Você está na página 1de 21

“Deus quer de mim vida pura: fugindo da

imoralidade sexual; aprendendo a dar digni-


dade ao meu corpo; e não sendo dominado
pelo desejo. Deus espera de mim dedicação
radical.”
(1 Tessalonicenses 4.3,4)
Mente Pura
Do seu conceito a respeito de Deus ou do que você
considera que Ele pensa sobre sexo depende sua moral
e seu comportamento.
Até Deus pensou em sexo!
Coloque-me como um selo sobre o seu coração; como
um selo sobre o seu braço; pois o amor é tão forte
quanto a morte, e o ciúme é tão inflexível quanto a
sepultura. Suas brasas são fogo ardente, são labaredas
do Senhor. Ct 8.6
Sexo é uma aliança, uma promessa, um pacto indis-
solúvel de amor entre um homem e uma mulher. Um
selo que une duas histórias, duas vidas, dois destinos.
Você fez disparar o meu coração, minha irmã, minha
noiva; fez disparar o meu coração com um simples
olhar, com uma simples jóia dos seus colares. Ct 4.9
Trocamos a versão de Deus por uma mais barata, mais
fútil...
Dados estatísticos:
Todos os anos são lançados milhares de filmes
pornográficos contra apenas algumas centenas de
películas de outros gêneros... O mesmo acontece
em relação a sites da internet

Dos milhares de sites de pornografia infantil (pedo-


filia), que estão no ar, cerca de 40% são de origem
norte-americana.

Os norte-americanos gastam, anualmente, 14 bi-


lhões de dólares com pornografia. Mais do que as
ligas de beisebol, futebol americano e basquete,
juntas

85% dos jovens até 19 anos já transaram. Deste to-


tal, 60% são jovens crentes
Um a cada quatro bebês que nascem no Brasil são
3
de mães com idade entre 10 e 19 anos
80% das mães com menos de 18 anos criarão seus
filhos em situação de pobreza absoluta (pessoas
que ganham menos de 1 dólar por dia, segundo a
Unicef)
3.75 milhões de jovens são infectados, todos os
anos, por uma das 60 DSTs (Doença Sexualmente
Transmissível).
Mulheres que dormiram com mais de 3 homens,
têm 15 vezes mais chances de ter câncer cervical.
65 milhões de americanos (equivalente à quase
metade da população brasileira) já foram afetados
por pelo menos uma DST.
A maioria dos 1.5 milhão de abortos por ano é feita
por pessoas solteiras.
Para Deus, o amor é um compromisso de zelar pelo
bem estar do outro, de forma incondicional e perma-
nente.
O que nos dá o direito de ter uma relação íntima com
alguém é o compromisso voluntário, público e aben-
çoado por Deus e pelos homens de uma aliança de
amor.
Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá
à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne. Gn 2.24
Vocês não sabem que aquele que se une a uma prosti-
tuta é um corpo com ela? Pois, como está escrito: “Os
dois serão uma só carne”. Mas aquele que se une ao
Senhor é um espírito com ele. Fujam da imoralidade
sexual. Todos os outros pecados que alguém comete,
fora do corpo os comete; mas quem peca sexual-
mente, peca contra o seu próprio corpo.
1 Co 6.16-18
O princípio é:
casamento, com total fidelidade ao cônjuge,
4
ou total abstinência.
Mas, se não conseguem controlar-se, devem casar-se, pois
é melhor casar-se do que ficar ardendo de desejo. 1 Co 7.9
Casamento ou abstinência.
Precisamos pensar na sexualidade que vai além dos nossos
desejos.
Somos influenciados pela cultura.
O nosso desejo determina quão próximos (ou afastados)
podemos ficar do espírito.
Do ponto de vista cultural, tabu é uma “instituição religiosa
ou mágica que atribui a uma pessoa ou coisa caráter sa-
grado, interdizendo qualquer contato com ela”.
O sexo foi designado, pelo Criador, para selo de amor indis-
solúvel entre um homem e uma mulher.
Virgindade: virtude ou vergonha?
Conceito da cultura bíblica: virgindade é uma porta fecha-
da; um véu; um selo inviolável (que não deve ser mostrado;
ter a sua beleza vulgarizada).
Todo homem gostaria de ser o primeiro na vida de uma mu-
lher. Toda mulher gostaria de ser a última na vida de um
homem.
Tudo começa na mente
Nosso desafio não começa na genitália e, sim, na mente.
Em quem você vai acreditar?
O melhor da relação sexual, em nossas vidas, só com a úni-
ca pessoa que Deus reservou pra cada um de nós!
Pode haver sessenta rainhas, e oitenta concubinas, e um
número sem fim de virgens, mas ela é única, a minha pom-
ba, minha mulher ideal! Ela é a filha favorita de sua mãe, a
predileta daquela que a deu à luz. Quando outras jovens a
vêem, dizem que ela é muito feliz; as rainhas e as concubi-
nas a elogiam. Ct 6.8-9
5
Mente pura
Desejo puro
Espírito puro
Corpo puro
Aliança pura
Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vi-
vendo de acordo com a tua palavra. Sl 119.9
Portanto, irmãos, rogo-lhes pelas misericórdias de
Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e
agradável a Deus; este é o culto racional de vocês.
Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas trans-
formem-se pela renovação da sua mente, para que
sejam capazes de experimentar e comprovar a boa,
agradável e perfeita vontade de Deus. Rm 12.1-2
“Deus quer de mim vida pura: fugindo da imoralidade
sexual; aprendendo a dar dignidade ao meu corpo;
e não sendo do-minado pelo desejo. Deus espera de
mim dedicação radical.”
Recicle seus valores. Atitude 434.
Sexo
www.atitude434.com

