Você está na página 1de 69

HUGO

FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS

1 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com
HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS

SUMÁRIO
0. INTRODUÇÃO 4
1. O AUTOR 6
2. MEU MÉTODO DE ESTUDO 8
3. O CONCURSO DO TJ-SP 9
4. POR ONDE COMEÇAR? 12
5. ESTRUTURANDO OS ESTUDOS 29
6. NOSSO CICLO PARA O TJ-SP 43
7. EDITAL VERTICAL 54
8. NÃO ESTOU APRENDENDO, O QUE FAZER? 57
9. LIDANDO COM O EMOCIONAL 59
10. CONSIDERAÇÕES FINAIS 66

HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS

0.
IN- A
TRO- MENTALIDADE
DU- PARA COMEÇAR
ÇÃO “ SE NÃO ESTIVERMOS DISPOSTOS A PAGAR
UM PREÇO POR NOSSOS VALORES, SE NÃO
ESTIVERMOS DISPOSTOS A FAZER ALGUNS
SACRIFÍCIOS PARA REALIZÁ-LOS, ENTÃO
DEVERÍAMOS NOS PERGUNTAR SE REALMENTE


ACREDITAMOS NELES. BARACK OBAMA

Você, imagino eu, decidiu de livre e espontânea


vontade estudar para concursos públicos, correto? As-
sim como eu, você busca novas perspectivas, não ape-
nas para si mesmo, mas também para aqueles à sua
volta com quem você se importa, se preocupa e por
quem ainda sonha. Você quer mudar de vida.
Não existe nenhum dado estatístico para o que vou
afirmar agora, a não ser minha própria experiência, mas
quero que preste atenção: mais de 90% DAS PESSOAS
que prestam concursos públicos NÃO ESTÃO MINIMA-
MENTE PREPARADAS para o dia da prova.
É isso mesmo! A grande maioria dos seus concor-
rentes vai fazer a prova só para “ver no que dá”; uma

4 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


parcela de candidatos até estuda, mas de qualquer jei-
to, e acredita estar em um nível competitivo; outra parte
chega a pagar a inscrição, mas nem sequer comparece
ao local de prova.
Vou lhe contar um segredo: apenas uma peque-
na parcela dos candidatos está realmente VIVENDO o
concurso público. Estudam todos os dias sem furar, sa-
bem dizer não, levam a sério a sessão de estudos e en-
tendem, sobretudo, que é isso que vai lhes garantir um
futuro melhor.
A pergunta que quero fazer então é: EM QUAL DES-
SES GRUPOS VOCÊ SE ENCONTRA NESTE MOMENTO?
Se você adquiriu este e-book e chegou até aqui
comigo, eu tenho certeza que seu objetivo é fazer parte
deste seleto grupo. Você quer estudar melhor, se de-
dicar ao máximo, vencer seus limites e mudar de vida.
Então viva isso!

VAMOS COM TUDO!

5 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS
HUGO FREITAS
1. O
AU-
TOR

Meu nome é Hugo de Freitas, tenho 26 anos e es-


tudo para concursos desde 2016.
Concluí minha graduação em Arquitetura e Urba-
nismo em 2015, e logo comecei a estudar para concur-
sos na minha área de formação. Após várias tentativas,
consegui uma aprovação em primeiro lugar em um con-
curso que acabou por ser suspenso e quase me fez de-
sistir. Eu disse quase.
Nesse período, prestei mais de 12 concursos públi-

6 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


cos, fui reprovado em quase todos, mas enfim consegui
êxito e fui aprovado em três grandes concursos: duas
aprovações no Tribunal de Justiça de São Paulo para o
cargo de Escrevente Técnico Judiciário - em 2017, com
86 pontos na prova e em 2018, com 89 pontos; e ainda
em 2018, veio a terceira aprovação que foi no Ministério
Público da União, para o cargo de Técnico Administra-
tivo. Finalmente, no início de março de 2019, veio então
minha primeira nomeação para o Tribunal de Justiça de
São Paulo.
Foi em meio a tudo isso, que criei um canal no You-
Tube para compartilhar minha rotina de estudos, dicas e
outros assuntos que considerava interessante para mim
como concurseiro e que pudesse ajudar outras pesso-
as que estavam na mesma luta que eu. Hoje, já somos
mais de 80 mil inscritos.
Não sou professor, coach ou especialista. Sou um
estudante que encontrou um jeito eficiente de estudar
para concursos e quer ajudar outras pessoas a alcan-
çarem o sonho da aprovação também.
É um prazer conhecer você.

ESTAMOS JUNTOS.

7 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS

2.MEU Após anos estudando para concursos, resolvi con-


solidar o método de estudos que utilizo e me garantiu

MÉTO-
três aprovações em concursos, o que, definitivamente,
mudou minha vida.

DO DE Nesse livro eu vou mostrar a você, passo a passo,


como estudar para o concurso do Tribunal de Justiça

ESTU-
de São Paulo exatamente da maneira que eu estudei.
Não há fórmulas mágicas ou atalhos. É a maneira que

DO
eu - um garoto sem cursinho, sem uma boa base esco-
lar, sem Coach, sem ninguém - encontrei para buscar
minha tão sonhada aprovação e... funcionou!
O objetivo é que você conheça minha metodologia,
siga esses passos, e consiga adaptar à sua rotina para
estudar de forma mais efetiva, aumentando suas chan-
ces reais de garantir uma vaga nos próximos concursos
do TJ-SP.
O MÉTODO É PRÁTICO, SEM ENROLAÇÃO. Vou
mostrar como iniciar o ciclo de estudos, responder ques-
Direto ao ponto! Após
a leitura é só imprimir tões, fazer a leitura da lei seca e criar um material para re-
os cronogramas e ini-
ciar os estudos. visão.
Aqui você vai encontrar também uma análise com-
pleta da prova, planejamento e cronogramas de estudo,
metodologia para responder e revisar questões, além de
dicas extras sobre como lidar com a ansiedade, dificul-
dade de reter conteúdo e outras áreas que você deve
cuidar no período de preparação para o concurso.

8 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS

3.O O Tribunal de Justiça de São Paulo é o maior do


Brasil e um dos maiores da América do Sul, com mais

CON-
de 43 mil servidores, dos quais 31 mil são Escreventes
Técnicos Judiciários.

CUR- Em sua estrutura administrativa, o TJ não contem-


pla o cargo de Analista e é por isso que o concurso ofe-

SO DO
rece ótimas oportunidades de carreira: são os próprios
escreventes que se tornam Assistentes Judiciários (car-

TJ-SP
go equivalente ao de Analista), Chefes e até Diretores
nos mais diversos setores existentes dentro do Tribunal.
Para atender a demanda de todo o estado, o con-
curso do TJ-SP realiza dois certames: um para a Capi-
tal e Grande São Paulo (1ª RAJ - Região Administrativa
Judiciária) e outro para as demais regiões do interior do
estado (2ª a 10ª RAJ). Isso possibilita que os candidatos
concorram em dois concursos distintos, mas que são
exatamente a mesma coisa em termos de conteúdo pro-
gramático. E foi este o meu caso. Estudei para o TJ-SP
2017 – Capital e Campinas, fui aprovado e logo depois
saiu o concurso para o TJ-SP 2018 – Interior. Com o
mesmo método de estudo e com os mesmos conheci-
mentos do concurso de 2017 consegui minha segunda
aprovação no Tribunal de Justiça de São Paulo.
Atualmente esses dois concursos estão em vali-
dade e nomeando. Porém, vale lembrar que o concurso
realizado em 2017 vence em dezembro de 2019. Isso

9 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


significa que um novo concurso para a Capital deve sair
assim que vencido esse prazo, entre final de 2019 e iní-
cio de 2020.
Entenda porque este novo certame já pode ser
considerado praticamente realidade.

O “APAGÃO” DE ESCREVENTES

Recentemente, o Tribunal noticiou que cerca de 5.393


mil servidores ocupantes do cargo de Escrevente Técnico
cf. http://www.apatej.
org.br/tj-pode-ter-apa- Judiciário preenchem ou estão prestes a preencher os re-
gao-de-escreventes-
-em-2019-mas-diz- quisitos para aposentadoria já nos próximos meses.
-que-nao-ha-verba-pa-
ra-novos-concursos/
Embora não exista nenhuma confirmação de novo
certame — afinal temos dois ainda em pleno andamen-
to, é certa a necessidade de que um novo edital seja
publicado ao final da validade do concurso de 2017, a
fim de repor a iminente aposentadoria destes quase seis
mil servidores.

A REMUNERAÇÃO
Talvez você se pergunte o porquê de o concur-
so para Escrevente do TJ ser tão famoso e concorrido,
mesmo sendo um certame para nível médio. A primeira
resposta, sem dúvida, é: por causa da remuneração.
A remuneração do TJ-SP junto com os auxílios - que
são pagos em dinheiro, pode ultrapassar os R$5.500,00
reais, o que para um cargo de nível médio é um dos
maiores do país. Veja o quadro a seguir:

10 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


FIG 1. Detalhamento da NÍVEL MÉDIO SUPERIOR ESPECIALIZAÇÃO
+5% +7%
remuneração do TJ-SP,
referência de 2019 com SALÁRIO BASE R$ 2.045,89 R$ 2.045,89 R$ 2.045,89
os reajustes previstos.
GRATIFICAÇÃO JUDICIÁRIA R$ 2.935,02 R$ 2.935,02 R$ 2.935,02

VENCIMENTOS
ADICIONAL DE QUALIFICAÇÃO R$ ------ R$ 249,05 R$ 373,57

SALÁRIO TOTAL R$ 4.980,91 R$ 5.229,96 R$ 5.354,48

AUXÍLIO SAÚDE R$ 349,24 R$ 349,24 R$ 349,24

AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO R$ 1.051,92 R$ 1.051,92 R$ 1.051,92

AUXÏLIO TRANSPORTE R$ 189,20 R$ 189,20 R$ 189,20

IAMSPE R$ 99,62 R$ 104,60 R$ 107,09


DESCONTOS

PREVIDÊNCIA R$ 547,90 R$ 575,29 R$ 588,99

IRRF R$ 361,30 R$ 411,17 R$ 441,15

TOTAL VENCIMENTOS R$ 6.571,17 R$ 6.820,21 R$ 6.944,74


BALANÇO

TOTAL DESCONTOS R$ 1.008,82 R$ 1.091,06 R$ 1.137,23

SALÁRIO LÍQUIDO R$ 5.562,35 R$ 5.729,15 R$ 5.807,51

O concurso TJ-SP também é conhecido por sem-


pre zerar a lista de aprovados e ainda extrapolar a quan-
tidade de vagas informadas no edital. Tradicionalmente,
todos os candidatos que são aprovados e compõem a
lista final de classificação são nomeados dentro da va-
lidade de dois anos. Nenhum Tribunal no Brasil nomeia
tanto quanto o TJ-SP.
Agora que enchi seus olhos com essas informa-
ções, que tal partirmos para o nosso estudo?

11 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS

4.
POR Você decidiu estudar para o TJ-SP, comprou esse

ONDE e-book, mas e agora, o que fazer? Calma!


