Você está na página 1de 29

TUDO O QUE VOCÊ SEMPRE QUIS

SABER
AGORA VOCÊ PODE!

COMO SE
TORNAR UM
PROPAGANDISTA
O GUIA DEFINITIVO
CELSO G. DIAS JR.
A QUEM ESTE MATERIAL É
DESTINADO

Este material é destinado para quem sente que merece estar em um outro
patamar financeiro e de qualidade de vida.

Veja se você se encaixa em uma ou mais das características a seguir:

Trabalho muito (44 horas semanais ou mais) e acredito que minha


remuneração não condiz com o quanto produzo.

Não me considero bem-sucedido ainda, mas desejo ser.

Pretendo ter mais qualidade de vida.

Entendo que as melhores oportunidades do mercado são destinadas aos


melhores profissionais, por isso valorizo a importância do conhecimento
e da preparação para obtê-las.

Já ouvi falar da indústria farmacêutica, mas gostaria de saber mais


sobre o setor e a profissão propagandista.

Considero a indústria farmacêutica um setor muito fechado, que dá


oportunidades somente para quem é indicado.

Já participei de um ou mais processos no setor, mas não passei (ou


avancei) e quero entender melhor como ser mais competitivo para
alcançar este objetivo.

Já trabalho (ou trabalhei) no setor, mas pretendo aumentar minha


performance, alavancar meus resultados e, quem sabe, me tornar
gerente.

Você não precisa necessariamente se identificar com tudo. Se houver


apenas um item na lista que se encaixe a você, tenha certeza que este Guia
irá te ajudar a acelerar no objetivo de se tornar um propagandista DE
SUCESSO na indústria farmacêutica.
ENTENDA ESTE GUIA
Com toda nossa experiência na indústria farmacêutica, nós conseguimos
entender o caminho mais comum (e mais rápido) que um profissional
precisa percorrer para conseguir seu tão sonhado emprego como
propagandista na indústria farmacêutica. Mesmo que você não tenha
experiência no setor. Contudo, mais do que entrar no setor, temos a
certeza que você deseja permanecer.

Obviamente, este caminho, na maioria das vezes é tortuoso, marcado por


erros, acertos, tentativas e vitórias. Principalmente por que até aqui não
havia um material tão completo como este que você está tendo
acesso agora para guiar as pessoas.

Encare este guia como um mapa. Ele realmente tem potencial para
encurtar seu caminho, com menos desgastes, reduzir drasticamente os
riscos e o tempo para viver logo a vida que deseja. Então, leia tudo. E
aproveite a viagem!

Veja, em formato de esquema, como este guia está organizado:

UAU! AGORA JÁ
3. CONHEÇA A 4. MEÇA O SEU 9. PARTICIPE DE PARABÉNS!
CONHEÇO O
PROFISSÃO
QUE SONHO! VOCÊ
PERFIL MAIS PROCESSOS E
CHEGOU!
PASSE

2. CONHEÇA O
AGORA JÁ SEI O
8. APRENDA COM OS
SETOR E AS
QUE TENHO E O
QUE FALTA!
ERROS DE CADA
OPORTUNIDADES

PROCESSO

1. VENÇA AS 5. APRENDA A

ARMADILHAS
CRENÇAS ESCOLHER O CURSO
DOS
PROCESSOS.
CERTO PARA VOCÊ
LIMITANTES VOLTE 4 CASAS.

TEM 7. ACESSE AS
6. PREPARE-SE
CURSO?
START AVANCE 5 PARA AS
VAGAS DO SETOR E

CASAS! PARTICIPE DE
ENTREVISTAS

PROCESSOS
QUEM SOMOS
A BenchMarking é uma empresa especializada em treinamentos para
Propagandistas. Nossa missão é ser ponte para o sucesso das pessoas.

Assim como uma ponte que liga dois lados, nós unimos profissionais que estão
em busca da melhor oportunidade da vida deles e gestores que estão em
busca desses profissionais.

Todo o sucesso que já tivemos até este momento formando profissionais para
a indústria farmacêutica tem relação direta com a sensibilidade de nos
lembrarmos que um dia também vivemos este momento. Ninguém vai longe
sozinho.

Acredite, gestores estão a todo momento em busca de talentos. Mas hoje


em dia, talento só não basta. É preciso ter preparação. É preciso dar o primeiro
passo. Acredito que este E-book será para você seu primeiro grande passo
na conquista de sua vaga de propagandista. E com o pé direito!

CONHEÇA O AUTOR

Celso G. Dias Jr.

CEO da BenchMarking

Administrador de Empresas, com MBA em Gestão


Empresarial pela FGV, atuou como propagandista
do Laboratório Aché, além de ter experiência como
executivo de marketing na Coca-Cola, por 5
anos. Atua como mentor do Startup Weekend, um
evento internacional de empreendedorismo
promovido pelo SEBRAE no Brasil. Responsável
por cunhar a metodologia de ensino da
BenchMarking: Lean Education®.
E POR QUE ESTAMOS
FAZENDO ISSO?