6
Desejo Puro
Com a minha vida...
… Não faço jogo.
O Criador nos criou com desejos.
De todas as sensações que Deus nos deu, existe uma que é
maior, melhor e mais forte: o êxtase sexual.
O problema é quando o desejo passa a tomar conta da nossa
vida.
Tornar-se um tirano que exige satisfação inquestionável e
imediata.
A verdade é que, em nossa cultura atual, tudo gira em torno
do prazer.
Estamos bem no meio de fortes influências que nos mantêm
totalmente hipnotizados.
Todas as inciativas são regidas para alimentar a tirania do
prazer sobre nós.
Quem vocês acham que têm mais desejo? Homens ou mu-
lheres?
Rapazes são tentados pelo prazer que a luxúria oferece.
Moças são tentadas pelo poder que a luxúria oferece.

Os homens são atraídos pela pornografia porque mostra mu-


lheres sempre acessíveis

O que é mais fácil?

Para o homem, a luxúria oferece o prazer sem a difícil tare-


fa de desenvolver intimidade.

Homens são tentados a “consumir” pornografia

Pornografia gera mais pornografia.

Sexualidade masculina:

7
O desejo está mais arraigado ao prazer.

É estimulada pelo visual.

É excitada pela conquista.

O problema está na corrupção do desejo!

Para a mente feminina, o que acontece naturalmente


é o desejo de intimidade.

As mulheres dão sexo para receber amor, enquanto os


homens dão amor para receber sexo.

Para a mulher a luxúria oferece o poder de alcançar o


que mais anseiam (intimidade)

Mulheres são tentadas a “produzir” pornografia.

A raiz da luta da mulher com a pornografia é que ela


deseja dominar.

Sexualidade feminina:
O desejo está mais arraigado aos anseios emocio-
nais (valorização, amor, aceitação, intimidade).

É estimulada pelo toque e pelas palavras.

É estimulada/excitada por se sentir desejada.

O problema está na corrupção do desejo!


