Você está na página 1de 65

Prefácio

Este livro é dedicado a todos aqueles que acreditam que Jesus Cristo é
o único Senhor. São para os que crêem que a Bíblia é a palavra do “Deus
Vivo”.

É baseado nas revelações e ensinamentos do Espírito Santo. Não se


baseia em uma doutrina humana, ciência, religião ou conhecimento desta vida.

Se você crê que Jesus Cristo é o único Senhor, espero que este livro te
ajude a conhecer a verdadeira vitória de Deus para a vida de todos que Nele
crêem.

A nossa luta não está neste mundo natural, mas este é uma
conseqüência do espiritual.

1ª Coríntios 2:9

Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não
ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou
para os que o amam.

Jeferson Gomes

2
Antes da leitura deste livro peço que você faça esta oração em voz
audível se você assim o desejar:

Querido Deus e Pai.

Eu confesso, acredito e reafirmo que Jesus Cristo é o meu único Senhor


e Salvador da minha vida.

Em nome do Senhor Jesus Cristo eu quero Te pedir para que Tu abras o


meu coração e entendimento para receber do Teu Espírito lendo este livro os
ensinamentos da Verdade da Tua Palavra Revelada por ele.

Eu proíbo em nome do Senhor Jesus Cristo que o inimigo de minha


alma venha a distorcer os ensinamentos do Teu Espírito que estão contidos
neste livro.

Que não aja nenhuma retaliação das trevas na minha vida de meus
familiares em nome do Senhor Jesus Cristo.

Que pelo Teu eterno Propósito Tu possas iluminar o meu coração para
que eu obtenha a Vitória plena do Espírito Santo em minha Vida.

Eu quero te agradecer a oportunidade de tomar Ciência do Teu


propósito para minha vida e que O Espírito Santo abra meu entendimento para
cumprir este propósito já nesta era.

Tudo isto eu Te peço em nome do Senhor Jesus Cristo.

Amém.

3
A criação

Começaremos com duas teorias que norteiam um conceito natural. Ela é


do filósofo da escola iluminista Lavoisier, considerado o pai da química, e de
Charles Robert Darwin um importante naturalista Inglês.

Lavoisier em sua celebre frase nos diz:

"Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma".

Charles Robert Darwin é o precursor da “Teoria da Evolução”

Esta teoria explica como as diferentes espécies de animais se


desenvolveram ao longo do tempo.

A evolução é uma das teorias mais bem sustentadas de toda a ciência e


substanciada por uma grande quantidade de evidências científicas. Contudo,
apesar de a teoria geral ser consensual1, continua a haver debate sobre
pormenores nos mecanismos de mudança.

O conceito de Lavoisier é que a própria natureza é fonte criadora,


porque ele afirma categoricamente que na natureza nada se cria, nada se
perde tudo se transforma.

Segundo esta teoria a natureza domina e subjuga todas as coisas,


plantas, animais, materia, homen. É tudo que eu posso ver, comprovar, tocar e
sentir.

Na teoria da Evolução os animais são o produto desta natureza. Ela é


segundo esta teoria a causadora de que os mesmos se transformaram através
dos tempos, conforme a adaptação e necessidade de sobrevivência de cada
espécie. (Galápagos é uma referência)

Precisamos compreender o que é um SOFISMA. Os “sofistas”


pertenciam a uma escola grega em Atenas. Estes tinham por diretriz tornar
uma base mentirosa em aparência da verdade. Tinham a habilidade de tornar
algo totalmente mentiroso em aparência da verdade. Corrompiam a verdade
em mentira.

Concluímos com isto que se estamos baseados em algo, ou alguma


coisa que é totalmente mentirosa, estaremos completamente equivocados e
enganados. Tendo como base uma mentira, tudo que eu construir na minha
vida a partir desta base, seja um conceito, uma estrutura física ou emocional,

Nota do autor
1
Consensual para os que não acreditam que foi Deus que criou todas as coisas. Acredita nas teorias
humanas, não acredita na palavra da Bíblia.

4
um estudo, um aprendizado, estará totalmente fundado num sofisma (mentira
com aparência de verdade). Isto me levará a um abismo. E um abismo chama
outro abismo. Cito como exemplo processar uma religião. A religião te induz a
uma pseuda santificação. Eu, por processar ou praticar uma religião, creio de
todo o meu coração e mente que sou santificado, e que me aproximo de Deus
quando a pratico.

A palavra de Deus:

Gênesis 1 vs 1 nos diz:

“No princípio criou Deus os céus e a terra”.

Salmo 24, vs 1

“Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele


habitam”.

Se você ler todo o capítulo de Gênesis (A criação de Deus), Concluirá


que toda a criação; céus, terra, o mundo e a sua plenitude, tudo que nele
habita e vive, foi criação de Deus. Esta criação estava no mundo espiritual
Deus fala:

Gênesis 2 vs 2

“E a terra era sem forma e vazia”.

A terra, planetas, astros, estrelas, o homem, os animais, plantas


estavam no coração de Deus e na Sua Vontade e Poder de criação. Era o
desejo Dele. Não existia a matéria. Tínhamos Deus e a vida espiritual, não
existia a vida natural da qual conhecemos.

Gênesis 1 vs 10

“à porção seca chamou Deus Terra e ao ajuntamento das águas, Mares. E


viu Deus que isto era bom”.

Gênesis 2: 3

“E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de


toda a obra que, como Criador, fizera”.

Então vemos que Deus conforme o versículo três de Gênesis na sua


parte final afirma que Deus como CRIADOR fizera toda a obra da criação.

5
A fonte Criadora é Este Ser maravilhoso, criou todas as coisas
sujeitando-as à Sua criação mais importante e sublime que é o homem.

Gênesis 1: 26

“E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa


semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus,
e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move
sobre a terra”.

O homem foi criado para conter Deus. Conter a Sua vida, Seu Espírito,
Seu poder, expressar a Sua natureza. Veremos depois qual é a natureza de
Deus.

O homem foi criado para ter comunhão com Deus. Ter intimidade de
filho para Pai, e vice-versa. O inimigo de Deus, não pode atingi-Lo, logo ele
desde o princípio da criação buscou atingir o homem provocando a sua queda.

A queda não é tropeçar em alguma coisa, uma pedra por exemplo. Nem
são os tropeços desta vida natural que vivemos e conhecemos. A queda aqui
se resume do homem não ter mais a vida espiritual, ou seja, conter Deus para
expressar Sua natureza. O homem perdeu esta condição no jardim do Éden.

O inimigo de nossas almas trabalhou firme e forte para criar um


tremendo Sofisma. Apresentou-se diante do homem para que este pelo engodo
do livre arbítrio optasse também como ele (nosso inimigo) a se tornar um ser
como Deus. Por isso a queda do inimigo de Deus (Diabo) e a queda do
homem.

Quando o homem aceitou este engodo ganhou a natureza do inimigo de


Deus (Diabo). Vamos ver quem é este ser quando estudarmos o capítulo da
natureza do homem a seguir.

Quero em primeiro lugar mostrar a queda do homem. Quando ele


perdeu a condição de ser espiritual e se tornou homem natural. Gênesis nos
mostra a queda do homem seduzido pela natureza do inimigo de Deus. Quero
esclarecer uma coisa importante que a Bíblia nos ensina. Quando ela descreve
a palavra “Diabo” é o ser criado por Deus. Quando ela se refere a “Satanás”
é a natureza deste ser. Tenha isto muito bem definido no teu coração.

Gênesis:

1 Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o
SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse:
Não comereis de toda a árvore do jardim?

6
2 E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos,

3 Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não
comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.

4 Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.

5 Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os


vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.

6 E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável
aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto,
e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.

7 Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam


nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.

Nos versículos acima, podemos ter a certeza da queda e quem foi o


terrível sedutor da mesma. Ele somente provocou a cobiça do homem de
querer ser igual a Deus. Quando o diabo quis ser igual a Deus, foi deposto da
sua posição, perdeu o propósito de sua criação. Mas creia ele não perdeu o
poder espiritual (porque Deus não retira o que Ele dá), ele perdeu sim a
formosura, a beleza, ganhou outro aspecto horrível e maléfico. Seu aspecto é
trevas e foi lançado nas trevas como refere à Bíblia:

Gênesis 1:2

“E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e
o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas”.
Veja trevas sobre a face do abismo. Deus fez a separação das trevas e
a luz:

Gênesis 1:4

“E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as
trevas”.

Como o diabo perdeu o propósito para o qual foi criado, perdeu a luz. Foi
lançado na parte da separação que Deus fez que se chama “Trevas”. Este
seduziu o homem como vimos em Gênesis. Embora o homem não tenha sido
lançado na parte que se chama “Trevas”, este foi lançado na parte que se
chama “Terra”. Porem lamentavelmente perdeu a luz Divina.

Deus não retira o que Ele concede. Ele decidiu que o homem seria a
Sua imagem e Semelhança. Era para sermos as mais perfeitas das criaturas.
Com uma forma celestial bem definida, inteligência, sabedoria e um atributo na
qual Deus jamais interfere, o “Livre Arbítrio”. Era para o homem ter um corpo
celestial, mas como houve a queda, ganhamos um corpo natural. Este tem um

7
tempo determinado de vida. Nasce, cresce e morre. Esta natureza está morta
diante de Deus. Isto significa sem vida espiritual. Porque sabemos que o que é
espiritual tem a vida eterna.

Gênesis 1: 26

“E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa


semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus,
e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move
sobre a terra”.

No Éden Deus tinha dado uma ordem expressa que não comessem da
árvore do bem e do mal.

Gênesis 2

16 E ordenou o SENHOR Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do


jardim comerás livremente,

17 Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás;


porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.

Vejamos a palavra certamente morrerás refere-se não a morte natural na


qual temos consciência e conhecimento. Esta palavra se refere à vida de Deus
(vida do Espírito), dependência Deste, Obediência Deste.

Comer aqui denota conhecimento. Eu declaro expressamente que o


conhecimento ensoberbece qualquer pessoa. Veja os sábios deste mundo.
Eles se estribam no seu próprio conhecimento e entendimento. Baseiam-se no
lógico e no científico. Este conhecimento e entendimento sem Vida Espiritual
(expressão da natureza de Deus) para os sábios e descrentes na palavra de
Deus (Bíblia) a conseqüência é um abismo. Para os que acreditam na Bíblia o
conhecimento sem a expressão de Deus (natureza Dele) a consequência é
processar e praticar uma religião. O “conhecer” não te leva a “VIDA”. A pratica
e a expressão da natureza de Deus é que vai te levar a ter “Vida Espiritual” e
consequentemente a Vida Eterna.

Quanto eu mais conheço mais confiante eu estou no que conheço. Toda


minha base está no conhecimento. Naquilo que eu sei, pratico e tenho
experiências. Se este conhecimento tiver como base um “Sofisma” o abismo
estará sobre a minha vida.
Hoje as religiões praticam o conhecimento. Alimentam-se da árvore do
conhecimento do bem e do mal que vimos em Gênesis. Deus proibiu que
comecemos deste fruto. Você pode estar perguntando, mas afinal o que é
“RELIGIÃO”? Ora religião não é o conhecimento sem expressão do Espírito de

8
Deus? Para sabermos o que é Expressar Deus temos que conhecer a natureza
Dele. A natureza de Deus é a Sua expressão.

A Bíblia fala da “fonte” da natureza de Deus.

Gênesis 2: 9

“E o SENHOR Deus fez brotar da terra toda a árvore agradável à vista, e


boa para comida; e a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do
conhecimento do bem e do mal”.

Nossa fonte deveria ser a árvore da vida no meio do jardim. Esta era a
verdadeira fonte. Ela estava no meio do jardim, ou seja, a vista de todos.
Acessível, iluminada pelo Poder do Espírito. A fonte inesgotável da natureza de
Deus. O alvo de todo o alimento.

No meio também significa o equilíbrio entre o Criador e criatura


(homem). O equilíbrio de todas as coisas, sabedoria, vida espiritual,
dependência de Deus, entendimento (diferente do conhecimento) porque
entendimento é entender porque tenho que fazer, obedecer e compreender.

Nosso inimigo nos enganou. Fez com que o homem racionalizasse a


palavra de Deus. Fez crer que o conhecimento levaria o homem à estatura de
Deus. A condição Divina. Na verdade ele simplesmente nos separou da Vida
Divina. Como? Fazendo com o que o homem adquirisse a sua natureza que foi
lançada junto com ele na parte que se chama trevas (lembre-se que o homem
também quis ser igual a Deus). Mas gostaria que você abrisse seu
entendimento para saber que o homem não é inimigo de Deus. A natureza que
adquirimos na queda, esta é inimiga de Deus e consequentemente nossa
inimiga. Veremos isto mais adiante.

Falaremos dos atributos da Natureza de Deus e do seu inimigo no


próximo capítulo.

As Duas Naturezas

DEUS SATANÁS

9
NATUREZA NATUREZA
DA LUZ DAS TREVAS

Existe a lei dos homens. A Constituição Federal, O Código Civil, O


Código Penal são alguns exemplos. A sua transgressão, acarretará uma pena
ou multa. Depende do grau da violação destas leis. Assim também temos as
leis espirituais, as Divinas. A transgressão acarreta a morte, não a natural, mas
a morte espiritual. É chamado pela Bíblia o dano da segunda morte.

Apocalipse 2: 11

”Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer
não receberá o dano da segunda morte”.

A natureza que conhecemos, aqueles que vivem sob as suas leis, estão
condenados em primeiro lugar, ao dano da primeira morte. Existe uma lei na
natureza “tudo que nasce morre”. Este é o dano da primeira morte. Deus quer
livrar o homem do dano da segunda morte (morte espiritual).

No Universo temos apenas duas naturezas bem definidas. Temos a


natureza de Deus (Vida Espiritual), e a natureza do inimigo de Deus (Morte
espiritual). Vimos que esta natureza e o seu dono foram lançados na parte que
se chama “trevas”.

