Você está na página 1de 158

CONTABILIDADE GERAL

Prof. Silvio Sande


SEFAZ DF / SEFAZ AL

Prof. Silvio Sande


@prof.silviosande

Prof. Silvio Sande


Conceito, objeto, objetivos, campo de
atuação e usuários da informação contábil.

Prof. Silvio Sande

Prof. Silvio Sande


01.(CEBRASPE/CESPE/TRE/ES/2011)

Com referência a conceitos abásicos de contabilidade, julgue o item


seguinte.

O pagamento de um encargo, como, por exemplo, salários e aluguéis, pode


ser considerado um fato permutativo ou modificativo, dependendo da data
de ocorrência do respectivo fato gerador.

Prof. Silvio Sande


02.(CEBRASPE/CESPE/TCN/RN/2015)

No momento da aquisição de um bem financiado, a origem do recurso é


registrada em uma conta de natureza credora, e a aplicação, em uma conta
do ativo.

Prof. Silvio Sande


03.(CEBRASPE/CESPE/REE/ES/2011)

Os lançamentos de encerramento de contas de resultado foram realizados ao


final de um período contábil. Nessa situação, as contas de receitas, de
despesas e de custos deverão ser zeradas em contrapartida com uma conta
de apuração de resultado do exercício.

Prof. Silvio Sande


04.(CEBRASPE/CESPE/TRE/2011)

O balancete de verificação é uma relação de todas as contas com a


movimentação devedora e credora, sem conter saldos.

Prof. Silvio Sande


05.(CEBRASPE/CESPE/APF/2014)

Para que se demonstre com fidelidade a situação patrimonial de


determinada entidade, faz-se necessária a observância de normas técnicas e
legais de elaboração das demonstrações contábeis. Com relação a esse
tema, julgue o próximo item.

O balancete de verificação é feito a partir da extração dos saldos contidos


no livro diário.

Prof. Silvio Sande


06.(CEBRASPE/CESPE/ABIN/2010)

Quando a soma dos saldos credores for igual à soma dos saldos devedores
no balancete de verificação, não haverá nenhum erro nos lançamentos
contábeis do período.

Prof. Silvio Sande


07.(CEBRASPE/CESPE/FUB/2014)

O balancete de verificação é um demonstrativo que possibilita verificar se o


método das partidas dobradas está sendo respeitado pela escrituração
contábil.

Prof. Silvio Sande


08.(CEBRASPE/CESPE/FUB/2014)

O balancete de verificação será elaborado em até oito colunas, na qual são


apresentados os saldos iniciais, o movimento, os saldos do período e os
saldos finais.

Prof. Silvio Sande


09.(CEBRASPE/CESPE/APF/PF/2018)

No que se refere ao balancete de verificação contábil, julgue o item


subsequente.

O balancete de verificação é um resumo ordenado de todas as contas


utilizadas pela contabilidade da entidade que o apresenta, destinando-se a
detectar todos os possíveis erros de contabilização eventualmente ocorridos.

Prof. Silvio Sande


10.(CEBRASPE/CESPE/APF/PF/2018)

No que se refere ao balancete de verificação contábil, julgue o item


subsequente.

O balancete de verificação pode ser levantado em modelos que vão de um


mínimo de duas colunas a um máximo de seis colunas.

Prof. Silvio Sande


11.(CEBRASPE/CESPE/APF/PF/2018)

No que se refere ao balancete de verificação contábil, julgue o item


subsequente.

Em um balancete de seis colunas, apresentam-se, inicialmente, os saldos


existentes nas rubricas contábeis no final do período anterior, seguidos da
letra D ou C, que indicam se o referido saldo é devedor ou credor,
respectivamente.

Prof. Silvio Sande


Regime de Caixa e Regime de Competência

Prof. Silvio Sande


12.(CEBRASPE/CESPE/APF/PF/2018)

Com relação à escrituração contábil nos livros das sociedades, julgue o item
subsequente.

Em função da competência contábil, deve ser considerado despesa do


exercício corrente o valor do aluguel do imóvel que tenha sido utilizado no
exercício corrente e só será pago no exercício seguinte.

Prof. Silvio Sande


13.(CEBRASPE/CESPE/FUB/2015)

Julgue o item a seguir, com relação aos fatos descritos e seus efeitos nas
demonstrações contábeis, elaboradas conforme a Lei n.º 6.404/1976 (e
alterações posteriores) e os pronunciamentos técnicos do Comitê de
Pronunciamentos Contábeis (CPC).

O valor das receitas de vendas a prazo que ainda não tenha sido recebido
quando da elaboração da demonstração do resultado do exercício será
evidenciado juntamente com o valor das demais receitas, em decorrência do
princípio da competência.

Prof. Silvio Sande


14.(CEBRASPE/CESPE/ATCDF/2014)

Com relação aos princípios e aos regimes contábeis e às características


qualitativas da informação contábil, julgue o item a seguir.

O regime de competência é comumente utilizado pelas empresas, ainda que


algumas mantenham sua contabilidade pelo regime de caixa. Mesmo as
empresas que utilizam o regime de competência em sua contabilidade
elaboram alguma demonstração em regime de caixa.

Prof. Silvio Sande


15.(CEBRASPE/CESPE/CADE/2014)

Com relação a receitas e despesas e a seus reconhecimentos, julgue o item a


seguir.

