D

11. A 12. C 13. D 14. D 15. B


1
6. E 1
7. E 1
8. E 1
9. C 2
0. E
2
1. D 22. B 23. E 24. B 25. E
2
6. A 27. A 28. C 29. A 30. D
3
1. A

202
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULA 5 Tema: Estatística

Competência: 7 Habilidade: 28

Construção da habilidade: A habilidade 28 se refere a resolver situação-problema que envolva co-


nhecimentos de estatística e probabilidade. Através da compreensão das informações contidas no texto,
espera-se que o aluno seja capaz de calcular as probabilidades de determinado evento ocorrer.

MODELO 1

Em uma turma dessa escola, 45 alunos farão duas provas para determinar a nota do bimestre.
Sabe-se que a média entre conceitos distintos sempre dá: o menor dos conceitos (A + B/2 = B); o
conceito central (A + C)/2 = B); ou a mesma média quando os conceitos são iguais. Sabe-se, tam-
bém, que a probabilidade de um aluno tirar conceito: A é 1/7; B é 1/2; C é 1/4; D é 2/7; e E é 9/42
em ambas as provas. Dada as informações citadas acima, determine a probabilidade de um aluno
ficar com média C neste bimestre.
a) 67⁄112
b) 63⁄115
c) 64⁄113
d) 65⁄119
e) 68⁄117

203
Tema: Estatística

Competência: 7 Habilidade: 29

Construção da habilidade: A habilidade 29 se refere à capacidade de utilizar conhecimentos de es-


tatística e probabilidade como recurso para a construção de argumentação. Através da compreensão das
informações contidas no texto, espera-se que o aluno seja capaz de gerar uma proposta de intervenção
na realidade, afim de calcular as probabilidades de que determinado evento ocorra.

MODELO 2

Três dados não viciados são lançados para determinar o número de casas que um participante
pode andar em um jogo de tabuleiro. Se esse participante desejar andar 14 casas, quantas são as
possibilidades de ele conseguir esse resultado?
a) 1⁄54
b) 29⁄36
c) 5⁄72
d) 8⁄37
e) 13⁄17

204
Tema: Estatística

Competência: 7 Habilidade: 29

Construção da habilidade: A habilidade 29 se refere à capacidade de utilizar conhecimentos de es-


tatística e probabilidade como recurso para a construção de argumentação. Através da compreensão das
informações contidas no texto, espera-se que o aluno seja capaz de gerar uma proposta de intervenção
na realidade, afim de calcular as probabilidades de que determinado evento ocorra.

MODELO 3

Em um jogo, dentre dez fichas numeradas com números distintos de 1 a 10, duas fichas são distri-
buídas ao jogador, que ganhará um prêmio se tiver recebido fichas com dois números consecutivos.
A probabilidade de ganhar o prêmio neste jogo é de:
a) 14%
b) 16%
c) 20%
d) 25%
e) 33%

205
Tema: Estatística

Competências: 6 e 7 Habilidades: 25 e 28

Construção da habilidade: A habilidade 28 se refere à capacidade de resolver situação-problema


que envolva conhecimentos de estatística e probabilidade. Já a habilidade 25 diz respeito à capacidade
de problemas com dados apresentados em tabelas ou gráficos. Através da compreensão das informações
contidas na tabela apresentada, espera-se que o aluno seja capaz de gerar uma proposta de intervenção
na realidade, afim de calcular as probabilidades de que determinado evento ocorra.

MODELO 4

Os 47 funcionários de uma fábrica irão participar de uma reunião comemorativa de fim de ano.
Várias deles possuem filhos que também participarão das comemorações. A distribuição dos fun-
cionários, de acordo com a quantidade de filhos, é mostrada no gráfico a seguir. Dois prêmios
foram sorteados entre todos os filhos desses funcionários, não podendo a mesma criança ganhar
dois prêmios seguidos. A probabilidade de que as crianças premiadas tenham sido um filho único
e uma com dois irmãos é:

a) 796/1891
b) 20/1891
c) 60/1891
d) 30/1891
e) 40/1891

206
Tema: Estatística

Competência: 7 Habilidade: 28

Construção da habilidade: A habilidade 28 se refere a resolver situação-problema que envolva


conhecimentos de estatística e probabilidade. Através da compreensão das informações contidas no
texto, espera-se que o aluno seja capaz de calcular as probabilidades de que determinado evento ocorra.

MODELO 5

Das 180 pessoas que trabalham em uma empresa, sabe-se que 40% têm nível universitário e 60%
são do sexo masculino. Se 25% do número de mulheres têm nível universitário, a probabilidade
de selecionar-se um funcionário dessa empresa que seja do sexo masculino e não tenha nível
universitário é:
a) 15%
b) 20%
c) 25%
d) 30%
e) 35%

207
Tema: Juros Simples e Compostos

Competência: 6 Habilidades: 25

Construção da habilidade: Essa habilidade cobra que o aluno leia a tabela e retire dela somente o
que lhe é necessário para resolver os problemas do cotidiano.

MODELO 6

Morgado, investidor precisa escolher qual investimento lhe trará maior retorno financeiro em
uma aplicação de R$ 500,00. Para isso, pesquisa o rendimento e o imposto a ser pago em dois
investimentos: poupança e CDB (Certificado de Depósito Bancário). As informações obtidas estão
resumidas no quadro:

Rendimento Mensal IR (Imposto de Renda)


Poupoça 0,560 INSENTO
CDB 0,876 4% (sobre o ganho)

O jovem investidor, aplicou seu dinheiro na que é mais rentável no prazo de 1 ano. Quanto Morgado
obterá?
a) R$ 502,80
b) R$ 533,6
c) R$ 552,56
d) R$ 556,46
e) R$566,37

208
Tema: Juros Simples e Compostos

Competência: 6 Habilidade: 25

Construção da habilidade: Nessa habilidade, o aluno necessita ler o gráfico e retirar dele somente
o que lhe é necessário para resolver os problemas do dia a dia.

MODELO 7

Léo ao estudar aplicações, decidiu montar um gráfico de Juros Simples e Compostos, com intuito
de saber qual seria mais vantajoso. Sabendo que Léo aplicará em um regime de juros compostos
que lhe concede 10% a.m. e em juros simples também de 10% a.m. Observe:

De acordo com o gráfico, determine para quais casos, as aplicações se igualam em t = 1.


a) Para todo e qualquer caso.
b) Somente quando as taxas forem positivas.
c) Somente quando as taxas forem iguais.
d) Isso raramente acontece, neste caso ocorreu uma coincidência.
e) Somente quando as taxas forem negativas.

209
Raio X - Análise Expositiva
1. Se aluno ficará com conceito C, logo existem 5 possibilidades de notas que ele pode ter tirado.

1° 2º Probabilidade
C C ​ 1 ​ . __
__ ​ 1 ​ = ___ ​  1  ​ 
4 4 16
B D ​  1 ​ . __
__ ​ 2 ​ = __ ​ 1 ​ 
2 7 7
D B ​  2 ​ . __
__ ​ 1 ​ = __ ​ 1 ​ 
7 2 7
B C ​  1 ​ . __
__ ​ 1 ​ = __ ​ 1 ​ 
2 4 8
B C 1 ​ . __
​ __ ​ 1 ​ = __ ​ 1 ​ 
4 2 8

Logo, somando todas as possibilidade temos que a probabilidade ficar com média final conceito
igual a:
1 __
___ 1 __ 1 __ 1 __ 1 7__________________
+ 16 + 16 + 14 + 14 ___
67
​    ​ + ​   ​  + ​   ​  + ​   ​  + ​   ​  = ​         ​ = ​      ​
16 7 7 8 8 112 112
2. Primeiro, devemos calcular o espaço amostral, então todas as possibilidades podem ser expressas
da seguinte forma:
P(E) = 6 × 6 × 6 = 63 = 216
As possibilidades que queremos é quando a soma dos números é igual a 14, dessa maneira temos
que as possibilidades da soma das faces dos dados serem iguais a 14 são: (6;6;2), (6;5;3), (6;4;4)
e (5;5;4). Mas esses valores também podem ser permutar entre si. Dessa forma, temos que os nú-
meros de casos para ada um deles serão:
(6;6;2) = P32 = 3
(6;5;3) = P3 = 6
(6;4;4) = P32 = 3
(5;5;4) = P32 = 3
Dessa forma, o número de possibilidades da soma de três dados ser igual a 14 é:
3 + 6 + 3 ​
___________
​    +3  ​  15  ​ = ___
= ____ ​  5  ​ 
216 216 72
3. A escolha de duas fichas dentre as 10 pode ser expresso como:
C​   10! 
____
10​  = ​   ​ = 45
2
2!8!
Dessa forma a 45 formas distintas de se receber duas fichas. Essas formas podem ser expressas da
seguinte forma: (1;2), (2;3), (3;4), ..., (9;10). Não a como o jogador receber uma ficha consecutiva
do número 10 pois não há uma ficha 11. Logo, há 9 formas distintas do jogador vencer esse jogo.
Dessa maneira:
P(A) = ___ ​ 9  ​ = __
​ 1 ​ =20%
45 5
4. Queremos descobrir qual a probabilidade uma criança filha única ganhar e de uma criança com
dois irmãos ganhar. Então devemos olhar para os funcionários com 1 filho e com 3 filhos. Anali-
sando a quantidade de crianças o nosso espaço amostral pode ser expresso como sendo: 10(0) +
20(1) + 12(2) + 2(3) + 3(4) = 62
A probabilidade de uma criança filha única ganhar é de 20⁄62 = 10⁄31. Já a probabilidade de uma
criança com dois irmãos ganhar é de 6⁄61 tendo em vista que uma criança do grupo total de crian-
ças já foi escolhida e que há 6 crianças com dois irmãos. Dessa forma, o número a probabilidade
que desejamos que ocorra é de:
5.
1) Das 180 pessoas, 60% são do sexo masculino, logo, 40% serão do sexo feminino;
2) 40% de 180 = 72, portanto, do grupo total, há 72 mulheres;
3) O enunciado diz que 25% das mulheres possuem nível universitário. Então, 25% de 72 = 18
mulheres com nível universitário;
4) O enunciado diz que das 180 pessoas, 40% possuem nível universitário, o que resulta em 72
pessoas. Se já chegamos a conclusão de que 18 mulheres possuem nível universitário, então, se
subtrairmos 72 - 18 temos o valor de 54 homens com nível universitário;
5) Portanto, para selecionarmos ao acaso um funcionário do sexo masculino que possua nível uni-
versitário, teremos então 54/180 que é igual a 0,3 ou 30%.