Jesus disse: João 6: 63

“O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que


eu vos disse são espírito e vida.
Veja o espírito do homem é que precisa ter vida. Que vida é esta? Esta
vida pertence a uma natureza Espiritual (Vinda de Deus). A grande maioria, o
consenso geral, não conhece.

A carne neste versículo, nas palavras do Cristo está tipificada pela


natureza que estamos vivendo. Inevitavelmente ela nos leva não ao dano da
primeira morte, mas o da segunda morte.

10
Se não tratarmos diretamente com ela, estaremos querendo ou não
incluídos no dano da segunda morte2. Veremos este dano mais adiante.

Na luz da Bíblia identificamos as duas naturezas existentes no Universo.


A que está na parte que se chama “LUZ”, e a que está na parte que se chama
“TREVAS”.

Gênesis 1:4

“E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as
trevas”.

A primeira natureza diz respeito à Divina descrita na Bíblia:

Efésios 5: 9

“(Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade)”

A palavra Espírito está em maiúscula, significando o Espírito de Deus.


Descreve Sua Natureza que possuí três atributos:

Os atributos da Natureza de Deus no quadro abaixo:

Justiça

Bondade Verdade

Natureza
De
Deus

2
Nota do autor.
Os que crêem no seu coração que Jesus Cristo é o único Senhor estão fora do dano da segunda morte.

11
Esta é a natureza do Espírito de Deus. Lembre-se da árvore da Vida em
Gênesis. A fonte da natureza de Deus. Esta árvore produz os frutos do Espírito.

Toda a semente que produz esta natureza, toda Sua manifestação, toda
a Sua Expressão, o Alimento desta Árvore, os seus Frutos são estes três
atributos: Bondade, justiça, verdade.

A segunda natureza também está descrita na Bíblia. Diz respeito ao


inimigo de Deus. Também este é o verdadeiro inimigo do homem. Este ser
possuí outra natureza disforme (doente), caída, corrompida, destituída da
benevolência de Deus e de Sua proteção. Foi lançada na parte que se chama
“Trevas”. São inimigas. Vamos ver nas palavras de Jesus Cristo:

João 8: 44

“Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso


pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade,
porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é
próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira”.

Temos claramente também três atributos desta natureza das Trevas:

Abaixo no quadro os atributos da natureza das trevas.

Injustiça

Maldade Mentira

Natureza
Do
Diabo

12
Veja por isto as naturezas são inimigas. São antagônicas. Uma é Luz, a
outra Trevas.

Vamos levantar uma pequena questão para esclarecer nosso coração e


consciência. Qual é a natureza que as pessoas que estão no mundo hoje
expressão? Bondade, justiça, verdade? Ou expressão maldade, injustiça,
mentira. Qual é a natureza que os domina? É a natureza de Deus? E nós que
acreditamos na Bíblia o que expressamos? São perguntas que temos que
responder.

Aos incrédulos, a natureza do inimigo de Deus os leva para o dano da


segunda morte. É desta natureza que Deus através da vida de Jesus Cristo
quer os livrar. Aos crentes, o não tratar com ela já nesta era, leva-nos ao
julgamento do Tribunal de Cristo. Vamos ver isto mais adiante a luz da Bíblia.
Veja no versículo diz: Ele foi homicida desde o princípio, O que isto
significa? Significa simplesmente que este ser matou a vida de Deus nele deste
o princípio da criação. Antes de tudo que conhecemos existir, nosso mundo
natural, este ser que foi lançado nas trevas é homicida porque matou toda a
natureza de Deus (Vida de Deus) que estava nele.

Ele é um ser criado por Deus. A Bíblia faz referência dele dizendo que
ele era uma das mais perfeitas criaturas, em formosura e beleza. Mas o
coração deste se encheu de orgulho (conhecimento), querendo ser igual a
Deus perdeu completamente o sentido do propósito de sua criação.
Veja a sua queda descrita na Bíblia:

Ezequiel 28

“14 Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte


santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas”.

“17 Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a


tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos
reis te pus, para que olhem para ti”.

O diabo e sua natureza foram lançados de diante de Deus. Hoje ele esta
na parte que se chama trevas. Não tem comunhão com Deus. Ele rodeia a
terra para alimentar da árvore do conhecimento do bem e do mal os homens.
Lembre-se que Deus proibiu que o homem se alimentasse dela? Ele é um
espírito assim como Deus é Espírito. Ele quer tragar aqueles que fazem a sua
vontade para o lado das Trevas. Aqueles que expressam a sua natureza. ESTE
AGORA É O SEU PROPÓSITO. Este é o dano da segunda morte, ser tragado
para o lado que se chama “Trevas” por toda a eternidade.

13
Jó 1: 7

“Então o SENHOR disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao


SENHOR, e disse: De rodear a terra, e passear por ela”.

Esta é a verdadeira batalha espiritual que estamos vivendo. Somos


participantes dela. Querendo ou não, conhecendo ou não conhecendo o
propósito do nosso inimigo. É por isso que o diabo trabalha noite e dia para
impedir que o homem conheça seu verdadeiro inimigo. Ele cega nosso
entendimento. Porem Deus e o Seu eterno propósito através de Jesus Cristo
nos dá a vitória sobre este ser e sua natureza.

2 Coríntios 4:4

“Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos,


para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que
é a imagem de Deus”.

O deus deste século (letra minúscula) é o dono da natureza que está na


parte que se chama trevas. Esta natureza é nossa verdadeira inimiga. Ela cega
a vida de Deus nos homens, mata a mesma. Por isso ele é homicida desde o
princípio como vimos anteriormente no livro de João. Agora ele trabalha para
cegar os homens e crentes de não conhecerem o evangelho de Cristo na sua
plenitude e a verdadeira vocação para a batalha entre a “Luz e as Trevas”. Não
é a batalha entre o bem e o mal. Bem e o mal estão contidos na árvore do
conhecimento do bem e do mal na qual Deus proibiu terminantemente nos
alimentar dela. Satanás, a natureza caída é o alimentador desta árvore que foi
proibida por Deus.

Por isso muitas pessoas possuem o sofisma de que estão realizando


uma obra para Deus quando praticam o bem. Satanás (a natureza das trevas)
contém também o lado do bem, descrito na Bíblia. Porque ele antes da queda
continha o Espírito de Deus. E como Deus não retira o que Ele dá este ser, o
diabo, ficou também com a parte boa da criação. Ficou com o bem, mas
perdeu a natureza de Deus. Tudo isto provem da árvore do conhecimento do
bem e do mal.

Cristo nos ensinou isto na Sua palavra:

Mateus 19: 17

E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que
é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.

O evangelho (Palavra de Deus) não tem nenhum valor para este mundo.
Está encoberto, obscuro pelas trevas, inacessível, porque existe um ser e sua
natureza, que rodeia a terra. A circunda como vimos acima. Começou no Éden,

14
na criação do homem. Como ele não pode atingir a Deus buscou atingir o
homem, ferindo o coração de Deus. A criação que Deus mais ama é o homem
porque o fez a Sua Imagem e Semelhança.

O diabo batalha dia e noite lançando suas sementes espirituais sobre a


terra que provem da sua natureza sobre a humanidade. Ele quer impedir que
toda a semente lançada por Deus prospere. Ele trabalha para que a Imagem
de Deus, ou seja, Seu Filho Unigênito, Jesus Cristo não resplandeça sobre os
corações dos homens.

João 3: 16

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho
unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida
eterna”.

Temos que ter em mente esta questão importante. Vou falar novamente,
o diabo não pode atingir a Deus de forma alguma. Porque a Bíblia nos diz que
a Luz não tem comunhão com as trevas. Tanto que é verdade que Deus o
lançou para o lado das trevas porque Ele mesmo fez separação da luz e as
trevas. Jesus neste versículo acima está se referindo a uma vida que não
perece. O corpo (carne) que conhecemos irá morrer sem dúvida alguma, é o
dano da primeira morte. O dano da segunda morte não tem poder sobre o que
crê em Jesus Cristo.

Crer em Jesus é aceitar a natureza de Jesus. A natureza de Jesus é a


mesma do Pai (Deus). É por isso que Jesus tem que ser nosso único Senhor,
Salvador. Ele veio em carne (corpo carnal), mas não expressou a natureza
deste corpo. Ele é a própria árvore da Vida descrita em Gênesis da qual Deus
mandou o homem se alimentar. Por isso Ele disse:

João 11:25

“Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim,


ainda que esteja morto, viverá”;

Isto é muito importante. Ele disse que é a ressurreição e a vida. O que é


isto? Ressurreição é a natureza de Deus que tem que entrar no homem
novamente. É uma nova vida. Aquilo que o diabo roubou. Tenho que adiquiri-la,
ela foi roubada pela queda no jardim do Éden. A vida verdadeira é o homem ter
novamente os frutos desta natureza que foi roubada.

As palavras no versículo, ainda que esteja morto, viverá; significam


que o homem tenha novamente a vida espiritual. Adquirindo esta natureza irá
morar com o Pai na eternidade. Lembre-se que o diabo vem como um ladrão.
Por isso Cristo disse em sua palavra:

15
João 10:10

“O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que
tenham vida, e a tenham com abundância”.

Lembre-se que não foi Deus que tirou a natureza Dele do homem. O
diabo foi que a roubou. Deus providenciou devolver a natureza Dele para o
homem através da fé e da vida em Jesus Cristo. É crer que Ele é o filho do
Deus VIVO por fé, aceitá-lo como único Senhor e Salvador. Jesus é a “Fonte”
da árvore da Vida. Devemos nos alimentar Dele. Adquirir a Sua natureza,
transformar nossa maneira de pensar e agir não nos conformando com a
natureza das trevas (Satanás).

A Bíblia nos ensina a fazer isto:

Romanos 12: 2

“E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela
renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a
boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”.

Viram entendimento. Não conhecimento. Algumas versões nos falam


mente. Renovar nossa mente. A mente é o canal de expressão do mundo
espiritual para o mundo natural, e vice-versa. Por isso temos que renovar a
mente. Ela é a comunicação do Espírito com o mundo natural. O que está na
mente é que vai determinar todas as nossas ações, sentimentos e emoções. A
batalha entre a luz e as trevas é travada na nossa mente.

É por isso que afirmamos se vivermos pelo conhecimento estaremos


praticando uma “Religião”. O “conhecer” sem “expressar” inevitavelmente me
leva a pratica de uma vida religiosa. Religião se alimenta da árvore do
conhecimento do bem e do mal como falamos anteriormente. É a expressão
desta. Podemos fazer um conceito do que é religião.

“Religião é o conhecimento de Deus, mas sem a expressão da Sua Natureza”

Cristo nos falou dela:

Mateus capítulo 23

23 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o


endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a
misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir
aquelas.

16
24 Condutores cegos! que coais um mosquito e engolis um camelo.

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que limpais o exterior do


25 copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de iniqüidade.

26 Fariseu cego! limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que


também o exterior fique limpo.

27 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes


aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas
interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.

28Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas


interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade.

Na referência de Cristo para escribas e fariseus, estes eram os


religiosos da época. A religião se preocupa com o exterior, aparência, “ser
bom”, praticar boas obras. Tem um ditado popular que diz:

- “Quem dá aos pobres empresta a Deus”.

Não estou fazendo apologia dizendo que não devemos ajudar aos
necessitados. Porque a Bíblia nos ensina que é dando que se recebe.

Fazendo isto, às chamadas “boas obras”, estarei mudando a minha


natureza? Estou colaborando para mudar a natureza deste necessitado? Claro
que não. Ela continuará em todos porque eu não tenho o poder de mudar uma
natureza. Se eu não tratar com ela morrerei com a mesma e sofrerei os danos
desta natureza.
Veja as palavras ditas por Jesus nos versículos acima são para quem? É
para os que não crêem? Claro que não. É para o que Crêem na Bíblia. Então é
para nós, não é mesmo? Veja, coamos um mosquito e engolimos um camelo
como Jesus observou.

Vou explicar:

Muitas vezes queremos mudar os irmãos na igreja, nosso cônjuge,


filhos, colegas, as pessoas em geral. Identificamos o que fazem de errado.
Observamos a Palavra de Deus, Suas Leis para corrigi-los. Dizemos: Olha
você está bebendo ainda meu irmão? Não faz um mês que você não vem no
culto? Olha cuidado, a apostasia vai te pegar. Não faça isto, não faça aquilo,
não toque nisto e etc.

17
Pergunto? Isto não é coais um mosquito? Colocando estes fardos nos
outros não tenho o peso de um mosquito na minha vida? Ordenar a obediência
nos outros não é fácil? Eu obedeço o que eu mando fazerem? Eu dou o
exemplo? Eu tenho a expressão da natureza de Deus? É Você que deve
responder.

Mas a principal pergunta não seria: Eu estou aceitando que Deus mude
o meu interior? Eu sou uma pessoa que busca compreender os fracos e os
oprimidos? Eu procuro expressar bondade, verdade, justiça nas minhas
atitudes e pensamentos? Tenho misericórdia? Sou compreensivo? Manso e
humilde? Se não faço estas coisas estou com certeza não engolindo um
camelo? É você também que deve responder estas perguntas.

O homem um ser espiritual

Deus formou o homem para ser tripartido:

1ª Tessalonicenses 5: 23

“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito,


e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a
vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”

O homem é formado de Corpo, alma e espírito, como vimos na palavra.

Espírito

Alma

Corpo

18
Espírito do homem. São três atributos:

Intuição

Comunhão Consciência

Suas características: Quadro abaixo fala sobre as características do


espírito do homem.

Intuição
Ato de ver, perceber, discernir, percepção
clara e imediata, pressentimento

Comunhão
Ato de compartilhar as mesmas ideias ,
valores e sentimentos

Consciência
Atributo pelo qual o homem pode conhecer
e julgar sua própria realidade.

19
Alma: Também são três atributos:

Mente

Vontade Emoções

Devemos compreender os atributos da alma para conhecermos


melhor o homem. Abaixo faremos um quadro de cada atributo da alma e suas
características.

