Você está na página 1de 68

projeto de vida

o
n
lu
a
o
d
o
n
er
d
Ca

ensino fundamental
anos finais
Distribuição gratuita,
venda proibida
GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO

MATERIAL DE APOIO
AO PROGRAMA ENSINO INTEGRAL
DO ESTADO DE SÃO PAULO

PROJETO DE VIDA
ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS
CADERNO DO ALUNO

Primeira edição

2014

São Paulo
Governo do Estado de São Paulo
Governador
Geraldo Alckmin
Vice-Governador
Guilherme Afif Domingos
Secretário da Educação
Herman Jacobus Cornelis Voorwald
Secretária-Adjunta
Cleide Bauab Eid Bochixio
Chefe de Gabinete
Fernando Padula Novaes
Subsecretária de Articulação Regional
Raquel Volpato Serbi Serbino
Coordenadora da Escola de Formação e
Aperfeiçoamento dos Professores – EFAP
Silvia Andrade da Cunha Galletta
Coordenadora de Gestão da
Educação Básica
Maria Elizabete da Costa
Coordenadora de Gestão de
Recursos Humanos
Cleide Bauab Eid Bochixio
Coordenadora de Informação,
Monitoramento e Avaliação
Educacional
Ione Cristina Ribeiro de Assunção
Coordenadora de Infraestrutura e
Serviços Escolares
Dione Whitehurst Di Pietro
Coordenadora de Orçamento e
Finanças
Claudia Chiaroni Afuso
Presidente da Fundação para o
Desenvolvimento da Educação – FDE
Barjas Negri
SUMÁRIO
Orientações sobre os conteúdos do Caderno.................................................................5
Orientações para preenchimento do Diário de Práticas e Vivências e para o Caderno do Aluno ....9
6o ano – Unidade de Estudo 1 – Despertar os sonhos...................................................... 9
Ficha 1.1 – Sonhos e expectativas da minha turma .................................................. 9
Ficha 1.2 – Sonhos e Protagonismo Juvenil .......................................................... 11
Ficha 1.3 – Vamos bater um papo........................................................................ 12
6o ano – Unidade de Estudo 2 – Dando asas aos sonhos................................................ 13
Ficha 2.1 – Meus pontos fortes e meus desafios ..................................................... 13
Ficha 2.2 – Avaliando minhas características......................................................... 15
6o ano – Unidade de Estudo 3 – A construção dos sonhos começa na escola ..................... 16
Ficha 3.1 – A escola que desejamos!.................................................................... 16
Ficha 3.2 – Registrando minha escola.................................................................. 17
Ficha 3.3 – Pensando em meus compromissos ....................................................... 18
Ficha 3.4 – A escola que eu quero!...................................................................... 19
6o ano – Unidade de Estudo 4 – Meu sonho e o compromisso com a aprendizagem............ 21
Ficha 4.1 – Aprender a aprender na escola............................................................ 21
Ficha 4.2 – Ao aprender, eu me aproximo de meus sonhos....................................... 22
Ficha 4.3 – Hora de estudar!.............................................................................. 23
6o ano – Unidade de Estudo 5 – Preparando o caminho para os sonhos ........................... 24
Ficha 5.1 – Refletindo sobre metas e compromissos................................................ 24
Ficha 5.2 – A escola contribuindo para minha organização....................................... 25
Ficha 5.3 – Eu planejo minhas ações? .................................................................. 26
7o ano – Unidade de Estudo 1 – Revendo meus sonhos ................................................. 28
Ficha 1.1 – O que eu quero para minha comunidade ............................................... 28
Ficha 1.2 – A mímica de meus sonhos .................................................................. 29
7o ano – Unidade de Estudo 2 – A comunidade e a minha vida ....................................... 30
Ficha 2.1 – O que minha comunidade pode fazer pela escola .................................... 30
Ficha 2.2 – A comunidade na sala de aula............................................................. 31
Ficha 2.3 – Como melhorar minha comunidade...................................................... 32
7o ano – Unidade de Estudo 3 – Aprendendo para agir!................................................. 33
Ficha 3.1 – Algumas inovações da minha escola..................................................... 33
Ficha 3.2 – Aprender a ser para planejar meu sonho ............................................... 34
7o ano – Unidade de Estudo 4 – Atuando na comunidade .............................................. 35
Ficha 4.1 – Minhas maneiras de agir na comunidade............................................... 35
Ficha 4.2 – Aprendendo para contribuir com minha comunidade............................... 36
Ficha 4.3 – O jogo dos sonhos............................................................................ 38
8o ano – Unidade de Estudo 1 – Projeto de Vida: materializando o caminho para
a realização dos sonhos! ......................................................................................... 39
Ficha 1.1 – Repensando meus sonhos e minhas ações............................................. 39
Ficha 1.2 – Caminhando para a construção de meu Projeto de Vida............................ 40
8o ano – Unidade de Estudo 2 – Minha família e meu Projeto de Vida.............................. 41
Ficha 2.1 – A participação de meus familiares na escola .......................................... 41
Ficha 2.2 – A participação de minha família em meu Projeto de Vida .......................... 43
Ficha 2.3 – Família na escola! ............................................................................ 44
8o ano – Unidade de Estudo 3 – Minha família colaborando para minha aprendizagem...... 46
Ficha 3.1 – O que fazer para envolver familiares na escola?...................................... 46
Ficha 3.2 – A contribuição de minha família para minha aprendizagem 1 .................... 47
Ficha 3.3 – A contribuição de minha família para minha aprendizagem 2 .................... 48
Ficha 3.4 – Uma escola atrativa para meus familiares.............................................. 49
9o ano – Unidade de Estudo 1 – Consolidando as bases de meu Projeto de Vida................ 51
Ficha 1.1 – Ensino Médio: expectativas e desafios.................................................. 51
Ficha 1.2 – A escola que eu quero para o Ensino Médio............................................ 52
9o ano – Unidade de Estudo 2 – Pensando em mim, penso em minha comunidade ............ 53
Ficha 2.1 – Projeto de Vida na rede ..................................................................... 53
Ficha 2.2 – Termo de compromisso com minha comunidade .................................... 55
Ficha 2.3 – Atuando positivamente na comunidade................................................ 56
9o ano – Unidade de Estudo 3 – Escola, família e comunidade na consolidação
de meu Projeto de Vida ........................................................................................... 57
Ficha 3.1 – As árvores dos porquês...................................................................... 57
Ficha 3.2 – Projeto de Vida: nunca desistir!........................................................... 58
Ficha 3.3 – Como envolver escola, família e comunidade em meu Projeto de Vida.......... 60
9o ano – Unidade de Estudo 4 – Consolidando meu Projeto de Vida: Ensino Médio ............ 61
Ficha 4.1 – Histórico de percurso........................................................................ 61
Ficha 4.2 – Eu colaboro com minha comunidade e ela colabora comigo....................... 62
Ficha 4.3 – A torre de aprendizagens da minha turma ............................................. 63
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

ORIENTAÇÕES SOBRE OS CONTEÚDOS DO CADERNO


Caro(a) aluno(a),

Você começa agora seu percurso nos Anos Finais do Ensino Fundamental, o qual deve ajudá-lo a
refletir sobre a importância de seus sonhos, escolhas, ações e aprendizagens para a construção do
caminho que conduz a seu Projeto de Vida.

A partir deste momento, você será convidado a participar de diferentes atividades relacionadas
a suas vivências no cotidiano da escola. A intenção é lhe proporcionar melhores condições para que
tome as decisões mais adequadas no que diz respeito a sua vida no presente e ao que você espera
para o futuro.

Dessa forma, este Caderno pretende apoiar e complementar as aulas de Projeto de Vida e
de Protagonismo Juvenil, associando-as às diferentes disciplinas e situações das quais você
participará na escola, como o Acolhimento, as Disciplinas Eletivas, as Práticas Experimentais,
a Tutoria, a Orientação de Estudos, os Clubes Juvenis e a Liderança de Turma.

Como você já teve a oportunidade de aprender no Acolhimento, o Programa Ensino Integral


propõe uma formação ampla, voltada para uma atuação protagonista e para a construção de um
Projeto de Vida. Para garantir essa formação, existem quatro importantes princípios relacionados
às diversas atividades que você realizará no dia a dia de sua escola. Que tal lembrar quais são eles?

Protagonismo Juvenil – Segundo esse princípio, o jovem é o principal responsável pela defi-
nição das próprias ações e de iniciativas que podem ajudar a resolver problemas e propor soluções
que beneficiem não apenas a si próprio, mas a um conjunto de pessoas com quem ele convive. O
jovem protagonista é autor de ações que favorecem o desenvolvimento de suas capacidades.

Pedagogia da Presença – “Você não é apenas mais um.” Esse princípio baseia-se na valoriza-
ção de cada pessoa, na abertura para compreender e dialogar com o próximo e na receptividade às
experiências e maneiras de pensar das outras pessoas. Para agir de acordo com ele, é fundamental
que a presença de outra pessoa seja entendida como significativa, isto é, que tenha importância e
valor para a convivência em um grupo ou em uma comunidade.

Quatro Pilares da Educação para o Século XXI – São estruturas que norteiam todas as ações
desenvolvidas na escola. Equivalem a quatro saberes:

aa Aprender a conhecer: refere-se aos conhecimentos, conceitos e procedimentos associados à


compreensão do mundo.
aa Aprender a fazer: diz respeito às maneiras de atuar no mundo com base nos conhecimentos
adquiridos, o que envolve as diferentes formas de agir e de fazer intervenções no ambiente.
aa Aprender a conviver: tem como foco a tolerância às diferenças e a importância de as pessoas
conviverem de maneira pacífica, harmoniosa e integradora.
aa Aprender a ser: corresponde ao processo de construção da identidade de uma pessoa (seus
modos de pensar, sentir e agir) de acordo com todas as suas aprendizagens.

5
Educação Interdimensional – Esse princípio visa à promoção de uma educação que garanta
o equilíbrio entre as diferentes dimensões humanas, o que envolve aspectos racionais (concei-
tos, operações, associações lógicas), relacionais (laços afetivos e emocionais), físicos (impulsos do
próprio corpo) e referentes aos mistérios da vida e da morte (questões humanas ainda não respon-
didas pela ciência).

Além dos princípios do Programa, as atividades propostas neste Caderno pretendem promover
o desenvolvimento de habilidades associadas às Situações de Aprendizagem do Caderno de Pro-
jeto de Vida. Para chamar sua atenção a respeito das habilidades que serão trabalhadas em cada
momento da atividade, além de seu professor, você contará com as seguintes personagens:

ED SONHO

Ilustração das personagens: © Félix Reiners


A partir dos sonhos, cada um pode projetar seu futuro, ou
seja, escolher o que é melhor para si mesmo e o caminho que
deve percorrer para realizá-los. É fundamental também defi-
nir os meios mais adequados para alcançá-los. Sempre que eu
aparecer em uma das fichas, é para lembrar você da importân-
cia de valorizar sonhos e expectativas. Eu me apresento para
mostrar como é importante sonhar e criar expectativas em
relação a seu futuro.

IgORgANIZADO

Para concretizar seus sonhos, é importante que você aprenda


a fazer planos, estabeleça metas e compromissos pessoais e
coletivos. Pensar na continuidade dos estudos ou na ampliação
da participação de seus pais em sua vida escolar requer plane-
jamento. É muito importante também que você aprenda a ser
organizado. Sempre que eu aparecer, ajudarei você a trabalhar
com planejamento e organização.

6
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

NICK NERD

Estudar é o principal caminho para a realização de seus


sonhos. Meu papel é mostrar para você a importância dos estu-
dos para sua participação na escola, na comunidade e em sua
família. Suas vivências na escola o levarão a aprender coisas
diferentes e importantes para seu percurso. Lembre-se de que,
quanto mais você aprender, melhores serão suas possibilida-
des de agir para buscar o que quer.

SR. ATENTO

Como um bom detetive, gosto de investigar situações e


identificar ações que as pessoas realizam no dia a dia. Você
me encontrará em atividades que solicitem a identificação das
ações que a escola, a família e a comunidade prestam aos alu-
nos e à comunidade em geral. Assim, poderá reconhecer pos-
sibilidades e pessoas que o ajudarão a construir um caminho
adequado para a realização de seus sonhos.

POTENCIANA

Eu vou ajudar você a refletir sobre como potencializar o


uso dos espaços escolares na construção de seu Projeto de
Vida. Além disso, é muito importante que você reconheça e
desenvolva seus pontos fortes, bem como melhore algumas
de suas capacidades para minimizar suas fragilidades.

7
MESTRE LYN

Em todas as atividades, você será convidado a refletir sobre


sua participação na escola. Sonhar, estudar, planejar e exter-
nar sentimentos é muito importante para que você possa ava-
liar seu percurso na realização de seus sonhos. Minha meta é
ajudar você a se autoavaliar no dia a dia em relação a suas ati-
vidades e a sua participação na escola.

DONA MORA

Na construção do caminho para seu Projeto de Vida, você


encontrará diversos desafios e realizará muitas conquistas.
Como externar o que você sente faz parte do aprendizado, vou
ajudá-lo a refletir sobre seus sentimentos e sensações a res-
peito de sua participação, da participação de sua família e da
comunidade em sua vida escolar.

FLORA FALANTE

Ao longo deste Caderno e em sua vivência na escola do Pro-


grama Ensino Integral, você ouvirá muito sobre ser um jovem
protagonista. Para vivenciar esse protagonismo, você precisa par-
ticipar ativamente das ações que lhe são apresentadas e aprender
a expressar-se de maneira clara, seja oralmente, seja por escrito.
É muito importante que você saiba argumentar, defender seus
pontos de vista, ou seja, expressar sua opinião, além de escutar,
perceber a si próprio e ao outro. Eu vou aparecer em atividades
que o ajudarão a alcançar essas habilidades.

8
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DO DIÁRIO DE PRÁTICAS E


VIVÊNCIAS E PARA O CADERNO DO ALUNO

A proposta deste Caderno é registrar as atividades das aulas de Projeto de Vida, com o objetivo
de favorecer a construção do caminho para seu Projeto de Vida.

