Você está na página 1de 11

Governo do Estado de São Paulo

Secretaria de Estado da Educação


Diretoria de Ensino Região Leste 1
Escola Estadual “DOM MIGUEL DE CERVANTES Y SAAVEDRA”.
Rua Cândido Mota, 267 Fone 2546-5968- CEP 03759-000 – Jardim Penha – S P.

PROPOSTA DE TRABALHO COORDENAÇÃO


PEDAGÓGICA
ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO-2012

1 – Introdução

Os vários problemas existentes na escola nos levam a investigar suas


possíveis causas, e classificá-las como pessoal, procedimentais, recursos,
etc. O trabalho executado na sala de aula das metas primordiais da escola,
que depende da participação coletiva e individual para reverter situações do
cotidiano em matéria a ser desenvolvida em sala de aula, integrando várias
atividades em diferentes disciplinas.

Partindo-se de uma investigação, podemos tomar decisões organizadas,


visando uma retomada de conteúdos no intuito de despertar o interesse dos
alunos, levando-se em consideração a importância da aprendizagem para
ampliação da compreensão da realidade.

2 – Diagnóstico dos Pontos Críticos do Processo de Ensino de


Aprendizagem na U.E.

a) Repetência escolar.
b) Evasão escolar.
c) Indisciplina escolar.
Governo do Estado de São Paulo
Secretaria de Estado da Educação
Diretoria de Ensino Região Leste 1
Escola Estadual “DOM MIGUEL DE CERVANTES Y SAAVEDRA”.
Rua Cândido Mota, 267 Fone 2546-5968- CEP 03759-000 – Jardim Penha – S P.

3 – Sugestões de Atividades para Superação dos Problemas


Diagnosticados e ao Aperfeiçoamento do Trabalho Pedagógico.

a) Contribuir para que o ensino de aprendizagem possa vencer a barreira da


repetência, proporcionando estudos de recuperação contínua e paralela,
complexo e eficiente (Resolução SE 2/2012) que lhes permita alcançar o
rendimento esperado;

b) Conscientizar que na avaliação do aproveitamento a ser expressa em


menções, preponderarão os aspectos qualitativos;
c) Em ATPC – Leitura de textos reflexivos, em que possa haver uma
interdisciplinaridade entre as disciplinas resultando no progresso do educando
quanto ao processo ensino-aprendizagem durante o ano letivo.

d) Buscar coletivamente através das reuniões de ATPCs solucionar


problemas que se manifestam no âmbito escolar e que fogem da tomada de
decisões individual do professor: - relacionamento professor/aluno e outros;

e) Desenvolver projetos ou atividades para integração escola-comunidade,


pois a mesma deve estar presente na escola manifestando suas expectativas e
avaliando os resultados do trabalho escolar;

f) Trabalho de conscientização buscando comportamento adequado. Fazer


uso das reuniões de pais/mestres para ressaltar a importância dos valores
familiares, religiosos e morais;
Governo do Estado de São Paulo
Secretaria de Estado da Educação
Diretoria de Ensino Região Leste 1
Escola Estadual “DOM MIGUEL DE CERVANTES Y SAAVEDRA”.
Rua Cândido Mota, 267 Fone 2546-5968- CEP 03759-000 – Jardim Penha – S P.

g) Observar a freqüência dos alunos e atividades diferenciadas, somente em


casos de doença comprovada ou extrema necessidade ( atestados ).

h) Proporcionar ações planejadas com retomadas de conteúdos e


metodologias com critérios e proposições de atividades que atendam à
clientela escolar;

i) Oferecer e acompanhar cursos de capacitação dos professores por grupos


de estudos, cursos de atualização, reuniões pedagógicas e indicações
bibliográficas;

j) Buscar coletivamente programas educacionais que valorizem os processos de


avaliação;

l) Motivar o professor a comprometer-se a atingir a qualidade de ensino.

4 – Proposta de Acompanhamento de Avaliação do Projeto Pedagógico da


Escola, Incluindo as Atividades Coletivas de Trabalho Pedagógico e os
Projetos de Apoio Curricular aos alunos do Ensino Médio e
Fundamental.

Nos ATPCs fazer avaliações do trabalho já desenvolvido buscando novas


soluções através de discussões e investigações em nosso estilo de formação
profissional de educação, respeitando-se os passados e tradições adequadas,
mas sem perder de vista a necessidade de inovar, sobretudo levando-se em
conta que a educação está ao lado do compromisso de humanizar o progresso.
Governo do Estado de São Paulo
Secretaria de Estado da Educação
Diretoria de Ensino Região Leste 1
Escola Estadual “DOM MIGUEL DE CERVANTES Y SAAVEDRA”.
Rua Cândido Mota, 267 Fone 2546-5968- CEP 03759-000 – Jardim Penha – S P.