No meu tempo na indústria farmacêutica, pude conviver com diversos


gerentes, ouvi com muita atenção suas queixas frequentes, entendi com
muita clareza suas necessidades, e posso afirmar que um grande
problema de quase todo gestor é encontrar profissionais qualificados
para a função de propagandista.

Muitos acreditam que estão preparados. Poucos estão de verdade.

Para encontrar tais profissionais, ou treinar quem estivesse mais próximo


disso, não raramente testemunhei gestores trabalhando finais de semana
e feriados, sacrificando tempo de qualidade com a família...

Sem tempo para encontrar profissionais para contratar da noite para o


dia, precisam contar única e exclusivamente com os currículos
encaminhados por seus vendedores.

Ou ainda passam meses sem atingir a faixa de premiação por contratar


profissionais que ainda não estavam prontos para gerar resultados.

Estas são somente algumas das "dores" dos gerentes, para ilustrar o que
estou dizendo.

Sabemos que estas dores não são exclusivas dos gerentes que tive
contato diretamente, na verdade são muito comuns a qualquer gestor
da área. Sendo assim, antes de nos preocuparmos com você, que
provavelmente ainda nem imagina os problemas que realmente enfrentará
no setor, nos preocupamos com um figura importante para nós: quem
irá te contratar.

Isto significa que se você seguir este guia, estará se adequando às


necessidades de quem terá poder para te contratar, treinar, gerir e até
mesmo promover. Bom para todos, não é verdade?

Espero que goste, pois fizemos com muita dedicação para você!
1 VENÇA SUAS CRENÇAS
LIMITANTES

Não importa quem você seja ou de onde você veio, você precisa saber que seu
maior inimigo mora dentro de você. Não existe outra forma de começar este
guia, se não falando sobre suas crenças limitantes. Toda informação contida nas
próximas páginas será inútil se você não identificá-las e abandoná-las.

Quais são as "verdades" que você vive repetindo a você mesmo? Essas verdades
estão te colocando mais próximo ou mais distante dos seus objetivos?

E como isso funciona na indústria farmacêutica? Provavelmente você já tenha


ouvido falar que neste setor só se entra com indicação. Acertei? Talvez você até já
tenha repetido isso algumas vezes. Mas quem foi que te disse isso?

Ainda que tenha sido um profissional da área, você realmente conhece as


intenções dele? Ou até mesmo suas próprias crenças limitantes? Talvez este
profissional tenha sido indicado para o processo no qual ingressou (por mérito) e
passou a reforçar esta crença.

Acredite, isto está longe de ser verdade. E se você tem acreditado nisso, saiba
que este pensamento está te sabotando e atrasando seu objetivo. Quer provas?
Entre no site Vagas.com agora e pesquise por vagas para propagandistas.

Você acredita que laboratórios perderiam seu precioso tempo postando vagas
nestes canais de recrutamento se não os utilizassem? Muito bem. Acho que te
convenci.

Mas se não é indicação, o que te impede de conquistar uma vaga como


propagandista neste setor? E como é possível vencer estes obstáculos reais? É
o que você verá nas próximas páginas deste guia.

Pelo menos agora sua mente já está aberta para enxergar as reais oportunidades
e, principalmente, considerar este objetivo palpável para você. Saiba: acreditar
em você e no seu sucesso é o começo de tudo.
2. CONHECENDO O
SETOR

2.1 Os números do setor

Apesar da crise, contratações na indústria


farmacêutica cresceram em 15% de 2016
para 2017 15%
Fonte: http://www.bbc.com/portuguese/geral-40006164

Setor movimenta em média R$ 85,35 bilhões


por ano no Brasil (8° no ranking mundial).
Fonte: https://www.interfarma.org.br/guia/guia-2017/dados-do-setor/

A despeito dos altos


salários, benefícios e
disponibilidade de
vagas, laboratórios têm
dificuldade em
preencher as vagas
de propagandistas
(inclusos na categoria
representantes de
vendas) no Brasil

Fonte: http://exame.abril.com.br/carreira/os-10-profissionais-mais-buscados-no-brasil-e-em-xx-paises/
2.2 Os principais laboratórios que atuam no
Brasil e os salários que oferecem, segundo o site
Lovemondays (considerando apenas salário
fixo, sem variável e benefícios)

UROPEC NOVO NORDISK

R$ 10.100,00  R$7.100,00 

MERCK SHARP & DOHME


L'ORÉAL (LOREAL)

(MSD)
 R$7.000,00 
 R$8.349,00 

BRISTOL MYERS SQUIBB


ASTRAZENECA

 R$8.100,00 
 R$6.877,00 

ROCHE
SANOFI

 R$8.100,00 
 R$6.900,00 

GLAXO SMITH (GSK)