No Diário de Práticas e Vivências, espera-se que você construa um diário de percurso com
suas principais reflexões, anseios e possíveis conclusões referentes aos temas e Situações de
Aprendizagem propostos nos materiais. Também é importante anotar nele as práticas, vivências
e atividades desenvolvidas em outras disciplinas, além de situações escolares que contribuam
para a realização de seus sonhos.

As fichas com as quais você trabalhará neste Caderno de Atividades de Projeto de Vida podem
orientar seus registros no Diário de Práticas e Vivências, que pode ser elaborado em um caderno
normal ou em pasta catálogo, em que as folhas são acrescentadas conforme a necessidade. Ele vai
acompanhá-lo durante toda a sua trajetória, até a conquista de seus sonhos. Por isso, é fundamen-
tal que você o revisite sempre para avaliar seus passos, suas vitórias e seus desafios. Lembre-se de
sempre colocar a data em que você realizou as atividades e/ou registros.

Abuse de sua criatividade! Construa um diário com sua cara!

6o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 1 – DESPERTAR OS SONHOS


FICHA 1.1 – SONHOS E EXPECTATIVAS DA MINHA TURMA

Objetivo
Para começar, você vai retomar as experiências que viveu no Acolhimento,
ocasião em que lhe foram dadas as boas-vindas ao Programa Ensino Integral.
No Acolhimento, você participou de dinâmicas e atividades que o ajudaram a
conhecer e compreender os Quatro Pilares da Educação e que possibilitaram
a reflexão sobre a importância de valorizar os sonhos e sobre como a
escola pode contribuir para que eles se realizem. O objetivo desta primeira
atividade é relembrar os sonhos que você descreveu durante a realização do
Acolhimento e refletir sobre a criação de expectativas em relação a seu futuro
e a capacidade de expressar seus desejos.

9
Atividade
Desenhe três círculos em um papel. Depois, escreva, em cada um deles, um
sonho ou uma expectativa que você tem. Em seguida, pinte os círculos com
cores diferentes, recorte-os e reúna-se com seus colegas para montar um painel
com os sonhos e expectativas da turma toda.
Para montar o painel, juntem duas ou mais cartolinas com fita adesiva.
A seguir, peguem um pincel atômico e desenhem uma grande nuvem no
painel. A ideia é que a nuvem seja a maior possível, pois dentro dela ficarão
todos os sonhos e expectativas que você e seus colegas escreveram. Feita a
nuvem, colem todos os círculos coloridos dentro dela. Está pronto o painel
dos sonhos de sua turma!
Observe todos os sonhos do painel. Além do seu, escolha os três que mais
o interessam e escreva-os em seu Diário de Práticas e Vivências. Você pode
repensar os sonhos que escreveu no início da atividade e escolher outros se perceber que são
mais importantes para você.
A seguir, faça uma roda com seus colegas, olhem atentamente para o painel e conversem
sobre as seguintes questões:

aa Há sonhos iguais ou parecidos?


aa Os sonhos parecem fáceis ou difíceis de ser alcançados?
aa A maior parte dos sonhos tem relação com a família?
aa Há sonhos que têm relação com a escola?
aa Caso vocês se ajudem, podem ter maior chance de alcançar os sonhos?

Ilustração dos ícones: © Daniel Beneventi


  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao realizar esta atividade, você fortaleceu sua capacidade de refletir sobre aquilo
que deseja para seu futuro e deu seus primeiros passos na caminhada para seus sonhos.
Também começou a desenvolver suas capacidades de se expressar, de transmitir o que
é importante para você e de ouvir os colegas. Não se esqueça de que a Disciplina Ele-
tiva que escolher deve ser aquela que mais se aproxima de seus desejos e sonhos.

10
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

FICHA 1.2 – SONHOS E PROTAGONISMO JUVENIL


Objetivo
Agora, você vai refletir sobre a importância dos Quatro Pilares da
Educação (aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e
aprender a ser) e do Protagonismo Juvenil para o caminho que conduz à
realização de seus sonhos.

Atividade
Forme um grupo com dois a quatro colegas e conversem
sobre os temas apresentados pela Flora Falante. Lembre-se
de que o Programa Ensino Integral busca formar jovens
autônomos, solidários e competentes. Agora, escreva em
seu Diário de Práticas e Vivências um texto que responda às
seguintes perguntas:

aa O que é sonho?
aa Por que sonhar?
aa Quais são seus sonhos?

A seguir, a sala vai formar dois grupos: um deles relacionará a importância dos Quatro Pilares
da Educação com os sonhos; o outro discutirá sobre a importância do Protagonismo Juvenil para a
realização dos sonhos.

Registre os comentários de seu grupo no Diário de Práticas e Vivências. Um representante do


grupo apresentará as impressões de vocês para a classe.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Com base na reflexão sobre os temas trabalhados nesta atividade, você pôde per-
ceber a importância de participar das práticas de Protagonismo Juvenil, como os Clu-
bes Juvenis e a Liderança de turma. Pense sobre o que você quer para orientar suas
tomadas de decisão no dia a dia. Não se esqueça de que seu professor-tutor pode
orientá-lo em relação a suas escolhas.

11
FICHA 1.3 – VAMOS BATER UM PAPO

Objetivo
Espera-se que, ao final desta atividade, você seja capaz de apresentar
suas expectativas e de ouvir as expectativas dos seus colegas para a busca do
caminho que leva à realização dos sonhos.

Atividade
Forme um grupo com dois ou três colegas e encontrem no caça-palavras as
nove palavras que serão temas para o bate-papo de vocês.

Caça-palavras
J D Â J I C B É U É É T E Ò C C P S B R
G L T Ü Ú À L U Y U É O U W Ò I I Q F J
Z Y P E Ê F S Q S T H V S À L Ô Í Ô Á F
P W F B V A Z Z Ç N I S Z A N Ó Ú Ã D P
( ) SONHO
 O Ú É U P T G O N Õ Ã R U U D V D L R
Z S T O J Ô O S J U J E Í U Ü Â Ê U B O ( ) COMPROMISSO
Q S M Í L D Ã Á I D S Õ X I Ü Ã M H P J
Õ I P F À A Ç G U N A Ü A Ê Ó É Ü Ú Õ E ( ) CONVIVÊNCIA
Ç M À B S V A P Ã H O Í V C N D X Õ M T
( ) ESCOLA
V O Â A N S P I Ê Í A G É O D I F Q A O
Ó R G X X V I C C N N D A Ò Ü I Ü P Z Á ( ) PARTICIPAÇÃO
Á P C Í Á B C H Ó N S F I T K B C P Ü U
à M D F à G I P H E Ê C T V O U P O Z Ü ( ) PROTAGONISTA
Í O Ü A Q T T Ú C R Ç V V L Ü R Í E Z Y
( ) PROJETO
à C Ò L X E R À M I Ò J I U à P P Y X F
C M T O V Ê A U V T Ó R G V T H Á Ó R F ( ) VIDA
Õ A Z C Ô Ã P Ú É W Ç I V Ó N Q U Í X Í
K S L S Q Z B A S Í X T R I Ú O Â Z B É ( ) PILARES
M V Á E F Q Ô I Ã S F Y P À L Õ C H Ô H
N X E V Q R Ç D Ú Ü Z R P À Ò B K À U K

12
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

Conversem sobre os temas que encontraram no caça-palavras. Você


também discutiu sobre esses temas durante as dinâmicas com os Jovens
Acolhedores? De que dinâmica mais gostou? Como foi essa experiência?
Escreva no Diário de Práticas e Vivências as ideias de seu grupo sobre
cada tema.
Agora, escolham um representante para apresentar os comentários do
grupo. Algumas perguntas podem ajudar a organizar a apresentação:

aa O que você espera aprender no 6o ano?


aa Como vocês veem os Quatro Pilares da Educação em seu dia a dia?
aa O que é ser protagonista?
aa Como podemos conviver da melhor maneira na escola?
aa Vocês possuem sonhos parecidos?

O representante do grupo apresentará, então, as impressões de vocês para a classe.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Nesta atividade, você pôde perceber a importância da participação na escola, do


compromisso com seus sonhos e da boa convivência com todos. Capriche na escolha
do seu professor-tutor, pois é ele quem vai ajudá-lo e acompanhá-lo durante todo o
percurso escolar.

6o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 2 – DANDO ASAS AOS


SONHOS
FICHA 2.1 – MEUS PONTOS FORTES E MEUS DESAFIOS
Objetivo
Nesta Unidade, espera-se que você crie expectativas em relação
a sua vida e a sua escola e pense em planos que possam ajudá-lo a
realizar seus sonhos. Para isso, é importante que você identifique seus
pontos fortes e suas características que precisam ser melhoradas.

13
Atividade
Quantos nós você acredita que é capaz de fazer em um barbante com
uma única mão em um minuto? Seu professor lhe dará um barbante e
marcará o tempo de um minuto. Pronto! Quantos nós você conseguiu fazer?
É a mesma quantidade que você esperava?
Estou certo de que você tentou chegar a um número próximo ao do
que havia previsto, esforçando-se muito para atingir seu objetivo. Para
conquistar seus sonhos, também é muito importante acreditar em seus
pontos fortes. No entanto, não se esqueça de que você pode sempre melhorar
para alcançar tudo o que quiser. O que você poderia ter feito diferente para
superar o número de nós que previu no início da atividade? Algo o distraiu?
Um minuto passou muito rápido? Pense sobre as causas que favoreceram ou
dificultaram a execução da atividade.
Para que seus sonhos sejam alcançados, você tem de aprender a
planejar. Preencha o caminho a seguir, pensando nas etapas do planejamento para a conquista
de seus sonhos.

© Daniel Beneventi
Registre em seu Diário os pas-
sos que considera importantes para
conquistar seus sonhos. Para cada
passo, reflita: Quais são seus pontos
fortes e quais são as características
que você precisa fortalecer? Essa
reflexão pode se estender por mais
de uma aula.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Se você tiver dificuldade em identificar seus pontos fortes e as características que


precisa melhorar, seu professor-tutor pode ajudá-lo. Ele o auxiliará na melhora de seu
desempenho acadêmico e no fortalecimento da construção de seus sonhos.

14
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

FICHA 2.2 – AVALIANDO MINHAS CARACTERÍSTICAS


Objetivo
Esta atividade tem como objetivo fazer que você reflita sobre suas
características e exercite a autoavaliação (momento em que você
revê tudo o que realizou), além de estimular a definição de metas
(aonde você quer chegar) e compromissos pessoais.

Atividade
Na fase anterior, você foi convidado a refletir sobre seus maiores
sonhos e desejos. Com base nas atividades que você já realizou,
nas reflexões que foram feitas e nas coisas que considera mais
importantes, responda no Diário de Práticas e Vivências: O que eu
quero para mim?
Dê uma resposta curta, que resuma o que você mais deseja para
sua vida.
Agora, relembre seus pontos fortes e as características que precisa melhorar (identificados
na atividade anterior). A seguir, responda:

aa Quais são as qualidades que você considera necessárias para alcançar seus sonhos?
aa Você já tem algumas dessas qualidades? Quais?
aa Em que você entende que pode melhorar para se aproximar mais de seus sonhos?
aa Você está agindo, hoje, de acordo com o que é melhor para você? Dê um exemplo de comporta-
mento ou atitude que costuma ter no dia a dia e reflita se é a maneira mais adequada de agir.
aa Agora, dê um exemplo de algo que você ainda não faz, mas que sabe que é importante para seu futuro.
Ao refletir sobre essas perguntas, você começou a desenvolver a capacidade de autoavaliação e
de definição das ações que deve realizar! Anote suas respostas no Diário de Práticas e Vivências.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Para ser protagonista, é muito importante que você olhe para si mesmo, aprenda a
identificar o que realmente quer e o que deve fazer para alcançar seus objetivos com
autoconfiança! Lembre-se de que as Disciplinas Eletivas podem trazer novas possibi-
lidades para o caminho que você vai trilhar na busca de seus sonhos! Sempre converse
com seu professor-tutor sobre suas dúvidas e decisões.

15
6o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 3 – A CONSTRUÇÃO DOS SONHOS
COMEÇA NA ESCOLA

FICHA 3.1 – A ESCOLA QUE DESEJAMOS!

Objetivo
Bem-vindo à nova fase de sua jornada! Nesta atividade, você será
convidado a refletir sobre a importância e a finalidade da escola, bem
como sobre suas possíveis contribuições para definir com clareza os
passos que conduzem a seus sonhos.

Atividade
Para começar a atividade, assista ao vídeo Charlie Brown e a Turma
do Snoopy. Vida escolar!, disponível em: <https://www.youtube.com/
watch?v=auq_3eL87C8> (acesso em: 16 dez. 2014).
Em seguida, seu professor projetará o livro A escola dos meninos felizes,
de Gudrun Pausewang. Você e seus colegas vão ler o texto coletivamente; a
proposta é que cada página seja lida em voz alta por um aluno.
Agora, reúna-se com dois colegas e discutam as seguintes questões:

aa O vídeo e o texto retratam a escola da mesma forma? Expliquem sua resposta.


aa Para vocês, qual é a principal finalidade da escola?
aa Levando em consideração as coisas que vocês já viram nas escolas em que estudaram e o vídeo e
o texto que conheceram hoje, indiquem no Diário de Práticas e Vivências, em texto ou por meio
de tirinhas, três características que vocês julgam desejáveis em uma escola e outras três que a
escola não deve ter.

Lembrem-se das reflexões do Acolhimento sobre a importância dos sonhos


para sua vida e seu futuro e as relacionem com a passagem do texto que fala
de uma escola em que “se aprende a cavalgar sonhos”. Formem um grupo de
seis alunos juntando-se a outro trio de colegas e discutam se as características
que vocês apontaram como desejáveis em uma escola são as que mais podem
contribuir para a definição do caminho para alcançar seus sonhos.

Após a discussão, registre as observações do grupo em seu Diário.


