Você está na página 1de 55

Aula 05

Noções de Administração p/ (Com videoaulas)


Professor: Carlos Xavier
Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

AULA 05: Gestão de Grupos e Equipes (Noções de


gestão de pessoas. Relações humanas)

Sumário
1. Palavras Iniciais. ........................................................................................................................................ 2
2. Trabalho em equipe. .................................................................................................................................. 3
2.1. Grupos de trabalho. ............................................................................................................................... 3
2.2. Equipes de trabalho. ............................................................................................................................ 10
3. Questões Comentadas. ............................................................................................................................. 18
4. Lista de Questões. .................................................................................................................................... 41
5. Gabarito. .................................................................................................................................................. 54
6. Bibliografia Principal. ............................................................................................................................. 54

73204055124

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 1 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

1. Palavras Iniciais.

Oi meus amigos e amigas!

Hoje estudaremos dois assuntos bem leves: os grupos de trabalho e


as equipes de trabalho como parte do assunto "trabalho em equipe".

Ao final da aula de hoje, trouxe questões de diferentes bancas para


você praticar.

Abraço e bons estudos!

Prof. Carlos Xavier

www.facebook.com/professorcarlosxavier

Periscope: @ProfCarlosXavier

Observação importante:

Este curso é protegido por direitos autorais (copyright), nos termos da


Lei 9.610/98, que altera, atualiza e consolida a legislação sobre
direitos autorais e dá outras providências.

Grupos de rateio e pirataria são clandestinos, violam a lei e prejudicam


os professores que elaboram os cursos. Valorize o trabalho de nossa
equipe adquirindo os cursos honestamente através do site Estratégia
73204055124

Concursos.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 2 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

2. Trabalho em equipe.

Nesta temática a banca pode cobrar muitos assuntos interligando o


conhecimento que você já tem sobre a nossa disciplina com o trabalho em
equipe.

Além disso, a banca pode cobrar o conteúdo teórico já consolidado


sobre o tema. Na verdade, este costuma ser o foco quando se pede este tema
em provas.

Assim, devemos entender, desde o princípio, que grupos e equipes


são coisas distintas: vamos começar estudando mais sobre os grupos de
trabalho, para depois entender as equipes de trabalho!

2.1. Grupos de trabalho.

Um grupo é um conjunto de dois ou mais indivíduos reunidos para


atingir determinado objetivo. Ele se reúne basicamente para realizar a troca de
informações entre os seus membros, de modo que cada um deles possa
desempenhar bem as tarefas que estão sob sua responsabilidade.

É possível classificar os grupos de diferentes maneiras, entre elas,


destacam-se as seguintes: 73204055124

 Grupos formais: são aqueles que são formalmente definidos


na estrutura organizacional, possuindo atribuições específicas e
tarefas a serem realizadas por cada um dos membros do grupo.
Por exemplo, os professores de um determinado pacote de
aulas formam um grupo formal.
 Grupos informais: é resultado de formações naturais que
surgem por conta da interação social entre as pessoas. Eles não

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 3 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

são formalizados pela organização, mas afetam profundamente


o comportamento de seus membros.
 Grupo de comando: é o grupo formal relacionado ao
organograma da organização - envolve um determinado chefe e
seus subordinados. Assim, um gerente de vendas e os cinco
vendedores da gerência formam um grupo de comando.
 Grupo de tarefa: é um grupo formal designado para executar
determinada tarefa. A principal diferença em relação ao grupo
de comando é que o grupo de tarefa ultrapassa as relações de
comando imediato, pois pode exigir a coordenação de
superiores e subordinados em diferentes áreas da organização.
 Grupo de interesse: são grupos que se reúnem por conta de
interesses comuns dos indivíduos que resolvem se juntar. Um
exemplo são os grupos de funcionários que se reúnem para
tentar negociar a remarcação do recesso de final de ano.
 Grupos de amizade: são formados por alianças sociais que
podem ir além do ambiente de trabalho, sendo baseados em
características em comum que os seus membros possuem.

Os grupos possuem certa estrutura interna que possibilita o seu


desempenho. Esta estrutura inclui diferentes variáveis, dentre as quais se
destacam, segundo Robbins (2010):

 Os papéis: os papéis representam os comportamentos


73204055124

esperados de cada pessoa ocupante de uma posição social no


grupo. É como se estivéssemos falando dos papéis
representados pelos atores em um filme: cada um tem seu
personagem, com objetivos e comportamentos próprios. Assim,
uma pessoa no grupo também possui o seu papel. A visão que
o individuo tem sobre o próprio papel é denominada “percepção
do papel” enquanto o que as pessoas esperam dele é chamado
de “expectativas do papel”. Quando uma pessoa exerce mais de

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 4 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

um papel no grupo e eles possuem objetivos conflituosos entre


si, diz-se que há um conflito de papéis.
 As normas: As normas são os padrões de comportamento
tidos como aceitáveis para todos os membros do grupo,
demonstrando como as pessoas devem ou não agir em cada
circunstância.
 O status: trata-se da posição social do indivíduo no grupo. Ele
é determinado pelo poder que um indivíduo exerce sobre os
outros, pela capacidade de contribuição para metas do grupo e
por características pessoais do individuo.
 O tamanho do grupo: trata-se de uma importante variável na
estrutura do grupo, que pode afetá-lo de diferentes maneiras.
Um grupo pequeno tende a ser mais rápido para realizar as
tarefas a ele atribuídas, enquanto um maior tende a demorar
mais. Por outro lado, grupos grandes, com pelo menos 12
membros, tendem a gerar mais ideias para resolver um
problema do que os menores. Deve-se ter em mente também
que nos grupos (e também nas equipes) surge o fenômeno da
“folga social”, que é a tendência das pessoas trabalharem
menos quando estão trabalhando em grupos/equipes do que
quando estão trabalhando sozinhas, já que podem se
"esconder" mais facilmente, dada a menor pressão por
resultados individuais e a diluição de responsabilidades. Assim,
73204055124

quanto mais indivíduos entram no grupo, há uma tendência de


ele produzir mais como um todo, mas a produtividade de cada
pessoa tende a cair!
 A coesão do grupo: trata-se do grau no qual os membros do
grupo são atraídos entre si e motivados para permanecer
unidos como um grupo. Ela afeta a produtividade do grupo de
uma forma interessante. Sobre isso, vejam o que diz Robbins
(2010): “se as normas de desempenho para qualidade e

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 5 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

cooperação com indivíduos de fora do grupo, por exemplo,


forem exigentes, um grupo coeso será mais produtivo do que
um menos coeso. Mas, se a coesão for grande e as normas de
desempenho forem fracas, a produtividade será baixa. Se a
coesão for pequena e as normas estabelecerem níveis elevados,
a produtividade será mais alta, mas menor do que em um
grupo coeso com normas exigentes. Quando tanto a coesão
como as normas de desempenho são fracas, a produtividade
fica entre baixa e moderada”. O mesmo autor continua dizendo
que existem formas de gerar estímulo para uma maior coesão
do grupo e enumera “(1) reduzir o tamanho do grupo; (2)
estimular a concordância sobre os objetivos do grupo; (3)
aumentar o tempo que os membros do grupo passam juntos;
(4) aumentar o status do grupo e a dificuldade percebida para a
admissão nele; (5) estimular a competição com outros grupos;
(6) dar recompensas ao grupo, em vez de recompensar seus
membros individualmente; (7) isolar fisicamente o grupo”.

De outra forma, Hampton (1991) considera que os grupos possuem


três elementos básicos que os constituem:

 Interação: trata-se do comportamento interpessoal, que pode


variar entre cada grupo.

73204055124

Atividade: cada uma das atividades desenvolvidas pelos


indivíduos no grupo são importantes, independentemente de
sua complexidade.
 Sentimento: trata-se dos processos que acontecem dentro das
pessoas, em suas mentes, sendo percebidos através das suas
atividades e interações. Um sorriso, por exemplo, representa
um sentimento bom, enquanto uma postura ameaçadora
representa outro.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 6 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

Como vimos, os grupos podem ser classificados em diferentes tipos e


possuem uma estrutura própria. Além disso, é preciso entender como eles se
desenvolvem.

Um importante modelo sobre o assunto considera que eles passam


por cinco estágios no seu desenvolvimento:

1. Formação: é o estágio no qual os membros ainda estão se


conhecendo e começando a interagir com os comportamentos e
normas aceitáveis. É neste momento que os membros
começam a pensar em si mesmos como partes do grupo.
2. Tormenta/atrito: é o estágio no qual acontecem vários
conflitos no grupo. Os indivíduos já reconhecem a existência do
grupo, mas tendem a resistir às limitações impostas ao seu
comportamento individual. Além disso, é durante a tormenta
que os membros medem força, estabelecendo uma espécie de
hierarquia das relações dentro do grupo. Após o encerramento
dessa etapa, esta hierarquia estará relativamente clara para os
membros do grupo.
3. Normatização/normação: É nessa etapa que os indivíduos
passam a ter um relacionamento mais próximo e coeso,
fortalecendo o próprio grupo. Os membros começam a agir
como uma unidade coordenada. Também é aqui que as normas
73204055124

e comportamentos aceitos para o grupo passam a ser mais


sólidos, gerando expectativas nos membros do grupo quanto ao
seu funcionamento.
4. Desempenho: uma vez estabelecidas as regras e a hierarquia,
e estando o grupo estabelecido, chega-se na etapa do
desempenho. Nesta fase, o grupo está coeso e trabalha com
foco no desempenho das tarefas a serem realizadas. Nos
grupos permanentes de trabalho, esta pode ser considerada a

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 7 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

última etapa de formação. Em grupos temporários, haverá


mais uma etapa, apresentada no próximo item.
5. Interrupção: é a etapa que prepara o grupo para seu fim.
Como as atividades deverão ser concluídas e o grupo
dissolvido, o foco deixa de ser o desempenho das tarefas e
passa para o encerramento dos trabalhos. Nesta etapa, podem
surgir sentimentos conflitantes dentro do grupo - enquanto
alguns membros se sentem mais felizes com o desempenho
obtido e com o fim de uma etapa, outros ficam abatidos com o
encerramento do grupo e com o fim do espírito de
camaradagem que dele surgiu.

Com base no modelo de cinco estágios que você acabou de conhecer,


é possível considerar que os grupos se tornam mais eficazes à medida que
chegam até o estágio do desempenho.

Apesar disso, existe também outra forma de compreender a melhoria


da eficácia no grupo ao longo das etapas: como alguns grupos tendem a
funcionar melhor com níveis de conflito mais altos (por exemplo: os grupos
ligados à inovação), é possível que eles funcionem com maior eficácia no
estágio da tormenta (quando há mais conflitos) do que no do desempenho
(quando há menos conflitos)!

Além deste modelo existem outros. Destaco a existência do modelo


73204055124

do equilíbrio pontuado. A ideia geral é que o grupo temporário passa por


duas grandes fases de inércia ou equilíbrio no desenrolar de suas atividades.
Segundo este modelo, os grupos temporários passam pelos seguintes pontos:

1. Uma primeira reunião para direcionar o grupo.


2. Uma primeira fase de inércia, onde o grupo fica parado ou
preso a um curso de ação fixo.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 8 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

3. Uma transição, que ocorre na metade do cronograma


estabelecido para o grupo. É nesta fase que a inércia é
encerrada.
4. Importantes mudanças acontecem como resultado da
transição. Novos planos são realizados e o trabalho é
direcionado. O grupo começa a realizar as tarefas previstas
durante a transição.
5. Uma nova inércia toma conta do grupo, que passa a executar
os planos elaborados durante a transição.
6. A última reunião do grupo envolve uma nova série de
mudanças e aceleração do trabalho, para que este possa ser
encerrado.