210
6. Primeiramente vamos fazer o calculo se aplicarmos na Poupança: C = 500; i = 0,560% = 0,0056 e
t = 12 mês.
Sabemos que M = C + C i t, logo M = 500 + 500. 0,0056 . 12 = R$533,60
Vamos agora para o CDB: C = 500; i = 0,876% = 0,00876 e t = 12 mês.
M = C + C i t, então M = 500 + 500. 0,00876 . 12 =R$552,56
Só nos resta descontar o Imposto de renda do CDB uma vez que a Poupança está isenta.
O imposto representa 4% do ganho. Se C = 500 e M = 552,56 então ocorreu uma ganho de R$ 52,56.
Imposto = 4% de 52,56 = 2,1024
Portanto. o ganho real com o CDB foi de 552,56 – 2,1024 = R$550,4576 ≈ R$550,46

7. Temos que:
MS(t) = C + C i t
MC(t)= C (1 + i)t
MS(t) = MC(t)
C(1 + i t) = C(1 + i)t
i t = it
Pelo enunciado t = 1, portanto i · 1 = i1
i = i, logo as taxas são iguais

Gabarito
1. A 2. C 3. C 4. C 5. D

6. D 7. C

211
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) A prefeitura de uma cidade detectou 3. (Enem) Um adolescente vai a um parque de
que as galerias pluviais, que possuem seção diversões tendo, prioritariamente, o dese-
transversal na forma de um quadrado de jo de ir a um brinquedo que se encontra na
lado 2 m, são insuficientes para comportar o área IV, dentre as áreas I, II, III, IV e V exis-
escoamento da água em caso de enchentes. tentes. O esquema ilustra o mapa do parque,
Por essa razão, essas galerias foram refor- com a localização da entrada, das cinco áreas
madas e passaram a ter seções quadradas de com os brinquedos disponíveis e dos possí-
lado igual ao dobro das anteriores, permi- veis caminhos para se chegar a cada área. O
tindo uma vazão de 400 m3/s. O cálculo da adolescente não tem conhecimento do mapa
vazão V (em m3/s) é dado pelo produto entre do parque e decide ir caminhando da entra-
a área por onde passa a água (em m2) e a da até chegar à área IV.
velocidade da água (em m/s).
Supondo que a velocidade da água não se al-
terou, qual era a vazão máxima nas galerias
antes das reformas?
a) 25 m3/s.
b) 50 m3/s.
c) 100 m3/s.
d) 200 m3/s.
e) 300 m3/s.

2. (Enem) Na figura estão representadas três


retas no plano cartesiano, sendo P, Q e R os Suponha que relativamente a cada ramifica-
pontos de intersecções entre as retas, e A, ção, as opções existentes de percurso pelos
B e C os pontos de intersecções dessas retas caminhos apresentem iguais probabilidades
com o eixo x. de escolha, que a caminhada foi feita es-
colhendo ao acaso os caminhos existentes
e que, ao tomar um caminho que chegue a
uma área distinta da IV, o adolescente neces-
sariamente passa por ela ou retorna.
Nessas condições, a probabilidade de ele
chegar à área IV sem passar por outras áreas
e sem retornar é igual a:
​  1  ​. 
a) ___
96
​  1  ​. 
b) ___
64
c) ___ ​  5  ​. 
24
d) __ ​ 1  ​.
4
Essa figura é a representação gráfica de um
e) ___ ​  5  ​. 
sistema linear de três equações e duas in- 12
cógnitas que:
4. (Enem) Uma caixa contém uma cédu-
a) possui três soluções reais e distintas, repre-
la de R$5,00, uma de R$20,00 e duas de
sentadas pelos pontos P, Q e R pois eles indi-
R$50,00 de modelos diferentes. Retira-
cam onde as retas se intersectam.
-se aleatoriamente uma cédula dessa caixa,
b) possui três soluções reais e distintas, repre-
anota-se o seu valor e devolve-se a cédula à
sentadas pelos pontos A, B e C, pois eles in-
caixa. Em seguida, repete-se o procedimento
dicam onde as retas intersectam o eixo das
anterior.
abscissas. A probabilidade de que a soma dos valores
c) possui infinitas soluções reais, pois as retas anotados seja pelo menos igual a R$55,00 é:
se intersectam em mais de um ponto.
a) __​ 1  ​.
d) não possui solução real, pois não há ponto 2
que pertença simultaneamente às três retas. b) __ ​ 1  ​.
4
e) possui uma única solução real, pois as retas __3
c) ​    ​.
possuem pontos em que se intersectam. 4
d) __ ​ 2  ​.
9
5
__
e) ​    ​.
9
5. (Enem) O presidente de um time de futebol Região Casos confirmados
quer contratar um atacante para seu elenco e
Oeste 237
um empresário lhe ofereceu cinco jogadores.
Ele deseja contratar o jogador que obteve Centro 262
a maior média de gols nos anos de 2010 a Norte 158
2013. Sul 159
O quadro apresenta o número de gols mar- Noroeste 160
cados nos anos de 2010 a 2013 por cada um
Leste 278
dos cinco jogadores: I, II, III, IV e V.
Centro-Oeste 300
Número Número Número Número Centro-Sul 278
Jogador de gols de gols de gols de gols
em 2010 em 2011 em 2012 em 2013 A prefeitura optou pela seguinte distribui-
I 21 21 24 21 ção dos funcionários a serem contratados:
I. 10 funcionários para cada região da cida-
II 20 21 22 22
de cujo número de casos seja maior que a
III 26 21 20 21 média dos casos confirmados.
IV 23 23 19 18 II. 7 funcionários para cada região da cidade
V 16 21 26 16 cujo número de casos seja menor ou igual
à média dos casos confirmados.
O presidente do time deve contratar o joga-
Quantos funcionários a prefeitura deverá
dor:
contratar para efetivar a ação?
a) I.
a) 59.
b) II.
b) 65.
c) III.
c) 68.
d) IV.
d) 71.
e) V.
e) 80.

6. (Enem) A permanência de um gerente em 8. (Enem) O gráfico mostra a média de produ-


uma empresa está condicionada à sua pro- ção diária de petróleo no Brasil, em milhão
dução no semestre. Essa produção é avaliada de barris, no período de 2004 a 2010.
pela média do lucro mensal do semestre. Se
a média for, no mínimo, de 30 mil reais, o
gerente permanece no cargo, caso contrário,
ele será despedido. O quadro mostra o lucro
mensal, em milhares de reais, dessa empresa,
de janeiro a maio do ano em curso.

Janeiro Fevereiro Março Abril Maio


21 35 21 30 38
Estimativas feitas naquela época indicavam
Qual deve ser o lucro mínimo da empresa no que a média de produção diária de petróleo
mês de junho, em milhares de reais, para o no Brasil, em 2012, seria 10% superior à
gerente continuar no cargo no próximo se- média dos três últimos anos apresentados
mestre? no gráfico.
a) 26. Disponível em: http://blogs.estadao.
com.br. Acesso em: 2 ago. 2012.
b) 29.
c) 30. Se as estimativas tivessem sido confirmadas,
d) 31. a média de produção diária de petróleo no
e) 35. Brasil, em milhão de barris, em 2012, teria
sido igual a:
7. (Enem) Em uma cidade, o número de casos a) 1,940.
de dengue confirmados aumentou conside- b) 2,134.
ravelmente nos últimos dias. A prefeitura c) 2,167.
resolveu desenvolver uma ação contratan- d) 2,420.
do funcionários para ajudar no combate à e) 6,402.
doença, os quais orientarão os moradores a
eliminarem criadouros do mosquito Aedes
aegypti, transmissor da dengue. A tabela
apresenta o número atual de casos confirma-
dos, por região da cidade.

213
9. (Enem) Preocupada com seus resultados, uma empresa fez um balanço dos lucros obtidos nos últi-
mos sete meses, conforme dados do quadro.

Mês I II III IV V VI VII


Lucro (em milhões de reais) 37 33 35 22 30 35 25

Avaliando os resultados, o conselho diretor da empresa decidiu comprar, nos dois meses subse-
quentes, a mesma quantidade de matéria-prima comprada no mês em que o lucro mais se aproxi-
mou da média dos lucros mensais dessa empresa nesse período de sete meses.
Nos próximos dois meses, essa empresa deverá comprar a mesma quantidade de matéria-prima
comprada no mês:
a) I.
b) II.
c) IV.
d) V.
e) VII.

1
0. (Enem) Um vendedor de assinaturas de TV a cabo teve, nos 7 primeiros meses do ano, uma média
mensal de 84 assinaturas vendidas. Devido a uma reestruturação da empresa, foi exigido que todos
os vendedores tivessem, ao final do ano, uma média mensal de 99 assinaturas vendidas.
Diante disso, o vendedor se viu forçado a aumentar sua média mensal de vendas nos 5 meses
restantes do ano.
Qual deverá ser a média mensal de vendas do vendedor, nos próximos 5 meses, para que ele possa
cumprir a exigência da sua empresa?
a) 91.
b) 105.
c) 114.
d) 118.
e) 120.

1
1. (Enem) Uma pessoa está disputando um processo de seleção para uma vaga de emprego em um
escritório. Em uma das etapas desse processo, ela tem de digitar oito textos. A quantidade de erros
dessa pessoa, em cada um dos textos digitados, é dada na tabela.

Texto Número de erros


I 2
II 0
III 2
IV 2
V 6
VI 3
VII 4
VIII 5
Nessa etapa do processo de seleção, os candidatos serão avaliados pelo valor da mediana do nú-
mero de erros.
A mediana dos números de erros cometidos por essa pessoa é igual a:
a) 2,0.
b) 2,5.
c) 3,0.
d) 3,5.
e) 4,0.