Um representante do grupo apresentará para a turma o registro das
discussões e responderá se o que foi visto como desejável em uma escola é,
realmente, o que mais ajuda vocês a se aproximar de seus sonhos. Exemplos
serão bem-vindos!

16
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao realizar esta atividade, você se tornou mais capaz de avaliar se suas ideias estão
no mesmo sentido do caminho para alcançar seus objetivos. Essa ação é fundamen-
tal para o exercício do protagonismo, uma vez que você não pode perder de vista os
meios mais adequados para buscar seus sonhos.

FICHA 3.2 – REGISTRANDO MINHA ESCOLA

Objetivo
Agora, você passeará pelos ambientes da escola para fazer
uma pesquisa e refletir sobre a importância desses espaços
e de seus profissionais, que vão auxiliá-lo no caminho da
concretização de seus sonhos.

Atividade
Organize grupos com os colegas para explorar os espaços de
sua escola. Há sala de leitura? E sala de informática? Quantas
salas de aula existem no prédio? Fotografem todos os ambientes
pelos quais vocês passarem.

Quem são os profissionais que trabalham na escola? Registre, no Diário de Práticas e Vivências,
o nome e a função que cada um exerce.

Escolham as melhores fotografias dos espaços escolares (uma de cada ambiente) e verifiquem
com o Professor Coordenador a possibilidade de imprimir esse material. O Líder de Turma ficará
responsável por verificar a impressão das fotos com a coordenação ao longo da semana.

Na próxima aula, vocês podem elaborar um cartaz com as fotos dos ambientes para colocar em
um painel na sala de aula ou, caso não seja possível realizar a impressão, postar as fotos no blog e/ou
página da escola na internet.

17
  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Para pensar as melhores formas de atuação na escola, é necessário que você conheça
bem os ambientes, os profissionais e as possibilidades nela existentes. No trabalho com
as fotografias, é interessante verificar se existe um Clube Juvenil de Fotografia que
possa colaborar para a montagem do painel. Lembre-se: o Líder de Turma tem papel
fundamental quando é necessário representar os interesses da turma perante a direção.

FICHA 3.3 – PENSANDO EM MEUS COMPROMISSOS

Objetivo
Esta atividade visa ajudá-lo a reconhecer a importância das
possibilidades oferecidas pela escola para a definição de suas metas
e compromissos. Espera-se que você exercite sua capacidade de
avaliar se as ações que considera mais interessantes são as mais
adequadas para alcançar seus sonhos.

Atividade
Nas atividades propostas nas aulas
de Projeto de Vida e de Protagonismo
Juvenil, você foi incentivado a
conhecer os diferentes ambientes
da escola (salas de aula, sala de leitura, sala de informática,
laboratórios, refeitório, quadra etc.) e a pensar em formas de
otimizar o uso desses espaços.
Levando em consideração o que aprendeu nessas aulas,
faça em seu Diário de Práticas e Vivências desenhos de coisas
interessantes que você pode realizar ou aprender em três
espaços diferentes da escola.

Em seguida, responda, também no Diário: As coisas que você dese-


nhou podem ajudar você a alcançar seus sonhos? Aponte um exemplo.

18
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

Agora, troque o seu Diário de Práticas e Vivências com um colega. Veja os desenhos feitos, a res-
posta e o exemplo anotados e escreva uma ação que, em sua opinião, ele deveria se comprometer a
realizar para buscar aquilo que quer.

Destroquem os Diários e discutam sobre as propostas de compromisso que um fez para o outro.
Caso você se sinta à vontade, conte para a turma o que escreveu para seu colega e o que ele
propôs para você.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao realizar esta atividade, você desenvolveu mais sua capacidade de iniciativa, pois
foi capaz de repensar o que é melhor para você e de propor compromissos para contri-
buir com a caminhada de um colega. Você foi levado a refletir melhor sobre a impor-
tância de ter compromissos para alcançar o que você deseja. Converse sempre com seu
professor-tutor sobre a adequação das metas e dos compromissos que você planeja.

FICHA 3.4 – A ESCOLA QUE EU QUERO!


Objetivo
A realização desta atividade exigirá organização e foco nas questões apresentadas:
ela o fará refletir sobre as iniciativas que você pode ter para transformar sua escola no
melhor local a fim de construir o caminho para seus sonhos.

Atividade
Você passa grande parte de seu dia na escola, onde convive com vários colegas
e profissionais. Todas essas pessoas, bem como as diferentes atividades que você
desenvolve na escola, podem ajudá-lo a definir o percurso para a realização de
seus sonhos! Lembre-se, portanto, de que é na escola que você tem as maiores
oportunidades de refletir, conversar, experimentar, tomar decisões e agir para
buscar as melhores formas de se aproximar de seus objetivos!

19
Para ajudar a organizar suas ideias referentes a seus sonhos e a sua escola, participe da Dinâ-
mica dos Cinco Minutos, em que cada passo deve ser realizado em apenas cinco minutos.

aa 1 passo – Anote em seu Diário de Práticas e Vivências a frase “A escola que eu quero é assim:” e
o

escreva todas as características que uma ótima escola deve ter.


aa 2 passo – Reúna-se com quatro colegas. Discutam as ideias que foram anotadas no passo ante-
o

rior e apontem o que todos consideram as características de uma ótima escola.


aa 3 passo – Agora, um representante de cada grupo vai falar para o professor duas características
o

que uma ótima escola deve ter. O professor anotará todas as ideias na lousa.
aa 4 passo – Observe as ideias levantadas pela turma e responda individualmente, no Diário de
o

Práticas e Vivências, à seguinte questão: Como a escola em que eu estudo pode se tornar a
escola que nós queremos?
aa 5 passo – Novamente em grupo, discutam suas respostas e escrevam no Diário como entendem
o

que a escola de hoje pode se tornar a escola que todos querem.


aa 6 passo – Um representante de cada grupo apresentará para o professor até duas ideias que
o

podem aproximar a escola atual da escola desejada. Mais uma vez, o professor anotará as ideias
na lousa.
aa 7 passo – Observe as ideias sugeridas pela turma e aponte individualmente, em seu Diário,
o

ações que você pode realizar para ajudar a concretizar essas ideias!

Concluídos os sete passos, junte-se novamente a seus colegas e façam uma roda de conversa
para discutir suas propostas de ação.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao apontar possibilidades para o aperfeiçoamento de sua escola e ações que você


pode realizar para conquistar o que é melhor para todos, você desenvolve mais sua pos-
tura protagonista. Ter foco e responder com objetividade às questões da atividade são
pressupostos da Orientação de estudos e das Práticas experimentais. Você conseguiu
expressar diferentes ideias em pequenos intervalos de tempo. Trata-se de um avanço
em sua capacidade de se expressar!

20
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

6o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 4 – MEU SONHO E O COMPROMISSO


COM A APRENDIZAGEM

FICHA 4.1 – APRENDER A APRENDER NA ESCOLA

Objetivo
Esta atividade favorecerá a reflexão sobre as
aprendizagens que a escola promove.

Atividade
Forme um grupo com quatro colegas e preencham
corretamente as palavras cruzadas a partir da frase “Na
escola, eu aprendo a...”.

1
F
3 4
2
S
5
C
6 7 8
P
9
V
10
X N
11
Z
12

13
R

14
C S

Horizontal Vertical
2. Propor soluções e problemas. 1. vários tipos de experiências (um dos
3. diferentes tipos de texto. Pilares da Educação).
6. das diferentes atividades de um local e das decisões que 4. ideias e a produzir textos.
são tomadas. 5. assuntos de todas as disciplinas (um
9. Construir a própria identidade e aprender a (um dos Pilares dos Pilares da Educação).
da Educação). 7. para colocar em prática o que penso.
10. Apresentar ideias e me de maneira clara. 8. as principais características de um
11. Planejar ações e a me para estudar. determinado ambiente.
12. com pessoas diferentes (um dos Pilares da Educação).
13. Refletir sobre ações e escolhas e se são adequadas.
14. Definir e metas para alcançar meus objetivos (a palavra
está no plural).

21
Depois de preencherem as palavras cruzadas, façam uma roda de conversa com toda a turma e
discutam sobre tudo o que podem aprender na escola, refletindo se as coisas que vocês aprendem
são importantes para sua vida. Anote as conclusões em seu Diário de Práticas e Vivências.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

O que você aprende nas diferentes disciplinas pode ser estudado de maneira criativa nas
Disciplinas Eletivas, nos Clubes Juvenis e nas aulas de Práticas experimentais! Esta atividade
o ajudou a perceber que é necessário ter compromisso com sua aprendizagem para alcançar
o que você quer? Sim? Não? Como? Em seu Diário, anote suas conclusões. E lembre-se de
que seus estudos são fundamentais para que você tome decisões corretas sobre seu futuro!

FICHA 4.2 – AO APRENDER, EU ME APROXIMO DE MEUS SONHOS

Objetivo
Esta atividade tem como objetivo levá-lo a reconhecer a relação entre seu
compromisso com a aprendizagem e suas possibilidades de concretizar seus
sonhos. Além disso, você terá a oportunidade de avaliar se suas ações no dia a
dia estão de acordo com seus sonhos.

Atividade
Para atingir os objetivos da atividade e dar continuidade às reflexões já
iniciadas sobre seu compromisso com sua aprendizagem, cumpra os passos:

as apr
1. Você receberá de seu professor uma peça de quebra­ nh
© Daniel Beneventi

‑cabeça. Observe as peças distribuídas a seus colegas e nhos


mi

en

so
dizag

procure montar com eles a figura completa.


Meus

2. Agora que vocês montaram o quebra-cabeça, reúna-se en


com quatro colegas e discutam: Qual é a imagem que ele s
retrata? Qual é a ideia que a figura procura transmitir?

22
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

3. Com base nas respostas dadas, reflitam: O que vocês fazem no dia a dia tem relação com a ideia
transmitida pela figura?
4. Agora, responda individualmente em seu Diário de Práticas e Vivências: O alcance de seus obje-
tivos depende de você? Explique sua resposta.
5. Volte para seu grupo. Discutam suas respostas e anotem suas conclusões no Diário de Práticas
e Vivências.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao pensar na relação entre sua aprendizagem e as possibilidades que ela oferece


para a definição de planos e compromissos que permitam aproximá-lo de seus sonhos,
você favorece o desenvolvimento de seu protagonismo. O exercício de avaliar as pró-
prias ações é muito importante para o autoconhecimento e pode ser aprimorado por
meio de conversas com seu professor-tutor.

FICHA 4.3 – HORA DE ESTUDAR!

Objetivo
Nesta atividade, você será convidado a pensar
sobre sua responsabilidade e seu compromisso com os
estudos.

Atividade
Leia a letra da música Educação do futuro, disponível
em: <http://www.vagalume.com.br/sergio-brown/
educacao-do-futuro.html> (acesso em: 16 dez. 2014).
Agora, reflita e escreva, no Diário de Práticas e
Vivências, um texto sobre seu compromisso com os
estudos. Pode ser uma letra de música, uma poesia ou
um depoimento. Se quiser, apresente sua produção
para os colegas.

23
  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Refletir sobre seu compromisso com os estudos e as ações que podem contribuir para
a realização de seus sonhos é um passo importante para ser um jovem protagonista.

6o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 5 – PREPARANDO O CAMINHO PARA


OS SONHOS

FICHA 5.1 – REFLETINDO SOBRE METAS E COMPROMISSOS

Objetivo
Nesta atividade, você e seus colegas refletirão sobre a participação e o
empenho para o cumprimento das metas e dos compromissos pessoais e
coletivos assumidos.

Atividade
1. Forme uma dupla ou um trio para utilização do computador.
2. Escolham quem será o digitador.
3. Pensem em palavras-temas importantes para a organização
do Projeto de Vida.
4. Elaborem um caça-palavras acessando a página disponí-
vel em: <http://www.atividadeseducativas.com.br/index.
php?criarcacapalavras> (acesso em: 1o dez. 2014).
5. Troquem de computador com a dupla ou trio ao seu lado e
resolvam o caça-palavras elaborado por seus colegas.
6. Analisem as palavras-temas propostas por eles. São as mes-
mas que as de vocês?
7. Agora, reflita individualmente: Você concorda que as palavras-temas propos-
tas por seus colegas também são importantes para a organização de seu Pro-
jeto de Vida? Escreva suas impressões em seu Diário de Práticas e Vivências.

24
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

São muitos os temas que envolvem a construção de seu Projeto de Vida. Conversar
com seu professor-tutor e com seus professores ajudará você a entendê-los.

FICHA 5.2 – A ESCOLA CONTRIBUINDO PARA MINHA ORGANIZAÇÃO

Objetivo
Nesta fase de seu percurso, você será estimulado a
explorar os espaços e as atividades de sua escola para que
possa organizar melhor os passos para alcançar seus sonhos.
Espera-se, também, que você perceba as possibilidades de
assumir novos compromissos, tanto pessoais como coletivos.

Atividade
Para que você se organize melhor, é importante que saiba
aproveitar o que os diferentes espaços e atividades da escola
podem lhe oferecer.
Participe da “tempestade de ideias” proposta por seu professor,
respondendo, com seus colegas, à seguinte questão:

Como os espaços e as atividades de minha escola


podem contribuir para minha organização?

Vocês terão três minutos para apontar tudo o que lembrarem sobre a questão. O professor ano-
tará as ideias levantadas pela turma na lousa.

A seguir, analise as ideias apresentadas e registre em seu Diário quais delas podem fazer parte
de seus compromissos pessoais.

25
Agora, em uma nova “tempestade de ideias”, responda com seus colegas:

Como posso aproveitar melhor os espaços e as atividades da escola


para cumprir com meus compromissos?

Vocês também terão três minutos para expressar o que pensam. Mais uma vez, o professor regis-
trará as ideias da turma na lousa.

Finalmente, escreva em seu Diário de Práticas e Vivências como os compromissos que você assu-
miu poderão contribuir com a organização das etapas para alcançar seus sonhos.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao solicitar a identificação de possibilidades oferecidas pelos espaços e atividades


da escola, a definição de novos compromissos e a preocupação com a organização e o
planejamento de seus passos, esta atividade interage com os Clubes Juvenis, o Protago-
nismo Juvenil, a Tutoria e a Orientação de estudos.