Pesquisas indicam que este modelo parece ser mais apropriado aos
grupos que possuem prazos determinados para se encerrar e aos grupos
temporários para execução de tarefas. O mais interessante é que há indicações
de que a transição para mudanças acontece exatamente na metade do
cronograma previsto! É como se fosse um “despertador” para o grupo perceber
que algo precisa ser feito!

Importante destacar ainda que nem sempre um grupo consegue


produzir os resultados desejados. Para Wagner III e Hollenbeck (1999, apud
MADRUGA, 2009) eles só podem ser considerados eficazes se atenderem a três
73204055124

importantes critérios:

1. Produção, superando os padrões de quantidade e qualidade


propostos pela organização;
2. Satisfação dos membros, gerando satisfação de curto prazo e
facilitando o desenvolvimento pessoal de longo prazo;
3. Capacidade para cooperação contínua, com a manutenção ou
ampliação da capacidade dos membros trabalhar em conjunto
com base nos processos interpessoais utilizados pelo grupo.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 9 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

Caso o grupo não produza o que pretende, os mesmos autores


apontam a existência da chamada "perda de processo", que pode ser
influenciada por diferentes fatores, mas os principais são:

1. Bloqueio da produção: está relacionado principalmente às


interferências e interrupções externas que podem causar o
bloqueio das ideias dos membros do grupo, como conversas
paralelas, barulho muito alto, etc.
2. Atividades de conservação: são atividades que os membros do
grupo realizam por meio de papéis para a conservação do
grupo que estimulam o surgimento e a manutenção de relações
pessoais sólidas, destacando-se os encorajadores, os
harmonizadores e os definidores de padrões.
3. A vadiagem social (free riding): trata-se da escolha de alguns
membros do grupo por trabalhar menos ao tirar proveito dos
trabalhos dos demais, "surfando" nos resultados obtidos.

Agora que já entendemos a teoria sobre os grupos, vamos estudar as


equipes de trabalho!

2.2. Equipes de trabalho.


73204055124

Para começarmos este assunto, é fundamental que você saiba por


diferenciar as equipes de trabalho e os grupos de trabalho. Como já vimos, o
grupo de trabalho é a reunião de pessoas para compartilhar informações e
tomar decisões em torno de tarefas individuais realizadas por cada um de seus
membros. As competências desses membros são aleatórias e a não há sinergia
gerada (podendo haver até perdas de produtividade!).

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 10 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

As equipes de trabalho, por sua vez, são criadas para gerar sinergias,
ou seja, para que haja ganhos de produtividade no trabalho por meio do
esforço coordenado. Elas pressupõem a resolução interna dos conflitos para
que esta sinergia possa ser gerada. A ideia é que o todo possa ser maior do
que a soma das partes! Em outras palavras: o que se busca é que o resultado
das equipes de trabalho sejam superiores à simples soma dos resultados dos
trabalhos isolados dos indivíduos. Seu objetivo é um desempenho coletivo, e
não apenas compartilhar informações para que cada membro apresente um
bom desempenho individual. As competências dos membros da equipe de
trabalho são complementares, buscando-se gerar um “todo” mais produtivo do
que os indivíduos separadamente o seriam.

Assim, as equipes de trabalho se distinguem de um mero grupo por


conta dos objetivos em comum a serem atingidos pelo conjunto, que interage
ativamente para atingi-los, coordenando os esforços para que sejam geradas
sinergias.

Para que tenham eficácia, as equipes são condicionadas pelo contexto


organizacional e suas variáveis, tais como o ambiente de trabalho,
remuneração, estilo de liderança, etc. A partir dessas e de outras questões é
que poderão ser definidas as equipes, sua configuração e estrutura, membros,
tamanho, papéis, etc.

Atenção:
73204055124

Se a sua banca disser que as equipes também podem gerar perdas


de desempenho individual médio, olhe os demais detalhes e indicativos dados
pela questão para tentar identificar se está certa ou errada. Isso porque a
teoria diz que as equipes geram um potencial de melhoria do desempenho
através das sinergias. Na prática, não é um fato absoluto que elas irão
melhorar o desempenho sempre, pois podem estar funcionando mal!

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 11 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

Vamos entender então quais são os principais tipos de equipes de


trabalho:

 Equipes do tipo força-tarefa: são formadas para resolver


assuntos específicos e operam temporariamente até que seus
objetivos sejam atingidos.
 Equipes multifuncionais, funcional-cruzada ou
interfuncionais: são as equipes formadas por colaboradores
de diferentes perfis. A composição da equipe por membros de
diferentes formações/áreas/ideias/etc. favorece o surgimento
de ideias, a solução de problemas e a criatividade. Nestas
equipes, as pessoas passam a ter que lidar com a diversidade
de pensamentos, opiniões e comportamentos dos membros da
equipe, o que pode gerar alguns transtornos a princípio, mas
finda por gerar um ambiente propício à gestão de projetos,
processos e à inovação.
 Equipes de projetos: são equipes multifuncionais criadas para
o gerenciamento de um conjunto de atividades estruturadas de
forma temporária para produção de um resultado exclusivo,
único (projeto).
 Equipes de processos: são equipes responsáveis pelo ciclo de
trabalho de processos organizacionais, caracterizados por
resultarem em entregas para os clientes, internos ou externos,
73204055124

por serem contínuos e comuns.


 Equipes de resolução de problemas e melhoria: são
equipes formadas por um pequeno número de funcionários,
geralmente de cinco a doze, que se reúnem algumas horas por
semana para realizar o melhoramento de questões
organizacionais ou a resolução de problemas. Elas fazem
recomendações sobre como os processos da organização
podem ser melhorados.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 12 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

 Equipes autogerenciadas: são equipes que geralmente


possuem de 10 a 15 membros, realizando trabalhos que são
profundamente inter-relacionados ou até interdependentes. As
equipes passam a assumir muitas das funções que
anteriormente eram executadas pelos supervisores dos
indivíduos. Robbins (2010) afirma que “normalmente, isso
inclui o planejamento e o cronograma de trabalho, a delegação
de tarefas aos membros, a tomada de decisões operacionais e a
implementação de ações para solucionar os problemas do
trabalho com fornecedores e clientes. As posições de supervisão
perdem sua importância e até podem ser eliminadas”. A
essência das equipes autogerenciadas é exatamente o que o
nome propõe: que as equipes possam se autogerenciar, sem
necessidade de supervisão direta.
 Equipes virtuais/em rede: são equipes nas quais os
membros se encontram geograficamente dispersos. Para se
reunirem, essas equipes se utilizam de ferramentas
tecnológicas que permitem que haja a colaboração on-line entre
os membros. Como há menos contato pessoal, torna-se mais
difícil haver interações eficazes entre os membros do grupo,
mas isso não inviabiliza o seu funcionamento.
 Equipes de riscos: são equipes criadas como forma de
promover o espírito empreendedor dos funcionários, que
73204055124

possuirão ampla autonomia para administrar orçamento e


atingir objetivos para, por exemplo, apresentar inovações,
novos produtos, serviços ou negócios. Caso haja sucesso e
aprovação, os membros da equipe podem ser incorporados às
novas possibilidades, com participação nos resultados ou nos
novos negócios independentes.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 13 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

Para bem compreender o trabalho em equipe, é importante que se


saiba que diferentes fatores devem estar presentes na equipe para que ela
possa apresentar um bom desempenho. Margerisson e McCann (Apud
Chiavenato, 2007) sugerem uma roda com 9 fatores que precisam estar
presentes em todas as equipes, podendo ser executados por membros
específicos. Apresento, a seguir, esses fatores que devem estar presentes nas
equipes nas palavras do referido autor, para sua melhor preparação:

1. Assessoria: fator relacionado com dar e receber


informação. Cada membro deve verificar o que os outros
estão fazendo em sua atividade e assegurar que estão
utilizando as melhores práticas. A informação é obtida por
relatórios, reuniões, artigos, livros ou mesmo conversando
com outras pessoas. O assessor é também chamado
reportador e faz todos os membros da equipe serem
informados para que possam analisar situações e tomar
as decisões adequadas.
2. Inovação: fator relacionado com a criação e
experimentação de novas ideias. A inovação é um
aspecto-chave do trabalho em equipe e envolve a maneira
como as coisas são feitas. A inovação é essencial para a
73204055124

melhoria contínua do trabalho da equipe. O inovador traz


criatividade para a equipe, novas ideias e novos conceitos.
Se as pessoas não estão atualizadas em suas práticas, a
estrutura de custos aumenta e prejudica a
competitividade.
3. Promoção: fator relacionado com a identificação e a
exploração de oportunidades. Para conduzir o trabalho, as
pessoas precisam obter recursos, como dinheiro,
equipamento, etc. E para tanto, precisam vender o que

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 14 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

estão fazendo para outras pessoas. Recursos para


implementar novas ideias somente serão obtidos se a
equipe consegue persuadir e influenciar as pessoas em
níveis mais elevados na organização. O promotor também
é chamado explorador e toma as novas ideias e conceitos
do inovador e os vende dentro e fora da organização.
Advoga a mudança e as novas oportunidades que ela traz.
4. Desenvolvimento: fator relacionado com a avaliação e o
teste de aplicabilidade de novas abordagens. Muitas ideias
não decolam por serem pouco práticas. O
desenvolvimento assegura que as ideias sejam moldadas
e configuradas para atender às necessidades dos clientes
ou usuários. Envolve ouvir quais são as necessidades e
incorporá-las aos planos. O desenvolvimento assegura
que se está tentando fazer o possível apesar das
restrições existentes na organização.
5. Organização: fator relacionado com o estabelecimento e
a implementação das maneiras de trabalhar. Objetivos
claros devem ser definidos e deve-se implementar a ação
necessária para assegurar resultados no tempo e no
custo. O organizador enfatiza a ação e faz as coisas
acontecerem de maneira que todos saibam o que fazer,
como e quando. 73204055124

6. Produção: fator relacionado com a conclusão e a entrega


de resultados. A partir da definição dos planos e de sua
execução, a equipe pode concentrar-se na produção. Essa
atividade focaliza a entrega do produto ou serviço em uma
base regular e de acordo com os padrões de eficiência e
eficácia. O produtor é uma pessoa prática que conduz as
coisas até o fim. Sua força está em executar planos e

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 15 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

alcançar metas e resultados de modo ordenado e


controlado.
7. Inspeção: fator relacionado com o controle e a auditoria
dos sistemas de trabalho. Verificações regulares das
atividades - como auditorias de qualidade dos produtos,
serviços e processos, análises financeiras, avaliação de
custos, segurança, produtividade etc. - são essenciais
para assegurar que erros sejam evitados. O inspetor é
também chamado de controlador e é uma pessoa reflexiva
e analítica que focaliza detalhes do trabalho com cuidado.
8. Manutenção: fator relacionado com a salvaguarda de
padrões e processos. Toda equipe precisa seguir padrões
e manter processos eficazes de trabalho e pode falhar se
os processos não forem regularmente verificados e
mantidos. O mantenedor assegura que processos de
qualidade sejam submetidos a revisões regulares para a
eficiência da equipe ser aumentada.
9. Ligação: fator relacionado com a coordenação e a
integração do trabalho dos membros da equipe. O
relacionador, ou pessoa de ligação, assegura que todos os
membros trabalhem em conjunto e façam a diferença
entre um grupo de indivíduos e uma equipe altamente
eficiente e eficaz. Cobre a ligação de pessoas e a ligação
73204055124

de tarefas. Em geral, isso ocorre juntamente com outros


papéis da roda.

Com isto em mente, saiba ainda que os membros da equipe devem


apresentar comportamentos que inspirem confiança nos outros, para que a
equipe possa apresentar um resultado eficiente e eficaz. Neste sentido,
expectativas positivas tendem a aumentar a motivação da equipe, levando a
resultados superiores. Outros comportamentos que, inspirando confiança,

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 16 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

tendem a melhorar o resultado são a lealdade, a coerência de suas ações e a


integridade.

