Você está na página 1de 27

FACULDADE META – FAMETA

DISCIPLINA: BIOESTATÍSTICA

PROF ª: ANDRÉIA GUIMARÃES

AULA 03: APRESENTAÇÃO DE DADOS EM GRÁFICOS


GRÁFICOS

 Os gráficos podem ser considerados uma


continuação das tabelas. Tem como função
transmitir uma idéia visual do comportamento de
um conjunto de valores.

(ARANGO, 2009)
TIPOS DE GRÁFICOS
 Dados qualitativos:
 Gráficos de Barras - nominais ou ordinais
 Gráfico de Setores (Pizza) - nominais

 Dados quantitativos:
 Diagramas de Linhas - discretas
 Gráficos de Pontos - contínuas
 Histograma - contínuas
 Polígono de Freqüências - contínuas
 Ramos e Folhas - discretas

(ARANGO, 2009, VIEIRA, 2009)


GRÁFICOS - OBSERVAÇÕES
 Seguir as normas técnicas da Associação Brasileira de
Normas Técnicas - 14724 (17/04/2011).
 Disposição próxima ao texto onde será citada pela
primeira vez.
 Inserir na mesma ordem que aparece no texto.
 Todo gráfico deve apresentar título e escala.
 A escala deve crescer da esquerda para direita e de
baixo para cima.
 Citar a fonte abaixo do gráfico.
(ARANGO, 2009, VIEIRA, 2009)
GRÁFICO DE BARRAS
 Como fazer o gráfico de barras?
 Desenhe os eixos cartesianos
 Escreva as categorias da variável no eixo das abscissas
(horizontal ou X)
 Escreva as freqüências absolutas ou relativas no eixo das
ordenadas (vertical ou Y), obedecendo uma escala
 Desenhe barras verticais de mesma largura. A altura é dada
pelo valor da freqüência de cada categoria
 Dispor as categorias em ordem crescente ou decrescente
 Coloque as legendas nos eixos e o título do gráfico
(SIQUEIRA E TTIBÚRCIO, 2011, VIEIRA, 2009)
GRÁFICO DE BARRAS - EXEMPLO
 Foram entrevistadas 100 pessoas que haviam se
submetido a uma cirurgia estética reparadora.
Perguntadas se consideravam que a cirurgia havia
melhorado a aparência delas, responderam como
segue: 66 disseram que sim, 20 disseram que em
parte, 8 disseram que não e 6 não quiseram
responder. Desenhe um gráfico de barras.

(VIEIRA, 2009)
GRÁFICO DE BARRAS - EXEMPLO
Gráfico 1 - Você acha que a cirurgia melhorou sua aparência?

70%
60%
50%
Porcentagem

40%
30%
20%
10%
0%
Sim Em parte Não Sem resposta
Resposta
Fonte: VIEIRA, 2009.
GRÁFICO DE BARRAS - EXEMPLO
 Os dados sobre a etiologia de fraturas e corpos
estranhos encontrados na face de 46 pacientes, por
meio de radiografias panorâmicas feitas em um
centro de radiologia são os seguintes: assalto 2;
acidente de trânsito 16; agressão 13; queda 4;
acidente em esportes 2, arma de fogo 7; cirurgia
2. Faça um gráfico de barras.
GRÁFICO DE BARRAS - EXEMPLO
Gráfico 2 – Distribuição dos pacientes quanto à etiologia da fratura ou
presença de corpo estranho

Acidente em Esportes 2
Assalto 2
Cirurgia Ortognática 2
Etiologia

Queda 4
Arma de Fogo 7
Agressão 13
Acidente de Trânsito 16

0 5 10 15 20
Frequência
Fonte: VIEIRA, 2009
GRÁFICO DE SETORES
 Como fazer o gráfico de setores?
 Trace uma circunferência. Esta representará o valor de
100%
 Calcule o ângulo de cada setor (categoria)
 Calcule a proporção de cada categoria (considerando 1)
 Multiplique o resultado por 360

 Marque os ângulos calculados, separe com traçado os


raios
 Escreva a legenda e coloque o título da tabela
GRÁFICO DE SETORES - EXEMPLO
 Foi perguntado para mulheres com idade entre 15
e 49 anos qual método contraceptivo as mesmas
utilizavam, os dados constam na tabela abaixo.
Transforme em um gráfico de setores.
GRÁFICO DE SETORES - EXEMPLO
Gráfico 3 – Distribuição do uso de métodos contraceptivos, por
mulheres entre 15 e 49 anos.

10%

20% 40%

Pílula
Injetável
Preservativo
30% DIU

Fonte: GUIMARÃES, 2012.


