Você está na página 1de 5

Cultura

Ciência, arte e história

A Galeria de Arte de Nova Gales do Sul, localizada em The Domain.

O Parque Nacional Ku-ring-gai Chase é rico em patrimônio indígena australiano,


contendo cerca de 1.500 peças de arte rupestre aborígine, o maior conjunto de sítios
indígenas da Austrália, superando Kakadu, que tem cerca de 5.000 locais, mas com uma
massa de terra muito maior. Os locais indígenas do parque incluem petroglifos, locais de
arte, cemitérios, cavernas, áreas de casamento, áreas de nascimento, locais montados e
locais de fabricação de ferramentas, entre outros, com cerca de 5.000 anos de idade. Os
habitantes da área eram o povo Garigal.[85] Outros sites de arte rupestre existem na região
de Sydney, como Terrey Hills e Bondi, embora os locais da maioria não sejam divulgados
para evitar danos causados por vandalismo e manter sua qualidade, pois ainda são
considerados locais sagrados pelos indígenas australianos.

ANZAC Memorial, dedicado à conquista da Primeira Guerra Mundial.


O Museu Australiano foi inaugurado em Sydney em 1857 com o objetivo de coletar e
exibir a riqueza natural da colônia [86]. Continua sendo o mais antigo museu de história
natural da Austrália. Em 1995, o Museu de Sydney foi inaugurado no local da primeira
Casa do Governo. Ele narra a história do desenvolvimento da cidade. Outros museus
baseados em Sydney incluem o Powerhouse Museum e o Australian National Maritime
Museum.

Em 1866, a rainha Vitoria deu seu parecer favorável à formação da Royal Society of New
South Wales. A Sociedade existe "para encorajar estudos e investigações em ciências,
arte, literatura e filosofia". É baseado em uma casa de terraço em Darlington, de
propriedade da Universidade de Sydney.[88] O edifício do Observatório de Sydney foi
construído em 1859 e usado para pesquisas em astronomia e meteorologia até 1982, antes
de ser convertido em museu.

Entretenimento

O Teatro Estadual na Market Street foi inaugurado em 1929.

O primeiro teatro comercial de Sydney foi inaugurado em 1832 e mais nove tiveram
apresentações no final da década de 1920. O meio ao vivo perdeu grande parte de sua
popularidade no cinema durante a Grande Depressão antes de experimentar um
renascimento após a Segunda Guerra Mundial.[90] Os teatros de destaque na cidade hoje
incluem o Teatro Estadual, o Teatro Real, o Sydney Theatre, o Wharf Theatre e o Capitol
Theatre. A Sydney Theatre Company mantém uma lista de peças locais, clássicas e
internacionais. Ocasionalmente, apresenta ícones de teatro australianos como David
Williamson, Hugo Weaving e Geoffrey Rush. As outras companhias de teatro de destaque
da cidade são New Theatre, Belvoir e Griffin Theatre Company. Sydney também abriga
o primeiro teatro da Event Cinemas, inaugurado em George St em 1913, sob sua antiga
marca Greater Union; o teatro atualmente opera e é considerado um dos locais de cinema
mais movimentados da Austrália.

O Sydney Opera House é o lar da Opera Australia e da Sydney Symphony. Ele já realizou
mais de 100.000 apresentações e recebeu 100 milhões de visitantes desde a abertura em
1973.[91] Dois outros locais importantes para apresentações em Sydney são a Town Hall e
a City Recital Hall. O Sydney Conservatorium of Music está localizado ao lado do Royal
Botanic Garden e atende à comunidade musical australiana por meio da educação e de
seus exames bianuais do Australian Music Examinations Board.
Muitos escritores se originaram e estabeleceram seu trabalho em Sydney. Outros
visitaram a cidade e comentaram. Alguns deles são comemorados no Sydney Writers
Walk no Circular Quay. A cidade era a sede do primeiro jornal publicado da Austrália, o
Sydney Gazette. A primeira romancista nascida na Austrália, Louisa Atkinson, montou
vários de seus romances em Sydney. Escritores contemporâneos, como Elizabeth
Harrower , nasceram na cidade e, portanto, montaram a maior parte do trabalho lá, o
romance de estréia de Harrower, Down in the City (1957), era principalmente ambientado
em um apartamento em King's Cross.

