Você está na página 1de 12

L iO EL)iEI'iTE

Em.

1'S zT4R1
SERGIPE
cvo QmaO

GOVERNO DE SERGIPE
SECRETARIA DE ESTADO GERAL DE GOVERNO

Oflcio n°500/2019
Ref. GS/SEGG n°/2019 Aracaju, 3 de dezembro de 2019

1)cek' C~ k 10 ici ?c

Senhor Presidente,

Cumprimentando-o cordialinente, vimos, pelo presente, seguindo detenninacâo do


ExcelentIssimo Senhor Govemador do Estado, encaminhar a Vossa Exceléncia a
Mensagem n° &3 /2019, acompanhada do respectivo Projeto de Lei que "Jnstitui a
lndenizacdo por Flexibilizaçdo Voluntária - JFV, do repouso remunerado do
servidorpolicial civil, e c/a outras providências."

Na certeza antecipada de sermos merecedores da cabente compreensao de Vossa


Excelência e de seus dignos Pares, reiteramos-lhes nossos protestos de estima e
consideraçäo.

Manoel
rativos

ExcelentIssimo Senhor
Deputado Estadual LUCIANO BISPO DE LIMA
DD. Presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe
SERGIPE
GQVNO DO ESTADO

MENSAGEM No 3 3 /o1
Excelentissilno Senhor Presidente da Assembleia Legislativa do
Estado de Sergipe,

Excelentissimos Senhores Deputados Estaduais.

Referência - Proposicão: PROJETO DE LEI N°- 2 0I 2O 2.O


Ementa: Institui a Indenização por Flexibilização
Voluntária - 1EV 1 do repouso remunerado do
servidor policial civil, e dá providências
correlatas.

Conforme preceitos legais e princIpios consagrados na


Constituiçâo Estadual, que mantêm perfeita sintonia corn o disposto na
Constituiçâo Federal, dos quais resulta a imperiosa participaçâo
conjunta dos Poderes Executivo e Legislativo deste Estado, tendo por
objetivo a consecução de medidas que aprimorem os serviços
prestados através dos Orgäos que integram a Administraçao Püblica
Estadual, tenho a satisfaçäo de encarninhar a Vossas Exceléncias,
submetendo a apreciação e deliberaçao dessa Colenda Assernbleia
Legislativa, o incluso Proj eto de Lei, que "Institui a Indenizaçao por
Flexibilizaçao Voluntária - JFV, do repouso rem unerado do servidor
policial civil, e dá providéncias correlatas ".
hjo/o2o
_ 2

MENSAGEM No 31

A apresentaçâo formal da anexa Propositura está


alicerçada na competéncia constitucional que é conferida ao Chefe do
Executivo, nos precisos termos do art. 59, e, principalmente, na
prerrogativa assegurada nos ten -nos do disposto no art. 61, incisos III e
TV, todos da Constituiçäo Estadual.

No mesmo sentido, a Proposta Legislativa em apreço está,


também, em conformidade corn as regras estabelecidas no art. 46 da
mesma Carta Magna Estadual, naquilo que se refere a competencia
dessa Assembleia Legislativa para aprová-lo, passando a respectiva
matéria a ser disposta em lei.

Tecidas essas consideraçOes iniciais, impende destacar


que, mediante a apresentacão da Proposta Legisiativa em apreço,
pretende o Poder Executivo Estadual implementar medida tendente a
equacionar aspectos de cunho administrativo e operacional existentes
no âmbito da Poilcia Civil sergipana.

Conforme é de notOrio conhecimento, diante das


vicissitudes e dinamismo do mundo moderno, as InstituiçOes que
prestam diuturnamente os mais diversos serviços a populacão de nosso
Estado, a exemplo a PolIcia Civil, devem ter sempre como pedra
el, hA

3
^
,"M
m—NV

SERGIPE
C4VBMDOESTADO

MENSAGEM No 3 I
seus mecanismos de funcionamento, de modo que a engrenagem possa
ser dotada da major eficiência possIvel.

E fato que vivemos urn momento no qua! a prestaçAo dos


serviços pib1icos, principalmente em decorrência da escassez de
recursos, exige cada vez mais dos gestores ptiblicos empenho,
abnegação e criatividade para se fazer frente a esta crise financeira e
orçamentária que ainda teima em deitar raIzes no pals e, sobretudo, no
nosso Estado.

Nesse sentido, através da apresentacäo do Proj eto de Lei


em aná!ise, o Governo do Estado almeja, de pronto, extinguir a rubrica
intitulada Retribuição Financeira Transitória por Exercicio Eventual de
Atividade de Plantão. Vale referir, por necessário, que tal verba
indenizatória veio a fazer parte o mundo jurIdico por iniciativa do
poder constituinte derivado, notadamente quando a Poilcia Civil
alterou o seu regime remuneratório.