O primeiro passo é entender a estrutura da pro-
CO- va. Qual a banca responsável pela realização da prova,
quais as disciplinas, quantas questões caem de cada e

ME- quais os assuntos mais cobrados.


Vamos começar então fazendo uma análise pon-
ÇAR? tual das últimas provas para que você saiba exatamente
o que te espera e como se preparar adequadamente.

A ESTRUTURA DA PROVA

A prova é tradicionalmente realizada pela banca


VUNESP e tudo nos leva a crer que assim será também
nos próximos concursos. A VUNESP realiza o certame
há anos. É uma banca bastante previsível, visto que cos-
tuma aplicar provas de diferentes órgãos com conteúdo
muito similar entre um e outro, inclusive quanto ao con-
teúdo cobrado no concurso do TJ-SP.
A prova é composta por 100 questões objetivas
baseadas em 12 disciplinas, distribuídas em três blo-
cos, da seguinte forma:

12 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


FIG 2. Estrutura da
prova em relação ao

PORTUGUÊS
número de questões PERGUNTAS VARIADAS 24
em cada disciplina. BLOCO I

DIREITO PENAL (6)

CONHECIMENTOS DE DIREITO DIREITO PROCESSUAL PENAL (7)

DIREITO PROCESSUAL CIVIL (7)


40
BLOCO II
DIREITO CONSTITUCIONAL (7)
O número de questões
em cada disciplina é
uma estimativa pois o DIREITO ADMINISTRATIVO (8)
edital não específica
esse quantitativo.
N. DA CORREGEDORIA (5)

ATUALIDADES + PCD (6)


CONHECIMENTOS GERAIS

MATEMÁTICA (6)
36
BLOCO III
NOÇÕES DE INFORMÁTICA (14)

RACIOCÍNIO LÓGICO (10)

Os BLOCOS I E II SÃO ELIMINATÓRIOS. Isso signifi-


ca que você tem que acertar no mínimo 50% das questões
de Português e 50% das questões de Conhecimentos em
Direito. Já o bloco III é classificatório, ou seja, teoricamente
você poderia zerar sem ser eliminado.
Todas as disciplinas possuem o mesmo peso: cada
questão vale 1 (um) ponto e sua nota final é o somatório de
todos os acertos.
É importante perceber que algumas disciplinas pos-
suem uma carga maior de cobrança como Português, No-
13 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


ções de Informática e Raciocínio Lógico, mas nem por isso
você deve abandonar ou menosprezar disciplinas com um
número menor de questões, como Atualidades e Matemá-
tica. Cada questão de cada disciplina pode ser a diferença
entre a aprovação e a reprovação.
Agora vamos analisar disciplina por disciplina, quais
são os tópicos mais cobrados dentro de cada uma delas.
Considerei apenas as provas de 2014, 2015, 2017 e 2018
para montar a tabela a seguir, pois assim temos uma aná-
lise mais precisa e uma visão mais de acordo com a reali-
dade atual.

PORTUGUÊS
FIG 3. Temas frequentes QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU

na avaliação de língua
portuguesa. ANÁLISE, COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO DE
DIVERSOS TIPOS DE TEXTOS VERBAIS, NÃO VERBAIS. 20

CLASSE DE PALAVRAS 14

PONTO DE VISTA DO AUTOR 8

INFORMAÇÕES LITERAIS E
INFERÊNCIAS POSSÍVEIS 7

CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL 7

COLOCAÇÃO PRONOMINAL 7

SIGNIFICAÇÃO CONTEXTUAL DE
PALAVRAS E EXPRESSÕES
7

ESTRUTURAÇÃO DO TEXTO: RELAÇÃO ENTRE 6


IDEIAS; RECURSOS DE COESÃO

SINÔNIMOS E ANTÔNIMOS 5

SENTIDO PRÓPRIO E 5
FIGURADO DAS PALAVRAS

CRASE 4

PONTUAÇÃO 4

REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL 2

14 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Português é a disciplina chave da prova. Primeiro,
porque traz 24 questões — é a matéria com o maior volu-
me de cobrança e, depois, porque essa disciplina é utiliza-
da como o segundo critério de desempate, sendo o fator
de idade (maiores de 60 anos), o primeiro critério.
A maioria dos aprovados acerta acima de 21 ques-
tões, ou seja, se você errar muito, mesmo pontuando igual
ao seu concorrente, você ficará para trás nos critérios de
desempate.
Um ponto importante é saber que a banca cobra to-
dos os assuntos previstos no edital, então não dá pra ne-
gligenciar o estudo de nenhum tópico. Mas é também por
esse motivo que a prova de Português é previsível.
Atenção especial para a Interpretação de texto. Ge-
ralmente, das 24 questões, podemos encontrar de 7 a 9
questões baseadas somente neste tópico.
Domine também os tópicos pequenos como con-
cordância verbal, nominal e crase. Muitas vezes você con-
segue responder questões de regência e colocação pro-
nominal se aproveitando desses conhecimentos.
E por fim, resolva muitas questões da VUNESP. Eu
estudava quase que exclusivamente por elas e, fazendo
assim, após algumas semanas você logo perceberá o pa-
drão de cobrança de questões da banca.

15 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


MATEMÁTICA
FIG 4. Temas frequentes na QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU

avaliação de matemática
NOÇÕES DE GEOMETRIA: FORMA, PERÍMETRO, ÁREA,
VOLUME, ÂNGULO, TEOREMA DE PITÁGORAS 12

RAZÃO E PROPORÇÃO 5

PORCENTAGEM 4

REGRA DE TRÊS SIMPLES E COMPOSTA 4

MÉDIA ARITMÉTICA SIMPLES E PONDERADA 2

JUROS SIMPLES 2

MÍNIMO MÚLTIPLO COMUM E 1


MÁXIMO DIVISOR COMUM

RESOLUÇÃO DE SITUAÇÕES-PROBLEMA 1

O calcanhar de Aquiles de muitos candidatos — in-


clusive foi o meu. Matemática é uma disciplina complexa e
extensa. A banca cobra 13 tópicos no edital, mas a prova
possui apenas 6 questões dessa disciplina, então muito
do que você estuda acaba não caindo na prova. Por isso,
essa análise é tão importante.
Perceba que alguns tópicos são os favoritos da ban-
ca como Geometria, Razão e Proporção e Porcentagem.
Então o que eu recomendo é que você priorize o estudo
exatamente desses tópicos que acabei de colocar aqui.
Comece estudando por esses assuntos e depois continue
fechando o edital pelos tópicos que não caíram nas últimas
provas, pois pode ser que caia na sua.
Além de resolver questões da banca, recomendo as-
sistir vídeos de resolução de questões. No YouTube, você
encontra diversos vídeos específicos para a VUNESP.

16 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


INFORMÁTICA
FIG 5. Temas frequentes na QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU
avaliação de informática.

MICROSOFT WORD 17

MICROSOFT EXCEL 15

WINDOWS 13

CORREIO ELETRÔNICO 7

INTERNET 6

Outra disciplina muito importante. Informática possui


14 questões na prova e é temida por muitos candidatos.
A prova é bastante equilibrada e cobra todos os tó-
picos previstos em edital.
Aqui, exige-se um conhecimento bem prático: a ban-
ca cobra atalhos, guias de navegação, recursos e janelas.
Ou seja, é muito importante que você utilize o computador
para estudar Informática.
Navegue pelos programas cobrados, teste as fórmu-
las no Excel, tenha curiosidade para explorar as abas e
grupos em cada software.

17 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


RACIOCÍNIO LÓGICO
FIG 6. Temas frequentes QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU

na avaliação de
raciocínio lógico.
LÓGICAS DE ARGUMENTAÇÃO 15

SEQUÊNCIAS 9

ESTRUTURAS LÓGICAS 8

DIAGRAMAS LÓGICOS 5

Duas coisas podem salvar a sua vida nessa discipli-


na: ter um resumo da tabela-verdade e aprender o Diagra-
ma de Venn.
A maior parte das questões pede para o candida-
to fazer afirmações, equivalências e negações de propo-
sições e tudo isso pode ser respondido de maneira mais
fácil se você dispuser de um bom material para revisar a
tabela-verdade.
Outra parcela das questões é sobre conjuntos. Por
isso, é importante dominar o Diagrama de Venn.
A VUNESP também cobra, geralmente, 2 questões
de Sequências, que não é um tópico muito complexo.
Não esqueça: resolva muitas questões e faça esque-
mas para sua revisão.

18 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


ATUALIDADES
FIG 7. Temas frequentes na QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU

avaliação de atualidades.
POLÍTICA NACIONAL
5

POLÍTICA INTERNACIONAL 4

AMÉRICA LATINA 3

VIOLÊNCIA NACIONAL 2

EUA 2

SAÚDE PÚBLICA 2

Atualidades não deve ser menosprezada de maneira


nenhuma. Tenha o hábito de acompanhar as notícias pelo
menos semanalmente. São 4 questões que podem literal-
mente ser a diferença entre a aprovação e a reprovação.
Não iremos estudar essa disciplina inicialmente e ex-
plicarei o motivo quando falarmos sobre o cronograma de
estudos. Entretanto, fique atento ao padrão de cobrança
da banca.
O edital prevê a cobrança de notícias referentes a um
semestre inteiro, entretanto há uma preferência da banca
de elaborar questões apenas de notícias veiculadas nos
dois meses anteriores à prova. De qualquer forma é im-
portante estar atento às notícias dos 6 meses anteriores à
publicação do edital.
A VUNESP cobra bastante sobre decisões políticas
brasileiras que nem sempre são muito noticiadas. Assim,
é necessário dar atenção especial a esse tópico.
Além da política nacional, o cenário político na Amé-

19 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


rica Latina é muito relevante nesta disciplina também, prin-
cipalmente no que se refere aos fatos ligados aos presi-
dentes dos respectivos países.
Fique ligado nas polêmicas envolvendo os Estados
Unidos da América, que é também um dos alvos preferi-
dos da banca.

ESTATUTO DA P.C.D.
FIG 8. Temas frequentes QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU

na avaliação do estatuto
da P.c.D. ESTATUTO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA 1
(LEI 13.146/05, ART. 1-13; 34-38)

RESOLUÇÃO 230/16, CNJ 1

Essa disciplina foi prevista no edital de 2017, por força


de legislação federal. A partir da legislação, o Conselho Na-
cional de Justiça determinou imediatamente a inclusão des-
se tópico em todos os editais ligados ao Poder Judiciário.
Na prova de 2017, foram cobradas 2 questões, uma
de cada lei. Já em 2018, o mesmo conteúdo foi previsto
em edital, mas a VUNESP não cobrou nenhuma questão
em prova— ou por esquecimento ou por não querer.
O Estatuto da Pessoa com Deficiência e a Resolu-
ção 230/16 são legislações importantes e também não
são extensas. Faça uma leitura atenta, responda questões
e depois crie resumos. Assim você consegue estudar ape-
nas pelo seu material, economizando tempo de leitura e
dedicando-se a disciplinas mais complexas.

20 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


DIREITO PENAL
FIG 9. Temas frequentes na QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU

avaliação de Direito Penal.


