Você está na página 1de 31

Nome

Como tudo
começou?

Quando o homem
sentiu necessidade de
caçar, fugir ou lutar
para sobreviver.
E então, o homem com sua sabedoria,
executa os seus movimentos corporais
mais básicos e naturais desde que se
colocou de pé: caminha, corre, salta,,
arremessa, empurra, puxa e etc.
China (3000 a.C)
O Imperador Hoang-Ti
recomendava aos seus guerreiros
e à população, que fizessem
exercícios físicos com
finalidades higiênicas e
terapêuticas além de caráter de
treino para guerra.
Índia
Os exercícios físicos eram tidos como
uma doutrina por causa das “Leis de
Manu” que era o Livro Sagrado da
Índia.
Buda, atribuía aos exercícios
o caminho da energia física,
pureza dos sentimentos,
bondade e conhecimento
das ciências para a
suprema felicidade do
Nirvana
(no budismo, estado de
ausência total de sofrimento)
Nome
Japão
Desenvolvia seus
estudos de Educação
Física no treinamento de
seus guerreiros da
aristocracia:os samurais.
Egito
Valorizavam as
qualidades físicas, tais
como:
força, equilíbrio, flexibi
lidade e resistência.
Também se
exercitavam nas
grandes
construções
como as
pirâmides onde
usavam somente
a força e alguns
animais.
Grécia
Foi a civilização que mais
marcou o começo desta
ciência.
Sócrates, Platão, Aristótele
s e Hipócrates
contribuíram muito para a
Educação Física atribuindo
conceitos até hoje aceitos
sobre a ligação do corpo e
alma através das
atividades corporais.
As atividades
sociais e físicas
eram prática até
a velhice
lotando estádios
destinados a
isso.
Roma
Praticavam
esportes mais o
seu principal
enfoque era no
treinamento de
soldados para a
guerra.
Nome
Idade Média
Neste período
prevalecia o
Cristianismo e cultuar
o corpo era pecado
mortal sendo assim
exercícios físicos
eram feitos somente
pelos trabalhadores
braçais.
Período da Renascença
Retorna o culto ao
físico, as artes, a
música, a ciência
e a literatura. A
beleza do
corpo, antes
pecaminosa, é
novamente
explorada.
Iluminismo
Rousseau
(1712-1778)
propõe a Educação
Física como
requisito
fundamental
para o
desenvolvimento
infantil.
Nome
Algumas personalidades de
destaque, na Educação Física:
Nome

Educação Física no Brasil


Os índios e os negros
contribuíram para
Educação Física
através da forma
rústica e natural em
que viviam:
nadavam, corriam, lan
çavam, dançavam, jog
avam…
Os negros
adotaram a
capoeira como
uma forma de
defesa para se
defenderem dos
capitães-do-
mato. Praticando
com isso
Educação Física.
Durante o período
entre 1559-1759
organizou-se os
primeiros núcleos de
educação escolar.
Com a orientação
jesuítica o
atendimento e a
catequização das
crianças realizavam-
se nas aldeias.
As crianças
abastadas recebiam
orientação por meio
das “Aulas Régias” e
as demais
assistidas, eram
abrigadas nos
inúmeros colégios
como o de São Pedro
no Rio de Janeiro em
1766.
Brasil Império
Em 1851 a lei de n.º 630
inclui a ginástica nos
currículos escolares. Ufa!
Embora Rui Barbosa não
quisesse que o povo soubesse
da história dos
negros, preconizava a
obrigatoriedade da Educação
Física nas escolas primárias e
secundárias praticada 4 vezes
por semana durante 30
minutos.
Na era Vargas As
aulas de Educação
Física eram
ministradas nas
escolas com
significativa
importância para
aumentar o
espírito
nacionalista.
Nome
Brasil República
Essa foi uma época onde
começou a profissionalização
da Educação Física. Os anos
70, marcado pela ditadura
militar, a Educação Física
era usada, não para fins
educativos, mas de
propaganda do governo
sendo todos os ramos e níveis
de ensino voltada para os
esportes de alto rendimento.
Anos 80

No esporte de alto rendimento a mudança


nas estruturas de poder e os incentivos
fiscais deram origem aos patrocínios das
empresas podendo contratar atletas e
funcionários fazendo surgir uma boa
geração de campeões.
Anos 90

O esporte
passa a ser visto como
meio de promoção à saúde
acessível a todos
manifestada de três formas:
esporte educação,
esporte participação
e esporte performance.
A Educação Física na LDB 9394/96
Art. 26.
3º A Educação Física, integrada à proposta pedagógica
da escola, é componente OBRIGATÓRIO da Educação
Básica, sendo sua prática facultativa ao aluno:
I – que cumpra jornada de trabalho igual ou superior a
seis horas;
II – maior de trinta ano de idade;
III – que tiver prestando serviço militar inicial ou que,
em situação similar, estiver obrigado à prática da
Educação Física;
IV – amparado pelo Decreto-lei n. 1.044, de 21 de
outubro de 1969;
V – (Vetado);
VI – que tenha prole;

A partir desta Lei vigente passou-se a entender o


currículo como um todo. O plano de curso, de ensino
e das aulas inclusive os de Educação Física devem
ser pensado segundo o Projeto Escolar e orientados
de acordo com as características dos estudantes.