Você está na página 1de 165

MARI CONCURSEIRA

ADMINISTRAÇÃO

PÚBLICA

FCC
422

QUESTÕES

Apostila com
422questões gabaritadas

www.mariconcurseira.com.br
@mari.concurseira.90
TEMAS ABORDADOS NAS QUESTÕES

• Administração Geral e Pública


• Introdução à Administração
• Teorias Administrativas
• Accountability e Transparência
• Governo Eletrônico
• Modelos teóricos de gestão pública e evolução da APU no Brasil
• Processo de Planejamento
• Processo de Organização
• Processo de Direção
• Processo de Controle e Avaliação
• Comportamento organizacional
• Comunicação
• Processo Decisório (Tomada de Decisão)
• Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
• Gestão da Qualidade
• Gestão do Conhecimento
• Educação Corporativa
• Coaching, Tutoria (Mentoring) e Aconselhamento (Counseling)
• Gestão de Pessoas
• Gestão por Competências
• Coordenação
• Administração Financeira
• Novas Tecnologias e Tendências na Administração
• Ciclo de gestão

1
Questão 1: FCC - Eng (COPERGÁS)/COPERGÁS/Civil/2016
Assunto: Introdução à Administração
Pode-se conceituar a Administração Financeira Empresarial como
a) a apresentação pública da conta de resultados operacionais.
b) a gestão mais eficiente do processo empresarial de captação de recursos e
alocação de capital.
c) a apresentação do balancete contábil da empresa.
d) a gestão de contas a receber.
e) alocação de verbas para vendas e para propaganda e marketing.

Questão 2: FCC - Ag FRT (ARTESP)/ARTESP/Técnico em Contabilidade -


Administração/2017
Assunto: Papéis do Administrador
Considere as funções gerenciais abaixo:

I. Exigir o início e a formulação de mudanças na maneira como a unidade opera.

II. Diagnosticar tendências, visualizar possibilidades e planejar melhorias.

III. Criar programas além de outras soluções para promover inovação.

Essas funções estão relacionadas com a categoria de funções:


a) situacionais.
b) informacionais.
c) interpessoais.
d) holísticas.
e) decisórias.

Questão 3: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Papéis do Administrador
A informação é o insumo básico para as tomadas de decisão pelos administradores,
assim sendo, receber e comunicar informações são os aspectos mais importantes no
trabalho do dirigente. Neste contexto, pode-se destacar dois importantes papéis
desempenhados pelos administradores para manter o bom funcionamento das
organizações, são eles: papéis informacionais e papéis decisórios. É considerado um
papel decisório exercido pelo administrador o de ser
a) Coletor.
b) Elemento de ligação.
c) Negociador.
d) Disseminador.
e) Líder.

Questão 4: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016

2
Assunto: Processo organizacional e funções administrativas
Entre as principais funções da administração se inserem planejamento, organização,
direção e controle, sobre as quais é correto afirmar que:
a) Planejamento estratégico difere do operacional, na medida em que o segundo
envolve decisões imediatas, enquanto no primeiro o processo decisório é diferido no
tempo.
b) Controle envolve a aferição de desempenho em relação a padrões determinados
no planejamento e também medidas corretivas objetivando o atingimento do que foi
estabelecido.
c) Direção ou coordenação diz respeito à supervisão direta, também denominada
ajuste espontâneo, enquanto organização envolve aplicação da hierarquia.
d) Planejamento diz respeito ao estabelecimento de objetivos e metas, bem como à
adoção de medidas corretivas para o correspondente atingimento.
e) Organização é atividade preventiva, visando a verificação de conformidade dos
procedimentos às normas e controle é de natureza corretiva, visando ajustar condutas.

Questão 5: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto: Processo organizacional e funções administrativas
Diversos autores, como Henry Fayol, William Newman e Harold Koontz, trouxeram
importantes contribuições ao conhecimento sobre as funções exercidas em uma
organização e aquilo que cabe aos administradores. Considerando a síntese das diversas
abordagens sobre o tema, tem-se que
a) organização é a única atividade não passível de delegação, sob pena de
propiciar o denominado ajuste espontâneo.
b) planejamento é, a rigor, a única atividade própria do administrador, sendo todas
as demais de natureza operacional.
c) direção, também denominada liderança ou coordenação, se traduz no
estabelecimento de objetivos e metas.
d) controle compreende medir o desempenho dos subordinados e também adotar
ações corretivas.
e) comunicação é considerada, atualmente, a essência da atuação do administrador,
exercida, precipuamente, no âmbito externo à organização.

Questão 6: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Processo organizacional e funções administrativas
Dentre as atividades inerentes ao processo organizacional, aquela consistente em
identificar e agrupar logicamente as atividades da entidade e delinear responsabilidades
corresponde a
a) planejamento.
b) coordenação.
c) organização.
d) direção.
e) controle.

3
Questão 7: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017
Assunto: Processo organizacional e funções administrativas
O processo organizacional compreende, entre as funções do administrador, aquelas
consistentes em medir e corrigir o desempenho dos subordinados para assegurar que os
objetivos e metas da organização sejam atingidos. Trata-se da atividade de
a) controle.
b) planejamento.
c) direção.
d) comunicação.
e) organização.

Questão 8: FCC - Ag FRT (ARTESP)/ARTESP/Técnico em Contabilidade -


Administração/2017
Assunto: Processo organizacional e funções administrativas
O quadro abaixo apresenta os passos para a execução da estratégia:

Coluna Passos Coluna Atividades


1 Planejamento W − Sistemas de apoio e informação.
2 Organização X − Treinamento e Desenvolvimento
3 Direção Y − Definição de Metas e Objetivos.
4 Controle Z − Ações preventivas e corretivas.

A correlação correta entre as colunas é:


a) 1Y; 2W; 3X; 4Z.
b) 1Z; 2W; 3X; 4Y.
c) 1Y; 2X; 3W; 4Z.
d) 1W; 2Z; 3Y; 4X.
e) 1Z; 2X; 3W; 4Y.

Questão 9: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Processo organizacional e funções administrativas
A Departamentalização efetiva-se na fase do processo administrativo denominada:
a) Direção.
b) Planejamento.
c) Organização.
d) Controle.
e) Institucional.

Questão 10: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Processo organizacional e funções administrativas
No âmbito do processo organizacional de uma entidade, a atividade que envolve
mensuração do desempenho dos subordinados, bem como a adoção de medidas corretivas
objetivando a realização de metas, corresponde

4
a) ao Planejamento operacional.
b) ao Planejamento estratégico.
c) ao Controle.
d) à Direção.
e) à Comunicação.

Questão 11: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Eficiência, eficácia e efetividade
Suponha que determinada empresa, integrante da Administração pública, tenha sido
instada por órgão de orientação governamental para adotar medidas de corte de custos,
incluindo despesas com pessoal e custeio em geral. Como alternativa à redução do seu
quadro funcional, referida empresa propôs ações concretas para aumento de eficiência no
desempenho de suas atividades. A solução apresentada pela empresa, do ponto de vista
conceitual, é
a) aceitável, dado que o conceito de eficiência preconiza o uso racional e
econômico dos insumos na produção de bens e serviços, o que, potencialmente, pode
ensejar redução de custos.
b) descabida, eis que eficiência é uma medida de alcance de metas, que nada tem a
ver com a relação entre o produto e os custos incorridos.
c) inadequada, tendo em vista que o conceito de eficiência diz respeito,
exclusivamente, à satisfação das expectativas da sociedade pelos serviços prestados pela
instituição.
d) pertinente, porém deve-se ter em mente que a redução de custos somente será
alcançada com a correspondente redução da qualidade dos serviços prestados.
e) incoerente, dado que uma das premissas para o aumento da eficiência é a
redução dos recursos humanos alocados na instituição.

Questão 12: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Eficiência, eficácia e efetividade
Nos últimos anos, diferentes conceitos, alguns oriundos da iniciativa privada, passaram a
permear a atuação da Administração Pública, entre eles:

I. Governança, que é sinônimo de governabilidade, e corresponde à legitimidade política.


II. Eficiência, relacionada com o uso racional e econômico dos insumos na produção de
bens e serviços.
III. Efetividade, que diz respeito ao impacto final das ações e ao grau em que atinge os
resultados almejados pela sociedade.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) II e III.
b) I e II.
c) I e III.
d) III.
e) II.

5
Questão 13: FCC - Assis Leg (ALMS)/ALMS/2016
Assunto: Escola da Administração Científica
Como destaca Francisco Lacombe, citando James Mooney: organização é a forma que
assume toda associação humana para atingir um objetivo comum (In: Teoria Geral da
Administração, Saraiva, p. 21). No decorrer da história, sobrevieram diversas teorias
para explicar a dinâmica das organizações, sendo a mais antiga, iniciada com os estudos
do engenheiro Frederick Winslow Taylor, com ênfase na divisão do trabalho em tarefas
elementares e a especialização das pessoas na execução dessas tarefas, visando obter
ganhos de produtividade. Essa teoria corresponde à Escola
a) da Cadeia Escalar.
b) Estruturalista.
c) Divisional.
d) da Administração Científica.
e) do Critério Funcional.

Questão 14: FCC - Cons PL (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Escola da Teoria Clássica
Segundo Francisco Lacombe: “As teorias organizacionais podem ser entendidas como
um conjunto de princípios e prescrições que visam a facilitar a realização dos objetivos
das organizações e serão mais ou menos válidas na medida em que isso ocorrer”.
Prossegue o autor, enfatizando que “cada uma das abordagens reflete, em grande parte,
as preocupações e relações econômicas e sociais da época em que foram formuladas”

(In: Teoria Geral da Administração, Ed. Saraiva, p.101).

No contexto evolutivo do pensamento administrativo, destaca-se a Escola Clássica,


suportada, em grande medida, pelos ensinamentos de Henri Fayol, que indica 14
princípios indispensáveis para se montar uma estrutura organizacional, entre os quais
inclui-se:
a) A empresa assemelha-se a um organismo em permanente adaptação ao seu
ambiente, razão pela qual cadeias de comando verticalizadas são ineficientes.
b) A linha de autoridade não se forma a partir do principal executivo, mas sim de
forma descontínua, emanando de cada um dos departamentos.
c) É necessário integrar os objetivos dos empregados com os da organização,
como forma de administrar e liderar de maneira eficaz.
d) Mudanças nas atribuições dos empregados são necessárias, mas se ocorrerem
com frequência excessiva, prejudicam o moral e a eficiência.
e) Os ganhos de produtividade constituem o principal objetivo a ser perseguido
pela organização, que deve adequar sua cadeia de comando à cadeia de produção.

Questão 15: FCC - Ag FRT (ARTESP)/ARTESP/Técnico em Contabilidade -


Administração/2017
Assunto: Teoria da Burocracia
Considere as afirmativas abaixo sobre o Modelo de Sistema Burocrático:

I. Predomínio da interação horizontal sobre a vertical. Confiança e crença recíprocas.

6
II. Participação e responsabilidade multigrupal, à luz dos conhecimentos dos indivíduos
sobre as tarefas da organização como um todo.

III. Alta centralização do processo de tomada de decisões, geralmente afeta os níveis


superiores. Pouca delegação.

IV. Cargos ocupados por especialistas, com atribuições sistematicamente definidas.

Está correto o que consta APENAS em


a) I e III.
b) III e IV.
c) II e IV.
d) I, II e III.
e) II, III e IV.

Questão 16: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Teoria Estruturalista (Abordagem Estruturalista da Administração)
Sobre a abordagem Estruturalista, considere:

I. O Estruturalismo é um método analítico comparativo, no qual o conceito de Sistema é


relevante, pois o “todo” é maior que a mera soma das “partes”.

II. O principal foco da perspectiva Estruturalista Fenomenológica recai acerca da


racionalidade instrumental, na qual processa-se uma equação dinâmica entre “meios e
fins”.

III. A base da Burocracia deriva-se do Estruturalismo Concreto, pois considera a estrutura


a própria definição do objeto, desse modo o conjunto de relações sociais constitui uma
estrutura a ser analisada.

IV. Dentre as desvantagens da estrutura burocrática, destaca-se a aversão ao clientelismo,


portanto, evita-se a discrepância entre o modelo organizacional formal e as práticas
informais.

Está correto o que consta APENAS em


a) II e III.
b) III e IV.
c) I e IV.
d) II, III e IV.
e) I e II.

Questão 17: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Teoria do Desenvolvimento Organizacional
No âmbito corporativo são utilizadas diferentes abordagens de Desenvolvimento
Organizacional, com o objetivo de realizar intervenções na organização especialmente

7
para implementar mudanças e inovações. Nesse contexto, cita-se a análise transacional,
cujo escopo é
a) o autodiagnóstico das relações interpessoais.
b) o diagnóstico do ambiente externo.
c) a identificação de desafios e oportunidades.
d) o mapeamento dos principais empecilhos à mudança.
e) a interação entre chefia e subordinados.

Questão 18: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Teoria do Desenvolvimento Organizacional
O processo de Desenvolvimento Organizacional é composto de etapas sucessivas, tendo
início a partir da colheita e análise de dados, partindo para sua intepretação e diagnóstico,
para se chegar à fase de intervenção, que corresponde à implementação. Nesta última
etapa, os agentes de mudança possuem à sua disposição diversas técnicas, direcionadas
para cada membro da organização, individualmente, para equipes ou grupos, para
relações intergrupais e para a organização como um todo. Constitui exemplo de técnica
apropriada para o desenvolvimento do indivíduo:
a) retroação de dados.
b) consultoria de procedimentos.
c) reuniões de confrontação.
d) treinamento da sensitividade.
e) desenvolvimento transacional.

Questão 19: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Mudança organizacional
O ambiente geral que envolve as organizações é mutável e dinâmico, exigindo delas uma
elevada capacidade de adaptação como condição básica de sobrevivência. Os agentes de
mudança utilizam as abordagens de desenvolvimento organizacional para fazer
intervenções na organização, entre as quais NÃO se inclui
a) o treinamento da sensitividade.
b) a análise transacional.
c) as reuniões de confrontação.
d) a retroação de dados.
e) o mapeamento de competências.

Questão 20: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Mudança organizacional
O ambiente geral que envolve as organizações é mutável e dinâmico, exigindo delas uma
elevada capacidade de adaptação como condição básica de sobrevivência. Na mudança
organizacional, conforme modelo apresentado por Kurt Lewin, o denominado
recongelamento corresponde
a) à fase final do processo de mudança, quando as novas ideias e práticas são
incorporadas definitivamente no compor tamento.

8
b) à primeira etapa do processo de mudança, na qual as velhas ideias e práticas são
abandonadas e desaprendidas.
c) à etapa intermediária do processo de mudança, quando novas atitudes e
comportamentos são adquiridos.
d) às forças internas que buscam evitar o processo de mudança, sustentando as
práticas institucionalizadas.
e) às forças externas que dificultam a implementação de novas ideias e práticas,
representadas por cenários adversos.

Questão 21: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Mudança organizacional
Quando os responsáveis pela mudança delineiam modelos do que a organização deveria
ser em comparação com o que é, enquanto aqueles cujas ações serão afetadas estudam,
avaliam e criticam o modelo de mudança para recomendar alterações baseadas em seu
próprio discernimento e compreensão, a empresa está fazendo uso de uma estratégia de
mudança, denominada
a) convencional.
b) evolucionária.
c) revolucionária.
d) humanista.
e) desenvolvimento sistemático.

Questão 22: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Mudança organizacional
A gestão do processo de mudança no âmbito das organizações comporta diferentes
abordagens no bojo da aplicação de técnicas de intervenção de desenvolvimento
organizacional. Segundo Kurt Lewin, o processo de mudança comporta determinadas
etapas, sendo que a etapa final corresponde
a) ao nivelamento, a partir da qual é estabelecido um novo patamar para futuras
práticas.
b) à desconstrução, na qual as velhas práticas e ideias são abandonadas e
desaprendidas.
c) à consolidação, quando as barreiras e resistências iniciais são superadas.
d) ao recongelamento, quando as novas ideias e práticas são incorporadas
definitivamente.
e) ao reposicionamento, quando se identifica o alinhamento das práticas internas
com referenciais externos de boas práticas.

Questão 23: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Mudança organizacional
O presidente de uma grande organização anunciou os resultados anuais e declarou
prejuízos financeiros substanciais e uma possível intenção de venda da empresa, dado que
os acionistas acenavam com um comprador interessado. Sua mensagem aos

9
colaboradores inflamava por maior engajamento e dedicação ao atingimento de objetivos,
pretendendo assim
a) causar um impacto e punir os improdutivos.
b) promover o descongelamento e mobilizar para a mudança.
c) causar um choque e dispensar funcionários.
d) promover a transição e criar um novo patamar.
e) promover o recongelamento e mobilizar para a mudança.

Questão 24: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Mudança organizacional
Processos de mudança organizacionais são geralmente motivados por uma reação ao
campo de forças existente dentro da própria empresa, com o intuito de impedir que as
forças
a) de destruição superem as forças de desenvolvimento.
b) econômicas externas ganhem espaço dentro da empresa.
c) de desenvolvimento se concentrem na base da organização.
d) de destruição se concentrem no topo da organização.
e) políticas sejam neutralizadas.

Questão 25: FCC - AJ TST/TST/Apoio Especializado/Análise de Sistemas/2017


Assunto: Mudança organizacional
Em um mundo repleto de VUCA (Volatility, Uncertainty, Complexity and Ambiguity), é
necessário ter VECA (Vision, Understanding, Clarity and Agility), ou seja, as pessoas e
organizações devem estar preparadas para mudanças. Considere, por hipótese, que o TST
trabalhe com um modelo de gestão de mudança organizacional que propõe etapas que
devem ser percorridas pelas pessoas envolvidas em processos de mudanças. As etapas
são baseadas nas premissas: consciência da necessidade da mudança, desejo de participar
e apoiar o processo, conhecer o que mudar e como mudar, habilidades comportamentais
para conduzir a mudança e, por fim, sustentar e consolidar a mudança. Este modelo é
denominado
a) ADKAR.
b) CDCCS.
c) SWOT.
d) 5Vs.
e) Kotler’s 5 Steps Practical Model.

Questão 26: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Teoria dos Sistemas (Abordagem Sistêmica da Administração)
A organização, encarada como um sistema aberto, precisa conciliar dois processos
opostos, ambos imprescindíveis para a sua sobrevivência, são eles:
a) Morfogênese e Resiliência.
b) Adaptabilidade e Homeostasia.

10
c) Adaptabilidade e Equifinalidade.
d) Entropia negativa e Negentropia.
e) Unidirecionalidade e Equifinidade.

Questão 27: FCC - Cons PL (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Teoria Contingencial (Abordagem Contingencial da Administração)
A Teoria da Contingência preconiza
a) que o melhor estilo gerencial e as melhores decisões dependem, em cada caso,
de muitos fatores, como o ambiente, o pessoal e a situação específica da empresa.
b) a criação de unidades organizadas por produto, área geográfica ou clientela,
denominadas centros de resultados.
c) a importância da divisão do trabalho bem definida e sistemática, com áreas
específicas de competências.
d) a organização contínua de cargos, limitadas por normas internalizadas na forma
de regulamentos e códigos de conduta.
e) que os processos de trabalho devem ser organizados para suportar as mais
diversas variações, porém as estruturas devem seguir, necessariamente, o princípio
hierárquico.

Questão 28: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Teoria Contingencial (Abordagem Contingencial da Administração)
Sobre a organização como um sistema social, considere:

I. A abordagem das Relações Humanas interpreta as organizações como uma unidade


social grande e complexa, na qual há intensa articulação entre os grupos formais e
informais, tal posicionamento refuta a ideia da abordagem científica que enfatiza somente
os grupos formais de uma organização.

II. A abordagem Estruturalista focaliza o “homem organizacional”, diferente das


características preconizadas por Weber, na Burocracia, este perfil reflete uma
personalidade cooperativa e coletivista, além de flexibilidade, tolerância e capacidade de
adiar recompensas, como forma de ser bem-sucedido em qualquer organização.

III. A teoria Comportamental concebe a organização como um sistema de decisões, no


qual cada pessoa participa racional e conscientemente, escolhendo e tomando decisões
individuais em todos os níveis da organização, divergindo da ênfase dada às ações das
abordagens anteriores, como a Científica e Humanística.

IV. A abordagem Contingencial surge com a preocupação de construir modelos abertos


que interagem dinamicamente com o ambiente e cujos subsistemas denotam uma
complexa interação interna e externa.

V. A Adhocracia é um sistema temporário, variável, fluído e adaptativo organizado em


torno de problemas diversos a serem resolvidos por equipes de pessoas relativamente
estranhas entre si e dotadas de habilidade profissionais diversas.

Está correto o que consta APENAS em

11
a) II, III e IV.
b) II e V.
c) I e IV.
d) I, III e V.
e) II, III e V.

Questão 29: FCC - Eng (COPERGÁS)/COPERGÁS/Civil/2016


Assunto: Accountability e Transparência
Atenção: A questão refere-se ao conteúdo de Ética e Responsabilidade na Gestão Pública.

O conceito de Accountability pode ser entendido como a obrigação de responder por uma
responsabilidade outorgada e, em termos políticos, aumentar a responsabilização dos
governantes, que devem prestar contas pelo exercício do poder e pelo manejo dos recursos
públicos. Uma das classificações correntes, apresenta a Accountability como

I. vertical, consistente no sistema de freios e contrapesos estabelecido na Constituição.

II. horizontal, correspondente ao controle por meio do voto, plebiscito e referendo.

III. social, ligado a diversas entidades como ONGs, associações e mídia, que denunciam
desvios e cobram responsabilização

Está correto o que se afirma APENAS em


a) III.
b) I e II.
c) II e III.
d) I e III.
e) I.

Questão 30: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Accountability e Transparência
Temas que vêm ganhando grande relevância no debate relativo ao aprimoramento da
atuação da Administração pública e, notadamente, das empresas estatais, são os conceitos
de governança e accountability que, entre outros aspectos, contemplam, respectivamente,
a) legitimidade dos administradores e controle de gastos.
b) visão de futuro e geração de valor.
c) representatividade dos cidadãos e responsabilidade fiscal.
d) diretrizes claras e sustentabilidade.
e) transparência e responsabilização dos administradores.

Questão 31: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Contador/2016


Assunto: Accountability e Transparência
Entre as diversas dimensões envolvidas na aplicação do conceito de Accountability na
Administração pública, estão presentes:

12
a) Informação, justificação dos atos praticados e responsabilização por desvios.
b) Meritocracia, ética no desempenho das funções e economicidade.
c) Equidade, responsabilidade social e legitimidade.
d) Legalidade, legitimidade e moralidade.
e) Responsabilidade fiscal, eficiência e redução de custos.

Questão 32: FCC - Tec Op (COPERGÁS)/COPERGÁS/Mecãnico/2016


Assunto: Accountability e Transparência
Atenção: A questão refere-se ao conteúdo de Ética e Responsabilidade na Gestão Pública.

A expressão Accountability, que passou a ser muito aplicada no âmbito da Administração


pública ao influxo da implementação do modelo gerencial diz respeito a
a) instrumentos de mensuração da vontade da sociedade.
b) mecanismos de obtenção da participação popular.
c) estratégias de redução de custos e melhoria do serviço público.
d) medidas de controle de gastos e responsabilidade fiscal.
e) prestação de contas e responsabilização dos agentes públicos.

Questão 33: FCC - Aux Adm (COPERGÁS)/COPERGÁS/2016


Assunto: Accountability e Transparência
Um dos aspectos inerentes ao conceito de Accountability, aplicável no âmbito da
Administração pública refere-se à
a) contabilidade.
b) finanças.
c) orçamento.
d) redução de custos.
e) responsabilização dos agentes públicos.

Questão 34: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Accountability e Transparência
Os modelos e as práticas de Governança Corporativa foram desenvolvidos para atender a
problemas específicos, em um contexto próprio, e diversas ressalvas devem ser
consideradas quanto a sua generalização, principalmente no setor público. No modelo de
Timmers, a criação de proteção para alcançar os objetivos públicos é a meta da
governança no setor governamental.

A accountability está inserida neste modelo no elemento:


a) Supervisão.
b) Administração.
c) Controle.
d) Prestação de contas.

13
e) Corregedoria.

Questão 35: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Governo Eletrônico
O modelo de referência para estudo e análise de “governo eletrônico” considera que o
relacionamento entre os atores e as etapas do processo reflete o grau de intervenção deles
em seus diversos momentos de construção. Neste modelo, os principais atores são: “alta
cúpula do governo”, “alta cúpula local” e “equipe técnica”. A “alta cúpula local” possui
forte intensidade de relação nas etapas de
a) concepção de projetos e avaliação e controle.
b) elaboração de políticas e avaliação e controle.
c) concepção de projetos e implantação de projetos.
d) implantação de projetos e operação de projetos.
e) elaboração de políticas e implantação de projetos.

Questão 36: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Administração burocrática
Constitui característica do modelo de Administração pública burocrática:
a) Inexistência de distinção entre a esfera pública e privada.
b) Controle a posteriori das ações públicas.
c) Competência técnica e meritocracia.
d) Ausência de padronização dos procedimentos, gerando casuísmos.
e) Falta de hierarquia e nepotismo.

Questão 37: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: A reforma burocrática no Brasil
Na evolução da Administração pública no Brasil, assim como em outros países, verificou-
se o abandono do paradigma burocrático e a implantação do modelo gerencial. São
diferenças que podem ser apontadas entre esses dois modelos:

I. No modelo burocrático o controle é a priori, enquanto no gerencial a ênfase é no


controle de resultados.

II. O modelo burocrático preconiza estrutura hierárquica rígida, enquanto o gerencial é


mais flexível, com redução de níveis e maior autonomia.

III. No modelo burocrático inexiste separação entre propriedade e a administração, sendo


que somente a partir do modelo gerencial é que foi introduzido o conceito de meritocracia.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I e III.
b) III.
c) II e III.
d) I e II.

14
e) II.

Questão 38: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: A reforma burocrática no Brasil
Um dos marcos significativos que pode ser apontado no processo de evolução histórica
da Administração pública no Brasil corresponde à criação do Departamento
Administrativo do Serviço Público – DASP, o qual
a) representou o modelo patrimonialista vigente à época, pautado pelo
clientelismo.
b) ficou responsável pela implantação do modelo gerencial.
c) teve como missão a modernização da Administração ao influxo do modelo
burocrático.
d) objetivou implantar o Plano Nacional de Desburocratização e a descentralização
administrativa.
e) decorreu da implantação do Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado,
representando sua dimensão institucional.

Questão 39: FCC - TJ TRT14/TRT 14/Administrativa/2016


Assunto: Administração gerencial (Nova Gestão Pública ou modelo pós-burocrático)
É considerado um mecanismo característico da administração gerencial:
a) Controle rígido de procedimentos.
b) Gestão hierárquica.
c) Normas e regulamentos.
d) Controle de legalidade.
e) Gestão por Competências.

Questão 40: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Administração gerencial (Nova Gestão Pública ou modelo pós-burocrático)
Constitui(em) característica(s) própria(s) e inovadora(s) do modelo gerencial de
Administração pública, que o diferencia(m) dos outros modelos precedentes:
a) combate ao patrimonialismo.
b) controle de resultados.
c) formalização dos procedimentos.
d) profissionalização do corpo técnico.
e) hierarquia e meritocracia.

Questão 41: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Administração gerencial (Nova Gestão Pública ou modelo pós-burocrático)
Sobre os modelos teóricos de Administração pública, considere:

I. A Administração pública gerencial promoveu a revisão das atribuições estatais e prezou


pela eficiência do setor público, cujas principais mudanças ocorreram nos elementos

15
centrais do modelo burocrático de impessoalidade, de meritocracia e da fidelidade às
prescrições de cargos e regulamentos.

II. O modelo Burocrático emergiu, dentre alguns pressupostos sociais e econômicos, a


partir do desenvolvimento da economia monetária, que possibilitou o provimento
financeiro aos funcionários, desencorajando a busca por outras formas de remuneração
derivadas do cargo.

III. Na dominação tradicional weberiana, a reverência ao soberano garante a legitimidade


das regras instituídas por ele, prevalecendo, entre os subjugados, a noção de que tal
autonomia não é limitada por forças concorrentes, o que possibilita o exercício pessoal e
arbitrário do poder, deste contexto emerge o modelo patrimonialista.

IV. O modelo Gerencial promoveu, além de melhorias estruturais, gerenciais e


orçamentais, uma maior participação popular.

V. Uma das principais limitações do modelo Burocrático é o fisiologismo.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) II, III e V.
b) I e III.
c) II e IV.
d) I, IV e V.
e) I, III e IV.

Questão 42: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: A reforma gerencial no Brasil
Sobre os objetivos e características do Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado,
implementado nos anos 1990, no âmbito federal, considere:

I. Publicização, que corresponde à assunção, pelo Estado, dos serviços próprios do


denominado Núcleo Estratégico.

II. Flexibilização, oferecendo aos gestores maior autonomia e estabelecendo o controle e


cobrança de resultados a posteriori.

III. Desestatização, que compreende a privatização, a terceirização e a


desregulamentação.

Está correto o que consta APENAS em


a) I.
b) I e II.
c) II.
d) II e III.
e) III.

16
Questão 43: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016
Assunto: A reforma gerencial no Brasil
Um marco importante no contexto evolutivo da Administração pública no Brasil foi o
Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado, levado a cabo a partir de meados dos
anos 1990 pelo então Ministro Bresser Pereira. O modelo de atuação do Estado,
preconizado pela referida reforma, contempla, entre suas premissas,
a) explorar de forma direta atividades econômicas, como indutor do crescimento
fiscal.
b) adotar o modelo desenvolvimentista, por intermédio da denominada
publicização.
c) atuar mais fortemente nas atividades de fomento, regulação e controle.
d) estabelecer parcerias com as entidades do terceiro setor, para a privatização de
setores como saúde e educação.
e) implantar o modelo gerencial, que preconiza maior centralização das atividades
pela União.

Questão 44: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: A reforma gerencial no Brasil
De acordo com o Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado, que buscou
consolidar o modelo gerencial na Administração pública brasileira, o denominado Núcleo
Estratégico inclui
a) as entidades da sociedade civil que atuam em regime de colaboração com o
Estado.
b) apenas os ocupantes dos cargos do primeiro escalão governamental.
c) as empresas públicas e sociedades de economia mista que prestam serviço
público.
d) a equipe técnica encarregada de implementar as privatizações.
e) os membros do Executivo encarregados do planejamento e formulação de
políticas públicas.

Questão 45: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento (diretrizes, princípios,
características, etapas, níveis)
A tabela a seguir apresenta as quatro hierarquias de Planejamento relacionadas aos
quatro níveis de Administração, de forma genérica:

Hierarquias
Níveis De
De orçamentos De objetivos De programas
estratégias
Administração Declaração de receitas Estratégias
ROI Portfólio
corporativa projetadas corporativas
Administração Crescimento e
Declaração de receita Programas de
de aumento Posições
de fluxo de fundos capital
negócio do lucro

17
Orçamento e planos Programas de
Administração Receitas e Estratégias
operacionais e capital
funcional custos funcionais
funcionais e operacional
Metas de vendas
Orçamentos e planos Programas de
Administração e redução -----------------
operacionais de capital e
operacional de despesas com ----
subunidades operacional
vendas

Há uma clara delimitação entre o “planejamento de ações” e o “controle de desempenho”.


As hierarquias que representam o controle de desempenho são de
a) objetivos e de estratégias.
b) orçamentos e de objetivos.
c) orçamentos e de estratégias.
d) objetivos e de programas.
e) orçamentos e de programas.

Questão 46: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Introdução ao Processo de Planejamento (diretrizes, princípios,
características, etapas, níveis)
Da “hierarquia dos objetivos” suscita os “desdobramentos dos objetivos”, que se iniciam
com uma visão ampla e genérica expressa pelos objetivos organizacionais. Na medida em
que se desce em seus desdobramentos, a focalização torna-se mais restrita e detalhada.
Considera-se o nível de maior detalhamento destes desdobramentos:
a) Procedimentos.
b) Diretrizes.
c) Metas.
d) Normas.
e) Métodos.

Questão 47: FCC - TNS (ARSETE)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Planejamento Estratégico
As organizações públicas, a exemplo das privadas, tem recorrido cada vez mais a
metodologias de planejamento estratégico para estabelecer objetivos e definir a maneira
adequada para alcançá-los. Constitui uma etapa fundamental de tal processo
a) a análise externa, que identifica as forças e fraquezas da instituição, bem como
as ameaças e desafios de acordo com os cenários apresentados.
b) a análise interna, na qual o benchmarking pode ser usado como ferramenta de
avaliação dos pontos fortes e fracos da organização.
c) o diagnóstico institucional, restrito aos fatores controláveis, internos, tais como
o estoque de conhecimento disponível.
d) a definição de objetivos e metas, sendo os primeiros de curto prazo e estas de
longo prazo.

18
e) a identificação da visão da organização, correspondente aos princípios, crenças,
normas e padrões da organização.

Questão 48: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Planejamento Estratégico
O planejamento estratégico é uma metodologia de planejamento gerencial de longo prazo,
cuja principal funcionalidade é estabelecer a direção a ser seguida pela organização. Uma
das etapas relevantes da sua implementação é a definição de ques tões, objetivos e
estratégias, sendo que

I. a definição dos objetivos organizacionais antecede a das questões estratégicas.

II. as metas representam as partições dos objetivos a serem alcançadas no curto prazo.

III. a estratégia corresponde ao caminho mais adequado a ser percorrido para alcançar os
objetivos.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I e II.
b) III.
c) I e III.
d) II e III.
e) II.

Questão 49: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto: Planejamento Estratégico
O planejamento estratégico consiste em uma metodologia de planejamento gerencial de
longo prazo, desenvolvida a partir dos anos 1960, que tem como principal funcionalidade
estabelecer a direção a ser seguida pela organização, proporcionando uma melhor relação
com o ambiente externo no qual se encontra inserida. Uma das etapas relevantes dessa
metodologia corresponde
a) ao diagnóstico institucional, que diz respeito exclusivamente aos aspectos
internos da organização.
b) à definição da visão da organização, que deve expressar com clareza a razão da
sua existência.
c) à identificação da missão a ser perseguida, que corresponde ao consenso dos
membros da organização sobre o futuro almejado.
d) à utilização de cenários para direcionar os planos da organização,
correspondendo a projeções de ambientes futuros.
e) à criação de valores, a partir da análise das forças e fraquezas existentes na
organização.

Questão 50: FCC - Tec (PGE MT)/PGE MT/Técnico Administrativo/2016


Assunto: Planejamento Estratégico

19
O quadro a seguir apresenta as fases elementares para elaboração e implementação do
planejamento estratégico:

Coluna Coluna
Fases elementares Fases em detalhes
A B
Estabelecer propósitos e debater
1 Diagnóstico estratégico W
cenários
2 Missão da empresa X Estabelecer objetivos e metas
Instrumentos prescritivos e
3 Y Identificar visão e valores
quantitativos
Desenvolver indicadores e adicionar
4 Controle e avaliação Z
informações

A correta correlação entre as colunas A e B está descrita em


a) 1-Z; 2-X; 3-W; 4-Y.
b) 1-Z; 2-W; 3-X; 4-Y.
c) 1-Y; 2-X; 3-W; 4-Z.
d) 1-W; 2-Z; 3-Y; 4-X.
e) 1-Y; 2-W; 3-X; 4-Z.

Questão 51: FCC - Ag FRT (ARTESP)/ARTESP/Técnico em Contabilidade -


Administração/2017
Assunto: Planejamento Estratégico
Considere os determinantes de sucesso do processo abaixo:

I. O planejamento estratégico depende de uma liderança centralizada, levando as pessoas


a se envolverem na estratégia da organização e não no processo.

II. O ambiente externo deve ser considerado como um dos fatores importantes no jogo
estratégico. Por outro lado, a organização não precisa responder às forças do ambiente de
tarefa.

III. O planejamento estratégico é um processo emergente e incremental de aprendizado.


As organizações precisam se transformar em sistemas de aprendizagem organizacional.

IV. Deve haver uma liderança do principal gestor da organização no processo de


elaboração das estratégias.

Está correto o que consta APENAS em


a) II e IV.
b) I e III.
c) III e IV.
d) I e II.
e) II e III.

20
Questão 52: FCC - AJ TRT23/TRT 23/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016
Assunto: Intenção estratégica ou desenvolvimento institucional
Considere que no curso do processo de elaboração de seu planejamento estratégico,
determinada organização tenha definido a forma como pretende ser reconhecida por seus
clientes, colaboradores e pela própria sociedade. Tal definição corresponde
a) ao diagnóstico institucional da organização.
b) à Missão da organização.
c) aos valores perseguidos pela organização.
d) aos cenários para o futuro da organização.
e) à Visão da organização.

Questão 53: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: Intenção estratégica ou desenvolvimento institucional
Suponha que determinada entidade integrante da Administração pública indireta pretenda
implementar planejamento estratégico, utilizando, como metodologia, o
Balanced Scorecard − BSC. Nas etapas iniciais da implementação, afigura- se necessário
identificar a própria razão de ser da entidade, como forma de orientar e delimitar a atuação
organizacional no longo prazo, o que significa a identificação de
a) cenários.
b) missão.
c) valores.
d) visão de futuro.
e) benchmarking.

Questão 54: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Intenção estratégica ou desenvolvimento institucional
A visão de uma organização estabelece
a) o propósito orientador para as atividades da empresa e para aglutinar os esforços
de seus membros, clarificando e comunicando sua estratégia comercial.
b) uma crença básica sobre o que se pode ou não fazer, sobre o que é ou não
importante para a organização como as pessoas e os clientes, e aquilo que seus
dirigentes acreditam.
c) os objetivos essenciais do negócio e está geralmente focalizada fora da empresa,
ou seja, no atendimento a demandas da sociedade, do mercado ou do cliente.
d) uma identidade comum quanto aos propósitos da organização para o futuro, a
fim de orientar o comportamento dos seus membros quanto ao destino que a
organização deseja construir e realizar.
e) a filosofia da organização, que é geralmente formulada por seus fundadores ou
criadores por meio de sua comunicação, comportamentos e ações que balizam suas
respostas às necessidades do ambiente interno.

Questão 55: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Intenção estratégica ou desenvolvimento institucional

21
Considere que determinada entidade, no curso do diagnóstico organizacional levado a
efeito para fins de implementação de seu planejamento estratégico, situe-se na etapa de
identificação da sua missão. De acordo com os conceitos aplicáveis, tal identificação
corresponde
a) às metas de longo prazo a serem atingidas e que devem estar refletidas nos
indicadores.
b) ao consenso dos membros da organização sobre os valores a serem perseguidos.
c) à razão de ser da entidade, seu propósito fundamental e único.
d) ao papel social da entidade, que se sobrepõe aos aspectos corporativos.
e) ao futuro almejado e que deve direcionar o planejamento estratégico.

Questão 56: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Intenção estratégica ou desenvolvimento institucional
Uma instituição financeira do governo divulgou a seguinte afirmação: Nossa organização
tem por objetivo financiar o desenvolvimento urbano, investir recursos na infraestrutura
das cidades e contribuir para o crescimento da nação brasileira. A frase refere-se à
a) visão de projeto, como pretende operar.
b) visão de futuro, como pretende alcançar resultados.
c) missão organizacional, como pretende realizar seus propósitos.
d) visão do negócio, como pretende ajudar as prefeituras.
e) visão humanista, como pretende apoiar o desenvolvimento social.

Questão 57: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de


Empresas/2016
Assunto: Diagnóstico de ambiente organizacional - Matriz SWOT
Suponha que determinada organização esteja iniciando um processo articulado de
definição de objetivos e escolha de meios para atingi-los, nos moldes tradicionais de
planejamento estratégico. Nesse diapasão, com base nas metodologias disponíveis e nos
conceitos consolidados na literatura especializada, uma etapa a ser percorrida consiste em
a) definir a visão, que expressa a própria razão de ser da organização, ou seja, sua
essência.
b) estabelecer a missão da organização, o que corresponde ao consenso sobre os
objetivos a serem atingidos.
c) criar cenários a serem perseguidos pela organização, representados por
indicadores e metas.
d) realizar uma análise do ambiente externo da organização, identificando ameaças
e oportunidades.
e) efetuar o diagnóstico institucional, que é restrito à identificação dos pontos
fortes e fracos da organização.