Realizar uma proposta crítica e equilibrada que compartilhe entre os


educadores recursos para um intercâmbio de seus conhecimentos profissionais,
sendo assim, estas questões serão expostas, discutidas e solucionadas em
reuniões de ATPC.
A organização do trabalho escolar deve ser com caráter cooperativo e
participativo, proporcionando assegurar ao corpo docente a autonomia e
controle do seu próprio processo de trabalho.

5 – ATPC

- Acompanhar e orientar o professor em suas atividades de planejamento,


docência e Avaliação;

- Fornecer subsídios que permitam aos professores atualizarem e aperfeiçoarem-se;

- Estimular os professores a desenvolver com entusiasmo, suas atividades,


procurando auxiliá-los na prevenção e na solução dos problemas que
aparecerem;

- Utilizar os ATPCs somente com finalidades pedagógicas;

- Cooperação e integração que levem a um ambiente sadio e harmônico;

- Discussão com participações e opiniões que abrangem somente o trabalho


pedagógico;

- Valorização da construção coletiva;


Governo do Estado de São Paulo
Secretaria de Estado da Educação
Diretoria de Ensino Região Leste 1
Escola Estadual “DOM MIGUEL DE CERVANTES Y SAAVEDRA”.
Rua Cândido Mota, 267 Fone 2546-5968- CEP 03759-000 – Jardim Penha – S P.

- Discussão e aprofundamento na legislação;

- Elaboração juntamente com os educadores de uma metodologia que propiciem


a todos a atuação como sujeitos ativos no processo de aprendizagem.

- Buscar alternativas de ação que possam através de projetos ou planos de


curta e longa duração, estimular a criatividade de todos;

- Fortalecer a escola pública como um espaço democrático para a formação da


cidadania;

- Apresentar experiências positivas dos integrantes do corpo docente da escola


que possam ser socializados;

- Leitura de textos reflexivos;

- Apresentar os diversos instrumentos para a prática docente que a escola


possui como: Biblioteca,Laboratório, Sala de Vídeo, Informática, Retro
projetor, Data Show e etc.

6 – Propostas a serem desenvolvidas:

- Incentivar a participação dos Pais a integração Escola X Comunidade;

- Incentivo à pesquisa e a leitura com o objetivo de adquirir maior conhecimento;

- Desenvolver a sociabilidade em relação às atitudes e relacionamentos


individuais ou coletivos;
Governo do Estado de São Paulo
Secretaria de Estado da Educação
Diretoria de Ensino Região Leste 1
Escola Estadual “DOM MIGUEL DE CERVANTES Y SAAVEDRA”.
Rua Cândido Mota, 267 Fone 2546-5968- CEP 03759-000 – Jardim Penha – S P.

- Desenvolver a prevenção para que o aluno se sinta um disseminador do


conhecimento preventivo e comportamental;

- Desenvolver no aluno habilidades que os torne críticos e participativos;

- Atender e encaminhar alunos quando se fizer necessário;

- Integração do Aluno X Escola através de atividades dinâmicas como:


palestras, excursões, exposições, feiras, jogos, campeonatos, comemorações,
concursos, competições, campeonatos, campanhas, etc.

7 – Atribuições e Competência do Coordenador

- Coordenar, avaliar, integrar e articular as ações didáticas e pedagógicas, a fim


de atingir resultados positivos de aprendizagem de acordo com a legislação;

- Ciência de direitos e deveres para alunos e seus responsáveis;

- Coordenar, acompanhar o trabalho das equipes Técnicas, Docente e auxiliar


nas ações educativas, integrando Alunos X Pais e Equipe Escolar;

- Manter contato com pais e responsáveis, com objetivo de informar e orientar,


visando o desenvolvimento do educando no processo aprendizagem;

- Responsabilizar-se pelo planejamento, elaboração, acompanhamento e


avaliação do plano escolar;
Governo do Estado de São Paulo
Secretaria de Estado da Educação
Diretoria de Ensino Região Leste 1
Escola Estadual “DOM MIGUEL DE CERVANTES Y SAAVEDRA”.
Rua Cândido Mota, 267 Fone 2546-5968- CEP 03759-000 – Jardim Penha – S P.