SUPERA FARMA

 R$7.472,00 
 R$6.777,00 

LIBBS
TAKEDA BRASIL

 R$6.769,00 
 R$7.450,00 

HYPERMARCAS
ALLERGAN

 R$6.600,00 
 R$7.300,00 

NOVARTIS
EUROFARMA

 R$6.144,00 
 R$7.183,00 

GRUNENTHAL DO BRASIL

MOMENTA
 R$6.000,00 
 R$7.166,00 

BIOLAB SANUS
APSEN FARMACÊUTICA
FARMACÊUTICA
 R$7.158,00 
 R$5.711,00 
EMS
ELI LILLY

 R$5.504,00  R$4.417,00

ALCON LABORATORIES
SERVIER

 R$4.308,00 
R$5.600,00

LABORATÓRIOS BALDACCI
DAIICHI-SANKYO
 R$4.400,00 
R$5.500,00

CRISTÁLIA PRODUTOS MANTECORP

QUÍMICOS E FARMACÊUTICOS  R$4.400,00 


R$5.244,00

MARJAN FARMA
ZAMBON FARMA
 R$4.188,00 
R$5.100,00

MEAD JOHNSON
ABBOTT LABORATÓRIOS
 R$3.700,00 
R$5.100,00

ASPEN PHARMA
ZODIAC
 R$3.628,00 
R$5.100,00

GERMED PHARMA

UNIÃO QUÍMICA
 R$3.426,00 
R$5.000,00

HEBRON

TORRENT PHARMA
 R$3.403,00 
R$4.907,00

FQM FARMOQUÍMICA
ACHÉ LABORATÓRIOS

FARMACÊUTICOS  R$3.336,00 
R$4.716,00

CIFARMA
MEDLEY INDÚSTRIA
 R$3.300,00 
FARMACÊUTICA

R$4.600,00

GLENMARK

R$4.600,00
2.3 Os 4 GRANDES Motivos que mostram que
agora é o melhor momento para você investir
na carreira de propagandista

Além de excelentes salários, benefícios e disponibilidade de


muitas vagas, outros fatores contribuem para tornar essa área
tão atrativa para você. Confira.

01
AUMENTO NOS GASTOS DA
POPULAÇÃO COM SAÚDE
MAIS QUE DOBRARAM NA
ÚLTIMA DÉCADA:
CONSUMIDORES ADQUIREM
MAIS CONHECIMENTO E SE
PREOCUPAM MAIS COM SUA
SAÚDE E QUALIDADE DE
VIDA

02
CRESCIMENTO DAS CLASSES SOCIAIS DE
BASE, RETIRANDO MILHÕES DE PESSOAS DA
LINHA DE POBREZA, FAVORECENDO UM
AUMENTO NA MÉDIA DE CONSUMO (TICKET
MÉDIO DE CONSUMO).

03
ENVELHECIMENTO DA
POPULAÇÃO BRASILEIRA,
QUE ENCONTRA
DESAMPARO NA
ASSISTÊNCIA DE SAÚDE
PÚBLICA E RECORRE A
INICIATIVA PRIVADA.

04
AQUISIÇÕES E FUSÕES NO MERCADO
INDUSTRIAL E DO VAREJO FARMACÊUTICO,
FAVORECENDO A COMPETITIVIDADE E
MELHORIA NA QUALIDADE DOS SERVIÇOS
PRESTADOS, GANHANDO NOVOS
CONSUMIDORES
3 CONHECENDO O
PROPAGANDISTA

3.1 O que faz um Propagandista?


Propagandista, representante de laboratório, visitador médico... Este
profissional recebe vários nomes e até apelidos carinhosos (como Rep.,
por exemplo). Mas o que de fato ele faz? Quais são suas atribuições, seus
desafios e como é a sua rotina?

Várias pessoas possuem esta dúvida e chegou a hora de esclarecê-la. A


função do propagandista é fazer propaganda dos medicamentos do
laboratório para o qual trabalha.

Toda empresa, para vender, precisa propagar seu produto para o


tomador de decisão. Na maioria das vezes, o tomador de decisão é
também o consumidor do produto. Logo empresas buscam comunicar com
este consumidor por meio de diversos canais, como TV, redes sociais,
outdoors entre outros.

Na indústria farmacêutica, contudo, o tomador de decisão é o médico e,


por se tratar de um assunto de extrema relevância quanto a saúde, é que
se faz necessário a figura do propagandista: um profissional que precisa
estar devidamente preparado para lidar com uma classe exigente: a
classe médica.

Há de se destacar ainda o papel social exercido por esse profissional, que


leva novas opções terapêuticas e novos fármacos, o que significa, na
prática, levar saúde às pessoas.

Os desafios deste profissional mudaram muito ao longo dos anos. Hoje


laboratórios buscam profissionais cada vez mais completos, com
habilidades avançadas em vendas, boa verbalização, carisma,
agilidade, comprometimento, pensamento estratégico, só para citar
algumas delas.

Além de precisar ser bastante organizado, pois deve construir seu roteiro
de visitação médica e gerir os diversos recursos que o laboratório
disponibiliza (como amostras grátis, materiais científicos etc.), ele precisa
ser analítico e lidar com metas, pois sua função está diretamente ligada à
geração de resultados.
3.2 A diferença entre o  propagandista e
um vendedor comum

Na nossa opinião, todo propagandista é vendedor, mas nem todo


vendedor é propagandista. Logo, podemos dizer que este profissional
precisa ser um vendedor de altíssima performance, que incorpore outras
habilidades ao seu arsenal.

