Você está na página 1de 45

OBS

a
Tabela 1 - Características da Estrutura e Meio Ambiente
Parâmetros de Entrada Comentário Símbolo Valor Referência

Densidade de Descargas Atmosféricas


- NG 0.5 -
para a Terra (1/km2/ano)

L 100.82 -
Dimensões da Estrutura - W 65.58 -
H 6 -
Cercada por
objetos da
Fator de Localização da Estrutura CD 0.5 Tabela A.1
mesma altura
ou mais baixos
SPDA Classe III PB 0.1 Tabela B.2
Ligação Equipotencial NP II--IV PEB 0.05 Tabela B.7
Blindagem Especial Externa Nenhuma KS1 1 Equação (B.5)

Tabela 3 - Características da linha de telecomunicação


Parâmetros de Entrada Comentário Símbolo Valor Referência
Comprimento - Ll 1000 -
Fator de Instalação - Ci 1 Tabela A.2
Fator Tipo de Linha Linha BT Ct 1 Tabela A.3
Fator Ambiental Suburbano Ce 0.5 Tabela A.4
Blindagem da Linha Não Blindada Rs 1 Tabela B.8
Cld 1 Tabela B.4
Blindagem, aterramento, isolação Nenhuma
Cli 1 Tabela B.4
Lj 100.82
Estrutura Adjacente - Wj 65.58 -
Hj 6
Cercada por
Fator de Localização da Estrutura objetos da
Cdj 0.5 Tabela A.1
Adjacente mesma altura
ou mais baixos
Tensão Suportável dos Sistemas
- Uw 1.5 -
Internos (kV)
Ks4 0 Equação (B.7)
Parâmetros Resultantes - Pld 1 Tabela B.8
Pli 1 Tabela B.9
Tabela 4 - Zonas e Distribuição das Pessoas nas Zonas Tabela 5 - Car
Zona Número de Pessoas Tempo de Presença Parâmetro de Entrada
Z1 (bloco) 60 1920 Tipo de Piso
Z2 (área externa) Proteção Contra Choque
Total 60 1920 Risco de Incêndio
Proteção Contra Incêndio
Blindagem Espacial Interna

L1: Perda de Vida Humana

Fator para Pessoas na Zona


Tabela 5 - Características da Zona 1
Comentário Símbolo Valor Referência
Agricultura, concreto rt 0.01 Tabela C.3
Isolação elétrica ou quipontencialização do soloPta 0.01 Tabela B.1
Alto rf 0.1 Tabela C.5
Automática rp 0.2 Tabela C.4
Nenhuma Ks2 1 Equação (B.6)
Sem perigo especial hz 1 Tabela C.6

D1: Devido à tensão de toque e passo Lt 0.01


Tabela C.2
D2: Devido a danos físicos Lf 0.1
D3: Devido a falha de sistemas internos L0 0.1
nz/nt x tz/8760 - 0.1643835616 -
Tabela 6 - Área de Exposição Equivalente da Estrutura da Linha Tabela 8 - Análise de Ris
Parâmetro Símbolo Resultado (m²) Referência Tipos de Danos
Estrutura AD 13620 Equação (A.2)
D1
AL/P 40,000 Equação (A.9)
Linha de Energia AI/p 4,000,000 Equação (A.11)
D2
ADJ/P 13620.051619763 Equação (A.2)
AL/T 40,000 Equação (A.9) Total
AI/T 4,000,000 Equação (A.11) Risco Tolerável
Linha de Telecomunicação
ADJ/T 13620.051619763 Equação (A.2) Conclusão:

Tabela 7 - Número Anual de Eventos Perigosos Esperados


Parâmetro Símbolo Resultado (1/ano) Referência
ND 0.0034050129 Equação (A.4)
Estrutura
NM 0.475899082 Equação (A.6)
NL/P 0.01 Equação (A.8)
Linha de Energia NI/p 1.000000000 Equação (A.10)
NDJ/P 0.0034050129 Equação (A.5)
NL/T 0.01 Equação (A.8)
Linha de Telecomunicação NI/T 1.000000000 Equação (A.10)
NDA/T 0.0034050129 Equação (A.5)
Tabela 8 - Análise de Risco
Símbolo Z1
RA 5.59708981E-09
RU = RU/P+RU/T 2.20356377E-07
RB 1.1194563E-06
RV = RV/P+RV/T 4.40712753E-06
R1 0.0167204379
RT 0.00001