1
2. (Enem) Ao iniciar suas atividades, um ascensorista registra tanto o número de pessoas que entram
quanto o número de pessoas que saem do elevador em cada um dos andares do edifício onde ele
trabalha. O quadro apresenta os registros do ascensorista durante a primeira subida do térreo, de
onde partem ele e mais três pessoas, ao quinto andar do edifício.

Número de pessoas Térreo 1º andar 2º andar 3º andar 4º andar 5º andar


que entram no elevador 4 4 1 2 2 2
que saem do elevador 0 3 1 2 0 6

214
Com base no quadro, qual é a moda do número de pessoas no elevador durante a subida do térreo
ao quinto andar?
a) 2.
b) 3.
c) 4.
d) 5.
e) 6.

1
3. (Enem) O cultivo de uma flor rara só é viável se do mês do plantio para o mês subsequente o clima
da região possuir as seguintes peculiaridades:
§§ a variação do nível de chuvas (pluviosidade), nesses meses, não for superior a 50 mm;
§§ a temperatura mínima, nesses meses, for superior a 15ºC;
§§ ocorrer, nesse período, um leve aumento não superior a 5ºC na temperatura máxima.
Um floricultor, pretendendo investir no plantio dessa flor em sua região, fez uma consulta a um
meteorologista que lhe apresentou o gráfico com as condições previstas para os 12 meses seguintes
nessa região.

Com base nas informações do gráfico, o floricultor verificou que poderia plantar essa flor rara.
O mês escolhido para o plantio foi:
a) janeiro.
b) fevereiro.
c) agosto.
d) novembro.
e) dezembro.

1
4. (Enem) Uma partida de voleibol entre Brasil e Itália foi decidida em cinco sets. As pontuações do
jogo estão descritas na tabela.

1º set 2º set 3º set 4º set 5º set


Brasil 25 25 24 25 18
Itália 16 20 26 27 16

Nessa partida, a mediana dos pontos obtidos por set pelo time da Itália foi igual a:
a) 16.
b) 20.
c) 21.
d) 23.
e) 26.

215
15. (Enem) A diretoria de uma empresa de alimentos resolve apresentar para seus acionistas uma
proposta de novo produto. Nessa reunião, foram apresentadas as notas médias dadas por um
grupo de consumidores que experimentaram o novo produto e dois produtos similares concor-
rentes (A e B).

A característica que dá a maior vantagem relativa ao produto proposto e que pode ser usada, pela
diretoria, para incentivar a sua produção é a:
a) textura.
b) cor.
c) tamanho.
d) sabor.
e) odor.

1
6. (Enem) O quadro apresenta cinco cidades de um estado, com seus respectivos números de habitan-
tes e quantidade de pessoas infectadas com o vírus da gripe. Sabe-se que o governo desse estado
destinará recursos financeiros a cada cidade, em valores proporcionais à probabilidade de uma
pessoa, escolhida ao acaso na cidade, estar infectada.

Cidade I II III IV V
Habitantes 180.000 100.000 110.000 165.000 175.000
Infectados 7.800 7.500 9.000 6.500 11.000

Qual dessas cidades receberá maior valor de recursos financeiros?


a) I.
b) II.
c) III.
d) IV.
e) V.

1
7. (Enem) Um casal, ambos com 30 anos de idade, pretende fazer um plano de previdência privada.
A seguradora pesquisada, para definir o valor do recolhimento mensal, estima a probabilidade de
que pelo menos um deles esteja vivo daqui a 50 anos, tomando por base dados da população, que
indicam que 20% dos homens e 30% das mulheres de hoje alcançarão a idade de 80 anos.
Qual é essa probabilidade?
a) 50%.
b) 44%.
c) 38%.
d) 25%.
e) 6%.

216
1
8. (Enem) Em um campeonato de futebol, a vitória vale 3 pontos, o empate 1 ponto e a derrota zero
ponto. Ganha o campeonato o time que tiver maior número de pontos. Em caso de empate no total
de pontos, os times são declarados vencedores.
Os times R e S são os únicos com chance de ganhar o campeonato, pois ambos possuem 68 pontos
e estão muito à frente dos outros times. No entanto, R e S não se enfrentarão na rodada final.
Os especialistas em futebol arriscam as seguintes probabilidades para os jogos da última rodada:
§§ R tem 80% de chance de ganhar e 15% de empatar;
§§ S tem 40% de chance de ganhar e 20% de empatar.
Segundo as informações dos especialistas em futebol, qual é a probabilidade de o time R ser o
único vencedor do campeonato?
a) 32%.
b) 38%.
c) 48%.
d) 54%.
e) 57%.

1
9. (Enem) Um posto de saúde registrou a quantidade de vacinas aplicadas contra febre amarela nos
últimos cinco meses:
§§ 1º mês: 21;
§§ 2º mês: 22;
§§ 3º mês: 25;
§§ 4º mês: 31;
§§ 5º mês: 21.
No início do primeiro mês, esse posto de saúde tinha 228 vacinas contra febre amarela em estoque.
A política de reposição do estoque prevê a aquisição de novas vacinas, no início do sexto mês, de tal
forma que a quantidade inicial em estoque para os próximos meses seja igual a 12 vezes a média
das quantidades mensais dessas vacinas aplicadas nos últimos cinco meses.
Para atender essas condições, a quantidade de vacinas contra febre amarela que o posto de saúde
deve adquirir no início do sexto mês é:
a) 156.
b) 180.
c) 192.
d) 264.
e) 288.

2
0. (Enem) O procedimento de perda rápida de “peso” é comum entre os atletas dos esportes de
combate. Para participar de um torneio, quatro atletas da categoria até 66 kg Peso-Pena, foram
submetidos a dietas balanceadas e atividades físicas. Realizaram três “pesagens” antes do início
do torneio. Pelo regulamento do torneio, a primeira luta deverá ocorrer entre o atleta mais regular
e o menos regular quanto aos “pesos”. As informações com base nas pesagens dos atletas estão no
quadro.

1ª pesa- 2ª pesa- 3ª pesa- Desvio-


Atleta Média Mediana
gem (kg) gem (kg) gem (kg) -padrão
I 78 72 66 72 72 4,90
II 83 65 65 71 65 8,49
III 75 70 65 70 70 4,08
IV 80 77 62 73 77 7,87
Após as três “pesagens”, os organizadores do torneio informaram aos atletas quais deles se en-
frentariam na primeira luta.
A primeira luta foi entre os atletas:
a) I e III.
b) I e IV.
c) II e III.
d) II e IV.
e) III e IV.

217
2
1. (Enem) Uma empresa registrou seu desem-
penho em determinado ano por meio do grá-
fico, com dados mensais do total de vendas e
despesas.

Em sua próxima jogada, o jogador deve es-


O lucro mensal é obtido pela subtração entre colher dentre os quadrados marcados com as
o total de vendas e despesas, nesta ordem. letras P, Q, R, S e T um para abrir, sendo que
Quais os três meses do ano em que foram deve escolher aquele com a menor probabili-
registrados os maiores lucros? dade de conter uma mina.
a) Julho, setembro e dezembro. O jogador deverá abrir o quadrado marcado
b) Julho, setembro e novembro. com a letra
c) Abril, setembro e novembro. a) P.
d) Janeiro, setembro e dezembro. b) Q.
e) Janeiro, abril e junho. c) R.
d) S.
2
2. (Enem 2017) Um morador de uma região e) T.
metropolitana tem 50% de probabilidade de
atrasar-se para o trabalho quando chove na 2
4. (Enem) Em uma escola, a probabilidade de
região; caso não chova, sua probabilidade de um aluno compreender e falar inglês é de
30%. Três alunos dessa escola, que estão em
atraso é de 25%. Para um determinado dia,
fase final de seleção de intercâmbio, aguar-
o serviço de meteorologia estima em 30% a
dam, em uma sala, serem chamados para
probabilidade da ocorrência de chuva nessa uma entrevista. Mas, ao invés de chamá-los
região. um a um, o entrevistador entra na sala e
Qual é a probabilidade de esse morador se faz, oralmente, uma pergunta em inglês que
atrasar para o serviço no dia para o qual foi pode ser respondida por qualquer um dos
dada a estimativa de chuva? alunos.
a) 0,075 A probabilidade de o entrevistador ser en-
b) 0,150 tendido e ter sua pergunta oralmente res-
c) 0,325 pondida em inglês é
d) 0,600 a) 23,7%
e) 0,800 b) 30,0%
c) 44,1%
23. (Enem 2017) A figura ilustra uma partida d) 65,7%
de Campo Minado, o jogo presente em pra- e) 90,0%
ticamente todo computador pessoal. Quatro
quadrados em um tabuleiro 16 × 16 foram 2
5. (Enem) O HPV é uma doença sexualmente
transmissível. Uma vacina com eficácia de
abertos, e os números em suas faces indicam
98% foi criada com o objetivo de prevenir a
quantos dos seus 8 vizinhos contêm minas
infecção por HPV e, dessa forma, reduzir o
(a serem evitadas). O número 40 no canto número de pessoas que venham a desenvol-
inferior direito é o número total de minas ver câncer de colo de útero. Uma campanha
no tabuleiro, cujas posições foram escolhi- de vacinação foi lançada em 2014 pelo SUS,
das ao acaso, de forma uniforme, antes de se para um público-alvo de meninas de 11 a 13
abrir qualquer quadrado. anos de idade. Considera-se que, em uma

218
população não vacinada, o HPV acomete desse público ao longo de suas vidas. Em certo municí-
pio, a equipe coordenadora da campanha decidiu vacinar meninas entre 11 e 13 anos de idade em
quantidade suficiente para que a probabilidade de uma menina nessa faixa etária, escolhida ao
acaso, vir a desenvolver essa doença seja, no máximo, de 5,9%. Houve cinco propostas de cobertu-
ra, de modo a atingir essa meta:
Proposta I: vacinação de 90% do público-alvo.
Proposta II: vacinação de 55,8% do público-alvo.
Proposta III: vacinação de 88,2% do público-alvo.
Proposta IV: vacinação de 49% do público-alvo.
Proposta V: vacinação de 95,9 do público-alvo.
Para diminuir os custos, a proposta escolhida deveria ser também aquela que vacinasse a menor
quantidade possível de pessoas.
Disponível em: www.virushpv.com.br. Acesso em: 30 ago. 2014 (adaptado)

A proposta implementada foi a de número


a) I.
b) II.
c) III.
d) IV.
e) V.