Não há nada de errado com a sedução, mas com o alvo
da sedução.
A luxúria busca usar o que conhecemos sobre a
“fraqueza” do sexo oposto para manipulá-lo.
Nós devemos nos estimular mutuamente à santidade
Masturbar: “Provocar com a mão ou com objetos ad-
equados o prazer sexual em si ou em outra pessoa”.
A origem da palavra masturbação (“masturbare”) é
uma combinação de duas outras palavras: “manus”
8
(mão) “stuprare” (desonrar, profranar).
O problema é se tornar viciado em si mesmo.
É um erro fazer da masturbação a medida de nosso relacio-
namento com Deus.
A luxúria não está nos membros, mas no coração.
E Deus é apaixonadamente preocupado com nosso coração.
Ações lascivas são apenas sintomas de problemas mais pro-
fundos do coração.
A masturbação é baseada numa perspectiva egoística do
sexo.
O alvo da pornografia e da masturbação é criar um substi-
tuto para a intimidade.
O prazer sexual é algo que se deve receber de outra pessoa
A luxúria nos faz desejar o que não nos pertence.
Não cobiçarás. Êx 20.17
Cada um, porém, é tentado pelo próprio mau desejo, sendo
por este arrastado e seduzido. Tg 1.14
A luxúria será, sempre, o desejo impuro pelo proibido.
Seu alvo é o mero ato de desejar.
Assim, eu lhes digo, e no Senhor insisto, que não vivam
mais como os gentios, que vivem na inutilidade dos seus
pensa-mentos. Eles estão obscurecidos no entendimento e
separados da vida de Deus por causa da ignorância em que
estão, devido ao endurecimento do seu coração. Tendo per-
dido toda a sensibilidade, eles se entregaram à depravação,
cometendo com avidez toda espécie de impureza. Todavia,
não foi isso que vocês aprenderam de Cristo. Ef 4.17-20
Como lidar com o desejo?
1. Libere geral! Este é o caminho da cultura

2. Anule geral. Esta é a resposta da religião

9
3. Resgate o desejo. Este é o caminho de Deus

Sugestões:

1. Dê à Palavra de Deus sua devida importância

Acima de tudo, guarde o seu coração pois dele de-


pende toda a sua vida. Pv 4.23

Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vi-


vendo de acordo com a tua palavra. Eu te busco de
todo o coração; não permitas que eu me desvie dos
teus mandamentos. Guardei no coração a tua palavra
para não pecar contra ti. Sl 119.9-11

Pois a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada


que qualquer espada de dois gumes; ela penetra até o
ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e
julga os pensa-mentos e intenções do coração. Nada,
em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo
está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a
quem havemos de prestar contas. Hb 4.12,13

Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para


o que a carne deseja; mas quem vive de acordo com
o Espírito, tem a mente voltada para o que o Espírito
deseja. Rm 8.5

Ao contrário, revistam-se do Senhor Jesus Cristo, e


não fiquem premeditando como satisfazer os desejos
da carne. Rm 13.14

Assim, façam morrer tudo o que pertence à nature-


za terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza,
paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria. É
por causa dessas coisas que vem a ira de Deus sobre os
que vivem na desobediência. Cl 3.5,6
Fujam da imoralidade sexual. Todos os outros pecados
que alguém comete, fora do corpo os comete; mas
10
quem peca sexualmente, peca contra o seu próprio corpo.
1ª Co 6.18
Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém ama o
mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no
mundo – a cobiça da carne a cobiça dos olhos e a ostentação
dos bens - não provém do Pai, mas do mundo. O mundo e a
sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus
permanece para sempre. 1ª Jo 2.15-17
2. Deixe de ser valente: Fuja da tentação!
Não existe consagração que resista à tentação.
Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça,
a fé, o amor e a paz, com aqueles que, de coração puro,
invocam o Senhor. 2ª Tm 2.22
Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao Diabo, e ele
fugirá de vocês. Tg 4.7
O pecado é a insatisfação com Deus.
Toda experiência de prazer desta vida é apenas um indício
do que Deus tem pra nós.
E isto acontecerá na medida em que centrarmos em Deus
nossa satisfação e nosso prazer.
“Deus quer de mim vida pura: fugindo da imoralidade se-
xual; aprendendo a dar dignidade ao meu corpo; e não sen-
do dominado pelo desejo. Deus espera de mim dedicação
radical.”
Recicle seus valores. Atitude 434.
Sexo
www.atitude434.com

