1.

O retorno das letras ³k´, ³w´ e ³y´

É na verdade um retorno oficial, pois elas de fato nunca deixaram de fazer parte do nosso alfabeto. Basta consultar nossos principais dicionários e ver que todos registram verbetes com ³k´, ³w´ e ³y´.

E não há nenhuma mudança quanto ao emprego delas, que continuam a ser usadas: a) na grafia de símbolos de unidades de medida: km (quilômetro), kg (quilograma), W (watt); b) na grafia de palavras e nomes estrangeiros (e seus derivados): show, playboy, playground, yin, yang, Washington, William, Kennedy, Kafka, kafkiano, kardecista.

2. O fim do trema

O trema deixa de ser usado. Ele, porém, permanece nos nomes próprios estrangeiros e em seus derivados: Hübner, hübnerita.

3. Novas regras de acentuação
3.1. Algumas palavras paroxítonas com os ditongos abertos ³ei´ e "oi" perdem o acento. Antes: idéia, geléia, bóia, apóie, apóiem, apóio (verbo), asteróide, heróico, assembléia, estréia, Coréia, platéia. Agora: ideia, geleia, boia, apoie, apoiem, apoio, asteroide, heroico, assembleia, estreia, Coreia, plateia.

Observação (1) Palavras como ³destróier´ e ³Méier´ continuam sendo acentuadas porque. como ³mártir´ e ³repórter´. o caso delas é outro: são paroxítonas terminadas em ³r´. . apesar de terem ditongo aberto e de serem paroxítonas.

heróis. céu. ³éu(s)´ e ³ói(s)´: papéis. troféus.Observação (2) Permanece o acento das palavras oxítonas terminadas em ³éis´. . dói.

Agora: baiuca. taoismo. O acento do ³i´ e do ³u´ tônicos precedidos de ditongo. cauila. maoista. feiura.2. tuiuiú. maoísmo. Antes: baiúca.3. feiúra. . maoísta. Observação: O acento permanece em palavras oxítonas e proparoxítonas: Piauí. deixa de ser usado. cauíla. em palavras paroxítonas. feiíssimo. maoismo. taoísmo.

creem. . O circunflexo das palavras terminadas ³oo´ e ³eem´ deixa de ser usado: usado: voo. abençoo.3.3. deem. leem e veem.

³pêlo´.3. ³pôde´. Atenção: o acento de ³pôr´. O acento diferencial de ³pára´ (verbo). ³pera´ e ³polo´. ³pélo´.4. ³pelo´. O correto passa a ser ³para´. ³pelo´. ³têm´ e ³vêm´ permanece. . ³pêra´ e ³pólo´ desaparece.

³arguir´ e ³redarguir´ deixa de ser usado.3. ³averiguar´. redargúi. averiguem. ³-que´ e ³-gui´ de verbos como ³³³apaziguar´. averigúem. arguem. Agora: apazigue. argúem. obliquem. ³obliquar´. redargui. obliqúem. O acento no ³u´ tônico dos encontros ³-gue´. Antes: apazigúe.5. .

A recomendação é somente usar acento quando houver risco de ambiguidade: ³Vai por cinquenta anos / Que lhes dei a norma: / Reduzi sem danos / A fôrmas a forma´.6.3. p. 51). . Estrela da Vida Inteira. Pode ser ³fôrma´ ou ³forma´ (utensílio que molda). (Manuel Bandeira.

desumidificar. desumano.1. coerdeiro. subhepático. Novas regras do hífen em prefixos 4. inumano. ³in-´ e ³re-´: coabitar. . reidratação. Prefixos e falsos prefixos se ligam com hífen a palavras iniciadas por ³h´: anti-higiênico. sub-humano. Exceções: ³co-´. mini-hotel. reabilitar. macro-história. sobre-humano. inábil. proto-história. ultrahumano. reaver. ³des-´.4. super-homem. reidratar. anti-histórico.

cooperação. semi-internato. reenviar. reedição. micro-organismo. coordenar. anti-inflacionário. .2. antiusaimperialista. contra-ataque. antiinflamatório. semi-interno. contra-atacar. usa-se o hífen: anti-ibérico. micro-ônibus. reestruturar. Exceções: os prefixos ³co-´ e ³re-´: coobrigação. reeleito. cooperar. para-atleta. rescrever. cooptar. Se o prefixo termina por vogal e o segundo elemento começa pela mesma vogal. auto-observação. coocupante.4. micro-ondas.

coautor. agroindustrial. plurianual. autoestrada. coedição. antieducativo. autoaprendizagem. antiaéreo.4. não se usa o hífen: aeroespacial. . autoinstrução. Se o prefixo termina em vogal diferente da vogal com que se inicia o segundo elemento.3. autoescola. infraestrutura. extraescolar.

pseudomédico. coparticipação. Se o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por consoante diferente de ³r´ ou ³s´. não se usa o hífen: anteprojeto. antipedagógico. . microcomputador. semideus. autoproteção.4. autopeça. ultramoderno. coprodução.4. semicírculo. geopolítica. seminovo.