As Características da Alma:

Mente
Concepção do mundo natural e espiritual

Vontade
Está contido o Livre Arbítrio

Emoções
O que sinto penso e quero vai determinar
meu comportamento, minhas ações.
Ter - Ser - Sentir

A alma é a individualidade de cada homem criado por Deus. Deus


respeita esta individualidade e jamais interfere no seu livre arbítrio. O livre
arbítrio está na vontade do homem. É um atributo da alma. Deus não é

20
roubador. Deus é doador. Ele é o galardoador da Vida. Deus trabalha por
propósitos. O propósito de Deus ter criado o homem é para este conter o Seu
Espírito, Sua natureza e ser a Sua Expressão.

Corpo: É a parte natural. O recipiente que contem três coisas:

Espírito

Alma Natureza

Características do Corpo: No quadro abaixo compomos as características do


corpo do homem.

Espírito
Parte imaterial de um ser. A força vital,
Sobrenatural

Alma
Conjunto das faculdades psíquicas,
intelectuais e individuais do homem

Natureza
Força ativa que estabeleceu e conserva a
ordem natural de tudo quanto existe

Para entendermos tudo isto temos que ter olhos do entendimento. A


Bíblia se refere sobre o que é o verdadeiro entendimento:

21
Efésios 1:18
sejailuminados
“Tendo
qualherança
sua a esperança
inados
nos santos;”
os da
olhos vo vosso entendimento,
sua do ento, para que saibais
saib
nos
sperança
santos;”
da sua vocação, e quais as
s riquezas da glória da

traduções
Espírito
Este
Santo
falam
entendimento
ntendimento
deolhos
Deus.doEle
coração.
está
fará ono to do homem. Algum
hE espírito. Espírito Algumas
m
deolhos
Deus.doEle
coração.
fará o homem que
Ele tementender
ser sua
iluminado,
uminado, despertado pelo
verdadeira
des vocação
ua verdadeira vocação.

Espírito
Alma

Natureza

Conjunto = Corpo
Conter Deus, Sua natureza
Vocação = Expressar Deus > Sua Natureza

e
Não
manifestar.
natureza
precisa
esqueça
O corpo
do corpo
de diabo.
Aum
oque
será um para
manifestação
o diabo
abo esp
instrumento
é um
sedeste
man
espírito
da
espírito
manifestação
e também
chamamos
precisa
de Deus.
de
“satanás”
umDeus éque
corpo Espí
Espírito
paraé
um corpo para se manifestar e escolheu o homem para fazer iisto.
cisa de um corpo para se
mos “satanás” que é a

modelo.
referência
Palavra
é
devemos
a palavra
Para
de Deus,
alimentar
doda
termos
ermos
homem
fé. ASua por
sucessivamente
os
féinterior,
nossos
vem
natureza. seO espirituais abertos
ouolhos
olho
ouv rtos para o entendimento
entendime
eus,
ahomem
entar
fé. ASua por
sucessivamente
féinterior,
vem
natureza. seja,
ou ouvir
Oo evangelho
enosso
o ouvir
homem espiritual.
“homem
da palavra
de Cristo.
interior”.
deODeus.
Cristo
alimento
Este
é oalimento
dele
no
vra de Deus. A Bíblia faz
ritual. O alimento dele é a
Cristo. Cristo é o nosso

Efésios 3: 16

“Para
corroborados
que, segundo
egundo
com poder pelo seu da sua glória, vos
as riquezas os conceda que sejais
sej
s com poder pelo seu Espírito no homem
em interior;”

homemO espiritual,
propósito
Senhor, ositual,
ehomem
de em
Deus
cumprem, seja,
interior
ou épara
é fazer ooosconjunto
conju
“home
“homem
destruir
dest
que seguem
espiritual”.
(corpo)
no nosso
os expressar
mandamentos
Deus
corpo
s derrama
a anatureza
Suada
poder
Natureza
palavra
caída
sobre
sobr o
damentos da palavra do
rpo a natureza caída. O
ssar a Sua Natureza. O

22
poder de Deus e o Seu propósito estarão a nosso favor para destruir as
fortalezas mentais e espirituais da nossa vida.

Isto tudo acontece se eu como “servo” aceitar e obedecer aos


mandamentos de Deus contido na sua palavra. Obedecer é melhor do que
sacrificar, este é um ensinamento que está na palavra que eu tenho que
entender para ser mais do que vitorioso.

1ª Samuel 15:22

“Porém Samuel disse: Tem porventura o SENHOR tanto prazer em


holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do
SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender
melhor é do que a gordura de carneiros.”

Eu aprendi de Deus que a obediência possuí quatro (04) atributos.

Abaixo no Ciclo Radial os quatro atributos da obediência:

Ouvir

Crer Obedecer Confiar

Entregar

Ouvir: É o primeiro atributo da obediência. Se eu não


ouço como vou obedecer? Impossível. O que eu estou ouvindo também é
muito importante para obedecer a Deus.

Deus nos dá um ensinamento muito importante na


questão da obediência do “Ouvir.”

Romanos 10: 17

“De sorte que aféé pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.”

23
A mensagem que provem do Espírito esta também
relatada na Palavra do Senhor:

Tiago 3: 17

“Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica,


moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem
parcialidade, e sem hipocrisia.”

Pura aqui significa sem fermento natural. Opiniões e


conceitos pessoais. Não conhecimento, mas entendimento. Lembre-se que o
homem não é inimigo de Deus. A natureza que está no homem que é sua
inimiga.
Nota importante:

O que destrói o homem não é Deus.

O que destrói o homem é a natureza que esta nele.

O eterno propósito de Deus é livrar o homem desta


natureza.

Depois pacífica. Isto significa sem cobranças. Sem imposições. Porque é


na paz que Deus opera no homem.

Tiago 1:20

“Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus.”

Lembramos que a justiça de Deus na tua vida é te livrar da


natureza caída.

Jesus nos ensina como obtemos o favor da justiça de Deus na sua Palavra:

Mateus 11:29

“Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e
humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.”

Por que muitas pessoas não têm paz? Porque elas não são
mansas, são iradas. Rancorosas. Se você não é manso jamais será humilde.
Porque a mansidão vem antes da humildade.

Você já percebeu que quem leva a paz conquista. Se você é um


líder espiritual como é a sua palavra, mansa, pacífica, cheia de misericórdia? É
com paz que você ministra a palavra? É com mansidão? Ou você é daqueles
que quer enxertar a palavra de Deus nas pessoas com violência. Mas a
pergunta principal é esta:

24
Eu vivo o que eu ministro? Ou seja, o que eu falo para os outros fazerem?

A resposta é você que deve responder.

Deus nos dá uma orientação para ministrar.

Zacarias 4: 6

“E respondeu-me, dizendo: Esta é a palavra do SENHOR a Zorobabel,


dizendo: Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz
o SENHOR dos Exércitos.”

Nossa palavra para com as pessoas no mundo e na igreja é


moderada? É tratável? Cheia de misericórdia e de bons frutos? Sem
parcialidade e sem hipocrisia?

Moderada significa mansa. Tratável corresponde a ter bons


modos. Misericórdia é ter amor incondicional pelas pessoas. Bons frutos já
conhecemos quais são os frutos da natureza de Deus. Sem parcialidade é não
fazer distinção de nenhuma pessoa. Hipocrisia entendo eu que seja você exigir
que os outros cumpram toda a lei de Deus. Apontando os erros nos outros,
corrigindo-os, porém o hipócrita jamais olha para dentro de si mesmo.

Crer: É acreditar nas promessas do Senhor e esperar Nele.


Crer no que você está ouvindo de Deus. É da palavra que eu tenho que ouvir
para ter fé. Há um tempo, à hora de Deus, para que Ele me dê à vitória. A
vitória é certa, mas tem algumas condições para que seja plena na nossa vida.
Se você quiser ver o reino de Deus a graça tem que ser substituída pelo
comprometimento com Deus. Graça é receber algo ou alguma coisa
imerecidamente.

A salvação está sobre cada um que crê que Jesus Cristo é o


único Senhor e Salvador. A graça aqui é a salvação imerecida porque basta eu
aceitar Jesus como meu único Senhor e Salvador. Pronto. A justiça da
salvação está sobre todos os que aceitam e acreditam no Senhor Jesus. Eu
posso crer para a graça, mas não crer para o Reino.

Romanos capítulo: 10

9 “A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu


coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.”

25
10 “Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz
confissão para a salvação.”

Reino é um comprometimento que denota crer totalmente nas


palavras da Bíblia. Lembre-se Crer é cumprir toda a justiça de Deus. É eu me
aliar a Ele, concordar com Ele, crer Nele e “Expressar Ele”. Sua natureza na
totalidade.

Cristo nos ensina a fazer isto:

Mateus 16: 24

“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim,
renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me;”

Jesus é o Senhor. Este é o princípio da vitória. Ele é o começo


de uma nova vida conforme a Bíblia nos ensina:

2ª Coríntios 5: 17

“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas


já passaram; eis que tudo se fez novo.”

Esta nova criatura é como um bebê. Esta nova criatura precisa


de alimento. Por isto Jesus disse:

João 6: 57

“Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem
de mim se alimenta, também viverá por mim.”

O alimento é adquirir o caráter de Cristo. As virtudes de Cristo.


Os frutos do Espírito. Mansidão, humildade, bondade, amor, temperança,
domínio próprio, são alguns atributos deste caráter.

Jesus adentrou no reino dos céus. Porque ele mesmo disse: Eu


vou para o Pai, vou preparar o caminho.

João 14: 2

“Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo
teria dito. Vou preparar-vos lugar.”

Então vir após Jesus conforme visto acima denota que eu


preciso adquirir as virtudes de Cristo. Se eu quiser ir onde Jesus preparou
lugar, a condição é esta, adquirir “Suas Virtudes” e a Natureza do Pai.

Renunciar-se a si mesmo é dizer não as coisas velhas. Coisas


velhas são: A falta de perdão, amargura, ódio, rancor, inimizades e etc. Isto

26
está contido na natureza velha. Esta deve ser substituída por uma nova
natureza que foi roubada no Éden pelo diabo.

Tome sobre si a sua cruz e siga-me. Está aqui um dos pontos


mais cruciais para a vitória do homem. Cada um deve tomar a sua cruz. Não é
eu subir em um madeiro e me deixar pregar. A cruz é o instrumento de Deus
que significa atitude, desejo, vontade, coragem e obediência. Serve para que a
velha natureza seja exterminada. Isto é diário. Não é um gesto isolado.

Se tivermos problemas como falta de perdão como exemplo. Se


orarmos e pedirmos para Deus nos iluminar nesta área, Ele ouve
imediatamente. Saiba que Deus ama este tipo de oração. É a oportunidade que
eu estou dando para Ele exterminar com a velha natureza. Com certeza Ele
ouviu. O que Deus vai fazer? Ele vai mandar muitos arranjos para você
exercitar o perdão. Estes arranjos são circunstâncias externas. Muitas pessoas
vão nos afrontar, tocar na nossa vontade, geralmente são pessoas bem
próximas. Se manifestarmos ira contra estes arranjos de Deus, falhamos. Mas,
quero salientar que Deus nunca vai abrir mão de enviar outros arranjos, até
que Ele veja que a falta de perdão foi completamente exterminada na nossa
vida.

Deus trabalha desta forma para exterminar a natureza caída no


homem. Ele usa as coisas externas para tratar as coisas internas. Sem
experiências com o Espírito Santo de Deus nunca vou confiar que Deus
funciona. As experiências são para promover a confiança no Poder
transformador de Deus.

Confiar: Este é outro atributo da obediência. Para que eu confie


em Deus necessito com certeza ter experiências com Seu Espírito. Conheço
muitos crentes que ficam somente no ouvir. Ouvem a palavra todos os
domingos no culto como exemplo. Vão a vários estudos Bíblicos. Participam de
seminários, mas não tem nenhuma experiência com Deus. Muitos sabem que
Deus existe por ouvir falar. Mas Deus quer dar experiências individuais para
cada filho. Ele quer ter intimidade com cada pessoa que se aproxima Dele.

Talvez este seja um dos atributos da obediência mais difíceis de


uma pessoa adquirir. Na verdade eu tenho que ter muita fé naquilo que eu
estou ouvindo. Eu tenho que ter a coragem de acreditar na Palavra de Deus.

Deus com certeza vai produzir confiança nos seus filhos para
que os mesmos aprendam a obedecer. Vai usar as circunstâncias externas
para que eu aprenda a confiar Nele e não no sistema do mundo.

Vejamos os homens da Bíblia. Abraão, Isaque e Jacó. Estes


homens ouviam de Deus, confiavam Nele e faziam o que o Espírito de Deus

27
mandava. Por isso falei acima que muitos só ouvem, mas não confiam em
fazer nada do que Deus manda.

Falamos do perdão novamente como exemplo. Muitas vezes


não aceitamos as circunstâncias que Deus arranja para exterminar com a falta
de perdão em nossa vida. Não confiamos Nele. Não temos a realidade que se
confiarmos Nele e ousarmos com coragem em direção ao perdão Ele vai nos
transformar e nos dar a vitoria nesta área.

Vamos pegar um exemplo Bíblico de extrema confiança para


com Deus, Sadraque, Mesaque e Abednego.

Daniel 3: 6

“E qualquer que não se prostrar e não a adorar, será na mesma hora


lançado dentro da fornalha de fogo ardente.”

É o fato concreto destes três servos de Deus que serviam ao rei


Nabucodonosor. Todos se prostravam diante da imagem do rei Nabucodonosor
quando ouviam a ordem para tanto, menos estes três homens. Isto inflamou
muito a ira do rei que ordenou que todos eles fossem atados e jogados na
fornalha de fogo. Antes fez um teste. Mandou que tocassem os instrumentos,
pois esta era a ordem pra que todos se prostrarem diante de sua imagem.