O propagandista precisa ter auto-gestão, resiliência, comprometimento com


estudos, boa verbalização. E é por todas essas exigências que este
profissional ganha, em média, 4 vezes mais que um vendedor comum.

Acontece que se você é um vendedor, com preparo pode se tornar um


propagandista. Mas mesmo quem não é vendedor (ou pensa que não é)
pode se tornar um propagandista de sucesso. Basta se dedicar em
desenvolver as habilidades desejadas para a função.

E aí? Será que você já está pronto para ser um propagandista?

Para te ajudar a responder esta pergunta, nós da BenchMarking


elaboramos um Teste Gratuito (leva em média 5 minutos para fazer), que
permite avaliar seu perfil com a média dos propagandistas do mercado.

Assim será possível para você descobrir o que ainda falta para atingir este
objetivo. Para realizar o Teste, basta clicar aqui.

É bem verdade que as exigências quanto a este profissional mudam de


laboratório para laboratório. E há requisitos gerais também. É isso que
veremos a seguir.
3.3 A função é igual para todo laboratório?

Cada laboratório tem a sua própria cultura, estratégia, seus próprios


programas de treinamento, plano de carreira etc. Logo, cada uma dessas
empresas tem suas particularidades em como enxergar a função do
propagandista.

Isso significa dizer que você precisará conhecer o laboratório para o qual
irá trabalhar, conhecer sua missão, valores e história. Precisa também
entender se a cultura da empresa combina com a sua cultura. Porque,
obviamente, se houver necessidade de adaptação, é você quem deverá se
adaptar à cultura da empresa.

Ainda assim, é possível encontrar pontos comuns em vários laboratórios,


pois mesmo que cada empresa tenha suas particularidades, este
profissional atua num mercado onde há sua própria cultura, perfil e
exigências até mesmo legais.

Nós da BenchMarking entendemos perfeitamente isso e procuramos nos


focar no que é comum tanto na indústria farmacêutica, quanto em
qualquer outro mercado que busca por profissionais de alta
performance.

Isso influencia radicalmente na ementa (plano de desenvolvimento) do


nosso curso. Não perdemos tempo falando do que não importa, ou
buscando "moldar" o profissional para o que os gerentes querem. Em vez
disso, focamos em extrair o melhor de cada um, o desenvolvendo para
ser competitivo dentro deste mercado, independente de em qual
laboratório ingresse.

Assim é possível se tornar um profissional atrativo e ainda assim ser um


"papel em branco" para ser moldado de acordo com a exigência do
laboratório e o gestor que te contratar. Bacana né?!
4. SERÁ QUE TENHO
PERFIL?

4.1 Teste para medir seu perfil em


relação à média do mercado

Nossa experiência nos fez ver uma verdade: mais vale aquele que
ainda não está pronto, mas quer muito, do que aquele que tem um
ótimo perfil, mas apenas quer.

Em outras palavras: "Entre a faca e o queijo, nós ficamos com a


fome."

Isso porque habilidades podem ser desenvolvidas ou adquiridas. E


pesquisas mostram que a velocidade com que se desenvolve algo está
diretamente relacionada a dois fatores, basicamente:

1 - Como e com quem aprendemos


2 - A nossa própria vontade

E, na qualidade de recrutadores, não temos influência nenhuma sobre


o segundo item, principalmente.

Dito isso, que tal saber como está seu perfil comparado com a
média dos propagandistas?

Elaboramos um teste que faz justamente isso e que serve como um


direcionador para os próximos passos para tornar seu currículo mais
atrativo para a área. Para fazer o teste, basta clicar aqui.

É gratuito, leva poucos minutos e as informações são confidenciais.


4.2 Como posso desenvolver o que falta?

Se você já realizou o teste já sabe o que tem e o que ainda falta para
você alcançar o objetivo de ser um propagandista.

Tenho certeza que tudo ficou mais claro para você agora. "Muito
bem, e como posso desenvolver o que falta?" você deve estar se
perguntando.

A vida é um eterno treino, concorda?

Utilize todas as oportunidades que possui hoje, seja no trabalho, em


casa, num jantar... sei lá! Crie suas oportunidades para evoluir! Este
certamente é um padrão mental interessante de quem quer se tornar
propagandista.

Nós da BenchMarking acreditamos que só há uma forma


verdadeira de aprender: fazendo.

Logo, você tem dois caminhos: precisará avançar, criar conexões, se


candidatar a vagas, conversar com gerentes para conseguir entender o
que procuram e ir desenvolvendo isso. Ou pode pegar um atalho,
aprendendo com quem passou a maior parte da vida entrevistando,
contratando, treinando e promovendo profissionais na área. Isso tudo
com uma metodologia que prioriza a prática, a única forma de
aprender, lembra?!