CRIMES PRATICADOS POR FUNCIONÁRIOS
(ART. 312-317; 319-327)
15

CRIMES CONTRA A JUSTIÇA


(ART. 339-347; 350; 357; 359)
9

CRIMES CONTRA A FÉ PÚBLICA


(ART. 293-305; 307; 308; 311-A)
8

CRIMES PRATICADOS POR PARTICULARES 5


(ART. 328-333; 335-337)

Direito Penal é uma disciplina muito curta. O tempo mé-


dio para concluir a leitura de todos os artigos previstos em
edital varia entre 50 a 60 minutos, o que quer dizer que com
uma hora de leitura você já fechou essa disciplina no edital.
O grande desafio aqui está em saber diferenciar e
memorizar cada um dos tipos penais.
O capítulo mais cobrado, naturalmente, é o de Cri-
mes praticados por funcionários públicos. Neste tópico,
atente-se aos verbos. Cada conduta possui uma palavra
chave e só é possível definir qual o tipo de crime se a ban-
ca mencionar o verbo atrelado a esse crime.
Para ilustrar essa situação, vamos comparar os cri-
mes de Concussão e Corrupção Passiva. Vejamos:

CONCUSSÃO
Art. 316 - Exigir, para si ou para outrem, direta ou
indiretamente, ainda que fora da função ou antes de
assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida.

CORRUPÇÃO PASSIVA
Art. 317 - Solicitar ou receber, para si ou para outrem,
direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou
antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem
indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem.

21 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Perceba que, essencialmente, o que difere as con-
dutas criminais é o verbo. Se o funcionário público exigiu
vantagem indevida, estamos falando de Concussão; mas
se ele solicitou ou recebeu, então temos aí o crime de Cor-
rupção Passiva. A banca examinadora, obrigatoriamente,
terá que fazer o uso do verbo para que seja possível uma
resposta correta na questão. Fique ligado!
Outra dica valiosa para ganhar tempo no estudo do
Direito Penal é: não se preocupe em decorar o tempo das
penas. É praticamente irrelevante para a prova saber se
o crime possui pena de 2 a 12 ou 5 a 8 anos. Porém, dê
atenção especial aos parágrafos que aumentam ou dimi-
nuem determinada pena. Vale lembrar que a VUNESP vem
cobrando isso com bastante ênfase nas últimas provas.
Então, concentre-se em entender e diferenciar con-
dutas e preste atenção nos motivos para aumento e dimi-
nuição de pena.

DIREITO PROCESSUAL PENAL


QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU
FIG 10. Temas frequentes
na avaliação de Direito JUIZ, MP, DO ACUSADO E DEFENSOR, DOS
Processual Penal. ASSISTENTES E AUXILIARES DA JUSTIÇA 7
(ART. 251-258; 261-267; 274)
CITAÇÃO E INTIMAÇÃO
(ART. 351-372)
6

PROCESSOS EM ESPÉCIE
(ART. 394-497)
5

LEI 9.099/95 4
(ART. 60-83; 88-89)

RECURSOS 3
(ART. 574-667)

PROCESSO SUMÁRIO 1
(ART. 531-538)

Com certeza o tópico mais relevante em Direito Pro-


cessual Penal é o que versa sobre o Juiz, MP, do Acusado e
Defensor, dos Assistentes e Auxiliares da Justiça. São pou-

22 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


cos artigos e há uma grande incidência em prova. Impedi-
mento e Suspeição é um dos grandes amores da banca.
Em Direito Processual Civil esse mesmo tópico também é
cobrado. Então, vale a pena fazer um comparativo do tó-
pico nas duas disciplinas para você não confundir.
Temos aqui também a lei dos Juizados Especiais
(9.099/95) que sempre é cobrada pelo menos com uma
questão na prova. Como tem poucos artigos, a Lei dos
Juizados Especiais é uma excelente oportunidade de ga-
rantir mais um acerto no gabarito.
Atenção aos procedimentos de Citação e Intimação.
Faça uma tabela comparativa para destacar as diferenças
entre cada um.
Recomendo também que você faça um esquema
com todos os tipos de Recursos (art. 574-667) para saber
as principais características de cada um.

DIREITO PROCESSUAL CIVIL


FIG 11. Temas frequentes QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU

na avaliação de Direito
Processual Civil. ATOS PROCESSUAIS
5
(ART. 188-275)

RECURSOS
(ART. 994-1026)
5

IMPEDIMENTO, SUSPEIÇÃO E AUXILIARES DA JUSTIÇA


(ART. 144-155)
4

LEI 9.099/95 4
(ART. 3-19)

LEI 12.153/09 3

PROCEDIMENTO COMUM 3
(ART. 318-368)

TUTELA PROVISÓRIA 2
(ART. 294-311)

PROVAS 1
(ART. 369-484)

CUMPRIMENTO DE SENTENÇA 1
(ART. 513-538)

23 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Processo Civil é a maior matéria no bloco de Conhe-
cimentos em Direito. São muitos artigos e pode até pare-
cer um pouco confuso estudar essa disciplina no início,
mas não se assuste.
Como você pode observar na análise através da ima-
gem acima, os três primeiros tópicos são os mais cobra-
dos e é vital que você reforce seu estudo em cima deles.
Duas outras leis estão previstas também: a lei dos
Juizados Especiais (9.099/95) e a lei do Juizado Especial
da Fazenda Pública (12.153/09). Toda prova tem pelo me-
nos uma questão sobre elas, mas essas leis são bem cur-
tas, sendo, portanto, uma oportunidade para você, lendo
pouquíssimas páginas, garantir 2 questões das prováveis
7 que caem de Direito Processual Civil.
Tutelas Provisórias é um assunto que entrou na re-
forma do Código de Processo Civil e foi alvo de questões
nas últimas duas provas. Dê uma atenção especial para
entender de verdade esse tópico.
Estude e produza seu próprio material de revisão de
todos os tópicos previstos no edital. Entretanto, fique li-
gado nos tópicos presentes aqui na análise, pois eles são
extremamente importantes.

24 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


DIREITO CONSTITUCIONAL
FIG 12. Temas frequentes QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU

na avaliação de Direito
Constitucional. DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS
7
(ART. 5)

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
(ART. 37-41)
6

DIREITOS DOS TRABALHADORES


(ART. 7-11)
5

DIREITOS DE NACIONALIDADE 4
(ART. 12-13)

PODER JUDICIÁRIO 3
(ART. 92)

DIREITOS SOCIAIS 1
(ART. 6)

Direito Constitucional é uma matéria relativamente


pequena. A banca não costuma cobrar Direitos Políticos e
Organização do Estado, o que é praticamente um presen-
te para nós.
É uma prova bastante equilibrada, na qual a VUNESP
extrai questões de quase todos os tópicos.
Atenção ao artigo 5º da Constituição Federal e seus
78 incisos. Será preciso leitura repetitiva e muitas ques-
tões para decorá-los. Todo o conteúdo pode ser objeto de
uma questão, mas tenha um cuidado especial aos Remé-
dios Constitucionais (incisos LXVIII, LXIX, LXX, LXXI, LXXII,
LXXIII). A banca sempre cobra algum deles na prova.
Atente-se ao artigo 7º: faça um quadro comparativo
entre os direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, das
domésticas e dos servidores públicos.
Administração Pública (art. 37-41, CF) é outro assun-
to muito cobrado em prova. Leia com atenção os dispo-
sitivos que falam sobre acumulação de cargos públicos,
afastamento para exercer atividade política e regras de
aposentadoria.
25 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


O tópico sobre o Poder Judiciário (art. 92) também
sempre está presente nas provas. O que a banca costuma
fazer nas questões sobre este tema é simplesmente incluir
nas alternativas outros órgãos que não constam no caput
do artigo. Leia e decore exatamente quais são os órgãos
que compõem o Poder Judiciário.

DIREITO ADMINISTRATIVO
FIG 13. Temas frequentes QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU

na avaliação de Direito
Administrativo. ESTATUTO DOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS
CIVIS DE SP (LEI 10.261/68, ART. 239-323)
15

IMPROBRIDADE ADMINISTRATIVA
(LEI 8.429/92)
14

Direito Administrativo é dividido em apenas dois tó-


picos: o Estatuto dos Servidores de São Paulo e a Lei de
Improbidade Administrativa. Geralmente, a banca costu-
ma cobrar 4 questões de cada lei.
No Estatuto dos Funcionários Públicos Civis de São
Paulo é importante diferenciar deveres, proibições e res-
ponsabilidades dos servidores (art. 241-242; 245). O estu-
do das penas disciplinares (art. 251) também é muito rele-
vante e quase sempre é objeto de prova.
Ainda sobre o Estatuto, outra dica importante é es-
tudar as diferenças entre Sindicância e Processo Adminis-
trativo.
Já na lei de Improbidade Administrativa, certamente
os artigos 9º ao 11º são os mais relevantes. Estude-os em
conjunto para saber diferenciar quais os atos que impor-
tam Enriquecimento Ilícito, Prejuízo ao Erário ou que aten-
tam Contra os Princípios da Administração Pública, e suas
respectivas penalidades.

26 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Mais uma vez, fique ligado nos verbos. Geralmente,
os verbos receber, adquirir, perceber, usar, incorporar, es-
tão ligados ao Enriquecimento Ilícito. Já os verbos doar,
permitir, facilitar, conceder, celebrar, liberar, estão relacio-
nados ao Prejuízo ao Erário.
NORMAS DA CORREGEDORIA
FIG 14. Temas frequentes QUANTIDADE DE VEZES QUE O ASSUNTO CAIU

na avaliação de Normas
da Corregedoria. ESCRITURAÇÃO E ORDEM DOS SERVIÇOS
5
(ART. 80-96)

PROCESSO ELETRÔNICO
(ART. 1.189-1.228; 1.237-1.239; 1.243; 1.265)
4

SISTEMA INFORMATIZADO
(ART. 46-62)
3

FUNÇÃO CORRECIONAL E OFÍCIOS DE JUSTIÇA 2


(ART. 5-18; 26-29)

LIVROS E CLASSIFICADORES 2
(ART. 63-79)

CONSULTA E CARGA DOS AUTOS 2


(ART. 157-169)

Normas da Corregedoria é a disciplina que mais guar-


da relação direta com o cargo de Escrevente. É ela que
orienta o trato dos documentos físicos e digitais dentro dos
cartórios, instrui o atendimento e a consulta de processos,
entre outras coisas.
No tópico de Escrituração e Ordem de Serviços, é
preciso leitura atenta dos artigos 80, 81 e 82. Decore as
diferenças entre os requisitos, as práticas que devem ser
evitadas e as práticas vedadas na escrituração dos atos.
A Vunesp tem uma forte tendência a cobrar prazos.
Portanto, sugiro que você crie um resumo ou uma tabela
somente com os prazos previstos na lei: prazo para con-
clusão e execução dos atos processuais, certidões de ob-
jeto e pé, certidões de breve relatório e inteiro teor, prazos
para consulta, entre outros.