11
Espírito Puro
Sexo é espiritual e não apenas biológico.
Sexo = sabor + satisfação
Homem: prazer + intimidade
Mulher: intimidade + prazer
Muito mais que desejos, todos nós temos profundos
anseios em nosso ser.
Ansiamos por algo mais profundo. Nossa carência é
espiritual.
Casamento por interesse sexual é prostituição lega-
lizada.
Nós não temos noção da desgraça que paira sobre o
universo que deu as costas para Deus.
Muitos de nós acabamos desenvolvendo, sem nem
mesmo ter consciência, uma profunda dependência
de amor e sexo para compensar as profundas dores
da alma.
uma necessidade compulsiva por sexo;

uma extrema dependência de atenção, amor e cui-


dado por uma ou várias pessoas.

uma preocupação crônica com romance, flerte,


sedução ou fantasia;

um padrão obsessivo-compulsivo (sexual/emocio-


nal) por relacionamentos errados/destrutivos.

“Existe um vazio dentro do ser humano do tamanho de


Deus”. (Blaise Pascal)
Temos um histórico de culto à luxúria. Não vamos con-
seguir nos livrar tão facilmente.
Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza
12
terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão,
desejos maus e a ganância, que é idolatria. (Cl 3.5 Bíblia
NVI)
Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição,
impureza, paixão lasciva, desejo maligno, e a avareza, que
é idolatria. (Cl 3.5 Bíblia Vida Nova)
Portanto, matem os desejos deste mundo que agem em
vocês, isto é, a imoralidade sexual, a indecência, as paixões
más, os maus desejos e a cobiça, porque a cobiça é um tipo
de idolatria. (Cl 3.5 Bíblia NTLH; edição para jovens)
Mortificai pois os vossos membros, que estão sobre a terra:
a prostituição, a impureza, o apetite desordenado, a vil
concupiscência, e a avareza, que é idolatria. (Cl 3.5 Bíblia
JFA; revista e atualizada)
Portanto, fora com as coisas pecaminosas e terrenas; aba-
fem os desejos malignos que estão à espreita dentro de
vocês; não se metam em pecado sexual, impureza, imorali-
dade e desejos vergonhosos; não adorem as coisas boas de-
sta vida, pois isso é idolatria. (Cl 3.5 Bíblia Viva)
O termo idolatria, vem do latim “idios” (eu mesmo) + “la-
tria” (culto/servidão).
O problema é que o meu desejo se tornou o meu deus.
Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos
quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem
deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que ago-
ra está atuando nos que vivem na desobediência. Ef 2.1-2
Pois a nossa luta não é contra seres humanos mas contra os
poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo
de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões
celestiais. Ef 6.12
Nos prostituímos servindo a outros deuses, firmando alian-
ças e fazendo promessas.
Cremos na mentira que, se não cedermos aos nossos dese-
jos, morreremos!
13
Desafios:
1. Reconhecer
2. Abandonar
3. Voltar-se para Deus
Porque firmamos alianças e pactos para servir a outros
deu-ses.
A luxúria é nossa deusa. A ela oferecemos nossa ener-
gia, nosso desejo, nosso corpo. E nos tornamos seus
escravos.
Que compromissos eu firmei com os ídolos do prazer
de forma que ainda continuam a me dominar?
Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de
toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o
seu entendimento. Lc 10.27a
Hoje é dia de romper antigos pactos.
Não ofereçam os membros do corpo de vocês ao peca-
do, como instrumentos de injustiça; antes ofereçam-
se a Deus como quem voltou da morte para a vida; e
ofereçam os membros do corpo de vocês a ele, como
instrumentos de justiça. Pois o pecado não os domi-
nará, porque vocês não estão debaixo da Lei, mas de-
baixo da graça. Rm 6.13-14
“Deus quer de mim vida pura: fugindo da imoralidade
sexual; aprendendo a dar dignidade ao meu corpo;
e não sendo do-minado pelo desejo. Deus espera de
mim dedicação radical.”
Recicle seus valores. Atitude 434.
Sexo
www.atitude434.com