DIAGRAMA DE LINHAS
 Como fazer o diagrama de linhas?
 Desenhe os eixos cartesianos
 Escreva as categorias da variável no eixo das abscissas
(horizontal ou X)
 Escreva as freqüências absolutas ou relativas no eixo das
ordenadas (vertical ou Y), obedecendo uma escala
 Desenhe barras verticais de mesma largura. A altura é dada
pelo valor da freqüência de cada categoria
 Dispor as categorias em ordem crescente ou decrescente
 Coloque as legendas nos eixos e o título do gráfico
(SIQUEIRA E TTIBÚRCIO, 2011, VIEIRA, 2009)
DIAGRAMA DE LINHAS - EXEMPLO
 Faça um diagrama de linhas de acordo com a
tabela abaixo.
DIAGRAMA DE LINHAS - EXEMPLO
Gráfico 4 – Distribuição do número de faltas ao trabalho de 30
empregados de uma clínica no semestre.
35,0% 33,3%
30,0%
30,0%
25,0%
Frequência

20,0% 16,7%
15,0%
10,0%
10,0% 6,7%
5,0% 3,3%
0,0%
0,0%
0 1 2 3 4 5 6
N° de Faltas
Fonte: VIEIRA, 2009.
GRÁFICO OU DIAGRAMA DE
PONTOS
 O gráfico de pontos é utilizado quando temos um
número pequeno de dados.
 Como fazer o diagrama de pontos?
 Desenhe o eixo das abscissas, com escala, de maneira
que nela caibam todos os dados
 Coloque sobre a linha os pontos que representem os
dados, obedecendo a escala
 Coloque a legenda no eixo e título na figura
GRÁFICO OU DIAGRAMA DE
PONTOS - EXEMPLO
 O número de dias que sete pacientes submetidos a
um transplante renal sobreviveram, após a cirurgia
em determinado hospital, foi: 17, 5, 48, 120, 651,
64, 150. Apresente estes dados em um gráfico de
pontos.

(VIEIRA, 2009)
GRÁFICO OU DIAGRAMA DE
PONTOS - EXEMPLO

(VIEIRA, 2009)
HISTOGRAMA
 É utilizado quando temos uma amostra grande e dados
contínuos.
 Como fazer o histograma?
 Trace os eixos cartesianos
 Coloque as classes no eixo das abscissas. Se os intervalos
forem iguais trace barras com bases iguais
 A altura das barras devem corresponder as freqüências
das classes
 As barras devem ser justapostas, mostrando continuidade
 Coloque a legenda nos eixos e título do gráfico
(VIEIRA, 2009)
HISTOGRAMA - EXEMPLO
 Faça um histograma de acordo com os dados da
tabela abaixo:
HISTOGRAMA - EXEMPLO
Gráfico 5 – Distribuição do número de faltas ao trabalho de 30
empregados de uma clínica no semestre.

40
35
Frequência Absoluta

30
25
20
15
10
5
0
1,5 |- 2,0 2,0 |- 2,5 2,5 |- 3,0 3,0 |- 3,5 3,5 |- 4,0 4,0 |- 4,5 4,5 |- 5,0
Peso ao nascer
Fonte: VIEIRA, 2009
POLÍGONO DE FREQUÊNCIAS
 Como fazer o polígono de freqüências?
 Trace os eixos cartesianos
 Marque, no eixo das abscissas, os pontos que
correspondem os pontos médios das classes
 Coloque na ordenada as freqüências das classes
 Una os pontos por segmentos de reta
 Feche o polígono unindo os extremos da figura com o
eixo horizontal (considere ponto médio inferior e
primeira classe e uma classe superior à última)
 Coloque a legenda nos eixos e título no gráfico
(VIEIRA, 2009)
POLÍGONO DE FREQUÊNCIAS
EXEMPLO
RAMOS E FOLHAS
 É usado para mostrar a distribuição dos dados de um
conjunto de variáveis quantitativas.
 Como fazer o gráfico de ramos e folhas?
 Separe os dígitos de cada número em ramos e folhas
(folhas - direita, ramos - esquerda)
 Inicie pelo menor valor do ramo, na parte superior
 Continue escrevendo os ramos, acrescentando uma
unidade, até chegar no último valor
 Desenhe uma linha vertical à direita dos ramos
 Acrescente os números correspondentes as folhas, a
direita dos ramos
(ARANGO, 2009)
RAMOS E FOLHAS - EXEMPLO
 Com base no dados da tabela abaixo faça um
gráfico de ramos e folhas

(ARANGO, 2009)
RAMOS E FOLHAS - EXEMPLO

Figura 6 – Diâmetros abdominais de 40 indivíduos adultos


FIM DA AULA
 Dúvidas ?

 Exercício de Fixação n° 03.

Você também pode gostar