Você está na página 1de 3

INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE

CAMPUS AVANÇADO ABELARDO LUZ


LICENCIATURA EM PEDAGOGIA

PLANO DE ENSINO

Curso: Licenciatura em Pedagogia com Instituto Federal Catarinense – Campus


ênfase em Educação do Campo Avançado Abelardo Luz/SC
Disciplina: Pedagogia e Profissão Docente Ano 2020

Ano: 1º Turno: Integral


Oferta: Semestral Carga horária total: 60 h

Modalidade: Presencial

Docente: Prof. EBTT Fábio Silva de Oliveira


SIAPE: 2390037

EMENTA

AtaAta
Pedagogia como ciência da educação. Práxis pedagógica e o fazer científico. Formação do

de de
Pedagogo e o campo de atuação profissional: Contexto histórico e o papel social, ético e
político. Saberes docentes e o mundo do trabalho. Políticas atuais e profissionalização

entrega
docente. Autonomia e identidade profissional. Organizações profissionais, formação inicial e

entrega
continuada.

OBJETIVOS da da
atividade
atividade
avaliativa
avaliativa
Geral:
Conhecer as bases epistemológicas da Pedagogia, fazendo com que o acadêmico reflita sobre
a prática educacional do pedagogo a partir da caracterização da sua identidade profissional, da
organização da instituição escolar e de espaços educativos não escolares.

Específicos:
- Identificar a história da pedagogia dentro do contexto escolar e não escolar no brasil e no
mundo;
- Orientar o estudante sobre as legislações de educação e da profissão de pedagogo;
- Despertar no acadêmico as várias concepções existentes sobre educação e como se deu
essas concepções ao longo dos tempos;
- Apresentar ao estudante as políticas públicas que foram implementadas sobre educação ao
longo dos tempos, e as que hoje estão em atuação;
II. PROGRAMA
1. As dimensões históricas do desenvolvimento do trabalho pedagógico:
1.1. O histórico, a estrutura e a organização do curso de Pedagogia no Brasil e no mundo;
1.2. Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Pedagogia;
1.3. A pedagogia como ciência: Discussões históricas e cientificas;
2. Domínio e autonomia: As formas organizadoras da Pedagogia
2.1. A organização do trabalho pedagógico;
2.2. As atividades de ensino: Entre saberes e práticas;
2.3. As políticas públicas e o papel do pedagogo nesse processo;
3. Espaços educativos não escolares:
3.1. Educação formal, não formal e informal;
3.2. O pedagogo e os espaços não escolares

III. METODOLOGIA
a) Aulas expositivas, leituras dirigidas, debates e seminários, trabalhos em grupo com
temas problematizadores;
b) Proposição de atividades que permitam aprendizagem a partir de uma reflexão
dialética das ideias e experiências vivenciadas pelo grupo de alunos.
c) Atividades de campo: entrevistas com professores e alunos egressos atuantes na
profissão, em espaços escolares e não escolares;

IV. FORMAS DE AVALIAÇÃO


Interação nos trabalhos em grupo, participação efetiva em sala de aula, socialização de
conhecimentos nos debates e seminários, resenhas críticas, pesquisas teóricas e testes de
conhecimento individual e coletivo, assiduidade e pontualidade.

V. BIBLIOGRAFIA

BRASIL. Resolução Nº 2, de 1º de julho de 2015: Define as Diretrizes Curriculares


Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de
formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação
continuada. Brasília, 1 jul. 2015. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?
option=com_docman&view=download&alias=17719-res-cne-cp-002-
03072015&category_slug=julho-2015-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 18 jan. 2017.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos, para quê? 6 ed. São Paulo: Cortez, 2002.

VEIGA, I. P. A.; D'ÁVILA, C. Profissão docente: novos sentidos, novas perspectivas.


Campinas: Papirus, 2008.

Bibliografia Complementar

BRZEZINSKI, I. Profissão professor: identidade e profissionalização docente. Brasília:


Plano Editora, 2002.

CAMBI, F. História da pedagogia. São Paulo: UNESP, 1999.

CHARLOT, B. Relação com o saber, formação dos professores e globalização: questões


para a educação hoje. Porto Alegre: Artmed, 2005.

FRANCO, M. A. S. Pedagogia como ciência da educação. 2 ed. rev. ampl. São Paulo:
Cortez, 2008.