Você está na página 1de 4

LED´s, a Revolução na Iluminação

Já ninguém ligado ao sector tem dúvidas que vivemos


uma ledmania a nível global e como tudo na vida e como
na maioria das revoluções, os excessos se não forem con-
trolados a tempo, poderão gerar a curto médio prazo uma
enorme desconfiança a esta tão promissora tecnologia.
As elevadas expectativas criadas em redor deste mila-
groso produto, que resolverá todos os problemas de todas
as outras fontes de luz artificial e eliminará o aquecimen-
to global, não serão demasiadas, para tão jovem tecnolo-
gia e cuja fonte emissora é pouco maior que a cabeça de
um alfinete?
Outsiders, novas, pequenas e médias empresas caval-
gam esta onda com grande entusiasmo e paixão, inundan- Luminária STELA, Iluminação Pública
do o mercado com soluções arrojadas. Em alguns casos
verdadeiros milagres das rosas, garantias de eficiência
energética de mais de 50% face às tradicionais lâmpadas, tradicionais e portanto tentam combater por todos os
durações superiores a 10 anos, IRC elevados, rendimen- meios esta tecnologia.
tos superiores a 90%, performance fotométrica, miniatu- Não posso falar pelas outras grandes marcas, mas no
rização, cor, etc, etc; e na maioria dos casos, fortemente caso do Grupo Indal isso é totalmente falso. Há 4 anos
apoiados pelos grandes fabricantes de leds. criámos uma empresa exclusivamente dedicada a esta
Aparente e estranhamente para grande parte do mer- tecnologia e temos gasto largas centenas de milhares de
cado, os grandes fabricantes de luminárias, com grandes Euros no desenvolvimento de aparelhos leds, em que a
recursos de I+D, são muito mais modestos e até marcam luminária STELA, de Iluminação Pública, é disso um bom
algum distanciamento face a algumas das maravilhas tec- exemplo; pois trata-se de uma luminária de excelente
nológicas atrás mencionadas. Porque será? qualidade a todos os níveis, como comprovam vários ar-
Um dos argumentos mais ouvidos por alguns dos tigos em revistas da especialidade (Ex.: edição de Agosto
“cavaleiros da onda”, é que essas grandes marcas es- da Lighting Journal) e testes realizados em laboratórios
tão reféns de um catálogo de luminárias com lâmpadas independentes.
No entanto, e a bem da verdade, a Stela de 52 leds (70W
total) substitui uma luminária com lâmpada de 70 W Son-T
com uma eficiência energética de 17% com Tc 5500 ºK.
Por outro lado, as grandes marcas, através dos seus de-
partamentos I+D, estão desde há muitos anos na linha da
frente da investigação e desenvolvimento de novas tecno-
logias de fabrico, ópticas adequadas às novas lâmpadas,
programas avançados de cálculo, novos materiais, novos
conceitos e colaboram activa e conjuntamente, quer a
nível individual quer através da CELMA, com organismos
oficiais, associações, revistas da especialidade, na reali-
zação de recomendações, normas e nova legislação.
Os leds para estas marcas são apenas mais uma fonte
de luz com um enorme futuro, se soubermos gerir com pa-
Iluminação Interior
ciência, responsabilidade e competência.

1
LED´s, a Revolução na Iluminação
Autor: Alberto Van Zeller
Administrador Delegado INDAL Portugal
Reservados todos os direitos de autor
A complexidade tecnológica, o tamanho reduzido,
VAMOS AOS FACTOS o potencial de cor, a enorme variedade de soluções, irá
exigir profissionais de iluminação com grandes conheci-
Os leds são circuitos electrónicos que emitem luz. mentos.
Um sistema led é um conjunto constituído pelos se- Não há uniformidade quanto aos sistemas entre os di-
guintes principais componentes: Driver (controla a cor- versos fabricantes de leds, contrariamente às lâmpadas
rente que atravessa o led), Semicondutor (qualidade e tradicionais.
composição variável), substrato, conjunto de soldaduras, Inconstância de cor,
Falta de
dissipador(ideal ser a própria carcaça) e sistema óptico. homogeneidade brilho/fl uxo e de vida
Todos eles têm que funcionar como um todo equilibrado e nas soluções dos leds são um facto.
correctamente integrado. Quanto mais alta for
Uma luminária de leds é um conjunto de sistemas de a temperatura de cor
leds, em que estes independentemente de funcionarem do led, mais eficiente é
correctamente isolados, em condições laboratoriais, mas também mais fria é
terão de funcionar com integração total, incluindo a car- a luz.
caça da luminária, no local de instalação, de modo fiável, Na Iluminação Pública, não confunda IRC com visão
durável e se possível, cada um dos sistemas contribuir mesópica, para níveis mais baixos do intervalo desta cur-
individualmente com o mesmo fluxo conseguido em la- va, a acuidade visual para os eixos de visão periféricos,
boratório. O chamado “Efeito Pinguim”, a união aquece. é maior para as cores frias (branco frio azulado), que o
Resumindo, um enorme desafio tecnológico. tom quente de uma lâmpada incandescente e esta tem IRC
100.
Não confunda fluxo luminoso (lm) com intensidade
luminosa(Cd), 2 sistemas leds podem ter o mesmo fluxo
mas picos de intensidade diferentes. Um concentrador e
outro dispersivo.
Fluxo emitido e a vida dos leds dependem muito da
temperatura de junção, quanto mais alta for esta tempe-
ratura mais se reduzem estas características. A tempe-
ratura de junção(TC) está muito dependente da corren-
te que atravessa o led, da temperatura ambiente, com a
qualidade do substrato e dissipador.
Normalmente o fabricante do sistema indica ao fabrican-
te de luminárias limites de TC para o funcionamento dos
Sistema Led´s
seus leds.
Os leds têm um acendimento instantâneo e a sua vida não
Existem leds de sinalização, baixa potência e super- é afectada pelo número de operações de ligar ou desligar.
leds (powerleds) normalmente com potências unitárias Do mesmo modo, podemos variar o fluxo emitido do led
superiores a 1 W. São nos segundos que recaem maiores de 0 a 100 sem que isso afecte a duração e cor que emite.
expectativas. O led tem uma alta resistência a vibrações.
O led emite um feixe de luz dirigido o que permite ter O espectro luminoso emitido por um led não contem
um controlo muito eficaz da luz e assim reduzir os desper- radiação infravermelha nem UV.
dícios de luz. Empiricamente, e se tudo correr bem, um sistema
led/luminária dura mais de 50.000 horas. Na prática, e
porque tudo nem sempre corre bem, verifica-se em insta-
lações relativamente recentes bastantes luminárias com
falha caótica, quer para power leds quer para os de sina-
lização.
Inconstância de cor Um led não se apaga, só em caso de falha caótica

