Você está na página 1de 2

Guia de leitura

Título
Graças e Desgraças de El-Rei Tadinho, monarca iluminado
do reino das cem janelas

Autor
Alice Vieira

Vale a pena ler este livro porque… é uma história diferente


de um rei…igual aos outros (?!)

Biografia
ALICE VIEIRA nasceu em 1943 em Lisboa. É licenciada
em Germânicas pela Faculdade de Letras da
Universidade de Lisboa. Em 1958 iniciou a sua
colaboração no Suplemento Juvenil do Diário de Lisboa
e a partir de 1969 dedicou-se ao jornalismo
profissional. Desde 1979 tem vindo a publicar
regularmente livros tendo, actualmente editados na Caminho, cerca
de três dezenas de títulos. Recebeu em 1979, o Prémio de Literatura
Infantil Ano Internacional da Criança com Rosa, Minha Irmã Rosa e,
em 1983, com Este Rei que Eu Escolhi, o Prémio Calouste Gulbenkian
de Literatura Infantil e em 1994 o Grande Prémio Gulbenkian, pelo
conjunto da sua obra. Recentemente foi indicada pela Secção
Portuguesa do IBBY (International Board on Books for Young People)
como candidata portuguesa ao Prémio Hans Christian Andersen.
Trata-se do mais importante prémio internacional no campo da
literatura para crianças e jovens, atribuído a um autor vivo pelo
conjunto da sua obra. Alice Vieira é hoje uma das mais importantes
escritoras portuguesas para jovens, tendo ganho grande projecção
nacional e internacional. Várias das suas obras foram editadas no
estrangeiro.

In

http://html.editorial-caminho.pt/show_autor

Sinopse (resumo da obra)


No Reino das Cem Janelas vivia sua majestade El – rei Tadinho e era
conhecido pelas suas ideias luminosas. Num dia de muita chuva, ouviram-
se fortes pancadas na porta principal do palácio, mas ninguém se atrevia a
ir ver quem era. De repente, entrou pelo palácio dentro um enorme dragão
de cinco cabeças, dizendo que o tinham deixado à chuva e só os perdoou
quando sua majestade lhe deu a mão de sua filha em casamento. Então,
El-rei Tadinho, como não tinha filhas foi pedir ajuda à bruxa do Reino das
Cem Janelas. O acordo foi que mal o dragão chegasse, a bruxa ia tentar
interceder por El-rei Tadinho. Quando o dragão entrou na sala, a bruxa foi
tentar explicar-lhe o sucedido, mas o dragão, antes que ela começasse a
falar, levou-a dali para fora, pensando que era a sua noiva, desaparecendo
com ela. Foi a meio de um Conselho de Ministros, que sua majestade
declarou, que o Reino das Janelas precisava de uma bruxa. Porém,
decidiram publicar um anúncio no jornal dizendo: “ Bruxa precisa--se ”.
Passado algum tempo, depois de receberem milhares de cartas,
encontraram a bruxa ideal, Riquezas que era a feiticeira, mas passou por
bruxa. Foi com ela que El-rei Tadinho passou por muitas crises, casou e
teve muitos filhos e filhas. Havia uma princesa no Reino, que escrevia
muito mal, com “rrr” e “hhh” a mais nas palavras. Até que a sua
professora se cansou de lhe ensinar a escrever correctamente e foi para
outra escola. O seu próximo professor tinha olhos azuis, era loiro e alto.
Foi por ele, que a princesa se apaixonou. Então, ela decidiu escrever-lhe
uma carta de amor, sem erros, a pedir-lhe em casamento. O professor,
que dizia ser um príncipe encantado, afinal já era casado e pai de trinta
filhos, antes de a bruxa lhe ter lançado a praga, por isso não podia casar
com a princesa, deixando-a muito triste.

In

http://anacbveloso.blog.com/1538101/

Recensão (crítica acerca da obra)

Não se trata do retrato de mais um rei de Portugal. El-Rei Tadinho, sua


futura mulher (uma fada desempregada, que entretanto se fizera passar
por bruxa) e restante família vivem algumas desgraças ora do campo do
quotidiano ora do fantástico. O rei oferece a filha (que não tem! — só mais
tarde dá pelo engano) em casamento a um dragão; a única bruxa do reino,
embora contrariada, decide ajudá-lo; o dragão engana-se e casa com esta
última... É impossível não se achar graça, tal a ironia, a prodigiosa
imaginação e o alucinante desenvolvimento. (A partir dos 8/9 anos).

In

http://html.editorial-caminho.pt/show_produto__q1area_--_3Dcatalogo__--_3D_obj_--
_3D34626__q236__q30__q41__q5.htm

Mais obras desta autora no centro de recursos


Úrsula, a maior
Chocolate à chuva
Trisavó de pistola à cinta
João Grão de Milho e Rato do Campo e Rato da Cidade
Eu bem vi nascer o sol
O meu primeiro D. Quixote : traduzido por Alice Vieira
Vinte cinco a sete vozes
Águas de Verão
Contos e lendas de Macau

Ligações a propósito

www.adaterra.pt/index.php?
Itemid=112&id=113&option=com_content&task=view - 24k -

http://html.editorial-caminho.pt/

http://alicevieira.net/index.htm

Página da autora

http://www.eb23-diogo-cao.rcts.pt/Trabalhos/9a/entre.htm

Entrevista feita por alunos à escritora