2
6. (Enem PPL 2017) Um dos principais indicadores de inflação é o Índice Nacional de Preços ao Con-
sumidor Amplo (IPCA). O gráfico apresenta os valores do IPCA nos anos de 1994 a 2011.

O valor mais próximo da mediana de todos os valores da inflação indicados no gráfico é


a) 5,97
b) 6,24
c) 6,50
d) 8,07
e) 10,10

2
7. (Enem) Uma loja que vende sapatos recebeu diversas reclamações de seus clientes relacionadas
à venda de sapatos de cor branca ou preta. Os donos da loja anotaram as numerações dos sapatos
com defeito e fizeram um estudo estatístico com o intuito de reclamar com o fabricante.
A tabela contém a média, a mediana e a moda desses dados anotados pelos donos.

Estatísticas sobre as numerações dos sapatos com defeito


Média Mediana Moda
Numerações dos sapatos com defeito 36 37 38

219
Para quantificar os sapatos pela cor, os donos representaram a cor branca pelo número 0 e a cor
preta pelo número 1. Sabe-se que a média da distribuição desses zeros e uns é igual a 0,45.
Os donos da loja decidiram que a numeração dos sapatos com maior número de reclamações e a cor
com maior número de reclamações não serão mais vendidas.
A loja encaminhou um ofício ao fornecedor dos sapatos, explicando que não serão mais encomen-
dados os sapatos de cor
a) branca e os de número 38.
b) branca e os de número 37.
c) branca e os de número 36.
d) preta e os de número 38.
e) preta e os de número 37.

2
8. (Enem) Uma empresa de alimentos oferece três valores diferentes de remuneração a seus funcio-
nários, de acordo com o grau de instrução necessário para cada cargo. No ano de 2013, a empresa
teve uma receita de 10 milhões de reais por mês e um gasto mensal com a folha salarial de R$
400.000,00 distribuídos de acordo com o Gráfico 1. No ano seguinte, a empresa ampliará o número
de funcionários, mantendo o mesmo valor salarial para cada categoria. Os demais custos da empre-
sa permanecerão constantes de 2013 para 2014. O número de funcionários em 2013 e 2014, por
grau de instrução, está no Gráfico 2.

Qual deve ser o aumento na receita da empresa para que o lucro mensal em 2014 seja o mesmo de
2013?
a) R$ 114.285,00
b) R$ 130.000,00
c) R$ 160.000,00
d) R$ 210.000,00
e) R$ 213.333,00

220
2
9. (Enem) Foi realizado um levantamento nos 200 hotéis de uma cidade, no qual foram anotados
os valores, em reais, das diárias para um quarto padrão de casal e a quantidade de hotéis para
cada valor da diária. Os valores das diárias foram: A = R$200,00; B = R$300,00; C = R$400,00 e
D = R$600,00. No gráfico, as áreas representam as quantidades de hotéis pesquisados, em porcen-
tagem, para cada valor da diária.

O valor mediano da diária, em reais, para o quarto padrão de casal nessa cidade, é
a) 300,00.
b) 345,00.
c) 350,00.
d) 375,00.
e) 400,00.

3
0. (Enem) Marco e Paulo foram classificados em um concurso. Para a classificação no concurso o can-
didato deveria obter média aritmética na pontuação igual ou superior a 14. Em caso de empate na
média, o desempate seria em favor da pontuação mais regular. No quadro a seguir são apresen-
tados os pontos obtidos nas provas de Matemática, Português e Conhecimentos Gerais, a média, a
mediana e o desvio padrão dos dois candidatos.
Dados dos candidatos no concurso.

Matemática Português Conhecimentos Gerais Média Mediana Desvio Padrão


Marco 14 15 16 15 15 0,32
Paulo 8 19 18 15 18 4,97

O candidato com pontuação mais regular, portanto mais bem classificado no concurso, é
a) Marco, pois a média e a mediana são iguais.
b) Marco, pois obteve menor desvio padrão.
c) Paulo, pois obteve a maior pontuação da tabela, 19 em Português
d) Paulo, pois obteve maior mediana.
e) Paulo, pois obteve maior desvio padrão.

3
1. (Enem) Cinco equipes A, B, C, D e E disputaram uma prova de gincana na qual as pontuações rece-
bidas podiam ser 0, 1, 2 ou 3. A média das cinco equipes foi de 2 pontos.
As notas das equipes foram colocadas no gráfico a seguir, entretanto, esqueceram de representar
as notas da equipe D e da equipe E.

Mesmo sem aparecer as notas das equipes D e E, pode-se concluir que os valores da moda e da
mediana são, respectivamente,
a) 1,5 e 2,0.
b) 2,0 e 1,5.
c) 2,0 e 2,0.
d) 2,0 e 3,0.
e) 3,0 e 2,0.

221
Gabarito
1. C 2. D 3. C 4. C 5. C
6. E 7. D 8. B 9. D 10. E

11. B 12. D 13. A 14. B 15. D


16. C 17. B 18. D 19. B 20. C
21. A 22. C 23. B 24. D 25. A
26. B 2
7. A 2
8. B 2
9. C 3
0. B
31. C

222
Aplicação dos conhecimentos - Sala
AULA 6 Tema: Polígono

Competência: 2 Habilidade: 9

Construção da habilidade: Essa habilidade se refere à resolução de problemas geométricos do


cotidiano, a partir do reconhecimento de propriedades de objetos geométricos.

MODELO 1

Uma bola de futebol é composta de 10 peças pentagonais e 18 peças hexagonais, com todas as
arestas de mesmo comprimento. Suponha que, para o processo de costura de uma bola de futebol,
sejam gastos 13 cm de linha para cada aresta da bola. Determine quantos metros de linha serão
necessários para costurar inteiramente 15 bolas com as características descritas.
a) 154,5
b) 154,05
c) 160,3
d) 200,48
e) 154

223
Tema: Geometria Plana

Competência: 2 Habilidade: 8

Construção da habilidade: A habilidade 8 do grupo de competência 2 exige que o aluno aplique


seus conhecimentos geométricos em uma situação-problema.

MODELO 2

Dois holofotes iguais, situados em H1 e H2, respectivamente, iluminam regiões circulares, ambas
de raio R. Essas regiões se sobrepõem e determinam uma região S de maior intensidade luminosa,
conforme figura.

Área do setor circular: ASC = ​ ____ aR ​,


2
  a em radianos. A área da região branca formada pelos círculos,

2
em unidade __ de área, é igual a:
4pr
____ 2 √ 3 ​ r2

_____
a) ​   ​   - ​   ​  

3 2
5pr ​
b) ​ ____
2


3
​ 4pr ​
2
c) ____  

3
2pr
d) ​ __________
2
__    ​ 
3-√ ​ 3 ​ r2/2
​ 2pr ​
2
e) ____  

3

224
Tema: Áreas de figuras planas

Competência: 2 Habilidade: 8

Construção da habilidade: Com o auxílio de figura, essa questão requer uma visão geométrica
para a resolução do problema, junto com uma solução algébrica.

MODELO 3

Uma família possui um terreno retangular com 15 metros de largura e 22 metros de comprimento.
Foi necessário demarcar nesse terreno dois outros iguais, na forma de triângulos isósceles, sendo
que um deles será para o filho e o outro para os pais. Além disso, foi demarcada uma área de
passeio entre os dois novos terrenos para o livre acesso das pessoas. Os terrenos e a área de passeio
são representados na figura.

á área de passeio calculada pela família, em metro quadrado, é de:


a) 100 m2
b) 105 m2
c) 102 m2
d) 107 m2
e) 110 m2

225
Tema: Prisma

Competência: 2 Habilidade: 8

Construção da habilidade: A habilidade 8 do grupo de competência 2 exige que o aluno aplique


seus conhecimentos geométricos em uma situação-problema.

MODELO 4

Mazim é um grande admirador de peixes e decide comprar um aquário com a forma de um prisma
de base retangular reto com as dimensões da figura abaixo. Quando foi encher o aquário de água
percebeu que deveria deixar 20% do volume livre para que o aquário não transbordasse após
colocar os peixes. Considerando que este aquário será cheio com um balde de forma cilíndrica cujo
diâmetro mede 20 cm e altura 25 cm, o número de vezes que Mazim precisará encher o balde será:
Considere p = 3.

60 cm

40 cm

1m
a) 32
b) 30
c) 28
d) 26
e) 28

226
Tema: Cilindro

Competência: 2 Habilidade: 8

Construção da habilidade: A partir de conhecimentos geométricos, o candidato deve identificar


e aplicar para resolver problema do dia a dia. Espera-se que o candidato seja capaz de calcular as
diferenças entre os volumes dos cilindros.

MODELO 5

A uma caixa d’agua em forma de um cilindro equilátero de raio 1 está acoplado um cano de 4 cm de
diâmetro e 50 m de comprimento. Num certo instante a caixa d’água está completamente cheia e
o cano vazio começa a soltar água pelo cano. A altura, em metros, da água que ainda está na caixa
no instante em que o cano fica completamente cheio é
a) 1,98
b) 1,96
c) 1,94
d) 1,92
e) 1,91

227
Tema: Cone

Competência: 2 Habilidade: 9

Construção da habilidade: A habilidade 9 se refere à capacidade de solucionar problemas coti-


dianos que envolvam conhecimentos geométricos de espaço e forma. Através da compreensão das
informações contidas no texto, espera-se que o aluno seja capaz de calcular a área total do cone.