Outro ponto importante é que o profissional deve defender suas


ideias para garantir a diversidade de opiniões no grupo, mas esta defesa não
deve ser incondicional. Ele deve estar aberto a ouvir ideias contrárias,
considerando que elas podem até ser melhor do que as suas!

As questões de concurso sobre isso são mais genéricas e buscam a


aplicação de conhecimentos gerais da administração e do bom senso sobre as
relações interpessoais no ambiente de trabalho, como você verá nas questões
comentadas.

Vamos finalizar nossos estudos por meio das questões


comentadas.

Forte abraço e bons estudos!

Prof. Carlos Xavier

www.facebook.com/professorcarlosxavier

Periscope: @ProfCarlosXavier

73204055124

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 17 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

3. Questões Comentadas.

QUESTÕES SOBRE GRUPOS E EQUIPES

1. (FCC/SABESP/Atendente/2014) Trabalhar em equipe


não é apenas trabalhar em conjunto. Os resultados
nunca são alcançados apenas por uma pessoa, é preciso
compartilhar com o outro para chegar ao objetivo final
(VERGARA, 2012). São habilidades para se trabalhar em
equipe:
a) diálogo, visão fragmentada e egocentrismo.
b) individualismo, características culturais e inovação.
c) confiança, inovação e visão fragmentada.
d) inovação, confiança e proatividade.
e) individualismo, confiança e diálogo.
Comentário:
Questão mais interpretativa para que identificassemos elementos
relacionados com o trabalho em equipe.
Os elementos que não possuem relação, e por isso todas as
alternativas que os contém estão erradas, são os seguintes: visão
fragmentada, egocentrismo e individualismo.
Assim, a única alternativa correta é a letra D.
GABARITO: D.

2. (FCC/SEFAZ-RJ/Auditor Fiscal/2014) Um gestor está


tendo dificuldades na obtenção de resultados com seus
funcionários e sabe que a variável volitiva é a mais
visada na busca de alcançar e superar as metas
preestabelecidas nas equipes de alta performance. Está
disposto a mudar sua forma de gestão, pois sabe que um
trabalho em equipe, segundo BOOG (1999), é
I. um conjunto de pessoas que trabalham na mesma
73204055124

unidade organizacional do organograma, fazendo cada


uma sua parte para que o outro, ou outros, consolidem
(por somatória) ou harmonizem o resultado final do
trabalho.
II. um grupo de pessoas praticando atividades comuns,
com objetivos idênticos, porém individualizados.
III. a obtenção de contribuições para otimizar os
resultados comuns, sendo que todos são solidariamente
responsáveis.
IV. um conjunto que gera sinergia positiva por meio de
esforço coordenado e cujos esforços individuais resultam

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 18 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

em um desempenho que é maior do que a soma dos seus


insumos.
Está correto o que se afirma APENAS em
a) III e IV.
b) III.
c) II e III.
d) II e IV.
e) I, III e IV.
Comentário:
A questão fala em variável volitiva (querer e saber do avaliador sobre
a avaliação do desempenho), mas não usa o seu conceito em lugar nenhum -
trata-se de conceito de outro assunto.
Vamos analisar cada uma das alternativas sobre o trabalho em
equipe:
I. Errado. O trabalho em equipe não é um conjunto de pessoas que
trabalha no mesmo departamento.
II. Errado. Um grupo de pessoas fazendo seus trabalhos com
objetivos individualizados não pode ser considerado trabalho em equipe.
III. Certo. A contribuição de todos para um trabalho no qual todos
são responsáveis em conjunto é trabalho em equipe.
IV. Certo. Um conjunto sinérgico de pessoas trabalhando em conjunto
e gerando um resultado maior do que os insumos pode ser considerado
trabalho em equipe.
Assim, apenas III e IV estão corretas.
GABARITO: A.

3. (FCC/Sergipe Gás S.A./Assistente Administrativo/2010)


No ambiente de trabalho, são atitudes que contribuem
para o trabalho em equipe:
a) diálogo, motivação, impaciência.
b) responsabilidade, individualismo, cortesia.
c) egocentrismo, empatia, controle.
d) solidariedade, entrosamento, união.
e) negociação, inflexibilidade, autonomia.
73204055124

Comentário:
Trata-se de uma questão muito fácil sobre trabalho em equipe. O
candidato deveria apenas buscar as palavras que não tem a ver com o espírito
de equipe (trabalhar juntos para gerar sinergias positivas). As palavras que
eliminariam as alternativa erradas seriam:
 impaciência;
 individualismo;
 egocentrismo
 inflexibilidade;
 autonomia.
Assim, a resposta correta encontra-se na alternativa D.
GABARITO: D.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 19 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

4. (FCC/TRF2/Analista/2012) Os grupos de trabalho e as


equipes de trabalho são semelhantes quanto ao fato de
que ambos têm uma atribuição formal por parte da
organização. A diferença está no fato de que, no grupo
de trabalho, o esforço de trabalho de um membro
a) apoia-se na característica de que o trabalho de cada pessoa
depende do trabalho da pessoa anterior e, nas equipes de
trabalho, isto não ocorre.
b) depende dos outros membros, mas equipes de trabalho não
requerem a cooperação de cada membro para atingir o
resultado final.
c) depende da coesão entre os membros, sendo que equipes de
trabalho requerem a competição como estímulo para atingir o
resultado final.
d) não depende dos outros membros, mas equipes de trabalho
requerem a cooperação de cada membro para atingir o
resultado final.
e) depende da força da motivação das pessoas do grupo para
continuarem a fazer parte do grupo, já que ninguém pode ser
substituído, e a equipe de trabalho não depende desse fator.
Comentário:
Os grupos de trabalho são formados por conjuntos de indivíduos que
trabalham de forma separada, reunindo-se para trocar informações relevantes.
Enquanto isso, as equipes de trabalho trabalham de forma interconectada,
gerando sinergias positivas. É isto que está na alternativa D.
GABARITO: D.

5. (FCC/TRF2/Analista-Psicologia/2012) São grupos nas


organizações que tendem a ter padrões mais rígidos de
status, autoridade, papéis e comunicação. O grupo que
NÃO corresponde a esta descrição é
a) o informal.
b) a equipe de projeto. 73204055124

c) a equipe de trabalho.
d) a estrutura matricial.
e) o grupo de trabalho.
Comentário:
Os grupos que possuem padrões mais rígidos são os grupos formais,
estruturados pela própria organização. Os grupos que não correspondem a
esta descrição são os grupos informais.
GABARITO: A.

6. (FCC/TRE-SP/Analista-Psicologia/2012) Os grupos
podem diferir em sua aparência e comportamento, no

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 20 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

entanto, interiormente todos têm três elementos


básicos: interação, atividades e
a) recursos.
b) atitudes.
c) sistemas.
d) sentimentos.
e) raciocínios.
Comentário:
Considera-se que os três elementos básicos dos grupos são as
atividades, interações e sentimentos. Assim, a resposta encontra-se na
alternativa D.
GABARITO: D.

7. (FCC/TCE-GO/Analista de Controle Externo/2009)


Considere as afirmativas abaixo, relacionadas à
montagem de equipes.
I. Não pode haver harmonia em equipes montadas em torno de
objetivos e metas de desempenho previamente estabelecidas
pela organização. Para isso, é necessário que as normas e as
metas comuns sejam definidas pelo próprio grupo.
II. As equipes são montadas, principalmente, para melhorar a
eficácia organizacional e não para aproximar pessoas nem
aprimorar o clima da organização.
III. As equipes devem se alinhar às macroestratégias da
organização e não construir sua própria visão da missão, dos
valores e das metas.
IV. Cada equipe deve ser montada com base em sua missão
dentro de um escopo mais amplo, universal, de forma a não
limitar suas ações nem a criatividade necessária para inovar.
V. No recrutamento, é fundamental deixar claro aos candidatos
o que se deseja alcançar, quais são as recompensas possíveis,
mas, sem acentuar os reais desafios e riscos.
Está correto o que se afirma APENAS em
a) III e V. 73204055124

b) II, IV e V.
c) I e II.
d) II, III e IV.
e) I, II e III.
Comentário:
Vamos analisar cada um dos itens:
I. Não pode haver harmonia em equipes montadas em torno de
objetivos e metas de desempenho previamente estabelecidas
pela organização. Para isso, é necessário que as normas e as
metas comuns sejam definidas pelo próprio grupo.
Errado. Se esta alternativa estivesse correta, a organização não
poderia estabelecer metas de desempenho para as equipes! O ideal, na

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 21 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

verdade, é que as metas sejam combinadas entre os indivíduos e seus


superiores para que haja maior motivação e harmonia.
II. As equipes são montadas, principalmente, para melhorar a
eficácia organizacional e não para aproximar pessoas nem
aprimorar o clima da organização.
Certo. As equipes são montadas para melhorar a eficácia da
organização, através das sinergias positivas geradas. Elas podem, de fato,
aproximar pessoas e melhorar o clima, mas não é para isso que elas são
montadas!
III. As equipes devem se alinhar às macroestratégias da
organização e não construir sua própria visão da missão, dos
valores e das metas.
Certo. As equipes, como tudo na organização, deve estar alinhado a
própria estratégia organizacional. Ela pode ter uma estratégia própria, mas
sempre alinhada à estratégia da organização como um todo!
IV. Cada equipe deve ser montada com base em sua missão
dentro de um escopo mais amplo, universal, de forma a não
limitar suas ações nem a criatividade necessária para inovar.
Certo. O que esta alternativa quer dizer é que as equipes devem ser
mais amplas, e não restritivas quanto ao seu trabalho, como forma de não
limitar a criatividade. Com este último objetivo em mente, é notável que a
amplitude é melhor do que a restrição, por isso a banca considerou o item
certo.
V. No recrutamento, é fundamental deixar claro aos candidatos
o que se deseja alcançar, quais são as recompensas possíveis,
mas, sem acentuar os reais desafios e riscos.
Errado. Item sem pé nem cabeça. Na verdade, na seleção, a
organização deve deixar claro aos candidatos a realidade da vaga, incluindo o
que se deseja, as recompensas, os riscos e desafios.
Assim, os itens II, III e IV estão corretos.

GABARITO: D.

8. (FCC/TRE-AP/Analista-Psicologia/2011)
73204055124

Uma equipe
multifuncional é formada por profissionais
a) de diferentes níveis hierárquicos, que se reúnem para uma
tomada de decisão estratégica.
b) que utilizam a tecnologia de informação para reunir
membros fisicamente dispersos, para atingir objetivos comuns.
c) de igual nível hierárquico, mas oriundos de diferentes setores
da organização, que se reúnem para cumprir uma tarefa.
d) que se reúnem para discutir meios de melhorar a qualidade,
a eficiência e o ambiente de trabalho.
e) com atividades muito relacionadas e interdependentes, que
assumem responsabilidades de supervisão mútua.
Comentário:

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 22 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

As equipes multifuncionais são aquelas formadas por profissionais


oriundos de diversas partes da organização, com competências variadas,
favorecendo a inovação.
GABARITO: C.

9. (FCC/AL-SP/Agente/2010) A capacidade de trabalhar


com eficácia como membro de uma equipe e de
conseguir esforços cooperativos nessa equipe na direção
dos objetivos estabelecidos denomina-se habilidade
a) conceitual ou de visão sistêmica.
b) técnica.
c) de relação interpessoal ou humana.
d) de resolução de conflitos.
e) de alocação de recursos.
Comentário:
Este tipo de conhecimento está mais associado ao conhecimento
sobre competências conceituais, técnicas e interpessoais, e não ao trabalho em
equipe. Mas como esta questão trouxe os dois assuntos misturados, resolvi
tratá-la aqui.
Carvalho, Nascimento e Serafim (2012) falam em competências
conceituais, técnicas e interpessoais. Para eles:
 Conceituais - envolvem conhecimentos, domínio de
julgamentos e caracterizações que dão sustentação aos
aspectos de habilidades técnicas, humanas, gerenciais
e a atitudes, bem como a responsabilidades e
experiências no que se refere à maneira de realizar
algo.
 Técnicas - compreendem o domínio de sistemas,
métodos, técnicas e de processos específicos para
determinada área de trabalho.
 Interpessoais - consideram os aspectos que incluem
relacionamento, comunicação e interação entre as
pessoas, atentando para as atitudes e valores pessoais
de forma eficaz.73204055124

As competências técnicas estão mais associadas aos cargos técnicos


na organização, enquanto as competências interpessoais relacionam-se ao
trabalho em equipe e à liderança. As competências conceituais, por sua vez,
são mais necessárias à medida que se sobe para o nível estratégico da
organização.
Com tudo isso em mente, quando a questão fala em conseguir
esforços cooperativos em uma equipe, ela está falando em competência
interpessoais.
GABARITO: C.