O registro contábil de um débito na conta caixa e de um crédito na conta


receita de aluguéis a vencer diferida corresponde à receita cujo fato gerador
ainda não ocorreu. Dessa forma, o reconhecimento da referida receita no
resultado em momento futuro estará em conformidade com o regime de
competência.

Prof. Silvio Sande


16.(CEBRASPE/CESPE/MPU/2013)

Julgue o item seguinte, acerca dos princípios fundamentais de contabilidade


aprovados pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

A confrontação das receitas com as despesas correlatas é um pressuposto do


princípio da competência, segundo o qual o reconhecimento de receitas e
despesas deve ocorrer nos períodos a que se referem, independentemente
do recebimento ou pagamento. De acordo com esse princípio, o pagamento
antecipado de uma despesa não afeta o resultado da empresa no momento
de sua ocorrência.

Prof. Silvio Sande


17.(CEBRASPE/CESPE/APF/PF/2018)
Com relação à escrituração contábil nos livros das sociedades, julgue o item
subsequente.

Em algumas atividades, é comum que o cliente realize um adiantamento ao


fornecedor, por conta do bem ou do serviço que lhe será entregue. Quando
do efetivo recebimento do adiantamento, o fornecedor, em cumprimento ao
regime de caixa, deverá lançar em sua contabilidade um crédito em conta de
passivo, em contrapartida à conta caixa ou equivalentes.

Prof. Silvio Sande


18.(CEBRASPE/CESPE/SLU/DF/2019)

Com relação ao reconhecimento, à avaliação, à mensuração e à escrituração


de itens patrimoniais passivos e do patrimônio líquido, julgue o item
seguinte.

Obrigações por operações de crédito bancário com fluxo de liberação em


várias datas, em função do regime de competência, devem ser reconhecidas
quando da assinatura do contrato bancário.

Prof. Silvio Sande


19.(CEBRASPE/CESPE/SLU/DF/2019)

Com referência à mensuração da redução ao valor recuperável de ativos, a


incorporação de entidades, a retificação de erros e ao reconhecimento de
receitas, julgue o seguinte item.

A receita deve ser reconhecida no momento da transferência do bem ou


serviço prometido ao cliente, cumpridas as demais condições normativas,
independentemente da emissão do respectivo instrumento fiscal.

Prof. Silvio Sande


20.(CEBRASPE/CESPE/SEFAZ/RS/2018)

A respeito do regime de competência e dos livros contábeis, julgue os itens a


seguir.

I No regime de competência, as receitas são reconhecida quando são ganhas,


mesmo que não recebidas.

II No lançamento em livro diário, devem-se descrever o título e o saldo da


conta.

III No livro razão, o confronto dos créditos e dos débitos denomina-se saldo.

IV De acordo com o regime de competência, as receitas e as despesas são


consideradas em função dos recebimentos ou dos pagamentos.
Prof. Silvio Sande
Estão certos apenas os itens

a) I e II.
b) I e III.
c) III e IV.
d) I, II e IV.
e) II, III e IV.

Prof. Silvio Sande


21.(CEBRASPE/CESPE/TCE/MG/2018)

As tabelas a seguir apresentam as movimentações patrimoniais relativas aos


meses de dezembro de 2017 e janeiro de 2018 de uma sociedade
empresária que utiliza o regime de competência contábil.

Prof. Silvio Sande


Desconsiderados eventuais tributos incidentes e encargos financeiros
incorridos, as transações constantes das tabelas precedentes indicam que, no
mês de dezembro de 2017, houve

a) prejuízo superior a R$ 25.000 e inferior a R$ 40.000.


b) lucro superior a R$ 10.000 e inferior a R$ 20.000.
c) lucro superior a R$ 20.000 e inferior a R$ 30.000.
d) prejuízo inferior a R$ 10.000.
e) prejuízo superior a R$ 10.000 e inferior a R$ 25.000.

Prof. Silvio Sande


22.(CEBRASPE/CESPE/SEFAZ/RS/2018)

A empresa Maquinário S.A. vendeu para a empresa Tapetes S.A. uma


máquina própria para a confecção de tapetes de couro. A tabela seguinte
mostra os eventos ocorridos nessa transação de compra e venda.

Prof. Silvio Sande


Nesse caso, a data correta para o reconhecimento da receita pela
Maquinário S.A. é

a) 15/2/2018.
b) 15/3/2018.
c) 16/4/2018.
d) 10/1/2018.
e) 15/1/2018.

Prof. Silvio Sande


23.(CEBRASPE/CESPE/TCE/PR/2016)

Determinada empresa levantou as informações mostradas a seguir (valores


em reais), referentes às operações realizadas no mês de julho de 2016.

Prof. Silvio Sande


Com base nessas informações, é correto afirmar que, de acordo com o
regime de competência, a referida empresa obteve

a) prejuízo de R$ 10.000.
b) lucro de R$ 80.000.
c) lucro de R$ 90.000.
d) lucro de R$ 140.000.
e) lucro de R$ 180.000.

Prof. Silvio Sande


Livros contábeis e fiscais obrigatórios e
documentação contábil.

Prof. Silvio Sande


24.(CEBRASPE/CESPE/EBSERH/Contabilidade/2018)
Julgue o item a seguir, a respeito de escrituração.