FICHA 5.3 – EU PLANEJO MINHAS AÇÕES?

Objetivo
Você já pôde perceber que a preparação do caminho para seus sonhos
requer planejamento, organização, metas e compromissos. Se você
não levar essas questões em consideração, corre o risco de “andar em
círculos” e nunca alcançar o que pretende! Esta atividade pretende
ajudá-lo a decidir as melhores maneiras de agir em relação a seus
compromissos.

26
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

Atividade
Para que suas reflexões sobre esse tema fiquem mais claras, observe os
itens relacionados a seguir e assinale com um “X” aqueles que indicam seu
modo de agir em relação a seus objetivos e a sua participação na escola.

( ) Eu sempre avalio minhas ações e verifico se elas estão na direção certa.

( ) Não gosto muito de pensar no que faço e não tenho paciência para fazer
planos.

( ) Penso de vez em quando em meus sonhos, mas não assumo nenhum


compromisso.

( ) Valorizo meus compromissos e sonhos, mas não é sempre que ajo de


acordo com eles.

( ) Minha participação na escola é fundamental para eu planejar meus


passos.

( ) Procuro agir de acordo com o que é melhor para mim, sem me preocupar
com a escola ou com outras pessoas.

Agora, analisando suas marcações, identifique pelo menos três possibilidades para melhorar o
planejamento de suas ações e registre-as em seu Diário.

Em seguida, troque de Diário com um colega, leia as respostas dele e conversem sobre o que
cada um escreveu. Anote também as sugestões do colega em seu Diário de Práticas e Vivências para
ajudar você a pensar em suas ações.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

A revisão e a avaliação de suas maneiras de agir em relação a seus compromissos e


objetivos, bem como a identificação de possibilidades para melhorar seu planejamento,
são atitudes fundamentais para o Protagonismo Juvenil, e estimuladas pela Tutoria. As
aulas de Orientação de estudos têm importante papel em sua organização pessoal.

27
7o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 1 – REVENDO MEUS SONHOS
FICHA 1.1 – O QUE EU QUERO PARA MINHA COMUNIDADE

Objetivo
Bem-vindo ao 7o ano e à nova fase de seu percurso! Para dar início a suas
atividades deste ano, é importante retomar algumas das ideias e expectativas
desenvolvidas no Acolhimento, como a valorização de sua capacidade de sonhar
e de projetar o que é melhor para você. A proposta, agora, é criar expectativas
em relação a sua comunidade e associá-las a seus sonhos e objetivos.

Atividade
Primeiro, participe da “tempestade de ideias” sugerida por seu professor,
respondendo, com seus colegas, à seguinte questão:

O que eu desejo para mim é o melhor para minha comunidade?

Dê exemplos que possam sustentar sua resposta. Vocês terão cinco minutos para apontar os
exemplos, que serão listados na lousa pelo professor.

Reflita individualmente sobre as seguintes questões:

aa O que você deseja para sua comunidade?


aa De que maneira seus sonhos pessoais podem contribuir para o que você deseja à sua comu-
nidade e vice-versa?

Registre suas considerações no Diário de Práticas e Vivências. Depois, em uma roda de conversa,
discuta as respostas com seus colegas.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao participar desta atividade, você foi encorajado a criar expectativas em relação


a sua comunidade e a refletir sobre os possíveis pontos de encontro entre seus sonhos
pessoais e o que você deseja para o local onde mora. Essa reflexão contribui para a capa-
cidade de definir ações que podem beneficiar tanto você como sua comunidade.

28
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

FICHA 1.2 – A MÍMICA DE MEUS SONHOS

Objetivo
Nesta atividade, você retomará alguns sonhos e expectativas
em relação à escola e a sua vida, além de refletir sobre eles.
Também será convidado a pensar sobre o papel que gostaria,
futuramente, de desempenhar na comunidade.

Atividade
Você já brincou de mímica? A mímica pode
ser uma forma de expressar pensamentos e/ou
sentimentos. Que tal, então, contar seu sonho
por meio de gestos? Qual é seu sonho? Você está
preparado para fazer de seu sonho um Projeto de Vida?
Forme um grupo com quatro colegas e conversem sobre o sonho com
o qual cada um de vocês pretende construir um Projeto de Vida. Como
você já aprendeu em suas aulas, esse sonho pode ser uma profissão ou um
sentimento, como a vontade de querer ser feliz ou casar e ter uma família.
Criem juntos uma mímica de cada sonho. As mímicas serão
apresentadas para outro grupo, que tentará adivinhar quais são os sonhos.
Após as mímicas, se você se sentir à vontade, explique como seu sonho, transformado em
Projeto de Vida, pode contribuir para a comunidade de vocês.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Para transformar seu sonho em Projeto de Vida, você precisa ter uma postura prota-
gonista diante das ações que vivencia na escola e fora dela. Seu professor-tutor pode
contribuir para sua reflexão acerca de seu sonho. As Disciplinas Eletivas, as Práticas
experimentais e outras disciplinas são uma oportunidade de vivenciar atividades que
podem fazer parte de seu sonho.

29
7o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 2 – A COMUNIDADE E A MINHA VIDA
FICHA 2.1 – O QUE MINHA COMUNIDADE PODE FAZER PELA ESCOLA
Objetivo
Em outras atividades, você começou a refletir sobre as
principais características e personagens de sua comunidade. Além
disso, já teve a possibilidade de perceber que existem vínculos
entre sua vida e a vida de muitas outras pessoas na região em
que mora. Agora, você poderá criar expectativas e identificar
possibilidades positivas em relação àquilo que sua comunidade
pode oferecer ao participar de sua escola.

Atividade
Assista ao vídeo Escola conta com participação ativa da comunidade, disponível em: <https://
www.youtube.com/watch?v=IUqLBgBHuNc> (acesso em: 16 dez. 2014) e reflita sobre a importân-
cia da proximidade entre escola e comunidade.

Agora, junte-se a três colegas e discutam as seguintes questões:

aa As modificações pelas quais a escola apresentada no vídeo passou foram significativas?


aa Qual o principal fator apontado no vídeo que possibilitou as mudanças na escola?
aa Vocês gostariam que sua escola passasse por modificações significativas? Apontem exemplos.
aa Levando em consideração os profissionais e os serviços que existem em sua comunidade, de que
maneira eles poderiam contribuir para as mudanças que vocês desejam?
aa Anotem, em uma cartolina, as ideias que vocês discutiram nas duas últimas questões. Fixem o
cartaz em um mural na sala de aula. Em seguida, um representante do grupo apresentará as ideias
registradas no cartaz para a turma. Se preferirem, vocês podem registrar e expor as ideias de outra
maneira: por meio de uma música, apresentação cênica etc. Combinem com o professor.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao realizar esta atividade, você teve a oportunidade de indicar mudanças significati-


vas pelas quais você gostaria que sua escola passasse e de refletir sobre as possíveis ações
de sua comunidade para promover tais mudanças. Essa reflexão é fundamental para o
desenvolvimento das capacidades de iniciativa e de definição de ações de intervenção.

30
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

FICHA 2.2 – A COMUNIDADE NA SALA DE AULA

Objetivo
Nesta atividade, você será convidado a refletir
sobre as pessoas que conhece em sua comunidade
e a compartilhar com seus colegas de classe as
informações sobre o trabalho de uma delas.

Atividade
Pense em alguém de sua família, vizinho
ou amigo que desenvolve um bom trabalho na
comunidade. Elabore, então, o perfil dessa pessoa,
simulando uma página de redes sociais.

Inclua o nome dela, a explicação sobre o trabalho que desempenha, informações sobre como
esse trabalho ajuda ou ajudou você e, ainda, ideias de como pode auxiliar outras pessoas. Se pos-
sível, insira também os contatos (telefone e/ou e-mail). Para fazer um bom perfil, tente desenhar
a pessoa ou cole imagens relacionadas ao trabalho que ela desenvolve. Mostre suas qualidades
artísticas!

Apresente para a turma o perfil que você produziu e reforce de que maneira essa pessoa pode con-
tribuir (ou já contribui) para o bem-estar da comunidade e da escola.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Você pesquisou muitos personagens de sua comunidade nas aulas de Projeto de


Vida e de Protagonismo Juvenil. Agora, refletiu sobre a importância de um deles em
sua vida e em sua comunidade. É possível que essa pessoa tenha muito a contribuir
para as Disciplinas Eletivas, bem como para os temas trabalhados nos Clubes Juve-
nis. Converse com seu diretor sobre a possibilidade de agendar uma data para que
essa pessoa apresente seu trabalho para a escola. Lembre-se sempre de que trabalhos
desenvolvidos em sua comunidade podem ajudar bastante em seu Projeto de Vida.

31
FICHA 2.3 – COMO MELHORAR MINHA COMUNIDADE
Objetivo
Nas aulas de Projeto de Vida e de Protagonismo
Juvenil, você teve a oportunidade de identificar espaços,
personagens e atividades que fazem parte de sua
comunidade. É possível, até mesmo, que tenha feito
descobertas, pois nem sempre se sabe tudo sobre as
pessoas e o local onde se mora. O objetivo desta atividade
é favorecer a criação de expectativas e a promoção de uma
reflexão crítica sobre aspectos de sua comunidade que
podem ser melhorados.

Atividade
Lembre-se de seus conhecimentos, experiências e descobertas
em relação a sua comunidade para que possa percorrer os passos
indicados a seguir e avançar no caminho para a realização de seus
sonhos. Faça os registros em seu Diário de Práticas e Vivências.

1. Desenhe duas coisas de que você gosta em sua comunidade.


2. Agora, desenhe duas coisas de que você não gosta.
3. Indique pelo menos duas ideias que podem melhorar o que você não considera bom.
4. As ideias que você propôs no passo anterior têm alguma relação com os serviços/atividades
já existentes em sua comunidade? Explique, por escrito, de que maneira esses profissionais
e serviços poderiam ajudar a melhorar o que ainda não está bom no local em que você mora:
quem são esses profissionais? De que forma e em que momento eles seriam envolvidos?
5. Junte-se a dois colegas e troquem ideias a respeito do que registraram.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao identificar aspectos de sua comunidade que precisam de melhoria e propor ideias


que poderiam reverter a situação, você demonstra uma importante iniciativa para o
desenvolvimento da postura protagonista e favorece o exercício de tomadas de decisão
requerido para a atuação nos Clubes Juvenis e na Liderança de turma.

32
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

7o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 3 – APRENDENDO PARA AGIR!

FICHA 3.1 – ALGUMAS INOVAÇÕES DA MINHA ESCOLA

Objetivo
Você já deve ter percebido que o Programa Ensino Integral tem
muito a contribuir para a realização de seus sonhos. Nesta atividade,
você vai refletir sobre a importância dos estudos no percurso para essa
conquista e também para sua participação na comunidade escolar.

Atividade
Você fará um levantamento de algumas
oportunidades que a escola lhe oferece
e como isso pode contribuir para a
concretização de seus sonhos. Registre suas
respostas no Diário de Práticas e Vivências.

1. Quais são as Disciplinas Eletivas oferecidas por sua escola? Em qual


você se matriculou? Você conhece a ementa de sua Eletiva? Qual é
o objetivo principal dela?
2. Quais são os Clubes Juvenis de sua escola? De qual deles você par-
ticipa? Qual é o objetivo principal de seu Clube?
3. Em outras atividades, você pesquisou os espaços oferecidos pela
escola. Quais são eles? O que oferecem?
4. Quem é seu professor-tutor? De que forma as sessões de tutoria
estão ajudando em seu desenvolvimento escolar?
5. Agora, pense em como essas oportunidades podem colaborar para a realização de seus sonhos.
Como, por exemplo, a Disciplina Eletiva e o Clube Juvenil que você frequenta podem contribuir
para que você fortaleça o caminho para a concretização de seus sonhos?
6. Que outras oportunidades você gostaria que existissem na escola para que pudesse identificar
os melhores meios para a conquista de seus sonhos?

Foram muitas constatações nesta atividade. É importante que você tenha feito os registros em
seu Diário de Práticas e Vivências para que sempre possa consultá-los. Lembre-se de que eles forta-
lecerão o caminho para a realização de seus sonhos.

33
  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Você provavelmente percebeu que é fundamental aproveitar as oportunidades ofe-


recidas pela escola para estabelecer metas e compromissos para a conquista de seus
sonhos. Compreender como é o dia a dia de alguém que fez de seus sonhos um Projeto
de Vida pode ser uma contribuição das Disciplinas Eletivas e dos Clubes Juvenis. Seja
protagonista! Participe das oportunidades que lhe são oferecidas.

FICHA 3.2 – APRENDER A SER PARA PLANEJAR MEU SONHO

Objetivo
Para que seus sonhos se concretizem, é necessário pensar em quem você é e
aonde quer chegar para, então, estabelecer um plano com ações e metas. Nesta
atividade, você refletirá sobre a importância de fazer planos, estabelecendo
metas e compromissos pessoais.

Atividade
Leia o poema Identidade, de Pedro Bandeira, disponível em:
<http://pensador.uol.com.br/identidade_poesias_de_pedro_
bandeira/> (acesso em: 16 dez. 2014), e a citação de Sêneca1:

Quando se navega sem destino, nenhum vento é favorável.


Sêneca

Agora, reflita sobre quem você é e sobre seus sonhos. Elabore, então,
um plano pessoal com as ações que você considera importantes para
realizar seus sonhos.
Faça, em seu Diário, uma lista com pelo menos cinco ações, com
os respectivos prazos de realização. O prazo pode ser curto, como
uma semana; médio, como um ano; ou longo, como o fim do Ensino
Fundamental ou do Ensino Médio. Mãos à obra!

1
Fundação Calouste Gulbenkian de Portugal. Cartas a Lucílio. Lúcio Aneu Séneca, aut. J. A. Segurado e Campos, trad. 3. ed., 2008.