10. (FCC/AL-SP/Agente/2010) Equipes de trabalho cujos


membros, no início, se submetem à administração, mas

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 23 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

logo começam a operar por conta própria, assumindo as


responsabilidades definidas em conjunto no interior da
equipe denominam-se
a) ad hoc.
b) autogeridas.
c) de comando.
d) de assessoria.
e) mentoring.
Comentário:
As equipes que passam a funcionar de acordo com as normas
definidas internamente, operando por conta própria, são as equipes
autogeridas!
GABARITO: B.

11. (FCC/AL-SP/Agente/2010) A equipe de trabalho


formada para resolver determinados assuntos ou
problemas específicos, em bases temporárias, denomina-
se
a) comissão.
b) equipe funcional.
c) força-tarefa.
d) equipe de comando.
e) coaching.
Comentário:
A equipe que funciona para atingir objetivos específicos e que se
extingue após atingi-los é a “força-tarefa”.
GABARITO: C.

12. (FCC/TRE-CE/Analista Judiciário - Área


Administrativa/2002) Cadeia formal de comando
composta por um gerente e seus subordinados
representa uma equipe
a) de resolução de problemas.
b) com propósito especial.
73204055124

c) horizontal.
d) vertical.
e) autodirigida.
Comentário:
Segundo a teoria, o grupo de funcionários composto por um chefe e
seus subordinados é chamado de grupo de comando. Esta relação formada
entre o chefe e seus subordinados é tipicamente vertical.
A questão misturou as coisas, chamando a equipe que envolve chefe
e subordinados de “vertical”, o que não está errado, mas também não está
100% correto. Melhor teria sido se a Banca afirmasse que a resposta era
“equipe de comando”.
GABARITO: D.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 24 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

13. (ESAF/Receita Federal/Auditor/2012) Considerando-


se que uma equipe é um conjunto de pessoas com
conhecimentos complementares, que trabalham em
conjunto, partilhando a responsabilidade, é correto
afirmar que
a) o resultado obtido seja menor ou igual à soma das
contribuições individuais alcançadas.
b) haja aumento da satisfação psicológica e das dificuldades de
comunicação interpessoal.
c) a tomada de decisões melhore em função do aumento do
número de alternativas de solução.
d) haja um aumento gradual do controle exercido pelo
coordenador para garantir a disciplina do grupo.
e) o comprometimento seja diluído em função das tarefas
delegadas embora a solidariedade aumente.
Comentário:
Questão que envolve conhecimento teórico e interpretação. Vamos
analisar cada uma das alternativas, tendo como base nosso conhecimento
sobre trabalho em equipe.
a) o resultado obtido seja menor ou igual à soma das
contribuições individuais alcançadas.
Errado. O resultado esperado de um trabalho em equipe é maior do
que a soma das contribuições individuais.
b) haja aumento da satisfação psicológica e das dificuldades de
comunicação interpessoal.
Errado. A comunicação entre as pessoas tende a ser melhor em uma
equipe.
c) a tomada de decisões melhore em função do aumento do
número de alternativas de solução.
Certo. Mais pessoas em uma equipe geram mais ideias, por isso
espera-se uma melhora na qualidade das opções disponíveis no processo
decisório.
d) haja um aumento gradual do controle exercido pelo
73204055124

coordenador para garantir a disciplina do grupo.


Errado. Em uma equipe, a tendência é que haja uma maior
participação das pessoas nas decisões.
e) o comprometimento seja diluído em função das tarefas
delegadas embora a solidariedade aumente.
Errado. As pessoas tendem a se comprometer mais.
GABARITO: C.

14. (ESAF/Receita Federal/Analista Tributário/2009) O


trabalho em equipe pressupõe que a (o):
a) equipe trabalhe, simultaneamente, no mesmo locus.
b) líder delegue responsabilidade.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 25 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

c) líder seja sempre democrático.


d) crítica seja evitada.
e) diversidade seja respeitada.
Comentário:
No trabalho em equipe, nem sempre as pessoas irão trabalhar no
mesmo local (lócus). A responsabilidade pode ou não ser delegada. O estilo do
líder pode ser qualquer um. Ele pode ou não criticar as pessoas. Apesar disso,
a diversidade dos membros deve ser respeitada, já que a essência da equipe é
a agregação de diferentes perfis para trabalhar em conjunto.
GABARITO: E.

15. (ESAF/CGU/AFC/2008) O trabalho em equipe não é


apenas um conjunto de pessoas. Este precisa que haja
um elemento de identidade como normas, processos,
objetivos e situações que una as pessoas. Da relação
abaixo, assinale a opção que indica os requisitos
essenciais para que o trabalho em equipe aconteça.
a) Visão comum incipiente, Comunicação aberta,
Compartilhamento de informações, Negociação e Autoconfiança
exagerada.
b) Consciência do propósito, Baixa flexibilidade, Atrelagem a
antigos padrões, Negociação e Humildade intelectual.
c) Consciência do propósito, Comunicação aberta,
Compartilhamento de informações, Negociação e Humildade
intelectual.
d) Visão comum incipiente, Baixa flexibilidade, Atrelagem a
antigos padrões, Compartilhamento de informações e
Autoconfiança exagerada.
e) Consciência do propósito, Baixa flexibilidade, Comunicação
aberta, Atrelagem a antigos padrões e Humildade intelectual.
Comentário:
Essa questão assusta o candidato que acha que era preciso ter
decorado alguma coisa, o que não era preciso. Bastava olhar as alternativas
em busca de coisas que não fazem sentido quando você pensa em trabalho em
73204055124

equipe, eliminando as alternativas A, B, D, e E:


Os itens “autoconfiança exagerada”, “baixa flexibilidade” e “atrelagem
a antigos padrões” são possibilidades que, por si só, já eliminam as referidas
alternativas.
Além disso, na alternativa correta, a questão poderia ter falado ainda
em outros pontos, como o comportamento ético e o feedback contínuo.
GABARITO: C.

16. (CEPERJ/SEPLAG-RJ/EPPGG/2012) No atual contexto


de competição empresarial, o trabalho em equipe
adquire cada vez mais importância para as organizações.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 26 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

De acordo com essa ideia, o comentário correto acerca


do trabalho em equipe é:
A) contribui para que cada funcionário saiba qual tarefa deve
desenvolver de forma separada das tarefas dos demais
funcionários
B) otimiza processos de produção mediante a utilização de
máquinas cada vez mais modernas
C) torna possível a existência de sindicatos mais fortes e com
maior poder de ação política
D) viabiliza a execução de tarefas mais complexas em função
de possuir uma maior diversidade de recursos
E) fornece direção às políticas organizacionais definidas pelos
membros da alta administração
Comentário:
Bem, de forma geral, podemos dizer que o trabalho em equipe é
sinérgico, agregando valor para o trabalho dos indivíduos, que se reúnem em
torno de objetivos comuns para realizar tarefas que não conseguiriam ou
teriam maiores dificuldades de realizar sozinhos.
Com isto em mente, vamos analisar cada uma das alternativas:
A) contribui para que cada funcionário saiba qual tarefa deve
desenvolver de forma separada das tarefas dos demais
funcionários
Errado. No trabalho em equipe os funcionários não desenvolvem os
trabalhos de forma separada!
B) otimiza processos de produção mediante a utilização de
máquinas cada vez mais modernas
Errado. Não tem nada a ver com o trabalho em equipe.
C) torna possível a existência de sindicatos mais fortes e com
maior poder de ação política
Errado. Não tem nada a ver com o trabalho em equipe.
D) viabiliza a execução de tarefas mais complexas em função
de possuir uma maior diversidade de recursos
Certo. Como há membros de diferentes naturezas (recursos
diversos), o trabalho a ser executado pode ser mais complexo do que os
73204055124

trabalhos individuais que cada um costumava fazer.


E) fornece direção às políticas organizacionais definidas pelos
membros da alta administração
Errado. Não tem nada a ver com o trabalho em equipe.
GABARITO: D.

17. (CESGRANRIO/IBGE/Supervisor de Pesquisas -


Administração/2014) As pesquisas mostram
consistentemente que a relação entre a coesão e a
produtividade depende das normas de desempenho.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 27 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

Se as normas de desempenho para qualidade e


cooperação com indivíduos de fora do grupo forem
exigentes, o que acontecerá com um grupo coeso?
a) Ele priorizará a competição com outros grupos.
b) Ele priorizará recompensas grupais ao invés de recompensas
individuais.
c) Ele apresentará uma produtividade entre a baixa e a
moderada.
d) Ele apresentará baixa produtividade.
e) Ele será mais produtivo do que um grupo menos coeso.
Comentário:
Questão que traz exatamente a visão de Robbins sobre o assunto!
Vejamos o que ele diz: "se as normas de desempenho para qualidade e
cooperação com indivíduos de fora do grupo, por exemplo, forem exigentes,
um grupo coeso será mais produtivo do que um menos coeso. Mas, se a
coesão for grande e as normas de desempenho forem fracas, a produtividade
será baixa."
Em outras palavras, grupos coesos podem ter um desempenho forte
ou fraco. Se a exigência de qualidade e cooperação com indivíduos externos ao
grupo for grande o desempenho será bom, mas se a exigência for baixa, o
grupo tenderá a ter produtividade baixa.
Assim, a única resposta correta encontra-se na alternativa E.
GABARITO: E.

18. (CESGRANRIO/IBGE/Supervisor de Pesquisas -


Administração/2014) Existem diversos obstáculos à
produtividade do grupo que resultam na perda de
processo. Em grupos grandes, o fato de apenas uma
pessoa poder efetivamente falar de cada vez, já que
nesse contexto pode ser mais difícil para alguns
membros terem suas ideias discutidas, é uma perda de
processo denominada
a) folga social
b) bloqueio de produção 73204055124

c) carona (free-riding)
d) atividade de conservação
e) facilitação social
Comentário:
São três as principais perdas de processo em um grupo:

1. Bloqueio da produção: está relacionado principalmente às


interferências e interrupções externas que podem causar o
bloqueio das ideias dos membros do grupo, como conversas
paralelas, barulho muito alto, etc.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 28 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

2. Atividades de conservação: são atividades que os membros do


grupo realizam por meio de papéis para a conservação do
grupo que estimulam o surgimento e a manutenção de relações
pessoais sólidas, destacando-se os encorajadores, os
harmonizadores e os definidores de padrões.
3. A vadiagem social (free riding): trata-se da escolha de alguns
membros do grupo por trabalhar menos ao tirar proveito dos
trabalhos dos demais, "surfando" nos resultados obtidos.

No caso da questão, a perda de processo está relacionada com a


impossibilidade prática de todos os membros do grupo terem suas ideias
discutidas - dado que se trata de um grupo grande. Isso faz com que haja uma
interferência no livre funcionamento do grupo (no exemplo): apenas uma
pessoa pode falar de cada vez.
Como se trata de uma interferência, estamos tratando com um
bloqueio da produção.
GABARITO: B.

