Você está na página 1de 5

Presentes nas empresas e seus

significados ocultos
Vanderlei Dallagnolo1
Blumenau, 17 de dezembro de 2009

Figura 1: Presente-surpresa2

Final de Ano!
Festas, amigo secreto, décimo terceiro, são algumas das coisas que
preenchem esta época e fazem seu brilho e seu charme!

Mas poucas coisas tem mais significado para muita gente do que... Papai
Noel!? Não. Ceia de Natal!? Não. Pinheiro!? Não. Na verdade, são aqueles
presentes que as empresas distribuem aos seus funcionários nesta época.
Aquilo sim que tem significado. Alguns ganham meras lembranças, outros
chocolate, cestas básicas, kits e a maior infinidade possível e imaginável de
objetos do dia-a-dia.

Podemos dividir estes presentes em algumas categorias básicas:


• Alimentícios (frango, peru, charque, cesta de Natal, rapadura, etc)
• Chocolate
• Vestuário (camisa, boné, etc)
• Utilitários (bolsa, caneca, calendário, caneta, etc)
• Inomináveis e Esquisitos (chinelo de dedo, lixeiro para carro,
tupperware - também conhecido como "tapoé", vela aromática, etc).

1
Vanderlei.dallagnolo@gmail.com
2
Fonte: Desconhecido. Todos os direitos reservados ao autor
E claro, cada uma das categorias tem um significado particular para você,
sobre a sua empresa e o modo como ela vê você.

Figura 2: Cesta de Natal3

A categoria de Alimentícios significa que ou o seu chefe ou o RH da sua


empresa é gordo. Só pensa em comida, só se satisfaz com comida e está
projetando isto em você. Pode até não ser gordo, mas ainda vai ser. Também
significa que, se ele pudesse, pagaria pelo teu suor, esforço, dedicação e
tempo somente com comida. É praticamente um escravagista em potencial.
A prova definitiva é se você ganhar uma cesta básica. Aí, pode ter certeza
que você não passa de gado para o abate. Mas, alguém pode perguntar, e se
eu ganhar uma Cesta de Natal linda e vinho importado? Bom, a resposta é
simples. Ainda estão tentando te comprar com comida(!). E você ainda é
gado. A única diferença é que a ração é mais cara.

Figura 3: Comendo uma ENORME barra de chocolate4

A categoria de Chocolate merece um tratamento a parte. Num primeiro


momento, ela tem as mesmas implicações dos Alimentícios. Se for um
chocolate simples, vagabundo e seboso qualquer, realmente tem. Mas, se for

Fonte: http://www.submarino.com.br/produto/35/21243580/cesta+de+natal+artico+-
3

+alimentos+nobre+do+brasil+ltda. Todos os direitos reservados ao autor.


4
Fonte: http://www.presenteparahomem.com.br/. Todos os direitos reservados ao autor.
um chocolate realmente fino, caro e sofisticado que você ganhar. Neste caso,
tenha certeza que a empresa te valoriza. Na verdade, valoriza o lucro que
você proporciona sem te pagar o quanto o mercado acredita que você vale. E
então tentam te entorpecer, viciar e seduzir com um requintadíssimo
chocolate. Tenha certeza que se alguém te der um presente destes no Natal,
tem alguém lá fora pronto para te pagar bem mais.

Figura 4: Cãozinho com roupa de grife5

A categoria de Vestuário tem significado simples. Significa que a diretoria da


empresa é composta por ditadores egocêntricos e megalomaníacos. Que
acreditam que todo mundo é imbecil. Que acreditam que se todos não
usarem roupas com a logo da empresa (até na cueca) vão esquecer onde
trabalham. Claro que muitos esqueceriam se não fossem as mães e esposas
lembrando, mas isto é outra história. Fazer todo mundo usar as mesmas
roupas também faz eles se sentirem como líderes de culto.

Figura 5: Líder de culto6

Sabe... como naqueles grupos onde todos usam túnicas iguais e só o líder usa
um manto brilhante! Não tem nada a ver com marketing, é maluquice

Fonte: http://www.petpartyplace.com/. Todos os direitos reservados ao autor.


5
6
Fonte: http://namaha.wordpress.com/ Todos os direitos reservados ao autor. A imagem se refere a
Sathya Sai Baba, um dos mais famosos gurus indianos da atualidade.
mesmo. Se a tua empresa te der um presente destes no Natal, não vá à festa
de encerramento, pode ser a sua última.

Figura 6: Caneca personalizada com Smile7

A categoria de Utiliários significa que você trabalha num local sem


perspectivas. Simplesmente, porque você é visto como um inútil. Dar
Utilitários para inúteis é destas teorias estapafúrdias sobre gestão de
pessoas. Funciona assim, um especialista em texugos toxicômano escreve um
livro sobre gestão de pessoas após uma de suas "viagens". Como ele colocou
a palavra "quântica" no título, algo como, "Gestão Quântica Utilitária de
Pessoas" o livro vira best-seller. O método é simples, a "energia" da palavra
que representa o presente será passada para a pessoa que recebê-lo. Assim
você dá um presente "utilitário" para o indivíduo e ele se torna
QUANTICAMENTE "útil". Não é bem assim, mas o conceito é este e muito do
que sabemos (sabemos?) sobre gestão de pessoas surgiu assim.

Figura 7: Texugo8

E por último, mas não menos importante, os Inomináveis e Esquisitos. Se


você ganhar um presente desta categoria, então, "Houston, we have a

Fonte: http://www.megacoolstuff.com/3DSmileyFace.asp. Todos os direitos reservados ao autor.


7
8
Fonte: http://www.rmgwildlife.com/index.php?option=com_content&view=article&id=54&Itemid=60.
Todos os direitos reservados ao autor.
problem here!". Por incrível que pareça, receber um presente desta categoria
é aceitável e não preocupante em uma circunstância. É quando você trabalha
no local onde o troço é produzido. Mas, isto também significa que se você
tem o mínimo de ambição e amor próprio devia mudar de empresa. Quem
iria querer trabalhar 20 anos numa empresa que faz lixeiro para carro! Como
esta categoria engloba muita coisa e algumas podem fazer parte de outras
categorias tem um método para saber se é a categoria certa. Se você jamais
daria aquilo para outra pessoa que não fosse teu desafeto ou com medo de
parecer estranho.

Figura 8: “Especialista em texugos toxicômano”9

Se você ganhar um presente destes, umas das hipóteses é que o especialista


em texugos toxicômano seja o teu chefe ou responsável pelo RH. Seja lá o
diabo que for, algum entorpecente o dito cujo usa, com certeza. A partir
desta conclusão não há muito para explicar, já que não há razão que
justifique dar um presente destes. Somente aquelas cores bonitas. Aquele
tesão. E aquela sensação maneira de poder tomar o mundo nas mãos. Se ao
menos eu tivesse um texugo usando um chinelo de dedos, dirigindo um carro
com lixeiro, tentando abrir o tupperware para pegar a sua vela aromática!

Só!
Acho que vou escrever um livro.

9
Fonte: http://ohbythewayblog.blogspot.com/ Todos os direitos reservados ao autor. A referência é
puramente ilustrativa e anedótica. Não tendo qualquer inferência pessoal ao indivíduo modelo da foto.