34
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Você aprendeu nas últimas atividades a importância do agir para construir o cami-
nho rumo à realização de seus sonhos. Planejar também requer estabelecer prazos.
Lembre-se de que seu professor-tutor pode ajudá-lo bastante nesse processo.

7o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 4 – ATUANDO NA COMUNIDADE


FICHA 4.1 – MINHAS MANEIRAS DE AGIR NA COMUNIDADE

Objetivo
Seja bem-vindo à fase final do 7o ano! Você continuará a
refletir sobre seus vínculos com a comunidade da qual faz parte.
No entanto, o objetivo, agora, é focar suas maneiras de agir
no local em que mora, fazendo uma autoavaliação em relação
a elas. Com isso, você poderá criar expectativas e fortalecer
sua participação na comunidade com base em seus objetivos e
compromissos!

Atividade
Com uma régua, faça um risco
vertical em uma página de seu Diário de
Práticas e Vivências, dividindo-a em duas colunas iguais. Escreva,
então, os seguintes títulos: na coluna da esquerda, “Como eu ajo
em minha comunidade”; na da direita, “Como devo agir em minha
comunidade”. Registre, na primeira coluna, exemplos do que você
costuma fazer na comunidade e, na segunda, coisas que deveria
fazer. Veja algumas questões que você pode considerar:

35
aa Jogo o lixo sempre nos locais corretos?
aa Cumpro com os combinados da comunidade?
aa Respeito as diferentes pessoas que convivem comigo na comunidade?
aa Tenho disposição para encontrar soluções a problemas da região em
que vivo?
Agora, você e seus colegas apresentarão para o professor todas
as ideias que registraram na segunda coluna, para que ele as
escreva na lousa. Com isso, ficarão registradas as maneiras mais
adequadas de agir na comunidade pensadas por toda a turma (as
ideias repetidas serão anotadas apenas uma vez).
Observe as ideias apresentadas e escolha aquelas que podem
melhorar suas atuais maneiras de agir (veja a primeira coluna).
Comprometa-se a praticá-las no local em que mora!

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao realizar esta atividade, você pôde fortalecer suas capacidades de propor ações
e intervenções adequadas e de avaliar seus atos e possibilidades!

FICHA 4.2 – APRENDENDO PARA CONTRIBUIR COM MINHA COMUNIDADE

Objetivo
Nas etapas anteriores, você realizou atividades que favoreceram a
aproximação entre seus objetivos pessoais e as expectativas em relação à
comunidade em que vive. Nesta fase, a proposta é incentivá-lo a refletir
sobre o que você pode fazer para provocar mudanças positivas em sua
comunidade. Espera-se que você seja capaz de reconhecer a importância
de sua aprendizagem para definir metas e compromissos que podem trazer
benefícios para sua própria vida e a de sua comunidade!

36
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

Atividade
Forme um grupo com quatro colegas. Em primeiro lugar, vocês terão dez
minutos para identificar tudo o que podem aprender na escola! Lembrem-se
do princípio da Educação Interdimensional, ou seja, é interessante que
vocês apontem não apenas os conteúdos das disciplinas, mas as atitudes
e capacidades que aprendem a desenvolver (por exemplo: ser tolerantes,
colaborar com o próximo, planejar suas ações). Registrem as ideias do grupo
em uma folha de sulfite.

Em seguida, analisem o que escreveram e deem exemplos de como suas


aprendizagens podem contribuir para a comunidade em que vivem. Vocês terão
também dez minutos para discutir essa questão e registrar suas ideias, tanto na
folha de sulfite quanto no Diário de Práticas e Vivências.

Agora, escolham um ou alguns dos exemplos dados e planejem um


esquete teatral de aproximadamente cinco minutos que mostre como a(s)
aprendizagem(ns) escolhida(s) pode(m) contribuir para a comunidade.
Vocês vão planejar a peça nesta aula e combinar com o professor o dia de
apresentação.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Esta atividade levou você a refletir sobre as diferentes aprendizagens promovidas


pela escola e sobre a importância do que você aprende, para agir de maneira cola-
borativa na comunidade em que vive. Além disso, você pôde desenvolver mais sua
capacidade de planejar e organizar uma tarefa.

37
FICHA 4.3 – O JOGO DOS SONHOS

Objetivo
Você está terminando as atividades do 7o ano. Que tal revisar o que viu até
aqui? A intenção é que você relembre suas expectativas e as de seus colegas
acerca das possibilidades de participação da comunidade na escola.

Atividade
Você vai construir com alguns colegas um jogo de
tabuleiro sobre a participação da comunidade na escola.
Cada casa representará um passo importante referente a um
dos temas trabalhados nas Unidades de Estudo deste ano.
A ideia é propor formas de participação em que cada um
possa contribuir para a escola e para a comunidade.

Siga o passo a passo:

1. Forme um grupo com três colegas.


2. Leiam as reflexões em seus Diários e escolham um tema importante para
construírem o jogo. Vocês podem escolher um dos que foram trabalhados
nas aulas de Projeto de Vida ou de Protagonismo Juvenil.
3. Elaborem dez passos relacionados a esse tema. Para que o jogador pule uma ou mais casas,
pensem em passos que reflitam uma boa prática. Para que o jogador volte uma ou mais casas,
ou, ainda, perca uma jogada, pensem em passos que mereçam ajustes.
4. Finalizada a elaboração, construam um tabuleiro e escrevam os passos. Abusem da
criatividade!
5. Agora é só jogar. Convidem outros grupos para jogar o jogo de tabuleiro de vocês. Assim, todos
podem refletir sobre diferentes temas.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao construir seu jogo, pensem na importância que cada disciplina ou ação da


escola reflete no tema escolhido. Inclua essas observações em seus passos!

38
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

8o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 1 – PROJETO DE VIDA:


MATERIALIZANDO O CAMINHO PARA A REALIZAÇÃO DOS SONHOS!

FICHA 1.1 – REPENSANDO MEUS SONHOS E MINHAS AÇÕES

Objetivo
Seja bem-vindo ao 8o ano e à nova fase de seu percurso! Nos anos anteriores,
você foi estimulado a sonhar e a criar expectativas em relação a sua vida, a sua
escola e à comunidade da qual faz parte. Também definiu metas e compromissos
associados a seus sonhos. Na atual fase de seu percurso, a proposta é que você
avalie aquilo que já fez e comece a planejar seus próximos passos.

Atividade
Primeiro, procure se lembrar de tudo aquilo que você sonhou nos anos
anteriores, bem como das metas e compromissos que assumiu para alcançar
seus objetivos. Agora, reflita e responda em seu Diário de Práticas e Vivências:

aa Seus sonhos continuam os mesmos do início de seu percurso? Se não continuam, quais foram
as mudanças?
aa As ações que você realiza hoje são mais adequadas para alcançar seus sonhos? Por quê?
aa Você acredita que cumpriu com os compromissos que assumiu nos outros anos escolares? Cite
pelo menos dois exemplos.
aa Quais novas metas e compromissos poderiam fazer parte de seu Projeto de Vida?

Assim que for possível, procure seu professor-tutor para apresentar seus registros e conversar
sobre as reflexões que realizou.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

A atividade realizada exigiu um grande exercício de autoavaliação e de uma pos-


sível redefinição de metas e compromissos. Lembre-se de que é muito importante
que você converse com seu professor-tutor sobre as escolhas e decisões que pretende
tomar! Além disso, seus possíveis novos objetivos podem influenciar a escolha da Dis-
ciplina Eletiva que pretende cursar e do Clube Juvenil de que deseja participar!

39
FICHA 1.2 – CAMINHANDO PARA A CONSTRUÇÃO DE MEU PROJETO DE VIDA

Objetivo
A partir de agora, é muito importante fortalecer a construção de seu
Projeto de Vida. Nesta atividade, você vai refletir sobre a importância
de ter uma direção a seguir e metas a traçar ao longo desse caminho,
levando em conta suas expectativas sobre a escola, sua vida e seus sonhos.
Autoavaliar-se ao longo do caminho é necessário para
estabelecer um percurso adequado na construção de seu
Projeto de Vida.

Atividade
Seu professor lhe dará uma folha de sulfite colorida.
Escreva nela o que você considera importante para
a construção de seu Projeto de Vida, explicando o porquê. Se você
frequentou as aulas de Projeto de Vida nos anos anteriores, escreva um
dos temas estudados que você considera muito importante. Se você
começou este ano, lembre-se do que foi trabalhado no Acolhimento.

Seu professor vai levar você e seus colegas para o pátio ou para a
quadra. Nesse espaço, formem um caminho com as folhas preenchidas:
cada folha representará uma casa.
O professor tocará uma música enquanto vocês caminham ao lado
das folhas. Não estrague as folhas pisando nelas. Quando a música
for interrompida, apenas pare ao lado de uma das casas. O professor
sorteará um número, que corresponderá ao número de chamada de
um dos alunos da classe. Se o número sorteado for o seu, leia o tema
escrito no papel, bem como o porquê da escolha. A folha ao lado da
qual você parou pode ser a sua ou de um colega. Expresse sua opinião.
Você concorda com a importância do tema e a justificativa apresentada
para a construção de seu Projeto de Vida?

40
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Relembrar o que viveu no Acolhimento e em anos anteriores é muito impor-


tante para as decisões do início do ano letivo e para o caminho rumo à construção
de seus sonhos. Este é o momento de decidir qual Clube Juvenil você vai fre-
quentar, bem como sua Disciplina Eletiva. Você já foi Líder de turma? Que tal se
candidatar? Dedicar-se a todas as aulas e às Práticas Experimentais contribui para
melhorar seus estudos.

8o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 2 – MINHA FAMÍLIA E MEU PROJETO


DE VIDA
FICHA 2.1 – A PARTICIPAÇÃO DE MEUS FAMILIARES NA ESCOLA

Objetivo
Você foi convidado a repensar seus sonhos, a redefinir
objetivos e a começar a refletir sobre seu Projeto de Vida.
Nesta fase, a proposta é que você identifique possibilidades de
fortalecer a participação de seus familiares em sua vida escolar
e crie expectativas em relação a possíveis contribuições dessa
participação para a construção de seu Projeto de Vida.

41
Atividade
Para introduzir o tema que será estudado, assista ao vídeo Como
você participa da educação de seu filho?, disponível em:
<https://www.youtube.com/watch?v=VeR3ZdAbTdY>
(acesso em: 16 dez. 2014).
Forme um grupo com quatro colegas e discutam
as seguintes questões:
aa Os pais entrevistados no vídeo acompanham da mesma forma a
vida escolar de seus filhos?
aa Todos comparecem às reuniões da escola?
aa Eles estão satisfeitos com as reuniões das quais participam?
aa Como os entrevistados acreditam que deve ser a participação dos pais na educação escolar de seus filhos?
aa Como vocês acreditam que deve ser a participação de seus familiares na escola em que
estudam? Apontem cinco maneiras que, em sua opinião, são adequadas.
aa Para que a participação dos familiares na vida escolar seja satisfatória, que iniciativas
poderiam ser tomadas?

Registrem suas ideias no Diário de Práticas e Vivências. Um representante do grupo apresentará


um resumo de suas discussões para o restante da turma. Para fazer o resumo, recorra ao método
que você aprendeu nas aulas de Orientação de estudos.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

A atividade realizada exigiu o levantamento de possibilidades que favoreçam


maior participação dos familiares em sua vida escolar, o que contribuiu para o desen-
volvimento de sua capacidade de propor soluções ou iniciativas. As atividades e for-
mas de intervenção criativas dos Clubes Juvenis podem ser uma opção interessante
para atrair os familiares para a escola.

42
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

FICHA 2.2 – A PARTICIPAÇÃO DE MINHA FAMÍLIA EM MEU PROJETO DE VIDA

Objetivo
Você já assistiu ao filme Um sonho possível, com a atriz Sandra
Bullock? A intenção desta atividade é que, com base na leitura
da sinopse, você delineie expectativas e sonhos em relação à
participação de sua família em sua vida escolar.

Atividade
Para refletir sobre a importância da família na
construção de seu Projeto de Vida, leia a sinopse do
filme Um sonho possível, disponível em:
<http://www.guiadasemana.com.br/cinema/
filmes/sinopse/um-sonho-possivel>
(acesso em: 16 dez. 2014).
Escreva em seu Diário sua reflexão sobre as seguintes perguntas:

aa Qual a importância da família para a construção do Projeto de Vida


dos alunos?
aa Que palavra você escolheria para descrever a importância de sua família para a construção de
seu Projeto de Vida?

Compartilhe suas reflexões com a turma!

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Sempre converse sobre seu Projeto de Vida com sua família, que tem também
muito a contribuir para seus horários de estudo. Seu professor-tutor pode ajudar você
a refletir sobre ações para incluí-la ainda mais em seu cotidiano escolar.

43
FICHA 2.3 – FAMÍLIA NA ESCOLA!

Objetivo
O objetivo desta atividade é planejar algumas ações que podem favorecer
a participação da família no Projeto de Vida dos alunos.

Atividade
Leia o texto a seguir:

Ações para criar uma ótima parceria


família-escola-comunidade

1. Organizar um “Acolhimento” com os professores para


os pais/responsáveis e comunidade, com dinâmicas de
boas-vindas e apresentação dos espaços da escola, de
forma a ajudar a equipe escolar a ver a escola da mesma
maneira que os pais e visitantes a veem.
2. Apresentar o Guia de Aprendizagem e motivar as famílias
para que apoiem a aprendizagem de seus filhos. Envol-
ver os pais em ações que trabalhem a própria autocon-
fiança em relação às suas habilidades, para que possam
ajudar seus filhos. Assegurar que todas as famílias
sintam-se à vontade para participar dessas ações.
3. Pesquisar quais são os objetivos dos pais em relação a
seus filhos, criando técnicas e estratégias para que os
pais possam contribuir com o futuro de seus filhos.
4. Promover o acesso das famílias à biblioteca da escola e/ou
à disponibilização de livros, jogos e materiais didáticos.
Proporcionar também um espaço na escola para que os
pais tenham a oportunidade de se encontrar e discutir
seus interesses e preocupações.
5. Convidar os pais e responsáveis para os Conselhos de
Classe/Série/Ano a cada bimestre, permitindo que as
famílias participem efetivamente das discussões sobre
a melhoria da aprendizagem de seus filhos. A partici-
pação dos familiares deve se estender a demais eventos
da escola, que podem incluir atividades de matemática,
ciências, leitura em família, entre outras.