O livro caixa é, ao mesmo tempo, facultativo e obrigatório; neste último caso,


para alguns tipos de entidades, como as microempresas e empresas de
pequeno porte optantes pelo SIMPLES Nacional.

Prof. Silvio Sande


25(CEBRASPE/CESPE/EBSERH/Contabilidade/2018)
Julgue o item a seguir, a respeito de escrituração.

No caso de operações que sejam realizadas fora da sede do estabelecimento,


é admitida a escrituração resumida no livro diário, por totais relativos ao
período máximo de 60 dias, desde que sejam conservados os documentos
que permitam verificação posterior.

Prof. Silvio Sande


26. (CEBRASPE/CESPE/FUB/Contabilidade/2018)
Em relação ao balancete de verificação, julgue o item seguinte.

Na elaboração do balancete, o livro diário é a fonte de informações do


contabilista para a realização dos trabalhos relacionados à referida
demonstração contábil.

Prof. Silvio Sande


27.(CEBRASPE/CESPE/TJ RE/RS/2001)

Com referência a livros obrigatórios e facultativos e registros contábeis,


julgue o item abaixo.

O livro de inventário é de escrituração obrigatória para as empresas


comerciais e industriais com obrigação de manter a contabilidade para
atender a necessidades fiscais.

Prof. Silvio Sande


28.(CEBRASPE/CESPE/AJ TRT10/2018)
Com base nas formalidades da escrituração contábil, julgue o item abaixo.

Os livros contábeis obrigatórios e facultativos devem ser registrados na


Junta Comercial, quando a sociedade for comercial, ou no Cartório de
Registros Especiais, quando a sociedade for civil.

Prof. Silvio Sande


29.(CEBRASPE/CESPE/APF/PF/2009)

Julgue o item a seguir, com base nos conceitos e normas aplicáveis à


escrituração contábil.
Os livros diário e razão, por constituírem os registros permanentes de uma
entidade e por serem obrigatórios, devem ser registrados no registro
público competente.

Prof. Silvio Sande


30.(CEBRASPE/CESPE/PC/ES/2011)
Com relação às variações de quantidade e qualidade em itens
patrimoniais de uma entidade e sua representação na contabilidade,
julgue o item.

O livro contábil que apresenta as movimentações patrimoniais agrupadas


em contas de mesma natureza e de forma racional é conhecido como livro
diário e é obrigatório por exigência legal.

Prof. Silvio Sande


31.(CEBRASPE/CESPE/BACEN/ÁREA1/2013)
A respeito de teoria contábil, livros e registros dos fatos contábeis e
método das partidas dobradas, julgue o item a seguir.

O livro de apuração do lucro real é um livro contábil auxiliar, no qual os


fatos contábeis são registrados por tipo de conta.

Prof. Silvio Sande


32.(CEBRASPE/CESPE/AJ TRT10/2018)
O balanço patrimonial e o de resultado econômico devem ser lançados no
livro razão. Ambos têm de ser assinados por técnico em ciências contábeis
legalmente habilitado e pelo empresário ou sociedade empresária.

Prof. Silvio Sande


33.(CEBRASPE/CESPE/TER/ES/2011)
Julgue o item que se segue, acerca da utilização das técnicas contábeis no
registro e controle do patrimônio das entidades.
No final de um exercício social, o livro diário deve ser encerrado com a
especificação do total de débitos e créditos realizados durante o exercício.

Prof. Silvio Sande


34.(CEBRASPE/CESPE/TCE/SC/2016)

No livro diário, devem ser transcritos o balanço patrimonial e a demonstração


do resultado do exercício e dos lucros ou prejuízos acumulados.

Prof. Silvio Sande


NBC ITG 2000

1. 13. As demonstrações contábeis devem ser transcritas no Livro Diário,


completando-se com as assinaturas do titular ou de representante legal da entidade
e do profissional da contabilidade legalmente habilitado.

Prof. Silvio Sande


35.(CEBRASPE/CESPE/AGU/2012)

No curso do processo judicial, a eficácia probatória dos livros empresariais


contra a sociedade empresária opera-se independentemente de eles
estarem corretamente escriturados.

Prof. Silvio Sande


36. (CEBRASPE/CESPE/TER/2019)

Com relação a livros e demonstrativos contábeis, julgue o item.

Como formalidades intrínsecas obrigatórias, o livro diário deve conter


termo de abertura e encerramento; apresentar método de escrituração
mercantil uniforme; obedecer a rigorosa ordem cronológica na
escrituração; e não deve conter rasuras, emendas ou bo

Prof. Silvio Sande


37. (CEBRASPE/CESPE/AJ TRT21/2010)
Com relação à escrituração contábil, julgue o item que se segue.

Entre as formalidades intrínsecas da escrituração contábil, consta a


obrigação de manter livros sem rasuras, emendas, entrelinhas, borrões ou
raspaduras, espaços em branco, observações ou escritas à margem.