Questão 58: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Diagnóstico de ambiente organizacional - Matriz SWOT
Considere que determinada entidade integrante da Administração Indireta pretenda
implementar planejamento estratégico, utilizando, como metodologia, o Balanced

22
Scorecard – BSC. Em sua etapa inicial, de diagnóstico institucional, foi utilizada a matriz
SWOT, com o objetivo de identificar, na análise dos aspectos externos da organização,
a) ameaças e oportunidades.
b) cenários otimistas e pessimistas.
c) desafios e competências requeridas.
d) fatores exógenos e endógenos.
e) variáveis críticas e neutras.

Questão 59: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Diagnóstico de ambiente organizacional - Matriz SWOT
O planejamento estratégico de uma organização pressupõe, como uma das etapas de
grande relevância, o denominado diagnóstico institucional, oportunidade em que, entre
outros aspectos, identificam-se os pontos fortes e fracos da organização, o que
corresponde
a) à análise interna, restrita e controlável.
b) à análise externa, que aponta as ameaças e oportunidades.
c) à visão da organização.
d) à missão da organização.
e) aos cenários, classificados em otimista ou pessimista.

Questão 60: FCC - Ag (ALMS)/ALMS/Polícia Legislativa/2016


Assunto: Diagnóstico de ambiente organizacional - Matriz SWOT
Para a análise de risco em um ambiente de trabalho, a ferramenta SWOT, muito utilizada
para investigação, diagnóstico e intervenção de riscos e ameaças existentes, é aplicada há
mais de 15 anos nas instituições ou corporações. É uma ferramenta muito útil e versátil,
podendo ser adaptada para os mais diversos tipos organizacionais. Logo, a análise SWOT
agrupa nos fatores
a) internos, os elementos-chave oportunidades e ameaças, e, nos fatores externos,
os elementos-chave forças e fraquezas.
b) externos, os elementos-chave forças e fraquezas, e, nos fatores internos, os
elementos-chave oportunidades e gestão.
c) internos, os elementos-chave forças e fraquezas, e, nos fatores externos, os
elementos-chave oportunidades e ameaças.
d) internos, os elementos-chave forças e gestão, e, nos fatores externos, os
elementos-chave oportunidades e gestão.
e) externos e internos, os elementos-chave forças, fraquezas e ameaças.

Questão 61: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Diagnóstico de ambiente organizacional - Matriz SWOT
O diagnóstico estratégico pode ser considerado a primeira etapa do Planejamento
Estratégico da organização, sendo a análise SWOT uma das ferramentas mais utilizadas.
De acordo com a SWOT, NÃO é considerada variável analítica controlável pela
organização:

23
a) Recursos humanos.
b) Comercialização.
c) Imagem institucional.
d) Densidade demográfica.
e) Novos produtos e serviços.

Questão 62: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Diagnóstico de ambiente organizacional - Matriz SWOT
O diagnóstico institucional corresponde a uma etapa relevante para a implementação do
planejamento estratégico de uma organização. Nessa etapa, é efetuada a análise dos
ambientes interno e externo, que contempla, entre outros aspectos,
a) a lacuna entre as competências existentes na organização e aquelas requeridas
para o desempenho de suas atividades.
b) os pontos fortes e fracos da organização, bem como as ameaças e oportunidades
com as quais vai se defrontar.
c) a definição dos objetivos estratégicos da organização, com o estabelecimento de
indicadores e metas.
d) a avaliação dos empregados e a definição de planos de ação para atingir as
melhorias necessárias.
e) o mapeamento dos principais processos existentes na organização e a
identificação dos projetos prioritários.

Questão 63: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Estratégia e vantagem competitiva
A Matriz BCG é uma análise gráfica desenvolvida por Bruce Henderson para a empresa
de consultoria empresarial americana Boston Consulting Group em 1970. Esta matriz é
uma das formas mais usuais de representação do posicionamento de produtos ou unidades
estratégicas de negócio da empresa em relação a variáveis externas e internas. Os
produtos devem ser posicionados na matriz e classificados de acordo com cada quadrante.
De acordo com referida classificação, um produto enquadrado como “vaca leiteira” assim
o é porque
a) tem a pior característica quanto a fluxo de caixa, pois exige altos investimentos
e apresenta baixo retorno sobre ativos e tem baixa participação de mercado.
b) a baixa participação de mercado gera poucos lucros, mas estes estão associados
a um baixo investimento devido ao crescimento do mercado praticamente nulo.
c) exige grandes investimentos e é referência no mercado, gerando receitas e
desfrutando de taxas de crescimento potencialmente elevadas. Fica frequentemente em
equilíbrio quanto ao fluxo de caixa.
d) os lucros e a geração de caixa são altos e, como o crescimento do mercado é
baixo, não são necessários grandes investimentos.
e) é considerado um produto fora do mercado, sem perspectiva de geração de
caixa e “sugando” portanto a capacidade de investimento da empresa.

24
Questão 64: FCC - TNS (SEMAM)/Pref Teresina/Analista Ambiental/Engenharia
Ambiental/2016
Assunto: Estratégia e vantagem competitiva
O modelo de cadeia de valor de Michael Porter (1998) tem um enfoque sistêmico e
apresenta uma cadeia de atividades comum a todos os negócios, onde os inputs e outputs
passam por mudanças em função das relações entre fornecedores e consumidores. Neste
sentido o sistema compreende atividades primárias e de suporte. Para o autor, são
consideradas atividades primárias:
a) infraestrutura, gestão de recursos humanos, desenvolvimento tecnológico,
aquisição/compra.
b) logística de entrada, operações, logística de saída, marketing e vendas, serviços.
c) infraestrutura, logística de entrada, gestão de recursos humanos,
desenvolvimento tecnológico, logística de saída.
d) marketing e vendas, serviços; gestão de recursos humanos, desenvolvimento,
aquisição/compra.
e) logística de entrada, marketing, infraestrutura, logística de saída.

Questão 65: FCC - TNS (SEMAM)/Pref Teresina/Analista Ambiental/Engenharia


Ambiental/2016
Assunto: Estratégia e vantagem competitiva
O Modelo das 5 Forças de Porter, concebido no fim da década de 1970, visa analisar a
competição entre empresas, de modo que estas venham a desenvolver uma estratégia
empresarial de eficiência, e está dividido em:
a) rivalidade entre concorrentes, liderança no custo total, estratégia de
diferenciação, enfoque, taxa competitiva básica.
b) posicionamento organizacional, taxa competitiva básica, estratégia de análise
empresarial, planejamento estratégico, liderança no custo total.
c) rivalidade entre concorrentes, ameaças de novos entrantes, poder de barganha
dos clientes, poder de barganha dos fornecedores, ameaça de produtos substitutos.
d) estratégias competitivas genéricas, viabilização de novos investimentos,
liderança no custo total, estratégia de diferenciação, enfoque.
e) posicionamento organizacional, estratégias competitivas específicas,
viabilização de investimentos a fundo perdido, estratégia de igualdade, enfoque.

Questão 66: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Estratégia e vantagem competitiva
Considere as etapas de formulação e implementação de um alinhamento organizacional:

1. Preparação do terreno: exige uma amplitude de entradas para a formulação da estratégia


no sentido de evitar obstáculos em sua implementação.

2. Definir influências relevantes para a implementação: envolvendo cinco aspectos −


comprometimento dos recursos, políticas e programas das unidades, estrutura,
recompensas e pessoas.

3. Convencimento: envolvendo todos os níveis, dentro e fora da organização.

25
Essas etapas estão associadas ao Modelo de
a) Indicador Nacional da Maturidade da Gestão: Fundação Nacional da Qualidade.
b) Perfil de Adequação Organizacional.
c) Kaplan e Norton: Balanced Scorecard.
d) Hambrick e Cannella.
e) Labovitz e Rosansky.

Questão 67: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Estratégia e vantagem competitiva
A figura a seguir apresenta a “Matriz produto/mercado”.

O “desenvolvimento de novos mercados” e a “diversificação” são representados,


respectivamente, pelos números
a) I e IV.
b) I e III.
c) II e IV.
d) II e III.
e) IV e II.

Questão 68: FCC - AJ TRT14/TRT 14/Judiciária/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Indicadores de desempenho
Os indicadores são instrumentos metodológicos que permitem identificar e mensurar
aspectos relacionados a certo conceito, situação, fenômeno, problema ou mesmo
resultado de uma determinada intervenção na realidade social. Sobre os componentes
básicos de um indicador, é correto afirmar:
a) Medida é o valor de um indicador em determinado momento.
b) Fórmula é a grandeza qualitativa ou quantitativa que permite classificar as
características, os resultados e as consequências dos produtos, processos ou sistemas.
c) Índice é o padrão matemático que expressa a forma de realização do cálculo.
d) Padrão de comparação é o padrão matemático que expressa a forma de
realização do cálculo.
26
e) Meta é um número orientado por um indicador em relação a um padrão de
comparação a ser alcançado durante certo período.

Questão 69: FCC - Ag FRT (ARTESP)/ARTESP/Técnico em Contabilidade -


Administração/2017
Assunto: Indicadores de desempenho
Os objetivos e indicadores da perspectiva do cliente, a serem atendidos por processos
excelentes de gestão operacional, podem ser extraídos do seguinte quadro:

Coluna Objetivos Coluna Indicadores


− Número e porcentagem de queixas dos
Reduzir os custos dos clientes
1 W
clientes − Número de consertos sob garantia e em
visitas de campo
Entregar aos clientes
− Prazo de entrega para a cliente
2 serviços com zero X
− Porcentagem de pedidos perfeitos
defeitos
− Preço, em comparação com o dos
concorrentes
3 Entregas pontuais Y
− Rentabilidade dos clientes com os produtos e
serviços da empresa
− Índice de ofertas de serviços que meça a
Oferta de portfólio porcentagem de atendimento das necessidades
4 Z
excelente dos clientes
− Porcentagem de faltas nos estoques

A correlação correta entre as colunas é:


a) 1Y; 2W; 3X; 4Z.
b) 1Z; 2W; 3X; 4Y.
c) 1Y; 2X; 3W; 4Z.
d) 1W; 2Z; 3Y; 4X.
e) 1Z; 2X; 3W; 4Y.

Questão 70: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Indicadores de desempenho
O processo de implementação de indicadores de desempenho, para ser bem sucedido,
baseia-se em:

I. Criar processo de comunicação altamente eficaz.

II. Fixar metas para cada produto.

III. Criar uma grande quantidade de indicadores.

IV. Traduzir a estratégia de forma clara e objetiva.

V. Criar indicadores complementares que não conflitem entre suas prioridades.

27
Está correto o que se afirma APENAS em
a) II, III e IV.
b) I, IV e V.
c) II, IV e V.
d) I, III e IV.
e) I, II e III.

Questão 71: FCC - AJ TRT23/TRT 23/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
O Balanced Score Card − BSC pode ser utilizado como modelo de gestão estratégica,
assim como mecanismo para implementação da estratégia da entidade, bem assim como
sistema de avaliação de desempenho organizacional. Nesse contexto, o BSC prioriza o
equilíbrio organizacional, a partir de diferentes perspectivas, a saber:
a) econômica; social; corporativa e individual.
b) organizacional; conjuntural; circunstancial e prospectiva.
c) financeira; do cliente; dos processos internos; do aprendizado e crescimento.
d) otimista; moderada; cautelosa e pessimista.
e) individual; corporativa; coletiva e externa.

Questão 72: FCC - TJ TRT14/TRT 14/Administrativa/2016


Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
O Balanced Scorecard é um instrumento de apoio à gestão estratégica, que visa fornecer
uma visão de conjunto dos fatores críticos de sucesso para as organizações e enfatiza as
seguintes dimensões ou perspectivas, EXCETO:
a) Financeira.
b) Processos internos.
c) Aprendizagem organizacional.
d) Política.
e) Mercadológica (do cliente).

Questão 73: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
O Balanced Scorecard − BSC corresponde a um modelo de gestão estratégica que alinha
missão, visão e estratégia da organização a um conjunto de indicadores
a) classificados como forças, fraquezas, ameaças e desafios.
b) divididos entre individuais e corporativos.
c) que levam em conta, entre outras, a perspectiva dos clientes.
d) entre os quais predominam os de natureza procedimental.
e) dos quais se excluem os de natureza estritamente financeira.

28
Questão 74: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Informática/2016
Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
Considere o mapa estratégico gerado como resultado parcial da implantação do BSC −
Balanced ScoreCard em uma empresa do setor elétrico:

As 4 dimensões denominadas Bases do Desenvolvimento, Processos e Atividades,


Mercado e Resultados, correspondem, correta e respectivamente, às 4 dimensões básicas
do BSC:
a) Objetivos estratégicos; Indicadores; Meta; Planos de Ações.
b) Aprendizado e crescimento; Processos internos; Clientes; Finanças.
c) Processos internos; Crescimento; Mercado; Orçamento.
d) Planos de Ações; Metas; Indicador; Objetivos estratégicos.
e) Processos internos; Aprendizado e crescimento; Clientes; Finanças.

Questão 75: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de


Empresas/2016
Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
O Balanced Scorecard − BSC é um conhecido modelo de gestão estratégica e avaliação
de desempenho organizacional que apresenta, entre suas características,
a) priorização de indicadores financeiros, que contemplam pontuação superior aos
organizacionais.
b) equilíbrio entre diversas perspectivas, incluindo a dos processos internos.
c) negativa do conceito de top-down, propondo que se parta do particular para o
geral.
d) instituição do mapa estratégico, que contempla medidas quantitativas para cada
indicador.

29
e) fixação exclusivamente de metas de curto prazo, em contraposição a outros
modelos gerenciais.

Questão 76: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
Suponha que determinada sociedade de economia mista controlada pelo Estado de Mato
Grosso do Sul pretenda utilizar, como ferramenta em seu processo de planejamento
estratégico e avaliação de desempenho, o Balanced Scorecard. Além da financeira, a
referida metodologia considera também, de forma equilibrada, as seguintes perspectivas:
a) clientes, processos internos e aprendizado.
b) missão, visão e valores.
c) desafios e oportunidades.
d) análise interna e análise externa.
e) forças, fraquezas e cenários.

Questão 77: FCC - Ana Tec (PRODATER)/Pref Teresina/Analista de Negócios/2016


Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
O Balanced Scorecard compreende 4 perspectivas que visam, cada uma delas, responder
uma questão básica. A questão básica a ser respondida pela perspectiva
a) dos Clientes é como se pode melhorar e agregar valor à empresa.
b) de Negócios é que resultados devem ser apresentados aos stakeholders.
c) dos Clientes é como eles veem a empresa.
d) Financeira é como se pode melhorar e agregar valor à empresa.
e) de Aprendizado e Crescimento é como os clientes veem a empresa.

Questão 78: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico em Informática/2016


Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
Ao estudar a aplicabilidade do Balanced Scorecard − BSC na Prefeitura de Teresina, um
Técnico de Informática percebeu que estudos realizados por seus autores revelaram três
categorias principais para uma das perspectivas, sendo duas delas:

− Capacitação nos sistemas de informação;

− Motivação, empowerment e alinhamento.

A perspectiva que trata essas duas categorias é a


a) Financeira.
b) Processos Internos.
c) Aprendizado e Crescimento.
d) Administração e Gestão.
e) Clientes.

Questão 79: FCC - TNS (SEMPLAN)/Pref Teresina/Analista em Gestão Pública/2016

30
Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
Considere que a Prefeitura de Picos − PI deseja implantar uma ferramenta de gestão da
qualidade, na Administração Municipal. Deseja um modelo que seja capaz de monitorar
seu desempenho administrativo, dentro do escopo mais amplo do planejamento
estratégico. Quer que esse sistema de medição de desempenho vá além das medidas
contábeis e financeiras tradicionais, contemplando, também, as perspectivas do público,
dos processos internos, do aprendizado e do crescimento, relacionando-as através de uma
relação de causa e efeito.

A ferramenta que melhor contempla as necessidades da Prefeitura de Picos, nessa situação


hipotética, é
a) as Cartas de Controle.
b) o Modelo da Espinha de Peixe.
c) o Balanced Scorecard.
d) o Diagrama de Pareto.
e) o Fluxograma.

Questão 80: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
O Balanced Scorecard tem sido utilizado por diversas organizações públicas como um
sistema de gestão estratégica de longoprazo. Esta ferramenta evidencia que as medidas
financeiras e não financeiras devem fazer parte do sistema de informações para
funcionários de todos os níveis da organização, tendo o elo final do seu processo na
a) indicação dos objetivos e das medidas para os processos internos.
b) formulação dos indicadores de valor econômico adicionado ao acionista.
c) determinação de metas financeiras.
d) perspectiva de aprendizado e crescimento.
e) definição das metas relacionadas às perspectivas dos clientes.

Questão 81: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
Objetivando uma significativa mudança em sua forma de atuação tradicional,
determinada organização pública decidiu instituir um modelo de gestão estratégica
utilizando, como suporte metodológico, o Balanced Scorecard – BSC. Logo na primeira
etapa de aplicação, referida organização foi instada a identificar, olhando para o futuro,
como pretende ser reconhecida por colaboradores, clientes, fornecedores e pela própria
sociedade. De acordo com a visão do BSC, esse aspecto da organização a ser identificado
corresponde
a) à missão.
b) a valores.
c) à visão.
d) ao mapa estratégico.
e) à análise externa.

31
Questão 82: FCC - TJ TRE SP/TRE SP/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017
Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
Atenção: Para responder à questão, considere a Resolução nº 367/2016 que estabelece o
Plano Estratégico do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo.

Para a elaboração do Plano Estratégico do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo,


utilizou-se a metodologia BSC – Balanced Scorecard – que aloca os diversos objetivos
estratégicos (macrodesafios) em perspectivas de análise. Nesse caso, as perspectivas são
a) Processos Internos, Sociedade e Eleitorado.
b) Receitas, Processos Externos e Cidadania.
c) Recursos, Processos Externos e Governança.
d) Receitas, Processos Internos e Governança.
e) Recursos, Processos Internos e Sociedade.

Questão 83: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Apoio Especializado/Tecnologia da


Informação/2017
Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
O Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região desenvolveu o mapa estratégico do PETI
2015-2020 mostrado na figura abaixo.

(Disponível em: http://portal.trt24.jus.br/web/ggti/mapa-estrategico1)

No mapa estratégico, de acordo com os fundamentos do Balanced Scorecard − BSC,


a) a divisão indicada por II corresponde à perspectiva de Aprendizado e
Crescimento.

32
b) na perspectiva correspondente aos Processos Internos, “Divulgar as atividades
de TIC” e “Apoiar a efetividade da prestação jurisdicional” são os objetivos
estratégicos.
c) não estão contempladas todas as perspectivas, embora os indicadores
estratégicos devam estar diretamente associados aos objetivos estratégicos apresentados
no mapa, representando uma relação de causa e efeito.
d) a divisão indicada por I corresponde à perspectiva de Processos Internos.
e) o objetivo estratégico “Garantir a infraestrutura de TIC”, está relacionado à
perspectiva Financeira.

Questão 84: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Balanced Scorecard (BSC)
Uma empresa, em seu processo de criação da estratégia de atuação, usou como
metodologia de implementação o proposto pelo Balanced Score Card − BSC. Segundo
essa perspectiva, ao criar os indicadores de desempenho organizacional, é imprescindível
considerar
a) mais os aspectos financeiros, pois são os mais importantes, objetivos e
significativos.
b) aspectos voltados à excelência e qualidade, pois são suficientes para alcançar a
estratégia.
c) que os aspectos não financeiros são insignificantes para avaliar o desempenho.
d) os aspectos financeiros e não financeiros para compor os indicadores.
e) os aspectos operacionais por sua própria criticidade.

Questão 85: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Planejamento Tático
NÃO se refere ao planejamento tático:
a) Planejamento de Novos Processos.
b) Planejamento de Pesquisa e Desenvolvimento.
c) Planejamento e Desenvolvimento de Produto/Mercado.
d) Planejamento e Desenvolvimento de Recursos.
e) Planejamento da Operações.

Questão 86: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Planejamento Operacional
As empresas se utilizam de planos financeiros para direcionar sua gestão com vistas a
atingir seus objetivos imediatos, montando o seu planejamento operacional baseado em
a) benefícios fiscais decorrentes dos investimentos em futuras expansões.
b) alocação de recursos em instrumentos financeiros vinculados a derivativos.
c) controle do fluxo de caixa.
d) controle dos saldos de estoque.
e) adequação às necessidades de mão de obra direta.

33
Questão 87: FCC - TNS (SEMPLAN)/Pref Teresina/Analista de Orçamento e Finanças
Públicas/2016
Assunto: Planejamento e Estratégia no Setor Público
A respeito do Planejamento Estratégico Situacional − PES,
a) constitui uma atividade que se encerra em determinado momento, a partir do
qual se inicia sua implementação.
b) aplicado à gestão pública, o PES considera que a arte de governar está associada
ao princípio da governança, mas não da governabilidade.
c) o modelo adota o conceito de “etapas”, em substituição ao conceito de
“momento”.
d) considera que o planejamento deve incluir uma avaliação do poder dos diversos
atores sociais que interagem simultaneamente.
e) essa abordagem tem como máxima a ideia de que “o plano sempre se completa
antes da ação”.

Questão 88: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Considere que determinada organização tenha optado por agrupar suas atividades
concentrando em um mesmo órgão aquelas da mesma natureza ou especialidade,
contemplando, por exemplo, departamento de contabilidade, de vendas e de pessoal. O
critério de departamentalização adotado pela referida organização é:
a) o funcional.
b) por produtos.
c) por clientela.
d) o estrutural.
e) o finalístico.

Questão 89: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de


Empresas/2016
Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Considere que determinada organização esteja estruturada em dois tipos de órgãos: os
órgãos principais de trabalho, com vida limitada à duração do projeto; e os órgãos de
apoio funcional, de natureza permanente, que apoiam os projetos e os orientam em
assuntos especializados, atuando principalmente em termos normativos e na qualidade de
prestadores de serviços.

Referida estrutura organizacional é do tipo


a) matricial.
b) divisional.
c) funcional.
d) gerencial.
e) comissional.

34
Questão 90: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de
Empresas/2016
Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
No que diz respeito aos conceitos de centralização e descentralização no âmbito das
organizações, com suas correspondentes implicações, vantagens e desvantagens,
considere:

I. Delegação não é o mesmo que descentralização, sendo, na verdade, um instrumento


para a efetivação desta última.

II. Uma das formas mais eficazes de efetuar a descentralização é por meio de comitês,
que são os órgãos de execução das atividades delegadas.

III. Quando há centralização, a maioria das decisões relativas ao trabalho a ser executado
não é tomada por aqueles que o executam.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I e III.
b) III.
c) II e III.
d) I.
e) II.

Questão 91: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Os critérios de departamentalização correspondem à forma como as atividades são
logicamente agrupadas em órgãos de uma empresa. Entre os critérios de
departamentalização comumente utilizados, considere:

I. por produto, quando grupam-se em um mesmo órgão todas as atividades diretamente


relacionadas a determinado produto ou serviço, independentemente da sua natureza ou
especialidade.

II. por área geográfica, quando grupam-se em um mesmo órgão todas as atividades
exercidas em determinada região.

III. funcional, quando o grupamento de atividades é feito com o objetivo de atender a


determinado grupo de pessoas, clientes internos e externos.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I e III.
b) II e III.
c) I e II.
d) III.

35
e) II.

Questão 92: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
A literatura sobre as Teorias da Administração destaca, ao abordar a evolução histórica
do pensamento científico sobre as organizações, o conceito de centros de resultados, no
qual lucro ou prejuízo são apurados para cada unidade, que pode ser organizada por
produto, por área geográfica ou clientela. Tais conceitos descrevem a
a) Teoria da Contingência, desenvolvida por Joan Woodward.
b) Abordagem Sistêmica, idealizada pelo biólogo Ludwig von Bertalanffy.
c) Escola Clássica, sustentada por Henri Fayol.
d) Abordagem Comportamental, inspirada nos estudos de Mary Parker Follet.
e) Estrutura Divisional, descrita por Alfred P. Sloan.

Questão 93: FCC - Ag (ALMS)/ALMS/Apoio Legislativo/2016


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Edgar Schein define organização como a coordenação racional das atividades de certo
número de pessoas, que desejam alcançar um objetivo comum e explícito, mediante a
divisão das funções e do trabalho e por meio da hierarquização da autoridade e da
responsabilidade. (apud Francisco Lacombe. In: Teoria Geral da Administração,
Saraiva, p. 21). A literatura aponta diferentes modelos de estrutura organizacional, entre
as quais a denominada Estrutura Matricial, que tem, entre suas características,
a) existência de órgãos com duração limitada a determinado projeto.
b) criação de órgãos de forma aderente à matriz de riscos do negócio.
c) um órgão central ao qual se vinculam os órgãos setoriais.
d) departamentalização por matriz de especialidades.
e) existência de órgãos de primeiro nível, encarregados de produção e
comercialização.

Questão 94: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
A literatura especializada descreve alguns modelos de estruturas organizacionais, dentre
as quais a
a) institucional, na qual o critério de departamentalização que prevalece decorre
dos conceitos clássicos de atividade-fim e áreas meio.
b) matricial, organizada por produto, área geográfica ou clientela, com apuração
do lucro ou prejuízo dentro do sistema contábil para o conjunto da empresa.
c) funcional, onde cada centro de resultado tem um prazo de duração limitado, e se
constitui em um projeto.

36
d) compreensiva, que engloba, em um único centro de custos, todas as atividades
inerentes à cadeia de produção de bens ou serviços.
e) divisional, caracterizada pela criação de unidades que operam com relativa
autonomia, inclusive no que diz respeito à apuração de lucros ou prejuízos,
denominadas centro de resultados.

Questão 95: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Considere que determinada empresa, de pequeno porte, que atue em uma área específica
de mercado – produzindo específico componente eletrônico para montadoras de
automóveis – pretenda diversificar a sua produção, passando a produzir outros
componentes eletrônicos, de interesse de indústrias que produzem eletrodomésticos.
Diante de tal perspectiva, referida empresa decidiu adequar sua estrutura a uma lógica de
atuação por projetos, com órgãos de existência limitada à duração de cada projeto,
mantendo outros, de natureza permanente, para apoio funcional. De acordo com os
modelos descritos pela literatura, o tipo de estrutura adequado para atingir tal escopo
consiste na denominada estrutura
a) Departamentalizada, onde são fixadas metas para cada unidade de produção.
b) Divisional, que permite especialização por produto.
c) Funcional, na qual os resultados são apurados de acordo com cada projeto.
d) Compartimentalizada, com relativa autonomia para cada departamento.
e) Matricial, na qual o projeto se constitui em centro de resultado.

Questão 96: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Existem diferentes formas de agrupar as atividades de uma organização em órgãos, o que
corresponde aos denominados critérios de departamentalização. O critério segundo o qual
todas as atividades relacionadas a uma determinada atividade, ou seja, de uma mesma
especialidade, são alocadas em um mesmo órgão é denominado
a) Organizacional.
b) por Produto.
c) Segmentado.
d) por Clientela.
e) Funcional.

Questão 97: FCC - AJ TRE SP/TRE SP/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
As organizações podem ser estruturadas de diferentes formas e cada tipo de estrutura se
mostra mais adequado para determinada finalidade. Uma dessas modalidades é a
denominada estrutura divisional, implantada inicialmente por Alfred Sloan na General
Motors. Outra, é conhecida como estrutura matricial, que passou a ser implementada a
partir do final do século XX. Uma das principais diferenças entre elas é que

37
a) ambas possuem unidades com autonomia, denominadas centros de resultados,
porém apenas a matricial possui órgãos com duração limitada, ligados a determinados
projetos.
b) a divisional é departamentalizada pelo critério funcional no primeiro nível,
enquanto a matricial é dividida por produto.
c) ambas são orientadas por projeto, sendo a divisional organizada de forma
verticalizada e a matricial em cadeias horizontais.
d) a matricial é mais estável, com órgãos divididos por áreas de especialização,
enquanto a divisional é mais flexível e pode ser ajustada de acordo com a produção.
e) a divisional apura lucro ou prejuízo por centros de resultados e a matricial
dentro do sistema contábil para o conjunto da empresa.

Questão 98: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
A estrutura organizacional do tipo “pirâmide achatada” permite adotar uma estratégia de
Recursos Humanos orientada para
a) carreiras com trajetórias bem delimitadas, com promoções horizontais.
b) responsabilidades individuais pela carreira.
c) informações reservadas à cúpula.
d) treinamentos dirigidos a tarefas específicas.
e) sistemas de recompensas apenas por desempenhos individuais.

Questão 99: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Sobre os princípios de Departamentalização de Urwick:

I. Especialização: quanto menos possível, cada membro de uma organização deve buscar
a multidisciplinariedade para atender à especificidade do departamento.

II. Responsabilidade: cada membro do departamento tem total responsabilidade pelos


seus atos, não cabendo ao superior a tarefa de defender seus subordinados perante todos.

III. Equilíbrio: as diversas unidades da organização precisam ser conservadas em


equilíbrio. Os gerentes devem preocupar-se mais com a melhoria das unidades fracas do
que com a obtenção de maior produtividade das que já são eficientes.

IV. Continuidade: o crescimento e o desenvolvimento da organização devem ser


constantemente reexaminados. Essa é uma tarefa a ser atribuída a um elemento que já
faça parte da organização.

Está correto o que consta APENAS em


a) I e III.
b) III e IV.

38
c) II e IV.
d) I e II.
e) II, III e IV.

Questão 100: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Sobre Estruturas Organizacionais, considere:

I. Quando o “alcance de gerência” for demasiado estreito, há uma tendência de se


desenvolver “estruturas organizacionais achatadas”.

II. A “estrutura funcional”, frequentemente denominada “estrutura divisional”, engloba,


em um departamento, todas as pessoas envolvidas em uma atividade ou em várias
atividades relacionadas.

III. O Projeto Organizacional de viés Neoclássico tem como uma de suas principais
premissas o desenvolvimento de uma cultura organizacional mais informal.

IV. O processo de produção em massa, no qual as linhas de montagem englobam um


grande número de trabalhadores que realizam tarefas semelhantes entre si, deve possuir
um número alto de supervisores de produção para garantir a eficiência do processo.

V. A Estrutura Matricial combina a forma eficiente de alocação de recursos da estrutura


funcional, com a qualidade e velocidade da tomada de decisão da estrutura divisional.

Está correto o que consta APENAS em


a) I e V.
b) I, II e III.
c) II e IV.
d) I, III e IV.
e) III e V.

Questão 101: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Entre os diversos tipos de estrutura organizacional apontados pela literatura, pode-se citar
a denominada estrutura divisional, que, entre outros aspectos,
a) apura lucros ou prejuízos para cada centro de resultado.
b) possui órgãos com duração vinculada a projetos.
c) é departamentalizada pelo critério funcional, sem autonomia para as unidades.
d) representa um avanço em relação à estrutura matricial, decorrente da
departamentalização por produtos.
e) possui órgãos principais, ligados a projetos, e secundários, de duração limitada.
39
Questão 102: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017
Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Considere que uma organização esteja configurada mediante a alocação de atividades da
mesma natureza, também ditas da mesma especialidade, em um mesmo órgão. Nesse
sentido, possui departamentos de contabilidade, de pessoal, de vendas, e assim por diante.
O modelo de departamentalização utilizado por essa organização corresponde ao:
a) funcional.
b) por produtos.
c) horizontal.
d) organicista.
e) descentralizado.

Questão 103: FCC - AJ TRE PR/TRE PR/Apoio Especializado/Biblioteconomia/2017


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Entre as vantagens da descentralização está
a) o atendimento mais eficiente às peculiaridades das situações locais.
b) a coordenação tornar-se mais fácil.
c) a maior uniformidade de diretrizes e normas.
d) o maior aproveitamento do trabalho dos especialistas.
e) a necessidade de menor número de administradores de alto nível.

Questão 104: FCC - AJ TRE PR/TRE PR/Apoio Especializado/Biblioteconomia/2017


Assunto: Introdução ao Processo de Organização (Desenho Organizacional,
Centralização, Descentralização)
Considere as estruturas apresentadas nos organogramas abaixo.

Está correto afirmar que na estrutura


a) III a organização é semelhante à dos antigos exércitos.
b) I está prevista uma instância de deliberação coletiva.
c) II prevalece o princípio da especialização de funções.
d) I o compartilhamento de decisões e responsabilidades é considerado prioritário.

40
e) II existem linhas diretas e únicas de autoridade entre o superior e os
subordinados.

Questão 105: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Organização, Sistemas e Métodos (OSM)
O Analista de Suporte à Regulação de Transporte quando demandado a identificar,
manipular, diagnosticar ou apresentar uma proposta de reformulação de indicadores tanto
do cenário institucional como dos cenários dos processos organizacionais, pode
considerar os seguintes aspectos:

Coluna Indicadores Coluna Aspectos


− Estrutura organizacional
1 Impactos Ambientais W − Serviços à comunidade
− Processos organizacionais
− Fatores tecnológicos
2 Políticas e Estratégias X − Lideranças políticas
− Valores sociais
− Filosofia e estilo administrativo
3 Ambiente Externo Y − Tamanho da organização
− Ciclo de vida da organização
− Capacidade dos empregados
4 Ambiente Interno Z − Eficiência das operações
− Cultura organizacional

A correlação correta entre as colunas é:


a) 1Y; 2W; 3X; 4Z.
b) 1Z; 2W; 3X; 4Y.
c) 1Y; 2X; 3W; 4Z.
d) 1W; 2Z; 3Y; 4X.
e) 1Z; 2X; 3W; 4Y.

Questão 106: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Arranjo físico ou layout (OSM)
O quadro a seguir demonstra os tipos básicos de leiaute de processos e suas vantagens:

Coluna Tipo de Leiaute Coluna Vantagem


I Funcional A Pode resultar e boa motivação a equipe
II Produto B Supervisão relativamente fácil da planta
III Posição fixa C Alta variedade de tarefas para a equipe
IV Celular D O movimento dos clientes é conveniente
.
A correlação correta entre as colunas está descrita em
a) I-A; II-D; III-B; IV-C.
b) I-D; II-B; III-A; IV-C.
c) I-C; II-A; III-D; IV-B.
41
d) I-B; II-C; III-D; IV-A.
e) I-B; II-D; III-C; IV-A

Questão 107: FCC - AJ TRT23/TRT 23/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Liderança
Entre as teorias comumente mencionadas nas literaturas relativas à liderança nas
organizações, existe a Teoria Caminho − Meta ou Caminho − Objetivo, que elenca entre
os possíveis comportamentos do líder, o
a) autoritário-coercitivo, que decide todo o processo, o que será feito, quando será
feito e como será feito.
b) diretivo, que deixa claro o que espera dos liderados, organizando e
proporcionando diretrizes claras sobre como as tarefas deverão ser realizadas.
c) consultivo, que compartilha as decisões com os subordinados, permitindo aos
mesmos flexibilidade na realização das tarefas.
d) carismático, que motiva os subordinados em face de traços próprios de
personalidade e comportamento.
e) benevolente, que toma as decisões com base na satisfação das necessidades dos
subordinados.

Questão 108: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Liderança
As teorias situacionais sobre liderança, diversamente das teorias comportamentais,
preconizam que o líder deve agir de acordo com as contingências e situações apresentadas
pelo ambiente. Exemplo desta corrente é o denominado Modelo de Fiedler, que isola três
critérios situacionais, entre os quais:
a) poder de posição: poder formal disponível para o líder.
b) resiliência: resistência a situações adversas.
c) persuasão: capacidade de convencimento em relação ao grupo.
d) poder de coesão: fundamental para a condução da equipe.
e) plasticidade: capacidade de adaptação a diferentes cenários.

Questão 109: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Liderança
A literatura aponta entre as teorias sobre liderança a denominada Teoria do Grid (ou
grade) Gerencial, segundo a qual o gestor orienta a ação para dois aspectos essenciais:
a) ênfase na produção e ênfase nas pessoas.
b) programa de incentivos e rol de punições.
c) alinhamento de objetivos e atingimento de metas.
d) colaboração e comprometimento com resultados.
e) foco no processo e visão de futuro.

Questão 110: FCC - TNS (ARSETE)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Liderança

42
As principais fontes literárias dividem os conceitos sobre liderança em diferentes
abordagens, entre as quais a comportamental e a situacional. Constitui exemplo desta
segunda abordagem
a) a Teoria 3-D, segundo a qual a eficácia do gerente é mensurada
proporcionalmente ao quanto ele é capaz de adequar o próprio estilo às situações de
mudança.
b) os Estilos de Likert, que classifica o líder como orientado para tarefa, dito
coercitivo, ou orientado para as pessoas, dito participativo.
c) a Estrutura de Iniciação, da Universidade de Ohio, que enfatiza padrões
definidos de desempenho.
d) a Estrutura de Consideração, da Universidade de Michigan, caracterizada pela
confiança mútua e respeito aos funcionários.
e) o Modelo de Fielder, com uma tabela de dupla entrada: ênfase nas pessoas e
ênfase na produção.

Questão 111: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Liderança
Entre os diversos estudos e teorias desenvolvidos sobre liderança destacam-se os três
estilos clássicos apontados por Kurt Lewin. Entre eles, inclui-se o estilo
a) carismático, no qual o líder toma decisões com base em seu prestígio pessoal e
sem envolvimento do grupo.
b) liberal, no qual o líder atua somente quando solicitado conferindo liberdade ao
grupo para tomada de decisões.
c) consultivo, em que o líder toma as decisões com base em processo de votação
ou confirmação pelo grupo.
d) benevolente, quando as diretrizes são decididas e debatidas pelo grupo, sob a
orientação e direção do líder.
e) democrático, no qual não existe propriamente uma liderança mas sim um
conjunto de agentes que induzem o processo decisório.

Questão 112: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: Liderança
Os conceitos de liderança vêm se desenvolvendo ao longo do tempo, comportando
diferentes abordagens, cujos principais traços podem ser extraídos da literatura
especializada. A abordagem situacional sobre liderança leva em conta, como variável
fundamental,
a) o preparo psicológico do líder para enfrentar o momento delineado.
b) a situação em que se encontra a organização do ponto de vista de mercado.
c) o grau de maturidade dos subordinados.
d) o carisma do líder, representado por traços de personalidade.
e) a força da instituição que nomeia o líder.

Questão 113: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Recursos Humanos/2016

43
Assunto: Liderança
França e Arellano (2002, p. 261) ressaltam que Liderança e poder são elementos
interligados no processo de influenciar pessoas. São tipos de poder manifestados no
ambiente organizacional:
a) legítimo; de recompensa; coercitivo; de especialização; de referência e de
informação.
b) legítimo; salarial; coercitivo; de especialização; de referência e de informação.
c) de recompensa; coercitivo; de especialização; de referência e de tecnologia.
d) de recompensa; empregatício; soberano; de referência; de informação e de
hierarquia.
e) legítimo; de recompensa; político; de especialização; de referência e de
barganha.

Questão 114: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto: Liderança
Os conceitos de liderança e a forma de aplicá-los vêm se desenvolvendo ao longo dos
anos, impactando a maneira de conceber a figura do líder. Nesse contexto, emergem as
Teorias de Estilos de Liderança, também chamadas Teorias Comportamentais, nas quais
se sustenta que
a) os líderes possuem habilidades inatas, ligadas ao desempenho da tarefa, não
passíveis de serem desenvolvidas.
b) os traços de personalidade, como o carisma, são determinantes para a
construção da liderança.
c) existem características individuais, de natureza universal, relativas à liderança,
notadamente os traços intelectuais.
d) o que determina o desenvolvimento do líder são as contingências apresentadas
pelo ambiente.
e) a liderança não decorre exclusivamente de traços de personalidade, podendo ser
aprendida e desenvolvida.