27 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Vale a pena utilizar a técnica de Edital Sintetizado?
O Edital Sintetizado tem muito a ver com a regra 80/20
do Princípio de Pareto que, exemplificando de maneira mais
simples, significa dizer que 80% das questões da prova são
retiradas de 20% do edital. Por isso, alguns professores re-
comendam o uso do Edital Sintetizado, em que se estudam
apenas os tópicos com maior incidência em prova.
O que eu recomendo é estudar todas as disciplinas
e todos os tópicos. Minha única sugestão de aplicação do
Edital Sintetizado é para a disciplina de Matemática. Inicie o
estudo pelos tópicos mais incidentes em provas, conforme
já vimos na análise de cada disciplina e, depois de concluí-
-los, complete o estudo de todos os tópicos do edital.
Se, por acaso, o dia da prova estiver chegando e você
sentir que ainda não domina todos os assuntos do edital —
o que, geralmente, é normal, aí então recomendo que você
priorize os tópicos com maior incidência na prova.
Como podemos perceber, existe um padrão VUNESP
de cobrança de questões na prova e tanto a banca orga-
nizadora quanto o TJ- SP tendem a manter esse padrão,
cobrando os mesmos assuntos em todas as provas, visto
que alguns temas refletem a prática profissional do dia a
dia nos tribunais, atestando que o conhecimento desses
assuntos é parte indispensável para o exercício do cargo.

FIQUE LIGADO: ESTUDE TODAS AS DISCIPLI-


NAS E NÃO DEIXE DE ESTUDAR NENHUM TÓPI-
CO PREVISTO NO EDITAL. DEIXE PARA PRIORI-
ZAR OS ASSUNTOS MAIS COBRADOS NA RETA
FINAL, CASO AINDA SE SINTA INSEGURO.

28 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS

5.ES- Dentro do Ciclo de Estudos que veremos mais adian-


te, você terá um cronograma com as disciplinas a serem

TRU-
estudadas por dia e as devidas cargas horárias. Essa car-
ga horária deve ser dividida em três atividades: ESTUDO

TU-
DIRIGIDO, RESOLUÇÃO DE QUESTÕES e PRODUÇÃO
DE MATERIAL.

RAN-
Basicamente você irá:
1. Iniciar o estudo dirigido (leitura e/ou videoaulas);

DO OS 2. Responder questões do tópico estudado;


3. Produzir seu material de revisão.

ESTU-
DOS
IMPORTANTE: NEM SEMPRE VOCÊ TERÁ TEMPO
PARA FAZER AS TRÊS ATIVIDADES NO MESMO DIA,
POIS A PRODUÇÃO DE MATERIAL É UM POUCO
TRABALHOSA. MAS JÁ QUE VOCÊ TERÁ QUE VOL-
TAR VÁRIAS VEZES NO MESMO ASSUNTO, VOCÊ
PODE IR CRIANDO O SEU MATERIAL AO LONGO
DA PREPARAÇÃO. O QUE VOCÊ NÃO PODE FAZER
É DEIXAR ISSO DE LADO.

Vamos falar sobre cada uma dessas três atividades.

1. O ESTUDO DIRIGIDO
O estudo dirigido nada mais é que o estudo indivi-
dual que você faz quando está sozinho, seja assistindo
uma aula ou lendo uma apostila.

29 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Aqui está o primeiro passo para o aprendizado.
Não é possível responder questões ou produzir um ma-
terial de revisão sem antes conhecer a teoria. O tempo
que você vai dedicar a esse conteúdo teórico, seja por
vídeo ou texto, está no Estudo Dirigido.
E aqui entra uma questão importante: “Hugo, video-
aula ou pdf?”. Olha, você não precisa necessariamente
amar um e odiar o outro. Eu sempre utilizei os dois. O que
você precisa considerar é: POR MEIO DE QUAL MÉTODO
VOCÊ APRENDE MAIS?
Eu gabaritei Direito Penal sem nunca assistir uma
videoaula sobre o assunto. Por quê? Porque eu já tinha
um bom aproveitamento apenas lendo a legislação, en-
tão para mim seria uma perda de tempo passar uma,
duas horas assistindo um vídeo já que, em 40 minutos,
eu poderia ler todos os artigos que constavam no edital.
No entanto, na disciplina de Raciocínio Lógico acon-
teceu exatamente o oposto. Eu nunca li absolutamente
nada sobre a disciplina, assimilei e aprendi o conteúdo
somente assistindo aulas no YouTube. Eu só conse-
gui aprender as disciplinas de Raciocínio Lógico, Mate-
mática e Português por meio de vídeo aulas com bons
professores. Eu lia e não entendia nada, então partia
para os vídeos e, definitivamente, foi assim que conse-
gui aprender.
Em outros momentos, quando eu estava já muito
cansado para ler a legislação, eu recorria novamente
aos vídeos e também às leis em áudio, assim conseguia
continuar estudando sem cansar as vistas com leitura.
Perceba que quem vai definir qual tipo de conteúdo
consumir é você e mais ninguém. A mentalidade deve
30 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


ser sempre em prol do seu aprendizado e da otimização
do seu tempo. Se você aprende mais assistindo vídeos,
assista-os. Se aprende mais lendo, então leia.

O estudo da legislação
Eu quero que você faça um compromisso comigo: se
você for estudar alguma disciplina de Direito, você incluirá
a leitura da lei no seu planejamento. Sempre que estudar
Direito Constitucional, Administrativo, Normas da Corre-
gedoria ou quaisquer dessas disciplinas específicas, você
reservará um tempo para a leitura do texto legal. Sempre.
REPITA COMIGO: SEMPRE!
Se há uma coisa da qual tenho certeza é que todas
as questões de Direito que estarão na sua prova sairão
direto da lei. Ctrl + C e Ctrl + V. Isso é um fato e você
precisa aceitá-lo para não perder tempo.
Ora, se a banca cobra todas as questões específi-
cas baseada no conhecimento da lei seca (que é como
nos referimos ao texto da lei exatamente na forma que
ele é publicado), é de extrema importância que o seu es-
tudo da legislação seja assertivo e objetivo nesse ponto.

Então, como ter o máximo de aproveitamento


estudando tantas leis?
A resposta é simples: leitura repetitiva e produção
de resumos. Nós ainda vamos falar sobre a produção
de material de revisão, mas é importante você saber,
nesse momento, que a prova é praticamente um “copia
e cola” da legislação. Então acerta mais questões quem
decora mais. Simples assim. Se é justo ou não, não nos
interessa. Se o jogo é assim, então nós vamos jogar

31 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


com essas regras e garantir nossa vaga.
No planejamento, estruturei o estudo da lei seca
em dois momentos diferentes. Vamos conferir:

Primeiro momento
Leia sem medo. Nessa primeira etapa, não se pre-
ocupe em entender tudo, gravar os prazos, o vocabulá-
rio, o número dos artigos. Apenas leia todo o texto sem
fazer quaisquer marcações, grifos ou comentários. Este
primeiro contato com o texto legal vai lhe introduzir a dis-
ciplina, então tente ler tudo sem maiores preocupações.
É realmente uma leitura superficial para você se fa-
miliarizar com a estrutura da legislação, com os tópicos
de cada lei e a respeito de qual assunto cada lei se refere.
Também recomendo que, ao final de cada etapa,
você faça uma bateria de questões.
São as questões que irão lhe revelar o que é mais
incidente em provas, o que deve ser memorizado, ou
seja, quais assuntos possuem uma maior relevância.

Segundo momento
Na segunda leitura já é preciso um pouco mais de
atenção. Agora é a hora de grifar. Você concorda co-
migo que não faz sentido usar o marca-texto sem antes
ter lido a legislação inteira e respondido algumas ques-
tões? Afinal, você ainda não sabe o que cai em prova e
quais artigos são mais importantes. Por isso eu utilizo
os grifos e marcações apenas nessa etapa.
Grifar todo o seu material é a mesma coisa de não
ter grifado nada. Por isso, não saia marcando tudo de-

32 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


sesperadamente. É preciso algum critério para se orien-
tar, seja por cor ou qualquer outra técnica. A ideia é des-
tacar pequenos trechos que sirvam de “gatilhos mentais”
para seu estudo para que, no momento em que você ler
aqueles poucos trechos, você já seja capaz de lembrar
o tópico estudado.
Eu utilizo uma estratégia de grifar a lei seca mar-
cando apenas as palavras-chave, prazos importantes e
prováveis questões, utilizando três cores:

FIG 15. Sistema de


PALAVRAS-CHAVE PRAZOS PROVÁVEL QUESTÃO
cores e grifos.

O que é a Provável Questão?


Sempre sinalizo os artigos que acredito que poderão
estar na minha prova. Isso fortalece meu cérebro e o man-
tém em sinal de alerta para dar mais atenção aos pontos
grifados. Este é o objetivo do grifo: destacar trechos do
texto que seu cérebro precisa dar uma atenção maior.
Trabalhar o estudo dessa maneira, treina sua men-
te a ir além do raciocínio de um mero estudante e você
começa a pensar como um examinador, procurando ar-
tigos confusos que podem gerar dúvidas, prazos que
podem ser confundidos com outros similares, etc. Você,
efetivamente, começa a enxergar a legislação com ou-
tros olhos. Com certeza, isso foi um grande diferencial
na minha preparação.
Quanto mais você ler e quanto mais questões res-
ponder, melhor será o seu feeling para marcar as prová-
veis questões.

33 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


2. RESPONDENDO QUESTÕES
Além de ser parte fundamental da preparação para
concursos, a resolução de questões de provas anterio-
res é o único método que testa seu conhecimento na
prática. É respondendo questões que você consegue
verificar e avaliar seu nível de retenção de conteúdo.
É importante ressaltar: responda questões todos
os dias. Um dia estudado é um dia com questões resol-
vidas. Responda questões no computador, no celular,
no tablet ou até imprima-as, se assim preferir, mas dê a
devida importância para esse momento.
É recomendável também que você utilize algum
site específico para resolvê-las (como QConcursos, Tec-
Concursos, Aprova Questões ou similares), porque as-
sim você ganhará muita qualidade nos estudos, além
da agilidade e de diversas ferramentas de medição de
desempenho.
Uma dúvida comum é na hora de filtrar as ques-
tões nesses sites. Vou mostrar os meus filtros e explicar
porque utilizo cada um deles.
FIG 16. Screenshot da
aba FILTROS no site de
questões QConcursos.

FILTRO DISCIPLINA: Não há mistério, simplesmente


selecione a disciplina que irá estudar.
FILTRO NÍVEL: Nas disciplinas básicas, deixe o filtro
desligado e responda questões de nível médio e superior.
Com o assunto bem filtrado é possível resolver questões e
provas de nível superior dentro do nosso escopo de estudo.

34 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Nas disciplinas específicas, o que eu recomendo é
se ater ao Nível Médio. Quando deixamos o filtro aber-
to — superior e médio, aparecem muitas questões de
Juiz, Promotor, Advogado, Procurador, Defensor Públi-
co e isso nos faz perder muito tempo, porque o nível de
cobrança é alto e geralmente a lei seca não é suficiente
para responder nenhuma delas.

FIQUE ATENTO: NAS DISCIPLINAS BÁSICAS


RESPONDA QUESTÕES DE TODOS OS NÍVEIS,
MAS NAS ESPECÍFICAS DE DIREITO, USE O FIL-
TRO DE NÍVEL MÉDIO PARA MELHOR OTIMIZA-
ÇÃO DO TEMPO.