Daniel 3: 15

“Agora, pois, se estais prontos, quando ouvirdes o som da buzina, da


flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, da gaita de foles, e de toda a
espécie de música, para vos prostrardes e adorardes a estátua que fiz,
bom é; mas, se não a adorardes, sereis lançados, na mesma hora, dentro
da fornalha de fogo ardente. E quem é o Deus que vos poderá livrar das
minhas mãos?”
Veja os testes para saber onde está a nossa fé e confiança sempre virão
sobre nossas vidas. Fé é o ouvir e ouvir da palavra de Deus. Isto é certo e
verdadeiro. Mas confiar no que estamos ouvindo é um atributo da obediência.
Obedecer não é somente ouvir. Eu posso ter fé para ouvir, mas não ter fé para
confiar.

A pergunta sempre ecoa dentro de nós. Quem vai te livrar agora desta
circunstância? Onde está o teu Deus? Que Deus é este que permite estas
coisas? Perguntamos. Isto não provem do nosso interior? O “rei” que faz estas
perguntas dentro de nós é a natureza caída. Ela nos domina e afronta a nossa
fé e obediência ao Altíssimo.

Podemos entender melhor. Vamos nos colocar no lugar destes três


homens. Vamos para a história dentro da história. Qual seria a nossa atitude

28
diante deste fato concreto. Quando o rei Nabucodonosor, perante todos,
mandasse que tocassem os instrumentos para que todos se prostrassem?
Obedeceríamos à ordem do rei Nabucodonosor? Pois se não o fizéssemos a
morte seria inevitável. Qual seria nossa atitude? Você é quem deve responder.

Daniel 3: 17

“Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele
nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei.”
Veja a confiança destes três servos do Altíssimo. A pergunta seria se
esta é a nossa atitude diante das circunstâncias que no tempo que se chama
hoje estão sobre a nossa vida? Temos confiança no nosso Deus? A resposta
para este pergunta também é você que deve responder.

Daniel capítulo 3:

20 “E ordenou aos homens mais poderosos, que estavam no seu exército,


que atassem a Sadraque, Mesaque e Abednego, para lançá-los na
fornalha de fogo ardente.”

21 “Então estes homens foram atados, vestidos com as suas capas, suas
túnicas, e seus chapéus, e demais roupas, e foram lançados dentro da
fornalha de fogo ardente.”

22 “E, porque a palavra do rei era urgente, e a fornalha estava


sobremaneira quente, a chama do fogo matou aqueles homens que
carregaram a Sadraque, Mesaque, e Abednego.

24 “Então o rei Nabucodonosor se espantou, e se levantou depressa;


falou, dizendo aos seus conselheiros: Não lançamos nós, dentro do fogo,
três homens atados? Responderam e disseram ao rei: É verdade, ó rei.”

25 “Respondeu, dizendo: Eu, porém, vejo quatro homens soltos, que


andam passeando dentro do fogo, sem sofrer nenhum dano; e o aspecto
do quarto é semelhante ao Filho de Deus.”

Saiba que Deus não livra “da fornalha” = Circunstâncias externas, arranjos.

Mas nos livra “na fornalha” = Nas circunstâncias, nos arranjos.

Não é “Da”, mas é “Na”.

Deus quer ter intimidade total e completa com seus filhos. De que forma
Ele produz isto? Através das circunstâncias externas para produzir libertação
no nosso interior do medo, incertezas, incredulidade, desconfianças. Ele não
abre mão de permitir que o nosso inimigo nos teste, mas não nos toque. Estes

29
testes são inevitáveis para que as virtudes do Espírito estejam sobre nossas
vidas.

Se você realmente quiser ter intimidade com Deus, será inevitavelmente


testado. Deus testará a tua fé e Obediência. Ele te livrará “nas” circunstâncias.

Isto produzirá no homem um espírito inabalável.

Veja o nosso inimigo é a natureza que está em nós. O externo somente


instiga o que está dentro. O medo, dúvidas, incertezas, incredulidade são
atributos da natureza caída. Deus precisa nos livras é deste inimigo. As coisas
externas deste mundo são somente o instrumento de Deus para nos livrar do
próprio mundo, e sua influência na nossa alma.

Entregar: Este atributo completa a obediência. Entregar tudo que eu


tenho. Tudo que eu quero. Tudo que eu desejo devem estar relacionados à
vontade de Deus para minha vida. Seu propósito. Seus planos. Os planos de
Deus jamais serão frustrados. Eu que sou chamado para a eterna luz, muitas
vezes terei meus planos frustrados. Por quê? Porque estes não são os planos
de Deus.

Salmo 37: 5

“Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e ele o fará.”

Nós os crentes pensamos que entregar nosso caminho é Deus fazer a


nossa vontade. Dizem: Vou entregar esta causa para Deus resolver. Vou
entregar a compra da minha casa para Ele. Estou orando por isso há muito
tempo. Eu sou um bom irmão na igreja. Um bom pai, um bom marido, esposa e
etc. Eu mereço. Não que Deus não quer nos abençoar. Mas qualquer benção
que eu venha a receber necessariamente tem que passar pelo Seu propósito e
estar de acordo com Sua vontade.

Por isso muitos se frustram e até acreditam que Deus não funciona. O
caminho denota aqui um percurso, distância. Existe uma distância entre a
minha vontade e a vontade de Deus. Eu preciso aproximar a minha vontade da
vontade do Altíssimo. Adequá-la, subjugá-la a vontade de Deus. Quanto mais
eu me aproximo Dele, mais eu adquiro liberdade para pedir ao Pai Suas
bênçãos.

30
Salmo 37: 6

“E ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-
dia.”

A nossa justiça ela deve ser inteiramente luz. Por isso eu tenho que
adequar a minha justiça a justiça de Deus. Eu sou injusto por natureza. A
natureza que está em mim é injusta. Isto eu tenho que ter como realidade. Se
não tiver esta realidade a minha justiça estará longe do caminho do Senhor.

Isaías 64:6

“Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças como
trapo da imundícia; e todos nós murchamos como a folha, e as nossas
iniqüidades como um vento nos arrebatam.”

Às vezes, por estarmos cumprindo um ritual cotidiano e diário, de


conhecer as coisas de Deus, não necessariamente estou produzindo a justiça
Dele em minha vida. Na maioria das vezes estou buscando que Deus faça a
minha justiça. Pode ser uma causa natural ou espiritual. Quantas vezes somos
injustos em nossos atos e pensamentos. O que pensamos daqueles que não
fazem a nossa vontade? Daqueles que se contrapõem as nossas idéias? O
caminho neste Salmo 37 com certeza nos leva ao caminho justo do Senhor.
Este é o verdadeiro caminho da entrega. Que Deus faça justo todo o meu
caminho.
Depois da entrega do meu caminho para Ele tornar este caminho justo, o
versículo fala “Ele fará”. É lógico que Deus quer fazer a obra na nossa vida.
Eu vejo muitos falarem: Deus está fazendo a obra. Mas, vamos perguntar. Que
obra é esta? Quero salientar que muitos crentes almejam e pensam que esta
obra é fazer toda a vontade deles. Dizem Deus vai fazer uma grande obra na
minha vida. Olhamos para o externo. Relacionamos a obra de Deus nas coisas
deste mundo e colocamos nossa mente nas coisas naturais. Queremos a
realização dos nossos sonhos e objetivos. Que Deus cumpra cabalmente cada
um deles, estes são nossos desejos e anseios. Mas a obra que Deus quer
realizar é acabar com todo o sofisma na nossa vida, exterminando
completamente a natureza satânica que está intrínseca na nossa alma. Esta
obra significa tornar justo o meu caminho.

Esta é a Grande obra de Deus para todos os crentes!

Tornar completamente justo o nosso caminho eliminando totalmente a natureza caída.

31
Quando o meu caminho estiver adequado a justiça de Deus, a minha luz
será sobremaneiramente radiante. Porque não será a minha justiça, mas a
justiça de Deus que estará me guiando. Os meus juízos não serão os juízos
deste mundo, mas os juízos do Altíssimo. E tudo quanto eu pedir ao Pai, Ele o
fará. Por quê? Porque tudo que eu pedir em oração será justo e agradável ao
Senhor meu Deus.

Jeremias 33: 3

“Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes


que não sabes.”

Porém antes das coisas grandes e firmes que não sei necessariamente
eu passarei pelo Vale da Sombra da Morte para Deus me tratar. Mostrar para
mim quem é a “morte” e as “sombras” na minha vida.

Vale da Sombra da Morte

Nestes 12 anos que tomei ciência da Palavra de Deus isto sempre me


intrigou. Saber o que é vale da sombra da morte no salmo 23 da Bíblia.

Salmo 23: 4

“Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temeria mal
algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam”.

Sombra denota um lugar sombrio. Sem luz. Um lugar onde meus olhos
naturais não podem ver. Minha visão estará obscura. Trazendo para o campo
espiritual é algo que não tem luz. Morte significa algo sem vida. Está morto.
Então chegaremos à conclusão que Sombra é “Sem o Espírito de Deus” e
Morto é “Sem a vida de Deus”. Já vimos que Deus fez separação entre a
“Luz” e as “Trevas”.

SOMBRA = SEM O ESPÍRITO DE DEUS

MORTO = SEM A VIDA DE DEUS

Vamos entender melhor:

32
Tiago 1:17

“Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai
das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação”.

As coisas de Deus são eternas. Sua palavra não tem mudança nem
sombra de variação. Deus não muda. Ele sempre será o mesmo ontem, hoje e
eternamente.

Hebreus 13: 8

“Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.”

O Espírito de Deus também como sua palavra não tem mudança nem
sombra de variação. Ele quer produzir isto no homem. O Seu Espírito iluminar
plenamente a vida do homem para que não ajam “sombras” em sua vida. No
seu comportamento, pensamento. Mesmo que as circunstâncias sejam
adversas. Expressar o Cristo na Sua plenitude. O versículo nos ensina que o
dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes. Deus nos chamou para
nos livrar das “sombras”, ou seja, variações em nosso comportamento,
pensamento, entendimento.

Deus ministra nas coisas naturais para esclarecer as espirituais. O vale


da sombra da morte existe em Israel. É um vale em que a única hora que o sol
o ilumina totalmente é ao meio dia. Lá no profundo do vale somente ao meio
dia a luz do sol chega. Isto ministra muito nossa vida espiritual. O fundo do vale
é o lugar do nosso ser que está intrínseca a natureza do homem. Esta natureza
é dependente de quem a alimentou. Árvore do conhecimento do bem e do mal.
Deus quer iluminar o fundo do nosso vale, ou seja, nosso ser e trocar a nossa
natureza.

O livro de João revela sobre a natureza que domina todo o


mundo:

1ªJoão5: 19

“Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no maligno”

Quero salientar que há um tempo para que Deus ilumine nosso


ser e nos cure dos efeitos danosos desta natureza. Esta é destituída da sua
graça e misericórdia. Lembre-se, esta natureza é que está destituída da graça
e misericórdia de Deus. O homem, Sua criação não. Para a vitoria sobre esta
natureza acontecer teremos um tempo definido e determinado por Deus. Está
na vontade Dele, propósito Dele, Poder Dele e de mais ninguém. Por quê?
Porque ilumina todo o vale ao meio dia somente. Isto denota o “tempo” de
Deus.

33
Vale não é um lugar natural. Vale é o “tempo” que eu tenho
para passar por “ele” (Vale) determinado por Deus. É um caminho. Neste
caminho as “sombras” aflorarão para eu entender quem é realmente o meu
inimigo. Deus me mostrará que estou sob o domínio da natureza adquirida no
Éden. Ele vai me expor completamente para mim mesmo. O nosso inimigo
roubou a natureza de Deus no Éden. Colocou a dele que está no lado que se
chama “trevas”.

A Bíblia nos ilumina a respeito dela:

Romanos capítulo 7:

17 “De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que
habita em mim.”

18 “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem
nenhum, pois o querer o bem está em mim, não, porém, o efetuá-lo”.

19 “Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse
faço”.

20 “Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que
habita em mim”.

Nos que acreditamos no Poder da Palavra de Deus para nos


transformar, temos que entender que a palavra “pecado” nestes versículos
acima não se refere ao pecado de mãos. Cito como exemplo: matar, roubar,
enganar, mentir, ludibriar, brigar, beber e etc.

A palavra aqui se refere ao pecado original. A origem do


pecado foi à queda do homem. O pecado aqui significa natureza. Então
devemos entender (renovar nossa mente) que há algo em mim que eu não
consigo “dominar”, por mais que eu me esforce, por mais que eu tenha
“conhecimento”.
Veja na minha “carne” esclarece o versículo não habita bem
nenhum. Carne é o nosso corpo natural, mas a “vida” que domina este corpo
é uma natureza destituída da graça de Deus. Ou seja, é uma vida morta.

Jesus nos fala da vida morta:

João 5: 25

“Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os
mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão.”

34
No tocante “mas o mal que não quero esse faço”,
expressamente deduzimos que existe um “mal” que nos domina. Este “mal”
com certeza é um “conjunto de espíritos” caídos pertencentes à natureza
que está na parte que se chama “trevas”. São espíritos caídos. Isto significa
“Sem a Vida” de Deus. Sua Natureza. Estes espíritos do mal podemos citar
dentre muitos: ódio, avareza, vingança, intrigas, ciúmes, contendas. É um
exército do mal. Seu comandante supremo é o diabo.

Na parte final do versículo vamos notar que o que opera na


nossa vida é um “mal” que eu não quero fazer. Este tem o poder de me induzir
a praticar o que eu não quero. Este mal opera na nossa vida porque não tem a
“Luz” do Espírito de Deus e também a “Sua vida”.

Vimos que o Espírito de Deus não tem mudança nem sombra


de variação. Ele quer produzir isto no homem. Através do Seu Espírito, iluminar
plenamente a vida do homem para que não ajam mudanças produzidas pelo
“mal”. Domínio do mesmo.

Temos que entender que as circunstâncias adversas são


produzidas pelo próprio Senhor, para que o homem se volte para Deus e os
crentes sejam tratados no seu comportamento, pensamento, atitudes. Temos
que mudar nossa maneira de agir e de pensar. Deus quer que expressamos o
Cristo na Sua plenitude. O versículo nos ensina que o dom perfeito vem do
alto, descendo do “Pai das luzes”.