19. (CESGRANRIO/Transpetro/Administrador Júnior /


2012) O trabalho em equipe é o maior desafio dentro das
organizações. É uma tarefa complexa reunir equipes e
garantir o desempenho, já que engloba pessoas com
atitudes, conhecimentos e características diferentes.
Para a formação de uma equipe de um departamento
com alto desempenho, é necessário que essa equipe
saiba agilizar tarefas e desenvolver a comunicação em
clima aberto e confiável.
Os atributos necessários para atingir tais metas são,
respectivamente,
a) clareza e responsabilidade73204055124

b) criatividade e clareza
c) interação e flexibilidade
d) rapidez e interação
e) responsabilidade e flexibilidade
Comentário:
Questão bem feita pela banca. Não cobra nenhum conteúdo
específico, mas apenas que o candidato preste atenção no detalhe do que é
pedido para encontrar a resposta, que é fácil.
Note que a questão quer que as seguintes "metas" sejam atingidas
pela equipe: 1) agilizar tarefas; 2) comunicação aberta e confiável. Assim, o
candidato tinha que procurar nas alternativas itens que se relacionassem com
os dois pontos mencionados.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 29 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

Claramente, os atributos que se relacionam diretamente com essas


"metas" são: rapidez - permite tarefas mais ágeis; interação - permite
comunicação boa.
Assim fica mais fácil encontrar a resposta!
GABARITO: D.

20. (CESGRANRIO/Transpetro/Administrador Júnior /


2011) Uma empresa na área de mineração decidiu
ampliar a produção de uma mina de minério de ferro.
Para tal, constituiu uma equipe de profissionais de
diversas especialidades para atuar desde o planejamento
até a entrega da obra, incluindo todo o processo de
licenciamento ambiental. Quando da entrega da mina em
produção, a equipe será desfeita, e os profissionais serão
novamente movimentados para posições em que possam
contribuir com suas habilidades e competências.
A empresa optou por desenvolver uma equipe
a) autodirigida
b) funcional cruzada
c) de força-tarefa
d) de projeto
e) de melhoria de processos
Comentário:
Vamos ver rapidamente as características de cada um dos tipos de
equipe mencionados na questão:
 Equipes autogerenciadas/autodirigidas: são equipes que
geralmente possuem entre 10 e 15 membros, realizando
trabalhos que são profundamente inter-relacionados ou até
interdependentes. As equipes passam a assumir, assim, muitas
das funções que anteriormente eram executadas pelos
supervisores dos indivíduos.
 Equipe funcional-cruzada ou interfuncional: são equipes
multifuncionais com membros de diferentes setores funcionais
da organização (marketing, finanças, rh, etc.)
73204055124

 Equipes do tipo força-tarefa: são formadas para resolver


assuntos específicos e operam temporariamente até que seus
objetivos sejam atingidos.
 Equipes de projetos: são equipes multifuncionais criadas para
o gerenciamento de um conjunto de atividades estruturadas de
forma temporária para produção de um resultado exclusivo,
único (projeto).
 Equipes de resolução de problemas e melhoria: são
equipes formadas por um pequeno número de funcionários,
geralmente de cinco a doze, que se reúnem algumas horas por
semana para realizar o melhoramento de questões
organizacionais ou a resolução de problemas. Elas fazem

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 30 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

recomendações sobre como os processos da organização


podem ser melhorados.
Com essa breve revisão, dado que se busca criar uma equipe para
gerenciar um projeto de expansão da capacidade de mineração, incluindo
diversas atividades, o tipo de equipe mais apropriada é a equipe de projeto.
GABARITO: D.

21. (CESGRANRIO/Transpetro/Administrador Júnior /


2011) Embora equipes sejam grupos de pessoas, os
conceitos de equipe e grupo não são intercambiáveis. A
respeito das diferenças entre conceitos, analise as
afirmativas a seguir.
I - Equipes contam com líderes fortes que foram designados
para a função.
II - Equipes entregam produtos do trabalho coletivo de seus
componentes.
III - Grupos discutem, decidem e compartilham trabalho.
Está correto APENAS o que se afirma em
a) I.
b) II.
c) III.
d) I e II.
e) I e III.
Comentário:
Grupos e equipes são coisas distintas. Grupos são conjuntos de
indivíduos que trocam informações sobre o trabalho, de modo que cada um
possa ter mais facilidade em alcançar seus objetivos de trabalho. Equipes, por
sua vez, possuem interação intensa e complementaridade entre seus
membros, pois o que se busca são a entrega de resultados do trabalho
coletivo.
Com essa breve revisão em mente, vamos olhar cada um dos três
itens sobre o assunto:
I - Equipes contam com líderes fortes que foram designados
para a função. 73204055124

Errado. Não necessariamente. Inclusive existem equipes


autogerenciadas, sem líder específico.
II - Equipes entregam produtos do trabalho coletivo de seus
componentes.
Certo. As equipes trabalham e entregam resultados do conjunto de
pessoas, e não individuais.
III - Grupos discutem, decidem e compartilham trabalho.
Errado. A existência do grupo está calcada apenas na troca de
informações para melhoramento do desempenho dos envolvidos.
Assim, apenas o item II está correto.
GABARITO: B.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 31 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

22. (CESGRANRIO/Petrobras/Administrador -
Biocombustíveis / 2010) Existem várias diferenças entre
trabalho em grupo e trabalho em equipe, principalmente
quanto à sua caracterização. A esse respeito, considere
as características abaixo.
I - Mantém a responsabilização do indivíduo.
II - Compartilha ou faz rodízio de liderança.
III - Possui produtos do trabalho individual.
IV - Encoraja discussões abertas em reuniões.
V - Mede eficácia pelo trabalho coletivo.
VI - Discute, decide e delega trabalho.
Referem-se ao trabalho em equipe APENAS as características
a) I, II e III.
b) I, IV e VI.
c) II, III e V.
d) II, IV e V.
e) III, V e VI.
Comentário:
Pessoal, numa questão como essa, com muitos itens, recomendo que
você responda por exclusão primeiro, para depois procurar a correta.
Em outras palavras, primeiro identifique itens específicos que, sem
sombra de dúvidas, estariam ligados aos grupos, e não às equipes.
Em especial, destaco o item III, que afirma que o trabalho individual
entrega produtos. Sabemos que isso não é verdade para o trabalho em equipe,
apenas para os grupos de trabalho. Assim, todas as alternativas que tiverem o
Item III devem ser desconsideradas. Com isso, já retiramos as alternativas A,
C, e E.
Nas alternativas restantes (B e D), tem-se o item IV como correto,
então não temos que nos preocupar com ele. Não há dúvidas de que o item V
está corretamente relacionado com equipes. Assim, sabendo que o III está
errado e o V está correto, você já encontra a resposta na alternativa D. Mas
como você estudou bem, consegue olhar os outros itens:
Item I - responsabilidade individual - não é característica do trabalho
em equipe 73204055124

Item II - compartilha ou faz rodízio de liderança - como o trabalho é


integrado, mesmo que a equipe não faça rodízio de liderança, é natural que o
líder deixe as pessoas participarem da liderança. O trabalho sistêmico em
equipe se mostra impossível numa liderança autoritária que não compartilha o
poder nunca e de forma nenhuma. Assim, está relacionado ao trabalho em
equipe, sim.
Item III - já discutimos
Item IV - já discutimos, mas é interessante entender que o trabalho
de forma integrada permite e encoraja comunicação aberta.
Item V - É a essência do trabalho em equipe.
Item VI - não tem qualquer relação.
Assim, os itens II, IV e V estão corretos.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 32 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

GABARITO: D.

23. (CESGRANRIO/Petrobras/Administrador/2010) O
trabalho em equipe é um elemento fundamental às
práticas das organizações da indústria de petróleo,
principalmente, devido à natureza das atividades e à
diversidade de problemas que seus colaboradores
enfrentam. Relacione o tipo de equipe à natureza da
responsabilidade envolvida.

Estão corretas as associações


a) I -R, II - P, III - Q
b) I -P, II - S, III - R
c) I -Q, II - R, III - P
d) I -S, II - Q, III - P
e) I -Q, II - P, III - S 73204055124

Comentário:
Vamos lá:
I - R: Equipes interfuncionais são aquelas formadas por membros de
diferentes partes da organização. A única letra que se relaciona a essa
característica é a R, por informar que a responsabilidade é por "conhecimentos
diversos".
II - P: equipes de processos lidam com o ciclo de trabalho comum de
processos na organização. Assim, a letra P é uma relação direta e objetiva.
III - Q: equipes autodirigidas não possuem supervisão. A única
alternativa que se relaciona é Q.
Assim, a resposta tem que ser: I - R; II-P; III-Q.
GABARITO: A.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 33 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

24. (CESGRANRIO/Petrobras/Administrador/2010) O
trabalho em equipe é considerado fundamental para
sistemas de trabalho de alto desempenho, já que delega
poder e concede maior controle ao empregado.
PORQUE
Reconhece a importância das necessidades sociais de
cada empregado individualmente e requer pouca
orientação técnica por, necessariamente, envolver a
divisão de tarefas que devem ser simples, seguras e
controláveis.
A esse respeito, conclui-se que
a) as duas afirmações são verdadeiras e a segunda justifica a
primeira.
b) as duas afirmações são verdadeiras e a segunda não justifica
a primeira.
c) a primeira afirmação é verdadeira e a segunda é falsa.
d) a primeira afirmação é falsa e a segunda é verdadeira.
e) as duas afirmações são falsas.
Comentário:
A primeira frase está correta, pois afirma que sistemas de alto
desempenho o trabalho em equipe é fundamental. Sabe-se que o desempenho
cresce com o trabalho em equipe, assim, não há problema aqui.
A segunda afirmativa está errada. Ela simplesmente não tem nenhum
sentido e relação com o trabalho em equipe!
GABARITO: C.

25. (CESGRANRIO/BACEN/Analista do BACEN - Área


6/2010) Cada vez mais, o trabalho em equipe tem sido
implementado nas organizações brasileiras como uma
forma de aumentar a sua produtividade e o seu
desempenho. No entanto, a menor pressão da
organização sobre o desempenho individual e a diluição
das responsabilidades podem gerar, no grupo de
73204055124

trabalho, um fenômeno conhecido como


a) pensamento grupal.
b) folga social.
c) coesão.
d) conformidade.
e) autonomia.
Comentário:
A questão traz, em seu comando, uma alusão direta ao fenômeno da
folga social que mencionei durante a aula.
GABARITO: B.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 34 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

26. (CESGRANRIO/IBGE/Agente Censitário/2009) Dentre


as práticas gerenciais que se seguem, a que compromete
o desempenho de equipes é a que estabelece
a) uma orientação estratégica envolvendo a participação dos
funcionários para o cumprimento da missão e dos objetivos da
organização.
b) uma cultura organizacional que influencia membros de
equipes a concordarem explicitamente com uma proposição da
qual discordam intimamente.
c) um padrão de conduta que é compartilhado pelos membros
da equipe.
d) um processo de seleção e treinamento que proporcione
contribuições eficazes para o desenvolvimento de equipes.
e) o desenvolvimento da capacidade de seus integrantes
trabalharem coletivamente, produzindo um resultado maior que
a simples soma de suas contribuições individuais
Comentário:
Questão simples, desde que o candidato tenha atenção.
Bastava procurar uma questão que falasse algo que criaria um
desempenho ruim na equipe no meio de várias alternativas que relacionam
corretamente aspectos que geram desempenho positivo.
Tendo isto em mente, rapidamente se chega à alternativa B, pois o
seu conteúdo afirma que os membros de uma equipe devem concordam
explicitamente com algo, mesmo que em seu íntimo eles discordem. Na
verdade, o trabalho em equipe encoraja a comunicação aberta e honesta para
o melhor desempenho, por isso esta alternativa não faz o menor sentido.
GABARITO: B.