FILTRO BANCA: Aqui está o principal filtro. Vamos re-


solver apenas questões da banca VUNESP até que você
esgote todas.
Cada banca examinadora possui suas particula-
ridades e se ater somente à banca que realizará o seu
concurso lhe dará uma vantagem competitiva muito
grande.
Você vai perceber que a VUNESP possui seu jei-
to próprio de cobrar os assuntos e eles se repetem em
concursos de nível municipal e estadual.
Quando você zerar todas as questões da banca,
adicione bancas similares no filtro como FCC, FGV, CES-
GRANRIO, por exemplos.
FILTRO ASSUNTO: esse é outro ponto importante.
Se você não filtrar adequadamente o assunto, vai perder
muito tempo lendo e pulando questões de tópicos que

35 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


não caem na sua prova.
O assunto está previsto expressamente no edital,
mas apenas nas matérias básicas. Para facilitar, separei
os assuntos das disciplinas específicas de Direito e seus
artigos correspondentes. Você pode conferir no capítulo
Edital Vertical.

E como ter um bom aproveitamento no momento


destinado à resolução de questões?
As questões que você vai responder no site são
objetivas e de múltipla-escolha — alternativas A a E. É
importante que você tenha atenção ao resolvê-las, pois
este exercício é um excelente treinamento para o dia da
prova. A dica é ler alternativa por alternativa e ir riscando
toda a linha sempre que você encontrar um erro.
Bateu o olho na assertiva e encontrou um erro —
um prazo diferente, uma pegadinha, uma palavra tro-
cada, risque imediatamente toda a questão, assim fica
mais fácil e organizado. Essa técnica serve para não
perder tempo lendo toda a alterativa que você já perce-
beu que está errada e ainda vai te transformar em um
especialista em encontrar erros.
FIG 17. Screenshot do site
de questões QConcursos
mostrando como riscar
as questões pode ser
efetivo para identificar a
assertiva correta.

36 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Melhor do que acertar é saber o porquê de você
ter acertado. Isso significa que você não deve sair res-
pondendo questões aleatoriamente sem se preocupar
em verificar as pegadinhas ou o motivo pelo qual deter-
minada alternativa está errada.
Além disso, sempre leia os principais comentários
das questões e/ou a resolução dos professores. Existe
uma máxima que é: sempre existe alguém mais inteli-
gente que você. Então você sempre vai encontrar exce-
lentes comentários de outras pessoas em uma questão
de Português, Direito Penal, etc. Aprenda com elas.
Por último, coloque uma coisa na sua cabeça:
qualidade do estudo é muito mais importante do que a
quantidade de questões que você responde. Responder
50 questões com calma, avaliando os erros e acertos,
é mais produtivo do que responder 100 questões com
pressa, sem analisar o resultado desse trabalho.

O caderno de erros
Mais adiante, vou apresentar os Ciclos de Estudo
e um deles é feito exclusivamente para que você pos-
sa corrigir suas possíveis deficiências em determinadas
disciplinas. Para que você consiga identificá-las, é im-
portante criar o caderno de erros.
O caderno de erros é onde você anotará todas as
questões que errou e, mais importante do que isso, o
porquê de você ter errado. Nos sites de questões, você
tem disponível um filtro específico de “questões erra-
das”, com isso fica mais fácil manter esse controle.
Vamos ao passo a passo mais fácil que você já viu

37 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


na vida, para montar o seu caderno erros:
1. Crie um documento no Word ou adquira um ca-
derno físico. Será preciso um caderno para cada discipli-
na, ou um caderno com matérias suficientes para todas as
disciplinas.
2. Simplesmente copie e cole o comando da ques-
tão que você errou e a alternativa correta.

IMPORTANTE: VOCÊ NÃO VAI COPIAR A QUES-


TÃO INTEIRA, APENAS O COMANDO E A ASSER-
TIVA CORRETA. ASSIM, EM SEU CADERNO TERÁ
APENAS AS ALTERNATIVAS CORRETAS.

Qual é a grande sacada do caderno de erros?


É justamente você ter acesso a todos os seus pon-
tos fracos. Com ele, você consegue identificar quais dis-
ciplinas você mais erra e em quais assuntos você tem
mais dificuldade.
Além disso, o caderno de erros serve como um ex-
celente material de revisão. Após algum tempo, várias
questões que você tinha dúvida e errava vão se tornar
banais.

3. PRODUZINDO O SEU MATERIAL


Uma parte crucial da preparação para concursos
públicos é a produção do seu próprio material. Você
precisa entender que isso faz parte do estudo ativo. Por
isso mesmo que é tão importante e deve ser valorizado.
O estudo ativo acontece quando o estudante está
em contato com o conteúdo rabiscando, desenhando,

38 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


anotando, recitando ou resumindo. Estudos científicos
afirmam que a aprendizagem ativa facilita a memoriza-
ção de longo prazo e torna o aprendizado mais rápido.
Então, NADA DE PEGAR RESUMOS OU MATERIAIS
PRONTOS NA TENTATIVA DE ENCURTAR O CAMINHO.
Não tente achar um
O objetivo principal da produção de material é justamente
atalho, porque não há estimular a memorização e o aprendizado. E o segundo
atalhos. O mundo é
uma luta, é árduo, mas
é assim que uma pes-
ponto mais importante é facilitar a revisão.
soa chega ao pico.
Imagine que você tenha que revisar as centenas
de artigos de Processo Civil. Vamos exemplificar com o
tópico “Provas” que está previsto no seu edital. Ao todo
são 115 artigos para serem estudados somente desse
assunto. Como você vai revisar essa quantidade enorme
de artigos se não tiver um material resumido? É inviável.
Por isso é imprescindível que você crie seus pró-
prios mapas mentais, resumos ou esquemas para faci-
litar na hora revisão.
Eu sou adepto aos resumos digitais e crio todos no
aplicativo Evernote. Isso me garante agilidade para pro-
duzi-los e praticidade para revisá-los, pois posso aces-
sar todos os meus resumos direto do meu smartphone.
Mas não é todo mundo que se adapta aos recursos
digitais e tudo bem. O importante aqui é você criar o seu
material, seja digital ou manuscrito, seja mapa mental ou
resumo. Faça do seu jeito, mas tenha o seu material.

39 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


FIG 18. Resumos de
Direito Administrativo (à
esquerda) e Português
(à direita) no Evernote.

Vamos falar sobre a revisão


Você se lembra do que almoçou na terça-feira da
semana passada? Provavelmente não. Isso porque não
seria saudável guardar todos os detalhes das nossas ex-
periências. O cérebro faz uma seleção do que devemos
ou não nos lembrar e acredite: quanto mais concentra-
da e emocionalmente envolvida a pessoa estiver na hora
de receber uma informação nova, maior é a chance de
resgatá-la depois.
Mas mesmo concentrados e atentos, esquecemos
o que acabamos de estudar porque estudamos muitas
coisas. É aí que entra a revisão. Sem revisão, não somos
capazes de guardar os detalhes, principalmente das dis-
ciplinas específicas de Direito que cobram tantos prazos.
Existem N métodos de revisão e o objetivo deste

40 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


e-book é ser prático. Portanto, vou falar como eu reviso
e porque acredito ser um método muito eficaz.

Com qual periodicidade eu devo revisar?


Todos os dias. Por isso é tão importante você pro-
duzir o seu material de revisão ao longo da preparação.
Você pode revisar de duas maneiras:
1. Lendo o seu material e/ou;
2. Respondendo questões.
Se você estudou Português e Direito Constitucio-
nal hoje, separe um tempo, preferencialmente ao final
do dia, para revisar tudo que você produziu dessas duas
disciplinas.

ATENÇÃO: VOCÊ IRÁ CONSULTAR TODO O SEU


MATERIAL PRODUZIDO DA DISCIPLINA, INCLUINDO
TÓPICOS QUE NÃO FORAM ESTUDADOS NO DIA.

Não precisa ser um estudo intenso e detalhado. É sim-


plesmente ler e conferir seus resumos, mapas mentais, ano-
tações ou responder questões de tópicos já estudados.
Você não revisará todas as disciplinas todos os
dias. Apenas as disciplinas estudadas.
No começo você pode estranhar um pouco, mas
após algumas semanas se tornará muito natural. Você
pode revisar deitado na cama, na fila de espera, no ponto
de ônibus ou metrô. Como o objetivo é justamente revisar
pelo material produzido — que deve ser conciso e peque-
no — não levará muito tempo para concluir a revisão.

41 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Com a revisão diária, o seu cérebro sempre estará
em contato com o conteúdo estudado e anotado, faci-
litando a memorização, e você verá o seu desempenho
aumentar conforme for respondendo questões e tes-
tando seu conhecimento.

42 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS

6.NOS- Ao todo, temos 12 disciplinas para serem estuda-


das e eu recomendo, mais uma vez, que você estude

SO
todas desde o início, com exceção de Atualidades (ex-
plicarei mais adiante). Não há motivo para priorizar uma

CICLO
em detrimento de outra nessa etapa, pois todas pos-
suem o mesmo peso na prova e você precisa se sair

PARA
bem em todas.
Temos três Ciclos de Estudo com propósitos dis-

O
tintos:
1. CICLO INICIAL;

TJ-SP 2. CICLO INTERMEDIÁRIO;


3. CICLO FINAL.

Carga horária
A carga horária média para concluir o ciclo inicial
é de 320 horas. Pelo modelo padrão, com um concur-
seiro estudando quatro horas diárias, de segunda a do-
mingo, é possível concluir o Ciclo Inicial em 80 dias, ou
seja, é possível ver todo o conteúdo programático do
edital, resolver questões e elaborar seu material, estu-
dando somente quatro horas por dia ao longo de quase
três meses.
Então use esse cálculo como referência, mas lem-
bre-se que ele pode variar dependendo de quanto tempo
disponível você possui para estudar e, claro, de acordo
também com a capacidade individual de aprendizagem.

43 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


CICLO INICIAL
Vamos iniciar nosso planejamento estudando 11
disciplinas. A carga horária padrão, como já vimos, é de
quatro horas diárias, o que representa uma média razo-
ável de estudos.
Atenção: Se você possui mais ou menos tempo dispo-
nível para estudar, é só aumentar ou diminuir o tempo
de estudo em cada disciplina, proporcionalmente.
Caso você tenha apenas duas horas disponíveis
para estudar, reduza a carga horária das disciplinas para
50 minutos e a revisão para 20 minutos. Se possui, por
exemplo, seis horas disponíveis, então aumente as dis-
ciplinas para 2h30 e revisões de 1h.
O OBJETIVO DO CICLO INICIAL É FECHAR O EDI-
TAL, então a recomendação é que você fique com ele até
ver todo o conteúdo previsto no edital vertical, disponível
para você neste e-book.
Naturalmente, algumas disciplinas você levará mais
tempo para concluir, enquanto outras você conseguirá
finalizar mais rápido. Por exemplo: provavelmente, você
fechará todo o conteúdo do Estatuto das Pessoas com
Deficiência em poucas semanas, mas não terá visto nem
metade do conteúdo programático de Matemática no
mesmo período. Nesse caso, volte para o início da dis-
ciplina já finalizada e inicie sua revisão fixando o conhe-
cimento adquirido.