Deus nos chamou para nos livrar das “sombras”, ou seja,


variações de atitudes e comportamento que nos induzem para o lado que se
chama trevas. Deus quer limpar nosso espírito e alma de todo o “mal”.

Vamos ver novamente a natureza das “sombras” do “mal”


que opera nos homens. Maldade – Injustiça – Mentira. Abaixo vamos ver os
seus “filhinhos”.

A Bíblia se refere como as obras da “carne”: Obras da natureza


caída.

Gálatas capítulo 5:

19 “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério,


prostituição, impureza, lascívia,”

20 “Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas,


dissensões, heresias,”

21 “Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a


estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que
cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus”.

35
Todas estas coisas referidas acima estão contidas na natureza
caída. Quero esclarecer que esta é doente, nociva ao homem. É ela que
contém todo este mal. Está no homem, mas não pertence ao homem. Porque
ela foi colocada pelo inimigo de Deus. Lembra que ele roubou a Vida de Deus
no Éden. Deus quer devolver a Sua natureza através do Alimento da árvore da
Vida que é a vida e a obra de Jesus Cristo.

Jesus disse:

João 6: 57

“Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem
de mim se alimenta, também viverá por mim”.

Todas as doenças do “mal” que estão contidas nesta natureza


que a Bíblia nos esclareceu nos versículos em Gálatas, não podem ser
tratadas por nada que exista nesta vida. Não temos nenhum remédio natural,
não temos nenhuma filosofia, não temos nenhuma psicanálise, não temos
nenhuma medicina, não temos nenhuma religião que possa curar este “mal”.
Por quê? Ninguém deste mundo conhecido tem o “poder” de trocar uma
natureza.

A Bíblia nos diz isto:

Jeremias 13: 23

“Porventura pode o etíope mudar a sua pele, ou o leopardo as suas


manchas? Então podereis vós fazer o bem, sendo ensinados a fazer o
mal”.

Quem nos ensina a fazer o mal? Quem opera na nossa vida?


Porque muitas vezes não conseguimos fazer o bem que queremos? A resposta
nos vimos acima. O “mal” que está em mim é o que faz estas coisas.

Quem nos livrará deste “mal”?

A Bíblia também nos responde.

Romanos capítulo 7:

24 “Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta


morte?”

25 “Dou graças a Deus por Jesus Cristo nosso Senhor. Assim que eu
mesmo com o entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do
pecado”.

Eu fico maravilhado com a revelação que Paulo teve. Ele


escreveu a carta aos Romanos. Ele disse miserável homem que sou. Porque

36
miserável. Porque ele não tinha dinheiro? Porque ele tinha uma enfermidade?
Porque ele era perseguido? Porque ele não concordava com a sua situação?
Não! Porque ele sabia que tinha um “mal” (natureza), que dominava seu corpo,
sua vontade, sua alma. Ele tinha a realidade do verdadeiro inimigo de sua
alma.

Alimentar-se da “Árvore da Vida” (Jesus) indubitavelmente


nos levará para a vitória sobre a lei do pecado, ou seja, o mal que habita em
mim. O corpo desta morte é o pecado (natureza), morrer com esta natureza,
sem trocá-la, o dano será o da segunda morte que já vimos para os
descrentes. Para os crentes será o julgamento no tribunal de Cristo com suas
conseqüências.

A Bíblia descreve o dano de morrer com esta natureza sem


tratá-la para os crentes.

2 Coríntios 5: 10

“Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que


cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou
mal.”

O “mal” aqui neste versículo é não ter tratado totalmente com


a natureza caída. O “bem” neste versículo refere-se à natureza de Deus. Isto
quer dizer se eu adquiri totalmente a natureza de Deus através de Jesus Cristo
ou ainda tenho resquícios da natureza caída.

Jesus Cristo contém toda a vida de Deus na Sua pessoa. Ele é


o nosso alimento. Só Ele tem o poder de destruir as fortalezas mentais e
espirituais que estão sobre a nossa vida. São operadas pelo “mal” que
habitam em mim. Ele tem o poder de me dar uma nova natureza.

O Espírito Santo é o que promove a justiça de Deus. Ele foi


liberado por Cristo. Está a nosso favor para cumprir toda a justiça de Deus que
é eliminar totalmente a natureza caída de nossas vidas e me colocar num justo
caminho.

Colocara
naturea de Deus

Retirara
Natureza caída

37
Deus nos fala: Não temas Eu estou contigo para te livrar deste
mal, desta natureza. A Minha vara, no Salmo 23 refere-se a conduzir.

Também Deus está dizendo, A minha “Unção”, que é a


transferência do Meu Poder para você, irá destruir e substituir esta natureza,
estando a teu favor para te corrigir.

O Meu cajado expresso no Salmo 23 nos diz: Alcançar-te-ei e


te buscarei todas as vezes que as sombras se manifestarem na tua vida e
tentarem te fazer desviarem-se do Meu caminho.

Hebreus 12: 5

“E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como


filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, E não desmaies
quando por ele fores repreendido;”

Deus é fiel. Ele jamais abandona seus filhos. Todas as vezes


que a natureza das sombras se levantarem, porque ela se contrapõe a
Deus, Ele com seu cajado mostrará o justo caminho.

Eu espero que você pelo livre arbítrio opte por continuar a


busca do justo caminho para tua vida.

Vamos ver algumas doenças das sombras aliadas à natureza


do Mal abaixo.

Vamos formar um conceito: Mal é a “natureza”. Sombras as


“doenças” desta natureza.

NATUREZA DO MAL

DOENÇAS DAS SOMBRAS

Abaixo as doenças das sombras:

38
Rejeição
Medo

Sombra
Incredulidade Amargura
Falta de Fé
de Ressentimento
variação

Rebelião
Revolta

Rejeição/Medo. Temos estes sentimentos porque é um


atributo da natureza caída. O medo que temos de ser rejeitados pelos outros.
Vejo muitas pessoas dizerem: Por favor, não me rejeite. Quando são rejeitadas
explodem em ódio. O dono dela foi rejeitado por Deus e lançado no lado que se
chama Trevas. Ele rejeitou a “Luz” de Deus.

Não suportamos a rejeição porque este sentimento está na


natureza do diabo. Ele não tem comunhão com a “Luz”. Ele foi rejeitado por
Deus. Vamos falar de um exemplo básico: Temos hoje vários casais que se
conheceram, casaram-se, se amaram, muitas vezes tiveram filhos, ou seja,
construíram uma vida juntos. Fizeram juras de amor eternas, passado um
tempo separam-se. As notícias muitas vezes são desagradáveis porque eles
acabam se odiando. Porque da transformação do amor em ódio? Simples, por
causa da rejeição.

O diabo odeia o homem porque Deus o rejeitou. Lembre-se ele


quer atingir Deus, como não tem a mínima condição de isto acontecer ele
buscou atingir o homem no Éden. Ele continua a operação de guerra. Seu
espírito rodeia a terra. Ele quer continuar a alimentar o homem com sua
natureza. Este sentimento de rejeição veio junto com a sua natureza (diabo)
quando ele provocou a queda do homem.

A cura é aceitar o “Amor de Deus” através do Senhor Jesus,


que nos ama, mesmo nós os pecadores, sendo possuidores desta natureza.
Ele tem o poder de nos transformar e o propósito de Cristo é substituir a
natureza caída pela natureza do Pai das luzes. Lembre-se Deus é inimigo
desta natureza, não do homem.

39
Isaías 44:2

“Assim diz o SENHOR que te criou e te formou desde o ventre, e que te


ajudará: Não temas, ó Jacó, servo meu, e tu, Jesurum, a quem escolhi.”

Isaías 42: 16

“E guiarei os cegos pelo caminho que nunca conheceram, fá-los-ei


caminhar pelas veredas que não conheceram; tornarei as trevas em luz
perante eles, e as coisas tortas farei direitas. Estas coisas lhes farei, e
nunca os desampararei.”

A maior cegueira espiritual que eu tomei consciência nestes


anos com o Senhor é ver muitas pessoas não tendo a realidade que a minha
luta é contra o que está em mim. Elas lutam contra tudo. Menos com o que é
realmente necessário. Nos somos cegos. A sombra não tem luz. Isto quer dizer
sem visão. A visão da verdadeira guerra espiritual é conhecer o caminho da
vitória que denota a exclusão total da natureza que está em mim. No vale da
sombra da morte, Deus ilumina meu ser para que eu venha a abrir os olhos do
entendimento para obter a vitória. Ele sempre estará comigo para me conduzir
a Vitória.

Rebelião/Revolta. Creio que seja uma das piores sombras na


vida de uma pessoa. Na rejeição as pessoas não conseguem aceitar o amor de
Deus, na rebelião é o contrário do amor, ou seja, ódio e revolta. Veja no
capítulo inicial deste livro vimos que o diabo se rebelou contra Deus. Ele
encheu o seu coração de orgulho, quis ser igual a Deus. Ele, criatura quis se
igualar ao “Criador”. Rebelou-se com a sua condição de Servo. Então
deduzimos que a rebelião é uma sombra muito perigosa. Quantas pessoas
conhecemos hoje que são rebeldes? Não estou falando somente das que não
conhecem a palavra de Deus.

Eu conheço muitos crentes que tem o conhecimento de Deus e de Sua


palavra. Mas não permitem que Deus os transforme. Não renovam a sua
mente. Já dissemos que a religião é o conhecimento de Deus, mas sem a
Expressão da Sua Natureza. Uma vida religiosa é uma vida de Conhecimento
apenas. Não tem nenhum efeito para produção dos frutos da natureza de
Deus. Quando a minha alimentação provém da árvore do conhecimento do
bem e do mal, adquirindo conhecimento apenas, sem a Expressão de Deus,
isto explodirá na religião.

O próprio Cristo nos ensina:

40
Mateus Capítulo 7:

16 “Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos


espinheiros, ou figos dos abrolhos?

17 “Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má


produz frutos maus”.

18 “Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos
bons”

19 “Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo”.

20 “Portanto, pelos seus frutos os conhecereis”.

Se você que conhece a palavra continua a produzir os frutos da árvore


do conhecimento do bem e do mal está processando com certeza uma religião.

Se você ainda produz os frutos da injustiça – maldade – mentira, você


que conhece a palavra não está rebelde contra Deus? Estes são frutos da
natureza caída. Você deve tratar com eles imediatamente.
Vejamos um exemplo:

Eu posso ter grande conhecimento da Bíblia. Eu conheço muitas


pessoas que tem este atributo. Eu diria milhares. Mas quando se deparam com
uma circunstância que é contra as suas vontades, alguém que deixa de fazer
ou faz algo que os desagrada o ódio aflora. Saiba que Deus é o que manda as
circunstâncias para tocar na nossa vontade. Ele levanta alguém na sua própria
casa, trabalho, igreja para se contrapor a nossa vontade e pensamento. Para
quê? Para exterminar o ódio, a ira, o orgulho, a soberda, rejeição que está
intrínseca na natureza caída.

Quando isto acontece devemos imediatamente invocar o Senhor Jesus


Cristo e aprender Dele que nos ensinou e nos disse:

Mateus 11:29

“Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e
humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.”

Muitos crentes não acreditam que possuem espíritos malignos


(sombras) que vimos acima no seu espírito (espírito do homem) e dentro de
suas almas. Pensam que a batalha é somente externa.

41
Dizem: Eu vou expulsar o diabo da minha casa, vou expulsar satanás da
minha vida, vou isto, vou aquilo. Claro Deus nos deu autoridade para expulsar
serpentes e escorpiões e toda a força do maligno nas palavras de Jesus:

Lucas 10: 19

“Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força
do inimigo, e nada vos fará dano algum.”

Mas lembre-se. A natureza continuará dentro de nós se não


tratarmos com ela. Se eu não estiver liberto dentro, nunca vou estar liberto fora.
Por quê? Porque o externo é uma consequência do interno. A Bíblia nos ensina
a boca fala do que o coração está cheio.

Lucas 6: 45

“O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem


mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do
seu coração fala a boca.”

Se quisermos conhecer alguém, preste atenção no que ele anda


falando. A boca desta pessoa vai revelar o que ela realmente tem dentro do
seu coração. Exemplo: Alguém nos ofende com palavras. O que a nossa boca
vai falar determinará o que está dentro de mim. Você é que deve responder o
que vai sair da tua boca nesta circunstância. Só não esqueça que de Deus
ninguém zomba.

Gálatas 6: 7

“Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem
semear, isso também ceifará.”

Se eu semeio os frutos da natureza caída o que eu vou colher? Amor,


paz, bondade, justiça? Claro que não. Certamente que os frutos serão muito
desagradáveis. O coração do homem o engana e muito. Comece a observar as
tuas atitudes diante dos outros. O que você expressar mostrará para você
mesmo o que tem dentro do seu coração. Deus não quer que vivamos no
engano, na mentira que somos bons e espirituais porque eu tenho
conhecimento da Bíblia. Ele quer nos trazer para a Luz da Sua Verdade.

Jeremias 17: 9

“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o


conhecerá?”

42
Só Deus sabe o que tem no nosso coração. Somente Ele conhece as
sombras que temos no nosso interior. O Seu eterno propósito é nos libertar de
todos os filhos das sombras que estão no nosso coração.

Amargura/Ressentimento: Estes sentimentos são pela falta


de perdão na nossa vida. Quando não perdoamos, ficamos inteiramente
ressentidos e amargurados. Alguém usou de palavras duras para conosco?
Como vimos anteriormente, alguém deixou de fazer ou me dar algo na qual eu
acho que merecia? Hoje eu fui à igreja e o pastor não me atendeu? Ele nunca
me atende mesmo. Meu marido ou esposa não mudam? Vou sair desta igreja
porque aqui não tem amor mesmo.

Isto são algumas das coisas na vida cristã ou do mundo que


nos amarguram e nos deixam cheio de ressentimentos.

Hebreus 12: 15

“Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que


nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se
contaminem.”

A amargura nos priva da graça de Deus, porque esta é uma


semente das sombras que a própria palavra expressamente diz que muitos se
contaminam.