Questão 115: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Liderança
Os primeiros estudos sobre liderança enfocam, precipuamente, os traços de personalidade
do líder, que o diferenciariam dos não líderes. Nesse sentido, a liderança era considerada
algo nato. Tal abordagem, contudo, mostrou-se incompleta para explicar todos os
aspectos que envolvem a liderança, notadamente para distinguir os líderes eficazes dos
não eficazes. Para suprir tais lacunas, surgiram as denominadas teorias
a) cognitivas, que consideram que a liderança pode ser aprendida,
independentemente de quaisquer características específicas do indivíduo.
b) comportamentais, que extrapolam os traços de personalidade natos do líder,
buscando atingir habilidades que podem ser desenvolvidas a partir de treinamentos.
c) situacionais, que apontam que o comportamento do líder considera, também, as
contingências e situações apresentadas pelo ambiente de trabalho.

44
d) estruturalistas, que apregoam que a liderança é um fator externo ao indivíduo,
decorrente da estrutura de poder da organização.
e) institucionais, que consideram, simultaneamente, os traços individuais,
passíveis de aprimoramento, e as características exógenas, decorrentes da posição
ocupada na instituição.

Questão 116: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Liderança
O tema da liderança nas organizações tem sido objeto de estudo na literatura e apresenta
diferentes abordagens, dentre elas, as denominadas teorias situacionais, as quais apontam,
entre outros preceitos:
a) a importância da ênfase na produção e nas tarefas, relativizando o papel das
características pessoais do líder.
b) que a liderança é uma condição inata das pessoas, passível de transmissão
apenas em situações peculiares.
c) a possibilidade do desenvolvimento de traços de personalidade ligados às
tarefas, sendo inviável desenvolver aqueles ligados à gestão.
d) que o líder deve agir de acordo com as contingências e situações apresentadas
pelo ambiente.
e) que fatores exógenos não influenciam o comportamento do líder autêntico, eis
que este deve sempre ter o domínio da equipe.

Questão 117: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Judiciária/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Liderança
Os estudos sobre liderança desenvolvidos pela Universidade de Ohio nos anos de 1940,
buscaram identificar dimensões independentes do comportamento do líder, descrevendo
duas categorias de liderança, que são:
a) diretiva e colaborativa.
b) democrática e autocrática.
c) autocentrada e cooperativa.
d) ênfase nas pessoas e ênfase na produção.
e) estrutura de iniciação e consideração.

Questão 118: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Apoio Especializado/Arquitetura/2017


Assunto: Liderança
Em funções de liderança é necessário realizar ações gerenciais como o feedback que se
define como
a) manual de procedimentos éticos para o trabalho individual ou em grupo.
b) capacidade de entender os indivíduos ou o grupo com os quais se está
trabalhando.
c) canal de motivação dos indivíduos ou do grupo com os quais se está
trabalhando.

45
d) instrumento de comunicação para fornecer informações sobre como a atuação
das pessoas afeta o seu desempenho ou o do grupo.
e) relatório de pesquisas de satisfação individual ou em grupo.

Questão 119: FCC - AJ TRE SP/TRE SP/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Liderança
Diferentes teorias foram desenvolvidas para explicar o fenômeno da liderança, algumas
mais centradas nas características pessoais do líder e outras com foco na sua interação
com o ambiente. Nesse contexto, o modelo proposto nos estudos de Fielder, que isolou
determinados critérios situacionais, apresenta, entre outras, a seguinte conclusão:
a) o líder orientado para a tarefa tende a ter desempenho melhor em situações
extremas, incluindo as muito desfavoráveis.
b) o estresse afeta, favoravelmente, a atuação do líder, aguçando a racionalidade e
propiciando a motivação da equipe.
c) em situações muito favoráveis, o líder orientado para as pessoas é o mais
adequado, porém enseja desmotivação e rotatividade.
d) a maturidade dos subordinados é um elemento fundamental e deve ser cotejada
com o estilo de liderança adotada.
e) o líder eficaz orienta sua atuação para dois aspectos, simultaneamente: ênfase na
produção e ênfase nas pessoas.

Questão 120: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Liderança
Os estudos sobre liderança contemplam as denominadas Teorias Situacionais, entre as
quais o Modelo de Fiedler, segundo o qual
a) a liderança deve ser baseada na troca, cabendo ao líder participativo o
atendimento das necessidades dos subordinados.
b) a eficácia da liderança depende da adequação do estilo do líder com o grau de
maturidade dos subordinados.
c) a liderança deve ser diretiva, cabendo ao líder deixar claro o que espera dos
subordinados, propondo ações claras e objetivas.
d) a eficácia gerencial está atrelada à manipulação correta da situação e não ao
estilo ou personalidade do líder.
e) o desempenho eficaz do grupo depende da combinação adequada entre o estilo
de liderança do líder com os subordinados e o grau em que a situação dá o controle e a
influência para o líder.

Questão 121: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Liderança
A tabela a seguir apresenta o cenário onde se desenvolve o processo de liderança e seus
paradoxos:

Coluna Processo de liderança Coluna Paradoxo


Acompanhar o avanço
I A Integrar e cooperar
tecnológico

46
Aumentar a competitividade do
II B Aprimorar a qualidade
negócio
III Virtualizar as relações C Humanizar o uso de tecnologia
Ser mais humanista e melhorar a
IV Diversificar-se D
qualidade de vida
V Atuar com rapidez E Aprofundar o conhecimento específico

A correlação correta entre as colunas está descrita em


a) I-C; II-D; III-A; IV-B; V-E.
b) I-C; II-B; III-D; IV-A; V-E.
c) I-C; II-A; III-D; IV-E; V-B.
d) I-D; II-A; III-C; IV-E; V-B.
e) I-E; II-C; III-D; IV-A; V-B.

Questão 122: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Liderança
O dinamismo do atual cenário provocado pelas fusões, aquisições e alianças exercem
impactos significativos no ambiente dos negócios, por conseguinte o fenômeno da
liderança encontra-se em constante processo de evolução e transformação, incorporando
novos valores, características e níveis de exigência. Uma nova e atual abordagem de
liderança é a
a) contingencial.
b) conectiva.
c) democrática.
d) matricial/dual.
e) cognitiva

Questão 123: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Liderança
Para Likert, o comportamento humano nas organizações pode ser explicado por meio de
três variáveis. Refere-se a variável interveniente, de acordo com esta escala,
a) qualidade.
b) controles.
c) liderança.
d) satisfação.
e) atitudes.

Questão 124: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Liderança
A Teoria da Liderança Situacional, sustentada por Paul Hersey e Kenneth Blanchard,
preconiza um modelo de análise da liderança com ênfase

47
a) nos liderados, levando em conta o grau de maturidade destes para escolher o
estilo de liderança adequado.
b) no ambiente externo, ponderando, para a escolha do líder ideal, as ameaças e
desafios apresentados.
c) no líder, notadamente nos traços de personalidade apresentados, que devem ser
aderentes ao perfil da empresa.
d) no comportamento do líder, classificado em diretivo ou persuasivo, e que deve
ser cotejado com a situação apresentada.
e) nas variáveis endógenas e exógenas da organização e como elas impactam o
comportamento do líder.

Questão 125: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Liderança
Nos anos de 1940, estudiosos da Universidade de Ohio buscaram identificar dimensões
independentes do comportamento do líder. Tais estudos descreveram duas categorias de
liderança, sendo uma delas a denominada
a) carismática, que pode ser definida como o ponto no qual o líder possui
relacionamentos de trabalho caracterizados pela confiança mútua.
b) autocrática, quando apenas o líder decide e fixa diretrizes, sem nenhuma
participação do grupo na construção dos objetivos.
c) liberal, onde as diretrizes são debatidas e decididas pelo grupo, cabendo ao líder
o papel de orientação e estímulo.
d) estrutura de iniciação, que corresponde ao ponto de capacidade em que o líder
consegue definir e estruturar o próprio papel e dos liderados em busca dos objetivos.
e) consultiva, que apresenta como principal característica o envolvimento total dos
liderados na definição dos objetivos e na tomada de decisões.

Questão 126: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Liderança
Atenção: Considere o texto a seguir para responder à questão.

José Paulo é um gerente considerado muito eficaz pela alta gerência da empresa,
investindo muito tempo para atender solicitações que vem do topo da empresa. Ao
receber as demandas, na sequência, José Paulo as repassa à equipe sem filtra-
las, sobrecarregando-a com atividades adicionais. Já desgastados e com sinais de
estresse, a produtividade da equipe começa a cair.

Dado o comportamento apresentado, o estilo gerencial adotado por José Paulo é


a) democrático.
b) inspirador.
c) foco no resultado.
d) coaching.
e) autocrático.

48
Questão 127: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016
Assunto: Gestão de Conflitos
Considere que em determinada organização tenha se instalado um conflito entre dois
grupos de colaboradores, cada um deles identificado com uma visão específica sobre a
melhor estratégia para a consecução dos objetivos traçados no plano de metas aprovado
para a equipe na qual atuam. Para a gestão do conflito instalado, foi proposta a adoção da
abordagem estrutural, que procura

I. minimizar as diferenças entre os grupos, identificando objetivos que possam ser


compartilhados por eles.

II. reduzir a diferenciação dos grupos por meio do reagrupamento de indivíduos, de


maneira que os grupos conflitantes se tornem parte de uma unidade maior.

III. reduzir o conflito por meio da modificação do processo e intervenção no objeto do


conflito.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) III.
b) II e III.
c) I e III.
d) I.
e) I e II.

Questão 128: FCC - TNS (ARSETE)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Gestão de Conflitos
Para gestão de conflitos no âmbito da organização, o gestor pode se valer de diferentes
abordagens, entre as quais a estrutural, que tem entre seus objetivos
a) minimizar as diferenças entre grupos, identificando objetivos que possam ser
compartilhados entre eles.
b) reduzir os conflitos por meio da modificação do processo e intervenção no
episódio crítico.
c) a desativação ou descalorização do conflito, por meio de técnicas de mediação
ativa.
d) identificar soluções do tipo “ganha-ganha”, utilizando técnicas de colaboração
entre as partes envolvidas.
e) atuar apenas após a instauração do conflito, tendo como um dos instrumentos de
intervenção a confrontação entre as partes.

Questão 129: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Gestão de Conflitos
De acordo com a visão interacionista de conflitos, um grupo harmonioso, pacífico,
tranquilo e cooperativo pode estar na iminência de tornar-se estático, apático e insensível
à necessidade de mudança e inovação. Portanto, esta visão corrobora que os líderes devem
manter constantemente um nível mínimo de conflito e, para isso, adotem estratégias para
a sua resolução. Considera-se “pouco assertiva” e “não cooperativa” a estratégia de

49
a) Colaboração.
b) Acomodação.
c) Evitamento.
d) Competição.
e) Compromisso.

Questão 130: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto: Gestão de Conflitos
Existem diferentes definições de conflito no ambiente organizacional, bem assim de seus
tipos, além de diferentes abordagens quanto a sua resolução. Nesse sentido, em uma
situação hipotética, um grupo da organização expressa divergência acerca da forma como
deveria ser realizado determinado trabalho e o administrador, para fins de resolução de
tal divergência, efetuou uma intervenção no episódio, mediante uma reunião de
confrontação entre as partes. Em tal situação, verifica-se
a) iminência de conflito e aplicação de técnica de desativação.
b) presença de conflito de tarefa e adoção de abordagem estrutural.
c) ocorrência de conflito interpessoal e aplicação de abordagem de processo.
d) ausência de conflito e aplicação de medida preventiva.
e) existência de conflito de processo e aplicação de abordagem de processo.

Questão 131: FCC - AJ TRE SP/TRE SP/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Gestão de Conflitos
A partir de divergências de percepções e ideias, os componentes de uma organização
podem se colocar em posições antagônicas, caracterizando uma situação conflitiva. O
conflito, conquanto inevitável, deve ser gerenciado, havendo diferentes abordagens para
a gestão de conflitos, entre elas a que procura minimizar as diferenças entre os grupos,
identificando objetivos comuns, ou, ainda, promovendo o reagrupamento de indivíduos.
Trata-se da abordagem
a) de processo.
b) estrutural.
c) mista.
d) distributiva.
e) interativa.

Questão 132: FCC - AJ TRE SP/TRE SP/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Processo de Controle e Avaliação
Uma das atividades próprias do administrador é a que diz respeito ao controle, no bojo da
qual se insere:
a) fixação de critérios de avaliação do desempenho individual de cada colaborador
em função dos resultados almejados.
b) o denominado ajuste espontâneo, que corresponde ao alinhamento da ação às
circunstâncias ambientais.

50
c) estabelecimento de metas de curto, médio e longo prazo e a verificação do
correspondente cumprimento.
d) apenas medidas de natureza estritamente financeira, em especial contenção de
gastos e revisão de estratégias voltadas para a busca da eficiência.
e) medir e corrigir o desempenho de subordinados para assegurar que os objetivos
e metas da organização sejam atingidos.

Questão 133: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Introdução ao comportamento organizacional (definição e características)
A abordagem acerca do comportamento organizacional comporta três níveis de análise,
partindo do nível básico do indivíduo, passando pelo grupo e chegando ao nível do
comportamento organizacional propriamente dito. Existem alguns fatores chaves que
balizam tal análise, correspondentes
a) aos padrões gerenciáveis, que comportam intervenções, a exemplo do
absenteísmo.
b) às variáveis independentes, que escapam ao controle do indivíduo, tal como
rotatividade.
c) às variáveis dependentes, que se pretende explicar e prever, a exemplo da
produtividade.
d) aos eventos exógenos, que não são considerados padrões ou variáveis, como a
satisfação com o trabalho.
e) aos padrões não gerenciáveis, como a cultura organizacional.

Questão 134: FCC - AJ TRT23/TRT 23/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Clima Organizacional
O Clima Organizacional é constituído, basicamente, por elementos de natureza
a) intrínseca, ligada ao sistema de recompensas e punições, diretas e indiretas,
estabelecidos no bojo da organização.
b) cultural e é formado a partir das crenças e valores disseminados, implícita ou
explicitamente, pela organização.
c) afetiva, correspondente à forma como o indivíduo percebe os diferentes
procedimentos, práticas e política da organização.
d) cognitiva, resultante da percepção compartilhada acerca de diversos aspectos
formais e informais da organização.
e) transacional, contemplando tanto aspectos objetivos como subjetivos, de cunho
eminentemente pessoal e psicológico.

Questão 135: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Clima Organizacional
Cultura e clima organizacional são conceitos fortemente imbricados entre si, o que não
impede, contudo, a identificação de elementos e aspectos próprios de cada um deles.
Nesse sentido, a literatura enfatiza que
a) uma das funções do clima organizacional é gerar senso de identidade aos
membros da organização.

51
b) a cultura organizacional retrata o grau de identificação e satisfação do indivíduo
com os valores perseguidos pela organização.
c) o clima organizacional é verificado no âmbito psicológico de cada colaborador,
enquanto a cultura organizacional corresponde à percepção coletiva de aspectos
materiais e emocionais.
d) a cultura organizacional diz respeito, exclusivamente, a aspectos tangíveis da
instituição e, portanto, claramente identificados e praticados.
e) o clima organizacional está relacionado diretamente com o grau de satisfação
dos membros da organização e influencia a produtividade.

Questão 136: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Clima Organizacional
Ao ingressar em uma determinada empresa o Analista − Administrador se depara com
um conjunto de premissas e crenças que permeiam todos os escalões hierárquicos,
perceptíveis tanto nas situações cotidianas como no enfrentamento de crise, porém que
não estavam evidenciados nas políticas e diretrizes explicitadas pela empresa. Pode-se
concluir, corretamente, que esses aspectos
a) não dizem respeito à cultura organizacional, pois são aspectos informais ou
fechados e a cultura organizacional corresponde a aspectos formais e abertos.
b) fazem parte da cultura organizacional e estão presentes em seu nível mais
profundo, correspondente aos pressupostos básicos.
c) constituem os denominados artefatos observáveis, que correspondem a uma das
camadas da cultura organizacional.
d) não podem ser considerados um fenômeno institucional, pois são de natureza
psicológica, sendo por vezes denominados de contracultura.
e) são afetos ao denominado clima organizacional e, dado o seu caráter profundo,
tendem a se tornar perenes.

Questão 137: FCC - TNS (ARSETE)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Clima Organizacional
Cultura organizacional pode ser definida como o conjunto de valores e crenças que
mantém unidos os mais diferentes membros de todos os escalões hierárquicos de uma
organização. Apresenta diferentes níveis, sendo o que corresponde à sua camada mais
profunda denominado
a) artefatos observáveis.
b) normas éticas.
c) pressupostos básicos.
d) símbolos.
e) ícones.

Questão 138: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Clima Organizacional

52
É a cultura organizacional que produz junto aos mais diferentes públicos o conjunto de
percepções, ícones e símbolos que costuma-se denominar imagem corporativa. Nesse
sentido, os autores que estudam o tema sustentam que
a) a cultura organizacional possui apenas aspectos formais e abertos, sendo os
aspectos informais denominados contracultura.

b) os artefatos como, por exemplo, as vestimentas, correspondem à camada mais


superficial e visível da cultura da organização.
c) os valores constituem a camada mais profunda da cultura organizacional, não
sendo observáveis com facilidade.
d) a cultura corresponde à qualidade do ambiente percebida pelo grupo,
comportando, assim, avaliação subjetiva.
e) a cultura é uniforme na organização, porém é passível de mudanças em função
da ocorrência dos denominados ritos de degradação.

Questão 139: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Clima Organizacional
O conceito de clima organizacional, diferentemente dos conceitos de cultura
organizacional e clima psicológico, considera, como aspecto preponderante
a) as percepções afetivas dos indivíduos.
b) os valores e crenças da organização.
c) a qualidade do ambiente organizacional percebida por seus integrantes.
d) os fatores motivacionais ligados à valorização profissional.
e) os aspectos descritivos e não avaliativos, de difícil intervenção.

Questão 140: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: Clima Organizacional
A prática de rituais revela crenças e valores de pessoas e organizações, segundo o modelo
de gestão de cultura proposto por Edgar Schein. NÃO representa um rito organizacional:
a) degradação.
b) orientação.
c) passagem.
d) renovação.
e) integração.

Questão 141: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Recursos Humanos/2016


Assunto: Clima Organizacional
Uma empresa do segmento de transporte, muito bem posicionada no mercado, tem sofrido
em seus 2 últimos anos um crescimento de 8,5% anual de turnover em seu quadro de
funcionários, juntamente com alguns comportamentos de vandalismo por parte dos
funcionários da operação, o que tem chamado a atenção da área de Recursos Humanos.
Para compreender este fenômeno e intervir na empresa, o analista da área de Gestão de

53
Pessoas, é convidado a apresentar uma proposta que solucione esta situação descrita.
Diante desta demanda, o método correto a ser proposto é:
a) Aplicação de uma Pesquisa de Clima, pois proporcionará um resultado sobre a
percepção e a opinião dos colaboradores diante do cenário momentâneo da empresa,
além de conhecer suas satisfações e insatisfações.
b) Análise de Cultura Organizacional, pois os resultados proporcionarão um
direcionamento de quais são os valores e crenças da empresa neste momento de
vandalismo dos colaboradores.
c) Aplicação imediata da Avaliação de Desempenho dos colaboradores de nível
operacional para acompanhamento de performance e entrega de resultados, pois
somente assim será possível intervir neste fenômeno.
d) Aplicação de uma Pesquisa Salarial, pois seus resultados mostrarão se o
aumento do turnover e o vandalismo estão primeiramente relacionados à insatisfação
com o valor de remuneração dos colaboradores.
e) Aplicação de um Treinamento Comportamental para toda a operação, com
objetivo de eliminar os vandalismos e um Treinamento de Liderança para ajudar os
gestores a lidar com o aumento do turnover.

Questão 142: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto: Clima Organizacional
Embora existam zonas de intersecção, os conceitos de cultura organizacional e clima
organizacional diferem entre si, sendo que:

I. clima organizacional possui natureza descritiva e avaliativa, podendo ser aferido por
meio de pesquisa específica.
II. cultura engloba tanto aspectos formais, abertos, como aspectos fechados, tais como
crenças e ideologias.
III. a cultura organizacional é mais estática que o clima organizacional, somente sendo
passível de modificação mediante os denominados ritos de degradação.

Está correto o afirmado APENAS em


a) II e III.
b) I.
c) I e II.
d) III.
e) I e III.

Questão 143: FCC - Tec (PGE MT)/PGE MT/Técnico Administrativo/2016


Assunto: Clima Organizacional
Além de se preocupar com os comportamentos observáveis, Edgar Schein privilegia a
aprendizagem do grupo e assume que a cultura organizacional desempenha funções
específicas. No modelo proposto por este autor, a camada mais invisível que tende a ser
considerada uma verdade, ou algo inquestionável, é exemplificada pelos
a) valores e tabus.
b) artefatos e criações.

54
c) pressupostos básicos.
d) ritos, rituais e cerimônias.
e) regimentos e normas.

Questão 144: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Clima Organizacional
Cada organização, pública ou privada, possui um conjunto de elementos e aspectos
capazes de orientar e influenciar o comportamento de seus componentes e a forma como
se integram e relacionam com a organização. Nesse sentido, tem-se que
a) a cultura organizacional corresponde aos elementos internos na organização e o
clima aos elementos exógenos, não passíveis de modificação.
b) os valores preconizados pela organização constituem a camada mais visível da
cultura organizacional, possuindo caráter descritivo.
c) clima e cultura organizacional são conceitos coincidentes, apenas diferindo
quanto ao observador, dado que a cultura somente é perceptível pelos próprios
integrantes da organização.
d) o conjunto de percepções experimentadas pelos membros da organização,
relativas à qualidade do ambiente, diz respeito ao clima organizacional.
e) os pressupostos básicos da cultura organizacional correspondem aos valores
perseguidos pela organização, enquanto o clima organizacional se insere nos
denominados artefatos observáveis.

Questão 145: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Clima Organizacional
A cultura organizacional constitui um fenômeno estudado por diversos autores,
estreitamente ligado à própria identidade da
organização e à forma como ela é vista por seus integrantes e pela sociedade. Os autores
costumam apontar, entre os aspectos, mais facilmente perceptíveis da cultura de uma
organização
a) o clima organizacional.
b) os ritos de degradação.
c) a osmose geográfica.
d) a ideologia.
e) os artefatos observáveis.

Questão 146: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Clima Organizacional
Para mudar a cultura e o clima organizacionais, a organização precisa ter capacidade
inovadora, ou seja: adaptabilidade, senso de identidade, perspectiva exata do meio
ambiente e integração entre os participantes. A adaptabilidade é a capacidade de
a) investigar, diagnosticar e compreender de forma realista o contexto
organizacional.
b) conhecer e compreender o passado e o presente da organização e de
compartilhar essas informações por toda hierarquia.

55
c) resolver problemas e de reagir de maneira flexível às exigências mutáveis e
inconstantes do meio ambiente.
d) estimular o funcionamento orgânico e integrado entre a organização e o meio
ambiente, aceitando e estimulando as diferenças.
e) transição de uma situação para outra diferente ou a passagem de um estado para
outro.

Questão 147: FCC - AJ TRE SP/TRE SP/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Clima Organizacional
Um dos aspectos comumente apontados como diferenciação entre os conceitos de clima
e cultura organizacional consiste em que
a) cultura é mais profunda, representando os pressupostos básicos do clima
organizacional.
b) clima possui natureza descritiva, representando o ser, e cultura prescritiva,
representando o dever-ser.
c) clima comporta mensuração, por meio de pesquisas, e cultura alteração, com
base em ritos de degradação.
d) clima possui natureza avaliativa, podendo ser classificado como favorável ou
não, enquanto a cultura é descritiva, objeto de constatação.
e) cultura possui apenas elementos intrínsecos, e clima aspectos extrínsecos,
denominados artefatos observáveis.

Questão 148: FCC - Ag FRT (ARTESP)/ARTESP/Técnico em Contabilidade -


Administração/2017
Assunto: Clima Organizacional
As organizações desenvolvem culturas complexas que influenciam os padrões de
comportamento de seus funcionários. Há cinco elementos na cultura:

Elementos na
Coluna Coluna Definições
Cultura
Ambiente − Conceitos e crenças básicas e padrões de
1 W
Organizacional sucesso
2 Valores X − Personificação dos valores da cultura
3 Heróis Y − Lugar da organização na sociedade
− Transportador dos valores e da mitologia
4 Ritos e Rituais Z
heroica da organização
− Rotinas sistemáticas e programadas que regem
5 Rede Cultural V
a organização

A correlação correta entre as colunas é:


a) 1Y; 2W; 3X; 4V; 5Z.
b) 1Z; 2W; 3X; 4Y; 5V.
c) 1Y; 2X; 3V; 4Z; 5W.
d) 1W; 2Z; 3V; 4X; 5Y.

56
e) 1Z; 2V; 3W; 4Y; 5X.

Questão 149: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Clima Organizacional
Um Departamento de Recursos Humanos recebeu a Pesquisa de Clima organizacional da
empresa e os resultados apontaram índice de satisfação da ordem de 48% em média, para
todos os quesitos mensurados. A ação do RH deve ser:
a) Reaplicar a Pesquisa e verificar os resultados melhoram ou se houve erro de
interpretação das perguntas.
b) Acatar e comemorar os resultados por serem razoáveis e próximos à média.
c) Organizar grupos focais para aprofundar os resultados e tomar ações.
d) Alterar os critérios de avaliação para elevar os percentuais.
e) Conversar com algumas pessoas próximas para validar os resultados e então
definir suas ações.

Questão 150: - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Clima Organizacional
Alguns eventos organizacionais podem ser transformados em rotinas, que ganham
importância na medida em que preenchem algumas funções importantes como comunicar
a maneira como as pessoas devem se comportar ou os padrões de intimidade e decoro
aceitável dentro de uma organização. Eventos como os títulos de “funcionário do mês” e
comemorações dos “aniversariantes do mês” são considerados, respectivamente, ritos de
a) diferenciação e consideração.
b) premiação e reconhecimento.
c) confirmação e passagem.
d) reforço e integração.
e) empoderamento e preenchimento.

Questão 151: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Clima Organizacional
O programa de concessões das rodovias do Estado de São Paulo proporcionou mais de
quatro mil quilômetros em concessões, para mais de 10 empresas. Dentre as composições
acionárias de parte dessas empresas, identifica-se algumas participações estrangeiras,
ratificada pelo processo de globalização contemporâneo. Diante deste contexto, a
multiculturalidade organizacional se faz presente e os impactos, segundo Hofstede, que
uma cultura nacional pode exercer na cultura de uma organização transnacional são
significativos. NÃO é “dimensão da cultura nacional” apontada por este autor:
a) Evitar a incerteza.
b) Distância do poder.
c) Pragmatismo versus relativismo.
d) Individualismo versus coletivismo.
e) Masculino versus feminino.

57
Questão 152FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017
Assunto: Clima Organizacional
Os autores que estudam o fenômeno da cultura organizacional, entre os quais se destacam
Maximiano e Schein, identificam, em relação à mesma, aspectos
a) prescritivos, a serem aprendidos e descritivos, a serem assimilados.
b) individuais, que não se incorporam à entidade e coletivos, de caráter mais
amplo.
c) valorativos, de difícil mensuração e objetivos, passíveis de identificação.
d) estáticos, que não comportam mudanças e dinâmicos, ligados ao clima
organizacional.
e) formais/abertos, percebidos com facilidade e informais/fechados, de difícil
percepção.

Questão 153: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Clima Organizacional
O fenômeno conhecido como clima organizacional corresponde
a) aos denominados artefatos observáveis, correspondentes à camada mais
superficial da cultura organizacional.
b) à qualidade ou propriedade do ambiente organizacional que é percebida pelos
componentes da organização e influencia o seu comportamento.
c) aos pressupostos básicos da organização, representados pelas crenças
inconscientes, percepções e sentimentos dos seus membros.
d) à forma como os gestores se relacionam com seus subordinados, influenciando
os resultados obtidos.
e) à denominada contracultura, que, se não avaliada e trabalhada adequadamente,
contamina os valores da organização.

Questão 154: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Clima Organizacional
A análise da forma de operar e fazer negócios de uma empresa permite afirmar que a
cultura organizacional é
a) a expressão da visão, missão e valores vigentes na empresa.
b) comparável à visão, missão e valores de outras empresas.
c) a consolidação do pensamento da média gerência.
d) o reflexo da economia, mercado e concorrência.
e) o conjunto dos princípios, estratégias e metas de curto prazo.

Questão 155: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Cultura Organizacional
A cultura organizacional contempla o conjunto de valores e crenças que mantêm unidos
os membros da organização e, por outro lado, produz perante a sociedade, através do
conjunto de percepções, o que chamamos de imagem corporativa. Entre os níveis
fundamentais da cultura apontados pela literatura, estão os denominados Pressupostos
Básicos, que correspondem

58
a) aos valores da organização, traduzidos na filosofia e ideologia adotadas.
b) aos aspectos formais e abertos da cultura organizacional.
c) à moldura normativa da organização, que contempla os comportamentos
esperados e os reprováveis.
d) aos símbolos e ícones representativos da organização, facilmente observáveis.
e) à camada mais profunda da cultura, composta por crenças, percepções e
sentimentos.

Questão 156: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Motivação
Considere que, em uma abordagem acerca da motivação verificada em determinado
ambiente de trabalho, um dos aspectos considerados sejam os denominados fatores de
higiene. Referida abordagem diz respeito à Teoria
a) Bifatorial, preconizada por Herzberg, na qual tais fatores são insatisfacentes, ou
seja, previnem a insatisfação.
b) X e Y, de Macgregor, que sustenta a concepção negativa da natureza humana,
segundo a qual o homem precisa ser forçado a trabalhar.
c) da Hierarquia das Necessidades Humanas, criada por Maslow, que aloca tais
fatores no topo da pirâmide.
d) ERC, defendida por Clayton Alderfer, fundada no reforço positivo e negativo
dos comportamentos padrão.
e) das Necessidades Adquiridas, defendida por Mcclelland, na qual o principal
fator a ser considerado é a recompensa envolvida em determinada ação.

Questão 157: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Motivação
Os denominados fatores motivacionais podem ser classificados, de acordo com a Teoria
Bifatorial, desenvolvida por Herzberg, em
a) punição e recompensa.
b) fatores de higiene (extrínsecos) e fatores de motivação (intrínsecos).
c) financeiros e sociais.
d) reforço positivo e desestímulo a práticas indesejadas.
e) compensação (fator de indução) e reconhecimento (fator de reforço).

Questão 158: FCC - TNS (ARSETE)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Motivação
Considere que determinada organização pretenda enfatizar práticas para aumentar a
motivação de seus colaboradores, tomando como base conceitual os preceitos das teorias
motivacionais classificadas como de processo. Nesse sentido, a organização poderá se
basear na Teoria
a) X, de Mcgregor, que tem como um de seus pressupostos que o indivíduo
exercerá autocontrole e autodireção, se as necessidades próprias forem satisfeitas.

59
b) Y, de Mcgregor, que preconiza que o indivíduo precisa ser forçado, controlado
e dirigido para produzir.
c) Fatorial, de Herzberg, segundo a qual os fatores de motivação são
majoritariamente intrínsecos, desvinculados das recompensas oferecidas.
d) ERC, de Alderfer, que apresenta uma hierarquia das necessidades humanas,
separando as necessidades básicas das ligadas à autorrealização.
e) do Reforço, de Skiner, segundo a qual o reforço condiciona o comportamento,
representando o reforço negativo não uma punição, mas sim a remoção de um evento
punitivo.

Questão 159: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Motivação
Entre as várias teorias desenvolvidas e apontadas na literatura acerca da motivação, pode-
se citar a Teoria da Expectativa (ou expectância), desenvolvida pelo psicólogo Victor
Vroom. Os três principais fatores apontados na referida Teoria são: valência,
instrumentalidade e expectativa, sendo que o primeiro fator corresponde
a) à relação desempenho-resultado, ou seja, o grau em que o indivíduo acredita
que determinado nível de desempenho leva rá ao resultado almejado.
b) ao grau de esforço dispendido pelo indivíduo para obtenção de determinado
resultado, que varia de acordo com a escala de expectativas individuais.
c) à tensão existente entre a inércia e o início do processo para obtenção do
resultado, e que leva ao início do ciclo moti vacional.
d) ao valor atribuído ao resultado (recompensa), consistindo em uma medida de
atração que um resultado exerce sobre o indivíduo.
e) à quantidade ou grau da recompensa necessária para induzir determinado
comportamento em um indivíduo.

Questão 160: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Motivação
A Qualidade de Vida no Trabalho − QVT está relacionada à motivação, à satisfação no
trabalho e aos fatores ambientais e ergonômicos. De acordo com o modelo de QVT,
preconizado por Hackman e Oldham, afigura-se fundamental, em face da produção de
estados psicológicos relacionados a resultados pessoais e de trabalho,
a) o ambiente físico.
b) o absenteísmo.
c) a rotatividade.
d) a jornada de trabalho.
e) as dimensões do cargo.

Questão 161: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: Motivação
Considere que determinada organização esteja passando por um processo de fomento a
práticas motivacionais, objetivando engajar a equipe em um esforço de aumento da

60
produtividade e melhoria da qualidade do trabalho realizado. No curso do
desenvolvimento desse processo, o consultor encarregado apresentou, como tema para
reflexão, um dos conceitos preconizados por McGregor, segundo o qual a maioria das
pessoas precisa ser forçada, controlada, dirigida e ameaçada de punição para produzir.
Tal conceito
a) foi desenvolvido pelo autor como uma resposta à Teoria das Necessidades
Humanas, de Abraham Maslow, que aponta o trabalho como uma necessidade
fundamental do homem.
b) corresponde à Teoria Y, defendida pelo autor em seus primeiros estudos, na
década de 1950.
c) não encontra correspondência em nenhuma das teorias defendidas pelo autor,
sendo, na verdade, a base da Teoria Bifatorial de Herzberg.
d) está inserido na Teoria X, uma das defendidas pelo autor, que tem como
pressuposto que o homem médio não gosta do trabalho e o evita.
e) corresponde à Teoria do Reforço, segundo a qual o reforço negativo,
representado por punições e ameaças, é mais eficaz que o positivo, representado por
recompensas materiais e psicológicas.

Questão 162: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Motivação
Sobre os principais conceitos de Motivação, considere:

I. De acordo com a hierarquia de Maslow, a autoestima e o status alcançam o último nível


de necessidades do indivíduo e alinha-se, até certo ponto, à Teoria Y de McGregor, esta
que supõe que as necessidades de nível superior são dominantes.

II. A teoria de necessidades de McClelland lida com os efeitos benéficos da motivação


intrínseca e com os efeitos nocivos da motivação extrínseca, equiparando-se ao conceito
de auto concordância, que considera o grau em que os motivos que levam as pessoas
perseguirem objetivos são coerentes com seus interesses e valores essenciais.

III. A teoria do reforço é uma contrapartida à teoria do estabelecimento de objetivos, uma


vez que ela desconsidera as condições internas do indivíduo e dedica-se apenas no que
lhe acontece quando realiza uma ação qualquer.

IV. A teoria da expectativa prevê que um funcionário despenderá um alto nível de esforço
se perceber que existe uma forte relação entre esforço e desempenho, desempenho e
recompensa, e recompensa e satisfação de metas pessoais.

Está correto o que consta APENAS em


a) I, II e IV.
b) I e II.
c) I e IV.
d) II e III.
e) III e IV.

61
Questão 163: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016
Assunto: Motivação
Uma das classificações das teorias sobre motivação divide as abordagens em “de
conteúdo” e “de processo”. Nesse cenário, a Teoria Bifatorial, preconizada por Herzberg,
caracteriza-se como
a) de conteúdo, estática e prescritiva das ações a serem adotadas para induzir a
motivação nos indivíduos.
b) de processo, abordando a forma como se desencadeia a motivação, sem indicar
os fatores motivacionais propriamente ditos.
c) mista, com elementos descritivos e prescritivos, sendo aplicada em ambientes
instáveis.
d) de conteúdo, apontando fatores que causam insatisfação, chamados higiênicos,
e os que produzem sentimentos positivos, de motivação.
e) de processo, indicando as ações capazes de induzir a motivação nos indivíduos.

Questão 164: FCC - Tec (PGE MT)/PGE MT/Técnico Administrativo/2016


Assunto: Motivação
O Clima Organizacional pode ser considerado um atributo da própria organização, sob a
perspectiva de seus participantes. Os motivos sociais básicos que influenciam o clima de
uma organização perpassam por aspectos como “realização”, “afiliação” e“poder”. O
motivo social básico "afiliação" tem como característica, dentre outras,
a) o grau em que a organização reconhece e estimula a liderança dos participantes
mais qualificados.
b) o sentimento entre os membros de uma organização de que as coisas estão bem
organizadas e os objetivos estão claramente definidos, ao invés de serem desordenados
e confusos.
c) o grau em que os participantes de uma organização sentem-se recompensados e
reconhecidos por um bom trabalho, e não apenas criticados ou punidos quando há erros
na execução de um trabalho.
d) o grau em que os membros percebem que existem muitas regras,
procedimentos, diretrizes e práticas que têm de ser seguidas, influenciando na forma
como devem realizar o seu trabalho.
e) a ênfase que a organização coloca na qualidade do desempenho e na produção
elevada, refletindo em objetivos estimulantes e comprometimento.

Questão 165: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Motivação
O termo “motivação” possui origem no Latim (movere) e designa a condição que
influencia a direção do comportamento humano. O estudo da motivação busca
compreender porque, em determinadas situações, os indivíduos escolhem, iniciam e
mantêm determinadas ações. Nesse contexto, surgiram diversas Teorias Motivacionais
que, conforme a abordagem adotada, podem ser classificadas de diferentes formas. As
Teorias que possuem natureza descritiva e procuram explicar quais fatores, internos ou
do ambiente, motivam as pessoas, são as denominadas Teorias
a) de conteúdo.

62
b) de processo.
c) bifatoriais.
d) multifatoriais.
e) comportamentais.

Questão 166: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Motivação
Ao longo do tempo, diferentes teorias se sucederam para explicar, sob diferentes
abordagens, o fenômeno da motivação. Entre elas, a Teoria de Campo, desenvolvida por
Kurt Lewin, segundo a qual
a) o comportamento é função ou resultado da interação entre a pessoa e o ambiente
que a rodeia.
b) o reforço negativo é capaz de fortalecer uma reação quando remove um
estímulo aversivo.
c) o comportamento humano é sempre orientado para resultados, o que se
denomina instrumentalidade.
d) existe uma hierarquia de necessidades individuais a serem satisfeitas que
pautam o comportamento dos indivíduos.
e) cabe diferenciar os fatores motivacionais intrínsecos, daqueles insatisfacientes,
que são, em sua maioria, extrínsecos.

Questão 167: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Judiciária/Oficial de Justiça Avaliador


Federal/2017
Assunto: Motivação
Entre as diversas teorias que buscam explicar a dinâmica da motivação, algumas são
classificadas como de conteúdo, sendo mais estáticas e descritivas, procurando explicar
o que motiva o indivíduo. De outro lado, aquelas classificadas como teorias de processo
procuram explicar como se dá o processo de motivação, tal como a Teoria
a) do Reforço, de Skinner, segundo a qual o reforço negativo é representado pela
remoção de um evento punitivo.
b) Bifatorial, de Herzberg, segundo a qual existem fatores individuais e ambientais
que impulsionam a motivação.
c) X e Y, de McGregor, que preconiza a prevalência de características inatas no
desencadeamento do processo motivacional.
d) ERC, de Clayton Alderfer, de acordo com a qual a recompensa financeira é o
fator de maior peso para desencadear a motivação, porém não prevalente na sua
manutenção.
e) das Necessidades Adquiridas, de David McClelland, que apresenta uma
pirâmide das necessidades que geram motivação, na base da qual estão as ligadas à
sobrevivência.