14
Corpo Puro
Pureza sexual é fruto do Espírito; não algo que possamos
fa-zer.
O Atitude 434 está fadado ao completo fracasso se ficar
restrito ao calor de uma emoção momentânea.
Carne, nas Escrituras, quer dizer: “princípio espiritual do
mal que habita meu corpo”.
A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do
Espírito é vida e paz; a mentalidade da carne é inimiga de
Deus porque não se submete à Lei de Deus, nem pode fazê-
lo.Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus.
Rm 8.6-8
Onde está o ponto fraco?
Ignoramos o papel do corpo neste processo.
Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor! De modo que,
com a mente, eu próprio sou escravo da Lei de Deus; mas,
com a carne, da lei do pecado. Rm 7.25
Tentar “versus” Treinar
Cultive o hábito de treinar.
Por isso digo: Vivam pelo Espírito, e de modo nenhum
satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o que
é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à
carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que
vocês não fazem o que desejam. Mas, se vocês são guiados
pelo Espírito, não estão debaixo da Lei. Ora, as obras da
carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e liber-
tinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira,
egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias
e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os ad-
verti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o
Reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é amor, alegria,
paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade,
mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não
há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificar-
am a carne, com as suas paixões e os seus desejos.
Gl 5.16-24
15
Oração: alinha meu coração
Palavra de Deus: purifica minha mente
Jejum: doutrina meus desejos
Serviço: me torna humilde (o solteiro cuida das coisas
do Senhor)
Mentores: quebra independência e disciplina o cora-
ção
Somos autônomos, individualistas, arrogantes, não en-
sináveis
Primeiro passo para a queda: caminhar sozinho na luta
pela pureza sexual.
1. Verbalizar publicamente o compromisso com a
pureza
2. Praticar as disciplinas espirituais clássicas: oração/
bíblia/jejum/serviço
3. Prestar contas a um mentor espiritual: confrontar
seu coração
4. Influenciar outros à pureza sexual: mídia/influen-
ciar outros/testemunhar
Ora, assim como o corpo é uma unidade, embora tenha
muitos membros, e todos os membros, mesmo sendo
muitos, formam um só corpo, assim também com re-
speito a Cristo. Pois em um só corpo todos nós fomos
batizados em um único Espírito (...) E a todos nós foi
dado beber de um único Espírito. O corpo não é feito
de um só membro, mas de muitos. (...) Assim, há mui-
tos membros, mas um só corpo. (...) Ora, vocês são o
corpo de Cristo, e cada um de vocês, individualmente,
é membro desse corpo. 1 Co 12.12-14;20;27
1. Força
2. Autoridade
Vocês não sabem que os seus corpos são membros de
Cristo? Tomarei eu os membros de Cristo e os unirei a
uma prostituta? De maneira nenhuma! Vocês não sa-
bem que aquele que se une a uma prostituta é um
corpo com ela? Pois, como está escrito: “Os dois serão
uma só carne”. Mas aquele que se une ao Senhor é
16
um espírito com ele. Fujam da imoralidade sexual. Todos
os outros pecados que alguém comete, fora do corpo os
comete; mas quem peca sexualmente, peca contra o seu
próprio corpo. Acaso não sabem que o corpo de vocês é
santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes
foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos? Vocês
foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a
Deus com o seu próprio corpo. 1 Co 6.15-20
3. Reino
4. Proclamação
Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação
santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas
daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa
luz. 1 Pe 2.9
5. Unidade
As armas do Diabo são:
1. Isolar as pessoas: Isolados somos presas fáceis.
2. Enfraquecer os elos: enfraquecer sua vida/fé/pacto.
3. Gerar conflitos: não gosto desse/não vou com a cara
daquele/não vou perdoar.
Tomando o pão, deu graças, partiu-o e o deu aos discípulos,
dizendo: “Isto é o meu corpo dado em favor de vocês; fa-
çam isto em memória de mim”. Da mesma forma, depois da
ceia, tomou o cálice, dizendo: “Este cálice é a nova aliança
no meu sangue, derramado em favor de vocês”. Lc 22.19,20
“Deus quer de mim vida pura: fugindo da imoralidade se-
xual; aprendendo a dar dignidade ao meu corpo; e não sen-
do dominado pelo desejo. Deus espera de mim dedicação
radical.”
Recicle seus valores. Atitude 434.
Sexo
www.atitude434.com