MODELO 6

Tia Maria faz deliciosos doces de chocolate e a sua maior especialidades é o cone de chocolate. Este
tem o formato de um cone reto com 4 cm de diâmetro e 6 cm de altura.

Sabendo que foi recebida uma encomenda de 65 unidades de sua especialidade, a quantidade
mínima de material,
___ em cm2, necessário para embrulhar os chocolates encomendados será:
​ 10 ​ = 3,17 e p = 3
Considere: √
a) 2472,2
b) 2872,2
c) 3252,2
d) 3524,2
e) 3652,2

228
Tema: Esfera

Competência: 2 Habilidade: 8

Construção da habilidade: A partir de conhecimentos geométricos, o candidato deve identificar


e aplicar para resolver problema do dia a dia. Espera-se que o candidato seja capaz de calcular as
diferenças entre os volumes das esferas.

MODELO 7

Fabio fará uma réplica do sistema solar utilizando bolas de isopor. Ele decidiu fazer da seguinte
forma:
§§ Sol – Bola cujo raio mede 50 cm
§§ Júpiter e Saturno – Bolas cujo raio mede 40 cm
§§ Terra, Urano e Netuno – Bolas cujo raio mede 30 cm
§§ Vênus e Marte – Bolas cujo raio mede 20 cm
§§ Mercúrio - Bola cujo raio mede 10 cm
Sabendo que Fábio irá cobrir todos os seus planetas utilizando um tecido especial, quantos m2
desse tecido o Fábio irá utilizar? (Use p = 3)
a) 11,10 m2
b) 9,00 m2
c) 10,66 m2
d) 11,16 m2
e) 10,55 m2

229
Raio X
1.
Sabendo que cada peça pentagonal representa uma face pentagonal, podemos dizer que o total de
arestas é dado por 10 × 5 = 50 arestas, Analogamente para as faces hexagonais, teremos 18 × 6 = 108
arestas, nos dando um total de 158 arestas.
Como cada uma das faces pentagonais e hexagonais compartilha uma aresta, devemos dividir 158
por 2, já que cada uma das arestas foi contada duas vezes, que nos dá 79 arestas.
Sabendo que cada aresta precisa de 13 cm de linha, temos: 13 × 79 = 1027 cm é o total de linha
necessária para uma bola. Como estamos interessados em 15 bolas, temos no total 1027 × 15 =
15405 cm, isto é, 154,05 m.
2.
Chamaremos o centro do círculo de H1 de O1, o centro do círculo H2 de O2 e as intersecções dos dois
círculos de A e B. Calcularemos o setor circular AO1B, somaremos com o setor circular AO2B e depois
retiraremos o losango AO1BO2, assim conseguiremos a área desejada.
Sabemos que o losango em questão tem todos os lados iguais, inclusive sua diagonal menor (todos
os lados medem o raio dos círculos), logo ele é formado de dois triângulos equiláteros. Sabemos
que os triângulos equiláteros têm três ângulos de 60°. Logo, o ângulo do setor circular em questão
é 120° (duas vezes 60°), ou 2p/2.

Temos:

Sendo assim, temos:

3.
Como dito no enunciado os dois triângulos representados são isósceles, logo sua altura e sua base
são iguais a 15.
Logo a soma da área dois dois triângulos é de: 225/2 + 225/2 = 225 m2
A área total é 22 · 15 = 330 m2
Então a área de passeio é dada por: 330 – 225 = 105 m2
4.
Vb = Volume do balde
Va = Volume do aquário
k = Quantidade de vezes que encherá o balde
Vb ∙ k = Va
Vb ∙ k = Va
102 ∙ p ∙ 25 ∙ k = 100 ∙ 40 ∙ 60 ∙ 0,8
∴ k = 25,6 ≅ 26
5.
Vr = Volume restante
Vt = Volume total
Vc = Volume do cano
Vr = Vt - Vc
p ∙ 12 ∙ h = p ∙12 ∙ 2 - p ∙ 0,022 ∙ 50
ph = 2 p – 0,2 p
∴ h = 1,98

230
6.
g = Geratriz
Ae = Area da encomenda
At = Área total do cone
I) 62 + 22 = ___
g2
∴ g = 2​√10 ​ 

II) Ae = 65 ∙ At
Ae = 65 ∙ (prg + pr2) ___
Ae = 65 ∙ (3 ∙ 2 ∙ 2​√10 ​ + 3 ∙ 22)
∴ Ae = 3252,6

7.
superfície de uma esfera = 4pr2
superfície total da maquete = 4p(50)2 + 2 × 4p (40)2 + 3 × 4p(30)2 + 2 × 4p(20)2 + 4p(10)2
superfície dotal da maquete = 111.600 cm2 = 11,16 m2

Gabarito
1. B 2. A 3. B 4. D 5. A
6. C 7. D

231
Prática dos conhecimentos - E.O.
1. (Enem) A figura representa o globo terrestre fizeram um esboço da vista lateral da cadeira
e nela estão marcados os pontos A, B e C. fechada.
Os pontos A e B estão localizados sobre um
mesmo paralelo, e os pontos B e C, sobre um
mesmo meridiano. É traçado um caminho do
ponto A até C pela superfície do globo, pas-
sando por B, de forma que o trecho de A até
B se dê sobre o paralelo que passa por A e B
e, o trecho de B até C se dê sobre o meridiano
que passa por B e C.
Considere que o plano a é paralelo à linha do
equador na figura.
Qual e o esboço obtido pelos alunos?

a)

b)

A projeção ortogonal, no plano a do caminho


traçado no globo pode ser representada por:

a)
c)

b)

d)
c)

d)

e)

e)

2. (Enem) Os alunos de uma escola utilizaram


cadeiras iguais às da figura para uma aula ao
ar livre. A professora, ao final da aula, solici-
tou que os alunos fechassem as cadeiras para
guardá-las. Depois de guardadas, os alunos

232
3. (Enem) Os sólidos de Platão são poliedros laterais sejam triângulos isósceles congruen-
convexos cujas faces são todas congruentes a tes e suas arestas laterais meçam 204 m.
um único polígono regular, todos os vértices
têm o mesmo número de arestas incidentes e
cada aresta é compartilhada por apenas duas
faces. Eles são importantes, por exemplo, na
classificação das formas dos cristais mine-
rais e no desenvolvimento de diversos obje-
tos. Como todo poliedro convexo, os sólidos
de Platão respeitam a relação de Euler V - A
+ F = 2 em que V, A e F são os números de
vértices, arestas e faces do poliedro, respec-
tivamente.
Em um cristal, cuja forma é a de um poliedro
de Platão de faces triangulares, qual é a
relação entre o número de vértices e o
número de faces? O valor mais aproximado para a altura da pi-
a) 2V – 4F = 4. râmide de Quéops, em metro, é:
b) 2V – 2F = 4. a) 97,0.
c) 2V – F = 4. b) 136,8.
d) 2V + F = 4. c) 173,7.
e) 2V + 5F = 4. d) 189,3.
e) 240,0.
4. (Enem) O recinto das provas de natação
olímpica utiliza a mais avançada tecnologia 6. (Enem) É comum os artistas plásticos se
para proporcionar aos nadadores condições apropriarem de entes matemáticos para pro-
ideais. Isso passa por reduzir o impacto da duzirem, por exemplo, formas e imagens por
ondulação e das correntes provocadas pelos meio de manipulações. Um artista plástico,
nadadores no seu deslocamento. Para conse- em uma de suas obras, pretende retratar os
guir isso, a piscina de competição tem uma diversos polígonos obtidos pelas intersec-
profundidade uniforme de 3 m que ajuda ções de um plano com uma pirâmide regular
a diminuir a “reflexão” da água (o movi- de base quadrada.
mento) contra uma superfície e o regresso Segundo a classificação dos polígonos, quais
no sentido contrário, atingindo os nadado- deles são possíveis de serem obtidos pelo ar-
res), além dos já tradicionais 50 m de com- tista plástico?
primento e 25 de largura. Um clube deseja a) Quadrados, apenas.
reformar sua piscina de 50 de comprimento, b) Triângulos e quadrados, apenas.
20 de largura e 2 m de profundidade de for- c) Triângulos, quadrados e trapézios, apenas.
ma que passe a ter as mesmas dimensões das d) Triângulos, quadrados, trapézios e quadrilá-
piscinas olímpicas. teros irregulares, apenas.
Disponível em: http://desporto.publico.pt. e) Triângulos, quadrados, trapézios, quadrilá-
Acesso em: 6 ago. 2012. teros irregulares e pentágonos, apenas.
Após a reforma, a capacidade dessa piscina
superará a capacidade da piscina original em 7. (Enem) Na reforma e estilização de um ins-
um valor mais próximo de: trumento de percussão, em formato cilíndri-
a) 20%. co (bumbo), será colada uma faixa decorati-
b) 25%. va retangular, como a indicada na Figura 1,
c) 47%. suficiente para cobrir integralmente, e sem
d) 50%. sobra, toda a superfície lateral do instru-
e) 88%. mento.

5. (Enem) A figura mostra a pirâmide de Qué-


ops, também conhecida como a Grande Pirâ-
mide. Esse é o monumento mais pesado que
já foi construído pelo homem da Antiguida-
de. Possui aproximadamente 2,3 milhões de
blocos de rocha, cada um pesando em média
2,5 toneladas. Considere que a pirâmide de
Quéops seja regular, sua base seja um qua- Como ficará o instrumento após a colagem?
drado com lados medindo 214 m, as faces

233
a)

b)

Utilize 3 como aproximação para π.


O número mínimo de viagens que o caminhão
precisará fazer para transportar todo o
volume de grãos armazenados no silo é:
a) 6.
b) 16.
c) c) 17.
d) 18.
e) 21.

9. (Enem) Uma indústria de perfumes embala


seus produtos, atualmente, em frascos esfé-
ricos de raio R com volume dado por __​ 4 ​p(R)3.
3
Observou-se que haverá redução de custos se
forem utilizados frascos cilíndricos com raio
d)
​ R ​ cujo volume será dado por p(​__
da base __  R ​)2
3 3
h, sendo h a altura da nova embalagem.
Para que seja mantida a mesma capacidade
do frasco esférico, a altura do frasco cilíndri-
co (em termos de R) deverá ser igual a:
a) 2 R.
b) 4 R.
e)
c) 6 R.
d) 9 R.
e) 12 R.