44 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


CICLO INICIAL (4 HORAS LÍQUIDAS POR DIA)
FIG 19. Planejamento DIA DISCIPLINA C. H.
do Ciclo Inicial.
RACIOCÍNIO LÓGICO 1H40MIN

SEGUNDA DIREITO CONSTITUCIONAL 1H40MIN

REVISÃO 40MIN

NOÇÕES DE INFORMÁTICA 1H40MIN

TERÇA DIREITO PROCESSUAL PENAL 1H40MIN

REVISÃO 40MIN

PORTUGUÊS 1H40MIN

QUARTA DIREITO ADMINISTRATIVO 1H40MIN

REVISÃO 40MIN

DIREITO PENAL 1H40MIN

QUINTA DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1H40MIN

REVISÃO 40MIN

MATEMÁTICA 1H40MIN

SEXTA NORMAS DA CORREGEDORIA 1H40MIN

REVISÃO 40MIN

NOÇÕES DE INFORMÁTICA 1H40MIN

SÁBADO DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1H40MIN

REVISÃO 40MIN

ESTATUTO P.C.D. 40MIN

PORTUGUÊS 1H40MIN
DOMINGO
BATERIA DE QUESTÕES 1H

REVISÃO 40MIN

LEGENDA
REVISÃO DAS DISCIPLINAS ESTUDADAS NO DIA QUESTÕES MISTURADAS DE VÁRIAS DISCIPLINAS

45 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


IMPORTANTE: NESSA 1H40M DE ESTUDO VOCÊ
IRÁ REALIZAR O ESTUDO DIRIGIDO + RESOLUÇÃO
DE QUESTÕES E, POR FIM, A PRODUÇÃO DE MA-
TERIAL. QUANTO TEMPO INVESTIR EM CADA ATI-
VIDADE VAI DEPENDER DE PESSOA PARA PESSOA.
ESTABELEÇA UMA META DE QUESTÕES DIÁRIAS
ENTRE 20 A 60 QUESTÕES DE CADA DISCIPLINA
ESTUDADA PARA CRIAR UM PADRÃO E CONSE-
GUIR SE ORGANIZAR MELHOR.

Iremos estudar algumas disciplinas duas vezes na


semana. É o caso de Português, Noções de Informática
e Direito Processual Civil.
Como vimos na análise, Português é uma matéria
estratégica e seu conteúdo é bastante denso, portanto,
recomendo que você tenha uma carga horária semanal
maior nessa disciplina.
Informática também é disciplina estratégica, pois
possui 14 questões na prova, ficando atrás somente do
Português. É uma disciplina para fortalecer.
E por fim temos Direito Processual Civil que, devido
à sua extensão, também sugiro que você estude duas
vezes na semana para fechar o conteúdo de forma mais
rápida e efetiva.

CICLO INTERMEDIÁRIO
O ciclo intermediário é para ser usado quando TODO
O CONTEÚDO DO EDITAL TIVER SIDO FINALIZADO.
Nesse ponto, você já leu todo o conteúdo, assistiu video-
aulas, respondeu questões e produziu seu material de re-

46 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


visão. É indispensável que você já tenha cumprido todos
os passos do edital vertical para avançar para o ciclo inter-
mediário.
Agora é o momento de mapear seu desempenho e
fortalecer seus pontos fracos. Use o seu caderno de er-
ros para mapear esses pontos fracos e identificar quais
disciplinas você precisa reforçar. É Processo Civil? É
Matemática? E quais são as disciplinas que você tem
se saído muito bem e está conseguindo ter um bom de-
sempenho?
Se o ciclo inicial era marcado por não ter priorida-
des, agora é o oposto. É o momento de priorizar as dis-
ciplinas que você ainda não dominou. E como cada pes-
soa tem uma dificuldade diferente, é preciso que você
adapte o ciclo às suas necessidades.
Eu tinha muita facilidade em Direito Penal, Adminis-
trativo e Constitucional. Por outro lado, estava com muitas
dificuldades em Matemática e Processo Civil. Eu não tinha
muitas dificuldades em Informática, mas era uma discipli-
na que eu considerava muito importante (14 questões) e
meu objetivo era gabaritar, pois eu sabia que muitos can-
didatos não dominavam Informática. Então além de estu-
dar as disciplinas que já estavam no meu cronograma, eu
também separava um tempo para ESTUDAR TODOS OS
DIAS as matérias que eu tinha dificuldade.
Avance para o Ciclo Perceba que aqui há uma predominância de estra-
Intermediário somente
quando finalizar todos tégia. Eu precisava fortalecer meus pontos fracos e, ao
os assuntos do edital.
mesmo tempo, identificar em quais disciplinas a maioria
dos candidatos deslizava. Então era ali que eu precisa-
va ficar bom para me destacar da concorrência.

47 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


CICLO INTERMEDIÁRIO (4 HORAS LÍQUIDAS POR DIA)
FIG 20. Planejamento DIA DISCIPLINA C. H.
do Ciclo Intermediário.
RACIOCÍNIO LÓGICO 1H40MIN

SEGUNDA DIREITO CONSTITUCIONAL 1H40MIN

DISCIPLINA CURINGA 40MIN

NOÇÕES DE INFORMÁTICA 1H40MIN

TERÇA DIREITO PROCESSUAL PENAL 1H40MIN

DISCIPLINA CURINGA 40MIN

PORTUGUÊS 1H40MIN

QUARTA DIREITO ADMINISTRATIVO 1H40MIN

DISCIPLINA CURINGA 40MIN

DIREITO PENAL 1H40MIN

QUINTA DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1H40MIN

DISCIPLINA CURINGA 40MIN

MATEMÁTICA 1H40MIN

SEXTA NORMAS DA CORREGEDORIA 1H40MIN

DISCIPLINA CURINGA 40MIN

NOÇÕES DE INFORMÁTICA 1H40MIN

SÁBADO DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1H40MIN

DISCIPLINA CURINGA 40MIN

ESTATUTO P.C.D. 40MIN

PORTUGUÊS 1H40MIN
DOMINGO
BATERIA DE QUESTÕES 1H

DISCIPLINA CURINGA 40MIN

LEGENDA
DISCIPLINAS BÁSICAS: REVISÃO + QUESTÕES QUESTÕES MISTURADAS DE VÁRIAS DISCIPLINAS

DISCIPLINAS ESPECÍFICAS: LEITURA DA LEI + RESUMOS E/OU QUESTÕES

48 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


A DISCIPLINA CURINGA É A MATÉRIA QUE VOCÊ
TEM DIFICULDADE. Se, por exemplo, você estiver preci-
sando reforçar Português, então você estudará essa disci-
plina todos os dias.
Caso você possua duas ou mais disciplinas Curin-
gas, então intercale-as semanalmente, estudando uma
disciplina por vez.
O estudo diário das disciplinas que você tem difi-
culdades, mesmo com uma carga horária baixa, irá au-
mentar o seu nível de aprendizado gradualmente.
Perceba também que, por estar no Ciclo Interme-
diário, você já está com todo seu material de revisão
pronto e já fechou o edital pelo menos uma vez. Isso
significa que agora você estará apenas revisando as dis-
ciplinas e fortalecendo seus pontos fracos.
Nas disciplinas básicas, você continuará revisando
pelo seu material e respondendo questões; e nas dis-
ciplinas específicas de Direito, continue lendo a legisla-
ção e revisando através do seu material e também por
questões.

IMPORTANTE: NÃO COLOQUEI O ESTUDO DE


ATUALIDADES NO CICLO INICIAL, NEM NO CICLO
INTERMEDIÁRIO. COMO MENCIONEI NA ANÁLI-
SE DA PROVA, A DISCIPLINA DE ATUALIDADES
COSTUMA COBRAR NOTÍCIAS DOS SEIS MESES
ANTERIORES À DATA DA PROVA. DESSA FORMA,
NÃO SERIA PRODUTIVO COMEÇAR A DEDICAR
UM HORÁRIO EXCLUSIVO PARA O ESTUDO DES-
SA MATÉRIA.

49 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


A sugestão é que você acompanhe o noticiário e
fique por dentro do que está acontecendo no Brasil e
no mundo, mas deixe para estudar Atualidades efeti-
vamente quando já tivermos previsão de edital. Nesse
caso é só adicionar o estudo dessa disciplina junto com
Estatuto P.c.D. aos domingos.

A bateria de questões
No Ciclo Inicial e no Intermediário, aos domingos
iremos realizar uma bateria de questões. O objetivo é
responder questões de todas as disciplinas, mas de for-
ma conjunta e não isolada.
A intenção é simular o dia da prova onde você pre-
cisará lidar com diversas matérias e assuntos distintos
ao mesmo tempo. Então filtre as disciplinas com seus
respectivos assuntos e responda as questões sortidas
para treinar seu cérebro a trabalhar a memória e o racio-
cínio rápido.

E os simulados? Eu devo fazer?


Eu não recomendo fazer simulados pois a maioria
deles são elaborados por empresas de cursos prepara-
tórios e fogem muito do padrão de cobrança da banca
examinadora.
O que pode ser feito é realizar as provas anterio-
res de Escrevente Técnico do TJ-SP, preferencialmen-
te aos domingos às 13h (horário que a prova costuma
acontecer). A grande vantagem de realizar simulados é
pegar “tempo de prova”. Por ser uma prova muito ex-
tensa — 5 horas de duração e 100 questões objetivas
— é importante que você saiba controlar o relógio para

50 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


saber quanto tempo você levará para fechar cada bloco
e cada disciplina da prova.
Acredite: muitos candidatos com nível alto de de-
sempenho reprovam pois não conseguem terminar a pro-
va a tempo, deixando o gabarito em branco ou chutando.
Após finalizar o Ciclo Inicial, reserve os domingos e
resolva as provas do ano de 2014 em diante.

CICLO FINAL
Enfim, chegamos ao último ciclo e o objetivo é re-
visão. Rápida e eficaz. Se você chegou até aqui signi-
fica que já consumiu todo o conteúdo do edital de trás
para frente e está bem familiarizado com as disciplinas
do concurso.
O Ciclo Final é para ser utilizado FALTANDO UM MÊS
PARA A PROVA. Eu acredito que o ponto chave desta
metodologia de estudo, e também o responsável pelas mi-
nhas duas aprovações, foi justamente esse momento.
É hora de pegar seu material de revisão e agilizar
os ciclos de estudo para que você veja mais disciplinas
em um curto espaço de tempo.
Não é mais o momento de se aprofundar e apren-
der novos conteúdos. Agora é revisão do caderno de er-
ros, questões, anotações, resumos e leitura da lei seca.
O ideal é parar de consumir conteúdo novo e focar
no que você já sabe. Por isso, aproveite bem o Ciclo Fi-
nal, intensificando as revisões até o dia da prova.