É óbvio que um desses caminhos é mais rápido, mais seguro e


muito mais barato do que o outro. Mas a escolha é sua.

Se você está cogitando se matricular em um curso para propagandista,


recomendo que veja alguns cuidados que você deve tomar na hora de
escolher. Deixamos várias dicas valiosas nas próximas duas páginas.
5. APRENDA A
ESCOLHER O CURSO
CERTO PARA VOCÊ

"Será que eu preciso de um curso?"

A esta altura, é muito comum surgir esta dúvida. O fato é que


teoricamente você não precisa de um curso para ser
propagandista. Ainda assim, eu altamente recomendo que você faça.

Eu explico: com o mercado em crise, o desemprego em alta e a


indústria farmacêutica seguindo na contramão da crise, é natural que
vários profissionais se interessem por vagas no setor.

Isso faz com que a oferta de mão-de-obra qualificada aumente muito,


assim como a exigência dos gerentes. Afinal, eles têm opção. Podem
escolher o melhor entre os melhores.

Logo, quanto mais preparado o candidato está, mais chances ele


tem de ingressar. Hoje em dia é muito comum gerentes pedirem para
o candidato fazer uma propaganda na hora da entrevista!

Como você terá tranquilidade para fazer uma propaganda na hora


da entrevista se nunca havia feito uma anteriormente?

Além disso, cursos como o da BenchMarking prepara você para as


práticas de mercado, os desafios, as dores reais. O gerente saberá
que você entende onde está entrando, que não está se aventurando,
atraído apenas por salários e benefícios. Você é capaz de passar
segurança para ele. E isso, pode crer, faz toda a diferença entre um
sim e um não.

Tudo bem, mas qual curso escolher? Como saber se determinado


curso combina comigo e se vai me preparar de verdade?

E é pensando nisso que criamos o infográfico que está na próxima


página. Nós pensamos em tudo, não é mesmo?!
7 cuidados ao escolher um
curso de formação para
PROPAGANDISTA
2 1

IDENTIFIQUE A BUSQUE SABER A


METODOLOGIA PROPOSTA. CARGA HORÁRIA DO
NÃO ESTAMOS MAIS EM CURSO. MAS SEMPRE
TEMPOS DE AULAS TENHA EM VISTA QUE
MERAMENTE EXPOSITIVAS. QUALIDADE É MELHOR
QUE QUANTIDADE.

3 4

CONFIRA A EMENTA (OU BUSQUE SABER SE OS


PROPOSTA DE FACILITADORES ESTÃO
DESENVOLVIMENTO) DO ATUALIZADOS QUANTO
CURSO. MELHOR QUANDO ÀS NOVAS EXIGÊNCIAS
TEM MAIS PRÁTICA E MENOS DO MERCADO.
TEORIA.

6 5

ANALISE CUSTO / "NAMORE PARA


BENEFÍCIO. CARO É O QUE CASAR". A EMPRESA JÁ
NÃO DÁ RETORNO. HÁ
TE ENTREGOU ALGUM
CURSOS QUE EXIGEM
DESPESAS EXTRAS, COMO
CONTEÚDO DE VALOR
ALIMENTAÇÃO, ANTES DE TE COBRAR
DESLOCAMENTO E POR ALGO?
HOSPEDAGEM. COLOQUE
TUDO NA PONTA DO LÁPIS.

PROCURE POR
DEPOIMENTOS. A
MELHOR PESSOA
PARA FALAR DA
EMPRESA SERÁ
SEMPRE SEU CLIENTE
www.bmarking.com.br
6 EVITE OS 7 ERROS
MAIS COMUNS
COMETIDOS NAS
ENTREVISTAS

ERRO #1: Enviar currículo


desatualizado
Um representante de laboratório precisa ser um profissional
extremamente organizado, atento aos detalhes, pragmático.

O que dizer de um profissional que vai para uma entrevista (se


chegar lá) que não cuida de atualizar seu próprio currículo? Ele irá
planejar bem sua rotina? Se atentará às tarefas primárias
que realizará no dia-a-dia? Lembrará das solicitações de seus
clientes?

Depois dessa primeira má impressão, não é impossível, mas será


muito difícil virar o jogo.

ERRO #2: Chegar atrasado


Diferentemente do que algumas pessoas pensam, chegar atrasado
não depende de trânsito, de imprevistos ou de onde você mora. Na
maioria dos casos, depende apenas de planejamento.

Planeje-se para chegar uma hora antes pelo menos do


compromisso marcado. Verifique previamente as condições do
trânsito e caminhos alternativos em caso de imprevistos.

Se ainda assim houver contratempos (que estatisticamente são


excessões), avise previamente o entrevistador sobre sua
possibilidade de atrasar e as alternativas que possuem.

Vale lembrar que propagandistas trabalham visitando médicos e,


por esse motivo, precisam ser extremamente planejados e
preparados para imprevistos (muito comuns neste setor).
ERRO #3: Vestir-se de forma
inadequada para a entrevista

Pensa comigo: você será o


representante de um grande
laboratório. A forma como
se veste conta muito,
assim como cuida do cabelo,
sua postura...