27. (FGV/TJ-BA/AJAA/2015) São várias as modalidades


de equipes de trabalho. A equipe de risco é aquela
constituída por:
a)pessoas que executam tarefas similares, em uma mesma
unidade organizacional, com poucas funções bem definidas;
b)especialistas de diferentes áreas com o intuito de desenvolver
73204055124

uma atividade específica sem relação com a estratégia da


empresa;
c)funcionários que participam de equipes diferentes e que
executam um rodízio periódico de seus integrantes;
d)diretores de cada departamento que trabalham em conjunto
para decidir o plano tático da organização;
e)funcionários com foco em novos empreendimentos e com
autonomia para gerir seu orçamento e alcançar resultados.
Comentário:
Equipes de riscos são aquelas criadas para novos empreendimentos,
possuindo autonomia para alcançar os resultados e gerenciar seus orçamentos.
É exatamente a definição que está na alternativa E.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 35 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

GABARITO: E.

28. (FGV/DPE-MT/Assistente Administrativo/2015) Com o


advento e progresso das tecnologias de comunicação,
bem como em função dos negócios globais de algumas
corporações, algumas empresas adotam modelos de
equipe em que seus membros residem em países
diferentes e se comunicam e compartilham trabalhos por
meio de ferramentas tecno- informacionais.
Nesse sentido, assinale a opção que indica esse modelo de
equipe.
a)Ad Hoc
b)Autogerenciada
c)Força-tarefa
d)Funcional cruzada
e)Virtual
Comentário:
As equipes nas quais os membros estão localizados em regiões
distintas são as virtuais. Destaco ainda:
a) ad hoc é termo normalmente utilizado para se referir a uma
situação específica ou "para fim especifico". Podemos pensar em equipes de
força-tarefa.
b) são equipes que não possuem líderes.
c) são equipes criadas para resolver um problema/situação específica.
d) são as multifuncionais, ou seja, que possuem pessoas de
diferentes áreas da organização.
e) são as que possuem membros que trabalham remotamente.
GABARITO: E.

29. (FGV/DPE-MT/Assistente Administrativo/2015) Sobre


os grupos formais e informais, analise as afirmativas a
seguir.
I. Um grupo de funcionários que interage espontaneamente em
torno de um propósito específico caracteriza um grupo informal.
73204055124

II. O gerente e os subordinados de um departamento de


produção constituem um grupo formal.
III. Uma equipe definida pela instituição para o
desenvolvimento de um projeto específico forma um grupo
informal.
Assinale:
a)se somente a afirmativa I estiver correta.
b)se somente a afirmativa III estiver correta.
c)se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
d)se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
e)se todas as afirmativas estiverem corretas.
Comentário:

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 36 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

Vejamos cada item:


I) se o grupo é espontâneo é um grupo informal. Certo.
II) Trata-se de um grupo de comando, que é um grupo formal.
III) Errado. Além de misturar equipes e grupos, esse item ainda
afirma que um conjunto de pessoas definido pela organização é um grupo
informal. Está errada.
GABARITO: C.

30. (FGV/SUSAM/Administrador/2014) Em uma


organização existem equipes em que seus membros
trabalham a distância e equipes que realizam tarefas
específicas para serem desmobilizadas em seguida.
Esses dois tipos de equipe podem ser chamados de
a)virtuais e funcionais cruzadas.
b)virtuais e forças-tarefa.
c)autogerenciadas e funcionais cruzadas.
d)autogerenciadas e forças-tarefa.
e)autogerenciadas e virtuais.
Comentário:
As equipes nas quais os membros trabalham remotamente são as
equipes virtuais, enquanto aquelas nas quais eles são mobilizados e
desmobilizados após a realização das tarefas são as equipes do tipo força-
tarefa.
GABARITO: B.

31. (FGV/TJ-AM/AJAA/2013) O trabalho em equipe


possibilita a integração de competências individuais em
uma ação coletiva, objetivando a geração dos resultados
desejados.
I. Agilidade da captação e uso das informações
II. Assunção dos riscos
III. Comprometimento
As vantagens do desenvolvimento de equipes como um dos
principais papéis do gestor na atualidade são abordadas
73204055124

a)em I, II e III.
b)apenas em II e III.
c)apenas em I e III.
d)apenas em I e II.
e)apenas em II.
Comentário:
Questão puramente interpretativa. Pense o seguinte: será que o
gestor, ao desenvolver equipes, possibilita melhorias na organização com base
nos pontos elencados de I a III? Sim! Na verdade, todos os três pontos podem
surgir como consequências positivas do trabalho em equipe!
GABARITO: A.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 37 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

32. (FGV/FBN/ATA/2013) Quando um líder eficaz conecta


os liderados, ele tem como meta
a)dividir a equipe.
b)aumentar sua popularidade.
c)substituir os superiores.
d)atingir os resultados.
Comentário:
Ao conectar membros de uma equipe entre si, o que será que o líder
deseja? Certamente, facilitar o andamento dos trabalhos para que os
resultados possam ser atingidos da melhor maneira possível.
Com isso em mente, percebe-se que a única alternativa possível é a
letra D.
GABARITO: D.

33. (FGV/SAFAZ-RJ/Auditor Fiscal da Receita


Estadual/2011) A base fundamental do trabalho de cada
executivo está na equipe. Ela constitui a sua unidade de
ação, a sua ferramenta de trabalho. Com ela, o executivo
alcança metas e produz resultados. Para tanto, ele
precisa saber como escolher sua equipe, como desenhar
o trabalho para aplicar as competências dela, como
treinar e preparar a equipe para aumentar sua
excelência, como liderar e impulsionar a equipe, como
motivá-la, como avaliar o seu desempenho para melhorá-
lo cada vez mais e como recompensá-la para reforçar e
reconhecer seu valor. Essa é a sua praia. Trabalhar com a
equipe passa a ser a atividade principal do executivo
como gestor de pessoas. Mas lidar com equipes exige
cuidados especiais. Há uma variedade de tipos de
equipes, conforme descrito nas alternativas a seguir, À
EXCEÇÃO DE UMA.
Assinale-a.
a)Equipes de melhoria de processos: é um grupo de pessoas
73204055124

com ou sem experiência, vindas de fora da entidade. Os


membros são geralmente pessoas com perfil mais conservador.
b) Equipes funcionais cruzadas: são compostas de pessoas
vindas de diversas áreas da empresa (marketing, produtos,
finanças, engenharia) e são formadas para alcançar um
objetivo específico por meio de um mix de competências. Quase
sempre são designadas.
c) Equipes de projetos: são formadas especialmente para
desenhar um novo produto ou serviço. Os participantes são
designados na base de sua habilidade para contribuir para o
sucesso. O grupo geralmente debanda após completada a
tarefa.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 38 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

d)Equipes autodirigidas: são compostas de pessoas altamente


treinadas para desempenhar um conjunto de tarefas
interdependentes dentro de uma unidade natural de trabalho.
Os membros usam o consenso na tomada de decisão para
desempenhar o trabalho, resolver problemas ou lidar com
clientes internos ou externos.
e) Equipes de força-tarefa: uma força-tarefa é designada para
resolver imediatamente um problema. O grupo fica responsável
por um plano de longo prazo para resolução do problema que
pode incluir a implementação da solução proposta.
Comentário:
Questão para ser resolvida de forma mais interpretativa. Vejamos:
A) Equipe de melhoria de processos é aquela que serve para
melhorar os processos, não tendo relação nenhuma com grupo de pessoas de
fora da organização. Por isso, está errada.
B) Certa. São equipes que consideram a especialização funcional,
mas cruzam diferentes especialidades em uma só equipe. É uma equipe
multifuncional.
C) Certa. São equipes feitas para os projetos, que são atividades
temporárias que geram resultados exclusivos.
D) Certa. São equipes que não possuem líderes, por isso as decisões
são em consenso!
E) Certa. São equipes mobilizadas para resolver determinados
problemas/tarefas, apresentando uma solução.
GABARITO: A.

34. (FUNCAB/SEDS-TO/Analista Socioeducador -


Psicologia/2014) Equipe Multiprofissional de Saúde se
refere a uma associação de profissionais da saúde, de
formações diversas, com a finalidade de
responsabilizarem-se pela saúde global de um indivíduo.
Sobre o trabalho em equipe multiprofissional, pode-se
dizer que:
a) para qualquer formação de equipe não há a necessidade de
73204055124

uma definição das identidades profissionais.


b) as práticas profissionais são consideradas interdependentes
e complementares, havendo uma colaboração entre todos os
profissionais.
c) cria a possibilidade de um diálogo entre diferentes
profissões, que, entretanto, limitam-se a especificidade de cada
saber
d) implica a dissociação entre as ações dos profissionais, já que
estes possuem suas dimensões próprias do trabalho.
Comentário:

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 39 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

Questão muito específica, mas que poderia ser resolvida por qualquer
um que tenha estudado grupos e equipes de trabalho. Vejamos cada
alternativa:
A) Errada. Cada pessoas em uma equipe possui vários papéis a
serem desempenhados (aqui chamados de "identidades profissionais"), e é
preciso que cada um execute a sua parte.
B) Certa. Para a formação de uma equipe de trabalho as práticas dos
profissionais devem ser tomadas em conjunto, de forma complementar e com
colaboração para atingimento dos objetivos em comum.
C) Errada. Todas as profissões envolvidas trabalharão de maneira
integrada, e não com a "especificidade de cada saber" isoladamente.
D) Errada. Ao contrário, a equipe implica a associação das ações dos
profissionais envolvidos.
GABARITO: B.

35. (FUNCAB/PM-MT/Soldado/2013) Sobre as equipes de


trabalho é correto afirmar que:
A) são formadas por um conjunto de pessoas que se dedica a
realizar um determinado trabalho, compartilhando tarefas e
decisões.
B) para a formação de equipes eficientes é preciso avaliar a
capacidade individual de seguir rotinas e rituais que serão
determinados por um de seus integrantes.
C) o coordenador da equipe é responsável por avaliar que
habilidades são necessárias para a realização de determinada
tarefa ou trabalho.
D) sua formação deve favorecer que cada participante alcance,
primeiramente, seus objetivos individuais.
E) são formadas por um conjunto de pessoas que trabalha na
mesma área e desempenha as mesmas atividades.
Comentário:
Vejamos cada uma das alternativas:
a) certa. Equipes realmente são formadas por pessoas que
compartilham tarefas e decisões rumo à objetivos em comum, já que as
73204055124

pessoas não trabalham de forma individual.


b) errada. Não existe essa necessidade de seguir rituais e rotinas,
muito menos sua avaliação.
c) errada. Não há um único indivíduo responsável por tal avaliação.
Há ainda a possibilidade de equipes autogerenciadas - que não possuem
coordenador.
d) errada. Objetivos individuais são característica dos grupos, e não
das equipes.
e) errada. Cada pessoa em uma equipe desempenha uma atividade,
de modo que as pessoas sejam complementares umas às outras.
GABARITO: A.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 40 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

4. Lista de Questões.

QUESTÕES SOBRE GRUPOS E EQUIPES

1. (FCC/SABESP/Atendente/2014) Trabalhar em equipe


não é apenas trabalhar em conjunto. Os resultados
nunca são alcançados apenas por uma pessoa, é preciso
compartilhar com o outro para chegar ao objetivo final
(VERGARA, 2012). São habilidades para se trabalhar em
equipe:
a) diálogo, visão fragmentada e egocentrismo.
b) individualismo, características culturais e inovação.
c) confiança, inovação e visão fragmentada.
d) inovação, confiança e proatividade.
e) individualismo, confiança e diálogo.

