Você está na página 1de 8

PROGRAMA FORMAÇÃO PELA ESCOLA

Letícia Piovesan Brescovit

APLICAÇÃO DO PNATE NO REDE MUNICIPAL DE


EDUCAÇÃO DE CERRO GRANDE

Adriana Paim de Almeida

Cerro Grande, Rio Grande do Sul


Agosto de 2017
2

RESUMO

O Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNATE) configura-se como um


importante meio de facilitar mo acesso à educação, fornecendo meios dos alunos se
deslocarem até as escolas. Desta forma, é inegável que este programa, alinhado às políticas
públicas da educação, é de suma importância para assegurar os princípios de justiça social
para a educação. Isto posto, este trabalho investiga a aplicação do referido programa no
município de Cerro Grande. Pata tal, parte-se de uma base que contempla desde uma
explanação em linhas gerais sobre os programas do FNDE até uma análise de ordem mais
pragmática sobre a efetivação do plano no município supracitado, em que duas questões
compõe o recorte de análise: obstáculos encontrados e possíveis soluções para estes.

Palavras-Chaves: PNATE. Transporte Escolar. FNDE.


3

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO .................................................................................................................................. 4
2 OS PLANOS DO FNDE EM AUXILIO À EDUCAÇÃO ............................................................................. 5
3 ESBOÇO SOBRE O PROGRAMA NACIONAL DE APOIO AO TRANSPORTE ESCOLAR (PNATE) ............... 6
4 APLICAÇÃO DO PROGRAMA NO MUNICÍPIO DE CERRO GRANDE ..................................................... 7
5 OBSTÁCULOS A SEREM SUPERADOS ................................................................................................ 7
7 CONCLUSÃO.................................................................................................................................... 8
8 REFERÊNCIA .................................................................................................................................... 8
4

1 INTRODUÇÃO

Postas as questões pertinentes às políticas públicas relacionadas à educação e os


vários planos do FNDE, este trabalho se dedica ao PNATE – Programa Nacional de Apoio
ao Transporte Escolar. Partindo de duas questões centrais os empecilhos para a sua aplicação
e possíveis soluções para estes.
Assim sendo, o primeiro capítulo discorre sobre os planos do FNDE que tem por
objetivo facilitar o acesso à educação e melhorar a qualidade desta. Em seguida, apresenta-se
um esboço sobre o PNATE. Após isto, delineia-se um capítulo sobre a aplicação do programa
no município. E por fim, os obstáculos a serem superados.
Justifica-se a presente pesquisa a necessidade de se explorar as várias facetas do
PNATE e conhecer melhor a complexa realidade do transporte escolar no município de Cerro
Grande.
Assim, apontando problemas e medidas interventivas, indicamos que, embora haja
deficiências na aplicação do programa, este configura-se como um meio de facilitar o acesso à
educação e assim promover a equidade no contexto educacional.
5

2 OS PLANOS DO FNDE EM AUXILIO À EDUCAÇÃO

É estreita a relação entre as políticas públicas educacionais e a área social, uma vez
que:

As políticas públicas podem ser ditas sociais porque têm como


finalidade desenvolver programas e ações voltadas para setores
específicos, da sociedade, que se encontram em situação de grande
desigualdade e não possuem um padrão de vida digno. É dever do
Estado dar condições básicas de cidadania a esses setores que vivem
em desigualdade. (Unidade I – Políticas públicas na área social – pag.
27)

Nesta perspectiva, estas políticas visam à redução da desigualdade social. Assim,


torna-se lícita a integração entre a própria área educacional e a assistencial, já que estes dois
setores dialogam a fim de promover a justiça social e assim, diminuir as desigualdades
sociais.
Pensando por este ângulo são desenvolvidos vários projetos – planos – a fim de
assegurar uma educação acessível, de qualidade e que corrobore com os princípios de justiça
social.
O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) atua nas esferas
estaduais e municipais, bem como no distrito federal, em todos s níveis de ensino da educação
básica. Sendo que os recursos financeiros para programas educacionais advém do Tesouro
Nacional tendo como principal fonte o salário-educação e seguem as diretrizes instituídas
pelo MEC.
Abaixo segue um rol dos principais programas desenvolvidos pelo FNDE:
PAR – Plano de Ações Articuladas - é um processo de planejamento da gestão de
política da educação que deve ser implantada nos municípios, estados e distrito federal para
um período de quatro anos, com apoio técnico e financeiro do FNDE para construção de
creches, reformas de escolas e formações de professores entre outras ações e são
acompanhadas e monitoradas execução dos projetos previstos pelo MEC e FNDE.
FPE – Formação pela Escola – Capacitação de agentes educacionais – gestores,
professores, pessoas da comunidade para atuar em conselhos - através de formação
continuada.
Pnae – Programa Nacional de Alimentação Escolar-O FNDE transfere recursos para
alimentação escolar de todos os alunos da educação básica das escolas publicas com ações de
6

educação alimentar e nutricional oferecendorefeições que cubram as necessidades nutricionais