Prof. Silvio Sande


38. (CEBRASPE/CESPE//AJ TRT10/2018)

A pessoa jurídica tributada com base no lucro real deverá manter o livro razão
ou fichas utilizadas para resumir e totalizar, por conta ou subconta, os
lançamentos efetuados no livro diário. Com relação ao livro razão, assinale a
opção correta.

a) É obrigatória a escrituração do livro razão por qualquer pessoa jurídica.


b) A escrituração do livro razão deverá ser individualizada, obedecendo-se à
ordem cronológica das operações.
c) O livro razão, com escrituração sintética, é auxiliar do livro diário.
d) São dispensados no livro razão os termos de abertura e de encerramento.
e) As entidades comerciais que adotem escrituração completa estão obrigadas
a autenticar o livro razão.
Prof. Silvio Sande
CPC 00 (R1) – Estrutura conceitual para
elaboração e divulgação de relatório
contábil-financeiro.

Prof. Silvio Sande

Prof. Silvio Sande


Prof. Silvio Sande
Prof. Silvio Sande
Prof. Silvio Sande
Prof. Silvio Sande
39.(CEBRASPE/CESPE/TJ/AM/2019)

Com base no Pronunciamento Conceitual Básico (R1) — Estrutura Conceitual


para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro — do Comitê
de Pronunciamentos Contábeis (CPC), julgue o item seguinte.

A forma legal é o elemento determinante para se concluir que uma obrigação


se enquadra ou não na definição de passivo.

Prof. Silvio S\ande


40.(CEBRASPE/CESPE/TJ/AM/2019)
Com base no Pronunciamento Conceitual Básico (R1) — Estrutura Conceitual
para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro — do Comitê
de Pronunciamentos Contábeis (CPC), julgue o item seguinte.

Uma entidade que controla determinado recurso, mas que não detém a sua
propriedade, não deve reconhecê-lo como ativo na contabilidade, pois,
independentemente de qualquer condição, tal recurso não se enquadra na
definição de ativo.

Prof. Silvio Sande


41.(CESPE/TER/RJ/Administrativa/Contabilidade/2012)
O Conselho Federal de Contabilidade e o Comitê de Pronunciamentos
Contábeis são responsáveis pela elaboração das normas contábeis comumente
aceitas. Sobre essas normas, julgue o item que se segue.

Prof. Silvio Sande


42.(CESPE/TCE-RO/2013)
Com relação à estrutura conceitual do Comitê de Pronunciamentos Contábeis
(CPC), julgue o item a seguir.

Prof. Silvio Sande


43.(CESPE/DPU/2016)
De acordo com o pronunciamento técnico CPC 00 (R1) — estrutura conceitual
para elaboração e divulgação de relatórios contábil-financeiros —, julgue o
item a seguir, referente a conceito, objetivos e usuários da contabilidade.

O objetivo do relatório contábil-financeiro de propósito geral é fornecer


informações contábil-financeiras úteis acerca da entidade para a tomada de
decisão por parte de usuários internos, como os gerentes de produção, e de
usuários externos, como os acionistas.

Prof. Silvio Sande


44.(CESPE/FUNPRESP/Contabilidade e/Finanças/2016)
De acordo com a Lei n.º 6.404/1976, com o Comitê de Pronunciamentos
Contábeis e com a deliberação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) n.º
675/2011, julgue o item a seguir, relativos a princípios, estrutura,
procedimentos e normas da contabilidade brasileira.

Os relatórios contábil-financeiros devem demonstrar o valor da entidade que


reporta a informação.

Prof. Silvio Sande


45.(CESPE/TCE-SC/Controle Externo/ Contabilidade 2016)
Com relação à normatização da contabilidade e da auditoria brasileira, julgue o
item subsequente.

O público-alvo dos relatórios contábil-financeiros de propósito geral são,


primariamente, os órgãos reguladores.

Prof. Silvio Sande


46.(CESPE/TCE-RO/2013)
Com relação à estrutura conceitual do Comitê de Pronunciamentos Contábeis
(CPC), julgue o item a seguir.

As demonstrações contábeis devem ser elaboradas para atender os interesses


de investidores atuais e de investidores em potencial, bem como as
necessidades de credores por empréstimos e de outros credores, os quais
utilizarão a informação contábil para decidir se devem ou não fornecer
recursos para financiar a entidade que divulga essas demonstrações.

Prof. Silvio Sande


47.(CESPE/DPU/2016)
De acordo com o pronunciamento técnico CPC 00 (R1) — estrutura conceitual
para elaboração e divulgação de relatórios contábil-financeiros —, julgue o
item a seguir, referente a conceito, objetivos e usuários da contabilidade.

Os relatórios contábil-financeiros de propósitos gerais não são os


instrumentos que atendem a todas as informações de que os usuários
externos — investidores, credores por empréstimos e outros credores,
existentes e em potencial — necessitam.

Prof. Silvio Sande


48.(CESPE/TCE-PA/Administrativa/Contabilidade 2016)
Considerando os princípios, teorias e normas contábeis aplicáveis no Brasil,
julgue o item subsequente.

As demonstrações contábeis destinam-se a atender a grupos específicos de


usuários, tais como acionistas, governo e órgãos supervisores e fiscalizadores.

Prof. Silvio Sande


49.(CESPE/SEFAZ ES/2008)
A respeito das normas contábeis aplicáveis a empresas da iniciativa privada,
julgue o item seguinte.

As normas contábeis vigentes no Brasil estabelecem que, quando as


autoridades fiscais fazem exigências específicas relativas à apresentação das
demonstrações contábeis de um contribuinte, este deve esclarecer, em nota
explicativa, o efeito das alterações produzidas nas referidas demonstrações,
por ocasião de sua divulgação e publicação.

