Você está na página 1de 6

ASSOCIAÇÃO VITORIENSE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA

FACULDADE ESCRITOR OSMAN DA COSTA LINS


COORDENAÇÃO DO CURSO DE PEDAGOGIA - LICENCIATURA
LITERATURA INFANTOJUVENIL

AUGUSTO CÉSAR FRANÇA SILVA


ELMO FREITAS DE OLIVEIRA

PROJETO DE LEITURA
(Literatura popular como ferramenta estimuladora para o hábito da leitura)

Vitória de Santo Antão, PE.


– 2010 –
SUMÁRIO

1 - APRESENTAÇÃO............................................................................................................... 3
2 - PÚBLICO-ALVO..................................................................................................................3
3- JUSTIICATIVA.....................................................................................................................3
4 - OBJETIVOS..........................................................................................................................4
4.1 - Objetivo geral.......................................................................................................4
4.2 - Objetivos específicos............................................................................................4
5 - METODOLOGIA..................................................................................................................4
6 - RECURSOS..........................................................................................................................5
7 - AVALIAÇÃO.......................................................................................................................5
8 - CRONOGRAMA..................................................................................................................5
9 - REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICA.....................................................................................6

2
PROJETO DE LEITURA
(Literatura popular como ferramenta estimuladora para o hábito da leitura)

1 - APRESENTAÇÃO

Este projeto de intervenção configura pré-requisito para obtenção de parte da nota da


disciplina de Literatura infantojuvenil.
A proposta desse projeto é estimular alunos das séries iniciais do ensino fundamental
ao hábito da leitura. Pois, a leitura configura fator preponderante no desenvolvido da
linguagem e da criticidade de qualquer ser humano.
Sob a supervisão da Professora Valéria Barza, o presente projeto consegue contemplar
o desejo, nutrido pelos graduandos, de modificação do quadro atual do nível baixo de leitura
da sociedade brasileira.

2 - PÚBLICO-ALVO

Constituem público-alvo alunos do 4° e 5° anos do ensino fundamental de escolas


públicas municipais, estaduais e particulares.

3 - JUSTIFICATIVA

Como sabemos a leitura é fator primordial no desenvolvimento sociocultural de


qualquer individuo, tornando-o um ser crítico e reflexivo. Neste sentido, acreditamos que a
escola como sendo uma das principais instituições sociais, deve ser, assim como a família,
responsável pela motivação, bem facilitadora para o hábito da leitura.
Podemos destacar que, quando a criança desenvolve a prática da leitura, isto favorece
à construção da identidade, o desenvolvimento da imaginação, e a capacidade de ouvir o
outro de se expressar. Além disso, a leitura de histórias aproxima a criança do universo
letrado e colabora para a democratização de um de nossos mais valiosos patrimônios
culturais: a escrita.

3
Acreditamos que um individuo adquire e desenvolve prazer pelo hábito de ler através
de textos que estão inseridos dentro do seu contexto sociocultural. Assim propomos o
desenvolvimento e o incentivo da propagação da literatura popular regional, especificamente
o “Cordel” no contexto educacional como ferramenta facilitadora no processo de incentivo a
prática da leitura.

4 - OBJETIVOS

4.1 - Objetivo geral

Fomentar o gosto e o incentivo pela leitura em alunos do 4° e 5° anos do ensino


fundamental, através de “literatura popular”, como poesia de cordel.

4.2 - Objetivos específicos

Estimular a leitura por prazer, por meio de atividades lúdicas;


Desenvolver as capacidades das habilidades lingüísticas: falar, escutar, ler e
escrever;
Estender a prática de Brincar de Biblioteca em casa e na comunidade;
Fazer com que construam o hábito de ouvir histórias e de sentir prazer nas
situações que envolvem a leitura de histórias.

5 - METODOLOGIA

Para a efetivação desse projeto, propomos o desenvolvimento de atividades lúdicas


relacionando-as com o hábito da leitura; distribuindo cordéis para que os alunos possam ler
individualmente e em grupo. Como também, o educador deverá fazer leituras em voz alta, e
desenvolver com os educandos peças teatrais envolvendo as histórias contidas em tais gêneros
textuais.
É importante que o educador reserve um ou dois dias durante a semana para
desenvolver tais atividades com mais enfoque. Criar um canto da sala ou biblioteca,
tematizando-a, para a leitura poderá ser mais propício para obtenção de resultados mais
significativos.
4
6. - RECURSOS

a) Humanos
A mão-de-obra deste projeto envolverá todos os alunos, bem como o docente.

b) Materiais
Para plena aplicação do projeto, serão necessários Cordéis e materiais que possam ajudar no
processo de motivação e que alimente o imaginário das crianças, como figuras referentes a
temática decorando o ambiente.

7 - AVALIAÇÃO

Os resultados mais significativos serão obtidos de médio à longo prazo, desta forma
as avaliações se darão a cada momento de forma acumulativa, qualitativa e interativa, entre
ensino e aprendizagem.

8 - CRONOGRAMA

O projeto poderá ser desenvolvido durante todo o ano letivo.


MESES
AÇÕES F M A M J A S O N D
LEVANTAMENTO
DOS DADOS E
MATÉRIAIS
DESENVOLVIMENTO
CONCLUSÃO

5
9 - REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CAVALCANTI, Joana. Caminhos da literatura infantojuvenil: Dinâmicas e vivências na


ação pedagógica. Edições Paulus. 2009.

LERNER, Délia. Ler e escrever na escola, o possível e o necessário. Porto Alegre. 2002.