Quando estou contaminado por esta semente eu começo a


procurar culpados pelas minhas derrotas. Alguém tem que pagar por aquilo que
eu não consigo realizar. Veja a palavra diz raiz, isto quer dizer que brota de
uma base. Esta base é a natureza caída. A raiz só germina se tiver um solo
fértil. O solo fértil aqui é a natureza das sombras.

Falo expressamente:

O diabo quer e trabalha para que você esteja sempre amargurado.


Porque ele sabe que isto te privará da graça de Deus.

Se isto acontecer você será usado por ele para contaminar muitas
pessoas.

Aconselho-te a não te deixar ser um instrumento do diabo.

Você é quem escolhe não as outras pessoas.

Quando eu estou amargurado e ressentido estou produzindo as


sementes das sombras. Uma questão: O diabo não ficou ressentido e

43
amargurado com Deus por ter sido rejeitado? Donde vêm então estes
sentimentos? Da luz? Claro que não. Isto vem das sombras, não da luz. E
infelizmente o homem adquiriu estes sentimentos com sua queda.

O perdão é algo inteiramente Divino. Não está contido na


natureza das sombras o perdão. Então eu quero dizer que o homem sem a Luz
Divina vive um sofisma quando diz que perdoa. Cristo é a tipificação do perdão
de Deus para a humanidade. O perdão é automaticamente um resgate de Deus
para todos os homens. Através Dele (Cristo) o perdão veio ao mundo, resgatar
o homem de volta para o estado original, ou seja, devolver ao homem a
Natureza de Deus.

Deus não tem ressentimento na Sua natureza. O Seu amor é


incondicional. Se o homem aceita ou não Jesus, Seu filho unigênito, Deus
continuará amando o homem assim mesmo. O único que tem o poder do
perdão contido Nele é Jesus. Aprenda com Jesus e você será um grande
vencedor. O perdão é dar. Muitos oram para Deus capacitar a perdoar.

Eu conclamo você a entregar na mão do Senhor Jesus a tua causa


e dizer faça-se a Tua justiça e não a minha. Você entregará nas mãos do
Senhor o perdão retido sobre a causa contra determinada pessoa. Você estará
dando para Jesus esta causa. O que vai acontecer? A luz do perdão virá sobre
a tua vida e você vencerá nesta área. Porque o reino de Deus é dando que se
recebe.

Incredulidade/Falta de Fé: Incredulidade não está associada ao


conhecimento. Eu posso conhecer muito da Palavra de Deus, mas não possuir
o entendimento de o porquê tenho que obedecer. Dou crédito para o que os
homens dizem, não para o que o Espírito nos orienta. Não ouço do Espírito o
que tenho que fazer.

A incredulidade impede o homem de fazer o que o Espírito manda


porque ele não acredita que Deus funcione. Na maioria das vezes sita as
experiências relatadas na Bíblia dos homens que ousaram na fé. Como
exemplo: Daniel, Moisés, Jeremias e etc. Maravilham-se com isto.

Acreditam que Deus funciona com os outros, mas não com ele.
Têm uma vida cheia de conhecimento, mas sem nenhuma experiência com o
Espírito de Deus. Vivem na letra, mas não vivem no Espírito.

44
2ª Coríntios 3: 6

“O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento,


não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica.”

Muitos pensam que a letra mata somente os outros. Também é


verdade. Mas o que ela mais faz com o homem é matar o Espírito dentro
daquele que expressa à letra.

Quando o conhecimento da árvore do bem e do mal está presente


na vida de alguém sem expressão do Espírito, a morte está sobre esta vida e
conseqüentemente a expressão da mesma. Por isso a letra mata. Conhecer é
uma situação, viver é outra completamente diferente. Se isto estiver ocorrendo
na sua vida isto é simplesmente o processar de uma religião.

Deus fala na sua palavra algo muito importante para


destruir as fortalezas na nossa vida.

2ª Coríntios 10: 5

“Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o


conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à
obediência de Cristo;”

Lendo este versículo iremos deduzir que as opiniões humanas,


os conselhos adquiridos nesta vida, não servem como base para uma vida no
Espírito. A altivez adquire-se com o conhecimento, quanto mais eu conheço
mais altivo me torno. Por quê? Porque eu me estribo no meu conhecimento. O
que vale é o que eu conheço não o que Deus diz que eu tenho que entender.
Eu conheço muitos crentes que conhecem a Bíblia de capa a capa. São os
primeiros a citar versículos para qualquer assunto ou situação. Mas, a pergunta
que se faz necessária é esta: Vivem pelos menos alguns versículos citados?
Ou estão simplesmente vivendo no plano mental. No plano do conhecimento.

Vamos a uma passagem na Bíblia que nos ministra sobre a


destruição da incredulidade na nossa vida. As fortalezas mentais.

Josué 6:1

“Ora Jericó estava rigorosamente fechada por causa dos filhos de Israel;
ninguém saía nem entrava.”

Deus é simplesmente maravilhoso para conosco. “Jericó” aqui


representa a nossa “alma”. Quero fazer uma colocação. Deus através do
Espírito Santo não está no nosso espírito? Não sitiou nossa alma? Claro que
sim. Ele o Espírito Santo, quer entrar na nossa alma e governar a mesma.

45
Apocalipse 3: 20

“Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a
porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.”

Que porta é esta? É a porta da nossa alma. Cristo que está no


nosso espírito quer entrar na nossa alma (Jericó) para governar com ela. Para
tanto precisa derrubar as fortalezas mentais, ou seja, as muralhas de Jericó
que sitiaram nossa alma.

As muralhas de Jericó nesta passagem representam todas as


fortalezas que se contrapõem a vontade de Deus e o Seu propósito. O
propósito de Deus é nos dar a vitória do Espírito sobre a nossa vida, tornando
nossa alma liberta totalmente dos espíritos das sombras. Deus quer libertar
nossa alma totalmente das fortalezas. Este é o Seu eterno propósito para
todos.

LEMBRE-SE:

JERICÓ = NOSSA ALMA

MURALHAS = FORTALEZAS MENTAIS >>> ESPÍRITOS DAS SOMBRAS

Josué 6: 2

“Então disse o SENHOR a Josué: Olha, tenho dado na tua mão a Jericó,
ao seu rei e aos seus homens valorosos.”

Josué nesta passagem tipifica a Jesus Cristo. Quando


aceitamos Jesus como nosso único Senhor e Salvador Ele entrou no nosso
espírito. Deus está nos dizendo que ele vai dar na nossa mão a vitória sobre a
nossa alma. Ele circundou nossa alma pelo Seu Espírito e decidiu que
derrotaria totalmente os inimigos dela. Os inimigos estão dentro, mas estão
sitiados, pelo Poder do Espírito de Deus. Somente Ele tem o poder de destruir
as obras do diabo na nossa vida. A vitoria é de Cristo, mas a celebração será
de todos os vitoriosos. O rei nesta passagem refere-se ao diabo, sua natureza
e seus comandados.

Vamos ver no quadro abaixo quem é o rei e os seus


comandados. As fortalezas que se contrapõem ao propósito de Deus.

46
COMANDANTE
DIABO
•ÓDIO •INJUSTIÇA
INJUSTIÇA
•RANCOR •MENTIRA
MENTIRA
•AMARGURA •REJEIÇÃO •IRA
•INCREDULIDADE
•MALDADE
FORTALEZAS MURALHAS
MENTAIS JERICÓ

Josué 6: 3

“Vós,
uma vez;
pois,
assim
todos
fareis
os homens
por seis dia
de guerra, rodeareis
is a cidade, cercand
cercando-a
im fareis por seis dias.”

isso
que que
coletivamente
pessoalíssimo
na
pensam
entre
nossa
muitos
realmente
a luzalma.
esão
as Corpo
éoDeus
externa.
na
trevas.
vão
Esta
chamados
questão
nos
entender
éde
Deus equer
qu
pouc
Éachamouolibe
Cristo.
interna pr
pa
verdadei
da e
para
tirar totalmente
uma guerra. sta guerra
asEsta
trevas com certeza
que estão conti é
certez
trevas que estão contidas
a. Esta é a verdadeira batalha entre a luz e as trevas. Todos To
te
éãoexterna.
vão
chamados
entender poucos
É interna pessoal
e o propósito
e para
escolhidos.
de Deus
cada que
Osa escolhidos
um dos chamados. Por
é indubitavelme
s escolhidos são aqueles
que é indubitavelmente
Corpo
ona questão
de Cristo. mente somos a Igreja e
da libertação. Individualmente

Deus para
porque
olha que
o homem
para
e Aao vitória
ordem
homem, seja
foi criado
deano
criação
rodear
comple
completa
sextoa cidade
do Espírito.
por seis
Seisdias
é o denota homede
número odotempo
is é o número do homem,
em foi criado no sexto dia. Por isso seiss dias. Isto quer dizer queq
ra o homem, a criação que Ele mais ama.

espíritos
igreja e formar
das sombras
um
Noscorpo
libertar
épara
oeSeu
nos
Seuma
maior
liv
livrar
F daspropósito. Elee quer
fortalezas que sejamos Sdos
conseqüen
conseqüentemente
e quer que sejamos Sua
r um corpo para Seu Filho.

Josué 6: 4

“E arca,
tocarão
da sete as
sacerdotes
e buzinas.”
nordotes
sétimolevarão
dia rodeare
sete buzinas de chifres
es de carneiros adiante
adia
o sétimo dia rodeareis a cidade sete vezes, e os sacerdotes
sacerdo

47
A arca representa a aliança com Deus. Quando Deus nos
chamou fez uma aliança conosco. Esta aliança é nos libertar totalmente para
que possamos Expressá-Lo na Sua plenitude.

Os sacerdotes são os irmãos colocados sobre a nossa vida que


nos ajudam a caminhar para a vitória. Esta é a tarefa dos sacerdotes (irmãos).
Auxiliar na caminhada para a vitória.

Necessitamos rodear sete vezes porque a conquista da nossa


alma passará por etapas. Estas etapas vão depender muito da minha
colaboração para com o Espírito. Eu vou ter que ouvir muito do Espírito e
obedecê-Lo. Vamos relembrar obedecer é ouvir, crer, confiar e entregar.

Tocar a buzina é louvar a Deus por todas as circunstâncias que


Ele produzirá nos arranjos externos para exterminar as fortalezas. Este tempo
de extermínio durará conforme a minha obediência para com Deus. Sou eu que
tenho que colaborar. Isto está no desejo de Deus para todos.

1ª Tessalonicenses 5: 18

“Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus
para convosco.”

Se eu creio em Deus e no Seu propósito, tenho que saber que


todas as coisas contribuem e colaboram para que a vontade de Deus seja
totalmente estabelecida na minha vida.

Romanos 8: 28

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem


daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu
propósito.”

Tudo que está agora sobre os que crêem, os arranjos,


circunstâncias, são para que o Espírito de Deus vença tudo isto dentro de mim
e me liberte de tudo que está no lado das trevas. A vitória está decretada. É
somente uma questão de tempo.

Josué 6: 10

“Porém ao povo Josué tinha dado ordem, dizendo: Não gritareis, nem
fareis ouvir a vossa voz, nem sairá palavra alguma da vossa boca até ao
dia que eu vos diga: Gritai. Então gritareis.”

Quantas vezes murmuramos com os acontecimentos e arranjos


produzidos por Deus para nos tratar. Oramos para Deus nos libertar. Pedimos
a Deus para que nos sejamos a Sua expressão. Mas quando o tratamento vem
sobre nossas vidas, murmuramos, não aceitando as circunstâncias.

48
Estar calados passa pela confiança com Deus. Confiar que a
vitória será certa. O que está agora sobre mim é para produzir um espírito
excelente e inabalável. É um tempo que está no Poder de Deus, e somente no
Seu poder para que as fortalezas caiam e o Seu Espírito entre e governe a
minha alma.

O tempo de gritar é o tempo de vitória. Eu vou gritar. Dar o


testemunho para os outros no que Deus já me libertou. Se eu agora sou um
perdoador, eu serei usado pelo Espírito para testemunhar sobre o perdão. Por
quê? Porque nesta área o Espírito me libertou. Isto é realmente uma vitória
completamente espiritual.

Josué 6: 17

“Porém a cidade será anátema ao SENHOR, ela e tudo quanto houver


nela; somente a prostituta Raabe viverá; ela e todos os que com ela
estiverem em casa; porquanto escondeu os mensageiros que enviamos.”

Nós os que acreditamos no Senhor Jesus temos que saber que


todos estes sentimentos que temos no presente momento. Ódio, amarguras,
rejeições, ressentimentos, incredulidade e etc. Estes estão dentro da nossa
alma. Não pertencem a nossa alma. Foi colocado pelo inimigo no jardim do
Éden. Estes sentimentos são malditos diante de Deus. Ele amaldiçoa cada um
deles expulsando da nossa alma. Estes espíritos são anátemas ao Senhor, ou
seja, amaldiçoados por Ele. O que tem que sobrar é somente a “Raabe” que
significa a nossa alma liberta. Raabe era uma prostituta. Isto denota que a
nossa alma ainda se relaciona com outro marido que nos roubou do nosso
verdadeiro marido no jardim do Éden.

Isaías 54: 5

“Porque o teu Criador é o teu marido; o SENHOR dos Exércitos é o seu


nome; e o Santo de Israel é o teu Redentor; que é chamado o Deus de
toda a terra.”

Ele (Deus) nosso verdadeiro marido quer desposar nossa


alma novamente. Para tanto o antigo marido (rei Jericó), e seus comandados
tem que ser totalmente varridos dela. Temos que invariavelmente fazer uma
relação deste rei com a natureza caída. Ele o rei possuí uma natureza caída.
Ele e esta natureza têm que serem totalmente expulsos. Deus entrará na alma,
a governará, e nos dará a vitória em Cristo Jesus.

49
Voltando ao Vale da
d Sombra
ra da Morte

Vamos
s voltar ao Salmo 23 no
n seu capítulo primeiro.