Em realidade, no ano de 2014, os servidores policiais


civis, após uma longa jornada de negociaçOes corn o Poder Executivo
Estadual, passou a receber o subsldio como novel espécie
remuneratória. Ato continuo, no bojo das referidas legislaçoes que
contemplaram os cargos de Agente de PolIcia Judiciária, Delegado de
Poilcia e Escrivâo de Poilcia, também restou consignada a citada
2j oI22
_ 4

ji

SERG1PE
GOVERNO 00 ESTAW

MENSAGEM No 319
Retribuiçäo Financeira Transitória por ExercIcio Eventual de
Atividade de Plantão.

Frise-se, ainda, que, na oportunidade, houve extensão,


tanto do subsIdio quanto da multicitada Retribuicão Financeira
Transitória por ExercIcio Eventual de Atividade de PlantAo, para os
servidores policiais civis ocupantes do cargo de Agente Auxiliar de
Poilcia Judiciária.

Todavia, os anos subsequentes evidenciaram que a


retribuiçao financeira necessitava de ajustes operacionais. Ou seja,
diferentemente do que ocorre no âmbito da Poilcia Militar, na qua! a
RETAE é utilizada apenas para o pagamento dos servidores policiais
militares, que nos instantes de folga são empregados em servicos
extraordinários, na PolIcia Civil, dadas as suas mais variadas
caracterIsticas estruturais especIficas, a exemplo de açôes operacionais,
administrativas, de sobreaviso, de plantão, a aludida retribuição
fmanceira fora tota1mente desfigurada.

Alie-se a isto o fato de que a jornada ordinária de trabaiho


na Poilcia Civil é atualmente de 36 (trinta e seis) horas semanais.

Desta feita, importante obtemperar que, mediante a


pj.. r 01 ?D2O
5

7
-71
SERGIPE
GOVERNO DO ESTADO

MENSAGEM No q 31 -O
todas, corn as faihas exegéticas no que diz respeito a palavra plantAo,
uma vez que ha casos nos quais a jornada de trabaiho ordinária do
servidor e propriamente o plantão, tendo em vista, sobretudo, a
existéncia de várias Unidades Policiais, leia-se, Delegacias
Metropolitanas na Capital, Delegacias de municIpios de Pequeno e
Médio Porte, em que o servidor nelas lotado comparece na sexta-feira
para o inIcio da sua jornada e a fmaliza no dia seguinte.

Ressalte-se, desta forma, que, de fato, não se trata de


plantao; mas, sim, de jornada ordinária de trabaiho, cujo limite
semanal são as 36 (trinta e seis) horas.

Sendo assim, diante das celeumas então surgidas,


encontrou-se como instituto jurIdico mais adequado e condizente corn
as variantes existentes na briosa Policia Civil "Indenização por
Flexibilização Voluntária - IFV", do repouso remunerado, inspirado na
legislação da PolIcia Rodoviária Federal.

Esse instituto permitirá manter a ampliacao no námero de


Delegacias Regionais no interior de Sergipe - fruto dos estudos
materializados por intermédio do planejamento estratégico firmado
entre o Governo do Estado e a Secretaria de Estado da Segurança
Püblica - que de apenas 05 (cinco) passou para o nümero de 11 (onze)
Regionais.

/
12k hIo(o2(
_ 6

SERGIPE
GOVNO DO E5ThOO

MENSAGEMN° 31W9

Neste sentido, através das medidas contempladas no


Projeto de Lei em análise, acreditamos que as alteracoes propostas
alcançarâo e continuam alcançando os objetivos entâo traçados. Outra
não pode ser a conclusão, pois, corn o esforço, empenho e dedicaçâo
de todos os atores, Sergipe vem reduzindo de maneira alvissareira os
Indices de criminalidade.

Por conseguinte, pelas razOes perfiladas nesta Mensagem,


e na expectativa otimista da ocorréncia dos pretendidos desIgnios aqui
defendidos, espero que esta solicitação seja devidamente compreendida
e acoihida por Vossas Exceléncias.

Por derradeiro, vaiho-me do ensejo para reafinnar a


Vossa Exceléncia e Eméritos Pares protestos da mais elevada
consideraçao e apreço.

Saudaçöes democráticas!

Aracaju, .3 CU 1 d
J 7

BJLIVALDOcThA
AD O
qovEkNAD0R DO E ;
SERGIPE
GOVNODO MAW
PROJETO DE LEI ? Jo I ?.oicj
DE DE DE 2019

Tnstitui a Indenizaço por FlexibilizaçAo


Voluntária - IFV, do repouso
remunerado do servidor policial civil, e
dá outras providéricias.

0 GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE,

Faco saber que a Assembleia Legislativa do Estado aprovou e que


eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 10 Fica institulda indenizaco, de caráter temporário,


emergencial e excepcional, a ser concedida ao servidor policial civil que,
voluntariamente, deixar de gozar do repouso remunerado da sua jornada de
trabaiho, para participar de atividades relevantes, complexas, emergenciais
ou de caráter excepcional que exijam mobilizacão da Policia Civil.

Parágrafo ünico Os critérios, condicOes e quantitativos


necessários ao recebimento da indenizacäo por flexibilizaçäo voluntária do
repouso remunerado de que trata esta Lei serào definidos por Decreto do
Poder Executivo, observados os pressupostos previstos no art. 3° desta Lei.