cosseno. biorritmo. georreferência. ultrarresistente. Se o prefixo termina em vogal e o segundo elemento começa por ³r´ ou ³s´. antissocial.4.5. minissaia. neossimbolista. antirrugas. dobram-se essas dobramletras: antirrábico. neorrealismo. contrarregra. multissecular. semirreta. antirreligioso. infrassom. contrassenso. microssistema. antirracismo. microrregião. . ultrassom. além de não haver hífen.

sub-bibliotecário. .4.6. inter-regional. superresistente. usausa-se o hífen: hiper-requintado. mal-limpo. super-romântico. inter-racial. super-racista. Exceção: o prefixo ³ir-´: irresponsável. Se o primeiro elemento termina por consoante igual à que inicia o segundo. irrequieto. super-reacionário.

superproteção. subsede. .4. intermunicipal. subchefe.7. Se o prefixo termina em consoante diferente da que inicia o segundo elemento. não se usa o hífen: hipermercado.

sub-reino. ³ob-´. sub-humano. sobroda. ³h´ e ³r´: sub-bloco.4. sub-hepático. ab-rupto. ob-rogar. Os prefixos ³ab-´.³ob.³sob³sub³sub-´ se ligam com hífen a ³b´. subregião. . ³sob-´ e ³ab.8.

. ad-digital.4. Exceções: adrenalina. O prefixo ³ad-´ se liga com hífen a ³ad³d´. ³h´ e ³r´: ad-referendar. adrenalite e adrenalinemia.9.

4. ³h´. pan-negritude. circum-navegação. Os prefixos ³circum-´ e ³pan-´ se ³circum³panligam com hífen a vogal. ³m´ e ³n´: circum-escolar. pan-mágico.10. . panamericano.

superaquecimento. superotimismo. não se usa o hífen: hiperacidez. interestudantil. interescolar. interestelar. superinteressante. interestadual. superexigente. supereconômico.4. superamigo. hiperativo. Se o prefixo termina em consoante e o segundo elemento começa por vogal.11. .

aquém-mar. ex. pré-vestibular. ³pós-´. sem-terra. pró-reforma. ³sem-´.³além. ³pró-´ e ³vice.³sem.³pré. recém-casado.ligam³vice-´ ligam-se com hífen ao elemento seguinte: além-mar. recémnascido. . próeuropeu.12.4. ex-presidente. ³pré-´. pré-história.³pós.³aquém³recém. Os prefixos ³ex-´.³pró³recém-´. ³ex.aluno. ³aquém-´. ex-diretor. vice-governador. sem-teto. ex-prefeito. vice-presidente. ³além-´. pósgraduação.

Usa-se o hífen com os sufixos de Usaorigem tupi-guarani ³-açu´. anajámirim. Ceará-Mirim. . ³-guaçu´ e ³tupi³³³mirim´ quando o primeiro elemento termina em vogal acentuada graficamente ou em tônica nasal: amoré-guaçu. paranámirim.13.4. capim-açu.

4. não engajado.14. não fumante. . não participação. Deixa de existir hífen nas formas em que a palavra "não" tem valor prefixal: não agressão. não governamental. não violência.

5. bem-nascido.1. . bem-humorado. bemvindo. Observação: Em algumas palavras ³bem´ se aglutina com o termo seguinte: benfazejo. benquerer. bem-criado. bemeducado. benquerença. bem-sucedido. bem-visto (estimado). benfeito. Novas regras do hífen em nomes compostos 5. benfeitor. benquisto. benquerido. ³Bem´ se agrega com hífen à palavra com que forma uma unidade semântica (adjetivo ou substantivo composto): bemaventurado.

5. mal-limpo. malnascido. .2. malvisto. mal-estar. ³Mal´ se agrega com hífen a palavras iniciadas por vogal. Observação: Às demais letras. mal-educado. malgrado. malpesado. ³mal´ se une diretamente: malcolocado. malsoante. ³h´ ou ³L´ e quando forma com elas uma unidade semântica (adjetivo ou substantivo composto): malafortunado. malhumorado. malpago. quando forma uma unidade semântica. malcriado.

O lance foi mal visto pelo árbitro da partida (não é uma unidade semântica). Mariana foi bem educada pelos pais (não é uma unidade semântica). . Pedro é malvisto pelos colegas (unidade semântica.Entenda a diferença: Mariana é uma criança bem-educada (unidade semântica. adjetivo composto). adjetivo composto).

muitas vezes. não aceitam a inversão e. adjetivo composto). . Macete: as formas com hífen.É muito ruim fazer serviços malremunerados (unidade semântica. formam um novo sentido. Ele é mal remunerado pela empresa (não é uma unidade semântica). não estão na voz passiva. em geral.

dispensam o hífen: afrodescendente. ³luso-´ e ³sino-´. Formas como ³afro-´.3. ³indo-´. anglofalante. ³anglo-´. lusófono. . francolatria. ³franco-´.5. eurodeputado. anglo-saxão. euro-asiático). quando não entram na composição de adjetivos pátrios (como em afrobrasileiro. etc. ³euro´.

.5.4. madressilva. paraquedista e pontapé. Não se usa o hífen em palavras que perderam a noção de composição. mandachuva. como girassol. paraquedas. malmequer.