51 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


CICLO FINAL (4 HORAS LÍQUIDAS POR DIA)
FIG 21. Planejamento DIA DISCIPLINA C. H.
do Ciclo Final.
RACIOCÍNIO LÓGICO 1H

DIREITO CONSTITUCIONAL 1H
SEGUNDA
NOÇÕES DE INFORMÁTICA 1H

DIREITO PROCESSUAL PENAL 1H

PORTUGUÊS 1H

DIREITO ADMINISTRATIVO 1H
TERÇA
DIREITO PENAL 1H

DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1H

MATEMÁTICA 1H

NORMAS DA CORREGEDORIA 1H

QUARTA ESTATUTO P.C.D. 30MIN

ATUALIDADES 30MIN

RACIOCÍNIO LÓGICO 1H

DIREITO CONSTITUCIONAL 1H

NOÇÕES DE INFORMÁTICA 1H
QUINTA
DIREITO PROCESSUAL PENAL 1H

PORTUGUÊS 1H

DIREITO ADMINISTRATIVO 1H

DIREITO PENAL 1H
SEXTA
DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1H

MATEMÁTICA 1H

NORMAS DA CORREGEDORIA 1H

ESTATUTO P.C.D. 30MIN

SÁBADO ATUALIDADES 30MIN

RACIOCÍNIO LÓGICO 1H

DIREITO CONSTITUCIONAL 1H

PORTUGUÊS 1H

MATEMÁTICA 1H
DOMINGO
DIREITO PENAL 1H

DIREITO PROCESSUAL CIVIL 1H

52 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


FIQUE LIGADO: NAS DISCIPLINAS ESPECÍFICAS
DE DIREITO NÃO PARE DE LER A LEGISLAÇÃO.
CONTINUE REVISANDO PELO SEU MATERIAL E
ATRAVÉS DE QUESTÕES, MAS PRINCIPALMENTE
FAZENDO A LEITURA ATENTA DA LEI SECA.

53 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS

7. EDI- O edital vertical é uma excelente ferramenta para o

TAL
monitoramento dos seus estudos. É por meio dele que
você conseguirá acompanhar o seu desenvolvimento

VER- em cada disciplina, assinalando quando concluir o es-


tudo dirigido, ler a lei seca, responder questões ou criar

TI- seu material de revisão.


É possível utilizá-lo também como um guia de estu-

CAL do dirigido. As disciplinas específicas de Direito já estão


organizadas de acordo com a legislação, então sugiro
que você comece os estudos pela ordem que está no
edital vertical, do número 1 em diante.
Sempre que você iniciar um novo Ciclo de Estudo,
imprima o edital vertical e comece a preencher o che-
cklist conforme for avançando.
Quando você terminar de preencher todos os qua-
dros, significa que você concluiu o Ciclo Inicial e deverá
avançar para o Ciclo Intermediário. Permaneça no Ciclo
Intermediário até quando faltar apenas um mês para a
data da prova, então inicie o terceiro e último ciclo.

54 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


DISCIPLINAS BÁSICAS
PORTUGUÊS
ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO
ANÁLISE, COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO DE DIVERSOS TIPOS
1 DE TEXTOS VERBAIS, NÃO VERBAIS, LITERÁRIOS E NÃO LITERÁRIOS

2 INFORMAÇÕES LITERAIS E INFERÊNCIAS POSSÍVEIS

3 PONTO DE VISTA DO AUTOR

ESTRUTURAÇÀO DO TEXTO: RELAÇÕES ENTRE IDEIAS;


4 RECURSOS DE COESÃO

5 SIGNIFICAÇÃO CONTEXTUAL DE PALAVRAS E EXPRESSÕES

6 SINÔNIMOS E ANTÔNIMOS

7 SENTIDO PRÓPRIO E FIGURADO DAS PALAVRAS

CLASSES DE PALAVRAS: EMPREGO E SENTIDO QUE IMPRIMEM ÀS


8 RELAÇÕES QUE ESTABELECEM: SUBSTANTIVO, ADJETIVO, ARTIGO,
NUMERAL, PRONOME, VERBO, ADVÉRBIO, PREPOSIÇÃO, CONJUNÇÃO.

9 CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL

10 REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL

11 COLOCAÇÃO PRONOMINAL

12 CRASE

13 PONTUAÇÃO

MATEMÁTICA
ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO

1 OPERAÇÕES COM NÚMEROS REAIS

2 MÍNIMO MÚLTIPLO COMUM E MÁXIMO DIVISOR COMUM

3 RAZÃO E PROPORÇÃO

4 PORCENTAGEM

5 REGRA DE TRÊS SIMPLES E COMPOSTA

6 MÉDIA ARITMÉTICA SIMPLES E PONDERADA

7 JUROS SIMPLES

8 EQUAÇÃO DO PRIMEIRO E SEGUNDO GRAUS

9 SISTEMA DE EQUAÇÕES DO PRIMEIRO GRAU

10 RELAÇÃO ENTRE GRANDEZAS: TABELAS E GRÁFICOS

11 SISTEMA DE MEDIDAS USUAIS

NOÇÕES DE GEOMETRIA: FORMA, PERÍMETRO, ÁREA, VOLUME,


12 ÂNGULO, TEOREMA DE PITÁGORAS

13 RESOLUÇÃO DE SITUAÇÕES-PROBLEMA

NOÇÕES DE INFORMÁTICA
ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO

1 WINDOWS 10

2 MS-WORD 2016

3 MS-EXCEL 2016

4 CORREIO ELETRÔNICO

5 INTERNET

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


RACIOCÍNIO LÓGICO
ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO

1 ESTRUTURAS LÓGICAS

2 LÓGICA DE ARGUMENTAÇÃO

3 DIAGRAMAS LÓGICOS

4 SEQUÊNCIAS

DISCIPLINAS ESPECÍFICAS

ESTATUTO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA


ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO

1 LEI 13.146/05 (ART. 1-13; 34-38)

2 RESOLUÇÃO 230/16 DO CNJ

DIREITO PENAL
ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO

1 CRIMES CONTRA FÉ PÚBLICA (ART. 293-305; 307; 308; 311-311-A)

2 CRIMES PRATICADOS POR FUNCIONÁRIOS (ART. 312-317; 319-327)

3 CRIMES PRATICADOS POR PARTICULARES (ART. 328-333; 335-337)

4 CRIMES CONTRA A JUSTIÇA (ART. 339-347; 350; 357; 359)

DIREITO PROCESSUAL PENAL


ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO

JUIZ, MP, DO ACUSADO E DEFENSOR, DOS ASSISTENTES


1 E AUXILIARES DA JUSTIÇA (ART. 251-258; 261-267; 274)

2 CITAÇÃO E INTIMAÇÃO (ART. 351-372)

3 PROCESSOS EM ESPÉCIE (ART. 394-497)

4 PROCESSO SUMÁRIO (ART. 531-538)

5 RESTAURAÇÃO DE AUTOS (ART. 541-548)

6 RECURSOS (ART. 574-667)

7 LEI 9.099/95 (ART. 60-83; 88-89)

DIREITO ADMINISTRATIVO
ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO

1 ESTATUTO FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS CIVIS - SP (ART. 239-323)

2 IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA (LEI 8.429/92)

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


DIREITO PROCESSUAL CIVIL
ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO

1 IMPEDIMENTO, SUSPEIÇÃO E AUX. DA JUSTIÇA (ART. 144-155)

2 ATOS PROCESSUAIS (ART. 188-275)

3 TUTELA PROVISÓRIA (ART. 294-311)

4 PROCEDIMENTO COMUM (ART. 318-368)

5 PROVAS (ART. 369-484)

6 SENTENÇA E COISA JULGADA (ART. 485-512)

7 CUMPRIMENTO DE SENTENÇA (ART. 513-538)

8 RECURSOS (ART. 994-1026)

9 LEI 9.099/95 (ART. 3-19)

10 LEI 12.153/09

DIREITO CONSTITUCIONAL
ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO

1 DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS (ART. 5)

2 DIREITOS SOCIAIS (ART. 6)

3 DIREITOS DOS TRABALHADORES (ART. 7-11)

4 DIREITOS DE NACIONALIDADE (ART.12-13)

5 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (ART. 37-41)

6 PODER JUDICIÁRIO (ART. 92)

NORMAS DA CORREGEDORIA
ESTUDO MATERIAL
LEGISLAÇÃO QUESTÕES
DIRIGIDO DE REVISÃO

1 FUNÇÃO CORRECIONAL E OFÍCIOS DE JUSTIÇA (ART. 5-18; 26-29)

2 SISTEMA INFORMATIZADO (ART. 46-62)

3 LIVROS E CLASSIFICADORES (ART. 63-79)

4 ESCRITURAÇÃO E ORDEM DE SERVIÇOS (ART. 80-96)

5 MOVIMENTAÇÃO DOS AUTOS (ART. 97-110)

6 OFÍCIOS (ART. 111-142)

7 CONSULTA E CARGA DOS AUTOS (ART. 157-169)

8 DESENTRANHAMENTO E ARQUIVAMENTO (ART. 170-189)

9 PROCESSO ELETRÔNICO (ART. 1.189-1.228; 1.237-1.239; 1.243; 1.265)

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS
É natural surgirem dificuldades durante os estudos.

8.NÃO Algumas vezes, você sentirá que não está evoluindo e,


em algumas disciplinas, você terá a sensação de que

ESTOU simplesmente não consegue aprender.


É um erro pensar que você é ruim na disciplina inteira.

A- Pode ser que seja bom em alguns tópicos da disciplina e


outros pontos você não consiga compreender bem. Nes-

PREN- se caso, é muito importante que você tenha o caderno de


erros em mãos para mapear esses pontos fracos e, além

DEN- disso, FRAGMENTAR OS ESTUDOS.


A fragmentação consiste em pegar uma disciplina e

DO, separar o que há de mais elementar para aprender nela.


Por exemplo, imagine que você está com muita

O QUE dificuldade em Matemática. Não basta saber que você


está mal nesta disciplina, você precisa saber em quais

FA- pontos você mais erra, quais são os pontos críticos. Sa-
bendo disso, você irá concentrar todos os seus esfor-

ZER? ços em aprender apenas um único tópico.


Selecione um assunto, por exemplo, Regra de três.
A partir de agora, você estudará apenas Regra de três
até conseguir acertar muitas questões. Depois selecio-
ne outro tópico, e assim por diante.
A fragmentação dos estudos serve tanto para quan-
do você sentir que não está aprendendo, quanto para o
caso de você travar em algum percentual de acertos em
questões.

58 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Ao fragmentar os estudos dessa maneira, você
possibilita que seu cérebro isole os assuntos a serem
estudados e lide com um problema de cada vez. E o
mais interessante é que, quando você domina um úni-
co tópico, esse conhecimento lhe ajuda a interpretar e
aprender melhor os outros conteúdos também.

FIQUE ATENTO: SEMPRE QUE VOCÊ SENTIR DI-


FICULDADE EM ALGUMA DISCIPLINA, ANTES DE
QUALQUER COISA, VERIFIQUE QUAIS OS TÓPI-
COS VOCÊ ESTÁ ERRANDO. APÓS IDENTIFICAR
QUAIS SÃO, FRAGMENTE O ESTUDO E SELECIONE
UM DOS ASSUNTOS. CONCENTRE-SE EM APREN-
DER ESSE ÚNICO TÓPICO E DEPOIS AVANCE.