Prof. Silvio Sande


50.(CESPE/PCF/PF/Área 1/2013)
Julgue o item seguinte, de acordo com os princípios de contabilidade e as
normas do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

O relatório contábil-financeiro de propósito geral não atende a todas as


informações de que os investidores, os credores por empréstimos e outros
credores, existentes e em potencial, necessitam, nem mesmo é elaborado no
sentido de apurar o valor da entidade que reporta a informação.

Prof. Silvio Sande


51.(CESPE/ANTAQ/Ciências Contábeis/2014)
No que diz respeito ao Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) e à
estrutura conceitual para elaboração e divulgação do relatório contábil-
financeiro, julgue o item que se segue.

O conjunto de relatórios contábil-financeiros elaborados de acordo com a


estrutura conceitual é adequado e suficiente para o atendimento a todas as
informações de que os usuários externos necessitem.

Prof. Silvio Sande


52.(CESPE/TCE-RN/2015)
Com relação aos princípios, às normas, às teorias e às práticas contábeis
vigentes, julgue o item que se segue.

A essência sobre a forma é conceito indispensável para o cumprimento da


característica qualitativa da representação fidedigna, ao passo que a
prudência, por ser inconsistente com a neutralidade, é incompatível com a
representação fidedigna.

Prof. Silvio Sande


53.(CESPE/MTE/2014)
Considerando a legislação vigente e os pronunciamentos do Comitê de
Pronunciamentos Contábeis, julgue o item que se segue, relativo aos
procedimentos utilizados para a elaboração das demonstrações contábeis.

A substância econômica é um fator que, embora seja acessório, deve ser


considerado na apuração do valor de registro de um ativo e nas suas
avaliações posteriores.

Prof. Silvio Sande


54.(CESPE/ TELEBRAS/Contador/2015)
De acordo com a normatização contábil em vigor, julgue o item que se segue
com base nas atualizações da contabilidade brasileira da última década.

O princípio ou característica da prudência é conflitante com a característica


qualitativa fundamental da representação fidedigna.

Prof. Silvio Sande


55.(CESPE/CAM DEP /Consultor Legislativo/2014)
Em relação à estrutura conceitual para elaboração e divulgação de relatório
contábil financeiro, editada pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis,
julgue o item que se segue.

São características qualitativas da informação contábil financeira as


fundamentais, que compreendem a relevância e a representação fidedigna, e
as de melhoria, que abrangem a comparabilidade, a verificabilidade, a
compreensibilidade e a tempestividade.

Prof. Silvio Sande


56.(CESPE/PCF/PF/Área 1/2013)
Julgue o item seguinte, de acordo com os princípios de contabilidade e as
normas do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

Relevância e comparabilidade são características qualitativas fundamentais da


informação contábil-financeira útil, pois tornam a informação capaz de fazer a
diferença nas decisões tomadas pelos usuários.

Prof. Silvio Sande


57.(CESPE/FUNPRESP/Contabilidade e Finanças 2016)
Acerca da estrutura conceitual básica da contabilidade, dos planos de
contas, dos lançamentos e da apuração de resultados bem como da
estrutura das demonstrações contábeis, julgue o item que se segue.

Conterá o atributo da materialidade a informação cuja omissão ou distorção


influenciar nas decisões tomadas pelos usuários.

Prof. Silvio Sande


58.(CESPE/APF/PF/2018)
Com base no disposto na Lei n.º 6.404/1976 e suas alterações e na Norma
Brasileira de Contabilidade – NBC TSP Estrutura Conceitual/2016, julgue o
item subsecutivo.

De acordo com a Norma Brasileira de Contabilidade, para que uma


informação contábil seja capaz de fazer a diferença nas decisões, ela deve ter
valor preditivo, confirmatório ou ambos.

Prof. Silvio Sande


59.(CEBRASPE (CESPE) - APF/PF/2018)
Com base no disposto na Lei n.º 6.404/1976 e suas alterações e na Norma
Brasileira de Contabilidade – NBC TSP Estrutura Conceitual/2016, julgue o
item subsecutivo.

Relevância, materialidade e fidedignidade são as características qualitativas


fundamentais da informação contábil útil.

Prof. Silvio Sande


60.(CESPE/FUNPRESP/Contabilidade e Finanças 2016)
Acerca da estrutura conceitual básica da contabilidade, dos planos de contas,
dos lançamentos e da apuração de resultados bem como da estrutura das
demonstrações contábeis, julgue o item que se segue.

Os valores preditivo e confirmatório de uma informação contábil-financeira


não estão inter-relacionados, visto que a predição é individual e a confirmação
é geral, advinda da divulgação das demonstrações a todos os usuários.

Prof. Silvio Sande


61.(CESPE/FUNPRESP/Contabilidade e Finanças 2016)
Acerca da estrutura conceitual básica da contabilidade, dos planos de contas,
dos lançamentos e da apuração de resultados bem como da estrutura das
demonstrações contábeis, julgue o item que se segue.

Os valores preditivo e confirmatório de uma informação contábil-financeira


não estão inter-relacionados, visto que a predição é individual e a confirmação
é geral, advinda da divulgação das demonstrações a todos os usuários.