O cinema em Sydney foi bastante prolífico até a década de 1920, quando filmes falados
foram introduzidos e as produções americanas ganharam domínio no cinema australiano.
A New Wave australiana de cinema viu um ressurgimento da produção cinematográfica
na cidade, com muitos recursos notáveis filmados na cidade entre as décadas de 1970 e
80, dirigidos por diretores como Bruce Beresford, Peter Weir e Gillian Armstrong[94]. A
Fox Studios Australia iniciou a produção em Sydney em 1998. Os filmes de sucesso
gravados em Sydney desde então incluem The Matrix, Lantana, Missão: Impossível 2,
Moulin Rouge! ,Star Wars: Episódio II - Ataque dos Clones, Austrália, e O Grande
Gatsby. O Instituto Nacional de Arte Dramática é baseado em Sydney e tem vários ex-
alunos famosos, como Mel Gibson, Judy Davis, Baz Luhrmann, Cate Blanchett, Hugo
Weaving e Jacqueline Mckenzie.

A Ópera de Sydney é uma importante atração turística e símbolo de Sydney.


Aquário de Sydney.

Sydney é o centro da Austrália para filmes e mídias comerciais. Muitos dos pontos de
referência em Sydney foram referenciados, exibidos e foram cenário de inúmeros filmes
e programas de televisão. Muitos filmes foram exibidos na cidade, incluindo Procurando
Nemo, que foi realizado em Port Jackson (porto de Sydney). A cidade foi usada como
centro de Anjo Grove no filme da 20th Century Fox, Mighty Morphin Power Rangers: O
Filme (1995). Matrix também foi filmado em Sydney.

Sydney é o anfitrião de vários festivais ao longo do ano. As celebrações de Ano Novo na


cidade são as maiores da Austrália.[96] O Royal Easter Show é realizado todos os anos no
Parque Olímpico de Sydney. O Sydney Festival é o maior festival de artes da Austrália.
O festival de música rock itinerante Big Day Out teve origem em Sydney. Os dois maiores
festivais de cinema da cidade são o Sydney Film Festival e o Tropfest. Vivid Sydney é
uma exposição anual ao ar livre de instalações de arte, projeções de luz e música.

Em 2015, Sydney ficou em 13º lugar por ser a capital da moda do mundo.[97] Hospeda a
Australian Fashion Week no outono. O Mardi Gras de Sydney começa em fevereiro deste
ano desde 1979. A Chinatown de Sydney tem numerosos locais desde a década de 1850.
Mudou-se da George Street para a Campbell Street para a sua configuração atual na Dixon
Street em 1980. O Bairro Espanhol fica na Liverpool Street enquanto a Little Italy está
localizada na Stanley Street. Casas noturnas populares são encontradas em Kings Cross,
Oxford Street, Circular Quay e The Rocks .O Star é o único cassino da cidade e fica em
torno de Darling Harbour.
Esportes

Stadium Australia.

O desporto é uma parte importante da cultura da cidade de Sydney.A cidade possui uma
grande área de espaços abertos e possui muitos espaços naturais, mesmo no centro da
cidade. No distrito de Sydney estão o Chinese Garden of Friendship,Hyde Park, O
Domínio e o Jardim Botânico Real de Sydney. A área metropolitana possui vários parques
nacionais.

A cidade foi sede dos Jogos Olímpicos de Verão de 2000, tendo realizado as Olimpíadas
com grande brilhantismo. O ANZ Stadium é o principal estádio da cidade, sendo o palco
da abertura e encerramento das olimpíadas.

O desporto mais popular da cidade é o rugby league, a cidade, junto com distritos
adjacentes, é sede 10 times da National Rugby League, o estado de Nova Gales do Sul é
conhecido por ser o berço do rugby league no país.

A cidade também é sede do time de futebol australiano da AFL Sydney Swans, do time
de rugby Waratahs da liga Super Rugby e do time de futebol do Sydney FC e Western
Sydney Wanderers que disputa a A-League.