Questão 168: FCC - AJ TRE SP/TRE SP/Judiciária/2017


Assunto: Motivação

63
Motivação corresponde a um estado psicológico caracterizado por um elevado grau de
disposição de realizar uma tarefa ou perseguir uma meta. Constitui um dos fatores
fundamentais para o bom desempenho organizacional e é objeto de diversas teorias que
buscam explicar quais os fatores determinantes ou como ela se processa. Uma dessas
teorias é a da expectativa (ou expectância), desenvolvida por Victor Vroom, segundo a
qual,
a) as pessoas são mais influenciadas pela expectativa de recompensas (reforço
positivo), do que por recompensas objetivas.
b) o comportamento humano é sempre orientado para resultados, sendo o conceito
de valência correspondente ao valor atribuído ao resultado.
c) a expectativa de punição constitui fator indutor do comportamento do indivíduo,
podendo ser usada como ferramenta motivacional.
d) a motivação independe de fatores externos ou de resultados objetivos, sendo
uma característica eminentemente pessoal.
e) o indivíduo prioriza, inconscientemente, a realização pessoal, ainda que em
detrimento de necessidades básicas.

Questão 169: FCC - AJ TRE SP/TRE SP/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Motivação
A motivação é um tema de suma importância na gestão organizacional e, nesse sentido,
diversas teorias buscam explicá-la. Entre as teorias denominadas de conteúdo, uma das
mais representativas é a Teoria das Necessidades Adquiridas, desenvolvida por David
Mcclelland, segundo a qual
a) os fatores extrínsecos que geram a motivação não são passíveis de controle,
podendo, contudo, ser transformados em recompensas.
b) um dos motivos que orientam a dinâmica do comportamento é o desejo de
relacionamentos interpessoais amigáveis, denominado afiliação.
c) o que determina a motivação é a correlação estabelecida entre a tarefa e a
recompensa para a sua realização, denominada valência.
d) existem necessidades individuais cuja busca pela satisfação se sucede,
hierarquicamente, sendo esse o cerne do processo motivacional.
e) a busca de realização, representada pela luta pelo sucesso, é um fator secundário
na dinâmica da motivação, denominado expectância.

Questão 170: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Motivação
Uma das classificações feitas pela literatura para distinguir as diversas teorias sobre a
motivação no ambiente organizacional, corresponde às Teorias de Conteúdo, que
procuram explicar
a) precipuamente o grau de correlação entre as recompensas oferecidas e a
motivação para a sua consecução.
b) os processos cognitivos do indivíduo, que influenciam seu comportamento e
geram motivação.
c) apenas os elementos objetivos que compõem a motivação, como salários e
benefícios.
64
d) os componentes da motivação comuns aos diferentes grupos sociais, e não os
fatores individuais.
e) quais fatores motivam as pessoas, dentro do indivíduo ou do ambiente que o
envolve.

Questão 171: FCC - Ag FRT (ARTESP)/ARTESP/Técnico em Contabilidade -


Administração/2017
Assunto: Motivação
Considere os pressupostos abaixo:

1. O ser humano médio tem uma aversão inerente ao trabalho e, se for possível, evita-o.

2. A maioria das pessoas precisa ser coagida, controlada, dirigida e ameaçada com
punições para fazer o esforço adequado ao atingimento dos objetivos organizacionais.

3. O ser humano médio prefere ser dirigido, deseja fugir às responsabilidades, tem
relativamente pouca ambição e coloca a segurança acima de tudo.

Tais pressupostos estão associados ao conjunto de crenças gerenciais denominada Teoria


a) da Equidade.
b) X.
c) Y.
d) Z.
e) das Necessidades

Questão 172: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Motivação
O quadro abaixo apresenta algumas teorias motivacionais e os principais conceitos que
as caracterizam:

Coluna Autor Coluna Principais conceitos


Considera a necessidade de sucesso e a necessidade de
filiação como importantes fontes de motivação no ambiente
1 Maslow W de trabalho. Defende que a distinção entre poder
personalizado e poder socializado pode ser um passo
fundamental para retirar a conotação negativa de poder.
Visa a motivação humana de forma hierárquica, partindo de
necessidades primárias relacionadas à sobrevivência e
2 Herzberg X
desenvolvendo-se em necessidades de nível mais elevado
relacionadas ao crescimento.
Identificou as necessidades de nível elevado e inferior
3 McClelland Y denominadas primeiramente como motivadoras e mais
tarde como fatores de higiene.
A experiência de dissonância, sendo psicologicamente
4 White Z
desconfortável, é vista como fonte de motivação. A pessoa

65
age para reduzir a dissonância, seja evitando as situações
dissonantes, seja procurando mudar sua fonte.
Sugere que o desejo de competência é uma força poderosa
5 Festinger V
que está por trás de boa parte do comportamento humano.

A correlação correta entre as colunas é:


a) 1X; 2V; 3Z; 4W; 5Y
b) 1Z; 2W; 3X; 4Y; 5V
c) 1X; 2Y; 3W; 4V; 5Z
d) 1X; 2W; 3Y; 4V; 5Z
e) 1V; 2Z; 3W; 4Y; 5X

Questão 173: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Motivação
Os “fatores de higiene”, preconizados por Herzberg, são análogos a “hierarquia das
necessidades”, de Maslow, nos aspectos
a) sobrevivência e segurança.
b) pertencimento e estima.
c) fisiológico e reconhecimento.
d) aprendizado e respeito.
e) segurança e realização.

Questão 174: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Motivação
Entre as diferentes teorias desenvolvidas para explicar o fenômeno da motivação, existem
as denominadas Teorias de Conteúdo, entre as quais emerge a Teoria “X” e “Y” de
MacGregor, a qual
a) preconiza que devem ser conjugados fatores intrínsecos, denominados “X” e
extrínsecos, denominados “Y”, para alcançar o grau ótimo de motivação.
b) divide os fatores motivacionais em fatores insatisfacentes, ditos de higiene, e
fatores de motivação propriamente ditos.
c) elenca as necessidades humanas de acordo com uma hierarquia a ser satisfeita,
situando na base da pirâmide as necessidades fisiológicas.
d) contempla dois extremos opostos de suposições: a de que o homem médio não
gosta do trabalho e o evita e, no outro polo, que o dispêndio de esforço no trabalho é
algo natural.
e) sustenta que a motivação decorre da adequada combinação de dois fatores em
uma mesma equação: reforço positivo (recompensas) e reforço negativo (punições ou
desincentivos).

66
Questão 175: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017
Assunto: Motivação
A motivação costuma ser apontada como um estado autorregulado, biológica ou
cognitivamente, por vários fatores como necessidade, estado emocional, valores,
expectativas e objetivos. Alguns estudos sobre a motivação diferem a motivação
intrínseca da extrínseca, sustentando que
a) a primeira não é afetada pelas necessidades básicas do indivíduo, mas apenas
por seus valores.
b) a segunda é gerada por processos de reforço e punição.
c) ambas estão relacionadas ao processo e não aos fatores motivacionais.
d) a primeira é ligada a aspectos individuais e a segunda a aspectos sociais.
e) a segunda diz respeito apenas às recompensas financeiras e benefícios.

Questão 176: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto: Delegação e empowerment
O cerne do equilíbrio organizacional está na relação entre os objetivos da organização e
os objetivos dos indivíduos que dela fazem parte, os quais, no mais das vezes, não são
coincidentes. Diferentes ações podem ser adotadas para alinhar esses interesses e, nesse
contexto, aflora o conceito de empowerment (empoderamento), que se traduz, em termos
concretos, em
a) suprimir a cadeia hierárquica e conferir ampla autonomia aos colaboradores
para definição dos objetivos da organização.
b) adotar medidas que confiram maior liberdade aos subordinados, mantendo-se a
responsabilidade correspondente no âmbito daqueles que detém o poder de comando.
c) delegar o controle para que os indivíduos tenham responsabilidade sobre seu
trabalho e sobre as decisões que tomam.
d) adotar medidas que confiram maior flexibilidade no trabalho, porém sem
autonomia decisória.
e) introduzir maior controle das variáveis dependentes, como rotatividade e
absenteísmo e maior flexibilidade no campo das variáveis independentes, como
produtividade.

Questão 177: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Apoio Especializado/Arquitetura/2017


Assunto: Grupos e equipes de trabalho
Um grupo de funcionários de uma empresa passa a ser uma equipe quando existe
definição
a) de conflitos; divisão de objetivos e metas; ajustes de funções; resolução de
interesses; definição da organização das férias e comunicação dos vínculos com outras
equipes.
b) de comunicação; divisão de percepção organizacional; ajustes de formação;
resolução de imagem pessoal; definição de autoproteção e limitação da flexibilidade.
c) de objetivos e metas; divisão de papéis e funções; sinergia positiva; alto grau de
conformidade e indicação de que há uma liderança que permite apoio e coesão entre os
membros.

67
d) hierárquica; divisão de objetivos; ajustes organizacionais; resolução de
comentários e definição de liderança e de avaliação das fragilidades.
e) organizacional; divisão de conflitos, ajustes de funções; resolução de
comunicação e definição da cooperação e de possibilidades de vínculo com outras
equipes.

Questão 178: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Comunicação no processo de gestão
A Diretoria Financeira de determinada empresa detectou forte redução do faturamento
nos últimos meses e resolveu adotar um programa de comunicação, direcionado a todos
os colaboradores, inclusive das áreas de operação, tendo a seguinte mensagem: “os
indicadores econômico-financeiros da companhia vêm apresentando trajetória de forte
deterioração, colocando em risco os covenants assumidos junto a financiadores, o que
exige de todos a adoção de medidas urgentes para incrementar a geração de caixa,
melhorando, assim, a margem EBITDA dos próximos trimestres”. Referida mensagem
a) constitui um exemplo de comunicação eficaz, pois contempla os elementos de
completude e clareza, na forma preconizada pelo modelo linear.
b) somente será bem sucedida se adotado o modelo de redes informais de
comunicação, elegendo facilitadores para disseminação da mensagem.
c) é representativa do denominado modelo transacional, que busca derrubar
barreiras psicológicas dos receptores a temas não relacionados à sua atuação cotidiana.
d) contém barreiras à comunicação, especialmente em função da não adoção de
linguagem comum a todos os envolvidos.
e) depende, para a sua perfeita compreensão por todos os membros da
organização, de um mecanismo claro de feedback, que corresponde à tradução dos
jargões utilizados.

Questão 179: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Comunicação no processo de gestão
A figura a seguir demonstra quatro tipos de redes de comunicação presentes nas
organizações:

As redes de comunicação podem ter muitas implicações para os relacionamentos entre


estrutura organizacional e comunicação. Diante disso, uma organização que tenha
principalmente tarefas rotineiras e simples funcionaria de modo mais eficiente se
utilizasse APENAS as redes
a) II e III.

68
b) I e II.
c) II e IV.
d) I e III.
e) III e IV.

Questão 180: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Comunicação no processo de gestão
A comunicação organizacional pode ser definida como um sistema que compreende o
fluxo de informações entre a organização e seu ambiente interno e externo, comportando
duas perspectivas, a saber:
a) Integrada, com uma base única e global; e fragmentada, quando almeja
objetivos setoriais.
b) Corporativa, voltada para assuntos internos; e institucional, com foco na
sociedade.
c) Aberta, contemplando comunicados e informes; e fechada, resultando da
interação entre áreas.
d) Ativa, alinhada com os objetivos da organização; e reativa, quando envolve
proteção em face de um risco potencial.
e) Instrumental, que visa informar e divulgar; e participativa, na qual se busca a
interação entre os atores.

Questão 181: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Processo Decisório (Tomada de Decisão)
A tomada de decisão e o processo de tomar decisões são tarefas características do gestor
e correspondem à escolha entre alternativas ou possibilidades, com vistas a resolver
problemas ou aproveitar oportunidades. Nesse sentido, de acordo com categorização de
autores consagrados, quanto aos diferentes tipos de decisões no âmbito de uma
organização, quando um gestor soluciona um problema tomando por base normas
preestabelecidas, disponíveis no acervo da organização, sua decisão é do tipo
a) padronizada.
b) programada.
c) consultiva.
d) normativa.
e) prescritiva.

Questão 182: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Processo Decisório (Tomada de Decisão)
O processo de tomada de decisões no âmbito de uma organização pressupõe o exame
cuidadoso da situação, o mapeamento dos critérios relevantes, a identificação das
alternativas viáveis e, por fim, a escolha da mais adequada. Nesse contexto,

I. tendo em vista que a racionalidade do tomador é limitada, a decisão racional demanda


esforço para simplificar situações complexas.

69
II. a tomada de decisão intuitiva é um processo inconsciente gerado pelas experiências
vividas e não tem lugar quando existe alto nível de incerteza.

III. o processo de tomada de decisão consensual conjuga, de forma equilibrada, o


processo racional e o intuitivo.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I e II.
b) II e III.
c) II.
d) I.
e) III.

Questão 183: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: Processo Decisório (Tomada de Decisão)
Em uma situação hipotética, a área de projetos de determinada organização está se
defrontando com um cenário bastante desafiador decorrente de mudanças no mercado em
que atua, gerando a necessidade de tomada de diversas decisões não programadas. O
gerente da área pretende envolver os membros da equipe no processo de tomada de tais
decisões, considerando que a equipe possui elevado nível de maturidade e competência.
Nesse contexto, cabe a adoção de decisão

I. consultiva.

II. democrática.

III. consensual.

Está correto o que consta em


a) I e III, apenas.
b) II e III, apenas.
c) II, apenas.
d) I e II, apenas.
e) I, II e III.

Questão 184: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Judiciária/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Processo Decisório (Tomada de Decisão)
A tomada de decisão é uma das atividades mais típicas do administrador. Existem
diferentes tipos de decisão, sendo que algumas delas se realizam por meio de um conjunto
de normas preestabelecidas, com base em um acervo de soluções da organização. Tais
decisões são as denominadas
a) Programadas.
b) Padronizadas.

70
c) Recorrentes.
d) Impróprias.
e) Consultivas.

Questão 185: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Processo Decisório (Tomada de Decisão)
A teoria sustentada por Herbert Simon para explicar o processo decisório no âmbito das
organizações, aponta, entre outros aspectos, dois tipos de decisões:
a) as previsíveis, que refletem o comportamento padrão da organização; e as
inovadoras, tomadas em um ambiente de mudança comportamental.
b) as autocráticas, tomadas pelo gestor sem participação dos envolvidos; e as
participativas, decorrentes de processo de construção coletiva.
c) as consensuais, que refletem o consenso na organização; e as individuais,
tomadas pelo responsável pela solução de um problema isolado.
d) as programadas, tomadas por meio de um conjunto de normas preestabelecidas;
e as não programadas, que não comportam soluções padronizadas.
e) as autônomas, construídas dentro da própria organização; e as consultivas, que
envolvem a participação de agentes externos à organização.

Questão 186: FCC - AJ TRT23/TRT 23/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
O denominado Ciclo PDCA pode ser entendido como um método ou técnica para
controle de processos que
a) é focado no gerenciamento de riscos, com aplicação de instrumentos de
compliance.
b) é pautado pela redução de custos e otimização dos recursos humanos e materiais
existentes.
c) tem como objetivo a drástica redução do tempo necessário para o cumprimento
de todas as etapas do processo.
d) contempla, entre outras etapas, a de controle e a corretiva, buscando a
minimização de erros.
e) propõe a redução de interfaces e o estabelecimento de um fluxo horizontal de
ações e decisões.

Questão 187: FCC - AJ TRT23/TRT 23/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
O grau de maturidade na gestão de processos é definido a partir de níveis, que medem a
evolução da organização quanto às práticas de gerenciamento de processos. Um dos
modelos a partir do qual é possível descrever o grau de maturidade de um processo é o
preconizado pela Society for Design and Process Science − SDPS, que aponta, como o
nível mais avançado, o correspondente aos processos
a) gerenciados.
b) padronizados.

71
c) otimizados.
d) modelados.
e) interoperados.

Questão 188: FCC - AJ TRT23/TRT 23/Apoio Especializado/Tecnologia da


Informação/2016
Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
De acordo com a referência mundial em Gerenciamento de Processos de Negócio − BPM,
durante a Análise de Processo o Analista deve observar diversas situações. Dentre elas:

I. Fatores que impõem restrições e direcionam decisões que impactam a natureza e o


desempenho do processo. Frequentemente esses fatores são criados sem suficiente
compreensão dos cenários que a organização pode encontrar ou se tornam desconectados
devido a mudanças não gerenciadas.

II. Elementos que testam os limites de sustentação inferior e superior do processo e


determinam se seus fatores de execução podem apropriadamente diminuir ou aumentar
em escala para atender à demanda.

III. Elementos que restringem a capacidade do processo e criam uma fila.

Os itens I, II e III correspondem, correta e respectivamente, aos elementos


a) gargalo, regras de negócio e capacidade.
b) gargalo, capacidade e regras de negócio.
c) capacidade, regras de negócio e gargalo.
d) regras de negócio, capacidade e gargalo.
e) regras de negócio, gargalo e capacidade.

Questão 189: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
O diagnóstico do grau de maturidade dos processos de determinada organização apontou
que as práticas de gestão e gerenciamento dos processos estabelecidos correspondia, de
acordo com a classificação da Society for Design and Process Science – SDPS, aos
denominados processos encenados, o que significa o
a) grau mais precário de gerenciamento, que não corresponde a um processo
propriamente dito, sendo executados de maneira ad-hoc, sem previsibilidade.
b) segundo nível de maturidade, no qual os processos são simulados a partir da
introdução de dados estimados, que permitem a criação e a análise de cenários distintos.
c) grau mais avançado de maturidade, presente quando os processos são
executados e geridos além das fronteiras organizacionais, promovendo cadeias de valor
entre instituições.
d) terceiro nível de maturidade, quando os processos são emulados a partir da
coexistência de dados da realidade junto aos dados estimados, minimizando a
possibilidade de efeitos indesejados.

72
e) quarto nível da maturidade, quando os processos são realizados conforme os
modelos desenhados, simulados e emulados, e a observação das novas condições
exigidas pela realidade induz a permanente adequação dos requisitos do processo.

Questão 190: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
Considere que determinada entidade integrante da Administração Indireta do Estado
pretenda melhorar seu desempenho, aperfeiçoando seus processos de negócio,
objetivando maior eficiência na produção de serviços. Para tal mister, uma das etapas a
serem percorridas consiste no mapeamento dos processos, que utiliza como ferramenta
a) o Fluxograma, como processo gráfico de representação das entradas e saídas e
de quem executa as atividades/tarefas.
b) os Feedbacks, identificando os pontos fortes e fracos do processo com a oitiva
de todas as áreas da organização.
c) a Matriz de Riscos, criada a partir da identificação dos aspectos críticos
envolvidos na execução de cada processo.
d) o Workflows, compreendendo o conjunto de softwares utilizados para gerenciar
os processos de trabalho.
e) o ERP − Enterprise Resource Planning, sistema integrado de controle de
processos.

Questão 191: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
A modelagem de processos BPM é considerada importante pela sua capacidade de
fornecer a compreensão da empresa e dos mecanismos utilizados para o seu
funcionamento. Uma das abordagens adotadas em tal metodologia preconiza que os
processos de negócio de uma organização
a) se restringem ao sistema de gerenciamento informatizado utilizado.
b) correspondem ao workflow, assim entendido como sistema de gerenciamento de
desempenho.
c) podem ser redesenhados e otimizados ainda que já padronizados.
d) constituem um sistema fechado que não comporta modificações.
e) são classificados de acordo com seu nível de maturidade.

Questão 192: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
O grau de maturidade na Gestão de Processos de Negócios pode ser medido com base em
diferentes metodologias. Segundo a visão da SDPS – Society for Design and Process
Science, o nível mais avançado, no qual se verifica o grau máximo de minimização de
riscos e efeitos indesejados, corresponde aos processos
a) coordenados.
b) modelados.
c) gerenciados.

73
d) otimizados.
e) interoperados.

Questão 193: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
Suponha que determinada organização pretenda avaliar o grau de maturidade de seus
processos repetitivos e, para tanto, tenha utilizado os conceitos estabelecidos pela Society
of Design Process Science – SDPS. Avaliando o conhecimento das equipes envolvidas e
o grau de minimização de riscos e efeitos indesejados, chegou-se à conclusão que os
processos da organização se caracterizam como processos modelados, o que equivale
dizer que correspondem, em termos de maturidade, ao
a) nível mais avançado, quando são executados e geridos além das fronteiras
organizacionais.
b) nível 1, identificados a partir de seus papéis, das sincronias envolvidas e de seus
efeitos colaterais.
c) menor grau de fragilidade, com resultados adequados e riscos devidamente
controlados.
d) nível intermediário, com etapas bem definidas, mas ainda com riscos de efeitos
indesejados não totalmente monitorados.
e) nível 4, avançado no que diz respeito à identificação das etapas e agentes, e
intermediário quanto ao controle de riscos.

Questão 194: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Engenheiro Cartográfico e


Agrimensor/2016
Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
A gestão dos processos do sistema de qualidade pode ser efetuada usando o ciclo PDCA.
Essa sigla é a abreviatura de
a) Practice-Delegate-Check-Accept.
b) Put-Do-Criticize-Adjust.
c) Plan-Do-Check-Act.
d) Plan-Delegate-Check-Accept.
e) Practice-Donate-Cricticize-Act.

Questão 195: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
Existem diferentes classificações preconizadas por instituições e publicações
especializadas no que diz respeito ao grau de maturidade no gerenciamento de processos
verificado em uma organização. Nessa linha, costumam ser apontados diferentes níveis
de maturidade, refletindo o estágio em que se encontra a organização e objetivando a
evolução de acordo com a aplicação das melhores práticas de gestão de processos. Uma
dessas classificações é apresentada pela SDPS – Society for Design and Process Science,
de acordo com a qual, o Nível 1 de maturidade corresponde aos denominados processos
a) simulados.
b) modelados.

74
c) padronizados.
d) otimizados.
e) emulados.

Questão 196: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
O denominado Ciclo PDCA pode ser entendido como uma técnica para controle de
processos que objetiva a melhoria contínua, evitando erros lógicos, a partir das seguintes
etapas sequenciais:
a) pontos críticos; definição de ações corretivas; controle/monitoramento e
adequação.
b) prescrição; diagnóstico; controle de qualidade e avaliação.
c) execução; conferência; detecção de falhas e adequação.
d) previsão de custos; definição de metas; controle de resultados e avaliação.
e) planejamento; execução; controle/verificação e ação avaliativa/corretiva.

Questão 197: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Judiciária/Oficial de Justiça Avaliador


Federal/2017
Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
O denominado Ciclo PDCA, também conhecido como Ciclo da Melhoria Contínua, é um
método utilizado, precipuamente, para
a) planejamento estratégico da organização, estabelecendo indicadores e metas de
curto, médio e longo prazo.
b) gestão de pessoas, aplicando dinâmicas de grupo e treinamentos para aprimorar
o desempenho de suas funções.
c) controlar e melhorar as atividades de um processo, padronizando informações
de controle e reduzindo erros.
d) avaliação de desempenho, com repercussão direta na remuneração conforme o
atingimento de objetivos pré-estabelecidos.
e) gerenciamento de projetos, a partir de um escalonamento estabelecido em
função do grau de prioridade para a organização.

Questão 198: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Apoio Especializado/Arquitetura/2017


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
O gráfico abaixo representa o método de controle de processos PDCA, também conhecido
como ciclo de Deming.

75
Identifique as etapas do Ciclo PDCA assinaladas no gráfico como 1 e 2, 3, 4, 5 e 6,
respectivamente:
a) Análise de Processo e Plano de Ação; Execução; Verificação; Padronização e
Conclusão.
b) Padronização e Execução; Revisão; Padronização; Verificação e Conclusão.
c) Análise de Processo e Plano de Ação; Verificação; Execução; Padronização e
Conclusão.
d) Execução do Processo e Padronização; Análise do Método; Verificação; Plano
de Ação e Conclusão.
e) Análise de Processo e Plano de Ação; Padronização; Verificação; Plano de
Ação e Conclusão.

Questão 199: FCC - AJ TRE SP/TRE SP/Judiciária/2017


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
Segundo o Gespública (2011), a gestão de processos é um mecanismo utilizado para
identificar, representar, minimizar riscos e implementar processos de negócios, dentro e
entre organizações. O modelo preconizado pela Society for Design and Process Science
– SDPS, considera, como etapas do ciclo do processo:
a) mapeamento, desenho, execução e monitoramento.
b) desenho, implementação, monitoramento e otimização.
c) identificação, conceituação, execução e refinamento.
d) modelagem, simulação, emulação e encenação.
e) mapeamento, modelagem, implementação e monitoramento.

Questão 200: FCC - AJ TRE SP/TRE SP/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
O grau de maturidade na gestão de processos que uma organização pode atingir, depende,
em grande medida, do conhecimento das equipes envolvidas e da minimização de riscos
e de efeitos indesejados. Na visão da Society for Design and Process Science – SDPS,
consideram-se processos encenados aqueles
a) que servem como paradigma para o desenho dos processos da própria
organização, fornecendo premissas para modelagem.
b) que traduzem o grau ótimo de gestão de riscos, obtido a partir do envolvimento
da equipe em dinâmicas de grupo.

76
c) realizados conforme os modelos desenhados, simulados e emulados,
correspondente ao Nível 4 de maturidade.
d) correspondentes ao nível 5, otimizado, proposto pela visão do CBOK –
Business Process Maturity.
e) correspondentes ao nível mais precário de gestão de riscos, demandando
mapeamento e modelagem para adequação.

Questão 201: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
Uma das definições de processo, no âmbito das organizações, é um conjunto de meios
articulados de forma organizada para alcançar os resultados pretendidos. Entre as
ferramentas utilizadas na gestão de processos se inclui o
a) feedback, para avaliar a aderência dos processos aos objetivos estratégicos da
organização.
b) diagrama de Pareto, para identificar o grau de maturidade dos processos.
c) fluxograma, utilizado no mapeamento dos processos da organização.
d) mapa estratégico, com a identificação dos desafios e oportunidades
apresentados à organização.
e) organograma, que corresponde à representação gráfica de todas as etapas de
cada processo.

Questão 202: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
Um dos instrumentos disponíveis para a melhoria dos processos de uma organização é o
Ciclo PDCA, com a padronização e a redução de erros. As etapas necessárias para
aplicação de tal metodologia consistem em
a) promover a redução de fases; desenvolver estratégias; corrigir desvios e avaliar
o desempenho dos envolvidos no pro cesso.
b) mapear os processos; desenvolver estratégias de ação; controlar os prazos de
execução; avaliar os resultados obtidos.
c) planejar; executar as atividades previstas no planejamento; verificar o grau de
cumprimento do que foi planejado; identificar eventuais falhas e adotar ações corretivas.
d) estabelecer metas; definir ações necessárias para atingimento das metas; avaliar
o cumprimento das metas; redesenhar os processos.
e) identificar os processos principais; planejar as atividades e tempos de execução;
controlar a execução; agir para remover obstáculos.

Questão 203: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
O mapeamento do processo no seu nível mais básico envolve descrever os processos em
termos de como as atividades dentro do processo se relacionam uma com as outras. A
figura a seguir apresenta parte do “conjunto universal” de símbolos mais utilizados para
mapear processos, tais símbolos derivam do “gerenciamento científico” ou da “análise de
sistemas”.

77
Os símbolos utilizados para representar a “entrada ou saída do processo” e o “atraso ou
espera no processo” são representados, respectivamente, pelos símbolos de números
a) I e II.
b) V e III.
c) IV e V.
d) II e I.
e) III e IV.

Questão 204: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Gestão por Processos (BPM CBOK, Ciclo PDCA, 6 Sigma etc.)
As organizações que pretendam adotar a gestão por processos possuem à sua disposição
alguns modelos consagrados que indicam níveis de maturidade dos processos, entre os
quais, o proposto pela SDPS – Society for Design and Process Science. O nível mais
avançado indicado por tal modelo corresponde aos denominados processos
a) desenhados, ou seja, “customizados” de acordo com as necessidades e objetivos
da organização.
b) modelados, ajustados de acordo com critérios de excelência reconhecidos
internacionalmente.
c) otimizados, quando se conclui que atingem os objetivos pretendidos pela
organização.
d) padronizados, quando representam as melhores práticas de gestão.
e) interoperados, executados e geridos além das fronteiras organizacionais.

Questão 205: FCC - AJ TRT23/TRT 23/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
O Programa 5S, criado no Japão, foi disseminado como ferramenta para promover bons
hábitos no ambiente de trabalho, como forma de melhorar a produtividade. Entre os cinco
“sensos”, inserem-se,
a) organização e limpeza.
b) rapidez e disciplina.
c) benevolência e cooperação.

78
d) responsabilidade e comprometimento.
e) hierarquia e respeito.

Questão 206: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
A maturidade no gerenciamento de projetos é aplicável em se tratando de projetos
repetitivos ou reiterados, onde o aprendizado oriundo de projetos anteriores e a
implantação de inovações sugerem a melhoria das práticas e a sua padronização. Nesse
sentido, um dos conceitos aplicados para identificar o grau de maturidade no
gerenciamento de projetos é o benchmarking, que corresponde
a) à concentração da supervisão dos projetos no âmbito da gerência da
organização, objetivando maior controle e eficácia.
b) à adoção de modelos padronizados e testados no mercado para o gerenciamento
de projetos comuns, não aplicável, contudo, em projetos complexos.
c) ao ciclo de melhoria contínua praticado pela organização e representado por
etapas de aquisição de conhecimento.
d) à disseminação dos conceitos de excelência na gestão de projetos no âmbito da
organização, através de treinamentos contínuos e avaliações de resultados.
e) à comparação das práticas e resultados do gerenciamento de projetos verificadas
na organização com as existentes em outras organizações de sucesso.

Questão 207: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de


Empresas/2016
Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
Com o aumento da competitividade entre as empresas verificou-se, nas últimas décadas,
uma intensa busca por inovações como forma de superação dos concorrentes, incluindo
redução de custos e melhoria da qualidade, com foco na satisfação dos clientes. Uma das
abordagens para atingir esses objetivos consiste na adoção de um processo contínuo para
avaliar serviços, produtos e práticas da organização, comparando-os com seus
concorrentes mais fortes ou com empresas que são reconhecidas como líderes.

Esse processo é conhecido como:


a) Ciclo PDCA.
b) downsizing.
c) benchmarking.
d) Kaizen, ou melhoria contínua.
e) Reengenharia.

Questão 208: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de


Empresas/2016
Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
As principais abordagens sobre qualidade nas organizações remontam aos princípios
estabelecidos por Deming, nos Estados Unidos, fortemente acolhidos no Japão após a
Segunda Guerra Mundial, tendo como um de seus postulados
a) o pressuposto de que as transações devem ser avaliadas com base nos preços.
79
b) a premissa de que, quanto maior a qualidade, menores serão os custos de
produção.
c) o incentivo a slogans e exortações para os empregados como forma de
alinhamento.
d) o estabelecimento de quotas numéricas para avaliação dos produtos e serviços.
e) a disseminação da inspeção em massa como forma eficiente de controle da
qualidade.

Questão 209: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de


Empresas/2016
Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
De acordo com as abordagens mais atuais, o objetivo principal de uma empresa é a
satisfação das necessidades das pessoas: consumidores (através da qualidade),
empregados (através do crescimento do ser humano), acionistas (através da
produtividade/ lucratividade), e comunidade (através da contribuição social). Este
objetivo pode ser atingido pela prática do Controle da Qualidade Total (Total Quality
Control − TQC), que compreende, entre outros, os seguintes tópicos:

I. Controle de resultados: uma empresa não pode ser controlada por processos, mas
apenas em função do resultado final, quando é possível se tomar ações corretivas.

II. Controle da dispersão: observar cuidadosamente a dispersão dos dados e isolar a causa
fundamental da dispersão.

III. Controle à montante: a satisfação do cliente se baseia exclusivamente em funções à


montante. As contribuições à jusante são pequenas. Identificar as necessidades
verdadeiras dos clientes, assegurar a qualidade em cada estágio, prevendo falhas.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) II.
b) I e II.
c) I e III.
d) I.
e) II e III.

Questão 210: FCC - TNS (ARSETE)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
Na gestão da qualidade, o diagrama esquematizado a seguir tem o objetivo de indicar a
relação entre o efeito e as causas que contribuem para a sua ocorrência.

80
Ele é denominado Diagrama
a) de Ishikawa.
b) 5W2H.
c) de Pareto.
d) PDCA.
e) FMEA.

Questão 211: FCC - AT (ARSETE)/Pref Teresina/Saúde/Técnico em Química/2016


Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
Considere:

I. A empresa poderá apenas implementar o sistema e melhorar os processos.

II. Mas para que o resultado seja reconhecido, será necessário que outra empresa
especializada em auditoria de gestão da qualidade faça esse serviço.

III. Assim, obtém-se um certificado da qualidade. Isso irá depender da área onde a
empresa atua, e também, das normas que regem esta área.

Em relação ao Sistema de Gestão de Qualidade, está correto o que se afirma em


a) I e II, apenas.
b) I e III, apenas.
c) I, II e III.
d) II e III, apenas.
e) II, apenas.

Questão 212: FCC - AT (ARSETE)/Pref Teresina/Saúde/Técnico em Química/2016


Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
O Controle Estatístico de Processo − CEP é uma poderosa coleção de ferramentas úteis
na obtenção da estabilidade do processo e na melhoria da capacidade através da redução
da variabilidade.

Considere as informações a seguir:

81
Grupo I Grupo II Grupo III
Gráfico de Pareto
Gráfico de Histograma Diagrama de Dispersão
Diagrama de Causa-e-Efeito
Folha de Controle Gráficos de Controle
Diagrama de Concentração de Defeitos

Constituem-se ferramentas da qualidade as descritas em


a) I, II e III.
b) I e II, apenas.
c) II e III, apenas.
d) III, apenas.
e) I, apenas.

Questão 213: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Engenheiro Cartográfico e


Agrimensor/2016
Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
Conforme a NBR ISO 9.001/2015, são princípios de gestão da qualidade:
a) Liderança, análise financeira e sustentabilidade ambiental.
b) Foco no cliente, engajamento das pessoas e melhoria.
c) Gestão de relacionamento, análise financeira e assertividade.
d) Melhoria, controle de processos e sustentabilidade ambiental.
e) Liderança, assertividade e controle de processos.

Questão 214: FCC - Tec (PGE MT)/PGE MT/Técnico Administrativo/2016


Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
Com o objetivo de melhorar o ambiente de trabalho, reduzir o desperdício e aumentar a
produtividade, um determinado órgão público decidiu implementar o programa de
qualidade conhecido como “5S”. Sua implementação requer um passo a passo no qual o
último dos “sensos” corresponde ao senso de
a) utilização.
b) ordenação.
c) autodisciplina.
d) limpeza.
e) higiene.

Questão 215: FCC - Tec (PGE MT)/PGE MT/Técnico Administrativo/2016


Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
Sobre as ferramentas básicas do controle da qualidade, considere:

I. Os fluxogramas, também conhecidos como diagramas de processos, apresentam a


variação de dados de forma visual. O gestor de qualidade normalmente os utiliza para
apresentar dados contínuos que podem ser medidos.

82
II. Os diagramas de “causa e efeito”, ou diagramas de “espinha de peixe”, são utilizados
para determinar se existe ou não relação entre duas variáveis, neste caso o supervisor de
atendimento de uma repartição pública pode identificar, por meio de uma pesquisa, a
relação entre a satisfação do cliente e o seu tempo de espera na fila

III. Os diagramas de Pareto são utilizados como forma de análise para direcionar os
recursos às categorias de materiais que mais giram no estoque.

IV. As cartas de controle estatístico são utilizadas para identificação de pontos ou padrões
incomuns que podem contribuir nas ações gerenciais que visam qualidade. Elas
apresentam dados plotados em função do tempo, dos quais permitem uma representação
visual das médias e medidas de variação referentes, por exemplo, a um processo de
atendimento ao cidadão.

Está correto o que consta APENAS nas premissas


a) I, II e III.
b) I e III.
c) II e IV.
d) III e IV.
e) I, II e IV.

Questão 216: FCC - Ag FRT (ARTESP)/ARTESP/Técnico em Contabilidade -


Administração/2017
Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
O quadro abaixo apresenta os tipos de custos de Gestão da Qualidade e algumas ações
que os caracterizam:

Coluna Tipo de custos Coluna Ações que os caracterizam


Custos de Avaliação da − Acompanhamento dos serviços
1 W
Qualidade − Auditorias de Qualidade
− Análise do atendimento a requisitos
2 Custos de Prevenção X básicos
− Controle de processos
Custos de Garantia da − Avaliação técnica de fornecedores
3 Y
Qualidade − Elaboração de manuais
− Coleta e organização de dados
4 Custos com Informações Z
− Desenvolvimento de análises

A correlação correta entre as colunas é:


a) 1Z; 2X; 3W; 4Y.
b) 1Z; 2W; 3X; 4Y.
c) 1Y; 2X; 3Z; 4W.
d) 1W; 2Z; 3Y; 4X.
e) 1X; 2Y; 3W; 4Z.

83
Questão 217: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017
Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
Considere os pressupostos do conceito de Qualidade de Conformação:

I. Quando o aumento de peças defeituosas decorre do aumento de controles, se é verdade


que os custos com peças defeituosas caem, também é real que aumenta o custo com
controles, provocando, igualmente, o aumento dos custos totais.

II. Quando o percentual de peças defeituosas diminui, tem-se uma redução das ações de
controle e, portanto, dos custos correspondentes.

III. Se existe 100% de peças defeituosas, o custo é, igualmente em tese, infinito, já que
toda a produção está perdida (custo da ocorrência de peças defeituosas).

IV. O custo de um processo sem nenhuma peça defeituosa é, teoricamente, infinitamente


elevado, já que essa situação seria devida aos controles intensivos que deveriam ser
desenvolvidos.

Está correto o que consta APENAS em


a) II e III.
b) I e III.
c) II e IV.
d) I e II.
e) III e IV.

Questão 218: FCC - AJ TRE PR/TRE PR/Apoio Especializado/Biblioteconomia/2017


Assunto: Temas essenciais sobre qualidade (conceito, evolução, teóricos e ferramentas)
Os 4 pilares da Teoria da Qualidade são
a) a separação entre planejamento e execução, o foco no cliente, a metodologia
científica e a orientação para os problemas da qualidade.
b) a formação de equipes, o trabalho cooperativo, a melhoria contínua e a gestão
por processos.
c) o foco no cliente, a melhoria contínua, a orientação para os problemas da
qualidade e a gestão por processos.
d) a melhoria contínua, a separação entre planejamento e execução, a orientação
para os problemas da qualidade e a formação de equipes.
e) o trabalho cooperativo, a metodologia científica, a separação entre planejamento
e execução e a formação de equipes.

Questão 219: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Modelo de Excelência Gerencial (FNQ)
Suponha que determinada entidade integrante da Administração pública pretenda medir
seu grau de excelência utilizando os conceitos, ferramentas e metodologias preconizados
pela Fundação Nacional de Qualidade − FNQ. Tal pretensão afigura-se

84
a) viável apenas em se tratando de entidade sujeita ao regime jurídico privado, tais
como empresas públicas e sociedades de economia mista.
b) inviável, em face da colidência com os princípios constitucionais que regem a
Administração pública.
c) cabível, eis que o modelo da FNQ contempla adaptação para a gestão pública,
com conteúdos específicos para cada critério.
d) de difícil consecução, haja vista a não aderência dos fundamentos preconizados
pela FNQ ao “estado da arte” na Administração pública.
e) cabível apenas para fins de premiação, em caráter honorífico, para gestores
públicos de destaque, não se aplicando para fins de avaliação da organização.