1
0. (Enem) A bocha é um esporte jogado em
canchas, que são terrenos planos e nivela-
dos, limitados por tablados perimétricos de
madeira. O objetivo desse esporte é lançar
bochas, que são bolas feitas de um material
8. (Enem) Em regiões agrícolas, é comum a sintético, de maneira a situá-las o mais per-
presença de silos para armazenamento e se- to possível do bolim, que é uma bola menor
cagem da produção de grãos, no formato de feita, preferencialmente, de aço, previamen-
um cilindro reto, sobreposta por um cone, te lançada.
e dimensões indicadas na figura. O silo fica A Figura 1 ilustra uma bocha e um bolim
cheio e o transporte dos grãos é feito em ca- que foram jogados em uma cancha. Suponha
minhões de carga cuja capacidade é de 20 que um jogador tenha lançado uma bocha,
m3. Uma região possui um silo cheio e ape- de raio 5 cm que tenha ficado encostada no
nas um caminhão para transportar os grãos bolim, de raio 2 cm conforme ilustra a Fi-
para a usina de beneficiamento. gura 2.

234
Considere o ponto C como o centro da bocha, e o ponto O como o centro do bolim. Sabe-se que A
e B são os pontos em que a bocha e o bolim, respectivamente, tocam o chão da cancha, e que a
distância entre A e B é igual a d.
Nessas condições, qual a razão entre d e o raio do bolim?
a) 1
b) 2 10
5

c) 10
2
d) 2
e) 10

1
1. (Enem) Observou-se que todas as formigas de um formigueiro trabalham de maneira ordeira e
organizada. Foi feito um experimento com duas formigas e os resultados obtidos foram esboçados
em um plano cartesiano no qual os eixos estão graduados em quilômetros. As duas formigas par-
tiram juntas do ponto O, origem do plano cartesiana xOy. Uma delas caminhou horizontalmente
para o lado direito, a uma velocidade de 4 km/h. A outra caminhou verticalmente para cima, à
velocidade de 3 km/h.
Após 2 horas de movimento, quais as coordenadas cartesianas das posições de cada formiga?
a) (8;0) e (0;6).
b) (4;0) e (0;6).
c) (4;0) e (0;3).
d) (0;8) e (6;0).
e) (0;4) e (3;0).

1
2. (Enem) Em uma cidade será construída uma galeria subterrânea que receberá uma rede de canos
para o transporte de água de uma fonte (F) até o reservatório de um novo bairro (B).
Após avaliações, foram apresentados dois projetos para o trajeto de construção da galeria: um seg-
mento de reta que atravessaria outros bairros ou uma semicircunferência que contornaria esses
bairros, conforme ilustrado no sistema de coordenadas xOy da figura, em que a unidade de medida
nos eixos é o quilômetro.

Estudos de viabilidade técnica mostraram que, pelas características do solo, a construção de 1m de


galeria via segmento de reta demora 1,0h enquanto que 1m de construção de galeria via semicir-
cunferência demora 0,6h. Há urgência em disponibilizar água para
__ esse bairro.
Use 3 como aproximação para p e 1,4 como aproximação para ​√2 ​. 

235
O menor tempo possível, em hora, para con-
clusão da construção da galeria, para aten-
der às necessidades de água do bairro, é de:
a) 1.260.
b) 2.520.
c) 2.800.
d) 3.600.
e) 4.000.

1
3. (Enem) Uma região de uma fábrica deve ser
isolada, pois nela os empregados ficam ex-
postos a riscos de acidentes. Essa região está
representada pela porção de cor cinza (qua-
drilátero de área S) na figura.
A família pretende que esse imóvel tenha a
mesma distância de percurso até o local de tra-
balho da mãe, localizado na rua 6 com a rua E,
o consultório do pai, na rua 2 com a rua E, e a
escola das crianças, na rua 4 com a rua A.
Com base nesses dados, o imóvel que atende
as pretensões da família deverá ser localiza-
do no encontro das ruas:
a) 3 e C.
b) 4 e C.
c) 4 e D.
d) 4 e E.
e) 5 e C.

1
5. (Enem) Um terreno retangular de lados cujas
Para que os funcionários sejam orientados medidas, em metro, são x e y será cercado
para a construção de um parque de diver-
sobre a localização da área isolada, cartazes
sões. Um dos lados do terreno encontra-se às
informativos serão afixados por toda a fá- margens de um rio. Observe a figura.
brica. Para confeccioná-los, um programador
utilizará um software que permite desenhar
essa região a partir de um conjunto de desi-
gualdades algébricas.
As desigualdades que devem ser utilizadas no
referido software, para o desenho da região
de isolamento, são:
a) 3y – x ≤ 0; 2y – x ≥ 0; y ≤ 8; x ≤ 9.
b) 3y – x ≤ 0; 2y – x ≥ 0; y ≤ 9; x ≤ 8.
c) 3y – x ≥ 0; 2y – x ≤ 0; y ≤ 9; x ≤ 8.
d) 4y – 9x ≤ 0; 8y – 3x ≥ 0; y ≤ 8; x ≤ 9.
e) 4y – 9x ≤ 0; 8y – 3x ≥ 0; y ≤ 9; x ≤ 8.
Para cercar todo o terreno, o proprietário
1
4. (Enem) Uma família resolveu comprar um gastará R$7.500,00. O material da cerca cus-
imóvel num bairro cujas ruas estão repre- ta R$4,00 por metro para os lados do terreno
sentadas na figura. As ruas com nomes de paralelos ao rio, e R$2,00 por metro para os
demais lados.
letras são paralelas entre si e perpendicula-
Nessas condições, as dimensões do terreno e
res às ruas identificadas com números. Todos o custo total do material podem ser relacio-
os quarteirões são quadrados, com as mes- nados pela equação:
mas medidas, e todas as ruas têm a mesma a) 4(2x + y) = 7.500.
largura, permitindo caminhar somente nas b) 4(x + 2y) = 7.500.
direções vertical e horizontal. Desconsidere c) 2(x + y) = 7.500.
d) 2(4x + y) = 7.500.
a largura das ruas.
e) 2(2x + y) = 7.500.
236
1
6. (Enem) Em sua vez de jogar, um jogador pre-
cisa dar uma tacada na bola branca, de forma
a acertar a bola 9 e fazê-la cair em uma das
caçapas de uma mesa de bilhar. Como a bola
8 encontra-se entre a bola branca e a bola 9
esse jogador adota a estratégia de dar uma
tacada na bola branca em direção a uma das
laterais da mesa, de forma que, ao rebater,
ela saia em uma trajetória retilínea, forman-
do um ângulo de 90° com a trajetória da ta-
cada, conforme ilustrado na figura.

O Índice de Gini, que mede o grau de concen-


tração de renda de um determinado grupo,
​  A   ​ em que A
pode ser calculado pela razão ____
A+B
e B são as medidas das áreas indicadas no
gráfico.
A empresa tem como meta tornar seu Índi-
ce de Gini igual ao do país, que é 0,3. Para
tanto, precisa ajustar os salários de modo a
alterar o percentual que representa a parce-
Com essa estratégia, o jogador conseguiu la recebida pelos 10% dos funcionários de
encaçapar a bola 9. Considere um sistema maior salário em relação ao total da massa
cartesiano de eixos sobre o plano da mesa, salarial.
no qual o ponto de contato da bola com a Disponível em: www.ipea.gov.br.
Acesso em: 4 maio 2016 (adaptado).
mesa define sua posição nesse sistema. As
coordenadas do ponto que representa a bola Para atingir a meta desejada, o percentual
9 são (3;3) o centro da caçapa de destino deve ser:
a) 40%.
tem coordenadas (6;0), e a abscissa da bola
b) 20%.
branca é 0,5, como representados na figura. c) 60%.
Se a estratégia deu certo, a ordenada da d) 30%.
posição original da bola branca era e) 70%.
a) 1,3.
b) 1,5. 1
8. (Enem) Um arquiteto deseja construir um
c) 2,1. jardim circular de 20m de diâmetro. Nesse
d) 2,2. jardim, uma parte do terreno será reservada
e) 2,5. para pedras ornamentais. Essa parte terá a
forma de um quadrado inscrito na circunfe-
17. (Enem) A distribuição de salários pagos em rência, como mostrado na figura. Na parte
compreendida entre o contorno da circunfe-
uma empresa pode ser analisada destacando-
rência e a parte externa ao quadrado, será
-se a parcela do total da massa salarial que
colocada terra vegetal. Nessa parte do jar-
é paga aos 10% que recebem os maiores sa- dim, serão usados 15 kg de terra para cada
lários. Isso pode ser representado na forma m2. A terra vegetal é comercializada em sa-
de um gráfico formado por dois segmentos de cos com exatos 15 kg cada. Use 3 como valor
reta, unidos em um ponto P, cuja abscissa tem aproximado para π.
valor igual a 90 como ilustrado na figura.
No eixo horizontal do gráfico tem-se o per-
centual de funcionários, ordenados de forma
crescente pelos valores de seus salários, e no
eixo vertical tem-se o percentual do total da
massa salarial de todos os funcionários.

237
O número mínimo de sacos de terra vegetal 2
0. (Enem) Um senhor, pai de dois filhos, deseja
necessários para cobrir a parte descrita do comprar dois terrenos, com áreas de mesma
jardim é: medida, um para cada filho. Um dos terrenos
a) 100. visitados já está demarcado e, embora não
b) 140. tenha um formato convencional (como se
c) 200. observa na Figura B), agradou ao filho mais
d) 800. velho e, por isso, foi comprado. O filho mais
e) 1.000. novo possui um projeto arquitetônico de
uma casa que quer construir, mas, para isso,
1
9. (Enem) Um casal e seus dois filhos saíram, precisa de um terreno na forma retangular
com um corretor de imóveis, com a intenção (como mostrado na Figura A) cujo compri-
de comprar um lote onde futuramente cons- mento seja 7 m maior do que a largura.
truiriam sua residência. No projeto da casa,
que esta família tem em mente, irão necessi-
tar de uma área de pelo menos 400 m2. Após
algumas avaliações, ficaram de decidir entre
os lotes 1 e 2 da figura, em forma de paralelo-
gramos, cujos preços são R$ 100.000,00 e R$
150.000,00, respectivamente.

