Você está na página 1de 4

Sessão 5: O Modelo de Auto- Avaliação das Bibliotecas Escolares: Metodologias de

Operacionalização (Parte I).

Formando: José Cesário Moreira

Trabalho – Plano de Avaliação – Domínio A.2. – Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital

PLANIFICAÇÃO DA AVALIAÇÃO
Calendarização das acções:

DATAS ACÇÕES
Setembro/Outubro de 2010 Selecção do domínio a avaliar
Informação ao Conselho Pedagógico
Novembro de 2010
Informação aos Coordenadores de Departamento
Dezembro de 2010 a Junho de 2011 Observação de alunos em contexto de sala de aula
Dezembro de 2010 Aplicação de questionários aos docentes
Aplicação de questionários aos docentes
Maio de 2011
Aplicação de questionários aos alunos
Maio/Junho de 2011 Análise de trabalhos de alunos – grelha de observação
Junho de 2011 Leitura de actas e/ou documentos orientadores
Julho de 2011 Elaboração do relatório

Selecção do domínio a avaliar:


Subdomínio Pontos fortes actuais Pontos fracos a desenvolver
A.2. Promoção das  A BE organiza no início de cada ano lectivo uma visita à  Organizar com os DT um calendário de sessões de formação
literacias da informação, biblioteca com as turmas de início de ciclo, no sentido de de utilizadores para as respectivas turmas;
tecnológica e digital sensibilizar/formar os alunos para a sua utilização;  Produzir e partilhar materiais com outras escolas/bibliotecas
 A equipa da BE presta apoio, sempre que solicitada e ainda do Agrupamento;
que de forma informal, às actividades curriculares, no  Reforçar a articulação da BE com a Área de Projecto bem
âmbito da literacia da informação; como com outras áreas de carácter transversal que
 A BE promove a utilização das TIC e da Internet quer como fomentem a utilização contextualizada das TIC;
ferramentas de acesso à informação e recurso para a  Reforçar a articulação entre a BE e o trabalho desenvolvido
aprendizagem quer como instrumento na produção e na sala de aula;
comunicação da informação trabalhada;  Continuar a envolver os alunos na vida da BE, através do
 A BE favorece com o seu trabalho o desenvolvimento de um grupo de monitores/“amigos” da BE;
leque de valores e de atitudes indispensáveis à formação da  Valorizar o papel dos procedimentos e atitudes nos
cidadania e à aprendizagem ao longo da vida. processos de aprendizagem.

Definição das amostras (alunos):

Ano de escolaridade Número de turmas Amostra Métodologia para selecção dos


alunos
5º ano 5 2 alunos por turma (10) Escolha aleatória através dos
números de ordem dos alunos
6º ano 5 2 alunos por turma (10) Escolha aleatória através dos
números de ordem dos alunos
7º ano 3 2 alunos por turma (6) Escolha aleatória através dos
números de ordem dos alunos
8º ano 3 2 alunos por turma (6) Escolha aleatória através dos
números de ordem dos alunos
9º ano 3 2 alunos por turma (6) Escolha aleatória através dos
números de ordem dos alunos
CEF 1 2 alunos (2) Escolha aleatória através dos
números de ordem dos alunos

TOTAL DE ALUNOS DA AMOSTRA - 40 ALUNOS


Definição das amostras (docentes):

Escolha aleatória por departamento curricular, em função do número de docentes, garantindo a participação de pelo menos um docente por departamento.

Recolha de evidências:

 tratamento dos dados estatísticos;


 recolha de cópias de actas e de documentos de gestão pedagógica;
 registos das actividades desenvolvidas em grelhas definidas para o efeito;
 recolha de sugestões;
 observação directa de alunos na BECRE;
 Implementação de uma grelha de observação específica para actividades de trabalho de grupo desenvolvidas na BECRE, com ou sem presença do
professor da disciplina, por turma, com referência à tipologia das solicitações/pedidos de ajuda dos alunos;
 Solicitação de cópias da avaliação dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos com recurso aos serviços da BECRE.

Análise dos dados:

A efectuar ao longo do ano lectivo, sempre que a recolha de dados/registos assim o permita.

Elaboração do relatório final:

A realizar a partir da segunda quinzena do mês de Junho, em reuniões com todos os elementos da equipa da BE.

Comunicação dos resultados:

Reunião do Conselho Pedagógico de Julho, com conhecimento prévio ao Director do Agrupamento.


Preparar um plano de acção:

Definir datas específicar para reunião com a equipa da BE para identifiacr objectivos e metas a atingir, planificar acções de melhoria e definir procedimentos
a ter em conta para implementação das acções.