Prof. Silvio Sande


62.(CESPE/FUNPRESP/Contabilidade e Finanças 2016)
Acerca da estrutura conceitual básica da contabilidade, dos planos de contas,
dos lançamentos e da apuração de resultados bem como da estrutura das
demonstrações contábeis, julgue o item que se segue.

Considera-se fidedigna a informação livre de erros e que possua os atributos


da neutralidade e da completude.

Prof. Silvio Sande


63.(CESPE/ANTAQ/Ciências Contábeis/2014)
No que diz respeito ao Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) e à
estrutura conceitual para elaboração e divulgação do relatório contábil-
financeiro, julgue o item que se segue.

As características qualitativas fundamentais da informação contábil são


comparabilidade, compreensibilidade, confiabilidade e tempestividade.

Prof. Silvio Sande


64.(CESPE/TCU/Controle Externo/Auditoria
Governamental/2013)
De acordo com o pronunciamento conceitual básico (R1), elaborado pelo
Comitê de Pronunciamentos Contábeis, julgue o item a seguir.

A característica qualitativa da comparabilidade é obtida quando são usados


os mesmos métodos para os mesmos itens, pressupondo-se que as
características qualitativas de melhoria tenham sido satisfeitas.

Prof. Silvio Sande


65.(CESPE/FUB/2013)
Julgue o item seguinte relativo à estrutura conceitual da contabilidade
estabelecida pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis.

A consistência é uma prática que tem auxiliado a contabilidade a alcançar a


comparabilidade, que representa uma das características qualitativas
recomendadas para a melhoria da utilidade da informação contábil.

Prof. Silvio Sande


66.(CESPE/FUNPRESP/Contabilidade e Finanças 2016)
Acerca da estrutura conceitual básica da contabilidade, dos planos de contas,
dos lançamentos e da apuração de resultados bem como da estrutura das
demonstrações contábeis, julgue o item que se segue.

A verificabilidade, uma das características qualitativas de melhoria, é aquela


que garante a uniformidade das demonstrações contábeis, dando segurança
ao usuário sobre a adoção de métodos semelhantes para contabilização de
itens idênticos.

Prof. Silvio Sande


67.(CESPE/TCE-PA/Administrativa/Contabilidade 2016)
De acordo com a Lei n.º 6.404/1976, com o Comitê de Pronunciamentos
Contábeis e com a deliberação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) n.º
675/2011, julgue o item a seguir, relativos a princípios, estrutura,
procedimentos e normas da contabilidade brasileira.

Ativo é o conjunto de bens e direitos que resultam de eventos passados e


sobre os quais a entidade detém direitos de propriedade que lhe permitem
obter benefícios econômicos.

Prof. Silvio Sande


68.(CESPE/PF/2014)
Com relação aos pronunciamentos técnicos do Comitê de Pronunciamentos
Contábeis (CPC), julgue o item a seguir.

Para ser enquadrado na definição de ativo, um recurso precisa ser controlado


pela entidade em decorrência de eventos passados e ser capaz de gerar
benefícios econômicos futuros.

Prof. Silvio Sande


69.(CESPE/CAM DEP /Consultor Legislativo/2014)
No que se refere aos fundamentos de contabilidade, à contabilidade geral e
às normas internacionais de contabilidade, julgue o item a seguir.

Uma entidade não deve reconhecer, no balanço patrimonial, um ativo quando


for improvável que os desembolsos incorridos ou comprometidos venham a
gerar benefícios econômicos para a entidade após o período corrente.

Prof. Silvio Sande


70.(CESPE/DPU/2016)
Com relação ao reconhecimento e à mensuração de itens patrimoniais e de
resultado, julgue o item subsecutivo.

Caso uma empresa realize gastos para a aquisição de um bem, em que se


espera que os benefícios econômicos ocorram somente ao longo do período
corrente, então essa transação deverá ser reconhecida como despesa na
demonstração do resultado.

Prof. Silvio Sande


71.(CESPE/CAM DEP/Área IX/Consultor Legislativo 2014)
A respeito dos conceitos de ativo e passivo, julgue o item subsequente.

Um dos critérios para a classificação dos ativos é o de que os bens ou direitos


devem ter o potencial de gerar benefícios econômicos futuros para a
entidade. Portanto nem todo recurso pode ser considerado um ativo.

Prof. Silvio Sande


72.(CESPE/FUB/Contabilidade/2018)
Com relação a patrimônio, julgue o item seguinte.

Os bens capazes de gerar benefícios econômicos futuros para uma entidade,


independentemente de estarem ou não sob seu controle, integram o ativo
patrimonial dessa entidade.

Prof. Silvio Sande


73.(CESPE/MPU/Apoio Técnico Administrativo/
Atuarial/2015)
Julgue o item seguinte, acerca dos componentes patrimoniais, suas
características e contabilização.

O benefício econômico futuro de um componente patrimonial é o


pressuposto primordial para que esse componente seja contabilizado como
ativo.

Prof. Silvio Sande


74.(CESPE/SERPRO/Gestão Financeira/2013)
Com referência ao tratamento contábil dos itens do ativo e do passivo, julgue
o item a seguir.

Um bem (ou um direito) somente será considerado como ativo quando


satisfaz a três condições: gerar benefícios econômicos futuros; ser controlado
pela entidade e ser resultante de um evento que tenha ocorrido no passado.