44
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

6. Promover exposição dos trabalhos escolares na escola e na comunidade, compartilhando o


aprendizado dos alunos. Fazer a seleção desses trabalhos com a participação de membros da
família e comunidade, incentivando os alunos a sempre dar o melhor de si.
7. Convidar a família e a comunidade para as culminâncias na escola.
8. Conhecer o que as famílias e a comunidade têm a oferecer para a escola e valorizar os talen-
tos dos pais, proporcionando oportunidades de voluntariado.
9. Elaborar uma agenda com os dados das famílias para facilitar o trabalho de comunicação dos
professores.
10. Oferecer cursos para a comunidade relacionados às suas áreas de interesse nos tempos e
espaços ociosos da escola.
11. Estimular visitas à comunidade para identificar suas preocupações e ideias para melhorias
na escola.

Agora é sua vez! Forme um grupo com quatro colegas e elaborem um texto com 11 ações para
que a família contribua para a construção do Projeto de Vida dos alunos. Montem um cartaz com as
possíveis ações e o exponham na sala de aula.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Todos na escola podem elaborar ações para que a família participe do dia a dia
escolar, envolvendo-a nas culminâncias, nas reuniões de pais, nos conselhos de
classe e série, entre outras atividades. Planejar ações para que sua família participe
de seu Projeto de Vida é algo a ser discutido na escola e pode ser realizado por você.
Converse com seu professor-tutor; ele pode ajudá-lo com essas ações.

45
8o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 3 – MINHA FAMÍLIA COLABORANDO
PARA MINHA APRENDIZAGEM
FICHA 3.1 – O QUE FAZER PARA ENVOLVER FAMILIARES NA ESCOLA?
Objetivo
Você foi convidado a refletir sobre a importância da participação da família
para a construção de seu Projeto de Vida. Também viu quanto os hábitos de
estudar e de planejar ações são importantes para a realização de seu sonho e
percebeu que os familiares podem ter papel importante para essa conquista.
Agora, você pensará em atividades que possam sensibilizar as famílias acerca
da importância dos estudos para a elaboração do Projeto de Vida.

Atividade
Ao longo das aulas de Projeto de Vida, foi possível perceber
quanto a participação da família é importante em sua vida
escolar. Como é a participação da sua família e a de seus colegas e o que pode
melhorar? Faça um quadro em seu Diário de Práticas e Vivências com suas
reflexões acerca da participação de sua família em sua rotina escolar.
Reflita e escreva no quadro como é a participação hoje, como você
gostaria que fosse e o que pode ser feito para melhorar a participação dos
familiares na rotina escolar dos alunos em sua escola. Compartilhe suas
reflexões com os colegas. Com base nas reflexões da turma, planejem uma
apresentação para ser realizada na próxima reunião de pais.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ser protagonista é, também, pensar em ações que contribuam para o bem-estar de


todos na escola. Você provavelmente já discutiu com o professor de Orientação de Estu-
dos o importante papel da família nos hábitos e nas rotinas que você precisa ter em casa
para estudar. Agora, converse com o professor-tutor sobre formas de aproximar ainda
mais sua família de sua vida escolar. Para planejar a apresentação para a próxima reu-
nião de pais, você e seus colegas podem pedir a contribuição dos Presidentes de Clube
Juvenil e Líderes de Turma, utilizando as metodologias que você já aprendeu.

46
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

FICHA 3.2 – A CONTRIBUIÇÃO DE MINHA FAMÍLIA PARA MINHA


APRENDIZAGEM 1

Objetivo
Em outras atividades, você pôde perceber a importância
da participação das famílias na escola e foi incentivado a criar
expectativas em relação a essa participação. Neste momento de
seu percurso, o objetivo é identificar maneiras de seus familiares
colaborarem para sua aprendizagem e de sensibilizá-los sobre a
importância dos estudos para a construção de seu Projeto de Vida.

Atividade
Primeiro, você e seus colegas vão fazer uma
leitura compartilhada do texto a seguir:
A participação dos pais tem forte impacto sobre o desempenho escolar dos
filhos. Outros fatores, como atividades extraescolares e hábitos de leitura,
também influenciam o aprendizado. Os dados estão nas avaliações da quali-
dade do ensino realizadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Edu-
cacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC). Vários outros estudos também indicam
que quando a família está por perto, interessada, a criança se sente segura e
motivada a estudar.
A participação não é só na verificação dos deveres ou nas reuniões pro-
gramadas. Isso é importante, mas existem outras formas de estar presente
e contribuir para a educação dos filhos. Os pais devem ir à escola, conversar
com funcionários, professores e procurar colaborar. Assim, eles mostram que
acreditam na educação. E o que acontece? Os educadores também trabalham
motivados, contribuindo para a qualidade do ensino.
Quando a família participa da escola. Rádio pela Infância, n. 111, nov. 2009. Disponível em: <http://
www.unicef.org/brazil/pt/rpi_novembro2009.pdf>. Acesso em: 2 nov. 2014.

Agora, a proposta é que sua turma forme cinco grupos de alunos para discutir como os pais e
familiares podem contribuir para a aprendizagem de vocês. É interessante que a discussão seja
inspirada pelas ideias do texto, mas que sejam levantadas outras possibilidades.

A seguir, cada grupo planejará uma forma diferente de apresentar as ideias discutidas para o
resto da turma. Pode ser encenação, música, poesia, vídeo, mímica etc. O ideal é que cada apresen-
tação não ultrapasse cinco minutos.

As apresentações serão realizadas na aula seguinte.

47
  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Esta atividade favorece o desenvolvimento das capacidades de planejar ações e de


expressar ideias de diferentes maneiras, como em situações vividas na Liderança de
Turma, nos Clubes Juvenis e nas Disciplinas Eletivas, especialmente na preparação
das culminâncias. Além disso, requer uma postura autônoma em relação às escolhas
realizadas e à organização das ações, de acordo com os objetivos da Orientação de
Estudos e do Protagonismo Juvenil.

FICHA 3.3 – A CONTRIBUIÇÃO DE MINHA FAMÍLIA PARA MINHA


APRENDIZAGEM 2

Objetivo
Na aula anterior, você e seus colegas planejaram uma apresentação sobre como
os pais e familiares podem contribuir para a aprendizagem de vocês. Nesta etapa,
espera-se que as apresentações previstas propiciem novas reflexões acerca da
importância de as famílias acompanharem seus estudos e que favoreçam a iden-
tificação de possibilidades para envolvê-las mais em
sua vida escolar.

Atividade
Cada grupo vai realizar a apresentação que
planejou na aula anterior!
Após as apresentações, a proposta é que você e seus colegas
de turma façam uma roda de conversa em que reflitam e discutam
sobre o tema da atividade. As questões a seguir podem orientar
essa discussão.
aa Como você se sentiu ao participar da atividade? Podem ser conside-
rados os momentos do planejamento e da apresentação realizada.
aa A participação dos pais e familiares na escola pode realmente favo-
recer sua aprendizagem e a construção de seu Projeto de Vida?

48
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

aa Quais exemplos de possíveis contribuições das famílias para sua aprendizagem puderam ser identifi-
cados nas apresentações realizadas?
aa Como estimular os pais e familiares a participar mais de sua vida escolar?

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

A realização desta atividade contribui para o desenvolvimento de capacidades


fundamentais para a participação nas culminâncias e demais ações dos Clubes Juve-
nis e Disciplinas Eletivas, pois favorece a criatividade, a organização e a capacidade
de comunicar e expressar ideias e sentimentos. Ao propor o levantamento de possibi-
lidades para estimular a participação de pais e familiares, a atividade também ajuda
a promover iniciativas relacionadas ao Protagonismo Juvenil e à Liderança de Turma.

FICHA 3.4 – UMA ESCOLA ATRATIVA PARA MEUS FAMILIARES

Objetivo
Nesta última fase de seu percurso no 8o ano, o objetivo é que você procure
planejar formas de sensibilizar seus familiares em relação a seus estudos e
à construção de seu Projeto de Vida, o que envolve a definição de possíveis
compromissos entre você, seus colegas e os profissionais de sua escola para
que as famílias se sintam atraídas, participando das reuniões escolares e,
especialmente, dos conselhos.

Atividade
Leia com atenção o depoimento fictício do pai de um aluno que frequenta
uma escola do Programa Ensino Integral.
Não compareço às reuniões que a escola de meu filho organiza. Já recebi comunicados
e convites, mas, como trabalho durante o dia, não há como participar. Além disso, não
tenho paciência para ouvir aqueles professores falando sobre problemas da escola ou sobre o
comportamento dos alunos. Para mim, o importante é apenas saber se meu filho

49
vai passar de ano! Também não quero saber desse negócio de Projeto de Vida, pois já decidi que
meu filho vai trabalhar comigo!
Aristeu Oliveira, pai do aluno Marcelo, do 8o ano B da Escola Estadual Floresta Verde.

Após a leitura, sugere-se que sua turma se divida em quatro


grupos para analisar o depoimento, discutir e responder às seguin-
tes questões:

aa Como esse pai poderia ser estimulado a participar das reuniões


da escola?
aa De que maneira ele poderia reconhecer a
importância da construção de um Projeto
de Vida para o futuro de seu filho?
aa Quais compromissos poderiam ser assu-
midos pelos profissionais e alunos dessa
escola para que ela se torne mais atrativa
para os pais?
aa Algum(ns) desses compromissos pode(m)
ser assumido(s) por vocês e pelos profissio-
nais de sua escola? Qual(is)?

Anote as respostas de seu grupo em seu Diário de Práticas e


Vivências. Na sequência, um representante de cada grupo apresentará
para a turma um resumo da discussão realizada com base nas questões.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

A realização desta atividade requer a identificação de possibilidades para que a


escola seja mais atrativa para os familiares, o que tem relação com as atividades dife-
renciadas e criativas que são desenvolvidas em disciplinas como as Eletivas e as Prá-
ticas experimentais, bem como nos Clubes Juvenis. A definição de possíveis ações,
compromissos pessoais e coletivos para reverter uma situação-problema é compatível
com a atitude protagonista e com o papel do Líder de turma.

50
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

9o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 1 – CONSOLIDANDO AS BASES DE


MEU PROJETO DE VIDA

FICHA 1.1 – ENSINO MÉDIO: EXPECTATIVAS E DESAFIOS

Objetivo
Bem-vindo ao 9o ano e a mais uma etapa da jornada que conduz à constru-
ção de seu Projeto de Vida! Por ser o último ano do Ensino Fundamental, é muito
importante que você reavalie seus objetivos, planos e compromissos com base em
suas expectativas em relação ao Ensino Médio. Lembre-se sempre de que a conti-
nuidade de seus estudos é fundamental para a definição do melhor caminho para
alcançar o que você almeja em sua vida.

Atividade
Primeiro, responda às questões a seguir em seu Diário de Práticas e
Vivências:

aa Quais são suas duas principais expectativas em relação ao Ensino Médio?


aa Quais são os dois maiores desafios que você acredita ter pela frente no
Ensino Médio?

Agora, registre suas expectativas e os desafios esperados em duas papeletas


de cores diferentes. Reúna-se com seus colegas e montem um painel dividido
em dois lados: em um deles, todos vocês colarão suas papeletas com as
expectativas; no outro, as papeletas com os desafios.
Após a montagem do painel de expectativas e desafios da turma, observe as
respostas de seus colegas, reveja suas ideias e escolha um item de cada lado do
painel para acrescentar aos que você já formulou. Na sequência, responda em
seu Diário:

aa Suas expectativas e desafios em relação ao Ensino Médio exigem novas


metas e compromissos pessoais? Explique sua resposta.
aa De que maneira(s) essas expectativas e desafios poderão ajudá-lo a defi-
nir seu Projeto de Vida?

Caso você se sinta à vontade, pode expor suas conclusões para a turma.

51
  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ao reavaliar seus compromissos e objetivos e associá-los a suas expectativas e


desafios para o Ensino Médio, você está agindo de modo protagonista em relação a
seu futuro. Lembre-se de que as conversas com seu professor-tutor são fundamentais
para ajudá-lo na avaliação de seus planos e ações e na tomada de decisões mais coe-
rentes com seus objetivos.

FICHA 1.2 – A ESCOLA QUE EU QUERO PARA O ENSINO MÉDIO

Objetivo
Você está no 9o ano e já conversou bastante sobre a importância de
planejar o caminho para a construção de seu Projeto de Vida. Viu que todos
os profissionais da escola, bem como os familiares, são personagens muito
importantes para concretizar seus sonhos. Outro ponto relevante para fortalecer
a base de seu Projeto de Vida é a continuidade dos estudos. A proposta, agora,
é fazer você refletir sobre as expectativas e sonhos em relação às escolas em
que gostaria de estudar no Ensino Médio e à continuidade dos estudos. Nesta
atividade, você vai começar a traçar as metas do 9o ano e o caminho para o
Ensino Médio.

Atividade
Você já pensou em como será sua vida no Ensino Médio? Você
pretende continuar em uma escola do Programa Ensino Integral?
Na sala de informática, forme dupla com um colega. Primeiro,
respondam individualmente em seu Diário de Práticas e Vivências às
perguntas anteriores. Depois, realizem uma pesquisa, com o auxílio
de seu professor, sobre as escolas nas quais vocês podem cursar o
Ensino Médio.
A ideia é que cada um de vocês trace suas metas. Para isso, responda
às seguintes questões: Qual escola você escolheu? É perto de sua casa?
Quais ações você precisa realizar para que possa cursar o Ensino Médio
nessa escola?