Para satisfazer o filho mais novo, esse senhor


precisa encontrar um terreno retangular
cujas medidas, em metro, do comprimento e
da largura sejam iguais, respectivamente, a:
​ ​ 3 ​ ​,   ​ __
dXX 1  ​e 1,7 como aproximações respecti-
Use ___
2 2 a) 7,5 e 14,5.
vamente, para sen(60º), cos(60°) e d​ XX 3 ​.  b) 9,0 e 16,0.
Para colaborarem na decisão, os envolvidos c) 9,3 e 16,3.
fizeram as seguintes argumentações: d) 10,0 e 17,0.
Pai: Devemos comprar o Lote 1, pois como e) 13,5 e 20,5.
uma de suas diagonais é maior do que as
diagonais do Lote 2, o Lote 1 também terá 2
1. (Enem) Um gesseiro que trabalhava na re-
maior área; forma de uma casa lidava com placas de ges-
Mãe: Se desconsiderarmos os preços, pode- so com formato de pentágono regular quan-
remos comprar qualquer lote para executar do percebeu que uma peça estava quebrada,
nosso projeto, pois tendo ambos o mesmo pe- faltando uma parte triangular, conforme
rímetro, terão também a mesma área; mostra a figura.
Filho 1: Devemos comprar o Lote 2, pois é o
único que tem área suficiente para a execu-
ção do projeto;
Filho 2: Devemos comprar o Lote 1, pois
como os dois lotes possuem lados de mesma
medida, terão também a mesma área, porém
o Lote 1 é mais barato;
Corretor: Vocês devem comprar o Lote 2, pois
é o que tem menor custo por metro quadrado.
A pessoa que argumentou corretamente para
a compra do terreno foi o(a):
a) pai. Para recompor a peça, ele precisou refazer
b) mãe. a parte triangular que faltava e, para isso,
c) filho 1. anotou as medidas dos ângulos x = EÂD,
d) filho 2. y = EDA e z = AÊD do triângulo ADE.
e) corretor.
238
As medidas x,y e z, em graus, desses ângulos médios de arestas da caixa. Um esboço da
são, respectivamente, sua obra pode ser visto na figura.
a) 18,18 e 108.
b) 24,48 e 108.
c) 36,36 e 108.
d) 54,54 e 72.
e) 60,60 e 60.

2
2. (Enem) Um marceneiro está construindo um
material didático que corresponde ao encai-
xe de peças de madeira com 10 cm de altura
e formas geométricas variadas, num bloco
de madeira em que cada peça se posicione
na perfuração com seu formato correspon-
dente, conforme ilustra a figura. O bloco de
madeira já possui três perfurações prontas Considerando as diagonais do hexágono,
de bases distintas: uma quadrada (Q), de distintas de IK quantas têm o mesmo
lado 4 cm, uma retangular (R), com base comprimento de IK?
3 cm e altura 4 cm e uma em forma de um a) 1.
triângulo equilátero (T), de lado 6,8 cm. Fal- b) 2.
ta realizar uma perfuração de base circular c) 4.
(C). O marceneiro não quer que as outras pe- d) 8.
ças caibam na perfuração circular e nem que e) 9.
a peça de base circular caiba nas demais per-
furações e, para isso, escolherá o diâmetro do
2
4. (Enem) Um ciclista A usou uma bicicleta com
círculo que atenda a tais condições. Procurou
rodas com diâmetros medindo 60 cm e per-
em suas ferramentas uma serra copo (broca
correu, com ela, 10 km. Um ciclista B usou
com formato circular) para perfurar a base
outra bicicleta com rodas cujos diâmetros
em madeira, encontrando cinco exemplares,
mediam 40 cm e percorreu, com ela, 5 km.
com diferentes medidas de diâmetros, como
Considere 3,14 como aproximação para π.
segue: (I) 3,8 cm; (II) 4,7 cm; (III) 5,6 cm;
A relação entre o número de voltas efetuadas
(IV) 7,2 cm e (V) 9,4 cm.
pelas rodas da bicicleta do ciclista A e o
número de voltas efetuadas pelas rodas da
bicicleta do ciclista B é dada por:
a) 1/2.
b) 2/3.
c) 3/4.
d) 4/3.
e) 3/2.

2
5. (Enem) Tradicionalmente uma pizza média
de formato circular tem diâmetro de 30 cm e
é dividida em 8 fatias iguais (mesma área).
Considere 1,4 e 1,7 como aproximações para​ Uma família, ao se reunir para o jantar, fará
2 ​ e d​ XX
dXX 3 ​ respectivamente. uma pizza de formato circular e pretende
Para que seja atingido o seu objetivo, qual dividi-la em 10 fatias também iguais. En-
dos exemplares de serra copo o marceneiro tretanto, eles desejam que cada fatia dessa
deverá escolher? pizza tenha o mesmo tamanho (mesma área)
a) I. de cada fatia da pizza média quando dividi-
b) II. da em 8 fatias iguais.
c) III. Qual o valor mais próximo do raio com que
d) IV. deve ser feita a pizza, em centímetro, para
e) V. que eles consigam dividi-la da forma preten-
dida?
2
3. (Enem) Um artista utilizou uma caixa cúbica Use 2,2 como aproximação para ​dXX5 ​. 
transparente para a confecção de sua obra, a) 15,00.
que consistiu em construir um polígono b) 16,50.
IMNKPQ no formato de um hexágono regu- c) 18,75.
lar, disposto no interior da caixa. Os vérti- d) 33,00.
ces desse polígono estão situados em pontos e) 37,50.

239
2
6. (Enem) Um grupo de escoteiros mirins, 2
7. (Enem) Um lapidador recebeu de um joalhei-
numa atividade no parque da cidade onde ro a encomenda para trabalhar em uma pedra
moram, montou uma barraca conforme a preciosa cujo formato é o de uma pirâmide,
foto da Figura 1. A Figura 2 mostra o esque- conforme ilustra a Figura 1. Para tanto, o la-
ma da estrutura dessa barraca, em forma de pidador fará quatro cortes de formatos iguais
um prisma reto, em que foram usadas hastes nos cantos da base. Os cantos retirados corres-
metálicas. pondem a pequenas pirâmides, nos vértices P,
Q, R e S, ao longo dos segmentos tracejados,
ilustrados na Figura 2.

Depois de efetuados os cortes, o lapidador


obteve, a partir da pedra maior, uma joia
poliédrica cujos números de faces, arestas e
vértices são, respectivamente, iguais a:
a) 9, 20 e 13.
b) 3, 24 e 13.
Após a armação das hastes, um dos escotei- c) 7, 15 e 12.
ros observou um inseto deslocar-se sobre d) 10, 16 e 5.
elas, partindo do vértice A em direção ao e) 11, 16 e 5.
vértice B, deste em direção ao vértice E e,
finalmente, fez o trajeto do vértice E ao C. 2
8. (Enem) Um petroleiro possui reservatório
Considere que todos esses deslocamentos fo- em formato de um paralelepípedo retangular
ram feitos pelo caminho de menor distância com as dimensões dadas por 60 m x 10 m de
entre os pontos. base e 10 m de altura. Com o objetivo de mi-
A projeção do deslocamento do inseto no nimizar o impacto ambiental de um eventual
plano que contém a base ABCD é dada por: vazamento, esse reservatório é subdividido
a) em três compartimentos, A, B e C, de mesmo
volume, por duas placas de aço retangulares
com dimensões de 7 m de altura e 10 m de
base, de modo que os compartimentos são
b) interligados, conforme a figura. Assim, caso
haja rompimento no casco do reservatório,
apenas uma parte de sua carga vazará.

c)

d)
Suponha que ocorra um desastre quando o
petroleiro se encontra com sua carga máxi-
ma: ele sofre um acidente que ocasiona um
e) furo no fundo do compartimento C.
Para fins de cálculo, considere desprezíveis
as espessuras das placas divisórias.

240
Após o fim do vazamento, o volume de petróleo derramado terá sido de:
a) 1,4 × 103 m3
b) 1,8 × 103 m3
c) 2,0 × 103 m3
d) 3,2 × 103 m3
e) 6,0 × 103 m3

2
9. (Enem) A cobertura de uma tenda de lona tem formato de uma pirâmide de base quadrada e é
formada usando quatro triângulos isósceles de base y. A sustentação da cobertura é feita por uma
haste de medida x. Para saber quanto de lona deve ser comprado, deve-se calcular a área da super-
fície da cobertura da tenda.

A área da superfície da cobertura da tenda, em função de y e x, é dada pela expressão:

y2
a) 2y x2 +
4

y2
b) 2y x2 +
2

c) 4y x 2 + y 2
2
d) 4 x 2 + y
4
y2
e) 4 x 2 +
2

3
0. (Enem) Na figura estão representadas, em um plano cartesiano, duas circunferências: C1 (de raio 3 e
centro O1) e C2 (de raio 1 e centro O2) tangentes entre si, e uma reta t tangente às duas circunferências
nos pontos P e Q.

Nessas condições,
__ __ a equação da reta t é:
a) y = - √ ​ 3 ​ x + 3​√ 3 ​. 
__
√ __
​ ​ 3 ​ ​   x + 3​√3 ​. 
b) y = - ___
3
c) y = –x + 4.
2 ​  x + 4.
d) y = –​ __
3
4 ​  x + 4.
e) y = –​ __
5
241
3
1. (Enem) Para uma feira de ciências, dois projéteis de foguetes, A e B estão sendo construídos para
serem lançados. O planejamento é que eles sejam lançados juntos, com o objetivo de o projétil B
interceptar o A quando esse alcançar sua altura máxima. Para que isso aconteça, um dos projéteis
descreverá uma trajetória parabólica, enquanto o outro irá descrever uma trajetória supostamente
retilínea. O gráfico mostra as alturas alcançadas por esses projéteis em função do tempo, nas si-
mulações realizadas.