Salmo 23: 1

“O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.”

externas.
resposta
me faltaméSão
eu posso
óbvia.
Se
via.
easointernas.
Porque
Senhor
fazerJesus
Elas
éuma
meu qu
pastor
éainda
aind
rela
p nãoporque
comanda
menossa
faltam
alma.
muitas
As coisas
coisas?
q A
ossa alma. As coisas que
posso fazer uma relação de alguma delas.elas. Não são as coi
coisas
externas.
as internas. Elas é que vão determinar eu receber as externas

•BONDADE
•VERDADE
•JUSTIÇA
FALTAM •FIDELIDADE
IDELIDADE

•LONGAMINIDADE
ONGAMINIDADE
•AMOR
NA •BENIGNIDADE
ENIGNIDADE
•ALEGRIA
NOSSA

•MISERICÓRDIA
ISERICÓRDIA
•TEMPERANÇA
EMPERANÇA
•HUMILDADE
UMILDADE
ALMA •MANSIDÃO
ANSIDÃO

está faltando
Se realmente
na
ente
nossa
o Senhor
vida. é nosso pastor, nada do que foi relacionado acima
ac
na nossa vida.

que Chegou
o Reino de
a hora
Deus Virtentender o que é Reino de Deus. Se eu não enten
deéeu entender
e Deus é Virtude e alegria no Espírito jamais
mais eu serei vitorioso
vitorioso.

Romanos 14: 17

alegria
“Porquenoo Espírito
reino
ino
pírito
deSanto.”
Deus não é comida
c nem bebida,
da, mas justiça, e paz
paz, e

Espírito
Ou seja,
Temos
sobre que
o mundo
a nossa ral eque
natualma,
entender libertando
liberta
o que
comida
comele aepode
mesma,
bebida
oferecer.
aqui
trazendo
i são a paz
A justiça
as coisas
é
emaextern
externas.
todas
obra
er. A justiça é a obra do
zendo a paz em todas as

50
circunstâncias que estão sobre as nossas vidas. Quando as circunstâncias
externas não provocarem nenhuma sombra de variação no meu
comportamento. Nenhuma reação das trevas. Mesmo que as circunstâncias se
contraponham a nossa vontade. Devemos nos alegrar no Espírito em todas
elas. Quando isto acontecer nossa alma estará liberta inteiramente.

A ordem de Deus para obter o reino está na sua palavra.

Mateus 6: 33

“Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas


coisas vos serão acrescentadas.”

Vamos entender melhor o que é buscar o reino de Deus. Vamos fazer


uma pergunta para que possamos responder e entender se eu estou buscando
o reino realmente. Eu estou buscando a natureza de Deus para dentro da
minha alma? Eu dou valor para estas coisas. Bondade – Verdade – Justiça?
Isto é benção para mim? Ou benção para mim é uma casa nova, emprego,
dinheiro, posição social, posição na igreja, ser notado como pregador e etc.

Nestes anos de fé eu nunca vi ninguém subir a púlpito para dar valor


aos atributos da natureza de Deus. Dizer que isto que é realmente benção.

Vou me fazer entender melhor pela palavra.

Jeremias 33: 3

“Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes


que não sabes.”

Vamos analisar as coisas grandes e firmes que não sabemos. Isto está
no Espírito de Deus e no Seu poder. Porque Ele que vai anunciar, comunicar
no nosso espírito o que são as coisas grandes e firmes.

Vou falar uma coisa grande para ser adquirida e que provém de Deus.
Mansidão. Isto é realmente uma coisa muito grande. Não está no espírito que
opera nos filhos da desobediência. Este atributo pertence à natureza de Deus.
Não está neste mundo de forma alguma.

Mateus 5: 5

“Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;”

Muitos crentes estão iludidos que Deus os usará para fazerem uma
grande obra externa. Eu creio que isto poderá acontecer desde que eles sejam
totalmente libertos no seu interior e adquirem completamente a mansidão. Por
quê? Porque são os mansos que herdarão a terra. Isto quer dizer que eu antes
preciso adquirir as coisas grandes internas, para depois adquirir as coisas
grandes externas.
51
Vamos ver outra coisa grande. A humildade. Lembre-se que a mansidão
vem antes da humildade na palavra de Deus que já vimos. Então se eu não
adquiro a mansidão como irei adquirir a humildade? Você deve responder se
está buscando estas coisas grandes e firmes. Isto é buscar o reino e a sua
justiça. A justiça de Deus é nos acrescentar mansidão e humildade para
podermos herdar a terra.

Humildade não é ser pobre de dinheiro como a maioria pensa.


Humildade não é ser uma pessoa sem expressão social. Humildade é ter um
espírito que não seja soberbo, altivo, desobediente ao Espírito do Senhor,
cheio de conhecimento apenas. Independente da posição que exerça na
sociedade ou na igreja do Senhor. Os humildes observam e obedecem ao
tratamento de Deus através das circunstâncias e arranjos para as sombras, as
variações do nosso comportamento.

Mateus 5: 3

“Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos


céus;”

Devemos buscar estes atributos que são coisas realmente grandes.


Mansidão e humildade. Isto verdadeiramente é buscar o reino. Buscando o
reino todas as outras coisas necessárias para a expressão deste reino estarão
a minha disposição.

As coisas do reino são espirituais, não naturais. Por isso Deus falou
também as coisas firmes que não sabes. As coisas firmes são as espirituais
que são inabaláveis. Independem das coisas naturais. É claro que todos
querem ter uma vida naturalmente cheia de paz, abundância e prosperidade.
Isto são promessas de Deus e Ele tem prazer em cumprir cada uma delas na
nossa vida. Mas primeiro devemos buscar o reino, e as outras coisas naturais
serão estabelecidas na nossa vida.

TIRE O ENGANO DO CORAÇÃO

AS COISAS ESPIRITUAIS QUE SÃO ETERNAS!

AS COISAS NATURAIS SÃO APENAS PASSAGEIRAS.

O nosso problema é que queremos primeiro as bênçãos naturais e


depois as espirituais. As bênçãos espirituais para a maioria dos crentes não
tem importância alguma. Não damos valor. Adquirir as riquezas do Espírito de
Deus para a maioria dos chamados não tem valor algum. Isto é que são as
coisas firmes que eu não sei. Buscar em primeiro lugar as coisas espirituais.

52
LEMBRE-SE

DEUS USARÁ
SARÁ
ACRESCENTAR
AS CIRCUNSTÂNCIAS
CIRCUNST
MA EXTERNAS
TERNAS PARA NOS
ACRESCENTAR MANSIDÃO E HUMILDADE
UMILDADE

promessas
Quero
dero
Sua
falar um pouco das riquezas do Espírito
Palavra. ito de Deus contido nas
na
Sua Palavra.

Isaías 45: 3

“Dar-te-ei
saibas
nome.”queos sou o SENHOR,
eutesouros escondidos
escondidos,
o D e as riquezas encobertas,
ncobertas, para que
u sou o SENHOR, o Deus de Israel, que
e te chama pelo teu

que
Seu Jesus
quando
Espírito.
aceito
Deus quer
é oPertencem
único
o Senhor
encem
nos
Senhor
dar paz.
éa aSua
todos
este
natu
natureza.
Os
testesouros
os Um escondidos
tesouro dos
escondido
que estão eu adquno
quecontidos
escondido que eu adquiro
o Senhor é a paz. Os chamados quando o confessam e acredita
acreditam
único Senhor este tesouro já entra na nossa
ossa vida.

João 14: 27

“Deixo-vos a paz,oavosso
dá. Não se turbe minhacoração
paz vos dou; não vo-la dou
ou como o mundo a
rbe o vosso coração, nem se atemorize.”

Espírito deAbaixo
Deus:
ixo no quadro vamos examinar
e ros que estão contidos no
os tesouros

Tesouros do Espírito de Deus.

BONDADE

VERDADE

JUSTIÇA

53
buscando
preciso buscar
Estes
estes
ar
s tesouros
são
de todo
os tesouros.
que
o meu
enconOs
coração
cO tesouros
e entendimento.
da natureza
atureza de Deus que
Somente ass eu
imento. Somente assim,
es tesouros que encontrarei as riquezas encobertas.

não
quê?
que
eu vou
o Porque
encontrei.
encontro.
descobrir
As rei.
riquezas
ro.
eu Antes
Primeiro
asomente
sua encobertas
o
grande
valor
eu
descubro
vou
rique
de ac
achar
su
sua
vvirão odepois
o riqueza
valor
tesouroque
daestá
riqueza
daencoberto
natureza
eu de
achar Deus,
umporque
de
oteso depPor
tesouro.
ainda
za de um tesouro depois
ncoberto porque ainda eu
natureza de Deus, depois
brir a sua grande riqueza.

Vamos
os ver quais riquezas que eu vou adquirir:

Vida no Espírito

Caráter de Cristo

Reino de Deus

para
tesouro.
chama
Seu
versículo,
É coração
pelo
nosQuando
tedar
teu
chamei
éndo
hamei
nos
onomepelo
tesouro
Deus
acrescentar
para
nos
teu
date
chamou
nome.
Sua
revela
osntesouros
t Épara
vocêo que no
escondidos.
Seuestá
eterno
lendo
propósito,
Poreste o desejo
issolivro
Deus Dedo
quefala
os. Por isso Deus fala no
lendo este livro que Deus
eu nome para te revelar os verdadeiros tesouros da Sua riqueza.rique
fícios das riquezas de
ar o tesouro da Sua natureza e os benefícios deste

Salmo 23: 2

“Deitar-me faz em verdes pastos,


tranqüilas.” pa guia-me mansamente a águ
águas

submisso
Reino
ovelhas
receber
as riquezas
para
o
do
Uma que
completamente
benefício
os
do
Senhor.
aenhor.
ovelha
Reino
o amam
do
Ele
de
o reino
Deu
tem
que
ao
e buscam
Seu
prazer
praze
mais
de RD gosta
de daré odemelhorto para
pasto verde.seus
Nosfilhos.
somos P as
or para seus filhos. Para
nefício do reino de Deus eu necessariamente iamente tenho que es estar
pletamente ao Seu Rei. Depois que eu adquirir a Sua natureza,
nature
que
o Reino
o amam
de Deus
e buscam
estarãoa a
Sua
minha sição. Deus preparou um
face.disposição.

54
Ser participante deste Reino é eu condicionar o meu coração para
adquirir em primeiro lugar a Natureza de Deus. Renovar a minha mente, ou
seja, mudar a direção do meu coração e entendimento dando valor às bênçãos
espirituais, não as naturais. Esta é a chave para buscar o reino em primeiro
lugar, e todas as outras coisas (naturais) serão acrescentadas.

Caminho Colocar o meu 1º Lugar


para Buscar o Coração e Bençãos
Reino Entendimento Espirituais

Buscar o Reino em primeiro lugar:

Salmo 23: 3

“Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do


seu nome.”

O refrigério da nossa alma é quando a mesma estiver


totalmente liberta dos espíritos das sombras. Se eu estiver buscando as
bênçãos espirituais necessariamente estarei buscando a justiça de Deus para
minha vida. Vereda significa rumo, direção. Se eu coloco o meu coração e
entendimento na busca da justiça Divina o refrigério será sobre a minha alma.

O salmista Davi aqui pede a intervenção Divina para que Deus


liberte totalmente a sua alma. O refrigério também significa estar livre das
opressões dos espíritos das sombras. O salmista sabia que é pelo amor do
Nome do Senhor que ele decidiu libertar o homem da queda. Porque Ele fez o
homem, o mesmo foi corrompido pelo pecado. Então pelo amor do Seu nome
(Da sua criação) que Ele na Sua benevolência e Autoridade colocou o Seu
Poder em favor do homem para resgatá-lo da natureza das Trevas.

55
Salmo 23: 5

“Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges
a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.”

O nosso Deus colocará sobre a mesa, ou seja, sobre a nossa vida


todos os espíritos das sombras que se manifestam na nossa alma. A alma é o
canal de expressão destes espíritos. Lembre-se a alma é mente, vontade e
emoções (conjunto alma). Por nossa vontade, o que pensamos e através de
nossos sentimentos que as sombras se expressam.

Os inimigos as sombras, são estes os inimigos da nossa alma. Deus


vai expor cada um deles como se colocasse em uma mesa para que possamos
realmente entender quem são os nossos inimigos.

Efésios 6: 12

“Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra
os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas
deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares
celestiais.”

Deus nos fala. Ele é quem nos fala neste versículo. Está
dizendo:

- Meu filho a nossa luta não é contra a carne e o sangue, ou seja, a Minha luta
e a tua luta não são contra o que eu formei.

Eu não luto com o homem e tu também não devias lutar. O


sangue denota vida. A ordem de Deus expressamente nos diz que não devo
lutar contra as coisas naturais. Mas devo lutar contra aquilo que subjuga todas
as coisas naturais. Estas forças, não estão na esfera natural, mas, na esfera
espiritual. Estes seres espirituais possuem suas naturezas totalmente
corrompidas pelo lado que se chama trevas.

Lembre-se: Deus não é inimigo do homem, mas da natureza que está nele.

Reafirmo que devemos ser canal para iluminar as pessoas que nem
sabem que estão sob o domínio das forças do mal. Lembre-se: Deus quer livrá-
los, iluminá-los, não destruí-los. Por isso Ele nos diz que não devemos lutar
contra aquilo que Ele formou neste mundo natural.

O que prende as pessoas não são as coisas naturais. O que prende as


pessoas são as coisas espirituais que estão nas regiões celestiais. A base
destas forças espirituais é a natureza das trevas. Maldade – Injustiça – Mentira.

56
Deus quer nos usar para livrar a Sua criação deste inimigo e de todos os
seus filhos.

Para tanto instituiu a igreja para que a Sua multiforme sabedoria Seja
expressa através dela. A igreja são todos os chamados individualmente e
coletivamente somos o Corpo de Cristo. Deus quer um corpo para Seu Filho
Jesus. A reunião dos Santos no mesmo Espírito forma o Corpo de Cristo.
Unges a minha cabeça com óleo. O meu cálice transborda. Óleo
significa unção. Unção é a transferência do Poder de Deus para a vida do
homem. Davi sabia que o Único que tem o poder de subjugar todos os inimigos
da nossa alma é o Senhor nosso Deus.