Prof. Silvio Sande


75.(CESPE/TCE-RO/2013)
Com relação à estrutura conceitual do Comitê de Pronunciamentos Contábeis
(CPC), julgue o item a seguir.

O direito de propriedade é condição essencial para que seja configurada a


existência de um ativo, o qual surge sempre em decorrência de um direito
legal.

Prof. Silvio Sande


76.(CESPE/FUB/2013)
Julgue o item seguinte relativo à estrutura conceitual da contabilidade
estabelecida pelo Comitê de Pronunciamentos Contábeis.

Prof. Silvio Sande


77.(CESPE/MPU/Apoio Técnico Administrativo/
Atuarial/2015)
Julgue o item seguinte, acerca dos componentes patrimoniais, suas
características e contabilização.

Um passivo é uma obrigação presente advinda de eventos passados. Sua


liquidação resulta, necessariamente, na saída de recursos financeiros capazes
de gerar benefícios econômicos.

Prof. Silvio Sande


78.(CESPE/TJ SE/Apoio Especializado/Contabilidade 2014)
Considerando o disposto nos pronunciamentos técnicos do CPC, julgue o
item a seguir.

O passivo contábil é definido como uma obrigação presente da entidade,


derivada de eventos passados, cuja liquidação se espera que resulte na saída
de recursos da entidade capazes de gerar benefícios econômicos.

Prof. Silvio Sande


79.(CESPE/TRT 10/Administrativa/Contabilidade 2013)
Com relação às demonstrações contábeis e aos pronunciamentos técnicos do
Comitê de Pronunciamentos Contábeis, julgue o item que se segue.

Passivo é uma obrigação presente da entidade, derivada de eventos


passados, cuja liquidação resultará em saída de recursos da entidade.

Prof. Silvio Sande


80.(CESPE/SERPRO/Gestão Financeira/2013)
Com referência ao tratamento contábil dos itens do ativo e do passivo, julgue
o item a seguir.

A definição do passivo pode ser dividida em três aspectos cruciais: é uma


obrigação atual; a liquidação implicará desembolso de benefícios econômicos
para a entidade; é resultado de eventos passados.

Prof. Silvio Sande


81.(CESPE/TCE/PA/2016)
De acordo com a Lei n.º 6.404/1976, com o Comitê de Pronunciamentos
Contábeis e com a deliberação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) n.º
675/2011, julgue o item a seguir, relativos a princípios, estrutura,
procedimentos e normas da contabilidade brasileira.

Um passivo, obrigação presente resultante de eventos passados, é


reconhecido como tal, mesmo não sendo provável que uma saída de recursos
que incorporem benefícios econômicos seja exigida para liquidar essa
obrigação.

Prof. Silvio Sande


82.(CESPE/STM/Apoio Especializado/ Contabilidade 2011)
Acerca dos componentes patrimoniais, seu reconhecimento e efetivo registro,
julgue o item a seguir.

Para se reconhecer um passivo na estrutura patrimonial de uma empresa,


deve-se atender a requisitos específicos.

Assim, um passivo será reconhecido quando for provável que uma saída de
recursos envolvendo benefícios econômicos seja exigida em liquidação de
uma obrigação presente e quando o valor pelo qual essa liquidação ocorrerá
puder ser determinado em bases confiáveis.

Prof. Silvio Sande


83.(CESPE/TCE-PA/Administrativa/Contabilidade 2016)
Considerando os princípios, teorias e normas contábeis aplicáveis no Brasil,
julgue o item subsequente.

A convicção de que uma saída de recursos será dispensável para a liquidação


de uma obrigação presente da entidade não elimina o caráter de passivo
dessa obrigação.

Prof. Silvio Sande


84.(CESPE/DPU/2016)
Em relação ao reconhecimento e mensuração de ativos e passivos, de receitas
e despesas, e de ganhos e perdas, julgue o item subsequente.

Deve-se reconhecer um passivo caso haja uma obrigação futura da entidade,


derivada de eventos passados, cuja liquidação resultará na saída de recursos
da entidade capazes de gerar benefícios econômicos.

Prof. Silvio Sande


85.(CESPE/MTE/2014)
No que se refere aos critérios utilizados para mensuração de passivos, julgue
o item abaixo.

No balanço da entidade, somente podem ser reconhecidos os passivos que já


existiam na data do balanço.

Prof. Silvio Sande


86.(CESPE/DPU/2016)
Em relação ao reconhecimento e mensuração de ativos e passivos, de receitas
e despesas, e de ganhos e perdas, julgue o item subsequente.

Perdas são decréscimos nos benefícios econômicos durante o período


contábil, portanto não são enquadradas como despesas, visto que despesas
têm origem em atividades usuais da entidade e perdas, em atividades não
usuais.

Prof. Silvio Sande


87.(CESPE/TCE-PA/Administrativa/Contabilidade 2016)
No que se refere às principais demonstrações contábeis previstas em lei,
julgue o item que se segue.

Para a apuração do resultado do exercício e o levantamento da demonstração


do resultado, devem-se considerar as receitas — independentemente de seu
efetivo recebimento — e a totalidade das despesas e custos —
independentemente de já terem gerado receitas.

Prof. Silvio Sande


88.(CESPE/MPU/Apoio Técnico Administrativo/
Atuarial/2015)
Julgue o item seguinte, acerca dos componentes patrimoniais, suas
características e contabilização.