Questão 220: FCC - TJ TRT14/TRT 14/Administrativa/2016


Assunto: Excelência e qualidade nos Serviços Públicos (Gespública, MEGP)
Sobre o Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização − GESPÚBLICA, é
correto afirmar:
a) Tem como objetivo orientar a adoção de práticas de excelência em gestão pelas
organizações públicas da Administração direta e indireta, limitado à esfera federal.
b) Foi instituído pelo Decreto-Lei nº200 de 1967, com a finalidade de dotar as
organizações públicas de eficiência na prestação dos serviços públicos aos cidadãos.
c) A participação dos órgãos e entidades dos governos subnacionais no Gespública
é obrigatória, tendo sido o programa implementado concomitantemente em todos os
municípios brasileiros.
d) É um programa federal que visa desenvolver um modelo de excelência em
gestão pública, porém é aberto à participação voluntária de organizações públicas ou
privadas.
e) Objetiva promover instrumentos gerenciais que gerem eficiência por meio do
melhor aproveitamento dos recursos, sem prever, contudo, a promoção da gestão
democrática e transparente.

Questão 221: FCC - AJ TRT14/TRT 14/Judiciária/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Excelência e qualidade nos Serviços Públicos (Gespública, MEGP)
O sistema de gestão de excelência adotado no Modelo Referencial da Gestão Pública,
integrante do Instrumento para Avaliação da Gestão Pública do Programa Gespública do
Governo Federal, é baseado no
a) Ciclo PDCA.
b) Balanced Scorecard − BSC.
c) Programa 5S.
d) Mapa Estratégico.
e) Gerenciamento pelas Diretrizes − GDP.

Questão 222: FCC - AJ TRT14/TRT 14/Judiciária/Oficial de Justiça Avaliador


Federal/2016
Assunto: Excelência e qualidade nos Serviços Públicos (Gespública, MEGP)

85
O Gespública, Programa de Excelência em Gestão Pública do Governo Federal, está
baseado em indicadores de resultado e de esforço, dentre os quais o indicador de
a) Efetividade, dado pela realização dos processos, projetos e planos de ação de
acordo com o planejamento efetivado.
b) Eficácia, vinculada ao grau de satisfação ou ainda ao valor agregado ou à
transformação produzida no contexto em geral.
c) Eficiência, baseada na relação entre os produtos ou serviços gerados (outputs)
com os insumos utilizados.
d) Efetividade, amparada na relação entre o que foi entregue e o que foi
consumido de recursos.
e) Eficiência, de acordo com os impactos gerados pelos produtos, serviços,
processos ou projetos.

Questão 223: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Excelência e qualidade nos Serviços Públicos (Gespública, MEGP)
O modelo de excelência em gestão preconizado pela Fundação Nacional de Qualidade −
FNQ consiste na representação de um sistema gerencial constituído por diversos
fundamentos e critérios, que orientam a adoção de práticas de gestão nas organizações
públicas e privadas, com a finalidade de levar as organizações brasileiras a padrões de
desempenho reconhecidos pela sociedade e à excelência em gestão. São exemplos desses
fundamentos e critérios, respectivamente:
a) resultados e visão de futuro.
b) sociedade e aprendizado organizacional.
c) clientes e pensamento sistêmico.
d) geração de valor e processos.
e) eficiência e transparência.

Questão 224: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Excelência e qualidade nos Serviços Públicos (Gespública, MEGP)
Considere que, hipoteticamente, a Prefeitura Municipal de Teresina está com um Projeto
de modelagem de uma interface de informação para um novo sistema de atendimento ao
cliente/cidadão. Uma das ferramentas de planejamento do projeto está demonstrada
abaixo.

Trata-se de um gráfico de

86
a) Gantt, cuja as vantagens estão no fornecimento de uma representação visual
simples dos relacionamentos e das dependências entre as atividades.
b) Ishikawa, que tem a finalidade de identificar e demonstrar a sequência real de
todas as etapas de um processo, com vantagem de destacar as relações de causa e efeito.
c) Pareto, que demonstra a importância das inter-relações das atividades apoiando
na solução dos problemas de planejamento.
d) Correlação, cuja vantagem reside na forma de demonstração simplificada de uma
situação complexa, visto que representa valores simultâneos de duas variáveis em um
mesmo processo.
e) gerenciamento do tempo, que tem por principal finalidade facilitar a identificação
e a execução da atividade que é prioritária, ou seja, fazer primeiro o que é realmente
importante.

Questão 225: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Excelência e qualidade nos Serviços Públicos (Gespública, MEGP)
A excelência nos serviços públicos está atrelada às melhorias acumuladas no decorrer do
processo de modernização, à utilização de ferramentas da qualidade e ao padrão de
relacionamento entre o Estado e a sociedade. O modelo de excelência adotado pela
Fundação Nacional de Qualidade – FNQ, em sua adaptação ao setor público, encontra-se
alicerçado no binômio:
a) Participação do cliente-cidadão e adoção das práticas de gestão burocráticas
próprias da administração.
b) Princípios constitucionais da Administração pública e fundamentos próprios da
gestão de excelência contemporânea.
c) Objetivos almejados e recursos orçamentários existentes para seu atingimento.
d) Treinamento dos servidores e avaliação da efetividade das políticas públicas.
e) Orçamento orientado para resultados e premiação das melhores práticas de
gestão.

Questão 226: FCC - AJ TRT23/TRT 23/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Gestão para Resultados
A atuação da Administração pública vem sendo, cada vez mais, pautada e avaliada por
critérios de eficiência, eficácia e efetividade. Nesse contexto, considere:

I. Uma ação administrativa é considerada eficiente quando contempla o uso racional e


econômico de insumos para sua consecução.

II. A efetividade de uma ação administrativa depende do nível de atingimento das metas
estabelecidas internamente e não, necessariamente, de seus efeitos externos.

III. A eficácia de uma ação administrativa corresponde ao grau máximo de sucesso da


referida ação, consistente na satisfação das necessidades da sociedade em relação àquela
demanda.

Esta correto o que consta APENAS em

87
a) II e III.
b) II.
c) III.
d) I e III.
e) I.

Questão 227: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Gestão do Conhecimento
O modo como as organizações são capacitadas para criar, adquirir e transferir
conhecimentos, foi descrito por Garvin, identificando cinco vias possíveis para a
aprendizagem, entre as quais se inclui

I. resolução sistemática de problemas.


II. experiências realizadas por outras organizações.
III. raciocínio sistêmico.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) II.
b) I e II.
c) II e III.
d) I e III.
e) III.

Questão 228: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Educação Corporativa
A partir dos anos 1990, as ações de treinamento e desenvolvimento deslocam-se da área
restrita de recursos humanos, mais preocupada em promover treinamentos específicos
para desenvolver habilidades dos empregados, e passam a permear toda a organização
com o escopo do desenvolvimento mais amplo e global dos indivíduos sob o nome de
educação corporativa. No que concerne, mais especificamente, ao conceito de
aprendizagem organizacional, pode-se adotar o(s) modelo(s):

I. behaviorista, onde o foco é o comportamento, que pode ser observado e modificado.

II. cognitivista, que leva em conta, entre outros aspectos, aquisição de conceitos e solução
de problemas.

III. estruturalista, que entende que o conhecimento faz parte da própria organização e não
do indivíduo.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I e II.
b) I e III.
c) II e III.

88
d) III.
e) II.

Questão 229: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Apoio Especializado/Biblioteconomia/2016


Assunto: Coaching, Tutoria (Mentoring) e Aconselhamento (Counseling)
Na administração contemporânea, a gestão de pessoas deixou de ser vista como a
definição de recompensas adequadas e/ou punições merecidas. Cada vez mais, ela
envolve processos de aconselhamento que buscam levar o trabalhador, especialmente
jovens administradores, a desenvolver seu potencial de trabalho e suas capacidades. Uma
prática que atende a essas preocupações e está sendo cada vez mais adotada nos últimos
tempos, inclusive na área de serviços de informação, é
a) o advising.
b) o coaching.
c) a aprendizagem organizacional.
d) o treinamento criativo.
e) o endomarketing.

Questão 230: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
Atualmente, o processo de gestão estratégica de pessoas tem como um dos principais
objetivos sustentar o caminho das organizações na direção da visão, missão, objetivos
estratégicos e valores organizacionais. Verifica-se, portanto, uma significativa mudança
(na gestão de pessoas), passando de uma abordagem tradicional e operacional para uma
abordagem moderna e estratégica. É exemplo desse movimento:
a) Aversão à instabilidade, com a adoção de normas pré-estabelecidas de
promoção e desligamento.
b) Ênfase na eficiência, abandonando o conceito de eficácia, este que é próprio do
modelo operacional.
c) Concentração, na área responsável pela gestão de RH, das atividades de
recrutamento e administração de pessoal.
d) Responsabilidade de linha, sendo cada gestor responsável pelos recursos
humanos alocados em seu departamento.
e) Função de staff, consistente no suporte que todos os gestores devem
proporcionar à área de RH, no processo de alinhamento organizacional.

Questão 231: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
No que diz respeito à administração da área de re cursos humanos nas organizações, tem-
se que

I. existem técnicas de administração de RH aplicáveis diretamente sobre as pessoas, como


avaliação de desempenho, e outras aplicadas indiretamente, como plano de carreiras.

II. as atividades da área de RH são de natureza contingencial, ligadas a circunstâncias


mutáveis, tanto no âmbito interno da organização como no contexto do ambiente externo.

89
III. as técnicas de administração de RH possuem natureza conservadora e defensiva,
voltadas à preservação da força de trabalho da organização, denominada dimensão da
tarefa.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I e III.
b) I e II.
c) II e III.
d) II.
e) III.

Questão 232: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
Entre os modelos de Planejamento de RH descritos pela literatura, aquele que toma por
base organograma de encarreiramento para o planejamento de funcionários,
classificando-os em três alternativas de promovabilidade, é denominado modelo
a) baseado em segmentos de cargos.
b) baseado no fluxo de pessoal.
c) de planejamento funcional.
d) de substituição de postos-chave.
e) de recompensa imediata.

Questão 233: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
No processo evolutivo da gestão estratégica de pessoas verifica-se uma importante
mudança de paradigma tendendo à descentralização de algumas atividades que,
anteriormente, eram concentradas na área de administração de recursos humanos. Nesse
sentido, as atividades atribuídas aos gestores das demais áreas da organização relativas à
gestão dos recursos humanos nela alocados correspondem a
a) função de staff.
b) autoridade de linha.
c) tática de retroalinhamento.
d) cooperação assistida.
e) condução coordenada.

Questão 234: FCC - Ag (ALMS)/ALMS/Apoio Legislativo/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
Existem diferentes modelos de planejamento de RH, entre os quais o modelo baseado na
procura estimada do produto ou serviço. Esse modelo, entre outros aspectos,
a) baseia-se em mapas de substituição de postos-chave e organogramas de
carreiras, voltado, precipuamente, à evolução funcional.

90
b) leva em conta fatores imprevisíveis, estratégia dos concorrentes e situação do
mercado de clientes.
c) alinha-se com o planejamento estratégico da organização e toma por base
mudanças tecnológicas que afetam a produtividade.
d) mapeia o fluxo de pessoas na organização, caracterizando-se com um modelo
vegetativo, que objetiva apenas atender às demandas de reposição de pessoal.
e) utiliza previsões e extrapolações de dados históricos e está voltado,
predominantemente, para o nível operacional da organização.

Questão 235: FCC - Ag (ALMS)/ALMS/Apoio Legislativo/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
O processo de descentralização da administração de recursos humanos dessas atividades
introduziu um novo paradigma, atribuindo aos gestores determinadas responsabilidades
pelos recursos humanos alocados a suas unidades e deixando para a área responsável pela
gestão de pessoas funções estratégicas, de consultoria e assessoria, que corresponde
a) ao modelo assistencial.
b) ao modelo focal.
c) ao planejamento diretivo.
d) à função de staff.
e) à condução assistida.

Questão 236: FCC - Ag (ALMS)/ALMS/Apoio Legislativo/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
Muitas organizações utilizam técnicas contábeis e estatísticas para calcular os custos e
benefícios da função de RH. Nesse contexto, busca-se avaliar a eficácia da função de
administração de recursos humanos na organização, tomando por base, entre outros
critérios, medidas indiretas de avaliação dos funcionários, como, por exemplo,
a) custos laborais por unidade de resultados.
b) rotatividade do pessoal e absenteísmo.
c) adequação à missão e objetivos organizacionais.
d) pesquisas de atitude e de perfil comportamental.
e) cultura e clima organizacional.

Questão 237: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
De acordo com Dutra (2013), atendem como base de sustentação para a elaboração de um
modelo contemporâneo de gestão de pessoas:

I. Foco no controle em vez de foco no desenvolvimento. O referencial taylorista organiza


de forma eficiente os processos de captação, remuneração, capacitação e carreira, visto
que o bom controle dos recursos humanos deve ser encarado como estratégico para as
organizações.

91
II. Foco no processo ao invés de foco nos instrumentos. Pois a transparência, a
simplicidade e a flexibilidade na gestão de pessoas são cada vez mais requisitadas em
busca de um modelo de gestão mais efetivo. Tais aspectos não são intrínsecos das
ferramentas de gestão.

III. Ênfase no modelo integrado e estratégico. Visto que configura-se inviável na gestão
estratégica de pessoas desarticular os programas de capacitação de um servidor de sua
remuneração.

IV. Foco no interesse da organização em lugar de focar no interesse conciliado. O


planejamento estratégico das organizações parte “de cima para baixo”, no qual os
principais objetivos da organização devem prevalecer acerca dos objetivos traçadas nos
níveis táticos e operacionais.

Está correto o que consta APENAS em


a) III e IV.
b) I e IV.
c) II e III.
d) I e III.
e) II e IV.

Questão 238: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
O processo de gestão de pessoas pode ser classificado de acordo com a sua natureza,
respeitando-se alguns objetivos e parâmetros. O quadro abaixo mostra os processos de
gestão de pessoas e suas principais práticas:

Coluna Processos Coluna Práticas


1 Movimentação X Desempenho
2 Desenvolvimento Y Promoções
3 Valorização Z Remuneração

A correlação correta entre as colunas está descrita em


a) 1-X; 2-Y; 3-Z.
b) 1-Z; 2-X; 3-Y.
c) 1-Y; 2-Z; 3-X.
d) 1-Z; 2-Y; 3-X.
e) 1-Y; 2-X; 3-Z.

Questão 239: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
Entre os modelos de Planejamento de Recursos Humanos comumente citados, aquele que,
em sua etapa inicial de aplicação, escolhe um fator estratégico cujas variações afetam
proporcionalmente as necessidades de pessoal, é denominado modelo
a) de substituição de postos-chave.

92
b) de fluxo seletivo de pessoal.
c) de planejamento funcional.
d) baseado na procura estimada de produto.
e) baseado em segmentos de cargos.

Questão 240: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Recursos Humanos/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
Um gestor de equipe de uma empresa solicita ao Departamento de Recursos Humanos
um Plano de Desenvolvimento Individual − PDI para um de seus 4 colaboradores, que,
em palavras do gestor: apresenta-se extremamente nervoso, fazendo que não consiga
expor suas próprias análises e os dados, gerando uma imagem de insegurança e incerteza
acerca dos resultados que devem ser informados com precisão e confiança, pois impactam
nas tomadas de decisão dos investidores.

Uma possibilidade de PDI, neste caso, é a metodologia de aprendizagem 70/20/10, que


consiste em:
a) 70% da aprendizagem se dá por meio de leituras, cursos e etc., 20% se dá na
prática, na interação com a rotina de trabalho e 10% se dá ao observar pessoas que são
referências no tema a ser desenvolvido.
b) 70% da aprendizagem se dá ao observar pessoas que são referências no tema a
ser desenvolvido, 20% se dá na prática e na interação com a rotina de trabalho e 10% se
dá por meio de leituras, cursos e etc.
c) 70% da aprendizagem se dá na prática e na interação com a rotina de trabalho,
20% se dá ao observar pessoas que são referências no tema a ser desenvolvido e 10% se
dá por meio de leituras, cursos e etc.
d) 70% da aprendizagem se dá por meio de leituras, cursos e etc., 20% se dá ao
observar pessoas que são referências no tema a ser desenvolvido e 10% se dá na prática,
na interação com a rotina de trabalho.
e) 70% da aprendizagem se dá por meio de leituras, cursos e etc., 20% se dá ao
observar pessoas que são referências no tema a ser desenvolvido e 10% se dá com
feedbacks constantes do gestor direto.

Questão 241: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Recursos Humanos/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
As fases históricas de evolução das relações de trabalho e gestão de pessoas são:
a) Modelo Econômico: até 1930, gestão por produtividade/rentabilidade, Modelo
Motivacional: 1950, gestão por fidelização/ comportamento, Modelo Estratégico:
1970/90, gestão por envolvimento/comprometimento e Modelo Tecnológico: anos
2000, gestão por competência/conhecimento.
b) Modelo Clássico: até 1930, fidelização/comportamento, Modelo Motivacional:
1950, gestão por gestão por departamentos/ produtividade, Modelo Estratégico:
1970/90, gestão por envolvimento/comprometimento e Modelo Competitivo: anos
2000, gestão por competência/conhecimento.
c) Modelo Motivacional: até 1930, gestão por fidelização/comportamento, Modelo
Clássico: 1950, gestão por departamentos/ produtividade, Modelo Estratégico: 1970/90,

93
gestão por envolvimento/comprometimento e Modelo Competitivo: anos 2000, gestão
por competência/conhecimento.
d) Modelo Clássico: até 1930, gestão por departamentos/produtividade, Modelo
Motivacional: 1950, gestão por fidelização/ comportamento, Modelo Estratégico:
1970/90, gestão por envolvimento/comprometimento e Modelo Competitivo: anos
2000, gestão por competência/conhecimento.
e) Modelo Econômico: até 1930, gestão por produtividade/rentabilidade, Modelo
Motivacional: 1950, gestão por fidelização/ comportamento, Modelo Estratégico:
1970/90, gestão por competência/conhecimento e Modelo Tecnológico: anos 2000,
gestão por envolvimento/comprometimento.

Questão 242: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Recursos Humanos/2016


Assunto: Gestão de Pessoas
Ao analisar entrevistas de desligamento de uma diretoria operacional dentro de uma
companhia, verificam-se indicadores altíssimos de turnover e absenteísmos. Em uma das
entrevistas lê-se: Muitos estão calados, mas a pressão e desumanização dos gestores nos
adoecem a cada tentativa de comunicação, e é por eles que nunca superaremos as metas.
Nesta situação, é correto concluir que:
a) Os gestores precisam se desenvolver na competência referente à inteligência
emocional, pois o aumento nos indicadores de turnover e absenteísmo são
consequências do desequilíbrio emocional de quem está à frente da gestão da empresa.
Os estudos sobre inteligência emocional explicam este fenômeno como ausência da
capacidade de intuir através de percepções, motivações e sensibilidade social por parte
dos gestores.
b) Os indicadores levantados na análise das entrevistas de desligamento apontam
uma insatisfação salarial dos colaboradores, pois o impacto do não atingimento das
metas leva a empresa a abaixar os salários, gerando assim pedidos de desligamento e
absenteísmo elevados. A empresa precisa criar rapidamente um plano de recuperação
para que a remuneração volte logo a ser equiparada.
c) Diante da hierarquia de necessidades que Maslow (1943) apresenta, pode-se
afirmar que o aumento de saídas e afastamento dos colaboradores são gerados por
ausência de satisfação das necessidades sociais e de amor (primeiro grupo da pirâmide
de Maslow), pois segundo o desabafo do colaborador, os gestores não demonstram
afetividade na relação social com os colaboradores. Portanto, são necessárias ações que
satisfaçam estas necessidades primárias do ser.
d) Os colaboradores estão saindo da empresa porque não gostam mais de trabalhar
no nível operacional, pois sempre serão humilhados, conforme aponta o discurso citado
pelo funcionário na entrevista de desligamento. Os gestores e a empresa não têm
humildade e estão sempre querendo ganhar mais dinheiro que os funcionários. Será
preciso dar treinamento para todos os níveis de liderança com o objetivo de mudar a
visão deles ao conversar com os profissionais da operação.
e) O aumento dos desligamentos e absenteísmos pode estar relacionado à baixa
motivação dos colaboradores da operação, pois ela impacta na satisfação, produção e
saúde organizacional dos colaboradores, gerando assim o aumento de desligamentos,
absenteísmos e afastamentos por doença, entre outros. A liderança deve estar atenta a
estes comportamentos para possibilitar a engrenagem dos motivadores individuais de
cada funcionário com os objetivos da organização.

94
Questão 243: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017
Assunto: Gestão de Pessoas
Na Era da Informação, a administração de recursos humanos cedeu lugar a uma nova
abordagem, a Gestão de Pessoas, onde as pessoas são vistas como
a) recursos da organização.
b) fornecedoras de conhecimento e competências.
c) fornecedoras de mão de obra.
d) prevísiveis e flexíveis.
e) dependentes da organização.

Questão 244: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Gestão de Pessoas
Do ponto de vista de provisão de insumos humanos, o planejamento operacional
integrado leva em conta quatro fatores ou variáveis intervenientes: o volume de produção
planejado pela organização; mudanças tecnológicas dentro da organização que alterem a
produtividade pessoal; condições de oferta e procura no mercado e comportamento da
clientela; e
a) desempenho de cada colaborador.
b) fluxo das pessoas para dentro, através e para fora da organização.
c) planejamento de carreiras dentro da organização.
d) processos de reengenharia.
e) previsão de vendas e lançamento de produtos/serviços.

Questão 245: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Gestão de Pessoas
O Analista de Recursos Humanos de uma empresa pública, prestadora de serviço,
extraiu do sistema de informações os seguintes dados:

− Nd = número de funcionários desligados = 20

− Eip = número de funcionários efetivos no início do período = 480

− Efp = número de funcionários efetivos no fim do período = 520

Diante disso, o índice de rotatividade desta empresa foi


a) 6%.
b) 2%.
c) 40%.
d) 4%.
e) 20%.

Questão 246: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Gestão de Pessoas

95
A área de RH recebeu uma solicitação do gestor da área de suprimentos, a aplicação de
um treinamento comportamental para os colaboradores que reportam a ele. O gestor
relatou que observou atitudes de pouco comprometimento, pois deslocavam-se de suas
mesas com frequência, iam várias vezes ao café, interrompiam suas atividades para longas
conversas paralelas e não ligadas ao trabalho.

Neste caso o RH deveria


a) advertir os colaboradores e aplicar um treinamento comportamental específico
para o caso.
b) ir ao local para certificar-se dos fatos e chamá-los ao RH para conversar.
c) devolver ao gestor a responsabilidade do problema e criar um treinamento
comportamental de apoio, se necessário.
d) apresentar ao gestor uma alternativa ao problema e comunicar ao grupo.
e) assumir a responsabilidade pela solução do problema e aplicar um treinamento
de boas maneiras.

Questão 247: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Gestão de Pessoas
A administração de recursos humanos possui natureza multidisciplinar, envolvendo
diversos campos do conhecimento, e apresenta caráter contingencial, o que significa que
sua atuação depende da situação em que a entidade se encontra e das características do
ambiente no qual está inserida. Nesse sentido, são identificadas diferentes modelos de
planejamento de Recursos Humanos − RH, entre os quais, o modelo baseado na procura
estimada do produto ou serviço, o qual
a) se reduz a aspectos quantitativos e é voltado, predominantemente, para o nível
operacional da organização.
b) é bastante abrangente, ponderando diferentes variáveis de mercado, aspectos
tecnológicos e de produtividade.
c) objetiva a substituição de postos-chave da organização, utilizando ferramentas
de prospecção no mercado.
d) é adaptável aos diferentes cenários econômicos, porém de difícil aplicação em
razão de sua complexidade.
e) conjuga a posição de mercado da organização com o capital humano disponível,
interna e externamente.

Questão 248: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Gestão de Pessoas
De acordo com a abordagem tradicional de Recursos Humanos, as atividades
correspondentes eram centralizadas em uma única área. Na abordagem moderna, por
outro lado, identifica-se um movimento de descentralização, permanecendo com a área
responsável pela gestão de RH as atividades de regulamentação, assessoramento,
aconselhamento, consultoria e serviços especializados, denominada
a) função de staff.
b) autoridade de linha.
c) ponto focal.
96
d) planejamento integrado.
e) função de mediação.

Questão 249: FCC - Ag (ALMS)/ALMS/Apoio Legislativo/2016


Assunto: Recrutamento (Gestão de Pessoas)
No que diz respeito às diferenças entre recrutamento e seleção, tem-se que
a) seleção é uma etapa antecedente ao recrutamento.
b) seleção é o processo de captação externo e recrutamento de escolha interna.
c) recrutamento é uma atividade de atração, enquanto a seleção é uma atividade de
escolha.
d) recrutamento consiste estritamente na classificação e seleção na decisão sobre a
contratação.
e) ambos são processos de escolha, sendo o recrutamento de natureza compulsória.

Questão 250: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Recursos Humanos/2016


Assunto: Recrutamento (Gestão de Pessoas)
Um analista de Gestão de Pessoas é comunicado por seu gestor que o setor de
Comunicação solicitou a abertura de uma vaga de estágio em jornalismo, e que a vaga
será trabalhada com recursos internos. Neste caso, as próximas ações do analista de
Gestão de Pessoas serão, cronologicamente:
a) Levantar o perfil da vaga com o gestor solicitante, anunciar a vaga em veículos
próprios para isso, triar currículos, convidar candidatos para etapas com RH e indicar os
finalistas para análise e entrevista com gestor solicitante.
b) Divulgar a vaga nos veículos digitais e murais de universidades para adiantar o
processo seletivo, entrar em contato com o solicitante para informá-lo que a vaga já foi
aberta, levantar o perfil com ele e convocar candidatos pré-selecionados para uma
entrevista diretamente com o gestor para finalizar o processo de seleção.
c) Entrar em contato com o solicitante da vaga para levantamento do perfil
desejado, anunciar a vaga em veículos de comunicação próprios para isso, fazer triagem
dos currículos, entrevistar candidatos para a escolha do finalista e apresentação ao
gestor solicitante.
d) Levantar o perfil da vaga com o gestor da área solicitante, anunciar em veículos
de comunicação próprios para isso, triar currículos, agendar entrevistas com o gestor
para análise e aprovação do candidato escolhido e iniciar o processo admissional com o
aprovado.
e) Anunciar a vaga nos veículos digitais e murais de faculdades, entrar em contato
com o requisitante da vaga para informá-lo que o anúncio foi feito mediante descrição
de cargo existente na instituição, convocar os melhores candidatos selecionados para
entrevista final com gestor e iniciar o processo admissional com o aprovado.

Questão 251: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de


Empresas/2016
Assunto: Seleção (Gestão de Pessoas)

97
No bojo do processo seletivo, um dos primeiros passos é a identificação do perfil
profissiográfico, baseado na coleta de informações sobre o cargo, que pode ser adquirida,
entre outros, pelos seguintes procedimentos:

I. requisição de pessoal: formulário em que o gerente anota os requisitos e as


características desejáveis do futuro ocupante do cargo.

II. técnica dos incidentes críticos: anotação sistemática e criteriosa a respeito de todos os
fatos e comportamentos que produzem excelente ou péssimo desempenho.

III. comparação binária: compara diferentes aptidões, utilizando formulário para


indicação das características desejáveis do futuro ocupante do cargo.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I e II.
b) I e III.
c) II e III.
d) I.
e) III.

Questão 252: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de


Empresas/2016
Assunto: Seleção (Gestão de Pessoas)
Suponha que, no curso de um processo seletivo para a contratação de um gerente de
projetos, tenha sido realizada uma entrevista na qual o mesmo foi indagado sobre ações
realizadas e resultados obtidos em experiências profissionais anteriores. O candidato foi
selecionado por ter demonstrado excelente performance em sua atividade anterior, não
ligada a gestão de projetos, mas que fez o entrevistador presumir que aquelas mesmas
características favoráveis ao bom desempenho na função pretérita estariam presentes
também em outras competências do candidato, necessárias ao bom desempenho na
posição a ser preenchida.

A situação narrada indica a aplicação de


a) processo de recrutamento aberto, comumente aplicado quando há urgência no
preenchimento da posição.
b) entrevista situacional e a potencial ocorrência do denominado efeito de
contraste.
c) processo de seleção por competências, que afasta o denominado enviesamento
por afinidade.
d) entrevista diretiva, com grande potencial de interferência das primeiras
impressões.
e) entrevista comportamental e a possível ocorrência do denominado erro de halo.

Questão 253: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Seleção (Gestão de Pessoas)

98
As técnicas de Gestão por Competências tomam por base a criação de um perfil de
competências para cada cargo dentro da empresa, utilizando como ferramenta o
mapeamento de competências, facilitando a implantação de políticas de pessoal e de
planos de carreira. Na dimensão relativa ao recrutamento propriamente dito, é comum a
utilização da entrevista comportamental, na qual, entre outros aspectos,
a) é indagado ao candidato qual seria o seu comportamento em situações críticas,
avaliando a capacidade de enfrentamento em casos hipotéticos.
b) o candidato é questionado sobre situações similares que envolveram a
competência investigada, levando em consideração que tais comportamentos serão
repetidos em situações semelhantes no futuro.
c) são realizadas dinâmicas de grupo, nas quais o candidato é instigado a apontar
quais seriam as competências necessárias para o desempenho da função requerida.
d) são avaliadas as competências técnicas do candidato, mediante a resolução de
problemas e casos práticos, sempre em caráter prospectivo e hipotético.
e) são aplicados testes psicométricos, objetivando avaliar o comportamento,
aptidões e personalidade do candidato.

Questão 254: FCC - TNS (ARSETE)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Seleção (Gestão de Pessoas)
No bojo do processo de recrutamento e seleção de pessoal, uma das abordagens
comumente utilizadas consiste em questionar o candidato a respeito de sua conduta e
reações em determinadas situações pretéritas, na forma de entrevista denominada
a) comportamental.
b) situacional.
c) diretiva.
d) de triagem.
e) simulada.

Questão 255: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Seleção (Gestão de Pessoas)
No âmbito da gestão de RH, a seleção é uma etapa subsequente ao recrutamento. Nesse
contexto, o modelo de seleção em que há vários candidatos para cada vaga e várias vagas
para cada candidato é denominado modelo de
a) classificação.
b) identificação.
c) colocação.
d) alocação.
e) movimentação.

Questão 256: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto: Seleção (Gestão de Pessoas)
No que diz respeito à seleção, uma das ferramentas passíveis de utilização para fins de
identificação do perfil profissiográfico é a denominada técnica dos incidentes críticos,
que consiste

99
a) na previsão aproximada do conteúdo do cargo, aplicável em relação a cargos
novos ou estratégicos para a organização.
b) em um formulário em que o gerente anota os requisitos indesejáveis para os
potenciais ocupantes do cargo.
c) em pesquisa específica de mercado, cujo objetivo é identificar as situações mais
críticas com as quais os potenciais ocupantes do cargo podem se defrontar.
d) no levantamento de aspectos intrínsecos e extrínsecos do cargo, identificando as
competência necessárias para seu desempenho.
e) na anotação sistemática e criteriosa a respeito dos fatos e comportamentos que
produzem excelente ou péssimo desempenho.

Questão 257: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Recursos Humanos/2016


Assunto: Seleção (Gestão de Pessoas)
A entrevista é uma das técnicas mais utilizadas em um processo seletivo e
a) deve ocorrer em ambiente reservado, calmo e entre duas pessoas (entrevistador
e entrevistado); ocorre de forma totalmente padronizada e diretiva, proporcionando
conhecer de forma ampla o candidato sobre aspectos pessoais e profissionais.
b) caracteriza-se como uma técnica na qual uma pessoa pergunta sobre questões
relacionadas aos desejos intrínsecos e a outra responde em um discurso aberto, não
havendo outras maneiras a serem contempladas em um processo seletivo.
c) dentre os vários tipos de perguntas que podem ser abordadas durante uma
entrevista de seleção, dependendo do perfil desejado para a vaga, estão: aspectos
pessoais, profissionais, políticos, religiosos e financeiros.
d) pode servir como apoio a outras técnicas aplicadas durante o processo seletivo.
Pode apresentar-se de forma estruturada ou não estruturada. Um de seus objetivos é
identificar as competências chaves do indivíduo entrevistado em relação ao perfil
desejado para a vaga.
e) deve-se, inicialmente, apresentar a vaga com detalhamento do que se espera da
posição a ser ocupa-da, dos seus desafios e da forma de gerir do gestor da área. Após, é
solicitado ao entrevistado que se apresente falando sobre suas experiências profissionais
anteriores e que relate uma curiosidade que possa significar um diferencial dentro do
processo seletivo.

Questão 258: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Recursos Humanos/2016


Assunto: Seleção (Gestão de Pessoas)
Em processo de seleção interno, além de entrevista, teste de conhecimento e técnicas
vivenciais, também são adequadas a avaliação
a) de desempenho e avaliação de saúde.
b) psicológica e avaliação de saúde.
c) psicológica e avaliação de 360.
d) educacional e avaliação de saúde.
e) desempenho e avaliação de reação.

100
Questão 259: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017
Assunto: Seleção (Gestão de Pessoas)
A política de recursos humanos de uma empresa prestadora de serviços em transportes
utiliza o Quociente de Seleção para avaliar a eficiência do seu processo seletivo. A tabela
a seguir apresenta, por cargo, o número de candidatos examinados e admitidos.

Cargo I Cargo II Cargo III Cargo IV Cargo V


Número de candidatos examinados 152 97 11 7 78
Número de candidatos admitidos 8 4 1 3 2

O processo seletivo mais eficiente está representado pelo cargo


a) II.
b) V.
c) III.
d) I.
e) IV.

Questão 260: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Análise e Desenho de Cargos
Considere que determinada organização esteja promovendo uma ampla revisão de sua
estrutura funcional, redefinindo a configuração, a distribuição e inter-relação dos cargos
existentes. No âmbito de tal processo, deve ter-se em mente que:

I. A análise de cargos diz respeito aos seus aspectos intrínsecos e consiste em enumerar
as tarefas, atribuições e responsabilidades que compõem o cargo.

II. A descrição de cargos leva em conta seus aspectos extrínsecos, definindo os requisitos
que o cargo impõe a seu ocupante.

III. O desenho de cargos, quando adotado o modelo contingencial, leva em conta as


variáveis: pessoas, tarefa e estrutura da organização.

Está correto o que consta APENAS em


a) I e II.
b) III.
c) I.
d) II.
e) II e III.

Questão 261: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de


Empresas/2016
Assunto: Análise e Desenho de Cargos
No contexto da Administração de Recursos Humanos, o desenho de cargos (job design)
envolve a especificação do conteúdo de cada cargo, dos métodos de trabalho e das
relações com os demais cargos.

101
Um dos modelos de desenho de cargos apontado pela literatura é o modelo contingencial,
que
a) apresenta ênfase na eficiência e no conservadorismo dos cargos, tendo como
objetivo a redução de custos e a padronização de atividades.
b) surgiu com a Escola de Relações Humanas, na década de 1930, como reação ao
mecanicismo da Administração tradicional.
c) é dinâmico e considera, simultaneamente, como variáveis, as pessoas, as tarefas
e a estrutura da organização.
d) somente é adotado quando as abordagens tradicionais não são adequadas para
as especificidades da organização ou das demandas de mercados.
e) preconiza a criação de uma estrutura de cargos intercambiáveis, apropriado para
momentos de crise ou dificuldades circunstanciais.

Questão 262: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: Análise e Desenho de Cargos
No que diz respeito à contraposição dos conceitos de descrição e análise de cargos, tem-
se que:

I. O primeiro corresponde ao retrato do conteúdo e principais responsabilidades do cargo.

II. O segundo decorre do primeiro e significa detalhar os conhecimentos, capacidades e


habilidades necessários para o desempenho do cargo.

III. Ambos são ligados ao aspecto de recrutamento e seleção, mas apenas o segundo é
levado em conta nos mecanismos de promoção.

Está correto o que consta APENAS em


a) II e III.
b) I e III.
c) I e II.
d) III.
e) I.

Questão 263: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto: Análise e Desenho de Cargos
Cargo pode ser definido como uma composição de atividades desempenhadas por uma
pessoa, que podem ser englobadas em um todo unificado e que figura em certa posição
formal no organograma da empresa. O desenho de cargos, conhecido como job design,
constitui a maneira como cada cargo é estruturado e dimensionado, sendo um dos
modelos conhecidos o
a) Sistêmico, integrado a fatores ambientais.
b) Humanístico, sem divisão clara de tarefas e funções.
c) Contingencial, dinâmico com contínua revisão dos cargos.
102
d) Matricial, com os cargos divididos em categorias de funções.
e) Estruturalista, onde a divisão segue a linha de produção.

Questão 264: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto: Análise e Desenho de Cargos
Considere as diferenças, apontadas pela doutrina, entre análise e descrição de cargos.

I. A análise procura determinar os requisitos físicos e mentais que o ocupante deve possuir
para ocupar o cargo.

II. A descrição focaliza o conteúdo do cargo, relacionando as tarefas, deveres e


responsabilidades inerentes ao cargo.

III. A descrição trata dos requisitos exógenos (sociais) do cargo e a análise diz respeito a
suas características intrínsecas.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I e II.
b) I e III.
c) III.
d) II e III.
e) II.

Questão 265: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Recursos Humanos/2016


Assunto: Análise e Desenho de Cargos
O ponto de partida para qualquer esquema de avaliação de cargos é obter informação a
respeito dos cargos, através da análise de cargos, para se tomar decisões comparativas
sobre eles. A avaliação de cargos enfatiza a natureza e o conteúdo dos cargos e não as
características das pessoas que os ocupam. Para tanto, a avaliação de cargos deve
fundamentar-se nas informações prestadas pela análise de cargos. (CHIAVENATO,
2006)

São métodos de avaliação de cargos:


a) Método de escalonamento, método da observação direta, método das categorias
predeterminadas e método por avaliação de pontos.
b) Método de escalonamento, método das categorias predeterminadas, método da
comparação de fatores e método por avaliação por pontos.
c) Método da observação direta, método do questionário, método da entrevista e
métodos mistos.
d) Método da observação, método do questionário, método da comparação de
fatores e métodos mistos.
e) Método de pesquisa de campo, método de frases descritivas, método de
comparação de pares e método por avaliação de pontos.

103
Questão 266: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017
Assunto: Análise e Desenho de Cargos
Planejar a progressão da carreira dos funcionários é algo essencial para que se possa
alinhar as necessidades individuais com as organizacionais, garantindo produtividade e
engajamento. Contudo, se a progressão da carreira deve ser olhada como um todo, há que
se observar três momentos distintos, com aspectos muito particulares, são eles:
a) O recém-contratado e a pré-aposentadoria, por implicarem na necessidade de
treinamento e na perda de um funcionário já treinado. O meio da carreira oferece
treinamento on the job, naturalmente.
b) A recém-contratação e o meio da carreira, pois a pré-aposentadoria não exige
planejamento.
c) A recém-contratação e a pré-aposentadoria, pois são os momentos em que se
assume novas funções. O meio da carreira é uma etapa da jornada profissional.
d) A recém-contratação, o meio da carreira e a pré-aposentadoria, pois a empresa
enfrenta substituições de quadros.
e) A recém-contratação, o meio da carreira e a pré-aposentadoria, pois são
momentos em que as demandas e responsabilidades do trabalho se alteram, assim como
as perspectivas individuais.

Questão 267: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Análise e Desenho de Cargos
Um cargo baseia-se nas noções de tarefa, atribuição e função que cada pessoa recebe ao
ingressar em uma organização.

Sobre o Desenho de Cargos, considere:

I. O modelo clássico desenha cargos com o objetivo de eliminar tudo o que possa
provocar fadiga física do trabalhador, de modo que minimize o esforço e a perda de tempo
para a execução das tarefas.

II. O modelo contingencial leva em consideração, no desenho de cargos, as diferenças


individuais das pessoas e as tarefas envolvidas.

III. O modelo humanista enfatiza o significado da tarefa, que trata do volume do impacto
reconhecível que o cargo provoca em outras pessoas.

IV. O enriquecimento do cargo é uma forma de obter satisfação intrínseca por meio do
cargo, e pode ocorrer de forma vertical – com o aumento da amplitude do cargo, ou de
forma horizontal – com o aumento da profundidade do cargo.