Por isso ele pedia para Deus o ungir em sinal de humildade e


obediência. O poder de Deus é multiplicador, tudo que Deus faz transborda
para que os outros através da nossa vida recebam a unção do Espírito Santo.

Como está nossa vida? Está transbordando as virtudes das riquezas do


Espírito de Deus? Transborda através dela bondade, verdade, justiça?
Devemos responder estas perguntas para sabermos se realmente nosso
cálice, ou seja, nossa vida está transbordando as virtudes do Espírito.

Não se engane. Talvez você pense no seu coração porque você


conhece a Bíblia, que seja totalmente espiritual. Ser espiritual é Ter a Vida do
Espírito. Em qualquer hipótese, em quaisquer circunstâncias, em quaisquer
arranjos produzidos por Deus, eu vou expressar bondade, verdade e justiça.
Isto é ser totalmente espiritual.

Lembre-se:

O Conjunto Corpo > Ter Vida Espiritual

Tem que necessariamente expressar Virtudes do Espírito

Vamos entender melhor através da Palavra do Senhor o óleo da unção.

O Reino e sua Expressão:

Mateus capítulo 25:

1 “O Reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as


suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo.”

2 “E cinco delas eram prudentes, e cinco loucas.”

57
3 “As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite
consigo.”

4 “Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas


lâmpadas.”

5 “E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram,”

O reino de Deus é como dez virgens porque é algo que não pode
ser violado. As trevas nunca vão violar o Reino de Deus, ou adentrar nele.
Isto é impossível. Virgem também significa algo que não foi profanado,
tocado. Deus quer retirar toda a violação produzida pelas trevas na nossa
vida. O nosso inimigo profanou o templo de Deus que somos nós e colocou
sua natureza nele no Éden. Porque Deus fez o homem para que ele
contivesse o Seu Espírito.

Deus agora quer retirar esta natureza das trevas e colocar a Sua
natureza no Seu templo que somos nós. Para não termos nenhuma sombra
de variação.

1ª Coríntios 6: 19

“Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que
habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?

As trevas nunca tocarão a Luz. As trevas quiseram ser igual à Luz


e foram lançadas de diante dela.

Lâmpadas significam Cristo no nosso coração. Todos que tem


Cristo no coração o desejo ardente dever ser de ter um encontro com Ele.
Cristo é o nosso esposo. Cristo quer uma noiva para desposar. Nos somos
a igreja de Cristo.

Notem: Todas as virgens descritas na palavra confessaram Jesus


Cristo como Senhor porque iam ao encontro do esposo. Isto denota que
todas eram crentes e acreditavam no Único Senhor Jesus.

Podemos estar perguntando o que é ser prudente no Reino de


Deus. É conhecimento da Palavra? É eu ir todos os cultos da igreja? É eu
dar esmolas aos necessitados? É eu ser um líder na congregação dos
santos? Eu posso observar todas estas coisas, mas ainda não ser prudente
para o Reino de Deus. Nos já vimos que ser prudente é eu buscar as
bênçãos espirituais, não as naturais. Tudo que vimos nas perguntas acima
se relacionam a coisas naturais.

58
Vou fazer uma grande separação agora do que seja ser louco ou
ser prudente:

1- Ser louco é ser um seguidor de Cristo


que tenha na sua bagagem somente
conhecimento.

2- Ser prudente é um seguidor de Cristo


que tenha na sua bagagem entendimento
e a Expressão do Reino de Deus.

Não devemos confundir unção de Deus com prudência para o


Reino. Unção de Deus é transferência do Seu poder para o homem para
beneficiá-lo e libertá-lo da natureza das trevas e de seus filinhos, as
sombras.
A Unção é graça. É algo que eu não mereço. A Unção está a meu
favor para me libertar. É somente eu acreditar no Senhor Jesus, crer e
confessar Seu nome que a Unção da Salvação está sobre minha vida.

Temos que entender a Palavra do Senhor. O que é não ter azeite


nesta passagem da Bíblia. É não ter Unção? Claro que não. A resposta com
certeza é não ter a Expressão do Reino, ou seja, a expressão da Natureza
de Deus.

Deus não quer crentes loucos apenas. Cheio de conhecimento.


Ou somente possuindo a graça da Unção de Deus. Inconseqüentes,
insubmissos, intratáveis, rebeldes. Deus quer crentes prudentes que
estejam cheios de azeites (óleo) nas suas vidas. Ou seja, cheios da
Expressão da Sua Natureza.

As lâmpadas que representam o Cristo no coração, nos crentes


loucos Ele nunca consegue governar suas vidas. Nos prudentes Cristo
governa, reina na alma, e determina todas as coisas. Isto realmente é ter
prudência e estar cheio do óleo para vinda do Nosso Senhor Jesus Cristo.

Temos que esperar a manifestação de Cristo para tomar nossas


decisões. Se você quiser perceber se está no espírito é muito simples.
Quando nos vem uma idéia muito especial para resolver nossos problemas
pessoais ou espirituais. Aquelas idéias luminosas. Como se fosse um
relâmpago. O que fazemos? Oramos? Esperamos a resposta da oração?
Esperamos Deus testificar? E a testificação é para nós e não para os

59
outros. Deus se usar um profeta é somente para testificar. Não saía atrás
de profecias para concordarem com o seu desejo ou com o que você pensa
que é correto.
Muitos não esperam e imediatamente se movem como se fosse
inteiramente da vontade e do propósito de Deus para aquela situação. O
que na maioria das vezes acontece? Frustração. Por quê? Nem tudo que é
de relâmpago, uma idéia luminosa e muitas vezes extraordinária está na
vontade e no Propósito de Deus.

Espere Deus se Mover

Não se mova pela tua vontade

Tosquenejando é um fato bem importante a ressaltar.


Tosquenejar significa não perceber. Não ter visão. Deus pode não
responder imediatamente. Mas tenha fé. Ele nunca nos deixa confundidos.
No tempo de Deus Ele falará e se manifestará na nossa vida.

Não adormeça, não perca a visão. Deus tem uma única visão.
Libertar-nos do império das Trevas. Seja prudente. Busque a expressão do
Reino e todas as demais coisas vos serão acrescentadas.

Império das Trevas:

Diabo
Natureza
Suas
Caída
Hostes

(Anticristo)
Espírito das
Trevas

60
1ª João capítulo 2:

18 “Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo,


também agora muitos se têm feito anticristos, por onde conhecemos que
é já a última hora.”

22 “Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? É


o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho.”

1ª João capítulo 4:

3 “E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não
é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há
de vir, e eis que já está no mundo.”

2ª João capítulo 1:

7 “Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não


confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o
anticristo.”

O espírito do anticristo está no mundo. Ele ainda não se manifestou em


carne. Com certeza vai se manifestar. É uma questão de tempo. Ele produzirá
através do “bem” uma sedução de proporções inimagináveis que atrairá
inclusive os da fé em Cristo. Isto é catastrófico para a humanidade. A grande
maioria nem imagina que isto ocorrerá. Esta é uma verdadeira cegueira
espiritual. Muitos acham que por estarem debaixo do guarda chuva de uma
religião estão fora deste perigo. A Bíblia diz que muitos serão enganados.

Apocalipse 19: 20

“E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os
sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a
sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde
com enxofre.”

A verdade é que o processar uma religião não nos protege das


trevas. A imunidade para o império das trevas é somente o processar a
Expressão da natureza de Deus.

No mundo natural a imunidade sobre determinado assunto decorre


exclusivamente de uma lei. Vamos citar como exemplo a Constituição Federal
do Brasil que imuniza determinados entes a não pagarem imposto. Isto é
imunização tributária.

A imunidade espiritual decorre também de uma lei. Uma lei


“mor”, espiritual onde o seu Constituinte é o próprio Deus. Possuí normas
específicas e diretrizes bem definidas. Não se fala em lei delegada. Não há

61
delegação de poder para que outros possam legislar sobre qualquer lei
espiritual. O poder Constitucional é de Deus e são como clausulas “pétreas”, ou
seja, imutáveis. Ninguém tem autoridade espiritual senão o Espírito Santo para
realizar a justiça de Deus.

Os transgressores das normas constitucionais de Deus estão a


mercê do poder do império das trevas e suas conseqüências.

Vou dar o exemplo de uma das normas infraconstitucionais de


Deus.

João 3: 18

“Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado,
porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.

Uma das normas infraconstitucionais é esta citada acima. Quem


crê em Jesus o filho de Deus nunca será condenado. Mas aqueles que não
sabem que Jesus Cristo é o único Senhor já o estão condenados. A expressão
Filho unigênito, isto quer dizer que Ele (Jesus) é o único filho reconhecido por
Deus. Os outros serão reconhecidos por Deus se aceitarem o unigênito de
Deus como único Senhor e Salvador. Está é uma lei imutável. Pétrea. A
ninguém é delegado ser filho de Deus se não acreditar no coração, aceitar e
confessar que Jesus Cristo é o único Senhor e Salvador. O poder de delegar
aqui também não é o seguir e processar uma religião. Deus não delegou para
nenhuma religião existente o poder de Substituí-Lo. Nem delegou poder para
qualquer outro deus processado ou seguido neste mundo que possa substituir
Sua autoridade. Isto é impossível. Vamos citar alguns exemplos de
organizações que pensam ter o Poder delegado de Deus: Budismo,
catolicismo, espiritismo, taoísmo, religiões afras, gnose e etc.

Eu diria até que existem organizações evangélicas que pensam


que tem o poder delegado de Deus. Podem até conhecerem Deus, mas não
processam a Sua Natureza. O Espírito Santo é convidado, mas não a
autoridade máxima. Processam um pretenso poder delegado de Deus, na qual
isto seja impossível. Deus não delega poder, porque tudo é feito em “Nome do
Senhor Jesus”. O poder é somente de Jesus Cristo.

João 14: 6

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem


ao Pai, senão por mim.”
Veja Jesus disse que é o caminho. Não os “caminhos”, como muitos
dizem nesta vida que todos os caminhos levam a Deus.

62
Isto é simplesmente um sofisma. Sofisma é uma mentira com aparência
de verdade como já vimos. O caminho aqui é para me livrar inteiramente do
império das trevas e suas conseqüências.

Lembre-se

Não existe uma lei espiritual delegada.

A autoridade é somente de Deus através do Seu Espírito Santo

A completa Vitoria no Vale da Sombra da Morte

Salmo 23: 6

“Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias


da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias.

Quando todas as sombras de variação, todos os inimigos da minha


alma, forem totalmente vencidas e subjugadas à vitória do Espírito terá sido
completa e imutável. Esta é a verdadeira vitória. A Vitória do Espírito de Deus
me livrando totalmente do Império das trevas.

A bondade de Deus, sua misericórdia estarão me seguindo todos os dias


da minha vida. Para tanto basta eu colocar realmente todo o meu entendimento
e coração para adquirir todas as virtudes do Caráter de Cristo. Habitar na casa
do SENHOR , quer dizer habitar dentro do Seu Espírito. Dentro da Sua
vontade. Dentro da Sua natureza. Obter todos os benefícios do Reino de Deus
e suas riquezas.

Isto não é impossível como muitos pensam. Estes pensamentos são do


Império das Trevas.

Mateus 19: 26

“E Jesus, olhando para eles, disse-lhes: Aos homens é isso impossível,


mas a Deus tudo é possível.”

Nossas possibilidades estão aquém das nossas forças. Pelas nossas


forças jamais conseguiremos realizar tamanho proeza. Ao homem isto é
impossível. Pois já vimos que nós não temos o poder de transformar uma

63
natureza. Mas temos que crer que nosso Deus é a Autoridade máxima de todo
o Universo.

Ele te chamou pelo Teu nome. Se você estiver lendo estas palavras é
porque Deus assim o permitiu. Ele quer te Livrar do império das Trevas, suas
conseqüências e te levar a conhecer a Verdadeira vida. Esta vida é de total
liberdade. Nenhuma opressão ou condenação há para os que estão em Cristo
Jesus.

Mas necessariamente estaremos no Vale da Sombra da Morte. Deus irá


nos levar por ele para iluminar totalmente o nosso ser no tempo que se chama
agora.
Esteja preparado. Ao meio dia, ou seja, no tempo de Deus, toda a tua
vida será iluminada. Fluirá um rio de águas vivas através dela. O Rio do
Espírito. Muitos receberão, muitos rejeitarão. Não temas, Deus está contigo
até a consumação dos séculos dos séculos. Amém. Deus abençoe a você.

64
Sobre o Autor:

Jeferson Gomes nasceu em Bento Gonçalves-Rs no ano de 1957.


Hoje com 52 anos, casado, pai de 2 filhos.

Conheceu o evangelho de Cristo em 1.998 aos 40 anos de idade. Muitas


transformações se passaram desde então. Muitos conceitos naturais e
racionais foram renovados.

Há 10 anos num encontro Internacional da ADHONEP no Rio de


Janeiro, Deus me falou para que eu pedisse o que quisesse.

Ele disse:

- Pede-me o que quiser e Eu te darei.

Havia um pregador no palco naquele dia. 30 segundos após Deus me


falar, aquele pregador parou sua pregação e declarou:

- Deus está me dizendo para alguns aqui. Peça o que você quiser e Eu te
darei.

Foi uma tremenda testificação. Eu caí de joelhos e pedi para ver o


Reino.

Eu disse:

- Senhor quero ver o Teu Reino.

Confesso que não sabia o que estava pedindo. Hoje Deus tem me
mostrado o que é o Reino.

Por isso escrevi este livro para ajudar todos aqueles que realmente
querem ver o Reino de Deus.

Espero ajudar a você a conquistar este tesouro e descobrir suas


riquezas.

Deus abençoe a tua casa, ministério, família e igreja em Nome do


Senhor Jesus Cristo.

Jefersongomes57@gmail.com

Cachoeira do Sul-Rs Brasil

Bibliografia:

Bíblia (Almeida Revista e Corrigida – 1969)

65