59 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS
Eu não poderia finalizar esse e-book sem mencio-

9. LI- nar um tema tão importante e que, com absoluta certe-


za, fez toda a diferença na minha preparação.

DAN- No concurso do TJ-SP 2018, quando comecei a


estudar, já havia muita gente estudando desde 2017 para

DO esse concurso. Pessoas com excelentes cursos prepara-


tórios, material de primeira qualidade e muito tempo livre

COM
para estudar. Pareciam melhores do que eu, em tudo.
Além disso, o edital do TJ-SP foi aberto com prati-
camente metade das vagas ofertadas no último concur-
O so, em 2015. A concorrência, certamente, seria brutal.
Eu assistia muitas aulas ao vivo e via a quantida-

EMO- de de candidatos que pareciam saber a resposta para


todas as perguntas. Eu, que tinha tanta dificuldade em

CIO- Matemática, via colegas resolvendo questões e mais


questões de olhos fechados.

NAL Sabe o porquê isso não me abalou? Porque eu


acreditava no meu potencial.
Este é um tema muito estudado na Psicologia e diz
respeito ao que alguns especialistas chamam de CREN-
ÇAS LIMITANTES.
Antes mesmo de tentar, você já colocou na sua ca-
beça que tem dificuldades em Português e não conse-
gue aprender. Isso é uma crença limitante. Às vezes, por
você ter 30 ou 40 anos de idade, acha que já passou do
tempo de estudar. Isso também é uma crença limitante.
Basicamente, as crenças limitantes são uma des-
culpa que você mesmo cria para não sair da sua zona
de conforto e isso limita muito o seu desempenho.

60 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Mas afinal, como superá-las? Preste atenção nos
cinco passos que apresento a seguir:

1. Quais são as suas crenças?


Em um pedaço de papel escreva quais são as prin-
cipais crenças limitantes que você possui.
Eu tinha várias crenças no passado que carreguei
por muito tempo, até perceber que elas me limitavam.
Algumas dessas crenças eram:
• Sou péssimo em Matemática e meu cérebro não
foi feito para aprender isso.
• Não tenho dinheiro para cursinho, então não te-
nho chance.
• A nota de corte será alta, então é melhor nem
tentar.
Eu poderia ficar horas citando uma por uma. Mas
hoje, posso afirmar que a partir do momento que elimi-
nei essas crenças limitantes da minha vida, o meu po-
tencial de aprendizado subiu consideravelmente.

2. Faça um contraponto
Selecione uma das crenças que você listou e argu-
mente com elas.

POR EXEMPLO:
• Sou péssimo em Matemática e meu cérebro não
foi feito para aprender isso, mas na verdade eu nunca
estudei essa disciplina a sério e quando eu me esfor-
çava na escola e na faculdade eu conseguia ir bem.

61 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Esse passo revela que existem falhas nas suas
crenças, naquilo que você acredita sobre si mesmo. Mas
uma crença não é um fato, ela é um pensamento que
você pode e deve se esforçar para mudar.

3. Identifique as consequências
Qual o impacto que suas crenças têm em sua vida?
Como elas afetam o seu desempenho, relacionamento
e até sua saúde? Escreva.

4.Encontre a origem
Faça uma busca no fundo da sua memória para
encontrar a origem de suas crenças. Seja específico so-
bre esta origem e a descreva usando o máximo de pa-
lavras que você conseguir.

POR EXEMPLO:
• Sobre a crença que sou ruim em Matemática, me
lembro da 7º série do Ensino Fundamental quando,
pela primeira vez, fui reprovado nessa disciplina.
• A respeito da crença que só passa em concurso
quem possui curso preparatório, percebi que eu só ti-
nha acesso aos depoimentos de aprovados que es-
tudaram nesses cursos, então era a única realidade
que eu enxergava.

5. Inicie uma nova crença positiva


Como podemos notar, várias coisas em que acre-
ditamos não são, de fato, a verdade. Existem apenas
em nossa consciência.

62 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Comece, então, a estabelecer novas crenças po-
sitivas, como acreditar que você é capaz de aprender
qualquer disciplina (pelo menos o suficiente para garan-
tir a aprovação), que ter filhos pode dar um pouco mais
de trabalho, mas ainda assim você é capaz de estudar
todos os dias, e assim por diante.

LEMBRE-SE: SE VOCÊ PODE CRIAR UM PENSA-


MENTO NEGATIVO QUE INFLUENCIA SUA VIDA,
VOCÊ TAMBÉM PODE CRIAR PENSAMENTOS PO-
SITIVOS QUE TRARÃO RESULTADOS BENÉFICOS
AO SEU DESEMPENHO.

Controlando a ansiedade
Uma das maiores vilãs na vida do concurseiro é a
ansiedade. Eu mesmo sofro muito com esse mal e pre-
cisei criar mecanismos para me ajudar a continuar foca-
do, estudando por longos períodos, sem desistir.
Para que você também não se sinta muito desgas-
tado, física e emocionalmente, é importante tentar man-
ter alguns hábitos em sua rotina que aliviarão o estresse
e a ansiedade.
Listei, a seguir, os cinco principais hábitos que vão
te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e a render mais
nos estudos.

1. Vá para fora!
Ficar enclausurado em um ambiente com quatro
paredes por longos períodos é angustiante. Quando pu-
der, estude na varanda da sua casa ou apartamento.

63 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Fique alguns minutos do seu dia em uma praça
ou calçada. Veja pessoas, animais, carros ou natureza,
mas tenha um pouco de contato com o mundo exterior.

2. Pratique atividade física


Os benefícios da prática de atividade física já são
amplamente conhecidos, mas é sempre bom lembrar.
Eu, mesmo quando estudava com edital aberto, nunca
deixei de ir à academia.
O exercício físico traz uma melhor disposição física
para o dia-a-dia, funciona melhor que dieta para a per-
da de peso; regula o sono; libera endorfina, uma enzima
que proporciona bem-estar e diminui a ansiedade e es-
tresse e até aumenta a libido e desempenho sexual.

3. Medite
Sempre achei que meditação era coisa de hippie
“paz e amor”, mas estava completamente enganado.
A prática da meditação alivia sintomas da depressão,
melhora a função imunológica e ajuda na qualidade do
sono. E o melhor: alguns minutos por dia bastam.
Você pode aprender mais sobre meditação baixan-
do alguns aplicativos para celular como o Headspace,
Calm, Medite.se, Lojong e Aura.

4. Converse com alguém


Eu já tive algumas crises de ansiedade provoca-
das por causa do estudo e cheguei a pensar que não
iria conseguir voltar à minha rotina.

64 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


Eram tantas preocupações que eu não conseguia
raciocinar mais. Pensava no dia da prova, no resultado,
na concorrência, nas disciplinas que eu ainda estava
ruim, no edital que não tinha conseguido fechar e tudo
isso me deixava muito mal. Após uma longa conversa
com um amigo, eu tive uma melhora impressionante e
quase que imediata. Ele me escutou, deu dicas, desa-
bafamos e, após a ligação, eu estava revigorado.
Então, sempre que você se sentir ansioso ou an-
gustiado, converse com um amigo de confiança. Valo-
rize esse momento e coloque tudo para fora. Você verá
a diferença que faz.

5. Faça algo prazeroso


Eu não vou mentir: a rotina de estudante para con-
cursos é dura. São muitas disciplinas, você precisa de
concentração e disposição para todos os dias conse-
guir sentar e cumprir suas tarefas.
Uma maneira que achei de tornar esse processo
mais fácil foi me recompensar sempre que eu concluía
minha sessão de estudos.
Eu estudava minhas quatro ou seis horas diárias, e
em seguida eu fazia algo que gostava: assistia um epi-
sódio de um seriado, via um vídeo legal (não relaciona-
do a concursos) ou lia algum livro de ficção.
Meu cérebro entendeu que sempre que ele cum-
prisse suas obrigações diárias, ao final do dia receberia
uma recompensa, e isso me ajudava a ficar menos es-
tressado e muito mais motivado.
Claro que é preciso bom senso aqui. Nada de co-

65 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


mer três barras de chocolate ou querer “maratonar” a
nova série da Netflix. A ideia é um pouco de lazer para
aliviar o estresse provocado pelos estudos.

Concluindo...
Quando me perguntam: “Quanto tempo devo es-
tudar por dia?”, eu sempre respondo: “Estude o quan-
to aguentar desde que você mantenha a saúde física e
mental em dia”.
Estudar bem não significa estudar muito. Um estu-
dante com hábitos saudáveis é capaz de ter um desem-
penho superior a um estudante que possui uma carga
horária de estudos maior, mas vive ansioso e cansado.
O tempo investido nos cinco hábitos que apresen-
tei acima, reflete diretamente na qualidade da sua ses-
são de estudos, por isso não abra mão desses hábitos,
pelo bem do seu preparo para o concurso e, principal-
mente, da sua saúde.

66 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS
Estudar para concursos é muito mais do que sen-

10.
CON- tar na cadeira e ficar lá por horas e eu aprendi isso da
pior maneira possível. Percebi que eu precisava encon-

SIDE- trar uma forma de otimizar o meu tempo, aproveitando


os poucos recursos de que dispunha e sem prejudicar

RA-
minha saúde e meu emocional.
No decorrer destas páginas, me esforcei ao máxi-

ÇÕES
mo para trazer toda a metodologia que utilizei e que fun-
cionou para mim. Foram inúmeras reprovações e frustra-
ções até achar uma maneira para estudar efetivamente,
FINAIS obtendo resultados. Não é um método absoluto, a so-
lução de todos os problemas. É só o jeito que encontrei
para alcançar meu sonho.
Espero que todas as informações apresentadas
neste e-book ajudem você a estudar de forma mais con-
sistente, com estratégia e foco, assim como funcionou
comigo; e que, depois de aplicar tudo o que aprendeu
aqui, você possa alcançar a tão sonhada aprovação em
concurso público, assim como eu alcancei.
Jamais deixe que alguém lhe diga que não é capaz.
Nunca desacredite dos seus sonhos, pois você é o úni-
co representante deles. Algumas vezes você se sentirá
sozinho e cansado, mas persista. Sem frases clichês ou
teorias motivacionais furadas. É simplesmente continu-
ar em frente, porque é isso que você escolheu para sua
vida e você não é menor do que ninguém, então você é
capaz de conquistar a sua vaga também.
Estamos juntos nessa. Conte comigo e obrigado
pela confiança!

67 HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


HUGO
FREITASGUIA
PRÁTICO DE
ESTUDOS

FIQUE
LIGADO
ESTOU AQUI PRA TE AJUDAR.

E-mail: EBOOK@HUGOFREITAS.COM.BR

Facebook: FB.COM/HUGOCONCURSOS

Instagram: @HUGOCONCURSOS

Youtube: YOUTUBE.COM/HUGODEFREITAS

HUGO FREITAS GUIA PRÁTICO DE ESTUDOS

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com


PROJETO GRÁFICO

TRÊS UM TRÊS
S I L AS K L E I N

W W W.S I L AS K L E I N .C O M

Transaction: HP12315746844698 e-mail: mel.26.santos@gmail.com