Tenha certeza de que o


gerente estará te
observando em cada mínimo
detalhe e a todo tempo
imaginando você
realizando contatos com
médicos. Ele está gostando
da imagem que está
formando?
NÃO

Cuide de detalhes: visual


social sem blazer, medidas
apropriadas, opte por roupas
claras e discretas, camisas e
calças bem passadas, sapatos
sociais de bico fino
devidamente limpos, lustrados
com cadarço.

No caso de mulheres, muito


cuidado com excessos: saltos
altos, batons fortes e
maquiagens pesadas podem
passar a ideia de que você
quer chamar mais atenção
para a aparência do que para
seu conteúdo.

SIM Equilíbrio e bom senso é o


segredo.
ERRO #4: Ir para a entrevista sem
saber nada sobre a empresa e o setor
em que ela atua
É, meu caro e minha cara, você se surpreenderia com a quantidade
de candidatos que não avançam por cometerem este erro.

Se você não conhece bem a empresa para a qual deseja trabalhar


ou o setor farmacêutico, a melhor coisa a se fazer é não ir para a
entrevista. Afinal, é melhor ficar vermelho uma vez que amarelo
a vida inteira, não é verdade?

Do contrário, prepare-se adequadamente. Entre no site da


empresa, veja as principais notícias relacionadas a ela e ao setor.
Consulte este guia previamente e lembre-se das funções
básicas do propagandista. Certamente, isso te fará avançar.

ERRO #5: Demonstrar pouco ou


nenhum auto-conhecimento

"Fale-me sobre você"

Seja para contar a própria história, para falar sobre oportunidades


de melhoria, sucessos, insucessos ou aprendizados, a maioria dos
candidatos se "embola" na hora de falar deles mesmos.

Fale com fluência e clareza de si mesmo, treine em casa se for


preciso, observando seus desafios e conquistas em ordem
cronológica.

O que poucas pessoas sabem é que bons entrevistadores, quando


chegam a perguntar sobre seus "pontos fortes e fracos", já fizeram
a leitura do seu perfil e, mais do que conhecer você um pouco mais,
eles querem mesmo é saber o quanto você se conhece.
ERRO #6: Se limitar ao que
foi perguntado. Ou se estender demais.
Tudo na vida é equilíbrio, não é verdade?

O equilíbrio na hora da entrevista também é essencial. Há


muitas pessoas que se limitam a responder apenas o que o
entrevistador pergunta. E suas respostas são sempre seguidas de
um silêncio ensurdecedor. Por isso, muita atenção para não causar
hiatos em seu discurso.

Assim como há quem, após uma simples pergunta, já engata a


quarta e vai embora numa sucessão sem fim de frases prolixas,
e, não raramente, perde o raciocínio ao longo do discurso.

Falar muito pouco pode passar a ideia de limitação linguística ou


medo de se expor, assim como falar demais pode ser visto como
ansiedade, arrogância ou vaidade.

O representante de laboratório é um comunicador. Logo, saber


ouvir, ser objetivo e estabelecer uma conversa agradável e
fluente para o interlocutor é primordial para quem quer se tornar
um.

ERRO #7: Soltar clichês e frases


prontas e achar que está arrasando!

Esta é a chance de o entrevistador conhecer você. Não há outra.

Ele já entrevistou inúmeras pessoas. E com muita frequência


escuta frases feitas de quem quer impressionar, assim como
frases ditas por todos, chamadas de clichês.

Seguem alguns exemplos do que você não deve falar: "eu vou dar
o meu máximo"; "vou ser seu melhor funcionário"; "meu objetivo é
ocupar o seu lugar em pouco tempo"... Acho que já deu para
entender.

Em vez disso, fale coisas relacionadas a você, ao que pensa de


verdade e como age no seu dia-a-dia. Se não pensar em nada
muito interessante, deve se questionar se realmente tem feito um
trabalho diferenciado.
7. COMO ACESSAR AS
VAGAS

7.1 Os principais canais on-line de


recrutamento

Os tempos de distribuir currículos de porta em porta já se


passaram. Existem formas muito mais eficientes de se ter
acesso às vagas que se deseja. E assim como em outras áreas,
a internet é uma grande aliada.

Listaremos os bancos de currículos mais comuns da internet e


algumas boas práticas referentes a cada um deles.

LinkedIn

Esta é a maior rede social profissional do mundo. O que você


precisa saber é que não deve apenas ter um perfil. Deve cuidar
em manter suas experiências atualizadas, fazer as conexões
com profissionais da área em que deseja atuar, participar de
grupos, seguir os laboratórios e interagir com os posts deles.

Nada de ficar implorando por oportunidade. No lugar disso,


posicione-se como um profissional interessante, produza artigos
e faça comentários inteligentes. Pense: "se eu fosse gerente,
como seria o perfil de alguém que eu contrataria?"