Está correto o que consta APENAS em


a) II e IV.
b) III e IV.
c) I e III.
d) I e II.
e) I e IV.

104
Questão 268: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017
Assunto: Análise e Desenho de Cargos
A gestão de recursos humanos envolve diferentes abordagens, técnicas e estratégias,
sendo um de seus mais importantes instrumentos o plano de carreiras. Apesar de ser do
interesse do empregado, o plano de carreiras é de responsabilidade da empresa e pode ser
desenvolvido de acordo com diferentes trajetórias. Nesse sentido, temos que, quando o
plano de carreiras apresenta a denominada carreira em Y, onde todos ingressam nas
estruturas básicas da carreira e, em determinado momento, escolhem se querem seguir a
carreira técnica ou a gerencial, trata-se de plano baseado em
a) Estruturas Paralelas.
b) Linha Hierárquica.
c) Linha Generalista.
d) Linha de Especialização.
e) Estruturas em Linha.

Questão 269: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Desempenho
A aplicação das diferentes metodologias de avaliação de desempenho pode apresentar
falhas, na maioria das vezes decorrentes de erros e distorções cometidos pelo avaliador.
Uma dessas falhas é conhecida como efeito Halo, que corresponde a
a) generalização, nivelando o julgamento de uma pessoa a partir de um aspecto
(quesito) do desempenho avaliado.
b) pré-julgamento, partindo de premissas como formação acadêmica e
experiências anteriores para a formação do julgamento sobre determinada pessoa.
c) horizontalização da avaliação, sem levar em conta as sinergias que os diversos
aspectos avaliados devem representar no resultado final.
d) formalismo exacerbado, decorrente da aplicação de conceitos técnicos,
dissociados da realidade da organização.
e) mimetismo, decorrente da não padronização da avaliação e excesso de
“customização” em função das peculiaridades de cada organização.

Questão 270: FCC - AJ TRF3/TRF 3/Administrativa/2016


Assunto: Desempenho
Entre as metodologias comumente aplicadas para avaliação de desempenho existe a
Avaliação Participativa por Objetivos − APPO e a Avaliação 360° ou circular, que
consideram, respectivamente,
a) processo participativo de escolha de indicadores e metas que serão utilizados na
mensuração do resultado; registro dos aspectos excepcionalmente positivos e negativos
do avaliado.
b) escolha binária entre objetivos (metas) estabelecidas pelo avaliador;
autoavaliação, avaliação da equipe e da chefia.
c) estabelecimento consensual de objetivos entre gerentes e subordinados;
recebimento de feedbacks (retornos) das pessoas com quem o avaliado se relaciona.

105
d) fixação de objetivos, indicadores e metas pela própria equipe avaliada; escolha
forçada de respostas constantes de formulário que indica soluções para problemas
potenciais.
e) procedimentos intuitivos para a escolha dos objetivos da organização;
entrevistas com os gerentes, visando identificar os fatores que afetam o desempenho dos
subordinados.

Questão 271: FCC - PS (ELETROSUL)/ELETROSUL/Administração de


Empresas/2016
Assunto: Desempenho
Os métodos de avaliação de desempenho mais tradicionais têm como característica o
papel passivo do avaliado, enquanto os métodos contemporâneos preconizam a
participação deste como agente ativo do processo avaliatório, tal como ocorre na
avaliação
a) 360°, ou circular, onde recebe feedbacks dos agentes com quem se relaciona e o
critério de escolha dos avaliadores é a proximidade com o avaliado.
b) Critical Path Method − CPM, que identifica e trabalha os pontos fracos do
avaliado com o objetivo de atingir um nível desejável de desempenho.
c) Escala Gráfica, na qual o avaliado recebe, ao final, uma orientação quanto ao
seu posicionamento no ranking da organização.
d) Escolha Forçada, onde o avaliado é exposto a diversas situações hipotéticas e
deve demonstrar suas habilidades e competências para o correspondente enfrentamento.
e) Diagrama de Ishikawa, que situa o avaliado no centro de um conjunto de
stakeholders (agentes relacionados com a organização).

Questão 272: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016


Assunto: Desempenho
Considere que uma consultoria especializada, contratada para implementar a avaliação
do desempenho dos funcionários de uma organização, pretenda aplicar uma das
metodologias tradicionais, denominada Incidentes Críticos. De acordo com tal método, o
avaliador
a) utiliza uma tabela de dupla entrada e avalia o desempenho por meio de fatores
previamente definidos e graduados.
b) elenca fatores de desempenho a serem considerados (check-list), atribuindo uma
avaliação quantitativa a cada um deles.
c) leva em conta aspectos excepcionalmente positivos e excepcionalmente
negativos do avaliado.
d) utiliza blocos de frases, realizando uma escolha forçada daquela que melhor se
aplica ao avaliado de acordo com o quesito escolhido.
e) busca feedbacks (retornos) de todos os agentes relacionados com a organização
a respeito da atuação do avaliado.

Questão 273: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Desempenho

106
Uma das etapas relevantes do processo de gestão estratégica do desempenho consiste na
avaliação do desempenho. Diversas metodologias consagradas são aplicadas pelas
organizações para avaliação do desempenho de seus colaboradores, entre as quais a que
registra aspectos do comportamento do avaliado considerados extremos e que o avaliador
destaca aspectos do trabalho realizados considerando-os extremamente positivos ou
extremamente negativos. Trata-se do método denominado
a) Avaliação 360°.
b) Avaliação Participativa por Objetivos.
c) Incidentes Críticos.
d) Lista de Verificação.
e) Comparação Binária.

Questão 274: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Desempenho
Um dos aspectos da gestão do desempenho é o avaliativo. Existem diferentes
metodologias aplicáveis para avaliação de desempenho, porém é fundamental a aplicação
acurada e o preparo e isenção do avaliador para evitar erros comuns que podem distorcer
o resultado. Um desses erros, apontados com frequência, consiste em nivelar o
julgamento do avaliado tomando por base um aspecto do desempenho e generalizando o
resultado desse aspecto para todos os demais aspectos sob avaliação. Esse erro é
comumente denominado
a) projeção.
b) tendência central.
c) leniência.
d) unilateralidade.
e) efeito halo.

Questão 275: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: Desempenho
A abrangência da Gestão do Desempenho engloba não apenas a avaliação de
desempenho, mas também o planejamento e acompanhamento do desempenho dos
colaboradores, objetivando o alcance das metas organizacionais e o desenvolvimento dos
recursos humanos. Especificamente no que diz respeito à dimensão da avaliação de
desempenho, um dos métodos modernos utilizado, que considera o estabelecimento
consensual de objetivos entre gerentes e subordinados, é a
a) Avaliação 360º ou circular.
b) Avaliação Participativa por Objetivos – APPO.
c) Comparação Binária.
d) Pesquisa de Campo.
e) Escala Gráfica.

Questão 276: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016

107
Assunto: Desempenho
Avaliação de desempenho é o processo que mensura o grau em que o funcionário alcança
os requisitos do seu trabalho. Desta forma, a avaliação de desempenho:

I. fomenta a meritocracia.

II. reforça o direcionamento de força de trabalho ao conjunto de cargos da organização.

III. proporciona a adequação dos funcionários aos cargos ocupados.

IV. possibilita o auto conhecimento dos funcionários sobre seus pontos fortes e frágeis.

V. gera conhecimento em profundidade para a organização sobre o potencial de


desenvolvimento de seus funcionários.

Está correto o que consta APENAS em


a) III e V.
b) I e II.
c) II, IV e V.
d) I, III e IV.
e) I, IV e V.

Questão 277: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Recursos Humanos/2016


Assunto: Desempenho
Diversas organizações estatais e/ou privadas de vários setores econômicos e sociais
acompanham o desempenho de seus colaboradores através de uma ferramenta chamada
Avaliação de Desempenho − AD. Dentre os vários modelos em que a AD pode ser
aplicada, um dos modelos atuais e sua respectiva descrição é:
a) Balanced scorecard: avalia sobre quatro perspectivas, a saber, financeiro;
cliente; processos internos e do aprendizado; crescimento.
b) Avaliação 360º: coleta feedbacks de todas as pessoas que interagem com o
avaliado, inclusive familiares e amigos.
c) Avaliação de competências: analisa o desenvolvimento do conhecimento,
crenças e valores do avaliado.
d) Avaliação de competências e resultados: avaliações simultâneas, análise de
performance sentimental e de resultados diários do avaliado.
e) Avaliação de potencial: avalia desempenho a curto, médio e longo prazo com
ações de promoção salarial imediata.

Questão 278: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Desempenho
Os métodos de avaliação de desempenho ordinariamente aplicados podem se basear em
metodologias que levam em conta medidas subjetivas, baseadas na percepção do
avaliador sobre aspectos do avaliado, ou, em medidas objetivas, com foco na mensuração
do desempenho propriamente dito. Constituem exemplos de metodologias que
representam essas duas diferentes perspectivas, respectivamente,

108
a) Avaliação 3D e Lista de Verificação.
b) Escala Gráfica e Avaliação 360º.
c) Comparação de Pares e Pesquisa de Campo.
d) Incidentes Críticos e Escolha Forçada.
e) Lista de Verificação e Escala Gráfica.

Questão 279: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Judiciária/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Desempenho
Considere que determinado órgão integrante da Administração pública pretenda
implementar uma política de valorização de pessoal baseada na meritocracia, utilizando,
como ferramenta, a avaliação de desempenho. Para tanto, pretende privilegiar, entre as
metodologias disponíveis, a que contemple a auto-avaliação e também permita que o
avaliado receba feedbacks (retornos) de todas as pessoas com as quais se relaciona. A
metodologia mais adequada para o escopo pretendido seria a
a) APPO – Avaliação Participativa por Objetivos.
b) Comparação Binária.
c) Pesquisa de Campo.
d) Avaliação 360º.
e) Lista de Verificação.

Questão 280: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Judiciária/Oficial de Justiça Avaliador


Federal/2017
Assunto: Desempenho
Suponha que determinada organização pública tenha implantado, como uma das práticas
de gestão de pessoas, avaliação de desempenho para fins de evolução funcional. Ocorre
que, em determinado setor, percebeu-se no avaliador uma tendência de generalização de
um aspecto negativo do desempenho do avaliado para todos os demais quesitos sob
avaliação, nivelando o julgamento para baixo. Tal distorção
a) é típica do setor público, denominada tendência central.
b) costuma ser mais recorrente no setor privado, induzida pelo excesso de rigor.
c) é denominada recenticidade, podendo ocorrer tanto no setor público como no
privado.
d) é denominada leniência, derivando da falta de comprometimento do avaliador.
e) pode ocorrer tanto no setor público como no privado, sendo conhecida como
efeito halo.

Questão 281: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Desempenho
Entre os métodos tradicionais de avaliação de desempenho, se inclui o denominado
Escolha Forçada, de acordo com o qual são
a) identificadas as deficiências de desempenho do avaliado e oferecidas a este
algumas alternativas de aprimoramento, cabendo a escolha de ao menos uma.

109
b) registrados os aspectos do comportamento do avaliado considerados extremos
pelo avaliador, tanto negativos como positivos.
c) comparados dois avaliados de cada vez, com a escolha daquele que é
considerado pelo avaliador como o melhor para cada um dos aspectos requeridos.
d) utilizados blocos de frases, devendo o avaliador escolher, obrigatoriamente em
cada bloco, a frase que melhor se aplica ao avaliado.
e) considerados todos os aspectos do desempenho do avaliado, elegendo-se, em
cada etapa, a faceta a ser pontuada.

Questão 282: FCC - Ag FRT (ARTESP)/ARTESP/Técnico em Contabilidade -


Administração/2017
Assunto: Desempenho
A fixação de metas é elemento-chave para impulsionar a melhoria do desempenho, o qual
deve operar em alguns processos sem apresentar qualquer defeito ou com 100% de
aderência ao padrão. Esta definição está atrelada a metas
a) superiores.
b) externas.
c) internas.
d) contínuas.
e) absolutas.

Questão 283: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Desempenho
Todo processo de avaliação de desempenho requer um feedback ao avaliado, geralmente
oferecido por seu superior imediato. Nesta ocasião, para que se construa uma
compreensão mais ampliada sobre o colaborador avaliado, vários aspectos devem ser
levados em conta.

Conclui-se que bons feedbacks devem ser


a) contínuos e garantir uma comunicação ativa.
b) pontuais e garantir uma comunicação ativa.
c) contínuos, num processo de comunicação bidirecional e ativa.
d) contínuos, pois permitem a compreensão da opinião do superior imediato.
e) algo em que se tenha uma comunicação aberta.

Questão 284: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Desempenho
Dentre os principais métodos tradicionais de avaliação de desempenho, o método das
escalas gráficas permite uma visão integrada e resumida dos fatores de avaliação, em
outras palavras, das características de desempenho mais enfatizadas pela organização. No
entanto, uma das DESVANTAGENS de se aplicar este método incorre em
a) possibilitar generalização e interferência subjetiva, por parte do avaliador, o que
pode levar ao “efeito da estereotipação”.

110
b) custo operacional elevado, pela atuação de um especialista em avaliação.
c) morosidade no processamento dos dados coletados provocada pela série de
entrevistas com cada funcionário subordinado e supervisor.
d) permitir que as pessoas exerçam a prática do conluio para dar avaliação inválida
para outras.
e) envolver avaliações diferentes e conflitivas sob variados pontos de vista.

Questão 285: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Desempenho
O ciclo da gestão do desempenho contempla, como etapa relevante, a avaliação de
desempenho dos colaboradores da organização. Uma das metodologias consagradas para
levar a efeito tal etapa é a avaliação 360º ou circular, que possui, entre suas principais
características,
a) a participação de avaliadores externos, independentes, para eliminar eventuais
desvios.
b) a comparação entre os colaboradores e o subsequente ranqueamento dos
avaliados.
c) o processamento de informações e dados coletados em dinâmicas aplicadas
durante o processo.
d) a autoavaliação e o recebimento, pelo avaliado, de feedbacks (retornos) das
pessoas com quem se relaciona.
e) o envolvimento apenas dos integrantes da cadeia hierárquica na qual está
inserido o avaliado.

Questão 286: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Desempenho
A avaliação corresponde, segundo Idalberto Chiavenato, à comparação dos resultados
alcançados, descritos pelos indicadores de desempenho, com o desempenho pretendido,
descrito pelos objetivos estratégicos e metas definidas, constituindo-se em importante
instrumento para a promoção da aprendizagem organizacional. Contudo, na prática, as
organizações incorrem, com certa frequência, em erros e distorções no processo de
avaliação de desempenho. Entre eles, a denominada recenticidade, quando o avaliador
a) mantem o mesmo padrão de avaliação, por força do hábito, mantendo os
mesmos conceitos em relação ao avaliado em todas as avaliações.
b) leva em conta opiniões pessoais sobre o avaliado, atuando de forma tendenciosa
de acordo com preferencias e antipatias.
c) se atem apenas aos últimos acontecimentos, de forma que os erros e acertos
recentes interferem demasiadamente no resultado da avaliação.
d) nivela o julgamento do avaliado a partir da generalização de um aspecto da
avaliação, positivo ou negativo, para todos os demais.
e) se apresenta pouco rigoroso na avaliação, minimizando os erros do avaliado e
evitando assumir valores extremos.

Questão 287: FCC - TNS (ARSETE)/Pref Teresina/Administrador/2016

111
Assunto: Remuneração (Administração Geral)
No que concerne aos diversos aspectos atinentes à Administração de Recursos Humanos,
a remuneração representa a área que lida com a recompensa que o indivíduo recebe pela
execução da tarefa, representando uma relação de troca entre empresa e funcionário. A
literatura aponta diferentes modelos de remuneração, entre os quais o de Remuneração
funcional que:

I. Permite o equilíbrio interno, tendo em vista a sua aderência à avaliação e classificação


dos cargos da organização.

II. Busca o equilíbrio externo, mediante pesquisa de salários.

III. Vincula a remuneração ao conhecimento e competências individuais do empregado.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I.
b) II.
c) I e III.
d) II e III.
e) I e II.

Questão 288: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Remuneração (Administração Geral)
Um dos modelos de remuneração mais tradicionais adotados pelas organizações, ligado
ao cargo ocupado e no qual mede-se o valor relativo do cargo, na empresa e no mercado
de trabalho, corresponde ao modelo
a) bifatorial.
b) funcional.
c) comutativo.
d) binário.
e) comparativo.

Questão 289: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto: Remuneração (Administração Geral)
A remuneração está relacionada a toda contraprestação dos serviços prestados por um
funcionário e, neste contexto, cada organização e empresa desenvolve uma forma
específica de compensar seus colaboradores e, com isso, administra o trabalho humano
dentro da organização. Entre os diferentes modelos de remuneração que uma organização
pode adotar insere-se a remuneração funcional, a qual
a) corresponde a um modelo tradicional, que mede o valor relativo do cargo na
empresa e no mercado de trabalho.
b) baseia-se na avaliação dos resultados atingidos pelo funcionário, possuindo
natureza variável.
c) é aferida de acordo com um sistema de pontuação baseado em metas e
indicadores fixados no plano de cargos e salários.
112
d) exige a construção de um sistema integrado de avaliação de desempenho
organizacional.
e) é um dos métodos mais modernos de remuneração, baseado nas competências
individuais.

Questão 290: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto: Remuneração (Administração Geral)
O modelo de remuneração por habilidades é descrito na literatura como aquele
a) no qual o salário é fixado de acordo com banco de dados buscado no mercado.
b) fundado nas habilidades individuais e desatrelado das características do cargo
propriamente dito.
c) atrelado às competências requeridas para o exercício da função, na forma
estabelecida em plano de cargos.
d) adotado apenas para cargos ou funções de natureza operacional, eis que não
leva em conta o valor relativo do cargo no mercado.
e) atrelado a indicadores de desempenho ou produtividade e baseado em
remuneração variável em função de resultados.

Questão 291: FCC - TNS (ARSETE)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Treinamento, Desenvolvimento e Educação (TDeE)
Uma das classificações correntes das Técnicas de Treinamento e Desenvolvimento −
T&D, propõe a divisão de acordo com seu uso, apontando as de Conteúdo, as de Processo
e as Mistas, sendo que
a) a aplicação de uma modalidade exclui, necessariamente, as demais, na medida
em cada qual se baseia em diferentes premissas.
b) as denominadas de Processo, como o role playing, objetivam redesenhar os
processos de trabalho.
c) as mistas são as que atendem, a um só tempo, o processo de indução e o de
integração.
d) apenas as de Processo comportam aplicação interna, denominada on the job.
e) aquelas caracterizadas como de Conteúdo são desenhadas para transmissão de
conhecimento.

Questão 292: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Treinamento, Desenvolvimento e Educação (TDeE)
As técnicas de treinamento e desenvolvimento aplicáveis às organizações podem ser
classificadas de acordo com diversos critérios, entre os quais, quanto ao local de
aplicação, constituindo exemplo prático aquelas
a) aplicadas fora do ambiente de trabalho, tal como a rotação de cargos.
b) desenvolvidas no contexto do trabalho, como extensão de cargos, com acréscimo
de tarefas.
c) as denominadas on the job, como a participação em seminários e cursos externos.

113
d) inseridas no contexto da atuação cotidiana, tal como o enriquecimento do cargo,
que implica promoção.
e) que pressupõem o afastamento das atividade próprias do cargo, tal como a
ampliação de cargos.

Questão 293: FCC - Ag (ALMS)/ALMS/Apoio Legislativo/2016


Assunto: Treinamento, Desenvolvimento e Educação (TDeE)
O conceito de treinamento está relacionado às iniciativas organizacionais, na forma de
eventos planejados, com o objetivo de ampliar a aprendizagem entre os membros da
organização, melhorando seu desempenho. As técnicas de treinamento e
desenvolvimento comportam diferentes classificações e, nesse contexto, as que visam à
adaptação e à ambientação inicial são denominadas
a) de indução.
b) rotação de cargos.
c) role playing.
d) coaching.
e) mentoring.

Questão 294: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Treinamento, Desenvolvimento e Educação (TDeE)
A eficácia de um programa de treinamento torna-se significativa quando alinhada as
mudanças no ambiente organizacional e as demandas sobre a organização. A escala mais
profunda de mensuração da eficácia de um programa de treinamento diz respeito à
a) conduta do aprendiz.
b) análise de custos e benefícios.
c) transferência de clima.
d) satisfação do aprendiz.
e) percepção posterior do gerente quanto a eficácia do seu aprendiz.

Questão 295: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto: Treinamento, Desenvolvimento e Educação (TDeE)
As técnicas de treinamento e desenvolvimento comumente aplicadas pelas organizações,
tomando por base a literatura sobre o tema, comportam classificação quanto ao local de
aplicação. Entre aquelas aplicadas internamente, denominadas no jargão corporativo
de on the job, a que importa a um acréscimo de tarefas ou de responsabilidades de nível
superior ou algum deslocamento vertical do cargo corresponde
a) à extensão de organograma.
b) à ampliação de cargos.
c) à rotação de funções.
d) ao grupo focal.
e) ao treinamento de indução.

114
Questão 296: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016
Assunto: Administração de Pessoas no Setor Público
O chefe de uma repartição pública está preocupado com o comportamento dos servidores
em situação de trabalho, de como eles se sentem em relação à organização e ao cargo
ocupado, tal receio remete à “teoria dos dois fatores”, formulada por Herzberg. De acordo
com esta teoria, NÃO é considerado um fator higiênico:
a) Salário.
b) Condições de trabalho.
c) Responsabilidade.
d) Benefícios e serviços sociais.
e) Relações com o supervisor.

Questão 297: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Administração de Pessoas no Setor Público
Alguns indicadores de desempenho de Recursos Humanos estão inseridos no mapa
estratégico de um determinado órgão público. Tais indicadores estão de fato mensurando
a contribuição dos Recursos Humanos à performance da organização. NÃO é métrica que
estimula as economias de custo e, por conseguinte, estratégicas à organização:
a) Despesas de RH por empregado.
b) Porcentagem de lançamentos corretos no sistema de informação.
c) Número de cursos de treinamento por assunto.
d) Porcentagem de planos de desenvolvimento de empregados concluídos.
e) Investimentos totais em RH e lucro.

Questão 298: FCC - AJ TRT23/TRT 23/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Gestão por Competências
A gestão de competências faz parte de um sistema maior de gestão organizacional que
toma como referência a estratégia da organização e direciona as suas ações de
recrutamento e seleção, treinamento, avaliação, remuneração e gestão de carreira para
a captação e o desenvolvimento das competências necessárias para atingir seus
objetivos (BRANDÃO; GUIMARÃES, 2001).

Nesse contexto, a identificação das competências necessárias para que a instituição atinja
seus objetivos:

I. faz parte da etapa conhecida como mapeamento das competências, podendo utilizar
diferentes instrumentos, como análise documental e entrevistas.

II. deve ser conjugada com a identificação das competências já existentes na organização,
identificando-se as lacunas a serem preenchidas.

III. corresponde à etapa final do processo, devendo ser consolidada na nova estrutura de
cargos e salários da entidade.

115
Está correto o que consta APENAS em
a) II.
b) I e II.
c) II e III.
d) I e III.
e) III.

Questão 299: FCC - TNS (ARSETE)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Gestão por Competências
Uma das etapas relevantes da Gestão Estratégica de Pessoas por Competências consiste
no mapeamento de competências, cujo escopo é
a) buscar, dentro da instituição, os melhores talentos.
b) identificar o perfil técnico e comportamental requerido para cada cargo ou
função.
c) orientar a pesquisa de mercado para fixação de salários.
d) definir as atribuições da cada cargo de acordo com as características de seu
ocupante.
e) estabelecer indicadores de desempenho e metas individuais.

Questão 300: FCC - Ana RH (ALMS)/ALMS/2016


Assunto: Gestão por Competências
A gestão por competências tem sido utilizada como modelo gerencial alternativo a alguns
outros instrumentos tradicionais usados pelas organizações, objetivando o gerenciamento
das lacunas entre as competências estratégicas para a consecução dos objetivos
organizacionais e aquelas efetivamente disponíveis na organização. Para identificação
dessas lacunas, ou gaps, faz-se o mapeamento de competências, utilizando, entre outras
ferramentas,
a) o Ciclo PDCA.
b) a matriz SWOT.
c) o Diagrama de Ishikawa.
d) o grupo focal.
e) a pesquisa de mercado.

Questão 301: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto: Gestão por Competências
Para a aplicação do modelo de gestão por competência, uma das etapas necessárias a ser
percorrida pela entidade é o denominado mapeamento de competências, que consiste em
a) identificar o perfil comportamental e técnico ideal para cada cargo ou função.
b) buscar a retenção dos maiores talentos identificados na organização.

116
c) estabelecer critérios de promoção por mérito, de acordo com indicadores de
desempenho.
d) utilizar as ferramentas disponíveis para o recrutamento dos melhores
profissionais no mercado.
e) estabelecer metas individuais e fixar remuneração variável de acordo com seu
atingimento.

Questão 302: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Gestão por Competências
Segundo Dutra (2013), pode-se identificar quatro amplas fases da utilização do conceito
de competências. Tais fases alinham-se em função da abrangência e do impacto na gestão
de pessoas. Considera-se a última fase da aplicação do conceito de competência a
a) competência como base para seleção e desenvolvimento de pessoas.
b) apropriação pelas pessoas como conceito integrador da gestão de pessoas e desta
com os objetivos estratégicos da organização.
c) competência diferenciada por nível de complexidade.
d) apropriação pelas pessoas dos conceitos de competência.
e) competência como recurso estratégico da organização.

Questão 303: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto: Gestão por Competências
Existem diferentes metodologias para administração ou gestão de pessoas, entre as quais
desponta a gestão por competências. Uma das etapas principais de tal metodologia
consiste na identificação das competências técnicas e comportamentais necessárias para
o desempenho das atividades próprias de cada cargo, denominada
a) Gap ou lacuna.
b) Mapeamento de competências.
c) Planejamento estratégico.
d) Painel de indicadores.
e) Perfil institucional.

Questão 304: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto: Gestão por Competências
A gestão por competências é uma metodologia que toma por base inicial o mapeamento
das competências técnicas e comportamentais necessárias para as atividades que o cargo
executa. A partir daí, são identificadas quais as competências disponíveis na organização
e quais aquelas que precisam ser desenvolvidas ou captadas no mercado. Entre os
instrumentos utilizados em tal mapeamento se inclui(em):
a) as reuniões de confrontação.
b) os treinamentos de sensitividade.
c) os grupos focais.
117
d) a retroação de dados.
e) a análise sistêmica.

Questão 305: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Gestão por Competências
Suponha que determinada entidade integrante da Administração pretenda implementar
mecanismos de gestão por competências, utilizando-se dos conceitos e práticas
correspondentes. Nesse contexto, iniciou identificando, a partir dos conhecimentos e
habilidades requeridos para cada cargo, as competências necessárias para o seu
desempenho e, paralelamente, aquelas efetivamente disponíveis na organização. Tal
conduta se mostra
a) correta, correspondendo ao denominado mapeamento de competências que
aponta as lacunas a serem preenchidas.
b) equivocada, já que essa etapa, conhecida como gerenciamento de lacunas, é a
fase final da metodologia.
c) correta, desde que realizada concomitantemente com a prospecção das
competências disponíveis no mercado.
d) equivocada, pois a identificação das competências disponíveis é que determina o
desenho dos cargos.
e) correta, correspondendo ao denominado gerenciamento de escopo, identificando
as deficiências a serem superadas.

Questão 306: FCC - AJ TRT11/TRT 11/Judiciária/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Gestão por Competências
Uma das etapas relevantes para implementação da gestão por competências consiste no
mapeamento de competências. Entre o rol de instrumentos preconizados pela literatura
para a realização desse mapeamento se inclui o grupo focal, utilizado
a) como sucedâneo das entrevistas individuais, na forma de uma entrevista coletiva
onde o entrevistador atua como moderador.
b) para substituir a análise documental, tornando mais dinâmico o processo de
identificação dos objetivos institucionais.
c) como técnica de pesquisa, voltada à identificação das competências relevantes
dentro de determinado contexto.
d) para identificação das atribuições de cada cargo ou função, constituindo insumo
fundamental para identificação das competências propriamente ditas.
e) na forma de questionário, para segregar as competências técnicas, apartando-as
das comportamentais e situacionais.

Questão 307: FCC - AJ TRE SP/TRE SP/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Gestão por Competências
Uma determinada entidade integrante da Administração pública pretende aplicar
conceitos de gestão por competências, para recrutamento, avaliação, movimentação e

118
remuneração de seus integrantes. Nesse contexto, uma das principais etapas a serem
percorridas consiste no denominado mapeamento de competências, que corresponde
a) à prospecção dos melhores profissionais disponíveis no mercado e ao
recrutamento e seleção para atuar na organização.
b) ao desenho de cargos e funções de acordo com os desafios e oportunidades
identificadas com base nos cenários apresentados.
c) à identificação da missão e da visão da organização, bem como de suas forças e
fraquezas.
d) à identificação dos melhores profissionais disponíveis na organização e à
alocação dos mesmos em postos estratégicos.
e) à identificação das competências técnicas e comportamentais necessárias para o
desempenho de cada cargo ou função da organização.

Questão 308: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto: Gestão por Competências
Considere que determinada organização pretenda adotar o modelo de gestão por
competências e tenha iniciado o referido processo com a seleção dos melhores
profissionais disponíveis no mercado para ocuparem posições estratégicas. Com isso,
objetiva a disseminação das competências individuais desses profissionais por toda a
organização. A abordagem adotada
a) corresponde ao denominado mapeamento de competências, por meio do qual a
organização pode também melhor definir as atribuições de cada cargo.
b) não se coaduna com o modelo de gestão por competências, cuja primeira etapa
consiste em identificar as competências técnicas e comportamentais necessárias para cada
uma das atividades.
c) mostra-se equivocada, pois a gestão por competências não se aplica ao alto
escalão das organizações, mas apenas aos cargos que requerem competências técnicas.
d) encontra-se superada, eis que atualmente são adotados instrumentos mais
modernos de seleção de competências, como o grupo focal.
e) é pertinente, desde que adotada, na etapa seguinte, o mapeamento das lacunas
existentes na organização entre as competências adquiridas na seleção e aquelas
anteriormente disponíveis na organização.

Questão 309: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Coordenação
Uma das diretrizes clássicas para a delegação eficaz compreende a regra conhecida como
“princípio escalar”. Esta regra permite
a) estabelecer um alinhamento distinto de autoridade por meio dos diversos níveis
da organização.
b) atribuir a responsabilidade por tarefas específicas aos níveis organizacionais mais
baixos em que exista capacidade e informação suficientes para realiza-las por completo.
c) fornecer aos subordinados autoridade suficiente para realizar as tarefas delegadas.

119
d) certificar-se de que os subordinados entendam que são responsáveis por
resultados específicos.
e) configurar-se de que cada pessoa deve prestar contas a apenas um superior, para
evitar confusão.

Questão 310: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Administração Financeira
Dentre as diversas etapas para o desenvolvimento de uma adequada sistemática de
planejamento financeiro de longo prazo encontra-se a

I. seleção de uma técnica confiável de projeção de demonstrações financeiras.

II. adoção de metodologia de adaptação dos planos às variáveis externas não controláveis.

III. análise SWOT, para identificação de pontos fortes, fraquezas, oportunidades e


ameaças.

Está correto o que consta em


a) I, apenas.
b) I e II, apenas.
c) II e III, apenas.
d) III, apenas.
e) I, II e III.

Questão 311: FCC - Tec (PGE MT)/PGE MT/Técnico Administrativo/2016


Assunto: Administração Financeira
A gestão de uma organização pública deve corroborar com o conjunto de princípios
estabelecidos pela alta administração do órgão, sendo assim a gestão deste tipo de
organização pode ser subdividida conforme a figura a seguir:

NÃO se refere à Gestão Financeira:


a) Fornecer informações à tomada de decisões financeiras.
b) Identificar os problemas de caixa e liquidez.
c) Adquirir os fundos necessários aos investimentos para operacionalizar a
organização.
d) Utilizar de forma eficiente os recursos monetários adquiridos.
e) Enfatizar a maximização do resultado do todo e não das partes isoladas.

Questão 312: FCC - Tec (PGE MT)/PGE MT/Técnico Administrativo/2016

120
Assunto: Administração Financeira
Os Sistemas de Informação, principalmente os da categoria econômico-financeira, são
distribuídos em três modelos: decisão, mensuração e informação. Trata-se de uma
característica importante do modelo de informação:
a) Validar a atribuição de valores numéricos aos objetos e eventos relacionados a
uma determinada escala.
b) Contemplar, além da identificação e da classificação, a transmissão de sinais por
meio de canais denominados relatórios gerenciais.
c) Elaborar modelos sistemáticos para se determinar o valor das transações.
d) Orientar a tomada de decisões no planejamento do Sistema de Informações.
e) Harmonizar com a missão da sua respectiva área operacional que, por sua vez,
corrobora com a missão da organização.

Questão 313: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Administração Financeira
O quadro a seguir demonstra a estrutura analítica básica do modelo macroeconômico:

Coluna Mercado Coluna Variáveis Determinadas


I Mercado de trabalho A Taxa de câmbio
II Mercados de divisas B Taxa de juros
III Mercado monetário C Taxa de salários monetários
IV Mercados de títulos D Preço das ações
V Mercado de bens e serviços E Investimentos agregados

A correlação correta entre as colunas é a que se apresenta em


a) I-C; II-A; III-B; IV-D; V-E.
b) I-E; II-D; III-A; IV-B; V-C.
c) I-C; II-D; III-B; IV-A; V-E.
d) I-E; II-A; III-D; IV-B; V-C.
e) I-E; II-B; III-A; IV-D; V-C.

Questão 314: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Novas Tecnologias e Tendências na Administração
A Tecnologia é um componente do meio-ambiente. Conforme o seu arranjo dentro da
organização, ela pode assumir a tipologia de “tecnologia intensiva”, que tem como uma
das principais características:
a) a ênfase no cliente.
b) a ênfase no produto.
c) o processo produtivo cíclico.

121
d) as diferentes tarefas padronizadas distribuídas em diferentes locais.
e) a interdependência serial entre as diferentes tarefas.

Questão 315: FCC - AJ TRT14/TRT 14/Judiciária/Oficial de Justiça Avaliador


Federal/2016
Assunto: Ciclo de gestão
Sobre o monitoramento e a avaliação no setor público,
a) a avaliação tem por objetivo exclusivo o acompanhamento da implementação de
programas, ações ou atividades, a fim de identificar tempestivamente os problemas que
possam comprometer os resultados esperados.
b) o monitoramento, pactuado entre os atores envolvidos, requer a adoção de três
critérios distintos: eficácia, eficiência, efetividade.
c) a avaliação formal consiste em um julgamento assistemático, realizado durante o
andamento de uma política ou programa a partir de critérios subjetivos definidos
previamente.
d) o monitoramento consolida-se na análise sistemática dos resultados de um
programa, após seu encerramento, com o objetivo de contribuir para o seu
aperfeiçoamento.
e) o monitoramento refere-se à atividade estruturada a partir da implementação de
cada política pública, programa ou ação, orientada para o alcance das metas prioritárias
da Administração pública.

Questão 316: FCC - Ana Tec (PRODATER)/Pref Teresina/Analista de Negócios/2016


Assunto: Outros Temas de Administração Geral
Um dos objetivos principais da Gestão de Continuidade de Negócios é
a) promover avaliação de desempenho dos responsá veis pela organização.
b) identificar as ameaças à organização e seus impactos, bem como prover
resiliência a tais ameaças.
c) realizar um estudo para contenção dos gastos da organização.
d) promover um ambiente harmonioso entre os funcionários da organização.
e) substituir o parque computacional da organização a cada 2 anos.

Questão 317: FCC - Ana Tec (PRODATER)/Pref Teresina/Analista de Negócios/2016


Assunto: Outros Temas de Administração Geral
A Gestão de Continuidade de Negócios deve prever estratégias a serem aplicadas a
diversos tipos de recursos de uma organização. Dentre tais recursos incluem-se
a) pessoas e recursos financeiros.
b) tecnologia, mas não informação.
c) informação e meio ambiente.
d) suprimentos, mas não pessoas.
e) instalações e informações.

122
Questão 318: FCC - TNS (SEMAM)/Pref Teresina/Analista Ambiental/Biologia/2016
Assunto: Outros Temas de Administração Geral
As organizações têm optado cada vez mais por utilizar no processo de desenvolvimento
de sistemas um conjunto de metodologias que valorizam mais:

− as pessoas e interações do que os processos e ferramentas;

− o software funcionando do que a documentação compreensível;

− a colaboração do usuário do que negociações de contratos;

− respostas rápidas às mudanças do que planos previamente definidos.

Estes princípios são adotados pelas metodologias


a) clássicas.
b) prescritivas.
c) orientadas a objetos.
d) ágeis.
e) cascata.

Questão 319: FCC - TNS (PGM Teresina)/Pref Teresina/Administrador/2016


Assunto: Outros Temas de Administração Geral
Cada uma das escolas da Administração representa um conjunto de proposições
conceituais que focaliza o aspecto estrutural ou relacional, dos quais podem ser orientados
aos ambientes externo ou interno. Desse modo, a escola que possui o foco no aspecto
“relacional” orientado ao “ambiente externo” é a
a) Teoria dos Custos de Transação.
b) Teoria da Dependência de Recursos.
c) Teoria dos Sistemas Abertos.
d) Escola Sociotécnica.
e) Escola das Relações Humanas.

Questão 320: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Outros Temas de Administração Geral
Considere alguns indicadores abaixo para avaliar o desempenho na operação de serviços:

I. Taxas de retenção.

II. Número de reclamações.

III. Tipos de reclamações.

IV. Satisfação do cliente.

123
Estes indicadores estão relacionados a medida de desempenho
a) operacional.
b) interna.
c) financeira.
d) de desenvolvimento.
e) externa.

Questão 321: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Outros Temas de Administração Geral
“Deterioração organizacional” refere-se ao processo de declínio das organizações que
não avaliam as mudanças dos ambientes interno e externo e não realizam os ajustes na
estratégia necessários. As principais dificuldades operacionais enfrentadas pelas
organizações na sustentação de uma estratégia de prestação de serviços são:

I. Processos operacionais e recursos adequados, mas com equipamento inapropriado e


funcionários destreinados.

II. Mudanças detectadas pelo conceito de serviço adotado pela operação em oposto ao
que foi originalmente pretendido.

III. Objetivos conflitantes, como a necessidade de fornecer um serviço customizado,


usando os processos existentes.

IV. Acréscimo de serviços múltiplos (similares) para um processo originalmente


desenvolvido para um produto.

Está correto o que consta APENAS em


a) II e IV.
b) I e III.
c) III e IV.
d) I e II.
e) II e III.

Questão 322: FCC - Ana SPT (ARTESP)/ARTESP/2017


Assunto: Outros Temas de Administração Geral
O benefício mais comumente citado da integração vertical é a realização de economias
ou contenção de custos. Estas economias podem ser classificadas como:

Coluna Tipo Coluna Benefícios


− redução dos custos de programação
Economias de
1 W − coordenação de operações e de resposta às
Operações Combinadas
emergências

124
− maior confiança do fornecedor interno no
atendimento das necessidades
− redução da necessidade de coleta de alguns
Economias Derivadas tipos de informações
do − divisão dos custos fixos de controle da
2 X
Controle e da demanda e de previsão de oferta com todas
Coordenação Internos as áreas da organização
− maior agilidade na obtenção de dados
- redução de número de etapas do
Economias de processo de produção
3 Y
Informação − diminuição dos custos de manipulação
− redução de custos de transporte
− desenvolvimento procedimentos
especializados mais eficientes para
Economias Devidas a negociação
4 Relacionamentos Z − criação de sistemas logísticos
Estáveis especializados
− possibilidade de ajustes do serviço para a
necessidade do demandante

A correlação correta entre as colunas é:


a) 1Z; 2W; 3X; 4Y.
b) 1Y; 2W; 3X; 4Z.
c) 1Y; 2X; 3W; 4Z.
d) 1W; 2Z; 3Y; 4X.
e) 1Z; 2Y; 3X; 4W.

