Você está na página 1de 4

Conheça todos os tipos de ouro existentes no 

mundo 
Tradicional e versátil, o ouro é bastante usado na confecção de joias. Em seu
estado puro é chamado 24 quilates, que é a medida de pureza do metal, mas
existem muitos outros tipos de ouro. Seja em formato de joia ou para investimentos,
esse metal precioso possui diversas utilidades.

E mesmo que se tenha em mente a ideia de ouro como aquela placa amarela, a
verdade é que suas variações são muitas. O ouro é frágil e pode ser facilmente
danificado, para prevenir que isso aconteça ele é fundido com outras ligas metálicas
para garantir maior durabilidade.

O que são quilates? 


O termo “quilates” (k) é utilizado para determinar a quantidade de ouro que existe
em uma liga metálica. O cálculo é feito pelo peso do metal dividido por 24. Portanto
se uma joia tiver 24K, ela se trata de uma peça composta totalmente por ouro.

Talvez você tenha ouvido falar também de outros valores, como ouro 18K, por
exemplo. Nesse caso o valor corresponde a uma mistura com 18 partes de ouro e
seis de outros materiais. Da mesma forma com que, por exemplo, 9K equivale a
nove partes de ouro para 15 de outros metais.

Os metais mais usados em ligas com o ouro são escolhidos de acordo com a
qualidade, a cor, a resistência. E em caso de peças de ouro como jóias o brilho
também é fator determinante. Dentre os metais mais usados estão o cobre, níquel,
zinco, paládio e prata.

Ao comprar uma joia, é preciso se atentar aos quilates para saber a quantidade de
ouro presentes nela. No Brasil as peças com pelo menos 14 quilates já são
consideradas de ouro. Portanto, fique de olho se você quer garantir que sabe todos
os componentes presentes na sua peça.

Conheça todos os tipos de ouro que existem 


Ouro puro 
O ouro puro é aquele diretamente extraído da natureza. Nesse estado ele é
extremamente maleável, e difícil de se trabalhar. Essa propriedade faz com que o
metal seja facilmente riscado por outros elementos, comprometendo sua qualidade
e valor. Além disso, peças com o ouro “fino” facilmente se amassam ou perdem a
forma ao menor impacto. Portanto, para ganhar a resistência que uma joia requer, o
ouro é geralmente fundido em ligas metálicas, com outros materiais.

Liga de metais 
Para conseguir trabalhar com o ouro e sua maleabilidade é comum fazer liga de
metais, como o cobre, zinco, prata ou paládio. Essa mistura dos metais com o ouro
confere dureza à peça, sem interferir na coloração da joia que será o produto final.
Para a produção de diferentes colorações de ouro ele é fundido com outros metais.

Ouro amarelo 
O ouro amarelo é a forma mais pura do metal. As joias feitas a partir do ouro 24k
precisam, obrigatoriamente, serem mais grossas o que consequentemente
acrescenta valor ao seu custo. Isso ocorre para que elas não sofram deformação, já
que sua composição é mais frágil. Joias de ouro amarelo tem grande durabilidade e
não costuma precisar de manutenção, apenas polimento ocasional.
Ouro 18k 
O ouro 18K possui 75% de ouro, é através do quilate que se determina a pureza da
liga. Esse um dos tipos de ouro mais tradicionais na produção de joias,
especialmente alianças. Além resistir à oxidação, é excelente para ser polido e
possui bastante brilho.

As joias feitas com esse tipo de ouro são fundidas com outros metais. Com isso,
elas são mais leves do que as feitas com ouro puro e possuem mais brilho e
durabilidade. Não tendo a necessidade de serem tão grossas, essas joias custam
menos. Sendo assim uma opção mais em conta para quem quer o visual do ouro
com um custo-benefício maior.

Ouro rosê 
A diferença do ouro rosê para o amarelo é o especial tom rosê. Essa cor é adquirida
através do cobre, que junto com a prata forma a composição desse ouro em tom
rosado. Dependendo das dosagens o metal possibilita variações de tonalidade do
ouro, que vão do vermelho intenso à rosa mais suave.

A quantidade de ouro puro utilizada em sua produção é o equivalente a 24k, sendo


portando a mesma do ouro amarelo. Isso faz com que ele seja muito valorizado.
Esse tipo de ouro une a beleza exótica da cor rosa com o valor monetário do ouro
amarelo.

Ouro branco 
O ouro branco é composto por ouro, prata, níquel e paládio. Sendo esse último um
metal que tem cor esbranquiçada. A combinação desses metais produz uma cor
acinzentada ao ouro.

O banho de ródio, metal parecido com o paládio, deixa a aparência do ouro branco
ainda mais bonita e brilhante. Porém esse procedimento não dura para sempre e
com o passar do tempo se desgasta e vai perdendo seu brilho. Isso acontece pelo
contato com água, cremes e produtos de limpeza que aceleram o processo. Por
isso, geralmente é necessário fazer uma manutenção com um novo banho de ródio
em joias de ouro branco.

Esses são os tipos de ouro mais comuns (que são encontrados com muita facilidade
no mercado). Porém ainda é possível encontrar:

● Ouro Vermelho
● Ouro Verde
● Ouro Verde Escuro
● Ouro Azul
● Ouro Púrpura
● Ouro Preto (Negro)

FONTE: ​https://www.ourosmart.com.br/