Vagas.com

É gratuito e funciona muito bem. A maioria das empresas utiliza


esta plataforma para comunicar suas vagas. Preocupe-se em
manter seu currículo atualizado, lembrando-se de marcar a
região de seu interesse. Na indústria farmacêutica, gerentes em
geral dão preferência para quem reside na cidade para qual a
vaga é destinada.
Lovemondays

Muito interessante. A empresa promete fazer os profissionais


amarem a segunda-feira. Para isso, eles precisam fazer o que
gostam, trabalhando em empresas que combinam com seu
perfil.

Por isso, além de disponibilizar vagas, o site também permite


que pessoas postem anonimamente avaliações sobre a
empresa e até mesmo o último salário! Bem legal, né?

Catho

A Catho é um dos maiores sites de empregos do mundo, com


milhares de vagas abertas diariamente.

É possível procurar pelo nome da vaga e por cidade. A


desvantagem é que, para usar todas as funcionalidades do site,
é preciso ser assinante.

Jooble

O Jooble se auto intitula o Google dos sites de emprego.

Para se candidatar a uma vaga basta digitar o cargo desejado e


a cidade, e o Jooble mostrará os principais resultados
anunciados nos sites de emprego. Muito bom, porque é possível
ver tudo em um lugar só.

Networking (rede de contatos)

Com toda a tecnologia e as facilidades da internet, ainda assim


o relacionamento abre muitas portas. Procure ampliar sua
rede de contatos, fazer amizades com propagandistas e
gerentes.

A internet pode te ajudar muito a fazer isso. Apenas evite a


insistência e inconveniência, como exceder em ligações ou dar
a entender que a pessoa te deve alguma coisa (isso acontece
muito).
7.2 Dicas para as redes sociais e
networking

O mundo hoje é um imenso aquário

Goste você ou não, esta é uma realidade hoje em dia. E é


melhor se adaptar a isto logo.

Tenha certeza que recrutadores visitam seu perfil nas redes


sociais para saber seus hábitos, seu comportamento, o tom do
seu discurso...

Se você fosse um recrutador de um grande laboratório, o que


pensaria sobre seu perfil no Facebook, Instagram ou
LinkedIn?

De uma forma geral, evite se expor demais, dizer palavrões,


polemizar e entrar em debates calorosos.

Procure se posicionar como aquilo que você deseja ser. Evite


fotos de perfil com pouca roupa (é apenas conselho), endereços
de e-mails nada profissionais. Acho que não preciso nem
falar sobre quem diz que trabalha na VASP*, não é mesmo?

Depois que você se torna um representante, o nome do


laboratório passa a ser seu sobrenome. E alguns médicos
também passam a te seguir.

Uma pergunta natural é: como você está representando seu


laboratório? Sim, inclusive fora do horário de trabalho.

Alguém pode pensar: "Mas eu não devo satisfações da minha


vida pessoal". E, de fato, não deve. Da mesma forma como o
laboratório não tem a obrigação de contratar ninguém. Ou seja:
é melhor ser feliz ou ter razão?

*VASP: sigla utilizada em tom de brincadeira que significa "vagabundos


anônimos sustentados pelos pais
7.3 Quando estiver pronto, as
vagas irão até você

Esta é uma verdade que poucos tem a maturidade de


aceitar.

Para entendermos isto bem, precisamos perceber o quão mais


fácil é acreditar que o que me impediu de acessar uma
oportunidade foi uma situação externa: o gerente não foi com a
minha cara, o trânsito, o dia... enfim, qualquer coisa.

Como explicar casos de profissionais que são disputados por


laboratórios, que recusam uma oferta inicial e o laboratório
ajusta às suas necessidades, ou que recebem várias propostas
ao mesmo tempo?

Como explicar vagas que ficam abertas por mais de 3 meses


sem encontrar um profissional que atenda às exigências?

O trabalho de olhar para dentro e conseguir ser brutalmente


honesto consigo mesmo, sem se criticar severamente, apenas
identificando pontos de melhoria e os mitigando, é o que gera
realmente o aprendizado e a evolução.

É exatamente isso que faz com que o profissional passe a ser


tão desejado pelo setor, ao ponto de as vagas começarem a
chegar até ele.

É um gerente que se encantou com um candidato em uma


entrevista e o indicou para outra (até de outro laboratório às
vezes), é a lembrança da equipe de vendas de um profissional
que está sempre realizando um bom trabalho onde está
atualmente...

Enfim, uma coisa é certa: quando você estiver preparado, as


vagas virão até você. Se isto não está acontecendo ainda,
tenha uma certeza: há algo a ser desenvolvido. E isso é super
natural, você só não deve negligenciar e terceirizar
responsabilidades. Ninguém chega aonde deseja com este tipo
de atitude. Eu, pelo menos, não conheço. Você conhece?
8. PRÓXIMOS PASSOS

8.1 O dilema do paciente e do


médico 
Aproveitando o contexto da indústria farmacêutica, quero citar
um dilema que vejo com certa frequência ao fazer contato com
pessoas que se interessam pela profissão.

O dilema do médico e do paciente.