Questão 323: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto: Outros Temas de Administração Geral
Os processos precisam ser gerenciados de forma distinta, pois possuem diferenças
técnicas nas quais diferentes produtos e serviços exigem variadas habilidades e tecnologia
para produzi-los. Por outro lado, os processos também diferem em termos de demanda de
seus produtos e serviços. Dentre as características da demanda, o modelo dos “Quatro
V’s” contribui para manter baixos os custos de processamento de
a) baixo volume.
b) alto volume.
c) alta variedade.
d) alta variação.
e) alta visibilidade.

125
Questão 324: FCC - Ana (COPERGÁS)/COPERGÁS/Administrador/2016
Assunto:
Considere que os empregados de uma sociedade de economia mista estejam pleiteando,
no bojo da negociação salarial em curso, a implantação de um Programa de Participação
nos Resultados − PPR da companhia, bem como a aplicação da Convenção Coletiva da
categoria e a reformulação do Plano de Cargos e Salários − PCS vigente, de forma a
permitir maior mobilidade nas carreiras. Considerado o regime jurídico a que se submete
a empresa, bem como os direitos constitucionalmente assegurados a seus empregados,
referidos pleitos são
a) incabíveis, em face dos princípios aplicáveis à Administração pública e às regras
orçamentárias que determinam a necessidade de prévia alocação de recursos para a
criação de despesas.
b) cabíveis apenas em se tratando de empresa não dependente de recursos do
Tesouro e, especificamente em relação ao PPR, apenas se tiver por objeto a exploração
de atividade econômica.
c) incabíveis, enquanto não editada regulamentação infraconstitucional sobre a
matéria, assegurando-se, contudo, a revisão anual dos salários.
d) cabíveis, porém, no que diz respeito ao plano de cargos e salários, condicionado
à edição de lei específica se importar criação de novas vagas.
e) cabíveis tanto em relação à aplicação da convenção coletiva e implantação do
PPR, observada a legislação específica, e, quanto ao PCS, desde que não importe burla à
regra do concurso público para as investiduras

Questão 325: FCC - ATA (SEMF Teresina)/Pref Teresina/Técnico do Tesouro


Municipal/2016
Assunto:
No atendimento ao público, para o gerenciamento dos variados níveis de motivação,
reclamações banais como programas de jardinagem na cidade devem ser consideradas
como indicador de que
a) todas as pré-condições foram satisfeitas para tornar a reclamação possível.
b) a desmotivação é genérica, sendo uma amostra dos demais níveis.
c) a frustração negativa é inevitável na tentativa de motivar o público em sua
plenitude.
d) as condições precisam melhorar muito até que as reclamações desapareçam.
e) é simplesmente uma tentativa de hierarquia de dominação do público.

Questão 326: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto:
A atuação da Administração Pública vem sendo cada vez mais avaliada de acordo com
os resultados obtidos e com a satisfação das expectativas dos cidadãos. Nesse contexto,
despontam os conceitos de eficiência, eficácia e efetividade, sobre os quais pode-se
afirmar que

126
I. Efetividade relaciona-se com o impacto final das ações e o correspondente grau de
satisfação da sociedade pelos serviços prestados.

II. Eficiência diz respeito ao uso racional e econômico dos insumos na produção de bens
e serviços.

III. Eficácia corresponde a um indicador exclusivamente econômico, que mede a relação


direta entre custos e produtos/ serviços.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) III.
b) I e III.
c) II e III.
d) I e II.
e) I.

Questão 327: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto:
A partir dos anos 1990 sucederam diversas iniciativas e ações governamentais
objetivando a implementação do conceito de qualidade na Administração Pública,
iniciando pelo Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade – PBQP e culminando
com a implantação, em 2005, do GesPública − Programa Nacional de Gestão Pública e
Desburocratização. Este último, apresenta diversas ferramentas, entre as quais, a
denominada “carta de serviço”, que corresponde
a) à disponibilização de Informações aos cidadãos sobre como acessar os serviços
prestados e quais os compromissos e padrões de atendimento estabelecidos.
b) ao guia de modelagem e simplificação de atividades e normas, também
denominado guia “d”.
c) à metodologia de pesquisa de opinião padronizada, que investiga o nível de
satisfação dos usuários de um determinado serviço público.
d) à metodologia que avalia o grau de aderência dos processos gerenciais de um ente
público em relação aos critérios de excelência do GesPública.
e) ao canal de denúncias colocado à disposição dos cidadãos visando à comunicação
de desvios de conduta e práticas antiéticas de agentes públicos.

Questão 328: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto:
O modelo da Fundação Nacional da Qualidade – FNQ adaptado à Administração Pública
fomenta a adoção de práticas de excelência em gestão com a finalidade de melhorar o
desempenho e a qualidade da gestão pública, buscando ampliar a eficiência, efetividade
e eficácia dos serviços prestados. Nesse sentido, apresenta determinados balizamentos
que permitem às organizações avaliar seu estágio de maturidade em excelência,
denominados
a) forças, fraquezas, desafios e oportunidades.

127
b) fundamentos de excelência, tais como estratégias e planos.
c) missão, visão e valores da organização.
d) critérios de excelência, tais como liderança e processos.
e) indicadores de resultados, inseridos no correspondente planejamento estratégico.

Questão 329: FCC - Ana GP (CREMESP)/CREMESP/Departamento Pessoal/2016


Assunto:
A Administração Pública é informada por diversos princípios, que são proposições
fundamentais, que condicionam todas as estruturações subsequentes. Nesse sentido, os
prazos fixados para a Administração possa rever seus próprios atos, bem como a vedação
à aplicação retroativa de nova interpretação da norma administrativa, são expressões da
aplicação do princípio da
a) Proporcionalidade.
b) Moralidade.
c) Tutela.
d) Autotutela.
e) Segurança jurídica.

Questão 330: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto:
As organizações públicas, assim como as privadas, vêm enfrentando, nas últimas décadas,
grandes desafios de adaptação e busca da excelência na atuação e satisfação das
expectativas dos consumidores e dos cidadãos. Nesse contexto, emergem convergências
e, também, importantes diferenças entre a gestão pública e a privada, eis que
a) o modelo de administração gerencial somente é passível de aplicação no setor
privado, considerando a supremacia do interesse público sobre o particular.
b) eficiência é um conceito próprio das instituições privadas, não aplicável ao
âmbito público, eis que a ação governamental é pautada pela legalidade.
c) os princípios aplicáveis à Administração pública e o regime jurídico a que se
submete inviabilizam a administração por resultados.
d) a Administração pública pode melhorar suas práticas utilizando metodologias
desenvolvidas pelo setor privado com foco no cidadão-cliente.
e) o objetivo da gestão pública é proporcionar o bem-estar à coletividade, enquanto
o da iniciativa privada é o lucro, razão pela qual não se aplicam ao setor público os
instrumentos de remuneração por resultados.

Questão 331: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto:
A excelência em serviços públicos corresponde ao grau máximo – ótimo – dos serviços
prestados ao cidadão e atribui-se aos programas de qualidade a missão de atingir esse
patamar. Nesse contexto, a Fundação Nacional da Qualidade – FNQ, desenvolveu um

128
modelo de excelência em gestão constituído por diversos fundamentos e critérios, sendo
que
a) os fundamentos permitem medir o grau de excelência atingido pela organização.
b) os critérios correspondem às diretrizes adotadas para aplicação da metodologia.
c) o pensamento sistêmico diz respeito ao entendimento das relações de
interdependência dentro da organização, bem como com o ambiente externo.
d) um dos principais fundamentos de tal metodologia consiste no sistema de
pontuação que permite às organizações a obtenção da certificação de qualidade pela FNQ.
e) entre os critérios de excelência aplicáveis às organizações públicas, figura a
responsabilidade social, pautada pela ética, sustentabilidade e transparência.

Questão 332: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto:
A gestão de resultados na produção de serviços públicos representa uma importante
mudança de paradigma na atuação governamental. Uma das dimensões do tema é a
utilização de indicadores no processo de avaliação dos resultados, os quais
a) possuem função descritiva de determinado objetivo, e não valorativa.
b) traduzem objetivos em medidas concretas, fornecendo informação mensurável.
c) fixam as ações estratégicas da organização que devem figurar no planejamento.
d) são medidas adotadas para ações de curto prazo, enquanto as metas são destinadas
àquelas de longo prazo.
e) dizem respeito exclusivamente à mensuração de desempenho para fixação da
remuneração variável.

Questão 333: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto:
O empreendedorismo governamental tem, entre suas fontes de inspiração, a obra de David
Osborne e Ted Gaebler intitulada Reinventando o Governo, a qual preconiza uma série
de princípios que orientam a ação empreendedora, entre os quais se insere(m) o(s)
conceito(s) de governo:

I. catalizador: que coordena, regula e fomenta, deixando a maior parte da execução aos
demais atores.
II. competitivo: introduzindo a competição na prestação de serviços públicos, com a
finalidade de aumentar a eficiência.
III. centralizado: criando núcleos estratégicos para execução de serviços de alta
complexidade técnica.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I e II.
b) I.
c) I e III.
d) II.

129
e) II e III.

Questão 334: FCC - Ana (PGE MT)/PGE MT/Administrador/2016


Assunto:
Discricionariedade administrativa é o dever-poder da Administração pública de, diante
do caso concreto,
a) tomar duas ou mais decisões, sendo todas elas válidas perante o Direito.
b) decidir, com base em razões de conveniência e oportunidade, independentemente
da lei.
c) decidir, conforme a vontade do agente público.
d) decidir, nos termos da Constituição Federal.
e) decidir, conforme as melhores razões de Estado.

Questão 335: FCC - Tec (PGE MT)/PGE MT/Técnico Administrativo/2016


Assunto:
Na coordenadoria de um determinado órgão público, a opção por uma estrutura matricial,
deve-se ao fato de uma das suas principais características consistir em
a) alto grau de formalização.
b) interrelacionamento de especialidades.
c) unidade de comando hierarquizada.
d) especialização elevada.
e) comunicação verticalizada.

Questão 336: FCC - Tec (PGE MT)/PGE MT/Técnico Administrativo/2016


Assunto:
O líder da Coordenadoria de Gestão de Pessoas da Procuradoria Geral do Estado solicitou
que fosse realizado um levantamento das principais vantagens e desvantagens dos
tradicionais métodos de avaliação de desempenho e, ao final deste levantamento, a equipe
de Recursos Humanos chegou a conclusão de que aplicariam o “Método de Pesquisa de
Campo”, sobretudo, pela seguinte vantagem:
a) Proporciona profundidade na avaliação do desempenho.
b) Evita o efeito halo por ouvir diversas opiniões.
c) Método de fácil montagem e fácil utilização.
d) Não requer treinamento dos avaliadores para sua aplicação.
e) Facilidade na com paração dos resul tados de vários funcionários.

Questão 337: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto:
Considere a situação hipotética descrita a seguir: o gestor de um projeto prioritário
desenvolvido pela área de modernização do Tribunal se defronta com redução do
orçamento original e precisa definir quais ações serão descontinuadas. Entre os possíveis

130
modelos preconizados pela literatura para o processo decisório, o gestor em questão
poderá adotar uma decisão consultiva, o que significa que a mesma deverá
a) refletir o consenso de todos os envolvidos.
b) ser tomada mediante a submissão do problema à autoridade superior.
c) expressar, necessariamente, a opinião da maioria dos envolvidos.
d) ser tomada por um especialista externo ao grupo envolvido.
e) ser tomada pelo próprio gestor, que considerará as opiniões apresentadas pelos
envolvidos

Questão 338: FCC - AJ TRT20/TRT 20/Administrativa/"Sem Especialidade"/2016


Assunto:
O modelo de excelência nos serviços públicos está alicerçado no binômio: princípios
constitucionais da Administração pública e fundamentos próprios da gestão
contemporânea. O modelo preconizado pela Fundação Nacional de Qualidade − FNQ,
expressa o “estado da arte” da gestão contemporânea e fomenta as boas práticas de gestão,
objetivando o aumento da eficiência, eficácia e efetividade dos serviços prestados pelo
setor público. Nessa linha, propõe alguns critérios de excelência, com escopo, de
a) identificar o grau de maturidade da gestão da organização.
b) fixar metas e indicadores para fins de premiação.
c) celebrar um contrato de gestão para aprimoramento organizacional.
d) emitir certificação internacional de qualidade.
e) definir a posição ocupada pela organização no ranking nacional.

Questão 339: FCC - AJ TRT24/TRT 24/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Alguns métodos de gerenciamento de projetos dão ênfase ao tempo de execução dos
projetos, tais com o CPM − Critical Path Method e o PERT − Program Evaluation and
Review Technique, sendo que o
a) CPM, assim como o PERT, são diagramas com quadrantes de tempo estimado de
execução, porém utilizados em diferentes plataformas.
b) CPM é probabilístico, enquanto o PERT é determinístico, porém ambos atingem
os mesmos objetivos.
c) CPM corresponde a um workflow, com a representação gráfica da sequência de
atividades do projeto.
d) PERT, diferentemente do CPM, consiste em um sistema informatizado de
gerenciamento de projetos.
e) PERT, diversamente do CPM, calcula o tempo de execução a partir da média
ponderada das estimativas provável, pessimista e otimista.

Questão 340: FCC - Ag FRT (ARTESP)/ARTESP/Técnico em Contabilidade -


Administração/2017
Assunto:

131
Os serviços de certa autarquia pública podem ser mal avaliados por seus usuários por
conta de uma discrepância entre expectativa e entrega. Caso isso ocorra por conta da
percepção da qualidade do serviço pelo usuário, sua origem pode ser:

I. Memória seletiva: lembrando apenas o que mais agrada e pretende alcançar como
objetivos pessoais.

II. Retenção seletiva: esquecendo apenas o que é relevante para as necessidades e as


crenças.

III. Filtragem seletiva: apenas percebendo o que é relevante para as necessidades atuais.

IV. Distorção seletiva: modificando e buscando informações que apoiam as crenças e os


preconceitos pessoais.

Está correto o que consta APENAS em


a) I e II.
b) I e III.
c) II e IV.
d) III e IV.
e) II e III.

Questão 341: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Administração de Empresas/I/2017


Assunto:
A figura a seguir apresenta a correlação entre a estrutura e a dinâmica social.

A “departamentalização geográfica” e a “estrutura com muitas divisões funcionais e


territoriais” são representadas, respectivamente, pelos números
a) IV e III.
b) I e IV.
c) III e II.
d) II e I.
e) II e IV.

132
Questão 342: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017
Assunto:
Na década de 1990 ganhou ênfase a Reengenharia de Processos de Negócios (Business
Process Reengineering), que apregoava uma mudança radical nos processos como forma
das organizações obterem ganhos. A partir daí, houve também grande difusão de sistemas
para automação dos processos, tais como o
a) BPM − Business Process Management, que, entre outros aspectos, permite a
representação gráfica de todos os tipos de tramites, fluxos e desvios.
b) ERP − Enterprise Resource Planning, que constitui uma simplificação do BPM,
e possibilita redesenhar as regras dos processos, não permitindo, contudo, seu
acompanhamento.
c) CPM − Critical Path Method, voltado ao planejamento e redução do tempo gasto
com cada processo, buscando o aumento de eficiência da organização.
d) PERT − Program Evaluation and Review Technique, de natureza probalística,
que identifica as chances de sucesso dos processos de acordo com estimativas otimistas
e pessimistas.
e) COBIT, baseado em um guia de melhores práticas utilizado pela tecnologia da
informação com base em sumários executivos.

Questão 343: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
O conceito de rede pode ser visto como uma forma ampliada da teoria de sistemas, em
que as relações incluem entidades públicas, organizações privadas, fornecedores, usuários
de serviços, e onde a atuação de um participante influencia a atuação dos demais. O
modelo de network é uma das formas mais abertas que uma rede pode ter e pode-se
identificar, entre os seus agentes, os denominados “nodos” que são
a) gestores das redes, assegurando a conectividade dos demais.
b) pontos de conexão para disseminação de informações.
c) fontes ou receptores de informações.
d) mediadores das informações que transitam nas redes.
e) capacitadores, incumbidos de transmitir conhecimento aos que ingressam nas
redes.

Questão 344: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Em uma empresa, novos procedimentos e alteração do horário de trabalho foram
implantados do topo para a base da organização e comunicados por escrito, causando
reações negativas e uma paralisação das atividades. A reação dos colaboradores é
explicada
a) pela falta de visão de futuro dos executivos que tomaram a decisão.
b) pelo fato de que pessoas sempre reagem mal às mudanças que vem do topo,
independentemente de seu teor.

133
c) pelo fato de que o poder é capilar e permeia todos os níveis da organização,
gerando ondas de interferência.
d) pela má qualidade da comunicação, pouco explícita e confusa, gerando
insegurança.
e) pela concentração de poder no topo e não passível de questionamento pela base.

Questão 345: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
A prática da inovação constante, como eixo central para a diferenciação no mercado, leva
empresas de sucesso a apresentarem soluções criativas constantemente. Todavia essa
estratégia não se efetiva sem um estilo gerencial pautado em
a) baixa tolerância ao erro e estilo coercitivo.
b) baixa tolerância ao erro e estilo controlador.
c) alta tolerância ao erro e estilo autocrático.
d) alta tolerância ao erro e estilo democrático.
e) baixa tolerância ao erro e estilo perfeccionista.

Questão 346: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Ao assumir uma área que havia passado por dois processos de mudança mal sucedidos, o
gestor identificou colaboradores tensos com as novas atribuições. Com medo de errar e
mesmo sem conhecer as razões para a implantação do novo sistema de gestão de projetos,
os colaboradores ainda tinham dúvidas sobre sua confiabilidade. Frente a essa situação,
para consolidar a mudança, é papel do gestor
a) realizar ações de correção do sistema para torná-lo mais confiável.
b) demandar da área de TI explicações sobre a confiabilidade para dirimir dúvidas.
c) apoiar as pessoas na transição, gerando segurança na realização das novas
atribuições.
d) buscar junto ao gestor anterior maiores subsídios para saber como agir.
e) intensificar feedback, corretivo, para alterar o comportamento de desengajamento
e insegurança.

Questão 347: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Uma multinacional americana, em seu início de operação no Brasil, produziu um número
elevado de determinados artigos com pouca penetração no mercado brasileiro (ex: bolas
de futebol americano). Esta decisão de produção trouxe um atraso na alavancagem da
implantação e certo prejuízo inicial. Frente a essa situação é correto afirmar que faltou à
empresa
a) adaptação externa, cultura de adaptabilidade, visão internacional e foco no
mercado.

134
b) estratégia de compras, planejamento, cultura de adaptabilidade e visão de
negócio.
c) dimensionamento da estratégia de compras e a estratégia de estoque.
d) visão de negócio, plano de negócios e estratégia de estoque.
e) competência em gestão e dimensionamento da produção por item a ser produzido.

Questão 348: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
A frase “a cultura pode matar o negócio” refere-se ao risco que as empresas podem correr
caso NÃO
a) criem uma cultura de produtividade desde o início da empresa.
b) revisitem paradigmas improdutivos.
c) divulguem sua cultura para o mercado.
d) considerem a cultura facilmente mutável.
e) adotem uma cultura similar à do concorrente.

Questão 349: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Frente as quedas repentinas de produtividade e desempenho de dois colaboradores,
gerando queda de qualidade no trabalho da área, um líder deve tomar, como ações mais
urgentes:
a) realizar um diagnóstico para entender o que está ocorrendo e reorganizar as
mesmas tarefas para recuperar o desempenho.
b) reorganizar as mesmas tarefas para recuperar o desempenho e oferecer novas
atividades a ambos para motivá-los.
c) encaminhar ambos para treinamento e reorganizar as mesmas tarefas para
recuperar o desempenho.
d) encaminhar ambos para treinamento para melhorar o desempenho e transferi-los
de pronto para outra área.
e) realizar um diagnóstico para entender o que está ocorrendo e, se for o caso,
oferecer apoio para a recuperação do desempenho.

Questão 350: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Ao ser promovido ao papel de líder de uma equipe, o líder eficaz deverá ocupar-se,
principalmente, em
a) adotar postura de chefe, comandar pessoas, atenção à alta gerência.
b) desenvolver novas competências, novos valores de gestão, redistribuir o tempo
destinado às atribuições.
c) desenvolver novas competências, tempo destinado às novas atribuições, atenção
à alta gerência.

135
d) possuir visão de longo prazo, desenvolver novos líderes, controlar tarefas.
e) ampliar a competência técnica, priorizar atividades, executar atividades.

Questão 351: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Silvio assumiu recentemente a liderança de uma nova equipe de 20 pessoas. Diante desse
desafio decidiu reunir todos os colaboradores de uma única vez a fim de conhecê-los e
saber o que fazem e, assim, otimizar seu tempo monitorando uma matriz de ocupação de
sua área. Silvio, provavelmente, será
a) bem sucedido, pois poderá designar-lhes eficazmente novas tarefas de acordo
com suas competências.
b) bem sucedido, pois ter a visão geral do grupo é o mais importante para um líder.
c) mal sucedido, pois deveria conhecer um a um com mais profundidade.
d) mal sucedido, pois o grupo tenderá a se defender e autopromover-se.
e) bem sucedido, pois assumirá o controle em tempo real, criando uma boa
impressão.

Questão 352: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Atuar como líder coach de um funcionário despreparado é uma tarefa complexa porque
exige que o líder
a) seja justo, imparcial e lidere todos de forma idêntica, para não privilegiar
ninguém.
b) use empatia, tenha paciência e execute algumas tarefas difíceis por ele, evitando
desmotivá-lo.
c) seja persistente, muito crítico e imprima uma visão de longo prazo no
desenvolvimento da carreira.
d) seja confiável, transparente e compartilhe com os demais os insucessos do colega
em desenvolvimento.
e) lance desafios, apoie e delegue a execução das tarefas para fortalecer seu
desenvolvimento.

Questão 353: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Um hospital de renome, redefinindo sua forma de atuação, acrescentou entre seus
objetivos estratégicos a produção de conhecimento e pesquisa em medicina (para além
dos serviços médicos que já oferecia). Para viabilizar essa mudança de forma bem
sucedida e sustentável, será necessário atentar ao tripé:
a) revisitar a estrutura organizacional e processos, ajustar a capacidade de entrega e
competências organizacionais correspondentes.
b) planejar antecipadamente a mudança, divulgar sua estratégia e consolidar
rapidamente o proposto em até trinta dias.

136
c) divulgar amplamente a mudança, de forma intensa e pelo tempo suficiente,
contratar novos profissionais e rever a estrutura física.
d) rever a estratégia organizacional, dissemina-la durante três anos e adiar a
expectativa de resultados.
e) rever os processos em até três anos, redefinir expectativas de resultado e ajustar
a capacidade de entrega.

Questão 354: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
As grandes empresas preocupam-se em criar uma visão de futuro para a organização
porque entendem que os maiores benefícios que podem extrair são
a) impedir oscilações no negócio e fixar um caminho único a seguir.
b) direcionar o negócio e alinhar pessoas aos objetivos estratégicos.
c) alinhar valores pessoais e conecta-los às necessidades futuras.
d) ter um planejamento estratégico e direcionar carreiras.
e) ter uma verdade definitiva estabelecida e lançar desafio para o negócio.

Questão 355: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Um gestor poderá adquirir poder na operação dentro da organização se
a) for o detentor de recursos que outros não dominem.
b) possuir expertise e dominar os meandros sobre finanças.
c) possuir amplo networking com órgãos governamentais.
d) tiver acesso a várias informações sobre remuneração.
e) filiar-se ao sindicato para influenciar outros.

Questão 356: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
A afirmação Toda organização é um sistema político pretende transmitir a ideia de que
a) poder, política e relações sindicais são complicados.
b) poder, política e corrupção são inevitáveis.
c) política, negociação de interesses e corrupção se complementam.
d) ética nos negócios não é compatível com relações de poder e política.
e) poder, política e negociação de interesses coexistem.

Questão 357: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
A estratégia e a cultura são dimensões significativas de uma empresa bem sucedida e
devem ser consideradas
a) dependentes: ambas precisam de uma economia forte para sobreviver.

137
b) independentes: a estratégia é suficiente por si só para empresa ter sucesso.
c) incongruentes: a estratégia pode conflitar com a cultura e ainda assim obter
sucesso.
d) insuficientes: a estratégia e a cultura não são pilares de sustentação do negócio.
e) interdependentes: a estratégia não vinga sem uma cultura consolidada.

Questão 358: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Um gestor, por motivo de viagem imprevista, delegou à sua assistente, muito competente,
a admissão de vários trainees, alguns com carteira profissional, outros sem, sendo alguns
estrangeiros. A assistente ficou insegura por não conhecer os procedimentos. Para que a
tarefa seja desempenhada a contento, o gestor deverá atentar para o fato de estar diante
da necessidade de
a) acreditar no colaborador e deixá-lo fazer por si.
b) feedback contínuo e crítica ao colaborador.
c) instalação do desempenho e orientação do colaborador.
d) norma interna para a contratação de estagiários.
e) maior assertividade e direcionamento do colaborador.

Questão 359: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Uma organização global, após várias aquisições de outras empresas, concluiu que havia
uma grande mescla cultural e comportamentos não aderentes aos valores desejados,
decidindo iniciar uma grande mudança de cultura em nível mundial. Para alcançar os
objetivos pretendidos, deverá implementar alguns passos cruciais, tais como:
a) indicadores de desempenho, sistemas de controle e informação constantes.
b) estrutura matricial, subordinação direta e processos regulatórios.
c) indicadores de desempenho, processos de qualidade e gestão de consequências
por punição.
d) indicadores de desempenho, sistema de reconhecimento e recompensas por
meritocracia.
e) sistema de remuneração, avaliação de desempenho e estrutura matricial.

Questão 360: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
O gestor de uma área que estava apresentando problemas de relações interpessoais,
solicitou ao RH um treinamento. Ao final do programa de treinamento 90% da turma de
treinandos avaliou o programa como excelente, porém os problemas iniciais não foram
sanados. O motivo mais provável do insucesso deveu-se ao fato de que
a) a avaliação de reação foi ineficaz e insuficiente.
b) a aprendizagem não ocorreu em nenhum nível, o grupo de colaboradores não se
empenhou o suficiente.
138
c) as dinâmicas em grupo utilizadas não levaram em conta problemas interpessoais
preexistentes.
d) não ocorreu a generalização dos conceitos do treinamento para a prática no
trabalho.
e) houve uma falha no controle do treinamento.

Questão 361: FCC - Esp RT (ARTESP)/ARTESP/Gestão Pública/I/2017


Assunto:
Atenção: Considere o texto a seguir para responder à questão.

José Paulo é um gerente considerado muito eficaz pela alta gerência da empresa,
investindo muito tempo para atender solicitações que vem do topo da empresa. Ao
receber as demandas, na sequência, José Paulo as repassa à equipe sem filtra-
las, sobrecarregando-a com atividades adicionais. Já desgastados e com sinais de
estresse, a produtividade da equipe começa a cair.

Dois dos principais e prováveis impactos na equipe de José Paulo, de acordo com as
consequências que já estão ocorrendo, são relativos a
a) instigar conflitos dentro da equipe e fora dela.
b) afetar a motivação e o clima organizacional.
c) dirimir a dispersão e a indisponibilidade das pessoas.
d) oferecer treinamento e benefícios adicionais.
e) identificar falta de competência e diversidade.
f) autocrático.

Questão 362: FCC - AJ TRE PR/TRE PR/Apoio Especializado/Biblioteconomia/2017


Assunto:
Considere as afirmações abaixo, relativas ao Marketing.

I. O fator humano é o elemento chave para assegurar o êxito de todo o planejamento das
ações estratégicas baseadas em Marketing.

II. A transposição da filosofia do Marketing para a área da informação é mais


incompreendida que na área comercial.

Em relação a elas, afirma-se que:


a) I e II estão incorretas.
b) I e II estão corretas.
c) I está correta; a transposição da filosofia do Marketing para a área de informação
é menos incompreendida que na área comercial.
d) I está correta: a transposição da filosofia do Marketing para a área da informação
é tão incompreendida quanto na área comercial.

139
e) II está correta; o fator humano é apenas um dos elementos para assegurar o êxito
de todo o planejamento das ações estratégicas baseadas em Marketing.

Questão 363: FCC - AJ TRE PR/TRE PR/Apoio Especializado/Biblioteconomia/2017


Assunto:
Na administração de recursos humanos, despontou nos últimos anos a gestão de pessoas
por competências, na qual os profissionais são vistos como talentos a serem
continuamente lapidados, de forma a desenvolverem as competências- chave tanto para
o seu sucesso como indivíduo, quanto para o sucesso da organização. A gestão por
competências enfatiza
a) carreiras rígidas e especializadas, de pequeno horizonte e amarradas na estrutura
de cargos.
b) a ênfase em controles explícitos do trabalho.
c) o foco na estrutura de cargos, com alto grau de diferenciação salarial entre eles.
d) a redução de níveis hierárquicos e de chefias intermediárias.
e) o uso de incentivos individuais.

Questão 364: FCC - Ana (DPE RS)/DPE RS/Administração/2017


Assunto:
O modelo de Administração pública gerencial, implementado no Brasil a partir dos anos
1990, introduziu algumas inovações em relação ao modelo burocrático, dele se
diferenciando, entre outros aspectos, pela

I. possibilidade de contratualização de resultados para ampliação de autonomia das


entidades.
II. verticalização das estruturas hierárquicas e combate ao patrimonialismo.
III. meritocracia e controle dos processos administrativos.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) I .
b) II.
c) I e III.
d) II e III.
e) III.

Questão 365: FCC - Ana (DPE RS)/DPE RS/Administração/2017


Assunto:
O conceito e as características da cultura organizacional são abordados pela literatura que
estuda esse fenômeno nas organizações, apontando que
a) a natureza maleável da cultura organizacional permite diferentes percepções no
âmbito interno e externo, o que denota o seu caráter avaliativo.

140
b) os denominados artefatos observáveis, ao contrário do que o nome possa sugerir,
correspondem aos aspectos fechados da cultura, tais como a ideologia e filosofia adotadas
pela organização.
c) os aspectos formais e abertos da cultura, denominados valores organizacionais,
possuem caráter eminentemente avaliativo.
d) a cultura possui, em seus níveis mais profundos, aspectos como as crenças
inconscientes, denominados, por alguns autores, pressupostos básicos.
e) a cultura pode ser avaliada como favorável ou desfavorável ao desempenho dos
membros da organização, podendo ser mensurada por pesquisas periódicas.

Questão 366: FCC - Ana (DPE RS)/DPE RS/Administração/2017


Assunto:
Um dos principais modelos de excelência em gestão da qualidade na Administração
pública é o preconizado pela Fundação Nacional da Qualidade – FNQ, que apresenta
diversos fundamentos e critérios, sendo que
a) a avaliação, tomando por base os fundamentos de excelência anualmente fixados
pela FNQ para as organizações, aplicase apenas para fins de pontuação no âmbito do
Prêmio Nacional de Qualidade.
b) tanto os critérios como os fundamentos de excelência podem ser divididos em
subitens avaliatórios, para obtenção de pontuação quanto ao nível de qualidade da
organização para fins de certificação.
c) a avaliação do grau de excelência da organização depende da aplicação de testes
de certificação por profissionais independentes, utilizando os fundamentos da
metodologia correspondente.
d) os critérios, compostos por subitens a partir dos quais são atribuídas pontuações,
permitem às organizações medirem seu estágio em relação ao atingimento da excelência,
independentemente de atribuição de prêmio.
e) as organizações habilitadas a concorrer ao Prêmio Nacional de Qualidade
oferecido pela FNQ são apenas aquelas que aplicam os critérios e indicadores específicos
previamente fixados no processo competitivo.

Questão 367: FCC - Ana (DPE RS)/DPE RS/Administração/2017


Assunto:
Existem diferentes modelos de aprendizagem organizacional comumente apontados pela
literatura. Um deles é o modelo behaviorista, cujo foco é
a) o domínio da capacidade cognitiva para aquisição de conhecimentos.
b) a aquisição de conceitos e a solução de problemas.
c) a circulação do conhecimento nos diferentes canais institucionais.
d) a resolução sistemática de problemas como forma de apropriação de habilidades.
e) o estudo das relações entre o comportamento, os estímulos e as consequências.

Questão 368: FCC - Ana (DPE RS)/DPE RS/Administração/2017


Assunto:

141
Suponha que determinada organização tenha contratado uma consultoria especializada
para o desenho do seu planejamento estratégico. Na primeira reunião com os consultores
contratados, os representantes da organização foram instados a refletir sobre a razão de
ser da referida organização, porque ela existe e o que faz, como forma de expressar sua
própria essência. Essa abordagem diz respeito à identificação, no âmbito do planejamento
estratégico, de um importante aspecto da organização, correspondente
a) a seus símbolos institucionais.
b) à sua visão de futuro.
c) a seus valores.
d) aos cenários para sua atuação.
e) à sua missão.

Questão 369: FCC - Ana (DPE RS)/DPE RS/Administração/2017


Assunto:
Ao adotar metodologia de gestão por processos, um dos conceitos básicos que se coloca
para a organização é a identificação do grau de maturidade de seus processos. De acordo
com a classificação proposta pela Society for Design and Process Science – SDPS, o nível
mais avançado de maturidade corresponde aos denominados processos

a) interoperados, executados e geridos com elevado grau de conhecimento das


equipes envolvidas e minimização de riscos e efeitos indesejados.

b) padronizados, a partir da adoção de manuais e metodologias aplicadas por


equipes externas de consultoria especializada.

c) modelados, quando ocorre a importação, pela organização, de modelos de


processos cuja eficiência e eficácia são consagradas.

d) emulados, que replicam, no âmbito interno da organização, as melhores práticas


identificadas no mercado, utilizando o conceito de benchmarking.

e) gerenciados, baseados no conceito de workflows, decorrentes do mapeamento e


aprimoramento do fluxo dos processos repetitivos da organização.

Questão 370: FCC - Ana (DPE RS)/DPE RS/Administração/2017


Assunto:
As organizações que aplicam o conceito de gestão de pessoas por competências devem,
como premissa para a utilização de tal método, realizar o denominado mapeamento de
competências, que corresponde à identificação
a) das melhores oportunidades de negócios para organização.
b) do grau de aderência das práticas de RH adotadas com os desafios apresentados.
c) dos melhores profissionais disponíveis no mercado para contratação.
d) dos colaboradores mais engajados na persecução dos objetivos da organização.

142
e) do perfil técnico e comportamental necessário para cada função na organização.

Questão 371: FCC - Ana (DPE RS)/DPE RS/Administração/2017


Assunto:
Suponha que uma entidade integrante da Administração pública tenha adotado o conceito
de gestão de desempenho buscando o aprimoramento da atuação de seus servidores.
Nesse sentido, aplicou uma das metodologias de avaliação de desempenho consagradas,
na qual o avaliado recebe feedbacks (retornos) de todas as pessoas com as quais se
relaciona e não apenas de seus superiores. Essa metodologia corresponde a
a) Avaliação 360º ou circular.
b) Avaliação Participativa por Objetivos.
c) Escala Gráfica.
d) Balanced Scorecard.
e) Comparação Binária.

Questão 372: FCC - Ana (DPE RS)/DPE RS/Administração/2017


Assunto:
O conceito de cargo descrito pela literatura é o de uma unidade da organização,
consistente em um conjunto de deveres e responsabilidades que o tornam separado e
distinto dos demais. O denominado desenho de cargos (job design) compreende:

I. o conteúdo do cargo, definido como o conjunto de atribuições e tarefas que o ocupante


deverá desempenhar.
II. os métodos e processos de trabalho, ou seja, como as atividades deverão ser
desempenhadas.
III. o posicionamento do cargo da carreira e os requisitos e critérios para promoção e
progressão na carreira.

Esta correto o que se afirma APENAS em


a) I e II.
b) I.
c) II.
d) II e III.
e) I e III.

Questão 373: FCC - Fisc DC (PROCON MA)/PROCON MA/2017


Assunto:
A crença na racionalidade técnica, na especialização funcional, na hierarquia e na
estrutura formal constitui um ponto de intersecção entre as seguintes abordagens da
Teoria das Organizações:
a) clássica e burocrática.
b) burocrática e sistêmica.

143
c) clássica e sistêmica.
d) burocrática e comportamental.
e) estruturalista e sistêmica.

Questão 374: FCC - Fisc DC (PROCON MA)/PROCON MA/2017


Assunto:
No processo de evolução da Administração Pública no Brasil, a instituição do
Departamento Administrativo do Serviço Público − DASP, situa-se
a) como órgão gestor do Programa Nacional de Desburocratização protagonizado
pelo Ministro Hélio Beltrão no início dos anos 1980.
b) como marco da consolidação do modelo burocrático e superação do
patrimonialismo, criado com a edição do Decreto Lei no 200, de 1967.
c) como órgão central encarregado da modernização administrativa no Estado Novo
do governo de Getúlio Vargas na década de 1930.
d) como importante vetor na introdução do modelo de Administração Gerencial, no
início dos anos 1970, embora ainda contaminado por conceitos do modelo burocrático.
e) no centro do Plano Diretor da Reforma do Aparelho do Estado, levado a cabo
pelo Ministro Bresser Pereira, nos anos 1990 ao influxo da nova gestão pública.

Questão 375: FCC - Fisc DC (PROCON MA)/PROCON MA/2017


Assunto:
A partir dos estudos de Henri Fayol, restaram melhor explicitadas as atividades próprias
do administrador. Entre tais atividades se insere a de controle, que pode ser identificada,
exemplificativamente, na(s) seguinte(s) situação(ões) prática(s):

I. comparação dos resultados apresentados com metas preestabelecidas.


II. adoção de medidas corretivas com vistas ao atingimento de objetivos fixados.
III. definição dos rumos do negócio, com fixação de metas e indicadores.

Está correto o que se afirma APENAS em


a) II.
b) I.
c) III.
d) II e III.
e) I e II.

Questão 376: FCC - Fisc DC (PROCON MA)/PROCON MA/2017


Assunto:
As estruturas organizacionais comportam diferentes relações formais em seu âmbito
interno. Exemplo de tais relações é aquela exercida pelo chefe de um órgão diretamente
sobre seus subordinados, a qual se denomina
a) gestão de fiscalização.

144
b) autoridade de linha.
c) fundamento de autoridade.
d) hierarquia funcional.
e) atuação sistêmica.

Questão 377: FCC - Fisc DC (PROCON MA)/PROCON MA/2017


Assunto:
Segundo Edgar Schein, cultura organizacional pode ser vista como um ‘conjunto de
premissas que um grupo aprendeu a aceitar, como resultado da solução de problemas de
adaptação ao ambiente e de integração interna. Essas premissas funcionam
suficientemente bem para serem consideradas válidas e podem ser ensinadas a novos
integrantes como a forma correta de perceber, pensar e sentir-se em relação a esses
problemas de adaptação externa e integração interna’ (apud, ROBINS. S. P.
Comportamento Organizacional. Tradução técnica: Reynaldo Marcondes. São Paulo:
Prentice Hall, 2005). Nesse diapasão, entre os níveis fundamentais da cultura
organizacional, os denominados pressupostos básicos correspondem
a) aos aspectos objetivos da cultura, passíveis de identificação e mensuração.
b) ao que há de mais observável na cultura organizacional, tais como símbolos e
marcas.
c) aos denominados artefatos da cultura, que dizem respeito aos aspectos
psicológicos envolvidos.
d) aos valores da organização, que representam o nível intermediário da cultura
organizacional.
e) a aspectos como crenças e percepções, que integram o nível mais profundo da
cultura organizacional.

Questão 378: FCC - TJ TRT21/TRT 21/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Suponha que determinada empresa, integrante da Administração pública federal, que atua
no mercado em regime de competição, pretenda implementar metodologia de gestão de
pessoas por competências.