Com base nessas simulações, observou-se que a trajetória do projétil B deveria ser alterada para
que o objetivo fosse alcançado.
Para alcançar o objetivo, o coeficiente angular da reta que representa a trajetória de B deverá:
a) diminuir em 2 unidades.
b) diminuir em 4 unidades.
c) aumentar em 2 unidades.
d) aumentar em 4 unidades.
e) aumentar em 8 unidades.

3
2. (Enem) Pretende-se construir um mosaico com o formato de um triângulo retângulo, dispondo-se
de três peças, sendo duas delas triângulos congruentes e a terceira um triângulo isósceles. A figura
apresenta cinco mosaicos formados por três peças.

Na figura, o mosaico que tem as características daquele que se pretende construir é o


a) 1.
b) 2.
c) 3.
d) 4.
e) 5

242
3
3. (Enem) No projeto de arborização de uma d)
praça está prevista a construção de um can-
teiro circular. Esse canteiro será constituído
de uma área central e de uma faixa circular
ao seu redor, conforme ilustra a figura.

e)

3
5. (Enem PPL 2017) Uma lagartixa está no in-
terior de um quarto e começa a se deslocar.
Esse quarto, apresentando o formato de um
Deseja-se que a área central seja igual à área paralelepípedo retangular, é representado
da faixa circular sombreada. pela figura.
A relação entre os raios do canteiro (R) e da
área central (r) deverá ser:
a) R = 2r__
b) R = r​√2 ​ 
c) R = r2 +2r/2
d) R = r2 + 2r
e) R = 3/2 r

3
4. (Enem) Uma empresa necessita colorir parte
de suas embalagens, com formato de caixas A lagartixa parte do ponto B e vai até o pon-
cúbicas, para que possa colocar produtos di- to A. A seguir, de A ela se desloca, pela pa-
ferentes em caixas distintas pela cor, uti- rede, até o ponto M, que é o ponto médio
lizando para isso um recipiente com tinta, do segmento EF. Finalmente, pelo teto, ela
conforme Figura 1. Nesse recipiente, mergu- vai do ponto M até o ponto H. Considere que
lhou-se um cubo branco, tal como se ilustra todos esses deslocamentos foram feitos pelo
na Figura 2. Desta forma, a parte do cubo caminho de menor distância entre os respec-
que ficou submersa adquiriu a cor da tinta. tivos pontos envolvidos.
A projeção ortogonal desses deslocamentos
no plano que contém o chão do quarto é dado
por:
a)

b)

Qual é a planificação desse cubo após sub-


merso?
a)
c)

b)
d)

c) e)

243
3
6. (Enem PPL 2017) Uma pessoa pede informa- 3
7. (Enem) O globo da morte é uma atração
ção na recepção de um prédio comercial de muito usada em circos. Ele consiste em uma
como chegar a uma sala, e recebe as seguin- espécie de jaula em forma de uma superfí-
tes instruções: suba a escada em forma de U cie esférica feita de aço, onde motoqueiros
à frente, ao final dela vire à esquerda, siga andam com suas motos por dentro. A seguir,
tem-se, na Figura 1, uma foto de um globo
um pouco à frente e em seguida vire à direi-
da morte e, na Figura 2, uma esfera que ilus-
ta e siga pelo corredor. Ao final do corredor, tra um globo da morte.
vire à direita.
Uma possível projeção vertical dessa
trajetória no plano da base do prédio é:
a)

Na Figura 2, o ponto A está no plano do


b) chão onde está colocado o globo da morte e
o segmento AB passa pelo centro da esfera e
é perpendicular ao plano do chão. Suponha
que há um foco de luz direcionado para o
chão colocado no ponto B e que um moto-
queiro faça um trajeto dentro da esfera, per-
correndo uma circunferência que passa pelos
pontos A e B.
Disponível em: www.baixaki.com.
br. Acesso em: 29 fev. 2012.
c) A imagem do trajeto feito pelo motoqueiro
no plano do chão é melhor representada por
a)

b)
d)

c)

e)
d)

e)

244
3
8. (Enem) Uma empresa farmacêutica produz uma vazão de 400 m3/s. O cálculo da vazão V
medicamentos em pílulas, cada uma na for- (em m3/s) é dado pelo produto entre a área
ma de um cilindro com uma semiesfera com por onde passa a água (em m2) e a velocida-
o mesmo raio do cilindro em cada uma de de da água (em m/s).
suas extremidades. Essas pílulas são molda- Supondo que a velocidade da água não se al-
das por uma máquina programada para que terou, qual era a vazão máxima nas galerias
os cilindros tenham sempre 10 mm de com-
antes das reformas?
primento, adequando o raio de acordo com o
a) 25 m3/s
volume desejado.
Um medicamento é produzido em pílulas b) 50 m3/s
com 5 mm de raio. Para facilitar a degluti- c) 100 m3/s
ção, deseja-se produzir esse medicamento d) 200 m3/s
diminuindo o raio para 4 mm, e, por conse- e) 300 m3/s
quência, seu volume. Isso exige a reprogra-
mação da máquina que produz essas pílulas. 4
1. (Enem) O banheiro de uma escola pública,
Use 3 como valor aproximado para π. com paredes e piso em formato retangular,
A redução do volume da pílula, em milíme- medindo 5 metros de largura, 4 metros de
tros cúbicos, após a reprogramação da má- comprimento e 3 metros de altura, precisa
quina, será igual a de revestimento no piso e nas paredes in-
a) 168. ternas, excluindo a área da porta, que mede
b) 304. 1 metro de largura por 2 metros de altura.
c) 306. Após uma tomada de preços com cinco for-
d) 378.
necedores, foram verificadas as seguintes
e) 514.
combinações de azulejos para as paredes e
de lajotas para o piso, com os preços dados
3
9. (Enem 2017) Uma família possui um terre-
em reais por metro quadrado, conforme a
no retangular com 18 metros de largura e
24 metros de comprimento. Foi necessário tabela.
demarcar nesse terreno dois outros iguais, Fornecedor Azulejo (R$/m2) Lajota (R$/m2)
na forma de triângulos isósceles, sendo que
A 31,00 31,00
um deles será para o filho e o outro para os
pais. Além disso, foi demarcada uma área de B 33,00 30,00
passeio entre os dois novos terrenos para o C 29,00 39,00
livre acesso das pessoas. D 30,00 33,00
Os terrenos e a área de passeio são represen- E 40,00 29,00
tados na figura.
Desejando-se efetuar a menor despesa total,
deverá ser escolhido o fornecedor
a) A.
b) B.
c) C.
d) D.
e) E.

A área de passeio calculada pela família, em 4


2. (Enem) Uma família fez uma festa de aniver-
metro quadrado, é de sário e enfeitou o local da festa com bandei-
a) 108. rinhas de papel. Essas bandeirinhas foram
b) 216. feitas da seguinte maneira: inicialmente,
c) 270. recortaram as folhas de papel em forma de
d) 288.
quadrado, como mostra a Figura 1. Em segui-
e) 324.
da, dobraram as folhas quadradas ao meio
sobrepondo os lados BC e AD de modo que
4
0. (Enem) A prefeitura de uma cidade detectou
C e D coincidam, e o mesmo ocorra com A e
que as galerias pluviais, que possuem seção
transversal na forma de um quadrado de lado B, conforme ilustrado na Figura 2. Marcaram
2 m, são insuficientes para comportar o es- os pontos médios O e N, dos lados FG e AF,
coamento da água em caso de enchentes. Por respectivamente, e o ponto M do lado AD, de
essa razão, essas galerias foram reformadas modo que AM seja igual a um quarto de AD.
e passaram a ter seções quadradas de lado A seguir, fizeram cortes sobre as linhas pon-
igual ao dobro das anteriores, permitindo tilhadas ao longo da folha dobrada.

245
4
3. (Enem) Uma criança deseja criar triângulos
utilizando palitos de fósforo de mesmo com-
primento. Cada triângulo será construído com
exatamente palitos e pelo menos um dos la-
dos do triângulo deve ter o comprimento de
exatamente palitos. A figura ilustra um triân-
gulo construído com essas características.

Após os cortes, a folha e aberta e a bandeiri-


nha esta pronta.
A figura que representa a forma da bandei-
rinha pronta é
a)

A quantidade máxima de triângulos não con-


gruentes dois a dois que podem ser constru-
ídos é
a) 3.
b) 5.
b) c) 6.
d) 8.
e) 10.

4
4. (Enem) Para uma alimentação saudável, re-
comenda-se ingerir, em relação ao total de
calorias diárias,de carboidratos,de proteínas
ede gorduras. Uma nutricionista, para me-
c) lhorar a visualização dessas porcentagens,
quer dispor esses dados em um polígono.
Ela pode fazer isso em um triângulo equi-
látero, um losango, um pentágono regular,
um hexágono regular ou um octógono regu-
lar, desde que o polígono seja dividido em
regiões cujas áreas sejam proporcionais às
porcentagens mencionadas. Ela desenhou as
d) seguintes figuras:

e)

246
Entre esses polígonos, o único que satisfaz
as condições necessárias para representar a
ingestão correta de diferentes tipos de ali-
mentos é o
a) triângulo.
b) losango.
c) pentágono.
d) hexágono.
e) octógono.

Gabarito
1
. E 2. C 3. C 4. E 5. B
6. E 7. A 8. D 9. E 10. E

11. A 12. B 13. E 14. C 15. A

16. E 17. C 18. A 19. C 20. B

21. C 22. B 23. B 24. D 25. B


2
6. E 2
7. A 28. D 2
9. A 30. B
3
1. C 3
2. B 3
3. B 3
4. C 35. B
3
6. B 3
7. E 3
8. E 3
9. A 40. C
4
1. D 4
2. E 4
3. A 4
4. C

247