52
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

É necessário prestar uma avaliação para ingressar nessa escola? Se


sim, qual conteúdo você tem de fortalecer durante o 9o ano para obter
bons resultados nessa avaliação? Quando iniciam as matrículas?

Finalizada a pesquisa, faça o registro em seu Diário de Práticas e Vivências.


Se sua escola possui um blog ou mural escolar, selecione com seus colegas de
turma os principais pontos que vocês pesquisaram e criem uma matéria para
postar no blog ou no mural. Com isso, vocês ajudarão também os outros alu-
nos da escola.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Um passo importante para a construção de seu Projeto de Vida é a continuidade


dos estudos. Escolher onde você vai cursar o Ensino Médio é uma tarefa muito impor-
tante para ir ao encontro desse passo. Siga em frente! Boa sorte!

9o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 2 – PENSANDO EM


MIM, PENSO EM MINHA COMUNIDADE
FICHA 2.1 – PROJETO DE VIDA NA REDE
Objetivo
Saber expressar-se de maneira clara, oralmente e por escrito, argumentar
e defender seus pontos de vista são habilidades muito importantes para
trilhar o caminho para o Projeto de Vida. Nesta atividade, você vai criar um
blog para registrar o percurso de construção de seu Projeto de Vida, assim
como você já realiza no Diário de Práticas e Vivências.

53
Você poderá incluir suas reflexões acerca de atividades realizadas nas aulas de Projeto de Vida
e até dar dicas importantes para outros alunos que estão no mesmo caminho que você. Será muito
interessante, também, utilizar essa ferramenta como apoio para a integração de todas as disciplinas.

Atividade
Para criar o blog, é importante seguir alguns passos.
1. Primeiro, você precisa escolher um site para hospedar sua página.
Muitos sites disponibilizam essa ferramenta gratuitamente, entre
eles webnode.com.br, wordpress.com.br e blogger.com. Já no site
fazerblogspot.com, você encontra várias dicas de como criar um blog.
2. Depois de decidir qual será a hospedagem, é só seguir o passo a
passo oferecido pelo site para a criação de seu blog. Pense em um
nome para ele!
3. Agora que você criou sua página, escolha um texto para fazer sua
primeira postagem. Pode ser um texto de seu Diário de Práticas e
Vivências ou uma das reflexões propostas em atividades realizadas
por você e por sua turma.

Lembre-se de que seus textos precisam chamar a atenção dos leitores. É interessante que eles
espelhem o percurso para a construção de seu Projeto de Vida de modo a auxiliar os demais alunos
a construir o Projeto de Vida deles.

E não esqueça: um blog é um veículo de informação que deve ser sempre alimentado. É preciso,
também, ter cuidado com a inserção de textos que não foram escritos por você, assim como com o
uso de imagens que pertencem a outras pessoas. Seguindo essas dicas, os leitores vão querer sem-
pre ler seus textos e acompanhar suas publicações. O professor de Língua Portuguesa pode ajudá-lo
na revisão de seus textos. Bom trabalho!

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Seu blog pode ser alimentado semanalmente. Converse com seus professores sobre
temas interessantes e escreva seus textos. Mãos à obra!

54
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

FICHA 2.2 – TERMO DE COMPROMISSO COM MINHA COMUNIDADE

Objetivo
Nesta atividade, você será convidado a pensar sobre os principais
problemas de sua comunidade, selecionar um deles e propor uma ação
coletiva para procurar resolvê-lo. Essa ação deverá ser bem planejada e
contar com sua participação e comprometimento, pois você é parte da
comunidade em que vive.

Atividade
Reúna-se com quatro colegas e discutam os
principais problemas que a comunidade de vocês
enfrenta. Vocês podem escolher uma questão
que impacte nas ações desenvolvidas na escola. Lembrem-se
das atividades realizadas, dos serviços prestados e daqueles que
ainda não existem no local em que vocês moram.
Com base nesse cenário, proponham uma ação coletiva
que possa resolver ou atenuar um dos problemas discutidos.
É fundamental que vocês participem dessa ação. Caso não
sejam da mesma comunidade, podem compartilhar ideias e
experiências sobre as características de cada local e pensar
juntos em possíveis soluções para os problemas.
Na sequência, identifiquem pelo menos um Clube Juvenil que poderá colaborar para a ação,
seja na divulgação, na sensibilização das pessoas e/ou na execução do que foi proposto.

Agora, em um papel-cartão, escrevam um termo de compromisso de


acordo com o seguinte modelo:
Nós, [nome dos integrantes do grupo], alunos da [nome da escola], comprometemo-nos
a realizar a ação [registrar a proposta de vocês] com o objetivo de resolver o(s) seguinte(s)
problema(s) que existe(m) em nossa comunidade: [indicar o(s) problema(s)]. Esperamos
contar com o apoio do(s) Clube(s) Juvenil(is) de [nome do(s) Clube(s)] e com a colaboração
do maior número possível de moradores da comunidade.

Na parte de baixo do papel, escrevam o local e a data da elaboração do


documento e assinem seus nomes. É importante que seu professor e três
colegas de outros grupos assinem o documento de vocês como testemunhas.
Os termos de compromisso deverão ficar afixados no painel da sala de aula,
pois é importante que todos possam ler e refletir sobre as propostas de ação
dos colegas.

55
  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

A elaboração do termo de compromisso com foco em uma ação coletiva para resol-
ver problemas que afligem a comunidade está diretamente relacionada com a pos-
tura protagonista, requerida para a realização das atividades dos Clubes Juvenis e
dos Líderes de turma. Além disso, a organização e o planejamento necessários para o
sucesso da ação podem ser aprimorados nas aulas de Orientação de Estudos.

FICHA 2.3 – ATUANDO POSITIVAMENTE NA COMUNIDADE

Objetivo
Nesta atividade, espera-se que você seja capaz de se expressar e de
argumentar em favor da importância da participação na comunidade e
do envolvimento com as iniciativas voltadas para resolver problemas que
afetam as pessoas no local em que você vive.

Atividade
Reúna-se com três colegas e leiam atentamente o
comentário fictício de uma aluna do 9o ano.
Nas últimas semanas, o pessoal da minha comunidade estava
fazendo manifestações para tentar resolver o problema de falta
de esgoto aqui no bairro. Por causa dos córregos que existem no local, é muito
comum vermos ratos correndo pelas ruas e invadindo algumas casas. Como uma
menina foi mordida por um rato e teve vários problemas de saúde, os moradores
ficaram revoltados e resolveram se mobilizar para cobrar as autoridades. Eu é que
não me envolvo nessas coisas, pois para mim a culpa é dos pais da menina, que não
souberam cuidar direito da casa e deixaram os ratos entrarem. Enquanto eu estiver
bem, não quero saber de me preocupar com os problemas dos outros, pois tenho que
pensar no que é melhor para mim.
Veridiana, aluna do 9o ano da Escola Estadual Pinheiro da Serra, localizada
na comunidade Vila Francisquinha.

56
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

Discutam o texto lido e, em seu Diário de Práticas e Vivências, construam argumentos que pode-
riam ser apresentados para tentar convencer essa aluna a se envolver mais com a comunidade e a se
preocupar com os problemas do bairro. Lembrem-se da importância da atuação protagonista para
a vida de uma pessoa.

Na sequência, apresentem seus argumentos para os integrantes de outro grupo e ouçam os que
eles construíram. Discutam e procurem chegar a um consenso sobre os argumentos que seriam mais
adequados para convencer a aluna a mudar de opinião em relação aos problemas da comunidade.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

A realização desta atividade favorece o desenvolvimento de uma postura solidária


e colaborativa em relação a sua comunidade e aos problemas que a afetam, a qual é
fundamental para a atuação protagonista, sendo apoiada pela Tutoria. A atividade
também contribui para o fortalecimento de suas capacidades de argumentar e de se
expressar, promovidas em muitas situações das aulas de Orientação de Estudos e das
Disciplinas Eletivas.

9O ANO – UNIDADE DE ESTUDO 3 – ESCOLA, FAMÍLIA E COMUNIDADE


NA CONSOLIDAÇÃO DE MEU PROJETO DE VIDA
FICHA 3.1 – AS ÁRVORES DOS PORQUÊS
Objetivo
Envolver a escola, a família e a comunidade na construção de
seu Projeto de Vida é a intenção desta Unidade. Em suas aulas de
Projeto de Vida e Protagonismo Juvenil, você teve a oportunidade
de vivenciar temas que contribuíram para esse objetivo. Nesta
atividade, vai refletir um pouco mais sobre isso.

57
Atividade
Você já ouviu falar que crianças pequenas passam pela fase dos porquês? Elas fazem várias per-
guntas para entender o motivo das coisas. A proposta é que você reviva essa fase e pense nos por-
quês das coisas. As perguntas são:
aa Por que a escola é importante para a construção de seu Projeto de Vida?
aa Por que a família é importante para a construção de seu Projeto de Vida?
aa Por que a comunidade é importante para a construção de seu Projeto de Vida?
Em seu Diário de Práticas e Vivências, desenhe três árvores, que simbolizarão as árvores dos
porquês. Depois, complete-as, indicando em cada copa os motivos pelos quais vocês acreditam que
sua escola, sua família e sua comunidade são importantes para a construção de seu Projeto de Vida.
Você terá dez minutos para preencher as árvores.
Agora, reúna-se com dois colegas e desenhem, em uma cartolina, uma árvore com os principais
motivos que vocês consideram importantes para a participação da escola, da família e da comuni-
dade na construção do Projeto de Vida. Apresentem a árvore para a turma e a coloquem no mural
da sala.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Ser protagonista é reconhecer a importância de metas e ações para seu Projeto de


Vida e envolver a escola, a família e a comunidade nelas.

FICHA 3.2 – PROJETO DE VIDA: NUNCA DESISTIR!

Objetivo
Nesta atividade, você será convidado a refletir sobre sua responsabilidade
acerca de seu Projeto de Vida e a importância da ajuda da escola, da família
e da comunidade para que você alcance seus objetivos. Acredite em seus
sonhos e nunca desista!

58
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

Atividade
Assista ao videoclipe da música Não para, de Ivo Mozart, e reflita sobre o
que diz a letra:
Não para
Ivo Mozart

Fé e pensamento positivo Aceite o tempo


Pra alegria ser nossa rotina Tudo tem sua hora
Vamos dar todos os motivos Se ainda não chegou
Deixar o coração criar a rima Não desista agora

Nunca deixe entristecer o seu sorriso Pois só quem acredita


Não deixe pra amanhã o que é preciso Pode alcançar
Pra acreditar que a vida vale a pena Te dou um novo dia
Mostre sua força, esqueça seus problemas Pra você acreditar

Sorria mais, transmita paz REFRÃO


Não desista jamais Não para quando a vida disser não
O mundo não para de girar Não para, segura a minha mão
Porque você está triste Se a gente ficar junto então tá tudo bem
Pode contar comigo pro que der e vier
Não para. Ivo Mozart. TWCARANGACCI Show Business.

Depois de ouvir e refletir sobre a música, responda em seu Diário:

aa Que mensagem a música quer passar? Essa mensagem tem ligação com o caminho de seu Projeto
de Vida? Explique.
aa O refrão da música diz: “Não para quando a vida disser não / Não para, segura a minha mão / Se
a gente ficar junto então tá tudo bem / Pode contar comigo pro que der e vier”. Pensando em
escola, família e comunidade, reflita sobre a importância das pessoas que auxiliam você para a
conquista de seu Projeto de Vida. Por que essas pessoas são importantes?

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Reconhecer a importância das pessoas em sua vida é fundamental para a cons-


trução de seu Projeto de Vida. Converse sempre com essas pessoas, demonstrando
quanto elas são importantes para você. Seu tutor pode auxiliar você a entender o
papel dessas pessoas no seu caminho.

59
FICHA 3.3 – COMO ENVOLVER ESCOLA, FAMÍLIA E COMUNIDADE EM MEU
PROJETO DE VIDA
Objetivo
Nesta atividade, espera-se que você seja capaz de propor formas
de envolver escola, família e comunidade em seus planos, uma vez
que estas também devem ser beneficiadas com a construção de seu
Projeto de Vida.

Atividade
Você e seus colegas vão formar três grupos, que elaborarão
questões sobre as possibilidades de envolver escola, família e
comunidade na construção de seus Projetos de Vida. Vocês terão
dez minutos para pensar nas questões. Em seguida, cada grupo
passará por três situações:

aa 1 rodada – O grupo 1 faz uma pergunta para o grupo 2, e o grupo 3 julga se a questão foi bem
a

respondida. Se a resposta for considerada boa, o grupo 2 ganhará 1 ponto; caso a resposta seja
apenas razoável ou insatisfatória, o ponto será dado ao grupo 1.
aa 2 rodada – Quem faz a pergunta é o grupo 2, e quem responde é o grupo 3, ficando o grupo 1 como júri.
a

aa 3 etapa – O grupo 3 pergunta para o 1, e o 2 julga a resposta.


a

Será declarado “vencedor” o grupo que somar 2 pontos. Cada uma dessas rodadas deve durar
em torno de dez minutos. No final, é interessante que vocês façam uma roda de conversa sobre a
atividade e que percebam que seu objetivo vai muito além da disputa entre os grupos, pois favo-
rece a reflexão coletiva sobre a importância dos vínculos entre escola, família e comunidade para a
aprendizagem e a construção de seus Projetos de Vida.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

A realização da atividade contribui para a capacidade de explorar possibilidades e iden-


tificar propostas de ação e/ou intervenção que possam estimular uma articulação maior
entre escola, família e comunidade, o que tende a apoiar a construção de seu Projeto de
Vida. Tais propostas de ação estão diretamente relacionadas com a postura protagonista
e com a iniciativa requerida pelas atividades dos Líderes de Turma e dos Clubes Juvenis.

60
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

9o ANO – UNIDADE DE ESTUDO 4 – CONSOLIDANDO MEU PROJETO


DE VIDA: ENSINO MÉDIO

FICHA 4.1 – HISTÓRICO DE PERCURSO


Objetivo
Ao longo deste material, você aprendeu muito sobre os caminhos que
o levarão a concretizar seu Projeto de Vida. Além de estudar, um deles
é reconhecer seus pontos fortes. Nesta atividade, você vai relembrar
habilidades que potencializou no Ensino Fundamental e características que
você precisa trabalhar para conquistar o que deseja.