Segundo a atual perspectiva contábil, o patrimônio líquido representa o valor


justo econômico mínimo de uma empresa, caso os seus sócios desejem
comercializá-la sem sofrer perda econômica.

Prof. Silvio Sande


89.(CESPE /MPU/Apoio Técnico Administrativo/
Atuarial/2015)
Julgue o item seguinte, acerca dos componentes patrimoniais, suas
características e contabilização.

As despesas configuram perdas nos benefícios econômicos de uma entidade,


sob a forma de redução de ativos ou acréscimo de passivos, não estando
relacionadas a distribuição de recursos a sócios/acionistas.

Prof. Silvio Sande


90.(CESPE/FUB/2015)

Julgue o item abaixo, relativo a receitas e despesas

Os aumentos de benefícios econômicos empresariais em espécie relacionados


a contribuições dos detentores de instrumentos patrimoniais, que gerem
aumento do patrimônio líquido, denominam-se receita.

Prof. Silvio Sande


91.(CESPE/TELEBRAS/Analista Superior/Auditoria 2015)
Com relação aos componentes do patrimônio e ao conceito de receita, julgue
o próximo item, de acordo com os pronunciamentos técnicos do Comitê de
Pronunciamentos Contábeis.

Receita é o ingresso bruto de benefícios econômicos durante o período


observado no curso das atividades ordinárias de uma entidade que resultam
no aumento ou na diminuição do seu patrimônio líquido.

Prof. Silvio Sande


92.(CESPE/MTE/2014)
Considerando a legislação vigente e os pronunciamentos do Comitê de
Pronunciamentos Contábeis, julgue o item que se segue, relativo aos
procedimentos utilizados para a elaboração das demonstrações contábeis.

Na demonstração do resultado do exercício, a apresentação das perdas e das


despesas geralmente é feita de forma separada, fundamentando-se esse fato
em razões que levam à tomada de decisão econômica e não em razões de
cunho conceitual.

Prof. Silvio Sande


93.(CESPE/PF/2014)
Com relação aos pronunciamentos técnicos do Comitê de Pronunciamentos
Contábeis (CPC), julgue o item a seguir.

A intenção ou necessidade de uma entidade entrar em processo de


liquidação não é condição suficiente para que suas demonstrações contábeis
sejam elaboradas em bases distintas das utilizadas pelas entidades que têm a
continuidade como premissa.

Prof. Silvio Sande


94.(CESPE/CAM DEP /Consultor Legislativo/2014)
No que se refere aos fundamentos de contabilidade, à contabilidade geral e
às normas internacionais de contabilidade, julgue o item a seguir.

Um passivo avaliado com base no custo corrente deve ser reconhecido pelos
valores em caixa ou equivalentes de caixa não descontados necessários para
liquidar a obrigação na data do balanço.

Prof. Silvio Sande


95.(CESPE/CAM DEP /Consultor Legislativo/2014)
Julgue o item a seguir, relativo aos fundamentos de contabilidade aplicados à
contabilidade empresarial.

O patrimônio líquido de uma empresa corresponde ao interesse residual nos


ativos da entidade depois de deduzidos os passivos, que são as obrigações
passadas, cuja liquidação se espera resulte na saída de recursos capazes de
gerar benefícios econômicos.

Prof. Silvio Sande


96.(CESPE/STM/Apoio Especializado/Contabilidade 2011)
Com relação à Ciência Contábil e suas características, julgue o item que se
segue.

Patrimônio líquido é o conjunto de recursos controlados e utilizados pela


entidade, fruto de suas transações passadas e cujo objetivo é a geração de
benefícios futuros.

Prof. Silvio Sande


97.(CESPE/TCE-PA/Administrativa/Contabilidade 2016)
De acordo com os princípios de contabilidade do Conselho Federal de
Contabilidade, julgue o item subsequente.

O custo corrente de um ativo é o valor que uma entidade teria de pagar se


tivesse de adquirir esse mesmo ativo ou um ativo equivalente na data das
demonstrações contábeis.

Prof. Silvio Sande


98.(CESPE/TJ AC/Contador/2012)
A respeito dos princípios fundamentais de contabilidade — aprovados pelo
Conselho Federal de Contabilidade (CFC): Resolução CFC n.º 750/1993,
atualizada pela Resolução CFC n.º 1.282/2010 —, julgue o item a seguir.

Admite-se avaliar os ativos e os passivos pelo valor presente, isto é, pelo valor
descontado do fluxo futuro de entrada ou de saída líquida de caixa,
respectivamente, no curso normal das operações da entidade.

Prof. Silvio Sande


99.(CESPE /MPU/Perícia/Contabilidade/2013)
Julgue o item seguinte, acerca dos princípios fundamentais de contabilidade
aprovados pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

O custo corrente de um ativo representa o valor, em caixa ou equivalentes de


caixa, que deveria ser pago para que esse ativo ou um ativo equivalente fosse
adquirido na data ou no período das demonstrações contábeis. O gasto
necessário para a reposição dos estoques de uma empresa na data do
balanço é um exemplo de custo corrente.

Prof. Silvio Sande


100.(CESPE/SEDUC/AM/2011)
Segundo o conceito financeiro de capital, o capital de uma empresa é
representado pela sua situação patrimonial líquida.

Prof. Silvio Sande


OBRIGADO
Prof. Silvio Sande