Para tanto, uma das etapas fundamentais que referida empresa precisa aplicar corresponde
a
a) instituição de programas de desligamento incentivado para redução do quadro e
otimização da mão de obra remanescente.
b) indicação das lacunas (gaps) entre a posição atualmente ocupada pela empresa
no mercado concorrencial e aquela que almeja atingir.
c) mapeamento das competências existentes em outras empresas potencialmente
competidoras e captação de especialistas.
d) treinamento dos gerentes ou líderes da empresa para aplicação dos métodos de
gestão de Tecnologia da Informação − TI próprios dessa metodologia.

145
e) identificação das competências técnicas e comportamentais necessárias para a
realização das atividades executadas em cada um dos postos de trabalho de entidade.

Questão 379: FCC - TJ TRT21/TRT 21/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
A motivação é um dos temas que tem merecido estudo dada sua relevância no âmbito das
organizações para a consecução dos seus objetivos. Entre as diferentes teorias que buscam
explicar o tema, destaca-se a preconizada por Abraham Maslow, conhecida como teoria
da hierarquia das necessidades humanas, a qual
a) considera que cada indivíduo possui necessidades e expectativas próprias e que
somente serão motivados se identificada e observada a hierarquia entre as mesmas.
b) ranqueia as necessidades humanas em forma piramidal, tendo em sua base
aquelas que necessitam ser primeiramente atendidas, tais como as fisiológicas, ligadas à
sobrevivência do indivíduo.
c) elenca as necessidades consideradas universais para o ser humano e aponta a
correlação entre cada necessidade e o aspecto motivacional por ela ativado.
d) propõe um diagnóstico do grupo que se pretende motivar para identificar e
atender às necessidades contingenciais correspondentes, que podem variar de acordo com
o ambiente.
e) preconiza que as necessidades mais básicas não interferem na motivação, sendo
necessário, para ativar o estágio motivacional, acessar as de nível superior, tais como
autorrealização.

Questão 380: FCC - TJ TRT21/TRT 21/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Os conceitos de missão e visão de uma organização, comumente utilizados na etapa de
diagnóstico institucional em diferentes metodologias de planejamento estratégico e de
gestão, correspondem, respectivamente,
a)
ao cenário externo, consistente em ameaças e oportunidades;
ao cenário interno, consistente nas forças e fraquezas da organização.
b)
à percepção interna, dos integrantes da organização, sobre seus principais atributos;
à percepção externa, dos clientes e da sociedade, sobre as características da organização.
c)
às metas de curto prazo estabelecidas para a organização;
às metas e objetivos de longo prazo, ligados à perenidade da organização.
d)
aos objetivos estratégicos da organização, representados por indicadores;
às metas representativas dos resultados pretendidos pela organização.
e)
à razão de existir da organização, contemplando sua essência e seus propósitos;
ao futuro almejado pela organização, contemplando a forma como pretende ser
reconhecida.

146
Questão 381: FCC - TJ TRT21/TRT 21/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017
Assunto:
Entre as metodologias consagradas de avaliação de desempenho, existem aquelas
executadas a partir de medidas objetivas e, de outro lado, as baseadas em critérios
subjetivos, que envolvem a percepção do avaliador. As que contemplam peso relevante
no papel do avaliador possuem, como ponto NEGATIVO, a possibilidade de distorções,
como, por exemplo,
a) efeito halo, ou tendência à generalização, que ocorre quando o avaliador nivela o
julgamento do avaliado ao da média do grupo.
b) leniência, quando o avaliador apresenta-se muito rigoroso, maximizando os erros
do avaliado.
c) recenticidade, quando o avaliador leva em conta aspectos pessoais, de predileção
ou persecutórios, no resultado apresentado.
d) tendência central, quando o avaliador, por medo de errar ou se comprometer,
apresenta resultados sempre medianos e nunca muito bons ou muito ruins em relação aos
avaliados.
e) equidade, quando o avaliador projeta aspectos próprios, ou que apenas ele julga
relevantes, na execução das avaliações, levando a distorções que colocam todos os
avaliados em um mesmo patamar.

Questão 382: FCC - TJ TRT21/TRT 21/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
A mudança é um aspecto da inovação nas organizações abordado de forma central no
âmbito do desenvolvimento organizacional.

As ações de desenvolvimento organizacional relacionadas com os processos de mudança


englobam, por exemplo, a retroação de dados, que corresponde
a) ao descongelamento, assim entendido como a fase inicial do processo de
mudança, no qual as antigas práticas são abandonadas.
b) à denominada análise transacional, que visa ao autodiagnóstico das relações
interpessoais presentes no processo.
c) a uma técnica de mudança de comportamento que proporciona aprendizagem de
novos dados a respeito de si mesmo, do grupo ou da dinâmica de toda a organização.
d) ao recongelamento, ou etapa final do processo de mudança, no qual ocorre a
integralização e estabilização das mudanças.
e) ao diagnóstico preliminar à implementação do processo de mudança, efetuado
pela aplicação de um questionário para identificar os principais erros da organização.

Questão 383: FCC - TJ TRT21/TRT 21/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Considere, abaixo, as diferenças comumente apontadas pelos doutrinadores entre cultura
e clima organizacional:

147
I. O clima é passível de avaliação, representando percepções, opiniões e sentimentos,
enquanto a cultura contempla aspectos como valores e crenças.

II. O clima, por sua natureza psicológica, é mais enraizado na organização, sendo assim
de mais difícil modificação que a cultura.

III. A cultura apresenta aspectos apenas formais e fechados, enquanto o clima apresenta
apenas aspectos informais e abertos.

Está correto o que consta APENAS em


a) III.
b) I e II.
c) II.
d) II e III.
e) I.

Questão 384: FCC - TJ TRT21/TRT 21/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Segundo Mary Parker Follet, citada por Francisco Lacombe, “a administração é a arte de
fazer coisas por meio de pessoas”. Acrescenta o autor que “a essência do papel do
administrador é obter resultados pelo desempenho da equipe que ele supervisiona e
coordena” .

(in: Teoria Geral da Administração, Saraiva, p. 3)

Nesse diapasão, podem ser segmentadas, para fins de sistematização, algumas atividades
próprias da função de administrar, entre elas a coordenação, que compreende, entre seus
mecanismos
a) a avaliação de resultados, aplicada nos níveis gerenciais, que não implicam
relação de subordinação.
b) as atividades corretivas, objetivando o atingimento dos objetivos estratégicos.
c) o denominado ajuste espontâneo, por meio da coordenação voluntária entre os
membros da organização.
d) a definição da estratégia de atuação, com fixação de objetivos de longo prazo,
obtida a partir de dinâmicas de grupo.
e) o planejamento em nível operacional, com estabelecimento de indicadores e
metas, fixado pelos escalões superiores da organização.

Questão 385: FCC - TJ TRT21/TRT 21/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Suponha que determinada entidade integrante da Administração pretenda avaliar o
desempenho de seus membros, utilizando metodologia de avaliação de fácil aplicação.
Entre as disponíveis, optou por metodologia que contempla o registro de aspectos de
comportamento considerados extremos: excepcionalmente positivos ou negativos.

148
Trata-se de método denominado
a) Incidentes Críticos.
b) Avaliação Bipolar.
c) Escolha Forçada.
d) Comparação Binária.
e) Balanced Scorecard − BSC.

Questão 386: FCC - TJ TRT21/TRT 21/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Os conceitos de governança e governabilidade, embora não coincidentes, são
indissociáveis e complementares, sendo aplicados, cada qual, em diferentes contextos.

Nesse sentido, considere:

I. Governança, em uma de suas acepções, representa o modo como as organizações são


administradas e controladas e como interagem com as partes interessadas.

II. Governabilidade refere-se às condições substantivas do exercício do poder e


legitimidade do governo, derivada da relação com a sociedade.

III. Governança e governabilidade podem ser fundidas em um único metaconceito,


correspondente a accountability, própria dos governos democráticos.

Está correto o que consta APENAS em


a) I e II.
b) III.
c) I e III.
d) II e III.
e) II.

Questão 387: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Celso, gestor público que atua em uma autarquia encarregada da administração de
benefícios previdenciários de servidores públicos, constatou baixa produtividade dos
integrantes da equipe sob sua supervisão e decidiu introduzir técnicas motivacionais com
o propósito de melhorar o desempenho da equipe.

Para tanto optou por adotar a Teoria Bifatorial, desenvolvida por Herzberg, o que significa
que deverá levar em conta
a) fatores extrínsecos, ditos de higiene, que previnem a insatisfação, e fatores
intrínsecos, associados a sentimentos positivos.
b) aspectos estritamente individuais, trabalhados a partir de dois processos
encadeados sequencialmente: mapeamento e reforço.

149
c) análise fatorial do ambiente de trabalho, efetuada em dois quadrantes: perspectiva
do empregado e perspectiva do grupo.
d) aspectos de conteúdo, que indicam o que motiva o indivíduo, e aspectos de
processo, que explicam como se processa o fenômeno motivacional.
e) fatores individuais e fatores coletivos, sendo os primeiros objeto de indução por
reforço positivo e os segundos objeto de confirmação pela meritocracia.

Questão 388: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Considere que, no desenrolar da execução de um projeto governamental considerado
estratégico, o órgão encarregado se defrontou com a necessidade de decidir sobre a
continuidade ou interrupção, em face da superveniência de um contingenciamento de
recursos orçamentários que atingiu todas as atividades em curso. Diante disso, toda a
equipe envolvida foi indagada, tendo a oportunidade de opinar sobre o melhor caminho a
seguir, apresentando, inclusive, uma nova alternativa: de modificação do projeto para
redução de custo.

Nesse cenário e sopesando os prós e contras de todas as alternativas e análises


apresentadas, o líder da equipe tomou a decisão de interromper o projeto.

O processo decisório, tal como narrado, representa um modelo de tomada de decisão


a) autocrática.
b) consultiva.
c) autoritária.
d) intuitiva.
e) delegada.

Questão 389: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Segundo Paul Hersey e Kenneth Blanchard, liderança é o processo de exercer influência
sobre um indivíduo ou um grupo, nos esforços para a realização de um objetivo, em
determinada situação.

Referidos autores desenvolveram um modelo situacional de análise da liderança com


ênfase
a) no ambiente interno, adequando as diferentes formas de liderar ao clima
organizacional, podendo ser, conforme o caso: diretiva, participativa ou apoiadora.
b) no propósito da instituição, que, por seu turno, orienta o estilo de liderança a ser
aplicado: transacional ou transformacional.
c) na transformação dos liderados, proporcionada a partir da adoção do estilo de
liderança mais adequado à situação apresentada.
d) no ambiente externo, que deve direcionar os esforços do líder para conduzir os
liderados na direção dos objetivos e metas traçados.

150
e) na maturidade dos liderados, ao que deve adequar-se o estilo de liderança
adotado, que pode ser: dirigir, persuadir, participar ou delegar.

Questão 390: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Considere que uma consultoria especializada tenha sido contratada para auxiliar
determinada organização a melhorar sua eficiência na gestão de insumos e produção de
bens e serviços de forma a melhor atender seus clientes.

Para atingir tais objetivos, uma das abordagens iniciais adequadas seria
a) a definição da missão e da visão da organização, com o mapeamento de
competências.
b) o gerenciamento de projetos da organização, com a realização de uma matriz de
riscos.
c) a elaboração de um diagrama de tarefas, apresentando os inputs e outputs de
cada projeto.
d) o mapeamento dos processos da organização, utilizando, como ferramenta, a
elaboração de um fluxograma.
e) a identificação das forças e fraquezas e dos desafios e oportunidades, com a
elaboração de um organograma.

Questão 391: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
No desenvolvimento da Teoria das Organizações, um importante marco corresponde aos
estudos de Henry Fayol, inseridos na denominada Escola Clássica, que, entre outros
postulados, aponta o princípio da cadeia escalar, segundo o qual
a) as atividades devem ser alocadas em departamentos ou órgãos com autonomia,
denominados centros de resultados, que fazem parte da cadeia principal da organização.
b) todos os departamentos de uma organização estão interligados a partir de um
centro de comando, mas cada empregado pode estar subordinado a mais de um superior
hierárquico.
c) a linha de autoridade, partindo do principal executivo, desce, sem
descontinuidade, até os níveis mais inferiores da organização.
d) a cadeia de comando da organização deve ser transversal, perpassando todos os
departamentos e níveis hierárquicos, comportando uma escala ou gradação conforme a
proximidade com o centro de comando.
e) os níveis inferiores da organização não são atingidos pela cadeia de comando
central, sendo, assim, necessária a instituição de uma escala de prioridades nesse
encadeamento.

Questão 392: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:

151
Cultura e clima organizacional correspondem a conceitos e fenômenos largamente
estudados, em face do seu impacto nas organizações, com reflexos evidentes nos
resultados obtidos.

Nesse diapasão, a literatura aponta que


a) a cultura possui apenas aspectos formais e fechados, não sendo, portanto,
descritiva, mas apenas prescritiva.
b) o clima organizacional é passível de aferição, inclusive mediante pesquisas
específicas que indicam o grau de satisfação na organização.
c) a cultura organizacional pode ser reforçada por diferentes fenômenos, entre os
quais pelo denominado como contracultura.
d) tanto clima como cultura organizacional são aspectos passíveis de avaliação,
mensuração e modificação, sendo o clima, contudo, mais estático.
e) o clima organizacional corresponde ao aspecto perceptível por terceiros, enquanto
a cultura é percebida apenas pelos membros da organização.

Questão 393: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
O conceito de gestão por resultados na Administração pública representa uma quebra de
paradigma em relação aos modelos tradicionais e contempla, entre seus instrumentos, o
contrato de gestão, que
a) contempla a fixação de indicadores aos quais está atrelada a remuneração dos
servidores, podendo afastar a aplicação do teto remuneratório.
b) autoriza a ampliação da autonomia gerencial da entidade, porém não a autonomia
orçamentária e financeira.
c) possibilita a contratualização de resultados, com a fixação de metas de
desempenho para a entidade.
d) amplia o grau de autonomia da entidade de forma gradual a partir do nível de
atingimento dos resultados, incluindo o controle externo.
e) viabiliza a flexibilização dos controles interno e externo incidentes sobre a
entidade e das normas aplicáveis à Administração pública.

Questão 394: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
De acordo com Abraham Maslow, uma necessidade satisfeita deixa de motivar o
comportamento.

Quando uma necessidade muito intensa foi satisfeita, pode-se dizer que ela está
a) redimida.
b) bloqueada.
c) saciada.
d) subestimada.
e) frustrada.
152
Questão 395: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017
Assunto:
A dissonância cognitiva ocorre quando
a) duas percepções relevantes entre si estão em conflito.
b) três percepções de baixa relevância se mantêm frustradas.
c) três percepções de baixa relevância se mantêm racionalizadas.
d) há equilíbrio entre as percepções de baixa e alta relevância.
e) há ausência de conflito entre as percepções de alta e baixa relevâncias.

Questão 396: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
O planejamento de Recursos Humanos refere-se à maneira como a função de RH pode
contribuir para o alcance dos objetivos organizacionais e, simultaneamente, favorecer e
incentivar
a) as boas práticas administrativas.
b) o clima organizacional e a estrutura de remuneração.
c) o alcance dos objetivos individuais dos colaboradores.
d) o processo de comunicação com o mercado de trabalho.
e) a orientação dos gestores para lidarem com os processos de avaliação de
desempenho.

Questão 397: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
No modelo descentralizado, a área de Recursos Humanos oferece produtos e serviços aos
gerentes e a unidade de Recursos Humanos passa a ser uma unidade de negócios dentro
da organização. Para tanto, deve gerar lucro para a empresa e atender aos clientes internos
dentro do conceito de consultoria interna.

Um dos fatores positivos da aplicabilidade desse modelo é


a) favorecer a administração participativa.
b) terceirizar as atividades estratégicas e burocráticas de recursos humanos.
c) dispersar os especialistas de recursos humanos.
d) limitar as áreas de recursos humanos às ações cartoriais.
e) neutralizar as ações de recursos humanos no comitê de recursos humanos na
presidência da empresa.

Questão 398: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Existem culturas organizacionais adaptativas e outras não adaptativas.

153
As segundas, por sua rigidez são voltadas para a manutenção
a) da inovação e constante busca de oportunidades de mudança.
b) de regras e procedimentos compartilhados.
c) de políticas de recursos humanos que envolvam o experimentar de novas
possibilidades e a busca do engajamento dos colaboradores.
d) de valores morais maleáveis e que favoreçam causas como diversidade e meio
ambiente.
e) do status quo e o conservantismo.

Questão 399: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Apresenta como desvantagem a superficialidade e subjetividade, na avaliação do
desempenho, e produz efeito de generalização, se o avaliado recebe bom em um fator,
provavelmente, receberá bom em todos os demais fatores.

Tais desvantagens são atribuídas ao método de avaliação do desempenho


a) autoavaliação.
b) por escalas gráficas.
c) escolha forçada.
d) 360 graus.
e) por objetivos.

Questão 400: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Um dos níveis de análise para levantamento de necessidades de treinamento é o da
estrutura de cargos que ocorre a partir do exame dos
a) aspectos ligados a missão, visão e estratégias organizacionais que estão sendo
aplicadas ou não nas funções de cada colaborador, assim como o nível de aderência à
cultura da empresa, para que os programas de treinamento possam ser construídos.
b) objetivos e metas que as pessoas deverão cumprir com eficiência e eficácia na
execução dos seus cargos, criando assim subsídios para a construção dos programas de
treinamento.
c) perfis psicológicos e funcionais de cada colaborador comparado às funções que
devem executar, examinando assim os gaps presentes para que possam ser criados novos
cargos e novos programas de treinamento que viabilizem o alcance das metas da empresa.
d) requisitos e especificações dos cargos, que determinam quais são as habilidades,
destrezas e competências que as pessoas deverão desenvolver para desempenhar
adequadamente os cargos.
e) perfis das pessoas, determinando quais atitudes, conhecimentos e competências
necessários para que cada colaborador possa contribuir para o alcance dos objetivos
estratégicos da empresa.

154
Questão 400: FCC - AJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017
Assunto:
Um dos níveis de análise para levantamento de necessidades de treinamento é o da
estrutura de cargos que ocorre a partir do exame dos
a) aspectos ligados a missão, visão e estratégias organizacionais que estão sendo
aplicadas ou não nas funções de cada colaborador, assim como o nível de aderência à
cultura da empresa, para que os programas de treinamento possam ser construídos.
b) objetivos e metas que as pessoas deverão cumprir com eficiência e eficácia na
execução dos seus cargos, criando assim subsídios para a construção dos programas de
treinamento.
c) perfis psicológicos e funcionais de cada colaborador comparado às funções que
devem executar, examinando assim os gaps presentes para que possam ser criados novos
cargos e novos programas de treinamento que viabilizem o alcance das metas da empresa.
d) requisitos e especificações dos cargos, que determinam quais são as habilidades,
destrezas e competências que as pessoas deverão desenvolver para desempenhar
adequadamente os cargos.
e) perfis das pessoas, determinando quais atitudes, conhecimentos e competências
necessários para que cada colaborador possa contribuir para o alcance dos objetivos
estratégicos da empresa.

Questão 401: FCC - AJ TST/TST/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
O ciclo PDCA consiste em uma técnica para controlar e melhorar as atividades de um
processo que compreende uma sequência de fases, entre as quais se inclui:

I. A avaliativa e corretiva, que corresponde à fase final, quando são identificadas as


principais falhas e adotadas medidas para melhorar a execução.

II. A fase inicial, de planejamento, onde são estabelecidos objetivos e meios para alcança-
los.

III. O controle ou verificação de resultados, fase intermediária, onde é identificado o grau


de cumprimento do que foi planejado.

IV. O desenvolvimento, que consiste na segunda etapa do ciclo, onde são fixadas as metas
e os indicadores estratégicos.

Está correto o que consta APENAS em


a) I, II e III.
b) I, II e IV.
c) I, III e IV.
d) III e IV.
e) II e III.

Questão 402: FCC - AJ TST/TST/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017

155
Assunto:
Suponha que determinada organização esteja no curso de um processo de planejamento
estratégico, utilizando, como metodologia, o Balanced Scorecard − BSC e se situe na
etapa de diagnóstico institucional, realizando, assim, análise interna e também do
ambiente externo, significando que, em tal momento
a) está sendo definida a missão da organização, que corresponde, de um lado, à sua
razão de ser e, de outro, aos seus objetivos futuros.
b) estão sendo identificados, de um lado, os valores da organização e, de outro, os
cenários com os quais deve se defrontar.
c) são identificados os pontos fortes e fracos da organização, bem como as ameaças
e oportunidades.
d) está sendo estruturado o mapa estratégico da organização, que engloba sua visão
de futuro e as variáveis estratégicas.
e) são definidas as melhores práticas de gestão com base em experiências de sucesso
de outras organizações tidas como benchmarking.

Questão 403: FCC - AJ TST/TST/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Um dos mais conhecidos modelos de gestão de qualidade, que, com as adaptações
correspondentes, vem sendo aplicado na busca de excelência no âmbito da Administração
pública é o preconizado pela Fundação Nacional de Qualidade − FNQ, segundo o qual
a) são apresentados fundamentos e critérios de excelência, divididos em subitens,
aos quais são atribuídas pontuações que permitem identificar o grau de excelência da
organização, inclusive, mas não necessariamente, para atribuição de premiação.
b) cada organização define os próprios critérios de excelência, partindo dos
fundamentos de excelência da FNQ, a fim de atingir os objetivos almejados e metas
estabelecidas.
c) cada organização pode ser avaliada de acordo com seu grau de maturidade em
qualidade, tendo como referencial os modelos de gestão aplicados pela FNQ e respectivas
metas individualizadas.
d) cabe às organizações a definição dos seus fundamentos de excelência, a partir dos
critérios preconizados pela FNQ, mas apenas a Fundação é apta para fazer a avaliação
para tal finalidade.
e) a FNQ define, a cada biênio, os fundamentos, critérios e pontuação para aferição
do grau de excelência das organizações cadastradas, para fins de certificação de qualidade
e atribuição de premiações.

Questão 404: FCC - AJ TST/TST/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
O Decreto-Lei nº 200/67 constitui um importante marco da reforma administrativa do
Estado, apresentando, entre seus pilares, a descentralização, que, de acordo com tal
diploma, deve se dar

I. dentro dos quadros da Administração federal, distinguindo-se claramente o nível de

156
direção e de execução.
II. da Administração federal para as unidades federadas, quando estejam devidamente
aparelhadas e mediante convênio.
III. da Administração federal para a órbita privada, mediante contratos ou concessões.
IV. com o terceiro setor, mediante celebração de contratos de gestão com organizações
sociais.

Está correto o que consta APENAS em


a) I, II e III.
b) I, III e IV.
c) III e IV.
d) II e III.
e) I, II e IV.

Questão 405: FCC - AJ TST/TST/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Diversas teorias procuram explicar o fenômeno da motivação no ambiente de trabalho.
Os estudos sobre o tema apontam que, aliada a outros fatores como habilidades
individuais e suporte organizacional, a motivação é determinante para o desempenho
almejado. Dada a importância do tema, vários autores passaram a estudar o fenômeno da
motivação, entre os quais destaca-se Clayton Alderfer, que propôs a Teoria ERC, a qual,
entre outros aspectos, sustenta que existe(m)
a) uma hierarquia clara entre as necessidades humanas, de forma que, enquanto não
satisfeita uma necessidade primária não é possível ativar uma necessidade inferior.
b) 3 fatores essenciais para a motivação, consistentes nas seguintes necessidades:
existencial; de relacionamento e de crescimento.
c) 3 principais fatores que evocam o processo motivacional: valência (valor da
recompensa.); instrumentalidade e expectativa.
d) apenas 2 aspectos que são determinantes na geração de motivação: reforço
positivo (recompensa.) e reforço negativo (punições e desincentivos).
e) 3 diferentes vetores que orientam a motivação: realização pessoal; afiliação
(relacionamento) e poder (influência sobre o grupo).

Questão 406: FCC - AJ TST/TST/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
A atuação do gestor envolve, a todo momento, a tomada de decisões. De acordo com
Herbert Simon, a própria organização é concebida como um sistema de decisões. Para o
autor, o tipo de decisão que resolve problemas que já foram enfrentados antes e, para cuja
resolução, basta aplicar um curso de ação que já faz parte do acervo da organização,
corresponde às decisões
a) de segundo nível, tomadas pelos escalões operacionais da organização, que se
contrapõem às de primeiro nível, estas últimas de natureza estratégica.
b) previsíveis, que não demandam do gestor esforço de atuação, mas apenas um
mero diagnóstico, que se contrapõem às decisões de gestão propriamente ditas.

157
c) programadas, que se contrapõem às não programadas, estas últimas preparadas
uma a uma para atacar problemas que as soluções padronizadas não conseguem resolver.
d) sistematizadas, tais como os algoritmos, que não envolvem escolha pelo gestor,
que se contrapõem às individualizadas, que demandam uma escolha efetiva.
e) simuladas, baseadas em modelos padronizados, que se contrapõem às decisões
reais, que envolvem uma escolha efetiva entre diferentes alternativas fáticas.

Questão 407: FCC - AJ TST/TST/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Suponha que determinada organização paute seu planejamento de RH utilizando o
modelo baseado em segmento de cargos. De acordo com tal opção, a referida organização
deverá adotar, como condição necessária para o modelo,
a) o conceito de que as necessidades de pessoal são variáveis, condicionadas à
procura estimada do produto.
b) a elaboração de mapas de substituição e organogramas de encarreiramento para
organizar a força de trabalho.
c) a realização da análise histórica do fluxo de pessoal, consistente nas entradas e
saídas para uma predição de curto e longo prazo.
d) a escolha de um fator estratégico, cujas variações afetam proporcionalmente as
necessidades de pessoal.
e) a análise do desempenho individual de cada funcionário, para identificar os que
podem ser desligados ou substituídos em situações contingenciais.

Questão 408: FCC - AJ TST/TST/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
O modelo de aprendizagem organizacional, que tem por foco o comportamento,
predicando que o mesmo pode ser observado e modificado, não aborda aquisição de
conceitos e solução de problemas, mas sim as relações entre os estímulos e as
consequências. Esse modelo é conhecido como
a) Interativo.
b) Empírico.
c) Behaviorista.
d) Reativo.
e) Pragmatista.

Questão 409: FCC - AJ TST/TST/Apoio Especializado/Suporte em Tecnologia da


Informação/2017
Assunto:
O método Mosler é muito utilizado para análise e avaliação de riscos organizacionais. Na
fase de Análise de Riscos, o método realiza a análise com base em 6 critérios, cada qual
usando uma escala de 1 a 5, que reflete a sua gravidade. O critério da

158
a) Profundidade “P” projeta as consequências negativas ou danos que podem alterar
a atividade principal da empresa. Utiliza a graduação de “Levemente” a “Muito
gravemente”.
b) Agressão “A” mede a possibilidade do risco vir a acontecer em vista das
características conjunturais e físicas da organização, podendo considerar cidade, estado e
país onde se encontra. Utiliza a graduação de “Muito baixa” a “Muito alta”.
c) Vulnerabilidade “V” mede o impacto da concretização da ameaça sobre os bens,
ou seja, o quanto os bens atingidos podem ser substituídos. Utiliza a graduação de “Muito
facilmente” a “Muito dificilmente”.
d) Função “F”, uma vez materializado o risco, mede a perturbação e os efeitos que
o risco pode causar para a imagem da empresa. Utiliza a graduação de “Muito leve” a
“Muito grave”.
e) Substituição “S”, mede quais serão as perdas pela concretização do risco, no
âmbito financeiro. Utiliza a graduação de “Muito baixa” a “Muito alta”.

Questão 410: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Os estilos clássicos de liderança, baseadas nos estudos de Kurt Lewin, também
denominados os Três de White e Lippitt correspondem às lideranças:
a) autocrática; democrática e liberal.
b) carismática; autoritária e participativa.
c) coercitiva; benevolente e consultiva.
d) situacional; transacional e transformacional.
e) diretiva; consultiva e apoiadora.

Questão 411: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Suponha que determinada entidade integrante da Administração indireta tenha contratado
uma consultoria para avaliar o nível de motivação da equipe e implementar técnicas para
ampliar esse nível, com vistas à melhoria do desempenho corporativo. A consultoria
optou por adotar os conceitos da Teoria do Reforço, baseada nos estudos de Skinner, o
que significa, entre outros aspectos, que considera
a) a punição somente deve ser utilizada, como reforço, na impossibilidade de
aplicação de indutores positivos, como promoções e premiações.
b) o reforço positivo é a única intervenção capaz de motivar o funcionário, sendo o
reforço negativo ineficaz para induzir uma reação.
c) o reforço negativo não tem caráter punitivo, mas, ao contrário, consiste na
remoção de um estímulo aversivo.
d) o comportamento humano é pautado pela busca de satisfação de necessidades
universais, entre as quais o reconhecimento ou reforço positivo.
e) a motivação decorre, em grande medida, o medo da perda de benefícios e pode
ser induzida pelo reforço desse risco.

159
Questão 412: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017
Assunto:
Entre as diferentes metodologias de avaliação de desempenho consagradas e comumente
utilizadas pelas organizações públicas e privadas, destaca-se a Participativa por
Objetivos, que tem, entre suas características,
a) o estabelecimento consensual de objetivos entre gerentes e subordinados, com a
adequada alocação de recursos para seu atingimento.
b) a utilização de um formulário de dupla entrada, medindo o desempenho dos
avaliados por meio de fatores previamente definidos e graduados, onde as linhas
representam os fatores e as colunas o grau de avaliação.
c) o monitoramento de todas as dimensões do comportamento do avaliado, internas
e externas à organização.
d) o recebimento, pelo avaliado, de feedbacks (retornos) não apenas de seus
superiores mas também das demais pessoas com as quais se relaciona na organização.
e) o mapeamento dos pontos fortes e fracos do avaliado e o estabelecimento de um
programa global de aprimoramento de suas habilidades.

Questão 413: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Suponha que em uma determinada equipe de trabalho tenha se instalado um conflito em
face da necessidade de cortes no orçamento e consequente necessidade de
redimensionamento de projeto e cargos dos seus integrantes. Nesse cenário, surgiu uma
divisão entre dois grupos, cada qual preconizando uma solução diferente para o
atingimento dos fins colimados. O gerente da equipe, para administrar o conflito
instalado, pode lançar mão de uma negociação distributiva, que significa
a) decidir de acordo com a vontade da maioria, sem intervenção ou indução do
gerente no processo decisório.
b) uma solução denominada “ganha-ganha”, em que cada grupo cede um pouco e
chega-se à uma alternativa intermediária.
c) dividir o ônus da decisão entre todos os envolvidos, que passam a se
responsabilizar pelos resultados obtidos.
d) delegar a decisão a um terceiro externo à organização, que pode ser um mediador
ou um árbitro.
e) que haverá um lado vencedor e um lado perdedor, eis que não há possibilidade
de expansão dos recursos disputados.

Questão 414: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Cultura e clima organizacional são identificados sob diferentes aspectos pelos
doutrinadores, sempre com ênfase na importância de ambos nas organizações. Um desses
aspectos são os denominados “artefatos observáveis”, que dizem respeito
a) aos indicadores de percepção do clima organizacional, mensuráveis por
pesquisas.

160
b) ao clima psicológico dominante na organização.
c) aos sistemas de reforço da cultura da organização.
d) à camada mais superficial e visível da cultura da organização.
e) ao nível profundo da cultura da organização, representado por seus valores.

Questão 415: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Costuma-se apontar a tomada de decisão como o cerne da atividade do gestor e, nesse
contexto, a doutrina identifica diferentes tipos de decisão entre as quais as denominadas
decisões programadas, que
a) são aplicadas sem a participação do gestor, com a utilização da tecnologia da
informação, sistemas e softwares.
b) se contrapõem, pelo seu caráter racional, às decisões intuitivas, estas últimas
também denominadas não-programadas.
c) devem ser tomadas em período de tempo determinado, sob pena de se tornarem
ineficazes.
d) correspondem aos objetivos e metas estabelecidos no planejamento estratégico
da organização.
e) fazem parte do acervo de soluções da organização, não demandando criação de
novas alternativas.

Questão 416: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Vários termos são utilizados para definir as pessoas que trabalham nas organizações.

Quando são denominadas de recursos humanos, são considerados


a) sujeitos passivos da ação organizacional.
b) sujeitos ativos da ação organizacional.
c) colaboradores engajados das organizações.
d) fornecedores de competências.
e) capital ativo intelectual das organizações.

Questão 417: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
A mudança organizacional é um aspecto essencial da criatividade e inovação nas
empresas atualmente. A mudança significa a passagem de um estado para outro diferente.
Ela constitui um processo composto de três etapas: descongelamento, mudança e
recongelamento.

No descongelamento temos
a) a fase intermediária da mudança. As pessoas começam a viver em dissonância
cognitiva entre o novo e o velho costume.

161
b) a etapa em que novas ideias e práticas são experimentadas. A adoção de novas
crenças e atitudes são imediatamente instaladas.
c) a morte simbólica da cultura organizacional presente e a instalação de novos
símbolos para que as pessoas possam aderir ao novo modelo mental apagando qualquer
vestígio do passado e definitivamente incorporando novos comportamentos.
d) a fase inicial da mudança. Representa a abdicação ao padrão atual de
comportamento para ser substituído por um novo padrão.
e) a etapa final que representa a total estabilização da mudança.

Questão 418: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
O capital humano é composto de dois aspectos principais: talentos e contexto.

O contexto é o ambiente interno adequado para que os talentos floresçam e cresçam, e é


determinado por aspectos como
a) burocracia organizacional, processo decisório e tipo de negócio.
b) arquitetura organizacional, cultura organizacional e estilo de gestão.
c) coordenação centralizada, cargos individuais especializados e ambiente estável.
d) padrões de comunicação, estrutura matricial e tipos de tarefa.
e) descrições de cargo, processamento de informações e atividade intelectual.

Questão 419: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
O planejamento estratégico de gestão de pessoas deve ser parte integrante
a) do planejamento estratégico da organização.
b) do planejamento tático da organização.
c) dos movimentos do mercado concorrente.
d) das necessidades de mão de obra identificadas.
e) da prospecção de novos negócios.

Questão 420: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
Considere o questionário de avaliação de desempenho abaixo.

Fatores Ótimo Bom Regular Sofrível Ruim

Produção À vezes Sempre


Sempre Às vezes
(quantidade de ultrapassa Satisfaz os abaixo
ultrapassa os abaixo
trabalho os padrões dos
padrões dos padrões
realizada) padrões padrões

162
Superior Péssima
Qualidade Excepcional
qualidade Qualidade Qualidade qualidade
(esmero no qualidade no
no satisfatória insatisfatória no
trabalho) trabalho
trabalho trabalho
Conhecimento do Conhece
Conhece Conhece Conhece
trabalho mais Conhece o
todo o parte pouco
(perícia no do que o suficiente
trabalho do trabalho o trabalho
trabalho) necessário

É representativo do método de avaliação de desempenho


a) listas de verificação.
b) escolha forçada.
c) pesquisa de campo.
d) incidentes críticos.
e) escalas gráficas.

Questão 421: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
A avaliação 360° é feita de modo
a) horizontal por todos os colegas da equipe que possuem o mesmo cargo e
trabalham com o avaliado.
b) ascendente por todos os gestores que mantêm contato próximo com o avaliado.
c) circular por todos os elementos que mantêm alguma forma de contato com o
avaliado.
d) emparelhado por todos os clientes externos que mantêm alguma forma de contato
com o avaliado.
e) conjunto por todos os membros do Comitê Executivo da organização formado
pelos Diretores.

Questão 422: FCC - TJ TRF5/TRF 5/Administrativa/"Sem Especialidade"/2017


Assunto:
A técnica de treinamento através da qual o treinando se dedica a um trabalho integral para
analisar e resolver problemas em certos projetos ou em outros departamentos, e que pode
ser aplicada em conjunto com outras técnicas é denominada
a) treinamento outdoor.
b) simulação.
c) coaching.
d) estudo de caso.
e) aprendizagem prática.

163
Gabarito

1) B 2) E 3) C 4) B 5) D 6) C 7) A 8) A 9) C 10) C 11) A 12) A 13) D 14) D 15) B 16) E


17) A 18) D 19) E 20) A 21) E 22) D 23) B 24) A 25) A 26) B 27) A 28) E 29) A 30) E
31) A 32) E 33) E 34) D 35) A 36) C 37) D 38) C 39) E 40) B 41) A 42) D 43) C 44) E
45) B 46) D 47) B 48) D 49) D 50) E 51) C 52) E 53) B 54) D 55) C 56) C 57) D 58) A
59) A 60) C 61) D 62) B 63) D 64) B 65) C 66) D 67) C 68) E 69) A 70) B 71) C 72) D
73) C 74) B 75) B 76) A 77) C 78) C 79) C 80) D 81) C 82) E 83) C 84) D 85) B 86) C
87) D 88) A 89) A 90) A 91) C 92) E 93) A 94) E 95) E 96) E 97) A 98) A 99) B 100) E
101) A 102) A 103) A 104) C 105) A 106) E 107) B 108) A 109) A 110) A 111) B
112) C 113) A 114) E 115) C 116) D 117) E 118) D 119) A 120) E 121) D 122) B
123) E 124) A 125) D 126) E 127) E 128) A 129) C 130) E 131) B 132) E 133) C 134) D
135) E 136) B 137) C 138) B 139) C 140) B 141) A 142) C 143) C 144) D 145) E 146) C
147) D 148) A 149) C 150) D 151) C 152) E 153) B 154) A 155) E 156) A 157) B
158) E 159) D 160) E 161) D 162) E 163) D 164) C 165) A 166) A 167) A 168) B
169) B 170) E 171) B 172) C 173) A 174) D 175) B 176) C 177) C 178) D 179) E
180) E 181) B 182) D 183) E 184) A 185) D 186) D 187) E 188) D 189) E 190) A
191) C 192) E 193) B 194) C 195) B 196) E 197) C 198) A 199) D 200) C 201) C 202) C
203) B 204) E 205) A 206) E 207) C208) B 209) E 210) A 211) C 212) A 213) B
214) C215) D 216) E 217) E 218) C 219) C 220) D 221) A222) C 223) D 224) A 225) B
226) E 227) B 228) A229) B 230) D 231) E 232) D 233) B 234) E 235) D236) B 237) C
238) E 239) E 240) C 241) D 242) E243) B 244) C 245) D 246) C 247) A 248) A
249) C250) A 251) A 252) E 253) B 254) A 255) A 256) E257) D 258) B 259) B 260) B
261) C 262) C 263) C264) A 265) B 266) E 267) D 268) A 269) A 270)C 271) A 272) C
273) C 274) E 275) B 276) E 277) A278) B 279) D 280) E 281) D 282) E 283) C
284) A285) D 286) C 287) E 288) B 289) A 290) B 291) E
292) B 293) A 294) C 295) B 296) C 297) B 298) B299) B 300) D 301) A 302) D
303) B 304) C 305) A306) A 307) E 308) B 309) A 310) E 311) E 312) B313) A 314) A
315) E 316) B 317) E 318) D 319) B320) E 321) C 322) B 323) B 324) E 325) A
326) D327) A 328) D 329) E 330) D 331) C 332) B 333) A334) A 335) B 336) A
337) E 338) A 339) E 340) D341) C 342) A 343) C 344) C 345) D 346) C 347) A348) B
349) E 350) B 351) C 352) E 353) A 354) B355) A 356) E 357) E 358) C 359) D
360) D 361) B362) B 363) D 364) A 365) D 366) D 367) E 368) E369) A 370) E
371) A 372) A 373) A 374) C 375) E376) B 377) E 378) E 379) B 380) E 381) D
382) C383) E 384) C 385) A 386) A 387) A 388) B 389) E390) D 391) C 392) B 393) C
394) C 395) A 396) C397) A 398) E 399) B 400) D 400) D 401) A 402) C 403) A
404) A 405) B 406) C407) D 408) C 409) B 410) A 411) C 412) A 413) E414) D 415) E
416) A 417) D 418) B 419) A 420) E421) C 422) E

164