Atividade
Você pensou bastante sobre a construção de seu Projeto de Vida e
registrou muitas reflexões. Que tal agora criar seu histórico de percurso?
Para isso, é necessário que você relembre alguns desafios e vitórias que
surgiram ao longo das aulas de Projeto de Vida. Anote as respostas em seu
Diário de Práticas e Vivências.

aa  uais habilidades você potencializou para auxiliar a construção de seu Projeto de Vida?
Q
aa Quais desafios você encarou ao longo do Ensino Fundamental?
aa Quais desses desafios você venceu e como foi isso?
aa Quais metas você precisa alcançar para a construção de seu Projeto de Vida?

Com base nas respostas a essas perguntas, propõe-se que você realize uma autoavaliação. Reflita
sobre o que você já viveu e sobre suas metas futuras. Consulte seu Diário de Práticas e Vivências e
observe suas anotações. Agora, crie seu histórico de percurso. Faça no Diário um resumo de suas
vivências durante o Ensino Fundamental e aponte suas metas futuras. Caso você se sinta confortá-
vel, apresente-o para sua turma. Boa sorte!

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Toda a equipe escolar, sua família e a comunidade auxiliaram nesse percurso para
a construção de seu Projeto de Vida. Agora é sua vez. Continue seu percurso, siga
sempre em frente e nunca desista de seus sonhos! O Ensino Médio espera você!

61
FICHA 4.2 – EU COLABORO COM MINHA COMUNIDADE E ELA COLABORA COMIGO
Objetivo
Neste momento, em que o fim de seu percurso no Ensino
Fundamental se aproxima, é fundamental que você avalie os passos
que já deu para projetar o que será mais adequado para sua próxima
jornada. O objetivo desta atividade é levá-lo a repensar suas formas de
participação na comunidade, seus planos e seus compromissos por meio
das ideias que podem ser sugeridas pelo trabalho coletivo das abelhas.
Pense no funcionamento de uma colmeia.

Atividade
© Du Zuppani/Pulsar Imagens

Observe a imagem e identifique três ideias que


podem ser associadas a ela. Em seguida, reflita:

aa E xiste alguma relação entre as ideias que você apontou e sua atuação na
comunidade em que vive?
aa O que você espera alcançar com seu Projeto de Vida trará benefícios para
outras pessoas ou apenas para você?
aa Até que ponto você depende da colaboração de outras pessoas para atingir
seus objetivos?
aa De que forma(s) você colabora para que outras pessoas alcancem aquilo a que aspiram?
aa Qual imagem poderia representar sua maneira de atuar na comunidade?

Na sequência, elabore no Diário de Práticas e Vivências um pequeno texto que compare as ideias
que você apontou no início da atividade com a participação social e comunitária que você espera ter
por meio de seu Projeto de Vida. Procure conversar com seu professor-tutor sobre suas conclusões.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

O exercício de autoavaliação e de reflexão sobre as maneiras de atuar em sua


comunidade e a projeção da participação social que você almeja por meio de seu Pro-
jeto de Vida são fundamentais para o desenvolvimento da atitude protagonista. Seu
professor-tutor pode contribuir para a definição de possíveis novos compromissos
com base na autoavaliação realizada.

62
PROJETO DE VIDA – ENSINO FUNDAMENTAL – ANOS FINAIS

FICHA 4.3 – A TORRE DE APRENDIZAGENS DA MINHA TURMA


Objetivo
Bem-vindo à última etapa de seu percurso no Ensino Fundamental!
Neste momento, é muito importante que você reveja tudo aquilo que foi
significativo para sua aprendizagem ao longo do Ensino Fundamental.
O objetivo da atividade é que você relacione suas aprendizagens mais
relevantes com a construção de seu Projeto de Vida e a definição de
metas e compromissos para a continuidade de seus estudos.

Atividade
Reúna-se com quatro colegas e procurem se lembrar
de todas as coisas que vocês aprenderam nos últimos
anos escolares (conteúdos, atitudes e capacidades, por
exemplo). Desenhem retângulos de 4 por 8 centímetros em uma folha
de sulfite e os recortem. Na sequência, preencham os retângulos com as
aprendizagens que foram mais importantes e marcantes para vocês.
Agora, juntem-se com os outros grupos e organizem um painel com
uma grande torre desenhada no meio. Peguem os retângulos que vocês
preencheram e colem, horizontalmente, nos espaços da torre. Vocês podem
discutir quais itens devem ficar nas partes mais baixas da torre e quais devem
ocupar a parte superior. Por fim, observem a torre de aprendizagens de sua
turma e façam uma roda de conversa inspirada pelas seguintes questões:

aa Essas aprendizagens são importantes para a construção de meu Projeto de Vida?


aa O que eu ainda acho necessário aprender para ter melhores condições de trilhar meus caminhos?
aa Como devo encarar a continuidade de meus estudos no Ensino Médio? Registre suas reflexões
em seu Diário.

  INTERAÇÃO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

O exercício de identificar as aprendizagens que foram mais relevantes para você desde
o início de seu percurso, no 6o ano, e de associá-las a planos e compromissos de sua vida
futura tem relação com suas vivências em todas as atividades e situações de aprendiza-
gem das disciplinas das quais você teve a oportunidade de participar em sua escola.

63
CONCEPÇÃO E COORDENAÇÃO GERAL Letícia Maria Delamare Cardoso, Marina Murphy e Física: atividades experimentais e investigativas
PRIMEIRA EDIÇÃO 2014 Natália Pereira Leal Eugênio Maria de França Ramos, Marcelo Eduardo Fonseca
COORDENADORIA DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA Direitos autorais e iconografia: Denise Blanes Teixeira, Ricardo Rechi Aguiar e Yassuko Hosoume
(CGEB) (coordenação), Beatriz Fonseca Micsik, Érica Marques,
Manejo e gestão de laboratório: guia de laboratório
José Carlos Augusto, Marcus Ecclissi e Vanessa Leite Rios
Coordenadora e de descarte
Maria Elizabete da Costa Produção editorial: Adesign (projeto gráfico) e Casa Solange Wagner Locatelli
de Ideias (diagramação e ilustrações não creditadas)
Diretor do Departamento de Desenvolvimento Matemática: atividades experimentais e
Curricular de Gestão da Educação Básica ELABORAÇÃO DOS CONTEÚDOS ORIGINAIS investigativas – Ensino Fundamental – Anos Finais
João Freitas da Silva
Coordenação do desenvolvimento dos conteúdos dos Maria Silvia Brumatti Sentelhas
Diretora do Centro de Ensino Fundamental dos Anos volumes de apoio ao Programa Ensino Integral
Finais, Ensino Médio e Educação Profissional – CEFAF Matemática: atividades experimentais e
Ghisleine Trigo Silveira
Valéria Tarantello de Georgel investigativas – Ensino Médio
Cadernos do Gestor Ruy César Pietropaolo
Coordenação Técnica
Roberto Canossa Avaliação da aprendizagem e nivelamento Pré-iniciação Científica: desenvolvimento de projeto
Roberto Liberato Zuleika de Felice Murrie
de pesquisa
Suely Cristina de Albuquerque Bomfim
Diretrizes do Programa Ensino Integral Dayse Pereira da Silva e Sandra M. Rudella Tonidandel
PROGRAMA ENSINO INTEGRAL Valéria de Souza (coord.), Carlos Sidiomar Menoli,
Dayse Pereira da Silva, Elaine Aparecida Barbiero, Preparação Acadêmica
Coordenação da elaboração dos materiais de apoio Helena Cláudia Soares Achilles, João Torquato Junior, Marcelo Camargo Nonato
ao Programa Ensino Integral Kátia Vitorian Gellers, Maria Camila Mourão Mendonça
Valéria de Souza de Barros, Maria Cecília Travain Camargo, Maria do Projeto de Vida – Ensino Fundamental – Anos Finais
Carmo Rodrigues Lurial Gomes, Maria Silvia Sanchez Isa Maria Ferreira da Rosa Guará e Maria Elizabeth Seidl
Apoio técnico e pedagógico
Marilena Rissutto Malvezzi Bortolozzo, Maúna Soares de Baldini Rocha, Pepita de Machado
Souza Figueredo, Sandra Maria Fodra, Tomás Gustavo
Equipe Técnica Pedro, Vera Lucia Martins Sette, Cleuza Silva Pulice Projeto de Vida – Ensino Médio
Maria Silvia Sanchez Bortolozzo (coordenação), Carlos (colabor.) e Wilma Delboni (colabor.) Isa Maria Ferreira da Rosa Guará e Maria Elizabeth Seidl
Sidiomar Menoli, Dayse Pereira da Silva, Elaine Aparecida Machado
Barbiero, Helena Cláudia Soares Achilles, João Torquato Formação das equipes do Programa Ensino
Junior, Kátia Vitorian Gellers, Maria Camila Mourão Integral – Vol. 1 Protagonismo Juvenil
Mendonça de Barros, Maria Cecília Travain Camargo, Beatriz Garcia Sanchez, Cecília Dodorico Raposo Daniele Próspero e Rayssa Winnie da Silva Aguiar
Maria do Carmo Rodrigues Lurial Gomes, Maúna Soares de Batista, Maristela Gallo Romanini e Thais Lanza
Baldini Rocha, Pepita de Souza Figueredo, Sandra Maria Brandão Pinto Química: atividades experimentais e investigativas
Fodra, Tomás Gustavo Pedro, Vera Lucia Martins Sette, Hebe Ribeiro da Cruz Peixoto e Maria Fernanda
Cleuza Silva Pulice (colabor.) e Wilma Delboni (colabor.) Formação das equipes do Programa Ensino
Integral – Vol. 2 Penteado Lamas
GESTÃO DO PROCESSO DE PRODUÇÃO EDITORIAL 2014 Beatriz Garcia Sanchez, Cecília Dodorico Raposo Robótica – Ensino Fundamental – Anos Finais
Batista, Maristela Gallo Romanini e Thais Lanza
FUNDAÇÃO CARLOS ALBERTO VANZOLINI Alex de Lima Barros
Brandão Pinto
Presidente da Diretoria Executiva
Mauro de Mesquita Spínola Modelo de gestão do Programa Ensino Integral Robótica – Ensino Médio
Maria Camila Mourão Mendonça de Barros Manoel José dos Santos Sena
Vice-Presidente da Diretoria Executiva
José Joaquim do Amaral Ferreira Modelo de gestão de desempenho das equipes Tutoria e Orientação de estudos
escolares Cristiane Cagnoto Mori, Jacqueline Peixoto Barbosa e
GESTÃO DE TECNOLOGIAS EM EDUCAÇÃO Ana Carolina Messias Shinoda e Maúna Soares de Sandra Maria Fodra
Direção da Área Baldini Rocha
Guilherme Ary Plonski Cadernos do Aluno
Cadernos do Professor
Coordenação Executiva do Projeto Projeto de Vida – Ensino Fundamental – Anos Finais
Biologia: atividades experimentais e investigativas
Angela Sprenger e Beatriz Scavazza Pepita de Souza Figueredo e Tomás Gustavo Pedro
Maria Augusta Querubim e Tatiana Nahas
Gestão da Produção Editorial Projeto de Vida – Ensino Médio
Ciências Físicas e Biológicas: atividades
Luis Marcio Barbosa e Renata Simões Pepita de Souza Figueredo e Tomás Gustavo Pedro
experimentais e investigativas
Equipe de Produção Eugênio Maria de França Ramos, João Carlos Miguel
Tomaz Micheletti Neto, Maíra Batistoni e Silva, Maria Apoio
Editorial: Guiomar Milan (coordenação), Bruno Reis, Augusta Querubim, Maria Fernanda Penteado Lamas e Fundação para o Desenvolvimento da Educação – FDE
Carina Carvalho, Karina Kempter, Karinna A. C. Taddeo, Yassuko Hosoume
Catalogação na Fonte: Centro de Referência em Educação Mario Covas

• Nos cadernos de apoio ao Programa Ensino Integral


são indicados sites para o aprofundamento de
conhecimentos, como fonte de consulta dos conteúdos S239p São Paulo (Estado) Secretaria da Educação.
apresentados e como referências bibliográficas.
Todos esses endereços eletrônicos foram checados. Projeto de vida: Ensino Fundamental - Anos Finais - Caderno do Aluno / Secretaria da Educação;
No entanto, como a internet é um meio dinâmico coordenação, Valéria de Souza; textos, Pepita de Souza Figueredo, Tomás Gustavo Pedro. - São Paulo
e sujeito a mudanças, a Secretaria da Educação do : SE, 2014.
Estado de São Paulo não garante que os sites indicados 64 p.
permaneçam acessíveis ou inalterados. Material de apoio ao Programa Ensino Integral do Estado de São Paulo.
• Os mapas reproduzidos no material são de autoria ISBN 978-85-7849-726-2
de terceiros e mantêm as características dos originais
1. Ensino Fundamental - Anos Finais 2. Programa Ensino Integral 3. Parte diversificada 4. São
no que diz respeito à grafia adotada e à inclusão e
Paulo I. Souza, Valéria de. II. Figueredo, Pepita de Souza. III. Pedro, Tomás Gustavo. IV. Título.
composição dos elementos cartográficos (escala,
legenda e rosa dos ventos). CDU: 371.314(815.6)

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo autoriza a reprodução do conteúdo do material de sua titularidade pelas demais secretarias de educação do país, desde que mantida a integridade da obra e dos créditos, ressaltando
que direitos autorais protegidos* deverão ser diretamente negociados com seus próprios titulares, sob pena de infração aos artigos da Lei nº 9.610/98.
* Constituem “direitos autorais protegidos” todas e quaisquer obras de terceiros reproduzidas no material da SEE-SP que não estejam em domínio público nos termos do artigo 41 da Lei de Direitos Autorais.