Você está na página 1de 9

2.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

2.1 CABO DE DADOS

2.1.1 CABO DE PAR TRANÇADO CATEGORIA 6

É um cabo de cobre de par trançado (8 fios entrelaçados com seus respectivos pares para
diminuir a interferência eletromagnética) onde seu funcionamento baseia-se em pulsos
elétricos. Os pulsos elétricos vão de 0V até 5V. (traduzidos para a forma digital: 0 e 1)
Sua categoria 6 é definida pela norma ANSI EIA/TIA-568-B-2.1, possui bitola 24 AWG e banda
passante de até 250MHz e pode ser usado em redes gigabit ethernet a velocidade de 1.000
Mbps.

Figura 1: Cabo metálico Categoria 6

2.1.2 FIBRA ÓTICA TIPO MONOMODO

A fibra monomodo possui apenas um modo de propagação: um único comprimento de onda


de luz no núcleo da fibra. Isso significa que não há interferência ou sobreposição entre os
diferentes comprimentos de onda da luz para distorcer seus dados por longas distâncias, como
ocorre com o cabo multimodo. O que acaba que a mono transfere os dados mais rapidamente
se comparado com a multimodo. No mais, o tamanho do núcleo desse tipo é de 9 mícrons,
ainda mais pequena.
Sua limitação de distância é de 2000m, segundo o Cabeamento Estruturado (TIA 947).

Figura 2: Funcionamento da fibra monomodo.


2.2 CONECTORES

2.2.1 CONECTOR MACHO RJ45

O conector RJ-45 é um plugue específico (macho) para a conexão de cabos de cobre (LAN).
Este plugue é do tipo 8P8C, tem 8 posições, onde são encaixados 8 fios. Segue abaixo a
figura.

FiguraFÊMEA
2.2.2 CONECTOR SEQ Figura
RJ45 \* ARABIC 3: Conector
8P8C
Ela é a conector fêmea para o cabo de rede. Ele é utilizado em conjunto com Caixa de
Sobrepor. É ela quem recebe o conector macho RJ45.

Figura 4: Conector fêmea registered jack (RJ)


2.2.3 CONECTOR DE FIBRA ÓTICA SC/APC
Os conectores APC (identificados com a cor verde limão) apresentam uma extremidade de
fibra que é polida em um ângulo de 8 graus, enquanto os conectores UPC são polidos sem
ângulo.

Figura 5: Exemplo de reflexão na fibra de vidro.

Esse grau de “corte” do APC gera uma perda de retorno de -60dB ou superior. Em geral, quanto
maior a perda de retorno, melhor o desempenho do acoplamento dos conectores.
Abaixo segue a foto de um conector SC/APC:

Figura 6: Conector SC/APC


2.3 ENCAMINHAMENTO DE CABOS

2.3.1 PATCH PANEL


Os patches panels são utilizados para organizar os cabos, e possibilitam uma fácil identificação
dos pontos de rede no rack. Eles são utilizados para fazer a conexão entre o cabeamento que
sai do rack e chegam às tomadas (cabeamento horizontal ou secundário) ou em outro patch
panel interligando outro rack (cabeamento vertical ou primário). Isso permite que a mudança
de um determinado usuário seja feita fisicamente no rack sem a necessidade de alterar o
cabeamento horizontal.

Figura 7: Patch Panel CAT 6 24p.

2.3.2 ORGANIZADOR DE CABOS (VELCRO)


O organizador de cabos serve justamente para justar todos os cabos redes para melhor layout
e aparência do local, melhorando a qualidade e profissionalização do serviço entregue. Abaixo
segue um exemplo.

Figura 8: Velcro Preto de 3 metros.


2.3.3 DISTRIBUIDOR INTERNO ÓPTICO (DIO)
O DIO está para a fibra óptica assim como o Patch Panel está para os cabos de par trançado.
O painel de conexão converte cabos rígidos em cabos flexíveis (patch cords) apropriados ao
trabalho de manobras exigidos dentro de um armário de telecomunicações, o DIO faz a mesma
coisa só que com fibras óptica.

Figura 8: Distribuidor Interno Óptico.

2.3.4 CANALETA
É um duto plástico ou metal por onde passa cabos elétricos ou de comunicações, até mesmo
tubagens de água. Sua função é passar cabos e protegê-los. Segue imagem da canaleta.

Figura 9: Canaleta Megacanal MC95/22 com 3 Divisórias Hellermann


2.3.5 PISO ELEVADO
Piso elevado é um tipo de piso, geralmente utilizado em escritórios e áreas técnicas, que eleva
o piso de um ambiente, criando um espaço para a instalação de cabos de dados e elétricos,
entre outros. Segue abaixo um exemplo:

Figura 10: Piso elevado em um escritório.

2.3.6 ELETRODUTO DE PVC


Os eletrodutos, também conhecidos como conduítes, são aqueles tubos que ficam dentro das
paredes, lajes e pisos, e tem como principal função proteger a fiação elétrica e de dados contra
fatores externos. Os eletrodutos também possuem em sua composição a característica anti-
chamas, evitando a propagação de incêndios causados por curtos-circuitos.

Figura 11: Eletrodutos de PVC.


2.3.7 ELETROCALHA
São calhas para passar cabos ou fios de eletricidade, dados (internet), voz e imagem. Isto é,
as eletrocalhas servem para fazer toda distribuição elétrica de um galpão, shopping ou
empresa, por exemplo. Segue a imagem abaixo.

Figura 12: Eletrocalha perfurada.

2.4 CAIXA DE PASSAGEM


Como o próprio nome já diz, a caixa de passagem de cabos e fios elétricos tem como principal
finalidade realizar a união de fios e cabos elétricos, ou de fazer o ligamento de fios em
interruptores, tomadas ou pontos de luz. Essas caixas também organizam a distribuição de fios
e cabos quando há necessidade de mudar o seu direcionamento. Por meio delas, pode-se
realizar a instalação de uma fiação ou até mesmo subdividir uma instalação em partes de
segundo grau, o que facilita a manutenção e o reparo desses fios quando há necessidade.

Figura 13: Caixa de Passagem de Embutir


2.4.1 TOMADA DE REDE
Elas dão um acabamento mais profissional e tornam o cabeamento mais flexível, já que você
pode ligar cabos de diferentes tamanhos às tomadas e substituí-los conforme necessário (ao
mudar os micros de lugar, por exemplo). Abaixo segue um exemplo de tomada que há um
conector fêmea RJ-45, conector de HDMI e outro USB 3.0. Diferente do exemplo, a tomada
que iremos usar é com conector fêmea RJ-45 e tomadas de elétrica.

Figura 14: Tomada de rede.

2.5 RACK
Um rack de rede é um armário ou gabinete, que abriga por padrão através de normas técnicas
todo o material associado à rede local do edifício. Este armário abriga e protege certos
equipamentos (switches, roteadores, etc.) destinados às comunicações com o exterior.

Figura 15: Rack.


2.5.1 GUIA DE CABOS COM TAMPA
Produzido em aço carbono, este acessório foi desenvolvido para facilitar a passagem e
organização de cabos nos racks, podem ser utilizados horizontalmente versões para gabinetes
de piso ou parede. Segue abaixo um exemplo de Guia de Cabos com Tampa.

Figura 16: Guia de cabos com tampa