2. (FCC/SEFAZ-RJ/Auditor Fiscal/2014) Um gestor está


tendo dificuldades na obtenção de resultados com seus
funcionários e sabe que a variável volitiva é a mais
visada na busca de alcançar e superar as metas
preestabelecidas nas equipes de alta performance. Está
disposto a mudar sua forma de gestão, pois sabe que um
trabalho em equipe, segundo BOOG (1999), é
I. um conjunto de pessoas que trabalham na mesma
unidade organizacional do organograma, fazendo cada
uma sua parte para que o outro, ou outros, consolidem
(por somatória) ou harmonizem o resultado final do
trabalho.
II. um grupo de pessoas praticando atividades comuns,
com objetivos idênticos, porém individualizados.
III. a obtenção de contribuições para otimizar os
resultados comuns, sendo que todos são solidariamente
73204055124

responsáveis.
IV. um conjunto que gera sinergia positiva por meio de
esforço coordenado e cujos esforços individuais resultam
em um desempenho que é maior do que a soma dos seus
insumos.
Está correto o que se afirma APENAS em
a) III e IV.
b) III.
c) II e III.
d) II e IV.
e) I, III e IV.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 41 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

3. (FCC/Sergipe Gás S.A./Assistente Administrativo/2010)


No ambiente de trabalho, são atitudes que contribuem
para o trabalho em equipe:
a) diálogo, motivação, impaciência.
b) responsabilidade, individualismo, cortesia.
c) egocentrismo, empatia, controle.
d) solidariedade, entrosamento, união.
e) negociação, inflexibilidade, autonomia.

4. (FCC/TRF2/Analista/2012) Os grupos de trabalho e as


equipes de trabalho são semelhantes quanto ao fato de
que ambos têm uma atribuição formal por parte da
organização. A diferença está no fato de que, no grupo
de trabalho, o esforço de trabalho de um membro
a) apoia-se na característica de que o trabalho de cada pessoa
depende do trabalho da pessoa anterior e, nas equipes de
trabalho, isto não ocorre.
b) depende dos outros membros, mas equipes de trabalho não
requerem a cooperação de cada membro para atingir o
resultado final.
c) depende da coesão entre os membros, sendo que equipes de
trabalho requerem a competição como estímulo para atingir o
resultado final.
d) não depende dos outros membros, mas equipes de trabalho
requerem a cooperação de cada membro para atingir o
resultado final.
e) depende da força da motivação das pessoas do grupo para
continuarem a fazer parte do grupo, já que ninguém pode ser
substituído, e a equipe de trabalho não depende desse fator.

5. (FCC/TRF2/Analista-Psicologia/2012) São grupos nas


organizações que tendem a ter padrões mais rígidos de
status, autoridade, papéis e comunicação. O grupo que
NÃO corresponde a esta descrição é
73204055124

a) o informal.
b) a equipe de projeto.
c) a equipe de trabalho.
d) a estrutura matricial.
e) o grupo de trabalho.

6. (FCC/TRE-SP/Analista-Psicologia/2012) Os grupos
podem diferir em sua aparência e comportamento, no
entanto, interiormente todos têm três elementos
básicos: interação, atividades e
a) recursos.
b) atitudes.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 42 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

c) sistemas.
d) sentimentos.
e) raciocínios.

7. (FCC/TCE-GO/Analista de Controle Externo/2009)


Considere as afirmativas abaixo, relacionadas à
montagem de equipes.
I. Não pode haver harmonia em equipes montadas em torno de
objetivos e metas de desempenho previamente estabelecidas
pela organização. Para isso, é necessário que as normas e as
metas comuns sejam definidas pelo próprio grupo.
II. As equipes são montadas, principalmente, para melhorar a
eficácia organizacional e não para aproximar pessoas nem
aprimorar o clima da organização.
III. As equipes devem se alinhar às macroestratégias da
organização e não construir sua própria visão da missão, dos
valores e das metas.
IV. Cada equipe deve ser montada com base em sua missão
dentro de um escopo mais amplo, universal, de forma a não
limitar suas ações nem a criatividade necessária para inovar.
V. No recrutamento, é fundamental deixar claro aos candidatos
o que se deseja alcançar, quais são as recompensas possíveis,
mas, sem acentuar os reais desafios e riscos.
Está correto o que se afirma APENAS em
a) III e V.
b) II, IV e V.
c) I e II.
d) II, III e IV.
e) I, II e III.

8. (FCC/TRE-AP/Analista-Psicologia/2011) Uma equipe


multifuncional é formada por profissionais
a) de diferentes níveis hierárquicos, que se reúnem para uma
tomada de decisão estratégica.
73204055124

b) que utilizam a tecnologia de informação para reunir


membros fisicamente dispersos, para atingir objetivos comuns.
c) de igual nível hierárquico, mas oriundos de diferentes setores
da organização, que se reúnem para cumprir uma tarefa.
d) que se reúnem para discutir meios de melhorar a qualidade,
a eficiência e o ambiente de trabalho.
e) com atividades muito relacionadas e interdependentes, que
assumem responsabilidades de supervisão mútua.

9. (FCC/AL-SP/Agente/2010) A capacidade de trabalhar


com eficácia como membro de uma equipe e de

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 43 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

conseguir esforços cooperativos nessa equipe na direção


dos objetivos estabelecidos denomina-se habilidade
a) conceitual ou de visão sistêmica.
b) técnica.
c) de relação interpessoal ou humana.
d) de resolução de conflitos.
e) de alocação de recursos.

10. (FCC/AL-SP/Agente/2010) Equipes de trabalho cujos


membros, no início, se submetem à administração, mas
logo começam a operar por conta própria, assumindo as
responsabilidades definidas em conjunto no interior da
equipe denominam-se
a) ad hoc.
b) autogeridas.
c) de comando.
d) de assessoria.
e) mentoring.

11. (FCC/AL-SP/Agente/2010) A equipe de trabalho


formada para resolver determinados assuntos ou
problemas específicos, em bases temporárias, denomina-
se
a) comissão.
b) equipe funcional.
c) força-tarefa.
d) equipe de comando.
e) coaching.

12. (FCC/TRE-CE/Analista Judiciário - Área


Administrativa/2002) Cadeia formal de comando
composta por um gerente e seus subordinados
representa uma equipe
a) de resolução de problemas.
73204055124

b) com propósito especial.


c) horizontal.
d) vertical.
e) autodirigida.
13. (ESAF/Receita Federal/Auditor/2012) Considerando-
se que uma equipe é um conjunto de pessoas com
conhecimentos complementares, que trabalham em
conjunto, partilhando a responsabilidade, é correto
afirmar que
a) o resultado obtido seja menor ou igual à soma das
contribuições individuais alcançadas.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 44 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

b) haja aumento da satisfação psicológica e das dificuldades de


comunicação interpessoal.
c) a tomada de decisões melhore em função do aumento do
número de alternativas de solução.
d) haja um aumento gradual do controle exercido pelo
coordenador para garantir a disciplina do grupo.
e) o comprometimento seja diluído em função das tarefas
delegadas embora a solidariedade aumente.

14. (ESAF/Receita Federal/Analista Tributário/2009) O


trabalho em equipe pressupõe que a (o):
a) equipe trabalhe, simultaneamente, no mesmo locus.
b) líder delegue responsabilidade.
c) líder seja sempre democrático.
d) crítica seja evitada.
e) diversidade seja respeitada.

15. (ESAF/CGU/AFC/2008) O trabalho em equipe não é


apenas um conjunto de pessoas. Este precisa que haja
um elemento de identidade como normas, processos,
objetivos e situações que una as pessoas. Da relação
abaixo, assinale a opção que indica os requisitos
essenciais para que o trabalho em equipe aconteça.
a) Visão comum incipiente, Comunicação aberta,
Compartilhamento de informações, Negociação e Autoconfiança
exagerada.
b) Consciência do propósito, Baixa flexibilidade, Atrelagem a
antigos padrões, Negociação e Humildade intelectual.
c) Consciência do propósito, Comunicação aberta,
Compartilhamento de informações, Negociação e Humildade
intelectual.
d) Visão comum incipiente, Baixa flexibilidade, Atrelagem a
antigos padrões, Compartilhamento de informações e
Autoconfiança exagerada.73204055124

e) Consciência do propósito, Baixa flexibilidade, Comunicação


aberta, Atrelagem a antigos padrões e Humildade intelectual.

16. (CEPERJ/SEPLAG-RJ/EPPGG/2012) No atual contexto


de competição empresarial, o trabalho em equipe
adquire cada vez mais importância para as organizações.
De acordo com essa ideia, o comentário correto acerca
do trabalho em equipe é:
A) contribui para que cada funcionário saiba qual tarefa deve
desenvolver de forma separada das tarefas dos demais
funcionários

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 45 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

B) otimiza processos de produção mediante a utilização de


máquinas cada vez mais modernas
C) torna possível a existência de sindicatos mais fortes e com
maior poder de ação política
D) viabiliza a execução de tarefas mais complexas em função
de possuir uma maior diversidade de recursos
E) fornece direção às políticas organizacionais definidas pelos
membros da alta administração

17. (CESGRANRIO/IBGE/Supervisor de Pesquisas -


Administração/2014) As pesquisas mostram
consistentemente que a relação entre a coesão e a
produtividade depende das normas de desempenho.
Se as normas de desempenho para qualidade e
cooperação com indivíduos de fora do grupo forem
exigentes, o que acontecerá com um grupo coeso?
a) Ele priorizará a competição com outros grupos.
b) Ele priorizará recompensas grupais ao invés de recompensas
individuais.
c) Ele apresentará uma produtividade entre a baixa e a
moderada.
d) Ele apresentará baixa produtividade.
e) Ele será mais produtivo do que um grupo menos coeso.

18. (CESGRANRIO/IBGE/Supervisor de Pesquisas -


Administração/2014) Existem diversos obstáculos à
produtividade do grupo que resultam na perda de
processo. Em grupos grandes, o fato de apenas uma
pessoa poder efetivamente falar de cada vez, já que
nesse contexto pode ser mais difícil para alguns
membros terem suas ideias discutidas, é uma perda de
processo denominada
a) folga social
b) bloqueio de produção 73204055124

c) carona (free-riding)
d) atividade de conservação
e) facilitação social

19. (CESGRANRIO/Transpetro/Administrador Júnior /


2012) O trabalho em equipe é o maior desafio dentro das
organizações. É uma tarefa complexa reunir equipes e
garantir o desempenho, já que engloba pessoas com
atitudes, conhecimentos e características diferentes.
Para a formação de uma equipe de um departamento
com alto desempenho, é necessário que essa equipe

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 46 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

saiba agilizar tarefas e desenvolver a comunicação em


clima aberto e confiável.
Os atributos necessários para atingir tais metas são,
respectivamente,
a) clareza e responsabilidade
b) criatividade e clareza
c) interação e flexibilidade
d) rapidez e interação
e) responsabilidade e flexibilidade

20. (CESGRANRIO/Transpetro/Administrador Júnior /


2011) Uma empresa na área de mineração decidiu
ampliar a produção de uma mina de minério de ferro.
Para tal, constituiu uma equipe de profissionais de
diversas especialidades para atuar desde o planejamento
até a entrega da obra, incluindo todo o processo de
licenciamento ambiental. Quando da entrega da mina em
produção, a equipe será desfeita, e os profissionais serão
novamente movimentados para posições em que possam
contribuir com suas habilidades e competências.
A empresa optou por desenvolver uma equipe
a) autodirigida
b) funcional cruzada
c) de força-tarefa
d) de projeto
e) de melhoria de processos

21. (CESGRANRIO/Transpetro/Administrador Júnior /


2011) Embora equipes sejam grupos de pessoas, os
conceitos de equipe e grupo não são intercambiáveis. A
respeito das diferenças entre conceitos, analise as
afirmativas a seguir.
I - Equipes contam com líderes fortes que foram designados
para a função. 73204055124

II - Equipes entregam produtos do trabalho coletivo de seus


componentes.
III - Grupos discutem, decidem e compartilham trabalho.
Está correto APENAS o que se afirma em
a) I.
b) II.
c) III.
d) I e II.
e) I e III.