- Relacionar-se com autoridades atendendo solicitação referente ao campo de


atuação;

- Coordenar a equipe docente na elaboração do planejamento anual, revendo


os objetivos efetivos no ano anterior e planejar o ano letivo;

- Coordenar, acompanhar e avaliar o trabalho docente em relação à


metodologia, didática, execução e adequação do planejamento;

- Verificação de diários e registros de atividades;

- Identificar em conjunto com a Equipe Escolar os alunos que necessitam de


atendimento diferenciado;

- Organizar com a Equipe Escolar, Conselho de Série/Classe, Reuniões


técnico-pedagógicas e administrativas;

- Comunicar imediatamente aos superiores problemas relacionados á


situações de risco, emergência que afetem a integridade de alunos e
funcionários, assim como casos de doenças contagiosas;

- Analisar os tipos de avaliação;

- Identificar o aproveitamento insuficiente de alguns alunos;

- Elaborar a programação de atividades de aproveitamento, recuperação e


compensação de ausências;
Governo do Estado de São Paulo
Secretaria de Estado da Educação
Diretoria de Ensino Região Leste 1
Escola Estadual “DOM MIGUEL DE CERVANTES Y SAAVEDRA”.
Rua Cândido Mota, 267 Fone 2546-5968- CEP 03759-000 – Jardim Penha – S P.

- Comparar relacionamento classe x professores;

- Análise de comportamentos inadequados aluno x classe ou aluno x escola;

- Propostas que possam integrar o aluno.

8 – Funções do Coordenador

- Ter disponibilidade de horários;

- Orientar;

- Controlar a ação do grupo, planejando e integrando as conclusões em relação


aos membros do grupo;

- Conduzir reuniões com objetividade;

- Assumir sem transferir problemas ou dificuldades;

- Se fazer presente;

- Interessar-se pelo grupo;

- Trabalho coletivo;

- Relacionamento harmônico sem descriminação;

- Aperfeiçoar para atingirem objetivos;

- Não permitir omissões;

- Manter o equilíbrio;
Governo do Estado de São Paulo
Secretaria de Estado da Educação
Diretoria de Ensino Região Leste 1
Escola Estadual “DOM MIGUEL DE CERVANTES Y SAAVEDRA”.
Rua Cândido Mota, 267 Fone 2546-5968- CEP 03759-000 – Jardim Penha – S P.

- Saber ouvir sem se impor;

- Integrar o grupo na formação de uma equipe eficiente;

- Orientar reuniões dando a todos o direito de participar;

- Não deixar que discussões paralelas desviem o tema.

9 – Conclusão

Compreender criticamente a educação implica em reconhecê-la como

uma prática inscrita e determinada pela sociedade; implica, ainda, em

entender que, embora condicionada a educação possa contribuir para

transformar as relações sociais, econômicas, políticas e culturais na medida

em que possam assegurar a todos um ensino de qualidade, comprometido

com a formação de cidadãos críticos, transformadores e conscientes para

integrarem-se junto a sociedade.

O grande desafio está em respeitar e aceitar as opiniões e o modo de pensar

de nosso próximo, pois é muito difícil aceitar opiniões e críticas que sejam

diferentes das nossas. Portanto, para se obter uma boa atuação em nosso

campo profissional é preciso ter muita humildade e saber aceitar as críticas e

as opiniões do grupo, por que na maioria das vezes, muito de nossos


Governo do Estado de São Paulo
Secretaria de Estado da Educação
Diretoria de Ensino Região Leste 1
Escola Estadual “DOM MIGUEL DE CERVANTES Y SAAVEDRA”.
Rua Cândido Mota, 267 Fone 2546-5968- CEP 03759-000 – Jardim Penha – S P.

encontros será usado para discutir e opinar sobre atitudes pedagógicas a

serem solucionadas em algumas situações complicadas, que poderão ocorrer

e que às vezes parecerão ser insolucionáveis. Deve-se estar preparada para

qualquer tipo de problema ou elogio, mas para que tenha êxito no campo de

atuação profissional, é necessário ter uma equipe unida e preparada para

enfrentar qualquer situação, seja uma situação complicada ou não de se

resolver. Para alcançar bons resultados, algumas vezes, é necessário um

esforço extra que é o que nos prepara para o próximo obstáculo. Quem se

recusa a fazer esforço ou quem tem uma ajuda errada, termina sem

condições de vencer a batalha e jamais conseguirá atingir seus objetivos.


SUMÁRIO

1- Introdução......................................................................................01

2 - Diagnóstico dos Pontos Críticos do Processo de Ensino e Aprendizagem


na
U.E...................................................................................................................02

3 – Sugestões de Atividades para Superação dos Problemas diagnosticados


e ao Aperfeiçoamento do Trabalho
Pedagógico.........................................02

4 – Proposta de Acompanhamento de Avaliação do Projeto Pedagógico da


Escola, Incluindo as Atividades Coletivas de Trabalho Pedagógico e os
Projetos de Reforço e Recuperação da
Aprendizagem....................................04

5-
HTPC................................................................................................................04

6- Propostas a serem
desenvolvidas.................................................................05

7 - Atribuições e Competência do
Coordenador...............................................06

8 – Funções do Coordenador..............................................................................
07

9-
Conclusão........................................................................................................ 08