17
Aliança Pura
O que é Atitude 434?

O Atitude 434 é um movimento que defende a PUREZA


SEXUAL, conforme a vontade de Deus nas Escrituras,
selado publicamente pelo uso da Aliança de Prata.
Um pacto com Deus e com Sua Igreja de, diariamente,
fugir da imoralidade sexual, dar dignidade ao corpo e
não ser dominado pelo desejo.

Por que 434?

“Deus quer de mim vida pura: fugindo da imoralidade


se-xual; aprendendo a dar dignidade ao meu corpo; e
não sendo dominado pelo desejo. Deus espera de mim
dedicação radical.” 1 Ts 4.3-4 (tradução livre)

Aliança:

ato ou efeito de aliar;

coligação entre indivíduos para a obtenção de certos


fins.

Cl 1.15-20

Suficiente: Que basta ou é bastante; que satisfaz.

Somente um relacionamento pessoal, transparente e


cons-tante com Cristo vai me preencher por completo.

...não será por necessidade e, sim, por desobediência.

Gaste mais tempo se enchendo de santidade do que


tentando não pecar.

O que tem sido suficiente para você?


Satanás é mestre em provocar esta sensação de vazio.
A sensação de que está faltando algo tem levado
18
solteiros e casados a buscarem prazer através de práticas
sexuais contrárias à vontade de Deus.
A única forma de andar na moda divina é sendo original.
E ser original é resgatar os valores originais da verdade que
nunca muda: “Sejam santos!”
1 Pe 1.16
1 Ts 4.7
Qual tem sido a sua fruta proibida?
Mas Cristo é tudo e está em todos. Cl 3.11b
Somos do tipo que busca mais evidências da bondade de
Deus no que não temos ou não somos, do que no que já
temos ou somos.
Vivemos mais em busca de possuir do que de usufruir do
que já possuímos.
Portanto, não permitam que o pecado continue dominando
os seus corpos mortais, fazendo que vocês obedeçam aos
seus desejos. Não ofereçam os membros do corpo de vocês
ao pecado, como instrumentos de injustiça; antes ofer-
eçam-se a Deus como quem voltou da morte para a vida; e
ofereçam os membros do corpo de vocês a ele, como instru-
mentos de justiça. Pois o pecado não os dominará, porque
vocês não estão debaixo da Lei, mas debaixo da graça. Rm
6.11-14
Por que uma aliança pública?
Um símbolo físico de uma realidade espiritual

Uma declaração de dependência da Graça

Um marco, um memorial, uma declaração, uma prova.

Um testemunho diante das potestades que fui liberto

Uma declaração de fé que o pecado não tem mais poder


sobre mim.

É uma declaração pública que minha mente, desejo, es-


pírito e corpo pertencem ao Senhor e que vou usá-lo para
adorar a Deus.
19
“Deus quer de mim vida pura: fugindo da imoralidade
se-xual; aprendendo a dar dignidade ao meu corpo; e
não sendo dominado pelo desejo. Deus espera de mim
dedicação radical.”
Recicle seus valores. Atitude 434.
Sexo
www.atitude434.com

20