dos alunos durante o período letivo.
Infraestrutura Educacional e Pro infância -o FNDE presta assistência técnica e
transfere recursos financeiros a municípios e ao Distrito Federal para construir creches e
adquirir equipamentos e mobiliário para a educação infantil.
Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope) -São
informações oficiais sobre investimentos vinculados a educação nos municípios e estados.
Permite o monitoramento da aplicação dos recursos, e ainda assegura publicidade e
transparência à gestão dos orçamentos educacionais.
Programas do Livro - O Programa Nacional do Livro Didático(PNLD) distribui livros
didáticos, dicionários e obras complementares às escolas publicas escolhidos segundo
critérios técnicos e pedagógicos.
Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) – Esse fundo tem o objetivo de financiar a
graduação de estudantes matriculados em universidade particulares.
PDDE - Programa Dinheiro Direto na Escola-O FNDE por meio desse programa
transfere recursos às escolas uma vez ao ano para adquirir material permanente, realizar
pequenos reparos e promover atividades educacionais inovadoras.
Programas do de Transporte do Escolar – Através do Programa Nacional de Apoio ao
Transporte Escolar (Pnate) e o Caminho da Escola, ações do Ministério da Educação por meio
do FNDE que têm a finalidade de garantir o transporte escolar aos alunos das escolas
públicas, da zona rural, garantido o acesso e permanência na escola.

3 ESBOÇO SOBRE O PROGRAMA NACIONAL DE APOIO AO


TRANSPORTE ESCOLAR (PNATE)

Instituido pela Lei n° 10.880 de 09 de junho de 2004, o Programa Nacional de Apoio


ao Transporte Escolar (PNATE), de forma suplementar o repasse automático de verbas. Para
custear despesas com manutenção de veículos ou de serviços terceirizados destinados ao
transporte escolar nas redes de ensino publico estadual e municipal. Assim, esta política visa à
facilitação do acesso a escola, e por consequência a evasão escolar.
Ocalculo para o repasse é feito a partir do número de alunos informado pela Secretaria
de Educação e o Censo Escolar do ano anterior, a posição que o município ocupa junto ao
ranking do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, assim descrito no Plano
7

de Desenvolvimento da Educação. O Repasse é feito em nove parcelas, estas efetuadas entre


os meses de março e novembro.

4 APLICAÇÃO DO PROGRAMA NO MUNICÍPIO DE CERRO


GRANDE
Localizado ao Sul do Brasil, mais precisamente no Norte do Estado do Rio Grande do
Sul, com uma população de aproximadamente dois mil e seiscentos habitantes,
economicamente sustentado pela agricultura, esta embasada nas culturas do milho, soja, trigo,
leite, tabaco e citricultura.
Cerro Grande realiza os programas por intermédio do FNDE, sendo que o programa
aqui estudado é o PNATE. Sendo o transporte um elemento primordial para o acesso à
educação, posta a situação de que se não houvesse transporte, seria inviável para grande parte
dos alunos freqüentar a escola, dada a distancia de suas residências das instituições de ensino
e a alta de um outro meio de transporte.
Assim sendo, o repasse dos recursos públicos do PNATE para o município – ainda que
não seja suficiente – dá suporte para os alunos das redes estaduais e municipais do município
de Cerro Grande.

5 OBSTÁCULOS A SEREM SUPERADOS

Diversos obstáculos dificultam a acessibilidade às escolas. Como, estradas irregulares,


a disposição das comunidades, umas distantes das outras. Ainda, uma frota de veículos que
não é capaz de suprir as reais necessidades dos alunos. Sendo que, mesmo sendo revisada
semanalmente, ocorrem intempéries que prejudicam os alunos em sua ida até as escolas.
Também, esta situação se agrava em períodos de fortes chuvas, causando prejuízos matérias à
frota e transtorno aos alunos.
Reiterando a situação geográfica delicada – terrenos irregulares, curvas, estradas de
chão pedregosas, etc – faz com que o gasto com a manutenção da frota seja maior do que os
repasses do programa podem suportar.
Outro agravante é que como não há um transporte coletivo para a comunidade rural,
estes acabam fazendo uso do transporte escolar, assim sobrecarregando os veículos e
dificultando a utilização destes pelos alunos.
8

Também, em relação aos motoristas, falta formação, no sentido de cuidado com as


crianças e adolescentes – estudantes – e de preservação da frota.
Assim sendo, medidas urgentes devem ser tomadas para amenizar a situação. Como
meios podemos elencar: formações para os motoristas; reformas nas estradas, em parceria
com secretaria de obras; e políticas de transporte para a população não-escolar.

7 CONCLUSÃO
A pesquisa em voga nos permite visualizar uma realidade complexa, posta a condição
geográfica do município e a sua situação sócio-econômica. Complexidade esta que se reflete
no transporte escolar, uma vez que a geografia do município vem em detrimento dos recursos
disponíveis para o transporte. Em outros termos, a situação econômica e social do município e
a precariedade das estradas corroboram com o desgaste da frota e assim tornam a realidade do
transporte escolar complexa.
Ainda, o este estudo permitiu vislumbrar os esforços e auxílios que o PNATE oferece
ao município. Assim, sendo de grande valia o programa para o município, ainda que para a
demanda do município seja insuficiente.
Das problemáticas apontadas, encontramos esboços de soluções, como capacitação
para os motoristas envolvendo a questão da preservação da frota e o relacionamento com o
público, também, questões infra-estruturais e transporte coletivo para a população.
Assim sendo, fica evidente a relevância do programa aqui estudado na promoção da
educação, da justiça social e consequentemente na democratização da educação.

8 REFERÊNCIAS
BOBBIO, N.; MATEUCCI, N.; PASQUINO, G. Dicionário de Política. Brasília: UnB/Linha
Gráfica, 1991.
Caderno de Estudos do Curso Competências Básicas/Fundo Nacional de Desenvolvimento da
Educação. 4a ed., atual. - Brasília: FNDE, 2013