2
LED´s, a Revolução na Iluminação
Autor: Alberto Van Zeller
Administrador Delegado INDAL Portugal
Reservados todos os direitos de autor
Uma luminária powerLeds em que os mesmos são visí-
veis é encandeante.
Temperatura ambiente a que irá trabalhar a luminária
ou luminárias? No caso de interior, há condições de venti-
lação? Iguais para todas?
É necessário saber fluxo inicial e no final da
vida(supostamente 30% abaixo). Qual a eficácia luminosa
(lm/W) num e noutro caso.
É sustentável do ponto de vista económico face às lu-
minárias com lâmpadas tradicionais?
Baseie a sua decisão sobre a eficiência energética da
Falha Caótica
solução, numa análise do ciclo de vida do aparelho, in-
cluindo todas as suas fases até à reciclagem.
(driver ou falha de soldadura normalmente), vai se apa-
A vida útil apontada é até à depreciação dos 30%? Re-
gando.
ferem-se aos leds ou ao aparelho? Incluem o driver? Para
A tecnologia led evolui quase diariamente.
que temperatura ambiente? A vida útil é válida para len-
Há fabricantes que anunciam eficácia luminosa supe-
tes em policarbonato? Ou haverá degradação da transmi-
rior a 150 lms/W, supostamente medidos em laboratório.
tância?
Leds não luminárias Leds. Não deixa de ser extraordiná-
Quem e como se decide a que altura os leds ultrapassa-
rio.
ram a vida útil? Medições constantes? Muda-se a luminá-
Sobre os números anunciados nos pacotes de alguns
ria? Ou toda a instalação?
fabricantes, principalmente os de lâmpadas led, sugiro
Um driver ou mais drivers por aparelho? O driver é cer-
que visitem o site do Dutch Metrology Institute - www.vsl.nl
tificado?
e leiam o artigo “The led Facts”.
O desenvolvimento de ópticas é outro grande desafio,
a maioria das ópticas são de distribuição simétrica ou
elíptica com um inconveniente halo associado. A INDAL
desenvolveu, para a sua luminária exterior STELA, uma
óptica revolucionária de curva tipo”borboleta”, idêntica
ao de uma luminária com lâmpada tradicional.

Driver de Led´s
PONTOS A REFLECTIR NA
ALTURA DE DECIDIR No caso de falha caótica de alguns leds, os restantes
serão afectados na sua performance/vida útil?
Podem ser substituídos? Uma placa inteira? A luminá-
Para além da potência, temperatura de cor e IRC é aconse-
ria inteira? Por quem? Os novos serão iguais quanto ao
lhável reflectir sobre os seguintes pontos:
brilho, cor e fluxo? Que impacto terá em todo o local?
De que fabricante são os Leds?
Uma estrela cintilante?
As curvas fotométricas apresentadas são idóneas?
É garantido que a luminária leds projectada na altura
Conhecem-se casos de um mesmo modelo, diferentes di-
de instalação, existe, ou é a mesma, com o mesmo tipo de
mensões, diferentes potências, diferentes nºs de leds, no
leds, mesmo brilho, fluxo, cor?
entanto a mesma curva. Cada led é responsável por uma
Agora que se fala tanto na humanização dos espaços é
determinada área ou todos fazem parte de uma curva e
aceitável numa mesma cidade instalar a mesma luminá-
uma falha caótica de alguns leds apenas reduz nível geral?
ria numa rua e num jardim com base apenas num critério

3
LED´s, a Revolução na Iluminação
Autor: Alberto Van Zeller
Administrador Delegado INDAL Portugal
Reservados todos os direitos de autor
duvidoso de eficiência energética? A leitura dos espaços e
o tipo de utilizador é o mesmo?
A luminária tem possibilidade de redução de fluxo?
Que sistema? Por circuitos?
Que tipo de garantia? Em que condições? Quem a dá é
fiável no caso de ser necessário accionar?

Utilização de cor em fachada, com sucesso

Resumindo, actualmente já são possíveis inúmeras apli-


cações de leds com sucesso, balizamento, sinalização,
criação de ambientes, pontual e desde que se trabalhe
com sistemas perfeitamente integrados, mas aconselho
prudência na utilização dos mesmos para iluminação ge-
ral, por enquanto.
Se optar por uma solução de Leds, prefira empresas com
credibilidade e desconfie sempre quando a esmola é muita.

Alberto Van Zeller


Administrador Delegado Indal Portugal

4
LED´s, a Revolução na Iluminação
Autor: Alberto Van Zeller
Administrador Delegado INDAL Portugal
Reservados todos os direitos de autor