Você está na página 1de 5

Tipos de Taxa de Renda Fixa

Pós-fixado: taxa de "piso" de juros do país.


Selic Meta (ajustado a cada 45 dias);
Selic Efetiva (Selic Meta 0.10% abaixo);
CDI (Selic Efetiva 0.01% abaixo).
Características: Trava o valor atual e o valor futuro oscila. Pode ganha pouco ou muito dependendo
da oscilação, mas nunca será negativo. Ótimo em longo prazo.

Pré-fixado: taxa fixa na compra. Valor final já definido.


Características: Trava o valor futuro calculado com a taxa e o valor atual oscila. Em aumento de
juros o preço atual diminui, e na redução de juros o preço atual aumenta.
[preço atual = valor final / (1+taxa juros) ^ anos restantes].

Indexado à inflação: taxa referente à inflação, IPCA (Aumenta preços dos produtos, seu dinheiro
investido fica desvalorizado). Mistura taxa pré-fixado com pós-fixado (Taxa+IPCA).
Características: Valor final mínimo travado pela Taxa mais o valor variado pelo IPCA. Em aumento
de juros o preço atual diminui, e na redução de juros o preço atual aumenta.
Expectativa da inflação no mercado. Exemplo:
LTN para dois anos: 12%.
NTNB para dois anos: 4,5%.
(1 + 0,12) / (1 + 0,045) -1 = 0,0717 ou 7,17%.
Será que a NTN-B ainda vale a pena se a inflação for igual a 6%?
Inflação prevista pelo analista: 6%
Juros reais travados na NTNB: 4,5%
Rentabilidade total do período, se a projeção do analista se concretizar:
(1 + 0,06) * (1 + 0,045) -1 = 10,77%.

Instituições geradores de Títulos

Título Público: mais seguro. Caso ocorra perda de dinheiro o governo pode imprimir mais dinheiro
ou aumentar os impostos. Utiliza Selic e IPCA

Título Banco: menos seguro do que o público. Depende dos devedores deles paga-los para depois
o banco te pagar. O Banco empresta dinheiro ao devedor e gera títulos com taxa mais baixo do que
a taxa do empréstimo. Tem o fundo FGC, mas se muitos investidores precisarem do FGC não
suportará. Utiliza indexador CDI.
Índice de Basiléia: O banco só precisa ter no mínimo 11% de capital próprio sobre ativo hoje em
dia, conferido no site Banco Data. Próximo de 11% é arriscado, abaixo de 11% pode quebrar.
Basiléia alta é acima de 17%.
Prefira bancos que dão lucros consistentes, cerca de 90% dos bancos que pagam acima de 120%
do CDI têm prejuízos consecutivos. CDBs podem ter liquides diária e pode acontecer de todos
investidores retirarem o dinheiro da conta ao mesmo tempo e quebrar o banco.

Títulos Empresa: mais arriscados do que o governo. A empresa pode quebrar. Não tem FGC. Seus
títulos são difíceis de vender. As agências de Rating analisam a capacidade de a empresa pagar a
dívida.

Títulos Financeiras: mais inseguro. Os devedores deles são pessoas que não conseguiram
empréstimo nos Bancos, podem ser maus pagadores. Nesse caso a instituição deve ser avaliado
pelo o Rating.
Classificação de Rating

Impostos inclusos em alguns Títulos

IR - Imposto de Renda:

IOF - Imposto sobre Operações Financeiras: cobrado se o investimento for resgatado em menos
de 30 dias.
Tipos de Renda Fixa
Poupança
Gerador: Banco
Imposto: Não
Segurado: FGC
Liquides: a cada 30 dias
Taxa juros: fixo até o vencimento

LCI - Letra de Crédito Imobiliário


Gerador: Banco
Imposto: Não
Segurado: FGC
Liquides: no vencimento
Taxa juros: CDI

LCA - Letra de Crédito Do Agronegócio


Gerador: Banco
Imposto: Não
Segurado: FGC
Liquides: no vencimento
Taxa juros: CDI

CDB - Crédito de Depósito Bancário


Gerador: Banco
Imposto: IR, IOF
Segurado: FGC
Liquides: diária ou no vencimento
Taxa juros: CDI

LC - Letras de Câmbio
Gerador: Financeira
Imposto: IR, IOF
Segurado: FGC
Liquides: geralmente no vencimento
Taxa juros: CDI
TD - Tesouro Direto
Gerador: Governo
Imposto: IR, 0.3% ao ano (0.003), 0.12%(venda antecipada)
Segurado: Fabricar dinheiro e aumento de impostos a população.
Liquides: diária, semanal (quarta-feira)
Taxa juros:
Tesouro Selic Efetiva (LFT): indexada à Selic+Taxa%. Pagamento total no vencimento.
Tesouro Pré-fixado (LTN): taxa contratada. Pagamento total no vencimento.
Tesouro Pré-fixado (NTN-F): taxa contratada. Pagamento dos juros semestral.
Tesouro IPCA+ (NTN-B principal): IPCA+Taxa%. Pagamento total no vencimento.
Tesouro IPCA+ (NTN-B): IPCA+Taxa%. Pagamento dos juros semestral.

Debêntures
Gerador: Empresa (não financeira)
Imposto: IR
Segurado: Não
Liquides: variada
Taxa juros: CDI

CRI - Certificado de Recebíveis Imobiliário


Gerador: Empresa
Imposto: Não
Segurado: Não
Liquides: longo prazo, difícil vender
Taxa juros: CDI

CRA - Certificado de Recebíveis Agronegócio


Gerador: Empresa
Imposto: Não
Segurado: Não
Liquides: longo prazo, difícil vender
Taxa juros: CDI

Informações para os investimentos

Para corrigir o valor de seus investimentos, inventaram um índice que se chama VNA, que começou
em 1.000 em 15/07/2000, e hoje já chega a 2.934,52. Esse valor pode ser conferido diariamente no
site da Anbima: http://www.anbima.com.br/vna/index.asp.
Convenção utilizada em taxas: 1bps = 0.01%; 100bps = 1%.

Normalmente quando a inflação está subindo e se distanciando da meta, a taxa de juros sobe para
desestimular o consumo.
Quanto mais a inflação subir, menor será o poder de compra do dinheiro investido em pré-fixado.
Quando o Banco Central aumenta a taxa Selic ele está diminuindo a quantidade de dinheiro em
circulação na economia. As pessoas preferem não consumir, a assumir dívidas com juros altos.
Com menos pessoas querendo comprar, os produtos encalham e os comerciantes não conseguem
aumentar preços e isto faz a inflação cair ou parar de subir. Aumentar a taxa Selic significa
aumentar o custo do dinheiro. O aumento na taxa Selic desaquece a economia. O gráfico mostra
que o governo sobe a taxa Selic quando a inflação sobe e reduz a taxa Selic quando a inflação cai.
É uma corrida de gato e rato.