Você está na página 1de 26

REVISÃO DE HIDRÁULICA Prof.

Bruna Pereira da Silva


REVISÃO DE HIDRÁULICA
 Pressão
 Vazão
 Velocidade
 Perdas de carga
 Fórmulas utilizadas para cálculo da perda de carga
 Perdas localizadas
 Sistemas elevatórios
 Curvas de bombas
PRESSÃO
Pressão de um líquido sobre uma superfície é a força que este liquido exerce sobre
a unidade de área dessa superfície.
PRESSÃO DA ÁGUA
1m 2m
1m
2m
1m 1m 1m 1m
1m
Volume = 1 x 1 x 1 = 1m³ Volume = 1 x 2 x 1 = 2 m³ Volume = 1 x 1 x 2 = 2 m³
Força = 1 x 1000 = 1000 Kgf Força = 2 x 1000 = 2000 Kgf Força = 2 x 1000 = 2000 Kgf
Área = 1 x 1 = 1 /m² Área = 1 x 2 = 2 /m² Área = 1 x 1 = 1 /m²
Pressão = 1000 = 1000 Kgf/m² Pressão = 2000 = 2000 Kgf/m² Pressão = 2000 = 2000 Kgf/m²
1 1 1

4m
4m

1m 1m 0,01 m 0,01 m

Volume = 1 x 1 x 4 = 4 m³ Volume = 0,01 x 0,01 x 4 = 0,0004 m³


Força = 4 x 1000 = 4000 Kgf Força = 0,0004 x 1000 = 0,4 Kgf
Área = 1 x 1 = 1 /m² Área = 0,01 x 0,01 = 0,0001 /m²
Pressão = 4000 = 4000 Kgf/m² Pressão = 0,4 = 4000 Kgf/m²
1 0,0001
Comparando-se a altura dos reservatórios com a pressão, pode-se observar que a
pressão não depende da área, mas somente da altura do reservatório, ou seja, a
pressão é proporcional aos METROS DE COLUNA DE ÁGUA (mca). Nos exemplos
anteriores temos:

ALTURA DO PRESSÃO
OBSERVATÓRIO
1m
2m 2000 Kgf/m² ou 2 mca
4m 4000 Kgf/m² ou 4 mca
UNIDADES
kgf/cm² (quilogramas por centímetro quadrado)
kgf/m2 (quilogramas por metro quadrado)
lb/sq.in ou PSI ou lb/pol2 (libras por polegada quadrada)
mca (metros de coluna de água)
feet head of water (pés de coluna de água)
mm Hg (milímetros de coluna de mercúrio)
VAZÃO
Vazão é a quantidade de líquido que passa através de uma seção por unidade de
tempo. A quantidade de líquido pode ser medida em unidades de massa, de peso
ou de volume, sendo estas últimas as mais utilizadas. Por isso, as unidades mais usuais
indicam VOLUME POR UNIDADE DE TEMPO:
 m³/h (metros cúbicos por hora)
 l/h (litros por hora)
 l/min (litros por minuto)
 l/s (litros por segundo)
 gpm (galões por minuto)
 gph (galões por hora)
VELOCIDADE
O termo velocidade normalmente refere-se à velocidade média de escoamento
através de uma seção. Ela pode ser determinada dividindo-se a vazão pela área
da seção considerada.

V
e
l
oci
dad
eV
=a
z
ão
Á
r
ea
As unidades usuais de medida indicam DISTÂNCIA POR UNIDADE DE TEMPO:
 m/min (metros por minuto)
 m/s (metros por segundo)
 ft/s (pés por segundo)
CONVERSÃO DE UNIDADES
https://www.convertworld.com/pt/
Exemplo: Vazão 200 l/min
Tubulação PVC marrom de 50 mm. Transformaremos a unidade de vazão para m³/s e calcularemos a
velocidade em m/s.
VAZÃO: Lembre-se de que 1 m³ = 1000 l, ou seja:

1
1 l = 1000 m³ e de que 1 min = 60s

200 x 1 m³
1000
= = =
1 x 60 s
x 42 ²
Área = = 1385 mm² 0,001385m²
4
0,00333 m³
Velocidade = = = 2,4 m/s
0,001385 m²
PERDA DE CARGA - HF
PERDA DE CARGA UNITÁRIA
Por definição, perda de carga unitária é a razão entre a perda de carga contínua
ou total (hf) e o comprimento do conduto (L).
Perda de carga ao longo das canalizações
São as ocasionadas pelo movimento da água na própria tubulação. Admite-se que
esta seja uniforme em qualquer trecho de uma canalização de dimensões constantes,
independente da posição da canalização.
Perdas localizadas, locais ou acidentais
São as perdas ocasionadas pelas peças especiais e demais singularidades de uma
instalação.
Ex: curvas, registros, válvulas, cotovelos, etc.
FÓRMULAS
Hazen-Williams
FÓRMULAS
Fair-Whipple-Hsiao
FÓRMULAS
Darcy-Neisbach (Universal)
COEFICIENTE F – FÓRMULA UNIVERSAL
Fórmula de Von Karman e Prandtl - ( para tubos rugosos)
PERDAS LOCALIZADAS
EXERCÍCIO RESOLVIDO
Determinar a perda de carga total no esquema da figura abaixo, utilizando a fórmula de Hazen-
Williams
Dados:
- Material = PVC ( C = 140)
- Diâmetro = 19 mm
- Vazão = 0,4 l/s
- Peças especiais: 1 entrada de Borda (K = 0,90)
2 curvas de 90 raio longo (K = 0,30)
2 curvas de 45 (K = 0,20)
1 registro de gaveta aberto (K = 0,20)
1 saída de tubulação ( K = 1,00)
REVISÃO DE HIDRÁULICA –
EXERCÍCIOS PARTE 1
20 MINUTOS