O médico é aquele profissional que se especializou em


resolver as dores de determinado tipo de paciente. Passou
vários anos de sua vida estudando e entendendo as dinâmicas
envolvidas em determinado processo (patologia, contusões
etc.).

Acontece que tem paciente que procura o médico já pensando


em uma resposta. Querendo acreditar que o médico dirá que
não há nada. Mas há.

Então o médico diagnostica, prescreve os medicamentos e


indica o tratamento. Há pacientes que simplesmente obedecem
e logo se veem na situação que gostariam: sem dores e com o
problema solucionado.

Mas há aqueles que querem acreditar que o especialista está


equivocado, e que tudo se resolverá naturalmente. E para isso
ele cria várias razões: o tratamento é caro, não preciso disso, eu
consigo sozinho...

Em alguns casos é mesmo possível se resolver sozinho, mas o


desgaste (os custos) acabam sendo maiores e,
necessariamente, leva-se muito mais tempo para o paciente se
ver livre do problema. Sem falar no risco da doença evoluir ou
até mesmo passar para uma etapa em que não há mais cura.

O mesmo acontece com os treinamentos. Somos especialistas.


Temos vários anos de experiência. Sabemos o que funciona e
o que não funciona. Mas há aqueles que insistem em ir
sozinhos.

Saiba de uma coisa: a escolha, seja ela qual for, sempre será
do paciente. Os médicos estão aqui, se precisar!
8.2 Como saber se terei retorno do
investimento?

Em relação a este quesito, em se tratando de cursos para


propagandistas, você precisará avaliar caso a caso. Acredito
que o infográfico com os 7 cuidados ao escolher um curso
(página 17) possa te ajudar muito nisso.

No caso da BenchMarking, a certeza de retorno está no foco


em desenvolver o profissional, e não apenas em entregar
conteúdo.

Na parte de salários é possível ver o quanto se ganha de salário


fixo nos principais laboratórios atuantes do Brasil. E é possível
concluir que no primeiro mês como propagandista já se
obtém o retorno integral sobre o investimento.

Na parte direcionada aos números do setor é possível ver que


existem diversas oportunidades espalhadas por todo o Brasil e
que o setor está na contramão da crise.

Visualizando isso tudo em números absolutos, a melhor forma


de avaliar seria transformando o seu tempo em dinheiro. Em
média, reduzimos o tempo de ingresso do profissional pela
metade (pelo menos). Isto significa que, se sozinho ele entraria
com dois anos focado nesse objetivo (um bom tempo, acredite),
com o curso, ele entraria com um.

E quanto vale um ano na indústria farmacêutica? Numa análise


conservadora (levando em conta apenas o salário fixo), cerca
de R$ 80.000,00. É o que você está "deixando na mesa"
passando mais um ano fora do setor.

Além disso, um curso como o da BenchMarking oferece o


desenvolvimento de habilidades que certamente você pode
usar onde você trabalha atualmente. Logo o retorno se torna
ainda mais imediato, pois aumenta sua produtividade (e
empregabilidade) no presente.

No mais, esperamos que este Guia tenha te ajudado a


esclarecer as dúvidas, a conhecer o setor e as oportunidades e
te encorajado a sonhar com a profissão com todas as suas
forças.

Volte nele sempre que precisar. Compartilhe também com seus


amigos. E no mais, tenha muito sucesso! É o desejo sincero da
BenchMarking para você.
A BenchMarking possui como primeiro objetivo informar ao máximo possível
de pessoas as oportunidades de carreira que a indústria farmacêutica
oferece.

Acreditamos que estamos alcançando êxito neste objetivo quando levamos até
você, através deste Guia e de tantos outros conteúdos ricos e gratuitos que
produzimos, informações exclusivas sobre este mercado.

Nosso segundo grande objetivo é oferecer a qualificação correta para quem


agora já entende o tamanho da oportunidade e decidiu investir nesta
carreira.

Para isto, temos um curso completo, que atualmente é o mais conceituado do


mercado: o Bench Experience.

Se você quer saber mais como funciona nosso curso e como você pode fazer
para acelerar seu processo de ingresso no setor, acesse o nosso site.

Estamos à sua disposição.

Siga-nos nas redes sociais

Canal Vida de Propagandista

Página do Facebook: @bmarking.sucesso

Perfil do LinkedIn: BenchMarking Treinamentos

Acesse: www.bmarking.com.br
INSCREVA-SE EM NOSSO CURSO

BENCH
EXPERIENCE
A FORMAÇÃO COMPLETA PARA
QUEM DESEJA SER
PROPAGANDISTA
CURSO NO FORMATO EAD - VOCÊ NÃO PRECISA
ESPERAR PARA SE PREPARAR

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

PROJETOS CORRIGIDOS POR GESTORES DA INDÚSTRIA

PARTICIPAÇÃO EM NOSSA COMUNIDADE EXCLUSIVA

CERTIFICADO VÁLIDO EM TODO PAÍS

COMEÇAR
AGORA

Você também pode gostar