22. (CESGRANRIO/Petrobras/Administrador -
Biocombustíveis / 2010) Existem várias diferenças entre

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 47 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

trabalho em grupo e trabalho em equipe, principalmente


quanto à sua caracterização. A esse respeito, considere
as características abaixo.
I - Mantém a responsabilização do indivíduo.
II - Compartilha ou faz rodízio de liderança.
III - Possui produtos do trabalho individual.
IV - Encoraja discussões abertas em reuniões.
V - Mede eficácia pelo trabalho coletivo.
VI - Discute, decide e delega trabalho.
Referem-se ao trabalho em equipe APENAS as características
a) I, II e III.
b) I, IV e VI.
c) II, III e V.
d) II, IV e V.
e) III, V e VI.

23. (CESGRANRIO/Petrobras/Administrador/2010) O
trabalho em equipe é um elemento fundamental às
práticas das organizações da indústria de petróleo,
principalmente, devido à natureza das atividades e à
diversidade de problemas que seus colaboradores
enfrentam. Relacione o tipo de equipe à natureza da
responsabilidade envolvida.

73204055124

Estão corretas as associações


a) I -R, II - P, III - Q
b) I -P, II - S, III - R
c) I -Q, II - R, III - P

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 48 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

d) I -S, II - Q, III - P
e) I -Q, II - P, III - S

24. (CESGRANRIO/Petrobras/Administrador/2010) O
trabalho em equipe é considerado fundamental para
sistemas de trabalho de alto desempenho, já que delega
poder e concede maior controle ao empregado.
PORQUE
Reconhece a importância das necessidades sociais de
cada empregado individualmente e requer pouca
orientação técnica por, necessariamente, envolver a
divisão de tarefas que devem ser simples, seguras e
controláveis.
A esse respeito, conclui-se que
a) as duas afirmações são verdadeiras e a segunda justifica a
primeira.
b) as duas afirmações são verdadeiras e a segunda não justifica
a primeira.
c) a primeira afirmação é verdadeira e a segunda é falsa.
d) a primeira afirmação é falsa e a segunda é verdadeira.
e) as duas afirmações são falsas.

25. (CESGRANRIO/BACEN/Analista do BACEN - Área


6/2010) Cada vez mais, o trabalho em equipe tem sido
implementado nas organizações brasileiras como uma
forma de aumentar a sua produtividade e o seu
desempenho. No entanto, a menor pressão da
organização sobre o desempenho individual e a diluição
das responsabilidades podem gerar, no grupo de
trabalho, um fenômeno conhecido como
a) pensamento grupal.
b) folga social.
c) coesão.
d) conformidade. 73204055124

e) autonomia.

26. (CESGRANRIO/IBGE/Agente Censitário/2009) Dentre


as práticas gerenciais que se seguem, a que compromete
o desempenho de equipes é a que estabelece
a) uma orientação estratégica envolvendo a participação dos
funcionários para o cumprimento da missão e dos objetivos da
organização.
b) uma cultura organizacional que influencia membros de
equipes a concordarem explicitamente com uma proposição da
qual discordam intimamente.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 49 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

c) um padrão de conduta que é compartilhado pelos membros


da equipe.
d) um processo de seleção e treinamento que proporcione
contribuições eficazes para o desenvolvimento de equipes.
e) o desenvolvimento da capacidade de seus integrantes
trabalharem coletivamente, produzindo um resultado maior que
a simples soma de suas contribuições individuais

27. (FGV/TJ-BA/AJAA/2015) São várias as modalidades


de equipes de trabalho. A equipe de risco é aquela
constituída por:
a)pessoas que executam tarefas similares, em uma mesma
unidade organizacional, com poucas funções bem definidas;
b)especialistas de diferentes áreas com o intuito de desenvolver
uma atividade específica sem relação com a estratégia da
empresa;
c)funcionários que participam de equipes diferentes e que
executam um rodízio periódico de seus integrantes;
d)diretores de cada departamento que trabalham em conjunto
para decidir o plano tático da organização;
e)funcionários com foco em novos empreendimentos e com
autonomia para gerir seu orçamento e alcançar resultados.

28. (FGV/DPE-MT/Assistente Administrativo/2015) Com o


advento e progresso das tecnologias de comunicação,
bem como em função dos negócios globais de algumas
corporações, algumas empresas adotam modelos de
equipe em que seus membros residem em países
diferentes e se comunicam e compartilham trabalhos por
meio de ferramentas tecno- informacionais.
Nesse sentido, assinale a opção que indica esse modelo de
equipe.
a)Ad Hoc
b)Autogerenciada 73204055124

c)Força-tarefa
d)Funcional cruzada
e)Virtual

29. (FGV/DPE-MT/Assistente Administrativo/2015) Sobre


os grupos formais e informais, analise as afirmativas a
seguir.
I. Um grupo de funcionários que interage espontaneamente em
torno de um propósito específico caracteriza um grupo informal.
II. O gerente e os subordinados de um departamento de
produção constituem um grupo formal.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 50 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

III. Uma equipe definida pela instituição para o


desenvolvimento de um projeto específico forma um grupo
informal.
Assinale:
a)se somente a afirmativa I estiver correta.
b)se somente a afirmativa III estiver correta.
c)se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
d)se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
e)se todas as afirmativas estiverem corretas.

30. (FGV/SUSAM/Administrador/2014) Em uma


organização existem equipes em que seus membros
trabalham a distância e equipes que realizam tarefas
específicas para serem desmobilizadas em seguida.
Esses dois tipos de equipe podem ser chamados de
a)virtuais e funcionais cruzadas.
b)virtuais e forças-tarefa.
c)autogerenciadas e funcionais cruzadas.
d)autogerenciadas e forças-tarefa.
e)autogerenciadas e virtuais.

31. (FGV/TJ-AM/AJAA/2013) O trabalho em equipe


possibilita a integração de competências individuais em
uma ação coletiva, objetivando a geração dos resultados
desejados.
I. Agilidade da captação e uso das informações
II. Assunção dos riscos
III. Comprometimento
As vantagens do desenvolvimento de equipes como um dos
principais papéis do gestor na atualidade são abordadas
a)em I, II e III.
b)apenas em II e III.
c)apenas em I e III.
d)apenas em I e II. 73204055124

e)apenas em II.

32. (FGV/FBN/ATA/2013) Quando um líder eficaz conecta


os liderados, ele tem como meta
a)dividir a equipe.
b)aumentar sua popularidade.
c)substituir os superiores.
d)atingir os resultados.

33. (FGV/SAFAZ-RJ/Auditor Fiscal da Receita


Estadual/2011) A base fundamental do trabalho de cada

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 51 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

executivo está na equipe. Ela constitui a sua unidade de


ação, a sua ferramenta de trabalho. Com ela, o executivo
alcança metas e produz resultados. Para tanto, ele
precisa saber como escolher sua equipe, como desenhar
o trabalho para aplicar as competências dela, como
treinar e preparar a equipe para aumentar sua
excelência, como liderar e impulsionar a equipe, como
motivá-la, como avaliar o seu desempenho para melhorá-
lo cada vez mais e como recompensá-la para reforçar e
reconhecer seu valor. Essa é a sua praia. Trabalhar com a
equipe passa a ser a atividade principal do executivo
como gestor de pessoas. Mas lidar com equipes exige
cuidados especiais. Há uma variedade de tipos de
equipes, conforme descrito nas alternativas a seguir, À
EXCEÇÃO DE UMA.
Assinale-a.
a)Equipes de melhoria de processos: é um grupo de pessoas
com ou sem experiência, vindas de fora da entidade. Os
membros são geralmente pessoas com perfil mais conservador.
b) Equipes funcionais cruzadas: são compostas de pessoas
vindas de diversas áreas da empresa (marketing, produtos,
finanças, engenharia) e são formadas para alcançar um
objetivo específico por meio de um mix de competências. Quase
sempre são designadas.
c) Equipes de projetos: são formadas especialmente para
desenhar um novo produto ou serviço. Os participantes são
designados na base de sua habilidade para contribuir para o
sucesso. O grupo geralmente debanda após completada a
tarefa.
d)Equipes autodirigidas: são compostas de pessoas altamente
treinadas para desempenhar um conjunto de tarefas
interdependentes dentro de uma unidade natural de trabalho.
Os membros usam o consenso na tomada de decisão para
desempenhar o trabalho, resolver problemas ou lidar com
73204055124

clientes internos ou externos.


e) Equipes de força-tarefa: uma força-tarefa é designada para
resolver imediatamente um problema. O grupo fica responsável
por um plano de longo prazo para resolução do problema que
pode incluir a implementação da solução proposta.

34. (FUNCAB/SEDS-TO/Analista Socioeducador -


Psicologia/2014) Equipe Multiprofissional de Saúde se
refere a uma associação de profissionais da saúde, de
formações diversas, com a finalidade de
responsabilizarem-se pela saúde global de um indivíduo.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 52 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

Sobre o trabalho em equipe multiprofissional, pode-se


dizer que:
a) para qualquer formação de equipe não há a necessidade de
uma definição das identidades profissionais.
b) as práticas profissionais são consideradas interdependentes
e complementares, havendo uma colaboração entre todos os
profissionais.
c) cria a possibilidade de um diálogo entre diferentes
profissões, que, entretanto, limitam-se a especificidade de cada
saber
d) implica a dissociação entre as ações dos profissionais, já que
estes possuem suas dimensões próprias do trabalho.

35. (FUNCAB/PM-MT/Soldado/2013) Sobre as equipes de


trabalho é correto afirmar que:
A) são formadas por um conjunto de pessoas que se dedica a
realizar um determinado trabalho, compartilhando tarefas e
decisões.
B) para a formação de equipes eficientes é preciso avaliar a
capacidade individual de seguir rotinas e rituais que serão
determinados por um de seus integrantes.
C) o coordenador da equipe é responsável por avaliar que
habilidades são necessárias para a realização de determinada
tarefa ou trabalho.
D) sua formação deve favorecer que cada participante alcance,
primeiramente, seus objetivos individuais.
E) são formadas por um conjunto de pessoas que trabalha na
mesma área e desempenha as mesmas atividades.

73204055124

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 53 de 54


Noções de Administração p/ (com videoaulas)
Teoria e Exercícios.
Prof. Carlos Xavier - Aula 05

5. Gabarito.

1. D 10. B 19. D 28. E


2. A 11. C 20. D 29. C
3. D 12. D 21. B 30. B
4. D 13. C 22. D 31. A
5. A 14. E 23. A 32. D
6. D 15. C 24. C 33. A
7. D 16. D 25. B 34. B
8. C 17. E 26. B 35. A
9. C 18. B 27. E

6. Bibliografia Principal.

 CARVALHO, Antonio V. de. NASCIMENTO, Luiz P do. SERAFIM, Oziléa C. G.


Administração de Recursos Humanos. 2 ed. Vol. 1. São Paulo: Cengage
Learning, 2012.
 CHIAVENATO, Idalberto. Administração: Teoria, Processo e Prática. Rio de
Janeiro: Elsevier, 2007.
 CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.
 CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. Rio
de Janeiro: Elsevier, 2011.
 DE MACEDO, Ivanildo I. RODRIGUES, Denize F. JOHANN, Maria E. P. DA
CUNHA, Neisa M. M. Aspectos comportamentais da gestão de pessoas. 9a
ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007.
 HAMPTOM, David. R. Administração do comportamento organizacional.
São Paulo: Makron Books, 1991.
 MADRUGA, Lúcia Rejane Rosa Gama. Comportamento coletivo e interações
73204055124

sociais no Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio


Santa Maria: aprendizagem social e emergência do empreendedorismo
socioambiental. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio Grande do
Sul. Programa de Pós Graduação em Agronegócios. Disponível em: <
http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/15711>. Acesso em: 16/02/2016.
 ROBBINS, Stephen P. JUDGE, Timothy A. SOBRAL, Filipe. Comportamento
Organizacional: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Pearson
Prentice Hall, 2010.

Prof. Carlos Xavier www.estrategiaconcursos.com.br Página 54 de 54

Você também pode gostar