Art. 2° A indenizacâo por flexibilizaco voluntária do repouso


remunerado será calculada corn base na quantidade de horas de repouso
disponibilizadas ao serviço, de acordo corn o cargo ocupado pelo servidor
policial civil, no parâmetro estabelecido no Anexo Unico desta Lei.

Art. 3° A percepcão da indenizaçao por flexibilizaçao voluntária


do repouso remunerado observarã os princIpios da voluntariedade, da
excepcionalidade, da impessoalidade, da transitoriedade, da eficiência e da
supremacia do interesse püblico, atendidos os seguintes pressupostos:

I - no poderá ser escalado para o serviço voluntário do repouso


remunerado o servidor policial civil que se encontre em gozo de perlodo de
fërias, usufruindo afastanientos legais ou em razão de licenças a qualquer
tItulo;

II - näo podera ser escalado para o servico voluntário do repouso


remunerado o servidor da Carreira de Delegado de PolIcia Civil ocupante
de cargo de Direco Superior de Policia Civil, assirn entendidos os de
r-iv

, To
4Q70
i,

SERGIPE
GOVERW DO ESTADO
PROJETO DE LEI N'
DE DE
DE DE2019

Delegado-Geral, de Corregedor-Geral e de Diretor da Academia de PolIcia


Civil;

III - o servico voluntário do repouso remunerado terá perfodo


minimo de 04 (quatro) horas, observado o pagamento proporcional da
parcela da indenizaçäo;

IV - o regime de flexibilizacäo voluntária do repouso remunerado


está limitado a 24 (vinte e quatro) horas por servico e a 80 (oitenta) horas
por perfodo mensal;

V - fica vedada a jornada superior a 24 (vinte e quatro horas)


contInuas, combinada entre o serviço ordinário e o cumprido na
flexibi 1 izacão voluntária de repouso rernunerado;

VI - a Superintendência-Geral da Poll cia Civil publicará,


trirnestralmente, a escala corn os servidores policiais civis que,
voluntariamente, indicaram seus nomes para a flexibilizaçâo do repouso
remunerado e o respectivo quantitativo de horas;

VII - o servidor policial civil que con star da escala de serviço


publicada pela Superintendência-Geral da Poilcia Civil deverá cumpri-la
em sua integralidade;

VIII - o servidor policial civil que requisitar o seu desligamento


da escala prevista no inciso VI deste artigo cumprirã caréncia de 06 (seis)
meses para nova indicaco voluntária do seu nome para a flexibilizaçAo do
repouso remunerado.

Art. 4° 0 Secretário de Estado da Seguranca Püblica deve


encaminhar, antecipadamente, para aprovaçAo do Conseiho de
Reestruturacâo e Ajuste Fiscal do Estado de Sergipe - CRAFT/SE, a
programaço trimestral dos gastos referentes a indenizaçäo por
flexibilizaçäo voluntária do repouso remunerado prevista no art. 10 desta
Lei.

Art. 50 A indenizacäo por flexibilizaçâo voluntária do repouso


dr i1c
SERGIPE
GOV4OOO ESTADO
PROJETODELEI
DE DE DE 20-19

Art. 6° Fica extinta a Retribuicão Financeira Transitória pelo


ExercIcio Eventual de Atividade de Plantâo - RETAE, instituIda pelas Leis
nos 7.870, 7.873 e 7.874, todas de 02 dejulho de 2014, Lei n° 8.157, de
21 de novembro de 2016 e Lei no 8.272, de 06 de setembro de 2017.

Art. 7° Fica o Poder Executivo autorizado a expedir os atos que


se fizerem necessários a aplicacao desta Lei.

Art. 8° Esta Lei entra em vigor na data da sua pub1icaco.

Art. 9° Revogam-se as disposiçoes em contrário, em especial o


inciso VI do art. 3° e o art. 50 da Lei n° 7.870, de 02 dejuiho de 2014; o
inciso VI do art. 3° e o art. 5 0 da Lei no 7.873, de 02 de juiho de 2014; o
inciso VI do art. 3 1 e o art. 5° da Lei no 7.874, de 02 de juiho de 2014; o
inciso VI do art. 3° e o art. 50 da Lei no 8.157, de 21 de novembro de 2016;
e o art. 2° da Lei no 8.272, de 06 de setembro de 2017.

Aracaju, de de 2019; 198° da Independência


e 131° da Repüblica.

7
JRNC.
INSTITUI 0218122019 [FV

3
SERGIPE
GOVERtDO ESTADO
PROJETO DE LEI W- 3 \ Z-0Jj0
DE DE DE 2019

ANEXO UMCO

VALOR DE REFERENCIA PARt


CADA 12 HORAS DE
DENOMINAAO DO CARGO FLEXIBILIZAcAO DE apouso
REMEJNERADO
EM R$

Delegado de Policia Civil 900,00

EscrivAo de Polfcia 400,00

Agente de Policia Judiciária 400,00

Agente Auxiliar k Poilcia Judiciária 400,00