ESTRUTURA DESPROTEGIDA

,
RA = 5.5970898064E-09 Risco Tolerável = 0.00001

RB = 1.1194562975E-06 ESTR
RC =
RM =
5.5972814876E-05
0
R1 =
R1(1) =
5.752537E-06
0.016720438
DESPR
RU = 2.2035637652E-07 (1) estruturas com risco de explosão e para hospitais com equipamentos elétricos para salvar vidas
RV = 4.4071275304E-06
RW = 0.0002203564
RZ = 0.0164383562

ESTRUTURA ESTRUTURA ADJACENTE


ND = 0.003405013 Fatores Valores Fatores Valores
NM = 0.475899082 ND = 0.003405013 NDJ = 0.00340501
(NL+NDJ) = 0.013405013 NG = 0.5 NG = 0.5
NI = 1.000000000 AD = 13620.05162 ADJ = 13620.0516
Comprimento (L) = 100.82 Comprimento (L) = 100.82
Largura (W) = 65.58 Largura (W) = 65.58
Altura (H) = 6 Altura (H) = 6
CD = 0.5 CDJ = 0.5
CT = 1

PA = 1 PTA = 1 PTA = medidas de proteção adicionais contra tensões de toque e p


PB = nível de proteção contra descargas atmosféricas (NP) para o q
PB = 1 PB = 1 acordo com o ABNT NBR 5419-3 foi projetado
PC = 1 PSPD = 1 PSPD = sistema coordenado de DPS conforme a ABNT NBR 5419-4
CLD = fator que depende das condições da blindagem, aterramento
PM = 0 CLD = 1 a qual o sistema interno está conectado.
PU = 1 PMS = 0 PMS= ??
PV = 1 PTU = 1 PTU = medidas de proteção contra tensões de toque, como restriçõ
PW = 1 PEB = 1 PEB = depende das ligações equipotenciais para descargas atmosfé
PZ = 1 PLD = 1 PLD = a probabilidade de falha de sistemas internos devido a uma d
PLI = 1 PLI = a probabilidade de falha de sistemas internos devido a uma d
CLI = 1 CLI = um fator que depende das condições da blindagem, do aterra

Perdas Resultados Variáveis Valores


LA = 1.6437793E-06 LT = 0.01 LT é número relativo médio típico de vítimas feridas por choque elétrico (D1)
LB = 0.0003287671 LF = 0.1 LF é número relativo médio típico de vítimas por danos físicos (D2) devido a u
LC = 0.0164383562 L0 = 0.1 LO é número relativo médio típico de vítimas por falha de sistemas internos (D
LM = 0.0164383562 rt = 0.01 rt é um fator de redução da perda de vida humana dependendo do tipo do so
LU = 1.6438356E-05 rp = 0.2 rp é um fator de redução da perda devido a danos físicos dependendo das pr
LV = 0.0003287671 rf = 0.1 hz é um fator de aumento da perda devido a danos físicos quando um perigo
LW = 0.0164383562 hz = 1 rf é um fator de redução da perda devido a danos físicos dependendo do risco
LZ = 0.0164383562 nz = 60 nz é o número de pessoas na zona;
nt = 80 nt é o número total de pessoas na estrutura;
tz = 1920 tz é o tempo, durante o qual as pessoas estão presentes na zona, expresso em

CASO L2
Perdas Resultados Variáveis Valores
LB = 0.00000625 LF = 0.01
LC = 0.15 L0 = 0.2
LM = 0.15
LV = 0.00000625
LW = 0.15
LZ = 0.15

CASO L3
Perdas Resultados Variáveis Valores
LB = - LF = 0.1
LV = - cz = 0 cz é o valor do patrimônio cultural na zona;
ct = 0 ct é o valor total da edificação e conteúdo da estrutura (soma de todas as zon