Observação (3): Escreve-se ³malmequer´. com hífen. "paraquedismo" e "paraquedístico" perdem o hífen. só "paraquedas". para-lama. sem hífen. para-raios.Observação (1): Dos compostos com a forma verbal "para". manda-tudo. parachoque. Os demais mantêm: para-brisa. Observação (2): Dos compostos com a forma verbal "manda". só "mandachuva" perde o hífen. Os demais mantêm: manda-lua. mas ³bem-me-quer´. "paraquedista". .

má-fé. primeiro-sargento. . tenente-coronel. tio-avô. porta-aviões.5. curto-circuito. porta-retratos. boa-fé. sul-americano. adjetivo. guarda-noturno. O hífen continua a ser usado nas palavras compostas cujos elementos são substantivo. Exemplos: ano-luz. primeiro-ministro. conta-gotas. lusobrasileiro. segunda-feira. mato-grossense. norteamericano. porto-alegrense. numeral ou verbo. guarda-chuva.5.

lua de mel. dia a dia (substantivo e advérbio). mão de obra. . um deus nos acuda. um maria vai com as outras.No entanto. um pega pra capar. se houver um elemento de ligação entre os termos. general de divisão. passo a passo (substantivo e advérbio). pé de moleque. ponto e vírgula. arco e flecha. o hífen deixa de ser usado: à toa (adjetivo e advérbio). não me toques (melindres) um disse me disse. corpo a corpo (substantivo e advérbio). etc.

arco-da-velha. ao deusdará. caixa-d¶água. à queima-roupa e os compostos entre cujos elementos há apóstrofo.Exceções: água-de-colônia. mais-que-perfeito. como cobrad¶água. mestre-d¶armas. pé-de-meia (as economias de uma pessoa). cor-de-rosa. . mãed¶água e olho-d¶água.

feijão-carioca. . nãome-toques (planta). Nos nomes de espécies botânicas e zoológicas. emprega-se o hífen sempre. mesmo que haja entre os termos um elemento de ligação: abóbora-menina.6. limão-taiti.5. andorinha-do-mar. bem-te-vi. feijão-verde. dente-de-leão. mamão-havaí. etc. coco-da-baía. joão-de-barro.

Entre-os-Rios. . Baía de Todos-os-Santos.7. verbo ou nos segmentos cujos elementos estejam ligados por artigo: Grã-Bretanha. Quebra-Costas. grão. Trinca-Fortes. Passa-Quatro. QuebraDentes. Trás-os-Montes. Traga-Mouro.5. Grão-Pará. Grafam-se com hífen os topônimos (nomes próprios geográficos) que tenham grã. Abre-Campo. Montemoro-Novo.

Observação: Os demais topônimos se escrevem sem hífen: América do Sul. Belo Horizonte. . Freixo de Espada à Cinta. Castelo Branco. Exceções: Guiné-Bissau e Timor-Leste. etc. Cabo Verde.

Escrevem-se com hífen os adjetivos pátrios derivados de topônimos compostos. . etc. inclusive os que contêm elemento de ligação: belo-horizontino.5. santacruzense. florentino-do-piauí. mato-grossense-do-sul. matogrossense. cruzeirense-do-sul.8.

Minúsculas e maiúsculas 6. dezembro. ³sicrano´ e ³beltrano´. outono. norte. . meses e estações do ano: quinta-feira.nos nomes ³fulano´.nos nomes dos dias. . sudeste.6.1 Emprega-se a inicial minúscula: . domingo. . janeiro.nos nomes dos pontos cardeais: sul. oeste. verão.

Observação (2): Quando designarem nome de região.Observação (1): As abreviaturas se escrevem com maiúscula: NE (nordeste). SE (sudeste). . os pontos cardeais terão inicial maiúscula: ³Governo de Lula é mais bem avaliado no Nordeste´.

Dia das Mães. . Fundação Padre Anchieta. .2 Emprega-se a inicial maiúscula: .nos nomes próprios de lugar. Secretaria de Cultura. reais ou fictícios: Brasil.nos nomes de datas comemorativas: Natal. Recife. Branca de Neve. Rapunzel. . Atlântida.nos nomes próprios de pessoa. Portugal. Quarta-Feira de Cinzas. Semana Santa.6. reais ou fictícios: Maria Mariana. Carnaval.nos nomes que designam instituições: Ministério da Educação. Dia das Crianças. . Guilherme. Lilipute.

nos nomes de prédios ou espaços públicos: avenida (ou Avenida) Abdias de Carvalho. . rua (ou Rua) da Aurora. frei (ou Frei) Damião. igreja (ou Igreja) do Carmo. dom (ou Dom) Hélder Câmara. edifício (ou Edifício) Duarte Coelho. santo (ou Santo) Antônio. .nas formas de tratamento ou reverência: doutor (ou Doutor) Paulo Chaves. prova de matemática (ou de Matemática). .3 Emprega-se facultativamente maiúscula ou minúscula: .nos nomes de cursos e disciplinas: professor de português (ou de Português). curso de direito (ou de Direito).6.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful