Você está na página 1de 5

CRONOGRAMA DE AULAS (2020/1)

Cinema Documentário

11/02 – Aula 01: Introdução ao cinema documentário (Parte 1).


Apresentação do Plano de Ensino e do Cronograma de Aulas da disciplina, com
ênfase no conteúdo programático, metodologia de aulas e de avaliações.

Aplicação de um (breve) questionário sobre cinema documentário.

Exibição seguida de debate do filme documentário longa-metragem Democracia em


Vertigem (Petra Costa, 2019, 121’), indicado ao Oscar 2020 na categoria “Melhor
Documentário”.

18/02 – Aula 02: Introdução ao cinema documentário (Parte 2).


Leitura conjunta e debate dos textos:
PINTO, Rodrigo de Abreu. A íntima utopia. [Publicado na Revista Cinética, em 9 de
julho de 2019].
HESSEL, Marcelo. Democracia em vertigem. [Publicado no site Omelete, em 3 de
fevereiro de 2020].
TERRA, Renato. Imparcialidade em documentários é ideia superada há muito tempo.
[Publicado no jornal Folha de São Paulo, em 3 de fevereiro de 2020].

Exibição do episódio Piloto da série televisiva No Estranho Planeta dos Seres


Audiovisuais (Cao Hamburger, Paulinho Caruso e Teo Poppovic), seguida de debate.

03/03 – Aula 03: Introdução ao cinema documentário (Parte 3).


Aula expositiva sobre o conceito de documentário e conceitos como realidade,
verdade e ficção.
Referência bibliográfica básica:
RAMOS, Fernão Pessoa. Mas afinal... o que é mesmo documentário?. São Paulo:
Senac, 2008.
NICHOLS, Bill. Introdução ao documentário. Campinas, SP: Papirus, 2012.
GAUTHIER, Guy. O documentário. Um outro cinema. Campinas, SP: Papirus, 2011.

1
Exibição do filme curta-metragem Recife Frio (Kleber Mendonça Filho, 2009, 24’),
seguida de debate.

Exibição dos episódios Verdade, Realidade e Ficção da série televisiva No Estranho


Planeta dos Seres Audiovisuais (Cao Hamburger, Paulinho Caruso e Teo Poppovic),
seguida de debate.

10/03 – Aula 04: Breve história do cinema documentário e do cinema


documentário brasileiro.
Aula expositiva com breve panorama da história do cinema, do cinema documentário e
do cinema documentário brasileiro.
Referência bibliográfica básica:
MASCARELLO, Fernando (org.). História do cinema mundial. Campinas, SP: Papirus,
2006.
TEIXEIRA, Francisco Elinaldo (org.). Documentário no Brasil. Tradição e
transformação. São Paulo: Summus, 2004.
_________. Documentário moderno. In: MASCARELLO, Fernando (org.). História do
cinema mundial. Campinas, SP: Papirus, 2006, p. 253-287.

Exibição do filme documentário curta-metragem Rituaes e Festas Bororo (Luiz Thomaz


Reis, 1916, 26’).
Exibição do filme documentário curta-metragem Aruanda (Linduarte Noronha, 1959,
20’).
Exibição do filme documentário curta-metragem Maioria Absoluta (Leon Hirszman,
1964, 20’).
Exibição do filme documentário curta-metragem Di (Glauber Rocha, 1977, 18’).
Exibição do filme documentário curta-metragem Ilha das Flores (Jorge Furtado, 1989,
13’).

17/03 – Aula 05: Mas afinal... o que é cinema documentário?


Aula expositiva e leitura conjunta em sala de aula de trechos do livro Mas afinal... o
que é mesmo documentário?, de Fernão Pessoa Ramos.
Referência bibliográfica básica:
RAMOS, Fernão Pessoa. Mas afinal... o que é mesmo documentário?. São Paulo:
Senac, 2008, p.21-32.

2
Exibição do filme documentário longa-metragem Linha de Montagem (Renato Tapajós,
1982, 90’), seguido de debate.

24/03 – Aula 06: Documentário observativo.


Referência bibliográfica básica:
NICHOLS, Bill. Que tipos de documentários existem?. In: NICHOLS, Bill. Introdução ao
documentário. Campinas, SP: Papirus, 2012, p.135-177.

Exibição do filme documentário longa-metragem Jards (Eryk Rocha, 2013, 93’),


seguido de debate.

31/03 – Aula 07: Documentário participativo.


Referência bibliográfica básica:
NICHOLS, Bill. Que tipos de documentários existem?. In: NICHOLS, Bill. Introdução ao
documentário. Campinas, SP: Papirus, 2012, p.135-177.

Exibição do filme documentário longa-metragem Ônibus 174 (José Padilha, 2002,


120’), seguido de debate.

07/04 – Aula 08: Documentário reflexivo.


Referência bibliográfica básica:
NICHOLS, Bill. Que tipos de documentários existem?. In: NICHOLS, Bill. Introdução ao
documentário. Campinas, SP: Papirus, 2012, p.135-177.

Exibição do filme documentário longa-metragem Jogo de Cena (Eduardo Coutinho,


2007, 100’), seguido de debate.

14/04 – Aula 09: Documentário performático.


Referência bibliográfica básica:
NICHOLS, Bill. Que tipos de documentários existem?. In: NICHOLS, Bill. Introdução ao
documentário. Campinas, SP: Papirus, 2012, p.135-177.

Exibição do filme documentário longa-metragem Elena (Petra Costa, 2012, 120’),


seguido de debate.

27/04 – Aula 10: Documentário poético.

3
Referência bibliográfica básica:
NICHOLS, Bill. Que tipos de documentários existem?. In: NICHOLS, Bill. Introdução ao
documentário. Campinas, SP: Papirus, 2012, p.135-177.

Exibição do filme documentário longa-metragem A Paixão de J.L. (Carlos Nader, 2015,


82’), seguido de debate.

05/05 – Aula 11: Ética e cinema documentário.


Leitura conjunta e debate do texto NICHOLS, Bill. Por que as questões éticas são
fundamentais para o cinema documentário?. In: NICHOLS, Bill. Introdução ao
documentário. Campinas, SP: Papirus, 2012, p.26-46.

12/05 – Aula 12: SEMANA DE REALIZAÇÃO BACINE/IFG.

19/05 – Aula 13: Realização de Pré-Projeto de Documentário.


Atividade prática de realização do pré-projeto de documentário a ser realizado no 2º
período, na disciplina de Metodologia de Produção de Documentários –
Desenvolvimento de Projetos de Realização. (Valor: 5 pontos).

26/05 – Aula 14: Eduardo Coutinho (Parte 1).


Aula especial sobre o cineasta documentarista brasileiro Eduardo Coutinho,
considerado o melhor e/ou principal documentarista brasileiro de todos os tempos.

Exibição do filme documentário longa-metragem Cabra Marcado para Morrer (Eduardo


Coutinho, 1984, 120’), seguida de debate.

OBS: No dia 02/06 NÃO haverá aula.

09/06 – Aula 15: Eduardo Coutinho (Parte 2).


Aula especial sobre o cineasta documentarista brasileiro Eduardo Coutinho,
considerado o melhor e/ou principal documentarista brasileiro de todos os tempos.

Exibição do filme documentário longa-metragem Edifício Master (Eduardo Coutinho,


2002, 110’), seguida de debate.

16/06 – Aula 16: Cinema documentário e questões sociais e políticas.


Referência bibliográfica básica:

4
NICHOLS, Bill. Como os documentários têm tratado as questões sociais e políticas?.
In: NICHOLS, Bill. Introdução ao documentário. Campinas, SP: Papirus, 2012, p.178-
209.

Exibição do filme documentário longa-metragem Martírio (Vincent Carelli, Tatiana


Almeida e Ernesto de Carvalho, 2016, 162’), seguida de debate.

23/06 – Aula 17: Fronteiras do cinema documentário? (Parte 1).


Leitura conjunta e debate do texto: RAMOS, Fernão Pessoa. As fronteiras. Mas...
podemos falar em fronteiras do documentário? In: RAMOS, Fernão Pessoa. Mas
afinal... o que é mesmo documentário?. São Paulo: Senac, 2008, p.48-50.

Exibição do filme longa-metragem Baronesa (Juliana Antunes, 2017, 71’), seguida de


debate.

30/06 – Aula 18: Fronteiras do cinema documentário? (Parte 2).


Aula de encerramento com atividade sobre o filme Viajo Porque Preciso, Volto Porque
Te Amo (2009, Karim Aïnouz e Marcelo Gomes, 75’).

Entrega da versão final do pré-projeto de documentário a ser realizado no 2º período,


na disciplina de Metodologia de Produção de Documentários – Desenvolvimento de
Projetos de Realização. (Valor: 5 pontos).

TOTAL DE AULAS: 18.


TOTAL DE ATIVIDADES AVALIATIVAS: 02 (10 pontos).

Interesses relacionados