CASO L4
Perdas Resultados Variáveis Valores
LA = LT = 0.01
LB = LF = 0.1
LC = L0 = 0.1
LM = ca = 0 ca é o valor dos animais na zona;
LU = cb = 0 cb é o valor da edificação relevante à zona;
LV = cc = 0 cc é o valor do conteúdo da zona;
LW = cs = 0 cs é o valor dos sistemas internos incluindo suas atividades na zona;
LZ = ct = 0 ct é o valor total da estrutura (soma de todas as zonas para animais, edificaçã
ESTRUTURA
DESPROTEGIDA

DESCARGAS NA LINHA
Fatores Valores
NL = 0.01
NG = 0.5
AL = 40000
CI = 1 **
CT = 1 **
CE = 0.5

nsões de toque e passo


ricas (NP) para o qual o SPDA de

ABNT NBR 5419-4 e do nível de proteção contra descargas atmosféricas (NP) para o qual os DPS foram projetados.
agem, aterramento e isolamento da linha
oque, como restrições físicas ou avisos visíveis de alerta.
descargas atmosféricas (EB) conforme a ABNT NBR 5419-3 e do nível de proteção contra descargas atmosféricas (NP) para o qual o DPS foi projetado.
nos devido a uma descargas atmosféricas na linha conectada dependendo das características da linha.
os devido a uma descarga atmosférica perto de uma linha conectada dependendo das características da linha e dos equipamentos.
ndagem, do aterramento e da isolação da linha.

oque elétrico (D1) devido a um evento perigoso (ver Tabela C.2);


cos (D2) devido a um evento perigoso (ver Tabela C.2);
istemas internos (D3) devido a um evento perigoso (ver Tabela C.2);
endo do tipo do solo ou piso (ver Tabela C.3);
ependendo das providências tomadas para reduzir as consequências do incêndio (ver Tabela C.4);
quando um perigo especial estiver presente (ver Tabela C.6);
ependendo do risco de incêndio ou do risco de explosão da estrutura (ver Tabela C.5);

zona, expresso em horas por ano. (=8760, caso seja 24h por dia)
ma de todas as zonas).

na zona;
animais, edificação, conteúdo e sistemas internos incluindo suas atividades).
VOLTAR PARA CD
VOLTAR PARA CDJ
VOLTAR
VOLTAR
VOLTAR
VOLTAR
VOLTAR
VOLTAR PSPD
VOLTAR CLD
VOLTAR CLI
VOLTAR

KS1 = 0 KS1 leva em conside


KS2 = 0 KS2 leva em conside
KS3 = 1 KS3 leva em conside
KS4 = 0.67 KS4 leva em conside

Onde wm1 (m) e wm2 (m) são as larguras


condutores de descidas do SPDA tipo m
metálicas da estrutura, ou o espaçament
atuando como um SPDA natural. Para blin
não inferior a 0,1 m

wm1 (m) =
wm2 (m) =
Uw (kV) = 1.5
S1 leva em consideração a eficiência da blindagem por malha da estrutura, SPDA ou outra blindagem na interface ZPR 0/1; consideração a tensão suportável de impulso do sistema
S2 leva em consideração a eficiência da blindagem por malha de blindagem interna a estrutura na interface ZPR X/Y (X > 0, Y > 1)
S3 leva em consideração as características da fiação interna (ver Tabela B.5)
S4 leva em consideração a tensão suportável de impulso do sistema a ser protegido.

m) são as larguras da blindagem em forma de grade, ou dos


as do SPDA tipo malha ou o espaçamento entre as colunas
ou o espaçamento entre as estruturas de concreto armado
natural. Para blindagens metálicas contínuas com espessura
ão inferior a 0,1 mm, KS1 = KS2 = 10–4.

Uw é a tensão suportável nominal de impulso do


sistema a ser protegido, expressa em quilovolts (kV)
ável de impulso do sistema a ser protegido
VOLTAR PTU
VOLTAR PEB
VOLTAR PLD
VOLTAR
VOLTAR LT
VOLTAR LF
VOLTAR L0
VOLTAR RT
VOLTAR RP
VOLTAR
VOLTAR LF
VOLTAR L0
VOLTAR RF
VOLTAR
VOLTAR
VOLTAR LF
VOLTAR L0

Você também pode gostar