Você está na página 1de 51

Sistema Complemento

Inflamação: fenômenos vasculares e


migração celular

Prof. Dra. Patricia Xander Batista


Recordando…
Estimula a imunidade
Componentes adaptativa

Imunidade
Inata

Resposta inicial Destruição dos


microorganismos
Imunidade Natural

Componentes

Barreiras Epiteiliais

Fagócitos e Respostas Inflamatórias

Sistema complemento e Proteínas Efetoras Circulantes


Fatores solúveis
Sistema Complemento

Proteínas séricas circulantes, quando ativas, lesam as membranas


dos microrganismos ou facilitam sua depuração.

Ramo humoral da Fatores solúveis


imunidade inata
Sistema Complemento – Funções

• Lise direta

• Opsonização, que promove a fagocitose de antígenos


particulados;

• Ativação das respostas imunes (inflamação, amplificação


ou alteração da resposta imune específica

• Remoção dos complexos imunes da circulação


Sistema Complemento – Funções
Sistema Complemento

Ativação do
complemento

Via clássica Via da lectina

Via alternativa
Sistema Complemento

No processo de ativação do complemento há


proteólise sequencial de proteínas as quais irão
dar origem a complexos enzimáticos com
atividade proteolítica
Via Clássica
Inicia pela ligação da proteína C1 do complemento a anticorpos
da classe IgG ou IgM que se ligaram ao antígeno
Via Clássica

Estrutura de C1

Atividade
enzimática
Via Clássica
C4a
C2a

C2
C4 C3a

C3b

C4b
C2b
C3 C3b
C3 convertase

C5 convertase
C4b2b3b
de via Clássica
Via Alternativa

Inicia pela proteólise de C3 e na ligação estável de


seu produto (C3b) às superfícies microbianas, sem
a presença de anticorpos

Maneira independente de anticorpo de


gerar C5 convertase
Via Alternativa
Via Alternativa Via Alternativa

H2O C3 C3(H2O)

PROPERDINA

Ba C3a

D C3
C3b Bb
C3b C3b Bb C3b

C3b B C5 convertase de
C3 convertase de
Via Alternativa Via Alternativa
Via da Lectina

Ativada independente de anticorpo

Lectina ligadora de manose (MBL) se liga a resíduos de


manose na superfície dos microorganismos. Após a ligação das
serino proteases MASPs a MBL o complexo apresenta a
mesma atividade de C1.
Via da Lectina
Etapas tardias da ativação do
complemento

As C5 convertases geradas ativam os últimos componentes


do complemento que levarão à formação do complexo de
ataque à membrana (MAC).
Formação do MAC
Formação do MAC
Formação do MAC

C5a
C6 C7

C5

C5b C6
C7

C5b,6,7
C5 convertase
Formação do MAC

C5b,6,7

C8
Formação do MAC

C9

C5b,6,7,8

MAC
Funções do complemento
Funções do complemento
Funções do complemento
Funções do complemento
Recordando…
Inflamação: fenômenos vasculares
e migração celular
Inflamação

É uma resposta complexa ao dano local ou


outro trauma que é caracterizada por
RUBOR, CALOR, EDEMA e DOR.
Inflamação
Inflamação

Mediadores da inflamação
Fatores liberados ou produzidos em resposta a um dano tissular.

(1) Quimiocinas

(2) Mediadores das enzimas plasmáticas (sistema das cininas,


sistema de coagulação, sistema fibrinolítico e sistema
complemento)

(3) Mediadores inflamatórios lipídicos


Inflamação

(1) Quimiocinas

• Superfamília de
polipeptídeos;

• Podem controlar:
adesão, quimiotaxia e
ativação de leucócitos;

• São responsáveis pelo


movimento dos leucócitos
nos diversos sítios
tissulares.
Inflamação

(2) Mediadores das enzimas plasmáticas

Sistema Dano
complemento tecidual

Sistema
Sistema das fibrinolítico:
Cininas: plasmina
Bradicinina Sistema de Coagulação:
fibrina/fibrinopeptídeos

↑Permeabilidade vascular
Vasodilatação ↑Permeabilidade vascular
Dor Quimiotaxia neutrófilo
Contração do músculo liso
Inflamação

(3) Mediadores inflamatórios lipídicos


Inflamação

Células endoteliais regulam o movimento dos leucócitos


para os tecidos através da expressão de moléculas de
adesão celular específicas de leucócitos.
Recrutamento de leucócitos para os locais de
infecção

Neutrófilos e monócitos são recrutados do


sangue para os locais de infecção por: (1)
ligação a moléculas de adesão em células
endoteliais; (2) quimioatraentes gerados em
resposta à infecção
Etapas do recrutamento dos leucócitos do sangue

Lesão tecidual

MФ residentes reconhecem
a presença de microrganismos

secretam citocinas
TNF, IL-1 e quimiocinas

endotélio passa a expressar moléculas de adesão


(selectina
selectina,, ligante de integrinas
integrinas,, VCAM
VCAM--1, ICAM
ICAM--1 e proteoglicanos).
proteoglicanos).
Etapas do recrutamento dos leucócitos do sangue
Fluxo Normal dos leucócitos
Ligante para selectina

neutrófilo

Integrina (estado de baixa


afinidade)

endotélio
Inflamação

Selectinas: E e P

endotélio
TNF e IL-1

citocinas macrófagos Infecção


Inflamação

Rolamento

Selectinas: E e P

endotélio
TNF e IL-1

citocinas macrófagos Infecção


Inflamação

(1) aumento da Ativação


afinidade das
integrinas
(2) agregação das
Receptor de quimiocinas
integrinas na
membrana

Selectinas: E e P

quimiocinas Outros quimioatraentes:


endotélio PAF, C3a, C3b
TNF e IL-1

citocinas macrófagos Infecção


Inflamação

Adesão

Moléculas de
adesão da
superfamília das
imunoglobulinas

quimiocinas Outros quimioatraentes:


endotélio PAF, C3a, C3b
TNF e IL-1

citocinas macrófagos Infecção


Inflamação

Aumentam a expressão de ligantes de integrinas pelo


endotélio

TNF
IL-1
↑VCAM-1 (endotélio) – ligante da integrina VLA-4

↑ ICAM-1 (endotélio) – ligante para LFA-1 e Mac-1

Consequência:
Leucócitos se fixam firmemente ao endotélio, o citoesqueleto é
reorganizado e eles se espalham sobre a superfície endotelial
Etapas do recrutamento dos leucócitos do sangue

endotélio
Etapas do recrutamento dos leucócitos do sangue

Migração segundo o gradiente de concentração


dos quimioatraentes
Visão geral da resposta inflamatória aguda
Neutrófilos / Macrófagos / micro-organismos
Pus
Obrigado