Você está na página 1de 17

Desafios e perspectivas da

promoção de sistemas de gestão


da segurança e saúde no trabalho

Gilmar da Cunha Trivelato


Pesquisador Titular - FUNDACENTRO
SIMPÓSIO NACIONAL SOBRE SISTEMAS DE GESTÃO DA SST
São Paulo, 4 de outubro de 2019.
Sistema de gestão de SST
• É uma iniciativa voluntária

• É um processo de gestão de riscos

• Desempenho mínimo: conformidade legal

... mas deve ir além da conformidade legal


Sistema de gestão de SST
Macro-elementos

• Valores e Princípios

• Estrutura para a gestão

• Processo de gestão de riscos


1º Desafio: Decisão de implantar

Quem decide?
Alta administração
Por que implantar?
Melhorar o desempenho em SST e
obter vantagens para o negócio
Que modelo adotar?
ISO 45001? ISO 31000? Pouco importa!
2º Desafio: Valores e princípios
SST é um valor para a organização? Como isso é
objetivado?

Os aspectos de SST são considerados na decisão dos


negócios?

Os princípios adotados são efetivamente aplicados?


3º Desafio: Governança e responsabilidades

Como são tomadas as decisões estratégicas?

Decisões táticas e operacionais: gerência de linha

Papel dos especialistas em SST: assessores internos

Responsabilidades definidas em todos os níveis


hierárquicos.
4º Desafio: Participação dos trabalhadores
Como são consultados ou ouvidos?

Participam da tomada de decisão nos processos de gestão de


riscos?

Qual a relação da organização com os representantes dos


trabalhadores no que diz respeito aos aspectos de SST?

Como essa participação pode ocorrer considerando o


contexto brasileiro?
5º Desafio: Práticas de planejamento e avaliação de
desempenho

As práticas de planejamento em SST estão harmonizadas com as


adotadas em outros processos (ex. gestão da produção)?

Está prevista a avaliação de desempenho e consequente


responsabilização?

Na avaliação de desempenho são utilizados que indicadores?


Apenas reativos?
Pro-ativos? Ex. progresso das ações planejadas? Qualidade dos
ambientes de trabalho? Avaliação das partes interessadas?
6º Desafio: Organização da documentação

Está claro os diferentes níveis de documentação?


Estratégica, tática, operacional e registros?

Há esforços de reduzir burocracia? Ex. Duplicidade


em diferentes documentos.

Informatização e acessibilidade aos documentos


7º Desafio: Abrangência e integração

Todos os tipos de riscos são tratados com a


mesma ênfase? acidentes x de doenças

Como se dá a integração da gestão da SST com


outros processos de gestão?

Que aspectos são comuns entre os processos de


gestão e que aspectos são específicos da SST?
8º Desafio: Avaliação de diferentes classes de riscos

Quais são os critérios e ferramentas adotados?

É adotada a abordagem gradual (tier approach)?

Como estimar a probabilidade da consequência


para diferentes classes de riscos?
9º Desafio: Tratamento dos riscos

Há esforço para evitar ou eliminar riscos?

A hierarquia das medidas de controle é observada


na prática?

O compartilhamento de riscos não favorece a


precarização das condições de trabalho?
10º Desafio: Controle de contratadas e dos riscos ao
longo da cadeia produtiva

Há avaliação do desempenho em SST de


fornecedores e contratadas?

O desempenho em SST é utilizado como critério


nas aquisições e contratações?

As empresas terceirizadas recebem apoio nas


atividades de gestão de riscos ocupacionais?
11º Desafio: Complexidade do marco regulatório
brasileiro

Como compatibilizar os elementos de um sistema de gestão


com os requisitos legais no Brasil?

Monetização dos riscos: como fazer prevenção e atender a


todas as exigência relacionadas a adicionais de insalubridade
e periculosidade e aposentadoria especial)

As mudanças na legislação em andamento poderão favorecer


a adoção de sistemas de gestão consistentes.
12º Desafio: Pequenas e médias empresas

Como adaptar sistemas de gestão para PME se:

A) não dispõem de suficiente recursos

B) não tem uma cultura de gestão de processos

Há modelos alternativos em vários países, mas sua adoção


está condicionada à mudança na legislação brasileira.
“Digo-lhes hoje, meus amigos, que, apesar
das dificuldades e frustrações do momento,
eu ainda tenho um sonho.”

“I have a dream!”....
Obrigado pela atenção!

Contatos:
gilmar.trivelato@fundacentro.gov.br
gilmar.trivelato@gmail.com

Você também pode gostar